Páginas

sábado, 12 de agosto de 2017

Atletas de Ribeirão embarcam nesse sábado para a Hungria onde vão competir o Mundial Masters de Natação


Os atletas Jota Campos (camisa vermelha) e Emílio Lucchesi na piscina), que treinam na Companhia Athletica Ribeirão Preto, embarcam nesse sábado, dia 12 de agosto para a Hungria, onde vão participar do Campeonato Mundial Masters dos Esportes Aquáticos. Jota vai competir nas provas 100m e 200m livres, 200m medley, 50m borboleta e mais as provas de revezamento. Emílio compete nas provas 50m, 100m e 200m peito, todas individuais.


Emílio, que nada desde os 10 anos e tem um histórico de muitos pódios, precisou dar um tempo nas competições por causa da carreira, mas nunca abandonou a natação que passou a ser seu hobby. No início de 2016, ingressou na Equipe Master de Natação da Cia Athletica, onde voltou às competições e passou a treinar com mais frequência. “Coloquei como objetivo o campeonato mundial como forma de ter um foco e levar os treinos mais a sério”, conta. Para o Mundial da Hungria, o atleta vem treinando pesado desde fevereiro. “Passei a treinar de 5 a 6 vezes na semana e junto com os treinos na água, comecei a fazer fisioterapia e musculação. Além disso, tive um acompanhamento nutricional e eliminei 6 quilos, o que ajudou muito no meu rendimento”, explica Lucchesi.
Jota tem uma história de muitos títulos regionais, estaduais e nacionais de natação em piscina e maratona aquática. A rotina do atleta também tem sido muito desafiadora por causa do treinos. “Dou aulas na Cia Athletica e tenho que conciliar o trabalho e o esporte, que não é nada fácil. Mas apesar dessa dificuldade, tenho me dedicado ao máximo nos treinos e recebido muito apoio dos alunos, principalmente nessa reta final, o que me deixa muito motivado. Inclusive eles fizeram uma ação para me ajudar financeiramente. Vai ser um aprendizado muito bom e uma oportunidade incrível, estou muito feliz e confiante”, comenta Jota.
Lucchesi conta que está indo para a competição muito focado no tempo, mais ainda do que em colocação. “Estou indo com o objetivo de fazer bonito para todos que me apoiam, esposa, pais, irmãos e amigos, e querendo nadar para as minhas melhores marcas. Estou com o 6º melhor tempo nos 50m peito, de 100 nadadores nessa prova, então isso me motiva, me dá uma expectativa boa”, comenta o nadador.
O Campeonato Mundial Masters dos Esportes Aquáticos, acontece em Budapeste, na Hungria, uma semana após o Mundial dos Esportes Aquáticos que foi de 14 a 30 de julho. O Mundial Masters vai de 7 a 20 de agosto.

Falta de recursos para decoração natalina preocupa direção da ACIJ

Este ano, a falta de recursos pode impedir a
decoração de Natal nas principais avenidas da cidade
 

Se não for resolvido o problema da falta de recursos, a decoração das ruas e praças do centro da cidade para o final do ano pode não acontecer. A afirmação é do presidente da Associação Comercial e Industrial de Jales, Carlos Roberto Altimari, preocupado com uma situação que se repete quase todos os anos.
Nos dois últimos anos o problema foi resolvido com o apoio da Câmara Municipal que recomendou o repasse de R$ 110 mil em 2015 e R$ 75 mil em 2016, dos recursos devolvidos para o município das verbas excedentes repassadas para o funcionamento do Legislativo. Para 2017, no entanto, os recursos para a decoração natalina deverão ficar em apenas R$ 40 mil, conforme informou o presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal, Vagner Selis (Pintinho). Esse dinheiro, segundo Carlinhos, não dá nem para começar o trabalho que tem um custo estimado em cerca de R$ 200 mil.

"É mais uma situação constrangedora para o município, ressalta  Carlinhos (foto), "pois Jales acaba sendo a única cidade, em toda a região em que a Associação Comercial precisa interferir todo ano para que haja decoração natalina, justamente onde o comércio é mais forte e mais precisa dessa motivação para manter sua liderança regional".
As administrações municipais sabem que os recursos investidos na decoração natalina revertem em impostos arrecadados pelo município como resultado do aumento das vendas no final do ano, pois os consumidores acabam prestigiando o comércio local, deixando de fazer suas compras em outras cidades, como afirmou o presidente da ACIJ.
Carlinhos também lembrou que a decoração natalina se torna ainda mais necessária em períodos de crise como esse, quando a ACIJ procura fazer sua parte, investindo recursos na promoção de fim de ano no comércio e em campanhas para decoração das vitrines e outras iniciativas com objetivo de incentivar as vendas e atrair clientes para as lojas.
O presidente da ACIJ afirmou que a Associação ainda vai continuar insistindo para buscar formas de resolver o problema, "mas se isso não acontecer, a cidade certamente ficará sem as ruas e praças decoradas para o Natal", conclui.
 


Faltam quase 800 policiais civis nas 6 Delegacias Seccionais do Deinter-5

Segundo Sindpesp - Sindicato dos Delegados Polícia Civil do Estado de São Paulo, o déficit do efetivo de policiais civis na região do Departamento de Polícia Judiciária do Interior de São José do Rio Preto é de 48%. Em números absolutos, faltam 795 policiais civis, entre delegados de polícia, escrivães, investigadores, agentes de telecomunicações, papiloscopistas, auxiliares de papiloscopista e agentes policiais. O efetivo fixado para todo o Deinter-5 é de 1.542 policiais civis. Os dados são oficiais, do dia 30 de junho de 2017, segundo o Sindpesp

Na Seccional de São José do Rio Preto, faltam 281 policiais civis, de um total de 501 cargos existentes. Um déficit de 44%. Na de Catanduva, faltam 91 de 175, déficit de 48%. Na Seccional de Fernandópolis, existem 154 cargos mas 114 preenchidos, déficit de 26%.

Na Delegacia Seccional de Jales são 192 cargos existentes e 139 preenchidos, numa defasagem de 28%. Na Seccional de Novo Horizonte, somente 52 cargos estão preenchidos de um total de 90 existentes, déficit de 42%. Na Seccional de Votuporanga, o numero aumenta: há 174 cargos mas somente 72 preenchidos, num déficit impressionante de 59%. Os números do efetivo atual foram obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação.

A presidente do SINDPESP, Raquel Kobashi Gallinati, falou sobre os números em São José do Rio Preto, onde esteve nesta quinta e sexta-feira, para compromissos profissionais. Ela reiterou a necessidade do Governo do Estado de chamar todos os aprovados nos concursos de 2013 e de abrir novos concursos, já que o déficit estadual é de cerca de 10 mil cargos. Raquel lembrou ainda a questão do salário, o mais baixo do país, em termos do PIB estadual.

O SINDPESP solicitou formalmente uma audiência com o governador Geraldo Alckmin para entregar o resultado da Assembleia Geral Extraordinária do sindicato, realizada em 26 de junho passado. Até agora, diz o Sindpesp, o Palácio dos Bandeirantes não respondeu à solicitação.

Jales começa vacinação antirrábica no sábado, dia 19

Começa sábado, dia 19 de agosto, a campanha de vacinação antirrábica em Jales, que será feita nas Unidades Básicas de Saúde de toda a cidade.

Leonardo Aurélio Silva, médico veterinário, responsável pelo centro de Zoonose, espera que toda a população se mobilize e leve seus animais para que possam ser vacinados e assim prevenidos contra a raiva.

Segundo ele, a raiva é uma doença que pode acometer o ser humano e, uma vez adquirida, compromete o sistema nervoso, sendo incurável e com índice de letalidade próximo a 100%.

"É uma zoonose viral e todos os mamíferos estão suscetíveis ao vírus da raiva, podendo transmiti-la. Mas cães, gatos e morcegos são os principais transmissores. A vacina é a única maneira de controlar a doença", explicou o veterinário.

A campanha será realizada até o dia 29 de agosto na zona urbana da cidade e serão vacinados cães e gatos a partir três meses de vida. O centro de Zoonoze também informa que no mês de setembro deste ano inicia a campanha na zona rural.

Veja os dias de vacinação divulgada pela Secretaria Municipal de Comunicação:-

 

Cursos e oficinas movimentam Fundo Social de Solidariedade

 
O mês de agosto começou com intensas atividades no Fundo Social de Solidariedade de Jales. No início do mês, foram ofertadas 157 vagas de cursos e oficinas em várias áreas, como Gastronomia, Artesanato, Beleza e Confecção. Só neste ano já foram 526 vagas.

A programação de cursos começou com o de Pintura em Tecidos, no dia 3 de agosto, ministrado pela professora voluntária do Fundo Social, Daniela Azambuja, que todas as quintas-feiras, ensina as técnicas da pintura em vários tipos de tecidos, como guardanapos.

Depois, no dia 7, foi a vez da professora voluntária Fátima Amparo ensinar os segredos da confecção perfeita de tapetes em barbantes. Essas aulas são realizadas todas as terças-feiras, no período da tarde e inclui técnicas de variados tipos de bordados, incluindo o crochê em barbante.

Na tarde de quarta-feira (9), a professora Marina de Jesus deu um show de gastronomia, ensinando receitas de bolos caseiros, com técnicas específicas para serem vendidos, tornando-se uma excelente oportunidade de negócio familiar.

E na noite de quarta-feira, teve também o curso de Cachecol, ministrado pela professora voluntária Alice Chorro, que ensinou várias técnicas para fazer cachecol, com o intuito de vender.

A primeira semana de cursos no Fundo Social se encerrará com o de Necessarie, ministrado pelas professoras Yokiko e Ana Maria Saura Rodrigues. Este curso, que ensina as técnicas de produção de diversos modelos de necessaries e bolsas de pano, é realizado todas as sextas-feiras, no período da tarde.

A oferta de cursos segue durante todo o mês de agosto e a equipe do Fundo Social já está preparando as novas oportunidades que serão oferecidas no mês que vem. Todo começo de mês, as inscrições são abertas.

XI Encontro Regional do Noroeste Paulista será realizado em 18/08

No próximo dia 18 de agosto, a partir das 8h, o Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis, Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de São Paulo – SESCON-SP promove, em São José do Rio Preto, o XI Encontro das Empresas de Serviços Contábeis do Noroeste Paulista, no Ipê Park Hotel (Rodovia Washington Luís, Km 428). O evento engloba também as regiões de Araçatuba, Birigui, Lins, Marília e Presidente Prudente.

Tendo como tema central "Contabilidade: Conteúdo, Valorização e Inovação", o encontro colocará em debate temas técnicos, de gestão empresarial e de tecnologia, todos apresentados por renomados especialistas e grandes profissionais do setor. Além disso, haverá uma feira de negócios com o que há de mais moderno em produtos e serviços voltados aos universos contábil e empreendedor.

A programação contempla os painéis "Gestão na sucessão – uma visão 360º", "Evolução da automação do processo de negócios no setor de serviços" e "O novo Simples Nacional na prática" e a palestra "Inovação, Gestão de Mudança, o Líder Inspirador".

Para o presidente do SESCON-SP e da AESCON-SP, Márcio Massao Shimomoto, os encontros regionais têm conquistado a cada ano mais público, espaço e destaque, o que mostra a conscientização crescente dos empresários contábeis para a necessidade de educação permanente e troca de experiências profissionais. "O Brasil está passando por grandes turbulências econômicas e esta é mais uma grande oportunidade de mostrarmos o papel efetivo da contabilidade como instrumento de gestão e de tomada de decisão. Temos muito a contribuir para o desenvolvimento das empresas e do nosso País", destaca o líder setorial.

Inscrições e mais informações, no hotsite do evento: http://eventos.sescon.org.br/hotsite/encontroregional/2017/noroestepaulista/

Palavras de Allan Kardec

 
Allan Kardec - Há pessoas desinteressadas mas sem discernimento, que prodigalizam os seus haveres sem proveito real, por não saberem empregá-los de maneira razoável. Terão por isso algum mérito?

Os Espíritos - Têm o mérito do desinteresse mas não o do bem que poderiam fazer. Se o desinteresse é uma virtude, a prodigalidade irrefletida é sempre, pelo menos, uma falta de juízo. A fortuna não é dada a alguns para ser lançada ao vento, como não o é a outros para ser encerrada num cofre. É um depósito de que terão de prestar contas, porque terão de responder por todo o bem que poderiam ter feito e não o fizeram; por todas as lágrimas que poderiam ter enxugado com o dinheiro dado aos que na verdade não estavam necessitados.

O Livro dos Espíritos: Pergunta 896
(Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade do Grupo Espírita "Chico Xavier", de Jales)

Sem inquietação

por Reginaldo Villazón

É pura verdade que o mundo do trabalho passa por profundas transformações. Rapidamente, vai escasseando a antiga forma de trabalho exigida pelas empresas privadas e instituições públicas, com fundamentos na disciplina, na atenção irrestrita aos conceitos estabelecidos, na repetição impecável das tarefas. Os consultores de carreiras, buscando ajudar, indicam as qualidades que devem fazer parte do perfil dos novos trabalhadores: qualificação técnica, fluência verbal, flexibilidade e outras.

O trabalho humano físico segue a tendência de extinção; postos de trabalho são eliminados e outros são criados; ser patrão, empregado ou autônomo exigem qualidades cada dia mais parecidas. Os jovens, que ainda se preparam para entrar no mercado de trabalho, sofrem inquietações. De um lado, ouvem os consultores postulando novas atitudes. De outro lado, ouvem os palpiteiros inconsequentes condenando a maioria das profissões como sendo elas pouco promissoras
 
Recordemos um caso real. Severino Pereira da Silva nasceu na pequena cidade de Taquaritinga do Norte (PE), em 1895. Lá, aos 10 anos de idade, lavava burros e jegues para ajudar a família. Jovem, foi trabalhar no Recife e depois no Rio de Janeiro. Tornou-se um empresário respeitado pela seriedade e dedicação. Em 1975 reuniu todas as suas empresas (dos ramos têxtil, mineração, cimento e agropecuário) num só grupo econômico com atividades em 11 estados brasileiros.
Neste país, as boas oportunidades estão cercadas por enormes dificuldades. No entanto, é tolice dizer que somente filhos de ricos fazem sucesso, ganham dinheiro, são reconhecidos por seus méritos. Pois é comum que pessoas simples, de todas as regiões, furem todos os bloqueios até atingirem seus objetivos nos mais diferentes campos socioeconômicos. Os cientistas sociais garantem que, para isso, essas pessoas utilizam os talentos que fazem parte da cultura brasileira.

As pesquisas constataram, no povo brasileiro, características essenciais ao sucesso. Tais como as habilidades de relacionamento, de falar positivamente, de persuasão, de conciliação, de flexibilidade, de improvisação, de criatividade, de inovação, de mudança, de adaptação. Elas revelaram o jeitinho brasileiro como forma inteligente, rápida e eficiente de resolver dificuldades, sem contrariar normas e leis. E identificaram o caráter cordial e alegre do povo brasileiro como edificante.

Nestes tempos de notícias ruins, o futuro dos jovens parece desanimador. Ainda mais, prevendo a nova onda da automação industrial. Mas a história humana é assim mesmo: cheia de altos e baixos. Mas é necessária e vantajosa. Como na sucessão das estações do ano: finda o inverno, chega a primavera. E a vida se multiplica renovada. Nossos jovens só precisam, nos seus estudos, polir os valores culturais que já carregam dentro de si mesmos. O futuro pelo qual se empenham chegará.

Tudo é educação

José Renato Nalini
secretário estadual de Educação



Ou "educação é tudo", como queiram. Não há problema brasileiro que não se resolva mediante educação. Educação por inteiro, convenhamos. Não se tente reduzir a reflexão a aspectos importantes, mas que não chegam a abranger a totalidade do tema. Falo em educação que começa em casa, até antes do ser educando nascer. Por que se põe um filho no mundo? Ele está em nossos planos? Que vida queremos para ele? Se depender de nós, como ele encontrará este planeta?

A demanda por direitos põe em quarto plano assumir obrigações. Exigir aquilo que não é obrigação exclusiva do Estado, mas que também depende do indivíduo demandante é uma face do problema. O desafio é multifacetado. Há muitas dimensões que reclamam detida atenção.

Como seria melhor a vida se a educação informal habitasse os lares, a vizinhança, o bairro, a comunidade, a região, a cidade inteira! Se cada um pensasse que o resíduo sólido - nome eufemístico para lixo - abandonado numa área pública será recolhida com dinheiro de todos, talvez até por economia as pessoas fossem mais conscientes.

Quanto é que se gasta no Brasil com coleta de lixo, com os famigerados "lixões", com as consequências da falta de educação cívica e de higiene?

Não seria muito melhor para todos se os rios fossem límpidos? Que pudéssemos utilizá-los como via gratuita de transporte, recurso barato para completar nossa necessidade nutricional, paisagem e deleite porque ver água límpida em movimento é exercício mental revigorante?

Soubéssemos nos servir com sabedoria daquilo que a natureza nos oferece e não haveria fome. Inacreditável que se desperdice tanto alimento num país em que metade passa por necessidade e metade tem problemas de saúde em virtude da obesidade.

Por falar em fome, o prêmio "Josué de Castro" 2017 está em pleno curso. Josué de Castro, aquele que falou: "Denunciei a fome como flagelo fabricado pelos homens contra outros homens". É isso mesmo. A melhor pesquisa científica, o melhor programa ou projeto de política pública, ambos estão sendo chamados a concorrer, com inscrições de 17 de julho a 15 de agosto, pelo e-mail consea@consea.sp.gov. O regulamento está disponível no site www.consea.sp.gov.br/josue-de-castro. Informações pelo telefone 11-5067-0394.

A fome, a saúde, a violência, o emprego, a segurança pública, o saneamento básico, a longevidade, o desespero, o estresse, a angústia, a falta de perspectiva, tudo isso pode ser resolvido mediante um eficiente programa educativo. Educação formal e informal. Direito de todos, mas dever do Estado, da família e da sociedade. Todos chamados a participar dessa missão que é infinita em suas potencialidades e que em pouco tempo mudará o Brasil. Para melhor, é óbvio.
 

Reforma Política é o tema do Roda Viva desta segunda-feira

Na edição temática do Roda Viva transmitida ao vivo nesta segunda-feira (14/8), especialistas debatem as mudanças planejadas no relatório da comissão especial da Câmara sobre a Reforma Política. Com apresentação de Augusto Nunes, o programa vai ao ar às 22h15, na TV Cultura, na página oficial da atração no Facebook e no canal do YouTube.

Participam da bancada José Aníbal, presidente do Instituto Teotônio Vilela; Vicente Cândido, deputado federal do PT de São Paulo e relator da Comissão Especial de Reforma Política na Câmara; Daniela Lima, editora da coluna Painel do jornal Folha de S. Paulo; Oscar Vilhena, professor de direito constitucional da Fundação Getúlio Vargas; e Josias de Souza, colunista do UOL.

Na atração, os especialistas convidados falam sobre as principais mudanças que a Reforma Política em trâmite na Câmara dos Deputados propõe. São exemplos a criação de um fundo público de R$ 3,6 bilhões para financiar campanhas; a entrada em vigor do modelo conhecido como "distritão" para a eleição de deputados e vereadores, em que são eleitos somente os candidatos mais votados, sem garantir um número maior de vagas para partidos e coligações com melhor desempenho; e a permanência máxima de dez anos no cargo para os ministros dos tribunais superiores, como o STF e o STJ.

O Roda Viva também conta com a participação fixa do cartunista Paulo Caruso.

Judocas se classificam na fase Inter Regional

A Associação de Judô Jalesense esteve no domingo, 5 de agosto, em Catanduva, participando do Campeonato Paulista, Fase Regional nas classes Aspirante e da Divisão Especial.

Jales foi representada por uma delegação composta de cinco judocas, conseguindo a classificação para a fase seguinte que é o Campeonato Paulista, Fase Inter-Regional. que será realizada em Presidente Prudente, no no sábado, 19 de agosto. 

Os atletas classificados entre os três primeiros colocados irão participar da fase final, marcado para ser realizado em São Bernardo dos Campo, com data ainda não definida.

Nesse sábado, 12 agosto, os judocas jalesenses estão participando da Copa de Judô Ateneu Mansor em São José do Rio Preto.


Classificados em Catanduva:

Medalha de ouro


Felipe Augusto Ragazi Cebalos – classe Aspirante - Sub.09

Guilherme Henrique Campos Serrilho –classe Aspirante - Adulto

Medalha de prata
Guilherme Henrique Gomes da Rocha – classe Aspirante - Sub.18

-Vinicius de Oliveira Zeule – classe Especial – Sênior

Medalha de bronze
Vitor Kendy Yano – classe Aspirante – Sub. 18



Basquete Livre: Jales mostra reação surpreendente, mas perde para Votuporanga

Em jogo válido pela 8ª. rodada da 7ª. Copa Monte Líbano de Basquetebol – Categoria Livre, realizado domingo (06), a equipe jalesense, mesmo apresentando surpreendente reação em quadra no último quarto da partida, não conseguiu obter a vitória sobre a equipe de Votuporanga e se complicou na competição.

A partida começou bastante equilibrada, com ligeira vantagem da equipe de Jales no placar. O primeiro quarto terminou 14 a 10 em favor de Jales.

O segundo quarto também foi bastante disputado, porém com a defesa de Votuporanga funcionando melhor e o ataque jalesense não logrando êxito, tendo encerrado-se com o placar de 16 a 09 em favor de Votuporanga.

Já no terceiro quarto, a equipe de Jales se perdeu mais ainda em quadra, permitindo ao adversário que anotasse muitos pontos em contra-ataques e convertendo para si poucos pontos. Resultado do quarto: Jales 09 x 20 Votuporanga, totalizando, portanto, um placar parcial de 46 a 32 para Votuporanga.

O último e decisivo quarto começou também não muito bom para a equipe de Jales, que não conseguia baixar a diferença do placar e ainda permitia que o adversário pontuasse. Porém, restando pouco mais de 5 minutos para a partida encerrar-se, perdendo por uma diferença de 16 pontos, a equipe jalesense mudou sua postura em quadra, acertou sua defesa e conseguiu romper a tábua defensiva adversária. O resultado desta mudança de postura começou a se tornar nítido no placar, cuja diferença começou a cair rapidamente e, faltando apenas 30 segundos para o encerramento do jogo, a partida estava empatada.

Votuporanga ainda teve uma falta antidesportiva a seu favor, mas conseguiu converter apenas 1 ponto em seu ataque. O placar, então, anotava 58x57 em favor da equipe votuporanguense e Jales, com pouco mais de 10 segundos no cronômetro, tinha a posse de bola. A equipe conseguiu tramar bem seu ataque mas, no desfecho de um melindroso lance de bandeja, a bola rodou dentro do aro, e, caprichosamente, não caiu, finalizando-se o jogo com a vitória por um ponto em favor do adversário.

O próximo confronto da equipe será dia 20 de agosto, contra a equipe de Ilha Solteira.

Pela equipe de Jales, jogaram e pontuaram: Lucas Viana (02), Allan Oliveira (10), Júlio Aldrigue, Osvaldo Landin (07), Oswaldo Silva (02), Vilter Moraes (10), Victor Pereira (02), Fábio Galan (11) e Tiago Dan (13).

Basquete Master vence 7ª partida consecutiva


 
 Apesar de desfalcada de alguns atletas, que por distintos motivos não puderam compor o elenco da equipe Master de Basquetebol de Jales para a disputa da 7ª. rodada da II Copa Monte Líbano de Basquetebol Master, disputada na sede daquele clube no último sábado (05), em São José do Rio Preto, a equipe jalesense honrou sua superioridade na competição: manteve 100% de aproveitamento e a liderança absoluta no campeonato.
O adversário da rodada foi a equipe de Catanduva, até então terceira colocada, que tinha perdido três e vencido seus outros três confrontos.

O jogo foi bastante equilibrado, com ambas as equipes se alternando na liderança do placar durante os quartos do jogo, que tiveram os seguintes resultados: primeiro quarto: Jales 17 x 14 Catanduva; Já no segundo quarto, o equilíbrio foi total: 14 x 14. O terceiro quarto, também equilibrado, foi vencido por Catanduva, pelo placar de 14 x 13, totalizando, até então 44 a 42 em favor de Jales. No último quarto, a equipe catanduvense ainda conseguiu equilibrar o jogo até o cronômetro apontar pouco mais de 3 minutos para encerrar-se o jogo, porém a equipe de Jales estava determinada a não abrir mão de sua hegemonia na competição.
O time jalesense, próximo ao término do confronto, conseguiu valer-se de seu pleno potencial defensivo, não permitindo praticamente que o adversário pontuasse e, em contrapartida, conseguiu ser eficiente no ataque, anotando pontos consecutivamente, resultando em quarto com o placar de 22 x 12 a seu favor, fechando o jogo em 66 x 54.

Com o resultado, a equipe de Jales continua isolada na liderança da competição e segue firme rumo a seus últimos três confrontos na fase de classificação, buscando se manter à frente, o que possibilitará, na fase semifinal, disputar a vaga para a final enfrentando a equipe que se classificar na quarta posição da tabela.
O próximo confronto da equipe será dia 19 de agosto, contra a equipe anfitriã, segunda colocada da competição.

Pela equipe de Jales, jogaram e pontuaram: Renato Silva, Gustavo Silva (05), João Tunussi (25), Carlos Birigui (15), Osvaldo Landin (11), Adagoberto Navarro e Fábio Galan (10).


O dia dos pais

Flávio Rodrigo Masson Carvalho Professor do UNIBAVE
– Orleans - SC equilibriumtc@hotmail.com



A origem dos dias dos pais, se deu em 1909, na cidade de Washington, EUA, quando Sonora Louise Smart-Dodd, filha do veterano de guerra John Bruce Dodd, depois de ouvir na igreja um sermão sobre o dia das mães, decidiu homenagear seu pai, que havia perdido a esposa que morrera em 1898 durante o parto de seu sexto filho.

Sonora se impressionara como seu pai conduzia a sua vida, educando sozinho seis filhos, com muita dignidade e amor, sendo pai e mãe ao mesmo tempo.

E através de uma solicitação por escrito de Sonora o governador instituiu em Whashington no dia 19 de junho de 1910, aniversário de seu pai, o dia dos pais, tendo como símbolo a rosa, vermelha para os pais vivos, e a branca para os pais falecidos.

Por motivos comerciais, o dia dos pais é comemorado em datas diferentes no mundo inteiro. Mas isto não é importante, pois o dia dos pais deve ser comemorado todos os dias.

Ser pai é muito diferente do que ser mãe, não é padecer no paraíso, para ser pai mister se faz estar preparado para ser "o grande vilão", que de herói passa a bandido num instante.

A criança na primeira infância e até a pré-adolescência vê o pai como um herói, um super-homem, dotado de super-poderes, e que pode tudo, é admirado pelo filho, e é o espelho, a imagem que o filho projeta para o seu futuro.

Mas no final da pré-adolescência, entrando na adolescência, percebemos que nossos pais são apenas simples mortais, dotados de muitos defeitos e fraquezas. Mas continuam a ser o espelho, onde vemos refletida a nossa imagem, ou seja, o que seremos no futuro. E dói descobrir que seremos como nossos pais, mortais, fracos e com muitos defeitos. E muitos são os jovens que vêem seus pais como verdadeiros vilões.

Talvez, se tivéssemos "o dia dos filhos", a imagem dos pais seria um pouco melhor, ou menos distorcida, pois se este dia fosse instituído, os filhos estariam mais atentos as responsabilidades, talvez poderiam entender melhor seus pais.

Não está sendo fácil para o homem perder espaço para as mulheres no mundo de hoje. No que tange ao relacionamento com os filhos, o homem, o pai, sempre perdeu, pois a maternidade é muito forte, a relação da mãe com os filhos é mais intensa e dotada de diferente energia. A mãe abriga o filho por nove meses em seu ventre, o alimenta e é a primeira a ouvir o seu choro de lamento ao nascer, um choro de medo ao adentrar neste mundo caótico e inseguro. O pai aparece apenas em um segundo momento. E aparece bem, como herói, o provedor do lar, o super-homem, mas logo ele o impacto da verdade, ou seja, o véu é descoberto e aparece o que o pai verdadeiramente é, e sobre a sua imagem também é depositada todas as projeções dos filhos revoltados por descobrirem que seus pais não são heróis, não são dotados de super-poderes.

Ser pai é muito complicado, ainda mais hoje em dia, neste mundo caótico e violento. E cada vez menos o homem se interessa pela paternidade, cada vez menos o homem quer assumir esta responsabilidade, que no passado era sinônimo apenas do mais puro prazer.

Hoje em dia mais do que nunca, o pai precisa do amor e suporte dos filhos. Por isso aprenda a tratar melhor o seu pai. Como o natal deve ser comemorado todos os dias por Jesus, comemore todos os dias do ano o dia dos pais e das mães, ajude-os a serem pais com orgulho e dignidade, com coragem e muito amor, garanto que você será o maior beneficiado.

Jamais se esqueça de que não existe pai perfeito, e acredite, você tem o pai ideal para você, escolhido por Deus. Ame-o intensivamente. Seja um amigo, e tenha nele um amigo. Se você se encontra afastado de seu pai, por qualquer motivo, promova uma re-aproximação, abaixe a guarda, exerça o perdão, garanto que você será mais feliz.

O pai hoje foi o filho ontem, então você que é filho hoje, poderá vir a ser pai amanhã, e é quase certo que o seja, por isso abra seu coração, ame cada vez mais seu pai sua mãe, toda sua família. Não olhe o passado, ame no presente e seja feliz com o futuro promissor de todos que amam e sabem perdoar.

Se teu pai não é tão forte como você gostaria, fortaleça-o com seu amor, mas se teu pai é forte, absorva um pouco desta força.

Não existe uma cartilha que ensina como ser pai, não existe pai perfeito, como também não existe filho perfeito. O grande segredo é o amor.

Hoje é o dia mais importante de sua vida, e hoje é o dia ideal para você se re-aproximar de seu pai, ou se aproximar mais. Talvez amanhã seja tarde demais. E não se esqueça jamais que o amanhã está programado para ser o melhor dia de sua vida.
 


CitrusBR confirma redução de 69% nos estoques de suco de laranja

A Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBR) informa que os estoques físicos de suco de laranja disponíveis em 30 de junho de 2017 somaram 107.387 toneladas de suco de laranja concentrado congelado equivalente a 66°Brix (FCOJ equivalente). O número, levantado por meio de auditorias individuais e independentes, e posteriormente compilado por nova auditoria, representa uma queda de 69,45% em relação às 351.567 toneladas existentes na mesma data do ano anterior. "Cabe salientar que este montante de estoque em 30 de junho de 2017 não é sustentável a longo prazo e configura montante em patamar inferior ao mínimo técnico necessário", explica o diretor-executivo da CitrusBR, Ibiapaba Netto.
 
Diante desses dados e levando-se em conta a safra 2017/2018 estimada em 364.470.000 de caixas de 40,8 quilos pelo Fundecitrus, a previsão é de que cerca de 50.000.000 caixas de 40,8 quilos de fruta fresca deverão ser destinadas ao mercado interno. Dessa forma, descontadas essas caixas, a estimativa é de que 314.470.000 caixas da fruta deverão ser processadas por associadas e não associadas à CitrusBR. Tendo como base o rendimento médio estimado de 267,33 caixas para a produção de 1 tonelada de FCOJ Equivalente 66º Brix, a produção total de suco de laranja para a safra 2017/2018 é estimada em 1.176.336 toneladas.
Além disso, estima-se a produção de outras 30.676 toneladas de FCOJ equivalente a 66º Brix na safra 2017/2018 nos estados do Paraná e do Rio Grande do Sul, com base nas projeções oficiais de uma safra de 7.000.000 de caixas de laranja a serem produzidas no Paraná e outras 1.170.000 caixas produzidas no Rio Grande do Sul. A produção de ambos os estados é incorporada aos estoques paulistas, o que deve resultar em um total de 1.207.012 toneladas de suco produzido.
Somando esse volume às 107.387 toneladas de suco disponíveis nos estoques em 30 de junho de 2017, a disponibilidade total de suco de laranja para a safra 2017/2018 deverá ficar em 1.314.399 toneladas. Levando-se em conta que a demanda externa é estimada em 1.037.834, com base na média das três últimas safras reportadas pela Secex, enquanto a demanda interna deve ficar em torno de 69.000 toneladas, temos uma demanda total estimada de 1.106.834 toneladas de FCOJ Equivalente 66º Brix. Assim, caso a demanda se mantenha estável, os estoques de suco de laranja previstos para 30 de junho de 2018 (passagem da safra 2017/2018 para 2018/2019) devem chegar a 207.565 toneladas. "Os estoques projetados para 2018, caso se confirmem, serão suficientes para repor níveis mínimos de armazenamento, mas ainda em patamares realmente muito baixos", afirma o diretor-executivo da CitrusBR, Ibiapaba Netto.

Praça João Mariano de Freitas será palco de muitas atrações nos dois dias da 12ª Feira do Agronegócio da Uva e do Mel

A Comissão da 12ª Feira do Agronegócio da Uva e do Mel 2017 esteve reunida no dia 7 de agosto, para acertar os últimos preparativos para a realização do evento que será nos dias 1 e 2 de setembro, na Praça João Mariano de Freitas, em Jales.

Durante a feira, os visitantes poderão comprar uvas e mel com preços acessíveis e de excelente qualidade e também encontrarão artigos de artesanato, suco de uva artesanal.

Na programação da Feira, constam apresentações culturais do Taikô de Jales – obteve o terceiro lugar no Campeonato Brasileiro) da Catira, do Projeto Guri, além de cantores regionais. Haverá também uma Praça de Alimentação que será coordenada pelo Rotary Clube Grandes Lagos de Jales.

Segundo a engenheira agrônoma Silvia Andreu Avelhaneda Pigari, da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Pecuária e Meio Ambiente, uma vez que "a viticultura é um dos motores econômico-financeiro que sustentam a geração de empregos e renda para toda a nossa região, a Prefeitura Municipal de Jales, através do prefeito Flávio Prandi Franco ( Flá), deu todo o suporte necessário para a realização da Feira".

O evento também não aconteceria sem o apoio dos parceiros que compõem a Comissão Organizadora formada principalmente por viticultores das cidades de Jales,e Urânia, Embrapa Uva e Vinho de Jales, Etec Dr. José Luiz Viana Coutinho, Instituto Bio Sistêmico-IBS, Coordenadoria de Assistência Técnica Integral - Cati Regional, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Jales, Fatec Jales - Prof. José Camargo, Cooperativa dos Produtores Rurais, Rotary Clube Grandes Lagos e Sindicato Rural.

A engenheira destacou ainda a grande parceria entre as Secretarias Municipais de Agricultura e Câmaras Municipais das cidades de Jales e Urânia, pois a participação efetiva dos viticultores de ambas as cidades se complementam.

"Jales participa em maior número com viticultores que produzem a Uva Niágara e a cidade de Urânia e cidades vizinhas têm sua participação voltada mais para as uvas finas como a Itália, Rubi, Benitaka, Brasil e Centenial", explicou Silvia Andreu.

Para finalizar, a engenheira agrônoma não deixou de citar também a importância da participação dos produtores de mel da nossa região. "A presença dos apicultores na Feira é essencial, pois a cadeia produtiva do mel está passando atualmente por problemas muito sérios como a diminuição das abelhas no meio ambiente devido ao uso indiscriminado de agroquímicos nas lavouras. Um alimento tão completo e essencial para a nossa saúde, como poderemos ficar sem o mel?", indaga a profissional.

Ela encerrou convidando a todos e suas famílias nestes dois dias de feira a conhecerem os trabalhos dos produtores e prestigiarem o evento.

Comanda Individual poderá ser obrigatória no Estado de SP

 
O Poder Legislativo, por meio da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), aprovou nesta quarta-feira, 09/08, o Projeto de Lei 233/2017, de autoria do deputado Edmir Chedid (DEM), (foto), que dispões sobre o direito do consumidor ao controle e ao pagamento individual de seu consumo nos bares, restaurantes e ainda nos estabelecimentos comerciais similares.

O parlamentar declarou que o consumidor deverá ter garantida sua opção de controle individual prévio e de pagamento individual de seu consumo. "Os estabelecimentos comerciais instalados no Estado de São Paulo deverão possibilitar todos os meios de controle dos produtos e dos serviços em consumo quando não se tratar de gasto com pagamento prévio ou imediato", completou.

De acordo com a proposta, o consumidor não será obrigado a pagar o valor da conta devida quando os estabelecimentos comerciais não adotarem a "comanda individual", como popularmente está sendo denominado este Projeto de Lei na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). A cobrança de multa por perda deste "cartão individual" será proibida em nível estadual.

O descumprimento desta Lei, sem prejuízo de outras penalidades previstas, poderá resultar aos responsáveis no pagamento de multa no valor de 200 Ufesps – que representa R$ 4.710,00 – por ocorrência registrada, dobrando-se em caso de reincidência. "Espero que os demais parlamentares atentem para a importância deste Projeto de Lei, aprovando-o ainda neste ano", comentou.

O Projeto de Lei seguirá, a partir da próxima semana, para a análise dos parlamentares que integram a Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor (CDDC). Caso seja aprovado, a matéria deverá ser analisada também pela Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento (CFOP) para que esteja pronto para a Ordem do Dia – votação final realizada pelos demais parlamentares.

Justificativa - O deputado Edmir Chedid explicou que tem sido usual em bares, lanchonetes, restaurantes e demais estabelecimentos deste segmento comercial a prática da cobrança do consumo por mesa, não por pessoa. "Esta política acaba beneficiando somente o estabelecimento comercial, visto que dificulta o controle de consumo por partes das pessoas presentes", argumentou o parlamentar.

No Projeto de Lei garante que, embora a prova do consumo deva ser feita pelo estabelecimento comercial, muitas vezes o responsável pela mesa se vê coagido a pagar pelo consumo excessivo supostamente feito pelos demais membros do grupo, mesmo ante sua não confirmação. "Alguns estabelecimentos comerciais no Estado já atuam dentro do que propomos neste PL", finalizou.

Costa Rica recebe visita de representantes de Perolândia, Santa Fé do Sul e Araraquara

Considerada exemplo de gestão, Costa Rica – MS recebeu na última sexta-feira, 04 de agosto de 2017, a visita de representantes das cidades de Perolândia – GO, Santa Fé do Sul e Araraquara – SP que vieram conhecer e entender o modo de gestão que é aplicado é realizado no município costarriquense.

Os visitantes foram recebidos na sala de reuniões do gabinete pelo prefeito Waldeli dos Santos Rosa, pela primeira-dama e secretária de Assistência Social Áurea Maria Frezarin Rosa, além dos demais representantes das Secretarias de Governo.

Durante a reunião, o prefeito deu as boas-vindas ao grupo, agradeceu pela visita e disse que desde o início do ano vários políticos e representantes de várias cidades do Brasil visitaram Costa Rica com objetivo de trocar experiências na gestão pública, principalmente com foco na saúde, educação, obras e os conselhos municipais.

"Hoje nossa cidade é referência para os outros municípios e isso nos deixa muito orgulhoso, pois é um trabalho que estamos realizando há 16 anos, e hoje estamos colhendo os bons frutos, sempre pesando no melhor dentro de todas as nossas áreas, pois todo nosso trabalho só tem um objetivo, o bem-estar do nosso povo", afirmou o prefeito Waldeli durante a reunião.

Após a reunião, ainda no período da manhã, o prefeito dividiu sua equipe de governo para apresentar aos visitantes como é feita a gestão por pasta. A secretária de Educação professora Mestre Manuelina Martins da Silva Arantes Cabral levou-os até a sede da secretaria e explicou um pouco da metodologia utilizada para desenvolver os trabalhos.

Já na Saúde, a secretária Adriana Maura Maset Tobal concentrou os temas dentro da Atenção Básica, no controle de gastos. Por sua vez, a subsecretária de Administração Liliane de Campos apresentou relatórios técnicos de controle de gastos com combustíveis e telefonia e nos Conselhos Municipais a secretária Executiva dos Conselhos Municipais Soliane Anacleto relatou de que forma os órgãos atuam dentro do governo.

Ao finalizar a visita, as assessoras em Educação Dulcinéia Rosa e Edna Maria acompanharam a vice-prefeita e secretária de Educação de Perolândia Lucinda Freese Alves, vereadores, secretários, coordenadores e professores daquela cidade, para conhecerem as instituições de ensino do município.


Integração é requisito básico para inovar


Valdir Cardoso é presidente da Altair Brasil e chairperson do 15º Simpósio SAE BRASIL Automaker de Testes e Simulações

Diante do atual cenário de inovações na indústria da mobilidade, os times de engenharia já não podem trabalhar em áreas de desenvolvimento desconectadas, cada qual fazendo a sua parte para entregar o seu melhor – como se nenhuma influenciasse a outra. Integrar diferentes disciplinas numa mesma plataforma de desenvolvimento é o grande desafio da engenharia para inovar e se manter competitiva.

A indústria chegou num estágio de desenvolvimento em que precisa atender simultaneamente diversos requisitos – muitas vezes conflitantes – que envolvem diferentes áreas como segurança, custo e durabilidade. Talvez o grande segredo da engenharia moderna seja formular o problema para conseguir colocar todas as necessidades do cliente em cima de equações que representam as diversas áreas da Física envolvidas.

Até então avaliada como item secundário, a conectividade se tornou um diferencial de mercado. Cada vez mais os motoristas valorizam as avançadas centrais multimídias, mas não desejam, por exemplo, perder a visibilidade na direção quando acessam os botões. Este é somente um exemplo prático que demonstra o quão importante é observar simultaneamente os diversos requisitos na hora do desenvolvimento.

Essa perfeita integração entre os diversos sistemas de um produto, que devem funcionar de maneira colaborativa, representará aos novos veículos a mesma revolução observada nos computadores com o advento da internet. Os carros já estão deixando de serem equipamentos mecânicos para se tornar computadores conectados, que conversam com outros computadores para saber o que estão fazendo.

Dessa maneira, o que está em debate é a condição para o avanço das inovações na indústria da mobilidade, que precisa criar protocolos onde áreas que originalmente eram independentes passem a se comunicar. Somente assim, os times de engenharia conseguirão desenvolver produtos realmente competitivos, que se encaixem nas tendências de mercado.

A integração de áreas precisa ser fomentada desde a fase conceitual do produto, afinal decisões iniciais não contam com protótipo físico. O primeiro passo então é agregar tecnologias de simulação nas etapas iniciais do projeto. Dada a evolução dos sistemas computacionais de simulação, que hoje conseguem cada vez mais aproximar o mundo real do virtual, já é possível interagir com um produto virtualmente.

Já no estágio de desenvolvimento, é necessário dispor de uma plataforma que combine várias disciplinas, como análise estrutural, dinâmica de fluídos e dirigibilidade, todas num ambiente onde seja possível fazer as devidas conexões. Vale lembrar que de nada adianta ter uma ferramenta que integre testes e simulações se não houver know how. Portanto, a empresa que tiver capital humano certamente avançará.

A indústria também precisa dispor de tecnologias de testes eficientes, que sejam mais inteligentes para que façam a interface do ser humano no produto e respondam as perguntas o mais rápido possível, afinal as empresas precisam estar preparadas para responder a mudanças que acontecem de maneira cada vez mais drástica. É preciso evoluir nas práticas de engenharia para estar à altura desses novos desafios.

Agora é a onda da multidisciplinaridade. Ou a indústria surfa nessa onda agora, ou perde a chance de competir. Quem tiver interesse em discutir o assunto está convidado para o 15º Simpósio SAE BRASIL Automaker de Testes e Simulações, que reunirá especialistas de montadoras, empresas de testes e de simulações, consultorias e universidades dias 15 e 16 de agosto, no Centro de Eventos Pro Magno, em São Paulo.

Detran.SP de Jales e Palmeira d´Oeste são os melhores avaliados no Estado no 1º semestre

As unidades modernizadas do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) concluíram o 1º semestre de 2017 com uma média de 96% de aprovação dos usuários. No Estado, 179 postos funcionam com padrão de atendimento e, juntos, concentram 80% da frota paulista.

Ao todo, 3.900.407 avaliações foram feitas pelos usuários no período por meio de um aparelho presente nas mesas das unidades, onde é possível classificar o atendimento recebido como "ótimo", "bom", "regular" e "ruim". Dessas, 3.821.114 classificaram o serviço prestado como bom ou ótimo. No ano passado, o índice de aprovação ficou em 95%.

"Os altos índices de aprovação mostram a resposta positiva da população ao novo Detran.SP e indicam que temos tido êxito em nosso objetivo de aprimorar constantemente os serviços prestados nas cidades. A modernização dos demais postos está em andamento", afirma o diretor-presidente do Detran.SP, Maxwell Vieira.

Entre os principais motivos para a satisfação do público estão as melhores condições de atendimento e a agilidade na execução de serviços nos postos modernizados.

Artur Filipe Sousa, de 27 anos, utilizou os serviços do Detran.SP no Shopping Raposo Tavares, em São Paulo, no último dia 3 de agosto, e fez questão de manifestar sua satisfação com o atendimento prestado: "Gostaria de salientar o ótimo atendimento que tive durante o processo de renovação de CNH no Detran Raposo", escreveu.

As unidades têm infraestrutura moderna, atendimento por meio de senha, funcionários treinados, condições de acessibilidade, computadores para acesso aos serviços online, prova teórica eletrônica, com resultado na hora, pagamento de taxas com cartão de débito, entre outros benefícios.

Confira abaixo a relação dos dez postos com maior porcentagem de avaliação positiva no 1º semestre do ano

Ranking

Pos Unidade %

Palmeira D’Oeste 99,2%

Jales 99,2%

Laranjal Paulista 99,2%

Fernandópolis 99%

Votuporanga 98,6%

Franca 98,5%

Catanduva 98,5%

10º Posto Avançado Raposo Shopping –SP 98,4%




Ferrovia Norte Sul: TRF-3 nega recurso de construtora e mantém bloqueados R$ 56 milhões

O desembargador Fábio Prieto, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, negou liminar em recurso interposto pela empresa TIISA (Triunfo Iesa Infra Estratura S/A), que desejava suspender bloqueio de bens no valor total de R$ 56 milhões por conta de irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas da União e pelo Ministério Público Federal na construção, até hoje inacabada, do Lote 5S da Ferrovia Norte Sul, no trecho entre a ponte sobre o rio Arantes, em Minas Gerais, e a cidade de Estrela D´Oeste, na região de Jales, em SP.

A obra foi paralisada em maio de 2016, apesar de já terem sido concluídos 93,86% do trecho, sendo inviável seu uso para transporte ferroviário até o momento. A empresa alegou no recurso que os aditivos contratuais realizados pela Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A., empresa pública que gerencia a construção de estradas de ferro, foram causados devido a problemas na execução do projeto.

Segundo a decisão do Tribunal, a ação do MPF em Jales deixou claro quais são as imputações e os fundamentos pelos quais os réus foram acusados e que a obra foi "proposta e executada fora dos mínimos padrões técnicos e financeiros" e que não há nada, no momento, a ser modificado na decisão judicial agravada pela TIISA.

"A agravante (TIISA) adentrou no campo estrito da ilicitude. Cabe ao Poder Judiciário, então, zelar, por cautela, pela eventual recomposição do dano", escreveu o juiz, complementando que é "a sociedade que não pode ficar sem cobertura cautelar".

Decisão - O bloqueio dos R$ 56 milhões da TIISA foi determinado pela Justiça Federal de Jales em dezembro de 2016. Além da TIISA, também respondem à ação dois diretores da TIISA e cinco ex-servidores da Valec, que tiveram, somados, R$ 5,6 milhões bloqueados, e a empresa SGS Enger Engenharia Ltda, contratada para supervisionar o contrato, cuja restrição se aproxima dos R$ 369 mil.

Segundo a ação de improbidade ajuizada pelo procurador da República José Rubens Plates, a Ferrovia Norte-Sul foi planejada para interligar as malhas ferroviárias do Sul e do Sudeste com a malha ferroviária do Norte e Nordeste, ligando-as, por sua vez, às vias navegáveis da Amazônia, tornando esses sistemas capazes de competir vantajosamente com o transporte rodoviário, reduzindo o "Custo Brasil". O Lote 5S, alvo da ação, tem extensão de 141 km e faz justamente a ligação entre ambas as malhas e dá acesso aos portos da região Sudeste.

Após a licitação para a realização da obra, em dezembro de 2010, a Valec contratou a TIISA para a construção das obras, pelo valor inicial de R$ 433,98 milhões, com prazo previsto de 24 meses para sua execução. No mesmo mês, foi contratada a empresa SGS Enger para a supervisão e fiscalização do contrato, pelo valor de R$ 18,17 milhões.

Em decorrência de diversas irregularidades apontadas no projeto básico da licitação, bem como ineficiência no cumprimento da avença e a gestão temerária do empreendimento, 11 termos aditivos foram celebrados em relação ao contrato com a TIISA até o momento. As alterações geraram um acréscimo de mais de R$ 106,83 milhões à obra, no limiar do limite legal de 25%. O contrato de supervisão das obras com a SGS Enger também foi aditivado seis vezes, tendo acrescido seu valor em mais de R$ 7 milhões.

Apesar do volume de contratações e aditamentos, o prazo original de 24 meses, previsto para dezembro de 2012, já foi excedido em mais de 4 anos. Mesmo assim, a obra ainda não foi concluída, e encontra-se paralisada desde maio de 2016. A fiscalização do TCU e o Laudo Técnico de Engenharia realizado pelo MPF concluíram haver prejuízos ao patrimônio público, especificamente com a caracterização de sobrepreço e superfaturamento.

Segundo o MPF, após os 11 aditivos já celebrados ao contrato de execução, o sobrepreço acumulado é de R$ 32,93 milhões, sendo 8,9% do preço total do contrato. Este valor, atualizado, corresponde aos mais de R$ 56 milhões que foram bloqueados por ordem judicial.

Bloqueio - Por ser a maior beneficiária dos atos de improbidade administrativa, a TIISA teve R$ 56 milhões bloqueados. Os ex-servidores da Valec, José Francisco das Neves, Luiz Carlos de Oliveira Machado, Jorge Antonio Mesquita Pereira de Almeida, Osiris dos Santos, Josias Sampaio Cavalcante Junior, os diretores da Tiisa, Mário Pereira e Ricardo Bellon Júnior, e a empresa SGS Enger, também tiveram decretada a indisponibilidade de seus bens, conforme a participação nos atos de improbidade e de acordo com sua capacidade econômica.

A ação também pede a condenação dos réus pela prática de improbidade administrativa e a ressarcirem integralmente os prejuízos causados à Valec pelo sobrepreço e superfaturamento da obra, em montante não inferior ao valor já bloqueado.

Problema na cartilagem do joelho atinge crianças e adolescentes

A osteocondrite é uma patologia pouco conhecida e de nome complicado, que acomete a cartilagem, responsável por auxiliar a formação dos ossos. É mais frequente durante a infância e a adolescência, quando ocorre a consolidação do sistema esquelético. Seu tipo mais comum, a Doença de Osgood-Schlatter, pode levar ao desenvolvimento de uma protuberância óssea na parte da frente do joelho, mais especificamente no tendão patelar.

Segundo o ortopedista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Agnaldo de Oliveira Jr., quando a cartilagem é lesionada, por traumas ou outros fatores, pode-se desenvolver a osseocondrite dissecante, que é a soltura de parte da cartilagem de uma articulação, mais comum no joelho e tornozelo.

O médico salienta que os sintomas são indefinidos e variam entre dor, que intensifica com a prática de atividade física; edema; vermelhidão e bloqueio articular (joelho ‘travado’). Por isso, em caso desses sintomas a avaliação medica é importante, além da realização de raio-x, tomografia computadorizada e ressonância magnética, para identificar a lesão e sua extensão.

Com relação ao tratamento, o ortopedista é enfático ao dizer que na maioria dos casos a alternativa é a cirurgia. "Fazemos uma perfuração na cartilagem até atingir o osso para prendê-lo novamente no lugar. Outra opção, também cirúrgica, é a retirada da cartilagem comprometida e substituição por outra saudável e do próprio paciente".

Agnaldo de Oliveira Jr. ressalta que a importância de não realizar atividade física, principalmente os esportes de impacto, até que seja comprovada a integração da cartilagem no osso. "Mesmo após a ‘colagem’, esse paciente não poderá realizar atividades com impacto, como corridas. Uma excelente opção, até para o fortalecimento desse tecido, é a natação", sugere o ortopedista.

O especialista reforça ainda que, quando não tratada corretamente, a lesão pode causar alterações precoces nas articulações e contribuir para um processo de desgaste degenerativo das cartilagens.