Páginas

sábado, 24 de junho de 2017

Erramos

 
Pedimos aos leitores considerarem a seguinte correção na segunda nota inserida coluna Folha Geral do jornal Folha Noroeste Digital que foi distribuido via rede social na manhã de hoje e aqui no blog
Onde se lê: “Ele não esperava que lá longe, na Rússia e na Noruega, ninguém sabia sobre o que acontece no Brasil. Erraram.”
Lê-se: “Ele esperava que lá longe, na Rússia e na Noruega, ninguém soubesse sobre o que acontece no Brasil. Errou.”
Agradecemos a compreensão.

E agora: quem, estava certo no caso das portarias ?

Na sequencia: Prefeita Nice revogou as portarias. Servidores chiaram; prefeito Pedro Callado restituiu por LC as portarias como havia dito; vereador Gilbertão questionou e o Ministério Público Estadual acionou PGJ que entrou com uma ADIN e, por fim, o prefeito Flá Prandi terá 120 dias para descascar o abacaxi sem melindrar quem quer que seja..



 
O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, formado pelos 24 desembargadores mais antigos, julgaram inconstitucional a Lei Complementar 259/2016 aprovada pelos vereadores no ano passado.  A decisão do desembargador Antonio Carlos Malheiros, relator da ação foi publicada nesta sexta-feira, 23 de junho.
A Lei Complementar foi enviada ao Poder Legislativo para apreciação dos parlamentares pelo então prefeito municipal Pedro Manoel Callado Moraes, à época do PSDB, – hoje Procurador Geral do Município -  restituindo aos servidores portarias que haviam sido cassadas, pela sua antecessora.
Em seu mandato, a prefeita Nice Misitlides  (01/01/2.013 a 17/02/2015) teria sido alertada pelo órgão fiscalizador  do Estado que a folha de pagamento estaria em seu limite de despesas. Para controlar a folha, decidiu pela revogação de portarias que melhoravam os salários dos servidores.
Com a decisão, Nice Mistilides acabou em pé de guerra com o funcionalismo que perdurou até o dia da cassação de seu mandato. A bem da verdade, a prefeita foi trucidada por diversos setores, não só público como também privados que consideraram a sua decisão “ditatorial e perseguidora”.
Ao assumir o cargo de prefeito, Pedro Callado se reuniu com o funcionalismo e cumpriu o que havia dito, de que as portarias seriam retornadas caso chegasse ao Executivo. Possivelmente, orientado pela Procuradoria Geral do Município, editou a Lei Complementar 259/2016 de 31 de março de 2016, restituindo a mais de uma centena de funcionários a portarias financeiras.
Com a aprovação da LC 259, os servidores foram agraciados com a melhoria financeira de seus salários que haviam deixados de ganhar com revogação das portarias pela prefeita Nice Mistilides.
Após questionamentos do ex-vereador Gilberto Alexandre de Moraes (DEM) sobre a Lei Complementar 259/2016 aprovada pelos vereadores ao Ministério Público Estadual em Jales, o promotor Horival de Freitas Junior, encaminhou uma representação à Procuradoria Geral de Justiça do Estado afirmando existir violação a Constituição.
A Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) proposta  pelo Procurador Geral de Justiça objetivava a declaração de inconstitucionalidade da Lei Complementar nº 259, de 31 de março de 2016 do Município de Jales, que dispunha sobre a promoção vertical de servidor público municipal que estiver exercendo ou tenha exercido cargo ou função pública, em carreira diversa a da origem, há mais de 5 (cinco) anos, com efeitos retroativos à data em que passou a ocupar o cargo ou função, cujo Parecer da  Procuradoria Geral de Justiça, pela procedência da ação.
Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jales e Região, também solicitou para sua habilitação nos autos como “amicus curiae”   (que contribui para o incremento de qualidade das decisões judiciais).
Em sua decisão expôs o relator Antonio Carlos Malheiros  que “ registre-se, primeiramente que, muito embora de grande valia o habilitação do sindicado dos Servidores Públicos Municipais de Jales e Região como “amicus curiae”, seus argumentos apresentados não tiveram o condão de modificar o entendimento deste Relator. Procede a ação”.
E continuou:
Dispõe a lei ora guerreada:  Art. 1º - Para adequar as situações pré-existentes, o servidor público municipal que estiver exercendo ou tenha exercido cargo ou função pública, em carreira diversa da origem há mais de 05 (cinco) anos, será promovido verticalmente ao respectivo cargo, com efeitos retroativos à data em que passou a ocupar o cargo ou função.
           § 1º - Para ter direito à promoção referida no caput deste artigo, para cargos de Chefe de Setor e Diretor de Divisão, o servidor obrigatoriamente deverá contar com no mínimo 10 (dez) e 15 (quinze) anos, respectivamente, de efetivo exercício no serviço público no Município de Jales.
            § 2º - O Servidor Público Municipal que estiver exercendo função diversa da sua origem, automaticamente ficará designada para a mesma, fazendo jus à remuneração da função desempenhada.
Art. 2º - As despesas decorrentes da aplicação desta Lei Complementar onerarão dotação própria consignada no orçamento, suplementada se necessário.
Art. 3º - Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
Citando a Carta Magna do Estado de São Paulo ele diz que “O artigo 115, inciso II, da Carta Bandeirante determina a seguinte regra: “Artigo 115 - Para a organização da administração pública direta e indireta, inclusive as fundações instituídas ou mantidas por qualquer dos Poderes do Estado, é obrigatório o cumprimento das seguintes normas:(...)II - a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia, em concurso público de provas ou de provas e títulos, ressalvadas as nomeações para cargo em comissões, declarado em lei, de livre nomeação e exoneração;...”
Observa-se, então, que a única exceção á regra da aprovação em concurso público para a investidura em cargo público é a nomeação para cargo em comissão, de livre provimento. As transformações anunciadas na norma acima citada denotam efetiva transposição de cargos sem qualquer mudança de atribuições, ofendendo diretamente os artigos: 111; 115, incisos I e II e 144 da Constituição Estadual, que reproduzindo a Constituição Federal, determina a realização de concurso público para o provimento dos cargos que a norma transformou.
A investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração. Essa é a redação do inciso II, do artigo 37 da Constituição Federal, que veda o ingresso no serviço público que não seja sob a modalidade de concurso público.
Ademais, qualquer dispensa indevida da realização de concursos para fins de ingresso no serviço público, ou mesmo a realização de provimento a partir de concursos internos, para que servidores ocupem cargos ou empregos situados em carreira distinta, ou finalmente, o simples aproveitamento de servidores em cargos ou empresa integrantes de carreira distinta são atos que significa, na prática, burla à regra do concurso. Neste sentido, já se pronunciou o Pretório Excelso quando da edição da Súmula 685:
"É inconstitucional toda modalidade de provimento que propicie ao servidor investir-se, sem prévia aprovação em concurso público destinado ao seu provimento, em cargo que não integra a carreira na qual anteriormente investido.
"Dessa forma, é de rigor a observância do disposto no art. 115, incisos II e V, da Constituição Estadual que determina a realização de concurso público para o provimento de cargos, inclusive de natureza dos que aqui se questionam”.
A final de sua decisão, o desembargador relator Antonio Carlos Malherios  declarou a inconstitucionalidade da Lei Complementasr 259/2016, que dispõe sobre cargos existentes, com efeito “ex tunc”, impondo-se, entretanto, a modulação dos efeitos do julgado, por razões de segurança jurídica, diante da necessidade de implantação de nova estrutura administrativa da Municipalidade. Assim, esta declaração terá eficácia no prazo de 120 dias, contados a partir desta data.
“Isto posto, procedente a ação, para declarar a inconstitucionalidade da Lei Complementar nº 259, de 31 de março de 2016 do Município de Jales, comunicando-se esta decisão, por ofício, ao Sr. Prefeito e ao Sr. Presidente da Câmara Municipal daquela cidade”.
ANTONIO CARLOS MALHEIROS- Relator
O prefeito Flávio Prandi Franco terá, portanto, quatro meses para tomar as medidas cabíveis mencionadas na decisão do desembargador Malheiros, e qual será a decisão que, evidentemente, irá ouvir a opinião do Procurador Geral do Municipal de Jales, Pedro Manoel Callado de Moraes: ele cassa as portarias com a revogação da Lei Complementar ou incorpora a gratificação ao salário de cada servidor com a reforma administrativa?

Dona Mira festeja 90 anos


Dona Mira recebendo um abraço carinhoso de Marizete
Neste sábado, 24 de junho, senhora Diomira Bio Cestari, carinhosamente chamada de Dona Mira está completando 90 anos. Nascida em Bálsamo (SP), tinha 16 anos quando se casou com Natalino Cestari. De Bálsamo, o casal se mudou para Santa Fé do Sul e depois para Fernandópolis. Com três filhos, em 1.958, Natalino e Mira vieram para Jales. Aqui conquistaram um grande círculo de amizades e viram seus filhos crescerem e se casarem. São eles: Aparecida de Lurdes Cestari Polizello, residente em Barueri (SP); Esther Maria Cestari Rodrigues, residente em Leme (SP), e o cartorário e professor aposentado Ataíde Antônio Sestari, carinhosamente chamado de "Bigonga", morador em Jales (SP), que deram a Dona Mira, 11 netos e 12 bisnetos. Seu esposo Natalino faleceu em 3 de agosto de 1.991.

Dona Mira é fundadora do Lar dos Velhinhos de Jales e foi por 50 anos, presidenta do Apostolado da Oração da Catedral e tem até hoje a Chave da Catedral por assistir todos os domingos de manhã a Missa.

Moradora no IV Centenário (antes na rua São Paulo) e atualmente na rua das Palmeiras, próximo ao conhecido "bico", onde se encontram as ruas João Amadeu e das Palmeiras, por décadas. Ali, o coração bondoso de Dona Mira faz com ela seja sempre solidária com a comunidade de sua convivência.


Leticia Sanches e Lucas Muller

"Somos Abençoados por Deus" são as palavras que definem o sentimento do casal Letícia Sanches Zignani Müller (fotógrafa) e Lucas de Almeida Muller (técnico em TI) expressadas para definir o tão sonhado dia da realização de seu casamento em 10 de junho na sede do Lions Club de Jales.

O amor os uniu perante a lei dos homens, de Deus e na presença de seus pais: Leocides Zignani e Paula de Oliveira Sanches Zignani, Walter Müller Sobrinho e Elisabete Alves de Almeida Muller em um ambiente elaborado com detalhes românticos e rústicos chic preparados pelo decoradora Mara Armazém das Festas. O evento contou com a assessoria de Jocelia Cabrini Cerimonialista, inclusive na divulgação.


Novos operadores da equipe de telemarketing de Barretos visitam Hospital de Câncer de Jales

Com o intuito de aumentar as arrecadações e melhorar os serviços prestados aos pacientes em tratamento no Hospital de Câncer de Barretos, a instituição contratou cerca de 40 novos operadores de telemarketing e um mensageiro que irão ampliar o serviço de captação no país.

Por esta razão, foram agendadas visitas na unidade de Jales (SP) do Hospital, para que os novos contratados conhecessem os serviços prestados e todo o trabalho realizado pela entidade, tendo como referência o mesmo padrão de atendimento que é realizado em Barretos.

Segundo a assistente de Captação de Recursos, Ariely Siqueira, que realizou a visita com os novos operadores, é muito importante que eles conheçam como funciona o Hospital. "Assim, quando houver algum questionamento, eles estarão aptos para esclarecer quaisquer dúvidas", finalizou.

O projeto atualmente está sendo realizado em Jales, Fernandópolis e região por meio de doações que são buscadas por mensageiros, depósitos ou boletos bancários. Agora, serão realizadas também ligações para todos os estados brasileiros, com a opção de doação por meio de depósito e boleto bancário.

Para quem tiver interesse em contribuir pela primeira vez ou fazer uma nova doação, o telefone para contato é (17) 3321-6670 diretamente no setor de telemarketing em Barretos.

Cardiologista da Santa Casa faz alerta sobre o aumento de infarto no inverno

 
Com a chegada do inverno (21 de junho) os riscos de infartos aumentam consideravelmente segundo um estudo realizado no Canadá durante apresentação do Congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia realizado em 2015. Para os cientistas, uma queda de 14ºC na temperatura está associada a um aumento de 30% de infarto e 20% de AVC.

As doenças cardiovasculares, como Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) e o Acidente Vascular Cerebral (AVC), são as maiores causas de morte no mundo e no inverno o índice aumenta, pois, a pele tem receptores nervosos que sentem o frio e o organismo faz de tudo para manter o calor interno do corpo ao redor de 36,1ºC. Além disso, como sentem menos sede nessa época do ano, as pessoas acabam ingerindo menos líquido e desidratam. Sangue mais denso e viscoso coagula mais facilmente, o que colabora também para o aumento da pressão sanguínea.

A diretora clínica da Santa Casa de Jales , a cardiologista Marlene Santos de Oliveira explica que os principais fatores de risco são: hipertensão, diabetes, colesterol, triglicerídeos, obesidade, tabagismo, sedentarismo, estresse e depressão.

"Importante alertamos a população para a localização da dor, que acomete a região torácica, ombros, pescoço, braços e principalmente o estômago, pois podem ser confundidos por outras doenças do sistema digestivo. Atualmente, estamos atendendo pessoas mais jovens na faixa etária de 30, 40 e 50 anos com infartos ou até mesmo morte súbita", destacou a médica.

Para tanto, é essencial não confundir esses sintomas e, na dúvida, sempre procurar um atendimento de emergência. (Fonte/Carol Gusso/Santa Casa)

Dia Nacional de Combate à Asma: data alerta para prevenção e cuidados com a doença

O Dia Nacional do Combate à Asma é em 21 de junho, a data busca lembrar dos cuidados para quem convive com a doença, além de alertar sobre os sintomas que podem indicar o diagnóstico. A doença crônica, também conhecida como bronquite asmática, é uma inflamação nas vias aéreas (brônquios) que conduzem o ar para os pulmões. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 300 milhões de pessoas sofrem da doença no Brasil.A asma pode atingir pessoas de qualquer idade, mas geralmente são identificadas nos anos iniciais das crianças, principalmente quando a causa é genética. Os principais sintomas que pedem uma consulta ao médico, de preferência um pneumologista, são falta de ar, chiado no peito e tosse. O diagnóstico é confirmado após exames como o de sopro espirometria. Nem sempre a causa da asma é a genética. Atentar-se para o dia a dia pode ajudar a identificar a doença. Alguns fatores desencadeiam a doença, dentre os mais comuns estão contato constante com substâncias alérgicas, ácaros, poeira, mofo, tinta, produtos de limpeza, fumaça, inclusive de cigarro, além da variação climática.

Medidas cotidianas que ajudam no tratamento - Apesar de não ter cura, existem tratamento eficazes que garantem um convívio confortável com a doença. De acordo com o médico pneumologista, dr. Sérgio Pontes, da Aliança Instituto de Oncologia, inicialmente aplicar medidas no comportamento é o primeiro passo para prevenir as crises. "Manter a higiene ambiental, o local sempre livre de fatores desencadeantes, evitar tapetes, cortinas, passar pano úmido, boa alimentação, atividades físicas regulares, consumo de água, dormir bem"

Tratamento farmacológico - Mas e quando essas medidas não são suficientes? "O tratamento farmacológico entra em ação. Bombinhas de ar, que são os broncodilatores, corticoide em lata, são substâncias que abrem os pulmões e propicia que paciente respire melhor", afirma o Dr. Sérgio. Existem medicações de manutenção em que o paciente usa regularmente para evitar crises, e as medicações de resgate, inalações, nebulizações usadas em situações de emergências ou quando tem um desconforto maior.

Atividades físicas - Antigamente, era comum o paciente com diagnóstico de asma ser dispensado de atividades físicas no colégio, por exemplo. Há alguns anos isso caiu por terra. "As atividades físicas são altamente indicadas e ajudam a melhorar a qualidade de vida de um asmático. Não existe nenhuma restrição ou indicação, a atividade precisa ser prazerosa para que ele não deixe de realizar por qualquer impedimento", ressalta o Dr. Sério que tem a natação como uma das atividades mais completas por controlar a respiração, mas faz um alerta "só é preciso tomar cuidado com piscinas ricas em cloro, podem desencadear crises de asma em pessoas alérgicas, porém existem as piscinas dessalinizadas que são amplamente seguras para atenderem esses pacientes".

Crises respiratórias no inverno - Com a chegada do inverno é comum as crises aumentarem, isso se deve a vários fatores, as pessoas ficam mais enclausuradas em ambientes fechados, com pouca ventilação que tendem a acumular mais ácaros, as baixas temperaturas ou mudanças bruscas de temperatura. Para isso o dr. Sérgio indica "No inverno, além de todos os cuidados com os fatores desencadeantes, é importante manter a o ambiente bem ventilado, com pouco mofo. Tentar manter o ambiente mais arejado e ventilado".

Roupas e agasalhos arrecadados pelo HCB Jales são entregues ao Lar dos Velhinhos e AACAJ

 
A unidade do Hospital de Câncer de Barretos de Jales (SP) realizou entre os dias 1º e 15 de junho, por meio do Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) da instituição, uma campanha de arrecadação de agasalhos com os pacientes, acompanhantes e colaboradores.

 

As peças adquiridas foram entregues à Sociedade São Vicente de Paulo Lar dos Velhinhos, na segunda-feira, 19 de junho e para a Associação de Apoio à Criança e ao Adolescente de Jales (AACAJ), na terça-feira, 20 de junho, pelos integrantes da equipe.

"Antes de entregar as doações, com muito amor e carinho, nós realizamos a separação das peças, diferenciando as peças masculinas, femininas e infantis. Sabemos da importância que elas farão na vida daqueles que precisam", afirmou a assistente de Hotelaria, Denise Abra.

Segundo a enfermeira da Educação Continuada, Priscila Miranda de Paula, a intenção é fazer uma ação ainda maior no ano que vem. "Queremos começar com mais antecedência nossa campanha e assim arrecadar um número maior de peças e ajudar mais pessoas. De qualquer forma, ficamos felizes com nossa primeira campanha, assim como somos ajudados pelas pessoas, nós também queremos ajudar mais entidades como o Lar", finalizou.

Educação abre inscrições de concurso para 1.878 vagas de diretores de escolas

O governo de São Paulo publicou nesta sexta-feira (23) no Diário Oficial o edital da abertura de inscrições e realização do concurso público para o cargo de Diretor de Escola na rede estadual de ensino. São 1.878 vagas disponíveis. O período de cadastro começa no próximo dia 3 e segue até 17 de julho. A prova será aplicada em 3 de setembro. A partir deste certame, a Secretaria da Educação estabelece mudanças durante o período probatório dos ingressantes, incluindo curso de formação obrigatório e avaliação do desempenho.

As inscrições são online e devem ser feitas no endereço do Instituto Nosso Rumo, responsável pela organização do concurso: www.nossorumo.org.br.

O valor da taxa é de R$ 82,73. São 1.784 vagas para ampla concorrência e 94 para candidatos com deficiência. A jornada de trabalho é de 40 horas e o salário inicial é de R$ 3.834,00. O edital completo está disponível também no Portal da Educação (www.educacao.sp.gov.br).

O concurso é dividido em duas fases: prova objetiva (composta por 70 questões múltipla escolha sobre conhecimentos gerais e conhecimentos específicos de diretores de escolas) e análise de títulos e experiência profissional. Podem concorrer profissionais com tempo mínimo de oito anos no exercício do magistério e com diplomas de licenciatura plena de Pedagogia e/ou pós-graduação na área de Educação.

Avaliação de desempenho - O estágio probatório para diretor de escola tem duração de três anos. Durante o período, os ingressantes deverão também participar do Curso Específico de Formação ministrado pela Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Professores do Estado de São Paulo (Efap). O programa tem carga horária de 360 horas e é voltado às habilidades de gestão. Também estão previstas avaliações anuais sobre comprometimento com as ações da Secretaria e a comunidade escolar, responsabilidade, produtividade, assiduidade e disciplina. O diretor cujo desempenho for considerado insatisfatório poderá perder o cargo.

Skatistas promovem torneio para comemorar o Go Skate Day

Neste domingo, 25 de Junho, será realizado em Jales, o 5° Campeonato de Skate Pântano a partir das 15h. O evento acontece em local próprio onde havia uma quadra cercada de alambrados e um salão com banheiros que inacabados à rua Novo Horizonte ao lado da EE Profª Sueli da Silveira Marin Batista

A quadra estava abandonada e o mato crescendo à sua volta. Então os skatistas colocaram a mão na massa e, em 2012 deram inicio na limpeza local, acreditando na possibilidade de executar manobras. Ao final da faxina, eles perceberam que a quadra estava em bom estado e não perderam a oportunidade de mandar as primeiras manobras no skate (tricks).

No decorrer do tempo, os skatistas promoveram confraternizações e torneios, arrecadando fundos para construção de obstáculos em concreto na lateral da quadra para conter o barro causado pela chuva e construir rampas.

Começaram então, todo dia 21 de junho, a comemorar o Go Skate Day - Dia Mundial do Skate.

O skate surgiu como brincadeira de criança. E, como toda criança, a prancha sobre rodinhas cresceu, amadureceu e fez sua própria história. Para celebrar a prática e o estilo de vida relacionados ao skate, em 2004, a International Association of Skateboard Companies (Associação Internacional de Companhias de Skate) criou o Go Skateboarding Day, realizado sempre em 21 de junho, com o intuito de popularizar e chamar a atenção para os potenciais do skate.

Hoje em dia, o local é conhecido por todos skatistas da região, sendo identificado como um lugar não apenas de diversão mas também de bom exemplo e cidadania.

Diocese de Jales e de Dourados (MS) se unem para a Missão Univida

 
A união faz a força! Nesta sintonia e integração a Diocese de Jales - SP, junto com a Diocese de Dourados – MS, realizou, na quarta-feira, dia 21 de junho, na Escola Vocacional, um encontro com os responsáveis da Pastoral Universitária e Missão Univida, para unir forças e dar continuidade ao trabalho que vem sendo realizado pelo Padre Eduardo Lima e aos trabalhos já realizados pela Diocese de Dourados.

No encontro esteve presente o Bispo Diocesano de Jales, Dom Reginaldo Andrietta, o Bispo Diocesano de Dourados, Dom Henrique Aparecido de Lima, CSsR, junto com os padres da Diocese de Jales, o Diácono Erismar, de Dourados, a Irmã Aurora, da Congregação Irmãs Missionárias da Consolata, e os integrantes da Missão Univida.

"Estamos Fortalecendo a Pastoral Universitária na própria Diocese, pois ela tem uma missão junto aos universitários e universitárias, na sua própria realidade, a precariedade de vida está presente na vida estudantil, na vida das universidades que necessitam de mais investimento, sobre tudo investimento público. A pastoral universitária tem um papel importante na própria Diocese, e é claro desempenha um papel importante também na solidariedade diante de necessidades humanas urgentes, e em tantas outras realidades, e que nos apresentou a vários anos a realidade dos indígenas de Dourados e foi feito esta ponte, e um trabalho belíssimo que vem evoluindo. É uma missão humanitária, mas que tem seu sentido também cristão, liderada, promovida, coordenada por cristãos católicos, e a nossa Diocese, assume um papel protagonista nesta articulação, desta iniciativa, e com esta presença hoje de representantes da Diocese de Dourados, de modo particular seu Bispo. Nós estamos fortalecendo nossos vínculos de colaboração, planejando um desenvolvimento ainda muito mais amplo, porque muitas outras universidades, não só de nossa diocese, se não de outros estados, inclusive tem se interessado em participar deste projeto, e dioceses também. Estamos coordenando melhor essas iniciativas, potencializando então seu desenvolvimento". Afirmou Dom Reginaldo.

Para Dom Henrique "A importância maior está na questão humanitária, mencionados nas apresentações dos membros da Missão Univida. E para nós é uma alegria ter vocês lá neste trabalho, dentro de uma realidade que é bastante difícil, critica, uma realidade muitas vezes rejeitada por muitas pessoas. Tentamos dizer que os indígenas são pessoas importantes, mas toda uma cultura já se criou, a Missão Univida da Diocese de Jales, são os facilitadores para quebrar as barreiras, muros, preconceitos, e aos poucos trabalhando e mudando esta realidade", (por Edivaldo Mella Janasco)

Carangos de Urânia entregam doações de alimentos ao FSSM

 
O grupo Carangos, de Urânia, em parceria com o Programa Escola da Família, realizou a entrega das doações dos alimentos arrecadados no 2º Encontro de Gaioleiros e 5º Carros Antigos ao Fundo Social de Solidariedade. Dois eventos realizados no município que estimularam a solidariedade dos participantes.

Os encontros foram realizados nos dias 03 e 04 de junho, na Estação Ferroviária, e atraíram muitos visitantes que fizeram a doação de dois quilos de alimentos não perecíveis.

Os alimentos, em especial os macarrões, serão aproveitados pelo Fundo Social de Solidariedade do município, no Projeto "Alimento do Bem", que distribui sopas, todas as sextas-feiras, à população carente do município e o restante dos produtos será embalado em cestas para doações.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Andréa Rossini Domingues, enfatizou que parcerias como esta sempre serão muito bem-vindas para a população que tanto precisa e agradeceu a todos que colaboraram.




Vale ressaltar que além da doação dos alimentos, os Carangos de Urânia também realizaram, no dia 04 de junho, a devolução do Fusca, do Lar dos Velhinhos à entidade, totalmente reformado e pronto para ser usado.


Faturamento de empresas do turismo cresce 4,3% no primeiro trimestre

A expectativa de reação da economia e o aumento da demanda doméstica tiveram impacto positivo no faturamento médio das empresas de turismo no primeiro trimestre deste ano. Segundo o Boletim de Desempenho Econômico do Turismo (BDET), estudo do Ministério do Turismo, o crescimento foi de 4,3%, de janeiro a março, na comparação com o mesmo período de 2016.

Os aumentos no faturamento médio foram registrados em cinco dos sete segmentos pesquisados. Variam de 21,3%, caso das operadoras de turismo, a 3,4% em parques e atrações turísticas. Entre as organizadoras de eventos, o crescimento foi 6,9%, enquanto nas agências de viagens houve alta de 5,7%, e no transporte aéreo de 5,4%. Os meios de hospedagem registraram queda de 0,4%, enquanto no turismo receptivo a baixa foi de 6,4%.

As perspectivas para o próximo trimestre são favoráveis, uma vez que 70% do setor manifestou a intenção de investir o montante de 10,3% do faturamento apurado. No transporte aéreo, a expectativa de novos aportes nos negócios atinge 100% das empresas pesquisadas e nas operadoras de turismo 86%. As principais áreas a serem beneficiadas com os aportes de recursos são marketing e promoção de vendas, compra de novos materiais e treinamento de funcionários.

"Mais uma vez o turismo mostra que tem tudo para ajudar o Brasil a sair da crise. Acredito que o nosso setor pode se transformar numa ferramenta ainda mais eficaz de desenvolvimento se alguns ajustes propostos forem feitos", afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão. Em abril, o Ministério do Turismo lançou o Brasil + Turismo, um pacote de medidas para fortalecer o turismo com ações para enfrentar gargalos históricos do setor e de facilitação de viagens.

Desempenho - As empresas atribuem o bom desempenho dos negócios à expectativa de reação da economia e ao aumento da demanda interna por viagens. Dados do setor aéreo, por exemplo, revelam que houve crescimento de 5,4% na demanda por voos domésticos em março, em comparação com o mesmo período do ano passado. "É importante destacar que o aumento da procura por voos acontece em meio à retomada do turismo de negócios e maior número de feriados prolongados", destaca o boletim elaborado pela Fundação Getulio Vargas.

Como fatores inibidores da expansão dos negócios, as empresas apontam o momento econômico ainda desfavorável e os custos operacionais e financeiros. Para esta edição do Boletim de Desempenho Econômico do Turismo (BDET) foram ouvidas 782 empresas, que geram 70,1 mil postos de trabalho e tiveram faturamento de R$ 8,2 bilhões no trimestre.

Conjunto Histórico de Fernando de Noronha é declarado Patrimônio Cultural do Brasil

Dotado de atributos naturais excepcionais, Fernando de Noronha, em Pernambuco, permeia o imaginário de turistas em todo o mundo. Considerado um paraíso brasileiro, o arquipélago, além de ser destino de viagens, também é abrigo das memórias, das histórias, das tradições e das narrativas que contribuem para formação da identidade cultural do País.

Em reconhecimento ao seu valor histórico e cultural, o Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, reunido na sede do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em Brasília (foto), aprovou, nesta quinta-feira, 22 de junho, por unanimidade, o tombamento do Conjunto Histórico do Arquipélago Fernando de Noronha. Com a decisão, as fortificações e o conjunto urbano da Vila dos Remédios, incluindo algumas de suas edificações históricas, passam a ser Patrimônio Cultural do Brasil.

Conjunto Histórico do Arquipélago de Fernando de Noronha - Fazem parte do Conjunto Histórico do Arquipélago de Fernando de Noronha o Sistema Fortificado, composto pelos Fortins de Santo Antônio, de Nossa Senhora da Conceição, de São Pedro do Boldró e o Reduto de Santana; o Conjunto Urbano da Vila dos Remédios, incluindo a vila ou colônia prisional e o centro urbano do povoamento da ilha; além dos seguintes bens isolados: a Vila da Quixabá, a capela de São Pedro dos Pescadores, o prédio da Air France e um testemunho da presença Americana na Ilha ("iglu" da Vila dos Americanos).

Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural - O Conselho que avalia os processos de tombamento e registro é formado por especialistas de diversas áreas, como cultura, turismo, arquitetura e arqueologia. Ao todo, são 23 conselheiros, que representam o Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB), o Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (Icomos), a Sociedade de Arqueologia Brasileira (SAB), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o Ministério da Educação, o Ministério das Cidades, o Ministério do Turismo, o Instituto Brasileiro dos Museus (Ibram), a Associação Brasileira de Antropologia (ABA), e mais 13 representantes da sociedade civil, com especial conhecimento nos campos de atuação do Iphan.

É hora de cuidar das árvores urbanas


Paulo Figueiredo consultor técnico de produtos da Husqvarna, líder global no fornecimento de equipamentos para o manejo de áreas verdes.

Nos dias de hoje, os espaços verdes em áreas urbanas possuem uma relação direta com o aumento da qualidade de vida. Isso porque eles são responsáveis por garantir a qualidade do ar, promover o resfriamento das cidades e até contribuir com a redução do índice de enchentes.

No entanto, não basta pensar apenas na plantação de árvores. Mais que isso, é preciso estar atento à questão da manutenção, pois, se por um lado é importante ter cada vez mais áreas verdes compondo a paisagem urbana, é fundamental também realizar a prevenção. Essa é a única maneira de minimizar os acidentes causados pela queda de árvores, principalmente nos períodos chuvosos.

Ao falarmos em manutenção, é importante destacar que o ideal é realizar essa atividade entre o outono e inverno. Nas estações mais frias do ano, as árvores têm um ritmo de crescimento mais lento, pois os dias têm menos luz e são mais curtos. Dessa forma, elas conseguem se recuperar mais rápido dos efeitos da poda, o que minimiza drasticamente o número de árvores condenadas.

Além da preocupação com a poda, é preciso ressaltar que essa atividade deve ser realizada por um especialista capacitado, como um engenheiro florestal, agrônomo, biólogo ou técnico. Após uma análise, esse profissional terá condições de definir o momento ideal para cada tipo de poda, seja de limpeza, para a remoção de galhos mortos, a adubação correta ou o tratamento fitossanitário para evitar a infestação de insetos.

Faz parte também do trabalho identificar o tipo de corte para cada estrutura, a fim de evitar que isso interfira no equilíbrio da planta e a torne mais suscetível a quedas. Vale lembrar ainda que, para cada etapa do processo de manutenção, existem ferramentas específicas, como podadores de galhos, motosserras e sopradores, ideais para realizar o trabalho de forma correta e segura.

Nesse sentido, o avanço tecnológico proporcionou melhorias expressivas ao segmento, com equipamentos mais potentes, versáteis, leves, ergonômicos e fáceis de manusear. Sem contar que eles também são capazes de reduzir o consumo de combustível, emitir menos poluentes e, consequentemente, minimizar os impactos ao meio ambiente.

Diante de todos esses pontos, o importante é entender que a vegetalização dos centros urbanos deve ser sempre estimulada para que os números de espaços verdes aumentem cada vez mais. É necessário, contudo, um planejamento técnico para acompanhar o desenvolvimento dessas árvores, afinal, a ideia de ter uma fonte de sombra e de ar puro não pode se transformar em um problema - essa é uma questão de qualidade de vida.

Rolando Boldrin é o convidado do Roda Viva da segunda-feira

 
Nesta segunda-feira, 26 de junho, o cantor, compositor e apresentador do Sr. Brasil, Rolando Boldrin, vai para o centro do Roda Viva. Entre os assuntos tratados no programa está sua vida, carreira e a música brasileira. Com apresentação de Augusto Nunes, a entrevista vai ao ar ao vivo, às 22h15, na TV Cultura, na página oficial do programa no Facebook e no site da emissora.

Nascido em 1936, em São Joaquim da Barra, no interior de São Paulo, Boldrin veio para a capital paulista ainda menino, aos 16 anos de idade. Ingressou na carreira televisiva com o emprego de "extra de ator" na TV Tupi, que na prática significava aguardar por um papel de figurante.

Aos poucos, Rolando Boldrin foi ganhando espaço, iniciando uma carreira de sucesso que inclui filmes e novelas premiadas. Passou por diversas emissoras e também deu seguimento ao talento de cantor, compositor e apresentador. Desde 2005, mantém o Sr. Brasil na TV Cultura, que dá espaço a ritmos, temas, artistas e culturas regionais.

Toda essa trajetória é contada na biografia A História de Rolando Boldrin – Sr. Brasil, de autoria de Willian Corrêa e Ricardo Taira, com previsão de lançamento para esta terça-feira (27/6), dia seguinte à entrevista de Boldrin no Roda Viva.

Participam da bancada de entrevistadores a cantora Mônica Salmaso, o diretor de TV Nilton Travesso, o ator Fulvio Stefanini, o autor de novelas Walther Negrão e o editorialista do jornal O Estado de S.Paulo, José Nêumanne.

Paulistas vencem Concurso Mister Rodeio Brasil e Musa do Rodeio Nacional 2017 em Barretos

 
Aurélio Melo, de Franca (SP), e Denise Bueno, de Lins (SP), foram eleitos respectivamente na noite de sábado, 17 de junho, Mister Rodeio Brasil e Musa do Rodeio Nacional 2017.

Realizado em Barretos, o evento reuniu um grande público que acompanhou o certame na Praça de Alimentação do North Shopping Barretos para acompanhar as 10 candidatas e os oito rapazes na final do concurso.

Os participantes desfilaram em traje country com cahaparreiras e trajes típicos do estilista barretense, Marcelo Ortale, que lançou no evento a sua coleção 2017.

Foram jurados: Ivana Souza - coordenadora de misters; Nicolle Fantinati: modelo, publicitária e blogueira; Lucas Bóvi: Mister Rodeio Brasil 2013; Marcelo Ortale: estilista; Jhonne Morasco: organizador e coreógrafo do Concurso da Rainha do Peão de Jaborandi e Miss Jaborandi e Paulinho 1001: locutor de rodeios e produtor de eventos.

Após os cinco finalistas em cada categoria participarem da prova de comunicação, o resultado do Top 3 ficou assim:

1º lugar
Mister Rodeio Brasil 2017: Aurélio Melo - Franca/SP
Musa do Rodeio Nacional 2017: Denise Bueno - Lins/SP

2º lugar
Mister Cowboy Brasil 2017: Paulo Martimiano - Borborema/SP
Miss Cowgirl Brasil 2017: Millena Fratuci - Umuarama/PR

3º lugar
Mister Brasil Sertanejo 2017: Leonardo Fernandes - São Paulo/SP
Miss Brasil Sertanejo 2017: Denise Nogueira - Bebedouro/SP

O concurso, que chegou à 7ª edição do Mister Rodeio Brasil e a 5ª edição do Musa do Rodeio Nacional, é uma idealização e realização do jornalista e técnico em Gestão com Ênfase em Rodeio, Milton Figueiredo, da cidade de Barretos, e teve a produção é de Reinaldo Costa.

Aurélio e Denise receberam como prêmio uma quantia em dinheiro, mimos e um pacote para a 62ª Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos da Associação Os Independentes. Sketch Men’s Collection e Carllo Calçados presentearam ainda o Mister Rodeio Brasil 2017.

Em relação a emoção de ter vencido, Denise disse que depois que sentiu o peso do chapéu sob sua cabeça (a vencedora receberia o chapéu na cabeça da até então Musa, Mayara Barreto) aconteceu um misto de sensações. "Nossa, agora eu ganhei! Seja o que Deus quiser de agora pra frente. É lógico que a gente fica pensando na responsabilidade também, de fazer tudo direitinho e de dar o melhor de si. Depois que ela (Mayara) colocou o chapéu na minha cabeça senti junto um pouquinho de responsabilidade já!", disse.

"Foi um sentimento de gratidão pela oportunidade!", falou Aurélio após sentir o peso do chapéu sobre sua cabeça.

TV Cultura exibe documentário inédito em homenagem aos 90 anos do nascimento de Fernando Faro

 
De forma leve e divertida, mas sem obviedades, a TV Cultura leva ao ar o documentário Faro, Um Senhor Menino, que visita cantos perdidos da memória de Fernando Faro (foto), um dos grandes responsáveis pela evolução da música na televisão brasileira. O filme inédito vai ao ar à meia-noite do dia 21 de junho, quando o produtor musical, apresentador e diretor de televisão, falecido em abril de 2016, completaria 90 anos.

Com direção de Ricardo Elias e roteiro de Enéas Carlos Pereira, o documentário reúne familiares e amigos de Fernando Faro, que relembram momentos inesquecíveis do artista junto à história da MPB na televisão brasileira, desde seus primeiros passos.

Paulinho da Viola, Martinho da Vila, Lulu Santos, Lima Duarte, Juca de Oliveira, Chico Buarque de Hollanda, Tom Zé, Toquinho, Rolando Boldrin, Criolo e muitos outros nomes estão presentes nessa grande homenagem ao artista que, para muitos, está para a Música Popular Brasileira como Niemeyer está para a Arquitetura.

Faro, Um Senhor Menino traz como diferencial a utilização de elementos de narrativa do cinema direto. No documentário, imagens da TV Cultura acompanham não apenas os últimos momentos de Faro à frente de programas antológicos como o Ensaio, mas também encontros inusitados do diretor com artistas que fizeram parte dessa história com muita descontração. O rico material de arquivo da emissora, que registra as últimas cinco décadas de produção musical no Brasil, também dá à atração um toque especial.

Projeto de revitalização da Praça Euphly Jalles avança mais uma etapa

 
As arquitetas Daniela Alvizi Amaral, Fabiana Toyoda Scandelai e Marta Pádua Franco, que se propuseram a realizar projetos de revitalização, entregaram nessa quinta-feira (22) ao prefeito municipal, Flávio Franco Prandi o Flá, o anteprojeto de revitalização da Praça Euphly Jalles, que tem como objetivo principal a recuperação daquele espaço.

As arquitetas de maneira gratuita e voluntária desenvolveram um projeto para melhorias e revitalização da Praça Euphly Jalles, e os resultados obtidos até o momento da entrega do anteprojeto foram satisfatórios para o prefeito, que se interessou pelas idéias sugeridas.

Para Prefeitura, essa revitalização será de extrema importância, pois existem problemas no local que precisam ser resolvidos, como por exemplo, os banheiros que estão inadequados, o piso danificado, a fonte danificada, entre outros problemas.

Segundo a municipalidade, a proposta sugerida pelas arquitetas serão levadas a população, através de Audiência Pública, por meio da divulgação do anteprojeto e também acolhimento de sugestões da comunidade para posterior intervenção.

A revitalização só será efetivada após a discussão com a comunidade, da possibilidade ou do interesse sobre a intervenção daquele setor e a finalização desse estudo se dará após as sugestões da população.

Agentes de saúde realizam trabalho de prevenção permanente em Jales

O município de Jales realiza o controle e a prevenção das endemias, ou seja, doenças como dengue, febre amarela, chikungunya entre outros, de forma permanente e criteriosa. Esse trabalho é feito através dos agentes da saúde da Equipe Municipal de Combate às Endemias, que é composta por 13 agentes de campo, e mais 06 agentes da empresa terceirizada.


Os agentes de campo têm como função vistoriar os imóveis e terrenos baldios do município, eliminando assim os possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, e orientando a população sobre medidas preventivas. Os agentes terceirizados além da vistoria, também realizam a aplicação de inseticida nas áreas com caso de dengue confirmado.
(foto ao lado, os Agentes de saúde realizam prevenção no cemitério)

Esses profissionais, segundo a coordenadora da Equipe Municipal de Combate às Endemias, Vanessa Luzia da Silva Tonholi são capacitados para orientar os moradores sobre medidas preventivas para o controle da leishmaniose, escorpiões e caramujos, além de dengue, zika, chikungunya, febre amarela e leishmaniose visceral americana.

Atualmente, a equipe tem um cadastro de 87 pontos estratégicos como oficinas, borracharias, locais de reciclagem, entre outros, que possuem grande quantidade de recipientes, e por isso são vistoriados quinzenalmente.

Escolas, hospitais, supermercados, e demais locais com grande fluxo de pessoas, são cadastrados como imóveis especiais e são vistoriados mensalmente, mas a partir de julho, esses imóveis também serão vistoriados quinzenalmente.

"Esses cuidados são necessários, pois se houver criadouros em um imóvel onde há grande fluxo de pessoas, consequentemente pode haver um grande grupo de pessoas contaminadas," diz a coordenadora da equipe.

Além do trabalho de rotina desses agentes, a equipe atende denúncias e reclamações realizadas pelos moradores da nossa cidade.

"Todos os problemas apontados pelos moradores, dos quais não cabe à equipe solucionar, são repassados para os setores responsáveis," afirma Vanessa.

Para denúncias e reclamações, falar no setor de controle de endemias no telefone: 3632-7310

Jovens se envolvem mais emacidentes graves no trânsito

Segundo dados do INFOSIGA SP do mês de maio, feito pelo Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, programa do Governo de São Paulo que visa reduzir pela metade o número de óbitos no Estado até 2020, 24% das vítimas têm idade entre 18 e 29 anos, comprovando que os jovens se envolvem com maior frequência em acidentes graves. Quando são analisadas ocorrências com motocicletas, verifica-se que 38% das fatalidades envolvem essa faixa etária. Em 60,5% dos casos, os jovens são condutores dos veículos, número superior à média geral para acidentes fatais (48,5%).

No acumulado do ano, de janeiro a maio, a queda no número de óbitos é de 5,5%, com 2.398 em 2016 e 2.266 em 2017, registrando 132 mortes a menos. O mês de maio mostrou aumento de 2,6% (505 em 2016, 518 em 2017), enquanto os acidentes com vítimas apresentaram nova queda (-4,9%) na comparação com o mesmo período do ano passado. Colisões contra objetos fixos e atropelamentos lideram as estatísticas.

"As ações promovidas pelo Movimento Paulista em parceria com municípios e departamentos do Governo de São Paulo buscam conscientizar este público. Um exemplo foi a campanha #FocanoTrânsito, inspirada em memes das redes sociais, lançada no mês de maio em parceria com Detran.SP e Artesp. Para reduzir os índices de acidentes é fundamental mobilizar os jovens", afirma o coordenador técnico do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, Evandro Vale.

Redução - O INFOSIGA SP de maio aponta para uma redução no número de acidentes com vítimas. Neste ano, foram 15.825 ocorrências contra 16.644 em 2016 (-4,9%). Com relação aos óbitos, apesar do aumento de fatalidades em maio, o acumulado do ano permanece em queda. Entre janeiro e maio de 2017, foram registrados 2.266 óbitos causados por acidentes de trânsito no Estado, redução de 5,5% na comparação com o ano passado (2.398).

Colisões contra objetos fixos permanecem como a principal causa de morte no trânsito, respondendo por 42% dos casos. Atropelamentos vêm em seguida, com 28% dos óbitos, assim como choques entre veículos (12%). Quando são analisados os meios de locomoção das vítimas, temos as motocicletas à frente das estatísticas (32%), seguidas por pedestres (28%), automóveis (27%) e bicicletas (6%).

Infomapa SP - Além da ferramenta INFOSIGA SP, o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito também disponibiliza o sistema pioneiro de georreferenciamento INFOMAPA SP. Por meio dessas ferramentas, é possível não só quantificar os óbitos dos 645 municípios paulistas, como também mapear os locais onde ocorreram essas mortes. As ferramentas podem ser acessadas pelo site www.infosiga.sp.gov.br e são atualizadas todo dia 19 de cada mês, ou dia útil subsequente.

Para mais informações sobre as metodologias do INFOSIGA SP e INFOMAPA SP, acesse a nota técnica no site www.infosiga.sp.gov.br.

Sobre o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito - Programa do Governo do Estado de São Paulo, tem como principal objetivo reduzir pela metade os óbitos no trânsito no Estado até 2020. Inspirado na "Década de Ação pela Segurança no Trânsito", estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) para o período de 2011 a 2020, o comitê gestor do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito é coordenado pela Secretaria de Governo e composto por mais nove secretarias de Estado: Casa Civil, Segurança Pública, Logística e Transportes, Saúde, Direitos da Pessoa com Deficiência, Educação, Transportes Metropolitanos, Planejamento e Gestão, Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação. As secretarias são responsáveis por construir um conjunto de políticas públicas para redução de vítimas de acidentes de trânsito no Estado.

O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito envolve também a sociedade civil com o apoio de empresas - Abraciclo, Ambev, Arteris, Banco Itaú, CNseg, Pro Simulador, Porto Seguro e Raízen - e do Centro de Liderança Pública (CLP).

A violência silenciosa contra a pessoa idosa


Floriano Pesaro, Deputado Federal e Secretário de Estado de Desenvolvimento Social - SP

 
A violência contra idosos é uma realidade conhecida por todos, mesmo que a maioria das ocorrências não seja registrada ou amplamente divulgada. Ela está presente nos diferentes grupos sociais, possui várias faces e muitas formas de se expressar, desde as maneiras mais evidentes até as mais sutis. Tal brutalidade se manifesta por meio de práticas e omissões e dentre as mais frequentes estão os maus tratos, os abusos físicos e psicológicos, o abandono, a negligência e a violência patrimonial.

Observamos no atual cenário demográfico um processo acelerado de envelhecimento da população mundial, no qual os maiores desafios serão a garantia de direitos e de proteção social aos idosos mais vulneráveis. Neste contexto, desde 2006, a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu ações para o combate e conscientização da violência contra a pessoa idosa.

No Brasil, este tema também tem ocupado espaço relevante na agenda pública, caracterizando-se como grave problema no campo dos direitos humanos. O Balanço das Denúncias de Violações de Direitos Humanos do ano de 2016, divulgado pela Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos em abril deste ano, trouxe informações sobre o registro de denúncias realizadas em vários meios de atendimento, sendo um deles, o Disque 100. Infelizmente esses dados não se referem ao total de ocorrências de violência contra idosos, pois nem todas são denunciadas. Porém, alguns números chamam a atenção e nos permitem refletir sobre aspectos geralmente pouco discutidos.

Segundo os dados deste levantamento, denúncias sobre a violência contra idosos correspondem a 25% do total de registros, em comparação a outras denúncias. Em 2016, foram registradas 65.890 denúncias de violência contra idosos, considerando dados de todos os estados do país. O Estado de São Paulo, registrou 7.550 denúncias em 2016, contra 6.853 de 2015, representando um aumento de 10% no período.

Deste total, 60% das vítimas eram do sexo feminino. Os filhos eram apontados como agressores em 54% dos casos, sendo a casa da vítima como principal local da violação em 86% dos registros.

Embora o tema da violência contra pessoas idosas seja bastante complexo, considerando os seus múltiplos fatores, é possível e necessário reconhecer a existência de um claro recorte de gênero neste campo. Ou seja, reconhecer que as práticas violentas e os vários tipos de abusos são dirigidos e atingem mais mulheres que homens, considerando pessoas a partir de 60 anos.

Convém investigar e buscar compreender as razões que fazem as mulheres serem maioria entre as vítimas idosas, especialmente no ambiente doméstico. E a partir deste conhecimento, desenvolver ações específicas para conscientizar a sociedade sobre a gravidade do problema, rompendo este ciclo de violação de direitos.

Diversos fatores contribuem para este quadro, no qual se somam violência contra a mulher e violência contra pessoas idosas. Destacamos a discriminação negativa, o preconceito, a desvalorização de características associadas a velhice, bem como a desigualdade no acesso a direitos que historicamente tem atingido as mulheres. Muitas delas são mantidas silenciadas e agredidas por familiares, na própria casa.

O Governo de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, visando prevenir e combater a violência contra pessoas idosas, tem investido na implantação de equipamentos e serviços no âmbito do Programa São Paulo Amigo do Idoso. Nos últimos anos, os municípios paulistas receberam recursos para implantar 194 novos Centros de Convivência do Idoso, 99 Centros Dia do Idoso e 18 unidades do Programa Vila Dignidade. Caminhamos para ampliar e fortalecer a rede de proteção social do Estado, que hoje conta também com 1.103 CRAS e 284 CREAS.

É necessário incorporar o tema da violência contra as pessoas idosas à agenda dos gestores públicos e da sociedade, a fim de se criar uma cultura para o envelhecimento com foco na garantia de direitos. Esta agenda deve prioritariamente prever ações de fortalecimento das relações e dos vínculos familiares, para que os ambientes domésticos sejam fontes de proteção e deixem de ser foco de violação.

Floriano Pesaro, Deputado Federal e Secretário de Estado de Desenvolvimento Social


Fundo Social, Senai e ACIJ oferecem curso de Modelagem

Uma parceria entre o Fundo Social de Solidariedade do Município de Jales e a Associação Comercial e Industrial de Jales - ACIJ, com o Senai de Votuporanga está oferecendo gratuitamente para os interessados residentes no município, o curso de Técnicas Básicas para Modelagem Industrial de Camiseta e Agasalho (Uniforme Escolar), na área Têxtil e Vestuário, de 40 horas.

As inscrições já estão abertas e estão sendo realizadas até o dia 28/06, no Fundo Social de Solidariedade de Jales, na rua Seis, n° 2338, das 8h às 12h e das 13h às 17h. É necessário ter, no mínimo, 18 anos, Ensino Fundamental concluído e experiência na área têxtil/vestuário.

As aulas, que se iniciarão no dia 03 de julho, serão ministradas pelos professores do Senai e do Sebrae, no período noturno, das 18h às 22h, na sede da Associação Comercial e Industrial de Jales, na Avenida Francisco Jalles, n° 3097.

Show com a dupla Fernando e Sorocaba!

 
Faltam poucos dias para o grande jantar show com a dupla Fernando e Sorocaba em prol ao Hospital de Câncer de Barretos em Jales. O evento acontece na quarta-feira, 28 de junho.

"A organização está a todo vapor. Tudo está sendo preparado com muito carinho para que as pessoas desfrutem do show dessa dupla tão renomada e fiquem satisfeitas e impressionadas com tamanha organização e qualidade do evento realizado.", afirmou a assistente de Captação de Recursos, Ariely Siqueira.

O jantar show beneficente será realizado novamente no Villa Rocca, com início ás 20 horas. O estacionamento está incluso também no valor do convite. Para menores de 18 anos, além de acompanhado dos pais ou responsáveis legais devem estar portando o documento de identificação.

"Além da apresentação ao vivo da dupla sertaneja, o público presente terá direito a buffet com pratos frios, quentes, sobremesas e bebidas - água, refrigerante, cerveja e uísque com energético a vontade. Estamos ansiosos esperando um magnifico evento", finalizou Ariely.

Para mais informações ligar na Captação de Recursos no (17) 3624-3900 no ramal 3910 com Ariely Siqueira.