Páginas

sábado, 20 de maio de 2017

Anglo e Unijales participam de caminhada contra o abuso e exploração sexual infantil

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Promoção Social promoveu, na quinta-feira, dia 18 de maio, às 9h, uma mobilização alusiva ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A praça João Mariano de Freitas foi o ponto de partida.


Os apoiadores da causa percorreram toda a avenida Francisco Jalles. Funcionários, professores e alunos do Anglo Jales e Unijales, vestiram a camisa e também se solidarizaram, participando desta caminhada.

O gesto de solidariedade a essas crianças tem como objetivo, sensibilizar e mobilizar a população de Jales e região sobre o tema da campanha "Faça Bonito, proteja nossas crianças e adolescentes", destacando a importância da luta em defesa dos direitos infantis e juvenis.

O Dia Nacional é instituído pela Lei federal 9.970/00 e é uma conquista que demarca a luta pelos direitos humanos de crianças e adolescentes em todo o Brasil. A data foi criada para lembrar o caso Araceli, que aconteceu em Vitória, Espírito Santo.

A garota Araceli Cabrera Sanches, de 8 anos, foi sequestrada em 18 de maio de 1973, drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma família capixaba, e mesmo com muita gente acompanhando o caso, desde o momento em que a criança entrou no carro dos assassinos até o aparecimento do seu corpo, desfigurada pelo ácido, em uma rua da cidade de Vitória, todos se calaram, decretando assim a impunidade dos criminosos. Porém, o "Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes" foi criado para manter viva a memória dos brasileiros e reafirmar a responsabilidade da sociedade em garantir os direitos de todas as crianças.

Escolhidas as belas representantes da 27ª Festa do Peão de Urânia

 
Foi realizada no último sábado, dia 13, no Clube dos 100, em Urânia, a escolha da Rainha do Rodeio, que representará a 27ª Festa do Peão, que acontecerá entre os dias 8, 9 e 10 de junho, no Recinto de Exposições.

As participantes desfilaram e exibiram beleza e simpatia na passarela com looks exclusivos da Dellary Modas e produção (cabelo e maquiagem) da equipe do Stúdio Danilo Hilton. Já a apresentação ficou por conta da coreógrafa Luciana Fazzio, proprietária da Academia Fazzio.

 
Ao todo foram oito candidatas finalistas, sendo que das oito quatro se classificaram. As campeãs foram: Jaíne Oliveira (Rainha do Rodeio) Maria Eloiza Martini (Princesa), Damarys Pastorelly (Madrinha do Rodeio) e Mabylin Eloá (Garota FICAU).


As garotas foram escolhidas por um júri seleto formado pela modelo e miss Jales, Iamonique Helena, pela fotógrafa Marislei Fernanda, pelo consultor personal Glauber Cavenague, proprietário da Academia Fisiolife, pelo maquiador e cabeleireiro Willians Santiago, de São José do Rio Preto, e pelo modelo fotográfico da agência Mega Model, de São José do Rio Preto, Delcio Angelin.

Após os desfiles, todas as candidatas receberam presentes, um oferecimento das empresas uranienses.





 
O evento também contou com apresentações de danças de academia de Jales, e do grupo Milenium, da E.E. Carlos Celso Lenarduzzi, de Santa Albertina. A dupla sertaneja Bruno e Ed Carlos e os agitos do DJ Marcio Pelozi também agitaram a festa.

O grande público conferiu, ainda, com exclusividade, o vídeo de lançamento da Festa do Peão com as atrações: Felipe Araujo, Mariana Fagundes e Crystian & Ralf, que ao interpretarem a música "Sonhei com Você", de Milionário e José Rico, levaram as pessoas a soltarem a voz junto com os cantores.

O Baile da Escolha da Rainha deu início às festividades de uma das festas mais aguardadas da região.

Vou mudar o Brasil!

Flávio Rodrigo Masson Carvalho Professor do UNIBAVE
– Orleans - SC equilibriumtc@hotmail.com
 
 
 
Vou desistir de ficar calado,
Estou muito cansado,
De tanto ser enganado,
Estou profundamente revoltado,
E não estou desanimado,
Vou lutar, mas desarmado,
Espero que estejas ao meu lado.

Vamos fazer diferente,
Combater aquele que nos mente,
Insistentemente,
Não mais que de repente,
Pois assim não há quem aguente,
Com coragem seguir em frente,
Ninguém vai impedir que eu tente.
Vou mudar essa Nação,
Aos enganadores dizer não,
Combater a corrupção,
Extinguir a podridão,
Votando na eleição,
Usando a razão,
Mas sem esquecer o coração.

Eu preciso mudar,
Pois assim não vou aguentar,
O Brasil quero recuperar,
E tudo melhorar,
Custe o que custar,
Eu não vou me calar,
E você tem que me ajudar!

Cansei de tanto desmando,
Estou me armando,
Me organizando,
Uma guerra já estou lutando,
Cansei de ficar só falando,
Não aos que estão me enganando,
Pois estou mais me amando.

Preciso me redimir,
Não vou desistir,
Um melhor pais construir,
Precisamos nos unir,
Preparar para o que está por vir,
Mesmo podendo sair,
Do meu pais não vou fugir.
Espero contar contigo,
Tenha coragem, venha comigo,
Resolver esse problema antigo,
Não olhe só para o seu umbigo,
Essa nação é nosso abrigo,
Preste atenção no que digo,
O Brasil é nosso, amigo!
 
 

Santa Casa de Jales presta homenagem às mães

 
Como muitos afirmam o dia das mães devem ser comemorados todos os dias, porém, a data vem para homenagear a maternidade de uma maneira ainda mais especial, dessa forma o Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) não poderia deixar de prestar a singela condecoração as pacientes e colaboradoras da instituição.

Na sexta-feira, 12 de maio, o GTH passou em todos os quartos do Sistema Único de Saúde (SUS) para saldar as mais de 30 mamães que estavam internadas, todas receberam uma lembrança confeccionada pelo próprio grupo acompanhada de um cartão. As quase 120 colaboradoras do hospital também foram homenageadas.

O provedor, Junior Ferreira, acompanhou as entregas e parabenizou as mães pelo dia. "É um gesto nobre poder compartilhar de um momento tão especial junto com as mamães que mesmo internadas receberam alegremente a nossa visita. Parabéns ao grupo de trabalho pela iniciativa", relatou (por Carol Gusso).

Hospital de Câncer faz homenagem em comemoração ao Dia das Mães

 
"Como é grande o meu amor por você" a frase famosa do rei Roberto Carlos, foi a mais ouvida na quinta-feira, dia 11 de maio. A homenagem em comemoração ao Dia das Mães foi realizada pelos voluntários da AVCC e o Grupo de Trabalho de Humanização (GHT) do Hospital de Câncer de Barretos – Unidade Jales.

As mamães que estavam presentes na unidade pela manhã, receberam bombons e um cartão, que foi confeccionado pelos pacientes, familiares colaboradores e voluntários. "A produção dos cartões foi uma ação promovida pelo GTH juntamente com a AVCC. Montamos nas recepções da oncologia clínica, radioterapia, alojamento e AVCC pontos de confecção dos mesmos. Nestes locais os pacientes, familiares e voluntários podiam colorir e escrever mensagens destinadas às mães. Os funcionários também participaram destas ações levando cartões para serem produzidos em casa. Ficamos muito felizes com a adesão dos nossos pacientes e colaboradores, foram mais de 400 cartões produzidos e com isso todas as mães presentes no hospital na quinta, sexta e domingo levaram para casa o carinho que alguém deixou para ela em forma de cartão.", afirmou a enfermeira e presidente do GTH, Priscila Miranda de Paula.

Elas também foram agraciadas com uma serenata com voz e violão, das voluntárias que participam do Projeto "Cantar Alegra o Coração", que já faz semanalmente apresentações musicais para os pacientes no Hospital. "O Projeto Cantar Alegra o Coração tem o objetivo de entreter e alegrar aos nossos pacientes que ficam nas recepções esperando pelo tratamento. Em uma data tão especial como o dia das mães, não poderia faltar uma homenagem direcionada a elas. Ficamos muito felizes em poder fazer o bem desta forma.", afirmou a presidente da AVCC, Cidinha Iglesias.

Projeto Gama - Na sexta-feira, a homenagem ficou por conta do Grupo de Apoio as Mulheres Mastectomizadas, o GAMA, que também estiveram apresentando músicas em todas as recepções e entregando uma lembrancinha produzida por elas mesmas. (por Dara Freitas)

Projeto que incentiva a produção de orgânicos é lançado na Assembleia

Produzir alimentos mais saudáveis e buscar novos modelos de agricultura e de relação com a natureza. Estes foram os principais temas discutidos nesta quarta-feira (17) durante solenidade na Assembleia Legislativa. Na ocasião, foi lançado um projeto para integrar todas as instituições e programas governamentais na formulação de políticas voltadas para agroecologia e produção orgânica no Estado de São Paulo.

A proposta foi construída na Frente Parlamentar em Defesa da Produção Orgânica e Desenvolvimento da Agroecologia, que contou com o apoio de 48 parlamentares de diversos partidos. Foram realizadas sete audiências públicas para aperfeiçoar o texto do projeto até chegar à redação final, que tramita, atualmente, na Comissão de Constituição, Justiça e Redação. A deputada Ana do Carmo (PT), coordenadora da Frente Parlamentar, destacou o amplo apoio que obteve para a confecção do projeto e reiterou a necessidade de continuar a luta para que ele seja aprovado na Assembleia e sancionado pelo governador.

O deputado Aldo Demarchi (DEM), que compartilhou a coordenação da Frente com a deputada Ana do Carmo, salientou a necessidade de mudar hábitos e proporcionar alimentação saudável para as crianças. Segundo ele, o projeto deve ser aprovado até agosto deste ano. O projeto prevê a criação de instrumentos regulatórios, fiscais e de incentivo para estas práticas, programas de educação agroecológica e de formação continuada de agricultura familiar e assentamentos rurais de povos e comunidades tradicionais, juventude rural e mulheres agricultoras.

Polvos de crochê são utilizados na UTI Neonatal da Santa Casa de Jales

 
O cuidado do bebê prematuro vai além do carinho, amor e dedicação da equipe de enfermagem e médicos da Santa Casa de Jales. Pensando no conforto e bem-estar de cada um dos pequenos é que a técnica de enfermagem da Uti Neonatal, Nathália Terra, teve a ideia de implantar o projeto de polvos de crochê, no final de março.

A iniciativa partiu após a profissional ter sido marcada em uma publicação nas redes sociais sobre a utilização dos polvos em grandes centros de Utis. "Quando tive acesso a esse material fiquei interessada em saber mais sobre o assunto e aproveitei para procurar uma amiga para que confeccionássemos os primeiros polvos para a Uti Neo da nossa Santa Casa", relatou.

Os primeiros polvos foram frutos de pesquisa e doação por parte de Nathália e a amiga Mônica Yamamuro, que não mediram esforços para elaborar o material. Ao demonstrar o projeto na Uti Neonatal a aprovação foi imediata por toda equipe.

"Trazer esse método para a Uti Neo da Santa Casa foi uma excelente inciativa, porém, vale lembrar que ainda não existe nenhum estudo científico comprovado sobre a eficácia do método. Mas, desde quando começamos a utilizar os polvos percebemos que os bebês prematuros ficaram mais calmos, tranquilos e seguros. Com isso, houve melhora em relação a frequência cardíaca, respiratória e eles puxam menos a sonda, cateter, a cânula, até as mamães perceberam essa mudança", destacou a médica pediatra da Santa Casa, Eliana Nunes Tamashiro.

O Projeto Octo (Projeto Polvo) foi criado por um grupo dinamarquês em 2013, eles acreditam que os tentáculos do objeto se assemelham ao cordão umbilical, fazendo os prematuros lembrarem do período que estavam no útero materno.

A ONG prematuridade.com foi a primeira no Brasil a fortalecer essa metodologia alinhado com a Dinamarca. No site encontra-se passo a passo da fabricação do polvo entre outras informações. Todo o material é feito com linha de crochê 100% algodão, manta siliconada, antialérgica, sendo os olhos e bocas costuradas.

A Santa Casa de Jales já recebeu 18 doações de crochês, sendo que a maior parte veio da artesã Ângela M. Casagrande Guarnieri, de Fernandópolis (SP), que entrou em contato com a instituição oferecendo o material.

A colaboradora Nathalia Terra destaca que o bebê quando recebe alta leva o polvo para casa. O próximo passo é ensinar as próprias mães a confeccionarem as fofuras aos filhos.

Os interessados em doar polvos de crochê podem entrar em contato com a Nathália Terra que poderá orientar sobre o material, pois existe um padrão para confecção, telefone (17) 3622-5000.

Diocese de Jales ganha três novas paróquias

Na segunda-feira, 22 de maio, a Diocese de Jales passará a contar com 27 paróquias. Serão instaladas em missa solene, ás 9h da manhã na Igreja Santa Rita de Cássia, em Fernandópolis, presidida pelo Bispo Diocesano Dom Reginaldo Andrietta, e concelebrada pelos padres da Diocese de Jales mais três paróquias.

Segundo Dom Reginaldo, "Toda a Diocese se reunirá nessa celebração de instalação das novas paróquias, afinal, constituímos, juntos, o Corpo de Cristo. Ela ocorre no dia de Santa Rita de Cássia, padroeira de Fernandópolis, e na sede da paróquia mãe dessas novas paróquias, em reconhecimento e agradecimento por todos os seus paroquianos que colaboraram muito para que chegássemos a esse momento. Será uma celebração festiva, como sempre ocorre nesse dia de Santa Rita de Cássia, e desta vez ainda mais solene com a presença dos padres e de muitos católicos de toda a Diocese de Jales e outras dioceses. "

A criação de três novas paróquias em Fernandópolis resulta de um intenso trabalho pastoral realizado ao longo de muitos anos, construindo pequenos salões, depois templos, com especial dedicação conjunta de presbíteros e religiosas e o acompanhamento dos bispos diocesanos, na constituição e desenvolvimento de comunidades, pastorais e movimentos, sempre muito atuantes em todas as realidades de vida do povo de Deus.

"Essas novas paróquias congregam hoje, muitas comunidades que assumem, agora, com mais autonomia, portanto, mais responsabilidades, a missão da Igreja no município e na Diocese. A Igreja Católica se rejubila por essa maturidade alcançada, a ser sustentada pela oração e pela formação permanente de todos os seus membros, especialmente das cinco paróquias, agora, de Fernandópolis", afirmou o bispo diocesano.

Nessa mesma data será oficialmente instalado o Conselho Pastoral de Fernandópolis com representantes das cinco Paróquias desse município, tendo por incumbência planejar, impulsionar e avaliar a Pastoral de Conjunto, em sintonia com as orientações Diocesanas.

A celebração especial em Ação de Graças pela instalação dessas Paróquias, na sede de cada uma delas, será marcada e contará com a presença de Dom Reginaldo. (Edivaldo Janasco)

Editais de Proclamas

Carolina de Alvarenga Peixoto da Motta, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.



ALEXANDER PEREIRA DE CARVALHO e RAISSA TAYNÁ BETETTI MACHADO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 19 de abril de 1.988, professor, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Elter Alexandre de Carvalho e de Maria Jose Pereira de Carvalho. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 25 de maio de 1.995, secretária, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Hildebrando Eugenio Machado Filho e de Elaine Betetti.

VANESSA DOS SANTOS LAZARINI e JOICEANNY STEFANNY DE OLIVEIRA MAZINI. A PRIMEIRA, natural de Campinas, deste Estado, nascido aos 03 de abril de 1.991, policial militar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Antonio Carlos Lazarini e de Nilta Alves dos Santos Lazarini. A SEGUNDA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 16 de junho de 1.991, psicóloga, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Aparecido Mazini e de Matilde Gonzaga de Oliveira.

DIEGO CÉSAR NEVES SACIENTE e MAÍRA VIOLA LIMA. ELE, natural de Campinas, deste Estado, nascido aos 08 de julho de 1.983, dentista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Julio Cezar Saciente e de Sueli Maria Neves Saciente. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 17 de maio de 1.986, engenheira ambiental, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Davi Alves de Lima e de Lizelia Lucia Viola Lima.

LUCAS DE ALMEIDA MULLER e LETICIA SANCHES ZIGNANI. ELE, natural de Batayporã, Estado do Mato Grosso do Sul, nascido aos 20 de junho de 1.994, técnico de informática, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Walter Muller Sobrinho e de Elisabete Alves de Almeida Muller. ELA, natural de Auriflama, deste Estado, nascida aos 25 de novembro de 1.996, fotógrafa, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Leocides Zignani e de Paula de Oliveira Sanches Zignani.

SIVALDO ANTONIO DA SILVA e ANDRÉIA CRISTINA FRANCISCO. ELE, natural de Palmeira D´Oeste, deste Estado, nascido aos 11 de junho de 1.976, operador de máquinas, solteiro, residente e domiciliado em São Francisco, deste Estado, filho de Jonas Antonio da Silva e de Antonia Campissi da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 09 de agosto de 1.980, auxiliar de cozinha, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Valdecir Francisco e de Amélia Mendonça Francisco. Cópia para ser afixada no Oficial de Registro Civil de São Francisco, deste Estado, onde reside o contraente.

MIGUEL HONÓRIO DE CARVALHO e OTILIA MARIA LESSA. ELE, natural de Caculé, Estado da Bahia, nascido aos 29 de setembro de 1.946, aposentado, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Honório de Carvalho e de Marieta Rosa de Carvalho. ELA, natural de General Salgado, deste Estado, nascida aos 28 de fevereiro de 1.940, aposentada, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Francisco Lessa de Souza e de Julia Maria Lessa.

ARNALDO FRANCISCO MEIRA e FRANCIELE CRISTINA ANTUNES DE LIMA. ELE, natural de São Paulo, deste Estado, nascido aos 30 de setembro de 1.985, montador, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Noel Francisco Meira Junior e de Cilmara Roque da Cruz Meira. ELA, natural de Itararé, deste Estado, nascida aos 20 de maio de 1.997, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Edimara Antunes de Lima.

GABRIEL HENRIQUE DA SILVA DIAS e GABRIELE LOPES GHIOTTI. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 03 de fevereiro de 1.999, borracheiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Oldecir Alexandre Dias e de Rosana da Silva Dias. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 20 de fevereiro de 2.000, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Everton Silvio Ghiotti e de Angélica Domingues Lopes.

PAULO HENRIQUE CICILIANO e CARLA DOLCI OLIVEIRA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 31 de janeiro de 1.986, empresário, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Odilor Jesús Ciciliano e de Lúcia Fim Ciciliano. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 09 de março de 1.976, vendedora, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Emilio Moreno Oliveira e de Maria José Dolci Oliveira.

DANILO DELOVO DE MARCOS e MARILIA SILVA SIGOLI. ELE, natural de Dracena, deste Estado, nascido aos 25 de fevereiro de 1.982, médico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Hélio de Marcos e de Maria Lucidora Delovo de Marcos. ELA,natural de São Carlos, deste Estado, nascida aos 03 de dezembro de 1.985, médica, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Nivaldo Sigoli e de Fatima Aparecida da Silva Sigoli.


EDSON APARECIDO ORTIZ e ANGELA BAZOLO FERREIRA. ELE natural de Jales, deste Estado, nascido aos 12 de janeiro de 1.974, colhedor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Turibio Ortiz e de Ana Vilas Boas. ELA, natural de Palmeira D´Oeste, deste Estado, nascida aos 23 de julho de 1.980, doméstica, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de João Ferreira Neto e de Rosa de Lourdes Bazolo Ferreira.
ADEMIR DOS ANJOS FERNANDES JÚNIOR e LISLAINE CRISTINA FERREIRA DA MOTTA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 02 de julho de 1.991, vendedor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Ademir dos Anjos Fernandes e de Nildete Joséfa de Sá Segantin. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 18 de dezembro de 1.993, vendedora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Alcides Pereira da Motta e de Ana Claudia Ferreira Xavier.
ADRIANO RODRIGUES DA SILVA e LESLAINE DA SILVA QUEIROZ. ELE, natural de Santo André, deste Estado, nascido aos 22 de agosto de 1.987, ligador, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Altemir Flávio da Silva e de Isabel Aparecida Rodrigues da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 15 de janeiro de 1.992, secretária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Osvaldo de Oliveira Queiroz e de Sebastiana Alves da Silva Queiroz.
VANDERLEI GARCIA DA SILVA e ROZIRES DONIZETE DA SILVA. ELE, natural de Alto Piquiri, Estado do Paraná, nascido aos 08 de abril de 1.980, autônomo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Dalva Garcia da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 11 de novembro de 1.975, atendente, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Jorge Firmino da Silva e de Marcilia Paulino dos Santos Silva.



SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA - O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.

Carolina de Alvarenga Peixoto da Motta – Oficial


Finanças em ordem

Luiz Gonzaga Bertelli é presidente do Conselho de Administração do CIEE, do Conselho Diretor do CIEE Nacional e da Academia Paulista de História (APH)



Apesar do alto índice de desemprego, grande parte das empresas sente dificuldade em contratar profissionais qualificados para atuar na área de finanças. É o que aponta um estudo da empresa de recrutamento Robert Half: 55% das organizações ouvidas reclamam da falta de opções na hora de contratar. Apenas 10% dos diretores financeiros não relatam problemas. Historicamente, a oferta de profissionais no setor sempre foi escassa. Mas a situação agravou-se com a crise econômica, que dificulta a movimentação de especialistas entre as empresas. Como o setor é estratégico durante períodos de crise, a demanda pela área cresce e as empresas sentem mais dificuldades.

Outra questão abordada na pesquisa está relacionada à formação dos candidatos. Antes as companhias reuniam profissionais especializados em áreas específicas como tributos, auditoria e controladoria. Com o agravamento econômico e a alternativa de enxugar os quadros, as organizações querem um colaborador completo, que tenha uma visão mais ampla para atuar em várias áreas.

Para trabalhar com finanças, o profissional precisa ter aptidão para seguir normas, atuar o tempo todo sob pressão e trazer resultados a curto prazo. Cursos de especialização e MBAs no Brasil e no exterior são cada vez mais exigidos para altos executivos do setor.

Uma alternativa para criar um ambiente favorável à formação de novos talentos está no desenvolvimento da educação financeira entre os jovens. Uma pessoa ciente dos conceitos e da importância de gerir as finanças pessoais terá mais condições de se interessar e aprofundar-se no tema. Na semana passada, o CIEE promoveu a Semana de Educação Financeira, em parceria com o Banco Central, com o objetivo de estimular os jovens e seus familiares para a consciência sobre a gestão dos orçamentos. O programa contou com espetáculos de teatro, palestras de conscientização, exposição e treinamentos de instrutores. Dessa forma, o CIEE acredita estar ajudando às novas gerações a assumir uma postura mais saudável em relação às finanças e, quem sabe, abrir oportunidades para a formação de novos talentos no setor.
 

FOLHAGERAL

da redação

Além de

proporcionar a integração das famílias da redondeza, as praças são espaços públicos de convivência e lazer. Elas contribuem significativamente em favor da saúde e da qualidade de vida das pessoas. É por isto que em várias cidades do mundo – e do Brasil – há praças bem cuidadas pelo poder público, por empresas e por grupos comunitários.

Pensando

no bem-estar da população jalesense, o secretário de Planejamento, Desenvolvimento Econômico e Mobilidade Urbana, engenheiro Nilton Suetugo, reuniu-se na segunda-feira (dia 15) com as arquitetas Daniela Alvizi Amaral, Fabiana Toyoda Scandelai e Marta Pádua Franco, que se propuseram a realizar – de forma voluntária – projetos de revitalização de praças públicas na cidade (foto).

As arquitetas
vão elaborar um projeto de revitalização da praça Dr. Euphly Jalles de forma gratuita, como gesto de cidadania. O projeto de revitalização da praça deve aproximar-se do modelo original, sem aqueles banquinhos de madeira fora do contexto histórico.

Além de
a Praça Dr. Euphly Jalles sustentar o nome do fundador da cidade, foi um cartão postal da cidade quando era bem cuidada. Mas há tempos vem sofrendo vergonhoso abandono pelo Poder Público Municipal. Falta de recursos, no caso, não pode ser alegada.

Na cidade
de São Paulo, o novo prefeito João Dória anunciou que vai dar mais agilidade ao Programa "Adote uma Praça", que permite a conservação de áreas verdes da cidade por pessoas físicas e jurídicas. O objetivo é ampliar as 400 praças adotadas atuais para 5.000 áreas verdes em todas as regiões da cidade.

Belo Horizonte
é outra cidade que valoriza suas praças. Nos dias 05 de junho (Dia Mundial do Meio Ambiente) finaliza um concurso que identifica as áreas verdes mais bem cuidadas da cidade, prestigiando empresas, pessoas e equipes da prefeitura envolvidas na manutenção.

Quem sabe
agora a Prefeitura e a Câmara possam se articular com a comunidade para instituir programas que visem a revitalizar das praças da cidade. E mais tarde estendam os benefícios para a arborização de toda a cidade.

Na Bahia,
em Vitória da Conquista, um vereador tornou público seu primeiro salário (R$ 12.025,40) e o primeiro salário da sua assessoria (R$ 11.400,00), recebidos em janeiro de 2017. Colocou num outdoor (aquela placa grande usada em propagandas). Isso mostra o tanto que os políticos estão pressionados pela população.

Os vereadores
jalesenses se reuniram com o prefeito Flávio Prandi (DEM), na tarde de segunda-feira (dia 15), na sala de reuniões da Câmara Municipal. Eles discutiram assuntos importantes ao município. Dentre os quais, eventuais mudanças na coordenação das creches municipais e necessidade de ampliação do número de vagas para crianças com até três anos de idade.

Na ocasião,
o prefeito falou da necessidade de realocação de servidores "inclusive na área da saúde para unidades com maior demanda de atendimento". Também discutiu sobre necessidade de exoneração de funcionários que ocupam cargos de livre nomeação, e convocação de efetivos, visando cumprir um acordo firmado com o Ministério Público em 2015.

O município
de Sales (próximo de Adolfo e Sabino), às margens do rio Tietê, com pouco mais de 5 mil habitantes, poderá receber já este ano cerca de R$ 650 mil (valor anual) para fomentar o turismo. Isso porque os deputados da Assembleia Legislativa aprovaram nesta terça-feira (dia 16) projeto de lei que classifica o município de Sales como de interesse turístico.

A vereadora (foto)

suplente Maria Novaes Grégio (Sd), conhecida como "Maria do Boca", que obteve 147 votos e o 14º lugar no geral, assumiu nesta segunda-feira (dia 15) a vaga do vereador cassado Donizeti Mussato (Sd), na Câmara Municipal de Urânia.

Mussato recorreu
junto ao TRE-SP da sentença do juiz eleitoral da 152ª Zona Eleitoral, que acatou a representação do Ministério Público Eleitoral por captação ilícita de sufrágio (compra de votos) no pleito de 2016, cassando o seu diploma de eleito.

Numa
reunião entre vereadores com funcionários da Secretaria Municipal de Saúde e Sucen quase voa penas para todo quanto é lado.

Tanto Deley
como Pintinho, autores do projeto de lei, afirmam que o projeto foi apresentado em atendimento a reivindicação de moradores para controle dos escorpiões nas residências.

O diálogo
foi sobre o projeto aprovado pelos vereadores que permite a criação de galinhas em imóveis residenciais, na área urbana do município de Jales. Na reunião ficou definido que os órgãos municipais apresentarão uma contraproposta para combate aos escorpiões. Nada como um bom diálogo para se resolver os problemas enfrentados pela população.

Remodelação

Reginaldo Villazón

No mundo, investidores imobiliários enfrentam o desafio de erguer novos edifícios – industriais, comerciais e residenciais – dentro de padrões elevados de sustentabilidade. Fugir deles, significa abrir mão de responsabilidades e vantagens, como economia de água, energia elétrica e custos de manutenção. E, mais, do conforto ambiental. O Brasil conta com mais de 1.000 edifícios com selo internacional de sustentabilidade e ocupa o quarto lugar numa lista de mais de 140 países.

Embora as discussões sobre a sustentabilidade tenham se concentrado nos modernos edifícios, a renovação sustentável foi experimentada com sucesso em antigos edifícios com a finalidade de melhorar o desempenho ambiental, o bem-estar das pessoas e a harmonia com o espaço urbano. Caso exemplar foi a renovação de um edifício residencial histórico em Felixdorf, na Áustria. A parte externa foi preservada (restaurada). O interior ficou moderno, impecável em todos os aspectos.

Nesta época – marcada por transformações sociais, econômicas e tecnológicas –, a necessidade de atualização dos edifícios se expande para todos os tipos de imóveis. Engenheiros, arquitetos e urbanistas passam a projetar idéias novas para atender proprietários de casas, lojas e prédios. Não importa o nível construtivo dos imóveis; não importa a região onde estão localizados: centro, periferia, condomínio ou favela. Toda remodelação – viável e recomendável – deve ser realizada.

Nos Estados Unidos, hoje a remodelação residencial é um segmento importante da construção civil. Na maioria dos casos, remodelação residencial não significa uma modificação total das residências. Ela pode ser aplicada numa parte da casa (escritório, cozinha ou banheiro) ou num sistema (elétrico, hidráulico ou de drenagem). Porém, em qualquer caso, ela não é apenas uma reforma, mas uma renovação que segue os novos padrões de técnica, segurança e sustentabilidade.

Quem está contente na sua casa e no seu bairro, deve pensar na remodelação residencial por etapas – de acordo com sua comodidade e finança –, visando desfrutar de segurança, conforto e economia numa casa atualizada. Ainda que cada etapa seja pequena, é imprescindível que seja bem orientada. Um sistema hidráulico bem planejado proporciona praticidade e economia. Os degraus necessários, bem instalados e providos de corrimão, afastam receios e acidentes.

As mudanças que impulsionam o desenvolvimento geral devem começar dentro de cada um de nós, ampliando nossa consciência, elevando nossas aspirações, fortalecendo nossas responsabilidades, aprimorando nossos sentimentos e relacionamentos com pessoas, bichos, plantas e coisas. Nós nos valorizamos e valorizamos que está em nossa volta. Ao observarmos o mundo, lamentamos os contratempos; mas temos a reconhecer que estão acontecendo muitas mudanças positivas.

Jovens brilhantes

José Renato Nalini
secretário estadual de Educação

É um orgulho para a gente bandeirante constatar que a Escola Pública produz estudantes afeiçoados à Ciência, campo em que se mostra mais urgente e necessária a aceleração do empenho dos responsáveis pela educação. A Feira de Ciências promovida pela Secretaria de Estado da Educação está em sua quarta edição e já lançou o projeto da quinta, para o ano de 2018.

A premiação dos vencedores da 4ª Feira evidenciou talentos que despontam como promessa de consistente alavanca no aprofundamento da pesquisa e eloquente criatividade de alunos da Rede Pública Estadual.

O prêmio Revelação coube ao aluno Lucca de Lima Picarelli Gonçalves, orientada por sua professora Carolina Miranda Ferreira Bueno, na Escola Estadual Profª Augusta do Amaral Peçanha, de Bragança Paulista. O projeto desenvolvido foi uma prótese equina, protótipo que se ajusta aos movimentos das patas dianteiras, fazendo com que a pata saudável auxilie a pata doente. Solução gerada pelo interesse de alguém ligado ao equino, espécie de extrema valia e proximidade com o ser humano.

Os ganhadores dos cinco prêmios selecionados dentre os 30 finalistas foram: em 5º lugar, Guilherme Barbosa Marcondes, orientado pelo professor Márcio Gledson da Silva Hernandes, da Escola Estadual Afonso Cáfaro, de Fernandópolis, com o projeto introdução do triturado de PET na produção de massa de cimento. Em 4º lugar, Giovanna Rodrigues e Letícia Garcia, alunas do professor Edson Amorim, da Escola Profº Gabriel Pozzi, de Limeira. Elas desenvolveram um sistema de repelente de gengibre em pó, eficiente contra a saúva, mas inofensivo para a vegetação.

Em 3º lugar, foram premiadas a aluna Poliana Hilário e a professora Nidinalva Tamácia da Silva, da Escola Estadual Profª Maria Dolores Veríssimo Madureira, de São José dos Campos. A estudantes conseguiu fazer uma embalagem biodegradável a partir de casca de banana. Já o projeto medidor cardíaco para sonâmbulos desenvolvido pela estudante Nathália Souza de Oliveira, sob orientação do professor Rafael Assenso, da Escola Estadual Alexandre Von Humboldt, da capital, ficou em 2º. Finalmente, em primeiro lugar, ficaram os estudantes Bruno Gaspar e Wesley Oliveira, supervisionados pelo professor Marcos Malaquias, da Escola Estadual Profª Adelaide Maria de Barros, de Mogi das Cruzes. O projeto foi um aplicativo para gerenciamento de resíduos domésticos.

Os dois primeiros lugares representarão São Paulo em Feiras Internacionais. O importante é que existe criatividade, engenhosidade, empreendedorismo e audácia em alunos da Rede Pública. A Escola Estadual está cumprindo sua missão, a despeito das dificuldades, das vicissitudes e da lamentável policrise em que o Brasil mergulhou.

Encontrar soluções factíveis para problemas concretos, enfrentados na rotina dos jovens alunos, é o desafio lançado para uma Nação que precisa de muita inovação para enfrentar o cataclismo global. Anima os educadores e responsáveis pelo verdadeiro desenvolvimento da Nação assistir ao entusiasmo com que esses jovens brilhantes se propõem a fazer a diferença, ofertando o seu talento para tornar o mundo melhor.

Palavras de Allan Kardec

 
Allan Kardec - Os Espíritos são bons ou maus por natureza, ou são eles mesmos que procuram melhorar-se?

Os Espíritos - Os Espíritos mesmos se melhoram; melhorando-se, passam de uma ordem inferior para uma superior.

Allan Kardec - Uns Espíritos foram criados bons e outros maus?

Os Espíritos - Deus criou todos os Espíritos simples e ignorantes, ou seja, sem conhecimento. Deu a cada um deles uma missão, com o fim de os esclarecer e progressivamente conduzir à perfeição, pelo conhecimento da verdade e para os aproximar Dele. A felicidade eterna e sem perturbações, eles a encontrarão nessa perfeição. Os Espíritos adquirem o conhecimento passando pelas provas que Deus lhes impõe. Uns aceitam essas provas com submissão e chegam mais prontamente ao seu destino; outros não conseguem sofre-las sem lamentação, e assim permanecem, por sua culpa, distanciados da perfeição e da felicidade prometida.

Allan Kardec - Segundo isto, os Espíritos, na sua origem, se assemelhariam a crianças, ignorantes e sem experiências, mas adquirindo pouco a pouco os conhecimentos que lhes faltam, ao percorrer as diferentes fases da vida?

Os Espíritos - Sim, a comparação é justa: a criança rebelde permanece ignorante e imperfeita; seu menor ou maior aproveitamento depende da sua docilidade. Mas a vida do homem tem fim, enquanto a dos Espíritos se estende ao infinito.

O Livro dos Espíritos perguntas 114 a 115-a

Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da "Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.

Simpósio na Alesp discute os rumos da Polícia Judiciária

A Assembleia Legislativa sediou nesta quinta-feira, 18 de maio, uma discussão sobre o futuro da polícia judiciária. Delegados, desembargadores, juízes, professores e sindicalistas demonstraram preocupação com a autonomia institucional das polícias e o modelo de segurança pública desejado. A situação da corporação foi contextualizada na atual situação econômica e política do país.

A presidente do Sindpesp, Raquel Kobashi Gallinati (foto), afirmou que o sindicato ouviu dos delegados os principais problemas que enfrentam e suas reivindicações para, a partir daí, orientar as discussões e propor ações que efetivamente representem a categoria.

O I Simpósio Sindpesp "Novos rumos da polícia judiciária" foi uma iniciativa do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo e contou com a presença dos deputados Delegado Olim (PP) e Itamar Borges (PMDB), que manifestaram apoio à categoria.

Entre os convidados, estiveram Youssef Abou Chain, delegado geral de Polícia do Estado de São Paulo; Julio Gustavo Vieira Guebert, delegado geral adjunto de Polícia do Estado de São Paulo; Abrahão José Kfouri Filho, ex delegado geral de Polícia do Estado de São Paulo e Ivana David, desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Simpósio de Tecnologia da Fatec Jales promove reflexão sobre tecnologia e inovação

 
Tecnologia e Inovação foi o tema do I Simpósio de Tecnologia da Faculdade de Tecnologia "Prof. José Camargo"- Fatec Jales, evento realizado como parte da programação de comemoração dos 10 anos da instituição, que, certamente, fez jus a tantas conquistas obtidas na última década, como o oferecimento de quatro cursos superiores, de extrema relevância nos tempos atuais

De 15 a 17 de maio, palestras por profissionais renomados, minicursos e apresentação de comunicações orais e pôsteres mostraram não somente o envolvimento dos participantes no desenvolvimento de pesquisas direcionadas à tecnologia e à inovação, mas o potencial da Fatec Jales nesse sentido, isto é, no oferecimento de cursos comprometidos com a ciência, criatividade, inovação e com a tecnologia, aliadas às necessidades das empresas.

Na abertura do simpósio, no Centro Cultural Dr. Edílio Ridolfo, o renomado professor Dr. Luis Fernando A. Guedes falou sobre inovação e criatividade em todas as áreas, destacando o papel delas na criação do futuro. Nos outros dois dias, os cursos de Agronegócio, Gestão Empresarial e Sistemas para Internet programaram atividades específicas, o que, na prática, foi responsável por um frutífero diálogo entre os participantes nos bastidores devido à importância das questões abordadas, como a internet das coisas, uso de drones na agricultura, Big Data, realidade aumentada, crimes digitais, competências inovadoras para o mercado de trabalho, equipe motivada, como vender mais em tempo de crise, entre outras.

É por todo esse caloroso e produtivo debate promovido em todos os dias do evento que a direção da Fatec Jales agradece a toda a comissão organizadora, a todos os palestrantes e participantes, na certeza de que o crescimento de uma instituição só é possível mediante o engajamento de todos em objetivos comuns e, certamente, mediante a criatividade, tecnologia e inovação!

Kazuto questiona propriedade de campo no Jardim Arapuã

O vereador Fábio Kazuto (PSB), apresentou um requerimento ao prefeito Flávio Prandi (DEM) na sessão ordinária de segunda-feira (15), solicitando informações a quem pertence a área onde está localizado antigo campo de futebol no jardim Arapuã.

O vereador Kazuto já havia feito a mesma solicitação no início do mês de abril e, segundo resposta do prefeito Flávio Prandi, o imóvel pertence ao Estado de São Paulo, como indicado na matrícula de n.º 10.676;do Cartório de Registro de Imóveis.

No entanto, a dirigente regional de ensino Marlene Medaglia Cavalheiro Jacomassi, em 4 de janeiro do ano passado, segundo consta do requerimento apresentado pelo vereador, em resposta a um ofício encaminhado pelo cidadão Nivaldo Gonçalves Rezende, para a sua apreciação, informou que a área "não pertence ao Estado e sim ao Município de Jales"

Diante essa dúvida, o vereador Kazuto está novamente solicitando ao prefeito Flávio Prandi que determine "seja feito novo levantamento para confirmar a quem pertence à área na qual está localizado o campo".

O documento foi aprovado por unanimidade e encaminhado ao Poder Executivo, que tem até 15 dias úteis para enviar resposta ao Legislativo.

Evangelizar sem temer perseguições

Dom Reginaldo Andrietta,
Bispo Diocesano de Jales

Frente aos ataques que a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, em particular alguns bispos, têm sofrido por causa de seus posicionamentos em defesa do que é justo, hoje, neste país, demonstrando nossa solidariedade, principalmente com os que são vítimas de políticas públicas que lhes retiram direitos, são oportunos alguns esclarecimentos, de modo especial, a respeito da missão profética dos bispos.

O Concílio Vaticano II, na introdução da Constituição Pastoral Gaudium et Spes (Alegria e Esperança) sobre a Igreja no Mundo Atual, diz que: "As alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos homens de hoje, sobretudo dos pobres e de todos aqueles que sofrem, são também as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo; e não há realidade alguma verdadeiramente humana que não encontre eco no seu coração".

Cristo, com seu coração misericordioso, "ao ver as multidões, sentiu grande compaixão, pois estavam aflitas e desamparadas, como ovelhas sem pastor (cf. Mt 9,36). Inspirados nele, não somos indiferentes. Manifestamos nossa solidariedade para com o povo que Ele nos confiou, encorajando-o a continuar se organizando, agindo coletivamente e se manifestando de modo pacífico em defesa de seus direitos e de sua dignidade. Não o fazemos por ideologia, senão por amor pastoral.

No entanto, frequentemente, pessoas mal-intencionadas, revestidas até mesmo de religiosidade, dizem aos bispos o que podemos ou não dizer à sociedade, atacando-nos publicamente de maneira grosseira, associando-nos a um ou outro grupo político, pretendendo desacreditar o profetismo nosso e de toda a Igreja. Não faltam os que pretendem nos calar de modo violento, como fizeram com Dom Oscar Romero, Bispo de El Salvador, assassinado em 1980.

As vozes proféticas não agradam, como Jesus não agradou, sendo injustamente condenado. Nem por isso ele deixou de expressar compaixão por seus algozes. "Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem" (Lc 23,34). Assim clamou a Deus, demonstrando a força do amor divino no seu coração humano. Inspirados por este mesmo amor, dizemos como o apóstolo Paulo: "o amor de Cristo é que nos impulsiona" (2Cor 5,14). Por isso, não recuamos.

Paulo escreve a Timóteo, bispo de Éfeso, dizendo: "Proclame a Palavra, insista no tempo oportuno e inoportuno" (2Tm 4,2). Agrade ou desagrade, nossa missão de bispos é de educar, ensinar e orientar. Por isso nos manifestamos, sem nos considerar perfeitos e sem impor verdades, afinal Jesus é "o Caminho, a Verdade e a Vida" (Jo 14,6). A ele servimos, colocando-nos a serviço do bem comum, a partir dos mais necessitados, sinalizando o Reino de Deus por ele anunciado e inaugurado.

Evangelizar é nossa missão. Nós a realizamos em sintonia com Cristo que aplicou a si as palavras do profeta de Isaías: "O Espírito do Senhor está sobre mim, porque me consagrou para anunciar a Boa Notícia aos pobres; enviou-me para proclamar a libertação aos presos e aos cegos a recuperação da vista; para libertar os oprimidos, e para proclamar um ano de graça do Senhor (Lc 4,18-19)". Deus nos dê a graça de testemunhar essa missão libertadora de Cristo, sem temer perseguições.
 

Jalesense ministra curso de Psicologia Criminal em Recife

 
O professor e pesquisador do Núcleo de Pesquisa e Extensão em Direito do Unibave (SC), Flavio Rodrigo Masson Carvalho, no sábado, 13 de maio, ministrou um Curso de Psicologia Criminal na cidade de Recife (PE). O curso foi destinado aos estudantes de Psicologia e Direito, Oficiais da Polícia Militar e Polícia Civil, profissionais da área da saúde mental e assistência social, e pessoas interessadas no campo da psicologia criminal. O evento foi no Hotel Jangadeiro, localizado à Avenida Boa Viagem, no bairro do mesmo nome Boa Viagem.

O professor Flávio Carvalho abordou assuntos como os conceitos de psicologia criminal, tipologia das vítimas, características de um investigador criminal, personalidade de um criminoso, entre outros.

Flávio é psicanalista, professor de Psicologia Jurídica no Unibave e diretor da Associação Latino-Americana De Psicologia Jurídica e Forense – ALPJF no Brasil. Os próximos cursos que o professor ministrará serão em Fortaleza, Belo Horizonte, Campo Grande e Cuiabá. Flávio escreve semanalmente neste jornal.