Páginas

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Pequenos estabelecimentos varejistas amenizam crise no mercado de trabalho formal de Lins, aponta estudo inédito

Dados, que serão apresentados por Sincomércio de Lins e FecomercioSP nesdta quinta-feira, 10 de agosto, mostram que empresas com até 4 empregados têm gerado mais trabalho formal no varejo local

Nesta quinta-feira (10/08), o Sindicato do Comércio Varejista de Lins apresentará à imprensa um estudo inédito que aponta o desempenho do mercado de trabalho do comércio varejista da cidade.

Em junho, o destaque ficou por conta dos estabelecimentos varejistas de pequeno porte, com até 4 empregados, que fecharam o mês com 6 postos de trabalho abertos na cidade, resultado puxado, principalmente, pelo segmento de materiais de construção. A geração de emprego nas pequenas empresas foi melhor do que o geral do setor, que fechou 14 vagas de trabalho formal no período.
As informações foram apuradas pela assessoria econômica da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho.

A pesquisa identificou que, tanto no mês de junho quanto no acumulado do ano ou em 12 meses, as empresas com até 4 empregados registraram geração de emprego formal superior aos demais portes. Tal desempenho demonstra que os estabelecimentos comerciais de menor porte impulsionaram a geração de vagas no setor varejista.

A análise traz, ainda, dados sobre a geração de emprego formal em todas as atividades do comércio varejista da cidade, segmentando-os por porte das empresas em diferentes períodos.

O estudo será apresentado a presidentes de sindicatos patronais do comércio durante a reunião mensal da Coordenadoria Sindical Norte da FecomercioSP. O encontro ocorrerá no Hotel Palace Cristal, localizado à Rua Luiz Gama, 1771, Bairro Xingu, em Lins.

O atendimento à imprensa será realizado das 13h30 às 14h. Estarão disponíveis para entrevistas o presidente do Sindicato, Luiz Carlos Gardini, e um economista da FecomercioSP. Na ocasião, os jornalistas presentes terão acesso ao material completo da pesquisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário