Páginas

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Aluno é premiado por analisar efeitos de drogas contra o câncer

Pós-graduando do IB foi um dos destaques em Reunião da Sociedade Brasileira de Bioquímica

Mais um aluno do Instituto de Biociências (IB) da Unesp, campus Botucatu, é reconhecido por seu trabalho em um tradicional evento científico. Desta vez, o mestrando Giordano Bruno Sanches Seco (foto), de 24 anos, do programa de pós-graduação em Ciências Biológicas (Genética), foi premiado como melhor pôster, na categoria "Ômicas", na 46ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular, realizada em Águas de Lindóia, de 27 a 30 de julho passado.
O trabalho apresentado, “Avaliação de Antineoplásicos do Projeto Toxicogenômico Japonês: Diferenças de Experimentos In Vitro e In Vivo", está centrado em verificar as diferenças na realização de análises de grupo de drogas utilizado ao tratamento de câncer [ciclofosfamida, etopósido e lomustina]. O objetivo desta premiada pesquisa é avaliar se as drogas demostram os mesmos efeitos em tecidos isolados e no organismo como um todo.
O Projeto Toxicogenômico Japonês foi criado em 2002, envolveu 17 empresas farmacêuticas e 131 drogas testadas em fígados e rins de humanos (in vitro) e rattus norvegicus (in vivo) e (in vitro). Os dados obtidos foram disponibilizados na sua maioria somente para o fígado, órgão que serviu como base a todas as análises feitas pelo aluno do IB.
foto abaixo - Premiação ocorreu durante 46ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular
divulgação                                                 


Base para a indústria farmacêutica
Apesar de ainda serem embrionários, os testes feitos por Seco podem futuramente servir de base para o melhoramento de outras drogas testadas, bem como suas respectivas dosagens. Conforme explica o Prof. Dr. José Luiz Rybarczyk-Filho, do Departamento de Física e Biofísica do IB, orientador do pós-graduando, as empresas farmacêuticas testam as drogas com diferentes dosagens antes de ir para o mercado.
No primeiro momento são testadas amostras em tecidos isolados, seja em um animal ou humano. Depois num modelo animal, e em seguida, apenas em humanos. Caso a droga se mostre tóxica, a mesma não irá para o mercado. Os resultados realizados dentro do Instituto de Biociências sugerem que existe grande similaridade entre os estudos in vitro, do homem e do rato. Notou-se também que, em geral, os processos biológicos encontrados na comparação “homem e ratos” têm relação com o mecanismo de ação da droga.
“O etopósido, por exemplo, que age como um inibidor da topoisomerase (enzima), apresentou processos biológicos envolvidos com a divisão e replicação celular, além da conformação do DNA em ambos os métodos testados. Mais interessante ainda é que alguns processos biológicos são comuns a ambos os métodos na comparação homem e rato. Mesmo com métodos, que se utilizam de abordagens muito diferentes, para determinar processos biológicos alterados”, enfatiza Rybarczyk.
“Estudos como esse podem ser de grande interesse no desenvolvimento de remédios para o tratamento de câncer, pois podem determinar quais processos biológicos se mostram mais alterados em estudos in vitro. E juntamente com o conhecimento de como traduzir esses resultados para estudos in vivo, seria possível gerar diminuição no número de hipóteses a serem testadas no desenvolvimento de uma droga, o que acarreta em menos animais sacrificados e diminuição de custos”, complementa o professor.

Conselho Fiscal da Santa Casa aprecia as contas do primeiro semestre de 2017

Encontro para análise dos balanços contábeis aconteceu na sala do EducaSUS do hospital
Em Reunião do Conselho Fiscal da Santa Casa de Misericórdia de Marília, a administração apresentou as contas do primeiro semestre de 2017, no dia 25 de julho, na sala do EducaSUS. Na oportunidade, os conselheiros analisaram os balanços contábeis e fizeram considerações importantes no sentido de verificar os resultados e apontar soluções para possíveis ajustes necessários para garantir uma boa saúde financeira do hospital.
O Conselho Fiscal é um órgão obrigatório por lei, mas na Santa Casa os seus membros são muito atuantes. "Encontros bimestrais são realizados trazendo resultados econômicos, fluxo de caixa, demonstrações contábeis e  acompanhamento orçamentário. É um apoio importante que a direção do hospital tem e muitas vezes este colegiado nos ajuda na tomada de decisões a partir de experiências que são compartilhadas", explanou o diretor administrativo do hospital, João Luís Castro Vellucci.

Issei Sakamoto, que atua há mais de 12 anos no Conselho Fiscal, ressaltou que a instituição é uma das mais conceituadas Santas Casas do Brasil. "Sabemos das dificuldades, principalmente no que diz respeito aos repasses do Poder Público, mas a diretoria vem fazendo um excelente trabalho com a captação de recursos, seja através de emendas parlamentares ou de doações da sociedade".
O conselheiro José Geraldo Garla disse que é importante acompanhar os resultados econômicos da Santa Casa. "Desta forma podemos ver o que está sendo positivo para a instituição e o que pode ser melhorado. Estas ações mostram a transparência da gestão do hospital. Posso dizer que estamos no caminho certo".
O também membro do Conselho Fiscal João Paulo de Souza salientou que através destes balanços é possível fazer uma leitura das receitas e despesas do hospital. "Este gerenciamento dos recursos faz com que exista um controle adequado das finanças. A Santa Casa conta com uma gestão profissional e por estar com as suas obrigações em dia está apta a receber doações. Acredito que esta sintonia entre a Direção e o Conselho Fiscal é um fator extremamente positivo".
De acordo com o conselheiro Paulo Teixeira, é louvável o esforço da direção da Santa Casa para a conquista de recursos para investimentos. "Sabemos das dificuldades enfrentadas e ficamos satisfeitos em acompanhar esta grande administração que vem sendo feita, sempre com muita seriedade".               
O conselheiro João Gonçalves fez questão de destacar o equilíbrio econômico do hospital. "No momento a Santa Casa está com as contas bem equilibradas, mesmo com as dívidas existentes. O mais importante é que os pagamentos estão sendo efetuados. Com a gestão eficiente que existe, o resultado é a prestação de serviços de qualidade à população".   
Fonte: Assessoria de Imprensa - www.santacasamarilia.com.br  

Mantida prisão preventiva de ex-prefeita de Ribeirão Preto (SP)

 

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), indeferiu pedido de liminar no qual a defesa da ex-prefeita de Ribeirão Preto (SP) Darcy da Silva Vera buscava a revogação de sua prisão preventiva. Ela é acusada de participação em organização criminosa que seria responsável pela prática de 43 crimes de corrupção passiva e de apropriação indébita que resultaram no desvio de mais de R$ 45 milhões dos cofres municipais entre 2008 e 2016, quando foi prefeita da cidade. A decisão da ministra foi tomada no Habeas Corpus (HC) 145039.
A defesa questiona acórdão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que negou HC lá impetrado, mantendo a prisão preventiva. Aquela corte, com base em sua jurisprudência e do Supremo, considerou válida a decretação da prisão de membros de suposta organização criminosa, especialmente quando se tratar de pessoa que tenha posição de destaque no grupo, quando justificada na necessidade de diminuir ou interromper as atividades delitivas. Entendeu ainda que a acusada não faz jus à prisão domiciliar, pois não ostenta idade avançada tampouco qualquer doença crônica grave que exija cuidados especiais ou específicos e inviáveis de ser atendidos dentro do sistema penitenciário.
No HC impetrado no Supremo, a defesa alega que o decreto prisional foi baseado em meras conjecturas acerca da prática delitiva e da gravidade abstrata das condutas. Sustenta a existência de circunstâncias favoráveis à sua cliente, como primariedade, bons antecedentes, residência fixa e família constituída. Requereu assim a revogação da prisão preventiva e, sucessivamente, a substituição por medidas cautelares diversas, previstas no artigo 319 do Código de Processo Penal (CPP).
Decisão
Em exame preliminar do caso, a ministra Rosa Weber não verificou constrangimento ilegal na decisão questionada. Segundo a relatora, o acórdão do STJ encontra-se fundamentado, apontando as razões de seu convencimento quanto à manutenção da segregação cautelar da acusada. “Em análise de cognição sumária, não detecto a presença dos pressupostos autorizadores da concessão da medida liminar”, afirmou.
Em sua decisão, a ministra solicitou ainda informações ao Tribunal de Justiça de São Paulo sobre o processo em questão e determinou que, em seguida, se abra vista dos autos ao Ministério Público Federal.
AR/AD

Caixa reduz limites de financiamento para imóveis novos e usados

 

Mariana Branco - Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro - A presidenta Dilma Rouseff inaugura mil imóveis do programa Minha Casa Minha Vida nos condomínios Mikonos e Santorini, em Santa Cruz (Fernando Frazão/Agência Brasil)
Imóveis novos e usados têm financiamento reduzido (Fernando Frazão/Agência Brasil)
A Caixa Econômica Federal (Caixa) reduziu os limites de financiamento para imóveis novos de 90% para 80%, e usados de 70% para 60%.
A mudança abrange financiamentos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) - programa Minha Casa, Minha Vida e linhas Pró-Cotista e CCFGTS - e do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE).
Segundo nota da Caixa, o objetivo é a “adequação em relação à política de alocação de capital do banco”. A instituição disse ainda que menos de 10% dos clientes que procuram o banco para realizar operações de financiamento serão afetados.
Nos financiamentos via FGTS regulados segundo a tabela SAC, caiu de 90% para 80% o limite para imóveis novos pelo Minha Casa, Minha Vida, Pró-Cotista e CCFGTS.
Ainda na tabela SAC, caiu igualmente de 90% para 80% o limite financiado com recursos do SBPE para imóvel novo, adjudicado, construção em terreno próprio ou aquisição de terreno e construção (servidor público) e imóvel adjudicado (demais clientes).
Por fim, em financiamentos regulados pela tabela Price, o limite para financiar imóvel usado caiu de 70% para 60% no Pró-Cotista e de 80% para 70% no CCFGTS.
 

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Modelo de Rondônia tem fotos inéditas liberadas

 


Nesta quarta-feira, 16 de agosto, o Bella da Semana (www.belladasemana.com.br) publica a terceira parte do ensaio da modelo Tynah Gomes.
A loira, natural de Rondônia (RO) e moradora de Curitiba (PR), foi um dos presentes de aniversário do site aos assinantes em fevereiro deste ano, quando comemorou 16 anos no ar.
Se tivesse um poder especial, a loira gostaria de ter o poder da felicidade. "Gostaria de proporcionar momentos felizes a todas as pessoas".
Estudante de Ciências Contábeis, Tynah curte dançar em frente ao espelho quando ninguém está olhando.

Para ela, o melhor do sexo são as preliminares – que, preferencialmente, devem ser feitas com calma e muito carinho. Se nada fosse impossível, ela acabaria com a fome mundial e o fim de semana perfeito é "aquele com a pessoa amada em uma ilha, cheio de muito amor e prazer".

Hospital de Câncer de Barretos lança "Atlas do Tabaco" em parceria com a American Cancer Society

Objetivo é conscientizar a população a respeito dos perigos do consumo de cigarro e alertar sobre as armadilhas da indústria tabagista
São Paulo, agosto de 2017 - Em parceria com a Sociedade Americana de Câncer (American Cancer Society) e com a Fundação Mundial do Pulmão (World Lung Foundation), o Hospital de Câncer de Barretos (HCB) lança hoje, 16 de agosto, o primeiro Atlas do Tabaco em língua portuguesa. Disponível gratuitamente para download no site “www.atlasdotabaco.com.br”, o Atlas foi criado com o objetivo de conscientizar a população, sobretudo os mais jovens, a respeito dos perigos do consumo de tabaco, as doenças associadas e as armadilhas da indústria do tabaco.
"O HCB foi convidado para traduzir o Atlas do Tabaco. Espera-se que a publicação seja divulgada amplamente no Brasil e utilizada como material de apoio nas escolas, levando informação às crianças e aos adolescentes. Se quisermos um dia ter o mundo livre do tabaco, não bastará implantar políticas governamentais austeras. É preciso também conscientizar o maior número de pessoas sobre o assunto. O aforismo ‘educar é prevenir’ nunca foi tão exato em sua essência, descrevendo com sabedoria o caminho que devemos seguir para controlar, combater e erradicar o tabagismo no mundo", afirma Dr. José Humberto Tavares Guerreiro Fregnani, diretor executivo do Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital.
Junto do lançamento do Atlas do Tabaco, ocorre a divulgação dos finalistas do 5º Concurso de Redação do Hospital de Câncer de Barretos, apoiado pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. O concurso teve como tema: “Tabagismo: qual é a verdade sobre o câncer por trás da fumaça?”. “Foi o momento ideal para propormos aos jovens uma dupla reflexão – pensar no problema para participar do concurso e ponderar as informações do Atlas”, relata o diretor.
Dividido em quatro tópicos (“Danos causados pelo tabaco”, “Produtos e usos”, “Indústria” e “Soluções”), o Atlas traz 86 páginas bem ilustradas que mostram claramente os malefícios do tabaco, as estratégias da indústria para superar as barreiras impostas pela legislação e os caminhos para o mundo livre do tabagismo.
Alguns destaques importantes da publicação:
  • O tabaco matou 100 milhões de pessoas no século XX, número muito superior ao número de mortes provocado pelas primeira e segunda guerras mundiais juntas. Se os padrões atuais continuarem, ocorrerão 1 bilhão de mortes no século XXI. 
  • O hábito de fumar é responsável por graves crises de saúde pública. China e Índia, por exemplo, que possuem altas taxas de tabagismo, registram 40% dos casos de tuberculose no mundo. 
  • A fumaça do cigarro tem mais de 7.000 produtos químicos, dos quais, centenas são tóxicos e afetam negativamente quase todos os órgãos do corpo humano. 
  • O aumento de preços e impostos sobre o cigarro é uma das medidas mais eficazes de controle do tabaco. O impacto positivo desse aumento de impostos se multiplica quando as receitas geradas são investidas em programas de saúde. 
  • As doenças e as mortes relacionadas ao tabagismo criam custos econômicos de US$ 2 trilhões, o equivale a 1,8% do PIB mundial. 
  • Os lucros de 2013 das seis principais empresas de tabaco são equivalentes à soma dos lucros da Coca-Cola, Walt Disney, General Mills, FedEx, AT & T, Google, McDonald's e Starbucks. 
  • Em todo o mundo, 78% dos jovens com idade entre 13 e 15 anos estão expostos ao marketing do tabaco. 
  • A prevalência de tabagismo foi reduzida 5% em 3 anos em países com proibição de propaganda de cigarro. 
Sobre o Hospital de Câncer de Barretos 
Excelência em oncologia, o Hospital de Câncer de Barretos registra 6.000 atendimentos/dia, 100% gratuitos. Acolhe pacientes de todo o Brasil, com profissionalismo e humanização. Com 55 anos de história, o Hospital possui diversas unidades de tratamento e prevenção. Nas cidades de Barretos (SP), Jales (SP) e Porto Velho encontram-se os hospitais que oferecem tratamento para as pessoas que já possuem câncer. 
Já os Institutos de Prevenção, que realizam exames de diagnóstico precoce, estão presentes nas seguintes cidades: Barretos (SP), Fernandópolis (SP), Porto Velho (RO), Ji-Paraná (RO), Campo Grande (MS), Nova Andradina (MS), Juazeiro (BA) e Lagarto (SE) e Campinas (recém-inaugurado). Há projetos em andamento em Macapá (AP) e novas parcerias estão sendo fechadas em Rio Branco (AC) e com o estado de Mato Grosso para a construção de Centros de Prevenção. Já em Palmas (TO), o Hospital de Câncer de Barretos dará início à construção de um hospital para o tratamento da doença. 
Sobre a American Cancer Society
 A American Cancer Society (ACS) é uma organização não governamental presente em mais de 20 países. Atua para prevenir o câncer e ajudar vítimas da doença, realizando pesquisas para encontrar curas e apoiando leis que combatem o câncer, além de convocar pessoas do mundo todo para se unirem por essa luta. 
Sobre a World Lung Foundation 
A World Lung Foundation (WLF) foi criada em 2004 em resposta à epidemia global de doenças pulmonares. Atua para melhorar a saúde em todo o mundo, apoiando pesquisas e desenvolvendo políticas públicas, fornecendo educação para comunidades. 

De narcotraficantes a ursos: a história do homem que cavalgou do Canadá a Barretos

Brasileiro que viajou a cavalo por dois anos lança livro na maior festa da América Latina
Editora HarperCollins Brasil preparou intensa programação de autógrafos da obra Cavaleiro das Américas na Festa do Peão de Barretos

Até onde vale ir por conta de um sonho? Para Filipe Masetti Leite realizar o dele, foram necessários dois anos e 16 mil quilômetros passando por 10 países. Sim, o brasileiro saiu de Calgary, no Canadá, e foi até Barretos, no interior de São Paulo, acompanhado de seus cavalos Frenchie, Bruiser e Dude. Ao longo de inúmeras histórias, Filipe sempre teve uma certeza: nada mais seria como antes ao fim dessa longa viagem.
O sonho de realizar essa jornada vem desde criança quando o brasileiro escutava do pai a história quase mítica do maior caubói de todos os tempos, um homem que cavalgou da Argentina até Nova York para provar que os crioulos eram os cavalos mais resistentes do mundo. As cenas dessa odisseia eram narradas de geração em geração na família de Filipe até que, já adulto, ele descobriu o homem real por trás de seu herói: o professor suíço Aime Tschiffely, que realizou essa jornada na década de 1920. Inspirado pela ousadia e determinação de Tschiffely, Filipe nunca esqueceu o sonho de menino de fazer sua própria expedição.
Foi assim que, em 2012, após anos de preparação, ele partiu do Canadá, local em que morava, para Barretos, no Brasil, onde foi recepcionado por uma plateia de 40 mil pessoas ao fim da viagem. Nesta longa aventura, Filipe e seus cavalos passaram por desertos, rios, estradas, temperaturas diversas, além de terem enfrentado muitas dificuldades, imprevistos e até mesmo o risco de morte.
"Frenchie, com medo da água, entrou em pânico no meio do rio. Em vez de nadar como os outros cavalos, deu uma guinada para voltar à margem, mas em um instante foi arrastado pela correnteza furiosa. Agora nem sequer dava para vê-lo. Meu menino dourado se foi. E se ele se afogar? E se quebrar uma pata nas pedras? E se um crocodilo o pegar?"
Cavaleiro das Américas, lançamento da HarperCollins Brasil, é o relato emocionante dessa jornada mais que inusitada, permeada de desafios, surpresas e muita força de vontade, e das lições e inspirações que ela proporcionou. Cartéis de drogas mexicanos se misturam a pessoas de solidariedade extraordinária, e ao amor incondicional de um caubói por seus cavalos. Em meio a personagens e lições únicas, o leitor vai se sentir inspirado a pensar fora da caixa e não desistir de seus sonhos, por mais improváveis que pareçam.
A obra ainda vem com oito páginas de fotos coloridas que ilustram cenários da jornada de Filipe e seus cavalos, desde o início da viagem até a chegada em Barretos.


SOBRE O AUTOR: Filipe Masetti Leite é jornalista, caubói e aventureiro. Formado em jornalismo pela Ryverson University de Toronto, ele já fez trabalhos para a TV Omni, a Radio CBC e a Globo Internacional. Atualmente escreve para diversas publicações no Canadá e no Brasil, incluindo os jornais Toronto Star e Caledon Enterprise e as revistas Trip e Country Fever no Brasil. Durante a sua longa jornada de dois anos em cima de uma sela, Filipe filmou, editou e publicou 90 episódios de sua viagem, disponíveis agora no site www.outwildtv.com/ journeyamerica. Depois da viagem a Barretos, Filipe levou seus cavalos para conhecer a Terra do Fogo e está sempre em busca de uma nova aventura.

Temer assina decreto que reconhece supermercados como atividade essencial

 

Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil
EBC
O Brasil tem cerca de 89 mil supermercados, com mais de 1,8 milhão de  empregados Arquivo/ABr
O presidente Michel Temer assinou hoje (16) decreto que reconhece o setor supermercadista como atividade essencial da economia.

Com o novo status, o setor passa a ter segurança jurídica para contratar seus funcionários e negociar com prefeituras e sindicatos a abertura dos estabelecimentos aos domingos e feriados, em todo o Brasil.
Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, a mudança da norma atende a uma solicitação feita no ano passado pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras) e é um pleito antigo do setor varejista. Para o ministério, a alteração na legislação melhora o ambiente de negócios, dá mais competitividade ao segmento, permite o crescimento das empresas e, consequentemente, a geração de emprego.
A legislação que reconhece as atividades essenciais da economia brasileira, o Decreto nº 27.048, de 1949, não menciona expressamente supermercados em seu anexo, apenas pequenos mercados, como peixarias e padarias. “Todas essas atividades foram incorporadas ao sistema do supermercados. E o fato de não estarem inseridos no rol de atividades essenciais fazia com que houvesse uma necessidade de negociação para que pudesse exercer sua atividade em domingos, feriados e horários especiais”, disse o secretário de Comércio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcelo Maia.
O secretário explicou que os municípios têm autonomia para legislar e que o funcionamento do varejo está sujeito a negociações, mas agora isso passa a ser legalizado automaticamente. “O decreto evita questionamento na justiça depois. Dá segurança ao supermercadista de poder contratar seu funcionário e alocá-lo para trabalhar em domingos e feriados”, disse Maia. Ele acreescentou que as normas de remuneração dos funcionários seguem a legislação trabalhista.
“Nós estamos modernizando [a legislação], não só em favor dos empresários, mas do povo brasileiro, que quer ir ao supermercado no feriado e nos fins de semana”, disse o presidente Temer, após assinar o decreto.

Para Temer, os atos e reformas do governo federal estão modernizando o ambiente econômico e produtivo para o país voltar a crescer. “E o comércio varejista nos dá uma medida clara de como anda a economia, porque o varejo é o último elo de uma cadeia de produção e distribuição. Do varejo, vai para o cidadão, e os números do setor são expressivos”, disse o presidente.

Ele ressaltou que o comércio varejista teve o terceiro mês consecutivo de aumento. “Significa que as pessoas voltaram a consumir, sinal de que a economia se recupera e volta a gerar empregos.”
De acordo com dados da Abras, os supermercados representam 83,7% da comercialização de produtos de primeira necessidade. Para o presidente da entidade, João Sanzovo, o decreto faz justiça ao setor supermercadista. “Desde seu surgimento em 1953, o setor evoluiu, mas a legislação não acompanhou essa evolução. Agora seremos reconhecidos como atividade essencial que somos. O decreto está fazendo justiça para os consumidores que precisam se abastecer nos feriados e domingos e tínhamos muitos obstáculos para satisfazer a demanda em alguns lugares do país”, disse.
Conforme dados do setor, existem cerca de 89 mil supermercados no Brasil, que empregam mais de 1,8 milhão de pessoas.

Previsão de salário mínimo para 2018 cai para R$ 969

 Wellton Máximo e Mariana Branco – Repórteres da Agência Brasil,Agência Brasil 16 horas atrás 

Votuporanga sedia a 21ª edição do JORI a partir desta quarta-feira (16)

Cidade recebe maior etapa da história do torneio, com a participação de cerca de 3.500 atletas de 84 cidades paulistas
A partir de quarta-feira, 16 de agosto, Votuporanga recebe a maior etapa dos Jogos Regionais do Idoso (JORI) da história, organizados pelo Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (Fussesp), Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Estado de São Paulo (SELJ) e pela Prefeitura de Votuporanga.
A competição ocorre entre os dias 16 e 20 de agosto e reúne cerca de 3.500 atletas de 84 cidades que disputam 14 modalidades: bocha, atletismo, buraco, coreografia, damas, dominó, dança de salão, malha, truco, natação, vôlei adaptado, tênis de mesa, tênis e xadrez.
A cerimônia de abertura será realizada na quinta-feira (17), a partir das 13h , no Ginásio de Esportes Mário Covas e contará com a presença da presidente do Fussesp e primeira-dama do Estado, Lu Alckmin, do secretário de Esporte, Lazer e Juventude do Estado, Paulo Gustavo Maiurino, do prefeito de Votuporanga, João Dado, além de outras autoridades municipais e estaduais.
"Estamos muito felizes por Votuporanga ser uma das cidades-sede da 21ª edição dos Jogos Regionais do Idoso. Além disso, agradecemos a dedicação em receber o maior número de atletas em comparação com as outras regiões, nos ajudando a realizar o maior Jori da história", afirma o secretário Paulo Gustavo Maiurino.
Em outubro, as duas cidades mais bem classificadas em cada modalidade se encontrarão em Sertãozinho, na Final Estadual do JORI.

Meu pai merece: contemplados da campanha da ACV são de Votuporanga e Palmeira d' Oeste

 
Sorteio foi nesta quarta-feira (16/8), na Concha Acústica; a entrega dos sete prêmios será no dia 23 de agosto, no auditório da ACV, com formato diferente das outras campanhas
 
Os sete sortudos da campanha "Meu pai merece" da ACV – Associação Comercial de Votuporanga foram conhecidos nesta quarta-feira (16/8). O sorteio da promoção foi na Concha Acústica e contou com a presença de consumidores, diretores da entidade e empresários. A entrega dos sete prêmios será no próximo dia 23 de agosto, às 9 horas, no auditório da entidade.
 
Diferente das outras campanhas, este sorteio apenas revelou os nomes dos ganhadores. No dia 23, eles descobrirão qual prêmio vão levar ao participar de uma ação da ACV. Para levar a moto, todos os contemplados irão escolher uma chave cada um, quem conseguir dar a partida conquistará o maior prêmio da promoção. Os outros seis vão estourar os balões, onde estará o vale churrasqueira elétrica ou o vale chopeira.
 
"A cada campanha o nosso intuito é surpreender os consumidores que valorizam a diversidade e força do nosso comércio. Na última ação, fizemos sorteios semanais e nesta optamos por essa forma de distribuição de prêmios, para dar ainda mais emoção aos sorteados", explicou o presidente Associação, o advogado Celso Penha Vasconcelos.
 
Os sorteados foram:
 
Odari José da Silva - Votuporanga
Rosilene de Franca - Palmeira D'Oeste
Lucas Martins de Souza  - Votuporanga
Evandro da Silva  - Votuporanga
Luiz Carlos Santos Piacentto  - Votuporanga
Fernando Datorre - Votuporanga
Sylvia Helena Marcandalha – Votuporanga

Indústria paulista fecha 2 mil vagas de emprego em julho, aponta Fiesp

Indústria paulista fecha 2 mil vagas de emprego em julho, aponta Fiesp
No acumulado do ano, o saldo está positivo em 8 mil postos de trabalho
A indústria paulista fechou o mês de julho com demissão de 2 mil trabalhadores, queda de 0,08% na comparação com o mês anterior, na série sem ajuste sazonal. Na análise com ajuste, cede 0,10%. O resultado representa estabilidade para o período, avalia Paulo Francini, diretor titular do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da Fiesp e do Ciesp (Depecon), área responsável pela pesquisa de Nível de Emprego do Estado de São Paulo divulgada nesta quarta-feira (16/8).
No acumulado do ano, o saldo apurado está positivo em 8 mil postos de trabalho (0,37%), sendo esse o melhor resultado desde 2013, quando foram contratados 55,5 mil trabalhadores. "Alguns setores, como máquinas e equipamentos, produtos de borracha e veículos automotores surpreenderam com contratações, influenciados pelas exportações que têm ganhado fôlego", destacou.
Francini argumenta ainda que "o equilíbrio é muito bom para quem vinha em sucessiva queda, mas para quem busca crescimento, ainda não é", concluiu.
Setores e regiões
Entre os 22 setores acompanhados pela pesquisa para o mês de julho, 9 ficaram positivos, com destaque para o de máquinas e equipamentos (1.426); produtos de borracha e de material plástico (1.142); veículos automotores, reboque e carrocerias (1.107).
Do outro lado, 11 ficaram no campo negativo, com destaque por conta de produtos alimentícios, fechamento de 2,07 mil vagas; produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos (-1,6 mil) e couro e calçados (-1,08 mil). Houve estabilidade em 2 setores.
A pesquisa apura também a situação de emprego para as grandes regiões do estado de São Paulo e em 36 Diretorias Regionais do CIESP. Por grande região, a variação no mês ficou negativa, além do Estado de São Paulo (-0,08%), também no interior paulista (-0,11%) e na Grande São Paulo (-0,03%).
Entre as 36 diretorias regionais, houve variação nos resultados. Nas 16 que apontaram altas, destaque por conta de Matão (1,50%), influenciada pelo setor de máquinas e equipamentos (2,23%), produtos alimentícios (0,91%); Piracicaba (1,17%), por máquinas e equipamentos (3,40%) e produtos de metal (3,85%) e Cotia (0,79%), por máquinas e materiais elétricos (7,02%) e veículos automotores e autopeças (5,32%).
Já dos 16 negativos, destaque para São José do Rio Preto (-1,60%), por produtos alimentícios (-4,04%) e coque, petróleo e biocombustíveis (-0,96%); Sertãozinho (-1,39%), influenciado por produtos alimentícios (-1,42%) e produtos de metal (-4,51%) e Araçatuba (-1,13%), por artefatos de couro e calçados (-1,72%) e coque, petróleo e biocombustíveis (-1,25%).

Proibição da venda do seguro facultativo deverá ser comunicada explicitamente por empresas de ônibus

 
Venda do seguro junto com a passagem é proibida por decisão judicial desde 2001, em processo que não cabe recurso desde 2015, mas o MPF verificou o descumprimento da decisão que a União se comprometeu a cumprir

Uma batalha jurídica travada pelo Ministério Público Federal em São Paulo em defesa dos consumidores há 17 anos parece estar próxima do fim. Em audiência de conciliação, a União Federal comprometeu-se a dar ampla divulgação de sentença da Justiça Federal de São Paulo, de 2001, que proíbe que empresas concessionárias de transporte rodoviário interestadual e internacional comercializem o seguro facultativo rodoviário.

Na audiência, realizada no último dia 19 de julho, a União se comprometeu a informar de forma clara ao consumidor sobre a proibição da venda do seguro facultativo. A ANTT declarou em juízo que fará uma publicação na página inicial de seu site sobre a proibição e que será afixado, em local visível, comunicado sobre a proibição nos guichês de companhias de ônibus que oferecem viagens interestaduais e internacionais. 

A União também se comprometeu em juízo a informar órgãos municipais, estaduais e federais de defesa do consumidor e os ministérios da Justiça e dos Transportes sobre a proibição. A União tem até 19 de agosto para cumprir o acordado e comprovar as medidas realizadas nos autos do processo.

O MPF ajuizou a ação em 2000, por intermédio do procurador da República Duciran Van Marsen Farena. O objetivo da ação era proibir que o seguro facultativo fosse oferecido ao passageiro de viagens interestaduais e internacionais junto com a passagem, sob qualquer forma. O seguro facultativo é desnecessário e sua venda com a passagem configura venda casada, pois a legislação já prevê o DPVAT e o Seguro de Responsabilidade Civil Obrigatório. 

Além disso, empresas de ônibus interestaduais e internacionais são obrigadas a contratar seguro de responsabilidade civil para cobrir danos causados aos passageiros e seus dependentes em caso de acidentes.

Na sentença da Justiça Federal de 2001, que transitou em julgado em 2015 (não cabe mais recurso), uma norma que permitia a venda do seguro pelas empresas foi anulada e foi determinado que a União "fiscalize e exija das empresas prestadoras do serviço de transporte interestadual e internacional de passageiros que não comercializem o seguro de acidentes pessoais oferecidos de forma facultativa ao usuário".

Entretanto, em junho de 2016, a procuradora da República Adriana da Silva Fernandes, atualmente responsável pelo caso, recebeu informações de que a sentença não estava sendo cumprida pelas companhias e determinou uma diligência no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo. A pesquisa realizada pelo MPF in loco constatou que as concessionárias de transporte coletivo interestadual e internacional de passageiros continuavam comercializando amplamente o seguro facultativo de acidentes pessoais.

O MPF denunciou o descumprimento da decisão à Justiça Federal e a União intimada a prestar esclarecimentos e o processo culminou na audiência de conciliação em que a União reconheceu a necessidade de ampliar a divulgação da sentença.

A decisão vale somente para viagens internacionais e interestaduais, serviços regulados pela União. Eventuais ações questionando a venda do seguro em viagens de ônibus entre um município e outro no mesmo Estado é atribuição da Justiça Estadual. O cidadão pode e deve fiscalizar os serviços públicos. Caso perceba o desrespeito à lei em algum serviço público federal, prestado diretamente pela União ou não, denuncie ao MPF. O Serviço de Atendimento ao Cidadão do MPF funciona 24h na internet. Acesse: http://www.mpf.mp.br/para-o-cidadao/sac

Ação Civil Pública nº 0012808-51.2000.403.6100. Consulte o andamento do processo em: www.jfsp.jus.br/foruns-federais/

terça-feira, 15 de agosto de 2017

"Musa do Fluminense", Karen Hartmann revela que recebeu apoio da mãe desde o início da sua carreira


 
A modelo fitness Karen Hartmann, que faz sucesso no Instagram e é considerada a "Musa do Fluminense", afirma que sua mãe sempre a apoiou na carreira.

 
"Minha mãe malha desde os 30 anos de idade e até hoje ela tem o corpo em dia e se alimenta bem. Então, quando iniciei minha profissão, ela me apoiou, me ensinou o que sabia e hoje em dia conversamos, trocamos opiniões sobre a rotina fitness", revela a loira que também está sendo considerada a "Musa das pernas grossas".
 
Com muitos seguidores e fãs, a beldade faz questão de deixar claro que tipo de pessoa ela tenta ser para seu público. "Procuro ser uma pessoa real com defeitos e qualidades como qualquer outra, e não um ser humano 'perfeito' como alguns nas redes sociais procuram mostrar", finaliza.
 

 

A agencia PressWoman deixou as portas abertas para que Karen convidasse sua mãe para ser modelo da agência. A agência também já garante o cargo da modelo e sua mãe na escola Acadêmicos da Rocinha. 
(Fotos:Vagner Souza / PressWoman)

Como foi a Assunção de Nossa Senhora. Uma piedosa reconstituição.

   Plinio Corrêa de Oliveira (*)
 
 
 
 
Assunção de Nossa Senhora.
Beato Angelico (1395 – 1455), Google Cultural Institute
 
A festa da Assunção de Nossa Senhora foi constituída em dogma pelo papa Pio XII em 1 de novembro de 1950. A festa é comemorada no dia 15 de agosto também sob os títulos de Nossa Senhora da Glória ou de Nossa Senhora da Guia.
Esse dogma era ardentemente desejado pelas almas católicas do mundo inteiro, porque coloca Nossa Senhora completamente fora de paralelo com qualquer outra mera criatura.

Justifica-se assim o culto de hiperdulia que a Igreja lhe tributa. [“hiperdulia”: culto especial reservado à Virgem Maria, superior à “dulia”que se dedica aos santos e aos anjos].

Nossa Senhora passou por uma morte suavíssima que é qualificada com uma propriedade de linguagem muito bonita, como a “dormição de Nossa Senhora”.

“Dormiçao” indica que Ela teve uma morte tão suave, tão próxima da ressurreição que, apesar de ser uma verdadeira morte, entretanto mais parecia a um simples sono. 

Nossa Senhora depois foi chamada à vida por Deus, ressuscitou como Nosso Senhor Jesus Cristo.

Subiu depois aos céus, na presença de todos os apóstolos ali reunidos, e de uma quantidade muito grande de fiéis.

Essa Assunção representa uma verdadeira glorificação aos olhos de toda a humanidade até o fim do mundo. É o proêmio da glorificação que Ela deveria receber no Céu. 

É interessante fazermos uma recomposição de lugar para imaginarmos como a Assunção se passou. A respeito do fato não existem descrições e podemos imaginá-lo como nossa piedade gostaria.

Em baixo, os Apóstolos todos ajoelhados, rezando num ambiente com algo de inefavelmente nobre, sublime, recolhido, interior. 

Podemos imaginar todos os Apóstolos com expressões de personagens de Fra Angélico. 
 
Dormição de Nossa Senhora, Fra Angélico (1395 – 1455)
 
O céu enchendo-se gradualmente de anjos, à imagem dos anjos de Fra Angélico também, tomando os coloridos os mais diversos, com matizações e irradiações magnificas, um espetáculo absolutamente incomparável. 
Se Nossa Senhora pôde dar ao céu um colorido tão diverso e produzir fenômenos tão excepcionais em Fátima, por que o mesmo não se teria dado por ocasião de Sua Assunção ao Céu? 

Ela se coloca em pé enquanto o respeito e recolhimento de todos aqueles que estão lá vão crescendo.

A semelhança física dEla com Nosso Senhor Jesus Cristo, seu Filho, vai se acentuando cada vez mais. 

A glória de Nosso Senhor transfigurado se vai comunicando a Ela. 

Ela cada vez mais rainha, cada vez mais majestosa, cada vez mais mãe. 

Todo seu íntimo se manifestando de modo supremo nessa hora de despedida.

Alguns anjos, talvez, os mais esplêndidos do Céu, se aproximam e fazem Nossa Senhora subir.

Com o auxílio deles, Ela vai subindo e, aos poucos, o céu vai se transformando.
Assunção de Nossa Senhora.
Johannes, Wielki, Master of the Olkusz Poliptych, (1466-1497)
 
Na terra, aquela maravilha vai mudando, e volta ao aspecto primitivo.
Os homens voltam para casa com a sensação que tiveram na Ascensão de Nosso Senhor.

Ao mesmo tempo estão maravilhados, com uma saudade sem nome, desolados por algum lado, mas levando na retina algo que nunca tinham visto, nem podiam ter imaginado a respeito de Nossa Senhora.

Imediatamente, o triunfo de Nossa Senhora começa no Céu. 

A Igreja gloriosa inteira vai recebê-La. Nosso Senhor Jesus Cristo A acolhe, todos os coros de anjos estão ai, São José está perto. Depois é coroada pela Santíssima Trindade. 

É impossível pensar nesse triunfo terreno, sem pensar no triunfo celeste que veio logo depois. 

É a glorificação de Nossa Senhora aos olhos de toda a Igreja triunfante e aos olhos de toda a Igreja militante. 

Com certeza, nesse dia também a Igreja padecente no Purgatório recebeu uma efusão de graças extraordinárias.

Não é temerário pensar que quase todas as almas que estavam purgando suas penas foram libertadas por Nossa Senhora nesse dia. De maneira que também ali houve uma alegria enorme. 

Assim é que podemos imaginar como foi a gloriosa Assunção de nossa Rainha.

Algo disso se repetirá quando vier o Reino de Maria prometido em Fátima, quando virmos o mundo todo transformado e a glória de Nossa Senhora brilhar sobre a terra, porque Seu reinado começou de modo efetivo, e dias maravilhosos de graças, como nunca houve antes, começam a se anunciar também. 

Antes de contemplarmos a glória de Nossa Senhora no Céu, nós havemos de contempla-la na terra certamente, com algo que poderá nos dar alguma semelhança desse triunfo sem nome que deve ter sido a Assunção de Maria.

Quando pensamos nos triunfos que os homens preparam para seus grandes batalhadores, por exemplo, as tropas francesas desfilando sob o Arco do Triunfo, depois da Guerra de 14-18, ou mais pocamente nos triunfos que os romanos preparavam para seus generais vencedores, devemos compreender que Nosso Senhor Jesus Cristo que é infinitamente mais generoso, deve ter premiado Nossa Senhora, no triunfo dEla aos olhos dos homens de um modo também incomensuravelmente maior.
 
Portanto, tudo quanto existe de mais glorioso e triunfal na Criação, terá certamente brilhado na hora da Assunção de Nossa Senhora.
Meditando nisso, aproximamo-nos nessa festa pensando na virtude que devemos pedir a Nossa Senhora. 

Cada um deve pedir a virtude que mais carece. 

Mas, não haveria demasia em pedirmos a Ela uma virtude: que é o senso da glória dEla. Quer dizer, compreender bem tudo quanto representa Sua gloria na ordem da Criação. 

Como essa glória é a mais alta expressão criada da glória de Deus.

Nós devemos ser sedentos de defender pela virtude de combatividade levada ao seu último extremo a glória de Nossa Senhora na terra. 

Fazer de nós verdadeiros cavaleiros cruzados de Nossa Senhora, lutando por Sua glória na terra. 

Essa me parece a virtude mais adequada nessa festa de glória, que é a Assunção de Nossa Senhora. 


 
(Autor: Plinio Corrêa de Oliveira, excertos de palestra pronunciada em 14.8.65, sem revisão do autor).