Páginas

sábado, 19 de novembro de 2016

Curso de Educação Física realiza o X JUNEF

Daniel Zilio


O curso de Educação Física da Unijales, realizou entre os dias 7 e 11 de novembro os Jogos Universitários- JUNEF.










O evento esportivo contou com a participação dos alunos do bacharelado e da licenciatura, alunos dos cursos de Administração, Artes Visuais, Ciências Contábeis, Pedagogia, professores e profissionais da área.

A organização dos jogos ficou por conta do 3º ano de Educação Física-Licenciatura, sob a coordenação das professoras Mary Lizete dos Santos, que ministra a disciplina Pesquisas e Práticas Educacionais III e Viviane Kawano Dias.(foto)

No JUNEF foram disputadas as modalidades de Handebol feminino e masculino, Basquete masculino e feminino, Damas masculino e feminino, Futsal masculino e feminino e Voleibol masculino e feminino e Atletismo masculino e feminino.

Todas as competições aconteceram nas dependências do Ginásio de Esportes da Unijales "Cristovan Soler", no Ginásio de Esportes Municipal e no Estádio Municipal.
 
 

Os Jogos Universitários de Educação Física oferece aos alunos, professores e profissionais da área uma relação de integração através do esporte, além de valorizar a socialização e a participação na prática de atividades físicas.

Arthur Zanetti se apresenta em Jales na 3ª feira, dia 22

Na terça-feira, 22 de novembro, o Sesc de São José do Rio Preto pelo Circuito Move Brasil em parceria com a secretaria Municipal de Esportes, Cultura e Turismo (SMECT) trará a Jales o atleta olímpico Arthur Zanetti.

O atleta estará na cidade proferindo uma palestra que tem como objetivo aumentar o número de brasileiros praticantes de atividades físicas até 2016, expandir e facilitar a oferta de esporte em todo o Brasil e mostrar às pessoas o esporte e as atividades físicas como algo prazeroso, que pode melhorar a qualidade de vida e promover o desenvolvimento social.

Arthur Zanetti, atleta de maior destaque na modalidade ginástica artística na história sul-americana, possui dentre as suas principais conquistas, os títulos de 9 etapas da Copa do Mundo, do campeonato mundial de 2013, além das medalhas de ouro e prata nas olimpíadas de Londres e Rio respectivamente, todas no aparelho argolas. A palestra e a apresentação do atleta Zaneti acontecerá no Ginásio Municipal de Esportes Dr. Waldemar Lopes Ferraz às 8h30min.

Campeãs no vôlei adaptado


Neste final de semana (12 e13/11), na cidade de Auriflama, deu-se a final regional de vôlei adaptado masculino e feminino nas categorias 50 e 60 com participação de atletas de Jales em ambas as categorias, sendo que a equipe feminina sagrou-se campeã após vencer 4 jogos

Tia Sô Minidelícias chega à Jales

Localizada na região central de Jales, famosa por ser centro de região, a nova loja Tia Sô Minidelícias chega à cidade. A rede, que é pioneira na região, tem sede em São José do Rio Preto é especializada em minisalgadinhos de 0,8 gramas.

 

No cardápio, delícias como coxinhas de frango, carne, queijo e calabresa, bolinha de queijo, quibes e churros de doce de leite e chocolate, além da novidade do cardápio a coxinha fitness de legumes com massa integral.

De acordo com o vendedor Leandro Bizelli, 37, responsável pela inauguração da loja, Jales é frequentada por moradores de municípios que fazem divisa e estão ao entorno dela. "Ou seja, Jales é referência para umas 15 cidades menores. Notamos que, por este motivo, ela tem um forte e aquecido comércio", comentou.

A nova unidade irá oferecer mini salgadinhos em embalagens cujos preços variam de R$ 2,50 (copo com aproximadamente 15 unidades) a R$ 39,00 (caixa com aproximadamente 300 unidades).

A rede de franquias tem sede em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, e é especializada em salgadinhos de 0,8 gramas. A Tia Sô Minidelícias nasceu em setembro de 2014, quando a família Belentani buscou uma oportunidade de negócio próprio. A marca virou franquia e hoje conta com 21 lojas espalhadas pelo Estado de São Paulo.

"O grande diferencial da nossa marca é o sabor. Para mantê-lo, todos os franqueados recebem os minisalgadinhos com a mesma qualidade", afirma o diretor administrativo da Tia Sô Mini Delícias, Luís Matheus Ferrari Belentani.

Hospital de Câncer de Barretos lança a agenda para o ano de 2017

Todo dia é dia de Brincar. E que tal começar 2017 de uma forma mais divertida? Com muitas cores e alegria o Hospital de Câncer de Barretos lança a agenda do ano que vem. Para cada mês haverá uma brincadeira diferente que faz a festa de todas as crianças.

O objetivo principal é arrecadar fundos para continuar oferecendo, de forma 100% gratuita, o melhor tratamento aos milhares de pacientes que chegam todos os meses ao Hospital vindos de todo o país.

Cada brincadeira foi escolhida para incentivar as crianças e as famílias e a se juntarem e se divertirem muito. Você vai poder começar o ano brincando de estátua, por exemplo. Passado também pela amarelinha, passa anel e tantas outras.

Como adquirir? – Para adquirir a agenda 2017 do Hospital, basta fazer uma doação de R$ 30. A agenda pode ser encontrada nas Agências dos Correios, na AVCC – Associação de Voluntários ao Combate ao Câncer de Jales ou diretamente na Captação de Recursos na Unidade de Jales. Para mais informações o telefone para contato é (17) 3624-3900.

Saiba por que algumas alergias podem piorar na primavera

A primavera é reconhecida no mundo todo como a estação das flores. Se por um lado traz beleza e cores para a natureza, pode também ser motivo de muito desconforto para quem sofre com alergias. Os principais sintomas podem ser coceira e ardência nos olhos, espirros, coriza, entre outros. Conhecida como polinose ou febre dos fenos, a reação ao pólen é a alergia que prevalece durante a estação, ocasionada pela alta concentração desse alérgeno no ar atmosférico neste período do ano.

A especialista em Alergia e Imunologia do Hospital do Pulmão, Caroline Gabriele Bernardes, explica que na primavera, a polinização das plantas ocorre com mais intensidade, principalmente em dias com vento e sol, o que faz com que os grãos de pólen se concentrem em mais quantidades no ar. Por isso, ela alerta que "quem sofre de rinite, asma, bronquite e outros problemas respiratórios precisa ter cuidado dobrado neste período".

Ao entrar nas vias nasais de quem é alérgico, o pólen ocasiona a manifestação dos sintomas como espirros, coriza, falta de ar e congestão nasal. Além disso, a alergia ao pólen também pode provocar coceira e vermelhidão nos olhos, uma conjuntivite alérgica.

Segundo a especialista que é também pneumopediatra, as alergias primaveris são mais comuns e intensas em regiões onde as estações do ano são bem definidas, como na Região Sul do Brasil. "Quem mora aqui no Sul e tem propensão às alergias precisa se preocupar com a primavera, para evitar que os sintomas respiratórios se alterem. E, caso se manifestem, é fundamental procurar orientação médica", ressalta.

Como evitar – Para se prevenir de crises alérgicas, algumas medidas são fundamentais. Confira as dicas da Dra. Caroline:

Mantenha as janelas de casa e carro fechadas, para que o pólen não circule no ar;

Ventile a casa nas primeiras horas da tarde, quando os índices de pólen são mais baixos;

Use ar-condicionado, tanto de carro quanto de ambientes, que tenham filtro anti pólen. Também é importante limpar esses filtros periodicamente;

Evite uso do ar-condicionado abaixo de 23°C;

Mantenha a casa sempre limpa, principalmente os ambientes mais utilizados, como o quarto;

Prefira limpar com aspirador de pó que tenha filtro HEPA, que consegue captar os alérgenos;

Use capas impermeáveis para forrar colchões, travesseiros e almofadas;

Evite o uso de carpetes e tapetes, objetos que acumulem pó, estofados e cobertores;

Evite o contato com cheiros fortes, como perfumes e tintas;

Use óculos de sol para evitar o contato do ar com os olhos.

Pesquisa da UFSCar sobre qualidade do sono convida voluntários para avaliação

Uma pesquisa vinculada ao Laboratório de Pesquisa em Saúde da Mulher (LAMU) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) convida voluntários para participar de uma avaliação sobre noctúria, que é a necessidade que o indivíduo tem de acordar pelo menos uma vez à noite para urinar, precedido e seguido de sono, o que afeta diretamente a qualidade de vida, além da qualidade do próprio sono.

Trata-se de um estudo observacional, no qual serão selecionadas 50 pessoas, entre homens e mulheres, com idade superior a 18 anos, que levantem durante a noite para urinar pelo menos uma vez. A avaliação consiste apenas na aplicação dos questionários.

Na primeira avaliação, são respondidos quatro questionários. Depois de uma semana, o voluntário responde a mais um questionário. E, após um mês, responde quatro questionários já usados na primeira avaliação. Cada uma das avaliações é feita em um único dia e o tempo estimado para responder os questionários é de, no máximo, 30 minutos. Todo o processo avaliativo tem duração aproximada de um mês e será realizado no Departamento de Fisioterapia (DFisio) da UFSCar, localizado na área Norte do Campus São Carlos da Universidade. Algumas etapas poderão ser respondidas por e-mail, caso o acesso seja mais fácil para o voluntário.

Assim que terminarem as avaliações e o processo de tradução por parte da pesquisadora, todos os voluntários receberão orientações comportamentais para melhora da qualidade de sono e dos sintomas urinários, por meio de uma cartilha.

Os interessados devem entrar em contato pelo e-mail danielefurtadoalbanezi@gmail ou pelo telefone (16) 3351-9577.

Epilepsia na infância: a importância e o poder da informação


 



 
Entender a doença é compreender que o paciente pode ter uma vida normal , diz a drª Maria Luiza
foto/reprodução,facebook/


 
Que a falta de informação pode ser considerada o primeiro passo em direção ao preconceito, muitas pessoas já sabem. Porém, além de se informar melhor sobre os mais diversos assuntos, o que mais poderia ser feito? Uma boa alternativa é: encarar o outro de igual para igual, entendendo que cada indivíduo tem suas peculiaridades.

Essa postura também vale com relação a doenças que provocam diferentes manifestações e podem causar estranhamento. As crianças, por exemplo, nem sempre sabem como agir a situações distintas das que estão acostumadas a vivenciar, o que pode gerar, num primeiro momento, afastamento e medo. Um exemplo que se encaixa nesse cenário é o convívio com a epilepsia, doença muito comum na infância. Discutir essas questões pode ser uma importante ferramenta para facilitar a vida social do paciente nessa fase da vida e fortalecer sua segurança.

Com incidência de cerca de 50 milhões de pessoas no mundo e 3 milhões de brasileiros, conforme a Liga Brasileira de Epilepsia (LBE), a doença é caracterizada por descargas elétricas anormais e excessivas no cérebro, que são recorrentes e geram as crises epilépticas. O problema pode ser entendido como uma alteração temporária e reversível do funcionamento do cérebro, que não tenha sido desencadeada por febre, drogas ou distúrbios metabólicos e, muitas vezes, não tem a causa identificada. Os episódios podem durar de segundos a minutos, no momento em que o cérebro emite os sinais incorretos.

As crises e a antecipação delas causam grande angústia na vida de pais e crianças com epilepsia, o que prova que quanto maior for o conhecimento sobre o assunto, maior a segurança dos pacientes e pessoas que estão por perto. Segundo a Dra. Maria Luiza Manreza, doutora em Neurologia pela USP, "entender a epilepsia é também compreender que quem tem a doença na grande maioria das vezes pode viver uma vida normal. Mesmo porque, com o avanço da medicina, atualmente 70% dos episódios são controlados por meio de medicamentos".

Quando as crises não são devidamente controladas, podem causar impacto negativo na rotina e vida social da criança, impedindo o seu desenvolvimento de maneira saudável. Além disso, a falta de um diagnóstico precoce e tratamento adequado podem agravar a situação como um todo. "Não há uma causa certa para a epilepsia, porém, no início da vida, a mais comum é a origem genética. Além dela, são consideradas também lesões cerebrais que podem ocorrer durante o nascimento ou doenças como a encefalite, meningite ou sarampo", pontua a Dra. Maria Luiza.

A compreensão dos pais, além da busca pelo auxílio médico, é determinante para o futuro do filho, pois influencia diretamente na imagem que ele desenvolve de si mesmo e de sua doença. A criança deve crescer em um ambiente de aceitação e amor, que contribua com seu autoconhecimento e autoestima, promovendo um bom convívio com a epilepsia.

Turismo entrega mais de mil obras em 2016

Por Pedro Fideles




 
Área interna do
Memorial Chico Xavier em Uberaba (MG)
Foto:Gustavo Henrique Braga/divulgação
 
Com o objetivo de preparar e promover o Brasil como um destino cada vez mais atrativo aos brasileiros e estrangeiros, o Ministério do Turismo tem investido em importantes obras de infraestrutura turística. Em 2016, a Pasta entregou 1052 obras em 24 estados que juntas somam o valor de R$ 571,6 milhões, sendo R$ 499 milhões em repasses do Ministério do Turismo.

"Queremos que o brasileiro viaje cada vez mais pelo seu país e para isso precisamos garantir a estrutura necessária para fortalecer o turismo doméstico em suas múltiplas formas – negócios, lazer, ecológico, esportivo, cultural, religioso. E esses investimentos são fundamentais para que alcancemos esse objetivo", explicou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Parque da
Cidadania em Teresina (PI)
Foto:Renato Bezerra/divulgação



 
 
 
 
 
Desde a sua criação, a Pasta, em parceria com governos municipais e estaduais, já desenvolveu e concluiu mais de 12 mil obras com investimento da ordem de R$ 8,8 bilhões na implantação de sinalização turística, urbanização de orlas, construção de centros de convenções e eventos, reforma e criação de atrativos, entre outras.

Entre algumas das obras entregues neste ano e que ampliaram a oferta de atrativos dos destinos brasileiros estão: Memorial Chico Xavier em Uberaba (MG). Esta obra recebeu R$ 3,4 milhões em repasses do Ministério do Turismo e R$ 403 mil em contrapartida governo municipal; Parque da Cidadania em Teresina (PI). O Ministério do Turismo investiu R$ 9,7 milhões nesta obra que contou, ainda, com a contrapartida de R$ 2,6 milhões da prefeitura; Mercado Público das Rocas, em Natal (RN). O local foi inaugurado no mês de janeiro deste ano e conta ainda com 83 boxes, estrutura acessível e lojas de souvenir, que promovem o artesanato local. ; Mercado do Peixe em Fortaleza (CE). Esta obra contou com R$ 4,3 milhões em repasses do Ministério do Turismo e com a contrapartida de R$ 994 mil do governo municipal ; Calçadão da Orla de Tambaú em João Pessoa (PB). Recebeu R$ 1,44 milhão em repasses do Ministério do Turismo e a contrapartida de R$ 60 mil do governo municipal; Centro de Convenções e Eventos Parque do Povo Arnaud Rodrigues em Palmas (TO). Ao todo, o Ministério do Turismo investiu R$ R$ 7,5 milhões nesta obra que recebeu, ainda, a contrapartida de R$ 242 mil do governo municipal.

Além das obras entregues, o Ministério do Turismo ainda tem mais de 5 mil em andamento e no início do próximo ano irá abrir o Sistema de Convênios para cadastramento de novos projetos. "Temos o compromisso de ampliar a oferta dos serviços ligados ao turismo, garantindo as condições adequadas para que o setor se desenvolva de forma coordenada e sustentável para impulsionar", reforçou o ministro.

Ana Botafogo integra júri da acirrada disputa do Prelúdio

Neste domingo, 20/11 o concurso de música clássica da TV Cultura, Prelúdio, apresenta mais quatros candidatos, sendo três brasileiros e um peruano. Com a escolha de mais dois jovens músicos, esta edição vai ao ar às 12h, com horário alternativo às 21h.


foto - Préludio Pré-Semi Final:- Luis Chávez, Renata Bueno, Ariel Polycarpo e Jessé Reis
Foto/crédito Jair Magri/divulgação



Com formação acadêmica na Universidade da Geórgia, o violinista Ariel Santos Polycarpo, de 25 anos, vem de Porto Alegre (RS) e apresenta o 1º Movimento do Concerto para Violino e Orquestra, de Felix Mendelssohn. A cantora Renata Bueno, de 26 anos, escolhida pelo processo de repescagem pelo maestro Júlio Medaglia e jurados, também vem da região Sul, de Curitiba (PR). A soprano canta uma ária da ópera La Bohème, de Puccini. O fagotista Luis Abelardo Chávez Quispe, de 25 anos, é peruano, mas mora em São Paulo. Nesta edição, ele toca Ciranda das Sete Notas para fagote e orquestra de cordas, de Heitor Villa-Lobos. E de São Paulo vem outro violinista: Jessé Xavier Reis. Hoje com 20 anos, o jovem teve suas primeiras lições com o instrumento aos três anos de idade. Para este programa ele escolheu Árias Ciganas, do compositor espanhol Pablo de Sarasate.


Os jurados desta etapa são a bailarina Ana Botafogo; a pianista Lilian Barretto; o jornalista e crítico musical Irineu Franco Perpétuo; e o pianista e professor Gilberto Tinetti.

O vencedor do concurso leva uma bolsa de estudos de três anos na academia Franz Liszt, em Budapeste, oferecida pela Embaixada da Hungria.

Depressão: Prevenção e Tratamento

Flávio Rodrigo Masson Carvalho
Professor do UNIBAVE – Orleans - SC
 
A depressão é um dos quatro distúrbios emocionais que mais afetam as pessoas no mundo hoje.

A pessoa que está deprimida não sabe dizer se o mal-estar é físico ou psicológico. É uma tristeza prolongada, que beira ao desespero e pode levar ao suicídio.
A depressão não é apenas um mau humor. mas um sentimento que permanece e que pode acontecer a qualquer um, causando uma incapacidade de realização das tarefas comuns do dia.
O deprimido precisa de ajuda psicológica ou psiquiátrica para combater esse mal.
A depressão pode ter um efeito devastador no deprimido e na sua família. Felizmente existe tratamento eficaz e disponível para a depressão, e a maioria daqueles que recebem tratamento recuperam-se prontamente e voltam a ter uma vida normal.
O principal objetivo deste artigo é o de fornecer arsenal, através da prevenção e do tratamento, para vencer esta doença poderosa, que ataca o corpo, a mente e a alma do indivíduo.
A melhor maneira de se combater a depressão é NÃO ter depressão, ou seja, a melhor maneira é a PREVENÇÃO.
Vamos elencar aqui algumas atitudes necessárias para a prevenção desta doença:
1. Reconhecimento: primeiramente você deve reconhecer e respeitar essa doença. E também reconhecer que alguma depressão é normal, quando se perde algo de muito valor, ou se perde um ente querido, diante de uma grande tristeza.
2. Pare de sentir pena de si mesmo. ("pobre de mim" - coitadinho).
3. Estabeleça para si mesmo alguns alvos simples que possam ser alcançados imediatamente. Por exemplo: sair da cama no horário correto, não isolar-se.
4. Procure realizar frequentemente alguns exercícios estimulantes.  Ciclismo, caminhada ou corrida, artes marciais, seriam algumas opções.
5. Aprenda a se defender e a fazer valer os seus direitos. É necessário que você decida quais são os seus direitos e faça com que os outros o respeitem.
6. Cultive um amigo ou amiga capaz de ouvir. A simples conversa com uma pessoa que demonstra simpatia é algo que pode operar maravilhas numa depressão relativamente suave.
7. Mude o seu estilo de vida a fim de eliminar o estresse nela existente.
8. Identifique áreas que não podem ser modificadas e deixe de sentir-se responsável por elas. Mude sua própria atitude quanto a estas áreas.
9. Haja no sentido de modificar os aspectos estressantes que se encontram sob o seu controle.
10. Em casos extremos, psicoterapia e hospitalização podem ser úteis.
Não resista em procurar um profissional de saúde. Pois será ele que fará o correto diagnóstico e indicará o correto tratamento a ser seguido.
Tanto na prevenção quanto no tratamento, algumas atitudes terão que ser tomadas, dentre as quais: reduzir o stress – aumentar o nível de apoio positivo – ter apoio para lidar com a dor – ser mais positivista, mais otimista perante as dificuldades – mudar o padrão dos pensamentos, afastando pensamentos não saudáveis – mudar a alimentação, fazer uma reeducação alimentar – tomar medicação, se for o caso – não se isolar, não fugir de atividades sociais, pelo contrário, participar mais de eventos sociais, reuniões, festas – sorrir mais, reclamar menos.
Levar a vida com simplicidade, com leveza, evitando confusões, discussões desnecessárias, é a melhor maneira de se prevenir, não somente a depressão, mas também outras patologias.
Desenvolva a sua espiritualidade. Tenha uma vida espiritual.
Para evitar, ou vencer a depressão temos que trabalhar o corpo, a mente e a alma.
No próximo artigo, traremos mais dicas e sugestões de prevenção e tratamentos contra a depressão. E também vamos abordar, num futuro artigo, os aspectos espirituais da depressão.
 

CCJ aprova PEC sobre prazo de vista de processos judiciais

 
Rubens Pereira Júnior apresentou parecer favorável à PEC
foto/Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados
 
 
 
A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 16 de novembro, a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 53/15, que fixa prazo de vista nos processos em trâmite nos tribunais.
 

Pelo texto, os integrantes dos tribunais terão um prazo improrrogável de 10 dias, contados da data em que os receberam em seu gabinete. Após esse prazo, todos os processos para julgamento no colegiado serão adiados, com prazos suspensos, até que o processo que teve vista retorne a julgamento – com a exceção de mandados de segurança e habeas corpus, que precisam ser decididos com urgência.

Autor da proposta, o deputado Glauber Braga (Psol-RJ) explica que um estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) aponta que um dos fatores para a morosidade na tramitação dos processos nos tribunais é a não respeitabilidade dos prazos estabelecidos, principalmente no que se refere ao pedido de vista. Dados apontam que 77,4% das devoluções ocorrem fora do prazo, que hoje é atribuído pelos regimentos de cada tribunal.

O deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA) lembrou que, em várias ocasiões, o Supremo Tribunal Federal (STF) chegou a uma decisão sobre processos, inclusive com voto da maioria dos ministros, mas um pedido de vista impede a conclusão do julgamento. "Esse expediente pode ser usado para impedir uma decisão do Supremo, por exemplo, por um ministro que é contrário a uma medida", explicou.

Esse foi o mesmo entendimento do relator, deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB-MA). Ele recomendou que a PEC seja analisada porque entende que não contraria os preceitos da Constituição.

No entanto, o deputado Marcos Rogério (DEM-RO) afirmou que a PEC pode sim representar uma interferência em outro poder, no caso o Judiciário, o que não seria permitido a uma PEC. "Já adianto meu voto contrário a essa medida", disse.

De acordo com levantamento feito pelo Superior Tribunal e Justiça (STJ), anualmente, o total de pedidos de vista é maior do que os retornos de processos. Nos últimos seis anos, 6.080 pedidos de vista foram feitos naquela Corte, mas 1.467 ainda não foram apresentados novamente. Deste número, 95% já extrapolaram o prazo regimental.

Tramitação - A partir de agora, será criada uma comissão especial para analisar o mérito da proposta. Depois, ela precisa ser aprovada em dois turnos pelo Plenário

AJJ conquista primeiro lugar no 16º Torneio Integração de Judô Jalesense






 
No sábado, 12 de novembro, a Associação de Judô Jalesense realizou nas dependências do Ginásio Municipal de Esportes "Waldemar Lopes Ferraz" o 16º Torneio Integração de Judô Jalesense, que contou com a presença de 225 participantes de varias agremiações com as idades a partir dos 5 anos.

Os judocas de Jales mais uma vez se saíram muito bem, se classificando em promeiro lugar na contagem geral por pontos nas classes masculinas e femininas.

Participaram do evento, agremiações das cidades de Ilha Solteira, Santa Fé do Sul, Três Lagoas, Aparecida do Tabuado, Pontalinda, Fernandópolis, Votuporanga, Catanduva, Altair, e São José do Rio Preto que foi representada pela Associação de Judô e Karate Matsumi e pela Associação de Judô Ateneu.
Na contagem Geral por pontos a classificação ficou assim;
Masculino. - 1º colocado: Jales, com 90 pontos, 2º colocado: Ilha Solteira com 55 pontos, e 3º colocado: Catanduva.
Feminino - 1º colocado: Jales com 51 pontos, 2º colocado: Altair com 33 pontos, e 3º colocado: Rio Preto com a Associação de Judô e Karate Matsumi).


Para finalizar calendário de atividades neste ano de 2.016, a Associação de Judô Jalesense participa no dia 3 de dezembro, em Fernandópolis, do 36º Campeonato comemorativo ao aniversário da Associação de Judô Jalesense . Veja abaixo, a classificação dos judocas da AJJ no Torneio Integração:-



Masculino

Nº. Nomes dos atletas - Pos Classe Peso

01 Afonso Gouveia Sakashita 1º Sub.07 Misto

02 Pedro Henrique G. da Silva 1º Sub.07 Misto

03 Felipe Aredes Carmona 1º Sub.07 Misto

04 JoaquimChaparimZeule 1º Sub.07 Misto

05 João Antonio Ramos Zambom 1º Sub.07 Misto

06 Wellington S Ricci da Silva 1º Sub.07 Misto

07 Felipe Augusto R Cebalos 1º Sub.09 Super Ligeiro

08 Mauricio HaraSakashita 1º Sub.09 Ligeiro

09 Felipe Iglesias 1º Sub.09 Super Pesado

10 Vitor Hugo Francisco de Lima 1º Sub.13 Meio Leve

11 João Lucas Pinto Baia 1º Sub.15 Leve

12 Antonio Vitor V. Massiteli 1º Sub.15 Meio Médio

13 Antonio Vitor V Massiteli 1º Sub 18 Ligeiro

14 Edinei Maylon Bueno da Cruz 1º Sub.18 Meio Leve

15 Guilherme Henrique G da Rocha1º Adulto Ligeiro

16 Adriel dos Santos Silva 1º Adulto Meio Médio

17 Daniel André da S Cerverizo 1º Adulto Super Ligeiro

18 Thiago de Souza B dos Santos1º Adulto Meio Pesado

19 Vinicius de Oliveira Zeule 1º Adulto Absoluto

20 Felipe Matheus de S de J Santos2º Sub.09 Super Ligeiro

21 Maycon Gabriel Nunes Ondei 2º Sub.09 Ligeiro

22 Ygor Jesus Rodrigues Nunes 2º Sub.11 Sup Pesado

23 Wesley Cesar Marino da Silva 2º Sub 11 Sup Ligeiro

24 Jeferson S Ricchi da Silva 2º Sub.11 Meio Leve

25 Gustavo Moura Braz 2º Sub.11 Leve

26 Raul Marcos Godoi 2º Sub.15 Meio Médio

27 Vitor Kendi Yano 2º Sub.18 Meio Pesado

28 Otavio Gouveia Sakashita 3º Sub.09 Ligeiro

29 João Paulo Villa 3º Sub.15 Pesado

30 Juliano Rafael Camilo Reis 3º Sub. 9 Super Pesado

31 Alisson Ribeiro Guimarães 3º Sub.18 Meio Médio

32 Alisson Ribeiro Guimarães 3º Adulto Leve


Feminino

Nº. Nomes dos atletas Pos Classe Peso
01 Iara Maria de Martins 1º Sub.09 Ligeira

02 Samira Gouveia Martins 1º Sub.11 Ligeira

03 Mara Gabriela Silva de Moraes 1º Sub.11 Meio Leve

04 Julia RagaziCebalos 1º Sub.13 MeioLeve

05 Lara Cristina Bueno de Araújo 1º Sub.13 Meio Pesado

06 Ana Julia dos Reis Rosa 1º Sub.18 Pesada

07 Ana Julia dos Reis Rosa 1º Adulto Meio Pesado

08 Aime Franscesquini Silva 2º Sub.13 Meio Leve

09 Lara Fábia do Brasil Ribeiro 2º Sub.13 Meio Pesada

10 Kimberly C de Oliveira Alves 2º Sub.18 Leve




ACIJ incentiva decoração das lojas para as festas de fim de ano




 
Com várias lojas decorando suas vitrines para as festas de fim de ano, a
cidade começa a viver o clima de Natal, enquanto a Secretaria Municipal de Esportes, Cultura e Turismo vai realizando o trabalho de instalação da ornamentação das ruas, avenidas e praças centais que deverá ser concluído até o final da próxima semana, como informou o secretário Ademir Molina.

A tendência é que um grande número de estabelecimentos façam o mesmo, mobilizados pela Associação Comercial e Industrial de Jales que está desenvolvendo um trabalho junto aos lojistas para incentivar a participação de todos.

O presidente da associação, Carlos Roberto Altimari, destacou a importância desse apoio para motivar as vendas, enquanto o comércio aguarda a inauguração da decoração sob a responsabilidade da Prefeitura.

Mais do que nos anos anteriores, a ACIJ está preocupada em realizar um bom trabalho, junto com a administração municipal e os empresários, para que a população regional possa se sentir motivada a frequentar as ruas do centro da cidade. Várias atrações estarão acontecendo no período que antecede o Natal, dentro de uma programação que está sendo elaborada para os dias em que o comércio permanecerá aberto em horário especial.

Mais uma vez a ACIJ está realizando uma grande promoção, denominada "Feliz Natal e Próspero Ano Novo", quando o comércio de Jales estará sorteando um carro zero quilômetro entre os consumidores que adquirirem seus cupons nas lojas participantes. A promoção se soma à ornamentação das ruas para atender a expectativa da população que se prepara para as festas, como afirmou Carlinhos.

Editais de Proclamas

FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.Rosimeire Ensides Tomazeli, Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

BRUNO OTÁVIO GAIÃO VALERIO e RAFAELA BELATI BARBIZANI. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 06 de novembro de 1.981, atendente comercial, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Jorge Valerio e de Ilda Gaião Valerio. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 07 de março de 1.988, secretária de escola, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Luiz Carlos Barbizani e de Tânia Elena Belati Barbizani.(Republicação).

JOSÉ CARLOS BISCARO e LUCIMARA CRISTINA DIAS. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 22 de março de 1.955, técnico de gesso, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Ântonio Biscaro e de Natividade Rodrigues Biscaro. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 30 de janeiro de 1.974, agente técnico administrativo, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Domingos José Dias e de Luzia Semensati Dias.

WALTER DOS SANTOS e TEREZINHA MARCONATO MILARÉ. ELE, natural de Urupês, deste Estado, nascido aos 06 de setembro de 1.945, aposentado, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Manoel José dos Santos e de Maria de Jesus. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 14 de junho de 1.956, aposentada, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Leonildo Milaré e de Maria Aparecida Marconato Milaré.

ALBERTO GANDUR LOPES e MAYARA BRESSAN TONDATO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 27 de abril de 1.982, professor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Idair Lopes Junior e de Márcia Borghi Gandur Lopes. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 02 de dezembro de 1.989, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Antônio Tondato e de Lucimara Bressan Tondato.

JOSÉ LUIZ DA SILVA AGOSTINHO e ANDRÉIA SIMONE DA SILVA. ELE, natural de Portugal, nascido aos 05 de setembro de 1.953, professor, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Luiz da Costa Agostinho e de Maria Pereira da Silva. ELA, natural de Paranapuã, deste Estado, nascida aos 18 de abril de 1.978, motorista, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Anisio da Silva e de Adelaide Doares de Brito da Silva.

DAISSON ROGÉRIO ALVES DE ALMEIDA e NAYARA GONÇALVES SILVA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 15 de julho de 1.992, entregador, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Carlos de Almeida e de Alaide Alves de Lima. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 12 de agosto de 1.993, babá, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Orlei Sousa Silva e de Isaltina Gonçalves Silva.

OSMAIR ESTEVAM FERREIRA e BARTIRIA ARABIAN CHAVES. ELE, natural de Votuporanga, deste Estado, nascido aos 02 de junho de 1.975, pedreiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Osmar Alves Ferreira e de Helena Estevam Ferreira. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 23 de junho de 1.981, do lar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Sebastião Candido Chaves e de Leonilda da Silva Chaves.

ANDERSON ARGUELHO ORTIZ e RITA DE CÁSSIA PEDROSO FONSECA. ELE, natural de Porto Murtinho, Estado de Mato Grosso do Sul, nascido aos 03 de dezembro de 1.984, pintor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Carlos Olmos Ortiz e de Valentina Arguelho. ELA, natural de Cristalina, Municipio de Caarapó, Estado de Mato Grosso do Sul, nascida aos 26 de abril de 1.971, vendedora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Adauto Fonseca e de Maria Aparecida Pedroso Fonseca.

PAULO HENRIQUE GABRIEL e JANAINA DOS SANTOS DA SILVA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 10 de janeiro de 1.985, motorista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Rosana de Paula Gabriel. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 20 de setembro de 1.989, auxiliar de escritório, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Antônio Machado da Silva e de Maura dos Santos da Silva.

VALDEMIR MENDES VIANA e SELMA FERREIRA GROSSO DA SILVA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 11 de outubro de 1.977, magarefe, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Mendes Viana Neto e de Maria Sueli Alves Viana. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 30 de julho de 1.980, doméstica, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Nivaldo Grosso e de Maria Ferreira Grosso.

ALISON VICTOR PEREIRA e BIANCA RODRIGUES DE SOUZA. ELE, natural de Fernandópolis, deste Estado, nascido aos 01 de março de 1.994, autônomo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Celso Tadei Pereira e de Luciana Matias da Silva. ELA, natural de Campinas, deste Estado, nascida aos 26 de junho de 1.996, secretária, solteiro, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Jose Carlos de Souza e de Rosana Rodrigues dos Santos.
WILLIANS CESAR IDENAGA e DAIANE PRICILA FERRARI SCATENA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 18 de agosto de 1.987, eletricista de autos, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Hélio Kazuo Idenaga e de Maria Aparecida do Carmo Idenaga. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 28 de fevereiro de 1.990, secretária, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Odevaldo Scatena e de Silvana Ilda Ferrari Scatena.
ALEX MARTINS DA SILVA e SONIA MARIA DA SILVA GERES. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 21 de outubro de 1.987, vigilante, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Valdomiro Martins da Silva e de Sonia Borges da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 20 de julho de 1.968, do lar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Molina Geres e de Maria da Silva Geres.
LUIZ PAULO DE OLIVEIRA e EDNA BARBOZA DO AMARAL. ELE, natural de Urânia, deste Estado, nascido aos 21 de dezembro de 1.966, motorista, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Augusto de Oliveira e de Cecilia Batista de Oliveira. ELA, natural de Guarani D’Oeste, deste Estado, nascida aos 23 de abril de 1.972, técnica em enfermagem, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Luiz Barboza do Amaral e de Delmina José do Amaral.

SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA- O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.

Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina


Alesp sediará Workshop sobre boas práticas de gestão nas prefeituras

No dia 29 de novembro (terça-feira), a partir das 9h, a Assembleia Legislativa de São Paulo, a Associação dos Procuradores do Estado de São Paulo (Apesp) e o Instituto do Legislativo Paulista (ILP) sediará o workshop "Responsabilidade administrativa e boas práticas de gestão nas Prefeituras Municipais". O público alvo são secretários municipais, vereadores e prefeitos eleitos e reeleitos. A abertura do evento será feita pelo presidente da Casa, deputado Fernando Capez.

Entre as palestras que serão proferidas estão: "Advocacia Pública: garantia de boa gestão administrativa", com o presidente da Apesp, e ex-procurador-geral do Estado, Marcos Nusdeo; "A Reforma Política Possível - desafios para os agentes políticos", com o diretor-executivo da Escola Judiciária Eleitoral do TRE-SP, André Lemos Jorge; "Controle de Contas Pelo TCE", com presidente do Tribunal de Contas, Dimas Eduardo Ramalho; e "Eficácia do Procedimento Licitatório", com o coordenador da área de licitações e contratos da Procuradoria da Assembleia Legislativa, Juliano Henrique da Cruz Cereijido.

Cuidados durante os temporais

 
O período chuvoso aumenta a incidência de ventos e descargas atmosféricas (raios) e consequentemente os riscos para pessoas e equipamentos elétricos. Segundo dados do Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), o Brasil é atingido anualmente por mais de 100 milhões de raios, sendo o país campeão na incidência desse fenômeno no mundo.

Os raios podem atingir pessoas e imóveis diretamente ou mesmo por meio de objetos metálicos ou equipamentos elétricos, telefonia, antenas externas, rede de TV e Internet via cabo ou rede de energia elétrica. O aumento dos vendavais também tem sido sentido nos últimos temporais. Os vendavais provocam quedas de galhos e de árvores inteiras sobre veículos e pessoas e acarretam sérios danos ao sistema elétrico, causando desligamentos.

Para a proteção das instalações elétricas internas e dos aparelhos elétricos de residências, lojas comércios e demais construções é necessário fazer o aterramento nas tomadas e instalar equipamentos denominados de DPS – Dispositivo de Proteção contra Surtos, conforme norma técnica da ABNT NBR 5410 – Instalações Elétricas de Baixa Tensão. Dispositivos como filtros de linha, estabilizadores e nobreaks também tendem a atenuar pequenas variações elétricas e picos de energia que chegam até os eletrônicos. Apesar de serem utilizados bastante em computadores, esses aparelhos também são recomendados para outros produtos.

Raios e ventos igualmente podem ocasionar o rompimento e queda de fios e cabos no solo. Os sistemas de distribuição de energia elétrica da CPFL Paulista possuem equipamentos e para-raios e equipamentos de proteção que servem para desligar automaticamente o fornecimento de energia nos casos de queda de cabos. Mesmo assim, ninguém deve se aproximar ou tocar na fiação caída. Diante dos prejuízos materiais e físicos é preciso estar atento quando uma tempestade se aproxima e tomar alguns cuidados.


Dicas e cuidados para evitar acidentes durante os temporais:
· Nunca utilize telefone com fio ou aparelho conectado à tomada durante uma forte tempestade com incidência de raios;

· Se precisar fazer uma ligação, dê preferência aos celulares;

· Deixe para carregar o smartphone em outro momento e sempre opte por usar o notebook na bateria e pela rede Wi-Fi, dispensando o uso de fios;

· Os cabos telefônicos, cabos de TV por assinatura e fiação de antenas são capazes de conduzir a corrente elétrica até os aparelhos. Por isso, é aconselhável retirar os aparelhos eletrônicos mais sensíveis das conexões com rede de telefonia, TV a cabo e antena externa;

· Sempre que puder, instale dispositivos de proteção contra surtos e aterre a rede elétrica da residência ou comércio;

· Ao ver um fio caído na rua, a pessoa deve manter uma distância segura. Não se deve se aproximar ou tocar nos cabos e deve acionar a responsável imediatamente;

· Quando ouvir os trovões, nunca fique em campo aberto. Procure abrigo imediatamente em construções e feche os vidros e janelas;

· Durante temporais, evite aglomerações;

· Evite ser o ponto mais alto das proximidades ou estar próximo dele;

· Se não for possível se abrigar, agache-se, com as mãos na nuca e pés juntos;

· Não fique embaixo de árvores ou próximo à torres e não deixe veículos sob as árvores durante vendavais;

· Nunca fique dentro ou perto de reservatórios de água, como piscinas, o mar, lagos ou rios;

· Não fique perto de construções ou objetos metálicos que tenham ligações com o exterior, como janelas, cercas ou varais metálicos;

· Não segure objetos metálicos nas mãos, se estiver em campo aberto;

· Se estiver na estrada ou na rua, dentro de um veículo, feche os vidros e permaneça no seu interior.

Recomendações em inundações - Outro grave problema que chega com a temporada de chuvas, é o das inundações que se tornam comuns em algumas áreas da cidade. Nesses locais, além da inspeção que é feita pelos profissionais da empresa, a CPFL Paulista orienta a população a tomar alguns cuidados. Embora a empresa realize vistorias em áreas alagadas para verificar se há algum risco para o fornecimento de energia ou para as pessoas, a população pode e deve se precaver.

Se a água chegar à altura de algumas tomadas mais baixas, a recomendação é para que os moradores desliguem os disjuntores de suas residências. Isso evita que a corrente de energia se propague pela água. Caso a água ameace atingir a caixa do medidor, o cliente deve contatar a CPFL para que seja desligada a energia da casa.

Novos hábitos

Reginaldo Villazón

A principal finalidade da alimentação, desde os tempos antigos, é "comer para viver". Matar a fome, suprir as necessidades alimentares do corpo, é tarefa obrigatória para toda pessoa se manter ativa. Além disso, historicamente, a alimentação é um forte componente da cultura dos povos. É fácil entender, por exemplo, que os árabes se identificam – não só por seus traços étnicos, suas roupas, suas artes, seu idioma – mas também por sua alimentação. O que se come e como se come, faz diferença entre os povos.

A globalização – difusora do que é bom e do que é ruim – contribuiu para a expansão da alimentação rápida (fast-food). Hambúrgueres, cachorros-quentes, pizzas, batatas fritas, empanados, recheados e outros (carregados de carboidratos, gorduras, sal e açúcar) acabaram tomando o lugar das refeições. E estimularam o aumento do consumo dos refrigerantes adoçados. Mais recentemente, a gastronomia ganhou espaço no mundo com o objetivo exclusivo de harmonizar texturas e sabores dos alimentos.

O consumismo induziu a sociedade a "viver para comer". O consumo inadequado desses alimentos por pessoas urbanas (presas a atividades leves e ao sedentarismo) passou a produzir uma grande onda de obesos e doentes crônicos. Hoje, estatísticas médicas apontam o aumento do risco de acidentes cardiovasculares, hipertensão, diabetes, disfunções biliares e alguns tipos de câncer como resultado de hábitos alimentares errados. Esta situação adversa tem despertado uma reação de grande amplitude.


De início, existe a preocupação com a sustentabilidade ambiental em nível planetário. A produção de alimentos não pode (pois não precisa) causar desmatamento, poluição e contaminações. Milhares de espécies vegetais nativas ainda não são aproveitadas como alimentos. O desperdício de alimentos deve ser minimizado. Os alimentos naturais, orgânicos e funcionais (que nutrem e beneficiam a saúde) devem ser preferidos. O mercado mundial destes alimentos já alcança mais de 30 bilhões de dólares por ano.

Embora o ser humano coma carne desde as suas origens, o tabu de que hoje precise comer carne já foi derrubado. A alimentação vegetariana variada, tal como agora é possível, hoje faz muita gente viver por mais tempo, tendo o coração mais saudável, as artérias mais limpas, o odor corporal mais agradável e o humor mais inspirado. O sentimento de solidariedade com os animais, que sofrem nos confinamentos e nos abates, ganha respaldo científico. Os animais são, sim, providos de inteligência e sentimentos.

O Brasil não está no mesmo nível dos Estados Unidos, China, Japão e países europeus. Mas cresce rápido na produção e no consumo de alimentos orgânicos. Diversos participantes do setor se articulam e constróem uma economia alimentar de alta qualidade. Aqui, servir comida orgânica em restaurante não é mais moda. Pesquisa IBOPE de 2010 já mostrava que 68% dos brasileiros preferiam comer alimentos orgânicos. Nada mal para um país que está no grupo de emergentes em alimentos saudáveis.

Já me chamaram de poeta...

José Renato Nalini, Secretário estadual de Educação



…Mas prefiro ser um sonhador. É assim que Murilo Lopes Gonzales, aluno do 3° ano do Ensino Médio na Escola Estadual Prof. Milton Cruzeiro inicia a sua aventura poética. Escreve poesisas desde os sete anos e é movido a inspiração. Sentimento de nostalgia é o que o leva a poetar. "Acho o mundo da poesia muito interessante".

Murilo é um jovem normal, o caçula de três. Tem afeição pelos "queridos videojogos". Seu interesse mais recente é a música "e uma vontade de me conectar mais a esse mundo cresceu junto. Não sei se gostaria de ser um compositor para músicas um dia, mas ainda tenho tempo para isso".

Dedica a sua "produção independente", coletânea de poemas antecedidos por uma autoapresentação muito simpática, à família e ao Professor Valmir, "que se provou muito mais do que um professor que chega em sala de aula e passa qualquer conteúdo que tenha em seu roteiro de aulas, que me deu a oportunidade de voltar a escrever depois de anos". Como pe importante o talento encontrar alguém disposto a estimulá-lo. A poesia é um instrumento poderoso de formação de uma personalidade sensível, humana, desperta para a maravilha da existência. Tudo o que o Brasil e o mundo estão a necessitar.

Quantos "Murilos" não se encontram entre os milhões de alunos brasileiros, com a poesia no coração e uma vontade imensa de partilhar seus sentimentos" A produção poética alimenta a alma da qual jorra e nutre de beleza o mundo que alcança.

No poema "Cidade", Murilo Lopes Gonzales exprime o que uma criança pode sentir quando vê seu espaço deteriorado: "Vivemos em uma cidade/onde temossaudade/da prosperidade/eda vitalidade. E continua: "Sujaram ainda mais nossa realidade/Lugar de nossa felicidade". E termina: Queremos de volta a nossa amarga, porém querida cidade".

O apelo de Murilo é o de milhões de crianças que precisam de paz, harmonia, beleza, e tranquilidade para o crescimento em plenitude. Aquele que a poesia ajuda a edificar.

Tite, Temer e o Brasil

Junji Abe

 

Faz sentido sermos pentacampeões do mundo e continuarmos essa vitoriosa caminhada. Temos a riqueza inesgotável de jogadores que só precisam de aprimoramento e comando. Porém, ciclicamente, entramos em parafuso. Chegamos ao ápice da desclassificação na Copa do Mundo de 2014, em pleno Estádio do Maracanã. E pior, humilhados com a derrota fragorosa de 7 a 1 para Alemanha.

Somos uma potência incomparável em recursos naturais, com gente fraterna e obreira que constituiu uma sociedade multirracial e multicultural. Ocorre que vivemos o mesmo parafuso enfrentado pela seleção canarinho. Mas, estamos no limiar de transformações extremamente positivas. Vejamos o futebol. Há cartolas corruptos presos ou prestes a ajustar contas com a Justiça. Após a desastrosa era Felipão e o ineficiente comando técnico de Dunga, com a seleção ameaçada de exclusão da Copa 2018, eis que, finalmente, vem a luz: Tite chega para dirigir a seleção.

Desde que assumiu, foram seis jogos e seis vitórias. O Brasil saiu da lanterna e foi para o 1º lugar. Faltando ainda quatro jogos, só precisa de um empate para a classificação na Copa 2018. Esse gaúcho de 55 anos ralou muito para chegar à posição de técnico vencedor. Além de extraordinário conhecimento técnico, determinação e humildade, Tite domina a tarefa mais complexa que é o relacionamento humano. Sabe se colocar diante dos cartolas e, principalmente, junto aos jogadores.

Embora tenhamos gênios da bola, como o excepcional Neymar, Tite constrói uma seleção não dependente de um guerreiro. Prima pelo jogo coletivo e solidário. O técnico enaltece o desempenho e a importância de cada membro da sua comissão técnica. Sem vaidade, com espontânea demonstração de senso coletivo, divide os louros das vitórias. Não à toa, o povo ovaciona: "Tite, Tite, Tite!"

Guardadas as proporções, pode-se comparar a situação com os campos público e privado da Nação. Embora tênue, há luz no fundo do túnel. Com a Operação Lava Jato, dezenas de autoridades e empresários são presos. As pedaladas fiscais levam ao impeachment da presidente Dilma Rousseff e a consequente posse de Michel Temer. Apesar das dificuldades advindas do carcomido sistema político-partidário e administrativo, ele trabalha pela superação da crise.

Com compreensão, solidariedade, união e efetiva participação do povo, haveremos de resgatar o bem-estar a que temos direito. Oremos para que personalidades responsáveis e eficientes, como o nosso Tite, apliquem políticas públicas pautadas pela austeridade e amor ao Brasil e a nossa gente. Sem vaidades nem idolatria. Apenas com competência, sensibilidade e dedicação. Assim, quem sabe, como no futebol, voltemos a ovacionar não alguém, mas o nosso Brasil. *Junji Abe é líder rural, foi deputado federal pelo PSD-SP (fev/2011-jan/2015) e prefeito de Mogi das Cruzes (2001-2008