Páginas

sábado, 15 de outubro de 2016

“Bichos do Brasil” dia 21 de outubro em Jales

Pautado na brincadeira que em torno da espontaneidade e da imaginação, com bonecos, música e coreografia o Circuito Cultural Paulista traz para Jales no dia 21 de outubro no Teatro Municipal, às 20h, o espetáculo "Bichos do Brasil" produzido pela Companhia Pia Fraus.

A exibição busca mostrar a riqueza da fauna brasileira através de recursos plásticos, procurando recriar o ambiente da mata sem exigir um comportamento humano de seus personagens. São bonecos feitos a partir de materiais naturais que ganham novo tratamento e cores diversas, buscando dar uma abordagem contemporânea a elementos rústicos.

Com classificação livre e entrada franca a apresentação conta com o apoio da Secretaria de Esportes, Cultura e Turismo.

Presidenta do STF, ministra Cármen Lúcia, estará no Roda Viva

A presidenta do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia (foto), estará no centro do Roda Viva na segunda-feira, 17 de outubro ao vivo, a partir das 22h.
A ministra falará sobre como a Corte máxima do País tem interpretado a Constituição e o combate à corrupção, além de outros assuntos.
Natural de Montes Claros (MG), Cármen Lúcia, de 62 anos, é a segunda mulher a presidir a Suprema Corte, após a ministra Ellen Gracie. Ela foi indicada para o STF, em 2006, pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Formada em Direito, em 1977, pela Faculdade Mineira de Direito, Cármen Lúcia exerceu o cargo de procuradora do estado de Minas Gerais de 1983 até 2006, sendo procuradora-geral do estado durante o mandato do então governador Itamar Franco.
Assumiu a vice-presidência do STF em 2014, exercendo esta função desde então. Também ocupou a função de ministra do Tribunal Superior Eleitoral de 2009 a 2013, presidindo-o de 2012 a 2013, tornando-se a primeira mulher a fazê-lo.
O Roda Viva, apresentado por Augusto Nunes, contará com uma bancada de entrevistadores e a participação fixa do cartunista Paulo Caruso.


Novo administrador hospitalar

A Santa Casa de Jales conta a partir de agora com o novo administrador hospitalar, Rafael Carnaz Prado, da cidade de Barretos. Ele ocupará o cargo do Valdenis Neves, que recentemente assumiu a administração de outra instituição em São José do Rio Preto.

Rafael, apresentou-se oficialmente aos gestores no início do mês de setembro. Formado em Sistema de Informação e pós-graduado na faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo no curso de Gestão Hospitalar, ele possui experiência superior a sete anos na Santa Casa de Misericórdia de Barretos.

Para Rafael, a primeira impressão da instituição é muito positiva. "Há vários bons projetos em andamento. Pretendo neste começo trabalhar a qualidade pela qualidade, ampliando os indicadores existentes e implantando outros para que possamos ter gestão de conhecimento e fortalecimento na tomada de decisões mais assertivas", relatou Rafael.

De acordo com o provedor, Junior Ferreira, o administrador é fundamental no bom andamento da instituição. "Apostamos que ele fará um trabalho consistente com a nossa realidade, impondo propostas que visam melhorar o andamento da Santa Casa".

O administrador revela que deverá começar o trabalho focado no planejamento juntamente com o grupo de gestores. E ainda desenvolver projetos a médio e longo prazo reavaliando os pontos fracos da instituição, compartilhando todo o conhecimento e a vivência de outros trabalhos.

Urânia promove com sucesso festa para as crianças

 
O Dia da Criança este ano, ocorrido na quarta-feira, 12 de outubro, foi comemorado com grande estilo e muita alegria em Urânia.
 
 
 
 
 
 
 

O evento, denominado "Festa das Crianças" foi aberta a todas as crianças do município. O prefeito Airton Saracuza falou da importância da festa e enfatizou que sendo a última festa que promove para as crianças do município de Urânia em seu mandato "dizer que me sinto feliz com a presença das crianças a essa maravilhosa festa a qual dedicamos a elas", disse o prefeito Saracuza.

O evento foi no Barracão da Prefeitura. E para queimar as calorias ainda havia para a garotada brinquedos como pula-pula, escorregador, torre inflável, piscina com bolinhas, o popular trenzinho que percorreu as ruas da cidade fazendo a alegria das crianças e brincadeiras, o que garantiu muita diversão para a garotada. Além disso foi servido cachorro-quente, refrigerante, pipocas e algodão doce, tudo isso de graça, ninguém pagou nada para se divertir.

Segundo o prefeito Saracuza, tudo foi preparado com muito cuidado visando o bem estar e diversão das crianças. A preparação para a grande festa das crianças ficou a cargo dos funcionários da Prefeitura Municipal, principalmente os da Educação (professores, diretores e monitores), bem como o pessoal do Fundo Social e Órgão Gestor, e a participação dos componentes da Escola da Família que fizeram pinturas na criançada.

"Desejávamos que este dia fosse totalmente dedicado a fazer a alegria das crianças e agradeço de coração a todos os funcionários e voluntários que se dedicaram e se empenharam para o sucesso da festa", se expressou o prefeito Saracuza.

O prefeito Francisco Airton Saracuza esteve acompanhado da primeira-dama e vereadora Marinete Munhoz Borges Saracuza e assessores "Fico muito feliz pela festa ter agrado a todos, em especial, as crianças, já que a festa era toda delas", disse a primeira-dama Marinete Saracuza.

FOLHAGERAL

Uma corrida
de olhos no link de registro de candidaturas, no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é suficiente para concluir que os candidatos – eleitos e reeleitos – para a próxima legislatura nas Câmaras Municipais brasileiras (2017 a 2020) não apresentaram nem vão apresentar bons projetos públicos à população.

Por tradição,
os candidatos a vereador vão às cegas representar o povo, não se preocupando em se preparar antes para assumir as responsabilidades. Com incentivo irrestrito dos partidos, sem treinamento prestado por instrutores competentes, eles concorrem ao legislativo mesmo sem conhecer o Regimento Interno das Câmaras.

Apoiado
por uma corrente formada por 13 partidos, o prefeito eleito Flá Prandi (DEM) declarou que seus assessores serão escolhidos pela competência. Ou seja, entre três candidatos a assessor (um aliado político, um bom amigo e um competente), ele vai escolher o competente. Se, de fato, ele fizer isso, será ótimo para o seu governo e para o povo.

Por lembrança,
o petista Humberto Parini foi eleito prefeito em 2004, na primeira vez. Antes da eleição, como candidato, ele disse a mesma coisa que Flá sobre a escolha de assessores. Falou, na frente de um mundo de gente, na Associação Comercial. Mas, na hora do vamos ver, não cumpriu o que disse. A tão prometida modernização da prefeitura nem se falou mais.

Sem dúvida,
cada assessor precisa ter competência no assunto vai trabalhar. Se é aliado político ou bom amigo, melhor ainda. Mas a fala de Flá não agradou todo mundo. Tem gente dizendo que, mirando na competência, ele vai escolher assessores fora dos partidos aliados e isso vai lhe custar perda de apoio político. Há "companheiros de Flá" nas redes sociais afirmando que será da futura cozinha do prefeito.

Os dois
candidatos a prefeito de Pontalinda foram julgados na sessão de quarta-feira, 05 de outubro, do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP). Elvis Carlos de Sousa (eleito no dia 02 de outubro com 1.532 votos) teve a decisão anterior de deferimento alterada pela Corte e foi considerado inelegível com base na Lei da Ficha Limpa. Este fato impede o postulante de participar do pleito.

A segunda
chapa de Pontalinda que concorria à eleição, formada pelos candidatos Sisinio de Oliveira Leão (a prefeito) e Marcelo Lima Rodrigues (a vice), que obteve 1.176 votos, teve o indeferimento do registro mantido pelo TRE. De acordo com os juízes, o candidato a vice-prefeito está com os direitos políticos suspensos e, por esse motivo, não preenche os requisitos de elegibilidade exigidos. Ambos vão recorrer ao TSE.

Em Aspásia,
graças ao PT, o prefeito Calango (DEM) conseguiu a sua reeleição (com 50,86% dos votos) ao derrotar o seu oponente Lia do Bar (PSDB) com 49,14% dos votos. Lia do Bar queria apoiar o PT contra Calango, mas não deu certo. Petistas históricos consideraram temerário o apoio de Lia Bar que durante a sua gestão colocou-os para escanteio

No universo
de 91 candidatos a vereador, eleitos nos dez municípios que formam a 152ª Zona Eleitoral com sede em Jales, nestas eleições municipais 2016, realizadas em 02 de outubro, 12 são mulheres. O município de Santa Salete elegeu quatro mulheres vereadoras e cinco mulheres como vereadoras suplentes.

A vereadora
 
Rosana Cristina Cocharro Preto (foto) servidora pública municipal, nível superior, é uma das quatro mulheres escolhidas para o cargo. Ela foi reeleita em primeiro lugar com 146 votos ou 8,93 % do votos válidos. Foram reeleitas ainda: Lucia Lopes e Marizete Costa, ambas do PMDB. Sinal que fizeram bom trabalho no Legislativo. Claudia Borges (PSD) é eleita pela primeira vez.

Querem saber
os partidos que elegeram mulheres vereadoras na região? Anotem aí. O PSD elegeu quatro mulheres. O PMDB elegeu três e DEM elegeu duas mulheres, cada um. O PP, o PT e o SD elegeram uma vereadora, cada um. A tendência de mais mulheres participarem da política vai deixar muitos marmanjos na pilotagem dos fogões.

Os analistas
políticos lá do botequim da vila vem comentando que a futura administração municipal de Jales – Flá / Garça – pode vir a contar com dois reforços vindos de fora. Um personagem qualificado, a pedido de um proeminente político, viria de Olímpia para a coordenação político-administrativa. Outro viria de Votuporanga, trazido por um partido da coligação para coordenar a área econômica. Uma ousadia que pode dar certo? Um pesadelo para políticos locais?

O assunto
dos reforços vindos de fora pode ser apenas uma possibilidade, um comentário, até uma fofoca política. Mas é oportuno e importante. De agora em diante, as eleições e a política partidária vão ficando fora do interesse do povo. A partir de janeiro, o povo vai focar o desempenho do novo prefeito. Como estará a avaliação do prefeito: no primeiro mês, nos primeiros cem dias, no primeiro ano?

Muito embora
seja comum – em cidades canadenses, norte-americanas e europeias – a figura do gerente municipal, com resultados administrativos e financeiros excelentes, aqui no Brasil isso não vai em frente e a maioria das prefeituras se eterniza em dívidas e desorganização. Mas já temos bons cursos de administração pública, gestão pública e gerente municipal. E as exigências da população, que paga impostos, só crescem. Os prefeitos que se cuidem.

APAS apoia campanha em combate ao câncer de mama

A Associação Paulista de Supermercados (APAS) promove atividades em apoio à Campanha Outubro Rosa. A iniciativa nasceu do movimento internacional que é realizado em vários países, cujo objetivo é chamar a atenção para a prevenção ao câncer de mama e estimular a participação da população, empresas e entidades.

De 01 a 31 de outubro, a APAS disponibiliza no Portal (www.portalapas.com.br) o material de divulgação da Campanha para ser colocado nas lojas e utilizado pelos colaboradores dos supermercados. A Associação também realiza campanhas em suas mídias sociais e junto aos supermercados para a distribuição de folders que trazem informações importantes sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. O objetivo é conscientizar a população e divulgar que a mulher tem direito de fazer mamografia pelo Sistema Único de Saúde (SUS), conforme a Lei Federal nº 11.664/2008.

"Estamos engajados e apoiamos a Campanha Outubro Rosa, envolvendo nossos associados e clientes. Os supermercados estão presentes na vida do consumidor e, por isso, fazemos a nossa parte nesta luta pela conscientização", afirma Esther Gonçalves, diretora de Responsabilidade Social da APAS.

Mais sobre o movimento – O Outubro Rosa simboliza a luta contra o câncer de mama, o tipo que mais acomete mulheres, e visa mobilizar diversas instituições. O movimento popular internacional tem sua origem ligada aos Estados Unidos, onde vários estados tinham ações isoladas referentes ao câncer de mama ou mamografia no mês de outubro e, posteriormente, com a aprovação do Congresso Americano, o mês tornou-se oficial na prevenção da doença.

Sobre a APAS - A Associação Paulista de Supermercados representa o setor supermercadista no Estado de São Paulo e busca integrar toda a cadeia de abastecimento. A entidade tem 1.328 associados, que somam mais de 2.830 lojas.





 
A sífilis é uma Infecção bacteriana transmitida por contato sexual. Para debater o assunto o GVE XXX – Grupos Regionais de Vigilância Epidemiológica que abrangem os municípios das regiões de Jales, Santa Fé do Sul e Fernandópolis em parceria com o SAE / CTA - Serviço de Atendimento Especializado e Centro de Testagem e Aconselhamento, promoveram o II Seminário de Sífilis, na quinta-feira, 6 de outubro.

O evento foi realizado na sede da ACIJ - Associação Comercial e Industrial de Jales, com a participação de mais de cem pessoas dentre médicos, enfermeiros e profissionais da saúde das instituições municipais. As palestras foram proferidas pelos médicos do CRT- Centro de Referência e Treinamento DTS/AIDS, Roberto José Carvalho da Silva e do SAE, Maurício Fernando Favaleça.

Os palestrantes falaram das causas, diagnóstico, tratamento e prevenção da doença e mostrados dados epidemiológicos da região. Além dos clínicos, estiveram presentes o prefeito Pedro Callado, a secretária municipal de Saúde Patrícia Albarelo, o infectologista do Cadip- Centro de Atendimento às Doenças Infecto-parasitárias de Fernandópolis Marcio Gaggine, a interlocutora do GVE XXX, Sandra Roberta e a presidente da Comissão da Mulher da 63° subseção da OAB de Jales, Thais Cabrini.

25 milhões de paulistas dependem do SUS, aponta estudo do governo

Por Léo Arcoverde


 
Dados: 25.050.889 de pessoas. Esse é o número de usuários exclusivos do SUS (Sistema Único de Saúde) em todo o Estado de São Paulo, de acordo com informações da Secretaria Estadual da Saúde, obtidos pelo site especializado em jornalismo de dados Fiquem Sabendo, por meio da Lei de Acesso à Informação.

De acordo com a pasta, a estimativa atual da população dependente do SUS no Estado, tabulada em maio deste ano, é a maior desde 2008 (veja no infográfico).

Ao enviar os dados à reportagem, a pasta informou que "a crise econômica está levando mais gente para a rede pública de saúde em São Paulo, provocando o aumento da produção SUS no Estado. A migração tem resultado no crescimento da demanda e do atendimento na rede estadual de Saúde".

Reportagem publicada pelo Fiquem Sabendo no dia 6 de setembro mostrou que mais de 1 milhão de usuários exclusivos do SUS se incorporaram ao grupo desde 2014, início da crise econômica brasileira que persiste até hoje.

O que a Secretaria da Saúde classificada como "população SUS-dependente" representa 58% dos cerca de 43 milhões de habitantes do Estado.

Nesta segunda-feira, a Câmara dos Deputados aprovou em primeiro turno o congelamento dos gastos federais por anos. Instituída pela PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 241, a medida deve afetar os investimentos em saúde pública sobretudo a partir de 2018.

2013 registrou menor população dependente dos últimos 14 anos

A recente explosão de dependentes do SUS no Estado de São Paulo sucedeu um período no qual o número de paulistas que não prescindiam dos serviços públicos de saúde tradicionais contabilizou o seu menor número no período 2003-2016 (14 anos seguidos).

Antes de 2008, a estimativa de dependentes feita pela Secretaria de Estado da Saúde apontou sempre para um número próximo a 25 milhões de usuários exclusivos dos serviços públicos de saúde nos municípios paulistas.

Em 2013, um ano antes de o país entrar na recessão profunda em que se encontra hoje, 23,76 milhões de paulistas dependiam exclusivamente do SUS caso precisassem de algum atendimento na área da saúde.

Saúde é a principal preocupação do brasileiro - Uma pesquisa realizada em 2014 pelo Ipsos, um dos maiores institutos de pesquisa do mundo, apontou que 64% dos brasileiros veem a saúde como a sua principal preocupação.

Na mesma pesquisa, o Ipsos apontou a saúde como a principal preocupação de entrevistados de países como EUA (37%), Canadá (40%) e Grã-Bretanha (27%).

Por que isso é importante?

A saúde é um dos direitos sociais previstos pelo art. 6º da Constituição Federal de 1988.

Ela está equiparada a direitos como educação, moradia, transporte e trabalho.

A obrigação do Poder Público prestar um serviço de saúde de qualidade à população está disposta em vários artigos da Constituição.

Um exemplo é o art. 196. Ele dispõe: "A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação".

Já a Lei Federal nº 8.080/1990 (Lei do SUS) dispõe, no seu art. 2º, que "a saúde é um direito fundamental do ser humano, devendo o Estado prover as condições indispensáveis ao seu pleno exercício".

Semana Acadêmica une cursos da Saúde da Unijales

Daniel Zilio



Com o objetivo de proporcionar integração entre os universitários, docentes e palestrantes, caracterizada por oferecer um amplo conjunto de atividades, através de palestras, minicursos e aulas práticas que agreguem conhecimentos relacionados à área que vão atuar e complementem o conteúdo visto em sala de aula, os cursos de Enfermagem, Estética e Cosmética, Fisioterapia e Farmácia, respectivamente coordenados pelos professores, Michele Salerno, Adriana Lourenção Valério, Bruno Rubinho e Kelys Ramos, realizaram entre os dias 3 e 6 de outubro a V Semana Acadêmica Integrada.

As atividades começaram na segunda-feira, dia 3 de outubro, com a palestra "Ética em Saúde", ministrada pela professora Flávia de Siqueira Vieira, na Câmara Municipal de Jales.

No dia 4, terça-feira, os alunos participaram da palestra "Ética e Cuidados", com o médico do Hospital de Câncer, Jeferson Rodrigues Zanon, "Síntese, atividades anti HCV, anti-candida e antibacteriana de protótipos de fármacos", com o professor Ms. Éder Ramos Paganini e o minicurso "Peelings Físicos, Mecânicos, Enzimáticos e Químicos. Bioquímica do Envelhecimento e sugestões de tratamentos", com a especialista Angélica Giardini.

A programação seguiu na quarta-feira, dia 5 com o minicurso "Relação dos desequilíbrios Musculoesqueléticos nas lesões do aparelho locomotor dos esportes", com o palestrante Ms. Marcos Antônio Pereira Brito, "Conflitos Biológicos: causas e soluções", com Adaylton Leonel de Souza e "Microagulhamento", ministrado por Gabriela Okano.

Para encerrar a programação da V Semana Acadêmica Integrada, os alunos participaram no dia 6 de outubro do minicurso "Reabilitação funcional: abordagem e estratégias de tratamento para lombalgias", ministrado por Diego Marques Izumi, "Inibidores enzimáticos como candidatos a fármacos no tratamento de doenças parasitárias", com o Ms. José Carlos Quilles Júnior e "Técnicas avançadas em protocolos de redução de medidas: Lipocavitação, Criolipólise, Eletroporação, Criotermólise, Termoterapia e Crioterapia", com a especialista Regina Ambar Assunção.

16° BPM/I realiza “Tarde das Crianças” no “Projeto Girassol” em comemoração ao Dia das Crianças


 
Policiais Militares juntamente com os alunos do Curso de Formação de Soldados do 16º BPM/I realizaram, em comemoração ao Dia das Crianças, uma ação solidária com as crianças do "Projeto Girassol", com sede no Centro Espírita Adolfo Bezerra de Menezes, no bairro Pq. Paulistano.

A ação, que transcorreu durante toda a tarde do dia 11 de outubro, contou com diversas atividades desenvolvidas pelos policiais e alunos. Iniciando as atividades as crianças tiveram uma breve explicação sobre o trabalho policial e também sobre o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência - PROERD. Em seguida participaram de brincadeiras, pintura de rosto e outras atividades. Aí a fome bateu! Então é hora do lanche. Teve cachorro quente, guaraná e bolo, do jeito que criança gosta. Mas a melhor parte ainda estava por vir. A última atividade do dia foi uma volta de viatura pelas ruas do bairro, com direito a sirene e tudo mais. Não teve quem não gostou. O sorriso nos lábios e o brilho nos olhos dos pequenos era a confirmação de que o objetivo foi alcançado: um dia das Crianças um pouco mais feliz!

A Psicanálise e a Missão do Educador

Flávio Rodrigo Masson Carvalho
Professor do UNIBAVE – Orleans - SC
 
O educador e psicanalista Hans Zulliger, em um de seus livros As crianças difíceis, de 1946, conta-nos que obteve bons resultados na aplicação da psicanálise em crianças de 12 ou 13 anos dentro do sistema público oficial. Ele fazia uso do diagnóstico que encontrava para prescrever medidas a serem tomadas pela escola.
O inconsciente na educação tem sido muito pouco estudado. Ele tem sido fundamentalmente abordado através da clínica psicanalítica.
A psicanálise não deve medicalizar a educação. A psicanálise deve contribuir para com a educação e a psicopedagogia.
Para Lacan não se trata apenas de um querer saber ou ter vontade de saber. Mas do desejo de saber tecer a partir do sujeito superar o seu próprio horror de saber, que atua paralisando-o, fazendo com que ele não queira saber algo que realmente necessite saber.
Segundo Lacan, o processo de constituição do sujeito vai depender das condições que o outro lhe der. Estas condições são tecidas através da linguagem e da fala. Com este dizer de Lacan, podemos significar a importância do Professor no processo ensino-aprendizagem, e na formação do aluno.
Defendeu Freud em 1914, que somente o desejo coloca em funcionamento o aparelho mental. E com este pensamento, eu pergunto: Qual o tamanho do desejo do professor para ensinar?
E contribui Lacan ao dizer: "Não há ensino se o sujeito não colocar algo de si".
A Psicanalise Humanista, pode ajudar o professor e o aluno a melhor entender a alma humana, e seu desenvolvimento pessoal e emocional.
O educador tem que infundir na alma infantil! Tarefa difícil, pois não compreendemos nossa própria infância.
O educador deve considerar o meio, a sociedade e a civilização. E aprender a lidar com o não-saber e o excessivo-saber.
Os professores não suportam os conteúdos trazidos pelos alunos. Tem que estar também aberto para aprender com os alunos, pois a educação é via de duas mãos, ensina-se, mas também aprende-se. As vezes aprendemos mais com os alunos, do que ensinamos.
O educador tem que considerar nas crianças quando chegam na escola, suas bagagens, seus laços sociais e seus conteúdos emocionais.
A Psicanálise pode ajudar o professor a lidar com o seu EU interior e a sociedade. Pode ajudar o professor a diferenciar o seu EU e o EU da criança. E Pode ajudar, principalmente, como reagir perante as suas emoções.
Segundo Melaine Klein o professor, muitas vezes, tem que resgatar o amor que criança não teve. E neste momento a psicanálise Humanista pode ajudar.
O professor tem que estar muito atento a todas as ações da criança, pois sempre que age, ela não faz ao acaso, ela a todo instante apresenta formas de gozar que aprendeu em sua família. E não é possível conceber a educação se o professor não se integrar a família do aluno, e como defende Klein, muitas vezes assumindo o lugar dos pais desta criança.
Enquanto educadores, precisamos desfazer nossos próprios preconceitos teóricos. O professor será o depositário de algo que pertence ao aluno.
O desejo inconsciente do professor, o impulsiona a função de mestre, e não devemos nos esquecer que não temos controle total do que dizemos.
O professor é dotado de um PODER, e a todo instante tem vontade de abusar dele, é um desejo inconsciente, e muito forte.
Professor deve renunciar o poder que o aluno lhe dá no início de uma relação pedagógica, e é um mister se livrar da culpa e da impotência.
A transmissão de conhecimentos pode criar efeitos no inconsciente do outro. O professor, se perder o controle desta transmissão não saberá jamais o caminho que o aluno tomará. E os alunos não conhecerão jamais as repercussões inconscientes de sua presença e de seus ensinamentos.
O professor não deve esquecer jamais que o desejo de cada um de nós é diferente. Ele vai lidar com muitos alunos que NÃO terão o desejo de aprender. E que o professor tenha muito desejo de ensinar.
É muito dura a missão de ensinar o aluno a matar o mestre e se tornar mestre de si mesmo.
Somente com muito AMOR o educador conseguirá cumprir sua missão. E o mais eficaz exercício para desenvolver este AMOR, é o de ESCUTAR o aluno, e ESCUTAR a sua CRIANÇA INTERIOR.
E como bem disse Freud: "A CRIANÇA É O PAI DO HOMEM".
 
Referência Bibliográfica:
CARVALHO, Flávio Rodrigo Masson. Psicanálise e Psicopedagogia: Contribuições da Psicanálise à Psicopedagogia. Editora Moderna. Jales, 2010.
 

Integrantes do Programa Escola da Família da EE do Arapuã comemora Dia da Criança









 
A unidade do Programa Escola da Família da E.E. "Professora Sueli da Silveira Marin Batista", no jardim Arapuã, comemorou o Dia das Crianças com uma divertida manhã no domingo, 9 de outubro. Em parceria com a comunidade e em especial com a Igreja Assembleia de Deus, cuja a sede fica ao lado da escola, os universitários e a vice diretoria do PEF, Rosemeire Parra Soares de Lima foram promovidas várias brincadeiras, apresentações de danças, "teatro de fantoches", maquiagens artísticas, distribuição de cachorro quente, refrigerante, pipoca e sorvetes.

O evento realizado em parceria com a Assembleia de Deus repetiu o sucesso do ano passado e vice-diretora Meire agradeceu todos os colaboradores e a dedicação dos universitários do programa. "Esta é uma das missões do Programa Escola da Família e, a presença de parceiros da própria comunidade valoriza nosso trabalho e nos motiva para continuar abrindo as portas da escola nos finais de semana para toda a comunidade participar das várias oficinas de lazer, esporte, artesanato e outras", disse a vice-diretora da EE Sueli Marin do Jardim Arapuã.

A atividade também fez parte do programa "Um dia na Escola do meu filho, da secretaria Estadual da Educação que tem como objetivo apresentar aos pais e responsáveis os ambientes onde seus filhos passam boa parte do dia. "A colaboração entre pais e escolas é fundamental para fortalecer o aprendizado. Como meio de incentivar essa união, a Secretaria mantém canais que possibilitam a participação das famílias na rotina educativa. (por Ilson Colombo).

Palestra no CRAS de Urânia aborda os temas fracasso, luta e vitória

 
O Centro de Referência da Assistência Social - Cras de Urânia, com apoio da Prefeitura Municipal, realizou na terça- feira, 4 de outubro, às 19:30h, uma palestra aos beneficiários dos programas sociais desenvolvidos no município, cujo tema abordado foi fracasso, luta e vitória, ministrado por Crislaine Calanca

A persistência, diz Calanca, pode transformar um fracasso em um sucesso extraordinário, vivemos em mundo cheio de obstáculos diante de nossos olhos, em nossas vidas rotineiras, mas sabemos que para se vencer temos que amadurecer diante dos desafios providos em linhas de equilíbrio emocional e racional.

"Nós podemos fazer mais do que isso"... essa frase foi essencial e fundamental na palestra concedida e aplicada aos beneficiários, portanto objetivamos que mesmo em desertos relacionados ao nosso cotidiano, podemos e acreditamos que existe algo melhor para se viver ou sobreviver.

A luta nos traz e nos faz aprender que podemos ter Fé, Esperança que existe um caminho para absorver a esperada Vitória, o fracasso existe para quem desiste de crer, lutar e batalhar.


Prefeitura de Jales doa alimentos e produtos de limpeza para as entidades



 
A Secretaria Municipal de Assistência Social está promovendo a entrega de produtos alimentícios e de limpeza para entidades assistenciais da cidade. A distribuição começou dia 7 de outubro.

As instituições beneficiadas foram: Lar dos Velhinhos São Vicente de Paulo, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Jales (APAE), Associação de Apoio a Criança e ao Adolescente de Jales (AACAJ) e Lar Transitório São Francisco de Assis.

A entrega foi feita pelo secretário de Assistência Social, Rogério Braz Avequi, para Antônio Claudio Francisco e Nilmar Humberto Donini, representantes do Lar dos Velhinhos; Osvaldo Polizio e Daiana de Oliveira representantes do Lar Transitório e Rosineide Savazi e Gustavo Petinari, representantes da AACAJ.

Ao todo serão doados dois mil litros de iogurte e mais de três mil e quinhentos litros em produtos de limpeza. Os donativos foram comprados por meio de verba federal (emenda parlamentar) e, segundo Rogério, as provisões serão entregues de acordo com a necessidade de cada entidade.

Além do secretário, participaram das entregas Cristiane Helena S. Sotto, Luana Lourenço da Silva, Mariza Marques Barbosa, funcionários da Secretaria de Assistência Social.

Reflexões: Melhor refletir

Adelvair Davidwww.addavid.blogspot.com

É natural que os desafios da vida provoquem sensibilização ou constrangimentos nos equipamentos emocionais da criatura humana.

Todo ser humano é sensível ao que lhe acontece, e por não ser ainda evoluído o suficiente para compreender todos os eventos dos quais é forçado participar, não reage de forma satisfatória em todas as situações.

O que se pode observar e concluir observando-se a forma como o homem age para resolver os seus problemas, e muitas delas nada honrosas, é que está implícita em cada experiência a necessidade de se fazer um aprendizado.

Quanto mais agastado, ferido, envergonhado, perturbado ou desorientado se apresente ele diante do que vivenciou, mais se observa que deve refletir sobre o que lhe acontece ou aconteceu, que deve encontrar e mudar alguma coisa no seu sentimento que não vai bem.

O orgulho, o egoísmo, a vaidade, a sensualidade, a cupidez, a baixa alta estima, a ambição desmedida são moradores muito bem acomodados na alma dos seres humanos neste mundo, em uns mais em outros menos, porém, segundo os espíritos venerandos constituem-se em chagas da humanidade, dizendo eles que não se trata de um problema de alguns, mas de todos.

Aplicar-se na própria melhora para alterar as paisagens íntimas de forma a não mais ceder aos convites dessas mazelas é tarefa inadiável e intransferível, se não se quiser perpetuar as suas funestas consequências desde a vida atual, mas seguramente nas vidas futuras que o homem terá neste mundo, a caminho do seu progresso espiritual.

Muitas vezes, uma pessoa não fica transtornada por reconhecer ter feito algo que não devia, mas por ter sido descoberta fazendo, isto lhe excita o orgulho e a faz sofrer mais do que deveria e a reagir de forma muito desagradável para tentar restabelecer o brilho perdido com a sua atitude tresloucada ou indevida.

Em qualquer tempo, melhor assegurar-se na verdade, no amor e na dedicação a uma vida ética, caso mesmo assim surpreendido em uma atitude não indicada saberá perdoar-se e compreender-se ainda falível, por não ter conseguido ainda de fazer todo o seu progresso moral e espiritual.

Assegurou Jesus na parábola: [...]Caiu a chuva, vieram as torrentes, sopraram os ventos; precipitaram-se contra aquela casa, mas não ela desabou.

ANTES DE AGIR, MELHOR
 

Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli, Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

AIRTON LUIZ MELEGATTI e SANDRA REGINA FINOTELLO. ELE, natural de Palmeira D’Oeste, deste Estado, nascido aos 09 de dezembro de 1.964, citricultor, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Genor Melegatti e de Cleusa Minotti Melegatti. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 04 de março de 1.977, do lar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Italo Finotello e de Maria Devechi Finotello.

ASSIS BATISTA DE OLIVEIRA e SILVANA FERREIRA TAVARES. ELE, natural de Palmeira D’Oeste, deste Estado, nascido aos 05 de agosto de 1.973, operador de maquinas, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Joaquim Batista de Oliveira e de Olivia José Inácio de Oliveira. ELA, natural de Miranda, Estado de Mato Grosso do Sul, nascida aos 20 de dezembro de 1.974, do lar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Manoel Ricardo Tavares e de Lindaura Ferreira Tavares.

HEITOR MISTILIDES POLIZIO e MILENA SOUZA REIS. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 21 de novembro de 1.983, arquiteto, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Oswaldo Polizio Junior e de Maria Angélica Mistilides Polizio. ELA, natural de Caçu, Estado de Goiás, nascida aos 20 de julho de 1.991, enfermeira, solteira, residente e domiciliada em Caçu, Estado de Goiás, filha de José dos Reis e de Silvia Aparecida de Souza. Cópia para ser afixada no Oficial de Registro Civil de Caçu – GO, onde reside a contraente.

ANTONIO SOUZA AGUIAR FONTEALBA e VALDENIRA APARECIDA GUIRADO. ELE, natural de Votuporanga, deste Estado, nascido aos 14 de agosto de 1.971, motorista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Fontealba e de Dalva Souza Aguiar. ELA, natural de Cardoso, deste Estado, nascida aos 13 de setembro de 1.972, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Luzia Guirado Lopes Villa.

MILTON DONIZETE BOMBARDA e SILVERIA CIAMPONE. ELE, natural de Vitória Brasil, deste Estado, nascido aos 02 de junho de 1.968, motorista, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Waldir Bombarda e de Neide de Oliveira Bombarda. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 31 de dezembro de 1.971, funcionária pública estadual, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Jose Ciampone e de Maria Antonia Ciampone.

BRUNO HENRIQUE MOREIRA LOPES e LARISSA BEATRIZ CORRÊA DE OLIVEIRA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 16 de setembro de 1.986, mecânico, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Carlos Roberto Lopes e de Mara Rosicler Moreira Lopes. ELA, natural de Paranapuã, deste Estado, nascida aos 28 de dezembro de 1.992, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Lairto Corrêa de Oliveira e de Cristiani Regina da Silva.

SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA- O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.

Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina


Jales sedia dois grandes eventos do Agronegócio



 
A Fatec Jales "Professor José Camargo" sediou, com grande honra, o VIII Simpósio Nacional de Tecnologia em Agronegócio- Sintagro, um dos eventos mais importantes do país na área do agronegócio, que aconteceu de 6 a 8 de outubro, na Escola Vocacional. Palestras, mesa-redonda e apresentação de comunicações e pôsteres abordaram um tema atual e de extrema importância para o país: o "Fortalecimento do Agronegócio Brasileiro: Desafios Tecnológicos, Gerenciais e Sustentáveis".

Durante o evento, foram realizados também o II Seminário de Agricultura Orgânica do Território Noroeste Paulista, a II Feira de Produtos Orgânicos do Território Noroeste Paulista e a II Feira de Saberes, Sabores e Sementes do Território Noroeste Paulista, que contaram com profissionais altamente qualificados para falar sobre orgânicos. Além disso, foi organizada uma feira onde foram comercializados produtos relativos ao agronegócio, a preços acessíveis, que deram mostras do potencial de nossa região.

Para confraternizar, no primeiro dia do simpósio, realizou-se um coquetel, ao som de músicos do grupo Violada 5 Estrelas, que contagiou a todos, e, nos outros, almoço e "café científico", que, em alguns momentos, chegaram a reunir cerca de 500 pessoas. Além da comunidade interna, o evento recebeu profissionais e alunos de diferentes cidades, como São Paulo, Indaiatuba, Taquaritinga, São José do Rio Preto, Mogi das Cruzes, Mococa, Ourinhos, Jaboticabal, Ilha Solteira e Brasília. 

Cabe destacar que, além da Fatec Jales, a comissão organizadora foi composta por membros do Núcleo de Extensão em Desenvolvimento Territorial- Nedet, integrado por representantes da Unesp de Ilha Solteira; Universidade Aberta do Brasil – Polo Regional de Jales; Etec Jales – Dr. José Luiz Viana Coutinho; Associação de Engenheiros da Região de Jales; Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente do Município de Jales; Consórcio de Desenvolvimento do Noroeste Paulista- Codenop; Coordenadoria de Assistência Técnica Integral- CATI; Fundação Instituto de Terras- ITESP;Centro Avançado de Pesquisa Tecnológica do Agronegócio de Seringueira e Sistemas Agroflorestais- IAC; Embrapa Uva e Vinho – Estação de Viticultura Tropical; Sebrae – Regional de Votuporanga; IBS – Instituto Biossistêmico e Rede de Agroecologia do Interior de São Paulo.

Impasses

Reginaldo Villazón



A aceleração da globalização foi percebida com clareza, na segunda metade do século passado, através do rápido desenvolvimento tecnológico. Sem dúvida, a interligação (social, econômica e política) foi possível em nível mundial graças às novas tecnologias, como sistemas de comunicação por satélite, informática e transporte. Mas outros fatores atuaram de forma relevante, como o crescimento populacional de 2,5 para 6,0 bilhões de pessoas e o capitalismo com sua lógica de expansão sem limites.


Com a globalização, ganhamos benefícios e desafios. Quando admitimos que a globalização ajuda a resolver problemas regionais e locais, estamos cheios de razão. Por outro lado, somos obrigados a reconhecer que a população mundial sofre reveses de grande monta, que já fazem parte das nossas aflições diárias. Acontecimentos distantes que não nos afetavam tanto, hoje entram em nossas casas em imagens de alta definição. Para piorar, aprendemos que no mundo globalizado estamos todos no mesmo barco.

Diversos estudos, patrocinados por entidades internacionais, elencam um rol de ameaças que o mundo tem a enfrentar. São instabilidades políticas, crises econômicas, cenários de miséria, surtos de doenças, desastres ambientais, conflitos armados, terrorismo, violência civil e outras. Estas situações desconhecem fronteiras, propagam seus efeitos sobre todo o mundo e só podem ser enfrentadas com apoio conjunto de instituições mundiais. É o caso da migração dos refugiados de guerras.

Após a Segunda Guerra Mundial, foi fundada a ONU – Organização das Nações Unidas – com a tarefa de manter a paz no mundo e promover a cooperação entre as nações. Com o tempo, a ONU assumiu papel abrangente diante dos problemas mundiais. Mas os líderes das grandes potências (Estados Unidos, Rússia, China, Reino Unido e França) não abrem mão dos seus interesses. Para eles o combate ao terrorismo é prioridade, mas a ajuda humanitária a vítimas de tragédias coletivas não é importante.

Apesar de a ONU garantir seu prestígio, mantendo milhares de pessoas em seus serviços de prestação de contribuições em áreas deficitárias – saúde, educação, alimentação e outras –, sua atuação nos problemas globais é muito criticada. Mas o comportamento absurdo dos líderes das grandes potências tem merecido repúdio. A insistência deles em tentar resolver os problemas com bombardeios, por conta própria, tem resultado em fracassos dignos de zombaria por parte dos críticos.

Por enquanto, os líderes políticos mundiais participam de encontros internacionais e posam em grupo para os fotógrafos. Como patetas incompetentes, aos olhos dos observadores criteriosos. Mas os alertas dos cientistas estão cada vez mais contundentes. No presente século, se a humanidade não tomar as devidas providências em nível global, boa parte da população vai perecer em tragédias. Erra, quem pensa que está em segurança. Uma nova geração de líderes mundiais vai ter que entender essa realidade.

Afeto é a solução

José Renato Nalini, Secretário estadual de Educação

O psiquiatra Robert Waldinger tornou-se uma celebridade em todo o mundo quando afirmou haver descoberto a fórmula para a felicidade. Para ele, o segredo não é a ignorância nem a redução das expectativas. Menos ainda riqueza e fama. Os pesquisadores de Harvard afirmam que a força dos relacionamentos é que mantém a chama acesa. As relações fortes não só tornam as pessoas mais felizes, mas também as deixam mais saudáveis.

Durante quase oito décadas, pesquisadores de Harvard fizeram estudos e observaram que a manutenção de relacionamentos significativos é o principal fator de influência para o bem-estar e a saúde. Esses relacionamentos reduzem o risco de doenças crônicas e mentais e também a perda de memória. E isso não significa não brigar. O importante é que as pessoas sintam que podem contar umas com as outras nos momentos difíceis. Um dos problemas sempre apontados como causadores de infortúnio é o decorrente da aposentadoria. Mas os aposentados que procuram novas amizades depois de desfeitos os laços que se mantinham na profissão, tornam-se mais felizes e saudáveis.

O estudo é sério. Começou em 1938, com 268 alunos de Harvard. O objetivo inicial era acompanhar jovens homens saudáveis para saber quais fatores seriam os importantes em seu desenvolvimento. E, simultaneamente, outro professor começou a fazer um estudo com homens dos bairros mais pobres da cidade. Quatrocentos e sessenta e seis deles vinham de lares problemáticos, mas não caíram na delinquência. A cada dois anos os dois grupos eram avaliados. A cada dez anos, entrevista presencial. Algo que resultou comprovado: para envelhecer bem fisicamente, o mais importante é não fumar. E consumir álcool moderadamente. O estudo segue com 20 participantes originais do estudo, que continuam vivos, com a idade média de 96 anos. E com 80 homens de uma década mais jovem. Uma palestra de Robert Waldinger na internet já teve mais de 10 milhões de visualizações. Mas a receita é muito simples: dar afeto e receber afeto prolonga a vida e faz o homem mais feliz.