Páginas

sábado, 1 de outubro de 2016

HCB - Unidade III Jales inaugura biblioteca ambulante para pacientes

fotos:
Unidade III Jales do Hospital de Câncer de Barretos conta com a biblioteca ambulantes;
Biblioteca Ambulante levará leitura  aos pacientes da Unidade III;
No primeiro dia, a paciente Wylene, de Ilha Solteira, ficou muito contente com o projeto;
A colaboradora Raquel também foi uma das primeiras a participar do projeto, e
Cantinho da Leitura no Alojamente Casa de Apoio Padre André   
 
 












O Hospital de Câncer de Barretos inaugurou na última semana uma Biblioteca Ambulante para pacientes da Unidade de Jales. A ação faz parte de um projeto do Ministério da Cultural e Instituto Sociocultural da Instituição e vai proporcionar mediações e grupos de leitura, além de empréstimo de livros clássicos da literatura nacional e internacional.

São cerca de 300 títulos por carrinho, que vão ficar disponíveis para pacientes, acompanhantes e funcionários do HC, podendo até ser emprestado para pacientes que tiverem retorno naquele mês. No carrinho também tem livros para colorir, bem como livros infantis e interativos e de fácil compreensão.

A biblioteca ambulante foi implantada para cuidar dos pacientes que passam horas, dias, semanas e meses em tratamento, longe da família e amigos. O entretenimento, através da leitura, segue o princípio de humanização do Hospital e leva alegria, cultura e socialização.

Segundo a coordenadora de projetos do Instituto Sociocultural do Hospital de Câncer de Barretos, Marcella Marchioreto, foi feita uma pesquisa com os pacientes para saber da necessidade deles. "É um sonho realizado. Os pacientes diziam que precisavam de algo que amenizasse o tempo de espera deles e a biblioteca vai ajudá-los com isso", disse.

A biblioteca ambulante pôde ser concretizada graças à doação via incentivo fiscal de algumas empresa e principalmente a Cutrale, empresa parceira que há muitos anos ajuda a instituição. De acordo com o diretor corporativo da companhia, Carlos Otero de Oliveira, a Cutrale se preocupa em fazer projetos sociais. "Estamos há 50 anos no mercado e temos 18 mil colaboradores. E em cada cidade que estamos presente, queremos desenvolver algo que possa ajudar as pessoas. Estamos muito felizes com essa inauguração. Temos um carinho imenso pelo Hospital de Câncer de Barretos e uma relação antiga já. Aqui não se cuida só da saúde, mas também do lazer e da cultura", afirmou.

Santa Casa realiza projeto em comemoração ao mês das crianças

 
O 1º concurso de desenho realizado com os filhos dos colaboradores da Santa Casa, foi sucesso no ano de 2015. Em razão da participação expressiva e da conscientização provocada entre as crianças, está sendo organizado pelo setor de Comunicação e Recursos Humanos mais uma edição.

O Projeto Saúde e Arte foi criado com a finalidade de valorizar e envolver a família dos colaboradores, além de comemorar o mês das crianças.

O 2º concurso de desenho envolverá os filhos de funcionários de 6 a 11 anos, no qual os pais deverão retirar uma moldura contendo todas as instruções e o tema: Hábitos Saudáveis.

A exposição dos desenhos para votação acontecerá nos dias 26 e 27 de outubro e os próprios colaboradores terão a missão de escolher a melhor ilustração, seguindo o critério de criatividade, conhecimento do tema e originalidade.

A premiação será no Centro de Estudos do hospital e por categorias, de 6 a 8 anos ganhará um book fotográfico digital do fotógrafo Marcos Oliveira, e de 9 a 11 anos um mês de natação na Clínica Fisiolife.

circulando


Unesp desenvolve fármaco para tratamento de doença de Chagas

Um novo fármaco está sendo desenvolvido pela Unesp para tratamento de doença de Chagas feito à base da planta medicinal cervejinha-do-campo (Arrabidaea brachypoda). Parte da pesquisa foi desenvolvida pela doutora Cláudia Quintino da Rocha, que realizou seus estudos no Instituto de Química da Unesp em Araraquara e no laboratório da Universidade de Genebra, na Suíça, com supervisão dos professores Jean-Luc Wolfender e Emerson Queiroz. Na Unesp, a pesquisa teve orientação de Wagner Vilegas, atualmente docente no Instituto de Biociências da Unesp, Câmpus do Litoral Paulista.

Em seu doutorado, Cláudia isolou uma molécula inédita da planta presente no cerrado brasileiro, e testou em modelos in vitro e in vivo. A molécula apresentou uma alta atividade contra o parasita Trypanosoma cruzi, responsável pela transmissão da doença. O estudo teve apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e do CNPq.

"Ao olhar para essa planta, nas pastagens de Minas Gerais, as pessoas nem imaginam que ela pode ter um grande potencial terapêutico", ressalta Vilegas, especialista em Química de produtos naturais. "Trata-se de uma atividade promissora, mas ainda é necessário mais testes até que se chegue ao uso em humanos. São etapas longas, complicadas, custosas, mas que precisam ser feitas", avalia.

Um dado importante da pesquisa é que a substância não apresentou toxidade nas doses testadas. Atualmente, existem no mercado apenas dois medicamentos para tratamento da doença de Chagas: o nifurtmox e o benzonidazol. O primeiro, apresenta reduzido poder tripanocida (agente que mata o Trypanosoma), uma vez que é eliminado rapidamente no plasma e deve ser administrado continuamente. Ele apresenta inúmeros efeitos colaterais como náuseas, vômitos, dores estomacais, entre outros.

Já o benzonidazol não pode ser usado no tratamento pediátrico. Os pacientes que fazem uso deste medicamento apresentam reações adversas, semelhantes ao nifurtmox.

Professora da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Cláudia conta que os efeitos colaterais destes medicamentos são muito fortes, e, por isso, muitos pacientes precisam suspender o tratamento. "Cerca de 30 % dos infectados que não tratam a doença na fase aguda irão desenvolver a fase crônica da doença". Nesta última etapa, a doença se manifesta principalmente com problemas cardíacos, podendo ocorrer a morte súbita.

Além disto, 40% dos pacientes sentem os fortes efeitos colaterais, como dores de cabeça, fadiga, insuficiência renal, diarreia, enjôos e vômitos. "O uso da nova substância poderá tornar o tratamento da doença tão eficaz quanto os que já existem, porém sem efeitos colaterais", finaliza Cláudia.

O próximo passo da pesquisa será o de realizar outros ensaios in vivo, para garantir a segurança da molécula no tratamento. Em seguida, pretende-se desenvolver formulações farmacêuticas com ela para, então, se tornar um medicamento disponível no mercado. Um pedido de patente foi depositado no INPI sobre a descoberta e aplicação da nova molécula.

Vilegas lembra que as doenças crônicas são responsáveis por cerca de 40% de enfermidades na população adulta brasileira, segundo dados mais recentes da Pesquisa Nacional de Saúde, feita pelo IBGE em 2013.

De acordo com ele, o Brasil tem uma biodiversidade enorme mas ainda pouco explorada. "Meu objetivo, como pesquisador, é tentar buscar na natureza outras alternativas para as doenças crônicas que sejam mais viáveis, menos tóxicas, mais baratas, e que estejam à disposição da população". (por Maristela Garmes).

Hospital de Câncer e AVCC de Jales são inspiração para aluna que vence 1ª etapa de concurso literário

A aluna Lorena com a professora que
a orientou Maria Helena Batista Ramos


 
Lorena Fernandes Contrella, de apenas 11 anos, foi à vencedora da 1ª etapa da 5ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa, na fase municipal, com o poema "Jales, cidade da fé" que teve como inspiração o Hospital de Câncer, AVCC, o alojamento AMACOR e outros pontos da cidade.


Lorena emocionou com as belas palavras que descrevem Jales, como a cidade aonde as pessoas vêm em busca da cura através do Hospital de Câncer de Barretos e apoio por meio da AVCC.

A aluna também citou o alojamento AMACOR, que também é um projeto do hospital, onde abriga temporariamente dezenas pacientes de outras cidades e estados que não tem condições de pagar por estadia.

Já a presidente da AVCC, Cidinha Iglesisas, ficou muito sensibilizada com as palavras da pequena Lorena. "Quando soube da poesia, fiquei muito feliz e orgulhosa por saber que nós fomos inspiração para escrita. E ainda, como elas (as crianças) já entendem quão importante é o trabalho realizado pela AVCC para com as pessoas que sofrem com o câncer.", afirmou.

Lorena é aluna da Escola Municipal Profª Iracema Pinheiro Candeo, mais conhecida como Lola. Ela contou com a orientação da professora Maria Helena Batista Ramos Modesto, contudo, a elaboração do poema foi de autoria da aluna. A coordenadora Marilene Valério Soares, diretamente envolvida na organização das oficinas (ao todo foram 15) de visita a pontos turísticos da cidade, as quais basearam os poemas escritos, afirma que: "Foram realizadas várias etapas (oficinas mencionadas acima) para chegarmos ao produto final. Os alunos foram levados para conhecer vários pontos da cidade, conheceram de perto o projeto AMACOR e tiveram palestras com vários representantes desses projetos".

A Olimpíada é uma iniciativa do Ministério da Educação e da Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária. Cada professor orientou seus alunos a escrever um texto sobre o tema "O lugar onde vivo".
Jales, cidade da fé



Jales é de São Paulo

onde fica o meu lar.

Jales com gente do bem, onde pessoas vem se curar.

No hospital do Câncer,

há pessoas doentes que vêm com esperança,

da vida seguir em frente.

AVCC tem gente de fé.

Uma união de amigos,

está lá para ajudar,

quem precisa de abrigo.

O projeto Amacor é para pessoas debilitadas que vêm de muito longe...

Lá encontram amor e casa.

Amigos vão pela estrada...

Cavalgada da solidariedade.

Montados em seus cavalos, ajudam entidades.

Em Agosto, há romaria,

caminhada de alegria.

Fé a Senhora da Assunção,

que dá luz ao coração.

No Bosque Municipal,

tem o soldado Rondon,

protege a natureza

e toda a sua beleza.

Pelo viaduto de Jales,

carros passam sem parar...

No vai e vem dessa cidade a fé não vai acabar.

Aqui a caixa d’água

é em forma de taça.

Parece até abençoar

quem em Jales vai chegar.

Jales, minha cidade

com coisas certas e defeitos, mas com a fé dessa gente, torna-se o lugar perfeito.

Lorena Fernandes Contrella (vencedora da Olimpíada de Língua Portuguesa 2016 - fase municipal)



 
 


ACIJ e Prefeitura promovem noite com brincadeiras e doces para as crianças

 
Os palhaços da Turma do Avesso, as mesas de leitura da Casa do Poeta, encenações da escola de teatro, pintura das crianças e outras apresentações e atividades culturais, além de brinquedos montados em pontos no centro da cidade são atrações já confirmadas para a noite do dia 11 de outubro, véspera do Dia da Criança que incluem ainda o trenzinho da alegria e farta distribuição de doces, refrigerantes e pipoca.

O evento, promovido pela Associação Comercial e Industrial de Jales, junto com a Prefeitura, está mobilizando uma grande estrutura, para fazer a diferença no comércio, lembrando uma data que não é comemorada na região, como destacou o presidente da ACIJ, Carlos Roberto Altimari.

Ele lembra que já houve outros eventos para as crianças, mas não desse porte, envolvendo vários segmentos e com tantas atrações. Ao mesmo tempo em que as crianças se divertem, os pais podem passear e comprar nas lojas que estarão abertas até as 22 horas.

Carlinhos lembra que, mais uma vez a ACIJ trabalha com uma data específica, buscando alternativas, sem medir esforços para promover atividades diferentes, desta vez focando nas crianças, em uma noite com muita diversão.

É um evento que foi muito bem pensado pela ACIJ, para movimentar a cidade das 18 às 22 horas, tendo como objetivo levar brincadeiras e cultura para as crianças, como afirmou o secretário municipal de Esportes, Cultura e Turismo, Ademir Molina, responsável pela organização das atrações que estão sendo preparadas.

A festa vai acontecer não apenas na Avenida Francisco Jalles e na Praça João Mariano de Freitas, como vinha sendo feito em eventos anteriores, mas vai envolver também a Rua 11, que ficará fechada da Rua 12 ate a Rua 8, com várias atrações. Uma estrutura de som será montada para as brincadeiras da Turma do Avesso, na esquina da Rua 10 com a avenida Francisco Jales que ficará fechada desde a Rua 12 até a Rua 6.

Além do trabalho de divulgação, também estão sendo distribuídos convites, dirigidos para todo o comércio e para as escolas públicas e particulares do município, para que o maior número possível de crianças possa participar..

Eleição

Flávio Rodrigo Masson Carvalho
Professor do UNIBAVE – Orleans - SC
 
 
 
Amanhã vou votar,
Mesmo decepcionado,
Alguns irão justificar,
Assim age o eleitorado.
Amanhã me sinto mais gente,
Tenho que saber escolher,
Votar nos bons para fazer diferente,
E torcer para não me arrepender.
Amanhã votarei com o coração,
Dentre eles escolherei o melhor,
Usando também a razão,
Para não votar no pior.
Votos que podem mudar a cidade,
Que está tão maltratada,
Votar com dignidade,
E termos uma cidade mais arrumada.
Votos que elegem prefeitos,
E também vereadores,
E que todos que forem eleitos,
Não sejam apenas exploradores.
Que os eleitos sejam do bem,
E que gostem de trabalhar,
Se assim for direi amém,
Mas não deixarei de cobrar.
Vou votar com confiança,
Esperando não errar,
Não tirem a minha esperança,
Pois eu quero acertar.
Não menospreze meus versos,
Não zombe da minha imaginação,
Vou combater os perversos,
E com toda minha força a corrupção.
Estou dando meu recado rimando,
Mas vou ser veemente,
Não estou brincando,
Não aceito político indecente.
Estou cansado de esperar,
Pela bendita mudança,
E não aguento mais reclamar,
Quero já a bonança.
Amanhã votarei com certeza,
Não importa quem vença o pleito,
Saberei cobrar com firmeza,
Dos vereadores e do prefeito.
 
 
 

Papo de Mãe fala sobre amamentação e os seis meses do bebê

Mariana Kotscho e Roberta Manreza recebem mães, especialistas
e convidados, como Sandra Peres, da Palavra Cantada.

 
 
 
Neste sábado, 1° de outubro, o Papo de Mãe enfoca o tema Seis Meses e Amamentação. Apresentado por Mariana Kotscho e Roberta Manreza, o programa vai ao ar a partir das 10h, na TV Cultura.


Os primeiros seis meses do bebê são marcados pelas descobertas. Dia após dia, os pequenos se desenvolvem numa velocidade impressionante, que surpreende até mesmo os pais da criança.

Desde o nascimento até o sexto mês, a amamentação tem um papel fundamental na saúde do bebê. A Organização Mundial da Saúde recomenda que os bebês sejam alimentados exclusivamente pelo leite da mãe até os seis meses e que a amamentação continue acontecendo, com a introdução de outros alimentos, por até dois anos ou mais.

O leite materno é capaz de reduzir em 13% as mortes por causas evitáveis em crianças menores de cinco anos. O simples ato de amamentar oferece aos bebês proteção contra diarreia, infecções respiratórias, alergias e contribui para o fortalecimento do vínculo entre mãe e filho.
Participam do papo as mães Daniela Rodrigues da Costa Vida, empresária, mãe das gêmeas Lis e Mariah (8 meses), do Zack e do Noah, casada com o Igor; e Priscila Kotzent, blogueira, mãe do Pedro (9 meses). Estão ainda na atração a pediatra Jane Szmid, a psicóloga Ana Rosa Detílio e a consultora em amamentação e fonoaudióloga Isa Crivellaro.

Sandra Peres, da dupla Palavra Cantada, também integra o programa, que ainda traz uma reportagem especial de Fernanda de Luca sobre os segredos para fazer papinhas deliciosas com as dicas da Vovó Rita. E Letícia Bragaglia bate um papo com as pessoas pelas ruas de São Paulo.
Papo de Mãe é um programa imperdível e fundamental para quem vive as dores e as delícias da vida em família. Informal com informação. Emocionante. Interativo. E com muita prestação de serviço.

Dois de outubro

Reginaldo Villazón

Em 02 de outubro nasceu o líder indiano Mahatma Gandhi (1869 – 1948), defensor da não-violência como princípio nas lutas contra as injustiças políticas e sociais. Neste fim de semana (domingo, 02 de outubro de 2016) os eleitores brasileiros vão cumprir um dever essencial à democracia: eleger seus representantes políticos municipais. Normalmente, cada eleitor e seu voto nada influenciam o resultado eleitoral. No entanto, eles são importantes porque caracterizam o cidadão livre e seu ato cívico.

Justificar a qualidade dos representantes eleitos com a frase "Cada povo tem o governo que merece" pode ser um exagero. O povo não é todo igual e não vota com unanimidade. Além disso, o povo só pode votar nos candidatos oferecidos pelos partidos políticos. Se antes a paixão política alucinava os eleitores, hoje o marketing político ilude os eleitores. Mas estas razões não são suficientes para explicar a falta de representatividade política, a enorme diferença entre o povo e seus representantes eleitos.

Atualmente, no nosso país, milhares de pessoas saem às ruas em manifestações políticas. Uma corrente popular representa as famílias de classe média, não segue orientação partidária e não aceita a companhia de políticos. Outra corrente popular representa movimentos partidários e sindicais. As duas correntes fazem questão de mostrar suas diferenças até nos seus lanches: respectivamente, consomem "coxinhas" e "mortadelas". Por absurdo, ambas protestam contra os representantes políticos.

Um fato que concorre para o péssimo desempenho dos políticos é a falta de preparo deles para as atividades políticas. A observação de que "a incompetência destrói mais políticos do que a desonestidade" aponta nesse sentido. Toda pessoa que deseja dirigir automóvel tem que estudar, treinar e ser aprovada. Mas as pessoas que desejam entrar na política são forçadas, dentro dos partidos, a adotar formas tradicionais e viciadas de fazer política. Isso cria políticos inábeis para resolver assuntos políticos.

Do lado dos eleitores, não é erro votar uma vez em políticos incompetentes que representem mal a população. Erro grave é votar várias vezes neles, permitindo que eles façam uma longa carreira de trivialidades. Infelizmente, a política brasileira está cheia desses políticos, que são detestados, mas são sempre prestigiados pelos eleitores. As reeleições costumam, não apenas alongar a carreira de políticos improdutivos, mas também favorecer cônjuges, filhos e netos deles.

Há um fato democrático fundamental que não está vivo na percepção dos eleitores. Em nosso país, as eleições ocorrem a cada dois anos (sempre nos anos pares). Com exceção dos senadores (que tem mandato de 8 anos), todos os demais representantes tem mandato de 4 anos. Isso basta, aos eleitores, para manter na política somente os eleitos que representem bem o povo. Não adianta só reclamar, só desejar uma cidade melhor. Os eleitores precisam, simplesmente, votar com mais atenção e responsabilidade.

Minha Casa Minha Vida Entidades: MPF/SP pede anulação de critérios ilegais adotados por associações na seleção de beneficiários

O MPF quer também que a Caixa Econômica Federal suspenda a liberação de financiamentos a organizações que tenham adotado esses parâmetros para elaborar a lista de contemplados nos empreendimentos do programa.

Os itens irregulares constam do Manual de Instruções para Seleção de Beneficiários, instituído pela Portaria 163, de 6 de maio deste ano. O texto é adotado pelas entidades ligadas à luta por moradia inscritas no programa para a escolha das famílias que receberão os imóveis. A norma prevê uma série de obrigações a serem cumpridas pelos candidatos. Porém, parte delas contraria a finalidade do Minha Casa Minha Vida e amplia a margem de poder dessas associações.

Participação - É o caso dos chamados "requisitos de participação". Segundo a portaria, a habilitação dos beneficiários está sujeita ao engajamento em atividades das entidades que gerenciam os projetos. Para o MPF, essa condição submete os candidatos a pressões políticas das associações. O texto pode ser utilizado, por exemplo, para garantir a presença das famílias em atos que não têm relação com os propósitos do programa habitacional.

"O fato genérico de ‘participação nas atividades da entidade organizadora’ coloca os beneficiários (todos já em situação de hipossuficiência social e econômica) em situação de submissão a toda e qualquer exigência arbitrária", destacou o procurador da República José Roberto Pimenta Oliveira, autor da recomendação.

Outro requisito questionado é a "participação nas ações necessárias à elaboração do projeto e contratação do empreendimento". De acordo com o procurador, a exigência desse tipo de atuação, se descumprida, "significará a exclusão de beneficiários do empreendimento, o que demonstra a incontestável inadequação e desproporcionalidade da condição imposta pelo Ministério das Cidades".

O MPF quer também a anulação da alínea que prevê a possibilidade de as próprias entidades organizadoras criarem critérios de priorização dos contemplados. Ainda que o texto estabeleça a necessidade de aprovação desses parâmetros pelo Sistema Nacional de Habitação, a Procuradoria ressalta que o trecho abre brechas para a adoção de regras totalmente alheias ao objetivo do Minha Casa Minha Vida, favorecendo famílias que não teriam prioridade na lista de entrega dos imóveis.

A recomendação é expedida ao Ministério das Cidades e à Caixa dias depois de o MPF cobrar explicações de 14 entidades sociais responsáveis pela execução de obras do programa na capital paulista. José Roberto Pimenta Oliveira quer que as associações informem quais critérios utilizaram na seleção dos beneficiários e apresentem documentos que demonstrem a regularidade da escolha. Os empreendimentos reúnem sete mil unidades e somam quase R$ 500 milhões em recursos federais.

Outros pedidos - Além da anulação dos itens da portaria, o MPF quer que o ministro proíba expressamente que a participação de associados em ações das entidades seja utilizada como critério para a seleção. À Caixa, a Procuradoria recomenda não só a suspensão dos processos de financiamento ainda não liberados, mas também a concessão de 60 dias de prazo para a regularização das associações que adotaram os critérios ilegais e já receberam repasses para as obras. A responsabilidade da Caixa está amparada no Estatuto Jurídico das Empresas Estatais (Lei n 13.303/2016), aprovado recentemente.

O ministro Bruno Araújo e o presidente da Caixa, Gilberto Magalhães Occhi, têm 10 dias a partir do recebimento para indicar se vão cumprir os pedidos do MPF. O Ministério das Cidades e o banco estatal estão sujeitos a medidas judiciais caso não acatem a recomendação.

Cipeiros da Santa Casa iniciam os preparativos para 13ª SIPAT

 
Como tradição a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA, organiza uma semana diferenciada aos colaboradores, abrangendo temas de relevância social. Para este ano os cipeiros realizarão a 13º Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho - SIPAT, nos dias 26 e 27 de outubro, cujo assunto será: Trabalho, Redes Sociais e Família, que foi escolhido por toda equipe, pois se trata de um assunto atual e polêmico.

"Serão dois dias de muito conhecimento e entretenimento, no qual iremos discutir os pontos positivos e negativos do uso das redes sociais, bem como a sua influência na família e no trabalho", destacou a presidente da CIPA, Suely Aparecida Nunes Medeiros

No dia 26 haverá a abertura as 9h e logo em seguida palestra com o professor e advogado, Dr. Luiz Carlos Barros Costa, de Fernandópolis, no qual irá tratar do tema: Redes sociais, vilã ou mocinha? No segundo dia o tema: Trabalho e família será abordado pelo professor mestre, Marcos Roberto Silvério, que já foi assistido por mais de 100 mil pessoas em todo o Brasil.

De acordo com o técnico em segurança do trabalho, Delvaci Trevisan, a expectativa é reunir o maior número possível de colaboradores e esclarecer as dúvidas mais frequentes.

Vale ressaltar que haverá sorteio de brindes que foram doados pelo comércio de Jales e região e os palestrantes participarão voluntariamente.

III Semana de Estudos Integrados deAdministração e Ciências Contábeis

Daniel Zílio




 
semana de 19 a 23 de setembro foi movimentada por alunos, professores e coordenadores dos cursos de Administração e Ciências Contábeis da Unijales, quando foi realizada a III SEIAC (Semana de Estudos Integrados).

Os dois cursos promoveram, nas dependências da Câmara Municipal de Jales, um ciclo de palestras, Stand Up e festa de confraternização.

Na segunda-feira, dia 19 de setembro, foi realizada a cerimônia de abertura, seguida pela palestra da jornalista Elisandréia Dias, que falou sobre "O papel da comunicação nas organizações".

Na terça-feira, dia 20, os alunos dos cursos de Administração e de Ciências Contábeis, respectivamente coordenados pelos professores Luciana Rocha e Júlio Siqueira, participaram de uma palestra sobre "Desafios da empresa moderna e da gestão de pessoas", proferida por Érica Fernanda Pereira Andrade.

A programação da III SEIAC seguiu com um Stand Up "Tô na universidade e agora? " que foi realizado no dia 21 de setembro, quarta-feira pelo Gustavo Becker, um momento de descontração e muita risada.

Na quinta-feira, os alunos ouviram a representante do Conselho Regional de Administração, Rosangela Smith, que fez uma palestra sobre "Desafios da carreira do administrador no século XXI. Rosangela integrou os alunos nas diversas áreas dos cursos de Administração e mostrou a relevância e a diversidade dos temas tratados, um momento de muito aprendizado.

A semana acadêmica foi encerrada com uma agradável confraternização, na sexta-feira, na chácara do professor Domingos. Alunos, professores e coordenadores puderam assistir ao show da dupla Bruno e Ed Carlos.

Semana do Empreendedor teráprogramação especial na região

 
O Sebrae-SP promove, de 3 a 8 de outubro, a 4ª edição da Semana do Empreendedor na região. Será uma semana voltada para capacitação e orientação de donos de micro e pequenos negócios que precisam crescer e se aprimorar no atual momento de recessão econômica. As atividades também são destinadas a Microempreendedores Individuais (MEIs) e a potenciais empreendedores.

Estão programadas palestras, consultorias e cursos em Jales, na segunda-feira, 3 de outubro -- Empretec - 8h às 18h e na quinta-feira, 6 de outubro - Oficina SEI Formar Preço – 18h30 às 22h30 , ambos no prédio da Associação Comercial e Industrial de Jales, avenida Francisco Jalles, 3097, Centro e Santa Fé do Sul (terça-feira, 4 de outubro, - Oficina SEI Planejar - 19h às 22h no Posto de Atendimento ao Empreendedor (PAE) - Prefeitura - avenida Conselheiro Antônio Prado, 1616 - centro).

O Sebrae Móvel prestará atendimento em Palmeira D´Oeste na Quarta-feira, 5 de novembro, das 9h30 às 16h30 na praça Central, Calçadão, Palmeira D´Oeste A semana não acontece nessa data por acaso. No dia 5 de outubro comemora-se o Dia do Empreendedor, uma atividade profissional cada vez mais desejada pelos brasileiros. De acordo com a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), realizada no Brasil pelo Sebrae e pelo Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP), a proporção que deseja "ter seu próprio negócio" (34%) supera a que deseja "fazer carreira numa empresa" (23%).

A mesma pesquisa mostrou que a taxa de empreendedorismo no País foi de 39,3% em 2015, ou seja, a cada dez brasileiros adultos, quatro já possuem ou estão envolvidos com a criação de uma empresa.

"A Semana do Empreendedor será uma ótima oportunidade para quem pretende abrir o próprio negócio buscar capacitação e planejar o investimento. Quem já tem uma empresa terá toda a ajuda para melhorar a competitividade e enfrentar esse momento complicado da economia", afirma o gerente do Sebrae-SP, Rafael Matos do Carmo. (foto)
O Escritório Regional do Sebrae-SP em Votuporanga terá programação especial durante toda a semana com palestras e cursos sobre finanças, plano de negócios e formalização, por exemplo. No sábado, dia 8, haverá plantão de atendimento das 9h às 15h. Em Santa Fé do Sul, está prevista a oficina sobre planejamento no dia 4 e, em Jales, a programação inclui um encontro sobre formação de preço no dia 6.

O Sebrae Móvel, escritório itinerante que leva conhecimento a futuros empreendedores e também a quem pretende tornar sua empresa mais competitiva por meio de atendimento presencial personalizado, estará presente ainda em Fernandópolis (dias 3 e 4), Cardoso (6) e Votuporanga (7 e 8).

Campanha de vacinação contra a raiva começa dia 15 de outubro

 
A Secretaria Municipal de Saúde e o Centro de Zoonoses realizam entre os dias 15 a 22 de outubro, a Campanha de Vacinação Antirrábica 2016. OIto mil doses de vacinas para cães e gatos acima de três meses estão disponíveis e a meta é atender pelo menos sessenta por cento deles.

Serão 25 postos de atendimento espalhados por toda a cidade, abertos das 8h às 16h. Para realizar a imunização o responsável precisa levar seu animal a uma das unidades, munido da carteira de vacinação. Os animais doentes não receberão a vacina.

A raiva é uma infecção aguda do sistema nervoso central. Estão suscetíveis todos animais de sangue quente, inclusive o homem. O vírus está presente na saliva do hospedeiro. A infecção é transmitida por mordidas, lambidas e, às vezes, por via respiratória.

Palavras de Chico Xavier

 
O mais difícil não é viver, é conviver. Existem pessoas que gostam muito de usar a franqueza, mas é uma franqueza que joga todo mundo no chão.

******

Devemos pedir a Deus para viver muito... Depois dos 70 anos, a gente não tem mais ânimo para ter qualquer coisa contra alguém... A maioria dos espíritos que regressam à Pátria Espiritual depois de uma vida longa na Terra, se voltam desencantados, voltam desencantados consigo mesmos...

Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
"Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.




Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli, Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

ELIEZER CAETANO DE SOUZA e SILVIA CRISTINA DE OLIVEIRA. ELE, natural de Votuporanga, deste Estado, nascido aos 22 de novembro de 1.966, funcionário público estadual, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Caetano de Souza e de Nely Izabete Menóia de Souza. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 28 de dezembro de 1.971, doceira e boleira, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Onofre Luiz de Oliveira e de Laura Carmem Pereira Luiz.

REGINALDO LANZONI DOS SANTOS e JOSIANE DA SILVA CARDOSO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 07 de maio de 1.982, produtor rural, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Milton Alves dos Santos e de Zenaide Lanzoni dos Santos. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 05 de novembro de 1.984, auxiliar de desenvolvimento infantil, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Augusto da Silva Cardoso e de Ana Alves da Silva Cardoso.

FÁBIO ALEXANDRE DALBEM e ROBERTA TIAGO DOS ANJOS. ELE, natural de Votuporanga, deste Estado, nascido aos 12 de agosto de 1.980, vendedor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Maurício Luiz Dalbem e de Adelia de Lurdes dos Santos Dalbem. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 09 de agosto de 1.983, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Alexandre dos Anjos e de Rosângela Tiago.

SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA- O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.

Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina


Ética, a disciplina da família

Oriovisto Guimarães*

A ética é o estudo da ação humana, do ponto de vista do bem e do mal que possa produzir. Diante dos fatos do cotidiano, que testemunhamos e dos quais também somos protagonistas, podemos criar novos valores ou manter os que já existem na sociedade. Os filósofos da Grécia Antiga entenderam como poucos o significado mais profundo da ética. Na famosa obra "A República", Platão narra a história de Giges, que encontra um anel mágico.

Giges nota que a joia tem o poder de torná-lo invisível aos deuses e aos homens. Com esse poder, ele seduz a rainha, mata o rei e inicia sua própria dinastia. O que Platão propõe é que cada um de nós imagine ter esse poder de invisibilidade, para escapar ao julgamento de Deus e da Justiça. O filósofo indaga com essa parábola mitológica: o que nós faríamos tendo em mãos um poder acima de qualquer outro?

Aristóteles, outro grande filósofo grego, dizia que as virtudes podem ser aprendidas. Ou seja, tudo o que pode ser ensinado às crianças, num sentido de comportamento ético, é de extrema importância. Mas até onde vai a família no ensino da ética? E qual a missão da escola? E como se relacionam esses dois pilares da sociedade? O professor não é pai e o aluno não é filho. São dois papéis distintos em nossa organização social. Um pai teria de ser especialista em várias disciplinas, além de dispor de período integral para ser professor do filho.

O papel fundamental da escola é transmitir conhecimentos acumulados por gerações anteriores e que são cruciais para a vida atual. Já para a formação ética e moral, o papel da família é mais importante que o da escola. O exemplo dos pais vale mais que toda conversa sobre ética. De que adianta um pai dizer ao filho para respeitar a lei, se o próprio pai é pego pelo guarda em alta velocidade e, diante dos olhos da criança, tira cem reais do bolso para se livrar da multa?

Com a ética, não existe meia verdade. Ou você fala a verdade ou mente. Não dá para respeitar apenas quando a polícia está olhando. Outro exemplo: como uma escola dará aula para um menino que não respeita o professor e cujos pais o apoiam nessa atitude, pela omissão ou incentivo? Por isso, a formação ética e moral é preponderantemente função da família. Ter filhos exige responsabilidade muito maior. É importante conversar com essa criança, ficar com ela nos finais de semana, brincar. Até na brincadeira é preciso ensiná-la a respeitar regras. Se você trapacear num joguinho simples, ela pode adotar a trapaça como valor. É da natureza das crianças dar o devido retorno aos estímulos que recebem.

Uma poesia da educadora argentina Eugênia Puebla é, para mim, a síntese do que é educar com ética. Na "Mensagem à Família", Eugênia faz uma defesa apaixonada pela temperança com que os pais devem acompanhar o crescimento dos filhos. Num trecho do poema, ela diz que todo "exagero é negativo". Os pais devem ajudar os filhos em seus desafios de vida, mas jamais substituí-los. Para Eugênia, um jovem conectado com o mundo, pela influência educacional dos pais, terá as referências mais fortes para saber reagir às situações de vida. "E, finalmente, quando a gaiola do canário se quebrar, não compre outra... Ensina-lhe a viver sem portas." É a aposta final que a educadora expõe para lapidar o cidadão consciente de seus direitos e deveres.

*Oriovisto Guimarães é professor, empresário e um dos fundadores do Grupo Positivo.

Secretaria de Estado de Agricultura ensina receitas para população manter alimentação saudável fora de casa

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), lançou uma série de vídeos com receitas de preparações no pote, uma alternativa acessível e prática para manter hábitos alimentares saudáveis fora de casa. No canal "Alimentação Saudável", os visitantes podem assistir aos vídeos que ensinam, passo a passo, como elaborar duas opções de saladas e uma de café da manhã, à base de frutas, vegetais, grãos e condimentos da época. A preparação feita em um recipiente de vidro facilita o transporte e o consumo.

Elaboradas pela equipe de nutricionistas da cozinha experimental do Centro de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Cesans), da Secretaria, as receitas trazem, em média, 10 ingredientes, levando em consideração o valor energético, a sazonalidade e a combinação de sabores, como explica a nutricionista da Secretaria, Milene Gonçalves Massaro Raimundo.

"As preparações no pote são uma grande tendência, por reunir alimentos nutritivos para levar ao local de trabalho, faculdade, academia, passeios, etc. A porção individual também é ideal para deixar na geladeira, pronta para o consumo a qualquer hora do dia. É uma forma de aproveitar bem os alimentos com economia e praticidade", disse a especialista, ressaltando que o canal de vídeos da Codeagro traz outras opções de receitas saudáveis para o dia-a-dia.

"Cada vez mais a população paulista tem necessidade de se alimentar fora de casa e o dever da Secretaria é promover políticas de orientação e incentivo a hábitos alimentares saudáveis. O governador Geraldo Alckmin, que é médico, sabe da importância da alimentação na qualidade de vida dos cidadãos e nos orienta a zelar pela saudabilidade dos alimentos, assim como apoiar o pequeno agricultor, que é o responsável por levar bons produtos à mesa das famílias paulistas", ressaltou o secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim. (por Paloma Minke)

Escola do futuro

José Renato Nalini, Secretário estadual de Educação

A Escola do Futuro deveria ter começado há um século. Mas não é o Brasil que está em déficit com o adequado planejamento educacional. É a humanidade. Em todos os países, a escola ainda tem a mesma fisionomia. Alunos enfileirados, o último da fila só enxerga as nucas dos seus colegas à frente. Aulas prelecionais. Disciplinas teóricas, nem sempre vinculadas com o interesse dessa geração cuja circuitaria neuronal é digital. Continuamos todos analógicos. O ambiente educacional está precisando de um choque. Daqui a alguns anos, mais da metade das profissões hoje existentes não mais existirão. Temos de preparar a juventude para atividades laboriais hoje ignoradas. Mais do que isso, temos de prepara-las para poder mudar de ramos sem traumas, assim que se tornar necessário.

Ou seja: a educação tem o desafio de formar pessoas polivalentes, aptas ao enfrentamento de incertezas e novidades. Hábeis em inovar e empreender. Corajosas, compreensivas, peritas em convívio e em trabalho cooperativo. A boa notícia é que a Escola do Futuro já está disponível. Quinze mil professores já gravaram aulas no_ Youtube_ e elas estão acessíveis a quem queira aprender. Centro e oitenta e um mil alunos se inscreveram para usufruir dessa aula turbinada. Alguns se miram no exemplo dos cursinhos. Outros fazem "rap", outros ainda se utilizam de estilo repentista. Cada qual procurando tornar sua aula mais agradável, para cativar um alunado muito sábio, se tiver curiosidade e pesquisar na rede.

Estamos mergulhados na 4ª Revolução Industrial e precisamos navegar nesse mar revolto das mutações continuas, estruturais, profundas e impactantes. Os nativos digitais querem outra escola. É por isso que precisamos investir na informatização, na oferta gratuita de _wi-fi_, no uso pedagógico dos _smartphones_ e de todas as outras bugigangas eletrônicas que nos permitem estar em várias partes do globo, on line e simultaneamente. O mundo novo chegou. Quem não se aperceber disso terá o mesmo destino dos dinossauros.

Fatec Jales desenvolve pesquisa no comércio local



As recentes transformações ocorridas nos cenários político e econômico contribuíram para a instalação de uma das maiores crises econômicas já ocorridas no país. Como consequência, antigos problemas como inflação e desemprego voltam a preocupar a população.

Nesse contexto, a Fatec Jales "Prof. José Camargo", por intermédio da Fatec Júnior (inicialmente com os alunos do curso superior de Tecnologia em Gestão Empresarial), desenvolveu um projeto de pesquisa para identificar o perfil do consumidor, suas preferências de consumo e expectativas futuras diante do atual cenário do mercado, sob a coordenação dos professores Rogério Ribeiro, Marinalva Boldrin e Vitor Boldrin.

Para a delimitação da amostra do estudo, foi utilizada a metodologia proposta por Arkin y Colton (1960)*, que estabelece uma amostra de 100 pesquisas para populações entre 20.000 e 100.000 habitantes, cuja margem de erro é de 10% e o intervalo de confiança é de 95%.

Para a coleta dos dados, utilizou-se um formulário com perguntas abertas e fechadas, sendo entrevistadas 100 pessoas que circulavam pelo comércio local, escolhidas aleatoriamente e que contribuíram de forma voluntária para a pesquisa. As entrevistas ocorreram no dia 10 de setembro, das 10h às 12h, e contaram com a participação de 15 alunos nas atividades de coleta e tabulação dos dados.

Há grande riqueza nos dados coletados e, como mostram os gráficos a seguir.

FOLHAGERAL

Com a
eleição definida em Jales, para prefeito e vice-prefeito, os eleitores vão às urnas neste domingo (dia 02) para cumprir o rito democrático exigido pela lei, relativamente ao futuro poder executivo. O primeiro eleitor que registrar o voto válido na chapa única vai decidir o pleito sozinho. Matematicamente, os demais eleitores nada decidirão.

Do ponto
de vista eleitoral, os próximos quatro anos da gestão pública em Jales (2017 – 2020) será de responsabilidade apenas daquele primeiro eleitor a registrar o voto válido. Sejam quais forem as atitudes dos demais eleitores, eles estarão livres para aprovar ou desaprovar, elogiar ou criticar os executivos municipais.

É natural
o desabafo de muitos eleitores sobre a votação de amanhã por causa da candidatura única. Se ocorrer nas urnas, o que se fala nas rodinhas de conversa, não será uma tragédia. Mas estará aceso um sinal amarelo de atenção aos partidos e políticos de Jales.

Claro que
a candidatura única ao poder executivo não será uma sujeira democrática, caso a classe política local esteja de fato unida em favor do município e os futuros dirigentes da prefeitura cumpram suas obrigações com respeito à população. Esta é a maneira de legitimar democraticamente o resultado eleitoral.

Na aparência,
os candidatos a vereador em Jales estão mais tranqüilos, dentro da normalidade eleitoral. Porém, os que forem eleitos devem se preparar para compatibilizar as questões políticas vulgares com as crescentes exigências da comunidade. Nada de só cumprir tabela.

Se vivo
fosse, o deputado estadual Oswaldo Carvalho (MDB) estaria completando neste domingo, 02 de outubro, dia de eleição, 71 anos. Ele faleceu em 02 de maio de 1975.

Depois das
derrotas – em 2004 frente Humberto Parini (PT) e em 2012 frente Nice Mistilides (PTB) –, finalmente Flá Prandi (DEM) terá seu nome referendado nas urnas neste domingo (02 de outubro) para o cargo de prefeito. E automaticamente, do vice José Devanir Rodrigues (PMDB). São as voltas da vida. Com todo respeito, parece filme da sessão da tarde.

A senadora
Marta Suplicy deixou o PT em 2015, após 33 anos em suas fileiras, e ingressou no PMDB. Quis que todos acreditassem em sua mudança de pensamento em relação às ideologias que pregava. Votou pelo impeachment de Dilma Rousseff. Tudo por conveniência. Agora é candidata a prefeita da cidade de São Paulo.

Em queda
livre nas pesquisas de intenção de voto para o executivo paulistano, Marta Suplicy culpa a "agenda maldita" do presidente Michel Temer (PMDB). Ela ainda esperava contar com votos petistas, caso a candidatura do prefeito Fernando Haddad (PT) não deslanchasse. Mas está dando com os burros n´água.

A participação

da mulher brasileira na política tem aumentado cada ano. Em cumprimento ao que estabelece a legislação eleitoral, os partidos e coligações têm incentivado maior presença feminina, não apenas nos diretórios das agremiações, mas também como candidatas a cargos eletivos.

Por exemplo,
nestas Eleições Municipais de 2016, segundo dados oficiais anunciados nesta quarta-feira (28) pelo TSE, há 56 municípios em 17 estados com apenas mulheres candidatas ao cargo de prefeito. Isso mesmo, elas estão avançando.

A maior
candidatura feminina para vagas nas prefeituras está no Rio Grande do Norte. Lá, em oito municípios (Lucrécia, Frutuoso Gomes, Ouro Branco, Serra Caiada, Santa Cruz, São José do Campestre, São Vicente e Taboleiro Grande), apenas mulheres se candidataram ao cargo de prefeito.

As mulheres
paulistas também estão perdendo o medo da política e botando as manguinhas de fora. No estado de São Paulo, só elas concorrem a prefeitas em sete municípios: Alto Alegre, São João de Iracema, Barão de Antonina, Cássia dos Coqueiros, Magda, Nova Granada e Ocauçu. Os homens que se cuidem.

Desde ontem,
(dia 30), os amantes do rádio estão ouvindo seus programas prediletos à vontade. Sem os prejuízos para os tímpanos, causados pelas mensagens políticas repetitivas e cansativas, cheias de belas promessas que não podem ser cumpridas.

Os analistas
políticos, lá do botequim da vila, estão de acordo que estas eleições de 2016 são muito importantes porque dizem respeito diretamente aos interesses dos municípios. Embora o cenário político jalesense não seja inspirador, recomendam aos eleitores que não enterrem suas esperanças numa cova funda. Eles profetizam que o fim do mundo não será agora.

Os candidatos
das eleições municipais 2016 que concorrerem neste domingo (2) com o registro indeferido e que tenham ingressado com recurso não terão seus votos computados, salvo se houver decisão final pelo deferimento de seus registros. Isso significa que, mesmo que tenham recebido votação suficiente para serem eleitos, somente terão seus votos contabilizados e poderão ser diplomados se tiverem seus registros aprovados pela Justiça Eleitoral.

Voto consciente

* Por Dom João Inácio Müller

É ano de eleições. Vários candidatos a prefeito e vereador estão de olho no seu voto, para serem eleitos e, assim, poderem, legitimamente, governar seu município. O bom político sabe governar bem o município, e busca gerir os rumos de uma cidade da melhor forma possível. Já uma pessoa interesseira ou egoísta não saberá ser bom administrador do bem comum e da vida de todos.

Os bispos do Brasil "convocam os leigos e leigas para serem protagonistas antes, durante e depois do processo eleitoral, assumindo uma democracia atuante. A Igreja conclama que é preciso estar atento às fontes de arrecadação, bem como, à prestação de contas por parte dos candidatos".

Ninguém pode abdicar da participação na política. Todavia precisamos escolher e votar em candidatos honestos e competentes. O católico que recebeu o dom de Deus para governar e cuidar do bem público não pode se omitir.

Hoje, temos muitos políticos maus porque sempre foram interesseiros e corruptos e, mesmo cientes disso, os elegemos, votamos mal. Por outro lado, muitas pessoas boas acharam melhor não entrar na política. Como lembra nosso Papa Francisco, a política é uma nobre forma de caridade: "devemos envolver-nos na política, pois a política é uma das formas mais altas da caridade, porque busca o bem comum. Se a política se tornou uma coisa suja, isso se deve também ao fato de que os cristãos se envolveram na política sem espírito evangélico".

As eleições municipais são uma ocasião de fortalecimento da democracia, que deve ser cada vez mais participativa. Nosso horizonte é sempre a construção do bem comum. Digamos não à intolerância política. Nada de agredir ou difamar a outra pessoa: nunca! É fundamental respeitar as diferenças e não fazer delas motivo para inimizades ou animosidades que desemboquem em violência.

Importante é conhecer os candidatos e as suas propostas de trabalho e saber distinguir claramente as funções a que se candidatam. Dos prefeitos espera-se conduta ética nas ações públicas, nos contratos assinados, nas relações com os demais agentes políticos e poderes econômicos. Dos vereadores se requer ação correta de fiscalização e legislação, que não passe por uma simples presença na bancada de sustentação ou de oposição ao executivo.

A Igreja incentiva os cristãos leigos e leigas, que têm vocação para a militância político-partidária, a se lançarem candidatos. No discernimento dos melhores, levemos em conta o compromisso com a vida, com a justiça, com a ética, com a transparência, com o fim da corrupção, além do testemunho na comunidade de fé, que não deveriam abandonar, nem antes e nem depois da Eleição.

A partir do Evangelho de Jesus, a Igreja convida os cristãos a votarem em candidatos que se proponham a governar pelos pobres, e, a partir destes, para todos. Só merece nosso voto quem já fez e está fazendo o bem para a sua comunidade. Quem só promete não merece nosso voto.

*Dom João Inácio Müller é bispo da Diocese de Lorena (SP) e articulista da Revista Canção Nova

Flá e Garça agradecem população e reforçam pedido de união por Jales


 
Os candidatos a prefeito, Flá e a vice-prefeito, Garça, pela Coligação União por Jales, aproveitaram os últimos dias de campanha para agradecer a receptividade dos eleitores e reforçaram a necessidade de todos votarem no dia 2 de outubro, demonstrando a força e a união da cidade.

No último programa de rádio, veiculado na quinta-feira, dia 29, Flá e Garça fizeram questão de agradecer pela atenção e pelo respeito com que foram recebidos pelos jalesenses durante os 45 dias de campanha: "as pessoas nos ouviram, demonstraram interesse em nossas propostas e interagiram bastante, com perguntas e sugestões, pessoalmente, por telefone e até pelo Facebook. Ficamos muito satisfeitos com essa demonstração de confiança", comentou o Flá.

Flá também lembrou de agradecer seus companheiros que o acompanharam, seu vice-prefeito Garça e os candidatos a vereador, assim como as lideranças partidárias que o apoiaram na candidatura única: "sentimos muito honrados, estamos conscientes que a nossa responsabilidade hoje é dobrada e vamos dedicar todos os nossos esforços para superar as expectativas"

Segundo Garça, apesar da candidatura ser única, eles fizeram campanha como se tivessem concorrentes e visitaram o maior número possível de pessoas: "fizemos isso em respeito ao nosso eleitor e, principalmente, porque queríamos que todos conhecessem as nossas propostas, para votarem no 25 com a certeza de que estão fazendo o melhor por Jales".

PF instaura inquéritos e cumprem mandados de busca em cinco cidades da região







A Polícia Federal de Jales, nos últimos dias, instaurou inquéritos e cumpriu mandados de busca e apreensão em cinco cidades da região. As investigações tiveram início a partir de denúncias recebidas sobre crimes eleitorais em cinco municípios da região: Urânia, Dolcinópolis, Paranapuã, São João das Duas Pontes e Santa Fé do Sul.

Em Urânia, a PF investiga suposta compra de votos denunciada por eleitores do município. Imagens e diálogos foram gravados e testemunhas foram ouvidas. Três pessoas foram indiciadas por compra de votos. O inquérito já foi concluído e encaminhado à Justiça Eleitoral.

Equipes da PF surpreenderam em Dolcinópolis um homem, filho de um candidato, que estava portando uma lista suspeita contendo vários nomes e valores. Ele estava em frente à sua casa na companhia de vários eleitores. O documento foi apreendido para apuração dos fatos.

Um mandado de busca e apreensão foi cumprido em Paranapuã. Documentos, dinheiro, um celular contendo mensagens suspeitas de compra de votos e uma lista com nomes e relação de veículos foram apreendidos e anexados ao inquérito policial para apuração.

Na cidade de São João das Duas Pontes foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Eleitoral. Um inquérito foi instaurado para apurar denúncias de compra de votos na cidade.

Mais de 10.000 panfletos foram produzidos para serem distribuídos em Santa Fé do Sul por candidato que disputa o cargo de prefeito municipal. O material foi criado após uma montagem, não autorizada, com denúncias apresentadas à PF e ao MPF de Jales. Símbolos federais foram utilizados sem autorização, o que é considerado crime pela lei com pena de até 6 anos de prisão.

Para dar mais "autenticidade" ao material ilegal, os investigados fizeram reprodução não autorizada de impressão de carimbo com nome e assinatura de autoridade policial. A gráfica e o responsável pela solicitação do material foram identificados. Um inquérito será instaurado para apurar a conduta dos investigados.

Dezenas de cidades na região de Jales estão sendo alvo de diligências da Polícia Federal para apurar denúncias que estão sendo recebidas. Indivíduos flagrados praticando qualquer tipo de crime eleitoral, como por exemplo: Compra de votos, distribuição de combustíveis, cestas básicas, gás de cozinha, pagamento de contas, transporte não autorizado de eleitores, entre outros, poderão ser presos em flagrante delito ou responderem pelos crimes elencados na legislação penal e eleitoral.