Páginas

sábado, 20 de agosto de 2016

Pacientes internados na Santa Casa recebem homenagem do Dia dos Pais

Alunos da Etec de Jales presentearam os pais internados, e no quadro, a assistente social Larissa e a ouvidora Bruna entregaram os mimos doados pela voluntária da AVOSC




A comemoração do Dia dos Pais não poderia passar em branco aos pacientes internados. Para isso, na sexta-feira, 12 de agosto, a ouvidora, Bruna e a assistente social, Larissa, passaram nos quartos entregando uma lembrança que foi doada por uma voluntária da AVOSC. A equipe de enfermagem também ficou incumbida de distribuir os mimos no domingo. E, os estagiários do 2º módulo de enfermagem da ETEC, também prestigiaram os pais entregando alguns presentes confeccionados pelos alunos.

Diante da comemoração, o provedor em exercício, Junior Ferreira, parabenizou a atitude dos envolvidos por lembrar dos pais. (Carol Guzzo)

FOLHAGERAL

da redação

Na opinião

abalizada dos "analistas" políticos lá do botequim da vila, o eleitorado jalesense poderá surpreender nas eleições deste ano. Tendo que desconsiderar cinco nomes dos atuais vereadores, que não vão concorrer no pleito, muitos dos eleitores poderão dirigir a atenção para novos nomes, acabando por fazer uma renovação geral na vereança.

Outra questão
que eles consideram importante – na eleição do quadro de vereadores este ano – é a mudança de comportamento dos eleitores perante os políticos. Cada dia o povo está mais bem informados e mais críticos. Fica mais difícil cair no gosto geral da população.

Em especial,
no município de Jales, está complicado saber qual será o melhor discurso dos candidatos a vereadores, ao se confrontarem na disputa eleitoral. Os velhos marinheiros e os marujos de primeira viagem, no mar da política jalesense, vão ter que se esforçar para se mostrarem afastados das turbulências acontecidas nos últimos quatro anos.

O maior
perdedor nestas eleições é o Partido Verde (PV) do empresário Osvaldo Costa Júnior (Bixiga). Com um nome forte como de Clóvis Viola para representar bem a sigla, Bixiga optou pelo caminho politicamente errado ao tentar ser pré-vice sem consultar os companheiros, optando por não concorrer à prefeitura, fez coligação mas sem lançar um nome à vereança para manter viva a sigla.

Uma pena,
que o Partido Verde em Jales se mantenha fora da luz dos holofotes. Em todo mundo, a sigla tem um conjunto de ideias políticas, filosóficas e econômicas de grande interesse para a vida dos municípios. O PV em Jales precisa tomar providências a respeito.

O ex-prefeito
de Aspásia, Elias Roz Canos (PSDB), o "Lia do Bar", registrou sua candidatura a prefeito junto à Justiça Eleitoral. Recentemente, a Câmara Municipal de Aspásia por 7 x 2 aprovou o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCESP), desfavorável às contas do ex-prefeito Lia que está na Justiça tentando derrubar a aprovação do projeto de resolução por entender que a sessão deveria ser ordinária e não extraordinária.

De acordo
com decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que cabe às Câmaras de Vereadores dos municípios julgar as contas dos respectivos prefeitos, Lia do Bar pode estar enquadrado na lei da "Ficha Limpa" e ter seu registro rejeitado pela Justiça Eleitoral. Vamos aguardar o desfecho do caso.

Por maioria,
o Plenário do STF Supremo Tribunal Federal, em sessão desta quarta-feira (17), julgou inconstitucional a proibição por tatuagens a candidatos a cargos públicos, estabelecida em leis e editais de concurso público. Foi dado provimento ao Recurso Extraordinário (RE) 898450, com repercussão geral reconhecida, em que um candidato a soldado da Polícia Militar de São Paulo foi eliminado por ter tatuagem na perna.

Ficou decidido
desta forma: "Editais de concurso público não podem estabelecer restrição a pessoas com tatuagem, salvo situações excepcionais, em razão de conteúdo que viole valores constitucionais". Foi a tese de repercussão geral fixada, do relator ministro Luiz Fux.


As taguagens
estão na moda. Mas é bom entender que a decisão do STF não liberou geral. O conteúdo delas deve ser avaliado antes da decisão de realizá-las. Além disso, a juventude deve ficar atenta, porque a falta de limites e de bom gosto não atrai simpatias.

No pensar
dos "analistas" especializados lá do botequim da vila, os partidos apenas coligados na eleição proporcional estariam liberando seus eleitores quanto ao voto majoritário. Uma estratégia importante pode ser buscar o voto nominal no candidato a vereador.

Pelas bandas
do Paço Municipal, as coisas não andam alegres como antes das convenções partidárias. Os pássaros que voam naqueles ares informam que a romaria de puxa-sacos no Gabinete do Executivo caiu vertiginosamente. Isso não é nada bom.

Uma olhadinha
rápida, na relação de candidatos a vereador, aponta que – nada mais, nada menos – do que nove ex-vereadores postulam uma cadeira no Legislativo. Entre eles estão quatro antigos presidentes da Mesa Diretora da Câmara. Nada contra. Suas propostas de trabalho vão dizer se o movimento é conservador ou pela valorização da experiência.

Em Viradouro,
município da região de Ribeirão Preto, os eleitores também têm candidatura única. O atual prefeito se candidatou às pressas e foi eleito em 2012, em substituição ao pai que teve a candidatura cassada pela lei da Ficha Limpa. Agora, em 2016, ele poderá se reeleger apenas com o seu próprio voto, sem oposição. Uma política viciada.

Dentro
de mais alguns dias será iniciado o recape nas ruas esburacadas da cidade. O edital está sendo adequado às mudanças de ruas a receber o benefício.

Mais de
dez entidades assistenciais e filantrópicas de Jales foram beneficiadas com a renda da 29ª Festa do Motorista, realizada no final do mês passado, em parceria do Sindicato dos Motoristas de Jales e Região, Rotary Clube de Jales, Prefeitura Municipal, Paróquia da Catedral e as emissoras da Diocese de Jales.


A confraternização
do repasse dos recursos às entidades aconteceu na noite de quinta feira, 28 de agosto, na Casa da Amizade. Também foram agraciados com honrarias os colaboradores, patrocinadores e participantes do evento.

Colaboradores do Hospital de Câncer comemoram Dia dos Pais



 
Datas especiais como o Dia dos Pais merecem ser comemoradas, afinal nada melhor do que celebrar a importância dos nossos melhores amigos. Pensando nisto, o Hospital de Câncer de Barretos – Unidade III de Jales preparou uma surpresa especial para os papais que compõem a equipe de colaboradores do hospital.

O encontro foi marcado na tarde de sexta-feira, 12 de agosto, no refeitório da instituição onde foi entregue uma lembrancinha para cada, acompanhado de bolo e refrigerante em comemoração a data especial.

O Hospital do Câncer de Barretos agradece a colaboração dos pais colaboradores durante todo ano Parabéns para todos os pais! (Dara Freitas)

Palavras de Chico Xavier

 
Os espíritos obsessores, muitos deles, são altamente treinados na técnica de hipnotizar; quase sempre, eles hipnotizam as suas vítimas quando elas se retiram do corpo, no momento do sono... Por este motivo, muita gente acorda mal-humorada e violenta. Se soubéssemos o que nos espera no Além, não dormiríamos sem recorrer aos benefícios da prece.
Há obsessões terríveis que são programadas durante o sono; toda noite é uma sessão de hipnose... De repente, é uma agressão violenta dentro de casa, um crime inexplicável...

Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.



4º Concerto “Solidariedade, Saúde e Música” mais uma vez agradou ao público

A noite do dia 12 de agosto arrancou suspiros do público presente que mais uma vez se surpreendeu com as apresentações. A 4ª edição do Concerto "Solidariedade, Saúde e Música", organizado pelo setor de Captação de Recursos Santa Casa de Jales juntamente com a Orquestra Sinfônica reuniu cerca de 700 pessoas, no Villa Rocca.

Foram quase duas horas de coletâneas clássicas interpretadas pelos cantores de Jales e região que são eles: Banda Bzynski, Bia Ferraz, Dercione Matos, Fabiana Palácios, Ismael Tonholi, João Paulo e Henrique, Marcelo Zaia, Matheus Mies, Paulinho Viana e Isa Frassato (foto ao lado), pela regência e direção artística do maestro Edivaldo de Paula e do convidado o maestro Luís Fernando Paina de Fernandópolis.

"O público mais uma vez compareceu e interagiu em todas as apresentações realizadas juntamente com a orquestra. Vale destacar também a participação do grupo de dança da academia da Juliana Magri que encantou os presentes com sua participação. Com certeza o que restou foi novamente um gostinho de quero mais para 2017, ano em que vamos rever o melhor destas quatro edições em um novo formato", destacou o maestro Edivaldo ( na foto com o maestro Luís Fernando Paina de Fernandópolis)

O provedor em exercício, Junior Ferreira, evidenciou a participação dos voluntários e músicos. "É gratificante ver a união de tantas pessoas na organização desse evento. Todos dedicaram tempo, amor e carinho para apoiar a nossa Santa Casa. Foi um show de talentos. Parabéns a todos os envolvidos"

Toda renda do convite foi destinada a instituição que arrecadou cerca de R$ 7 mil, que será utilizado para custear despesas.

Samba na Gamboa traz o ritmo mineiro com Vander Lee e Dois do Samba

A edição inédita do Samba na Gamboa vai ao ar neste domingo (21/8), às 11h, na TV Cultura, apresenta talentos que despontaram no batuque de Minas Gerais. O programa, comandado por Diogo Nogueira, conta com as participações do cantor Vander Lee, que faleceu no último 5, e da dupla Dois do samba.

Compositor da música brasileira com seu olhar poético e original, Vander Lee, que nasceu em Belo Horizonte, transformou o cotidiano e temas relacionados ao amor, futebol e recortes urbanos em contundentes baladas como Esperando Aviões e Onde Deus Possa me Ouvir, além de sambas muito bem humorados como Galo e Cruzeiro e Passional. "Eu comecei a compor garoto. Eu contava muita história, enganava minhas irmãs e mentia para os meus pais. Aí o pessoal falou: ‘meu filho, vai escrever música pra ver o que você faz com essa imaginação toda’. Foi meio para me salvar mesmo", diz no programa.

Já a dupla Dois do Samba é o encontro das águas do mineiro Dudu Nicácio com o carioca Rodrigo Braga, e resume o espírito de compadrio e cumplicidade destes tempos. Eles trazem, na origem, o sentimento do samba como a arte do encontro e do compartilhamento.

No repertório da atração, canções como Lado Bamba, Samba Morena, Passional, Você Passa Eu Acho Graça e Ai Que Saudades da Amélia.

Sobre Samba na Gamboa - Comandado pelo cantor e representante da nova geração do samba, Diogo Nogueira, o programa Samba na Gamboa soma amigos em um tradicional clima de boteco com conversa e muita música brasileira.

Estudantes de Fernandópolis aprendem matemática de forma inovadora e tecnológica

Matemática pode parecer uma disciplina muito assustadora para a maioria das pessoas. Nas escolas da região de Fernandópolis a ideia é justamente desmistifica-la à medida que os alunos vão expondo o seu raciocínio e seus "medos" em relação à matéria. O ‘Matematicamente Falando’ é uma iniciativa voltada para alunos dos ensinos Fundamental e Médio, que consiste em uma participação mais direta dos alunos com gravações de vídeo para que eles expliquem oralmente o entendimento pessoal de situações ou problemas da disciplina.

A ideia inovadora, que partiu da professora-coordenadora do núcleo pedagógico de matemática da Diretoria Regional de Ensino de Fernandópolis, Delizabeth Malavazzi, tem auxiliado professores e alunos a encarar de frente os desafios da matemática

Professores podem avaliar o raciocínio, procedimentos e recursos utilizados pelos alunos para explicar um problema matemático por meio dos vídeos. Os estudantes, por outro lado, têm a oportunidade de fazer uma autoavaliação e entender com mais facilidade a explicação dos docentes. "Ao diagnosticar os aspectos da aprendizagem que os alunos não dominaram ou que dominaram parcialmente ao longo do bimestre durante as avaliações realizadas, a tendência do professor é voltar a explicá-los para toda a sala, fazendo correções na lousa. Em nosso entendimento essa estratégia não tem produzido o efeito esperado", diz a professora Delizabeth.

Foco aprendizagem – Os professores da rede estadual de ensino agora podem identificar com mais facilidade as dificuldades dos estudantes utilizando a plataforma Foco Aprendizagem. Com base nos resultados do Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) e da prova em larga escala da Secretaria, a AAP (Avaliação da Aprendizagem em Processo), aplicada bimestralmente a todos os estudantes a partir deste ano, a tecnologia cria mapas de cada sala de aula que facilitam os professores na localização das habilidades que precisam ser complementadas, priorizadas ou reforçadas.

José Eduardo Cardozo é o entrevistado do Roda Viva

 
Nesta segunda-feira, 22 de agosto, o Roda Viva entrevista ao vivo o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo.  Com apresentação de Augusto Nunes, o programa vai ao ar às 22h, na TV Cultura.

Entre outros assuntos, Cardozo falará sobre a defesa da presidente Dilma Rousseff no processo de impeachment no Senado e sobre o cenário político brasileiro em geral.

Paulistano, José Eduardo Cardozo é advogado, mestre e doutor em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Atuou como ministro da Justiça entre 2010 e março de 2016. Na sequência, foi nomeado Advogado-Geral da União, permanecendo no cargo até o afastamento da presidente Dilma Rousseff pelo Senado. Desde então, representa sua defesa no processo de impeachment como advogado particular.

O programa será composto por uma bancada de entrevistadores. Há ainda a participação fixa do cartunista Paulo Caruso.

Renda dos shows deste domingo da Festa do Peão de Barretos será em prol do HCB

 
A dupla Fernando & Sorocaba, a atração internacional Chris Weaver Band e a cantora Paula Fernandes se apresentam na maior arena de rodeios da América Latina em uma noite especial com renda destinada ao Hospital de Câncer de Barretos.

O primeiro domingo da 61ª Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos será marcado pela solidariedade e pelo amor. A dupla Fernando & Sorocaba, a atração internacional Chris Weaver Band e a cantora Paula Fernandes se apresentam na maior arena de rodeios da América Latina em uma noite especial com renda destinada ao Hospital de Câncer de Barretos.

O cantor Loubet e a dupla João Marcelo & Juliano cantarão no mesmo dia. As crianças também não ficarão de fora das atrações e vão poder se divertir muito no rancho do peãozinho com a "Turma do Dudinha e da Mariana".
 

CCJ debate propostas sobre foro privilegiado na terça-feira


Osmar Serraglio: acho que todos devemos ser tratados de forma igualitária; é um princípio republicano
foto/Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados



A Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados realiza audiência na próxima terça-feira 23 de agosto, às 14h30, para debater propostas de emendas constitucionais que tratam do foro especial ou privilegiado.

Esse um mecanismo que garante a algumas autoridades públicas o direito de serem julgadas por tribunais superiores, diferentemente do cidadão, que é julgado pela justiça comum.

É o caso de deputados e senadores, presidente da República, vice-presidente e o procurador-geral da República que, nas infrações penais comuns, são processados e julgados pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo o presidente da comissão, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), as 11 propostas em análise na CCJ preveem desde pequenas alterações até a extinção total do foro especial do ordenamento jurídico brasileiro.

"Se prosperar a postulação desse grupo de combate à corrupção, nós não teremos mais ninguém com foro especial, com foro privilegiado", observa o parlamentar.

"Isso significa que qualquer um, desde o presidente da República, juízes e promotores, até vereadores – que têm foro diferenciado em alguns estados - tudo isso será extinto. Eu acho que nós todos devemos ser tratados de forma igualitária. É um princípio republicano", defendeu Serraglio.

O requerimento para realização do debate é da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ).

Participação popular - Qualquer cidadão poderá participar dos debates pelo edemocracia.leg.br. Uma sala de bate-papo será aberta para o envio de perguntas aos debatedores. Perguntas selecionadas poderão ser respondidas ao vivo. As demais serão respondidas posteriormente. Não há necessidade de cadastro prévio.

Flá Prandi é candidato único em Jales

Cinco parlamentares da atual Legislatura
não estarão na urna eletrônica de outubro
 
Pelo menos, é o que indica a lista de candidatos a vereador divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na segunda-feira, 15 de agosto: Claudir Aranda da Silva (PDT) é vereador por cinco legislaturas; Gilberto Alexandre de Moraes (DEM) foi eleito por quatro legislaturas; Pérola Maria Fonseca Cardoso (PT) está em seu segundo mandato consecutivo, como também ocorre com o vereador Sergio Yoshimi Nishimoto (PTB). O vereador Fagner Amado Pelarini (Nenê do Ptshop) assumiu em 2015 a vaga de André Ricardo Viotto (PSD) cassado por decoro parlamentar. Os cinco parlamentares não vão disputar nenhum outro cargo nestas eleições.
Claudir Aranda e Gilberto Alexandre como também Sergio Nishimoto já vinham anunciando que não concorreriam à reeleição. A petista Pérola Cardoso anunciou que não concorreria quando da convenção de seu partido. A surpresa ficou por conta do vereador Fagner Amado (PRB), o Nenê do Petshop (foto) que optou por não concorrer ao pleito de 2 de outubro.
Ao anunciar que desistiria da vida política, Nishimoto se disse desiludido com o atual momento político "principalmente pelas dificuldades encontradas na prefeitura" e que esse é o momento de dar oportunidade aos mais novos, e assim garantir uma renovação no Legislativo.
Dos atuais vereadores vão disputar a reeleição: Jesus Martins Batista (DEM), Luis Fernando Rosalino (PT), Tiago Abra (PP), Nivaldo Batista de Oliveira (PSD) e Rivail Rodrigues Junior (PSB).
Vão disputar as dez cadeiras no legislativo jalesense 95 candidatos a vereador distribuídos em doze partidos políticos. O PSB registrou 16 candidatos, o PPS 14 nomes, o PSDB e o DEM 13 cada. O PSD e PRP inscreveram apenas um candidato.
Os registros dos candidato estão sendo analisados pela Justiça Eleitoral portanto pode haver ou mudanças quando ao número de postulantes ao cargo de vereador.
 
Candidatura única- Por outro lado, a disputa ao Poder Executivo jalesense se restringiu apenas a uma candidatura. Na divulgação pelo TSE sobre todos os candidatos que pediram registro à Justiça Eleitoral constava apenas o nome do candidato Flavio |Prandi Franco (Flá Prandi) do DEM,, tendo como vice José Devanir Rodrigues (PMDB).
Voto próprio - De acordo com a Lei das Eleições, será considerado eleito prefeito, o candidato que obtiver a maioria dos votos, não computados os em branco e os nulos. Ou seja, no caso de municípios com apenas um concorrente, basta que o candidato obtenha um único voto válido para ser eleito. Isso significa que, na prática, Flá Prandi só precisa do seu próprio voto para chegar à Prefeitura.
Flá Prandi da coligação "União por Jales" é apoiado por DEM / PMDB / PRB / PSD / PPS / PSB / PTB / PSDB / PRP / PEN / PV / PDT / PHS Segundo a relação de bens informado ao TSE, o patrimônio do candidato Flá Prandi é de R$ 299.453,07
 

Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli, Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

MARCELO ROBERTO DE OLIVEIRA e CLÉIA BUSTO VILELA. ELE, natural de Cardoso, deste Estado, nascido aos 02 de setembro de 1.973, engenheiro ambiental, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Martim Joaquim de Oliveira e de Jesuete Borges de Andrade Oliveira. ELA, natural de Auriflama, deste Estado, nascida aos 28 de setembro de 1.976, professora, divorciada, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Dorival Gabriel Vilerá Vilela e de Elvira Busto Vilela.

EWERTON JOSÉ VENCESLAU GAROZI e JUDITH CAROLINE FIGUEIREDO AMBROZIO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 09 de agosto de 1.989, mecânico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Antonio Garozi e de Rosseane Venceslau da Silveira Garozi. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 28 de outubro de 1.991, comerciante, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Antonio Ambrozio e de Maria Helena Figueiredo Ambrozio.

THIAGO GUILHERME DOS SANTOS e JÊNIFER FERNANDA DE CAMPOS. ELE, natural de Americana, deste Estado, nascido aos 19 de abril de 1.996, pedreiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Sergio Ricardo dos Santos e de Cristiana Andreia da Silva dos Santos. ELA, natural de Bariri, deste Estado, nascida aos 06 de agosto de 1.996, do lar, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Cristiano Darros de Campos e de Sônia Aparecida da Silva.

ADEMAR COSTA e SUELY DE SOUZA RODRIGUES. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 17 de novembro de 1.954, aposentado, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Germinio Costa e de Arvinia de Souza Costa. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 22 de fevereiro de 1.969, funcionária pública municipal, divorciada, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Nelsides Rodrigues Rosa e de Nercy de Souza Pinto Rodrigues.

ISRAEL ORTEGA DA SILVA e DIENE PATRÍCIA GONÇALVES BARBOSA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 19 de agosto de 1.989, engenheiro eletrônico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Elias Jacinto da Silva e de Célia Regina Ortega da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 07 de setembro de 1.990, funcionária pública estadual, solteiraresidente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Vanderlei Paschini Barbosa e de Clarice Pereira Gonçalves Barbosa.

FELIPE RODRIGUES DA SILVA DOS SANTOS e CAROLAINE PEREIRA DOS SANTOS. ELE, natural de São José do Rio Preto, deste Estado, nascido aos 11 de fevereiro de 1.997, garçom, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Rogério Francisco dos Santos e de Solange Rodrigues da Silva dos Santos. ELA, natural de Palmeira D’Oeste, deste Estado, nascida aos 11 de janeiro de 1.998, auxiliar de produção, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Agnaldo Alves dos Santos e de Maria Cristina Pereira Faria.

UILSON PEREIRA DOS SANTOS e MARILENE LIMA COSTA. ELE, natural de Paramirim, Estado de Bahia, nascido aos 01 de janeiro de 1.972, motorista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Rodrigues dos Santos e de Maria da Conceição Pereira. ELA, natural de Anísio de Abreu, Estado de Piauí, nascida aos 27 de março de 1.976, do lar, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de José Ferreira da Costa e de Maria Lima Costa.

ALEXANDRE GIOVANI CORDIOLI e EUCLIDES ALEXANDRE DE CARVALHO. O PRIMEIRO, natural de São Paulo, deste Estado, nascido aos 20 de fevereiro de 1.975, escriturário, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Valdir Cordioli e de Vera Pupo de Morais Cordioli. O SEGUNDO, natural de Aspásia, deste Estado, nascido aos 09 de abril de 1.989, funcionário público municipal, solteiro, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filho de Benjamin Camilo de Carvalho e de Eliana da Cruz Carvalho.

SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA- O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.

Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina


Cidadania

Reginaldo Villazón

Contradições administrativas – designadas de centralização e descentralização, concentração e desconcentração – são objetos de discussão e experimentação nas organizações públicas e privadas, desde meados do século passado. Nas repartições públicas, o modelo tradicional de atendimento aos cidadãos tem duas características. Primeira, o atendimento é prestado exclusivamente por servidores públicos. Segunda, cada departamento realiza separadamente o seu atendimento especializado.

O resultado é bem conhecido e alvo de comédias. O cidadão precisa resolver um assunto simples, mas é obrigado a percorrer vários andares de um prédio público imenso, em busca de comprovantes, vistos e autorizações. Além de consumir muito do seu tempo, o cidadão tem o desprazer de ser atendido por servidores mal educados e autoritários. Esta situação favoreceu a introdução dos despachantes, autorizados a agir em nome dos clientes. Também favoreceu a instalação de fraude e corrupção em órgãos públicos.

No setor privado, as empresas têm facilidade de utilizar diversos modos de atendimento aos clientes. Muitas delas prestam péssimo atendimento. Mas as empresas que oferecem bom atendimento evitam colecionar reclamações no PROCON e ainda fortalecem sua presença no mercado. Já no setor público as coisas sempre foram muito complicadas. Para piorar a situação, os cidadãos passaram a exigir serviços públicos de boa qualidade. Até que em 1998, o governo federal lançou o Serviço Integrado de Atendimento ao Cidadão.

Na época, já havia serviços dessa categoria em 13 Estados brasileiros e, de lá para cá, o desenvolvimento tecnológico contribuiu para ampliar e melhorar o atendimento aos cidadãos em ambientes onde se concentram diversos serviços públicos. Hoje, por exemplo, é possível tomar todas as providências necessárias para renovação da Carteira Nacional de Habilitação em um só local, em menos de uma hora. O Estado de São Paulo tem 70 unidades excelentes do Poupatempo em plena atividade.

As sinalizações e ocupações dos espaços, as áreas de espera e atendimento são ótimas nessas unidades. A boa educação dos servidores – públicos e privados – dá às pessoas a sensação de gozar de uma cidadania de primeiro mundo. A lista dos serviços oferecidos cresce. O agendamento, pela internet, possibilita ao cidadão ser atendido com dia e hora marcados. O que parecia tão difícil – o serviço público ser ágil e eficiente no atendimento aos cidadãos – agora é uma possibilidade inquestionável.

A experiência positiva com os serviços integrados de atendimento ao cidadão, em todas as regiões do país, vem ajudando no desmonte de redutos mafiosos que faturam alto em propinas e extorsões. Além disso, a conjugação de funcionários públicos e privados tem devolvido muitos servidores públicos às suas funções originais e aberto vagas de trabalho em empresas privadas competentes em formar e administrar mão de obra. O povo brasileiro está coberto de razão, quando exige dos políticos bons serviços públicos.

Aparecida D’ Oeste realiza campanha de alimentos para Santa Casa de Jales


Mais um ano a comunidade de Aparecida D’ Oeste demonstrou afeto e compaixão pela Santa Casa de Jales, pois sexta-feira, 12 de agosto, eles realizaram pelo terceiro ano consecutivo a campanha de doação de alimentos, que teve o apoio da população, comércio, postos de saúde e a Prefeitura Municipal.

Foram arrecadados mais de 30 itens diferentes, dentre eles verduras, legumes, frutas, materiais de higiene e limpeza, entre outros. A entrega aconteceu na tarde de sábado, e contou com a presença de cerca de dez voluntários e também do prefeito, Izaías Sanches.

"Contribuir com a Santa Casa é um privilégio e temos que ter a consciência que o hospital precisa da nossa ajuda. Precisamos retribuir e agradecer o excelente atendimento prestado à toda população de Aparecida D’ Oeste e região. Agradeço a contribuição e o trabalho de todos envolvidos nesta campanha", destacou o prefeito Izaías.

O provedor em exercício, Junior Ferreira, enalteceu o ato solidário. "É excepcional ver a dedicação das pessoas em contribuir com a Santa Casa, esse exemplo poderá ser seguido pelos demais municípios e será muito bem-vindo. Parabenizo pela atitude solidária da população de Aparecida D’ Oeste".

Um outro Brasil

José Renato Nalini, Secretário estadual de Educação

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, escreveu o artigo "Um Outro País". É um estímulo a quem se desalenta com a policrise tupiniquim. O ministro observa que o Brasil obteve conquistas de valor inestimável. Estabilidade institucional, monetária e inclusão social. A certeza da impunidade é que alimenta a cadeia da corrupção. Mas o povo admira aquilo que o Judiciário realiza. Já não aceita mais do mesmo. Condena as más práticas e estas têm de cessar.

Impõe-se, todavia, a reforma política. Com três objetivos: baratear o custo das eleições, incrementar a legitimidade democrática e reduzir drasticamente o número de partidos. No modelo atual de lista aberta e voto proporcional, menos de 10% dos deputados chegam à Câmara com votação própria. Partido que existe para receber verba do povo sob o nome de Fundo Partidário e para vender tempo em TV não tem autenticidade programática. Entra no problema sério que é um Estado maior do que o PIB. O governo já não aguenta tanta estrutura pesada e o setor público precisa de urgente enxugamento. É preciso valorizar a iniciativa privada e incentivar o florescimento da sociedade civil, com empreendedorismo social, filantropia e atuação comunitária. A sociedade pode e deve criar bibliotecas em bairros, difundir o acesso à internet, manter uma praça ou apoiar uma escola.

Tudo passa pela educação. Já conseguimos a universalização do ensino fundamental, mas é preciso obter qualidade efetiva. O mesmo se diga do ensino médio, que ainda não é universal. Ao contrário: é a fase em que a evasão mais ocorre. A proposta para o ensino universitário é arrojada: instituições públicas em seus produtos, mas privadas no seu modelo de financiamento, com dotações filantrópicas, geridas profissionalmente e capazes de se multiplicar. Professores a serem recrutados em todo o planeta e aulas em pelo menos três idiomas. Tudo imerso em ética, matéria-prima hoje escassa e que não pode ser uma para o poder público e outra para o particular.
 

Três candidatos na disputa pela cadeira do Executivo em Urânia

 Um deles é o vereador e atual presidente da Câmara Municipal Odair Bezerra Dias (PPS) foto ao lado, o popular Fião, pela coligação Renovação com Responsabilidade apoiado pelos partidos PRB / PP / PT / PMDB / PSC / PPS / PSB / SD / PROS / PV com 23 candidatos a vereador. Ele tem como  candidato a vice-prefeito o funcionário público federal David Rodrigues Menezes (David da Federal), do PMDB, e conta com o apoio do atual prefeito Airton Saracuza. O patrimônio do candidato Fião gira em torno de R$ 300 mil.

  Outro candidato é o advogado e vereador pelo PSDB, Marcio Arjol Doningues (ao lado abaixo), pela coligação Renovação Já com o apoio de PTB/PR/DEM/PSDB/PEN com 18 candidatos a vereador. O patrimônio de Marcio Arjol declarado ao TSE é de R$ 112.834.77. É candidato a vice-prefeito na chapa, o vereador petebista João Jovino Batista (João Pega-Lebre)




Outra candidatura é a de Jacinto Nunes Dourado (PDT)  (abaixo) pela coligação "Urânia com a Força do Povo" apoiada pelos partidos PDT e PSD e conta com cinco candidatos a vereador. É candidata a vice-prefeita na chapa, a dona de casa Silene Natalina Romano de Souza (PDT). O patrimônio de Jacinto Dourado informado ao TSE é de R$ 24.374.516,53.
Câmara Municipal - Estão concorrendo às nove cadeiras da Câmara Municipal de Urânia 45 candidatos distribuídos em 16 partidos políticos. Vão tentar a reeleição a vereadora Marinete Saracuza (PP), Orlando Vieira (PT), Tomaz Coronado Sanches (PTB) Donizete Mussato (SD). Os outros cinco vereadores: Fião e Marcio Arjol concorrem ao cargo de prefeito; João Jovino Batista é candidato a vice-prefeito e não buscam um outro mandato os vereadores Marcos Alexandre de Oliveira (DEM) e Devanir Souza Gomes (PP).

Reeleição - Dos atuais dez prefeitos no exercício do mandato nos municípios da 152ª Zona Eleitoral do Estado, três deles não concorrem à reeleição. São eles: Francisco Airton Saracuza (PP) de Urânia; Antonio Melhado Neto (PSB) de Paranapuã e Pedro Callado (PSDB) de Jales. Todos os candidatos, a prefeito, vice e vereador estão aguardando o julgamento de seus registros.

Fatec Jales promove visita técnica emfazenda em Chapadão do Sul (MS)

Alunos da Fatec,professsores e funcionários da
fazenda durante a visita a uma plantação de algodão
Adriana Colombo, Natalício e Edmar (funcionários  fazenda),
João Vitor Ferrari e Maria (da fazenda) (esq/dir)





A Faculdade de Tecnologia "Prof. José Camargo" (Fatec Jales) promoveu no dia 13 de agosto de 2016, com cerca de 45 alunos do Curso de tecnologia em Agronegócio, uma visita técnica a Chapadão do Sul- MS, na Fazenda Minuano do grupo Schllater, onde foram acompanhadas atividades como colheita e beneficiamento de algodão, confinamento bovino, materiais de milho e silagem e a visualização de o que há de mais moderno em maquinários e implementos agrícolas para o setor.


A visita técnica teve como objetivo o vivenciamento prático por parte dos alunos da realidade da produção de grãos e fibras do Centro-Oeste Brasileiro. Já é de longa data que a Faculdade realiza parcerias com fazendas e empresas agropecuárias nos Estados de MS e GO com a finalidade de buscar o perfil profissional exigido pelas mesmas.

Para os professores do curso os engenheiros agrônomos Dr. João Vitor Ferrari e Me. Adriana de Souza Colombo que coordenaram a visita, "é de extrema importância para os alunos esse contato direto com as realidades produtivas da maior região produtora de grãos e fibras do país, uma vez que, o agronegócio é o grande alicerce da economia brasileira e que boa parte da empregabilidade dos futuros profissionais da Fatec de Jales se encontra nessa região" destacam.

A visita teve início no período da manhã, quando os alunos acompanharam as práticas, manejos, infraestrutura e comercialização de um confinamento bovino com cerca de 8000 animais. No período da tarde, os mesmos puderam vivenciar todos os aspectos agrícolas que envolvem a colheita da cultura do algodão, assim como os gargalos do setor e as tendências das commodities brasileiras.

Devido ao grande sucesso da ação, a equipe de direção da Fatec Jales em nome da diretora Drª Andréa P. Silva, já prevê novas iniciativas pedagógicas neste sentido, uma vez que, para ela a participação efetiva dos alunos nestas atividades é de fundamental importância tanto para o processo de ensino-aprendizagem como para inserção dos egressos no mercado de trabalho.

Ser Feliz

Flávio Rodrigo Masson Carvalho
Professor do UNIBAVE – Orleans - SC
 
Será que ser feliz é ter muito dinheiro? Ser um ator ou atriz famosa? Ser um político bem sucedido? Ter um bom emprego? Estar bem casado? Ter uma família maravilhosa? Não ter problemas? seria uma somatória de tudo isso? O que é felicidade? O que é ser feliz?
Felicidade é sentimento que não é possível descrever em palavras. Também não é nada do que foi descrito acima, pois existem muitas pessoas que possuem muito do que foi descrito e são tristes, intensamente tristes. Então o que é ser feliz?
Ser feliz é lidar da melhor maneira possível com os problemas, com as dificuldades que a vida nos impõe. Ser feliz é conseguir sair inteiro de uma forte depressão. Felicidade é se reerguer depois de ter falido. Ser feliz é perder uma eleição e ter animo para se candidatar novamente. Felicidade é arrumar um emprego depois de muito tempo desempregado. Ou seja, felicidade é poder lidar com as dificuldades e tristeza que passamos a maior parte de nossas vidas. Temos mais ruins momentos do que bons. Por isso quem pensa que ser feliz é ter tudo de bom, tudo estar correndo as mil maravilhas sempre, está completamente errado, pois é impossível ter tudo de bom sempre. Feliz é aquele que consegue administrar sofrimentos.
Devemos a todo custo sempre buscar a felicidade. Lutar com todas as forças para ser feliz e, proporcionar felicidade àqueles que amamos, mesmo sabendo ser isto impossível. Mas devemos sempre estar preparados para o pior, para as dificuldades e sofrimentos.
Sofrer e manter o equilíbrio nos fortalece. Vencer dificuldades nos faz valorizar mais os momentos de felicidades, que são poucos. Enfrentar dificuldades a todo instante nos faz valorizar as coisas simples da vida, ou seja, aprendemos que a felicidade pode estar nas coisas singelas da vida, ou pelo menos deveríamos aprender a sermos felizes com as coisas simples da vida.
Viver é estar em dificuldades. Se você está trabalhando, estudando, têm uma família, ou seja, se você está vivendo, você está lidando com dificuldades, problemas, sofrimentos, sentimentos ruins. Mas jamais se esqueça de que você não é uma vítima, não é um coitadinho. Sofremos para que possamos aprender algo. Sofremos para que possamos aprender a verdadeiramente nos amar e, quando isso acontecer, não mais sofreremos.
A felicidade que buscamos a todo instante, se encontra dentro de nós, no nosso íntimo, na nossa alma, no nosso espírito. Ser feliz é acreditar nisso.
Quando entendermos que não precisamos mais aprender com a dor e, que podemos aprender com o amor, seremos felizes para sempre. Mas talvez nossa felicidade não seja neste mundo, pois como disse Jesus: "Há várias moradas na casa de meu Pai". Talvez nossa recompensa, ou seja, a felicidade plena, não seja neste mundo, ou talvez não estejamos prontos ainda para sermos felizes por completo, ou ainda não tenhamos o merecido. Não importa. O importante é continuar tentando ser feliz. Procurar a felicidade que está escondida no nosso interior, mesmo que para isto tenhamos que pagar o mais alto preço que é o de nos amarmos e, o mais difícil nos perdoarmos. E depois de conseguir esta proeza de nos amarmos e de praticarmos o auto-perdão, estaremos prontos para amar a todos e termos o tão esperado encontro com a felicidade e sermos felizes para sempre.
"Não creia na esterilidade e no endurecimento do coração humano; ele cede, a seu malgrado, ao amor verdadeiro; é um ímã ao qual não pode resistir, e ao contato desse amor, vivifica e fecunda os germes dessa virtude, que esta nos vossos corações em estado latente". Fénelon.
 

Anglo e Unijales doam caixas de leite à Santa Casa

por Daniel Zilio


 
O curso de Educação Física da Unijales, mais uma vez esteve envolvido com o ato de solidariedade. Representado pelos acadêmicos Ananda da Silva Santos, André Gomes Vieira e Aline Gomes Vieira, os alunos participaram, no dia 31 de julho, da 1ª Zumba Solidária, promovida pelo Interact Club de Jales, que teve como objetivo arrecadar caixas de leite para serem doadas à Santa Casa de Jales.

Aproximadamente 100 caixas de leite foram entregues. A aula de Zumba foi ministrada pelo professor Vagner Assis e o evento teve a parceria da Escola da Família, representada pela professora Silvia Lourenção, a Escola Euphly Jalles e o curso de Educação Física da Unijales.

O Anglo de Jales também mostrou-se solidário. Entre os dias 9 e 12 de agosto, a escola promoveu a reunião de pais, dos alunos do ensino fundamental e ensino médio. Uma ação do programa O Líder em Mim, onde cada pai que participou da reunião também fez a doação de uma caixa de leite. Foram arrecadados cerca de 150 caixas, também destinadas à Santa Casa de Jales.

As duas Instituições de Ensino constantemente estão engajadas nas ações voltadas ao próximo, um trabalho de humanização, conscientização e solidariedade.

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Musa de escola de SP fica nua em ensaio





Ela é baiana, foi musa da Acadêmicos do Tucuruvi no carnaval paulista deste ano e dispensa dietas para manter o corpão. 'Amo acarajé, não fico sem!'

Agora, ela tira toda a roupa e mostra a excelente forma física em um ensaio fotográfico feito especialmente para o Bella da Semana (www.belladasemana.com.br). 

Jéssica Guimarães é a nova modelo do site brasileiro e chega mostrando um gingado encantador nas fotos feitas por Roberto Salgado. O silicone foi colocado especialmente para o desfile – mas todo o restante já é parte do pacote. E que pacote!
O ensaio de Jéssica estreia nesta quarta-feira, dia 17. Assinantes do site têm acesso irrestrito a todas as fotos e vídeos.

terça-feira, 16 de agosto de 2016

MPF em Jales (SP) quer que Prefeitura cancele permissão de uso do aeroporto municipal

Local foi cedido sem licitação; empresário que administra terminal é inadimplente e controla áreas e serviços além do permitido

O Ministério Público Federal em Jales (SP) recomendou à Prefeitura que anule a permissão de uso do aeroporto da cidade e retome a posse do local. O MPF constatou uma série de irregularidades na cessão do direito de exploração do terminal ao piloto e empresário Manoel Messias da Silva. Entre os problemas estão a dispensa ilegal de licitação, a inadimplência das prestações mensais e o controle de áreas e serviços não previstos no decreto municipal que delegou o espaço.

O termo de permissão de uso foi firmado em fevereiro de 2014 sem a realização de procedimento licitatório. Embora houvesse outros possíveis interessados na exploração do aeroporto, Messias da Silva recebeu o direito de explorar a área sem que a Prefeitura justificasse por que havia dispensado a concorrência. Além de ferir a Lei de Licitações, a outorga não teve prévia anuência da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, o que contraria o Decreto Federal 7.624/2011.

Para tentar explicar a manutenção da permissão de uso, a Prefeitura citou uma lei municipal que procura comprovar o caráter público da exploração do aeroporto. A Lei 4.500/2016 estabelece a utilidade pública da Escola de Aviação Civil de Jales, empresa que pertence a Messias da Silva e atua no terminal. Porém, a justificativa é inválida não só porque a declaração foi aprovada dois anos após a cessão do espaço, mas também porque a permissão foi concedida ao empresário, não à escola.

"A classificação do aeroporto de Jales foi alterada recentemente de 'público' para 'privado', o que torna ainda mais evidente que as atividades ali executadas nada acrescentam ao interesse público primário", completou o procurador da República Carlos Alberto dos Rios Júnior, autor da recomendação.

INADIMPLÊNCIA. Messias da Silva nunca pagou nenhuma das prestações mensais de R$ 2,1 mil pela utilização do local, como previsto no termo de permissão de uso. No mês passado, a dívida com o Município já alcançava R$ 76,2 mil. Apesar de o montante se referir a todas as parcelas que deveriam ter sido quitadas desde o início da exploração da área, a Prefeitura somente levou o caso à Justiça neste ano, cobrando o pagamento em atraso.
 
Além da inadimplência, Messias da Silva desrespeitou o termo de cessão ao estender a administração para todo o aeroporto. O documento restringe ao empresário apenas o uso de um hangar e da pista de pouso e decolagem. No entanto, as investigações revelaram que ele tem gerenciado outras áreas e serviços e controlado até mesmo o acesso às dependências do terminal. Todas as atividades são executadas sem o conhecimento e a fiscalização da Prefeitura.

O MPF deu prazo de 10 dias para que a Prefeitura indique se vai acatar ou não a recomendação de anular o termo de permissão de uso do aeroporto. Caso invalide o documento, o Município deverá decidir se pretende restituir a posse do espaço à União, administrá-lo diretamente ou concedê-lo a um novo permissionário. Se optar pela delegação, terá que promover a licitação para a escolha do vencedor. O não acatamento à recomendação do MPF sujeita a Prefeitura a medidas judiciais.

Instituto da Visão de Andradina oferece palestra de mídias sociais para óticas

O evento aconteceu na sexta-feira e contou presença das óticas de Andradina
 
Na sexta-feira, 12 de agosto, o Instituto da Visão de Andradina, em parceria com a Hoya, organizou um evento para as óticas da cidade. O intuito do encontro foi oferecer qualificação sobre mídias sociais, além de fortalecer o relacionamento entre o Instituto e as óticas.
De acordo com o Dr. Ivo Barelli, médico e sócio do IVA, esse é apenas o primeiro de muitos eventos que o Instituto irá promover. “Gostaríamos que reuniões como essa fossem rotineiras em nosso espaço, pois é importante essa proximidade com os óticos, afinal nossos serviços se complementam”.
Já para o Dr. Renato Caetano, oftalmologista e sócio, um dos objetivos do Instituto da Visão de Andradina é fornecer conhecimento para pacientes e parceiros. “Além de um trabalho clínico de excelência queremos oferecer aos nossos pacientes e parceiros informações sobre diversas áreas, esse evento foi apenas o primeiro passo”.
Após a palestra os convidados conheceram as instalações da clínica, consultórios e salas de exames, além disso, um tour no centro cirúrgico foi realizado. “É importante que nossos parceiros conheçam toda nossa estrutura e em especial o centro cirúrgico que em breve será inaugurado”, explicou o médico e sócio do IVA, Geraldo Nakasse. 

Campanha em Defesa do Cerrado será lançada dia 17 no FICA, na Cidade de Goiás (GO

A Campanha Nacional em Defesa do Cerrado, que tem como tema “Cerrado, Berço das Águas: Sem Cerrado, Sem Água, Sem Vida”, será lançada no dia 17, no Convento do Rosário, durante o Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA), que acontece todos os anos na histórica Cidade de Goiás, a 140 quilômetros de Goiânia (GO). A mesa de lançamento, que integra o Fórum Ambiental do evento, será realizada entre 10 horas da manhã e meio-dia.
Participarão do lançamento o pesquisador Altair Sales Barbosa; Elziene de Abreu, do Coletivo de Fundo e Fecho de Pasto da Bahia; a liderança indígena Antônio Apinajé, do Tocantins; Isolete Wichinieski, da Comissão Pastoral da Terra (CPT) – uma das entidades promotoras da Campanha; e o mediador Robson de Sousa Moraes, da Universidade Estadual de Goiás (UEG).  
“Será um momento de suma importância, pois o Cerrado clama pela permanência. O Cerrado é o berço das águas e o mesmo não só esta ameaçado como vem sendo devastado cada vez mais. A campanha ajudará a conscientizar as pessoas que ainda não perceberam o quanto devemos defender o Cerrado”, destaca Elziene, que vive no Cerrado baiano. A devastação citada por Elziene realmente tem aumentado. Dados revelam que 52% do bioma já foi destruído.
A água é o tema principal da Campanha. Mas por que essa ligação tão forte entre água e Cerrado? O Cerrado é conhecido como a “caixa d´água do Brasil”, pois é neste espaço territorial onde nascem as três maiores bacias hidrográficas da América do Sul, Amazônica/Tocantins, São Francisco e Prata. “Nós dependemos de água para viver. 70% do nosso corpo é agua”, ressalta Isolete. “Defender o Cerrado é preservar as águas, é preservar a vida e todos e todas são responsáveis por isso”, completa.
 Para Isolete, a discussão e as ações em defesa do Cerrado, neste momento, “pretendem trazer e evidenciar a luta dos povos na convivência, na preservação e conservação deste bioma. Acima de tudo pela sua função estratégica de fornecer água. Outro fator é a rica biodiversidade e os diversos povos e comunidades tradicionais. Precisamos defender o Cerrado como nosso Patrimônio histórico, cultural e biológico”, afirma.
A Campanha – A campanha é promovida por 36 organizações, movimentos sociais, e entidades. Esse grupo, em sintonia com povos e comunidades do Cerrado, tem olhado com preocupação para o bioma, que tem sofrido ações devastadoras nos últimos tempos, assim como as pessoas que vivem nesse espaço.
“A campanha tem várias dimensões. Uma primeira é dar visibilidade à presença da diversidade humana, cultural e natural do Cerrado. Outra é visibilizar a importância do bioma para o conjunto da vida em outras regiões, isso quanto à questão da água, por exemplo. E ainda, por outro lado, mostrar como tudo isso está em risco. Por isso não é só uma campanha dos povos e organizações do Cerrado, mas de todos brasileiros”, destaca Gilberto Vieira, membro do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), organização que também compõe a Campanha.
São objetivos dessa Campanha – Pautar e conscientizar a sociedade, em nível nacional e internacional, sobre a importância do Cerrado e os impactos dos grandes projetos do agronegócio, da mineração e de infraestrutura; dar visibilidade à realidade das Comunidades e Povos do Cerrado, como representantes da sociobiodiversidade, conhecedores e guardiões do patrimônio ecológico e cultural dessa região; fortalecer a identidade dos Povos do Cerrado, envolvendo a população na defesa do bioma e na luta pelos seus direitos; e manter intercâmbio entre as comunidades dos Cerrados brasileiros com as comunidades de Moçambique, na África, impactadas pelos projetos do Programa Pró-Savana.
O FICA – A décima oitava edição do Fica acontece entre os dias 16 e 21 de agosto na Cidade de Goiás (GO). Neste ano, o festival traz para o centro das discussões a questão da preservação ambiental e a produção de alimentos no bioma Cerrado. O Fórum Ambiental tem como tema “O caminho para um futuro sustentável: governança territorial, proteção ambiental e segurança alimentar”.
Mais informações: