Páginas

sábado, 7 de maio de 2016

Hipácia, mãe de filósofos



Paiva Netto
 
Nada mais potente que o coração materno. Em homenagem ao Dia das Mães, presto modesto tributo a elas por meio de uma pioneira mulher na matemática, na astronomia e ícone da filosofia na Antiguidade. Na História Eclesiástica, escrita no século 5o pelo historiador Sócrates, o Escolástico (não o confundir com outro Sócrates, príncipe dos filósofos), encontramos este importante registro: “Havia em Alexandria uma mulher chamada Hipácia (aproximadamente 355-415 AD), filha do matemático, astrônomo e diretor do Museu de Alexandria, Teón (335-395), que fez tantas realizações em literatura e ciência, que ultrapassou todos os filósofos da época. Tendo progredido na escola de Platão e Plotino, ela explicava os princípios da filosofia a quem ouvisse, e muitos vinham de longe receber os ensinamentos”.
Segundo pesquisadores, Hipácia era uma mulher de beleza singular. O ano do seu nascimento é controverso. O mais aceito é 355, e há os que citam 370. Apesar de pagã, tinha entre os alunos vários cristãos, demonstrando, desse modo, espírito ecumênico. Por sinal, é por intermédio de um deles, Sinésio de Cirene (370-413), futuro bispo de Ptolemaida, que possuímos hoje registros mais fidedignos a respeito da única mulher a dirigir o Museu de Alexandria. Em um dos seus escritos refere-se a ela como “minha mãe, minha irmã, mestre e benfeitora minha”.
Numa época em que a intelectualidade feminina não era reconhecida, as teses de Hipácia influenciaram muitos poderosos. Suas palestras não ficavam apenas no âmbito filosófico, pois era procurada também a fim de opinar sobre assuntos políticos e da comunidade.
Em ambiente de forte intolerância religiosa, Hipácia começou a incomodar. No ano de 415, acusada de praticar magia negra, foi arrastada pela turba ensandecida até a igreja de Cesarión. A brutalidade usada para tirar-lhe a vida provocaria espanto aos mais terríveis carrascos de todos os tempos. Considerada mártir da ciência, muitos apontam o fato como marco inicial da Idade das Trevas.

Ascética e celibatária, Hipácia não deixou herdeiros, mas, como reiterei em 1987, há muitas formas sublimes de ser mãe, inclusive dar à luz grandes realizações em prol da Humanidade. Foi o caso dela. Sua dedicação às questões metafísicas gerou filhos a perpetuar nas mentes a constante necessidade de buscar respostas às indagações que sempre nos afligiram: De onde viemos, por que vivemos e para onde voltaremos um dia, após a “morte”?
 
José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor.
paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com 
 

Appagesp se despede do sócio fundador Jair Tarozo


Empresário de Catanduva faleceu nesta sexta-feira (06), após mais de 40 anos de trabalho no setor de pátios e guinchos
 
Será sepultado na tarde deste sábado (07) em Catanduva (SP), às 16h30, no Cemitério Monsenhor Albino, o corpo do empresário Jair Tarozo, 69 anos. Empreendedor dedicado, ele foi sócio fundador da Appagesp (Associação de Proprietários de Depósitos de Veículos, Pátios e Guinchos do Estado de São Paulo), setor no qual trabalhou por mais de 40 anos.

A perda de Tarozo, para o presidente da associação, Lázaro Fernando de Carvalho, deixa uma grande lacuna no associativismo e na "família dos guincheiros" de todo o Brasil. Ele comenta o senso de responsabilidade de Seu Jair, como era respeitosamente chamado.

"Um homem de palavra, comprometido com o que falava e fazia. Ele tinha uma preocupação muito grande que não apenas ele tivesse sucesso, mas todos que trabalham com dignidade. Era, para nós, um diretor atuante e um grande conselheiro em todas as decisões", disse.

O empresário e vice-presidente da entidade, José Augusto Javara, também lamentou a perda para o empresariado. "Ele foi um exemplo de hombridade. Os valores que o seu Jair representa nunca vão morrer", disse.
VIDA E OBRA - A empresa Jair Tarozo LTDA EPP, mais conhecida como SOS Catanduva, está no mercado há mais de 40 anos e começou com um caminhão Ford F600, ano 68 (verde), do qual o próprio Jair era motorista. Ele tinha como base um posto de combustível próximo ao aeroporto na saída da cidade, ou seja, ainda não existia pátio.
Através de muito trabalho e dedicação, a empresa foi expandindo, contratando novos motoristas e comprando mais caminhões. Foi se solidificando, conquistando a confiança das polícias Militar e Civil, dos delegados e gestores do município.

Em entrevista recente à assessoria de imprensa da Appagesp, Jair contou que o atendimento já era feito 24 horas por dia, desde o início, mesmo com equipamentos precários e comunicação limitada. Na época, só havia telefone para recado.
Com a confiabilidade conquistada, foi feito mais um investimento: a aquisição de um terreno e construção de uma pequena sala para alocar a base e, consequentemente, o Pátio de Catanduva.
Algumas licitações foram feitas no decorrer deste período e a empresa SOS Catanduva venceu. Novos investimentos foram realizados e a empresa continuou a crescer e a manter sua respeitabilidade e confiabilidade, sempre com a administração correta e justa de seus proprietários, Jair e Carmem Tarozo.
"Acreditamos em nosso trabalho, ou melhor, amamos nosso trabalho. Temos pelo menos 20 famílias dependendo diretamente da empresa, fora os prestadores de serviços indiretos, como mecânicos, borracheiros e outros", dizia Jair.
O presidente da associação, em virtude da perda, pede aos associados que estejam unidos à família, manifestando o apoio mútuo que faz parte da cultura do associativismo. "A saudade certamente ficará. Mas desejamos, do fundo do nosso coração, que toda a família do senhor Jair sinta-se confortada e receba o respeito e carinho dos associados da Appagesp", disse Carvalho.

FOLHAGERAL

da redação


Lá no botequim


da vila, onde todos os assuntos são discutidos e analisados, os entendidos estão sustentando a opinião de que, desta vez, o PMDB e o PSDB jalesenses vão fechar uma dobradinha com chances de vencer no pleito municipal de outubro deste ano.

Políticos precisam


agir como bons navegadores, sempre atentos na direção em que sopram os ventos e fluem as águas. Assim podem manejar os controles e fazer o barco ganhar desempenho. A ruína política do PT aproxima os dois partidos: PMDB e PSDB. Sozinhos, eles não são fortes. Mas estão mostrando que, juntos, são capazes desafiar tempestades.

Os vereadores


ClaudirAranda da Silva, Gilberto Alexandre de Moraes, Jesus Martins Batista e Rivail Rodrigues Júnior querem saber, do prefeito Pedro Callado, quantas foram as nomeações e exonerações de ocupantes de cargos comissionados neste ano de 2016. E pedem o encaminhamento de nomes, salários e custo/economia mensal.

Eles levaram


em conta que o prefeito Pedro Callado tem justificado a falta de investimentos na recuperação do asfalto das vias públicas que se encontram em estado deplorável, com o corte de gastos financeiros, até mesmo em áreas absolutamente essenciais

Há quem possa


achar que os vereadores não têm o que fazer e ficam enchendo a paciência do prefeito, pedindo explicações disto e daquilo. Mas é responsabilidade dos vereadores. Quando vereadores não fazem marcação cerrada, prefeitos e assessores cometem erros graves e sobrecarregam as contas municipais. Isto já aconteceu em Jales.

Uma fonte


informou que houve um pedido, ao prefeito Callado, para recape da única rua não recapeada durante a pretérita administração petista no Bairro IV Centenário. Com alguma alteração no atual cronograma de recapeamento de ruas da cidade, será possível não perder a base asfáltica daquela via, cuja origem se deu no início da década 1970.

Entretanto,


um assessor do prefeito foi contrário à sugestão de recape. Ele disse que se deveria aguardar o momento em que houvesse recursos e que, segundo se espera, a referida rua receberá o seu recape ainda este ano, caso a parcela de 50% do empréstimo de R$ 8 milhões for liberada dentro dos próximos 60 dias.

A mídia


divulgou que o vereador Nivaldo Batista de Oliveira (DEM), o Tiquinho, presidente do Legislativo, estuda sair candidato a prefeito este ano e até terá convidado o PT para compor a chapa com o vice. Tiquinho foi prefeito por duas vezes, substituindo o titular Pedro Callado. Os analistas do botequim da vila dizem que Tiquinho foi mordido pela mosca azul. Ele é um bom empresário e um bom nome político.

A ocasião


na política jalesense não é de correria, mas não é de ficar parado. Ainda não é hora de os partidos políticos e os prováveis candidatos tomarem decisões sem volta. Mas já é hora de pensar um bom programa de governo, que não dependa de altos volumes de recursos e contemple necessidades e aspirações manifestadas pela população.

A administração


municipal devolveu a alguns dos seus funcionários as portarias que lhes foram cassadas pela ex-prefeita Nice Mistilides sob a alegação de que a folha de pagamento estava ultrapassando o limite permitido por lei. Tem gente que aproveitou para fazer média política com o fato. A devolução das portarias foi justa e a quem merece.

Informações


sobre os motivos da não realização de manutenção, limpeza e poda das árvores no pátio defronte ao prédio da estação da antiga FEPASA, é o que os vereadores desejam saber do prefeito Pedro Callado. Trata-se de um serviço público básico.

As árvores


da Avenida João Amadeu também precisam de poda. Os pedestres não conseguem andar pela ilha com o corpo ereto. É preciso andar abaixado para desviar dos galhos das árvores, que estão baixos. Está faltando uma coordenação sensível ao meio ambiente urbano e a qualidade de vida dos habitantes da cidade.

Como diz


a turma do botequim da vila: "Enquanto houver ar condicionado e carro com vidro fumê, quem vai querer sair ao sol e enxergar alguma coisa?". De fato, muitas cidades brasileiras são mal arborizadas e mal conservadas. Andar por suas ruas e olhar suas paisagens não proporciona satisfação. Mas, atenção, já tem cidade mudando esta situação.

A época


de políticos tradicionais na Prefeitura e na Câmara ainda não passou em Jales. Os eleitores já tentaram mudar, mas os políticos eleitos repetiram velhos hábitos. Agora o Ministério das Cidades vem sinalizando que vai fazer chover dinheiro só nas cidades onde o poder público estiver capacitado em gerar e operar projetos com excelência. Alô, candidatos!

Nesta segunda-feira,


9 de maio, o provedor da Santa Casa de Jales, José Devanir Rodrigues (Garça), recebe a imprensa para um café da manhã. A pauta não foi divulgada mas provavelmente além de assuntos do hospital, a política será sem dúvida, o recheio do encontro.

Prefeitura de Urânia presta homenagem ao Grupo Melhor Idade em comemração ao dia das mães




 
O Centro de Referência de Assistência Social – CRAS de Urânia com apoio da Prefeitura Municipal promoveu nesta quarta-feira, 4 de maio, uma homenagem para o Grupo da Melhor idade do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) em comemoração ao Dia das Mães.
Houve a entrega de um mimo e a apresentação de um vídeo e leitura de mensagem motivacional que gerou muita emoção entre as participantes, esse grupo da terceira idade já é tradicional no nosso município a 8 anos e participam cerca de 60 mulheres com mais de 60 anos assiduamente todas as quartas-feiras e praticam diversas atividades como o bordado
O evento contou com a participação da equipe do Cras e Fundo Social de Solidariedade que confeccionou as lembrancinhas entre outros, além do total apoio da primeira–dama e vereadora Marinete Munhoz Borgues Saracuza
Essas atividades foram todas preparadas e pensadas com muito carinho para comemorar o Dia das Mães, com objetivo de prevenir a ocorrência de situações de vulnerabilidade e riscos sociais, por meio de desenvolvimento de potencialidades e aquisições e promover o fortalecimento de vínculos com as famílias atendidas nos Centros de Referência de Assistência Social. (Marcos Pick Gavioli).

Chico Xavier


Ninguém deve perder a oportunidade de falar no nome de Deus para uma criança. Sem Deus no coração as futuras gerações colocarão em risco a Vida no planeta. Por maior seja o avanço tecnológico da Humanidade, impossível que o homem viva em paz sem que a ideia de Deus o inspire em suas decisões.

Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
"Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.


Conhecer-se melhor

*José Renato Nalini
 
A máxima socrática "Conhece-te a ti mesmo" continua a ser poderoso instrumento de obtenção do equilíbrio. É um dos eixos do conceito de inteligência emocional, hoje mais interessante de se abordar do que o superado índice do quociente de inteligência. E por que a inteligência emocional se torna tema sedutor para todos, mas essencial para os educadores? Porque ela interfere na saúde física. Administrar angústia e estresse é algo que se aprende ao se autoconhecer. A inteligência emocional controla nossas atitudes e perspectivas de vida. Alivia a ansiedade, evita a depressão. Favorece a adoção de atitudes positivas, auxilia detectar perspectivas menos sombrias, tão frequentes nos períodos de crise.

Investir na inteligência emocional propicia relacionamentos mais saudáveis. Quantos desencontros surgem da dificuldade de adequada comunicação dos sentimentos? Aprenderemos a conhecer melhor as pessoas, compreender suas necessidades, sentimentos e reações do outro. Com isso, edificaremos relacionamentos mais consistentes, duradouros e satisfatórios. Instrumento valioso na resolução de conflitos, a inteligência emocional permite discernir as emoções das pessoas e atuar com empatia ao reconhecer seus pontos de vista. Em lugar do estranhamento, a abertura ao entendimento. Tudo isso representa verdadeiro crescimento da personalidade, pois aumenta a autoconfiança, incrementa a capacidade de identificar problemas, relativizá-los e solucioná-los sem estimular ressentimentos.

O mundo não precisa de mais agressividade. A vida é muito curta para ser encarada com rancor. A diversidade emocional de pessoas ameaçadas pelas vicissitudes de um presente incerto, sofredoras por antecipação diante de um futuro sombrio, aparentemente perdidas diante da falência dos valores, reclama alguns líderes que consigam preservar a serenidade. Construir pontes de relacionamento, abrir janelas de compreensão, acolher com o abraço fraterno é tudo o que o mundo espera do que restou de lucidez.


*José Renato Nalini, secretário da Educação do Estado de São Paulo

e-Social é tema de conferência em Jales

 
As principais dúvidas sobre o e-Social deverão ser respondidas durante conferência programada para o dia 19 de maio, das 8h30 às 12h30, no Sato Buffet. O evento, gratuito, é promovido pela Receita Federal, Previdência Social, Ministério do Trabalho e Emprego e Caixa Econômica Federal, junto com o Sindicato Rural, com apoio da Associação Comercial e Industrial.

O eSocial é um portal do Governo Federal lançado na segunda quinzena de junho de 2013, para facilitar as relações entre trabalhadores domésticos e empregadores.

Chamado eSocial, o sítio facilita o recolhimento, de forma conjunta, das obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais, como FGTS, INSS e Imposto de Renda.

Na conferência, os profissionais que atendem empregadores urbanos e rurais receberão informações de como devem proceder para se adaptarem à digitalização das informações.

O presidente da ACIJ, Carlos Roberto Altimari lembra que o e-Social é mais uma mudança imposta pelo Governo Federal que vai atingir todas as empresas que precisam ficar preparadas para não serem penalizadas.

Carlinhos informou que a procura deverá ser grande porque na região a conferência só está sendo realizada em Jales e São José do Rio Preto. Como as vagas são limitadas o convite é direcionado às pessoas que trabalham nessa área. As inscrições podem ser feitas na ACIJ, pelo telefone 3622-1540 ou no Sindicato Rural, pelos telefones 3632-7077 e 9728-7515.

Alienados

Reginaldo Villazón

Em 1998, nos Estados Unidos, foi fundada a revista Justice Denied (Justiça Negada), sem fins lucrativos, com a finalidade de denunciar casos e conscientizar o público sobre práticas judiciais indevidas, acusações irregulares e condenações injustas ao redor do mundo. Hoje a Justice Denied é uma organização social com site na internet, onde coloca à disposição artigos, informações e dados para consulta gratuita. Seus arquivos de inocentes têm mais de 6.000 nomes, inclusive de condenados à morte.

Não podemos atribuir, a tudo isso, apenas erros judiciários. Uma das causas das injustiças é a distância que existe entre o poder judiciário e a realidade social, que se influenciam, mas não se unem. Mesmo em países onde o poder judiciário é bem conceituado, as injustiças sociais existem. Existem desigualdades imensas, privilegiados e prejudicados, opressores e oprimidos, incluídos e excluídos. Em nível mundial, a desconexão entre o poder judiciário e a realidade social é alarmante.

Hoje temos no Brasil um cenário que nos dá perplexidade. Sabemos quem cometeu erros graves na condução da economia do país, sabemos quem se beneficiou de dinheiro de propinas, sabemos quem tem fortuna ilícita depositada em bancos estrangeiros. No entanto, juristas de grande competência tiram conclusões opostas sobre estas questões à luz das leis. Alienados da realidade, eles discutem as leis, não a realidade. Chegam a descartar verdades relevantes por elas não se enquadrarem na forma das leis.

Mas o pior vem agora. Juristas de renome analisam e concluem que muitas coisas que parecem convergentes – Ciência Jurídica, Justiça, Verdade, Moral e outras – não se juntam. A Ciência Jurídica procura estabelecer conceitos puros. A Justiça visa sustentar a ordem e a harmonia de todos na sociedade. A Verdade quase nunca está intacta nos conteúdos dos processos jurídicos. A Moral é um componente cultural variável. Além disso, as leis podem sofrer interpretações diversas, ser defendidas e ser contestadas.

Para uma comparação, lembremos de como era a justiça nas sociedades tradicionais. Nelas as regras, decisões e considerações eram emitidas pelos líderes e anciãos, com prudência e sabedoria, e acatadas por todos com respeito. Um modelo de justiça simples e eficiente. Mas hoje nós vivemos uma realidade maior e conturbada. Interesses e conflitos não respeitam dignidade alguma. A competição capitalista transfigura seres humanos em bestas econômicas. O medo de ser descartado desperta instintos primitivos.

Felizmente, o presente teatro de horrores não vai durar para sempre. As sociedades humanas ainda têm muito para experimentar e aprender. Muito para mudar e evoluir. Em vários países, inclusive no Brasil, cresce o número de interessados na discussão de modelos políticos, jurídicos, sociais e econômicos mais produtivos. Sábios juristas garantem: à distância, o poder judiciário e a realidade se comunicam e se inspiram. Isto basta para mantermos vivas nossas esperanças num futuro menos complicado e mais justo.

Adesão ao CAR é necessária, mas ainda não restringe acesso ao crédito rural

 
Os médios e grandes produtores rurais não sofrerão restrições ao crédito rural este ano por não aderirem ao Cadastro Ambiental Rural (CAR). Entretanto, ficarão sujeitos a penalidades previstas na legislação – entre elas, acesso ao financiamento agrícola, conforme o Código Florestal Brasileiro –, depois de maio de 2017.

De acordo com a ministra Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), a adesão ao CAR, especialmente dos médios e grandes produtores, chegou a 60%. Ela citou como exemplo os estados de São Paulo e de Mato Grosso. "Se nós fôssemos analisar em termos de terra, este percentual chegaria a 80% da área."Katia Abreu ressaltou a importância da inscrição ao Cadastro. "Esse instrumento vem ao nosso favor. Ele mostra ao mundo o que, de fato, nós falamos e estamos fazendo. É a prova de que o Brasil produz a maior agricultura tropical do planeta de forma sustentável."

O CAR não encerrou as adesões nem deixou de ser obrigatório para os médios e grandes proprietários. Os produtores que não se cadastrarem no prazo previsto no Código Florestal, que completa quatro anos nesta quinta-feira (5), perdem benefícios do Programa de Regularização Ambiental (PRA), aplicável nos casos da existência de passivos ambientais. Eles também ficam sujeitos a restrições do crédito agrícola após 2017.

Agricultores familiares O prazo para os pequenos produtores rurais e agricultores familiares para aderirem ao CAR foi prorrogado para o dia 5 de maio de 2017. A ampliação do período atende à reivindicação dos movimentos sociais, assegurando a mais de 1 milhão de proprietários e posseiros os benefícios previstos no Código Florestal.O Ministério do Meio Ambiente identificou que os pequenos produtores são os que têm mais dificuldades em fazer o cadastramento.

"Ele não é complicado, não é difícil, mas requer um gasto e uma dificuldade de interlocução, que afeta esses pequenos produtores por causa das distâncias onde eles se encontram. Então, nada mais justo que aumentar esse prazo".Atualmente, 86% dos produtores brasileiros são pequenos produtores, com até quatro módulos fiscais, ou seja, propriedade de até 110 hectares.

Sistema em manutençãoO Serviço Florestal Brasileiro (SFB), que administra o Sistema de Cadastramento Ambiental Rural, alerta que o programa de adesão (www.car.gov.br) na internet continuará a receber os cadastrados. No entanto, o SFB esclarece que, a partir da meia-noite desta sexta (6/5), o Sistema de Cadastramento Ambiental Rural estará em manutenção, com cadastramento temporariamente suspenso.

Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli, Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

ANDERSON DE OLIVEIRA MORGADO e JULIANA SANTINI. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 21 de dezembro de 1.986, técnico em ordenhadeira, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de LUIS PAULO MORGADO e de GISLAINE DE OLIVEIRA MORGADO. ELA, natural de São Paulo, 35º Subd. Barra Funda, SP.-SP., nascida aos 12 de janeiro de 1.992, auxiliar administrativo, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de LUZIA SANTINI.

RENAN DANILO DOS SANTOS e CAROLINE CRISTINA COSTA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 22 de maio de 1.992, vendedor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de CLAUDIA REGINA DOS SANTOS. ELA, natural de Americana, deste Estado, nascida aos 08 de março de 1.993, advogada, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de RENATO COSTA JUNIOR e ROSA MARIA CARDOSO COSTA.

VITOR BUSQUETTO e ELISABETH DA SILVA SILVÉRIO. ELE, natural de Bela Vista do Paraíso, Estado do Paraná, nascido aos 17 de outubro de 1.963, operador de estufa, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de ILSO BUSQUETTO e de APPARECIDA CAPELO BUSQUETTO. ELA, natural de Osasco, deste Estado, nascida aos 07 de abril de 1.978, do lar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de JORGE BERNARDO SILVÉRIO e de MARIA APARECIDA DA SILVA SILVÉRIO, falecida.

ÉBER CLEITON DOS SANTOS e ALINE DIAS. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido ao 1º de dezembro de 1.982, vendedor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de PAULO ANTONIO DOS SANTOS e de ZILDA CECILIA LESO DOS SANTOS. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 19 de maio de 1.989, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de GILBERTO DIAS e de MARIA DE LOURDES PANISSO DIAS.

ÉDER CARLOS GOBBI e CLÉLIA VIEIRA RIBEIRO DA SILVA. ELE, natural de São Francisco, deste Estado, nascido aos 05 de março de 1.987, empresário, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de VALDOMIRO GOBBI e de EMA ELVIRA ANGELINI GOBBI. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 11 de março de 1.986, auxiliar de escritório, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de RAIMUNDO RIBEIRO DA SILVA e de APARECIDA DO CARMO VIEIRA FERREIRA.

NILTON SILVA DOS SANTOS e JÉSSICA MELEGATTI BARBOSA. ELE, natural de Santa Fé do Sul, deste Estado, nascido aos 25 de fevereiro de 1.986, autônomo, solteiro, residente e domiciliado neste Distrito, filho de JOÃO EVANGELISTA DOS SANTOS e de CLARICE ROCHA DA SILVA DOS SANTOS. ELA. natural de Jales, deste Estado, nascida aos 07 de dezembro de 1.992, autônoma, solteira, residente e domiciliada neste Distrito, filha de LUIZ ANTONIO MINICHELI BARBOSA e de ROSELI CRISTINA MELEGATTI BARBOSA.

ANTONIO EDUARDO MENDES FURIA e IVANA MARCELA GUIZO COLOMBO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 13 de setembro de 1.986, vendedor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de JAIR FURIA e de DIVINA DA SILVA MENDES. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 29 de agosto de 1.986, empresária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de GENESIO COLOMBO, falecido e de MARIA APARECIDA GUIZO COLOMBO.

MARCEL SEVILHA BONASIO e LIDIANE GRANJA MAGRI. ELE, natural de São Paulo, deste Estado, nascido aos 29 de setembro de 1.983, auditor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de CARLOS SEVILHA BONASIO e de MARCIA SEVILHA BONASIO. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 10 de julho de 1.984, gerente de conteúdos, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de NELSON LUIZ MAGRI e de LUCELANE DE GODOI GRANJA MAGRI.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina

Basquete de Jales vence Paranaíba (MS) pela VI Copa Monte Líbano

 
De pé (da esquerda pasra direita): João Caparroz, Tomás Freitas,
 Fábio Galan, Victor Santos, Lucas Maldarine e Osvaldo Valente.
Agachados: Osvaldo Paz Landin,
Fernando Manfrin, Allan Oliveira e Daniel Martins.
 
 
 
A equipe de basquete de Jales voltou à quadra no domingo, 1º de maio, em partida válida pela 4ª rodada da VI Copa Monte Líbano/Libask de Basquetebol e conquistou nova vitória, desta vez, sobre a equipe de Paranaíba (MS).. Jales foi à quadra almejando melhorar sua posição na tabela de classificação e conseguiu seu intento.
 
O jogo – Após um início de partida onde conseguiu de imediato abrir 6 pontos de vantagem sobre o adversário, com duas bolas sucessivas de três pontos logo no começo do jogo, a equipe começou a cometer erros ofensivos, que, aliados a uma marcação que possibilitava à equipe adversária pontuar em sua tábua defensiva, acabaram por encerrar o primeiro quarto da partida com o placar adverso de 20 a 19.

No segundo quarto a equipe de Jales conseguiu impor melhor seu jogo defensivo, não possibilitando que o adversário pontuasse com facilidade, tendo sofrido 13 pontos na defesa e convertendo 18 no ataque, encerrando, assim, o primeiro tempo da partida com o placar a seu favor de 37 a 33.

A equipe de Jales aproveitou o intervalo da partida para reafirmar entre si, na teoria, a postura adotada no segundo quarto de jogo. E na prática, no terceiro quarto, impôs-se ainda mais defensivamente, permitindo ao adversário converter 11 pontos e anotando 20 em seu ataque.

No último e decisivo quarto, a equipe manteve a mesma postura, permitiu somente 10 pontos ao adversário e converteu mais 19 no ataque, dando números finais à partida: Jales 76 x 54 Paranaíba.

Com o resultado, a equipe jalesense soma duas vitórias e duas derrotas na competição e divide a 5ª posição da tabela com uma das equipes anfitriãs do torneio, Monte Líbano, com o mesmo número de pontos e saldo de cestas.

O próximo confronto da equipe está marcado para o dia 15 de maio, quando a equipe jalesense enfrenta Catanduva.

Jogaram e pontuaram pasra a equiipe jalesense: Fernando Manfrin (06), Allan Oliveira (07), Tomás Freitas (37), Osvaldo Paz Landin (07), Osvaldo Valente (09), Lucas Maldarini, Daniel Martins (06), Victor Santos (02), Fábio Galan (02) e João Caparroz.

Karatecas de Jales e região conquistam onze medalhas na primeira etapa de Estadual em MS




No sábado, 30 de abril, karatecas da Associação Resende de Karatê, Jales, acompanhados pelo Sensei Edson de Freitas Resende disputaram a primeira etapa do Campeonato Estadual de Karatê em Campo Grande (MS) realizada no Ginásio Esportivo do Circulo Militar, e conquistaram 11 medalhas, sendo 7 de ouro, 2 de prata e 2 de bronze.

Os atletas da região que participaram da competição - de Jales: Bruno Nagata Rios, Eder Yoshizaki Takeda, Guilherme Yugi Assaoka, João Pedro Melo Hentz, Júlio Cesar Garcia e Thiago Takeshi Hashimoto, além do Sensei Edson. Urânia: Anderson Carlos Palasio, Giovani Sartori Serra e Sérgio Gasques; Santa Salete : Guilherme Ferreira e de Aspásia: Bruna Paganotti.

As medalhas de ouro foram conquistadas por Bruno Nagata Rios (katá, 6/7 anos, Br/Vm, masc), Eder Yoshizaki Takeda (katá, sênior, +16 anos, Br/Vd, masc), Giovani Satori Serra (kumitê, 14/15 anos, Br/Vd, masc), Guilherme Yugi Assaoka (kumitê, 12/13 anos, Rx/Pt, masc), João Pedro Melo Hentz (katá, júnior, 16/17 anos, Rx/Pt, masc), Thiago Takeshi Hashimoto (kumitê, 16/17 anos, Br/Vd, masc) e o Sensei Edson (katá, sênior, +16 anos, Rx/Pt, masc).

As medalhas de prata foram conquistadas por Júlio Cesar Garcia (katá, 14/15 anos, Br/Vd, masc) e Sérgio Gasques (kumitê, sênior 18/31 anos, masc).

As medalhas de bronze foram conquistadas por Anderson Palasio (kumitê, sênior 18/31 anos, masc) e Guilherme Yugi Assaoka (katá, 12/13 anos, Rx/Pt, masc).

O Campeonato Estadual da FKMS será realizado em três etapas e as próximas serão realizadas nos meses de julho e setembro de 2016.

O destaque desta vez ficou para o atleta Sérgio Gasques, que deveria participar da categoria Master B (36 a 39 anos), mas nesse estadual baixou para a categoria Sênior (18 a 31 anos), para confrontar com adversários mais fortes como forma de treinar para o Campeonato Brasileiro, tendo ainda assim conquistado a medalha de prata.

Com as conquistas nesta 1ª etapa, esses atletas deverão compor a seleção estadual na disputa da fase classificatória do Campeonato Brasileiro que está realizado entre os dias 5 e 7 de maio no Ginásio de Esportes Amando Grecco. Neste domigo, 8 de maio, o karateca João Pedro Melo Hentz participa da seletiva da Confederação Brasileira de Karatê tentando conquistar uma vaga para a Seleção Brasileira que representará o Brasil no Campeonato Sulamericano na Colômbia.

O professor sempre incentiva seus alunos a participarem de competições como forma de colocar em prática os ensinamentos adquiridos nos treinamentos, além disso, vê as suas participações em competições como oportunidades para aumentar sua experiência, de forma a proporcionar mais qualidade para o ensino do karatê na região. "Todo professor de karatê deve sempre participar de treinamentos e atividades externas, de modo a garantir a continuidade do crescimento nesta arte marcial", comenta Sensei Edson referindo-se ao fato de não existir final de carreira no karatê, sendo um esporte com início, meio e continuidade.

O professor lembrou que o karatê está de braços abertos também àqueles que desejam apenas praticar um esporte para condicionamento físico, mental e espiritual, sem a participação em competições.

Jalesense estreia na Liga Paulista dia 13, em Presidente Prudente

A Taça Paulista, organizada pela Liga Paulista de Futebol terá inicio no próximo sábado, 13 de maio. O torneio contará com 25 equipes na categoria principal, divididos em dois grupos (um com 12 e o outro com 13). Com apenas 11 jogos por rodada, três times terão folga na tabela.

O jogo de abertura acontece no dia 13 de maio, quando o Corinthians de Presidente Prudente recebe o Jalesense Atlético Clube, às 19 horas, no Estádio Municipal Eduardo José Farah. Os outros 10 jogos da primeira rodada serão no dia 14, todos às 11h.

Na primeira fase, as equipes vão se enfrentar em turno e returno dentro de seus respectivos grupos. Os oito melhores de cada grupo se classificação para a segunda fase, quando serão formados dois novos grupos. Os times se enfrentam, novamente, em turno e returno. Os dois melhores avançam para as semifinais, realizadas em dois jogos. Os vencedores disputam a final, também em dois jogos. O término da competição está previsto para o dia 3 de dezembro.

A Liga é presidida pela advogada Gislaine Nunes, conhecida por atuar em diversos casos trabalhistas de jogadores de futebol. A intenção é, justamente, colocar em atividade várias agremiações que estão afastadas ou licenciadas das competições da FPF, principalmente devido aos altos custos, principalmente na questão da taxa de filiação.

A competição também conta com equipes tradicionais que disputaram competições da Federação Paulista de Futebol (FPF), como Ranchariense, Nevense, SOREA de Auriflama, Guariba e o União Suzano, este último que jogou o Paulista da Segunda Divisão em 2015.

Confira as equipes e os grupos da competição:
Grupo 1 - Arujá (Arujá) - ADA-Araraquara (Boa Esperança do Sul) - Aliança (Carapicuíba) - American Vila Soccer (Diadema) - Caieiras (Caieiras) - Concórdia Poaense (Poá) - Vai-Vai (São Paulo) - Grêmio São Carlense (São Carlos) - Peruíbe FC (Peruíbe) - Raça SC (Campinas) - Andreense (Santo André) - União Suzano AC (Suzano)



Grupo 2 - Ranchariense (Rancharia) - Academia Futebol Futuro (São José do Rio Preto) - Nevense (Neves Paulista) - Ouroeste (Guarani d’Oeste) - Paulistinha (Matão) - Corinthians (Pres. Prudente) - Guariba (Guariba) - Jaboticabal Atlético (Jaboticabal) - Jalesense (Jales) - Lins FC (Lins) - Real Sociedade (Poloni) - SOREA (Auriflama) - Talentos 10 (Bauru)



Jogos da 1ª rodada:
13 de maio – 19h:
EC Corinthians X Jalesense


14 de maio – 11h:
EC Vai Vai X São Carlense

Poaense X Peruíbe

Aliança X Usac

Caieiras X Raça SC

American X SEC Andreense

Academia X Talentos 10

CA Paulistinha X Lins

Nevense X SOREA

Ouroeste X Real Sociedade

Jaboticabal X Guariba




SAE/CTA promove café da manhã em comemoração ao Dia das Mães




 
Para comemorar o Dia das Mães, o SAE/CTA-Serviço de Atenção Especializado e Centro de Testagem e Aconselhamento, com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde, promoveu na manhã do dia 4 de maio (quarta-feira,) um coffe break para os pacientes.

Os funcionários do SAE/CTA, os fisioterapeutas Dieine Morise Mendes Garcia e Tiago Rodriguez Dan, o médico infectologista Maurício Favaleça, a enfermeira Vanessa Ferreira Martins e a farmacêutica Lara Faria França Rodrigues prepararam um ambiente alegre e descontraído, com balões e uma árvore na parede, em que fotos de diversos tipos de famílias foram coladas, mostrando que o preconceito não tem vez quando existe o amor.

Para as mães atendidas pelo serviço, foram oferecidas lembranças como forma de mostrar o carinho e cuidado que a equipe tem por elas. Presentes ao evento, a Secretária de Saúde, Patrícia Albarelo e a coordenadora das unidades de saúde do município, Silvia Maria Alves.

Projeto dos cofrinhos do Hospital de Câncer de Barretos

 
Para quem desejar ajudar, o Projeto dos Cofrinhos oferece a oportunidade para que todas as pessoas que tenham o interesse contribuam com a Instituição. Independentemente da quantia, todo tipo de doação é sempre bem-vinda, aliás, o Hospital de Câncer de Barretos - Unidade Jales aceita amor em qualquer moeda.

No ano passado foram arrecadados em Jales e região o valor de R$ 70.055,00, no país foi recorde de arrecadação com o montante de R$ 1.836.407,69, 12,7% a mais que 2014. Este dinheiro ajuda a suprir o custeio mensal de todas as unidades da Fundação Pio XII, lembrando que só a unidade de Jales, custa mensalmente R$3 milhões de reais.

Em Jales, há cerca de 225 cofrinhos espalhados pela cidade e mais 1.365 espalhados em outros munícipios e estados que são levados pelos pacientes.

Os cofrinhos, que é uma ação da captação de recursos do Hospital, podem ser adquiridos na sede da AVCC, que se encontra junto ao Hospital de Câncer de Barretos – Unidade III de Jales. Eles são controlados por uma etiqueta com código de barras no fundo da lata e que nos permite saber a localização, o nome, endereço e telefone.

"Para mim coordenar esse projeto aqui em Jales e em outros municípios e estados, é muito gratificante, pois sei que estou contribuindo com uma instituição onde atende milhares de pessoas gratuitamente.", finalizou o coordenador dos cofrinhos em Jales, Ademir Miguel (foto), a frente do projeto desde 2014.

Você também pode ajudar a divulgar essa ideia de solidariedade ao tornar-se um multiplicador. Solicite cofrinhos, distribua-os e envolva as pessoas ao seu redor. Para mais informações, basta ligar no telefone da AVCC (17) 3621-1507.

Em Jales, Sebrae inaugura Posto de Atendimento ao Empreendedor

 
O Sebrae-SP vai inaugurar o Posto de Atendimento ao Empreendedor (PAE) em Jales, no dia 12 de maio, às 11h, na Avenida Francisco Jalles, 3.097. O posto funciona como uma extensão do escritório do Sebrae-SP e tem como objetivo prestar orientações para a abertura de novas empresas e aprimoramento de micro e pequenos negócios.

O PAE é uma gestão compartilhada entre Sebrae-SP, Prefeitura Municipal, Associação Comercial e Industrial, Sincomercio e Sindicato Rural. A inauguração ocorre num momento crucial da economia brasileira, quando os proprietários das micros e pequenas empresas buscam soluções para enfrentar a crise ao mesmo tempo que precisam investir nas tendências mundiais das áreas de tecnologia e inovação, visando a melhoria da gestão dos negócios.

"O PAE é uma forma de nos aproximar dos empreendedores de Jales. Estamos registrando um aumento do empreendedorismo por necessidade e o risco é justamente tomar decisões precipitadas e sem planejamento. O posto vai justamente ajudar quem pretende abrir um negócio e quem precisa de orientação para melhorar a empresa existente", afirma o gerente do Escritório Regional do Sebrae-SP de Votuporanga, Rafael Matos do Carmo (foto).

De acordo com o portal Empresômetro, ferramenta do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), Jales tem 5.138 micro e pequenas empresas ativas, sendo 1.555 microempreendedores individuais (MEIs).

Santa Casa de Jales realiza capacitação para colaboradores da enfermagem

 
Equipe da UTI Geral que está participando da capacitação
 
 
 
Nas instituições hospitalares do Brasil a equipe de enfermagem representa o percentual mais significativo de pessoal, chegando a atingir em alguns casos cerca de 60% dos colaboradores. Na Santa Casa de Jales não é diferente, o setor alcança em média 150 funcionários, entre eles, auxiliares, técnicos e assistenciais.
 
Diante dos números expressivos da categoria, anualmente são realizados treinamentos que visam a preparação do profissional, afinal, a enfermagem desempenha importante função na preparação da infraestrutura para a realização segura e eficaz dos procedimentos médicos e assistenciais, além de orientação e educação preventiva, visando o autocuidado e facilitando a reintegração social do paciente.

O trabalho de capacitação envolve o setor Educação Continuada, sob a responsabilidade da enfermeira Juliana Cursi Lima, que organiza em meio aos treinamentos, a elaboração de protocolos referentes à enfermagem, entre outras atribuições.

"Este processo busca proporcionar ao indivíduo a aquisição de conhecimentos para que ele atinja sua capacidade profissional e desenvolvimento pessoal, considerando a realidade do hospital. Além do mais, o saber fazer bem leva em conta os aspectos técnicos, políticos e éticos, bem como ressaltamos que o profissional de saúde precisa saber articular responsabilidade, liberdade e compromisso", destacou Juliana.

Este ano os treinamentos estão sendo realizado in loco, ou seja, nos setores de atuação dos profissionais, para melhor assimilarem a didática da teoria aliado à prática e também para não dificultar o andar da unidade de internação diante da continuidade da assistência prestada no dia a dia e conta com o apoio do enfermeiro assistencial responsável da própria unidade que ajuda na disseminação e atuação nos procedimentos.

Os assuntos abordados são amplos, os quais são selecionados de acordo com as maiores dificuldades apresentadas pela equipe de enfermagem, tanto na atuação rotineira, como nos assuntos de maior incidência periodicamente, como dengue e H1N1.

Para a enfermeira responsável técnica, Ana Lúcia da Silva, esse programa voltado para o aprendizado do profissional requer um planejamento dinâmico, participativo, interdisciplinar com objetivos definidos, buscando atender diretamente as necessidades da organização e dos profissionais. "É um trabalho árduo em que a cooperação da equipe multidisciplinar é indispensável para a efetivação da continuidade da assistência", retratou Ana.

As capacitações tiveram início em março e acontecem uma vez por semana, e de acordo com o cronograma o encerramento está previsto para outubro.

Cras de Urânia realiza palestra sobre auto-estima aos beneficiários dos programas sociais


 
O Centro de Referência da Assistência Social - Cras de Urânia, com o apoio da administração municipal, realizou nesta terça - feira, 3 de maio, às 19:30hm, uma palestra cujo o tema abordado foi "Alimentando minha auto-estima e confiança", aos beneficiários dos programas sociais desenvolvidos no município, ministrada pela orientadora social Crislaine Calanca.

Durante a palestra esteve presente a psicóloga Josiani C. Moreira Gimenes.

O conteúdo que envolve o tema aos beneficiários, explicou a orientadora social "agrega-se valores a estima do ser humano, podendo assim dividir-se em três etapas: baixa estima, média estima e auto estima.

Segundo Crislaine Calanca, a abordagem direcionada as pessoas "é que todos temos que nos conhecer, respeitar e aceitar como somos".

Calanca explicou aos presentes que "os conflitos que nos envolve é para aprendermos a ser melhores para com o próximo, assim podemos viver em um mundo de paz".

"A beleza que nos consiste não está na parte externa, mas sim no que projetamos sobre o nosso interior com Amor", citou ela.

Cras de Urânia encerra curso de pintura em guardanapo




Nesta quarta- feira dia 4 de maio no prédio do Centro de Referência da Assistência Social - CRAS de Urânia, aconteceu o enceramento do curso de Pintura em Guardanapo, ministrado pela professora Solidete e acompanhado pelas técnicas de referência do CRAS. O curso contou com a participação assídua de 23 alunas, que aprenderam diversos tipos de pintura em tecido.
Houve a entrega dos certificados com cada beneficiária recebendo um kit com quatro guardanapos, todos pintados pelas prórpia alunas. 
O evento contou com o apoio do prefeito municipal Francisco Airton Saracuza e da primeira-dama e vereadora Marinete Munhoz Borges Saracuza, além da equipe do CRAS.
A equipe do Cras enfatiza que o trabalho realizado pelo Cras/Paif com as beneficiárias prevê o desenvolvimento de potencialidades e aquisições das famílias e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, por meio de ações de caráter preventivo, protetivo e proativo, sempre trabalhando para contribuir na melhoria da qualidade de vida das pessoas.


Quem Somos nós?

*Flávio Carvalho

Segundo Eurípedes Barsanulfo: "Somos espíritos em experiências humanas e não corpos em busca de experiências espirituais."

Somos espíritos eternos, vivendo em diferentes planetas e dimensões. Nascemos na carne para evoluirmos como espíritos. Ganhamos corpo, e com ele o desconforto das dores e sofrimentos. Mas as piores dores e sofrimentos são aqueles impressos na alma.

Somos energia pura, e vibramos em sintonia com o Cosmos. Somos muito mais que carne, ossos e células, somos a mais poderosa energia presa num corpo frágil e mortal. E este é o grande sofrimento, ser um espírito imortal vestido de um corpo débil e mortal.

Somos uma energia imensurável aprisionada numa carcaça deficiente e perecível. E conseguir o equilíbrio entre corpo e espírito é a mais difícil de todas as tarefas que nos foram delegadas.

E o Espírito é a mais perfeita obra da Criação. E o nosso corpo é o reflexo dessa perfeição, mas como reflexo, possuiu falhas, distorções, e às vezes não traduz com fidelidade a imagem verdadeira. O corpo envelhece, é perecível, vai se acabar. O Espírito é eterno, continuará sua trajetória a caminho da eternidade.

Somos Espíritos, somos a mais perfeita tradução da perfeição Divina. Somos a sublime tradução da perfeição.

O Espírito é eterno, porem simples, é somente energia, a mais pura e forte energia. Já o corpo é complexo, com seus emaranhados de células, ligamentos, ossos, órgão, etc. Uma engenharia complexa faz mover esta máquina chamada corpo humano, que nos provoca dores e prazeres imensuráveis.

A beleza não está na complexidade do corpo humano, mas na simplicidade do Espírito. O Espírito é dotado apenas de energia, a mais poderosa de todas, a centelha divina. O Espírito é a maior obra do Criador. O Espírito é a tentativa de Deus em se multiplicar, ou seja, o Espírito é o reflexo de Deus.

Somos Espíritos eternos, dotados de uma centelha divina à caminho da perfeição. E não temos outra escolha a não ser seguir esta trajetória. Mas como vamos caminhar, e quanto tempo vamos demorar para atingirmos a perfeição dependerá de cada um de nós, dependerá de nossa compreensão, de nossa evolução.

A evolução espiritual é individual, cada um tem a sua, ela é individual. O mais lindo e importante, é que só depende de nós mesmo, ou seja, temos tudo o que precisamos para evoluir até a perfeição.

O corpo precisa de alimento, de água, de cuidados, e muitas vezes de cuidados complexos, como aqueles que possuem doenças crônicas, precisam de medicamentos, etc. Já o único alimento do espírito é o AMOR.

O Espírito nasce de um ato de Amor de Deus, se desenvolve pelo Amor, e continuará a se nutrir de Amor por toda a eternidade, até chegar a angelitude, a perfeição suprema, ou seja, se transformar em Luz.

E esta Luz já nos habita, já fora implantada em todos nós com a Criação, e por isso o Mestre nos disse uma vez: "faça brilhar a tua luz".

OBS.: Do meu livro ESPIRITOANÁLISE.

*Flávio Rodrigo Masson Carvalho


equilibriumtc@hotmail.com

Arrastão do agasalho fica acima da expectativa dos coordenadores






A população de Jales mais uma vez demonstrou sua solidariedade com as pessoas carentes. Milhares de peças foram arrecadadas na terça-feira, 3 de maio, durante o arrastão da Campanha do Agasalho 2016.

Um mutirão formado pelas equipes da prefeitura e dezenas de colaboradores partiu de frente da SABESP, em uma carreata que percorreu ruas e avenidas de diversos bairros da cidade recolhendo cobertores, edredons, roupas de adultos e crianças, calçados e agasalhos que serão distribuídos às famílias carentes do município.

Segundo a primeira-dama e coordenadora da ação, Lúcia Helena Gomes Callado Moraes (foto) a campanha obteve êxito e mais uma vez superou as expectativas. "A comunidade participou efetivamente, doando agasalhos, roupas e outras vestimentas, fazendo da campanha um sucesso. O apoio que recebemos, mostra que os jalesenses são solidários, contribuindo para que o inverno seja mais ameno para os que necessitam", enfatizou Lúcia.

O prefeito Pedro Manoel Callado Moraes também participou da campanha e agradeceu aos que contribuíram: "É uma causa sempre abraçada por todos. Eu agradeço por cada peça doada e a todos os envolvidos, em especial a Sabesp, cujo apoio foi fundamental", destacou.

O material arrecadado passará por uma triagem. Em seguida será organizada a distribuição às famílias cadastradas no Fundo Social de Solidariedade. Em 2015, o fundo arrecadou mais de 10 mil peças em boas condições de uso, que beneficiaram cerca de 500 famílias, residentes no município.

O arrastão contou com a colaboração da Sabesp, Sacra, Casa da Criança, Rotary Club e Interact, Trilheiros, Corpo de Bombeiro, Secretarias Municipais, Escola da Família, Coopersol, Policias Civil, Militar e Ambiental, colaboradores e voluntários. ( por Ana Cláudia Marilhano)

Passeio Ciclístico da Santa Casa de Jales reúne cerca de 150 ciclistas


 
Mais um evento de sucesso promovido pelo setor de Captação de Recursos da Santa Casa de Jales juntamente com uma equipe de ciclistas de Jales que colaboraram com a organização do 3º Passeio Ciclístico, o qual bateu recorde em arrecadações somando um valor bruto de mais de R$ 6 mil com inscrições e também a venda de bebidas.

O evento aconteceu no  dia 1º de maio no Centro Integrado de Valorização ao Idoso – CIEVI e contou com a participação de ciclistas de 24 cidades e dois estados, Mato Grosso e Minas Gerais.

Para o provedor, José Devanir Rodrigues, Garça, foi um evento bem organizado e alcançou o objetivo. "Além de angariarmos recursos para a Santa Casa, tivemos o nome da nossa entidade divulgada em várias municipalidades, mostramos o trabalho sério e comprometido que realizamos. Parabenizo o setor de Captação de Recursos e a equipe de ciclistas que se empenharam para mais esse evento".

O passeio surpreendeu os presentes que além de desfrutarem do café da manhã e o almoço realizado pela equipe de vôlei da 3ª idade, puderam participar de sorteios de brindes e show ao vivo.