Páginas

sábado, 23 de janeiro de 2016

Carreta bate em micro-ônibus e motorista morre em Urânia

 Motorista da carreta morreu no local do acidente em Urânia (Foto: Votuporanga Tudo/Divulgação

Carreta bateu em micro-ônibus que levava passageiros para Jales (Foto: Votuporanga Tudo/Divulgação

Um homem morreu e 14 pessoas ficaram feridas em um acidente entre uma carreta e um micro-ônibus, na manhã deste sábado (23), no quilômetro km 596 da rodovia Euclides da Cunha, em Urânia (SP).
 
Segundo informações da Polícia Rodoviária, o motorista da carreta, de 36 anos, teria perdido o controle da direção e batido na traseira do micro-ônibus. A cabine do caminhão ficou destruída e o motorista morreu no local.

De acordo com a polícia, o micro-ônibus levava passageiros de Santa Salete para Jales (SP), quando foi atingido na traseira pelo caminhão. Os 13 passageiros e o motorista ficaram feridos. Eles foram levados para hospitais da região. (Do G1 Rio Preto e Araçatuba)

O caminhoneiro saiu de Campo Novo do Parecis, em Mato Grosso, e ia para São Paulo, carregado com sacas de milho, segundo a polícia. O corpo dele vai ser levado para o Mato Grosso, onde mora a família dele.

Feliz aniversário


Na terça-feira, 26 de janeiro, o vereador e 1° secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Urânia, Orlando Vieira, estará recebendo os cumprimentos de seus familiares, amigos e correligionários pela nova data natalícia que estará festejando.

Chitãozinho e Xororó se apresentam em prol o Hospital de Câncer - Unidade III de Jales

 
A dupla sertaneja Chitãozinho e Xororó se apresentará nnuma quarta-feira, 15 de junho no Salão Villa Rocca em prol do Hospital de Câncer de Barretos - unidade de Jales. Como em outros eventos,a mesa está sendo vendida na Captação de Recursos do hospital aos valores de R$10 mil para patrocinadores que ficarão na primeira fileira em frente ao palco com direito a 10 lugares, um vídeo de até 30 segundos no dia do evento, além da logomarca que será exposta por 6 meses ou R$ 5mil para 5 lugares e vídeo de até 15 segundos. As demais mesas custam R$ 4.500 (Ouro), R$3.500 (Prata) e R$3.000 (Bronze) e todas são para 10 pessoas com direito a jantar e bebidas (água, refrigerante, cerveja, uísque) inclusas no valor.

A forma de pagamento poderá ser realizada em até 7x no cartão de crédito com entrada em janeiro e último vencimento em julho ou ainda, em 5x no cheque parcelado com vencimento para 15 de maio e os ingressos serão retirados no hospital 15 dias antes do evento.

Os cantores, como já acontece com outros artistas, doaram seu cachê para ajudar nas despesas da Unidade de Jales, que custa atualmente R$ 3 milhões mensais, realiza 1.000 atendimentos por dia e 100% pelo SUS. A unidade de Jales, apesar de ser porta aberta e receber pacientes de todo o país, é referência para pelo menos 5 estados e aproximadamente 100 municípios diretamente, oferecendo atendimento humanizado, assistência social, alojamentos através de triagens e refeições aos pacientes e acompanhantes, estrutura e equipamentos compatíveis com os melhores hospitais privados do país, além do principal, muito amor a cada paciente.

A gerente de Captação de Recursos do hospital, Adriana Mariano informou que " esse evento é só uma das fontes de doação que o hospital precisa para suprir seu custeio mensalmente. Como o hospital tem caixa único e é mantido pela Fundação PIO XII, temos uma despesa mensal geral com todas as unidades de R$26milhões e um repasse dos governos de R$15milhões. O déficit mensal é coberto pela sociedade civil através de doações voluntárias, incentivos fiscais, emendas parlamentares,leilões, cofrinhos e eventos de mais de 50 artistas que doam um show anualmente em prol do hospital. A população de Jales e região está na verdade "doando" o valor de cada ingresso para os pacientes do hospital e o evento é 100% beneficente". Informou ainda que aos interessados em doar serviços para o evento ou obter informações do show e vendas devem entrar em contato através do telefone: 17-3624-3910 com Camila.

Doenças da Alma

*Flávio Carvalho

Segundo Barbara Ann Brennan: "Toda doença é uma mensagem direta dirigida a você, dizendo-lhe que não tem amado quem você é e nem se tratado com carinho, a fim de ser quem você é". 

Todas as vezes que nosso corpo apresentar alguma "doença", isto deve ser tomado como um sinal de que alguma coisa não está bem. A doença não é uma causa, é uma consequência proveniente das energias negativas que circulam por nosso organismo espiritual e material.

O controle das energias é feito através dos pensamentos e dos sentimentos, portanto, possuímos energias que nos causam doenças porque somos indisciplinados mentalmente e emocionalmente.

Permanentemente, recebemos energia vital que vem do cosmo, da alimentação, da respiração e da irradiação das outras pessoas e para elas imprimimos a energia gerada por nós mesmos. Assim, somos responsáveis por emitir boas ou más energias às outras pessoas. A energia que irradiamos aos outros estará impregnada com nossa carga energética, isto é, carregada das energias de nossos pensamentos e de nossos sentimentos, sendo necessário que vigiemos o que pensamos e sentimos.

As doenças físicas são distúrbios provocados por algum acidente, excesso de esforço ou exagero alimentar, entre outros, que fazem um ou mais órgãos não funcionarem como deveriam, criando uma indisposição orgânica. Já as doenças espirituais são aquelas provenientes de nossas vibrações. O acúmulo de energias nocivas gera a auto-intoxicação fluídica. Quando estas energias descem para o organismo físico, criam um campo energético propício para a instalação de doenças que afetam todos os órgãos vitais, como coração, fígado, pulmões, estômago etc., arrastando um corolário de sofrimentos, está ai a Psicossomática para nos esclarecer.

É possível, já ao nascer ou até mesmo na vida intra-uterina, trazer os efeitos das energias nocivas presentes em nossa alma, que se agravam à medida que acumulamos mais energia negativa na nossa vida, principalmente nos relacionamentos interpessoais. Enquanto persistirem as energias nocivas na alma, a cura não se completará.

A cada pensamento, emoção, sensação ou sentimento negativo, a alma imediatamente adquire uma forma mais densa e sua cor fica mais escura, por causa da absorção de energias nocivas.

Partindo das estruturas energéticas da alma na direção do corpo em ondas sucessivas, essas radiações nocivas criam áreas específicas nas quais podem se instalar ou se desenvolver as vidas microscópicas encarregadas de produzir os fenômenos compatíveis com os quadros das necessidades morais para o indivíduo. Elas se alimentam destas energias nocivas que chegam ao físico, conseguindo se multiplicar mais rapidamente e, em consequência, causando as doenças.

Durante a purificação da alma, que pode ser através da yoga, meditação, exercício da religiosidade, terapias, e o mais importante, uma mudança drástica de vida, começando por mudar a maneira de pensar. As toxinas psíquicas que não forem totalmente curadas, vão para os tecidos, órgãos ou regiões do corpo, provocando disfunções orgânicas que conhecemos como doença e assim são tratadas pela terapia medicamentosa, ou em certos casos, cirurgias.

Cuidado com o que anda pensando! Você poderá estar adoecendo, bem devagar e seriamente. Mude a sua maneira de pensar! Pense positivamente, sorria mais, veja a vida com mais otimismo, valorize as coisas simples da vida, tenha hobbies, pratique esportes, desenvolva a sua religiosidade, faça terapia. Enfim, faça tudo o que es

Namore bastante, dê muitos beijos na boca, aprenda a relaxar, somente perca tempo pensando em seus problemas se for para resolver, caso contrário, você somente os potencializa. Pratique o desapego, inclua a caridade na sua vida, pois ajudar o próximo lhe fará muito bem.

Se assim você fizer, com certeza, estará evitando muitas doenças, e terá uma saúde melhor, tanto física como espiritual.

*Flávio Rodrigo Masson Carvalho
equilibriumtc@hotmail.com


Projeto torna impenhorável imóvel familiar de até 80 mil

De acordo com a autora, senadora Rose de Freitas, a proposta visa evitar a tragédia da perda da casa própria pelas famílias de baixa renda
crédito:Tiago Silva/A2Fotografia


Projeto em análise no Senado torna impenhorável o imóvel familiar de até R$ 80 mil quando exigido para pagamento de impostos e taxas. A proposta (PLS 467/2015) é da senadora Rose de Freitas (PMDB-ES).

A impenhorabilidade do bem de família está prevista na Lei 8.009/1990, que regula e protege o bem imóvel destinado à moradia do casal ou da entidade familiar. Contudo, conforme observa a senadora, a norma comporta algumas ressalvas como é o caso dos processos de execução movidos para cobrança de impostos, predial ou territorial, taxas e contribuições. Assim, um imóvel que constitua bem de família pode ser executado para o pagamento de uma dívida de IPTU, por exemplo.

Com o projeto, a senadora quer garantir que as famílias de baixa renda não percam seu patrimônio.

— A proposta é feita com vistas a evitar a tragédia social que representa a perda da casa própria para as famílias de baixa renda. Nesse segmento da população, a perda da moradia pode levar a situações mais dramáticas, como o pesadelo de morar na rua. Não entendemos que seja justo que essas tragédias sejam levadas a efeito por uma execução promovida pelo próprio Estado, que tem o dever de promover e, sobretudo, proteger o direito à moradia — argumenta Rose de Freitas.

Conforme o texto da proposta, o valor de R$ 80 mil reais será corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O projeto está na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, onde aguarda a escolha de relator. (Agência Senado).

Preso suspeito de matar enfermeiro numa operação conjunta das polícias de Santa Fé do Sul e Paranaiba

Em razão de uma investigação conjunta desenvolvida entre a Polícia Civil de Santa Fé do Sul (SP) e a Polícia Civil de Paranaíba (MS), na manhã desta quinta-feira, 21 de janeiro, houve a prisão do investigado F.S.A., 22 anos, que executou, juntamente com L.C.A.S., 32 anos, o enfermeiro Roberto Carlos Soares de Lima, na madrugada do dia 13 de janeiro de 2016.

O investigado C.A.S., 32 anos, já se encontrava preso em razão de ter sido autuado em flagrante na segunda-feira, 18 de janeiro, pela prática do crime de roubo contra a funcionária de um posto de gasolina. Na ocasião, a funcionária levava um malote com dinheiro para uma instituição bancária da cidade.

No decorrer da investigação, os policiais civis receberam informações de que um dos autores do latrocínio (F.S.A.) estaria escondido em uma residência em Paranaíba (MS), nas proximidades da estrada aonde o veículo da vítima foi localizado e passaram a investigar as proximidades do local, até que houve a localização do investigado F.S.A. que ao ser confrontado com as evidências contra ele, confessou ter matado a vítima juntamente com seu amigo L.C.A.S..

O delegado Higor Vinicius Nogueira Jorge enalteceu a investigação conjunta com a Polícia Civil de Paranaíba, a atuação de cada policial civil e policial militar de Santa Fé do Sul que não pouparam esforços visando prender os autores do crime, bem como informou ter interrogado F.S.A. que, com muita absoluta tranquilidade e indiferença, confessou ter matado a vítima a pauladas, sendo que L.C.A.S. desferiu um golpe com um pedaço de estaca de madeira nas costas da vítima, que caiu no chão e, em seguida, F.S.A. desferiu o golpe contra a nuca da vítima. O investigado F.S.A. disse que conhecia bem o local aonde a vítima foi morta porque já morou e trabalhou na referida propriedade rural por mais de três anos, inclusive consertando as estacas de madeira.

De acordo com o delegado, o investigado F.S.A. disse que ficou com o dinheiro e o celular da vítima, bem como confessou ter vendido uma caixa de som que estava no veículo, enquanto L.C.A.S. teria ficado em poder de uma bolsa contendo cheques, além de correntes e pulseiras de ouro de Roberto Carlos. Em poder de F.S.A., em Paranaíba – SP, foi apreendido parte do dinheiro roubado e o celular pertencente a vítima, que estava em poder da namorada de F.S.A..

Em razão desses fatos, procedeu-se a apresentação de representação perante o Poder Judiciário, para a prisão temporária dos autores do crime, que se encontram presos, a disposição da Justiça. A pena para o crime de latrocínio varia entre 20 a 30 anos de reclusão e o crime é considerado hediondo pela legislação brasileira.

A chegada de F.S.A. na Delegacia de Polícia de Santa Fé do Sul foi acompanhada por dezenas de familiares e amigos, o que demonstrou a comoção e a revolta com a crueldade demonstrada pelos criminosos contra Roberto Carlos, que era uma pessoa muito querida no município.

Reflexões: O dia perfeito

Adelvair David

Sempre se ouviu dizer. Estou esperando o momento certo.

Muito natural que o homem não seja precipitado na tomada de decisão, porém, daí achar que haverá um dia perfeito para se resolver tudo é pura ilusão.

Asseverou Jesus: "não vos inquieteis pelo dia de amanhã", ensinando que o dia ideal para se começar a resolver um problema é no imediato momento em que se toma conhecimento dele.

Disse-me um amigo: - Mas e se eu não viver para ver isto pronto? Pergunta interessante, se não tivesse como fundo a falta de vontade, uma bela desculpa de quem não deseja posicionar-se.

Temos aprendido com os espíritos venerandos que a vida é uma sucessão de fatos, tivemos um começo quando fomos criados por Deus, mas não teremos um fim, viajaremos pela eternidade progredindo, galgando degraus melhores e também em mundos mais felizes que o nosso, o importante é que o homem se "mova" na direção da concretização do que necessita, o aprendizado é contínuo, e o que não terminou numa vida terá ensancha de continuar em outra, inclusive, aprendendo também no plano espiritual. Muitas coisas ele começará e outro irá terminar, porém, a experiência fruto dos seus esforços seguirá com ele, o resto fica por aqui.

O dia perfeito para se resolver um problema é aquele em que ele surge. Temos visto criaturas que não querem nem pensar no assunto, alegando que não desejam sofrer por antecipação. Pois sim, é prudente não se encher de preocupação antecipada, mas é preciso ponderar que o quanto antes se pensar a respeito, mais rápido a possibilidade de se encontrar as respostas devidas. Quem assim procede, irradia em torno de si mesmo uma atmosfera que atrairá ajuda de pessoas, do plano espiritual e divina, muita vez de onde menos se espera. Claro que o homem será sempre o responsável pelo que fizer, mas o auxílio só alcançará aquele que estiver buscando solução, daí a verdade do ditado popular: "nada cai do céu".

Aproveita o dia e os seus impositivos. Cada minuto é valioso, cada fato traz em si a sua própria solução para quem quer observar. Tudo é aprendizado, pois a vida é movimento, alegria e esperança.

DIA PERFEITO É O DE HOJE.

Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli, Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

IVANESIO CESAR DA SILVA SOUZA e JOSIANE NASCIMENTO LIMA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 12 de junho de 1.993, motorista, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Antonio Augusto de Souza e de Luana Roberta da Silva Souza. ELA, natural de Cardoso, deste Estado, nascida aos 08 de fevereiro de 1.989, do lar, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de José Carlos de Lima e de Valdinéia Guirado Nascimento.

EXPEDITO VALENTIN MORAIS DOS SANTOS e ADENILCE BATISTA GOMES. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 17 de novembro de 1.949, funcionário público estadual, divorciado, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Fermino Morais dos Santos e de Ana Silva Morais. ELA, natural de Arapongas, Estado de Paraná, nascida aos 05 de dezembro de 1.973, do lar, divorciada, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Darci Batista Gomes e de Adaiza Batista Gomes.

MAURO APARECIDO RODRIGUES e MILHAM AUGUSTO SOARES DA CRUZ. O primeiro, natural de Auriflama, deste Estado, nascido aos 13 de janeiro de 1.979, analista de telecomunicações, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Valdomiro Rodrigues e de Elena Aparecida de Souza Rodrigues. O segundo, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 03 de maio de 1.992, estudante, solteiro, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filho de Ordilio Dias da Cruz e de Maria do Rosario Soares da Cruz.

ANUAR SALIM FILHO e ANDREIA GOIS DA SILVA. ELE, natural de São Paulo, deste Estado, nascido aos 02 de junho de 1.987, professor, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Anuar Salim e de Maria de Lourdes Gonzalez Salim. ELA, natural de Jales, deste Estado, nnascida aos 08 de abril de 1.980, administradora de empresas, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de José Donizeth da Silva e de Maria das Dores Gois Silva.

DANIEL MELO DE SÁ BERTI e NÁTALIE MENDONÇA CAVAGLIERI. ELE, natural de São Paulo, deste Estado, nascido aos 20 de fevereiro de 1.981, empresário, divorciado, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Antonio de Angelo Bertti e de Sandra Melo de Sá. ELA, natural de Santo André, deste Estado, nascida aos 10 de fevereiro de 1.991, advogada, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Antonio Aparecido Cavaglieri e de Eni Mendonça Cavaglieri.

BENEDITO ALUISIO FERREIRA LOPES e MARIA ROSALINA DA SILVA NETA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 11 de novembro de 1.959, aposentada, divorciado, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Isaias José Lopes e de Maria Ferreira Lopes. ELA, natural de Carneirinho, Estado de Minas Gerais, nascida aos 03 de outubro de 1.953, do lar, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Dorvalina Ferreira de Queiroz.

SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.

Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina


Interrogações de 2016

D. Demétrio Valentini

No começo do ano passado, a crise surpreendeu. No começo deste ano, a crise assusta. Ela vem se mostrando muito mais arraigada do que parecia. Ela tem dimensões mundiais, mas tem incidências bem específicas no Brasil.

O sintoma mais evidente de que o mundo passa hoje por uma crise profunda, são as massas impressionantes de refugiados, migrantes e outras vítimas dos numerosos conflitos regionais, que persistem também como sinal da inoperância e esgotamento dos organismos supra nacionais, a começar pela ONU, incapazes de imprimir um mínimo de eficácia nas suas tentativas de intervir nas situações que mais necessitariam de mediação adequada para resolver problemas.

Tudo isto nos dá a triste impressão da inexorabilidade de conflitos fratricidas, expostos às mais terríveis práticas de violência, como são por exemplo os atentados terroristas planejados e executados pelo Estado Islâmico.

Esta situação traz à tona conflitos antigos, como os existentes em toda a região do Oriente Médio, com suas históricas desavenças de ordem geográfica, cultural, política e religiosa.

As manobras políticas, traduzidas facilmente em componentes econômicos, dada a grande riqueza de petróleo existente naqueles países, mas também pelas novas descobertas de abundantes jazidas de gás, tudo isto alimenta conflitos, que acabam tendo repercussões mundiais, sobretudo quando se faz da riqueza do petróleo o instrumento de manobra de interesses particulares. E´ evidente, por exemplo, que a surpreendente queda dos preços do petróleo, em grande parte, é fruto do conflito entre a Arábia Saudita e o Irã. Esta política desarranja a estratégia da Petrobras, acrescentando assim mais um componente à crise econômica do Brasil.

A complexidade da situação no Oriente Médio pode ser auferida pela coincidência dos recentes tratados entre o Irã e as nações detentoras de armamento atômico, simultaneamente com o agravamento das relações entre o Irã e a Arábia Saudita. Melhora de um lado, piora de outro. E as tensões permanecem.

Bem continua advertindo o Papa Francisco, alertando que a terceira guerra mundial já pode estar começando, localizada por enquanto, mas dotada de perigosos ingredientes de propagação.

Quanto ao Brasil, a interrogação maior é sobre a persistência da crise econômica, e sua perspectiva de aprofundamento. Não há dúvida que a crise econômica da China pode se agravar, e ter consequências muito mais profundas.

Mas independente das consequências de ordem mundial, cada país precisará fazer ajustes muito amplos. O que só poderá acontecer como fruto de consensos políticos bem claros e comprometidos.

Temos pela frente, indiscutivelmente, a perspectiva de uma crise muito profunda e perigosa. Neste contexto, a questão a conferir é ver se a crise econômica vai levar a um entendimento político, ou vou agravar ainda mais a crise política, comprometendo ainda mais a situação econômica do país.

Já teríamos motivos mais do que suficientes, para deixar de lado as intrigas políticas, e partirmos para uma postura mais responsável e mais comprometida de todos, em primeiro lugar dos responsáveis pela administração pública.

Do jeito como caminham as coisas, o Brasil não sustentará mais a crise econômica, junto com a irresponsabilidade política.

Com toda a certeza, neste ano de 2016 o Brasil precisará reencontrar o caminho da superação dos seus problemas. A hora é agora, antes que seja tarde!

O tempo passa

Reginaldo Villazón

 
Faz parte da natureza humana viver intensamente a época atual – como que, eternizando o presente –, fazendo de conta que o futuro não será tão diferente. Por mais que tenhamos bebido das fontes da história universal e saibamos que a sociedade humana não cessou sua evolução, não estamos prontos para reconhecer – na prática – que temos um tempo limitado neste mundo, que nossa geração está em vias de virar memória e que as gerações futuras assumirão suas atribuições dentro de realidades muito diferentes.

Os generais alemães sob o comando de Hitler, que promoveram horrores durante a Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945), acreditaram que estavam construindo um império nazista para durar mil anos. Mas a guerra acabou; eles foram aprisionados e julgados por seus crimes. No Brasil, muitos dos que viveram a ditadura militar (1964 – 1985) consideraram que a volta ao regime democrático civil seria puro devaneio. Então, cometeram abusos. Mas tudo mudou e eles tiveram seus nomes, fotos e delitos revelados ao público.

Quando desprezamos as mudanças – grandes e irreversíveis –, nós causamos males a nós mesmos, ainda que nada façamos de errado de modo proposital. Contrariando nossas suposições, as mudanças acontecem e afetam todas as áreas e situações da vida. Em regra, elas nos pegam desprevenidos. Tudo muda: pensamentos, comportamentos, interesses, tecnologias, políticas, mercados, profissões. As formas como as mudanças acontecem variam, de uma simples regra jurídica até grandes reformas e revoluções.

Para haver mudanças é preciso: ter o que mudar e vontade de mudar. O Código de Defesa do Consumidor (Lei 8078, de 1990), alterou toda a relação entre fornecedores e consumidores no Brasil. Antes, os rótulos de alimentos dispensavam o prazo de validade. As grandes reformas religiosas (século XVI) aconteceram num cenário de domínio dos soberanos sobre a religião e insatisfação popular. A Revolução Francesa (século XVIII) se deu pela revolta geral do povo contra a miséria, os impostos e o absolutismo.

Hoje, no Brasil, a classe política rançosa não consegue governar o país. As instituições oficiais estão no limite da exaustão. Há situações dramáticas em saúde, educação, segurança, habitação, mobilidade, meio ambiente. O povo protesta. No mundo, a desigualdade econômica choca. Esta semana, foi divulgada a conclusão do estudo de uma organização civil britânica: 62 pessoas mais ricas do mundo têm riqueza igual à da metade (mais pobre) da população mundial (cerca de 3,7 bilhões de pessoas). Uma vergonha para os líderes mundiais.

Se o circo pega fogo (sem mortos e feridos) e tem gente disposta a cooperar, é véspera de alegrias. Uma crise pode abrir caminho para melhorias. O "impeachment" da presidente Dilma Rousseff pode não ter importância. A cassação do deputado Eduardo Cunha, idem. Importante é que a crise política crie a necessidade e a vontade de mudanças. O Brasil não dá mostras de que vai permanecer emperrado. Os brasileiros não podem apostar que vai acontecer nada. Nós devemos, isto sim, continuar atentos no tempo novo que virá.

Saracuza assina contratos para recape de vias públicas em Urânia

 
O prefeito Airton Saracuza falou nesta quinta-feira, 21 de janeiro, à imprensa, sobre o recebimento de recursos para a duplicação de 300 metros da avenida Brasil na entrada da cidade de Urânia que irá desafogar o transito neste trecho, como também sobre o recapeamento asfáltico em várias ruas que encontram-se sem condições de trafego onde gera transtorno e grande risco de acidentes.

No total, o prefeito Airton Saracuza assina contrato no valor de R$ 420.165,34.

Um dos repasses anunciados por Saracuza tem valor de R$ 303.777,24 é originário de uma emenda parlamentar do deputado federal Paulo Maluf com uma contrapartida da Prefeitura de Urânia no valor de R$ 8.477,24.

Em sessão extraordinária esta semana, os vereadores uranienses aprovaram lei autorizando o prefeito Saracuza a abrir um crédito adicional especial no valor de R$ 295.300,00, para atender o repasse do convênio 798189/2013 assinado entre o Ministério das Cidades e o município de Urânia.

Os vereadores também aprovaram na mesma sessão extraordinária, lei autorizando o prefeito a abrir um crédito adicional especial de R$ 124.865,34 para atender o outro convênio de n° 809309/2014 com o Ministério das Cidades, também oriundo de emenda do deputado federal Paulo Maluf.

O prefeito Airton Saracuza disse que as obras de duplicação na avenida Brasil e recape das ruas serão iniciadas dentro em breve, e que logo a população estará usufluindo deste importante benefício.

Os recursos serão empregados no recape asfáltico de várias ruas da cidade. "Quero agradecer o empenho do deputado Paulo Maluf em acolher a nossa solicitação. Com os recursos vamos recapear várias ruas da cidade e com isso atender a uma antiga reivindicação da população do nosso município" ressaltou o prefeito.

Depois de enfrentar um ano com diversas dificuldades e muito arrocho, o prefeito Saracuza disse que neste ano de 2016, último de seu mandato, vai dar tudo de si para fazer o melhor para a população "principalmente nas áreas essenciais como saúde e educação, pastas que tivemos muitos avanços, e claro, não nos esqueceremos de outras áreas, que também serão beneficiadas".

FOLHAGERAL

da redação


Ainda

não há nada certo, não há nenhuma confirmação. Mas os comentários políticos que rolam soltos em Aspásia é que o município se encaminha para uma eleição com candidatura única a prefeito. Se o candidato for bom, ótimo. Se não for bom...
Haja lenços

para enxugar as lágrimas dos prefeitos, decorrentes da choradeira geral por falta de verbas. A não ser os recursos de emendas parlamentares, é assim como o povo diz: "nadinha". Enquanto a crise política não abrandar, a crise econômica não vai passar. Paciência.
E este ano

teremos as eleições municipais. Seguindo a tradição, os candidatos vão aparecer nas ruas das cidades com a cantilena de promessas, mesmo sabendo das dificuldades que terão – se eleitos – para honrar as palavras empenhadas. Na ambição de chegar ao poder, novamente vão encher de esperanças os eleitores cansados de serem enganados. Alguém duvida?
Segundo

previsão da FIPE – Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas –, conforme estudo feito a pedido do governo estadual, a crise no Estado de São Paulo não vai embora antes de 2018. Isso significa escassez de recursos nos municípios em três anos. Os candidatos a prefeito vão ter que prometer austeridade durante a campanha. E, os eleitos, encarar o desafio.
O governador

Geraldo Alckmin (PSDB) e staff estiveram em Fernandópolis no sábado, 16 de janeiro, fazendo inaugurações. Será que está em campanha, de olho no Palácio do Planalto? Hein? O prefeito Pedro Callado (PSDB) aproveitou para estar lá, cobrar os pedidos que estão nas gavetas dos assessores e apresentar novos pedidos ao governador.
Pedro Callado

voltou esperançoso com a promessa do secretário de Habitação, Rodrigo Garcia, de que ainda este ano haverá assinatura de convênio para construção de casas populares em Jales, em 2017. Nisto o prefeito se confunde com o povo jalesense. Mantém a esperança.
"Estamos

aguardando apenas a ordem de serviço do Estado para o início das obras. Temos o maior interesse em manter essa importante via de acesso em perfeitas condições de tráfego para atendimento às populações das duas cidades e, principalmente, aos produtores agrícolas". Foi o que ressaltou o prefeito Pedro Callado, ao lado do prefeito Roberto Carlos Visoná, durante entrevista na manhã de quinta-feira (21), no Gabinete do Poder Executivo, sobre a recuperação da estrada vicinal Victório Prandi, que liga Jales a Dirce Reis.
Em Jales

começam a ser apontados os prováveis pré-candidatos a prefeito, pois já é ano eleitoral. Estes nomes vão passar pelo crivo de convenções municipais: Clóvis Viola e Riva Rodrigues (ambos PV), Flá Prandi (DEM), Luiz Ferreira Junior ou "Junior da Violada" (PMDB). Há ainda os nomes de José Devanir Rodrigues (PMDB) e Luís Especiato (PT). O PSDB, sem a candidatura de Pedro Callado à reeleição, fica órfão politicamente.
Podem

ainda lançar candidatos: o PTB, o PRB e o PSD. Provavelmente, fechando coligação, o PDT, o Solidariedade, o PSB, o PPS, o PSL, o PSDC, o PC do B, PTN, PSC, PRP. Pode até ser que vire uma salada nutritiva, mas tem que haver coesão de forças e programa de governo.
Desde

dezembro de 2015, os Cartórios de Registro Civil emitem o CPF já na certidão de nascimento. No Estado de São Paulo, até 15 de janeiro de 2016, foram emitidos 32.324 CPF nos registros de nascimento.
A emissão

do CPF – Cadastro de Pessoa Física – a menores de um ano, no Estado de São Paulo, aumentou 166% no primeiro mês em que os Cartórios de Registro Civil passaram a expedir o número no ato do registro de nascimento. Isso vai livrar muita gente de mal-entendidos.
A Agência

Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) abriu na terça-feira (19) a Audiência Pública com objetivo de colher subsídios para aprimorar estudos técnicos, minutas de edital e de contrato, que vão disciplinar as condições em que se dará a concessão do trecho ferroviário entre Ouro Verde de Goiás (GO) e Três Lagoas (MS). O projeto integra a segunda etapa do Programa de Investimentos em Logística (PIL) do Governo Federal.
Com extensão

de cerca de mil quilômetros, a ferrovia passará por 17 municípios nos estados de Goiás, 03 em Minas Gerais, 11 em São Paulo e 02 em Mato Grosso do Sul. Na nossa região, passará por municípios próximos de Jales, como Fernandópolis, Estrela d‘Oeste e Pontalinda.
Este trecho

é a continuação da Ferrovia Norte-Sul – nos estados de Goiás, Minas Gerais e São Paulo – que está em fase final de construção pela Valec, empresa pública do governo federal. A chegada ao município de Estrela d’Oeste (SP) permitirá a conexão da Ferrovia Norte-Sul com a ALL Malha Paulista, possibilitando o acesso ao Porto de Santos.
Cerca de

59 milhões de brasileiros começaram o ano na lista de inadimplentes. O número é o maior já registrado, desde que o levantamento passou a ser feito pela Serasa Experian em 2012. O total de dívidas chega a R$ 255 bilhões. Aumento, em relação a janeiro de 2015, quando 54,1 milhões de consumidores começaram o ano no vermelho. Notícia ruim.
Inovação

no trânsito jalesense. Uma sinalização vapt-vupt está sendo demarcada. Isto é Parada Rápida. Pelo menos é o que indica as sinalizações que estão sendo feitas próximas às esquinas A placa indica os dias e tempo que se pode estacionar.
O desembargador

José Renato Nalini do Tribunal de Justiça, que por dois anos escreve artigos neste jornal, foi anunciado nesta sexta-feira pelo governador Alckmin como novo Secretário da Educação

Palavras de Chico Xavier


Aprenda a ouvir aqueles que lhe buscam o auxílio: escutar para socorrer é uma arte valiosa. Muitos corações angustiados se recompõem, quando explicam as suas dores a alguém compadecido. Se alguém o busca, honrando a sua pequenez com o tesouro da confiança plena, detenha-se a escutar para atender. Um silêncio feito de entendimento significa participação cristã na agonia alheia. Seja o coração que escuta ajudando.

Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
"Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales

 

Vereador Donizeti Mussato obtém verba para a saúde

 
Graças a uma emenda parlamentar solicitada pelo vereador Donizeti Mussato, presidente do Partido Solidariedade de Urânia, ao deputado federal Paulo Pereira da Silva, (SD) para aplicação na área da saúde do município, no inicío deste mês foram liberados recursos na ordem de R$ 99.940,00. A verba foi repassada através do Ministério da Saúde.

A liberação dos recursos para aplicação em saúde no município de Urânia, foi motivo de muita alegria para o vereador Mussato, dizendo que o seu pedido foi por benefícios para a população uraniense e para a saúde, que segundo ele "é uma área que necessita de muita atenção e cuidado".

A verba será utilizada para aquisição de equipamentos e materiais permanentes para a estruturação da rede de serviços de atenção básica de Saúde Nacional, que serão destinados para equipar e mobiliar a Unidade Básica de Saúde III – Rural, que está em fase conclusiva e para adequar a Unidade Básica de Saúde I – Postinho da rua Teresina.

Além de comemorar a verba destinada à área de saúde, Mussato destacou também que "os equipamentos e mobiliários irão contribuir para melhorar a qualidade no atendimento disponível para toda a população" concluindo que "esse tipo de ação deixa claro que nossa luta é para conseguir mais recursos para Urânia".

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Geraldo Alckmin anuncia José Renato Nalini para Educação

 

O governador Geraldo Alckmin anunciou hoje, 22 de janeiro  o desembargador e professor universitário José Renato Nalini (foto) para a Secretaria de Estado da Educação. O anúncio foi feito em Santo Anastácio, região de Presidente Prudente, onde o governador cumpre agenda.
"O professor Nalini tem espírito público e é extremamente interessado nas questões da educação. É um homem do diálogo, da cultura, da Academia Paulista de Letras. Temos absoluta confiança de que vamos dar um grande passo para melhorar ainda mais a qualidade da escola pública de São Paulo em benefício dos nossos alunos", afirmou Alckmin nesta manhã. O governador agradeceu o trabalho do professor Herman Voorwald e da professora Cleide Bochixio, que respondeu pela Secretaria da Educação nos últimos meses.
Nalini foi até o ano passado presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo. Formado em Ciências Jurídicas e Sociais na Faculdade de Direito da PUC-Campinas, é mestre e doutor em Direito Constitucional pela Faculdade de Direito da USP.
Professor Nalini leciona desde 1969, quando começou no Instituto de Educação Experimental Jundiaí (atual E.E. Bispo Dom Gabriel Paulino Bueno Couto) dando aula de Sociologia em aperfeiçoamento para professores. Desde então, nunca mais deixou de dar aulas, como na Escola de Educação Física de Jundiaí, Faculdade de Engenharia de Barretos, Faculdades de Direito da PUC-Campinas, USP, Padre Anchieta, FAAP e Uninove.
É ainda especialista em formação, preparo, educação e seleção de juízes, tendo colaborado com a Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados.
Nascido em Jundiaí (SP), trabalhou em diversas regiões do Estado em sua área de atuação. Foi promotor de Justiça em Votuporanga, Itu, São Paulo e Ubatuba antes de ingressar na magistratura. Como juiz, trabalhou em Barretos, Monte Azul Paulista, Itu, Jundiaí e São Paulo. Também foi juiz corregedor da Corregedoria Geral de Justiça do Estado.
Durante sua presidência no TJ-SP, Nalini fez parcerias importantes com o Governo do Estado de São Paulo, entre elas a que estabeleceu as audiências de custódia, que consistem na garantia da rápida apresentação do preso a um juiz nos casos de prisões em flagrante. O desembargador também foi responsável pela modernização do Judiciário paulista, através da informatização de procedimentos.
Ex-presidente da Academia Paulista de Letras, o novo secretário integra a Academia Paulista de Educação e a Academia Brasileira de Educação. É autor de livros como "Por que Filosofia?", "Direitos que a Cidade Esqueceu", "Pronto para Partir? Reflexões Jurídico-Filosóficas sobre a Morte", "Recrutamento e Preparo de Magistrados", "O Juiz e o Acesso à Justiça", "Constituição e Estado Democrático", "Ética e Justiça", "Ética Geral e Profissional" e "Ética Ambiental".

Seja Amigo da Santa Casa de Jales


Safra de café poderá ser a segunda maior do Brasil em 2016

 
Primeiro levantamento da Conab indica produção de até 51,94 milhões de sacas e produtividade média de 26,27 sacas por hectare
O Primeiro levantamento da safra brasileira de café de 2016 estima que a produção brasileira deverá ficar entre 49,13 e 51,94 milhões de sacas de 60 quilos de café beneficiado. Se considerada a média de produção desse intervalo (50,5 milhões de sacas), esta pode ser a segunda maior safra de café da história, ficando atrás da safra de 2012, que foi de 50,8 milhões de sacas. A previsão indica um acréscimo de 13,6% a 20,1% em relação à safra de 2015, que foi de 43,24 milhões de sacas produzidas no País.
Com relação à estimativa de 2016 (Acompanhamento da Safra Brasileira – Primeiro Levantamento 2016) da Companhia Nacional de Abastecimento - Conab, as condições climáticas favoráveis nas principais regiões produtoras de arábica, aliadas ao ciclo de bienalidade positiva da cultura (a planta obtém melhores rendimentos em anos alternados, especialmente o café arábica), beneficiaram as lavouras com ganhos de produtividade e melhoria do produto verificados na maioria das regiões produtoras. Além disso, destacam-se também os investimentos realizados em pesquisa, extensão rural e ensino, em parceria com o setor privado, que têm permitido ao nosso País manter o protagonismo mundial na cafeicultura.
Para ler a matéria na íntegra, acesse os sites da Embrapa Café e do Consórcio Pesquisa Café.

​Reunião na OAB orienta advogados sobre suspensão de pagamentos pela Defensoria

Entidade recomenda a não paralisação dos atendimentos
Foi realizada na última quarta-feira, 20, na 45º Subseção da OAB São Paulo uma reunião que tratou sobre a suspensão dos pagamentos pela Defensoria Pública. Participaram do encontro o presidente Marco Aurélio Del Grossi, o secretário geral, Murilo Martins Jacob Filho, o conselheiro estadual, Carlos Alberto de Britto Neto, o presidente da Comissão de Assistência Judiciária (CAJ), Aislan de Queiroga Trigo e os advogados inscritos na Subseção.
No início de dezembro de 2015, a OAB SP foi comunicada pela Defensoria Pública sobre a suspensão dos pagamentos sob a alegação de não possuir saldo para quitar os R$12 milhões referentes à prestação de serviços realizados pelos advogados conveniados.
Há 40 anos, a Defensoria Pública do Estado é administradora do convênio com a OAB SP, no qual 38 mil advogados são conveniados para a prestação de assistência judiciária à população carente, ou seja, todas as despesas de honorários e custos dos processos ficam sob a responsabilidade do Estado.
Além dos questionamentos acerca da suspensão dos pagamentos, a OAB SP entrou na Justiça para requerer informações sobre os gastos da Defensoria Pública que deveriam constar no Portal da Transparência, de acordo com a Lei Federal nº 12.527/11 (Lei da Transparência), mas não foram divulgados pela Defensoria. O presidente da OAB SP, Marcos da Costa também indagou a respeito do destino dos R$100 milhões que estavam no saldo do Fundo de Assistência Judiciária (FAJ), quantia que deveria quitar os R$ 12 milhões em débitos com os advogados.
Outra medida adotada pela OAB SP foi pleitear ao governador Geraldo Alckmin, a transferência da administração do convênio da OAB para a Secretaria de Justiça do Estado de São Paulo.
Como os fatos foram desencadeados durante o período de recesso no judiciário, a OAB SP vem realizando ao longo deste mês, reuniões em todas as subseções do Estado. O objetivo principal é orientar e evitar que os advogados paralisem os atendimentos. Segundo o secretário geral da OAB Fernandópolis, Murilo Martins Jacob Filho, a suspensão dos serviços atrapalharia o poder de reivindicações da classe.
"Em 40 anos que a OAB SP presta serviços de assistência judiciária nunca houve uma situação como essa. A OAB SP e a local estão acompanhando e fiscalizando a atuação da Defensoria Pública. Várias medidas já foram tomadas, inclusive o pedido de exoneração do defensor público-geral, sob o ato de improbidade administrativa", explica Murilo.
O secretário geral reforça o pedido para que os advogados não suspendam a prestação de serviço. "Mesmo sem receber pelos atendimentos, a orientação da OAB é para que os advogados continuem trabalhando", afirma.
Em nota, a Defensoria Pública do Estado comunicou que deverá quitar os débitos até o mês de fevereiro.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Governador e secretário entregam mais de R$ 1 milhão em melhorias para produtores de Sud Mennucci

O governador Geraldo Alckmin e o secretário Arnaldo Jardim entregaram no sábado, 16 de janeiro de 2016, em Sud Mennucci, um packing house para processamento de frutas e olerícolas produzidas por um grupo de 18 famílias de agricultores familiares. Também foram entregues na mesma ocasião dois tanques refrigeradores de leite para 24 famílias de pecuaristas da região.
O packing house foi obtido pela Associação de Produtores Rurais do Município de Sud Mennucci via Projeto Microbacias II – Acesso ao Mercado, iniciativa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo executada pela Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati). Com valor total de R$ 580.998,21, o projeto conta com a construção do barracão e a aquisição de equipamentos para processamento de frutas e olerícolas.
Também via Projeto Microbacias II – Acesso ao Mercado, o governador e o secretário entregaram dois tanques refrigeradores de leite para a Associação dos Produtores Rurais do Município de Sud Mennucci. O projeto tem valor total de R$ 463.594,20
Os dois projetos somaram mais de R$ 1 milhão, sendo apoiados pelo Projeto Microbacias em 70% do valor total com recursos do Governo do Estado e Banco Mundial e os outros 30% com recursos da Associação. Com essas Propostas aprovadas, a Prefeitura de Sud Menucci teve repassados R$ 340.065,00 do Projeto Microbacias II para adequação de 9, 47 km de estradas rurais.
sud"As estradas permitirão o melhor escoamento da produção dessas duas cadeias produtivas tão importantes para a economia do município", argumentou o secretário Arnaldo Jardim, que frisou "a importância da união entre Estado e município para melhorar a vida dos produtores rurais, que lutam por permanecer em suas propriedades, produzindo alimentos e gerando renda e emprego".
O prefeito de Sud Mennucci, Júlio César Gomes, contou que antes a área rural do município era dominada pelas monoculturas da cana e da laranja, mas "graças ao apoio recebido do governo do Estado, via Secretaria de Agricultura, e por sua vez, da Cati e da Casa da Agricultura local, que se empenhou em tornar realidade as Propostas de Negócio apresentadas ao Projeto Microbacias II, hoje os agricultores familiares reunidos na Associação sobrevivem do que produzem, de suas rendas, do seu trabalho; a monocultura cedeu espaço para outras cadeias produtivas".

Instituto de Zootecnia investe em melhoramento genético e pecuária sustentável


Projetos inovadores para promover a pecuária sustentável e o melhoramento genético dos rebanhos paulistas pautarão as ações do Instituto de Zootecnia (IZ) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo para 2016.
De acordo com a diretora do IZ, Renata Helena Branco Arnandes, uma das principais ações a serem desenvolvidas é a implantação das unidades de referência tecnológica da Integração Lavoura Pecuária Floresta (ILPF) nos municípios de Nova Odessa e Sertãozinho, para atender à demanda do produtor.
"O segundo ponto é a difusão de genética, o que será realizado por meio dos Programas de Melhoramento Genético de Bovinos de Corte, de Ovinos da raça Santa Inês e de Bovinos Leiteiros, que será realizado com animais da raça Holandês, e posteriormente, com o Jersey e os cruzados Girolando e Girsey", detalhou a diretora.
Com foco na saudabilidade dos alimentos, outro ponto que será intensificado pela Secretaria é o desenvolvimento de carnes, leite e ovos com características funcionais.

Readequar estradas rurais e fomentar recuperação de mata nativa será o foco da Codasp

A Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo (Codasp), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, continuará em 2016 a desenvolver um dos seus mais importantes projetos de readequação de estradas rurais, por meio do programa Melhor Caminho/Pontos Críticos, em 43 municípios paulistas.
O conceito de atendimento de Pontos Críticos foi proposto pelo Secretário Arnaldo Jardim ao Governador Geraldo Alckmin, que viu uma oportunidade de atender às necessidades de mais produtores rurais em mais cidades do Estado de São paulo. Assim, o Programa Melhor Caminho foi renovado com o novo conceito, para otimizar seu trabalho e investimento.
O objetivo é ganhar tempo, poupar recursos e garantir a trafegabilidade com menos tempo de operação das máquinas – com o mesmo resultado de antes, que considera não apenas a estrada, mas também a conservação de solo e água. Isso porque a Codasp realiza um estudo do solo antes de começar a reabilitação, levando em conta qual o índice pluviométrico da região.
De acordo com o presidente da Codasp, Toshio Misato, uma das prioridades da Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo é dar continuidade ao Programa Melhor Caminho/Pontos Críticos. "Vamos buscar as autorizações junto ao governador Geraldo Alckmin para concluir o Programa em tempo hábil, levando em conta a questão eleitoral, e as questões climáticas".
Além disso, os técnicos da Companhia farão medições das obras em etapas para verificar em a qualidade do trabalho.
Outro ponto abordado foi o Trabalho de Recuperação Ambiental (TRA). "A Codasp começa uma nova vertente de trabalho de recuperação ambiental. Iniciamos em Holambra, com a parceria com a PCJ para fazer o projeto ambiental, e agora essa fase em Salesópolis. Isso para nós é muito importante, porque a agricultura precisa estar alinhada com o meio ambiente", afirmou Misato.

Polícia Civil prende seis em operação contra esquema de fraude de merenda escolar


Eduardo Cardoso
A coletiva de imprensa aconteceu na sede da Secretaria da Segurança Pública
A Polícia Civil prendeu seis pessoas envolvidas num esquema que fraudava e superfaturava contratos de compra de produtos agrícolas destinados à merenda escolar em diversas cidades de São Paulo. Além de seis mandados de prisão, a operação “Alba Branca”, deflagrada nesta terça-feira (19), cumpriu mais 24 mandados de busca e apreensão em prefeituras. 
As investigações, comandadas inicialmente pelo 1º Distrito Policial de Bebedouro, começaram em meados do ano passado. Os policiais descobriram que integrantes da Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar (COAF) agenciavam pessoas para oferecer o esquema às prefeituras. 
Os produtos da merenda escolar eram entregues na íntegra, porém compreço superfaturado para contemplar a propina. As investigações identificaram que de 10 a 25% do valor do contrato superfaturado era destinado para pagar propina a agentes públicos das prefeituras.
O secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, participou de coletiva de imprensa, na tarde desta quarta-feira (20), sobre a operação e parabenizou a Polícia Civil pelas investigações.
“Houve menos investimento em educação nesses locais do que deveria ocorrer. Obviamente, que esse desfalque prejudicou a educação e as crianças”, disse o secretário, explicando que o valor pago a mais nos contratos poderia ter sido aplicado na educação.
A fraude 
Segundo Moraes, para montar a fraude, a COAF se aproveitava de uma“brecha” da Lei Federal 11.974/09, que autoriza que 30% da merenda escolar seja comprada de pequenos produtores e de assentamentos através, apenas, de uma “chamada pública” que analisa orçamentos de três cooperativas interessadas em participar da concorrência pública.
“Pessoas relacionadas à cooperativa criaram outras duas cooperativas para fraudar o poder público”, afirmou o secretário. Desta forma, as três entidades participavam da “chamada pública” aparentando uma disputa pelo melhor preço, porém, os orçamentos apresentados por cada cooperativa já tinham o valor superfaturado. Desse sobrepreço saía o dinheiro para a propina. 
Moraes detalhou que a cooperativa contava com vendedores, que agiam como lobistas, para fazer a intermediação entre a COAF e as prefeituras, oferecendo o contrato superfaturado. A cada entrega de merenda, composta por verduras, legumes, frutas e sucos, a propina era entregue a esse “intermediário”, que, por sua vez, repassava aos agentes públicos das prefeituras. 
De sete mandados de prisão, a operação “Alba Branca” cumpriu seis. O sétimo é relacionado ao líder da quadrilha, que já está com prisão temporária decretada. Entre ontem e hoje (19 e 20), os policiais civis que investigam o caso ouviram quatro dos presos, que já confessaram o esquema. 
“O próximo passo das investigações é aprofundar a análise dos contratos apreendidos para identificar quais agentes públicos favoreceram a contratação superfaturada”, disse o secretário. “A investigação seguirá com o apoio do Ministério Público e Tribunal de Contas para que todos façam um pente-fino na aplicação dessa lei federal para ver se não há corrupção em outros locais”. 
Apreensões
Na operação “Alba Branca”, desta terça-feira, foram apreendidos R$ 190 mil na casa de um dos presos. Em dezembro do ano passado, os policiais já haviam apreendido mais R$ 95 mil que seriam levados para o pagamento de propina. 
“Na ocasião, os agentes simularam uma blitz de combate ao tráfico dedrogas para interceptar o homem que faria a entrega do dinheiro”, contou o delegado seccional de Bebedouro, José Eduardo Vasconcelos.  
A investigação da Polícia Civil se iniciou em Bebedouro e se estendeupara outras regiões. No momento, 22 municípios são alvos da ação, entre eles – Bebedouro, Paraíso, Novaes, Santos, Sumaré, Americana, Colômbia, São Bernardo do Campo, Campinas, Santa Rosa do Viterbo, Bauru, Mogi das Cruzes, Barueri, Araras, Cotia, Mairinque e Caieiras.
O delegado seccional, que também participou da coletiva de imprensa na tarde de hoje, explicou que os contratos serão investigados, portanto, ainda não é possível afirmar que em todas essas prefeituras houve fraude. Ele disse, ainda, que todas as prefeituras que têm contratos com a COAF, assim como o Governo do Estado, terão suas documentações investigadas. 

José Waldemar Thiesen Turna fala sobre drogas, álcool e problemas mentais




A Prefeitura de Jales, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Promoção Social e Casa de Apoio ao Migrante, promoveu, no dia 19 de janeiro, na sede do CIEVI–Centro Integrado Esportivo de Valorização do Idoso, a palestra “População em situação de rua: drogas, álcool e problemas mentais”, com o psicólogo, psicanalista e mestre em psicologia clínica pela PUC-SP, José Waldemar Thiesen Turna.
O palestrante é coordenador do Núcleo de Psicanálise e Psicoses do CEP e professor dos seminários sobre Clínica das Psicoses. É também, supervisor clínico do Serviço de Atendimento Especiais (CRAS, SEAS e Abrigo Infantil) no Município de São Paulo e autor do livro “Atendimento Psicológico das Toxicomanias”.
Segundo a Coordenadora da Casa de Apoio ao Migrante, Sirlei Lopes Barrientos Marcelino, a palestra abordou um tema importante que deve ser objeto da atenção das autoridades competentes da nossa região para que se possa discutir políticas e possíveis ações que ajudem os usuários e suas famílias.
Além da troca de informações, os presentes participaram de um café da manhã e almoço, servidos no local.
O prefeito de Jales, Pedro Manoel Callado Moraes, o Secretário de Desenvolvimento e Promoção Social Carlos Roberto  Cardoso da Silva, representantes de instituições de serviço e apoio social de Jales, Urânia, Pontalinda, Dirce Reis Votuporanga e Santa Fé do Sul e representantes do Poder Judiciário, UPA e SAMU participaram do evento.
(As fotos foram enviadas pela assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Comunicação após a publicação do texto)

Callado recebe Cássia e Carlos Shioya

 

O prefeito Pedro Manoel Callado Moraes recebeu em seu gabinete, na terça-feira, 19 de janeiro, o diretor do CITS-Instituto Tsuyako Shioya, Carlos Shioya, clinica especializada em bio-inovação em reabilitação neuromotora facial, acompanhado de sua esposa Cássia Shioya.
Participaram do encontro o secretário de Fazenda e Planejamento José Magalhães Rocha, o presidente da empresa Wap Metal, Walter Antonio Paulino.
Na oportunidade, Carlos e Cássia cumprimentaram o prefeito pela sua gestão administrativa e apresentaram detalhes sobre o empreendimento que dirigem em Araçatuba e Jales.
(A foto foi enviada pela assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Comunicação após a publicação o texto)

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Farmácia Escola da Unijales será campo de estágio para alunos do curso


Daniel Zilio

A mantenedora da Unijales, Maria Christina Fuster Soler  Bernardo (foto esquerda) e a proprietária da Personna Pharmacia de Manipulação, Andrea Chammas acabam de firmar parceria para a instalação da Farmácia Escola da Unijales.
A Farmácia vai oferecer estágio profissionalizante de qualidade. Os alunos terão a chance de vivenciar processos relacionados à produção de medicamentos em capsulas e cosméticos, bem como seu controle de qualidade, já que contará com uma moderna Farmácia, que será instalada na Unijales. Os alunos serão acompanhados pelos supervisores de estágios e pelos professores do curso.
As atividades de atendimento ao cliente, desenvolvida pelos alunos do curso de Farmácia da Unijales, vão permitir o contato com os pacientes em uma diversidade de casos clínicos, exigindo a aplicação do conhecimento recebido em sala de aula.
O curso de Farmácia da Unijales, coordenado pela Professora Mestre, Kelys Ramos é oferecido no período noturno, tem duração de 5 anos e recentemente foi reconhecido pelo MEC com uma excelente nota.
O objetivo do curso é proporcionar, seguindo as Diretrizes Curriculares Nacionais, a formação de profissionais Farmacêuticos generalistas preparados e capacitados que possam atuar junto à comunidade de maneira crítica/reflexiva, numa dimensão de agente transformador promovendo a melhoria da saúde via atitudes e procedimentos teórico-práticos na inserção da cidadania, respeitar os princípios éticos inerentes ao exercício profissional, reconhecendo a saúde como direito e condições dignas de vida, atuando de forma a garantir a integralidade da assistência, entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema.
A Unijales está com inscrições abertas para o Vestibular Agendado, constituído de uma redação e avaliação do histórico escolar. A prova pode ser feita de segunda a sexta-feira, às 9h, às 14h e às 20h. Mais informações pelo telefone (17) 3622-1620 ou www.unijales.edu.br

 

Assumiu o comando do 16ºBPM/I, Tenente Coronel PM Dutra

 
Assumiu o comando do 16ºBPM/I, dia 6 janeiro de 2016, o Tenente Coronel PM Antonio Umildevar Dutra Junior (foto), em razão de sua promoção em 14 de dezembro de 2015.

O Ten Cel Dutra Junior já era o Subcomandante do Batalhão, no posto de Major PM, desde 2013, é natural de São Paulo- Capital e veio com a família para Fernandópolis, quando, em 2005, à época Capitão PM, assumiu o Comando da 2ª Companhia de Policia Ambiental;

O Tenente Coronel Dutra Junior é nascido em 03 de novembro de 1965, em São Paulo, Capital e ingressou na Academia de Polícia Militar do Barro Branco em 1985 aos 19 anos, sendo declarado Aspirante a Oficial em 1989.

Trabalhou em unidades de policiamento ostensivo na área central e norte da Capital e, posteriormente, serviu na Academia do Barro Branco, no Presídio Militar Romão Gomes, no Centro de Inteligência da PM, na Corregedoria PM e Comando de Policiamento Ambiental;

Possui as seguintes medalhas e condecorações, Láurea de Mérito Pessoal de 2º Grau, Medalha do Sesqui Centenário da Polícia Militar, Medalha da Polícia Ambiental, Medalha da Corregedoria da Polícia Militar, Medalha do Mérito Militar Valor Prata e Medalha do Mérito da Atividade de Inteligência;

A assunção do comando do 16º BPM/I já era esperada uma vez que o comandante anterior, o Tenente Coronel PM Ênio Lopes Bernardo, que reside em São José do Rio Preto, foi movimentado para o 30ºBPM/I, Catanduva, por critério da comandante do CPI-5, a Coronel PM Helena dos Santos Reis;

O Tenente Coronel PM Dutra Junior acredita que a realização de um bom comando de batalhão, na sua gestão, será resultado direto da gestão de comandantes anteriores e o apoio da Coronel PM Helena, a qual o confirmou como comandante da unidade, sendo que ressalta que os policiais militares, integrantes do 16ºBPM/I, que tem a área de responsabilidade 49 municípios, são comprometidos com o objetivo de proporcionar a segurança para a população e alinhados com as diretrizes do comando da Corporação, no geral e, consequentemente, com as diretrizes da Coronel PM Helena, o que contribuirá certamente para seu comando.

Os índices criminais da região estão entre os menores do estado e do Brasil, como bem foi frisado pelo Governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmin e o Secretário de Segurança Pública Alexandre de Moraes, em visita à Fernandópolis no ultimo dia 16 de Janeiro e o objetivo do novo comandante é contribuir para que assim continuem e até mesmo sejam reduzidos, sabedor de que pode contar com os policiais militares, praças e oficiais do batalhão que já mostraram o seu valor.

A segurança pública não é feita unicamente pela Polícia Militar, ela é um conjunto de ações, é resultado direto de uma série de fatores além da polícia, sendo a sociedade, como um todo, reconhecendo, apoiando dando sugestões e até mesmo cobrando, fatores essenciais para a segurança pública, além da colaboração e entrosamento de outros órgãos do Estado, Município, Justiça, Ministério Público, Legislativo e outros alinhados contribuem para que se alcance um objetivo comum e isso já vem acontecendo na região e espera-se que assim continue.