Páginas

sábado, 9 de janeiro de 2016

Aniversariante de hoje

Hoje, sábado, 9 de janeiro, Juliana Borges Saracuza, filha da vereadora e primeira-dama Marinete Saracuza e do prefeito Francisco Airton Saracuza, de Urânia, comemora mais um ano de vida. Recebe os parabéns do irmão Júnior pelo aniversário, e também de familiares e amigos que vão lhe dar aquele abraço carinhoso

Festa para o vereador Thomaz


a segunda-feira, 4 de janeiro, o vereador Tomaz Coronado Sanches, mais conhecido como "Tomaz do Raio X", da Câmara Municipal de Urânia, recebeu os cumprimentos de familiares e amigos pelo aniversário.
Parabéns vereador Thomaz.

Festejou o niver


Dia 27 de dezembro, o vereador Devanir de Souza Gomes, da Câmara Municipal de Urânia, comemorou seu aniversário ao lado de familiares. Amigos e correligionários marcaram presença para cumprimentar o aniversariante.

Nice festejou seu niver


Eunice Mistilides Silva, nesta quinta-feira, 7 de janeiro, recebeu os cumprimentos de familiares e amigos pelo aniversário. A ex-prefeita Nice tenta na Justiça retornar ao cargo para qual foi eleita em 2012.

Campanha “Na Santa Casa eu Boto Fé III” arrecada mais de R$ 130 mil

A última campanha realizada em 2015 sorteou no dia 12 de dezembro pela Loteria Federal, um Ford Ka 0km, completo, que contemplou o prefeito municipal de Palmeira D’ Oeste, Luciano Esparapani.

A terceira edição "Na Santa Casa eu Boto Fé" contabilizou um total bruto de R$ 132.936,93 com a venda dos bilhetes. O valor do prêmio foi arrecadado durante um café da manhã realizado em fevereiro, no qual a irmandade da Santa Casa e empresários contribuíram para a compra do veículo.

O ex-provedor, José Pedro Venturini, acompanhou toda a venda e distribuição das rifas nos 16 municípios, e agradeceu o empenho dos participantes. "Encerrei o mandato satisfeito com o resultado de mais uma campanha, afinal, apesar da crise que assombra alguns setores, foi visível ver o esforço e contribuição de tantas pessoas. Obrigado pelo desempenho e dedicação com a instituição. E agora novas campanhas estão por vir com a vinda do nosso atual provedor, José Devanir Rodrigues, no qual desejo uma boa gestão".

FOLHAGERAL

da redação
 
Osmar
Pereira de Rezende, radialista da Nova Cultura – AM, na quarta-feira, 06 de janeiro, ao informar o falecimento de uma pessoa, comentou que durante a vigília no Velório Municipal podiam ser vistos baratas e outros bichos andando pela sala. Osmar fez críticas com razão. Isto não se justifica e contribui para presumir que Jales está ao Deus dará.
Começa
o ano eleitoral de 2016. Até o dia 30 de abril, os interessados em troca de sigla partidária poderão faze-la para disputar cargos municipais no pleito em outubro. Em Jales, como nos demais municípios, os eleitores – hoje mais conscientes – torcem para que apareçam candidatos mais preparados para as responsabilidades de prefeitos e vereadores.
Fala-se
muito no recape para acabar com a buraqueira no asfalto das vias da cidade. Não há como acabar com os reclames da população, quando esta não consegue atravessar a pé as vias públicas sem ter que desviar dos buracos. Andar de carro, a mesma coisa.
Dizem
que o prefeito Callado corre atrás de um empréstimo de R$ 8 milhões junto a uma empresa estatal e que este valor será suficiente para fazer milhares de metros quadrados de recape. Tomara que dê certo, que a Câmara não decida fazer a política do contra, que prefeito consiga o empréstimo. O recape é necessário.
Enquanto
 
corre atrás de tutu para o recape, o prefeito Callado precisa dar ordem para formação de equipes com finalidade de fazer uma faxina geral na cidade. A população está mesmo com síndrome de abandono. O prefeito deve desligar a energia do ar condicionado e sair com seus assessores pela cidade para ver in loco os problemas da cidade e decidir soluções.
Durou
pouco tempo no cargo o secretário municipal de saúde Leonel Renel de Queiróz, nomeado pelo prefeito Callado em setembro do ano passado. Diante a situação crítica em que se encontra a administração municipal, quem vai querer assumir o cargo se convidado? O prefeito poderá apelar para o pessoal de carreira na área de saúde. Aliás, são competentes e comprometidos. Mas são valorizados só em época de crise.
Nestes
 
tempos bicudos, especula-se à boca pequena se este ano vai haver em Jales sua tradicional Facip. Muitos são os ti ti tis para o evento não ocorrer, pois trata-se de uma grande festa com orçamento e público enormes. Vamos aguardar com calma.
Vereadores
precisam ser cautelosos na divulgação de pedidos de recursos que fazem para investir em infraestrutura e outras obras em Jales. Sobre recursos pedidos no ano passado, não se sabe quando serão liberados. Emendas pedidas há muito tempo estão sendo liberadas só agora.
Fizeram
 
um carnaval com a possível liberação de verba para reforma do Aeródromo Municipal. As eleições podem chegar e os autores da reivindicação correm o risco de dar com os burros n‘água. A liberação de recursos pelos governos federal e estadual acontece como num terreno árido, onde é preciso procurar muito para matar a sede e a fome.
Lá no
botequim da vila, esta semana, as conversas giraram em torno da crise financeira das prefeituras. Comentam que, mesmo com a grana do IPVA – que deve abastecer os cofres municipais a partir desde mês, a crise vai recrudescer. Empurra pra cá e empurra pra lá, o lado dos credores à espera de recebimento vai ficar pior.
A Prefeitura

de Jales é considerada por muitos como de cidade pequena, cheia de problemas a serem resolvidos. Prefeito e vereadores precisam dar uma guinada de 180 graus na qualidade da administração pública para melhorar o município e a vida da população. Este ano, por ser bissexto, tem quebra de rotina (366 dias em vez de 365). Um bom motivo para os líderes municipais acertarem uma agenda de governo para os 357 dias vindouros.
O deputado
federal Ezequiel Ângelo Fonseca (PP), natural de Santa Albertina (SP), representante de Mirassol d‘Oeste (MT) – onde reside desde 1985 – na Câmara Federal, atendendo pedido provedor José Devanir Rodrigues (Garça), esteve na Santa Casa de Jales para tomar um café e conhecer hospital.
O ilustre
visitante agradeceu a recepção que lhe foi dada na Santa Casa e a oportunidade de conhecer com detalhes as atividades da entidade. Enalteceu o trabalho sério e competente dos administradores e profissionais do hospital.
Ezequiel

disse saber o quanto a Santa Casa de Jales atende bem e que o sistema de saúde está quebrado. Completou: "E ver a estrutura da Santa Casa, percebo o quanto são vencedores. Saio muito feliz de ver uma gestão transparente e séria, que vem enfrentando as dificuldades com esmero. Estou no meu primeiro mandato e irei procurar uma solução junto ao deputado Fausto Pinato para ajudar a Santa Casa e designar recursos para esta instituição; este é o compromisso que posso fazer".
Depois
da lambança política do vice-presidente da República e presidente do PMDB nacional, Michel Temer, e a citação de vários políticos influentes no caso Lava Jato, o PMDB pode ter perdido o fôlego para o pleito municipal em outubro deste ano. Para todo partido, é importante eleger prefeitos e vereadores visando o pleito eleitoral de 2018.
A distribuição
de panfletos na cidade continua entupindo portas de estabelecimentos e residências, caixas de correio, parabrisas de veículos, motocicletas e sujando as vias públicas. Os poderes municipais continuam se fingindo de mortos. A lei aprovada na Câmara Municipal foi ou não foi sancionada?

Em 2016...

*Flávio Carvalho
 
 
 
 
 
 
 
 
Quero continuar acreditando,

Ter ainda muita esperança.

Continuar sonhando,

Voltar a ser uma criança.



Praticar mais a humildade,

Quero ser mais sincero,

Praticar mais a caridade,

De mim é isso que espero.



Quero ajudar a construir um país melhor,

Nisso preciso me concentrar,

Ajudar a extirpar o que nele a de pior,

Preciso aprender a votar.



Quero ajudar a acabar com a corrupção,

Preciso ser ainda mais honesto,

E caminhar sempre com retidão,

Este será meu manifesto.



Deixar de ser passivo, de qualquer maneira,

Da boa luta não vou mais fugir,

Também vou bradar minha bandeira,

Da minha inércia vou me redimir.



Combaterei qualquer tipo de violência,

Lutar para que a justiça sempre seja feita,

Defender a ética e a decência,

Esta será a minha empreita.



Quero ter e proporcionar mais alegria,

Preciso melhorar muito o meu humor,

Estar sempre em paz e viver em harmonia,

Fazer tudo com muito mais amor.



Quero aprender a perdoar,

E também aprender a pedir perdão,

Parar de tentar somente agradar,

E ter forças para dizer não.



Em 2016 vou crescer,

Não quero pedir demais,

Só tenho a agradecer,

E desistir? Jamais!

 
Flávio Rodrigo Masson Carvalho

equilibriumtc@hotmail.com



Candidiáse no verão: fique livre da doença


 
Pelo menos uma vez na vida 75% a 80% das mulheres terá candidíase. Essa infecção que acomete a região genital tem maior incidência no verão devido às altas temperaturas, alta taxa de umidade, higiene genital inadequada, uso de antibióticos, anticoncepcionais, corticóides, estresse, exposição ao sol e até mesmo à alimentação.

A candidíase é provocada por um fungo chamado Candida albicans, sendo mais comum entre as mulheres, no entanto, os homens também podem apresentar a infecção. "Uma das formas de contágio é através do contato sexual, mas isso não significa que é uma doença sexualmente transmissível, pois pode ocorrer em pessoas que nunca tiveram relações sexuais. Mesmo que o homem ou a mulher tenha uma relação com a camisinha, o pênis faz um microtrauma na parede da vagina, assim a mulher fica mais predisposta à doença", explica a ginecologista e obstetra Erica Mantelli (CRM 124.315), pós–graduada em Sexologia pela Universidade de São Paulo (USP)

A candidíase também está associada ao sistema imunológico, além de ser comum ocorrer em mulheres grávidas ou pacientes com doenças que comprometem a imunidade, como a Aids e o diabetes. "As gestantes também podem sofrer com o problema, já que a imunidade tende ficar mais baixa nesse período e o Ph da vagina fica mais ácido favorecendo a proliferação do fungo", revela a ginecologista.

O tratamento em gestantes deve ser feito apenas no local, evitando o uso de medicamentos via oral.

Sinal de alerta – Para esclarecer os principais sintomas da candidíase, a ginecologista Erica Mantelli elaborou uma lista que pode indicar o problema tanto no homem como na mulher:

Nas mulheres: coceira na vagina e no canal vaginal; corrimento branco grumoso; ardor local e para urinar; dor durante as relações sexuais. vermelhidão na vulva

Nos homens: pequenas manchas vermelhas no pênis; edema leve; lesões em forma de pontos; -prurido (coceira).

Em casos mais graves distúrbios gastro-intestinais e outros problemas dermatológicos podem aparecer.

Candidíase tem cura? – De acordo com a ginecologista, quando diagnosticada há dois tratamentos possíveis, que podem, inclusive, ser combinados. Creme vaginal, assim como medicamente antifúngico via oral. Para homens infectados, o tratamento recomendado é apenas via oral. "Nos casos em que o casal apresenta uma candidíase recorrente, que vai e volta, é preciso que o homem e a mulher façam o tratamento", esclarece Mantelli.

Algumas medidas também podem ser adotadas para amenizar o problema. "Manter a higiene íntima, não fazer o uso do protetor de calcinha diário (pois a região íntima fica abafada e há aumento da umidade local), optar por roupas frescas, principalmente na época mais quente do ano e cuidar da alimentação", aconselha a Dra. Erica.

Em situações de recorrência é preciso uma avalição minuciosa da saúde da mulher, pois essa infecção oportunista deve estar ocorrendo devido a estresse, problemas emocionais e alterações da imunidade. Existem medicamentos e tratamentos específicos pra melhorar a imunidade e com isso evitar candidíase de repetição.

Caso apresente qualquer sintoma procure o ginecologista o quanto antes e jamais inicie o tratamento e uso de medicamentos sem recomendação médica.

Vilão ou mocinho: é permitido consumir ovo todos os dias?

O ovo deve estar presente no café da manhã, almoço, lanche da tarde e no jantar, pois oferece diversos benefícios para a saúde. Além disso, você pode consumir ovos todos os dias sem culpa, já que é pouco calórico e rico em vitaminas e proteínas.

De acordo com o Nutrólogo André Veinert, da Clínica Healhtme, o ovo contém vitaminas e minerais antioxidantes como o selênio. "Esse alimento também é rico em ácidos graxos poliinsaturados, vitamina D, A, B6, B12, ferro, fósforo, rico em proteínas e representa 22,5% das necessidades diárias do indivíduo", explica.

Para obter esses benéficos é permitido comer um ovo por dia. Quem tem problemas com colesterol precisa manter o consumo moderado. "O seu excesso pode alterar os níveis de colesterol e aumentar os riscos de doenças cardiovasculares", afirma o nutrólogo.

Quem tem um colesterol elevado pode comer dois ovos por semana. "É preciso ficar atento também ao consumo de bolos, massas, panquecas que levam ovo. A dica é quando for cozinhar alguma receita utilizar usar as claras ao invés das gemas", diz o médico.

Ovo aliado do emagrecimento - Uma pesquisa realizada pelo Departamento de Obesidade do Centro de Pesquisa Biomédico da Universidade Pennington, em Lousiana, Nos Estados Unidos, aponta que o ovo pode ser incluído na dieta para ajudar na perda de peso. Isso porque as proteínas presentes nos ovos ajudam a saciar o organismo, tornando a digestão mais lenta e diminuindo a sensação de fome. "O ideal para quem está perdendo peso é consumir ovo no final da tarde, isso ajuda a diminuir a vontade de comer doces", ressalta o Dr.André.

Corpo em forma – O ovo contém leucina, um aminoácido presente na clara e também encontrados em suplementos. "Essa substância auxilia na no crescimento e na manutenção dos músculos", comenta o especialista.

Além disso, a clara tem 15 calorias e não apresenta gordura. Mas é claro que o ovo não faz milagres. Para conseguir manter o corpo em forma é necessário continuar mantendo uma alimentação balanceada e praticar exercícios físicos.

Atenção a casca do ovo – Quando você for comprar ovos, fique atenta a validade nas embalagens. Observe também o aspecto da casca e tome cuidado com o seu armazenamento. "Opte por comprar ovos que não estejam com trincas ou rachaduras. Em casa, você pode guardá-los dentro da geladeira. Evite colocar na porta da geladeira, pois eles podem quebrar com mais facilidade", recomenda o nutrólogo.

Outra dica é não lavar antes de levá-los a geladeira. Quando for cozinhar lave e seque o ovo com papel toalha.

Garça assume atividades na Santa Casa de Jales

Provedor José Devanir Rodrigues (Garça) ladeado
por Junior da Violada e Toshiro Sakashita
Com a experiência de seis anos (2006-2011) como provedor, José Devanir Rodrigues, Garça, está de volta para reassumir o posto na instituição. A expectativa para 2016 e 2017 é trabalhar arduamente no sentido de oferecer um atendimento cada vez melhor a população.

A nova diretoria está empolgada nos projetos em andamento, que visam especificamente melhorar ainda mais a resolutividade e humanização no atendimento, cuja gestão será denominada "União pela Saúde".

De acordo com o Garça, a proposta é unir forças, e com muito trabalho, dedicação e eficiência fazer da Santa Casa uma referência na atenção à saúde na região e no Estado.

"Nesse mês de janeiro vou me inteirar com todos os setores, para analisar como está o andamento dos trabalhos e revisar o que for necessário. Temos um cenário nacional não muito favorável, porém, com o apoio do José Pedro Venturini, que continua colaborando, sendo presidente do conselho deliberativo, com a mesa administrativa, o corpo clínico, colaboradores e principalmente com a ajuda da população local e regional, vamos conseguir o melhor para a nossa Santa Casa", proferiu o provedor.

Show da Virada em Urânia mais uma vez foi sucesso

O show da Virada do Ano em Urânia foi marcado por muita alegria, diversão e confraternização.
O prefeito Airton Saracuza, a primeira-dama e vereadora Marinete
Saracuza, os filhos Juliana e Júnior,
juntamente com o presidente da Câmara Municipal
Odair Bezerra Dias (Fião) e o vereador
Donizeti Mussato prestigiaram a festa.
fotos/marcelosigecazu/urânia/divulgação


Apesar da chuva o público compareceu
para o show da virada
 
Os irmãos Durval e Davi mais uma vez fizeram
o público cantar e vibrar com suas músicas


 
Mesmo com a chuva que caiu, no dia 31 de dezembro, a praça central da cidade de Urânia recebeu um excelente público para prestigiar e, ao mesmo tempo, se confraternizar com a chegada do novo ano e assistir o show protagonizado pela dupla Durval e Davi no sensacional show da Virada do Ano, promovido pela Prefeitura Municipal com o apoio da Câmara Municipal

Apesar das dificuldades que passam os municípios, não seria justo, segundo o prefeito Airton Saracuza, deixar passar em branco o show da Virada do Ano, que já é uma tradição para as famílias uranienses e visitantes de toda a região que se deslocam para participarem da festa.

O prefeito Airton Saracuza que esteve na praça acompanhado da primeira-dama e vereadora Marinete Saracuza e filhos, disse que "é emocionante estar na praça para brindar com as famílias uranienses e visitantes a chegada de um novo ano, por isso nos esforçamos e com um custo bastante baixo realizamos o evento para a nossa população".

O vereador Donizeti Mussato presente à festa, enfatizou que "é muito bom ver a felicidade das pessoas como estamos vendo aqui hoje". Para Mussato, o evento atingiu seus objetivos.

Para o presidente da Câmara Municipal de Urânia, Odair Bezerra Dias (Fião), o evento superou as expectativas em virtude da chuva que caiu na cidade. "A presença do público nesta noite ao show da Virada do Ano confirmou que a população aprovou a nossa festa".

O show da Virada do Ano em Urânia foi tranquilo e não registrou nenhum incidente que pudesse atrapalhar a tradicional festa das famílias uranienses e dos visitantes.

O prefeito Airton Saracuza disse que 2015 foi um ano difícil "mas conseguimos superar muito dos obstáculos", e afirmou que neste ano de 2016 "o nosso objetivo é consolidar todos os nosso projetos em prol de Urânia e de sua população, e se Deus nos permitir, encerrar a nossa administração com chave de ouro".

Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli, Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

WELISSON DOS SANTOS SERRILHO e TATIANE ALVES DE SOUZA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 11 de dezembro de 1.987, recepcionista, divorciado, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Osvaldo Serrilho e de Maria Clarice dos Santos Serrilho. ELA, natural de Palmeira D’Oeste, deste Estado, nascida aos 04 de janeiro de 1.985, locutora, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Milton Alves de Souza e de Olivia Rosa da Silva Alves.

ALEX PEREIRA ARRONES e BRUNA CAROLINE MUNHOZ BUENO. ELE, natural de Santa Bárbara D’Oeste, deste Estado, nascido aos 28 de julho de 1.990, frentista, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Marilza Pereira Arrones. ELA, natural de Guarulhos, deste Estado, nascida aos 02 de fevereiro de 1.993, estudante, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Diogo Munhoz Bueno e de Noemia dos Santos Bueno.

LEANDRO ROBERTO SERAFIM e CRISTINA BALDAN. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 26 de dezembro de 1.975, comerciante, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Anisio Roberto Serafim e de Maria Alice da Silva Serafim. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 22 de abril de 1.978, comerciante, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Dirceu Baldan e de Alice Alves Barbosa Baldan.

JEAN CARLOS GAZOLA e ANGÉLICA CANOBAS MARCATO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 30 de março de 1.991, vendedor, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Carlos Roberto Gazola e de Jucelene Cristina Pedrini Gazola. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 05 de abril de 1.990, farmacêutica, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Elias Marcato e de Sandra Estricanholi Canobas Marcato.

MAIQUE HENRIQUE FARIA RODRIGUES e JHENIFER ARAÚJO PICOLI. ELE, natural de Cassilândia, Estado de Mato Grosso do Sul, nascido aos 24 de outubro de 1.992, lavador de autos, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Gildo Carlos Rodrigues e de Aparecida de Fatima de Farias Almeida Rodrigues. ELA, natural de Matão, deste Estado, nascida aos 30 de março de 1.993, secretária, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Pedro Picoli e de Maria Madalena Silva Araújo.

JOVARDINO ALVES VIEIRA e MARISTELA GONÇALVES DE SOUZA. ELE, natural de Espirito Santo, Estado de Espirito Santo, nascido aos 25 de julho de 1.951, quimico, divorciado, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Manoel Alves Vieira e de Luzia Alves de Souza. ELA, natural de Maraba, Estado de Pará, nascida aos 15 de setembro de 1.979, autônoma, divorciada, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Leonidas Antunes de Sousa e de Maria José Gonçalves de Sousa.

MARCELO JOSÉ DE MATOS e AMANDA FONSECA PRADO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 10 de fevereiro de 1.983, micro empresário, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Jorcilei Rosa de Matos. ELA, natural de Barretos, deste Estado, nascida aos 21 de abril de 1.981, técnica em enfermagem, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Paulo Roberto Fonseca Prado e de Maria de Lourdes Parra Prado.

ALAN ALVES CAVALCANTE e GISELE BARROS DE CASTRO. ELE, natural de Birigui, deste Estado, nascido aos 29 de dezembro de 1.997, horticultor, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Valdir Alves Cavalcante e de Ana Paula Oliveira da Silva. ELA, natural de Pontes e Lacerda, Estado de Mato Grosso, nascida aos 21 de abril de 1.988, autônoma, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Jesus Mariano de Castro e de Iraci Maria de Barros.

RODRIGO RIBEIRO DE SANTANA e LUZIA COSTA DA SILVA. ELE, natural de Urânia, deste Estado, nascido aos 05 de março de 1.990, motorista, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Pedrito Amador de Santana e de Desuita Ribeiro de Santana. ELA, natural de Pontalinda, deste Estado, nascida aos 30 de outubro de 1.973, do lar, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Antonio Costa da Silva e de Celestina da Conceição Silva.

ANTONIO DE SOUZA SANTOS e ROSANGELA DA SILVA BENEDITO. ELE, natural de Paranapuã, deste Estado nascido aos 05 de abril de 1.971, trabalhador rural, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de João Angelo dos Santos e de Durvalina Maria de Souza Santos. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 15 de abril de 1.982, gari, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Luiz Benedito e de Rosalina Rodrigues da Silva.

FRÁVIO HENRIQUE PEREIRA LEME e ROBERTTA SILVA DE QUEIROZ. ELE, natural de São Paulo, deste Estado, nascido aos 14 de setembro de 1.990, motorista, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Ari Leme e de Terezinha Pereira Lima Leme. ELA, natural de Iturama, Estado de Minas Gerais, nascida aos 28 de dezembro de 1.988, professora, solteira, residente e domiciliada em Iturama, Estado de Minas Gerais, filha de Renato Miguel de Queiroz e de Wandrelina Rosa da Silva. Cópia expedita para ser afixado no Oficial de Registro Civil de Iturama, Estado de Minas Gerais, onde reside a contraente.

RAFAEL GONÇALVES MATEUS e MIRELE LEITE DE ANDRADE. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 14 de setembro de 1.991, mecânico, divorciado, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Milton Mateus e de Ediméia Gonçalves dos Anjos. ELA, natural de Sud Mennucci, deste Estado, nascida aos 14 de abril de 1.994, técnica em enfermagem, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Dari Valdeci de Andrade e de Eleir da Costa Leite.


SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.


Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina

Reflexões: Melhor escolher

Adelvair David
 
Indaga-se o homem comum a respeito do que tem feito do seu dia que passa célere e envolvente sem que se tenha dado conta.Se os atos, os pensamentos e os sentimentos não foram conscientes, ele não terá registrado devidamente as experiências que lhe poderiam dar maturidade.
É preciso escolher, estar presente de corpo e alma em cada momento, desafio ou tarefa, caso contrário, ao final do dia, resta apenas a sensação de se ter sido despejado como escravo em terra estranha, exausto e vazio.
A sensação do dever cumprido, só estará presente na mente e no sentimento do homem se ele se interessar pela sua vida, emocional e espiritualmente. Se viver cada experiência compreendendo que os esforços que faz para solucioná-las não são mero cumprimento do dever social ou material, mas sim, que é um exercício para o desenvolvimento dos seus potenciais da alma, afinal, disse Jesus: "vós sois deuses", alertando que cada um tem capacidades infinitas em si mesmo que podem alça-lo ao voo da sublimação e da redenção espiritual.
Fazer as coisas por obrigação, trabalhar porque não se tem alternativa, conviver porque é preciso para atender a alguns interesses menores é conspirar contra a própria felicidade, é adiar o crescimento deixando de aproveitar o que a vida pode dar em valores reais. Qualquer um pode escolher o que quer para a sua vida: perdoar, compreender, servir caridosamente, trabalhar é escolha ideal. Deixar a rudez, a truculência, a grosseria, a ociosidade, a preguiça para tornar-se mais laborioso, polido, delicado, gentil e com uma visão mais amorosa da vida é a finalidade da vida de todos os seres que reencarnaram neste planeta.
Antes de decidir quem ficará do seu lado na vida, ESCOLHA de que lado da sua vida você deseja ficar.
 

Ministério da Saúde faz mudanças no Calendário de Vacinação

Os postos de saúde de todo o país já estão com novo calendário de vacinação para 2016. Estão sendo alteradas doses de reforço para vacinas infantis contra meningite e pneumonia, além do esquema vacinal da poliomielite e o número e doses da vacina de HPV, que não será mais necessária a terceira dose. As mudanças, realizadas pelo Ministério da Saúde, começaram a valer a partir dessa segunda-feira, 4 de janeiro.

"Essas mudanças são rotineiras. O Calendário Nacional de Vacinação tem mudanças periódicas em função de diferentes contextos. Sempre que temos uma mudança na situação epidemiológica, mudanças nas indicações das vacinas ou incorporação de novas vacinas, fazemos modificações no calendário", explicou o secretario de Vigilância em Saúde, Antônio Nardi.

Um das principias mudanças é na vacina papiloma vírus humano (HPV). O esquema vacinal passa para duas doses, sendo que a menina deve receber a segunda seis meses após a primeira, deixando de ser necessária a administração da terceira dose. Os estudos recentes mostram que o esquema com duas doses apresenta uma resposta de anticorpos em meninas saudáveis de 9 a 14 anos não inferior quando comparada com a resposta imune de mulheres de 15 a 25 anos que receberam três doses. As mulheres vivendo com HIV entre de 9 a 26 anos devem continuar recebendo o esquema de três doses.

Para os bebês, a principal diferença será a redução de uma dose na vacina pneumocócica 10 valente para pneumonia, que a partir de agora será aplicada em duas doses, aos 2 e 4 meses, seguida de reforço preferencialmente aos 12 meses, mas poderá ser tomado até os 4 anos. Essa recomendação também foi tomada em virtude dos estudos mostrarem que o esquema de duas doses mais um reforço tem a mesma efetividade do esquema três doses mais um reforço.

Pólio – Já a terceira dose da vacina contra poliomielite, administrada aos seis meses, deixa de ser oral e passa a ser injetável. A mudança é uma nova etapa para o uso exclusivo da vacina inativada (injetável) na prevenção contra a paralisia infantil, tendo em vista a proximidade da erradicação mundial da doença. No Brasil, o último caso foi em 1989.

A partir de agora, a criança recebe as três primeiras doses do esquema – aos dois,  quatro e seis meses de vida – com a vacina inativada poliomielite (VIP), de forma injetável. Já a vacina oral poliomielite (VOP) continua sendo administrada como reforço aos 15 meses, quatro anos e anualmente durante a campanha nacional, para crianças de um a quatro anos.

Também haverá mudança da vacina meningocócica C (conjugada), que protege as crianças contra  meningite causada pelo meningococo C. O reforço, que anteriormente era aplicado aos 15 meses, passa a ser aplicado aos 12 meses, preferencialmente, podendo ser feito até os 4 anos. As primeiras doses da meningocócica continuam sendo realizadas aos 3 e 5 meses.

Vacinas – Atualmente, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) distribui cerca de 300 milhões de imunobiológicos anualmente, dentre vacinas e soros, além de oferecer à população todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) no Calendário Nacional de Vacinação.

É importante destacar que, nos últimos cinco anos, o orçamento do PNI cresceu mais de 140%, passando de R$ 1,2 bilhão, em 2010, para R$ 2,9 bilhões, em 2015. Além disso, os contratos do Ministério da Saúde com os laboratórios produtores de vacinas estão em andamento e os pagamentos em dia.

Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli, Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

LUIZ HENRIQUE DE ASSIS e DENISE NUNES MARINOTO. ELE, natural de São José do Rio Preto, deste Estado, nascido aos 19 de maio de 1.986, bancário, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Luiz Assis de Menezes. ELA, natural de Osasco, deste Estado, nascida aos 20 de abril de 1.989, advogada, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Dioracy Martins Marinoto e de Fátima Rodrigues Nunes Marinoto.

BRUNO HENRIQUE BARNABÉ CAVANO e ALINE APARECIDA RODRIGUES RODE. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 18 de junho de 1.982, vendedor, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Ailton Akio Cavano e de Elenice de Seixas Barbabé Cavano. ELA, natural de Jardim, Estado de Mato Grosso do Sul, nascida aos 05 de setembro de 1.987, operadora de caixa, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Abel Infran Rode e de Maria Carmem Rodrigues.

CLÁUDIO DE OLIVEIRA DEVECHI e SIMONE DE ALMEIDA CUNHA. ELE, natural de Carneirinho, Estado de Minas Gerais, nascido aos 19 de março de 1.971, motorista, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Benedito Devechi e de Deraci Oliveira Devechi. ELA, natural de Santo André, deste Estado, nascida aos 23 de março de 1.973, doméstica, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Arlindo de Almeida Cunha e de Aparecida Serrano Cunha.

GLEISON HENRIQUE SÁBA MUNIZ e ANA PAULA BERGAMO DE MORAES. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 07 de março de 1.991, motorista, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Valdir Muniz e de Verusca de Almeida Sába Muniz. ELA, natural de São José do Rio Preto, deste Estado, nascida aos 22 de novembro de 1.995, estudante, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de André Matos de Moraes e de Andreia Santina Bergamo.

FERNANDO VINICIUS TOLEDO MARIANO DE SOUZA e LIGIA CARLA GOBI FURLAN. ELE, natural de Santa Albertina, deste Estado, nascido aos 19 de agosto de 1.986, vendedor, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Valdenir Mariano de Souza e de Albina Vono Toledo de souza. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 04 de junho de 1.992, bancária, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Antonio Ovacir Furlan e de Neusa de Lourdes Gobi Furlan.

JOÃO FRANCISCO MEDINA ARAUJO e LUCIMARA DE MATOS DOMICIANO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 08 de setembro de 1.984, professor, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Denivaldo de Araujo e de Elidia Vidal Medina de Araujo. ELA, natural de Palmeira D’Oeste, deste Estado, nascida aos 16 de dezembro de 1.990, estudante, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Antonio Domiciano e de Aparecida Alves de Matos Domiciano.

THALES HENRIQUE LOPES GOUVEIA e CAMILA BRITO ALVES. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 14 de setembro de 1.993, auxiliar de serviços gerais, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Valdivino Nascimento de Gouveia e de Tânia Mara Lira Lopes Gouveia. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 03 de abril de 1.997, balconista, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Marcelo de Souza Alves e de Edna da Costa Brito.

PABLLO EDSON MORAIS ROSA e THAÍS VERGÍNIO GERALDELLI. ELE, natural de Jataí, Estado de Goiás, nascido aos 29 de abril de 1.986, médico, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Edson Rosa Cabral e de Rosângela Morais Rosa. ELA, natural de Paranapuã, deste Estado, nascida aos 04 de junho de 1.990, médica, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Arlindo Geraldelli filho e de Célma Ângela Vergínio Geraldelli.

VAGNER CÉSAR JULIÃO e ENOLA VANESSA FERREIRA RAMOS. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 14 de novembro de 1.977, funcionário público estadual, divorciado, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de José Augusto Julião e de Maria Limoni Julião. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 23 de outubro de 1.983, bancária, divorciada, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Valdemar Ferreira Ramos e de Marcia Elizabete dos Santos Ramos.

ALEX JÚNIO MARTINS e CLAUDE CATOZZO GUIMARÃES. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 15 de setembro de 1.989, bancário, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Mario Martins e de Marinilda Garuti Martins. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 07 de julho de 1.989, bancária, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Darci de Souza Guimarães e de Cleusa Catozzo Guimarães.

VANDER DANIEL VIEIRA RIBEIRO e KEILA FEITOSA DOS SANTOS. ELE, natural de Mesópolis, deste Estado, nascido aos 28 de dezembro de 1.964, mestre de obra, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de Esaú Manoel Ribeiro e de Ilda Vieira Meireles. ELA, natural de Ji-Paraná, Estado de Rondonia, nascida aos 25 de fevereiro de 1.985, do lar, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Jair dos Santos e de Jacir Feitosa dos Santos.

MÁRCIO APARECIDO PASCUI e SIMONE CRISTINA FRANHAN. ELE, natural de Maristela, Estado de Pará, nascido aos 24 de março de 1.978, operador de máquinas, solteiro, residente e domiciliado em Jales, deste Estado, filho de José Roberto Pascui e de Maria de Souza Pascui. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 06 de agosto de 1.986, balconista, solteira, residente e domiciliada em Jales, deste Estado, filha de Paulo Donizete Franhan e de Rosinei Aparecida Rocha Franhan.

SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.


Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina

Presidente da ACIJ, Carlos Altimari faz balanço positivo de 2015, apesar da crise


Apesar da crise econômica, o comércio de Jales conseguiu atravessar 2015 sem muitos problemas, com a grande maioria das empresas mantendo estabilidade nas vendas. Mesmo algumas que no fim do ano venderam menos do que esperavam também fizeram uma avaliação positiva, pois tiveram um movimento normal nos outros meses. Essa situação ficou constatada durante reunião da diretoria da Associação Comercial e Industrial, na quarta-feira, 6 de janeiro, quando os participantes relataram informações colhidas em vários segmentos do comércio.  

O presidente da associação, Carlos Roberto Altimari (foto), explicou que no primeiro semestre as vendas vinham se mantendo e até crescendo em certos setores, mas a partir de julho os efeitos da crise começaram a ser sentidos e as vendas caíram. Mesmo assim, segundo Carlinhos, as empresas atingiram as suas metas, conseguindo superar o agravamento da situação no final do ano, em um período marcado por muita incerteza.

O trabalho realizado pela ACIJ, com a promoção "Carnatal, uma folia de prêmios", com o sorteio de um carro zero quilômetro e centenas de brindes nas seladinhas e a decoração das ruas e praças com apoio da Prefeitura, Câmara e Associação dos Artesãos, também contribuíram para amenizar os efeitos da crise. As famílias de Jales e da região, mais um vez, foram para a cidade e fizeram suas compras em um ambiente de muita luz e alegria que marcou o período das festas de fim de ano.

Uma das explicações para essa situação de estabilidade, segundo Carlinhos, é o fato de Jales ter um comércio regional formado em sua grande maioria por pequenas empresas que mantêm sempre suas receitas sob controle, o que contribuiu, inclusive, para a redução do desemprego, ao contrário do que acontece nos grandes centros.

Expectativas - O ano que passou foi marcado pela superação, mas não quer dizer que 2016 vai ser igual. Carlinhos explica que os empresários estão com muitas dúvidas e manifestando até um pouco de ansiedade pelo que está por vir, mesmo porque a crise não é só econômica, mas política e institucional, o que pode trazer consequências imprevisíveis na vida dos cidadãos.

Por outro lado, o presidente da ACIJ afirma que também existe uma expectativa de melhora, pois as crises sempre passam, mesmo com todas as previsões negativas. É claro que em situações de dificuldades existe sempre mais cautela por parte dos empresários e dos consumidores, mas o importante é continuar trabalhando, todos cumprindo com suas obrigações e contribuindo para com o desenvolvimento da cidade, como afirmou.

Promoção – A promoção deste final de ano, mais uma vez, foi um sucesso provocado principalmente pelas seladinhas. Carlinhos lembrou que nunca se vendeu tantos cupons no comércio de Jales, como em 2015. Foi realmente um festival de prêmios, pois teve empresas que deram um brinde para cada consumidor.

Para o final de 2016 já começa a ser providenciado um trabalho que deverá incluir mais uma grande promoção, com muitos prêmios para a população, junto com ampliação da decoração das ruas e praças da área central da cidade. Para isso, o apoio dos parceiros de 2015 deverá continuar, como espera o presidente da ACIJ.

Governador Alckmin libera mais de 1 milhão para municípios da microrregião de Jales


O prefeito Airton Saracuza, de Urânia, assinou no final do ano passado com o Governo do Estado de São Paulo, contrato para o repasse de R$ 220.423,90 para investimentos em obra de contenção de erosão do solo e assoreamento de corpo d`água e terraceamento agrícola no córrego do Fandango naquele município. Os recursos serão repassados através Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro).

Além de Urânia, assinaram contratos ainda com o Governo do Estados os município de Jales, que receberá recursos na ordem de R$ 290 mil para revestimento com geomembrana de PEAD (Poletileno de /Alta Densidade) do aterro sanitário de resíduos sólidos e domiciliares; Aparecida d`Oeste que para obra de prevenção e contenção de erosão receberá R$ 225.249,09; Nova Canaã Paulista que assinou contato no valor de R$ 156.800,00 para implantação de galerias; para atualização e complemento do Plano Diretor e controle de erosão urbana o município de Palmeira d`Oeste assinou contrato no valor de R$ 35.020,54; com o município de Santa Salete o Estado assinou contrato na ordem de R$ 51.225,33 para o Plano Municipal de Saneamento Básico; com Turmalina foi assinado contrato na ordem de R$ 91.566,37 para implantação de galerias pluviais, e com o município de Santa Albertina um contrato no valor de R$ 129.556,00 para elaboração do Plano de Gestão e recuperação de áreas ciliares. Foram liberados pelo Governo do Estado aos oito municípios da microrregião de Jales recursos na ordem de R$ 1.199.41,40

"Muito importante esses convênios porque eles descentralizam os recursos. Nós transferimos para o município, que está mais perto da população e pode executar melhor, gerando emprego na cidade e ativando a economia local", explicou o governador Geraldo Alckmin. "Serão criadas novas redes de água, reservatórios, tratamento e coleta de esgoto, galeria de água, canalizações, projetos executivos na área de saneamento e coleta de resíduos sólidos", complementou.

Matrículas abertas para especialização em instrumentação cirúrgica no IEP

 
Hoje o mercado de trabalho está mais competitivo do que nunca. Destacar-se em meio à multidão não é tarefa das mais fáceis e exige busca por qualificações. Para ser bem-sucedido é fundamental que o profissional tenha visão de futuro, alcance seus objetivos e supere as expectativas das empresas, demostrando estar bem preparado.

O crescimento da saúde nas especialidades vem sofrendo grandes transformações em função do avanço da medicina e da tecnologia. Um exemplo é a complexidade do bloco operatório inserido no ambiente hospitalar que justifica demanda por profissionais de enfermagem, sobretudo os especialistas em Instrumentação Cirúrgica. Diante desta realidade, o Instituto Educacional Profissionalizante de Jales –IEP, está com uma oportunidade imperdível para os técnicos em enfermagem e enfermeiros de Jales e região para darem continuidade em seus estudos e tornarem-se especialistas em Instrumentação Cirúrgica, considerando o aparato técnico, teórico e tecnológico com foco na segurança do paciente.

O curso terá início em fevereiro com duração de sete meses, aulas duas vezes por semana, com professores especialistas e altamente qualificados para preparar o profissional de enfermagem para atuar nas instituições de saúde como Instrumentador Cirúrgico. Sabe-se que o mercado de trabalho oferece muitas oportunidades nesta área, o que falta são profissionais especializados para a vaga.

Ao aluno que concluir com aprovação o curso, será conferido o certificado de Especialização Profissional Técnica em Instrumentação Cirúrgica, válido em todo o território nacional. Mais informações: 17-3622-5450

Editorial: A quem pertence

A presidente Dilma Rousseff tomou posse no seu segundo mandato, em 1° de janeiro de 2015, após uma apertada vitória eleitoral numa disputa de dois turnos com muita baixaria. A economia brasileira estava praticamente estagnada (o PIB cresceu apenas 0,1% em 2014). Os eleitores reivindicavam combate à corrupção e melhoria dos serviços públicos. Os analistas previam o segundo mandato presidencial cheio de problemas.

O ano de 2015 foi pior do que imaginavam. Notícias de corrupção e má gestão de recursos públicos abalaram o centro do poder. A inflação voltou a crescer, os juros subiram, o consumo caiu, o desemprego aumentou. Enfim, o Brasil em crise. Mas, alto lá! A crise não foi gerada pelas empresas (forçadas a reduzir suas atividades), pelos trabalhadores (demitidos sem justa causa) nem pelos consumidores (afetados pela corrosão do poder de compra).

A crise do país não é exatamente econômica, financeira, jurídica ou social. Acima de tudo, a crise é política. A política é que está em crise. A crise pertence aos políticos. O que castiga as demais atividades do país é efeito colateral da crise política. Para maior desventura, crise política pertence a todos os políticos do país, de cima a baixo.

Vejamos em Jales. Nice Mistilides (PTB) tomou posse na prefeitura, em 1°. de janeiro de 2013, com a tarefa de jogar uma pá de cal sobre os oito anos de administração de Humberto Parini (PT). Mas teve crise e cassação. Em 18 de fevereiro de 2015, o vice-prefeito Pedro Callado (PSDB) assumiu a prefeitura com ares de independência político-partidária. Nesta postura, incluiu apenas dois tucanos na sua assessoria em nível de município.

A independência político-partidária do prefeito Pedro Callado ignorou os aliados políticos dos nove partidos coligados que o apoiaram na campanha vitoriosa de 2012. O prefeito se aproximou de políticos que foram seus adversários no pleito em que se elegeu, acreditando que fazia uma união de forças para realizar um bom governo.

Na prática, a tese de independência político-partidária criou uma situação embaraçosa que hoje é sentida no ambiente político-administrativo. O governo estadual é PSDB; o de Jales também. Mas o PSDB não é um partido forte sozinho em Jales, apesar das demonstrações de apoio ao prefeito por parte de diversos cidadãos e empresários. O prefeito fez bem, isto sim, foi evitar o fisiologismo político-partidário, uma péssima tradição política.

Ao tomar posse, Pedro Callado falou sobre austeridade nos gastos, mas não propôs medidas administrativas eficientes. A queda de receitas já batia às portas da prefeitura. O aperto financeiro piorou e o crédito para comprar de empresas privadas encurtou. O prefeito, logo de início, deveria ter nomeado todos os secretários para dar início a uma administração rigorosa. E reunir colaboradores de diversos partidos – com trânsito livre em vários órgãos de governo – com o objetivo de trazer soluções para município. Mas alegou falta de dinheiro para compor todo o secretariado e não aglutinou forças políticas.

As notícias vindas dos escalões superiores da política nacional ainda são ruins. Para este ano de 2016 é previsto um avanço da crise. Os governadores reclamam. Os prefeitos adiam obras nas cidades e assistem à degradação do asfalto das vias públicas pelas fortes chuvas. Este quadro de aparente abandono – que também acontece em Jales – causa insatisfação popular e pode perturbar as eleições municipais deste ano.

O prefeito Pedro Callado tem 12 meses de trabalho pela frente. Ele foi eleito para agir em favor do município e não pode dar razão a comentários negativos, como os que insinuam que ele perdeu a autoridade político-administrativa. Ainda que ele não se preocupe com seu futuro político (que pode ser curto), tem o dever de conduzir bem o município até o fim de 2016.

A crise política vai ser solucionada pelos políticos. Acreditar que os políticos vão quebrar o país é pura ilusão. Além disso, as pessoas e famílias não podem entrar o Ano Novo em clima de desesperança. Pensem bem: esta crise pertence aos políticos. Ela não prejudica todo mundo igualmente nem anula os esforços de quem quer se livrar dela. Programem um ótimo 2016: estudar, ler mais, aprender coisas novas, meditar, conversar, abraçar, consumir menos água e energia, cortar gastos supérfluos, poupar.

A Folha Noroeste deseja a todos um Feliz Ano Novo, com saúde, paz e muitas alegrias.

Palavras de Chico Xavier

 
Quem combate a caridade, rotulando-a de alienante, ignora que está cooperando para que o mal amplie o seu espaço; a prática do bem aos necessitados nunca deve ser interpretada como um fator de alienação social... Este é um dos piores sofismas que tenho visto ser empregado por aqueles que se opõem ao trabalho de assistência do Espiritismo.
E defesa de seus interesses religiosos e políticos, lançam-se contra os alicerces que sustentaram o Cristianismo nos primeiros tempos – o socorro incondicional aos filhos do Calvário...
Texto extraído do livro Evangelho de Chico Xavier
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da  "Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.


Baratas ocasionam desconforto no Velório Municipal de Jales

 
Velório Municipal "Aparecido Siqueira Leite"
passou por reforma e ampliação
foto/sitedaprefeitura de jales/reprodução

O repórter Osmar Pereira de Rezende, da Rádio Nova Cultura, relatou em seu noticiário da quarta-feira, 6 de janeiro, que durante uma vigília no Velório Municipal Aparecido Siqueira Leite, ocorrido na madrugada daquele dia, um número considerável de baratas apareceu deixando as pessoas que ali se encontravam descontentes e até com nojo dos insetos andando e sobrevoando por vários lugares.

Segundo relato dos presentes na cozinha, os copos que iam ser utilizados para servir café durante a vígilia, as baratas tomaram conta do local e outras surgiram pelas paredes de uma forma um tanto quanto inusitada.

Além de ocasionar nojo às pessoas, durante as conversas foi lembrado que o prédio passou por uma reforma muita criticada e considerada não satisfatória, que obrigou a própria prefeitura a realizar diversos complementos,

Os presentes comentaram ainda que "os gatos que vivem no cemitério, alguns estão doentes e cachorros ali são deixados por pessoas que não têm o mínimo de respeito pela vida, e que estão preocupadas com possíveis doenças transmitidas pelos dois animais".

A expectativa é de que a Prefeitura de Jales venha a realizar dedetização periódica no Velório Municipal para impedir a presença de outros insetos no local e se reproduzam, evitando possível transmissão de doenças àqueles que ocasionalmente vão ao local para vígilia de despedida de um parente ou amigo que faleceu.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Voluntários fazem a diferença durante incêndio na Santa Casa


A ordem no caos. Mesmo envoltos por um turbilhão de acontecimentos, voluntários arregaçaram as mangas e fizeram a diferença.

Sábado, 2 de janeiro de 2016. Esse seria mais um final de semana como outro qualquer no Hospital de Ensino Santa Casa de Fernandópolis. O que ninguém esperava é que esta data seria como uma prova de fogo para a equipe e pacientes. Uma sala do hospital pegou fogo e diversos setores do hospital foram tomados pela fumaça. Apesar do caos gerado pelo incêndio, um sentimento ficou bem nítido: a solidariedade.
Diversos voluntários deixaram suas casas para auxiliar no combate ao fogo, ou para socorrer os pacientes que estavam nas áreas próximas ao foco do incêndio. Dentre essas pessoas, estava o repórter Wellington Rodrigo Kouti Moreira, 32 anos. Ele estava no Pronto Socorro, acompanhando uma ocorrência
policial, quando começou a movimentação dos funcionários alertando sobre oincêndio.
“Como aquela noite estava meio tumultuada no Pronto Socorro, quando um funcionário disse ‘está pegando fogo’, achei que era uma brincadeira, foi aí que vi a fumaça subindo, então peguei uma máscara e fui ajudar. Naquele momento, mesmo estando a trabalho, eu deixei minha câmera de lado e só pensei nos pacientes. Eram vidas que estavam em risco e precisávamos tirar
eles de lá”, lembra o repórter.
O fogo teve início por volta das 21h30, na sala onde são digitalizados e impressos os exames de Raios-X. O local fica no final de um corredor que dá acesso a outras salas e setores do hospital. Assim que os colaboradores da Santa Casa perceberam o incêndio, o Corpo de Bombeiros foi acionado.
Com ajuda de extintores, alguns funcionários tentaram apagar o fogo, mas não tiveram sucesso, já que as chamas se alastraram rapidamente. Em pouco menos de 20 minutos, os bombeiros já haviam chegado à Santa Casa e a notícia já se espalhava entre a população.
Vários colaboradores, que estavam de folga, ficaram sabendo do incêndio por meio das redes sociais e fizeram como o técnico de radiologia José Ricardo Passerini, 35 anos, que não pensou duas vezes para ajudar os colegas de trabalho.
“Trabalho aqui há 20 anos. Tudo o que eu tenho, tudo o que eu consegui, foi graças à Santa Casa. Na hora que fiquei sabendo do incêndio, e ainda por cima no setor que eu trabalho, fui correndo pro hospital. Eu tenho muito carinho pelo hospital e pelos companheiros que tenho. Só queria chegar e ajudar da melhor maneira”, relatou Passerini, que há 11 anos trabalha no setor incendiado.
Outro voluntário foi o médico André Fraga Rueda, 24 anos, que se formou em medicina no ano passado, e fez a maior parte de seu estágio na Santa Casa.
Ele e sua namorada ficaram sabendo do incêndio por amigos e decidiram prestar auxílio, pois sabem das necessidades que podem surgir em um momento como esse.
“Na hora, pensamos em ir ver como estava a situação, se precisariam de algum apoio para realizar a transferência de pacientes para outras cidades e até prestar socorro. Eu nasci na Santa Casa, estudei aqui e o hospital é muito importante para toda a nossa cidade e região. Eu não poderia ficar em casa, então vim e ajudei no que foi possível”, explicou o médico
Pouco a pouco, um mutirão de voluntários se formou. Com essa ajuda, sete pacientes da Unidade de Terapia Intensiva, os pacientes que passavam por atendimento no Pronto Socorro e quatro pacientes da pediatria foram rapidamente transferidos, à salvos, para setores do hospital longe das chamas e da fumaça.
Naquele dia, ficou provado que a união faz a força. Em questão de minutos, um novo Pronto Socorro improvisado já estava funcionando nas dependências do Instituto Avançado do Coração (IACor), que faz parte do conglomerado da Santa Casa.
Despois que o fogo foi controlado e toda a operação de realocação concluída é que os voluntários puderam compreender, de fato, o que aconteceu. “Depois que o desespero de salvar os pacientes, salvar os equipamentos passou é que fui parar pra pensar no que estava acontecendo. Me marcou olhar para nossos colegas da Santa Casa e ver a tristeza de cada um”, relatou José Ricardo.
Apesar das marcas na parede, causadas pela fuligem, o que ficará marcado para sempre serão as pessoas que deixaram de lado seus problemas e tiveram fé de que juntas poderiam fazer a diferença. “Como eu, outras pessoas sentem que a Santa Casa é nossa segunda casa. Nós passamos por uma dificuldade financeira muito grande, mas continuamos acreditando, temos esperança de que podemos fazer um futuro melhor”, finalizou o técnico de radiologia.
“Mesmo em momentos como esse, podemos extrair algo de bom. Pudemos constatar que não estamos sós nessa luta e que existem muitas pessoas de bem que amam a Santa Casa. Não há palavras ou algo que possa demonstrar nossa gratidão a todos aqueles que atenderam ao sinal de socorro da Santa Casa: colaboradores, médicos, alunos de cursos de saúde, voluntários, acompanhantes de pacientes, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Civil, Secretaria Municipal de Saúde, SAMU e toda a nossa população”, agradeceu a provedora, Dra. Sandra Regina de Godoy.