Páginas

sábado, 26 de setembro de 2015

Governador Geraldo Alckmin firma primeiras parcerias do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito






Prefeituras deverão apresentar projetos relacionados à segurança viária a fim de reduzir vítimas de acidentes. Os protocolos de intenções com os municípios de Catanduva, Fernandópolis e São José do Rio Preto foram assinados neste sábado, 26 de setembro
O governador Geraldo Alckmin e a diretora vice-presidente do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP), Neiva Aparecida Doretto, firmaram neste sábado, 26 de setembro, as primeiras parcerias do programa Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, com os municípios de Catanduva, Fernandópolis e São José do Rio Preto.
Durante o evento, sediado em Rio Preto, foram assinados os protocolos de intenções para o desenvolvimento conjunto de políticas públicas de segurança viária, como campanhas educativas, melhorias na gestão do trânsito e na sinalização, implantação de ciclovias, entre outras ações. O intuito é reduzir o número de acidentes e mortes no trânsito.
No total, o Governo do Estado repassará R$ 10,5 milhões a municípios do interior. Um dos critérios para a escolha dos locais é o número médio de óbitos por habitante entre 2011 e 2013, com base em dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus), do Ministério da Saúde, e da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade).
A verba para a execução das atividades será destinada às administrações municipais somente após a análise e aprovação de cada projeto pelo comitê gestor do programa, composto por nove órgãos do governo estadual, entre eles o Detran.SP. As propostas de ações das três prefeituras com as quais foram assinados os protocolos de intenções neste sábado serão avaliadas.
"Vamos terminar a obra do fórum e assinamos o protocolo do Detran Rio Preto, Fernandópolis e Catanduva para receber os projetos das prefeituras e reduzir os acidentes de trânsito. Também assinamos o convênio do FID para a bacia do Rio Preto, vamos limpar e desassorear o rio, retirar as ilhas de sujeira e recompor as matas ciliares. Um belíssimo programa de recuperação ambiental e recomposição de mata ciliar", ressaltou o governador.
O governado visitou também as obras da Santa Casa da Misericórdia na região que está recebendo ampliação de 40% em sua estrutura.
"Serão mais 126 leitos de enfermaria, apartamentos de 2 leitos cada um, 40 leitos de UTI. Nós já tínhamos liberado 2 milhões e estamos liberando mais 2 milhões para a obra que já está adiantada. Também resolvemos o problema do terreno, trocamos um terreno do ITA extremamente valorizado para o hospital de base, resolvemos um problema antigo e trouxemos sustentabilidade para a Santa Casa", afirma Alckmin.
Além do repasse de recursos para projetos municipais de segurança viária, caberá ao Detran.SP contribuir com o Movimento na implantação de um programa de educação para o trânsito no currículo escolar da rede estadual, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, no desenvolvimento de um sistema de geolocalização de acidentes junto com o Corpo de Bombeiros e na intensificação das blitze integradas do Programa Direção Segura para prevenção e repressão de embriaguez ao volante.
“Somente com o envolvimento de toda a sociedade é possível mudar o violento cenário que temos hoje no trânsito e reduzir o número de acidentes e mortes nas vias. É fundamental que todos tenham consciência de seu papel e utilizem o espaço viário com responsabilidade e prudência”, ressaltou Neiva Doretto.
Movimento Paulista de Segurança no Trânsito
Todas essas iniciativas fazem parte do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, lançado em 20 de agosto pelo governador Geraldo Alckmin. O objetivo do programa é reduzir pela metade as vítimas fatais de trânsito até 2020, com base em fundamentos estratégicos da Organização das Nações Unidas (ONU), por meio da integração dos trabalhos das instituições que compartilham as responsabilidades do tema e do envolvimento da sociedade civil.
Deverá ser elaborado ainda um banco de dados de acidentes de trânsito que reunirá informações de diversas instituições, entre elas: secretarias de Saúde, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Estadual e Federal, Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) e órgãos de trânsito municipais. Por meio dos indicadores, será possível ter um diagnóstico mais preciso das causas de acidentes e estabelecer ações eficazes de prevenção.
Entre outros parceiros, o programa já conta com o apoio de entidades representativas, como a Companhia de Bebidas das Américas (Ambev), a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e o Centro de Liderança Pública (CLP).
Estão previstas também a ampliação do Grupo de Resgates e Atenção às Urgências e Emergências (Grau), a “tropa de elite” do resgate médico em São Paulo, e a implantação do primeiro Centro de Trauma do Estado, na capital, entre outras ações. (fotos/crédito Eduardo Saraiva).

FOLHAGERAL

da redação

Uma administração,


onde dois assessores são responsáveis por cinco secretarias municipais sob a égide da economia de gastos e o gestor lamenta que possa vir a ser o pior prefeito da história do município – por não ter dinheiro suficiente para atender aos reclames da população –, não pode mesmo dar certo. Falta cabeça fria, falta pensar alternativas.

Não é a primeira
vez que uma prefeitura passa por crise financeira. Pior foi nos casos em que a crise da prefeitura veio acompanhada de empobrecimento da economia do município e fuga de boa parte da população para outras regiões. Mas as prefeituras não cerraram as portas.

Na entrevista
gravada à Rádio Antena 102 FM, que foi ao ar nesta quinta-feira (24 de setembro), o prefeito Pedro Callado (PSDB) abriu o coração e botou a boca no trombone. Mostrou ser inteligente e correto. Porém, revelou ser um político imaturo e um administrador público incompetente, diante dos questionáveis padrões vigentes.

Pedro Callado

declarou que não acredita na atual política partidária e nos partidos políticos (inclusive no seu PSDB). Citou nomes de políticos de outros partidos do município, que estariam mais preparados para reivindicar verbas junto aos órgãos governamentais superiores.

A verdade
é que, para ser um bom político neste país, é preciso ter qualidades excepcionais e longa experiência. Ou, ao contrário, ser ignorante, mentiroso e boçal. Infelizmente, qualquer cidadão pode comprovar isto dentro de sua casa, vendo televisão.

Mesmo estando
nas redes sociais, as filiações partidárias patrocinadas pelo PSDB jalesense não tiveram o impacto político que os tucanos desejavam. A maior expectativa de filiação, cantada em verso e prosa até para ser vice de Callado em 2016, segundo a parlamentar Analice Fernandes, acabou não acontecendo. Seria de Antonio Rodrigues da Grela Filho, o Dalua.

Em resposta
a um e-mail nesta terça-feira (23 de setembro), enviado por esta coluna para saber se ele se filiaria a algum partido político, Rodrigues da Grela disse que primeiro precisa definir sua situação profissional (sua aposentadoria). E "não sei ainda se vou para a política".

Quem tem 
mostrado um largo sorriso, mas não de descaso, é a ex-prefeita Nice Mistilides. Os últimos acontecimentos, em relação à administração municipal, fez desaparecer de cena aqueles que fizeram plantão no plenário do Legislativo, quando da fatídica sessão que culminou com a cassação do seu mandato. Aliás, ela continua a luta nos tribunais para retornar ao cargo, fato em que até seus mais otimistas correligionários pouco acreditam.

O PSDB jalesense
navega em águas turvas e pode cair no descrédito político, depois do anúncio feito pela deputada tucana Analice Fernandes (que aqui teve mais de 10 mil votos), da vinda do governador Geraldo Alckmin a Jales.

Nesta quinta-feira
(24 de setembro), uma fonte informou a esta coluna que o governador Geraldo Alckmin viria a Mira Estrela – e não a Estrela D´Oeste, como se ventilou – e a Santa Salete. Mas no mesmo dia a visita do governador tucano às duas cidades havia sido cancelada. O que está acontecendo, que estão passando ao redor de Jales?

Recentemente,
o TSE carimbou que os detentores dos cargos de Presidente, Governador, Prefeito e Senador são donos dos seus votos e não o partido. Por que não, o eleitor escolher o vice de sua preferência? Aí sim, se o titular se afastar, assume o segundo mais votado, no caso o vice eleito.

O presidente
do Diretório Municipal do PMDB em Jales, José Devanir Rodrigues (Garça), enfatizou que não procedem os comentários que Marynilda Cavenaghi (829 votos para o Legislativo em 2012) deixaria o partido para filiar-se ao PSDB.
Foi protocolado
e procedido à leitura na Sessão Ordinária da noite de segunda-feira (10 de agosto) um requerimento de autoria dos vereadores Luís Fernando Rosalino, Rivail Rodrigues Junior, Pérola Maria Fonseca Cardoso, Jesus Martins Batista, Gilberto Alexandre de Moraes e Claudir Aranda da Silva, solicitando a instauração de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI).

A CEI visa
apurar eventual omissão do prefeito Pedro Callado na apuração de uma possível agressão física praticada pelo servidor público municipal Ricardo Augusto Cunha Junqueira contra Lauro Gonçalves Leite de Figueiredo, deficiente físico e aposentado por invalidez, em frente ao Paço Municipal, em horário de expediente, por razões que envolvem assuntos da municipalidade. Mas isto não é um caso de polícia?

Por outro lado,
também foi lida a representação protocolada pelo servidor público municipal Ricardo Augusto Cunha Junqueira, junto ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, contra o vereador Gilberto Alexandre de Moraes (DEM), que em discurso na tribuna teria ofendido a honra do servidor municipal. Quem disse que a democracia não funciona?

Os vereadores
deveriam abrir uma CEI para apurar o porquê da "Lei dos Panfletos" de autoria do petista Luiz Fernando Rosalino (aprovada por unanimidade) e da "Lei do Apito do Trem" de autoria de Gilberto Alexandre de Moraes não entrarem em vigor. Não eram prá valer?

Provavelmente,
até o final deste ano legislativo, os vereadores vão votar o Ato do Tribunal de Contas do Estado que emitiu parecer desfavorável às contas do então prefeito Humberto Parini e seu vice Clóvis Viola, referente ao exercício de 2012.

Segundo
os analistas do botequim da vila, o parecer poderá ter votos contrários dos vereadores petistas, mas a maioria ficará com o parecer do TCE. Um vereador, que não havia lido o relatório, afirmou que iria fazê-lo e votar pelo parecer do TCE.

Clóvis Viola
estaria se filiando ao PV para disputar o pleito de 2016. Terá que acender muitas velas pros santos, pedindo que o Parecer do TCE não passe no Legislativo. Riva Rodrigues, que sondou uma vaga no PMDB, estaria embarcando no PSB. Por enquanto, o PMDB não terá filiado aglutinadores de votos.

Palavras de Chico Xavier

 
A arrogância é um prato cheio para os espíritos das trevas...
A criatura arrogante está a um passo de cometer qualquer desatino.
Um minuto de invigilância pode significar séculos de luta...
A prece e a humildade são vacinas contra a loucura, os estados de desequilíbrio que dão sanatório, cadeia, suicídio...
Quem não ora e não tem a preocupação do bem aos semelhantes, fica à mercê dessas forças incontroláveis, dessas forças dispersas do mal, que, infelizmente, ainda fazem tantas vítimas.

Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
"Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.



Advertência

por Reginaldo Villazón
Este ano, mais um toque de advertência soou para chamar a atenção de todos para um perigo de consequências trágicas no mundo. As pessoas responsáveis pela advertência são cientistas confiáveis. E o perigo anunciado pode estar rondando a vida onde menos se espera. Por isto, o assunto deve entrar no rol das prioridades.

O grupo de cientistas da Universidade da Califórnia na cidade de Irvine (UCI) liderou um amplo estudo de dados coletados (de 2003 a 2013) por dois satélites artificiais GRACE (Gravity Recovery and Climate Experiment) da NASA. O objetivo foi conhecer as variações dos estoques de água subterrânea em grandes reservas hídricas do planeta.

Nos aquíferos, a água armazenada nas camadas internas do solo é retirada através de poços para consumo humano, industrial e agropecuário. Sua reposição é obrigatória pelas águas superficiais fornecidas pelas chuvas. Quando o consumo acontece em quantidade maior do que a reposição, o aquífero vai baixando o volume de água disponível.

Embora os estudos sejam preliminares, foi possível detectar que – dos 37 grandes aquíferos analisados – 21 deles (57% dos 37) ultrapassaram o ponto de sustentabilidade, ou seja, suas águas estão sendo mais consumidas do que repostas. Dos 21 aquíferos nessa situação, 13 deles (35% dos 37) estão sendo consumidos mais rapidamente. Isto indica que parte expressiva da população da Terra está consumindo água subterrânea sem saber até quando ela vai existir nem como será possível encontrar novas fontes.

O estudo mostra aquíferos importantes para milhões de pessoas, sofrendo esgotamento nas regiões árabe, indiana, africana e norte-americana. No Brasil, os aquíferos da Bacia Amazônica e da Bacia do Pará-Maranhão permanecem inteiros. Mas o Aquífero Guarani (sob Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina) já começa a dar sinais de rebaixamento. O que não está no estudo, mas é sabido, é que no Brasil várias regiões já secaram e seus rios morreram. Além disso, aqui as águas subterrâneas são contaminadas por agrotóxicos, lixões e esgotos.

O que poderá acontecer em regiões densamente povoadas, privadas de bons políticos e desprovidas de bons recursos públicos, vendo a água minguar nos poços de abastecimento, sem ter como resolver o problema de escassez de água? Sem dúvida, haverá levas de retirantes do desabastecimento, em retirada sem rumo certo.

A questão não pode ser colocada apenas nas mãos das elites políticas e econômicas. Ela pertence a todos, em todos os lugares do planeta. Não há uma providência única, mas todas as providências que beneficiem o meio ambiente. Até a redução das desigualdades entre ricos e pobres será necessária para eliminar os desperdícios e as devastações. Hoje, muita gente nem suspeita que as marchas de migrantes desesperados possam virar rotina no mundo.

Cras de Urânia comemora Dia da Árvore com plantação de mudas



A equipe do Centro de Referência da Assistência Social - Cras de Urânia, juntamente com Projeto Sonho Meu, a Vereadora e Primeira-Dama Marinete Munhoz Borges Saracuza, o Secretário Municipal do Meio Ambiente Rubens Nishi, a Prefeitura Municipal e a Sabesp, realizou nesta segunda - feira, dia 21 de setembro, o dia da Árvore dentro do Município, onde plantamos mudas de árvores e entregamos perante a população sementes para que as pessoas possam se conscientizar a cada instante que dependemos do ar que nós respiramos, por isso buscando uma qualidade melhor para nosso município, gerando uma forma de solidarizar este vínculo cada dia com o ser humano.
E assim finalizamos com a seguinte frase em um mundo imediatista em que permanecemos:
"Alguém está sentado na sombra de hoje, porque alguém plantou uma árvore há muito tempo, regou e cuidou para que ela tivesse a formosura de nós favorecer com suas belas folhas". (CRAS de Urânia)

*"Festa do Cachorro Quente"*.

A ONG Amigo Bicho de Jales promove na próxima quarta-feira, dia 30, a tradicional *"Festa do Cachorro Quente"*. O evento visa arrecadar fundos para a manutenção das ações que a entidade realiza como: o atendimento médico veterinário de animais; compra de rações e medicamentos; dentre outros. Atualmente a ONG atende (não exclusivamente), cerca de 400 animais que estão em diversos lares temporários de protetoras. A entrega dos cachorros quentes para aqueles que compraram as fichas deste mês de setembro, acontece no Pavilhão do Artesanato, no Comboio, das 18h às 21h. No dia do evento, também, será vendida uma quantidade determinada de cachorro quente pelo preço unitário de R$ 5,00.

Inaugurada a piscina aquecida do CCI de Urânia





1- Henrique Messias, vice-prefeito Christiano Neto, , assessores José Carlos e Mirim, prefeito Saracuza, primeira-dama Marinete, vereador Donizeti Mussato, José Freitas, prefeito Zeca Melo, presidente da Câmara Fião e Ivalderis Molina na inauguração da piscina de água aquecida no CCI de Urânia
2 - Primeira-dama Marinete Saracuza com os integrantes da Terceira Idade
3 - Marcio Arjol, Analice Ferandnes, prefeito Saracuza , Marinete Saracuza e Andrea Arjol
4 - Prefeito Airton Saracuza e a deputada Analice Fernandes
 
 
Com a presença da deputada estadual Analice Fernandes (PSDB), ao lado do prefeito municipal Airton Saracuza e a primeira-dama Marinete Saracuza, e o presidente da Câmara Municipal de Urânia Odair Bezerra Dias (Fião) e o vice-prefeito Vicente Christiano Neto, foi inaugurada a piscina de água aquecida no Centro de Convivência do Idoso - CCI de Urânia.
A inauguração da piscina de água aquecida coberta deu-se na noite de sexta-feira, 18 de setembro, e contou com a presença de várias pessoas da terceira idade que foram prestigiar o evento. 
O prefeito Airton Saracuza disse que as pessoas da terceira idade são merecedoras desse benefício e muito mais porque sempre participaram a evolução de Urânia e sua história "e continuam contribuindo com o nosso desenvolvimento ao dar exemplo de cidadania e respeito". O CCI de Urânia é muito importante por permitir a interação saudável entre as pessoas da terceira idade.
Os recursos para construção da piscina de água aquecida e a sua cobertura foram provenientes de uma emenda parlamentar da deputada Analice Fernandes.
Marcaram presença na inauguração, os vereadores uranienses Donizeti Mussato, Márcio Arjol, Marcos Alexandre de Oliveira, Tomaz Coronado Sanches, como também prestigiaram o evento, o prefeito Ivaldéris Molina, de Santa Salete, Zeca de Melo de Santana da Ponte Pensa e o vereador Beto do Posto.

Sobreviver com decência

*José Renato Nalini

Crise como a ora enfrentada é muito mais séria do que se imagina. Tenho reafirmado que "ainda não caiu a ficha" para muita gente que se ilude e tenta se enganar, dizendo que este ano é igual a tantos outros. Não é. A gravidade é intensa e crescente. Quem tiver juízo se preparará porque a coisa ainda vai piorar.
Algo que as pessoas podem fazer para sobreviver com decência é recuperar habilidades e talentos e cuidar de reforçar o orçamento. O artesanato, que para alguns é hobby, pode se tornar um instrumento de recuperação do poder aquisitivo das famílias. Os jovens mais criativos não se deixam iludir e partem para a luta. Mas há pessoas idosas também capazes de exercer seus talentos e, com isso, propiciar ingressos para a economia doméstica debilitada pela contínua alta dos preços.
Cooperativas podem ser formadas para organizar o trabalho e precificar a produção, pois um mínimo de formalidade é essencial. Existe o SEBRAE, uma das poucas boas coisas da República, apoio para microempreendedores que, formalizados, ganham – em média – três vezes mais do que os informais.
Há experiências exitosas de mulheres que bordam quadros com motivos escolhidos por elas ou por encomenda. O grupo dá lucro, mas ainda é considerado uma espécie de terapia por algumas de suas integrantes. O mesmo pode ser feito em termos de crochê, tricô, corte e costura e outros trabalhos manuais.
O universo da gastronomia é outro que pode socorrer o déficit do lar. Quem domina a arte de fazer salgados ou doces, pode até dobrar o ingresso de recursos em sua casa. Confeccionar brinquedos, por exemplo bonecas de pano, pode ser lucrativo. Assim como o cultivo de plantas ornamentais ou a confecção de mudas de árvores.
Um espaço que está a reclamar protagonismo é o do cuidador. Muitas pessoas precisam de cuidadores preparados. Não é fácil encontrar quem se disponha a permanecer ao lado de uma pessoa desconhecida, zelando para que nada de mal aconteça a ela e se responsabilizando por seu bem-estar.
Em fases críticas, assim como aquela que estamos hoje enfrentando, cumpre resgatar velhas práticas e habilidades, assim como a encadernação. Há um grande mercado para aquilo que se faz em âmbito restrito, em caráter amadoristico, mas que pode se tornar uma verdadeira arma de sobrevivência num período de carências, restrições e contingenciamentos.
Demos asas à imaginação e ousemos, para que possamos superar a crise e, ao mesmo tempo, nos distrair com o trabalho. Atividade que é um verdadeiro prazer para quem o encara com amor.  
*José Renato Nalini é presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo

Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli, Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
ANDERSON BOMFIM DA SILVA e JAINE RIBEIRO DA SILVA. ELE, natural de Palmeira D’Oeste, deste Estado, nascido aos 30 de novembro de 1.990, açougueiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Milton Messias da Silva e de Iraci Ferreira Bomfim da Silva. ELA, natural de Pereira Barreto, deste Estado, nascida aos 28 de abril de 1.993, do lar, solteira, residente e domiciliada em Pereira Barreto, deste Estado, filha de José Francisco Rodrigues da Silva e de Rosa Maria Ribeiro. Cópia recebida do Oficial de Registro Civil de Pereira Barreto – SP, onde processa a habilitação.
JAMES MURILO DOS SANTOS e PAULA VIDAL LIMA. ELE, natural de Palmeira D’Oeste, deste Estado, nascido aos 06 de fevereiro de 1.981, funcionário público estadual, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de João dos Santos de Vera Lucia Graminholi dos Santos. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 07 de outubro de 1.986, técnica em radiologia, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Reginaldo Borges Lima e de Luzia Vidal Lima.
ALEXANDRE ROGERIO DEFACIO e MARIA SELMA SALES SANTOS. ELE, natural de São José dos Quatro Marcos, Estado de Mato Grosso, nascido aos 31 de janeiro de 1.977, motorista, viúvo, residente e domiciliado em Fernandópolis, deste Estado, filho de Sebastião Silverio Defacio e de Sonia Maria Reverso Defacio. ELA, natural de Araripina, Estado de Pernambuco, nascida aos 11 de maio de 1.983, secretária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Antonio Ivo dos Santos e de Maria Lusinete de Sales Santos. Cópia para ser afixada no Oficial de Registro Civil de Fernandópolis – SP, onde reside o contraente.
JOÃO APOLINÁRIO DA SILVA e NEIVA RODRIGUES. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 04 de abril de 1.961, ajudante gerais, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Apolinário da Silva e de Maria Gouveia da Silva. ELA, natural de Paranapuã, deste Estado, nascida aos 29 de dezembro de 1.968, faxineira, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Helio Rodrigues e de Ignez Gomes Rodrigues.
DOUGLAS GONÇALVES BERÇANETTI e ELIANA PALATA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 11 de julho de 1.977, agente funerário, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Luiz Berçanetti e de Reinalda Gonçalves Berçanetti. ELA, natural de São Paulo – Vila Prudente, deste Estado, nascida aos 15 de agosto de 1.972, secretária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de João Aparecido Palata e de Hilda de Souza Palata.
ÉMERSON SHUMISKI DA SILVA e MARIANA SOUZA PAZ LANDIM. ELE, natural de São Paulo, deste Estado, nascido aos 03 de junho de 1.984, professor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Edmilson Alves da Silva e de Tamar Naline Shumiski da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 05 de dezembro de 1.988, veterinária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Wagner Paz Landim e de Márcia Valeria de Souza Carvalho Paz Landim.
WILIAN FERNANDO BERTI e CRISLAINE LUISA DA SILVA. ELE, natural de Araraquara, deste Estado, nascido aos 19 de julho de 1.991, mecânico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Fernando Fagundes Berti e de Patricia Valéria da Silva Berti. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 26 de outubro de 1.993, vendedora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Donizeth Rosendo Manoel da Silva e de Inês Luís da Silva.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina


Tão longe e tão perto

D. Demétrio Valentini

Por brincadeira que não deixa de ter sentido, os mexicanos costumam descrever o que seria o seu máximo infortúnio: "estar tão longe de Deus, e tão perto dos Estados Unidos". Seria o cúmulo da desgraça!
Os cubanos poderiam fazer uma constatação semelhante. A ilha de Cuba está tão próxima dos Estados Unidos. Mas entre os dois países se cavou uma fossa tão grande, que agora dá vertigem só imaginar que é possível transpô-la.
Não se trata de distância física, que de fato poderia ser transposta por barcos muito mais seguros do que as precárias embarcações que tentam atravessar o Mediterrâneo rumo à Europa.
Trata-se de outra distância. Aquela criada pela revolução cubana de 1959, sob a liderança de Fidel Castro, e pela progressiva implantação do regime socialista, apoiado pela antiga União Soviética, fazendo de Cuba o símbolo do confronto aberto entre duas ideologias, que tentavam se anular mutuamente, para se imporem como caminho único de regulação da vida e da sociedade humana.
Em vista deste longo confronto entre duas ideologias, forjado pelo relacionamento hostil entre Estados Unidos e Cuba, quem mais se sentia vulnerável era Cuba. O povo cubano precisava, obstinadamente, defender suas posições. Na sua luta para preservar a identidade cultural e política, era crucial viabilizar sua economia, ainda mais em decorrência do embargo econômico imposto pelos Estados Unidos. A economia é sempre o calcanhar de Aquiles de todo regime político livre e autônomo.
O povo cubano foi criando mecanismos de resistência, ante a permanente tentativa dos Estados Unidos, de inviabilizar o seu caminho, para fazer do fracasso econômico de Cuba a demonstração cabal da falência da ideologia que pretendia inspirar e concretizar um caminho alternativo ao liberalismo econômico, professado pelos Estados Unidos e proposto ao mundo com sendo único e definitivo. 
Em princípio, pelo reatamento das relações diplomáticas e pelo término do embargo econômico, estariam excluídas da agenda as preocupações ideológicas, cessando as hostilidades que marcaram tão fortemente as relações entre os dois países.
Terminado o clima de hostilidades, se apresentam algumas constatações evidentes, relativas a conquistas sociais longamente buscadas pelo povo e pelo governo cubano.
Trata-se de indiscutíveis valores, sobretudo ligados à educação, e à saúde. Sem desconhecer outras conquistas do povo cubano, seu sucesso na educação, e no sistema público de saúde precisa ser devidamente reconhecido.
Ao mesmo tempo, agora se apresentam, sem dúvida, novos desafios, especialmente de ordem política e econômica.
A prática da democracia permite soluções bem diferenciadas, dependendo da situação de cada país. Mas a pluralidade partidária, sem dúvida, é requisito indispensável para o exercício de uma verdadeira democracia. Todo esforço neste sentido, merece ser apoiado. Sempre fazem bem os ambientes mais arejados de convivência política na diversidade de propostas e de planos concretos de operacionalização dos ideais políticos de uma nação.
Também merecem apoio, certamente, todas as iniciativas de acolher e integrar na prática econômica, atividades que podem somar, na busca de um verdadeiro desenvolvimento econômico e social.
Cuba, com o testemunho de seus heróis, e com o apoio da comunidade internacional, saberá apressar o processo de sua plena reintegração no convívio político e econômico das nações.

Urânia realiza Operação Limpeza contra a Dengue





A Prefeitura de Urânia através da Vigilância Epidemiológica e Controle de Vetores da Secretária Municipal de Saúde, realizaram durante o período de 14 a 25 de setembro, a Operação Limpeza Contra a Dengue, com o objetivo de incentivar a população em colaborar com a limpeza das residências, onde o foco principal é a eliminação de criadouros do Aedes aegypti e o combate a Dengue e orientar a população sobre os sinais e sintomas da doença.

Vale lembrar a continuidade de manter os quintais limpos, evitando assim a proliferação dos mosquitos transmissores da Dengue (evitando acumulo de água). Cada um de nós podemos contribuir para combater essas doenças. Então, a dica é manter recipientes, como caixas d’água, barris, tambores tanques e cisternas, devidamente fechados. E não deixar água parada em locais como: vidros, potes, pratos e vasos de plantas ou flores, garrafas, latas, pneus, panelas, calhas de telhados, bandejas, bacias, drenos de escoamento, canaletas, blocos de cimento, urnas de cemitério, folhas de plantas, tocos e bambus, buracos de árvores, além de outros locais em que a água da chuva é coletada ou armazenada.

É bom lembrar que o ovo do mosquito da dengue pode sobreviver até 450 dias, mesmo se o local onde foi depositado o ovo estiver seco. Caso a área receba água novamente, o ovo ficará ativo e pode atingir a fase adulta em um espaço de tempo entre 2 e 3 dias. Por isso é importante eliminar água e lavar os recipientes com água e sabão.

A dengue é uma doença infecciosa febril aguda causada por um vírus através do mosquito Aedes aegypti. Em todo o mundo, existem quatro tipos de dengue, já que o vírus causador da doença possui quatro sorotipos: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4. Os sintomas são: doença febril aguda, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores musculares, dores nas juntas, prostração e vermelhidão no corpo.

Sinais de alerta – Dengue hermorrágica 1. Dor abdominal intensa e contínua (não cede com medicação usual); 2. Agitação ou letargia; 3. Vômitos persistentes; 4. Pulso rápido e fraco; 5. Hepatomegalia dolorosa; 6. Extremidades frias; 7. Derrames cavitários; 8. Cianose; 9. Sangramentos expontâneos e/ou prova de laço positiva; 10. Lipotimia; 11. Hipotensão arterial; 12. Sudorese profusa; 13. Hipotensão postural; 14. Aumento repentino do hematócrito; 15. Diminuição da diurese; 16. Melhora súbita do quadro febril até o 5 dia; 17. Taquicardia.

A dengue é uma doença grave e pode até matar. Prevenir essa doença é responsabilidade de todos nós. (por Marcos Pick Gavioli).

TCESP anula Edital e Pregão abertos pela Prefeitura de Jales na atual gestão

Em sessão realizada na quarta-feira, 16 de setembro de 2015, pelo voto do Conselheiro relator Dimas Eduardo Ramalho, e dos Conselheiros Antonio Roque Citadini, Edgard Camargo Rodrigues, Renato Martins Costa e Sidney Estanislau Beraldo, bem como do Auditor Substituto de Conselheiro Samy Wurman, em conformidade com o relatório e voto do Relator Dimas Ramalho que enfatizou em sua decisâo que "ante todo o exposto e por tudo o mais consignado nos autos, considerando a existência de ilegalidades insanáveis que incidem sobre a eleição de modalidade e tipo de licitação incompatíveis com o objeto, voto pela procedência da representação e, com fundamento na norma do artigo 49 da Lei 8.666/93, determino à Prefeitura Municipal de Jales que promova a anulação do Pregão Presencial nº 033/2015 e do edital respectivo".

Em julgamento, Pleno do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, decidiu pela procedência da representação interposta pela MEP Consultoria e Ambiental Ltda contra o Edital do Pregão Presencial Nº 033/2015, Processo Nº 051/2015, do tipo menor preço por item, promovido pela Prefeitura Municipal de Jales que teve por objetivo a contratação de empresa especializada para prestação de serviços em estudos e projetos de controle de erosão urbana no Município através do contrato FEHIDRO Nº 189/2014. no valor de contratação estimado em R$ 130.364,00 e, com fundamento na norma do artigo 49 da Lei 8.666/93, determinou à Prefeitura Municipal de Jales, através do prefeito Pedro Callado, a anulação do Pregão Presencial e do edital respectivo.

Presente na sessão, o representante do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, Dr. João Paulo Giordano Fontes.

O acórdão foi publicado nesta quarta-feira, 23 de setembro, no Diário Oficial do Estado.

Segundo o Departamento de Licitação da Prefeitura de Jales, a anulação deu-se pelo fato de que o TCESP considerou que a pretensão proposta no edital não "encontra amparo na legislação", tendo o prefeito Callado determinado a anulação do presidente edital, e abertura de um novo edital

Falta de médicos em UBS’s preocupa vereadores

Os vereadores Gilberto Alexandre de Moraes, Jesus Martins Batista, Luís Fernando Rosalino, Pérola Maria Fonseca Cardoso, Rivail Rodrigues Júnior e Claudir Aranda da Silva apresentaram, na sessão camarária de segunda-feira, 21 de setembro, requerimento onde solicitam do prefeito Pedro Callado informações sobre a falta de médicos para o atendimento da população em Unidades Básicas de Saúde.

De acordo com os vereadores, o atendimento à saúde prestado pelas Unidades Básicas no município deve ser prioridade absoluta e que, para que este serviço seja efetivo, é necessária a presença do médico. Salientaram ainda, que as Unidades Básicas de Saúde já atendem uma área de abrangência populacional acima do recomendado e o encaminhamento de pacientes para outras unidades, devido à falta de médicos, deteriora ainda mais o atendimento à saúde da população.

Diante esse fato, o prefeito Callado foi questionado sobre as razões da falta de médicos contratados para atender a população em Unidades Básicas de Saúde e sobre os motivos que estão gerando a demora em contratar outros profissionais. Questionou, ainda, se há condições de contratar médicos para atender em cada uma das Unidades Básicas de Saúde e em caso positivo, até quando isto ocorrerá. O prefeito Pedro Callado terá 15 dias para reponder ao receber o requerimento.

Saúde alerta sobre o perigo da Leishmaniose

A Secretaria Municipal de Saúde está atuando de forma intensa na prevenção dos focos de criação do mosquito palha ou birigui, responsável por transmitir a Leishmaniose Visceral America (LVA) no município de Jales.

Apesar de o número de casos de leishmaniose ter permanecido estável no município, mensalmente a equipe da Superintendência de Controle de Endemias – Sucen visitam as residências instalando armadilhas para detecção do mosquito palha.

A leishmaniose é uma zoonose que afeta os animais silvestres e domésticos, a exemplo de cães, e pode ser transmitida ao homem, por meio de picadas do mosquito transmissor. Ao picar um cão infectado ele suga, junto com o sangue, a leishmania. Após alguns dias, esse mosquito infectado poderá transmitir a doença picando outros animais e o homem. O mosquito infectado passa a doença para pessoas e cães sadios.

A recomendação da Secretaria Municipal de Saúde é que os moradores mantenham a casa e o quintal limpos e livres dos criadores de insetos. O mosquito palha vive nas proximidades das residências, preferencialmente em lugares úmidos, mais escuros e com acúmulo de material orgânico.

"A prevenção é a melhor forma de evitar a doença. Os proprietários de imóveis devem rastelar seus quintais diariamente, recolhendo folhas, frutos e fezes de animais, além de podar constantemente árvores e plantas para que o sol chegue ao chão. É importante ressaltar que por lei é proibida a criação de animais como galinhas, bovinos, suínos, caprinos, equinos e muares na área urbana", alertou a profissional de informação, educação e comunicação da Secretaria Municipal de Saúde de Jales, Vanessa Luzia da Silva Tonholi.

"Outra medida importante é cuidar bem da saúde dos cães. Considerando a vulnerabilidade dos cães ao vetor, o uso de vacinas e de coleiras impregnadas com substâncias repelentes, mais os cuidados diários com a limpeza e higiene do meio ambiente é o fator essencial para contribuir para um controle mais eficiente desta enfermidade", concluiu Vanessa.

CRAS de Urânia conclui mais dois cursos este mês







O Centro de Referência da Assistência Social - CRAS de Urânia com o apoio da Prefeitura Municipal promoveu durante o ano diversos cursos, entre eles a oficina de pintura em guardanapo ministrado pela professora Solidete Munhoz Gilbertoni e curso de culinária ministrado pela professora Sueli Bacchi Melero.

Todos os cursos realizados no CRAS as beneficiarias são acompanhadas pela equipe técnica do CRAS composta pela psicóloga Josiane de Cássia Moreira Gimenes, Assistente Social Fabricia Ruzzon Marchi de Oliveira e Rosilene Bogaz Rodrigues de Oliveira.

Neste mês de Setembro encerramos mais esses dois cursos citados cada um com a participação de aproximadamente 25 alunas, aprenderam diversas técnicas de pintura e muitas receitas.

Esteve Presente no encerramento além da equipe do CRAS o Vereador e Presidente da Câmara Odair Bezerra Dias, o Vereador Donizete Mussato, a coordenadora da Assistência Social Izenir de Lima Souza Gavioli e do Gestor Municipal Luís Henrique Messias.

Mais uma vez o CRAS representado pela Coordenadora Caroline Andrade, agradece a todos os alunos e participantes que confiaram nos serviços oferecidos pela equipe, e novamente os cursos atingiu os objetivos fortalecendo laços de amizade, fortalecendo vínculos familiares e comunitários contribuindo na melhoria da qualidade de vida das pessoas, com benefícios de dever cumprido para agregar valores reais partindo de uma primícias a questões sociais, culturais e proativas.

1ª Cavalgada Ecológica da E.E. José Nogueira de Souza





No domingo dia 20 de setembro, no período da manhã, aconteceu a 1ª cavalgada Ecológica da E. E. José Nogueira de Souza, de Vitória Brasil, que teve como objetivo trabalhar o projeto que a escola já vem desenvolvendo durante o ano " Água Fonte de Vida! Cuidar para não acabar, encabeçado pelo professor de ciências Edilson Corrêa de Oliveira, em parceria com a vice diretora da Escola da Família Ângela Cristina Veroneis Sentinello.

A Cavalgada contou com a participação das comitivas do município, organizada por Natel Marques, saiu do Auto Posto Modelinho percorrendo pela rua principal, com parada na nascente pertencente ao sítio de José Carlos Olhier, onde foram plantadas cinquentas mudas de árvores nativas doadas pela casa da agricultura do município representada por Alécio Caberlin e Sabesp por João, o evento contou ainda com a participação de alunos, funcionários, universitários, pais de alunos, membros da APM, equipe gestão e da supervisora da escola Maria Aparecida Alcantara , teve seu encerramento na escola com um almoço preparado pela funcionária Aldenora e universitárias do Programa Escola da Família, neste momento houve o sorteio de uma leitoa doada pelo senhor João farinheiro, que junto com uma ação entre amigos com APM da escola angariou fundos em prol ao Hospital de Câncer de Jales. Queremos aqui agradecer a todos que participaram.

Medo de ser feliz, por *Flávio Carvalho

Busquei no olhar do outro minha felicidade,
Não encontrei, nem assim fui capaz de ter,
Busquei ser do bem, não fazer nenhuma maldade,
Entendi que ser do bem todos devem ser.

*
Busquei a felicidade na riqueza material,
Pensei que sendo rico teria mais alegria,
Não consegui, e até me dei mal,
Descobri que pelo dinheiro feliz não seria.

*
Achei que acharia a felicidade viajando,
Busquei ser feliz em vários lugares no mundo,
Não consegui e continuei procurando,
E na minha busca tentei ir ainda mais fundo.

*
Tentei ser feliz experimentando vários amores,
Busquei a felicidades em diferentes relacionamentos,
Não consegui, e promovi muitas dores,
Sofri muito, e mesmo assim não absorvi os ensinamentos.

*
Fiz yoga e pratiquei meditação,
Dizem que a felicidade está em nosso interior,
Viajei para dentro de mim, e mesmo assim foi em vão,
Nem meditando apaziguei a minha dor.

*
Desesperado não sabia mais onde procurar,
Estava quase desistindo de entender,
Estava esquecendo de me amar,
Entendi que era isso que tinha que fazer.

*
Me amando entendi que o que tinha era medo,
O medo de ser feliz nos apavora,
Era este o grande segredo,
Fui feliz depois que mandei o medo embora.

*
Amo tanto, e de tanto me amar sou feliz,
Dizem que sou muito louco,
Mas louco é quem me diz,
Para mim a felicidade é pouco.

*
Hoje busco a felicidade plena e definitiva,
A felicidade do corpo e da alma,
Ser feliz é a única alternativa,
A felicidade que o espírito acalma.

*Flávio Rodrigo Masson Carvalho
equilibriumtc@hotmail.com


Participe do #diadelertododia

A Biblioteca Municipal de Jales e a Secretaria de Esporte, Cultura e Turismo convidam a todos para participarem do "Dia de ler. Todo dia!", que acontecerá em 1º de outubro próximo. O evento é iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, com o apoio do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas (SisEB).

O objetivo é realizar uma grande mobilização em prol do hábito da leitura, estimulando a população a ler. A ideia é criar uma movimentação que possa repercutir na mídia e nas redes sociais, chamando a atenção e mostrando que a leitura é um ato prazeroso que cabe no nosso dia a dia, sem nenhum inconveniente.

Serão organizados saraus e narração de histórias em lugares diversos da cidade. A biblioteca esta organizando três rodas de leitura em escolas, no teatro municipal e no Lar dos Velhinhos São Vicente de Paulo.

Para participar, basta tirar uma foto praticando ação de ler e publicar nas redes sociais no #diadelertododia, para que a o ato seja identificado. Vale ler ou declamar poemas na biblioteca, na sala de aula, no local de trabalho, no consultório, na praça, no clube, na academia, no restaurante, ou seja, em qualquer lugar.

Como incentivo, será premiada a iniciativa mais criativa entre as bibliotecas municipais do SisEB, com um kit especial de livros, contendo os títulos finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura 2015, além também uma menção honrosa à biblioteca ganhadora, no 8º Seminário Biblioteca Viva, que acontece em novembro.

O Cras de Urânia realiza palestra aos beneficiários dos programas sociais sobre tráfico humano


O Centro de Referência da Assistência Social - Cras de Urânia, com o apoio da Prefeitura Municipal, realizou nesta terça - feira dia 22 de setembro, uma palestra sobre o tráfico humano, ministrada por Crislaine Calanca que contamos com a participação de Isabel Aparecida Sizilo, facilitadora de oficina, no prédio do Cras às 19:30hm.
O tráfico humano é um crime abominável aos olhos do ser humano, com promessas ou propostas irrecusáveis de garantia de um futuro promissor de sucesso e ostentação de valores monetários elevadíssimos. Assim alimentando esse mercado inviável de promiscuidade e barbaridade com o próximo. Mostramos na integra como funciona esse mercado ilegal, sendo 98% das estimativas são mulheres, que buscam um futuro melhor, com isso muitas delas são totalmente enganadas e ficam nas mãos desses aliciadores ou cafetões. Focamos na concretização que a vida se completa com questões dignas e honestas de afiliar substâncias que permanecem para uma existência adequada de uma única razão para a estrutura familiar, a verdadeira respeitabilidade. (CRAS de Urânia)

Convites para o show do Victor e Leo serão entregues a partir do dia 1º de outubro

O setor de Captação de Recursos da Santa Casa informa que a partir do dia 1º de outubro os convites para o show do Victor e Léo, serão entregues em horário comercial, das 8h às 12h, das 14h às 17h, de segunda a sexta.

As pessoas que compraram mesas deverão retirar os ingressos com a responsável pelo setor, Cristiane Fachola, e os interessados em participar do evento, ainda restam poucos lugares. "Será mais um grandioso evento em prol do nosso hospital, por isso, faço o convite às pessoas que ainda não compraram, não deixe para última hora. O pagamento poderá ser dividido em oito vezes no cartão de crédito, ou cheque para outubro", destacou Cristiane.

Os irmãos Victor e Léo se apresentarão pela segunda vez em Jales, no dia 22 de outubro, no Villa Rocca. Toda renda será revertida para cobrir as despesas do hospital. Vale salientar que na entrega do convite às pessoas receberão dois cupons da campanha "Na Santa Casa eu Boto Fé III", ou seja, serão oito números para concorrer o novo Ford Ka 0km, no dia 12 de dezembro pela loteria federal.

O valor dos convites inclui ainda buffet (abaixo), bebidas, sendo liberada a entrada de destilados, pois serão disponibilizados taças e rolhas, e o estacionamento será gratuito. Mais informações pelo telefone (17) 99613-6273 ou 3622-5003, com Cristiane.

Curso de Pedagogia da Unijales realiza Semana Acadêmica



 
fotos -1 - A coordenadora Célia Zerbato e os professores Madalena Guisso e Washington Pissuto receberam a palestrante Jacqueline Paggioro.
2 - Os alunos do curso de Pedagogia participaram da Semana Acadêmica entre os dia 14 e 18 de setembro 3 -O tema abordado na Semana Acadêmica foi Formação Docente e a Práxis Pedagógica
 
Entre os dias 14 e 18 de setembro, o curso de Pedagogia da Unijales, coordenado pela professora Célia Regina da Silva Zerbato, realizou a Semana Acadêmica.
Este ano, o tema escolhido pelo curso foi "A Formação Docente e a Práxis Pedagógica", com o objetivo de mostrar aos discentes a importância e a diversidade do tema exposto, além de divulgar a vasta experiência dos palestrantes que se apresentam.
Durante toda a semana, os alunos do curso de Pedagogia, participaram de oficinas, palestras, mesa redonda e apresentação musical.
No dia 14 de setembro, segunda-feira, a abertura foi realizada na Associação Comercial de Jales, uma mesa redonda, com a presença da gestora do Anglo de Jales, Élida Maria Barison da Silva, da professora Marilene Aparecida Jorge do Prado e da professora Fabrícia Cristina Moreira de Souza que abordaram o tema: A formação inicial e continuada do Pedagogo no contexto da gestão democrática.
Na terça-feira, dia 15 de setembro os alunos puderam assistir a uma palestra com o tema "Pedagogia, Ciência da Práxis educativa", ministrada pela professora Jacqueline Ruiz Paggioro Barbosa.
Seguindo a programação, na quarta-feira dia 16 de setembro, o tema abordado foi "Trabalho", uma palestra ministrada pela professora e publicitária Fernanda Pozzer Fuga.
Em função da trágica morte da aluna do curso de Pedagogia, a palestra que estava programada para a quinta-feira, foi cancelada. A coordenadora Célia Zerbato vai remarcar para o mês de outubro.
Para encerrar a programação da Semana Acadêmica, no dia 18 de setembro, os alunos do 3º ano de Pedagogia apresentaram uma dramatização: "tributos aos amigos- Canção da América", uma forma de homenagear a colega de turma. Em seguida os alunos participaram da palestra "O professor do século XXI e o ensino de números, ministrada pela professora Carla Renata Lançoni Junqueira.