Páginas

sábado, 29 de agosto de 2015

Municípios do estado de SP são agrupados conforme tamanho da economia turística

O Ministério do Turismo (MTur) adotou uma nova metodologia para categorizar os municípios brasileiros. A partir de quatro variáveis de desempenho econômico: número de empregos, de estabelecimentos formais no setor de hospedagem, estimativas de fluxo de turistas domésticos e internacionais, os 3.345 municípios do Mapa do Turismo Brasileiro foram agrupados em cinco categorias, de A até E.

São Paulo teve 645 cidades agrupadas em categorias de A até E. A cidade de São Paulo, assim como todas as capitais brasileiras, e outros nove municípios do estado (Aparecida, Campinas, Campos do Jordão, Guarujá, Praia Grande, Ribeirão Preto, Santos, São Sebastião e Ubatuba) ficaram na categoria A, que representa os municípios com maior fluxo turístico e maior número de empregos e estabelecimentos no setor de hospedagem. Outros 34 municípios paulistas, como Sorocaba e São José dos Campos, foram inseridos na categoria B; e 112 na categoria C, incluindo Santa Bárbara d’Oeste, Mauá e Catanduva. As 489 cidades restantes foram categorizadas como D e E.

A categorização, como é chamada, atende à necessidade do MTur de aprimorar os critérios para definir políticas públicas para o setor e criar um instrumento capaz de subsidiar, de forma objetiva, a tomada de decisões de acordo com o tamanho da economia do turismo de cada localidade.

A ferramenta oferece elementos para aprimorar a gestão do turismo; ajuda a otimizar a distribuição de recursos e promover o desenvolvimento do setor. A intenção não é hierarquizar os municípios, mas sim agrupá-los de forma que possamos traçar parâmetros para atendimento a diferentes necessidades", disse o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves. A categorização contempla as 303 regiões turísticas inseridas no Mapa do Turismo Brasileiro.

Alves lembra ainda que o fato de um município ser categorizado em D ou E não significa que ele receberá menos apoio que um município categorizado como A ou B.

A categoria A, que representa os municípios com maior fluxo turístico e maior número de empregos e estabelecimentos no setor de hospedagem, tem 51 municípios, incluindo as 27 capitais brasileiras. Este agrupamento concentra destinos turísticos tradicionais de nove estados brasileiros como Porto Seguro (BA), Ipojuca (Porto de Galinhas/PE), Armação de Búzios (RJ), Campos do Jordão (SP), Guarapari (ES), Balneário Camboriú (SC), Foz do Iguaçu (PR), Gramado (RS) e Caldas Novas (GO). O grupo responde por 47% da estimativa de fluxo turístico doméstico do Brasil e 82% do internacional.

O grupo B tem 167 municípios, o equivalente a 5% das cidades categorizadas pelo Ministério do Turismo. São destinos turísticos de 20 estados, com participação expressiva de localidades das regiões Sudeste, Nordeste e Sul. Juntos os grupos A e B, representados por 218 municípios, respondem por 68% do fluxo doméstico brasileiro e 97% do internacional. Já o grupo C, com 504 municípios, representa 15% do total avaliado. O maior número de cidades do Mapa do Turismo, 2.623, ou 78% do conjunto avaliado concentram-se nos grupos D e E. A ideia é que, conhecidas as características de cada grupo de municípios, torna-se mais fácil proporcionar apoios adequados a cada um deles.

O processo de categorização, uma estratégia do Programa de Regionalização do Turismo do MTur, teve sua metodologia avaliada pelas secretarias estaduais e municipais de Turismo e foi reconhecida em diversas instâncias do poder público. A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado a classificou como "essencial" para o aperfeiçoamento da política de Estruturação dos Destinos Turísticos. A Secretaria de Controle Externo do Tribunal de Contas da União (TCU) expressou sua aprovação à ferramenta, desenvolvida por técnicos do Ministério do Turismo.


O Mapa do Turismo Brasileiro - É o instrumento que orienta a atuação do Ministério do Turismo no desenvolvimento das políticas públicas do turismo e define a área - o recorte territorial - que deve ser trabalhada prioritariamente. O mapa é atualizado periodicamente e sua última versão, de 2013, conta com 3.345 municípios, divididos em 303 regiões turística
Regiões Turísticas
do estado de SP


ABCTUR
Águas do Oeste
Águas Sertanejas
Águas Vivas
Águas, Cultura e Negócios
Alta Mogiana
Alto Cafezal
Alto Tietê Cantareira
Alto Vale do Ribeira
Caminhos da Mata
Atlântica
Bem Viver
Café com Leite
Café e Flores
Caminhos da Mata Atlântica
Caminhos dos Imigrantes
CAPITAL
Centro Paulista
Coração Paulista
Costa da Mata Atlântica

Entre Rios
Grande Oeste de São Paulo
Grandes Lagos
Itupararanga Sorocabana
Lagos e Rio Grande
Litoral Norte de São Paulo
Natureza e Tradições
Polo Cuesta
Pontal Paulista
Serra do Itaqueri
Sol do Oeste
Tietê Vivo
Vale do Paraíba e Serras
Vale do Paranapanema
Verde Sudoeste Paulista

Vertente das Águas Limpas


Municipios Região Turística Categoria
 
Aparecida D’Oeste Entre Rios D

Aspásia Entre Rios D

Dirce Reis Entre Rios E

Dolcinópolis Entre Rios E

Jales Entre Rios C

Marinópolis Entre Rios E

Mesópolis Entre Rios E

Nova Canaã Paulista Entre Rios E

Palmeira D’Oeste Entre Rios D

Paranapuã Entre Rios D

Pontalinda Entre Rios E

Populina Entre Rios E

Rubinéia Entre Rios D

Santa Albertina Entre Rios D

Santa Clara D’Oeste Entre Rios D

Santa Fé do Sul Entre Rios C

Santa Rita D’Oeste Entre Rios E

Santa Salete Entre Rios E

Santana da Ponte Pensa Entre Rios D

São Francisco Entre Rios D

Três Fronteiras Entre Rios D

Turmalina Entre Rios E

Urânia Entre Rios E

Vitória Brasil Entre Rios E
 




Cirurgião plástico ministra palestra para alunos da Unijales, por Daniel Zílio



Os alunos dos cursos de Estética e Cosmética e Fisioterapia da Unijales, coordenados pelos professores Adriana Lourenção Valério e Bruno Rubinho, participaram na noite do dia 26 de agosto, quarta-feira, de uma palestra com o médico Cirurgião Plástico, Dr Leonardo Fiorilli Assunção.
Durante o bate papo com os alunos do 6º semestre de Fisioterapia e do 4º e 6º semestre de Estética e Cosmética, organizado pelo professor do curso de Estética, Wederson do Livramento, o palestrante falou sobre procedimentos cirúrgicos de Mamoplastia de Aumento de Mama e Glúteo, Lipoaspiração, Abdominoplastia e Rinoplastia (Nariz).
Além dos alunos dos cursos de Estética e Cosmética e Fisioterapia, os professores Cyntia Gutierres Freitas Umiji, Roselene Watanabe, Tatiane Berbet e Dejanira Facioni estavam presentes na palestra.
Dr. Leonardo Assunção estudou na Faculdade de Medicina de Catanduva (FAMECA), é especializado nas áreas de cirurgia plástica, membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e Membro Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Atualmente o médico possui duas clínicas: em Jales e em São José do Rio Preto.

ACIJ entrega o prêmio ao ganhador da promoção do Dia dos Pais

O presidente da ACIJ, Carlos Roberto Altimari, Anderson Paulo de Barros, Valdinei Rabeti, e Franciele Lázaro
A  Associação Comercial e Industrial de Jales realizou, no dia 24 de agosto, às 15 horas, na Loja Nei Presentes, a entrega da moto Suzuki para o ganhador do prêmio da promoção do Dia dos Pais "De moto com meu pai".  O contemplado foi Anderson Paulo de Barros, residente no jardim Paulista, em Jales.  O sorteio aconteceu no dia 14 de agosto, sexta-feira, às 10 horas, na praça João Mariano de Freitas.

Feira do Agronegócio da Uva e do Mel nos dias 4 e 5 de setembro

O evento, aberto para toda a região, nos dias 4 e 5 de setembro, no Centro Pastoral, a partir das 19 horas, vai reunir cerca de 150 viticultores e terá apresentações culturais, sorteio de brindes e praça de alimentação.

O objetivo da Feira do Agronegócio da Uva e do Mel, promovida pela Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente com apoio de entidades locais, é dar oportunidade aos produtores de expor seus produtos e as novidades no setor do plantio de uva e na produção de mel. Para participar os produtores precisam comprovar atividade na área através da Inscrição Estadual de Produtor (DECA).

Todos os expositores concorrem a brindes que serão sorteados durante os dois dias de evento. Entre as atrações, haverá a apresentação de grupos culturais da região, como a Violada 5 Estrelas, Catira, João Antonio Teixeira e seu acordeão, João da Viola.

Callado e Cardoso conversam com Pesaro sobre Centro Dia do Idoso

 
Acompanhado do secretário municipal de Desenvolvimento e Promoção Social, Carlos Roberto Cardozo da Silva, o prefeito Pedro Callado esteve presente na visita do governador Geraldo Alckmin com lideranças regionais no sábado, 22 de agosto, em Pontalinda. Alckmin esteve vistoriando o andamento das obras de modernização e melhorias da rodovia Elyeser Montenegro Magalhães (SP-463).
O secretário municipal Carlos Roberto Cardozo da Silva, aproveitou o momento e conversou com o Secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, sobre a Creche Centro Dia do Idoso, assunto que possivelmente será retomado nos próximos dias em audiência em São Paulo. 
Numa quinta-feira, 17 de outubro de 2013, foi assinado o convênio no valor de R$ 500 mil para a construção do Centro Dia do Idoso. A obra faz parte do Programa São Paulo Amigo do Idoso, lançado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social.

Exército Brasileiro homenageia Antonio Rodrigues da Grela Filho


 
Na manhã desta terça-feira, 25 de agosto, no pátio do 37º Batalhão de Infantaria Leve, foi realizada solenidade em comemoração ao Dia do Soldado. O subcomandante do quartel, major Marcelo Marins, recepcionou autoridades e demais convidados. Destaque para as presenças do Juiz Diretor do Fórum Fernando Bittencourt Leão, vereadores Aparecido Correia, representando a Câmara Municipal, e Solange do Bom Viver, secretário municipal de Relações Institucionais Israel Antônio Alfonso, representando o Poder Executivo.
Durante a solenidade, foi homenageado com o Diploma de Colaborador Emérito do Exército, o superintendente da Unidade de Negócio Baixo Tietê e Grande - RT, Antônio Rodrigues da Grela Filho, honraria concedida pelo Comandante Militar Região Sudeste. General João Camilo Pires Campos.

Cras de Urânia realiza palestra aos beneficiários dos programas sociais sobre trabalho voluntário


 
O Centro de Referência da Assistência Social - Cras de Urânia, com o apoio da Prefeitura Municipal, realizou nesta terça - feira, 25 de agosto, na sede da Assistência Social, às 19:30 h, uma palestra proferida por Crislaine Calanca, cujo tema abordado foi sobre trabalho voluntário. O evento contou com a presença da Assistente Social Fabrícia Ruzzon March de Oliveira.

Segundo Crislaine Calanca explicou ao público presente, o trabalho voluntário no Brasil foi instituído em 28 de Agosto de 1985, "onde reúne - se uma gestão organizada de pessoas que torna-se uma equipe de voluntários dedicados ao atendimento das necessidades de seres humanos carentes, seja em questão financeira ou emocional".

O voluntariado é o conjunto de ações de interesse social e comunitário em toda a atividade desempenhada em reverter a favor do serviço e trabalho prestado recebimento de qualquer remuneração ou lucro "para que possamos contribuir para um mundo mais justo e mais solidário", salientou

Crislaine citou aos beneficiários dos programas sociais implantados em Urânia, alguns exemplos de trabalho voluntário, como a Associação de Voluntários de Combate ao Câncer - AVCC Região de Jales, que realiza eventos como a Caminhada de Passos que Salvam ( 2014 ), com a venda de um kit, compondo camisetas, bonés e cardaço de tênis e com essa venda, a renda total é revertida ao Hospital de Câncer.

"As comunidades de fiéis ligadas pela mesma Fé, que realiza projetos de solidariedade às pessoas que necessitam de conforto na alma, ou seja uma ajuda que possa suprir suas devidas dificuldades vividas no instante presente", foi outro exemplo citado por Calanca em sua palestra.

Ela lembrou aos beneficiários que nos grandes centros como a capital paulista, as Associações de Bairros formam grupos para fazer visitas periódicas às famílias que possui histórias trágicas, no cotidiano de suas vidas "como a perda de seus filhos para criminalidade, sendo em um caminho sem volta, e esses grupos colaboram com doações de mantimentos, medicação, roupas, etc... ".

Calanca enfatizou a existência do trabalho voluntário no município de Urânia denominado "A Sopa Comunitária ", tendo à frente das atividades, a vereadora e primeira-dama Marinete Munhoz Borges Saracuza.

"Este projeto existente há 7 anos, acontece todas as sextas-feiras, no prédio do Produtor Rural, que contribui com a participação de uma equipe de voluntariados para somatização de amor, respeito, valores, dedicação e solidariedade para com a população do município, isto é sem classificar ou rotular pessoas, cor, raça, posição social" acrescentando ainda Crislaine Calanca que "a objetividade desse projeto, digo trabalho voluntário é simplesmente movimentar sorrisos, alegrias, compartilhadas com gestos, atitudes que possam fazer a distinção de problemas com soluções menos complicadas para propagar o Bem, sabemos que o tempo de começar é agora", finalizou

"A mente é como um paraquedas, funciona apenas quando aberta". (CRAs de Urânia)

A dor da saudade, por Flávio Carvalho

 
A palavra saudade existe somente na língua portuguesa. Não encontramos a palavra em nenhum outro idioma. Mas e quanto ao sentimento? Este é conhecido de todo ser humano, em qualquer parte do planeta, em qualquer cultura e em diferentes épocas.

Saudade de verdade dói! Nos faz sofrer, pois nos traz uma forte sensação de perda, principalmente se a saudade for de um grande amor, ou de uma pessoa amada. Saudade é diferente de nostalgia. Sinto falta da minha infância, das tardes que passava brincando com meus amiguinhos no Quarto Centenário, ou na chácara do Duquinha. Sinto falta da minha adolescência, dos treinos de basketball na quadra do DOC ou no ginásio de esportes. Pura nostalgia. Sinto falta de épocas de minha vida que me foram muito caras, importantes mesmo. Sentir saudade é mais forte, dói mesmo. Sinto saudade de meu pai, que partiu quando eu era apenas uma criança. Sinto saudade até mesmo do pai que nunca tive. Isso dói, dói até hoje. A verdadeira saudade não se acaba com o tempo. A verdadeira saudade é eterna. Quantos não choraram de saudade de um grande amor? Quantos não foram vítimas desta insuportável dor que é a saudade? E quantos não tiveram esta dor findada com o passar do tempo? E se isso ocorreu, se a dor se dissipou com o passar do tempo, não era saudade, ou não era tão grande assim o amor.

Saudade não tem idade. Frase conhecida e verdadeira. A saudade não escolhe pessoa, idade, condições. Saudade exige apenas um pré-requisito, amar. E quanto maior e mais sincero o amor, maior e mais dolorosa será a saudade.

Amar é ter saudade! Não falo apenas daquela saudade da pessoa amada que vai embora, falo da saudade de todos que amam. Basta amar para ter saudade.

Quem é casado e, vive muito bem com seu parceira(o), o relacionamento onde o amor ainda perdura. Sente muita saudade do tempo onde o amor era somente prazer, coisas boas. Quando um beijo era mais forte e gostoso de que qualquer relacionamento sexual. Sente saudade da paciência que tinha com os erros do parceiro, pois o amor era tão forte que supria estas "bobagens". Este tipo de saudade dói. Este tipo de saudade não é nostalgia, pois machuca, nos perturba muito. Quando não conseguimos exercer aquele amor que existia no começo de nosso relacionamento.

*Flávio Rodrigo Masson Carvalho
equilibriumtc@hotmail.com

Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli, Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

VICTOR TREVIZAN COVE e RAFAELA DE OLIVEIRA FREITAS. ELE, natural de Ribeirão Preto, deste Estado, nascido aos 08 de abril de 1.983, juiz de direito, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Maxwell Cove e de Vera Cleide Trevizan Cove. ELA, natural de Franca, deste Estado, nascida aos 29 de janeiro de 1.985, advogada, solteira, residente e domiciliada em Ribeirão Preto, deste Estado, filha de José Rubens de Freitas e de Esmeralda Martins de Oliveira Freitas. Cópia recebida do Oficial de Registro Civil de Ribeirão Preto – SP, onde se processa à habilitação.

SERGIO MARTINS CORRÊA JUNIOR e AMANDA LETÍCIA ANTONIO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 05 de maio de 1.993, monitor de informática, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Sergio Martins Corrêa e de Rosinei Colombo Corrêa. ELA, natural de Santa Fé do Sul, deste Estado, nascida aos 01 de março de 1.995, secretária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Braz Antonio e de Ilda Fátima Bená Antonio.

CARLOS HENRIQUE SILVA ORLANDO e LETICIA FERNANDA SILVA CARDOSO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 16 de março de 1.991, analista de folha de pagamento, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Luiz Carlos Orlando e de Luiza Maria da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 16 de junho de 1.993, tosadora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Antonio Carlos Cardoso e de Didvalda Silva Cardoso.

ADALTO APARECIDO SATIM e MARIA ZORAIDE LODOVICO SANTANA. ELE, natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascido aos 04 de julho de 1.968, auxiliar de serviços gerais, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Satim e de Conceição Mendes da Silva Satim. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 07 de setembro de 1.971, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Valmir Lodovico Santana e de Francisca Alves Domingues Novas.

EDUARDO BALERO BOTELHO e KAREN CRISTINA AYDAR GONÇALVES. ELE, natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascido aos 31 de agosto de 1.982, açougueiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Wilson Botelho e de Fátima Aparecida Balero Botelho. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 08 de abril de 1.985, autônoma, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Carlos Campos Gonçalves e de Claudia Mara de Matos Aydar Gonçalves.

LUÍZ EDUARDO MACHADO DA SILVA e SUZETE SANTOS OLIVEIRA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 02 de abril de 1.989, contador, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Luiz Machado da Silva e de Creuza Xavier da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 28 de agosto de 1.984, bancária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Helio Santos Oliveira e de Antonia Tobal Oliveira.

RODRIGO MUNIZ DOS SANTOS e CLEUDETE RAIMUNDO DE ARAUJO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 25 de outubro de 1.982, autônomo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Lúcio Nogueira dos Santos e de Cleuza Muniz dos Santos. ELA, natural de Carneirinho, Estado de Minas Gerais, nascida aos 05 de setembro de 1.979, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Isais de Araujo e de Moralina Raimunda de Araujo.

ISAÍAS JOSÉ DA SILVA e NATALIA DE SÁ BATISTA. ELE, natural de Turmalina, deste Estado, nascido aos 16 de abril de 1.986, balanceiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Gerson Alves da Silva e de Valdelice Francisca da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 01 de março de 1.990, administradora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Sidímar Aparecido Batista e de Vera Lucia Josefa de Sá Batista.

EVERTON ALEXANDRE GOMES FURLAN e ELIANE BONESI. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 04 de maio de 1.984, comerciante, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Jesús Antonio Furlan e de Suelí Alexandre Gomes Furlan. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 24 de maio de 1.983, operadora de caixa, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Aparecido Nivaldo Bonesi e de Valdomira Camargo Bonesi.

SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.

Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina

Santa Casa de Jales realiza doação de foco cirúrgico para Consirj

Na manhã de terça-feira, 25 de agosto, a Santa Casa recebeu representantes do Consirj, para efetuar a doação de um foco cirúrgico. O equipamento seminovo irá beneficiar pacientes dos 16 municípios referenciados ao Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região de Jales.

Em outubro do ano passado o Centro Cirúrgico da Santa Casa recebeu seis novos Focos Cirúrgicos de Led e ainda dois auxiliares, que estão sendo utilizados para cirurgias de pequeno, médio e grande porte, permitindo mais facilidade e melhor visibilidade nos procedimentos.

O presidente do Consirj, prefeito Pedro Callado, evidenciou a importância deste foco para o Consórcio. "Trabalhávamos com um foco cirúrgico de mais de 20 anos de uso. Este equipamento que estamos recebendo é mais atualizado, além do mais, precisamos pensar na qualidade do atendimento médico. O Consirj agradece a compreensão da administração da Santa Casa pela doação".

De acordo com a Lidiane Herrera, diretora administrativa do Consirj, o aparelho irá auxiliar vários pacientes, e será instalado na sala de sutura. "O Sr. Norberto fez o primeiro contato com a Santa Casa, afim de solicitar o foco cirúrgico em desuso. A instalação será imediata, para que melhore a luminosidade do local na realização de procedimentos".

Urinar muito pode ser sinal de aumento da próstata

Urinar muitas vezes ao dia e à noite são sintomas comuns em homens com hiperplasia prostática benigna (HPB), mais conhecida como aumento benigno da próstata. A doença pode atingir 25% dos homens a partir dos 60 anos.

No Centro de Referência em Saúde do Homem do Estado de São Paulo, unidade da Secretaria de Estado da Saúde gerenciada em parceria com a SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina), na capital paulista, a doença representa 25% do total de atendimentos urológicos.

Os pacientes com sintomas graves de HPB são tratados na unidade com tecnologia de ultima geração. O procedimento a laser é minimamente invasivo e possibilita alta em poucos dias.

A próstata aumentada ocorre principalmente em razão da idade ao longo dos anos, com o envelhecimento do homem. Quando essa glândula cresce, a uretra sofre uma pressão e o paciente passa a ter dificuldades para urinar. O HPB não é câncer e o aumento não representa risco para o surgimento do câncer de próstata.

Além de alterar a frequência para urinar, os pacientes com HPB apresentam sintomas como jato fraco e fino, esvaziamento incompleto da bexiga e incapacidade para controlar a vontade de fazer xixi. Infecções com sangue na urina também são complicações comuns para quem tem a próstata aumentada.

"São sintomas que classificamos como irritativos e obstrutivos, e que atrapalham a rotina de trabalho e sono dos homens", explica o urologista e coordenador do Centro de Referência em Saúde do Homem, Joaquim Claro.

O especialista orienta que os homens procurem um urologista assim que sentirem alterações no jato ou na frequência para urinar. "Na consulta é realizado exame físico com questionário que vai classificar a gravidade de cada caso, com solicitação de exames complementares para diagnóstico e na sequencia seguirmos com tratamento" reforça.

Comer rapidamente aumenta o risco de diabetes

Que comer rápido demais faz mal à saúde, todos sabemos. Mas um estudo realizado pela Universidade de Ciências da Lituânia Saúde revelou que fazer as refeições com pressa não só possibilita ganhar peso com facilidade como também aumentar as chances de desenvolver diabetes.

O estudo acompanhou 702 pessoas, que ao preencher um questionário detalhado sobre seus estilos de vida falavam sobre hábitos de dieta, exercícios e se fumavam. Uma das perguntas era a forma como faziam suas refeições diárias - se comiam mais rápido ou lentamente. Estes participantes foram pesados e medidos para calcular o índice de massa corporal e determinar se eram obesos.

Ao longo da pesquisa, foi descoberto que aqueles que comiam mais rapidamente do que a maioria das pessoas apresentavam duas vezes e meia mais chances de desenvolver diabetes tipo 2. Já os participantes do estudo que já apresentavam diabetes eram mais propensos a ter um maior índice de massa corporal, disseram os pesquisadores.

Para o endocrinologista do hospital Sírio Libanês, Renato Zilli, "tanto o ambiente como a forma como as pessoas se alimentam influenciam no aparecimento de doenças". O especialista explica que comer frequentemente em locais agitados, como por exemplo em fast foods, é um risco.

"As pessoas deveriam fazer suas refeições em locais calmos e mastigar lentamente, porque a agitação faz com que comam rápido e não prestem a atenção no que estão ingerindo", diz. Segundo ele, ao se alimentar em lugares tranquilos conseguimos mastigar mais vezes, o que favorece o processo de digestão e nos faz comer menos. "Isso acontece porque o sistema digestivo tem a oportunidade de enviar um sinal para o cérebro de que está cheio e não precisa ingerir mais nada".

O médico lembra que a prevalência de diabetes tipo 2 aumentou em todo o mundo, tornando a doença uma pandemia mundial. "Hoje existem 382 milhões de diabéticos em todo o mundo e a estimativa é que em 2035 esse número aumentará até 55%, passando para 592 milhões", diz o médico. "Só no Brasil, o número de portadores da doença chega a 12 mil, cerca de 6,2% da população". Para Zilli, a pesquisa mostra que a doença, então, tem não só relação com a genética, mas também com o ambiente em que a pessoa vive. Por isso é fundamental identificar fatores de risco que podem ser mudados, fazendo com que haja redução das chances de uma pessoa desenvolver a doença.

Renato Zilli é médico endocrinologista com experiência profissional de mais de 10 anos, especializado em obesidade, diabetes e tireoide. Focado em mudança de comportamento, integrando medicina, coach médico, psicologia e nutrição. Faz parte do corpo clínico do Hospital Sírio-Libanês. Integra a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Sociedade Brasileira de Diabetes e EndoSociety, dos Estados Unidos.

Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli, Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

VICTOR TREVIZAN COVE e RAFAELA DE OLIVEIRA FREITAS. ELE, natural de Ribeirão Preto, deste Estado, nascido aos 08 de abril de 1.983, juiz de direito, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Maxwell Cove e de Vera Cleide Trevizan Cove. ELA, natural de Franca, deste Estado, nascida aos 29 de janeiro de 1.985, advogada, solteira, residente e domiciliada em Ribeirão Preto, deste Estado, filha de José Rubens de Freitas e de Esmeralda Martins de Oliveira Freitas. Cópia recebida do Oficial de Registro Civil de Ribeirão Preto – SP, onde se processa à habilitação.

SERGIO MARTINS CORRÊA JUNIOR e AMANDA LETÍCIA ANTONIO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 05 de maio de 1.993, monitor de informática, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Sergio Martins Corrêa e de Rosinei Colombo Corrêa. ELA, natural de Santa Fé do Sul, deste Estado, nascida aos 01 de março de 1.995, secretária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Braz Antonio e de Ilda Fátima Bená Antonio.

CARLOS HENRIQUE SILVA ORLANDO e LETICIA FERNANDA SILVA CARDOSO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 16 de março de 1.991, analista de folha de pagamento, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Luiz Carlos Orlando e de Luiza Maria da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 16 de junho de 1.993, tosadora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Antonio Carlos Cardoso e de Didvalda Silva Cardoso.

ADALTO APARECIDO SATIM e MARIA ZORAIDE LODOVICO SANTANA. ELE, natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascido aos 04 de julho de 1.968, auxiliar de serviços gerais, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Satim e de Conceição Mendes da Silva Satim. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 07 de setembro de 1.971, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Valmir Lodovico Santana e de Francisca Alves Domingues Novas.

EDUARDO BALERO BOTELHO e KAREN CRISTINA AYDAR GONÇALVES. ELE, natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascido aos 31 de agosto de 1.982, açougueiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Wilson Botelho e de Fátima Aparecida Balero Botelho. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 08 de abril de 1.985, autônoma, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Carlos Campos Gonçalves e de Claudia Mara de Matos Aydar Gonçalves.

LUÍZ EDUARDO MACHADO DA SILVA e SUZETE SANTOS OLIVEIRA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 02 de abril de 1.989, contador, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Luiz Machado da Silva e de Creuza Xavier da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 28 de agosto de 1.984, bancária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Helio Santos Oliveira e de Antonia Tobal Oliveira.

RODRIGO MUNIZ DOS SANTOS e CLEUDETE RAIMUNDO DE ARAUJO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 25 de outubro de 1.982, autônomo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Lúcio Nogueira dos Santos e de Cleuza Muniz dos Santos. ELA, natural de Carneirinho, Estado de Minas Gerais, nascida aos 05 de setembro de 1.979, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Isais de Araujo e de Moralina Raimunda de Araujo.

ISAÍAS JOSÉ DA SILVA e NATALIA DE SÁ BATISTA. ELE, natural de Turmalina, deste Estado, nascido aos 16 de abril de 1.986, balanceiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Gerson Alves da Silva e de Valdelice Francisca da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 01 de março de 1.990, administradora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Sidímar Aparecido Batista e de Vera Lucia Josefa de Sá Batista.

EVERTON ALEXANDRE GOMES FURLAN e ELIANE BONESI. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 04 de maio de 1.984, comerciante, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Jesús Antonio Furlan e de Suelí Alexandre Gomes Furlan. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 24 de maio de 1.983, operadora de caixa, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Aparecido Nivaldo Bonesi e de Valdomira Camargo Bonesi.

SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.

Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina

Ao jovem advogado, por José Renato Nalini

 
Em tempos difíceis, o desalento costuma se apossar das mentes assustadas. Natural que os jovens questionem sua opção pelo Direito, quando se anuncia que o Brasil tem mais Faculdades do que a soma de todas as outras, existentes no restante do mundo.

Há futuro para as profissões jurídicas?

À evidência, tudo vai depender da força de vontade, do espírito de luta, da criatividade e do talento de cada qual.

O advogado de amanhã não será o decorador de códigos, ávido por ingressar em juízo e pronto a enfrentar a álea de um Poder Judiciário de mais de cem tribunais, com dezenas de recursos e uma duração infinita dos processos.

Há um rol imenso de expectativas, áreas de atuação e sedutores desafios.

Uma primeira postura é o advogado conscientizar-se de que ele não é mais o profissional do litígio. Nem tudo precisa do Judiciário para merecer uma solução satisfatória a todos os lados envolvidos.

Imergir em espaços nunca dantes abordados na formação jurídica auxiliará os que perceberem aquilo que estará reservado para os vencedores. Técnicas de argumentação, de persuasão, exercício de lógica, um pouco de psicologia e de compreensão humana será essencial.

O ideal para o novo advogado será formar uma carteira de clientes que nele confiem e nada realizem antes de consultá-lo. Prevenir litígios será muito mais eficiente e lucrativo do que estimulá-los. Quem consegue evitar um conflito judiciário, cujo final é imprevisível, será fiel ao seu advogado. E confiará nele muito mais do que se pudesse acusá-lo de ingresso em juízo para lide temerária.

Mas a advocacia tradicional também não pode ser descartada. Direito tributário é um campo cada vez mais relevante. O Estado não tem como suprir as necessidades decorrentes de um acúmulo de atribuições, senão lançando mão de uma política fiscal severa e gananciosa. Os tributaristas têm um longo percurso pela frente, na defesa do contribuinte sempre às voltas com o apetite do governo.

O direito empresarial continuará em alta, sobretudo para garantir a sobrevivência digna dos empreendedores que nem sempre – ou quase nunca – merecem o respeito da burocracia governamental.

O mundo se torna menor e o direito internacional é uma exigência inafastável. As fronteiras são convenções humanas e podem criar embaraços para a negociação global. É preciso dominar os ordenamentos estrangeiros e ofertar a alternativa mais hábil à efetivação de um bom negócio para todos os envolvidos.

A luta contra a corrupção necessita de juristas especializados em compliance, que saiba criar, estruturar e administrar os controles internos, elaborar as normas de conduta das empresas e sugerir códigos de ética, tudo para evitar que a empresa claudique numa área em crescente expansão.

No mundo da insegurança conhecer direito securitário será uma vantagem. Assim como trabalhar com o direito previdenciário, já que a população dependente do sistema de seguridade social só tende a crescer.

A judicialização da saúde impõe a urgência de conhecer os meandros da universalização que é falaciosa, pois quase tudo recai no âmbito dos municípios. Tratar com as entidades responsáveis pela saúde privada é necessário, pois os planos oferecem resistência a aceitar alguns tratamentos ou a ressarcir o paciente de gastos cuja urgência não tenha sido previamente analisada pelo pagador.

Continuará a ser indispensável o trato com as questões ambientais e urbanísticas, pois o esvaziamento da zona rural é fenômeno que não cessará. A cidade atrai e a conurbação enseja controvérsias entre Poder Público e cidadania, ou entre Poder Público e organizações não governamentais interessadas na preservação da qualidade de vida.

Todavia, e voltando ao início, o campo de maior interesse é o da composição consensual de controvérsias. Quem puder fugir ao Judiciário ficará grato ao profissional contratado, pois poupou não apenas dinheiro, mas tempo e angústia, o que não é pouco na vida atribulada que o Século XXI propiciou aos viventes.

*José Renato Nalini é presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo



Legislativo devolve R$ 55 mil à Prefeitura que serão usados na decoração natalina


O vereador Nivaldo Batista de Oliveira (Tiquinho), presidente da Mesa Diretoria da Câmara Municipal de Jales, esteve na manhã de terça-feira, 25 de agosto, no Paço Municipal quando foi pelo prefeito Pedro Callado em audiência.

Na ocasião, o presidente Tiquinho, entregou ao prefeito Callado um cheque de R$ 55 mil.
O montante repassado aos cofres públicos é oriundo das verbas que a Câmara Municipal devolve anualmente à administração municipal, referentes à economia feita pelo Poder Legislativo durante o ano. Neste caso, a quantia foi repassada como um adiantamento do que será devolvido até o encerramento do exercício.
A Câmara Municipal irá repassar ainda outros R$ 55 mil perfazendo assim, a quantia de R$ 110 mil que serão utilizado utilizados pela Prefeitura da decoração natalina na área central da cidade.
Na reunião também estiveram presentes o vereador Tiago Abra, o presidente da Associação Comercial e Industrial de Jales,Carlos Roberto Altimari, os secretários municipais de Esporte, Ademir Molina e do Planejamento, José Magalhães Rocha.
"Nós sabemos que o comércio precisa desse incentivo. As vendas de fim de ano são importantes, pois acabam por injetar maior volume financeiro na economia do município. Se podemos atrair, através de uma decoração natalina mais elaborada, mais consumidores da região para nossa cidade, isto acaba por ser muito significativo. De qualquer forma a Câmara devolveria esse dinheiro à Prefeitura ao final do ano, como sempre fizemos. Achamos justo adiantar uma parte desta quantia e auxiliar o Poder Executivo" – disse o presidente Tiquinho durante a entrega do cheque.

Sem visto, por Reginaldo Villazón

Movimentos migratórios fazem parte da natureza. Humanos, animais, plantas e outros seres se deslocam no planeta desde tempos remotos, sem respeitar limites geográficos. Estudos genéticos indicam que a coletividade humana é uma só, que se disseminou e se adaptou às diversas regiões do mundo. Assim, os índios "peles vermelhas" norte-americanos um dia foram estrangeiros que chegaram ao território hoje dos Estados Unidos. E os índios "legítimos brasileiros" foram estrangeiros que chegaram ao Brasil.

Migrações no Brasil não são novidade. A base de formação do povo brasileiro é a sucessão de correntes migratórias recebidas desde a época colonial. Internamente, no século passado, as migrações do campo para as cidades – chamadas "êxodo rural" – mudaram a geografia e a economia brasileiras. Metrópoles, como São Paulo e Rio de Janeiro, prosperaram com gente vinda de outras regiões do país. Parece que – por necessidade ou oportunidade – nascer, viver e morrer no mesmo torrão não foi sempre uma grande idéia.

Hoje, a população mundial de mais de 7 bilhões de pessoas dispõe de maiores recursos para comunicação e integração em amplos aspectos. Grandes quantidades de informações, valores financeiros, produtos e pessoas transitam pelo mundo todos os dias. A globalização é uma realidade que continua avançando sem retorno. As fronteiras dos países se tornam permeáveis e inconsistentes. Fica difícil controlar os limites territoriais e o constante vai-vem de pessoas. Quando preciso, os governos têm que usar medidas especiais.

Representantes de organizações sociais alertam para grandes movimentos migratórios no planeta durante no século 21. Os motivos são vários: perseguição política, guerra étnica, mudanças climáticas, subdesenvolvimento, fome. Os órgãos de comunicação já exibem milhares de refugiados (homens, mulheres e crianças) do Oriente Médio e da África tentando chegar à Europa. Muitos perdem a vida. Esta semana, na Áustria, 50 deles foram encontrados mortos por asfixia dentro da carroceria-baú de um caminhão.

O Brasil não está fora do assunto. Em 2012, o tema da redação do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio – foi "O movimento imigratório para o Brasil no Século 21". Há crescente interesse pelo Brasil por cidadãos de várias partes do mundo. Após o terremoto que abalou o Haiti em 2010, grupos de haitianos passaram a entrar no Brasil na condição de imigrantes. A maioria foi bem recebida por autoridades, empresários e entidades sociais. Mas houve discriminações, até atentados com mortos e feridos.

As imigrações trazem vantagens. Empresários brasileiros civilizados disputam a contratação dos haitianos. Eles são educados, inteligentes e produtivos. A Igreja Católica – sem condições de acolher tantos imigrantes – foi exemplar em fazer o melhor possível e contribuiu para bons resultados. O Brasil pode evoluir nessa direção e servir de modelo. Esta é uma boa época para os brasileiros promoverem uma forte campanha pela imigração, por razões humanitárias e no interesse do progresso do país.

Pergunta - Qual é a imagem que você faz de você mesmo?
Chico Xavier - A de um espírito reencarnado com muitos defeitos e com muita vontade de efetuar esse trabalho de auto-educação e auto-burilamento, que denominamos de existência terrestre, com muitas dificuldades para ser o que eu desejo ser.
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da 
"Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.


FOLHAGERAL, do redação


Nos bastidores

da política, ouve-se que o pré-candidato a reeleição em 2016 – prefeito Pedro Callado – está se movimentando em busca de um vice. Falam até que ele poderá ter uma mulher como vice. Se o fato for real, vai ter que peneirar uma pré-candidata que caia bem no gosto do eleitorado. Não se acredita nessa hipótese, mas...


Falando em

pleito eleitoral, o cidadão Antonio Rodrigues da Grela Filho, o Dalua, disse nesta sexta-feira, em entrevista na Antena 1, que foi convidado para filiar-se ao PSDB e DEM. Dalua tem até o dia 30 de setembro para estudar qual partido ingressar. Em qualquer um dos dois, Dalua pode ser pré-vice-prefeito. Callado e Flá são candidatíssimos.


O governador

Geraldo Alckmin esteve sábado, 22 de agosto, vistoriando as obras da rodovia Elyeser Montenegro Magalhães – SP-463. A concentração do governador e lideranças (que o acompanhavam e também regionais) foi em Pontalinda, a poucos quilômetros de Jales. Será que o governador visitará Jales antes de 2016?


Um pequeno

adesivo – um pintinho amarelinho – está fazendo sucesso pela cidade, tanto quanto o famoso Ratinho de 1996, que todos queriam ter, correligionários e adversários do professor Rato. Isso é um bom golpe de marketing.


Comentário,

No botequim da vila, é que uns assessores da administração municipal não desceram do salto alto e que outros assessores estão subindo no salto alto. Pura ironia. Eles estão apenas corrigindo a postura da coluna vertebral.


Muita gente

se pergunta: qual o motivo da construção – daquela creche no jardim Maria Paula – estar parada desde a administração petista. A ex-prefeita Nice, no ano passado, conforme foi divulgado, havia estado em Brasília e acertado a continuidade da obra. A previsão de recursos naquela obra seria em torno de R$ 600 mil. Será que os órgãos oficiais não vão tomar nenhuma providência?.


Tal qual

aquela quadra poliesportiva que seria construída anexa ao Conjunto Habitacional do Jardim Arapuã. Começaram num lugar e pararam. E este ano, em outro lugar, foi feita a sondagem e tudo continua na mesma. E os moradores estão sem sua quadra esportiva, onde poderiam estar se divertindo.


Em entrevista

gravada, veiculada nesta quinta-feira, 27 de agosto, no programa Antena Ligada, o prefeito Pedro Callado deixou claro da necessidade de reajustar a alíquota do valor da Contribuição de Iluminação Pública – CIP. Diz ele que o valor arrecadado não dá para a manutenção dos serviços. É fácil aceitar que isto é pura verdade.


O problema

é que a população não aguenta mais tanto aumento de taxas, tarifas, contribuições, impostos, e agora falam em CPMF novamente, e os desmandos com o dinheiro público que é pessimamente aplicado e muitas vezes some dentro de cuecas.


A Comarca

de Votuporanga de Entrância Intermediária foi elevada à categoria de Entrância Final. Votuporanga é a 17ª Circunscrição Judiciária do Estado de São Paulo que, além da cidade sede, abrange os municípios de Valentim Gentil, Parisi e Álvares Florence.


A Circunscrição

Judiciária de Jales (55ª CJ), que abrange as comarcas de Jales, Auriflama, Palmeira D’Oeste, Santa Fé do Sul, e Urânia, foi elevada à categoria de Entrância final (que possui 5 ou mais varas, incluindo os juizados especiais).


Até para

pedir, a administração municipal é acanhada. O deputado José Pascoal Nicoletti esteve em Jales na sexta-feira passada e o prefeito Callado entregou a ele um ofício solicitando R$ 200 mil para investimentos em obras de infraestrutura urbana. Na realidade, é preciso pedir sempre muito, para ver se sai pelo menos metade do que foi pedido. Talvez os deputados já tenham um valor xis para este ou aquele município para apresentar em emenda parlamentar ou reivindicar aos órgãos públicos.



O vereador

Luiz Fernando Rosalino (PT) teve lei aprovada por unanimidade pelo Legislativo, publicada em 20 de dezembro do ano passado, que disciplinaria a distribuição de folhetos, panfletos ou qualquer tipo de impresso pela cidade. O artigo primeiro da lei não precisaria ser regulamentado, bastaria uma divulgação, pois determina a proibição da colocação em parabrisas e em motos.


O Executivo

tinha o prazo de 90 dias para regulamentação da lei, após a sua publicação. Se o prefeito não tinha intenção de colocar a lei em vigor, deveria tê-la vetada. E não engavetá-la, sem lhe dar o caráter legal para acabar com o abuso da panfletagem, que não respeita o patrimônio alheio, no caso os veículos e motos.

Os panfletos

são uma forma dos comerciantes, lojistas, industriais e autônomos promoverem suas empresas ou divulgarem os eventos. Tanto que a panfletagem é a publicidade mais utilizada, não só pela sua mão de obra barata, mas também pela sua acessibilidade e rapidez de realização. Mas tem que haver bom senso na distribuição.


Mas o pior,

nessa história toda, é que o vereador petista – autor da lei – não está nem aí para cobrar a sua regulamentação. Então, por que apresentar a lei e não buscar a sua aplicação? Acorda vereador. Aprovar lei não se faz só por estatística.


Foi inclusa

na pauta dos trabalhos do dia 9 de setembro, da 3ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça do Estado, julgamento do Agravo de Instrumento interposto por membros da 44ª Comissão Organizadora da Facip contra a decisão da 4ª. Vara Judicial da Comarca de Jales.


A Secretaria de
Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e a Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo (CODASP) vão liberar R$ 650 mil para recuperação da estrada rural JAL- 414, que liga a rodovia Jarbas de Moraes ao Centro Nacional de Pesquisa e Viticultura Tropical da Embrapa. Bom para os produtores que se utilizam daquela estrada municipal.

Unjales lança a campanha do vestibular 2016 e apresenta 4 novos cursos, por Daniel Zilio






Na quinta-feira, dia 27 de agosto, no ginásio poliesportivo "Cristovan Soler", localizado na unidade central da Unijales, foi lançada a Campanha do Processo Seletivo 2016. Uma noite marcada por alegria e grandes emoções em função da retrospectiva que mostrou os 45 anos da Instituição.

Com o slogan "Unijales. Educação que Transforma", os assessores de comunicação Zuleica Sant’Ana e Daniel Zilio comandaram o Lançamento da Campanha.

De acordo com a publicitária Zuleica, a Unijales trabalha para construir o futuro da educação, inovando sempre, mas mantendo a mesma linha de princípios, a linguagem própria que descreve nossas crenças, a respeito de uma educação completa. Uma história de 45 anos de qualidade em educação. Deixar um legado único e cheio de bons valores e exemplos é nossa principal razão de existir e transformar vidas por meio da educação.

O evento contou com a presença do reitor, Silvio Luiz Lofego, da diretora de graduação Rosangela Bigulin, dos mantenedores Maria Christina Fuster Soler Bernardo e Osvaldo Soler Junior, do prefeito Pedro Callado, de prefeitos da região, autoridades e imprensa local, além dos funcionários, professores e coordenadores da Unijales.

Vídeos, apresentação das peças publicitárias e discursos fizeram parte da programação. Posteriormente foi servido um coquetel aos convidados.

"Para nós, a magia da educação está em transformar a vida, ajudando nas escolhas e construindo a história de cada um, respeitando as diferenças, porque um mundo sem barreiras é o nosso grande sonho", afirmou a diretora de graduação Rosangela Bigulin em seu discurso de encerramento.

Para 2016, a Unijales oferece quatro novos cursos Superiores de Tecnologia: Análise e Desenvolvimento de Sistemas / Gestão Pública / Gestão de Recursos Humanos / Secretariado, além de Administração, Ciências Contábeis, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Geografia, História, Letras (Português/Inglês), Letras (Português/Espanhol), Pedagogia e Sistemas de Informação.

O Vestibular será realizado no dia 7 de novembro e mais informações podem ser obtidas pelo telefone (17) 3622-1620

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Precatórios reprovam de contas 2013 de Aparecida d´Oeste no TCE

  28/08/15 – APARECIDA D´OESTE – O colegiado da Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), reunido às 15h00, no plenário ‘José Luiz de Anhaia Mello’, emitiu parecer desfavorável à aprovação das contas, relativas ao exercício de 2013, da Prefeitura de Aparecida d’Oeste. Os demonstrativos foram analisados pela equipe de fiscalização da Unidade Regional de Fernandópolis (UR-11) e tiveram como relator Renato Martins Costa. O relator observou que apesar de a situação econômico-financeira mostrar-se satisfatória e ter sido dado cumprimento aos principais índices como ensino, saúde, repasse à Câmara Municipal, despesas com pessoal, não existem elementos que indicassem pagamentos de precatórios efetuados pela Prefeitura no exercício, observando-se que esse débito foi parcialmente pago em anos anteriores. Segundo o TCE, a própria Prefeitura em sua defesa nada apresentou, aliás, afirma que o não pagamento deveu-se a necessidade de priorizar despesas relativas a outras áreas de extrema necessidade e importância. “Consoante jurisprudência pacífica da Corte, a irregularidade também compromete o quanto Precatórios reprovam de contas 2013 de Aparecida d´Oeste no TCEexaminado”, afirmou.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

PF de Jales/SP deflagra Operação contra o tráfico em 6 Estados





A Delegacia de Polícia Federal em Jales/SP deflagrou na manhã desta quinta-feira, 27 de agosto, a Operação Touro Branco que investiga o tráfico de drogas em diversos Estados. As investigações estão sendo realizadas pela PF desde o final de 2014 e, neste período, apreensões e prisões foram realizadas em diversas cidades do país. Nos últimos meses, 40 pessoas foram presas, mais de 600kg de maconha e 97kg de cocaína foram apreendidos, além de 23 veículos e 6 armas de fogo.

As investigações tiveram início a partir de informações recebidas pela PF sobre a atuação de traficantes da cidade de Ouroeste/SP, dentre eles um ex-peão de rodeio e empresário do ramo, que mantinha contatos com traficantes de Mato Grosso, São Paulo e Minas Gerais. A partir do início das investigações, dezenas de traficantes foram presos e diversas prisões e apreensões foram realizadas.

As investigações da PF demonstraram que a droga era proveniente de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul com posterior envio para Minas Gerais, Goiás e São Paulo. Os criminosos eram muito cautelosos nas operações de transporte e armazenamento das drogas. Maconha e cocaína foram apreendidas em tanques de combustíveis, painéis e forros de veículos, enterradas em fazendas, telhados de residências, transportadas por caminhões, carros, motos, passageiros de ônibus e até em veículos que eram transportados por caminhões guincho.

As prisões e apreensões realizadas no decorrer das investigações da Operação Touro Branco, relacionadas aos investigados, foram realizadas nos últimos meses nas cidades de: Ouroeste, Jales, Santa Fé do Sul, Fernandópolis, Ribeirão Preto, Urânia ,no estado de São Paulo; Aparecida do Taboado, Paranaíba, Ponta Porã, estado de Mato Grosso do Sul; Cáceres e Campo Verde, estado de Mato Grosso; Uberlândia e Campina Verde, estado de Minas Gerais Santa Helena de Goiás, estado de Goiás.

Vários integrantes dos grupos criminosos identificados foram presos, porém, muitos outros ainda estavam em liberdade. Por esta razão, a PF representou ao juízo de Ouroeste/SP por mandados de prisão e busca e apreensão destes investigados bem como em endereços que mantêm relação com eles. O objetivo dos mandados é localizar foragidos, investigados, drogas, armas, valores e bens adquiridos, em tese, com recursos do tráfico, além de documentos de interesse das investigações.

Foram expedidos 30 mandados de prisão temporária e 26 mandados de busca e apreensão que estão sendo cumpridos nas cidades de: Ouroeste, São Paulo, São José do Rio Preto, Dirce Reis, Auriflama, Guariba, Santa Gertrudes, Monte Alto, estado de São Paulo; Campo Grande, Coronel Sapucaia, Aparecida do Taboado, estado de Mato Grosso do Sul; Cuiabá e Tangará da Serra, estado de Mato Grosso; Belo Horizonte, Iturama, Timóteo, Ipatinga, estado de Minas Gerais; Goiânia, estado de Goiá s, e Iuna, estado do Espírito Santo.

Durante todo o decorrer das diligências, prisões, apreensões e demais ações das investigações da Operação Touro Branco, além do apoio de várias unidades da PF onde as ações ocorreram, a cooperação das demais instituições policiais nos diversos Estados foi fundamental para o sucesso dos trabalhos.

Entre as instituições parceiras da PF nas investigações, destaca-se o apoio fundamental da Polícia Militar de SP por meio do TOR e CAEP de São José do Rio Preto, Polícia Militar de Jales, Rio Claro, Sertãozinho, Urânia, Pontalinda, Santa Fé do Sul e Fernandópolis/SP, Polícia Militar de Cáceres/MT, Polícia Militar de Iturama, Ituiutaba, Manhuaçu e Ipatinga/MG, Polícia Militar e BOPE de Goiânia e Rio Verde/GO, Polícia Civil de Jales, Urânia, Fernandópolis/SP, Polícia Civil e Militar de Aparecida do Taboado e Paranaíba/MS e Polícia Rodoviária Federal dos Estados envolvidos.

Os presos durante a operação bem como os que estão sendo presos na data de hoje ficarão à disposição da Justiça Estadual de Ouroeste/SP e responderão por diversos crimes dentre eles tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Os mandados de prisão temporária expedidos tem duração de 30 dias de reclusão, prorrogável por igual período, com possibilidade de conversão em prisão preventiva por tempo indeterminado.

O nome da Operação Touro Branco foi utilizado em alusão à atividade de aluguel de touros de rodeio utilizada como fachada por um dos investigados de Ouroeste/SP, preso, que paralelamente atuava no tráfico de cocaína.