Páginas

sábado, 23 de maio de 2015

FOLHAGERAL, da redação

Já vai para quase um ano a visita a Jales da então candidata à reeleição, Dilma Rousseff. Naquela oportunidade, ela recebeu das mãos da então prefeita Nice Mistilides um ofício, pedindo e justificando a instalação de uma Universidade Federal em Jales. Na época, o pleito tinha muitas dificuldades a superar. Agora, nem dá para imaginar sua viabilidade.

Os gestores públicos precisam parar de contar com essas conquistas impossíveis. As utopias são sonhos que servem apenas de referência. Essencial mesmo é reivindicar o que é prático e traz muitos benefícios, aquilo que de fato é possível conquistar para o povo. Que tal começar a pensar num futuro Instituto Federal de Música de Jales?

Ao aceitar o convite para assumir o Núcleo Regional do CDHU em Rio Preto, que abrange 139 municípios das regiões de Rio Preto e Araçatuba, Flá Prandi abre a possibilidade de candidatura a deputado estadual, apesar do sonho do demista em se eleger prefeito de Jales. Vai ter que mostrar trabalho e bons resultados na administração do Núcleo e ainda estabelecer bons relacionamentos na jurisdição. Se quiser ser deputado ou prefeito.

Na semana passada, os vereadores Gilberto Alexandre de Moraes, Jesus Martins Batista, Luís Fernando Rosalino, Pérola Maria Fonseca Cardoso e Rivail Rodrigues Júnior solicitaram do prefeito Pedro Callado informar quem são os ocupantes de cargos de provimento em comissão, nomeados após a posse do tucano. A Constituição Municipal fixa exigências a serem atendidas por ocupantes de cargos em comissão na administração pública municipal. Por exemplo, veda a nomeação de cidadãos que tenham cometido atos ilícitos.

Há uma preocupação da parte dos vereadores, em vista de um dos assessores do prefeito Callado ter sido condenado em 1º grau por improbidade administrativa em ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual. Teria "havido fraude em uma licitação para obra", num município da região, da qual o assessor teria tomado parte.

O assessor teve negado, pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, provimento a recursos impetrados contra decisões da Justiça de Primeiro Grau. Várias outras pessoas foram condenadas no processo. Os recursos foram negados por Câmaras de Direto Público do TJ, que se constituem em Colegiado e mantiveram a sentença de Primeiro Grau. O assessor está recorrendo das decisões em instâncias superiores.

A Câmara de Vereadores está fazendo sua tarefa de fiscalizar o poder executivo. Aliás, se viesse agindo assim desde antigamente, muita coisa grave teria sido evitada. O prefeito Callado – experiente juiz de direito –, mesmo tendo razão, deve se prevenir de conflitos. Ele pode se reeleger e administrar o município por mais quatro Tem que usar bem o seu tempo.

Muitos dos eleitores do senador Aloysio Nunes Ferreira Filho (PSDB) só ficaram sabendo da sua recente presença em Jales quando a notícia circulou na rede social. O senador deu um pulinho na Santa Casa de Jales, no sábado, 16 de maio.

Na ocasião, Aloysio Nunes agradeceu a recepção que teve da irmandade da Santa Casa. Elogiou a gestão da instituição, que não possui dívidas. Fez questão de ressaltar o quanto todos são unidos pela instituição, pois é nítido ver a maneira correta como trabalham os administradores e servidores.

O Conselho da Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), reunido durante a realização da 13ª sessão ordinária, na terça-feira, 19 de maio, presidida pelo Conselheiro Antonio Roque Citadini, julgou o resultado da prestação de contas de repasse de recursos públicos pela Prefeitura Municipal de Jales à Associação dos Deficientes Físicos da Região de Jales (ADERJ), referente ao exercício de 2008, no valor de R$ 920.354,71. Decidiu como irregulares e fez severas recomendações.

A situação financeira da Prefeitura de Jales, como da maioria do país, está calamitosa e o prefeito Callado está fazendo das tripas o coração para conseguir recursos com o fim de melhorar o desempenho municipal. Vejam, só. A calçada ecológica na Avenida Francisco Jales, no trecho da Rua 6 com a Avenida João Amadeu, construída na gestão do petista Humberto Parini, está péssima, uma vergonha. Pede manutenção urgente.

Os dez vereadores jalesenses ingressaram com uma representação junto ao Ministério Público Federal. Suspeitam que os preços praticados pelos postos de revenda de combustíveis estejam alinhados de propósito, configurando a formação de um cartel para anular a livre concorrência e garantir boa margem de lucro.

Os vereadores cumprem sua missão de defender do povo. E não podem ficar nisto. Precisam também ocupar o grande vazio político existente no município. Se o poder executivo é menos amplo, com obrigação planejar políticas públicas e executar benefícios à comunidade, o poder legislativo é bem mais amplo. Tem que representar a comunidade toda, cobrar ações e fiscalizar o poder executivo, fazer política do sentido de tirar o melhor proveito das diferenças partidárias e das convergências ideológicas.

O prefeito Pedro Callado, acompanhado dos vereadores Gilberto Alexandre de Moraes e Fagner Nenê do Pet Shop, na semana passada, visitaram ruas e praças da cidade para verificar "in loco" os problemas existentes. Para o prefeito, as praças necessitam de reparos. Algumas estão abandonadas há anos. Pedro Callado afirmou: "Nossa população precisa de lugares adequados para passear com os filhos. Para isto, vamos elaborar projetos de revitalização a serem executados no tempo mais rápido possível". Belo gesto. Tem mesmo que encarar os problemas. É assim que se conquista o respeito da população.


Santa Casa de Urânia recebe em doação um computador

Nesta quinta-feira, 21 de maio, o presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Urânia, Odair Bezerra Dias, o Fião, representando o Poder Legislativo entregou a Cleonice Moreira, Auxiliar de Contabilidade, que representou a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Urânia, a doação de um computador completo para melhoria do atendimento e agilidade no serviço da recepção do hospital.

Serviço Social abre o ciclo de semanas acadêmicas da Unijales



 
A agenda de Semanas Acadêmicas dos cursos de graduação da Unijales começou neste mês de maio.
No último dia 11, segunda-feira, o curso de Serviço Social, coordenado pela professora Rosana Cardoso, deu início a palestras, debates e oficinas com o tema "Assistente Social, profissional de luta, profissional presente. Pelas políticas públicas, pelos direitos humanos"
Na abertura da Semana Acadêmica, os alunos do curso de Serviço Social, Estética e Cosmética, História, Educação Física e Pedagogia assistiram a palestra "Reflexões sobre a diversidade e os direitos humanos", ministrada pela professora Dra. Leonice Domingos dos Santos Cintra Lima. Neste dia a palestra foi ministrada no Teatro Municipal de Jales.
No dia 12 de maio, na Unijales, os alunos de Serviço Social participaram de uma oficina com o tema "Identificação de Vulnerabilidades Sociais", oferecida pela professora especialista Maria Aparecida Moreira Martins, que é Assistente Social, especialista em educação e saúde pública e em serviço social: direitos sociais e competências profissional.
Duas oficinas foram oferecidas aos alunos na quarta-feira, dia 13 de maio. Os temas abordados foram "O Sistema Único de Saúde: avanços, desafios e a contribuição do Assistente Social na garantia do acesso do cidadão aos serviços de saúde do SUS" e "Concepção de convivência e fortalecimento de vínculos no SUAS.
 A programação da IX Semana Acadêmica de Serviço Social seguiu com uma palestra ministrada pelo professor especialista Flávio Junior Correa que falou sobre "Desafios da participação em tempos de conferência". Flávio Junior Correa é especialista em gestão e organização de trabalhos com família, mestrando em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.
Para comemorar o dia do Assistente Social, que é 15 de maio, os alunos do curso participaram da palestra, realizada no CIEV, sobre o tema da Semana Acadêmica: Assistente Social, profissional de luta, profissional presente. Pelas políticas públicas, pelos direitos humanos. O tema foi proferido pelo diretor do CRESS- Conselho Regional de Serviço Social e pela Agente Fiscal da Seccional de São José do Rio Preto e Araçatuba, Marta Rosana de Souza. Além da palestra, alunos e convidados puderam desfrutar de um delicioso café da manhã.( por Daniel Zilio).

Jales enfrenta cidade de Tabio no Dia do Desafio

Vale caminhar, pedalar, correr, brincar e até subir escadas, o mais importante é incentivar a pratica de alguma modalidade esportiva, na busca por melhor qualidade de vida.  Assim, Jales se prepara para enfrentar a cidade de Tabio, da Colômbia, no dia 27 de maio, em sua 21º edição do Dia do Desafio cuja pretensão envolver todos os setores da municipalidade, mobilizando a comunidade em praças públicas, escolas, empresas e o comércio para o desafio.

Funcionários da prefeitura são recebidos com música erudita

Na manhã da quarta-feira, 29 de maio, os funcionários públicos municipais foram surpreendidos ao chegarem à sede da prefeitura para o inicio do expediente. Um quarteto de cordas, formado por membros da Corporação Municipal Musical de Jales, apresentaram um recital de música erudita, pop e internacional.
Gabriel Justo, Gabriel Mariano, Pablo de Almeida e Nilton Souza, jovens instrumentistas, com violinos, viola e violoncelo, encantaram e receberam aplausos de todos servidores que passaram pelo saguão de entrada do paço.
O maestro Edivaldo de Paula, organizador do evento cultural, afirmou que a ideia era justamente surpreender os funcionários e que a música erudita é uma forma de acalmar, relaxar, para que todos pudessem ter um dia mais alegre e produtivo. Edivaldo aproveitou o ensejo para convidar os que quiserem ingressar na orquestra, informando que a sede da corporação fica na Avenida Francisco Jalles, 2867, sob o viaduto Antonio Amaro. As matrículas estão abertas a todos, a partir de 9 anos de idade. Os alunos recebem ensinamento musical básico e material didático completo.

A história do samba-enredo é contada no Samba na Gamboa

 O samba-enredo é o tema do Samba na Gamboa, comandado por Diogo Nogueira.
O compositor e um dos fundadores da escola de samba carioca Imperatriz Leopoldinense, Zé Katimba, e o cantor Noca da Portela (foto) são os convidados da edição que vai ao ar neste domingo,24 de maio, às 11h, na TV Cultura.
Durante o bate-papo, os artistas campeões de vários carnavais na Sapucaí, no Rio de Janeiro – especialistas em levantar arquibancadas – relembram os sambas-enredo e compositores que fazem parte da história do samba. No repertório, destaque para os clássicos Martim Cererê (Zeca Pagodinho), O amanhã (Simone) e Aquarela do Brasil (Ary Barroso).
Samba na Gamboa - Produção originalmente da TV Brasil, a cada edição de Samba na Gamboa, Diogo Nogueira recebe artistas, grupos e personalidades do gênero para um encontro musical. Juntos, entoam canções próprias, lançamentos e clássicos que agitam qualquer roda de samba. Um bate-papo descontraído sobre carreira, samba entre outros assuntos serve de ponto de ligação entre uma música e outra.
Moacyr Luz, Dudu Nobre, Beth Carvalho, Mart’nália, Martinho da Vila, Dona Ivone Lara, João Bosco, Luiz Melodia, Alcione, Zeca Pagodinho, Jorge Benjor e Neguinho da Beija-Flor são alguns dos nomes que aparecem na primeira das cinco temporadas adquiridas pela TV Cultura.

Prêmio da promoção do Dia das Mães da ACIJ sai para consumidora jalesense

A consumidora Maria Luciana Pereira, residente no bairro São Judas Tadeu, que abasteceu no Posto Pupim, ganhou um televisor de 48 polegadas no primeiro sorteio da promoção "Amor Sempre Presente" da Associação Comercial e Industrial de Jales, realizado no sábado, dia 16 de maio, às 10 horas, na praça João Mariano de Freitas.

O empresário Antônio José da Cruz, diretor da ACIJ, que acompanhou o sorteio, avaliou a promoção como sendo, mais uma vez, um grande sucesso, como todos os eventos promovidos pela associação. Ele lembrou que a promoção do Dia das Mães é a segunda mais importante do ano, voltada para o incentivo ao comércio de Jales, atraindo consumidores de toda a região.

O movimento, segundo Toninho, foi bom, apesar dos indicadores econômicos apontarem para alguma queda no comércio. Isso, segundo ele, pode estar acontecendo, mas existem setores que não vem sentido tanto essa dificuldade. O comércio, como afirmou, também sente os reflexos da recessão, mas ela está bem mais acentuada em outros segmentos como o imobiliário, ou o automobilístico, por exemplo.

O comércio de Jales, como afirmou Toninho, é muito forte, pois sempre foi uma referência para os municípios vizinhos que procuram fazer suas compras nas lojas da cidade. Isso também ajuda atravessar momentos de certas dificuldades como vem acontecendo não só aqui, mas em todo o país.

O segundo sorteio da promoção "Amor Sempre Presente" está programado para o dia 13 de junho, também às 10 horas, na praça João Mariano de Freitas, quando serão sorteados dois smartphones Galaxy S4.

ETEC de Jales realiza Semana da Enfermagem




Os professores da escola "Dr. José Luiz Viana Coutinho" – ETEC Jales –organizaram de 11 à 15 de maio a III Semana da Enfermagem. A palestra de abertura foi realizada pela enfermeira Iracélia do Hospital de Câncer, seguindo a programação com vários profissionais como o médico veterinário Dr. Cláudio Camacho, equipe do SAMU liderados pelo Dr. José Fábio e a enfermeira Viviane , a psicóloga Sandra de Faria, o médico infectologista Dr. Maurício Favaleça, a professora Gisele Clara e o encerramento ficou por conta do soldado Renato Lopes do Corpo de Bombeiros. Em uma das noites os alunos puderam ainda, participar de uma deliciosa aula de Zumba com a gentileza de Vagner Assis e Laisa Marques. 
Mundialmente, a data 12 de maio é marcada como Dia Mundial do Enfermeiro. Neste período, profissionais da área realizam as mais diversas atividades para valorizar o papel da categoria. No Brasil, a Constituição propõe uma semana para ampla divulgação das atividades da área a discussão dos problemas e soluções para a melhoria da prestação de serviço ao público.
De acordo com a equipe de professores e direção, a enfermagem faz parte da lista de profissões essenciais e insubstituíveis e a cada dia aumenta a procura por este curso. É uma profissão muito gratificante, que exige saber técnico-científico, atualização constante do conhecimento, qualidade e busca pela excelência. Uma sociedade não pode existir sem esses profissionais.

Alunos do IEP visitam Feira Hospitalar em São Paulo




 
Os alunos do curso Técnico em Enfermagem do Instituto Educacional Profissionalizante de Jales - IEP, acompanhados pelas professoras Aline Rezende e Rosimeire Silva, visitaram a Feira Hospitalar realizada na Expô Center Norte em São Paulo.

A feira é considerada o maior evento especializado na área da saúde, com mais de 34 países participantes e recebe todo o ano em torno de 91.000 visitantes, entre pesquisadores, expositores, médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, estudantes e demais profissionais.

O objetivo da viagem foi proporcionar aos alunos uma nova metodologia de aprendizagem e conhecer as mais importantes novidades na área da saúde, além de promover uma integração positiva entre professores e alunos. Neste mesmo dia, os alunos também conheceram o Catavento Cultural, onde adquiriram muito conhecimento, agregaram valores pessoais e profissionais, além de estarem ainda mais motivados para o futuro exercício da profissão.

A direção do IEP sempre apoia e incentiva a realização dessas visitas, pois permite ampliar o olhar dos alunos para o mercado de trabalho e suas possibilidades, mostrando que eles podem trabalhar tanto no interior quanto nos grandes centros com competência, excelência e comprometimento.

De acordo com as professoras, a visita é importante, pois dá um choque de realidade sem igual e todo o tipo de experiência que se vive é válida para a formação do ser, não apenas profissionalmente, mas como um todo. Os alunos precisam estar em contato com tudo o que envolva cultura, conhecer pessoas e aguçar curiosidades. "A viagem para a Feira Hospitalar foi uma oportunidade importantíssima para somar esses valores e muitas outras visitas virão, pois entendemos ser este um caminho valioso para aprendizagem e integração".

Aneurisma Arterial: conheça as causas para o aparecimento da doença

 
Os aneurismas são dilatações anormais e permanentes que podem ocorrer em qualquer artéria do corpo. Trata-se de uma doença silenciosa que atinge ambos os sexos de diferentes idades. Sendo que sua maior incidência é entre o público masculino na faixa etária de 55 anos.

O aneurisma arterial é proveniente de uma fraqueza na parede das artérias. Segundo o angiologista Ary Elwing (CRM-22.946), especialista em cirurgia vascular periférica e tratamento a laser, os vasos possuem uma parede resistente à pressão do sangue dentro das mesmas, no entanto, uma vez enfraquecidas ela cede lentamente a pressão sanguínea e essa dilatação da artéria provoca o aneurisma.

Outras causas
Além da dilatação da artéria, outros fatores contribuem para o acometimento da doença como inflamações, infecções, traumatismo e degeneração. "Porém, a causa mais frequente está relacionada com a aterosclerose, patologia que é responsável pelo acúmulo de gorduras nas paredes das veias e, desta forma, provoca o seu entupimento", explica Elwing.

O especialista em cirurgia vascular explica que quem possui histórico familiar da doença, tem hipertensão arterial sistêmica ou é tabagista tem mais chances de desenvolver o problema. "A aorta abdominal, especialmente em seu segmento abaixo das artérias renais, é a maior envolvida pelo aneurisma. Para se ter uma ideia, em todo o mundo o Aneurisma da Aorta Abdominal (AAA) é a doença que mata, ou seja, cerca 10 mil pessoas perdem suas vidas em decorrência de complicações", descreve o Dr. Ary.

O angiologista relata que a perspectiva de rotura é proporcional ao tamanho ou diâmetro do aneurisma. "O ideal é que o tratamento do aneurisma seja feito o mais breve possível para evitar futuras complicações. Aliás, como se trata de uma doença que não apresenta sintomas específicos a consulta regular ao médico ajuda a prevenir o problema. Todavia, em casos de aneurismas da aorta o paciente pode apresentar dores abdominais, lombares e até mesmo falta de circulação nos membros inferiores, por causa da compressão da dilataçãona cavidade abdominal", alerta o especialista.


Diagnóstico e tratamento
Vale ressaltar que quanto a melhor maneira de diagnosticar o aneurisma arterial é por meio de uma consulta médica. "O exame contará com uma observação e avaliação do trajeto arterial evidencia sua dilatação e expansibilidade. Mas outros recursos podem ser utilizados como exames como a ultrassonografia, arteriografia, entre outros. Depois de diagnosticado, o tratamento do aneurisma será através de cirurgia", finaliza o Dr. Ary Elwing.



O CRAS de Urânia faz palestra aos beneficiários dos programas sociais sobre abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes



O Centro de Referência da Assistência Social - CRAS de Urânia, realizou nesta terça-feira, 19 de maio, as 20 horas, em sua sede própria, uma palestra sobre Abuso e Exploração Sexual Infantil, onde se destinou a origem do Dia ao Combate ao Abuso e Exploração Sexual.

Durante a sua palestra, Crislaiane Calanca, enfatizou que é "indispensável dizer que os fatos que ocasionou este dia é o que nos leva a tal importância perante a sociedade em que vivemos, temos uma luta diária, com esse assunto, juntamente com os setores responsáveis", citando o social, jurídico, disk denúncia com ênfase no número 100, educação e Conselho Tutelar que estão sempre envolvidos nessa área "Cabível, assim vestimos a camisa a essa Campanha de Conscientização!", disse.

"O fato das pessoas se calarem diante de situações como esta em que estamos relacionando, ocasiona-se grandes efeitos devastadores em questões à caráter, personalidade, família e sociedade dessas crianças e adolescentes que sofrem com esse determinado crime", afirmou Calanca.

A equipe do CRAS de Urânia tem a singela e atenção voltada à sensibilização da população em geral, que se direciona às situações de risco que podem ser violadas que, para Crislaiane Calanca, "o trabalho dedicado a estes seres humanos é a longo prazo, de conhecimento, junção de fatos e históricos familiares, onde a preocupação é de ter a credibilidade com confiança perante aqueles e aquelas que estão se sentindo em situação de abandono, solidão, repulsa, exclusão do mundo que muitas vezes possuem a crueldade com esses seres inocentes que simplesmente estão com suas mãos estendidas para alguém segurar e ajudar em um pedido de socorro".

"Quando os lábios não conseguem pronunciar a imensa tristeza, então acolhe-se um olhar de súplica por amor, afeto, solidariedade e compaixão."

A importância dos rituais familiares, por Flávio Carvalho

Um dos maiores problemas que vêm ocorrendo com a sociedade contemporânea é a desestruturação dos núcleos familiares e suas consequências para o desenvolvimento das crianças.

Muitos defendem que ocorreram mudanças na sociedade para melhor. A mulher conseguiu sua independência, se inseriu no mercado de trabalho. Compete de igual com os homens, apesar de terem salários inferiores. No que tange a família, houve uma redução drástica no número de membros, ou seja, se têm cada vez menos filhos, e cada vez mais tarde. Houve um afastamento com os outros membros da família, dos primos, tios, sobrinhos. Aquela convivência com todos os membros da família, as reuniões familiares são raridades. Ou seja, os filhos de hoje são privados daquelas saudáveis reuniões familiares que ocorriam décadas atrás. Os netos dos filhos dos anos 70 e 80 são privados destas saudáveis reuniões e convivência com os familiares. Estão assim cada vez mais distantes de suas raízes, de suas origens, e isto contribui e muito para a perda da identidade, pois um indivíduo que não conhece suas origens conhece pouco de si mesmo.

Os rituais exercem fundamental papel para a manutenção desta instituição abalada que é a família. Rituais como o casamento, o batismo, as debutantes, e até mesmo o ritual de se ter as refeições com toda a família sentada na mesa. Estes rituais possuem elevado valor simbólico, e de fundamental importância para o desenvolvimento sadio de toda a família

Os rituais familiares são tão importantes quanto peculiares de cada família. Com a correria dos tempos modernos, cada vez menos se exercitam estes rituais, que são simples, mas de profunda importância na manutenção de toda a estrutura familiar.

Estes rituais ajudam a construir a identidade de uma família, resgata as origens da mesma. Estes rituais familiares têm importante papel social na educação das crianças, principalmente no que tange ao respeito aos mais velhos, respeitando e compreendendo melhor os idosos, pois eles são o que seremos no futuro. Estes rituais também têm fundamental importância na nossa educação pessoal, na etiqueta, nas regras sociais.

Os rituais são demasiadamente importantes para a estrutura familiar, eles devem ser mantidos, mas não precisa serem sempre os mesmos, eles podem mudar com o tempo, pois são eventos dinâmicos, e apesar de muitos deles serem comuns a todos, muitos também são peculiares de cada família ou grupo.

Rituais familiares são sadios e estão se perdendo nesse emaranhado de poluição audio-visuais causados principalmente pela televisão, que vêm ocupando cada vez mais os lugares dos pais e educadores da família. Os rituais familiares nos ajuda a manter distância desta alienação moderna que é a televisão.


*Flávio Rodrigo Masson Carvalho

equilibriumtc@hotmail.com


Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
TIAGO ANDRADE CAROLINO e ALESSANDRA CRISTINA DE SOUZA. ELE, natural de São Paulo, deste Estado, nascido aos 12 de setembro de 1.978, engenheiro metalurgista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Carolino Sobrinho e de Nadir Andrade Carolino. ELA, natural de Catanduva, deste Estado, nascida aos 01 de maio de 1.980, bacharel em ciências contábeis, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Francisco das Chagas de Souza e de Helena Terezinha Mathias de Souza.
DELQUES FERREIRA CARLOS e ROZENÉIA QUADRADO. ELE, natural de Icaraima, Estado de Pará, nascido aos 12 de março de 1.982, comerciante, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Walgarino Belchior Carlos e de Maria Ferreira de Arruda. ELA, natural de Palmeira D’Oeste, deste Estado, nascida aos 07 de abril de 1.966, técnica em enfermagem, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Anibal Quadrado e de Florinda Araujo.
RODRIGO DE PAULA GERALDO e GABRIELA RENATA TEIXEIRA DE MATOS. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 07 de novembro de 1.992, mecânico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Paulo Cezar Geraldo e de Izabel de Paula Geraldo. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 04 de junho de 1.994, auxiliar de escritório, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Cesar Augusto de Matos e de Érika Dolores Teixeira de Matos.
MURILO BIAVA CORDOVA e NATALIA DE FREITAS SONODA. ELE, natural de São Paulo, deste Estado, nascido aos 23 de maio de 1.980, engenheiro eletricista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Wagner Cordova e de Mariza Tereza Biava Cordova. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 16 de fevereiro de 1.987, funcionária pública estadual, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Seiichiro Sonoda e de Cleuseli de Freitas Sonoda.
LUIS RICARDO RIBEIRO e SOLANGE TORRES MOREIRA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 05 de junho de 1.988, operador de torno cnc, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Pedro Francisco Ribeiro e de Maria Aparecida Iroldi Ribeiro. ELA, natural de Urânia, deste Estado, nascida aos 31 de agosto de 1.992, educacional, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Cidiney Aparecido Moreira e de Torres dos Santos Moreira.
IGOR ALEXANDRE MURARI CARDOZO e LÍVIA SANT’ANA CARDOSO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 02 de julho de 1.985, funcionário público estadual, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Valdir José Cardozo e de Aracy de Oliveira Murari Cardozo. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 27 de janeiro de 1.989, fotógrafa, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Guedes Marques Cardoso e de Lucilei Alves Sant’Ana Cardoso.
DANIEL MATIAS SANTOS e PRISCILA ZANETONI. ELE, natural de Promissão, deste Estado, nascido aos 09 de agosto de 1.985, cartorário, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Anderson Ledes Santos e de Tereza Matias Santos. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 19 de dezembro de 1.990, secretária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Valdecir Zanetoni e de Marilene Batista Zanetoni.
RUBENS PEREIRA VALENTIN e ELIZABETH RICCI LOPES. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 08 de janeiro de 1.970, pedreiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Faustino dos Reis Valentin e de Valdecila Pereira Valentin. ELA, natural de Santna da Ponte Pensa, deste Estado, nascida aos 08 de junho de 1.966, manicure, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Aparecido Lopes e de Alzira Ricci Lopes.
SAVIO ALVES DE QUEIROZ e GISELE LEÃO BOLOGNA. ELE, natural de Iturama, Estado de Minas Gerais, nascido aos 20 de dezembro de 1.990, veterinário, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Valdir Patricio de Oliveira e de Rosimar Oliveira de Queiroz. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 03 de setembro de 1.994, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha dde Antonio José Bologna e de Silvanete Cardoso Leão.
ADEMILTON CARVALHO NOGUEIRA e BEATRIZ ALVES. ELE, natural de Sebastião Laranjeiras, Estado de Bahia, nascido aos 13 de outubro de 1.993, serralheiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Adailton José Nogueira e de Nilva Tibo Carvalho Nogueira. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 07 de fevereiro de 1.995, auxiliar de Cartório, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Nivaldo Alves e de Silmara Aparecida de Costa.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Rosimeire Ensides Tomazeli
Oficial Interina


ETEC Jales realiza a AGRITEC 2015






A Escola Técnica Estadual "Dr. José Luiz Viana Coutinho" (Escola Agrícola de Jales) realizou no dia 14 de maio a AGRITEC 2015, que teve como objetivos o desenvolvimento pedagógico através de experimentos de campo conduzidos pelos alunos, a exposição das principais tecnologias em variedades de milho, sorgo, adubos verdes, forrageiras, bem como os sistemas de produção envolvendo rotação de culturas, sistemas de plantio direto, assistencialismo rural, tratores, implementos agrícolas, exposição de ovinos e ao mesmo tempo promovendo a aproximação da comunidade regional e dos futuros empregadores com o ambiente escolar e com as atividades práticas lá desenvolvidas.

O evento foi coordenado pelo docente engenheiro agrônomo Me. João Vitor Ferrari juntamente com a direção da escola em nome da diretora Luzia Corsini Dejavite e os alunos do segundo ano de Técnico em Agropecuária e contou com a participação de empresas da região de diversos segmentos do agronegócio entre elas: Agroceres, Dow Agrosciences, Morgan, Agroeste, Kimberlit, CATI regional de Jales, Matsuda, Agromec, Cimoagro, Coopercitrus, Sicoob Credicitrus, Sebrae/SP, IBS, Fatec Jales, e contou também com patrocínios de várias empresas.

A instalação da área experimental de 2 hectares, cujo preparo do solo e o plantio ocorreu em dezembro de 2012, contou com a participação dos alunos que conduziram os experimentos durante aproximadamente 120 dias, realizando os tratos culturais necessários.

Para o Professor coordenador "a ETEC Jales apresentou um trabalho muito importante tanto do lado pedagógico como do papel de difusora de modernas tecnologias para o setor do agronegócio buscando o fortalecimento da agricultura na região", afirmou.

Durante a AGRITEC 2015, os mais de 140 participantes, dentre eles, produtores rurais, estudantes de diversas instituições da região e empresários de 18 municípios que compareceram ao local, participaram de palestras e exposição dos materiais por parte das empresas na área experimental e ao final das atividades houve um momento de confraternização sendo oferecido um churrasco aos participantes.

Curso de Farmácia da Unijales é reconhecido pelo MEC

por Daniel Zílio

O Ministério de Educação e Cultura (MEC), por meio da Comissão de Avaliação, constituída pelas professoras doutoras, Simone Jurema Ruggeri Chiuchetta Colli e Vanda Barbosa dos Reis Toth, reconheceu o curso de Farmácia da Unijales. As profissionais avaliaram o curso entre os dias 10 e 13 de maio.
As avaliadoras cumpriram um cronograma que incluiu três dimensões: Organização didática pedagógica, Corpo docente e Infraestrutura, com análise de documentos acadêmicos e administrativos, visitas aos laboratórios e biblioteca, entrevistas com professores, alunos e coordenadora do curso e reuniões com o reitor Silvio Luiz Lofego, a mantenedora Maria Christina Fuster Soler Bernardo e a diretora de graduação Rosangela Juliano Bordon Bigulin.
Toda a qualidade do ensino, a infraestrutura, com espaços e recursos adequados para suas aulas, o corpo docente qualificado e atualizado, o projeto pedagógico, a titulação, o regime de trabalho e o comprometimento dos alunos e professores, fizeram com que o curso de Farmácia fosse muito bem avaliado.
Os requisitos analisados foram classificados de boa qualidade, atendendo plenamente a demanda do curso.
O curso de Farmácia da Unijales tem como objetivo proporcionar, seguindo as Diretrizes Curriculares Nacionais, a formação de profissionais Farmacêuticos generalistas, preparados e capacitados que possam atuar junto à comunidade de maneira crítica/reflexiva, numa dimensão de agente transformador promovendo a melhoria da saúde via atitudes e procedimentos teórico-práticos na inserção da cidadania. Respeitar os princípios éticos inerentes ao exercício profissional, reconhecendo a saúde como direito e condições dignas de vida, atuando de forma a garantir a integralidade da assistência, entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos.

Tempo propício, por D. Demétrio Valentini

Celebrado o domingo de Pentecostes, recomeça neste início de junho o "tempo comum". Ele vai se prolongar até o começo do advento, no final de novembro. Portanto, a maior parte do ano é coberta por este tempo, que agora passamos a viver, dia por dia.

O calendário litúrgico nos avisa que recomeçou o tempo comum, nos tranquilizando que ele vai transcorrer com segurança e sem sobressaltos. Pois é um "tempo favorável", "tempo oportuno", "tempo propício".

Pois ao longo deste tempo, podemos de fato viver agora com tranquilidade, no contexto de nossa vida concreta, os bonitos mistérios celebramos nos momentos especiais do Natal, da quaresma e da Páscoa, cujo tempo se concluiu com este domingo de Pentecostes.

Olhando a sequência do ano litúrgico, vem à mente a comparação com a subida do avião. Os motores são acelerados ao máximo para vencer as resistências do peso. Aos poucos ele consegue ir subindo, até atingir o teto favorável para a travessia tranquila e sem esforço, mantendo-se na altura conveniente.

Assim o ano litúrgico. Ele nos conduz para as alturas do mistério pascal de Cristo, que nos coloca em comunhão com a plenitude do mistério de Deus. Atingida esta altura, fica mais fácil manter nossa vida em sintonia com os mistérios de Deus. Esta é a proposta deste "tempo comum", que na verdade é o tempo propício para integrar em nossa vida os mistérios que a fé nos apresenta.

Ao se despedir dos seus discípulos, Cristo insistiu dizendo que se ausentaria por "pouco tempo", e que depois, por "pouco tempo" o veriam de novo, e por outro "pouco tempo" teriam que aguardar sua nova vinda.

Por mais extenso que pareça o "tempo comum" que agora temos pela frente, Jesus nos alerta que, quando se trata de "tempo", ele será sempre pouco. Tanto mais precisamos vivê-lo intensamente, para nos prepararmos a entrar na eternidade pela porta certa de nossa comunhão com Deus!

Deputado Carlão Pignatari cobra repasse de recursos para a Santa Casa de Santa Fé do Sul

O deputado estadual Carlão Pignatari e o senador Aloysio Nunes, ambos do PSDB, estiveram com o Secretário de Estado da Saúde, David Uip, nesta sexta-feira, 22 de maio, e cobraram repasse de recursos financeiros para a Santa Casa de Misericórdia de Santa Fé do Sul.
No início de março, Carlão acompanhou o prefeito Armando Rossafa e o provedor José Viscassi em audiência com o secretário adjunto estadual de Saúde, Wilson Modesto Pollara, quando apresentaram documentos que comprovam a regularização fiscal da Santa Casa, provando que o hospital está com o orçamento (receitas e despesas) equilibrado.

Todo recurso destinado pelo governo do Estado à Santa Casa de Santa Fé do Sul é encaminhado para a Prefeitura, que faz o repasse ao hospital, pelo fato de que os documentos da entidade não estavam de acordo com as exigências da Secretaria estadual da Saúde.

O deputado Carlão e o senador Aloysio disseram que a regularização fiscal permite que a Santa Casa possa firmar convênios com o Estado para receber recursos financeiros.

"A Santa Casa de Santa fé do Sul atende a população de todas as cidades próximas e necessita de agilidade no repasse dos recursos possa melhorar o atendimento. O senador Aloysio, que é cidadão santafessulense, título que recebeu da Câmara Municipal da cidade, manifestou que as santas casas necessitam de recursos para que o povo tenha um atendimento digno", disse o deputado Carlão Pignatari.

Chico Xavier

Pergunta - Existe a tentação? Que é? Qual a sua causa?
Chico Xavier - A tentação, no fundo, é a projeção de tendências infelizes que ainda trazemos. Semelhante projeção, ao se exteriorizar em forma de pensamentos materializados, atraem sobre nós aquelas mentes, encarnadas ou desencarnadas, que se nos harmonizam com o modo de ser. Entendendo que a tentação nasce de nós, recordemos que um pacote de ouro não tenta um coelho, induzindo, muitas vezes, um homem às piores sugestões, enquanto que um pé de couve deixa um homem impassível, levando um coelho ao impulso da aproximação indébita.
 
 
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
"Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.
 

  •  
 
 
 
 

Não dá mais!, por José Renato Nalini

O sistema Justiça no Brasil teve um crescimento singular. Mercê de uma educação jurídica centrada na judicialização de todos os assuntos, chegou-se à inacreditável cifra de 100 milhões de processos. Concebeu-se o "acesso à Justiça" como "ingresso em juízo", o que não significa o mesmo. Questões reiteradas, assuntos singelos, podem e devem ser resolvidos mediante uso das alternativas ao processo judicial.

Por que incentivar a conciliação, a mediação, a negociação, a arbitragem e outras estratégias de composição consensual de controvérsias?

Muitos os motivos que recomendam essa opção, em lugar da automática e inevitável propositura de nova ação judicial. O primeiro deles é que não há necessidade de se reiterar um pedido já enfrentado pelo Judiciário, com obtenção de resposta consolidada em jurisprudência predominante. Bastaria evidenciar que o tema foi resolvido e que não há sentido na reiteração de um pleito cuja decisão já se conhece.

Depois, o sistema Justiça que adotamos é sofisticado e complexo para uma República tão carente como a nossa. São cinco Justiças, embora se reconheça que o Judiciário é "uno". Elas funcionam com quatro graus de jurisdição ou "instâncias". O tema é decidido pelo juiz de primeiro grau, passa por um tribunal, chega a um Tribunal Superior, sediado em Brasília e tende a ser apreciado pelo Supremo Tribunal Federal, a cúpula da Justiça nacional.

Esse percurso pode durar cinco, dez ou quinze anos. Pois um sistema recursal caótico permite mais de cinquenta oportunidades de reapreciação do mesmo assunto.

Por economia de tempo e de dinheiro, já se justificaria recorrer às alternativas ao juízo. Mas economiza-se também o dispêndio de angústia, de sofrimento, de intranquilidade enquanto se espera uma resposta da Justiça.

O mais importante, contudo, é fazer com que se resgate o princípio da subsidiariedade. Estamos privilegiando um modelo de sociedade que prefere acreditar no "Estado-babá". Uma população tendente a ser tratada como criança, esperando que o governo resolva todas as questões. Desde as mais simples, até as mais complicadas.

Sem que o povo se converta em cidadania, não haverá condições de implementação da Democracia Participativa que o constituinteprometeu em 1988. Este modelo de protagonismo não pode prescindir de um corpo coeso, consciente, maduro, provido de discernimento e de sensatez para atuar na gestão da coisa pública. Se tudo continuar a "cair do céu", inclusive a Justiça, nunca se deixará a infância ingênua de quem espera que o Judiciário atenda a todas as reivindicações e nunca saberá se defender à base de argumentação, diálogo e exercício concreto do contraditório. Cada qual fala o que sente, o que o aflige e a obtenção de um acordo poderá satisfazer muito mais ao anseio por justiça, do que receber uma decisão técnica, talvez a encerrar o processo, mas a manter ainda mais amargo o conflito que a ele deu origem.

Vamos pensar nisso e insistir em criação e consolidação dos CEJUSCs – Centros Judiciais de Solução de Conflitos e Cidadania, NECRIM, iniciativa da Polícia Civil, Núcleos de Pacificação da Polícia Militar, OAB Concilia e todas as outras possibilidades de, ao mesmo tempo em que se resolvem questões práticas, ensina-se ao indivíduo a assumir um protagonismo cidadão que será a redenção desta República.

*José Renato Nalini é presidente do Tribunal de Justiça de Saão Paulo.

Subdesenvolvidos, por Reginaldo Villazón

Olhar o mundo como um todo, aplainando as desigualdades, propicia conclusões generalizadas. Arremates, tais como: "o mundo é uma beleza" ou "o mundo está perdido". Já, observar o mundo – com o cuidado de reconhecer a diversidade existente – exige esforço maior para se chegar a respostas consistentes. O que existe e acontece em cada parte do planeta tem suas peculiaridades. Muitas vezes, fatos parecidos revelam diferenças importantes.

Por exemplo, quando se foca a violência no mundo, constata-se que ela contabiliza milhões de ocorrências por ano. No entanto, a violência não é uma regra geral. Ela se distribui desuniforme, concentra-se mais em umas do que em outras regiões. Além disso, ela assume modos diferentes: guerras, homicídios, suicídios, agressões, roubos e outros.

A organização internacional "Social Progress Imperative" classifica os países por índice de segurança pessoal. Segundo ela, os países mais seguros para se viver hoje são: Islândia, Suécia, Noruega, Suíça, Dinamarca, República Checa. Os países mais inseguros são: África do Sul, República Democrática do Congo, Afeganistão, Venezuela, Nigéria, Iraque. Não há como negar esta realidade. Existem mesmo países em que a cordialidade e o respeito da sociedade bastam para garantir a segurança. E outros países em que o medo prevalece.

O Brasil costuma se classificar entre as nações mais violentas do planeta. Não é a toa que os muros, grades, portões eletrônicos e câmeras de segurança aqui fazem sucesso. Mas o "Mapa da Violência" – com estatísticas de homicídios de 2012 –, aponta Estados mais violentos (Alagoas, Espírito Santo, Ceará, Goiás, Bahia) distanciados de Estados menos violentos (Santa Catarina, São Paulo, Piauí, Rio Grande do Sul, Minas Gerais).

O foco sobre outras questões sociais – saúde, educação, habitação, alimentação, emprego, renda – mostrará situações bem diversas (ótimas a lamentáveis) mundo afora. Mas, já faz tempo, ruiu a teoria de que a pobreza é uma fase natural obrigatória da história dos povos. Já faz décadas, o economista bengalês Muhammad Yunus (criador do microcrédito) provou que é possível melhorar a vida dos pobres sem grandes investimentos. Já é sabido, pessoas criativas com poucos recursos conseguem gerar empresas, emprego e renda.

No entanto, ao lado de situações sociais ótimas, as situações lamentáveis persistem. Por isto, eclodem crises sociais agudas. Grupos de mexicanos invadem o território dos Estados Unidos. Levas de haitianos chegam ao Brasil. Barcos lotados de africanos se arriscam rumo à Europa. Todos buscam condições humanas de vida. O que fazer?

Os líderes mundiais não estão preparados para enfrentar problemas sociais. A praxe manda que eles façam discursos evasivos, utilizem leis e armas para manter a ordem, tomem providências paliativas. Eles não enxergam que a base do desenvolvimento (e da solução das crises sociais) é o binômio "saúde e educação". A saúde produz efeitos diretos no trabalho, na produção, na renda e no consumo. A educação modifica as pessoas, civiliza seus modos, aprimora seus interesses, racionaliza suas decisões. Eis o cerne das questões sociais.

Vereadores pedem conjunto habitacional para Jales

Os vereadores Gilberto Alexandre de Moraes e Jesus Martins Batista, ambos do DEM, juntamente com o edil Rivail Rodrigues Junior (PSB) estiveram em São José do Rio Preto nesta quarta-feira, 20 de maio, em reunião com o gerente do Núcleo Regional da CDHU de São José do Rio Preto, Flávio Prandi Franco, o Flá, que está recebendo demandas dos municípios no setor habitacional.
Além dos parlamentares também esteve presente na reunião o secretário de Planejamento, Desenvolvimento Econômico e Trânsito de Jales, José Magalhães Rocha, representando o Poder Executivo. Ele solicitaram apoio de Flá Prandi para implantação de um novo conjunto habitacional em Jales.
De acordo com Flá, a demanda será avaliada e encaminhada. "Eu e o secretário Rodrigo temos imenso carinho por Jales. Será um prazer contribuir para o desenvolvimento habitacional não só de Jales como dos municípios da região", destaca o Gerente regional.

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Após ação do MPF/SP, Justiça condena servidor público federal por uso de material pornográfico no Ipen

Sentença determinou perda da função pública, suspensão de direitos políticos e pagamento de multa

A Justiça Federal determinou a perda da função pública de um servidor do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) na capital paulista por improbidade administrativa. Ele utilizou seu computador de trabalho na instituição para baixar conteúdos pornográficos, incluindo imagens de pedofilia e zoofilia. A decisão atende ao pedido do Ministério Público Federal em São Paulo, que em março do ano passado havia ajuizado uma ação civil referente ao caso.

Na sentença, a 7ª Vara Cível Federal na capital também estabeleceu a suspensão dos direitos políticos do servidor por três anos e a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios e incentivos fiscais e creditícios pelo mesmo período. A decisão ordenou ainda que o réu pague multa civil equivalente a cinco vezes o valor de sua remuneração líquida.

O caso foi descoberto em setembro de 2007, após uma denúncia anônima. Uma inspeção realizada por técnicos do Ipen revelou que o conteúdo impróprio estava armazenado no computador de uso exclusivo do servidor. Entre os arquivos encontrados, havia fotos de meninas cuja aparência denotava idade de 10 a 15 anos, além de vídeos com cenas de sexo envolvendo animais.

A autora da ação é a procuradora da República Thaméa Danelon Valiengo. O número para acompanhamento processual é 0005232-16.2014.4.03.6100.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Reflexão

Tratar bem a um desafeto não é ser superior nem educado: Isto é ser falso. E a falsidade nos enoja. Preferimos um desafeto que nos acerte um soco do que um desafeto que nos oferece um sorriso: o primeiro é uma pessoa com convicções, o segundo é uma pessoa perigosa.

Pinato integra comitiva que recebeu primeiro-ministro da China no Congresso Nacional

O deputado republicano Fausto Pinato (PRB/SP), idealizador da Frente Parlamentar Brasil-China, esteve presente na recepção ao primeiro-ministro da China, Li Keqiang, e sua delegação, no Congresso Nacional, nesta terça (19). A reunião conduzida pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e do Senado Federal, Renan Calheiros, teve como finalidade fortalecer a cooperação parlamentar entre os dois países.
Pinato acredita que a relação do Brasil com a China pode ser mais lucrativa para ambas as nações. "Estamos em contato com representantes da Associação Chinesa do Brasil, em São Paulo, e acreditamos que essa parceria pode avançar nas questões de infraestrutura, setor energético e agronegócio", defendeu.
Durante o encontro, Eduardo Cunha explicou como funciona o sistema político brasileiro, ressaltando a representatividade da Câmara e do Senado. "É do nosso apreço a troca não só comercial, mas também a troca em termos culturais com a China. Temos certeza de que no futuro as relações entre o Brasil e a China serão aprofundadas", afirmou.
O primeiro-ministro agradeceu a hospitalidade e disse que existe uma cooperação em todas as áreas, o que reforça a amizade China-Brasil. "Não importa a região ou partido dos parlamentares presentes. Acredito que todos que estão aqui tenham interesse em aprofundar essa amizade", acrescentou.
Após a reunião de líderes, o presidente Eduardo Cunha informou que, por decisão do Colégio de Líderes, dois projetos de ratificação de acordos internacionais celebrados entre os países do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) entrarão na pauta do plenário.
O secretário de Comunicação Social da Câmara, deputado Cleber Verde (PRB-MA), e o 1º secretário da Mesa Diretora, deputado Beto Mansur (PRB-SP), também participaram da recepção ao primeiro-ministro.
 
Por Mônica Donato com informações da Agência Câmara  Fotos: Douglas Gomes


quarta-feira, 20 de maio de 2015

Liziane Soares fotografa para o Bella da Semana e mostra o seu lado sensual




No Brasil, ela é conhecida como a sósia da ex-Panicat Aryane Steinkopf e tem mais de 20 mil seguidores do Instagram.



Mas nada disso faz com que Liziane Soares fique com a cabeça nas nuvens. Ao contrário, a nova modelo do site Bella da Semana (www.belladasemana.com.br) é pé no chão, humilde e de bem com a vida.

A loira dispensa obviedades e prefere os homens que agem com educação e inteligência. Além de toda a bondade exterior (que corpo!), Liziane também é boa de coração – luta pelas causas sociais e trabalha focada em um mundo mais justo.



Prova disso é um trabalho feito certa vez, que considera o mais interessante até o momento. "Era um quadro que gravei chamado ‘Corrente do bem’. Arrecadávamos brinquedos com pessoas famosas para serem doados no Natal para crianças de uma comunidade carente em Porto Alegre (RS). Foi incrível ver o brilho nos olhos de cada criança e a sensação de poder ajudar o próximo é maravilhosa."
O Bella ficou sensibilizado com a história da moça e resolveu ajudá-la na missão de tornar o mundo melhor – fez o ensaio fotográfico, que vai ao ar nesta segunda-feira, dia 25 de maio, e certamente alegrará o dia de muita gente! 

Janaína - Comunicação e Tradução

Email: janaina@belladasemana.com.br

www.belladasemana.com.br


TCESP considera resultado da prestação de contas de repasse de recursos da Prefeitura à Aderj como irregular


19/05/15 – SÃO PAULO – O Conselho da Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), reunido durante a realização da 13ª sessão ordinária, no plenário ‘Professor José Luiz de Anhaia Mello’, às 11h, analisou 84 processos da Ordem do Dia, tendo julgado irregulares 12 contratos e negado provimento a sete recursos. A Segunda Câmara aplicou multas no total de 1.630 Ufesp´s.
A sessão foi presidida pelo Conselheiro Antonio Roque Citadini e integrada pelo Conselheiro Sidney Estanislau Beraldo e o Auditor-Substituto de Conselheiro Alexandre Manir Figueiredo Sarquis. O Procurador Rafael Antonio Baldo representou o Ministério Público de Contas e a Procuradora Cristina Freitas Cavezale a Procuradoria da Fazenda Estadual.
Entre os processos julgados irregulares está o de prestação de contas - repasse de recursos públicos ao terceiro setor - sendo o órgão concessor a Prefeitura Municipal de Jales e entidade beneficiada a Associação dos Deficientes Físicos da Região de Jales - ADERJ, referente ao exercício de 2008, no valor de R$ 920.354,71.
A Segunda Câmara do TCE considerou a prestação de contas como irregulares com severas recomendações.

Sindicato da Enfermagem ganha ação judicial contra Hospital Auxiliadora

Valores somados chegam a cerca de 140 mil reais e beneficiará filiados da entidade sindical

O Sindicato dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares, por intermédio de seu presidente, João Carvalho   (foto), moveu uma ação contra o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora requerendo uma equiparação salarial, de anos anteriores, da classe da enfermagem.

A causa foi ganha pela entidade e os benefícios de todos os trabalhadores somados chegam a cerca de R$ 140 mil . A ação requerendo a equiparação salarial foi elaborada pelo sindicato somente para seus filiados.
"Por isso é importante o trabalhador estar junto conosco, sempre estamos de olho em seus direitos e buscando a valorização profissional. O valor do benefício que eles estão ganhando se você colocar na ponta do lápis serão cerca de 18 anos de contribuição sindical", finalizou, João Carvalho. Ao todo serão beneficiados aproximadamente 30 trabalhadores e o pagamento assim que liberado já será repassado aos funcionários por meio do Sindicato da Enfermagem.


Secretario Rodrigo Garcia, da Habitação, prometeu liberar recursos para a conclusão de 103 casas

 
O deputado estadual Carlão Pignatari, líder da bancada do PSDB na Assembleia Legislativa, pediu agilidade para a conclusão das obras de um conjunto habitacional de Sud Menucci, na Secretaria de Habitação.
Carlão acompanhou o prefeito Júlio César Gomes (Julião) e o presidente da Câmara Municipal, Maércio da Costa Branco, em audiência com o secretário de Estado, Rodrigo Garcia.
Carlão explicou ao secretário que está em andamento a construção de 103 casas da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), com data prevista de entrega para outubro deste ano, mas devido contingenciamento de recursos do Estado, as obras estão paradas.
De acordo com o prefeito Julião, para a finalização das obras a Secretaria precisa liberar recursos para o asfalto, guias, sarjetas e redes de água e energia elétrica.
O secretário Rodrigo Garcia se comprometeu em autorizar os recursos para a conclusão das casas.
"É muito importante que as casas sejam concluídas para que as pessoas que estão aguardando por uma moradia possam ter suas casas o mais rápido possível", concluiu o deputado Carlão Pignatari.


terça-feira, 19 de maio de 2015

Reunião com ministros Edinho Araújo e Helder Barbalho deixa piscicultores otimistas

Grupo esteve no Ministério da Pesca para pedir manutenção do nível do reservatório de Ilha Solteira e novas autorizações para tanques-rede



Um whorkshop em Santa Fé do Sul (SP), em data a ser marcada na primeira quinzena de Junho, discutirá uma série de problemas envolvendo a piscicultura do Noroeste de São Paulo, atingida pela queda do nível do reservatório de Ilha Solteira e por problemas em outorgas. A realização do encontro foi definida nesta terça-feira (19.05), no Ministério da Pesca e Aquicultura, em Brasília, durante audiência presidida pelo ministro Helder Barbalho com produtores de tilápias do Estado de São Paulo, que teve como convidado o ministro de Portos Edinho Araújo.

O ministro Edinho Araújo abriu o encontro ressaltando a importância desta atividade nas cidades banhadas por lagos de hidrelétricas. "A região Oeste de São Paulo é a maior produtora de tilápias do Brasil por meio de tanques-rede. A atividade gera mais de três mil empregos e é importante fonte de renda numa região que perdeu terras férteis para a formação dos lagos de usinas", destacou o ministro de Portos.

Os produtores apresentaram ao ministro Helder Barbalho vários pedidos para assegurar a atividade nos lagos de hidrelétricas em períodos de estiagem e para garantir a expansão da criação de peixes, mediante novas outorgas.

Segundo o presidente da Câmara Setorial da Pesca do Estado de São Paulo, Emerson Esteves, o Operador Nacional do Sistema (ONS) vem apenas priorizando a geração de energia, em prejuízo da criação de peixes.

"Os tanques precisam ser transferidos para pontos mais profundos, porque o reservatório opera hoje com a cota 319,25 metros, e ainda assim com forte tendência de queda no nível do lago. A região, que possui capacidade para criar 22 mil toneladas anuais de peixes, está produzindo apenas 18 mil toneladas. É preciso haver um equilíbrio na operação do sistema para que ao menos esta cota atual seja mantida no período mais seco", reivindicou.

Outra questão apresentada pelos produtores diz respeito às outorgas para uso de espaço no lago. Falta de fiscalização nas áreas licenciadas e excesso de burocracia na tramitação dos processos, além da interpretação conflitante de decretos e normas por diferentes órgãos públicos envolvidos no processo, atrasam a produção e criam dificuldades financeiras para os criadores.

O secretário de Planejamento e Ordenamento da Aquicultura Felipe Matias acolheu as reclamações e prometeu incluí-las na pauta do encontro de Santa Fé do Sul, que reunirá produtores de todo o interior do Estado de São Paulo.

Há problemas também com o entreposto de pescados de Três Fronteiras, que deveria ser operado por um consórcio intermunicipal. O ministro Helder Barbalho pediu que a Prefeitura apresente toda a documentação relativa aos convênios de construção e operação do entreposto, para avaliar se é possível resolver as pendências.

PRAZO - O ministro Helder Barbalho surpreendeu os produtores estabelecendo prazos relativamente curtos para a equipe técnica do Ministério apresentar solução para os problemas de outorga e operação.

"Vamos marcar o workshop para daqui a duas semanas e estreitar os entendimentos com os produtores para que eu possa visitar a Aquishow de Santa Fé do Sul já com boas notícias", disse Barbalho. A Aquishow está programada para os dias 26 e 27 de agosto.

O ministro também se comprometeu em fazer gestões junto ao Ministério das Minas e Energia e ao governo de São Paulo para uma análise conjunta das pendências.

Participantes - Representaram a região Noroeste no encontro o secretário de Turismo de Santa Fé do Sul, José Emídio Calazans, o secretário de Planejamento de Três Fronteiras, Elton Olivio, o diretor da Câmara de Três Fronteiras, Olindo Vieira de Souza, Emerson Esteves, presidente da Câmara Setorial da Pesca do Estado de São Paulo, Fernando Jesus Carmo, engenheiro agrônomo da CATI, Marilza Patrício Fernandes, secretária da Associação de Piscicultores, Paulo César Bindilati, e os piscicultores Assis Castelan, Glaúcio e Fábio.