Páginas

sábado, 16 de maio de 2015

Saúde realiza VI Conferência Municipal de Saúde nos dias 22 e 23 de maio


Com o tema “Saúde Pública de Qualidade para Cuidar Bem das Pessoas: Direito do Povo Brasileiro” o Conselho Municipal de Saúde e a Prefeitura Municipal de Jales, através da Secretaria Municipal de Saúde, realizam entre os dias 22 e 23 de maio a VI Conferência Municipal de Saúde.
Buscando avaliar a situação da saúde na comunidade e propor novas diretrizes para melhorar a qualidade dos serviços no município, o evento acontece nas dependências da APAE, visa reunir a população usuária do SUS, representantes de entidades e associações de bairros. Os interessados em participar devem enviar um e-mail para conferenciasaudejales@gmail.com até o dia 18 de maio.
A secretária municipal de Saúde, Nilva Gomes Rodrigues, destacou a relevância do evento e a necessidade da participação da comunidade. “A Conferência Municipal de Saúde é o mais importante ato de democracia que a saúde pública promove, por isso a presença popular é extremamente importante”, completou.
Atualmente o município conta com dez Estratégias de Saúde da Família/ESFs e o Núcleo Central de Saúde, distribuídos em bairros estratégicos para melhor atender a população.

Enio Tatto propõe programa que valorizara iniciativas tecnológicas


O 1º secretário da Assembleia Legislativa, deputado Enio Tatto (PT), apresentou o Projeto de Lei 593/2015, que institui o Programa para a Valorização de Iniciativas Tecnológicas - VAI TEC, com a finalidade de apoiar atividades inovadoras, em especial as que são ligadas à Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e envolvem jovens de baixa renda.“O VAI TEC, que já existe na capital paulista desde 2013, tem como missão estimular a criação, o acesso, a formação e a participação do pequeno empreendedor e criador no desenvolvimento tecnológico do Estado de São Paulo. Objetiva também promover a pesquisa, a difusão de tecnologias e a inovação, além da estruturação e desenvolvimento de cadeias produtivas formadas por micro, pequenas e médias empresas e cooperativas”, comenta o parlamentar.

“Além disso, o programa pretende contribuir para a redução das desigualdades regionais dentro do Estado ampliando a oferta de emprego e renda nas regiões nas quais a relação entre oferta de empregos e a densidade demográfica é mais acentuada”, complementa o parlamentar.
Na propositura está prevista a criação de Comissão de Avaliação de Propostas do Programa e critérios para a aceitação de participantes. Enio Tatto observa que a comissão terá “como finalidade a seleção de propostas e avaliação de resultados daquelas que forem aprovadas, de modo a garantir a ampla publicidade e transparência do processo em todas as suas fases”.
“O projeto de lei apresentado pretende valorizar a inovação tecnológica em combinação com avanços sociais. Essa iniciativa contribuirá para a promoção de mais desenvolvimento acompanhado de justiça social”, conclui o deputado.

 

 

Projeto de Enio Tatto valoriza o esporte nas escolas públicas estaduais


O 1º secretário da Assembleia Legislativa, deputado Enio Tatto (PT), apresentou o Projeto de Lei (PL) 592/2015, que dispõe sobre a oferta de esporte como atividade educacional complementar a todos os alunos dos ensinos fundamental e médio das escolas públicas estaduais. Conforme o PL, a atividade esportiva, de caráter facultativo e com prioridade para as modalidades olímpicas, deve ser oferecida uma vez por semana, por um período de duas horas.

 Além de prever que essas atividades deverão ser ministradas por profissionais com formação de nível superior em educação física, o PL permite que escolas com equipamentos esportivos insuficientes façam parcerias com associações ou clubes que dispõem das instalações necessárias. Além disso, o PL estabelece que o programa esportivo não substituirá nem prejudicará outras disciplinas e não isentará os estudantes de frequentar aulas de educação física.

 “O esporte é um fenômeno que chama a atenção dos indivíduos no universo da sociedade contemporânea. Na condição de fenômeno mundial, é considerado agente fomentador de valores, formador de cidadãos e potencializador das qualidades humanas”, justifica Enio Tatto. Lembra que a atividade esportiva é, inclusive, um direito garantido pela Constituição Federal e que é dever do poder público incentivá-la como forma de promoção social.

 O deputado lembra que a noção de que o esporte pode ser uma importante ferramenta de inclusão social tem se fortalecido substancialmente, a tal ponto que ele tem sido tema de importantes projetos inclusivos no Brasil e no mundo.

Enio Tatto frisa que a escola é onde efetivamente se aprendem as primeiras lições de cidadania. “É a matriz onde se moldam os cidadãos e se estabelecem as diretrizes, os princípios e os valores culturais que formam e sedimentam as bases da comunidade política e social. Portanto, o esporte nas escolas precisa ser visto em sua dimensão pedagógica, ou seja, como um aspecto fundamental da formação do indivíduo”, conclui.

 

 

Com Expô, comércio espera aumento de 10% nas vendas


Com o início da Expô Fernandópolis, as expectativas são de muita festa e também de crescimento nas vendas do comércio. O período festivo na cidade aquece a economia em diversos setores.
Além de maior procura pelas lojas de calçados e roupas, restaurantes e hotéis também ficam mais movimentados nesta época do ano, pois a Expô Fernandópolis atrai muitos turistas ao município.
Segundo a Associação Comercial e Industrial de Fernandópolis (ACIF), maio é um mês importante para a economia da cidade, principalmente, no comércio, uma vez que o Dia das Mães e a realização da Expô são duas datas que levam os consumidores às compras. “O início da festa acaba prolongando o efeito positivo do Dia das Mães”, explica o presidente da ACIF, Dirceu Miralha dos Reis.
“No período da Expô, a nossa expectativa de vendas sempre aumenta. Para satisfazer a procura dos clientes, apostamos nas novidades e em produtos diferenciados. Com certeza, a Expô movimenta o comércio”, relata Talita Chivoloni, gerente de uma loja de calçados da cidade.
Em relação à Expô, o comércio está otimista. Espera-se um aumento de 10% nas vendas. Os segmentos de calçados, roupas e acessórios devem ser os mais procurados pelos consumidores.
No entanto, além de estarem atentos às novidades, os empresários devem ficar de olho no risco de aumento na inadimplência. A ACIF aconselha que os lojistas não abram mão da consulta ao SCPC quando forem vender a prazo ou no cheque.

Desrespeito à LRF desaprova contas da Prefeitura de Dolcinópolis


15/05/15 – DOLCINÓPOLIS – O desrespeito à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) com falhas e impropriedades nos resultados orçamentário, financeiro e econômico do exercício fiscal de 2013 de Dolcinópolis levaram o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) emitir parecer desfavorável à prestação de contas apresentada pela Prefeitura. Os demonstrativos foram fiscalizados pela equipe da Unidade Regional do TCE em Fernandópolis (UR-11) e a relatoria da matéria a cargo do Conselheiro Antonio Roque Citadini.
Segundo relatório do TCE, embora tenha sido alertada durante o exercício, a Prefeitura encerrou o ano com um déficit orçamentário de 12,12% e déficit financeiro da ordem de R$ 1.735.539,99.
“Além disso o excessivo percentual de alterações orçamentárias (45,57%) demonstra a falta de boa técnica orçamentária comprometendo o equilíbrio das contas”, atentou Citadini, que ainda reforçou que a municipalidade não possuía disponibilidade financeira suficiente para cobertura dos compromissos de curto prazo.

 

FolhaGeral, da redação

Logo após a convenção, que reconduziu o agora prefeito Pedro Callado ao cargo de presidente do Diretório Municipal do PSDB, ele teria se reunido com os peemedebistas José Devanir Rodrigues – presidente do PMDB em Jales – e Jarbas Elias Zuri. O assunto tratado seria relacionado com o que? Adivinhem! As eleições de 2016.

O fantasma de uma mulher continua rondando o Paço Municipal de Jales. Foi incluído – na pauta do dia 25 de maio, da 7ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo – o julgamento de agravo de instrumento interposto por Eunice Mistilides Silva contra a decisão proferida pelo Juiz da 2ª Vara Cível de Jales, que em ação cautelar inominada indeferiu o pedido de liminar para suspensão do Decreto Legislativo nº 248/2015, expedido pela Câmara dos Vereadores de Jales, que cassou o mandato de prefeita.

É relator do processo o desembargador Eduardo Gouvêa, que – quando do despacho – decidiu que "no que se refere à existência de fraude por parte dos vereadores para gerar o processo de cassação da agravante, entendo que se trata de matéria de mérito, devendo se instalar o contraditório para melhor apreciar a questão", e solicitou informações ao Juiz da 2ª Vara Cível de Jales.

O deputado estadual Igor Soares (PTN) solicitou ao governo do Estado a implantação de um posto de atendimento do Poupatempo em Itapevi, cidade da microrregião de Osasco. "A unidade atenderia uma população crescente, além de beneficiar moradores de cidades vizinhas, como Jandira", ressaltou.

O pedido do deputado Igor Soares foi oficializado por meio da Indicação 679/2015. Por aqui, não há nem sombras de deputados estaduais ou federais, que tenham aninhado milhares de votos da população local, dispostos a fazer uma indicação de Poupatempo para Jales. Há motivo para o gestor municipal não reivindicar um posto para o município de Jales?

Com uma prancheta nas mãos, a fim de cortar gastos e prover o tesouro municipal, o prefeito Pedro Callado poderá – por exemplo – ter alcançado o equivalente a uma folha e meia de pagamento do funcionalismo em economia. É com metas e cobranças que se faz este tipo de gestão.

Está acontecendo um certo descontentamento no ninho tucano com a composição do secretariado municipal. Há membros com bico grande de insatisfação, alegando que apenas dois nomes de destaque no partido – Jorge Pêgolo e Carlos Roberto Cardoso da Silva – ocupam as assessorias. E neste domingo fará três meses que Callado foi empossado.

Os vereadores autorizaram, através de lei complementar, o prefeito Pedro Callado a devolver as portarias – cassadas pela ex-prefeita Nice Mistilides – que ajudavam a melhorar o salário dos servidores.

Quando vice, Pedro Callado chegou a dizer que – se assumisse o Executivo – devolveria o benefício aos prejudicados. Porém, nas conversas de bastidores, falam que nem todos servidores estão na lista. Que muito deles devem ficar de fora por não enquadramento na legislação.

O deputado estadual André do Prado (PR), protocolou o Projeto de Lei 636/2015 que dispõe sobre a isenção – ao cadastrado como doador de medula óssea – do pagamento de taxas de inscrição em concursos públicos.

Pelo projeto, para ter direito à isenção, o candidato terá que comprovar seu cadastramento somente como doador de medula óssea junto à entidade coletora deste material ou junto à entidade responsável pelo cadastro de doadores de medula óssea. Assim, o candidato deverá apresentar um documento expedido pela entidade coletora ou pela entidade responsável pelo cadastro de doadores de medula óssea, que deverá ser juntado no ato de inscrição nos concursos públicos.

O deputado estadual Sinval Malheiros (PV) esteve em Jales na segunda-feira (11 de maio), tendo se encontrado com lideranças regionais no plenário da Câmara Municipal e o vereador presidente Nivaldo Batista de Oliveira – o Tiquinho.

Diversos pedidos de liberação de recursos para os municípios, cujos representantes estiveram presentes, foram entregues ao deputado Sinval Malheiros. Ele se comprometeu em se empenhar para efetuar a liberação de R$ 300 mil para recapeamento asfáltico e outros R$ 300 mil para a construção da cozinha da AACAJ. "O deputado Sinval cumpriu uma agenda bastante extensa em Jales, mas sabemos que ele está disposto a ajudar. Esperamos ter nossas solicitações atendidas" – disse o vereador Tiquinho. Sim, isto é fazer política.

O quinteto de vereadores – Gilberto Alexandre de Moraes, Jesus Martins Batista, Luís Fernando Rosalino, Pérola Maria Fonseca Cardoso e Rivail Rodrigues Júnior – está solicitando informações do prefeito Pedro Callado sobre os ocupantes de cargos de provimento em comissão, nomeados a partir de 18 de fevereiro, quando ele tomou posse.

De acordo com a solicitação dos vereadores, Pedro Callado terá nomeado vários ocupantes para cargos de provimento em comissão e existe uma legislação que estabelece exigências a serem atendidas pelos ocupantes de cargos em comissão na administração pública municipal. Esta legislação proibe, por exemplo, a nomeação de cidadãos aos cargos em razão de terem cometido atos ilícitos.

Quem será, por descuido, falha ou outro motivo, que terá sido nomeado e pode estar infringindo a legislação pertinente? Não se discute. Se existe lei e é boa, tem mesmo que ser cumprida. Além disso, falando francamente, este tipo de assunto anima a vida da turma do botequim. Bendita seja a política, que também serve para reunir pessoas.


Casa do Poeta e Escritor organiza 3ª edição do concurso de poesias

Organizado pela Casa do Poeta e do Escritor com apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Esporte, Cultura e Turismo, será realizado em Jales o 3º Concurso de Poesia, em que podem participar estudantes da rede municipal, estadual e particular de ensino.



Poetas visitaram escolas para a divulgação do concurso
Divididos em Ensino Fundamental I, 1ª a 4ª série, Fundamental II, 5ª a 8ª, e Ensino Médio, os alunos devem redigir suas poesias, sobre qualquer tema e entregá-las até o dia 30 de junho nas salas de leitura de suas respectivas escolas. A premiação será feita no dia 2 de Outubro em cerimônia realizada na Câmara Municipal.

"Nas edições anteriores tivemos um grande número de alunos participantes, mas a expectativa nessa edição é que seja ainda maior, ultrapassando quatrocentas poesias inscritas", afirmou Marilene Pacheco, presidente da Casa do Poeta, finalizando que o principal objetivo do concurso é fomentar a leitura e a escrita aos jovens.

Como forma de reconhecimento pelo trabalho realizado pelos poetas de Jales, a Academia de Letras do Portal do Poeta Brasileiro, entidade que será responsável pelo julgamento das poesias do concurso, divulgou recentemente que a cidade sediará, nos dias 2, 3 e 4 de Outubro, o VII Congresso Brasileiro de Poetas, evento inédito no município, reunindo poetas vindos de todas as partes do país.



Muito amor e emoção marcaram o Dia das Mães do Anglo




 
O clima de emoção tomou conta do Colégio XV de Abril-Anglo Jales nos dias 7 e 8 de maio, quando os alunos do ensino infantil e ensino fundamental fizeram homenagens, com muito amor e carinho às mães. O tema deste ano foi "Mãe sempre professora"

Reunidos em salas de aula e no Ginásio Poliesportivo da escola, as mães assistiram a várias apresentações dos alunos do maternal ao 5º ano do ensino fundamental I.

Músicas como "Mamãe me plantou, Eu e Você, Aos olhos do pai, Obrigado Mamãe" e poemas fizeram parte das apresentações que emocionaram não só as mães que estiveram presentes, mas os professores e funcionários da escola.

As professoras e auxiliares do Anglo de Jales fizeram um trabalho de ensaios e confecções de presentes durante todo o mês de abril para tornar o momento ainda mais especial.

Após as apresentações, as mães e convidados receberam seus presentes e participaram do café da manhã, oferecido pelo Colégio XV de Abril-Anglo de Jales. (por Daniel Zillio-Amglo Jales)

Artesãs de Jales e região realizam em novembro a primeira edição da CriArte

O evento, que nasceu do desejo de várias artesãs de divulgarem seu trabalho, ganhou forma com a reunião de aproximadamente dez mulheres de várias idades, classes sociais e estilos diferentes, que tinham apenas um objetivo: divulgar sua arte!

A CriArte será realizada no mês de novembro e irá receber mais de 20 artesãos de Jales e região que irão expor e comercializar suas peças criadas especialmente para esse evento. O principal objetivo da feira é reunir em um só lugar artesãs de Jales e região e oferecer produtos exclusivos, criativos e com qualidade. Além de proporcionar lazer e cultura para os visitantes que passarem pelo espaço.

Cada artesão terá seu estande decorado de acordo com seu estilo e produto, onde serão expostas suas mercadorias. A estrutura dos estandes serão todas padronizadas criando assim uma identidade visual para a feira. Para isso, utilizaremos caixotes e paletes, criando um ambiente com estilo bem artesanal, assim como os produtos que serão expostos.

Todas as expositoras são artesãs convidadas que passaram por uma análise de seus trabalhos por uma equipe de profissionais. Serão colocados à venda trabalhos em tecido, feltro, patchwork, quilting, bordados à mão, pedrarias, chinelos personalizados, caixas personalizadas, quadros, pinturas, arte sacra, arte em madeira, bonecas, enxovais, entre outros.

Os espaços para exposição são limitados, serão no máximo 25 expositores, portanto, quem tiver interesse, entre em contato para apresentar seu trabalho e consultar as formas de participação. Um profissional especializado irá realizar a decoração do local que será inspirado no universo artesanal e no natal. O ambiente irá proporcionar conforto e comodidade aos visitantes.

Além do artesanato haverá um espaço destinado a gastronomia e lazer, com apresentações artísticas e diversão para adultos e crianças.

Na fanpage da feira facebook.com/criartejales é possível conhecer as artesãs participantes, os produtos que serão comercializados e todas as novidades desse grande evento que irá entrar para o calendário anual de eventos de Jales.

Prefeitura e Cras promovem “Dia da Beleza” aos residentes do Lar São Vicente de Paula de Urânia



 Na quarta-feira, 29 de abril, a Prefeitura de Urânia por meio do Centro de Referência da Assistência Social –CRAS promoveu o ‘’Dia da Beleza" no Lar São Vicente de Paula, através dos membros do Curso de Beleza e Estética direcionado pela profissional Jucelaine Severino.
Foi um trabalho voluntário, onde proporcionaram corte de cabelo, coloração, manicure e pedicure, depilação entre outros cuidados A satisfação de poder receber cuidados de higiene pessoal e beleza, além de participar de atividades recreativas, se estampou nos rostos dos residentes do Lar São Vicente de Paula, durante todo o dia.
Com isso, esta parceria entre a instituição e o município adere o fortalecimento de vínculos pessoal e comunitário. A desenvoltura da qualificação aplicada no curso, trouxe aos residentes, além da alegria e sorrisos de uma autoestima voluntária, uma melhora da qualidade de vida dessas pessoas.
Nunca se esquecendo da importância do ser humano e a valorização desses idosos que um dia foram à esperança da nossa nação e que hoje merecem dignidade, conforto e paz.

Doença silenciosa: esteatose pode causar cirrose

Muitas vezes, o pneuzinho indesejado na região abdominal pode representar diversos problemas de saúde, um deles é a esteatose, doença silenciosa que atinge crianças, jovens e adultos. Caracterizada pelo excesso de gordura no fígado, a esteatose causa alterações nas enzimas do órgão e no sangue. E, quando não tratada com os devidos cuidados, pode evoluir para cirrose e até mesmo um câncer.

O excesso de peso está fortemente ligado ao excesso de gordura no fígado. De acordo com o hepatologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, Carlos Eduardo Sandoli Baía, pessoas com sobrepeso têm grandes chances de desenvolver diabetes e alterações no colesterol e triglicérides – as gorduras do sangue. Esses indivíduos acabam desenvolvendo o que se chama hoje em dia de síndrome metabólica: o conjunto de sinais e sintomas que refletem toda a desorganização do metabolismo de quem apresenta essas características.

"Juntas, obesidade e diabetes podem provocar o acúmulo de gordura no fígado, acompanhada de inflamação crônica, que pode levar até a cirrose, mesmo que a pessoa não beba nada alcoólico, nem tenha o vírus da hepatite", explica o especialista.

Dados da Central de Transplantes da Secretaria do Estado da Saúde de São Paulo mostram que entre 2010 e 2014, quase 3% das indicações de transplante de fígado foram motivadas por cirrose causada por doença hepática gordurosa não alcoólica. Em 2015, esse número na lista de espera para transplantes subiu para 5%.

O médico alerta que há motivos de sobra para preocupação, uma vez que a obesidade cresceu no País. De acordo com dados do Ministério da Saúde, 52,5% da população acima de 18 anos está acima do peso ideal e 17% da população é obesa.

A melhor forma de evitar uma cirrose é o diagnóstico precoce e a prevenção da esteatose. É possível detectar a doença a partir de exames de sangue e uma simples ultrassonografia de abdome. Quanto à prevenção, é preciso adotar uma vida mais saudável com atividades físicas, consumo de frutas, verduras e legumes e evitar o consumo exagerado de bebidas alcoólicas. "A cirrose gordurosa pode ser evitada com a redução da obesidade, controle da diabetes e das alterações das gorduras do sangue. O tratamento com acompanhamento médico também pode reduzir a possibilidade de complicações", orienta Baía

Saiba mais sobre a Síndrome do Pensamento Acelerado

No mundo em constante mudança e com o ritmo acelerado, é difícil afastar a mente dos problemas e obrigações diários, fazendo com que, mesmo nos momentos de descanso, as pessoas continuem com a cabeça cheia.

Com origem no ritmo alucinante das grandes cidades, overdoses diárias de informações e obrigações que afetam a saúde emocional, a Síndrome do Pensamento Acelerado é uma condição do mundo moderno, que acomete milhares de pessoas. Segundo especialistas, essa síndrome não é uma doença, mas, sim, um sintoma vinculado a um quadro de transtorno de ansiedade.

O psicólogo e master coach João Alexandre Borba explica que as pessoas mais vulneráveis a desenvolverem esse tipo de síndrome são aquelas avaliadas constantemente por causa de suas obrigações profissionais, não podendo se desligar delas por nem um segundo. "Bons exemplos são médicos, jornalistas e executivos. A pressão profissional, juntamente ao excesso de informações às quais somos submetidos diariamente, que é considerado normal, atualmente, pode abalar o emocional de alguém", afirma.

O profissional cita que os sintomas são a sensação de estar sendo esmagado pela rotina, a impressão de que as 24 horas por dia são insuficientes para o cumprimento de todas as tarefas, o sentimento de apreensão, falta de memória, déficit de atenção, irritabilidade e sono alterado. "O esgotamento mental é a principal descrição para a pessoa que sofre da SPA, transferindo o cansaço intelectual para o cansaço físico, o que faz com que o humor seja muito volátil, também. A tecnologia tem influência nesse quadro, pois é lotada de estímulos e informações que podem cansar a vista e o cérebro", observa.

Borba conclui, falando que, para quem se identificou com os sintomas acima, é recomendado buscar ajuda profissional. "O melhor a se fazer é buscar um estilo de vida que permita fugas do estresse cotidiano, praticando atividades físicas e dedicando tempo ao lazer. Fazer pausas, retomar alguns hobbys e tentar fazer coisas sem nenhuma atividade simultânea", finaliza.

Atividade física realizada em excessopode causar sobrecarga do sistema venoso

Praticar atividades físicas é uma maneira eficiente de prevenir doenças oriundas da obesidade e do sedentarismo. Mas você sabia que quando realizadas em excesso podem contribuir para o surgimento das indesejáveis varizes? Isso mesmo! Como o sistema venoso – responsável pelo transporte de sangue - fica sobrecarregado podem dar origem a veias tortuosas e dilatadas nos membros inferiores.

De acordo com o médico angiologista Ary Elwing (CRM-22.946), especialista em cirurgia vascular periférica e tratamento a laser, esse problema ocorre, em especial, entre pessoas que possuem predisposição familiar. "Normalmente, pessoas que possuem histórico de parentes com problemas circulares têm maior tendência ao desenvolvimento de varizes. Quando associado a maus hábitos do cotidiano, como má alimentação, excesso de peso ou até mesmo de exercícios pode aumentar os riscos", informa.

Uma das principais atividades físicas que podem predispor ao desenvolvimento de varizes quando praticada de forma incorreta é a musculação. "Praticar musculação corretamente ajuda a fortalecer os músculos, o que auxilia no constante movimento de contração na panturrilha. Porém, o excesso de esforço no levantamento de peso pode forçar as veias, causando a dilatação das mesmas", descreve o médico.

De acordo com o especialista, a princípio o indivíduo começa a sentir queimação acompanhada de cansaço nas pernas. Além disso, sensação de peso nos membros inferiores e inchaço na região, em especial, ao redor dos tornozelos. "Evite exercícios com grande carga para não sobrecarregar as veias. O mais indicado é realizar atividades na água, pois amortecem o impacto. Porém, se você é adepto da musculação siga corretamente as instruções do professor para impedir o surgimento de vasos e varizes", sugere Elwing.


Tratamentos recomendados
Alguns tratamentos ajudam a diminuir a incidência dos vasos e varizes.

A cirurgia - que pode ser a convencional ou a cirurgia com laser endovascular - é recomendada para paciente que possuem varizes de fino, médio e grosso calibre. "Essa técnica é realizada através do fechamento da veia doente. A recuperação é de 24 horas quando a cirurgia é feita com laser endovascular e o paciente pode se locomover normalmente", diz Ary.

Outro procedimento recomendado é a crioescleroterapia que consiste na utilização de uma substância injetada em uma temperatura aproximada de 40 graus negativos. "O Objetivo é que a substância cause uma destrução das paredes internas do vaso desaparecendo da pele, sendo recomendado para as pessoas que tem microvarizes", informa o angiologista.

Por fim, mais uma técnica indicada é o laser. Essa técnica aumenta a temperatura da veia com a finalidade de queimar a mesma. "O laser é recomenado para pacientes que sofrem com microvarizes nas pernas. "Pode ser necessária a associação do laser com injeções nos vasos", finaliza Elwing.

Cras de Urânia encerra curso de gestante com entrega de kit





 
O Centro de Referência da Assistência Social – CRAS de Urânia, promoveu na segunda-feira, 11 de maio, o encerramento do curso de pintura em fraldas pelas gestantes do município, com duração de dois meses.

Cada gestante que participou do curso recebeu um kit completo, com banheira, fraldas, roupas de recém-nascidos, produtos de higiene pessoal e limpeza, mamadeiras entre outros.
A cerimônia de encerramento do curso contou com a participação do prefeito Francisco Airton Saracuza, primeira-dama e vereadora Marinete Munhoz Borges Saracuza, presidente da Câmara Municipal Odair Bezerra Dias (Fião).

A fundamentação do curso de gestante, além de beneficiar com os kits, aderem à comunicação e interpretação dos sentimentos vivenciados neste momento tão importantes na vida das beneficiárias, sendo a existência de um novo ser a caminho de uma nova vida, e convívio familiar, com alegrias consagradas de vitórias.

Vale ressaltar que além do curso de pintura em fralda, está sendo realizados diversos cursos como corte e costura, beleza e estética, bordado e, está previsto para o 2° semestre, os cursos de decoupage, culinária, pintura em guardanapo, manicure e informática. Os cursos são preferencialmente para pessoas em situação de vulnerabilidade social e que precisam desenvolver atividades que lhes possibilitem a geração de renda e a inserção no mercado de trabalho

Semanalmente é realizado grupos de convivência e fortalecimento de vínculos com beneficiarias de 0 a 6 anos, 7 a 12 anos, 15 a 17 anos, e 60 anos ou mais. A equipe do CRAS fez questão de parabenizar todas as mães presentes e todas as alunas que frequentavam o curso, e agradecer o apoio e colaboração do prefeito Francisco Airton Saracuza.

Saber esperar, por Adelvair David

A linha que divide o comodismo do saber esperar é tênue.

Há quem atropele as coisas, atirando-se a fazer ou querer aquilo que não é possível no momento. Não estamos falando aqui do esforço que se deva empreender para que as coisas possam acontecer, afinal, nada cai do céu.


É preciso que o homem tenha muita maturidade para saber esperar, ter sensibilidade para não ser indolente e nem precipitado. Dizem os espíritos venerandos em "O livro dos Espíritos", que na terra, cabe ao homem ser tão feliz quanto lhe seja possível. Isto quer dizer que grande parte das coisas que lhe acontece é decisão sua, busca através de esforços próprios para que a vida aconteça, porém, se depois de ter feito tudo o que estava ao seu alcance, licitamente, dignamente, corretamente, moralmente, será prudente saber esperar o tempo da vida, e isto é muito importante. Existem coisas que só no seu devido momento irão acontecer. O fruto apanhado antes do tempo murcha e estraga não atingindo o que se espera dele.

O homem necessita ir criando mecanismos de compreensão em relação a vida. Deve desenvolver capacidades intelectuais e morais que lhe permitam enxergar o que deve fazer pela sua e pela vida dos semelhantes, de modo que, possa beneficiar-se e também aos seus irmãos.

Quanto ao querer experimentar antecipadamente aquilo para o qual não se está devidamente preparado pode não ser uma boa escolha. Melhor aguardar a consolidação do mérito trabalhando, para que o tempo ao separar o verdadeiro do falso não revele caminhada vazia de quem se aventurou parecer mais do que é. Asseverou Jesus: "...e até o que lhe pareça ter será tirado". A vida conduz ao seu devido lugar os seus viajantes, para que cada um faça crescimento real e não ilusório. Pode ser que alguns se contentem em parecer, quando o ideal é "ser" para crescer.

A humildade, a honestidade, a paciência, o trabalho, a dedicação são ferramentas de quem deseja verdadeiramente viver. Quem denigre, conspira, mente, dissimula, escreve sentença dolorosa para si mesmo agora, para cumprir a pena depois.

PARA SABER ESPERAR É PRECISO VERDADEIRAMENTE APRENDER A AMAR A SI MESMO E A ATODOS.

Arrastão da Solidariedade supera as expectativas

A presidenta do Fundo Social, Lucia Callado, recebe de uma
 família doação de agasalhos durante o "Arrastão da Solidariedade"
A primeira-dama e presidenta do Fundo Social de Solidariedade, Lucia Helena Gomes Moraes, manifestou satisfação com a resposta positiva de toda população de Jales com as contribuições do "Arrastão da Solidariedade" da Campanha do Agasalho, realizado sexta-feira, 8 de maio.

Um mutirão formado por dezenas de colaboradores partiu de frente da Sabesp, percorrendo ruas e avenidas de diversos bairros da cidade. Cobertores, edredons, roupas, calçados e agasalhos foram doados e serão distribuídos com a finalidade de aquecer o inverno de famílias em situação de vulnerabilidade social em Jales.

O prefeito Pedro Callado participou da campanha e agradeceu aos voluntários, em especial ao gerente de Divisão da Sabesp, Gilmar Rodrigues de Jesus, cujo apoio foi fundamental na realização do arrastão. "Quero agradecer a cada um de vocês que saíram de suas casas, percorreram quilômetros pelas ruas e avenidas da cidade e arrecadaram agasalhos que vão aquecer famílias carentes neste inverno. É um ato de amor ao próximo", disse o prefeito.

Lúcia Callado também fez questão de manifestar o seu agradecimento. "Milhares de peças arrecadadas mostraram que a população é mesmo solidária, contribuindo para o sucesso da campanha. Agradeço a todos os jalesenses que não mediram esforços, demonstrando interesse em ajudar quem necessita. Agora vamos dar início à triagem e a organização da entrega das peças a todas as famílias cadastradas no Fundo Social de Solidariedade", comentou.

Além do arrastão, outros pontos de arrecadação serão colocados na cidade assim que o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo enviar as caixas de coletas.

Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
REINALDO NAZARO NORA e SILVIA APARECIDA GOMES ALVES. ELE, natural de Auriflama, deste Estado, nascido aos 23 de agosto de 1.961, motorista, viúvo, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Sebastião dos Santos Nora e de Clarice Antunes Nazaro Nora. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 22 de março de 1.977, copeira, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Alves e de Maria Alice Gomes Alves.
CHARLES HENRIQUE DOS REIS e ELAINE CRISTINA GOMES DA SILVA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 23 de julho de 1.977, montador, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Erminio Henrique dos Reis e de Francisca Helena Nogueira dos Reis. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 22 de março de 1.977, copeira, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Alves e de Maria Alice Gomes Alves.
AKÉLITON CORREIA DA SILVA e MIKELE DA SILVA LOPES. ELE, natural de Frutal, Estado de Minas Gerais, nascido aos 12 de junho de 1.979, motorista, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Anésio Correia da Silva e de Ceonice Gonçalves da Silva. ELA, natural de Santa Albertina, deste Estado, nascida aos 22 de junho de 1.987, do lar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Francisco Lopes e de Mônica Martins da Silva Lopes.
ANTONIO BENTO FERREIRA e MARIA DE FÁTIMA CESTARI. ELE, natural de Santa Albertina, deste Estado, nascido aos 26 de março de 1.956, aposentado, viúvo, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Ferreira e de Antonia Maria Ferreira. ELA, natural de Fernandópolis, deste Estado, nascida aos 16 de novembro de 1.961, do lar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Luiz Cestari e de Alice Carrara Cestari.
BRUNO ARJOL DOMINGUES e JOSIANE ELISA ALVARENGA DYONISIO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 06 de outubro de 1.986, contador, solteiro, residente e domiciliado em Urânia, filho de Jair Conforte Domingues e de Mirtes Lopes Arjol Domingues. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 18 de janeiro de 1.984, advogada, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Valdomiro Dyonisio e de Eunice Alvarenga Dyonisio.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Rosimeire Ensides Tomazeli – Oficial Interina


Prefeito Callado acompanha obras de recuperação de estradas rurais



A Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Meio Ambiente, está executando o trabalho de recuperação das estradas municipais rurais . Já foram recuperados mais de 400 quilômetros de estradas interligando a cidade a várias comunidades rurais.

O prefeito Pedro Callado, ao lado do secretário municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, Jorge Pegolo e do encarregado das estradas, José Teodoro, percorreram no último dia 6 de maio, trechos críticos das estradas em recuperação, acompanhando atentamente os serviços.

Pedro Callado destacou que o poder público municipal está procurando facilitar principalmente os trabalhos dos pequenos produtores rurais que dependem das estradas em boas condições para escoar a produção agropecuária, além de garantir a segurança e o trafego de veículos, transporte escolar e acesso aos moradores às propriedades.

No percurso também foram vistoriadas as pontes. Um pedido de auxílio financeiro para reparos e construção de novas pontes já foi encaminhado à Defesa Civil do Estado de São Paulo. "Já recuperamos a ponte do Córrego da Figueirinha, na estrada próxima a Escola Agrícola. Sabemos que as condições não estão boas em alguns lugares, por isso vamos buscar recursos junto ao governo estadual para garantir acessibilidade aos moradores destas localidades. Ressalto que o trabalho para manter as estradas rurais conservadas será feito regularmente, durante todo o ano pela secretaria", comentou o prefeito.

Coordenador Estadual de Defesa Civil inaugura obra no município de Urânia





Nesta terça-feira, 12 de maio, o Secretário-Chefe da Casa Militar e Coordenador Estadual de Defesa Civil, Cel PM José Roberto Rodrigues de Oliveira, juntamente com o prefeito do município de Urânia, Francisco Airton Saracuza, inauguraram a ponte sobre o córrego da Porteira.

A celebração foi realizada na Câmara Municipal e foi prestigiada pelo vice-prefeito Vicente Christiano Neto, presidente do Poder Legislativo Odair Bezerra Dias, primeira-dama e vereadora Marinete Munhoz Borges Saracuza, vereadores Donizeti Mussato e Devanir de Souza Gomes, da representante do deputado estadual Itamar Borges, assessora parlamentar, Marta Nascimento, comandante da 1ª Cia do 16º BPM/I, Cap PM Rodnei Sebastião Dutra Hernandes, comandante do 6ºGP/PM de Urânia, Sgt/PM Itamar Cesar de Oliveira, o engenheiro da CODASP Pedro Marcio Possato, secretária municipal da Educação Rosa Maria Podsclan, coordenador municipal da Saúde José Rubens Gitti, assessores municipais e comunidade em geral.

A ponte, que beneficiará diretamente 3.000 pessoas, está localizada na estrada municipal UNR – 360, e custou R$ 148.279,88, sendo que o município arcou com R$ 7.413,99 e o Estado com R$ 140.865,89. Os moradores de Santa Salete, também serão beneficiados, tendo em vista que a ponte interliga os dois municípios.

A obra é fruto de um convênio entre o Estado (por meio da CEDEC/SP) e o município para a transferência de recursos financeiros, visando à execução de obras e serviços destinados a medidas preventivas ou recuperativas de defesa civil, de interesse comum, mediante mútua colaboração.

Aparecida e Fátima, por D. Demétrio Valentini

Nesta semana, no dia 13 de maio, a imagem de Nossa Senhora Aparecida foi levada para Fátima, em Portugal. O fato, aparentemente inócuo, precisa ser lido à luz da linguagem cifrada, que envolve o fenômeno das "aparições" de Nossa Senhora.

Nesta perspectiva, aí sim, o episódio se reveste do fecundo simbolismo religioso, que oferece diversos ângulos de interpretação.

Um dado histórico vem corroborar a interessante associação que podemos fazer entre Fátima e Aparecida. Esta associação tem como ponto de convergência o ano de 2017, quando vão se completar 300 anos do encontro da imagem no Rio Paraíba do Sul, e 100 anos das aparições de Fátima. O ano de 2017 vai colocar tanto Fátima como Aparecida em confronto com sua própria história.

Este confronto com a história é indispensável para dimensionar qualquer fenômeno humano. O ano de 2017 nos dará a moldura adequada, para enquadrar ambos os fatos, e perceber sua consistência.

A coincidência de datas nos instiga a fazer um paralelo entre Fátima e Aparecida, constatando de imediato que ambas recebem da história uma inegável confirmação, que requer uma adequada compreensão.

Uma análise histórica do que significa hoje Aparecida, com seu impressionante complexo religioso, fica facilitada se tomarmos em conta que já são trezentos anos de construção de uma rica e profunda mensagem religiosa e social que foi se agregando em torno da pequena imagem encontrada por gente simples nas águas de um rio.

E ao fazermos as contas que já se passaram cem anos dos episódios de Fátima, também nos damos conta que o fenômeno, como quer que seja interpretado, carrega consigo o atestado de veracidade histórica da divulgação de sua mensagem.

Algumas ponderações são importantes para situar bem os fenômenos que tomam a forma de "aparições" de Nossa Senhora.

A começar com a atitude oficial da Igreja Católica. Ela nunca se pronuncia sobre as circunstâncias concretas de pretensas aparições. Inclusive, recomenda cautela, para que ninguém se apresse em atribuir a Deus o que pode ser explicado humanamente. Ainda mais diante do fenômeno das "aparições", tão propício a achar que é objetivo o que não passa de projeções subjetivas.

Diante desses fatos, a Igreja está atenta, isto sim, para perceber os seus desdobramentos. Se em torno deles se aglutinam mensagens positivas, com evidente conotação evangélica, a Igreja relativiza os fatos, e incentiva a vivência das mensagens, aconselhando que elas sejam confrontadas com o Evangelho e com a doutrina cristã, para receberem uma consistência ainda maior.

Em Fátima, por exemplo, desde o início foi se divulgando a importância da oração, da conversão pessoal, e a preocupação pela paz mundial. A memória dos episódios ocorridos em 1917 pode estimular esses valores, sem perdermos tempo em investigar como teria se dado a manifestação de Maria aos três adolescentes.

Quanto à Aparecida, ocorre um fato muito singular. Aí não se trata de "Aparição". Mas do encontro, muito simplesmente, de uma pequena imagem, que foi recebendo significados muito positivos, pela atitude de fé com que ela foi recolhida, recomposta, revestida, atraindo o carinho e o respeito das pessoas que iam se congregando ao seu redor, até constituírem uma verdadeira comunidade que tinha naquela pequena imagem o reflexo de si mesma. Podemos dizer que, na verdade, em Aparecida, não houve uma "aparição" de Maria. Mas houve a aparição de uma verdadeira comunidade eclesial. Toda a estruturação da religiosidade em torno da "Aparecida", partiu de realidades bem palpáveis e objetivas, que proporcionaram um contexto de fé muito consistente e providencial, que aos poucos foi se espalhando por todo o Brasil.

Tanto Fátima como Aparecida estão a serviço do Evangelho de Cristo, que precisa se encarnar nas condições históricas em que vivemos.

Caravana da Inclusão chega dia 12 de junho em Santa Fé do Sul

Prefeitos e vereadores contam com a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência para ajudar na resolução dos problemas que afetam a vida de 9 milhões de paulistas que têm algum tipo de deficiência e mobilidade reduzida.

Os programas, projetos e convênios da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência estão sendo mostrados na "6ª Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania" que está sendo realizada em ’13 regiões administrativos do Estado.

A próxima caravana será no dia 12 de junho em Santa Fé do Sul, no Parque Ecológico Governador Mário Covas, na avenida Paulo Nunes s/n, bairro Parque Villa Lobos, das 9h às 17h, com inscrições gratuitas no local, tendo como público alvo as pessoas com deficiência, conselhos municipais, representantes de prefeituras, câmaras e sociedade Civil.

Um dos temas fortes em discussão, com a participação da APAE São Paulo e organização do programa específico na Secretaria é o combate a violência contra as pessoas com deficiência.

O coordenador do programa, jornalista Luiz Carlos Lopes disse que os resultados das duas últimas caravanas foi "excelente" e que espera bons debates em Santa Fé do Sul.
Embora o Brasil tenha conquistado avanços na legislação que cuida das pessoas com deficiência "ainda há muito a fazer", comenta a Dra. Linamara Rizzo Batisttella (foto), secretária da pasta. "Questões básicas para as pessoas com deficiência como a educação, trabalho, transporte, acesso à saúde, devem ser observados tanto quanto a liberdade de expressão, opinião e o acesso à informação.

Segundo o presidente da Uvesp, Sebastião Misiara, entidade que organiza o evento "não basta ao agente público contabilizar o número de rampas construídas nas ruas. Mais do que isso é necessário preparar uma legislação que facilite, em iguais condições, a vida das pessoas com deficiência".

Por isso, na caravana em Santa Fé do Sul a Uvesp vai distribuir para os vereadores, prefeitos e secretários municipais, uma cartilha com modelos de leis que podem ser aplicados nos municípios.

Prefeitura e Câmara de Santa Fé são parceiras na realização desse evento que será realizado em dois períodos na cidade.

Chico Xavier

Pergunta- Diga-nos o que deve fazer, dentro de suas capacidades, um médium, a fim de poder se completo e útil para o Plano Espiritual?

Chico Xavier - Devotamento ao bem do próximo, sem a preocupação de vantagens pessoais, eis o primeiro requisito para que o medianeiro se torne sempre mais útil ao Plano Espiritual. Em seguida, quanto mais o médium se aprimore, através do estudo e do dever nobremente cumprido, mais valioso se torna para a execução de tarefas com os Instrutores da Vida Maior.
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da "Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.



Aprendendo a aprender, por Flávio Carvalho

Primeiramente, para você aprender algo, é necessário que você ser impactado por algo, ou seja, a coisa a ser aprendida tem que ter um significado, tem que lhe causar um impacto, tem que ter uma importância, para que você assimile e a absorva por completo.

Depois do impacto, a coisa já aprendida, tem que repetir muitas e muitas vezes, pois a repetição fará com que você consolide o aprendizado. É como aprender matemática, você tem que repetir o exercício muitas e muitas vezes para aprender definitivamente.

A repetição fará com que você interiorize a coisa aprendida, ou seja, transformar esta coisa em sua. Como uma piada. Você aprende a piada, a repete muitas e muitas vezes, e ela acaba se tornando sua, pois você coloca nela o seu jeito, a sua energia, a sua maneira de interpreta la.

Depois te se apossar da coisa aprendida, você deverá sempre fazer um reforço, ou seja, estar praticando sempre, estar estudando sempre, pois aquilo que deixamos de usar, esquecemos. Por isso temos que estar sempre em contato com a coisa aprendida, pois se assim não fizermos, a esqueceremos.

Precisamos aprender a amar!

O amor tem que nos impactar, tem que nos incomodar, nos transformar, e temos que repeti lo várias e várias vezes. Dividir o amor com todos, a todos os instantes, estarmos sempre em contato com este sentimento.

Devemos praticar o amor em todos os lugares, em todas as situações e com todos, e com tudo.

Temos que nos apossar do amor, temos que doma-lo, fazer com que ele seja nosso. Temos que ser íntimos do amor, ele tem que nos ser habitual, corriqueiro. Devemos empregar todas as nossas energias neste sentimento. Não devemos ter medo de amar.

E quando nos decepcionarmos com as pessoas, digo as pessoas, porque o amor jamais nos decepcionará. Quando nos decepcionarmos com as pessoas, não devemos desistir de amar. Não podemos confundir a decepção com alguém com o amor. Este sentimento jamais nos decepcionará. E quando nos decepcionarmos com as pessoas, devemos empregar ainda mais energia no amor, ou seja, devemos amar ainda mais.

O verdadeiro amor liberta, nos faz bem, e somente nos proporcionará coisas boas, despertará apenas bons sentimentos

Aprenda a amar, e garanto que serás muito feliz. Mas comece por você, passe a se amar mais. Pratique com você mesmo, se trate melhor, se respeite mais, confie mais em você. E se assim fizer, você estará preparado para amar o outro, somente depois de se amar é que estará pronto para amar o próximo.

Precisamos aprender a nos amar! Urgente!


Flávio Rodrigo Masson Carvalho

equilibriumtc@hotmail.com


Eficiência é obrigação, por José Renato Nalini

 
O obscurantismo ainda enxerga com resistência e estupor a tentativa hercúlea de se conferir eficiência ao aparelhamento judicial. Para certas mentes, a Justiça é insuscetível de se antenar com a realidade. Ela é um território sagrado, reservado a elucubrações de nefelibatas que não conseguem enxergar que o mundo mudou.

O bom é que esse ranço é a minoria. Muitos profissionais da área jurídica já acordaram para a realidade: sem inovação o resultado é fatal. Serviços que não conseguiram se atualizar e se adequar aos tempos foram substituídos por engrenagens mais flexíveis. O mundo está em contínua mutação. Tudo muda, embora não se possa afirmar que para melhor. Mas não há remédio senão enfrentar essa verdade. Que pode ser incômoda para alguns, mas é instigante para muitos.

O certo é que eficiência hoje é dever fundante. O constituinte de 1988 não havia incluído esse princípio dentre os alicerces da Administração Pública. Só o fez dez anos depois, com a Emenda Constitucional 19/1998. E resultou da verificação de que o Judiciário não havia feito sua lição de casa. Considerava-se um super-poder, ou um poder moderador, supra demais poderes.

A partir da inclusão desse princípio no pacto federativo, as mentes mais lúcidas cuidaram de introjetá-lo na consciência dos operadores. O CNJ estabeleceu metas que precisam ser seguidas. A produtividade é um valor em alta. Principalmente porque as demandas se repetem. Os temas são conhecidos. Nem todos os processos, dentre os 100 milhões que atravancam os tribunais, constituem novidades. Por que não acelerar o já conhecido e só reservar meditação aprofundada para os assuntos pioneiros?

O STJ também faz sua parte. Nos dias 28 e 29 de maio, promoverá o II Seminário de Planejamento Estratégico Sustentável no Poder Judiciário. O intuito é aprimorar nos tribunais e noutros órgãos da administração pública a importância da gestão socioambiental no planejamento estratégico das instituições públicas, um dos corolários do princípio da eficiência administrativa.

O resultado do I Encontro foi a edição da Resolução CNJ n. 201, de 3.3.2015. Agora se debaterá sobre os desafios da sustentabilidade na administração pública, a sustentabilidade e fiscalizaçãopelos órgãos de controle externo, a legislação ambiental e a gestão hídrica no Brasil, o magistrado e as boas práticas socioambientais no processo eletrônico, o processo judicial eletrônico, a gestão documental e a sustentabilidade. Discutir-se-á o Plano de Logística Sustentável do Poder Judiciário à luz da Resolução CNJ 201/2015, o impacto do consumo nas compras públicas, o consumo consciente e uma gestão mais racional, além de mesa redonda com o histórico dos normativos socioambientais no âmbito do CNJ, a implantação do Planejamento Sustentável e sua prática, as compras públicas e logística sustentáveis, a auditoria de TI e os critérios de sustentabilidade. Haverá espaço para analisar qual a melhor forma de se descartar com correção ecológica as urnas eletrônicas e material utilizado nas eleições e também para examinar o papel da ecopolítica.

Não se descuidará do papel do Tribunal de Contas no controle ambiental, nem das medidas a serem tomadas no âmbito de todo o Judiciário para obtenção da eficiência energética no sistema Justiça. Abordar-se-á a inserção de critérios de sustentabilidade nas compras públicas e ao encerramento se ouvirá conferência sobre o mundo sustentável e o papel da administração pública no meio ambiente.

Falar em eficiência sustentável, portanto, é dever de todo profissional da área jurídica, não assunto para preencher mentes ociosas. É de eficiência que o Brasil precisa em todos os setores. Inclusive e principalmente, no complexo e resistente sistema Justiça.

*José Renato Nalini é presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo

Consciência, por Reginaldo Villazón

Assistir televisão, buscando entretenimento e informação, proporciona experiências desagradáveis. Os noticiários vêm recheados de notícias ruins, os programas policiais exibem barbaridades e os informativos especiais anunciam tragédias. Parece que o ser humano perdeu o controle da própria vida, não consegue segurar seus instintos inferiores, não consegue agir com responsabilidade, não consegue solucionar problemas.

A vida humana perde o seu valor diante da violência instalada, perde o seu rumo diante do descaso político, perde o seu vigor diante da exploração econômica. Em complemento, a natureza reage com a força dos ventos, das águas, dos vulcões, dos choques tectônicos. É bem difícil não se deixar afetar, preservando as emoções e os comportamentos. Por isto, as preocupações viram crises existenciais e fugas da realidade.

A idéia de que "eu não vou mudar o mundo" faz muito sentido. Porém, ela gera más conseqüências quando se torna coletiva. Um exemplo. Os brasileiros sabem que o sistema prisional do país é errado, injusto e pavoroso. Cada um pensa e, por fim, todos pensam: "eu não vou mudar isso". Desta forma, o problema fica fora da pauta de reivindicações do povo e fora da agenda dos políticos. Em conseqüência, as prisões continuam formando bandidos que vão roubar e matar os que pensam "eu não vou mudar isso".

Há outra abordagem infeliz desta idéia. As pessoas, por se verem impotentes de mudar as coisas erradas, acabam por aceitá-las como elas são. Ou seja, perdem a convicção em favor do que seria certo. Pior, ainda, muitas pessoas usam justificativas religiosas para afirmar que tudo está certo, que nada está errado, porque tudo deve estar assim até o dia final da transformação. E assim, neste país de 88,8% cristãos, milhões de cérebros e corações ficam sintonizados com o que é errado, como é o caso do sistema prisional brasileiro.

Por sorte, mesmo que não possamos mudar as coisas erradas, devemos trabalhar a nossa subjetividade para desenvolver a nossa consciência. Esta é, e sempre será, uma tarefa individual, promovida dentro de cada um de nós. Reforçando tal antigo ensinamento, Jesus recomendou: "seja o vosso dizer – sim, sim; não, não". Hoje, os cientistas teorizam: "a subjetividade coloca o indivíduo sob leis cósmicas específicas". Fica simples compreender a importância da nossa posição individual, subjetiva, consciencial.

Hoje, por todo o planeta, cresce a esperança de uma transformação radical na sociedade humana. Os esotéricos perscrutam os sinais da Nova Era, os evangélicos anunciam a vinda de Jesus, os ufologistas aguardam a chegada de naves tripuladas por seres intergalácticos. O que tiver de bom para ser, será. Porém, cada pessoa será medida pela sua consciência. Mas, ainda hoje, no tempo presente, já podemos refletir para tomar nossas decisões íntimas e nos manter conectados com outras mentes sintonizadas em ideais superiores de vida.

Tiquinho vai a São Paulo pede liberação de recursos a deputado

O presidente da Câmara de Vereadores, Nivaldo Batista de Oliveira (Tiquinho) (foto)  esteve em São Paulo, na terça-feira, 12 de maio, para participar de audiência agendada com o deputado estadual Milton Leite (DEM) .

Na conversa com o deputado demista, Tiquinho reiterou as diversas solicitações de liberação de recursos já feitas nos anos anteriores, destinadas ao Hospital de Câncer de Barretos – Unidades Jales III para aquisição de uma Van 0 Km com 16 lugares e emenda no valor de R$ 500 mil destinada à instalação de laboratório de anatomia patológica; para a Santa Casa de Misericórdia Jales: R$ 200 mil para custeio e outros R$ 300 mil para aquisição de equipamentos e para Associação de Proteção e Bem Estar Amigo do Bicho recursos na ordem de R$ 50 mil para custeio.