Páginas

sábado, 10 de janeiro de 2015

Em Urânia, público lota praça principal para brindar a chegada do novo ano




 
Na quarta-feira, 31 de dezembro de 2014, a praça central da cidade ficou literalmente tomada por uranienses e visitantes das mais diversas cidades da região nororeste em contagem regressiva para a chegada do Ano Novo.
O réveillon em praça pública, promovido pela Prefeitura e Câmara Municipal de Urânia para celebrar a chegada de 2015, contou com a animação da Dr. Schimit Banda Show que agitou o evento com um repertório variado para o público que esperava, cheio de esperanças, o momento de saudar a chegada de um novo ano. Após contagem regressiva, foram dadas as boas-vindas ao ano de 2015, com queima de fogos.
O réveillon em praça pública que já é uma tradição em Urânia, reunindo as famílias uranienses que, juntas com visitantes que se deslocam à cidade para participarem do grande momento, promovem a festa de passagem de ano.
O prefeito Airton Saracuza que acompanhou a chegada do novo ano ao lado de seus familiares, enfatizou que foi uma alegria poder oferecer à população, a oportunidade de comemorar o réveillon na praça e "sentir mais uma vez o prazer de estar ao lado dos uranienses, familiares e também daqueles que vieram de outras cidade para prestigiar a nossa festa, e brindar a chegada do ano novo em confraternização com o público".
O vereador Donizeti Mussato, em seu último dia como presidente da Câmara Municipal na atual legislatura, se mostrou entusiasmado com a grande festa que aconteceu para brindar a chegada do novo ano, ressaltando que "foi muito bom ver a nossa cidade cheia de crianças jovens e adultos presentes na praça pública para comemorar e festejar a chegada de 2015. É por isso que nós, em parceria com a Prefeitura, realizamos essa festa tão linda para nosso povo e que, tenhamos muita fé em 2015, para organizarmos uma festa ainda melhor".
Já o presidente eleito do Legislativo, Odair Bezerra Dias, que tomou posse no dia 1° de janeiro, não poupou elogios à festa promovida. "É o melhor réveillon que a população uraniense e os visitantes que estiveram em nossa cidade puderam presenciar. É muito importante e gratificante saber que a população tem um local para se confraternizar na virada do ano. Começamos 2015 com o pé direito e vamos continuar assim até o último dia deste ano", festejou ele.
Vereadores, autoridades e lideranças comunitárias também marcaram presença na grande festa de virada do ano.

FOLHAGERAL, , da redação

Segundo
o pessoal esteve comentando lá no botequim da vila, não convidem para a mesma mesa, o vereador e presidente da Câmara, Nivaldo Batista de Oliveira, o Tiquinho, e o candidato a prefeito derrotado em 2012, Flá Prandi.  Está
chegando ao final os trabalhos da Comissão Processante que averigua irregularidades apontadas pela "CEI do Lixo". A CP terá claro, duas alternativas, pede a cassação da prefeita Nice ou deixa tudo como está. No botequim da vila, as apostas continuam empatadas. Dizem que o relatório pode ser lido ainda este mês. Alguns
nomes já estão sendo ventilados como candidatos a candidatos a prefeito em 2016. Entre os nomes comentados fala-se do petista Luis Especiato que foi vice de Clóvis Viola no último pleito. Floriano Pesaro
assume a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social. A cerimônia de transmissão do cargo foi feita pelo antecessor, Rogerio Hamam, nesta quinta-feira, 8 de janeiro. Estiveram presentes autoridades, funcionários, familiares e amigos do novo gestor, lotando o hall de entrada do prédio e o Auditório da Secretaria onde foi realizado o evento. "Entendo que,
atualmente, no Estado de São Paulo, por meio dos programas São Paulo Solidário, Piso Social Paulista, São Paulo Amigo do Idoso, Bom Prato, Vivaleite e o pioneiro Recomeço, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social vem conseguindo fazer com que as políticas sociais rompam com o paradigma da benemerência e da boa vontade, e alcancem o status de Política Pública, dever do Estado e direito dos cidadãos", disse. É pouquinho
tarde para se falar, já que o assunto deve ter sido explorado com exaustão, mas o funcionário ou seja lá o cargo que ocupa na Prefeitura, que autorizou a instalação daquele trailler para lanches ali na praça João Mariano de Freitas, encobrindo justamente o púlpito com a placa em homenagem à Bíblia, deveria ter sido exonerado. A prefeita Nice endossou o ato? Micro e pequenos
empresários da região atendida pelo Escritório Regional do Sebrae-SP em Votuporanga poderão participar da Feira do Empreendedor que será realizada em fevereiro, no Pavilhão de Exposições do Anhembi em São Paulo. Serão três ônibus, sendo dois com saída de Votuporanga e um de Santa Fé do Sul, no dia 9 de fevereiro. Interessados ainda podem se inscrever; a taxa é de R$ 30. A 4ª edição
da feira acontecerá entre 7 e 10 de fevereiro, com mais de 400 expositores e estimativa de público de 85 mil visitantes. Para 2015, a área da feira aumentou – de 21 mil m² para 30 mil m² – e foram programadas diversas atividades para os quatro dias, em diferentes espaços que serão voltados às áreas de franquias, indústria, equipamentos, agronegócios e varejo, além de consultorias, palestras e um espaço dedicado a startups. Linamara
Rizzo Battistella inicia seu terceiro mandato à frente da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, criada em março de 2008 pelo então governador José Serra e mantida no cargo desde 2010 pelo governador Geraldo Alckmin. Médica fisiatra e professora da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Linamara Battistella foi reconduzida ao cargo na quinta-feira, dia 1º de janeiro. Nesta quinta-feira,
8 de janeiro, houve o pedido de informação juntada ao processo que concedeu em parte a liminar apenas para impedir o julgamento final sobre a cassação ou não da prefeita Nice em plenário, ao menos até a sua solução final. O TJ determinou a notificação ao presidente da Comissão Especial de Inquérito e ao presidente da Câmara Municipal de Jales sobre a decisão através do judiciário jalesense, para que prestassem as devidas informações, na forma do artigo 527 do Código de Processo Civil. "Temos
o dever de dar o exemplo para que o cidadão comum possa compreender que política existe para o bem. É preciso prevenir, fiscalizar e punir. Não há outra receita para acabar com a corrupção e o desperdício", disse o secretário estadual do Emprego deputado federal por dois mandatos consecutivos, João Dado, filiado ao partido Solidariedade no discurso de posse. Jales
Vai começar a viver uma outra utopia como a que viveu quando se falou em trazer uma extensão do campos da UFSCar - Universidade Federal de São Carlos. Bem que os vereadores petistas à época Eliezer Colodetti e Luis Especiato tentaram junto ao governo federal. Essa extensão acabou em Soracaba uma cidade de 650 mil habitantes que agora se transformou em Universidade Federal. O deputado
federal Edinho Araújo tem uma indicação para o governo federal implantar em São José do Rio Preto uma Universidade Federal do Noroeste Paulista. Rio Preto tem aproximadamente 500 mil habitantes. Edinho será, com certeza, candidato a prefeito em 2016 e, vencendo, claro vai lutar pela universidade ser instalada em sua cidade.

Harmonia descuidada, por Reginaldo Villazón

Paris, última quarta-feira (07), 11:30 horas. Na sede do jornal satírico "Charlie Hebdo", no centro da cidade, acontecia a reunião semanal da pauta de assuntos. Dois homens encapuzados vestidos de preto, portando fuzis automáticos, invadiram o prédio e executaram com frieza uma chacina. Deixaram 12 mortos e 11 feridos. Terminado o ataque, fugiram num carro que os esperava com um terceiro homem. Após uma perseguição policial frustrada, os dois atiradores continuaram em fuga e o motorista entregou-se.
Os suspeitos foram identificados, pertencentes ao movimento islâmico fundamentalista. Os atiradores, Chérif Kouachi (34 anos) e Said Kouachi (32 anos), são irmãos nascidos na França, filhos de pais argelinos. O motorista, Hamid Mourad (18 anos), tem nacionalidade ainda desconhecida. Segundo testemunhas, durante o atentado os autores gritavam "Vingamos o Profeta", certamente referindo-se ao profeta Maomé, satirizado numa série de charges pelo jornal em 2006. Desde então, o jornal vivia sob ameaças.
As manifestações dos políticos, jornalistas e juristas foram exatamente iguais, no mundo todo. Eles condenaram a violência e defenderam a liberdade de expressão. Afirmaram que na democracia deve haver liberdade e tolerância. Em Paris, 150 mil pessoas foram às ruas na defesa do jornal. Na realidade, trata-se de um jornal semanal sem compromissos sérios de democracia, liberdade e tolerância. Faz sátiras pesadas sem medir consequências – inclusive sobre religiões – e conta com advogados para sua defesa.
Neste mundo cão, muitas vezes, a democracia é utilizada para fazer guerras. A liberdade de expressão é empregada para converter as pessoas. A tolerância é exigida para reprimir. Além disso, munir-se de advogados e achar que tudo deve ser resolvido segundo as leis, é atitude infantil. Na vida normal das pessoas, é comum observar se alguém se sentiu ofendido por algum gesto ou palavra. A educação e o respeito ensejam uma explicação ou um pedido de desculpa. Bons jornais e revistas fazem isto com muita dignidade.
Segundo os juristas, todo cidadão pode fazer o que tem direito em lei. E mais, o que tem liberdade de fazer por não haver proibição em lei. No entanto, isto não basta para fazer. Um bom exemplo é sobre o comportamento dos motoristas no trânsito. As autoridades reconhecem que a educação no trânsito, em vez do apego irrestrito às regras, facilita a circulação dos veículos e evitar acidentes. Da mesma forma, não reagir a um assalto pode salvar vidas. Cutucar onça com vara curta também é uma ação que deve ser evitada.
A hipocrisia ostentada pode levar os europeus a outras tragédias. As fronteiras entre os países não são rígidas como antes. É impossível sustar a entrada de imigrantes. O aumento de estrangeiros na Europa, inclusive muçulmanos, é uma realidade. As sátiras e atitudes do jornal "Charlie Hebdo" não contribuem para a paz. Muito ao contrário. Para piorar a situação, europeus legítimos começam a mudar de lado. E o eficiente fuzil automático russo AK-47, usado pelos terroristas, é fácil de comprar, barato e simples de usar.

Chico Xavier

 
Pergunta – Podemos considerar válidas as palavras "Os inocentes pagam pelos culpados"? É possível um desenvolvimento sobre o tema?
Chico Xavier – Ninguém resgata por alguém essa ou aquela culpa diante da Lei de Causa e Efeito. Ouvimos de muitos companheiros no mundo a afirmação de que os descendentes pagam pelos antepassados.
Isso, porem, não corresponde à realidade. E¸ em muitos casos, os descendentes são os próprios antepassados em nova encarnação no mesmo tronco genealógico, para resgate de faltas em que se debitaram no pretérito.
 
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
"Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.

Recadastramento do Bolsa Família vai até dia 16

Os beneficiários do programa Bolsa Família têm até o próximo dia 16 de janeiro para atualizar os dados cadastrais e continuar a receber o benefício social (somente para as famílias quem ainda não atualizaram o cadastro). Em Jales, das quase 1600 famílias que recebem o benefício, cerca 106 famílias ainda não fizeram o recadastramento obrigatório. Os beneficiários com pendência estão sendo comunicados por carta ou via extrato de pagamento do benefício.
A revisão cadastral é realizada a cada dois anos. O objetivo é atualizar e acompanhar a evolução de todos os integrantes do grupo familiar (nas áreas de saúde, social e educação), além de subsidiar a implantação de políticas públicas sociais, inclusive no município.
A atualização dos dados é feita de segunda a quinta-feira, das 8h às 11h, no Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) do município. Mudanças de endereço, rendimentos e inclusão ou saída de pessoas do grupo familiar também devem ser comunicadas no CRAS, o que pode ser feito durante todo o ano.
O CRAS de Jales fica localizado na Avenida Arapuã, n° 2803, no Jardim Arapuã. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3632.6354.
Documentos necessários – Cédula de Identidade, CPF, Titulo de eleitor, Carteira de trabalho, certidão de nascimento ou casamento e comprovante de residência, alem de carteira de vacinação das crianças e declaração escolar.

Como ser um vencedor em 2015, por Flávio Carvalho

 
Como você lida com as perdas? Você sofre muito quando perde? Você perde mais do que ganha? Como vencer na vida?
Já começamos a perder quando nascemos. Temos apenas duas certezas quando nascemos a de que vamos envelhecer e um dia morrer. Existem maiores perdas que estas? Como se tornar um vencedor possuindo estas duas certezas já ao nascer? Muitos são os que vencem. Qual a receita?
Como não ser sucumbido pelas perdas e ser um vencedor?
Só existe uma receita: acreditar em você mesmo, pois seu potencial é ilimitado.
Muitos aceitam pacificamente as perdas, acreditam serem vitimas do destino, culpam Deus pelas suas perdas e insucessos e dizem: "essa é a vontade de Deus, e tenho que aceitar". Pessoas que pensam assim jamais atingirão o sucesso, perderão mais do que ganharão. Todos, possuímos as mesmas chances, a diferença está na crença em nos mesmos, os vencedores acreditam mais neles mesmos do que os perdedores.
Passe a gostar mais de você, acredite mais em você, lembre-se sempre que seu potencial é infinito. E se você pensar em Deus como Pai Criador e, que todos somos seus filhos, que todos somos amados igualmente por Ele, todos somos iguais, então quer dizer que temos as mesmas oportunidades, que todos somos capazes. Você pode se questionar: O Fulano já nasceu rico, pode estudar e, eu sou pobre como posso ter as mesmas chances?
Esse que já nasceu abastado, em berço de ouro, que acreditamos ter mais chances que os outros de vencer, procure saber quem é o pai dele, ou o avô ou bisavô, você vai constatar que toda sua fortuna foi conseguida por alguém muito pobre, muito mais pobre que você. Se hoje são abastados é por que alguém muito pobre, e a maioria das vezes sem estudo algum, começou ou fez esta fortuna. Ou seja, alguém acreditou nele mesmo, foi à luta e venceu.
Você também pode questionar: O Beltrano é corrupto, ou é ladrão, ou seja, ganha dinheiro ilicitamente. Você já pensou que até para fazer sua fortuna ilegalmente a pessoa têm que ser competente, acreditar nela mesma mais do que tudo, e o Brasil está cheio de corruptos e ladrões bem sucedidos.
Enfim pra vencer temos que acreditar em nós mesmos.

Perfil do Vencedor
Não derrota os outros, mas os orienta, é solidário
Age e rege de forma autentica, sem manipulações
É receptível, confiável
Não desperdiça energia mantendo as aparências
Sabe a diferença entre ser e parecer
Diante das dificuldades, mantém a confiança básica em si mesmo
Sabe ouvir os outros, avaliar o que dizem e tomar sua próprias decisões
Reage adequadamente e oportunamente ás situações
Não faz papel de vitima nem fica apontando culpados
É capaz de dar e receber afeto
Gosta tanto do trabalho quanto da diversão
Vive o presente, respeitando seu passado e planejando seu futuro

Perfil do Perdedor
Raramente vive no presente. Convive com "fantasmas" do passado e com
"alucinações"
Sente pena de si mesmo e põe culpa nos outros
Pratica "jogos" psicológicos com frequência
Vive em permanente estado de ansiedade
Ocupa a mente com irrelevâncias
Não é espontâneo: representa, finge, manipula e mantêm papéis antigos
Repete os próprios erros e o de sua família
Tem dificuldade de dar e receber afeto
Preocupa-se em atender as expectativas dos outros E você? Em qual perfil se encaixa?

Flávio Rodrigo Masson Carvalho
equilibriumtc@hotmail.com


Intensificada fiscalização e apreensão de animais solto

A secretaria de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Meio Ambiente, está intensificando a fiscalização e apreensão de animais de grande porte em vias públicas da cidade. O trabalho é conseqüência da alta quantidade de animais soltos nas ruas do município.
A fiscalização e apreensão obedecem aos preceitos estabelecidos de acordo com a Lei Complementar nº 40/95, artigo nº 49 – parágrafo único que "define que animais de grande porte não podem ficar nas áreas urbanas". Grande parte dos animais capturados é apreendida porque os donos usam espaços públicos, como praças e calçadas, para criá-los, o que é proibido pela legislação municipal.
Serão recolhidos animais soltos nas ruas, animais amarrados e animais que estiverem em áreas públicas do município. Os animais retirados da rua serão encaminhados para um lugar específico e ficará sob custódia da municipalidade até o pagamento das taxas referente à apreensão.
A Secretaria de Agricultura pede a compreensão e a conscientização da população para que não deixe animais soltos nas ruas, evitando assim riscos e prejuízos a comunidade em geral. Para mais informações, a população poderá entrar em contato na sede da Secretaria, no endereço avenida Guilherme Soncini n° 1944 no jardim Aeroporto ou pelo telefone 3621-6688.

Não há Justiça grátis, por José Renato Nalini

 
Os prognósticos para 2015 são aqueles anunciados. Chegou a hora do acerto de contas com a economia. Não há milagres na administração pública. Tudo o que deixou de ser feito por inúmeras razões, agora não pode ser adiado. Reajuste de tarifas e de preços públicos, redução de despesas, enxugamento da máquina. O governo paulista já contingenciou 6 bilhões de reais do orçamento. É óbvio que essa conta chegará também à Justiça.
No ano passado, o déficit foi de 1 bilhão e 300 milhões de reais. Cortou-se tudo o que foi possível. Mesmo assim, foi preciso obter suplementação, embora ela viesse inferior à necessidade.
Este ano será outro período de restrições. Todavia, é urgente recordar que o Judiciário não cresceu sozinho. Não chegou aos 50 mil servidores e 2400 magistrados senão mediante lei, que foi aprovada pela Assembleia e sancionada pelo Executivo. Agora os três Poderes têm responsabilidade quanto ao sustento da máquina.
O Tribunal de Justiça fará sua parte. Continuará no regime de austeridade. Procurará usar criatividade para inovar, fazer mais com menos, insistir na produtividade, que é meta do CNJ, à qual São Paulo – assim como todos os demais Tribunais – estão subordinados.
Mas é urgente pensar em outras fontes de custeio. As custas devem ser revistas. A Justiça é autofágica. Aquilo que ela cobra é muito inferior ao seu custo. São Paulo também poderia repassar parcela mais considerável dos emolumentos das serventias extrajudiciais, os antigos "cartórios", para a Justiça. Assim acontece em outros Estados, como o Rio de Janeiro. Afinal, é o Judiciário quem fiscaliza, orienta, corrige e provê por concurso público incensurável, todas as vagas nessas delegações.
A prodigalidade na concessão da Justiça gratuita também merece revisão. Há muitas questões que não precisariam ser submetidas à apreciação de um juiz. Quem prefere o Judiciário deve arcar com os módicos custos da demanda.
Outra urgência é cobrar pela União pelo processamento das execuções fiscais e ações previdenciárias em todas as comarcas desprovidas de justiça federal. Ainda que as novas execuções já não deem entrada na justiça estadual, há milhares de ações em curso. E as previdenciárias continuarão submetidas aos juízes estaduais, que nada recebem por esse trabalho extra.
Também os municípios devem pagar pelo uso exagerado da Justiça Estadual para a cobrança de sua dívida ativa. São milhões de execuções fiscais cobradas pelos juízes estaduais a benefício dos Municípios. Por que não se pode orçar o custo dessa tramitação e fazer com que essa entidade da Federação remunere a Justiça Estadual?
Como não há Justiça grátis e ela está cada dia mais dispendiosa, todas as sugestões para incrementar os ingressos de recursos financeiros para o Tribunal de Justiça serão muito bem aceitos. Quanto a recursos processuais, destes ela já está repleta e não precisa mais. Ao contrário: a sociedade acordará um dia para as vantagens das alternativas ao Judiciário e perceberá que os antigos tinham razão: "mais vale um mau acordo do que uma boa demanda".
*José Renato Nalini é presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo

Governador sanciona lei que amplia poder de fiscalização dos bombeiros

O governador Geraldo Alckmin sancionou o Código Estadual de Proteção Contra Incêndios e Emergências de São Paulo, que fortalece o poder do Corpo de Bombeiros para fiscalizar a segurança de imóveis e credenciar bombeiros civis e guarda-vidas. A Lei Complementar 1.257/15 foi publicada nesta quarta-feira, 7 de janeiro, no Diário Oficial do Estado (DOE).
A medida permite que os bombeiros vistoriem locais sem que o proprietário solicite. Caso não esteja de acordo com as normas de prevenção contra incêndios ou haja algum problema estrutural que comprometa a segurança, o dono do imóvel pode ser advertido, multado e ter o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) cassado.
"Os bombeiros poderão aplicar multas, que é um poder de polícia que a corporação não tinha antes", afirmou o coronel Marco Aurélio Alves Pinto, comandante do Corpo de Bombeiros.
Atualmente, o Corpo de Bombeiros só pode fiscalizar estabelecimentos e prédios que tenham solicitado o AVCB ou em casos de emergência.
A corporação também poderá interditar temporariamente o local - caso haja risco iminente de incêndios ou desabamentos – ou pedir para a administração municipal a interdição indeterminada, até que este esteja em dia com as normas de segurança.
Bombeiros civis, brigadistas e voluntários – Outra mudança é a criação do Sistema de Serviço de Segurança contra Incêndios e Emergências, previsto no Código de Proteção. A medida permite aos bombeiros militares mobilizar e coordenar bombeiros civis, voluntários, brigadistas e guarda-vidas para atuar em casos de desastres naturais, desabamentos, incêndios e outras emergências.
Em abril do ano passado, o comando da corporação emitiu uma portaria que exigia o credenciamento das escolas de formação de bombeiros civis, de forma a garantir a qualidade das práticas e técnicas ensinadas. Com a nova lei, a exigência passa a fazer parte da constituição estadual.
Recursos – O Código Estadual de Proteção Contra Incêndios e Emergências autoriza a criação de um Fundo Estadual de Segurança contra Incêndios e Emergências (FESIE). Os recursos serão captados por meio de arrecadação das multas, doações de pessoas físicas ou jurídicas, taxas decorrentes das atividades de segurança, entre outros. O FESIE será destinado à compras de novos equipamentos, modernização do serviço e divulgação de práticas e dicas de segurança do Corpo de Bombeiros.
O projeto para criação do código foi enviado pelo governador em maio de 2014 e aprovado no mês passado pela Assembleia Legislativa (Alesp). O Código Estadual de Proteção Contra Incêndios e Emergências de São Paulo entra em vigor em seis meses.

Editais de Proclamas

Rosimeire Ensides Tomazeli, Oficial Interina do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
JOÃO BENITO FOSCHI e SILVIA DA SILVA CARVALHO. ELE, natural de Urânia, deste Estado, nascido aos 16 de dezembro de 1.960, agricultor, divorciado, residente e domiciliado em Aspásia, deste Estado, filho de João Benito e de Maria Foschi Benito. ELA, natural de São José do Rio Preto, deste Estado, nascida aos 20 de fevereiro de 1.965, comerciária, viúva, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de João Miguel da Silva e de Gessy Garcia da Silva. Cópia para ser afixada no Oficial de Registro Civil de Aspásia – SP, onde reside o contraente.
EDMAR HENRIQUE SANT’ANA COSTA e NAYARA CRISTINA ALVES. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 10 de fevereiro de 1.994, auxiliar geral, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Luiz Henrique Ferreira Costa e de Rosimeire Rodrigues Sant’Ana Costa. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 05 de outubro de 1.993, operadora de caixa, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Sérgio Luiz Alves e de Elizabete Cristina Friozi Alves.
ANDERSON LUIZ POLIZEL e GISELI SILVEIRA SARANBÉLI. ELE, natural de Ivinhema, Estado de Mato Grosso do Sul, nascido aos 02 de julho de 1.986, topografo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Celso Luiz Polizel e de Vania Maria de Souza Polizel. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 10 de agosto de 1.980, enfermeira, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Carlos Saranbéli e de Ednéia Silveira Saranbéli.
DONIZETH APARECIDO DA CRUZ JÚNIOR e MIRIAN PATRICIA RODRIGUES. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 18 de dezembro de 1.988, mototaxista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Donizeth Aparecido da Cruz e de Clarice Josefina Ferreira. ELA, natural de Santa Bertina, deste Estado, nascida aos 25 de março de 1.981, garçonete, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Osvaldo Rodrigues e de Dirce Tertuliano Tiriba Rodrigues.
GUILHERME HENRIQUE MOREIRA DOS SANTOS e ANA FLÁVIA AVILA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 08 de julho de 1.984, pintor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Paulo Firmino dos Santos e de Cecilia Moreira dos Santos. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 10 de março de 1.993, vendedora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Marcos Antonio Avila e de Solange Carmelin Avila.
JOCIMAR MARTINS DOS SANTOS e GABRIELA DE ARO SEMENSATE. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 16 de março de 1.984, comerciante, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Joelino Bispo dos Santos e de Cleide Martins dos Santos. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 18 de dezembro de 1.989, auxiliar de escritório, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Pedro Cleso Semensate e de Salvadora Caparroz de Aro Semensate.
LUÍS EDUARDO DE OLIVEIRA MORENO e ELISÂNGELA CRISTINA MELEIRO FERNANDES. ELE, natural de Turmalina, deste Estado, nascido aos 21 de dezembro de 1.986, farmacêutico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Jesus Ortunho Moreno e de Edna Aparecida Miranda de Oliveira Moreno. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 31 de janeiro de 1.979, secretária, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Miguel Meleiro Fernandes e de Carmem Pizolato.
RODOLFO ROBERTO CASSUCHI e MARIELE PELISSONI. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 04 de julho de 1.987, autônomo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Gilberto Donizete Cassuchi e de Ana Aparecida Roberto Cassuchi. ELA, natural de Americana, deste Estado, nascida aos 05 de dezembro de 1.991, funcionária pública municipal, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Jesus Aparecido Pelissoni e de Ivone Cristina Siviero PelissPelissoni.
BENEDITO CANDIDO DA SILVA e FRANCISCA DE MACEDO DIAS. ELE, natural de Mirassolândia, deste Estado, nascido aos 29 de maio de 1.937, beneficiário, viúvo, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Joaquim Candido da Silva e de Etelvina Maria de Jesus. ELA, natural de Campo Redondo, Estado de Rio Grande do Norte, nascida aos 03 de dezembro de 1.952, pensionista, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Joel João Batista e de Maria do Carmo de Macedo.
VARNER DA SILVA CARVALHO e FABIANA DA SILVA MAGRI. ELE, natural de Pontalinda, deste Estado, nascido aos 14 de maio de 1.979, autônomo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Horacio Néo de Carvalho e de Maria Lucinda da Silva. ELA, natural de Campinas, deste Estado, nascida aos 05 de maio de 1.980, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Antonio Magri e de Sueli da Silva Magri.
PAULO ROBERTO LOPES e LETÍCIA MARIA DE OLIVEIRA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 19 de novembro de 1.985, vendedor externo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Ailton Longato Lopes e de Sirley Caberlin Lopes. ELA, natural de Fernandópolis, deste Estado, nascida aos 05 de abril de 1.989, funcionária pública estadual, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Hedilon Marques de Oliveira e de Regina Maria de Oliveira.
IGOR EDUARDO FERRASA e MARCIA FERNANDES DA SILVA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido em 04 de dezembro de 1.980, auxiliar geral, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Fátima de Lourdes Ferrasa. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 04 de novembro de 1.980, auxiliar de cozinha, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Sebastião Fernandes da Silva e de Aparecida dos Santos.


SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Rosimeire Ensides Tomazeli - Oficial Interina


Funcionários recebem lembrança de Natal



 Conforme tradição natalina não se pode passar o ano sem comer o "famoso" panetone, seja trufado, de chocolate ou frutas, este alimento é símbolo de uma data importante e os funcionários da Santa Casa de Jales puderam desfrutar desta delicia.
Para José Pedro Venturini é essencial o reconhecimento do trabalho árduo dos funcionários durante todo o ano. "Fizemos questão de economizar em alguns pontos, para podermos presentear simbolicamente os funcionários da instituição, que sem dúvida merecem pelo esforço e dedicação ao nosso hospital. Infelizmente não podemos oferecer mais, devido o déficit que o hospital apresenta mensalmente, mas fizemos o possível para reconhecer o esforço de cada um", declarou provedor.
Foram adquiridos cerca de 330 panetones A lembrança de Natal foi entregue junto à segunda parcela do décimo terceiro o que agradou os colaboradores.
Segundo o funcionário Nelson Arantes Filho, auxiliar de recepção, foram dois presentes de fim de ano, o pagamento e também a lembrança de natal. "Foi uma forma de agradar e lembrar dos funcionários. O panetone estava muito bom e ficamos contentes pela lembrança".

Orquestra Sinfônica de Jales abre inscrições para formação de músicos a partir do dia 12

A Corporação Musical Municipal de Jales abre, a partir de segunda-feira,12 de janeiro, inscrições aos interessados em ingressar na Orquestra Sinfônica de Jales. O preenchimento das fichas para o curso de formação musical vai até o dia 30 de janeiro, no Centro Cultural Edílio Ridolfo, de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas. 
De acordo com o maestro Edivaldo de Paula, há vagas limitadas para instrumentos de cordas como violino (12), viola sinfônica (04), violoncelo (02), contrabaixo acústico (01); madeira, como flauta (02), oboé (01), fagote (01), clarinete (03), clarone (01); metais – trompete (03), trompa (03), trombone (04), eufônico (02) e tuba (01) e percussão – todos os instrumentos percutidos sinfônicos e populares, xilofone, Glock e tímpanos (08).
As aulas são gratuitas, bastando o aluno ter idade superior a 9 anos e estar estudando regularmente no ensino fundamental. Além das crianças, jovens e adultos podem fazer inscrições.  Não é necessária a formação em nenhum instrumento. As aulas estão previstas para o mês de fevereiro.
Segundo a assessora de Cultura, da secretaria municipal de Esportes, Cultura e Turismo, Ivani Franco Pereira, "objetivo da Corporação é desenvolver a conscientização da importância da música na vida de jovens e quando o aluno estiver apto a participar do grupo musical principal como músico, será oferecido pela Prefeitura uma ajuda de custo mensal para custeios básicos".
O projeto com 3 anos de duração é uma parceria da Prefeitura Municipal, através da assessoria de Cultura, Ministério da Cultura, Ponto de Cultura e Orquestra Sinfônica de Jales.

Associação Vicentina de Santa Albertina recebe recursos

A Secretaria de Estado de Assistência Social autorizou a destinação de R$ 30 mil para a Associação Vicentina São Francisco de Assis de Santa Albertina, região de Jales, conforme indicação apresentada pelo deputado Edmir Chedid (DEM).
O recurso, liberado por meio de emenda parlamentar ao orçamento do Estado, será empregado nas obras de reforma da entidade. O benefício também contempla solicitação do prefeito Vanderci Novelli (Tuquinha).
A liberação do recurso tem como base relatório elaborado pela administração municipal que demonstra a importância do investimento em benefício da Associação Vicentina São Francisco de Assis.
Em janeiro deste ano, o parlamentar esteve reunido com o prefeito para tratar de questões de interesse da comunidade em Santa Albertina, que foram posteriormente encaminhadas ao governo do Estado. "São solicitações que podem, entre outros, resultar na implantação e ampliação de programas e projetos sociais voltados à comunidade de baixa renda", disse Edmir Chedid.
Com 5,6 mil habitantes (IBGE), o município conta com um serviço especializado de atendimento à população que, desde o ano passado, tem registrado aumento na demanda. "A administração municipal precisa promover mais ações, mas ainda conta com um orçamento escasso para isso. Por esse motivo solicitamos ao Estado a ampliação e implantação de ações capazes de promover melhorias em benefício da comunidade", comentou o parlamentar.

ACIJ quer repetir o sucesso do ano passado na FACIP 2015

Foi disponibilizado mais uma vez o Pavilhão I no Recinto de Exposição "Juvenal Giraldelli" para que a Associação Comercial e Industrial de Jales, comercialize os boxes, dando a oportunidade para comerciantes apresentarem seus produtos e serviços para Jales e região durante a realização da FACIP.
O presidente da ACIJ, Carlos Roberto Altimari, o Carlinhos, conversou com o presidente da FACIP sobre o assunto nesta segunda-feira, 5 de janeiro, quando manifestou a expectativa de que a parceria deverá repetir o sucesso do ano passado.
Segundo Carlinhos, esta é uma oportunidade única de mostrar aos visitantes a força do comércio. Jales, como afirmou, tem empresas com alto padrão de qualidade. O consumidor não precisa buscar produtos e serviços em outras cidades. Ele também lembrou que comprando em Jales a população valoriza o comércio local e contribui para o desenvolvimento do município.
Carlinhos destacou que a FACIP 2015 vem para mudar o atual cenário e promover as vendas no nosso comércio. A FACIP está programada para os dias 14 a 20 de abril. Em breve será divulgada a grade de shows e iniciada a venda de permanentes, mesas e camarotes.
Os boxes do Pavilhão I já estão à venda. Maiores informações podem ser obtidas na ACIJ ou pelo telefone 3622-1540.

Olhos fechados, por Adelvair David

 
Qualquer que seja a visão que se tenha da vida, ela deve ultrapassar a barreira dos interesses e expandir-se permitindo o olhar além do próprio umbigo.
O homem do mundo, aquele que somente vive para a satisfação dos seus desejos menores, ou seja, de tudo que lhe permita fruir sensações em detrimento do sentimento, experimenta os naturais efeitos da frustração e da apatia, podendo desembarcar na depressão ou em outra patologia emocional de ordem inferior.
Jesus chamou quem assim procede de "olhos fechados", quando disse: "que vejam aqueles que tem olhos de ver", anunciando que a boa visão da vida não é somente aquela aponta onde estão os lucros materiais, as vantagens pessoais, mas sim, a que propicia melhor conhecimento de si mesmo e no desejo de auxiliar o semelhante em suas necessidades.
O desconhecimento dos próprios limites, das virtudes e defeitos, constituem os olhos fechados que, sem generalizar o conceito, é para muitos o grande responsável pela falta de razão de viver, levando corações a desejarem fugir da vida, optando pelo suicídio. Quando a visão da vida é estreita, limitante, não oferece saída e tão pouco condições para que se possa prosseguir nas provações ou em grandes desafios.
O homem não é somente um corpo, e sim um espírito que tem um corpo, transitando temporariamente no mundo das formas grosseiras. Necessário que se espiritualize e que se inteire das necessidades do espírito. O amor incondicional, a caridade, a bondade é provisão no próprio coração, de onde retirará a visão ampliada que lhe permitirá fazer todo o bem para a sua vida e para a vida dos outros, crescendo assim como homem e como espírito eterno que é preparando a própria angelitude.
É preciso deixar o orgulho e pairar acima do império das ilusões, aceitando a realidade sem revolta, mesmo nas dificuldades, confiando em Deus e fazendo o melhor para prosseguir progredindo espiritualmente.
OLHOS FECHADOS É DOR PREVISÍVEL, OLHOS ABERTOS É FORÇA PARA CRESCER.

Câibras noturnas: saiba como amenizar os espasmos

Quem nunca se deparou com um jogador caído no meio do campo durante uma partida de futebol, por causa de uma câibra? Pois bem, embora sejam muito comuns entre os esportistas, essas contrações musculares súbitas, involuntárias, dolorosas, intensas e momentâneas podem ocorrer com qualquer pessoa.
Segundo o angiologista Ary Elwing (CRM-22.946), especialista em cirurgia vascular periférica e tratamento a laser, elas atingem tanto um grupo muscular como apenas um músculo isolado do corpo. As regiões acometidas com maior frequência são: panturrilha, músculos anteriores e posteriores das coxas, nos pés, nas mãos, no pescoço e no abdômen.
"Muitos fatores podem desencadear a câibra, podendo estar relacionado com a deficiência de vitaminas na alimentação, alterações metabólicas, inatividade muito longa do músculo, desidratação ou durante a prática de atividade física muito impactante. Lembrando que a hiperexcitação dos nervos que estimulam os músculos é uma das principais causas das câibras musculares" explica o angiologista.

Outras causas das câibras
De acordo com o Dr. Ary Elwing a desidratação é uma das causas para o acontecimento das câimbras, pois a falta de água deixa as fibras musculares e dos tendões mais sujeitas aos espasmos. Outro motivo é deficiência de sódio, potássio e magnésio na alimentação. "Pessoas hipertensas que, normalmente, tomam diuréticos têm perdas de potássio. Além disso, a acumulação de ácido lático ou cetona nos músculos durante o exercício físico, doenças metabólicas como diabetes, hipotireoidismo, alcoolismo, hipoglicemia e doenças neurológicas como Mal de Parkinson e doença do neurônio motor, deixam o indivíduo mais sujeito aos espasmos", informa o Dr. Elwing.
As baixas temperaturas também deixam a musculatura mais tensa e contraída, o que contribui para a ocorrência de fisgadas nas fibras musculares. "Elas são mais frequentes no inverno, pois o excesso de gordura se acumula nas paredes das artérias fazendo com que elas fiquem endurecidas e estreitas, deixando as pessoas mais propícias a problemas circulatórios", esclarece o Dr. Ary.
Câibras noturnas: como surgem? – As câibras noturnas não estão associadas às doenças graves. No entanto, podem estar associadas a algum efeito colateral de algum remédio prescrito, ausência de minerais como cálcio, sódio e magnésio e a desidratação. "Geralmente, um movimento feito inconscientemente durante o sono, de se esticar ou se espreguiçar na cama, pode ser o fator contribuinte para a contratura intensa e inadequada de determinado músculo. Mas a câibra noturna idiopática (sem causa aparente) pode surgir por causa do excesso de esforço físico durante o dia", explica o especialista em cirurgia vascular periférica.
De acordo com o angiologista, o ideal é alongar-se 15 minutos antes de deitar, ingerir muito líquido e, inclusive, hidrotônicos que ajudam a repor o sódio, incluir na dieta alimentos ricos em cálcio e magnésio, evitar o sedentarismo. "O uso de medicamentos com vitamina E, complexo B, verapamil, cloroquina e gabapentina também atuam no combate das contrações, porém, devem ser recomendados pelo médico", finaliza o Dr. Ary Elwing.

Colação de Grau da Unijales é marcada pelo clima de emoção



 
Antecipando as festas e comemorações tradicionais nos finais de ano, a Unijales realizou no mês de dezembro a cerimônia de colação de grau dos formandos de 2014.
O clima de emoção marcou a formatura dos alunos dos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Educação Física, Estética e Cosmética, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Pedagogia e Sistemas de Informação, realizada na terça-feira, dia 16 de dezembro, na I Igreja Batista de Jales.
Estiveram presentes no evento, o Reitor Silvio Luiz Lofego, a Presidente da Mantenedora Maria Christina Fuster Soler Bernardo, a Diretora de Graduação Rosangela Bordon Bigulin, Coordenadores, Professores e Funcionários da Unijales.
Os "canudos" foram entregues pelos Paraninfos escolhidos por alunos de cada uma das turmas.
Um dos momentos de emoção foi quando a coordenadora do curso de Administração, Luciana Rocha Ribeiro cantou a música "A Fé faz o Herói".
Além das cerimônias de colação de grau, cada curso organizou seus bailes e jantares para receber e comemorar com seus pais, familiares e amigos. (por Daniel Zilio)


Apresentações natalinas na Santa Casa




O mês de dezembro foi marcado por duas apresentações que emocionaram os pacientes, acompanhantes, funcionários e os demais participantes. No dia 19 de dezembro a Santa Casa recebeu o Coral das Voluntárias da AVCC que alegraram o correr da Unidade I,II,III, Pediatria, Maternidade, e o setor Administrativo. Foram quase uma hora de música e descontração, levando as pessoas o verdadeiro sentido do Natal.
Para finalizar as apresentações natalinas, no dia 22 de dezembro, esteve presente o Coral das crianças da A VIDE - Igreja Batista da Comunidade, que de uma forma graciosa emocionou as pessoas que puderem desfrutar de boa música na voz dos pequenos. Caracterizados com uma gorra de Papai Noel, as crianças caminharam pelo hospital cantando músicas religiosas que evidenciavam o nascimento de Jesus. 
De acordo com a funcionária Ivete Nunes, do setor Comercial, a apresentação dos corais para o hospital trouxe uma alegria imensa aos funcionários e pacientes. "Ver a participação das voluntárias da AVCC quanto das crianças da igreja nos proporcionaram um momento único e de muita alegria no ambiente de trabalho. E ainda, os dois corais deram um destaque na importância da data de uma forma diferenciada. Nós, do setor administrativo tivemos a honra de desfrutar e compartilhar deste momento especial. Achei lindo e queremos que as crianças e as voluntárias voltem mais vezes para outras apresentações".
A Santa Casa ainda recebeu no mesmo dia, uma doação em dinheiro da VIDE, representada pelo Pastor Honório Amadeu Junior, que enfatizou que este ano a igreja será parceira da Santa Casa com a realização de mais doações. "A VIDE é uma igreja que procura servir a comunidade. Por muitos anos servimos as pessoas mais pobres de nossa cidade e em 2014 mudamos o projeto. Uma das melhores maneiras de ajudarmos as pessoas é trabalhar com todos da comunidade jalesense para que tenhamos uma Santa Casa cada vez melhor".
O Pastor ainda reverenciou a participação das crianças na apresentação do coral. "As crianças amaram a experiência. Para nós da VIDE, é importante inculcar a responsabilidade de "servir a Deus, servindo a Comunidade" desde a tenra idade. Eles se sentiram muito honrados de poder servir tão dignamente como fizeram", finalizou Honório.

Morador da Vila Talma, em Jales, ganha o carro O KM

O aposentado Antônio Castilho Correia, residente na Vila Talma foi o ganhador do carro zero quilômetro da promoção Natal Mágico da ACIJ, realizada pela Associação Comercial e Industrial de Jales, com apoio do Sindicato do Comércio Varejista.
Logo depois do sorteio na praça João Mariano de Freitas, na manhã de sábado, dia 3 de janeiro, ele conversou pelo celular com o presidente da ACIJ, Carlos Roberto Altimari, quando afirmou que sempre participa das promoções da associação e confirmou que fez sua compra no Sakashita Supermercado. Além do carro, a promoção contou com mais R$ 6 mil em prêmios instantâneos nas seladinhas.
Carlinhos disse que o sucesso da promoção foi medido pelo grande número de cupons oferecidos pelo comércio para os seus clientes. As vendas, como afirmou, também foram satisfatórias para vários setores, embora outros tenham sofrido os reflexos da crise que acontece em todo o país.
Também destacou a participação dos consumidores de toda a região, consolidando a posição de Jales como centro regional. Ele lembrou que desta vez o ganhador foi da cidade, mas nas outras promoções, na maioria das vezes, os sorteios acabam contemplando moradores de cidades da região.

STF suspende decisão que autorizou quebra de sigilo telefônico de jornalista

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, deferiu parcialmente liminar na Reclamação (RCL) 19464 para suspender decisão do juízo da 4ª Vara Federal de São José do Rio Preto (SP) que autorizou a quebra de sigilo telefônico de jornalista acusado de divulgar informações confidenciais acerca da Operação Tamburutaca, deflagrada pela Polícia Federal, e também do jornal onde trabalha. O presidente entendeu que, não havendo prejuízo na suspensão da decisão judicial, é importante, no caso, resguardar a garantia constitucional da liberdade de imprensa.
Na ação, a Associação Nacional dos Jornais (ANJ) alega que a decisão do juízo de primeira instância viola autoridade do STF no julgamento da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 130, ocasião na qual a Corte considerou não recepcionada pela Constituição Federal de 1988 a Lei de Imprensa (Lei 5.250/1967). Segundo a associação, a decisão representa violação ao direito fundamental da liberdade de imprensa, bem como à regra constitucional que resguarda o sigilo de fonte jornalística.

Caso
De acordo com os autos, o periódico Diário da Região publicou, em maio de 2011, reportagem do repórter Allan de Abreu Aio sobre a Operação Tamburutaca, deflagrada pela Polícia Federal para investigar esquema de corrupção na Delegacia do Trabalho do município de São José do Rio Preto.
Na matéria, constam trechos de conversas telefônicas interceptadas por ordem judicial no âmbito de processo que trâmita em segredo de justiça. Em decorrência disso, foi instaurado inquérito policial para apurar a suposta prática de crime previsto no artigo 10 da Lei 9.296/1996, sob o argumento de que o jornalista teria divulgado informações confidenciais acerca da operação.
Conforme a RCL, ao prestar informações no âmbito do inquérito, Allan de Abreu Aio confirmou a produção dos textos e sua entrega aos responsáveis pela edição e publicação do jornal. "No entanto, em cumprimento ao dever legal e ético-profissional, o repórter considerou-se impedido de revelar suas fontes de informação, sob pena, inclusive, de cometer crime, nos termos do artigo 154 do Código Penal".
Encerrado o inquérito, o delegado responsável pelo caso entendeu pela atipicidade da conduta do jornalista. Ao receber os autos, contudo, o Ministério Público requereu autorização judicial, com quebra de sigilo, para que fossem acessadas os dados telefônicos referentes às linhas registradas em norma do repórter e do veículo de comunicação. Tal pedido foi deferido pelo juízo da 4ª Vara Federal de São José do Rio Preto.

Decisão
Para o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, o caso trata de tema da mais alta complexidade. "De um lado está em jogo uma das garantias mais importantes à liberdade de imprensa e, portanto, a própria democracia: o sigilo da fonte. De outro, a violação do segredo de justiça, destinado a proteger os direitos constitucionais à privacidade, à intimidade, à honra, à imagem ou nos casos em que o interesse público o exigir, como, por exemplo, para assegurar a apuração de um delito", disse.
Em razão disso, o ministro entendeu que a questão não pode ser decidida "em um exame prefacial do processo", devendo haver o regular trâmite processual. Dessa forma, ele requisitou informações do órgão judiciário prolator da decisão, além do parecer da Procuradoria Geral da República. No entanto, "por cautela", o presidente determinou a suspensão da decisão questionada até o retorno dos autos ao STF, quando então o pedido poderá ser amplamente analisado pelo relator sorteado (ministro Dias Toffoli).
"Não há, a princípio, nenhum prejuízo na suspensão da decisão judicial ora combatida; ao revés, estar-se-á resguardando uma das mais importantes garantias constitucionais, a liberdade de imprensa, e reflexamente, a própria democracia", ressaltou. SP/AD

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Diretores da rede estadual na região vão ganhar R$ 1 mil de gratificação extra todo mês

O governador Geraldo Alckmin adotou mais um dispositivo para valorizar os profissionais que atuam na maior rede de ensino da América Latina. A proposta de Lei Complementar PLC23, de autoria da Secretaria da Educação do Estado, foi sancionada. Com isso, 6.387 servidores, entre diretores, supervisores e dirigentes de ensino, vão receber nova gratificação que proporciona ganho mensal extra de cerca de R$ 1 mil. Na região de São José do Rio Preto são 247 profissionais.
Para os diretores e supervisores a nova gratificação estabelecida é de 35% sobre o salário inicial (R$ 2.840), o que garante R$ 994 a mais nos vencimentos mensais. Já os 91 dirigentes regionais de ensino, o benefício passa a ser de 40% sobre o mesmo valor de referência, agregando R$ 1.136 todo mês. O novo ganho no holerite substitui a "gratificação de representação" que antes estabelecia valores fixos de R$500 e de R$ 645 mensais para estes servidores. Agora, além de todos os profissionais ganharem gratificação maior, a vinculação ao salário base faz com que o valor acompanhe a evolução salarial em caso de reajuste - em agosto foi concedido 7% de aumento a todos os servidores, por exemplo. "Os gestores estão na linha de frente das nossas escolas e são responsáveis por promover a qualidade do ensino ofertado aos nossos 4 milhões de alunos. A nova gratificação é mais uma ação para valorizar estes servidores e que fortalece o compromisso com a rede", afirma o secretário da Educação, professor Herman Voorwald.
Alinhado ao compromisso da gestão de promover a otimização dos recursos e de fortalecer a atuação da gestão das escolas, foi definida outra alteração do sistema de gratificações. Serão cessadas as Gratificações de Atividades Pedagógicas concedidas aos profissionais do quadro de magistério que estão afastados das escolas para atuarem nos órgãos centrais. A medida também faz parte da política de aprimorar a gestão e valorizar os profissionais das unidades de ensino. Com as mudanças, a Secretaria fará uma economia de R$ 3 milhões por ano.

6º Bispo Diocesano e presidente do Conselho de Pastores e Ministros Evangélicos se reúnem pela primeira vez em Barretos

Dom Milton Kenan Júnior se encontrará também com o líder da religião espírita e muçulmana no município


O bispo diocesano de Barretos, Dom Milton Kenan Júnior (d) esteve pela primeira vez com o presidente do Conselho de Pastores e Ministros Evangélicos de Barretos, Pastor Mauri Trevisan, na tarde de hoje (09), na Igreja Apostólica Ministério Resgate – IAMIR, no bairro Nogueira.

Segundo o bispo, foi visitar o pastor, em primeiro lugar, para agradecer a atitude dele de, logo após a sua nomeação (como sexto bispo para a Diocese de Barretos), o saudar por meio de reportagem realizada pelo Jornal O Diário de Barretos, pelas palavras cheias de sabedoria, cheias de fraternidade. "Penso que não poderia ser diferente o encontro. Diante de tanta acolhida, de tanta atenção, de tanto carinho, não poderia deixar de vir aqui (na sede da IAMIR) ao menos dizer a ele muito obrigado, e dizer que, enquanto bispo, pastor da Igreja Católica na Diocese de Barretos, a gente quer estar próximo, junto no anúncio do evangelho, no diálogo, no encontro, no trabalho em favor de um mundo de paz", disse.
O bispo disse que foi uma surpresa muito agradável saber das declarações dos líderes de outras religiões (o pastor, o líder espírita e o líder muçulmano) após a sua nomeação. Para ele, o gesto foi de simpatia, delicadeza, e de uma abertura imensa para o desconhecido, para aquele que estava chegando.
Dom Milton disse que hoje, mais do que nunca, diante dos fatos que nos cercam, nos damos conta de que a religião é para aqueles que creem um recurso, um instrumento que pode favorecer o diálogo, a aproximação, a convivência pacífica, que pode gerar fraternidade. "Eu penso que nós vamos assim ao encontro do desejo de Jesus. Jesus diz que todos aqueles que creem podem ser um no Amor. Penso que, nessa perspectiva, a aproximação das religiões é atender ao desejo expresso de Jesus de ver os seus discípulos unidos no Amor", ressaltou.
Quando perguntado pela imprensa sobre o fato de religiões mediarem questões de ódio e de diferenças, o bispo diocesano respondeu que é lamentável que grupos se sirvam da religião como recurso para separar, dividir, quando na verdade a essência da religião é ligar, unir de novo, aproximar. "Isso está na essência de toda religião, nos aproximar, não só de Deus, mas nos aproximar uns dos outros", declarou.
Durante a reunião,pastor Mauri lembrou os encontros que tinha com o padre Deusmar Silva (que hoje é um dos assessores da CNBB em Brasília - DF) e o falecido padre André Bortolameotti, e em seguida presenteou o bispo com um pote de mel. O mel, lembrou o pastor, tem grande significado bíblico e histórico. Mauri convidou o bispo diocesano para participar de uma reunião do Conselho de Pastores que ocorre às primeiras segundas-feiras de cada mês. Dom Milton deve participar da reunião no mês de março.
O pastor disse ao bispo diocesano que coloca o Conselho de Pastores de Barretos para maior aproximação e comunhão entre os cristãos. E avaliou a atitude dele de ir até o seu encontro como "demonstração clara de ética, de parceria, de solidariedade e de boa educação". Disse ainda que ficou honrado com a visita de Dom Milton a sua igreja.
Ao final, o prelado conheceu a igreja e manifestou, mais uma vez, ao pastor e ao Conselho de Pastores o seu agradecimento pela acolhida. A reunião durou certa de 40 minutos. Na próxima terça-feira, Dom Milton se encontrará com Eduardo Croys Felthes, líder espírita na cidade, e na quarta-feira com o Sheikh Mohanad Hussein, líder muçulmano.
Foto: Milton Figueiredo

Estudantes de medicina foram recebidos para atuarem no estágio no Hospital de Ensino






Nesta semana os estudantes do 5º ano do curso de Medicina da Unicastelo foram recebidos pelo Provedor, Geraldo Silva de Carvalho, e pelo Presidente da Comissão do Hospital de Ensino, Prof. Dr. José Martins Pinto Neto, para o internato médico no Hospital de Ensino Santa Casa de Fernandópolis, que acontecerá ao longo deste ano.
O programa de integração dos alunos com o hospital foi composto por uma apresentação dos responsáveis pelos mais variados setores, que relataram sobre as funções e atuação exercida. Também foram expostas as regras e normas de segurança que devem ser obedecidas no dia a dia do estabelecimento de saúde.
"Essa integração é extremamente importante para demonstrar aos estudantes que o hospital está de portas abertas, no intuito de colaborar com a formação acadêmica deles. Também aproveitamos para nos colocar à disposiç
ão, para ouvi-los a fim de que possamos juntos construir um hospital melhor para todos, seja para os estudantes que aqui atuam, seja para nossos colaboradores ou clientes", concluiu o Provedor.
INTERNATO
O internato hospitalar corresponde ao período dos últimos anos do curso de graduação em medicina, no qual o aluno passa por estágio prático nas unidades hospitalares, acompanhando a rotina básica das disciplinas na medicina. Durante este período, o acadêmico de medicina fica sob a supervisão direta de médicos e outros profissionais, chamados de Preceptores.


quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Prefeitura de Populina recebe R$ 30 mil para aquisição de veículo

A secretaria de Estado de Desenvolvimento Social autorizou a destinação de R$ 30 mil à prefeitura de Populina (Região Administrativa de São José do Rio Preto) para a aquisição de um veículo que auxiliará no desenvolvimento de atividades na área social do município. Liberado por meio de emenda do deputado Edmir Chedid (DEM) ao Orçamento do Estado, o recurso também contempla reivindicação do prefeito de Populina, Sérgio Martins Carrasco, e de lideranças comunitárias.
"Esse investimento destinado pelo Estado para que a prefeitura de Populina possa efetuar a compra do veículo está baseado em relatório elaborado pela administração pública municipal que demonstra a importância da liberação do recurso", afirmou o parlamentar.
Edmir Chedid disse também que irá trabalhar ainda mais para que o município seja contemplado com a liberação de novos recursos financeiros. "Todo esse trabalho tem como finalidade buscar benefícios para a comunidade local", destacou.
Apesar do benefício na área social, o parlamentar disse que vai continuar o trabalho para atender outras demandas do município. Entre as solicitações da prefeitura estão a aquisição de máquinas e equipamentos agrícolas e de um veículo para a educação. "Vamos buscar junto ao Estado novos investimentos que contemplem ações em setores como educação e agricultura. O município tem 319 km² de extensão territorial, sendo grande parte ocupada por produtores rurais", concluiu.


Nelson Baeta Neves Filho assume a Secretaria de Estado da Habitação

O novo secretário de Estado da Habitação, Nelson Luiz Baeta Neves Filho (a direita na foto), afirmou nesta quinta-feira (8), ao participar da cerimônia de transmissão do cargo, que vai focar a gestão na qualidade dos empreendimentos. "Entendo que a expansão das moradias populares passa agora pela qualidade. Unidades mais confortáveis, em conjuntos que valorizem o tecido urbano, com empregos e todos os serviços por perto: transportes, saúde, segurança, educação." Nelson Baeta assume a pasta no lugar do engenheiro Marcos Penido.
O novo titular da pasta defendeu também a necessidade de realizar ações integradas com outras secretarias de Estado para ofertar novos serviços públicos para as famílias atendidas com moradia no Estado. "O caminho é avançar mais e mais, inovar, como determinou o governador Geraldo Alckmin, para atender cada vez melhor o cidadão paulista".
O atendimento às famílias de baixa renda e o pioneirismo do Estado na construção de moradias populares também foram destacados no discurso: "Tenho orgulho do papel da CDHU, que é o programa de habitação social mais focado do Brasil, com mais de 90% de seus beneficiários na faixa de menor renda, de até 3 salários mínimos".
A Companhia e a Agência Casa Paulista são pioneiras no estabelecimento de padrões qualificados para as moradias populares, com área mínima de 43 metros quadrados, pisos cerâmicos, terceiro dormitório, pé direito mais alto, aquecimento solar e outros diferenciais que fazem dos programas paulistas, disparado, os mais confortáveis do país no que se refere à habitação popular: "Aqui em São Paulo o programa Minha Casa Minha Vida tem qualidade superior à do restante do país graças à ação firme do Governo do Estado", complementou o secretário.
Com ampla experiência no setor público, o novo secretário pretende dinamizar ainda mais as ações da Secretaria da Habitação, que em 2014 contabilizou marcas importantes: a CDHU entregou a moradia 500.000 e a Casa Paulista ultrapassou 102 mil unidades contratadas.
Administrador graduado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Baeta Neves atuou como secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, entre 2013 e 2014, secretário-adjunto de Desenvolvimento Social, entre 2011 e 2012, chefe de gabinete da presidência da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, entre os anos de 2005 e 2007, e diretor de planejamento e projetos da Companhia de Desenvolvimento Habitacional, entre os anos de 1995 e 1999.
Sobre a SH: A Secretaria da Habitação do Estado de SP é responsável pela condução da política habitacional do Governo paulista. Traça diretrizes, estabelece metas, planeja e desenvolve programas específicos, objetivando o atendimento habitacional à população de baixa renda, com rendimentos entre 1 e 10 salários mínimos.
O desafio macro é promover a produção de moradias e ações de melhorias urbanas e habitacionais, orientando a aplicação de recursos para a redução das necessidades habitacionais no Estado de São Paulo seja por meio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) ou da Agência Casa Paulista.
Além de programas de provisão de moradias, esta Secretaria administra outras ações relacionadas com a habitação, tais como a autorização de projetos que impliquem em parcelamento do solo urbano (loteamento, desmembramentos e regularizações) e programas de melhorias urbanas e de apoio à regularização fundiária.

Cientistas atestam que nossa alma pode deixar o corpo e observá-lo

Cientistas e pesquisadores holandeses publicaram estudo no qual revelam que nossas almas podem abandonar nossos corpos e observá-los. Foram mais de 70 casos estudados com pessoas que relataram experiências durante o período em que estiveram clinicamente mortas.
O caso mais impressionante relatado pela pesquisa é de um paciente clinicamente morto por 20 minutos durante uma cirurgia cardíaca. Se sua volta à vida surpreendeu médicos, estes ficaram ainda mais perplexos quando ele descreveu que "saiu de seu corpo" e soube indicar precisamente a posição em que cada um dos médicos durante o período em que estava morto, além de fatos relevantes que aconteceram na sala.
Foram três os médicos responsáveis pelos estudos. Titus Rivas, Anny Adrien e Rudolf Smit publicaram um livro — que até o momento está disponível apenas em holandês — chamado "Wat een stervend brein niet kan", que na tradução literal seria entitulado "O que um cérebro morrendo é capaz de fazer". Nele, explicam o caso e concluem que diante das evidências é impossível negar a ausência do paciente de seu corpo durante a morte clínica.
A ideia, porém, ainda não é bem aceita na comunidade científica. Para muitos, o número de casos é reduzido e não há comprovação evidente de que as almas dos pacientes estiveram fora de seus corpos. Nesses casos, os cientistas mais céticos não levam em consideração os depoimentos de pacientes sobre as situações que vivenciaram.
 
Por Redação Yahoo! Brasil | Eita! – 8 horas atrás