Páginas

sábado, 1 de novembro de 2014

Folhageral, da redação

Neste 
ano de 2.014 no município de Jales estão cadastrados junto Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fomes (MDS) como beneficiários no Programa de Transferência de Renda Diretamente às Famílias em Condição de Pobreza e Extrema Pobreza  ( Bolsa Família)  1.536 famílias. 
Na quarta-feira, 
29 de outubro, os vereadores aprovaram o pedido de instalação de uma Comissão Processante feito por  uma instituição local baseado no relatório da  “CPI do Lixo”  que apontam possíveis infrações político administrativa da prefeita Nice Mistilides.
A Prefeitura 
de Jales ainda não regulamentou a lei para as atividades dos profissionais em transporte de passageiros “mototaxista”, serviço comunitário de rua “motoboy” e transporte de mercadorias “moto-frete”  apesar de lei federal assim determinar. Estão empurrando com a barriga.
Na semana 
passada a coluna expôs que a prefeita Nice mesmo antes do pedido do protocolo da representação para pedido de instalação da CP,  tinha uma maioria  contra. No meio político já existe dúvida quanto a isso. 
Se a  
Comissão Processante optar ao final dos trabalhos pela   perda  do mandato, o Plenário, segundo dizem,  não terá poderes para suspender os direitos políticos da prefeita Nice, cuja competência seria da Justiça Comum. 
Hipoteticamente 
falando, caso   a prefeita Nice tenha o mandato cassado pela Câmara Municipal e não tenha os direitos políticos suspensos, existe a possibilidade dela voltar a disputar o pleito de 2.016  e posar como mártir de uma perseguição por parte de seus opositores que não a deixaram trabalhar. Talvez sim talvez não, é bom ficar de olho
Lembrem-se 
do governador José Roberto Arruda, de Brasília, depois de tudo, se não lhe negam o registro da candidatura teria sido eleito governador do Distrito Federal. 
Tanto que, 
alguns lideres políticos  que viram no 1º turno da eleição (presidente, governador, senador e deputados) minguar a votação em candidatos  de seus partidos,  e de outros partidos crescerem no município, estão preocupados com esse imbroglio.  Dizem a boca pequena que se foram reais os comentários sobre uma alta  rejeição da prefeita Nice junto a população,  isso viria a favorecer seus candidatos em 2016 e não agora.
Segundo 
dizem  nos bastidores da política local, a pressão sobre vereadores por uma possível cassação do mandato da prefeita, caso haja pedido nesse sentido pela CP, é grande. Fala-se que até vereador pode ser expulso da sigla caso não acompanhe voto da bancada  O voto é nominal. 
Acabou-se 
a eleição a  nível nacional e regional, agora fala-se sobre a local. Na segunda-feira, na praça João Mariano de Freitas cinco pessoas conversam sobre a eleição municipal e analisavam quantos votos um vereador e o prefeito precisariam  para ser eleitos ante a escalada de abstenção e votos nulos e brancos no pleito do mês passado.
Ainda tem 
muito chão para andar nesse caso da Comissão Processante, mas entre o funcionalismo existe uma expectativa  de que se o vice-prefeito Pedro Callado assumir a Prefeitura, as portarias que lhes foram tiradas poderão ser  devolvidas. Essa ansiedade e torcida dos “barnabés” pode se transformar em grande frustração ante uma possível crise econômica no ano que virá, quando o município terá que apertar o cinto, e muito...
Quem 
passa pelo viaduto Antonio Amaro na avenida Francisco Jallles sobre os trilhos da ferrovia percebem que ele precisa urgentemente de uma análise estrutural. A Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos precisa agir. 
Josué Eduardo 
de Assunção, de Aspásia, Armando Rossafa, de Santa Fé do Sul,  Ana Bim Matoso, de Fernandópolis,  são três dos 26 prefeitos de municípios paulistas convocados pelo  Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região  para participação de audiência coletiva, com o objetivo de discutir propostas de conciliação para pagamento de precatórios vencidos até o dia 31 de dezembro de 2013 e não quitados. A audiência aconteceu nesta sexta-feira, dia 31, às 14 horas, no edifício-sede do TRT, e foi conduzida pelo presidente do órgão, desembargador Flavio Allegretti de Campos Cooper. 
Os municípios 
que aderirem ao convênio utilizando o FPM deverão repassar verbas mensais, destinadas a uma conta bancária judicial específica. O juizo de Conciliação de Precatórios do TRT-15 fica responsável pela administração dos recursos financeiros ali depositados e pela realização dos pagamentos a cada um dos credores, em ordem cronológica.
O não 
pagamento dos precatórios pelos entes públicos pode trazer consequências mais drásticas como a imediata inclusão no Banco Nacional de Devedores Trabalhistas – BNDT, situação que impossibilita a obtenção de empréstimos em órgãos públicos. 
Outra medida, 
mais agressiva, é a possibilidade de efetuar o sequestro de valores por falta de pagamento, como prevê as alterações realizadas na Resolução nº 115/2010 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Vereadores de Jales autorizam instalação de Comissão Processante que pode pedir a cassação da prefeita Nice


Na sessão ordinária desta quarta-feira, 29 de outubro, o plenário da Câmara Municipal de Jales votou, em discussão única, a instalação de Comissão Processante (CP)  para continuar apurando possíveis infrações  político administrativas  do Executivo na contratação de uma empresa para coleta de lixo e varrição de ruas, e no Aterro Sanitário.A aprovação estava condicionada ao voto favorável de 2/3 dos vereadores presentes. Caso contrário, a solicitação seria arquivada. Os  parlamentares votaram pelo prosseguimento da ação.
 O assunto foi investigado por uma Comissão Especial  de Inquérito (CEI), cujo relatório foi divulgado na sessão camarária de 22 de setembro.
O plenário da Câmara Municipal na noite de quarta-feira, estava cheio. Maioria absoluta de funcionários públicos municipais que perderam portarias que complementavam os seus salários ou tiveram entrevero com a prefeita Nice  e  torcem por mudança na chefia do executivo. 
A Comissão Processante  foi constituída depois que foi protocolada junto a Mesa Diretora da Câmara Municipal a representação de uma entidade local, baseada no relatório final da “CPI do Lixo” que apontou diversas irregularidades que, apesar de não citar nomes, teria a prefeita Nice Mistilides (PTB) como principal responsável. 
Instalada, a  Comissão Processante terá 90 dias para concluir os trabalhos, quando ao seu final, pode arquivar o processo ou pedir a cassação do mandato da prefeita.  
Na sessão  de quarta-feira, foi  nomeada  a  Comissão Processante que terá o vereador André Ricardo Viotto (PSD) como presidente, Sergio Nishimoto (PTB) o vice-presidente e Jesus Martins Batista (DEM) como  relator.  A  próxima ação da presidência da CP é notificar a chefe do Executivo, o que deve ocorrer na próxima semana.  Após esse procedimento,  Nice Mistilides terá 10 dias para se defender. Com todos os documentos apresentados, a Comissão Processante  terá três meses  para concluir  a análise e encaminhar a decisão ao plenário. 
O relator Jesus Martins Batista disse em entrevista à imprensa que a CP irá trabalhar dentro da legalidade e dará o direito de ampla defesa à prefeita Nice.
Uma nota de esclarecimento  distribuida a imprensa pela Secretaria Municipal de Comunicação diz que “O Governo do Município de Jales repudia a ação do Conselheiro Estadual da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB em fomentar a sociedade e o Poder Legislativo para a abertura de uma Comissão Processante, porque esse direito/dever já é do Legislativo.
Se a convicção do Legislativo, após tudo o que apurou durante a CEI fosse contundente, os vereadores deveriam ter levado o tema adiante, dentro da própria Casa legislativa, pois é soberano e autônomo para tal. Por isso, nosso entendimento é que se trata de movimento político partidário, uma vez que todos os órgãos competentes judiciais e fiscalizadores receberam cópia do procedimento da CEI e estão acompanhando o caso, como o Ministério Público e o Tribunal de Contas. 
Sindicâncias internas também foram abertas para apurar e punir, com o rigor da lei, os responsáveis pelas possíveis irregularidades. A empresa responsável pela Coleta do Lixo também foi notificada pela prefeitura para cumprir as obrigações do contrato.
Cabe ressaltar que todas as investigações em relação a administração tem total cooperação da gestão e continuará sendo assim para que não paire nenhuma dúvida em relação à correção de nossos atos, a sua seriedade, o bom uso do recurso público”.

Casamento country




Mantendo as raízes sertanejas e no melhor estilo country o representante comercial do setor agropecuário Adriano Aparecido de Souza e a psicóloga Elloa Santos Pimentel casaram em celebração religiosa e civil no dia 18/09/2014 no Recanto das Festas em Jales, ministrada pelo pastor Rubens Sobral.
Cada detalhe da decoração foi carinhosamente preparado pela empresa 100% Festas, o Studio Agnaldo Campos (fotografia) e a MP Produções (vídeo) eternizaram cada momento.
O cardápio típico apreciado e elogiado pelos convidados foi uma especialidade da equipe do Foguinho e Terezinha Gazola, acompanhados pelos doces e bolo confeccionados pelas doceiras Leni e pela desing Cake Di nina. A dupla Michel e Tiago e o som e iluminação do Clebinho foi o responsável pela modas de viola que animou até altas horas este grandioso dia.
Os pais do noivo são: Suely Vicente de Souza e Aparecido Jesus de Souza e da noiva: Waldelisse Santos Pimentel e Osmar da Veiga Pimentel (in memoriam). O Cerimonial e a assessoria foi gerenciada pela cerimonialista Jocelia Cabrini.

Secretário Adjunto de Saúde visitou Santa Casa de Fernandópolis

Na semana passada, o Hospital de Ensino Santa Casa de Fernandópolis recebeu a visita do Secretário Estadual Adjunto de Saúde, Prof. Dr. Wilson Modesto Pollara, que estava na região para apresentar o novo modelo de gestão de saúde em implementação no estado, incluindo o programa “Santas Casas SUStentáveis”. 
A apresentação foi feita durante um encontro com os provedores e administradores das santas casas das cidades de Fernandópolis, Votuporanga, Catanduva, Novo Horizonte, Monte Aprazível, Jaci, São José do Rio Preto, Nhandeara, Jales, Santa Fé do Sul e Cardoso. 
O Secretário Adjunto explicou sobre o funcionamento do programa nos hospitais da região, que foram classificados pela Secretaria de Saúde em três níveis: “hospitais estruturantes” (referência em atendimentos de alta complexidade, como cirurgias cardiovasculares ou neurocirurgias); “hospitais estratégicos”, (prestam atendimento de média complexidade, servindo de retaguarda aos estruturantes); e os “hospitais de apoio” (são hospitais de pequeno porte que fazem atendimento de baixas complexidades). 

Terceira idade realiza passeio de barco


A bordo do barco Odisséia, 70 idosos que integram o Centro Integrado Esportivo de Valorização do Idoso - CIEVI de Jales, navegaram pelo rio Tietê, a partir de Buritama, em um passeio ecológico e cultural fantástico.
A ação ocorreu no sábado, 25 de outubro, e faz parte de uma série de medidas que a  Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Promoção Social, empreende para promover a valorização e a melhoria da qualidade de vida dos idosos assistidos.
Os integrantes da melhor idade foram recepcionados com um café da manhã na plataforma de embarque. Em seguida, o barco iniciou a navegação. Todos foram instruídos sobre como utilizar corretamente o colete salva-vidas, em caso de emergência. Na sequência, a pista de dança foi aberta para diversão dos presentes, que foram embalados por diversos ritmos.
O passeio teve duração de 5 horas. Um dos principais atrativos foi a travessia da eclusa da Hidrelétrica Nova Avanhandava. Um farto almoço foi servido a todos.
A secretária municipal  Celma Crepaldi, de Desenvolvimento e Promoção Social, acompanhou a excursão e comentou que a viagem tem como objetivo proporcionar momentos de lazer, promover a interação social e o fortalecimento de vínculos entre os idosos. “Este dia foi muito especial. Todos ficaram muito felizes e deslumbrados com a beleza da paisagem. É gratificante vê-los tão alegres e poder proporcionar momentos assim para eles”, comentou.

Lenços do Amor

Reforçando a campanha Lenços do Amor, o Lions Club de Ouroeste, representadopelo presidente, Ademilson Vicente de Melo,  pelas “companheiras leão”, Maria José,  Nadir Maticoli e Iracilda Berger e pelo vereador de Ouroeste, Zagalo, entregaram na tarde desta quinta-feira, 30 de outubro,  51 lenços do amor em homenagem  ao Outubro Rosa.  Os lenços podem ser entregues no hospital ou na AVCC de Jales e serão doados às pacientes. Os representantes do Lions Club de Ouroeste foram recebidas Adriana Mariano, Gerente de Captação de Recursos da   Unidade III Jales do Hospital de Câncer de Barretos.

Prefeitura transforma espaço com figueiras históricas em praça de lazer

Contrariando os boatos de que a prefeitura iria remover as duas figueiras históricas do cruzamento da Avenida Jânio Quadros com a Rua 08 (próximo ao Campo da FEPASA), a secretaria municipal de Obras, Serviços Públicos e Habitação decidiu valorizar ainda mais o espaço das árvores e construiu uma Praça de Lazer no local.
 O trabalho, elogiado pelos moradores que transitam pelo ponto, consistiu na construção de um espaço concretado com mesas e cadeiras para atividades de recreação e momentos de tranquilidade. A ação deu vida a um lugar que durante muitos anos foi ocupado por carreteiros e acabou sendo esquecido, servindo apenas de estacionamento irregular.
 Segundo a prefeita Nice Mistilides , a intenção da administração é de valorizar mais o espaço e melhorar ainda mais. “A beleza e a sombra das duas tradicionais árvores merecem ser apreciadas por toda população. O lugar em que elas estão é bastante movimentado e requer uma atenção especial”, frisou.

Praça Euplhy Jalles receberá espetáculo teatral

A praça Euplhy Jalles será palco no domingo, 9 de novembro às 20h30, do espetáculo “Era uma vez um Rei”, do grupo teatral Pombas Urbanas.
A peça teatral retrata a vida de três catadores de papelão, ferro e garrafas, que se revezam na condução de seu carrinho. O trabalho vai se transformando numa brincadeira na qual, a cada nova semana, um deles se torna rei, presidente e depois ditador. Envolvidos no jogo, os catadores se afastam da realidade e entram num universo de fantasia, em que o poder e a riqueza são tratados de forma lúdica.
O Circuito Cultural Paulista é um programa que visa promover a difusão cultural descentralizada por meio da realização de espetáculos em diversas linguagens artísticas, levando a diversidade artística por onde passam. O espetáculo faz parte da quarta apresentação do Circuito Cultural Paulista em Jales, em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura e APPA - Associação Paulista dos Amigos da Arte.
A ação não acontecia na cidade há alguns anos e voltou a ser realizada graças às negociações e o desejo da prefeita  Nice Mistilides, através da Secretaria de Esportes, Cultura e Turismo, em aderir o município em um grande evento cultural estadual.
O espetáculo é aberto ao publico e toda população está convidada a participar.

Conferência discute protagonismo da pessoa idosa


Com o tema “Protagonismo e Empoderamento da Pessoa Idosa - Por um Brasil de Todas as Idades”, o Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI) e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Promoção Social de Jales realizaram nesta sexta-feira, 31 de outubro, a II Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa. O evento aconteceu na sede Centro Integrado Esportivo de Valorização ao Idoso – CIEVI.
O encontro motivou a análise da situação atual das políticas públicas para pessoa idosa no município, discutindo e analisando propostas para a efetivação, bem como sensibilizou as instituições, a sociedade e os próprios idosos sobre a importância da participação ativa no meio social.
A prefeita Nice Mistilides acompanhou a conferência e ressaltou a importância da ampliação das ações e serviços voltados à população acima dos 60 anos, especialmente nas áreas de assistência social, saúde e educação no município. “Jales já avançou muito em políticas públicas para assegurar a qualidade de vida dos nossos idosos. O poder público tem a obrigação de fornecer uma vida agradável aos idosos. Se estamos aqui é para melhorar e discutir ideias. Que nós sejamos protagonistas dos melhoramentos da qualidade de vida dos idosos”,ressaltou.
“A relação do idoso com a sociedade tem que ser discutida e é fundamental debatermos sobre o empoderamento do idoso. O tema da discussão trouxe o foco para a integração entre gerações, frisando o que é forte no idoso e desconstruindo a ideia de fragilidade, normalmente associada à terceira idade, além de oportunizar um momento para eles discutirem as políticas públicas realizadas no município e proporem novas ações para seus fortalecimentos”, comentou a secretária de Desenvolvimento e Promoção Social, Celma Crepaldi.

Diocese de Jales realiza a 4ª Quermesse Solidária



Com a presença do bispo diocesano de Jales D. Demétrio Valentini, a celebração de uma  missa marcou a inauguração, na terça-feira, 28 de outubro – dia consagrado ao santo – da capela São Judas Tadeu (foto) em área do Hospital de Câncer de Barretos - Unidade III Jales.  Todas as sextas e segundas-feiras, às  9 horas serão celebradas missas, sendo na segunda-feira pelo bispo D. Demétrio e na sexta-feira , alternadamente pelos padres das paróquias de Jales, Santa Albertina, Estrela D´Oeste, Urânia e Dolcinópolis.

Musa da Jovem Guarda, Wanderléa é a convidada do Cultura Livre


 O Cultura Livre, comandado por Roberta Martinelli na TV Cultura, recebe neste sábado, 1º de novembro, às 18h, a cantora Wanderléa. 
No programa, a cantora fala do LP Maravilhosa, de 1972, que continua sendo um marco em sua carreira. O disco traz canções distintas de seu repertório, com destaques para Assis Valente, Jorge Mautner e Hyldon. Recentemente foi lançado em CD e DVD.
No Cultura Livre, Wanderléa, acompanhada de sua banda, interpreta Vida maneira (Hyldon), Back in Bahia (Gilberto Gil), Quero ser locomotiva (Jorge Mautner) e Chica Chica Boom Chic (Harry Warren/ Mack Gordon). 
A banda da cantora é composta por Lalo California (guitarra), Adriano Grineberg (teclado), Khristiano Oliveira (baixo), Marcelo Dinis (guitarra), Michel Machado (percussão), Dado (sax e flauta), Didi (trombone), Tata Martineli, Jadde Flores e Yasmim Flores (vocais), e Armando Junior (bateria).
Essa edição do Cultura Livre traz também a cantora e compositora Stela Campos. Acompanhada por Léo Monstro (teclado e efeitos), ela fala de seu trabalho e mostra as músicas Travelling e Trust (ambas de sua autoria).
Criado originalmente, em 2009, na Rádio Cultura Brasil, estreou na TV em 2011. Em sua primeira temporada televisiva. A interação com o público é um destaque da atração. Por meio das redes sociais e de uma chat-line, os telespectadores podem enviar suas perguntas e comentários aos artistas.

Editais de Proclamas

Ademir de Mattis, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
GILLIANO DONIZETTI SANTIAGO MARTIN e ALINE ALTOMARI DA SILVA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 11 de janeiro de 1.985, ferroviário, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de João Donizetti Santiago Martin e de Izabel Maria de Jesus Martin. ELA, natural de São Paulo, deste Estado, nascida aos 19 de março de 1.982, advogada, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Edson Francisco da Silva e de Rôse Mayre Altomari da Silva. (Republicação)
FABRICIO TEIXEIRA BALBINO e ANGÉLICA PASCOALINA MARQUES. ELE, natural de Promissão, deste Estado, nascido aos 07 de agosto de 1.984, pedreiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José de Oliveira Balbino e de Nanci de Fátima da Cunha Teixeira Balbino. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 30 de março de 1.986, faxineira, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Milton José Marques e de Marlene Vituri Marques.
MARCIO DE SOUZA SECCO e KARINA APARECIDA NILSEN. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 29 de março de 1.982, operador de caldeira, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Alcides Secco e de Ivone de Souza. ELA, natural de Colinas, deste Estado, nascida aos 30 de dezembro de 1.980, fisioterapeuta, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Edenelson Bigoto Nilsen e de Marlenes Regonha Nilsen
FABIO BATISTA CARVALHO e ANNE GABRIELE MARTHA LEATI. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 22 de junho de 1.982, empresário, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Lucas Raimundo de Carvalho e de Iramar da Rocha Batista Carvalho. ELA, natural Jales, deste Estado, nascida aos 06 de julho de 1.984, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Manoel Leati e de Édna Gení Martha.
CLAUDIO ROBERTO DA SILVA e NATALIA DE SOUZA RODRIGUES. ELE, natural de Americana, deste Estado, nascido aos 03 de maio de 1.983, instrutor de auto escola, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Luiz Carlos da Silva e de Maria Aparecida Muniz da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 31 de março de 1.989, administradora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Nivaldo Rodrigue e de Neuza Rosa de Souza.
LUCAS FLORIANO STEFANELLO e ALNIE DE OLIVEIRA MATOSO. ELE, natural de Sidrolândia, Estado de Mato Grosso do Sul, nascido aos 20 de agosto de 1.980, engenheiro de segurança de trabalho, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Flori Arnaldo Stefanello e de Madalena de Moraes Stefanello. ELA, natural de São Paulo, deste Estado, nascida aos 11 de novembro de 1.985, engenheira agrônoma, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Adir Ramos Matoso e de Célia de Oliveira Matoso.
CLEBER LUIZ PONTEL e ALESSANDRA TUFAILE. ELE, natural de Palmeira D’Oeste, deste Estado, nascido aos 29 de março de 1.985, almoxarife, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Reynaldo Luiz Pontel e de Neusa Aparecida Pires Pontel. ELA, natural de Santa Albertina, deste Estado, nascida aos 15 de março de 1.973, vendedora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Alli Tufaile e de Creuza Azaritti Tufaile.
MARCOS ANTONIO PIRANI e RUBIA CARLA DE PAULA. ELE, natural de Adamantina, deste Estado, nascido aos 21 de maio de 1.983, professor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Donizete Pirani e de Inêz Garozi Pirani. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 27 de julho de 1.987, assistente social, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Reinaldo Lourenço de Paula e de Marlyr Aparecida Artilha de Paula.
FERNANDO TAKEO HARANO e TAHÍS CRISTINA MARTINS BASSETTO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 26 de julho de 1.976, contador, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Kaoru Harano e de Masaco Kikuchi Harano. ELA, natural de Iturama, Estado de Minas Gerais, nascida aos 14 de dezembro de 1.994, auxiliar de escritório, divorciada, residente e domiciliada em Limeira D’Oeste, Estado de Minas Gerais, filha de Silvio Marcos Bassetto e de Rita Martins Rosa Bassetto. Cópia para ser afixada no Oficial de Registro Civil de Limeira D’Oeste, Estado de Minas Gerais, onde reside a contraente.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial

Prefeitura faz recape de ruas do jardim Paulista e da vila Nossa Senhora Aparecida


O programa de recuperação da malha asfáltica desenvolvido na atual gestão, para recuperar ruas e avenidas seriamente comprometidas por anos de desgaste e falta de investimentos se estendeu essa semana para dois novos bairros. Desta vez, a população do Jardim Paulista e Vila Nossa Senhora Aparecida já podem comemorar as novas obras de infraestrutura que foram iniciadas e vão garantir um novo asfalto de qualidade.
O recapeamento segue pelas ruas Rio de Janeiro, Professor Rubião Meira, Tupinambás, Guanabara, Ceará, São Bernardo, Aimorés, Nossa Senhora Aparecida, São Judas Tadeu, Amazonas e Maranhão. As obras também contemplam a substituição de três novos sarjetões.
O trabalho é de responsabilidade da empresa GP Engenharia Ltda. Os recursos destinados às obras pela empresa são de R$ 987.600,00 vindos do governo federal, através de emenda do deputado federal Marco Feliciano, com contrapartida de R$ 24.081,05 do município. A mesma verba contemplou as ruas dos bairros JACB I e II, Rua 24, IV Centenário e Vila Pinheiro.
“Desde o início da gestão, assumimos o compromisso e o desafio de recuperar o asfalto mal conservado e esburacado de Jales. A mudança já visível em algumas regiões da cidade e, na medida do possível, vamos avançar por todos os bairros e avenidas para assegurar o direito de motoristas e pedestres que precisam de segurança e de ruas bem conservadas e sinalizadas. A previsão é de que ainda neste ano mais de R$ 3 milhões de recursos sejam aplicados em nossa cidade”, comentou a prefeita Eunice Mistilides Silva- Nice.
Sobre o recapeamento, a prefeita Nice Mistilides tem afirmado que a nova camada de asfalto precisa ser consistente e de qualidade, para suportar o desgaste natural do trânsito. E o grande número de ruas esburacadas deve ser debitado à falta de manutenção nos últimos anos. “A nossa preocupação é fazer um asfalto de qualidade e dar manutenção eficiente para evitar a deterioração das ruas como ocorreu nos últimos anos”, afirma a prefeita.
Próximas ruas– Neste mês de novembro, a GP Engenharia Ltda estará realizando recapeamento na rua 1 e na rua 2, com recursos destinados às obras pela empresa no valor de R$ 253.750,00 através do governo federal, por emenda do deputado federal Edinho Araújo, com contrapartida do município no valor de R$ 9.671,53.

O coração e a razão, por Adelvair David



O tempo passa e permanece a criatura humana sem se dar conta do valor do sentimento, dos ditames do coração para a sua vida, devendo procurar melhorá-lo sempre.
O coração, de acordo com os sentimentos reinantes, determina rumos ao homem. Sem se dar conta do envolvimento positivo ou negativo age costumeiramente como que por impulso.
O coração necessita do consentimento da razão, ensinam os espíritos venerandos, tanto quanto a razão necessita do tempero que o coração oferece. Um e outro, comandando as ações isoladamente podem incorrer em erros simples ou lamentáveis, alguns sem que se possa corrigir com facilidade.
O coração se utilizando das emoções imaturas muito próprias dos sentimentos ainda em desenvolvimento, determina ao indivíduo que aja tomando partido, resolvendo simploriamente os fatos, pesando na encomia moral da criatura, quando a decisão não foi bem meditada. É notório que pode haver algo pedindo providências urgentes, mas daí sair-se de qualquer forma fazendo e desfazendo sem procurar inteirar-se das reais verdades e perigos, tem feito sofrer a muitos, que logo após tomarem uma atitude choram o que não podem mais mudar.
Um ancião, postou-se à frente do seu prédio em trajes miseráveis procurando despertar piedade. Um senhor, tomado de compaixão deu-lhe atenção e atendeu o seu único pedido, o de o levar até a ponte do Rio de Janeiro para Niterói, onde a muito desejava observar o mar e os navios, não tendo esta oportunidade porque suas pernas não ajudavam e não tinha quem o levasse. Após deixar o homem no local indicado, ficou sabendo no outro dia que um senhor de cabecinha branca havia se atirado da ponte, cometendo suicídio. Não soube ao certo se tinha família ou as razões do ocorrido, o que ponderou tristonho é que deveria ter procurado saber por ali, o porquê um homem com mais de 90 anos estava sozinho fazendo aquele pedido estranho.
Em todas as ações das nossas vidas é importante deixarmos o coração se compadecer das necessidades dos nossos irmãos, ou permitir que o amor flua das entranhas da alma para que a vida seja mais doce e pacificadora, mas é preciso em qualquer situação consultar a razão para que ela apresente sugestões ou argumentos a fim de que a decisão seja mais acertada. Nos momentos de constrangimentos dos sentimentos, quando ofendidos, ou diante de um enfrentamento ruim ou doloroso, deixar-se ao sabor dos impulsos do coração é possibilitar atos ou reações de que poderemos nos arrepender muito. As atitudes intempestivas provocadas pelos arroubos de emoções descontroladas nunca beneficiaram a ninguém. Se preciso for, melhor valer-se de um bom conselho com alguém ponderado, da leitura de uma página do evangelho de Jesus e ainda da prece, sempre conselheira nos momentos necessários.
O CORAÇÃO DEVE VOAR PARA AS BELEZAS DO INFINITO, MAS SEMPRE PRESO AO FIO DA RAZÃO QUE O MANTERÁ SEGURO PARA PODER RETORNAR EM PAZ.

Piracema começa neste sábado, 1º de novembro

Nos próximos três meses, a partir de hoje 1º de novembro até 28 de fevereiro do próximo ano, as pessoas que gostam de praticar a pesca de peixes nativos terão que “pendurar” a tralha devido ao período de reprodução dos peixes: a piracema. A Polícia Militar Ambiental  intensificará, nesse período, as fiscalizações de forma embarcada nos principais rios e seus afluentes e bloqueios policiais nas principais rodovias e  vicinais para evitar a atuação dos pescadores de todos os 189 municípios que abrangem a área de atuação do 4º Batalhão de Polícia Ambiental. 
A importância da piracema para a conservação dos peixes de água doce se torna mais evidente quando compreendemos que, através deste fenômeno natural do deslocamento, ocorre a reprodução de significativa parcela das espécies dos peixes de rio.
Os equipamentos permitidos durante o período de defeso são: linha de mão com anzol, vara, caniço simples ou carretilha ou molinete de pesca, com iscas naturais ou artificiais. Para portar o equipamento de pesca e o pescado é importante que o pescador mantenha sua licença atualizada.
O pescador que for flagrado será preso e ainda irá responder a processo administrativo

Na estrada, por Reginaldo Villazón

A vida é uma estrada, da qual desconhecemos o começo e o fim. O viajante que se vê sozinho na viagem descobre a realidade do trecho que percorre. Mas, coletivamente, sabemos que a estrada é longa. As gerações de viajantes se sucedem e a estrada continua sem fim. Embora ela se estenda em ciclos, estes não se fecham como num circuito de automobilismo. Os ciclos abertos e ascendentes não permitem que a estrada seja igual, não permitem que a vida se repita. A estrada apresenta uma grande variedade de traçado e paisagens.
Hoje, respiramos a tranqüilidade pós-eleitoral. Terminaram as propagandas, os debates, as pesquisas e as expectativas. Voltamos à vida normal e, aos poucos, avaliamos melhor os acontecimentos eleitorais. Marina Silva (PSB) mostrou-se inteligente e ética. E não se afundou na lama de escândalos. Mas não conseguiu reter a confiança dos eleitores ao receber críticas pesadas dos seus oponentes, pois tem o um passado forte no PT e o presente conectado no PSB (partido que não é seu). Sua tentativa eleitoral não deu certo.
Muitos intelectuais e analistas políticos se declararam horrorizados com a atuação de Dilma Rousseff (e seu partido, PT) e Aécio Neves (e seu partido, PSDB). Disseram que esta foi a pior campanha eleitoral, a mais degradante, do período democrático pós-ditadura militar. As acusações mútuas aconteceram sob escândalos de ambos os lados. A luta pelo poder e seus privilégios foi esganiçada. Dilma Rousseff (PT) venceu por margem apertada. Fez um discurso padrão de conciliação nacional e renovação de promessas.
Vistas, assim, as eleições de 2014 foram ruins. Nada de novo e importante aconteceu no âmbito dos candidatos e seus partidos. Muitas verdades eleitorais antigas foram aplicadas e justificadas, sem contribuição para a qualidade das eleições. Porém, vistas pelo lado do povo, as eleições deixaram claro que houve uma evolução do eleitorado brasileiro. Chega a causar espanto, o quanto grande parte do eleitorado brasileiro migrou suas intenções de voto, procurando fazer a melhor escolha possível, sem fixação em nomes e partidos.
O mapa dos resultados eleitorais, por estado, mostrou um Brasil dividido quase ao meio. A parte de cima, tingida pela cor vermelha do PT. Para as famílias pobres desta região, os R$ 70,00 a R$ 230,00 do programa Bolsa Família são indispensáveis para a sobrevivência. Esta renda beneficia 50 milhões de pessoas e é o maior volume de dinheiro circulante em muitos povoados. A parte de baixo do mapa, tingida pela cor azul do PSDB, abriga a população mais desenvolvida e mais preocupada com o crescimento econômico.
A política faz parte da vida, dessa estrada em que a espécie humana evolui. Pensando assim, de repente, percebemos que a classe política pode ser menos importante na história presente do país. Mais importante, sim, o povo. O povo vê a realidade e respeita as retas, as curvas, as subidas e descidas da estrada. A elite política, nestas eleições, comportou-se com desatenção. Não viu curva, aclive, declive, sinalização, nada. Suas atitudes vão deixá-la fora do eixo da estrada. O povo segue na estrada, mais consciente e determinado.

CRAS de Urânia realiza palestra aos beneficiários dos programas sociais



O Centro de Referência da Assistência Social do Município de Urânia – Cras, juntamente com a Prefeitura Municipal, realizou uma plestra com os beneficiários dos programas sociais, onde abordou o tema Crianças: a essência fundamental dos seus valores, nesta terça-feira, 28 de outubro, com início às 19:30h, no prédio da Secretária do Bem Estar Social. 
A equipe do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo ( SCFV ), teve como objetivo enfatizar os direitos da Criança como: a vida, saúde, alimentação, educação,  esporte, lazer, profissionalização, cultura, dignidade, respeito, e liberdade. 
A orientadora social Crislaine Calanca e a facilitadora social  Caroline C. Andrade, avaliando o foco da questão abordada na  palestra, teve como o início, a valorização de seus filhos, desde de um simples detalhe ou gesto realizado em uma brincadeira feita no momento presente, pode se ter um grande profissional no futuro. 
 “Um singelo e simples sorriso, um ato de amor Incondicional muda atitudes, pensamentos e opiniões, cuidar do agora é sempre acreditar que o depois existe a certeza de um gesto admirável para que se realize um sonho de idealizar um projeto necessário e indispensável na família”, enfatizaram.

Começa vacinação para proteger grávidas e fetos contra 3 doenças

A partir da próxima segunda-feira, dia 3 de novembro, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo irá iniciar, em todos os municípios do Estado, a vacinação “2 em 1” para grávidas entre a 27ª e a 36ª semana de gestação.
A nova vacina acelular, que passa a compor o calendário SUS (Sistema Único de Saúde), além de proteger grávidas e fetos contra difteria e tétano, também imunizará contra a coqueluche, doença que apresenta um alto índice de letalidade, principalmente em crianças com até dois meses de vida.
A inclusão da coqueluche no esquema de vacinação de gestantes visa imunizá-las tanto para diminuir a transmissão da doença para o lactente quanto para oferecer proteção indireta nos primeiros meses de vida, quando a criança ainda não teve a oportunidade de completar o esquema de três doses da vacina recomendado pela rede pública de saúde.
No calendário do SUS, a vacina com o componente pertussis de células inteiras já é oferecida para as crianças de até seis anos de idade. A primeira dose deve ser recebida aos dois, a segunda aos quatro e a terceira aos seis meses de idade.
A nova vacina acelular será produzida pelo Instituto Butantan graças a um acordo para transferência de tecnologia firmado com a GlaxoSmithKline (GSK) para a produção local do componente pertussis acelular do imunobiológico. Antes, o Butantan já produzia a vacina contra difteria e tétano. Agora, pelo acordo, o laboratório iniciou a transferência de seu know-how para a produção do componente acelular contra a coqueluche, desenvolvendo, desta forma, uma nova vacina que irá imunizar contra as três doenças.
“A imunização oferecida pela nova vacina acelular é fundamental para proteger, além das gestantes, os bebês que já nascerão com os anticorpos necessários à prevenção da difteria, do tétano e agora também da coqueluche. Com isso, pretendemos diminuir tanto o número de casos quanto o número de mortes de recém-nascidos, causadas por essas doenças, por meio de medidas preventivas como a vacinação”, diz Helena Sato, diretora de imunização da Secretaria.
A nova vacina acelular estará disponível para as gestantes nas unidades básicas de saúde municipais.
Além das grávidas, os profissionais de saúde que trabalham em maternidades e berçários, como anestesistas, ginecologistas obstétricos, pediatras, enfermeiros e técnicos de enfermagem, também serão imunizados.

Butantan entra na reta final para criar nova droga contra o câncer

O Instituto Butantan, unidade da Secretaria de Estado da Saúde, de Saão Paulo, e um dos maiores centros de pesquisas biomédicas do mundo, obteve sucesso nos procedimentos pré-clínicos realizados para produção de um medicamento biotecnológico contra o câncer, produzido a partir da saliva do carrapato Amblyoma cajennense, conhecido como carrapato-estrela.
Durante os experimentos com a proteína em camundongos e coelhos, observou-se regressão significativa de tumores do tipo melanoma, pâncreas e renais, além da redução de metástases pulmonares derivadas desses tumores.
A pesquisa é baseada na clonagem de genes oriundos das glândulas salivares do carrapato, que possuem ação anticoagulante. O grande diferencial é que esta proteína ataca e mata as células cancerígenas, sem oferecer risco às células saudáveis.
“O objetivo da nossa pesquisa é obtermos um medicamento inovador para o tratamento do câncer e que possua menos efeitos colaterais ao paciente”, explica Ana Marisa Chudzinski-Tavassi, coordenadora do estudo e responsável pelo Laboratório de Bioquímica e Biofísica do Instituto Butantan.
Os pesquisadores aguardam a aprovação da Anvisa para o início do testes clínicos em humanos. A iniciativa conta com o financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que destinou recursos para a construção do laboratório de bioquímica e biofísica, onde todo o processo de tem sido executado.

O capitalismo e a barbárie, por Flávio Rodrigo Masson Carvalho


O capitalismo desequilibrado, promoveu uma barbárie na sociedade, reprimiu sonhos, e produziu um ser humano insensível, egoísta, e passivo demais.
A busca desenfreada por bens materiais, poder, fez o homem do século XXI perder toda a sua espiritualidade, perdeu também a sua dignidade, perdeu sua coragem, e esta, no que tange a busca pela justiça, pela prática do bem, o homem perdeu a coragem de litar por um mundo melhor.
Mas no que tange a busca de direitos individuais, a busca pelo poder a qualquer custo, a busca pelo prazer, o homem é dotado de imensa coragem, e determinação.
O capitalismo surgiu assim: Produção gerou excedentes... Lucro... A acumulação do lucro (capital)... donos dos meios... Baseada na propriedade privada... Trabalhadores vendem mão de obra... Divisão de classes...
Capitalismo em três fases: 
1ª fase: capitalismo comercial/mercantilismo; 2ª fase: capitalismo industrial; 3ª fase: capitalismo financeiro.
Doutrina econômica: MERCANTILISMO; Intervenção do Estado na economia; Balança comercial... E todos sabemos como se dá a intervenção do Estado, do governo, total desastre.
E este capitalismo selvagem produziu um homem sem escrúpulos, que faz de tudo para obter sucesso, e ser bem sucedido na sociedade de hoje é ser rico, possuir bens materiais, ter poder, e nesta caminhada desenfreada, em busca do sucesso, o homem se tornou mais violento, ou acabou suportando demais a violência.
O homem acabou naturalizando a violência!
E como disse Caetano Veloso: “ Por que morrer e matar de raiva, de fome e de sede são tantas vezes gestos naturais ?”
É comum se pensar a violência apenas em seus aspectos físicos: assassinatos, roubos, agressões físicas, estupros, mutilações, etc. Mas a violência pode ser simbólica/difusa: 
Violência da neutralidade, Violência da calma, Violência da indiferença, Violência do silêncio,
Violência da covardia, Violência do egoísmo.
Os problemas ligados à violência são numerosos, complexos e de natureza distinta.
Por que agimos de forma violenta? Por que somos, em princípio, contra a violência e, em certas ocasiões, a praticamos? Em que situações a violência pode ser praticada? Podem existir uma fundamentação racional e uma justificação moral da violência?
Nosso modo de compreender e definir a violência depende de: Valores sociais, Regras culturais, Ordenamentos nnormativos, Circunstâncias históricas.
A questão é: Como encontrar respostas ou saídas para o insano, a brutalidade, a selvageria?
O espanto e a perplexidade são as únicas armas que nos restam diante da tragédia, do atroz, do mal radical?
Como sonhar no meio desta barbárie toda? Como ter Esperança?
Não podemos deixar de sonhar, não podemos deixar de acreditar no ser humano, devemos, com toda força, ajudar na busca de um mundo melhor, sem violência.
Conheça-se! Saber onde e como está, serve para ter uma referência para poder comparar.
Tenha metas, pois meta é um sonho com prazo certo para ser realizado. OU seja, materialize seus sonhos!
“Tudo o que um sonho precisa para virar realidade é alguém que acredite que ele possa ser realizado.”   (Roberto Shinyashiki)
Sonhos sustentam a vida. Sem sonhos, ficamos estagnados. É importante não desistirmos dos nossos sonhos!
SONHAR É DESESPERADAMENTE PRECISO!
*Flávio Rodrigo Masson Carvalho
equilibriumtc@hotmail.com

XI SIPAT da Santa Casa: “Preservação da Vida”






A  Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA  realizou nos dias 15 e 16 de outubro a XI SIPAT – Semana Interna de Prevenção de Acidentes da Santa Casa de Jales.
Com o tema: “Preservação da Vida”, a programação incluiu a palestra “Segurança no Trânsito”, proferida pela policial militar de Jales, Rosângela Aparecida Teixeira e a palestra “Relacionamento Interpessoal e Trabalho em Equipe” proferida pelo professor Dr.Luiz Carlos Barros Costa.
O objetivo foi de orientar sobre a importância da segurança no trabalho e do bom relacionamento entre colegas e pacientes no ambiente de serviço. A semana contou também com o tradicional sorteio de brindes doados pelo comércio de Jales.
A Santa Casa de Jales agradece a todos os parceiros e empresários pelas doações.

Uso predatório, por José Renato Nalini


A Justiça no Brasil sofre de inúmeros males. Reflete a “era da abundância” que prodigalizou direitos e foi módica em relação a deveres. Todos têm direitos, todos são insaciáveis ao exigi-los. A contraprestação quase nunca é cogitada.
Já tenho um livro esquematizado para refletir sobre a insensatez e os absurdos que vivencio nos últimos anos. Quarenta e um anos depois de ingressar no Ministério Público, trinta e oito anos depois de ser aprovado em concurso público e me tornar juiz, fornecem-me ao menos um tempo de experiência a ser considerado. A sensação de que algo não vai bem no universo Justiça apenas cresceu nos últimos tempos.
Constato, com a melancolia de quem acredita num Judiciário que seja o redentor dos aflitos, que a Justiça é refém de uma série de interesses. Usam-na todos. Os que têm razão, mas parecem levar vantagem os que nunca a tiveram a seu lado.
A sociedade contemporânea considera o tempo uma verdadeira comoditie. E o Judiciário, por uma série de razões, não consegue se ajustar ao ritmo da sociedade que o sustenta. Daí a vantagem desproporcional que levam os infratores de todo o gênero. Aqueles que não teriam, de seus credores, das instituições financeiras, dos bancos, daqueles a quem causaram manifesto mal, o prazo que conseguem num Judiciário de cinco ramos, dois dos quais chamados “comuns”, de quatro instâncias e de dezenas de recursos. Tudo contribuindo para que o conflito não termine, porém se institucionalize com duração infinita.
Mais grave ainda é o uso predatório da Justiça. O ingresso com ações que não precisariam estar no Judiciário. Os milhões de execuções fiscais, numa irracional cobrança de dívida ativa dos Municípios, da União e do Estado. Os dois primeiros não remuneram os juízes estaduais que se responsabilizam por esses processos administrativos, que deveriam ser cobrados pela Administração e que só estão na Justiça porque não parece haver interesse efetivo por uma solução.
Existe explicação para a reiteração de ações idênticas, se o tema já foi definido em várias instâncias? O Judiciário pede socorro e exorta as pessoas lúcidas deste Brasil, para voltar a ser o que sempre deveria ter sido. Mas que não conseguirá, se o caos prevalecer. *José Renato Nalini é presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo

Tiago Abra questiona novamente gastos com os 58º Jogos Regionais realizados em Jales

O vereador Tiago Abra (SDD) apresentou na sessão ordinária, de quarta-feira, 29 de outubro, requerimento solicitando que a prefeita Nice Mistilides envie à Câmara Municipal, o complemento das informações e o fornecimento de documentos relativos aos gastos financeiros referentes aos atletas e equipes esportivas representaram Jales nos 58º Jogos Regionais da 6ª Região Esportiva do Estado, realizados na cidade entre os dias 2 e 11 de julho deste ano.
O documento leva em conta que as respostas encaminhadas pela administração municipal  a um  requerimento de 1º de julho e reiterado por um outro  requerimento posterior,  não esclareceram as dúvidas que pesam sobre questões financeiras relativas à realização dos 58º Jogos Regionais e também considera que “atletas conceituados de Jales acabaram desprezados e, por isso, disputaram os Jogos Regionais por outras cidades, enquanto Jales contratou atletas de outros municípios para representar nossa cidade”.
Considerando que houve a contratação de atletas para representar Jales nos 58º Jogos Regionais, o vereador Tiago Abra questiona o Executivo para que informe as contratações que foram feitas por equipe, o valor contratado e o nome a quem foi pago o referido valor, bem como o encaminhamento da cópia de todos os comprovantes de pagamentos efetuados.
Na resposta a um dos requerimento, foi informado diversos gastos realizados referentes aos 58º Jogos Regionais, em relação aos quais foram encaminhadas as cópias dos empenhos, que somam R$ 106 mil. Considerando estes gastos, o documento requer também que sejam encaminhadas as notas fiscais e/ou recibos de pagamento com as devidas identificações, ou seja, a íntegra da prestação de contas. 
O vereador Tiago Abra  indaga, ainda, se além destes valores que foram informados “há quaisquer outros gastos com o mesmo evento”. Em caso positivo, a administração municipal deverá fornecer também a cópia da respectiva prestação de contas.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Pernambucanos participam da “Copa de Software” na Alemanha

A equipe do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (C.E.S.A.R) se classificou em primeiro lugar da América do Sul na Software Testing World Cup. O time, formado por José Carrera, Rodrigo Cursino, Melissa Pontes e Alessandra Cursino, irá participar da etapa final da competição, que acontece durante o Agile Testing Days, de 10 a 13 de novembro, na cidade de Potsdam, na Alemanha.
A primeira etapa da competição, realizada online, contou com a participação de 36 equipes da América do Sul. Na disputa, com duração total de três horas, os jurados distribuíram um software para cada equipe que deveria testá-lo, reportar os defeitos encontrados e produzir um relatório de testes. Além disso, a equipe deveria explicar a estratégia utilizada para testar a aplicação.
As equipes só conheceram o aplicativo na hora da competição. “A maior dificuldade em testar um software é descobrir o que é mais relevante para o cliente, para que a gente possa entregar um produto que atenda e agregue valor”, explica Melissa Pontes, da equipe do CESAR BRAZIL.
Cada continente classificou uma equipe para disputar a final no Agile Testing Days (www.agiletestingdays.com). As passagens e hospedagem são concedidas pela organização do evento.
Mais informações sobre a Software Testing World Cup em www.softwaretestingworldcup.com.
SOBRE O C.E.S.A.R
O C.E.S.A.R é um centro privado de inovação que cria produtos, serviços e empresas com Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs). Desde 1996, a instituição desenvolve soluções em todo o processo de geração de inovação em e com TICs - desde a geração de ideias, passando pela concepção e prototipação de soluções, até a execução de projetos para empresas dos mais diversos setores, como: telecomunicações, eletroeletrônicos, defesa, automação comercial, financeiro, logística, energia, saúde e agronegócio. O C.E.S.A.R atua também na área educacional, com cursos de extensão, especialização e mestrado profissional em TICs, além de oferecer consultorias tanto para a criação de modelos/metodologias educacionais inovadoras, como para criação de estratégias de negócio conectadas com tecnologia.
Uma lista parcial de clientes do C.E.S.A.R inclui Exército Brasileiro, Agência Nacional das Águas (ANA), CHESF, Banco Central do Brasil, Alcatel, Gemalto, Bematech, Fedex, LG, Sonae Sierra Brasil, Whirlpool, Tetrapak, Motorola, Positivo, Samsung, HP, Instituto Oi Futuro, Fundação Telefônica e Saraiva. Em 2013, o C.E.S.A.R superou a marca de R$ 70 milhões em vendas de projetos de inovação.
Prêmios e reconhecimentos nacionais validam a contribuição do C.E.S.A.R para o desenvolvimento da indústria de inovação no país. Destaque para o Prêmio FINEP de Mais Inovadora Instituição de Pesquisa do Brasil (2004 e 2010), o Prêmio de Modelo de Negócios Mais Inovador do País pela Revista Época Negócios (2009) e o Prêmio Info200 de Melhor Empresa de Serviços de Software (2005). Mais em www.cesar.org.br.

Sindicato realiza homenagem ao Dia dos Comerciários

Comerciários participaram de entrega de certificados e palestra motivacional
 O Sindicato dos Empregados no Comércio de Três Lagoas e o Sindicato do Comércio Varejista de Três Lagoas realizaram na noite desta quarta-feira, 30, uma homenagem ao Dia dos Comerciários. Durante o evento foi feita entrega dos certificados dos cursos de Rotinas de Departamento Pessoal e Oratória, do projeto Donos do Futuro, uma parceria entre os dois sindicatos, e para finalizar uma palestra sobre Motivação e Liderança, com o palestrante Valdeir Augusto Gonçalves. A cerimônia aconteceu no hotel OT.
Essa parceria entre os sindicatos visa capacitar diariamente os profissionais inseridos no mercado de trabalho. O projeto Donos do Futuro oferece treinamentos de Rotinas de Departamento Pessoal, Oratória, Vendas, Atendimento entre outros. O gerente Valdevino Alves Bueno, já com experiência na área, aproveita essa oportunidade para se reciclar. “Nós precisamos sempre nos aperfeiçoar, não é porque eu já estou como gerente que não preciso de capacitação. Três Lagoas estava precisando de um projeto como esse para dar suporte para as empresas”, finalizou.
Para o idealizador do projeto e presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Três Lagoas, Eurides Silveira de Freitas, o objetivo foi alcançado. “Quando eu vejo que as pessoas nos procuram, se interessam pelos treinamentos eu fico muito contente. Hoje eles estão pensando diferente, querendo se aperfeiçoar sempre”, concluiu.
O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Três Lagoas, Sueide Silva Torres, está sempre presente nessas conquistas. “As parcerias enaltecem o nosso trabalho e hoje podemos ver o resultado, trabalhadores felizes e buscando o aprendizado”, disse.
Participaram do evento cerca de 130 pessoas e foram entregues aproximadamente 60 certificados.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Diocese de Jales realiza a 4ª Quermesse Solidária

A Diocese de Jales comemora no início d deste mês de novembro, a Semana da Solidariedade e dentro das várias atividades previstas, está a realização da 4ª Quermesse Solidária.
Desta vez a Quermesse será de portões abertos (entrada gratuita), e será realizada no sábado, 8 de novembro, no salão de festas da Paróquia Santo Antonio de Jales, a partir das 19:30 hs. Toda a organização, os trabalhos e também a renda auferida será, mais uma vez, das Pastorais Sociais e das entidades beneficentes AACAJ, Casa da Criança, Lar dos Velhinhos e SACRA que compõem a Diocese de Jales.
Além de todas as comidas típicas – frango assado, porções, milho, pastel, cachorro quente, doces em geral, sorvete – e bebidas tradicionais – cerveja, refrigerante e água – que serão comercializados no local, haverá também o sorteio de uma "bezerra" através dos cupons que já estão sendo vendidos ao custo de R$ 5,00 cada e também o concurso da Rainha da 3ª Idade onde também já estão sendo vendidos os cupons ao custo de R$ 1,00, pelos funcionários, diretores e colaboradores de todas as Pastorais Sociais e as entidades participantes.
Participem e colaborarem com as nossas Entidades Beneficentes e com as Obras Sociais da Diocese de Jales. Aguardamos a vossa prestigiosa presença e de toda a vossa família!

MPF em Ribeirão Preto denuncia empresário por descaminho de cigarros

O Ministério Público Federal em Ribeirão Preto denunciou o empresário Renan Eugênio de Souza por descaminho de cigarros, tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo. Ele foi preso em flagrante em 16 de julho em Mirandópolis/SP, quando dirigia uma carreta com quase 450 mil maços de cigarro importados ilegalmente do Paraguai.
 A Polícia Militar localizou o caminhão e tentou interceptá-lo após receber informações de que o veículo trafegava por uma rodovia vicinal da região. Renan não atendeu ao pedido de parada dos policiais e avançou com a carreta sobre um deles, que conseguiu se salvar ao se jogar para fora da pista. Ao perceber que não teria como prosseguir, o empresário parou o caminhão mais à frente e tentou fugir a pé junto com um comparsa que o acompanhava. Os policiais alcançaram Renan e o prenderam. O outro bandido conseguiu escapar.
 No mesmo dia, os policiais apresentaram um revólver calibre 38 localizado por uma testemunha na margem da rodovia. Questionado, Renan admitiu que havia jogado a arma pela janela logo após a abordagem policial. Ao atribuir a propriedade do revólver ao comparsa, ele admitiu que manteve o objeto sob sua guarda sem autorização legal e que tentou ocultá-lo com o descarte.
 A carga de cigarros foi apreendida. A Receita Federal estimou em R$ 875,4 mil o valor de impostos sonegados no descaminho da carga.
 O número para acompanhamento processual é 0000391-61.2014.403.6137. Para verificar a tramitação do procedimento, acesse http://www.jfsp.jus.br/foruns-federais/.

Primeira cultivar nacional de pêssego chato será lançada novembro em SP

Até agora os pêssegos do tipo platicarpa (chato ou bolachinha), que abastecem o varejo local, chegam principalmente da Europa e Estados Unidos, mas o produtor brasileiro também vai poder investir no segmento porque a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) desenvolveu uma cultivar adaptada às condições locais de cultivo. O lançamento será realizado pela Embrapa Produtos e Mercado (Brasília/DF) em dia de campo marcado para 6 de novembro próximo, em Atibaia/SP, permitindo aos produtores avaliarem, em campo, o desempenho da nova cultivar.

As pesquisas da Embrapa com a fruta platicarpa já têm 20 anos, metade dos quais foram dedicados especificamente à nova cultivar de pêssego chato apropriado às condições locais de cultivo, conforme explica a pesquisadora Maria do Carmo Raseira. Ela integra a equipe da Embrapa Clima Temperado (Pelotas/RS), e liderou o desenvolvimento da novidade batizada de BRS Mandinho. Criança, menino, piá são significados do nome, sugerido pelo tamanho pequeno a médio do fruto (cinco centímetros de diâmetro contra os cerca de sete das frutas importadas), que apresenta caroços de dimensões proporcionalmente pequenos.

Mercado - Em termos de mercado, o ganho representado pela cultivar é a viabilidade da produção do pêssego platicarpa em campos brasileiros, a partir de sua adaptação para cultivo em regiões com menos de 150 horas de frio no inverno, maturação na segunda quinzena de novembro e com produtividade atrativa (14 toneladas/ha, em pomar adulto). Os frutos chatos, de polpa amarela e sabor doce ácido pesam 80g, em média. Embora destinada ao público em geral, a cultivar tem apelo especial para as crianças pelo formato tipo bolachinha.

O agrônomo da Embrapa Produtos e Mercado, Ciro Scaranari, ressalta que foram atendidos os quesitos aparência e sabor, exigidos pelos consumidores. A doçura dos frutos, de polpa firme e cor amarela, se sobressai à leve acidez apresentada, conforme avaliações positivas nas regiões testadas dos estados de Santa Catarina (Urussanga e Pedras Grandes), Paraná (Araucária), São Paulo (Jarinu e Paranapanema), Minas Gerais (Barbacena) e Espírito Santo (Domingos Martins).

Inovação - De acordo com a pesquisadora Ana Paula Vaz, da Embrapa Produtos e Mercado, o atendimento a nichos de mercado em fruticultura comumente se dá por meio da agregação de valor em termos de sabor, aparência e apresentação. A vida útil do produto é também preocupação num mercado que lida com material perecível e dependente da boa apresentação do produto para assegurar-lhe vantagem competitiva, diz Vaz.

As inovações destinadas a prolongar o tempo de prateleira das frutas vão desde o campo, com cultivares portadoras desta característica, às embalagens que assegurem a aparência adequada do fruto até a mesa do consumidor final. No caso da nova cultivar de pêssego, de formato diferenciado e destinada a público que busca essa especificidade, a pesquisa oferece a fruticultores locais a oportunidade de explorarem o nicho de mercado consolidado por produtores estrangeiros e ainda sem concorrentes na região sul americana.

Nos supermercados, a novidade começa a chegar somente em 2017, quando as primeiras mudas devem iniciar a produção de frutos. Mas os fruticultores interessados em adquirir mudas da cultivar - a partir de julho de 2015 - deverão fazê-lo junto aos viveiristas licenciados.

BRS Fascínio – Grandes, doces e de polpa branca esverdeada com traços de vermelho, os frutos de outra cultivar da Embrapa, a BRS Fascínio, começam a chegar aos supermercados de regiões abastecidas pela Ceagesp, entre os meses de novembro e dezembro deste ano.

De acordo com o agrônomo do Centro de Qualidade em Horticultura da Ceagesp, Gabriel Vicente Bitencourt de Almeida, o entreposto paulistano comercializa mais de 20% do pêssego paulista e quase 9% do pêssego gaúcho. Segundo informa, na safra 2013/14 a CEAGESP comercializou 17,8 mil toneladas de pêssegos e mil toneladas de nectarina.

Durante o dia de campo será possível aos produtores conferirem também a performance da BRS Fascínio, lançada em 2012. O tamanho da fruta, a baixa acidez e a firmeza da polpa, além de boa produtividade são características marcantes dessa cultivar. Informações adicionais pelo endereço: https://www.embrapa.br/busca-de-produtos-processos-e-servicos/-/produto-servico/424/pessego---brs-fascinio . 

Prefeitura leva terceira idade para passeio de barco em Buritama


A bordo do barco Odisséia, 70 idosos que integram o Centro Integrado Esportivo de Valorização do Idoso - CIEVI navegaram no rio Tietê, a partir de Buritama, em um passeio ecológico e cultural fantástico.
 A ação ocorreu no sábado, 25 de outubro, e faz parte de uma série de medidas que a Prefeitura de Jales, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Promoção Social, empreende para promover a valorização e a melhoria da qualidade de vida dos idosos assistidos.
 Os integrantes da melhor idade foram recepcionados com um café da manhã na plataforma de embarque. Em seguida, o barco iniciou a navegação. Todos foram instruídos sobre como utilizar corretamente o colete salva-vidas, em caso de emergência. Na sequência, a pista de dança foi aberta para diversão dos presentes, que foram embalados por diversos ritmos.
 O passeio teve duração de 5 horas. Um dos principais atrativos foi a travessia da eclusa da Hidrelétrica Nova Avanhandava (Buritama). Um farto almoço foi servido a todos.
 A secretária de Promoção Social, Celma Crepaldi, acompanhou a excursão e comentou que a viagem tem como objetivo proporcionar momentos de lazer, promover a interação social e o fortalecimento de vínculos entre os idosos. “Este dia foi muito especial. Todos ficaram muito felizes e deslumbrados com a beleza da paisagem. É gratificante vê-los tão alegres e poder proporcionar momentos assim para eles”, comentou.

Diretoria e autoridades da cidade buscam recursos em Brasília para a Santa Casa de Votuporanga

A Santa Casa de Votuporanga é uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos, que sobrevive basicamente de prestação de serviços aos governos (municipal, estadual e federal) e de campanhas de captação de recursos. Nessa missão de salvar vidas, emendas parlamentares são essenciais e para isso, membros da Diretoria da Instituição, acompanhados de autoridades da cidade, foram para Brasília, nesta terça-feira, dia 28.
O provedor da Santa Casa, Valmir Antônio Dornelas, está na Câmara dos Deputados com os diretores Carlos Humberto Tonanni Marão e Waldecy Bortoloti e ainda o deputado Federal, João Dado. Também está acompanhando o prefeito Junior Marão, o presidente da Câmara de Votuporanga, Eliezer Antônio Casali e os vereadores Edilson Pereira Batista, Pedro Beneduzzi e Vilmar Ferreira da Silva.
“Conquistar essas emendas farão a diferença para ajudar no custeio e na compra de equipamentos para a Instituição, podendo assim melhorar os serviços que já temos e oferecer novos. A destinação de recursos federais, via Câmara dos Deputados é fundamental para a qualidade dos atendimentos do SUS - Sistema Único de Saúde”, destaca o provedor.
Dornelas comenta que a participação das autoridades de Votuporanga é essencial e agradece esse apoio que estão ofertando para o Hospital. “Nossa expectativa é bater de porta em porta apresentando o que é a Santa Casa e a abrangência que possui, de forma que sensibilize os deputados e possam indicar emendas de seus orçamentos, para chegarem entre 2015 e 2016 na entidade.”
A Santa Casa de Votuporanga é referência em alta complexidade para 53 municípios das regiões de Votuporanga, Fernandópolis, Jales e Santa Fé do Sul, alcançando uma população de quase 500 mil habitantes.

Dia de festa na Santa Casa pelo niver do provedor

Por Vívian Curitiba




O dia 22 de outubro foi de festa na Santa Casa de Jales. Isso porque os gestores prepararam uma comemoração especial para o dia do aniversário do provedor José Pedro Venturini. Com direito a surpresa, bolo e muito carinho, os funcionários parabenizaram Venturini pela data e ainda surpreenderam com a presença da esposa, Jô Venturini e do filho, Eduardo Venturini. Foi só emoção!