Páginas

sábado, 25 de outubro de 2014

Do jeito que veio ao mundo - vice-campeã brasileira e musa do bodyboard mostra sua beleza

A paulista Juliana Freitas, vice-campeã brasileira de bodyboard, é o destaque da vez no Bella da Semana (www.belladasemana.com.br).. 


A musa, que atualmente mora no Havaí, é top do circuito mundial de bodyboard e nos presenteia com um ensaio voltado ao esporte.


Bem à vontade, Juliana mostrou a mesma desenvoltura que tem com as ondas neste belo ensaio clicado pelo fotógrafo Alex Ribeiro.


Considerada uma das melhores atletas do Brasil na atualidade, Juliana é conhecida também por sua beleza e carisma. A atleta participou neste ano de eventos no Havaí e Chile, onde foi eleita a musa do mundial de Antofagasta, uma das competições mais importantes do circuito mundial.


Atualmente, a atleta dedica seu tempo as competições e viagens de free surf. Recentemente, Juliana esteve no México participando de um episódio do programa Prancha e Pé de Pato, que vai ao ar ainda este ano no Canal OFF.


Enviado por Janaína º Comunicação e Tradução
Email: janaina@belladasemana.com.br
www.belladasemana.com.br

IMPRENSA INTERNACIONAL NOTICIA CHEGADA DE FIM DA COMPETICAO E A MARCA DE 2 MILHOES DE VOTOS

Com a marca de mais de 2 milhões de votos o Miss Bumbum Brasil lança exposição virtual no site do concurso e divulga o último ensaio das candidatas e é destaque do importante jornal americano NYDailyNews.
Link: http://m.nydailynews.com/entertainment/butt-brazil-2014-contestants-flaunt-assets-voting-nears-gallery-1.198482
PARIS, França – October 23, 2014 – A final do Miss Bumbum Brasil 2014 esta marcada para o dia 17 de novembro em hotel de São Paulo e as finalistas serão divulgadas no dia 01 de novembro. O concurso chegou a marca de 2 milhões de votos na internet. "Estou feliz com marca são três meses de muita dedicação", afirma Cacau Oliver.
Para comemorar os dados quem acessar o site do concurso www.missbumbumbrasil.com.br pode conferir uma exposição virtual dos bumbuns mais votados do mundo.
De acordo com a Assessoria de Imprensa do Miss Bumbum desde sua primeira edição em 2011 já foram mais de 85 milhões de matérias relacionadas ao concurso no mundo inteiro. Além do Brasil países como USA, Japão, França e Portugal são os maiores espectadores.
A vencedora será Capa da Revista Sexy de janeiro/15 e ganhará 50 mil reais em contratos publicitários.
Photo credits: Internet / MBB4

Orquestra Sinfônica de Jales surpreende em Marília

Especial de Marília






No domingo, dia 19 de outubro, a cidade de Marília recebeu a Orquestra Sinfônica de Jales, anunciada como vencedora na fase regional e consagrada na fase estadual do Mapa Cultural Paulista 2013/2014. Na presente etapa do certame – fase de circulação – a orquestra se apresenta em três cidades paulistas. A apresentação do dia 19, em Marília, foi a primeira das três. Teve início exatamente às 20 horas e a duração de uma hora e meia.
O público consumidor de eventos culturais em Marília – cidade de 220 mil habitantes no Centro-Oeste paulista – tem prestigiado de modo crescente a variada agenda cultural oferecida por entidades públicas e privadas. O desenvolvimento da cidade, embalado pelos empreendimentos industriais, comerciais e educacionais, favorece o crescimento do público ávido por espetáculos artísticos de nível elevado.
Desta vez, o número de pessoas presentes no Auditório Professor “Octávio Lignelli” foi menor. As altas temperaturas dos últimos dias, que castigaram a população habituada ao clima ameno, modificaram a vida normal da cidade. Mas isto não prejudicou o sucesso do espetáculo, executado por cerca de quarenta músicos aplicados. As pessoas presentes tiveram bons motivos para se surpreenderem e se encantarem.
A Orquestra Sinfônica de Jales  é composta por músicos amadores de todas as idades, a maioria jovem em idade escolar.  Fábio Santana, professor de música e regente de coral graduado no Conservatório de Tatuí, afirmou que “é uma proeza ensinar, treinar e conduzir um grupo heterogêneo de amadores para formar uma orquestra desta qualidade”. 
Alexandre Rangel, estudante de música, elogiou os arranjos próprios que conferem à orquestra um brilho especial.
A orquestra comete pequenos deslizes em transições musicais e execução de notas, mas é natural. Muito importante é que a musicalidade rica e a atmosfera criada envolvem e elevam os espectadores, evitando execuções chapadas e tediosas. O repertório agracia músicas contemporâneas. 
Estiveram também presentes, prestigiando a apresentação da Orquestra Sinfônica de Jales, a assessora Sonia Maria de  Andrade, da Secretaria Municipal de Cultura de Marília, José Arnaldo Martins também da Secretaria Municipal de Cultura  de Marília e o presidente do Clube de Cinema de Marília, professor da Unimar e Músico Ivan Fiorini 
O maestro Edivaldo Francisco de Paula e a assessora de cultura Ivani Franco Pereira (Jales) ressaltam o valor sociocultural do projeto. Bravo à orquestra! Parabéns a todos!

Edinho cobra de ministros a suspensão do pedágio na Ponte e pode ir à Justiça

A briga para impedir a instalação de uma praça de pedágio na Ponte Rodoferroviária do Rio Paraná, em Aparecida do Taboado, ganhou novos contornos nesta semana com a publicação, no último dia 20, do edital de licitação para concessão da ponte por 20 anos a uma empresa privada. 
A licitação aberta pelo governo do Mato Grosso do Sul contraria o interesse de toda a região Noroeste de São Paulo, que será penalizada com a cobrança. 
“É inadmissível que o Estado que não entrou com um tostão na construção da Ponte Rodoferroviária assuma a cobrança de pedágio em troca da manutenção da ponte. É uma luta difícil, mas não vamos desistir. A região não pode pagar essa conta”, afirma o deputado federal reeleito Edinho Araújo, que lidera o movimento contra o pedágio na ponte.
Esta semana, Edinho cobrou providências do ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, e do ministro das Relações Institucionais, Ricardo Berzoini.
Na próxima semana, a Câmara Federal retoma os trabalhos a partir de terça-feira e o deputado vai discutir o caso na Comissão de Viação e Transportes, exigindo explicações sobre o acordo firmado entre União e governo do Mato Grosso do Sul, que estranhamente, foi assinado dias antes da saída do ex-ministro César Borges.
Edinho também solicitou estudos a advogados especializados em administração pública sobre a possibilidade de ir à justiça contra essa cobrança. Ao mesmo tempo a assessoria técnica da Câmara Federal, a pedido do deputado, está estudando outras alternativas legais. 
“A abertura da licitação é um retrocesso. Essa cobrança não interessa a São Paulo nem à população do Mato Grosso do Sul. Sigo pressionando o governo federal a rever esse acordo, antes que se conclua a licitação”, afirmou o deputado.
Projeto –  A decisão de instalar o pedágio choca-se com um projeto de autoria de Edinho, em fase final de tramitação. A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara Federal aprovou em 02.07.2013 o Projeto de lei nº 1.433/11, que federaliza a ponte Rodoferroviária, transferindo sua manutenção regular para a União. 
O projeto, que já havia sido aprovado na Comissão de Viação e Transportes da Câmara, seguiu para o Senado Federal, e não precisará passar pelo Plenário. 
“O acordo entre Mato Grosso do Sul e o governo federal atropela esse projeto, que é a melhor solução para manutenção da ponte sem penalizar o cidadão que precisa cruzar a fronteira”, destaca Edinho, alertando que a cobrança irá encarecer o frete e, consequentemente, o preço final de diferentes produtos.
Além disso, justifica Edinho, o pedágio vai frear o processo de franca integração e o intercâmbio turístico, cultural e econômico entre o noroeste paulista e o estado vizinho. 

Editais de Proclamas

Ademir de Mattis, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
JOSÉ PAULO LAZARO ALVES DE MATOS e NAIARA CRISTINA VILLA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 08 de julho de 1.993, alinhador de eixo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Valdir Alves de Matos e de Maria Barboza Lazaro de Matos. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 09 de janeiro de 1.996, auxiliar de produção, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Ivo Claudio Villa e de Valeria de Oliveira Xavier Villa.
FABIO AMADEU e MIRTES CRISTINA DE OLIVEIRA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 20 de janeiro de 1.971, pecuarista, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Jeronimo Amadeu e de Aparecida Garcia Amadeu. ELA, natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascida aos 31 de julho de 1.980, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Joaquim Francisco de Oliveira e de Neusa Moro de Oliveira.
JESUS APARECIDO DA SILVA e MARIA APARECIDA EDITE FELIX PENA. ELE, natural de Valentim Gentil, deste Estado, nascido aos 26 de abril de 1.965, pedreiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Joaquim Fogaça da Silva e Tersa Guedes da Cunha Silva. ELA, natural de Dom Basílio, Estado de Bahia, nascida aos 07 de novembro de 1.975, doméstica, viúva, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Pedro José Felix e de Edite Joana Felix
JEFERSON MAGNANI DA SILVA e ADRIELE REGINA DE CARVALHO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 27 de abril de 1.992, frentista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Mauricio da Silva e de Marilza Andrade Magnani da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 23 de outubro de 1.996, vendedora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Reginaldo Martinez de Carvalho e de Eunice Viana de Carvalho.
MANOEL RICARDO ALBUQUERQUE e VÂNIA GEISE BRUSSOLO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 24 de outubro de 1.977, advogado, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Edevir Albuquerque e de Adelira Cardozo. ELA, natural de Dirce Reis, deste Estado, nascida aos 02 de junho de 1.984, assistente social, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Ozélio Brussolo e de Egle Friozi Brussolo
EDILSON RODRIGUES MANZANO e ANGÊLA MARCIA CAVICHIA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 02 de dezembro de 1.969, pedreiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Rodrigues Manzano e de Aparecida Miurim Manzano. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 04 de fevereiro de 1.976, assistente de farmácia, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Armando Cavichia e de Maria Gatto Cavichia.
VALMIR MARTINS COSTA e CAROLINA DA ROCHA ALVES DOS SANTOS. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 25 de maio de 1.984, vendedor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Barbosa Costa e de Maria Martins Costa. ELA, natural de Fernandópolis, deste Estado, nascida aos 29 de julho de 1.980, secretária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Amadeu Alves dos Santos e de Maria Florencia da Rocha Jacinto.
LUCIANO AIZER PEREIRA e CRISTIANE REGINA MIZUTANI ZANINI. ELE, natural de Santa Helena, Estado de Paraná, nascido aos 09 de abril de 1.978, comerciante, solteiro, residente e domiciliado em Chapadão do Céu, Estado de Goiás, filho de José Adairto Pereira e de Silva Salete Pereira. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 26 de julho de 1.980, enfermeira, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Antonio Valdecir Zanini e de Keiko Mizutani Zanini. Cópia para ser afixada no Oficial de Registro Civil de Chapadão do Céu, Estado de Goiás, onde reside o contraente.
GILLIANO DONIZETTI SANTIAGO MARTIN e ALINE ALTOMARI DA SILVA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 11 de janeiro de 1.985, ferroviário, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de João Donizetti Santiago Martin e de Maria de Jesus Martin. ELA, natural de São Paulo, deste Estado, nascida aos 19 de março de 1.982, advogada, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Edson Francisco da Silva e de Rôse Mayre Altomari da Silva.
VAGNER TADESHI INADA e ADRIELE DA SILVA RABETI. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 03 de novembro de 1.980, operador de máquinas, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Mario Yoshio Inada e de Doroty Alves Inada. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 17 de agosto de 1.994, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Valdeir Rabeti e de Adriana Maria da Silva.
TELIRIO TEIXEIRA FONTES NETO e ELIANE CRISTINA CRUZ FIGUEIREDO. ELE, natural de Tarumirim, Estado de Minas Gerais, nascido aos 09 de julho de 1.980, serralheiro, solteiro, residente e domiciliado Itanhomi, Estado de Minas Gerais, filho de Divinho Teixeira Fontes e de Ana Miguel Teixeira Fontes. ELA, natural de Aparecida D’Oeste, deste Estado, nascida aos 07 de setembro de 1.979, auxiliar do comércio, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Benvindo Machado Figueiredo e de Venuze Faria Cruz Figueiredo. Cópia para ser afixada no Oficial de Registro Civil de Itanhomi, Estado de Minas Gerais, onde reside o contraente.
FLAVIO DA SILVA BARRIENTOS e ALENI MACIEL PONTES. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 11 de agosto de 1.973, motorista, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Roberto Barrientos dos Santos e de Valci Jesus da Silva Santos. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida ao 01 de agosto de 1.983, auxiliar de escritório, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Maciel Pontes e de Roselí Aparecida Leopoldino Pontes.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial

Honk Kong, por Reginaldo Villazón

Os brasileiros, no ano passado, lotaram avenidas das cidades para reivindicar mais investimentos públicos e melhoria dos serviços essenciais à população. Com o claro objetivo de denunciar as precariedades do país, exibiram cartazes: “Queremos escolas e hospitais de padrão Fifa”. Sem dúvida, isto foi manifestação política de um povo premido por necessidades, cobrando direitos democráticos. Hoje, em tempo de eleição, os brasileiros se inquietam com o futuro, com o que pode acontecer em decorrência do resultado eleitoral.
A agitação do povo, por uma democracia que atenda suas necessidades, não é privilégio do Brasil. Isto está acontecendo em todo o planeta, inclusive nos países orientais, cheios de problemas sociais, onde a democracia é abafada pelos chefes do poder. Durante muito tempo: governo foi governo, povo foi povo. O governo mandava, o povo obedecia. Parece que agora o povo se cansou de aceitar a vida como ela é, de aguardar dias melhores do futuro, de esperar a morte chegar para conquistar a felicidade celeste.
A questão não é simples. Na Europa, intensificam-se os movimentos separatistas de povos que desejam a autonomia de suas regiões, sem nada buscar em benefícios sociais. São os casos da Catalunha e do País Basco (Espanha), Escócia (Reino Unido), Córsega (França), Flandres (Bélgica), Lombardia (Itália). No mês passado, Hong Kong (China) passou a freqüentar os noticiários. Milhares de estudantes boicotaram as aulas e marcharam por reformas democráticas. E as manifestações se expandiram.
Hong Kong não é um lugar qualquer. Não é uma cidade chinesa, mas uma Região Administrativa Especial chinesa, com autonomia administrativa e sistema capitalista. Tem 7 milhões de habitantes numa área de 70% da cidade de São Paulo. Seu território é formado por uma área maior (uma península ligada ao continente), duas ilhas médias e várias ilhas pequenas. Situa-se na costa Sul da China, de frente para o Oceano Pacífico, numa região bastante povoada e de intenso comércio. Tem um excelente porto natural.
A presença dos ingleses imperiais na região (1842 a 1997), fazendo grande utilização comercial do porto, favoreceu o aumento da população e o progresso. Hoje, o inglês e o chinês são línguas oficiais. A renda per capita é alta, os impostos são baixos, a moeda é forte. As indústrias usam alta tecnologia. A cidade é vertical e moderna. A rede de transporte coletivo é extensa e eficiente. A qualidade e a expectativa de vida têm altas classificações. Estas condições socioeconômicas não podem gerar tamanha insatisfação.
Ocorre que o chefe do poder executivo é eleito (para o mandato de 5 anos) por um comitê eleitoral de 800 pessoas, que vota em candidatos indicados pelo governo central chinês. A população quer eleições democráticas, livres. Isto pode indicar que a democracia não é uma simples ferramenta de resolver problemas, mas uma aspiração do ser humano. Em qualquer ambiente, ela eclode. Se isto for verdade, vença A ou B nestas eleições, faça bom ou mau governo, os brasileiros vão continuar a luta por aspirações democráticas.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Noite italiana no Grupo Espírita Beneficente Maria Dolores


Neste domingo, 25 de outubro, das 20  às 22h, na sede do Grupo Espírita Maria Dolores, sito a  rua 19 nº 768, bairro São Judas Tadeu, em Jales
No cardápio: Lasanha Bolonhesa, Lasanha de Legumes, Polenta, Rondelli, Tortelli, Macarrão branco, Macarrão verde e Macarrão vermelho, frango moreno, arroz branco e polpeta e como cortesia, deliciosos doces caseiros.
Os ingressos são limitados - estão a venda com os trabalhadores da casa ou pelo fone: 17- 3632.5095 (David), reserve o seu e retire na casa no horário do jantar. 
Venha jantar conosco e desfrutar de boa comida e boa conversa

Alunos da rede municipal de ensino são premiados em Concurso de Redação



O Concurso de Redação organizado pela  Secretaria  Municipal  de Educação, Polícia Civil e  Associação Comercial e Industrial Jales - ACIJ, entregou nesta quinta-feira, 23 de outubro, a premiação aos vencedores. A ação faz parte da programação da campanha educativa realizada em setembro durante a Semana Municipal do Transito.
Participaram do concurso, os alunos da rede municipal de ensino de Jales, que escreveram com base no tema “Educação no Trânsito: Adote essa ideia”. Os participantes concorreram ao prêmio de uma bicicleta para o primeiro lugar e dois aparelhos de MP5 para o segundo e terceiro lugar, recebendo os presentes das mãos da prefeita Nice Mistilides e do delegado de policia  Altair Ramos Leon. A entrega ocorreu no gabinete do Poder Executivo
O primeiro colocado foi o Jhonatan Gabriel Ferreira Pinto, da Escola Municipal Profª Eujácia Moreira, aluno da professora Larissa Avelar Madalosso. Em segundo lugar ficou com a estudante Natiele Narcizo Alves, da Escola Municipal Profª Maria Olympia Braga Sobrinho, aluna da professora Élidi Daiane Bispo Graça. A terceira colocação foi da Sara Adriani Alcamin Amorim, da Escola Municipal Juvenal Giraldelli, aluna da professora Débora Cândida Pontel.
Segundo a prefeita Nice Silva  “é de fundamental importância apoiar a realização de campanhas educativas que consigam diminuir drasticamente o número de acidentes no trânsito. As crianças são a melhor ferramenta para essa conscientização, pois elas são multiplicadoras de boas ações, influenciando seus familiares e a comunidade a respeito da importância de cada um no trânsito”, ressaltou.
O delegado Altair Ramos Leon  enfatizou  que o objetivo principal do Concurso de Redação é contribuir com o desenvolvimento da educação.“com educação e comunicação, as crianças têm uma visão melhor do mundo”.
A bicicleta foi doada pela ACIJ, já os aparelhos de MP5, pelo Departamento Municipal de Cultura. Todas as professoras dos alunos vencedores foram presenteadas pela Policia Civil. Também participaram da entrega, o secretário municipal de Educação, Roberto Timpurim, representantes da Secretaria de Educação, representantes da Secretaria de Esportes, Cultura e Turismo, diretoras e professoras das escolas vitoriosas, alunos e familiares.

As andanças do Bispo (2), por D. Demétrio Valentini

Andanças pelo mundo

Rememorando meus anos de Bispo de Jales, já contei como os oito anos de CNBB me acarretaram uma sobrecarga de trabalho, que se traduziu especialmente em forma de muitas viagens pelo Brasil. 
Mas se os oito anos de CNBB foram assim tão carregados, por incrível que pareça a carga aumentou depois que deixei a CNBB. Em parte porque começaram a me “cobrar” presença em lugares onde não podia ter ido por causa dos muitos compromissos na CNBB.  
Assim, passei a “pagar dívidas”, que me custaram muitas outras viagens. Nestes dias tive o cuidado de refazer o roteiro, e quase me assustei de tantas andanças. 
Em 1999, por exemplo, foram sete viagens para o exterior: começando em janeiro no México, passando depois por Honduras, e indo para outro compromisso em Bogotá.  Em março fui a Roma para a reunião do Sínodo. Em junho passei quase todo o mês na Europa, com compromissos na Inglaterra, na Itália, na Alemanha e na Suíça! Depois, precisei ir duas vezes para o Chile, em setembro e novembro. Uma vez na Argentina para o Congresso Missionário. E finalmente nos Estados Unidos, a convite da Universidade de Notre Dame.  Tudo isto, no ano de 1999.
Depois, veio o ano 2000. Foi o mais pesado de todos. Pois precisei fazer seis viagens para o exterior, todas com compromissos que me exigiram muito trabalho. Em fevereiro uma semana na Guatemala, na América Central, e depois uma semana em Roma na Comissão do Sínodo. No início de março, dez dias de pregações na Suíça. No início de abril, dez dias na França. No final de maio, uma semana na Alemanha. E em setembro, uma semana na Colômbia.  Além de diversas viagens também no Brasil, das quais dez dias no Tocantins, onde a Diocese Jales mantinha uma missão, sustentando lá uma paróquia. Ao mesmo tempo foi um ano super carregado de serviços na Diocese, com diversas iniciativas que me preocuparam, e com as complicações que aparecem quando menos a gente espera, mas que precisam ser enfrentadas. Assim foi o ano 2000. 
Em 2001 o ritmo diminuiu, graças a Deus. Assim mesmo, foram três viagens ao exterior: para a Bolívia em fevereiro, quinze dias na Europa em junho, e no final de outubro uma semana na Áustria, que aceitei ir depois de tanto insistirem. 
Teria tantas coisas a contar destas andanças todas... A começar pela Áustria, por exemplo. Nos dias que passei por lá, pensei muito nos meus quatro avós, que vieram da Europa para o Brasil no final de século dezenove. Tanto o avô Bortolo Bertoldi, que falava alemão, como o Felice Valentini, e as duas avós, nasceram em território que naquele tempo pertencia à Áustria.
Mas vamos deixar este assunto para outra conversa. 
Próximo seguimento: Um comício em Londres 

Editais de Proclamas

PAULO HENRIQUE DIAS AYDAR e GABRIELA BONFIM RONDINI. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 14 de maio de 1.988, auxiliar técnico em informática, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Henry Garrido Aydar e de Ilma Gonçalves Dias Aydar. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 20 de agosto de 1.991, auxiliar administrativa, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Almir Rondini e de Inez Cleide Maria Bonfim Rondini.
JOSÉ TITO LOPES e CLEUZA REINA MENEZES. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 23 de novembro de 1.965, autônomo, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de João Lopes Taranta e de Geni Tito de Matos Taranta. ELA, natural de Pérola, Estado de Paraná, nascida aos 26 de agosto de 1.970, almoxarifado, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Ataliba Menezes e de Olinda Reina Menezes.
NORIVALDO PEREIRA  DE CARVALHO e MARICELMA DE FATIMA LEOPOLDINO. ELE, natural de Vitória Brasil, deste Estado, nascido aos 15 de agosto de 1.975, lavrador, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Otaviano Pereira de Carvalho e de Francisca Bartholomeu de Carvalho. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida ao 01 de julho de 1.977, doméstica, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Odorico Leopoldino e de Dirce Pereira Leopoldino.
JEAN ANTONIO SERENI e SONIA DE SOUZA CAPELA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 16 de fevereiro de 1.977, operador de máquina, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Sereni e de Maria Helena Siqueira Sereni. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 21 de novembro de 1.980, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Anezio Fernandes Capela e de Alvina de Souza Capela.
FELIPE JOSÉ MORAES ESPERIDIÃO e GABRIELA DE OLIVEIRA ROCHA SILVA. ELE, natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascido aos 23 de setembro de 1.992, professor de violão, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Dionisio Esperidião Pereira e de Diva Moraes da Silva Pereira. ELA, natural de São Paulo, deste Estado, nascida aos 06 de maio de 1.995, técnica em enfermagem, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Everaldo Martins da Silva e de Marlene Oliveira da Rocha Silva.
FLAVIO SARAMBELE MARINHO e EVELIN CINTRA CAVENAGUI. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 24 de outubro de 1.985, advogado, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Carlos Roberto Marinho e de Nilcéia Maria Jorge Sarambele Marinho. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 30 de janeiro de 1.985, médica pediatra, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Luiz Antonio Cavenagui e de Vera Lúcia Valeriana Cintra Cavenagui.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial

MPF em Jales recomenda que 23 Prefeituras da região regularizem seus Portais da Transparência

Em caso de descumprimento do que foi recomendado, Prefeituras podem ficar proibidas de receber verbas do Estado e da União
O Ministério Público Federal em Jales, recomendou que 23 municípios da região se adequem à legislação em vigor e regularizem seus Portais da Transparência, mantendo-os acessíveis ao público, de forma constante e atualizada. 
Por meio das recomendações, o MPF espera que as Prefeituras se adequem à Lei Complementar 131/2009, que determina a transparência da gestão fiscal por meio da disponibilização, em tempo real, de informações pormenorizadas sobre a execução orçamentária e financeira da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios para que esteja ao alcance de qualquer cidadão a possibilidade de  fiscalizar efetivamente os gastos públicos.
As recomendações, de autoria do procurador da República Carlos Alberto dos Rios Junior, foram enviadas às Prefeituras no último dia 16 de outubro. Os Executivos municipais têm um prazo de 30 dias, a partir do recebimento do documento, para comprovar as medidas adotadas para o cumprimento da lei. 
Sem verba – Conforme disposto na LC 131/2009, o ente que não disponibilizar as informações no prazo estabelecido fica impedido de receber transferências voluntárias. Em caso de descumprimento do recomendado pelo MPF, portanto, essas Prefeituras podem ficar proibidas de receber transferências voluntárias estaduais e federais. Além disso, os respectivos gestores podem ser responsabilizados criminalmente ou por improbidade administrativa caso as irregularidades não sejam resolvidas. 
Fazem parte da 24ª Subseção Judiciária do Estado de São Paulo, em Jales, um total de40 municípios. Durante uma semana, entre os dias 25 de setembro e 2 de outubro, o MPF verificou diariamente os sites de todas essas Prefeituras e constatou problemas em 21 delas. Alguns Portais da Transparência estavam indisponíveis e outros estavam funcionando de maneira irregular ou parcial. 
Terão que regularizar seus Portais da Transparência os seguintes municípios: Aparecida D´Oeste, Fernandópolis, Guzolândia, Indiaporã, Marinópolis, Meridiano, Mesópolis, Nova Canaã Paulista, Pedranópolis, Rubinéia, Santa Rita D'Oeste, Santa Salete, Santana da Ponte Pensa, São Francisco, Suzanópolis, Três Fronteiras, Urânia, Aspásia, Palmeira D'Oeste, Santa Albertina, Pontalinda, São João das Duas Pontes e Vitória Brasil.

PMA de Jales apreende filhotes de papagio em Mesópolis


Nesta terça-feira, 21 de outubro, Policiais Militares Ambientais apreenderam cinco filhotes de papagaio-verdadeiro (Amazonas aestiva) acondicionados em caixas de papelão no interior de uma residência na área urbana de Mesópolis, região de Jales.
Como não houve comprovação da origem dos animais, ou seja, os animais não vieram de criadores legalizados, foi confeccionado contra o infrator Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 2.500,00 por “ter em cativeiro espécimes da fauna silvestre”. 
O infrator também responderá pelo crime ambiental capitulado no inciso III, parágrafo 3º do artigo 29 da lei de crimes ambientais, Lei 9605/98. A pena prevista para o crime é de detenção de seis meses a um ano e multa.
A Policia Ambiental orienta a população a não receber animais silvestres de pessoas que não sejam criadores regularizados, pois além de ser infração ambiental, tal atitude fomenta o tráfico de animais silvestres.
Segundo o Capitão PM Mario Luciano Siconeli, comandante da  Polícia Militar Ambiental, “o papagaio-verdadeiro é muito comum em nossa região e devido o “dom da fala” é muito procurado para servir como ave de estimação, o que atrai a atenção de traficantes de aves que lucram com a venda clandestina de filhotes, portanto, quem tiver notícia de apanha de filhotes de aves pode entrar em contato por telefone, de forma anônima, com os quartéis da Policia Ambiental”.

Câmara realiza audiência pública para discutir Projeto de Lei Orçamentária

Na terça-feira, 20 de outubro, atendendo a determinação da Lei de Responsabilidade Fiscal e da Lei Orgânica do Município, a Câmara Municipal de Jales realizou audiência pública para discutir com a população, através de suas entidades representativas, o Projeto de Lei Orçamentária para o exercício de 2.015 que projeta a receita e despesas em R$ 115.732.000,00..
O evento teve início às 16 horas no Plenário Presidente Tancredo Neves, que além da discussão do Projeto de Lei Orçamentária, também discutiu os projetos alterando a LDO e PPA para 2015. 
A audiência  pública contou ainda  com a presença do presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Jales, Gilberto Alexandre de Moraes, dos parlamentares  Luís Fernando Rosalino, Rivail Rodrigues Junior, além de assessores e servidores da administração da Câmara de Jales.
Na ocasião foi explanada aos presentes a situação financeira da administração municipal para o exercício de 2015, de acordo com documentação encaminhada pela Secretaria Municipal de Fazenda. 
A audiência foi comandada pelo diretor da Divisão de Finanças da Câmara Municipal Luís Antônio  Abra e pelo contador da Prefeitura de Jales, André Wilson Neves da Silva (foto)
Na quarta-feira – Como na segunda-feira será ponto facultativo nas repartições públicas municipais - com exceção aos serviços essenciais - em virtude da comemoração do Dia do Funcionário Público na terça-feira, 28 de outubro, a Câmara Municipal de Jales transferiu a sessão  ordinária, que aconteceria na segunda-feira, 27, para a quarta-feira, dia 29 de outubro, às 20 horas, no Plenário Presidente Tancredo Neves.

Faltou juízo, José Renato Nalini


A crise hídrica é muito mais grave do que possa parecer. Em 1991, às vésperas da Eco-92, o sistema Cantareira já mostrava sinais de exaustão. São Paulo tentou normatizar o uso adequado da água, erigindo a bacia hidrográfica a parâmetro de atuação. Mas como tudo acontece nesta República, há um longo caminho entre a lei e sua observância.
A cultura da abundância leva a imensa maioria das pessoas a acreditar que água é gratuita e infinita. Só que ela é finita e seu tratamento custa mais caro a cada minuto. Sem água não se vive. Ainda assim, perseverou-se na ignorância e na insensatez. Um Tietê que nasce límpido em Salesópolis, se torna morto e assim permanece por 71 km, desde Guarulhos até Pirapora do Bom Jesus. Em todas as cidades civilizadas, o Rio é fonte de vida. Serve para abastecer a população, para transportar pessoas, para abastecê-las de pescado, para embelezar o ambiente.
Aqui em São Paulo, o Tietê é um transporte considerado gratuito de esgoto doméstico, efluentes tóxicos despejados pelas indústrias inconscientes, pestilência de toda a ordem oriunda da sujeira que caracteriza grande parte das periferias, conduto para os resíduos sólidos que a ignorância produz. Não é incomum ver móveis, geladeiras, carcaças de automóveis, animais mortos e outras imundícies que a inclemência do bicho homem lança àquilo que deveria ser renovação permanente da vitalidade.
Sem água não se vive, ao contrário do petróleo. Água deveria custar mais do que gasolina, etanol e diesel. Para uma população que não tem noção exata do que acontece, onerar o bolso representaria sinal de alerta, a anteceder a emergência que virá. É urgente conscientizar as pessoas de que derrubar árvores é sinônimo de matar a humanidade. Já passou a hora de incutir nas crianças o desejo de replantar a vegetação criminosamente abatida, que gerou a desertificação. Ainda haverá tempo para coibir as maldades praticadas contra a natureza, levar a sério a legislação tutelar da ecologia, punir infratores, sejam pessoas físicas, empresas ou o Poder Público e tomar consciência de que está em risco não a sobrevivência da espécie, mas as necessidades da próxima semana, do próximo mês e do ano que se avizinha?
Faltou e continua a faltar juízo. Haverá coragem para reverter esse quadro tétrico? *José Renato Nalini é presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo  

Fé e crença, por Flávio Rodrigo Masson Carvalho




Fé  é uma palavra que significa  ”confiança”,  ”crença”, ”credibilidade”. A fé é um sentimento de total de crença em algo ou alguém, ainda que não haja nenhum tipo de evidência que comprove a veracidade da proposição em causa.
Ter fé implica uma atitude contrária à dúvida e está intimamente ligada a confiança. Em algumas situações, como problemas emocionais ou físicos, ter fé significa ter esperança de algo vai mudar de forma positiva, para melhor.
De acordo com a etimologia, a palavra fé tem origem no Grego “pistia” que indica a noção de acreditar e no Latim “fides”, que remete para uma atitude de fidelidade.
No contexto religioso, a fé é uma virtude daqueles que aceitam como verdade absoluta os princípios difundidos por sua religião. Ter fé em Deus é acreditar na sua existência e na sua onisciência. A fé é também sinônimo de religião ou culto. Por exemplo, quando falamos da fé cristã ou da fé islâmica. (Fonte: http://www.significados.com.br/fe/).
Crente é uma palavra com origem no termo latino credens que significa que crê. Um crente é aquele indivíduo que crê em algo.
Popularmente, diz-se que é crente aquela pessoa que acredita de forma ingênua ou equivocada em algo, criando alguma expectativa, por exemplo: “Ela está crente que vai ser aprovada no exame.” Ou ainda, o indivíduo crédulo e ingênuo, que acredita em tudo o que lhe dizem.
No contexto religioso, crente é todo aquele que crê em Deus e manifesta a sua crença religiosa.
A crença religiosa está relacionada com o dogma de que Jesus Cristo, o Filho de Deus, é o único caminho para a salvação da alma e redenção dos pecados.
Os evangélicos, membros de determinadas igrejas evangélicas (grupos religiosos que seguem rigorosamente os Evangelhos), também são particularmente denominados de crentes. (Fonte: http://www.significados.com.br/crente/).
E você? Tem fé em que? És um crente? No que tem crença? No que crês? 
Ter fé na vida, ter fé nas pessoas, ter fé no seu trabalho, ter fé no casamento.... 
No que você tem fé? No que você crê?
Você é cético demais? Tem esperança? Ou não acredita em mais nada?
Ter fé é ser otimista, é ter esperança, é acreditar num mundo melhor. Ter fé, ter crença, nos faz sermos melhores, nos faz suportar as agruras da vida com mais força. Ter fé é ser melhor!
Precisamos de fé para suportarmos as dores e sofrimentos proporcionados por esta maneira errada que vivemos. Este nosso materialismo, este nosso apego, egoísmo. 
Precisamos ter fé, crermos nas pessoas, num mundo melhor, para não perdermos as esperanças, para não nos entregarmos ao pessimismo, para não nos deprimirmos.
Ter fé é preciso, mas com racionalidade, sem fanatismo, e as vezes, sem religião alguma.
Ter fé na educação, nos professores, na medicina, nos médicos, na cura.
Para ter fé, é preciso coragem, é preciso determinação! Coragem para assumir sua fé, determinação para divulga la, propaga la aos quatro ventos, para que a fé possa atingir corações descrentes.
Ter fé para viver melhor, ter fé para ser mais feliz, ter fé para que outros tenham fé em você!
Creia nisso, e tenha fé!
*Flávio Rodrigo Masson Carvalho
equilibriumtc@hotmail.com

Chico Xavier

Pergunta  –  O que o senhor nos diria da violência?
Chico Xavier  – A violência é, sem dúvida, algo da própria natureza humana, quando irrompe indebitamente, apresentando aquilo que a justiça nos ensina a nomear como sendo periculosidade. Quando a nossa periculosidade atinge graus muito altos aparece a violência como sendo um sistema de vida que recorda, de algum modo, a selva, de onde, do ponto de vista da evolução dos milênios, todos procedemos. 
Urge que o pensamento religioso, atualmente um tanto esquecido, possa novamente socorrer-nos a todos, desde os primeiros dias de nossa vida infantil, reconduzindo-nos para Deus, a fim de que não estejamos à mercê de princípios materialistas que, embora respeitáveis pela sinceridade com que se expressam, não definem as verdades da vida, porque todos somos espíritos eternos diante de Deus. 
Diante da Lei de Causa e Efeito, a violência é um dos mais lamentáveis estados humanos e um dos maiores problemas que estamos enfrentando na atualidade, problema para nós todos, e que só o amor, só o coração voltado para Deus, ao que cremos, segundo o ensinamento dos Bons Espíritos, é que poderá curar.

Representação contra vereador é arquivada pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar

Os vereadores Rivail Rodrigues Junior, Tiago Vandré de Souza Abra e Jesus Martins Batista, respectivamente presidente, vice-presidente e relator do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara de Jales estiveram reunidos na manhã desta sexta-feira, 24 de outubro, a fim de discutir a admissibilidade ou não da representação contra o vereador Luís Fernando Rosalino, por eventual infração ao Código de Ética e Decoro Parlamentar.
 A representação, protocolada na Câmara Municipal de Jales pelo Aldo José Nunes de Sá, no dia 10 de outubro de 2014, denuncia que o vereador Luís Fernando Rosalino teria sido flagrado jogando panfletos de candidatos nas imediações do colégio Elza Pirro Vianna no dia do pleito eleitoral, o que é vedado por Lei.
 O vereador foi ouvido previamente pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar e na ocasião afirmou que não jogou panfletos no dia da eleição, mas sim, o outro veículo que seguia à sua frente.
 Por maioria de votos, após a oitiva do vereador Rosalino e análise do vídeo que acompanhou a representação a mesma foi arquivada. Segundo o Relatório Preliminar do relator, a Representação não reúne as condições de procedibilidade, principalmente, porque ao reproduzir a gravação do vídeo não é possível vislumbrar qualquer infração descrita na denúncia, ou seja, não é possível visualizar o denunciado efetuando panfletagem.
 O Relatório Preliminar evidencia ainda, que com relação aos panfletos existentes dentro do veículo do vereador representado, é um fato absolutamente normal, já que é praxe vereadores apoiarem a candidatura de deputados. Tal fato foi confirmado no depoimento do vereador Rosalino.
 O documento ainda ressalta que o Aldo José Nunes de Sá e o vereador Luís Fernando Rosalino são inimigos políticos e o mesmo se referiu ao vereador de modo depreciativo durante a gravação do vídeo.

Caixa ultrapassa R$ 1 bi em concessão de crédito às MPE para o 13º

A Caixa Econômica Federal concedeu, em menos de 20 dias, mais de R$ 1 bilhão para Micro e Pequenas Empresas na linha de financiamento do pagamento do 13º salário dos empregados. Para esta linha de crédito, disponível desde 22 de setembro, a CAIXA destinou inicialmente R$ 5 bilhões para concessões até fevereiro de 2015, mas os recursos poderão ser aumentados caso necessário.
 A CAIXA mantém a estratégia de conceder as melhores taxas do mercado e oferece, como diferencial, prazo de até 36 meses para financiamento, além de carência para pagamento da primeira prestação somente em janeiro de 2015.
 “O sucesso da aplicação de recursos para financiar as MPE resulta da especialidade da CAIXA na concessão do crédito adequado à necessidade das empresas, aliado às melhores taxas de juros, contribuindo para a ampliação da capacidade produtiva e para a geração de empregos formais, criando um ciclo positivo para a economia”, avalia o vice-presidente de Varejo da CAIXA, Henrique Cruz. “Por isso, as empresas sabem que podem confiar na CAIXA para suprir suas demandas de crédito, não só neste período do ano, mas a qualquer tempo. Seja qual for a necessidade da empresa, a CAIXA tem um portfólio completo de soluções bancárias”, afirma.
 Além de financiar o pagamento do 13º salário, as linhas de capital de giro da CAIXA podem ser utilizadas também para o pagamento das férias dos empregados e para equilibrar o fluxo de caixa da empresa, já que nessa época do ano cresce a necessidade de aumento dos estoques para atender a demanda do final do ano ou repor os estoques das vendas realizadas.
 Produtos
 A CAIXA oferece modalidades de crédito para cada perfil de empresa, como o Giro CAIXA com garantia do Fundo de Garantia de Operações (FGO) e o Crédito Especial Empresa, entre outras. As vantagens dos produtos variam conforme a modalidade contratada e englobam prazos de até 36 meses, carência de até 3 meses, taxas atrativas e ainda a opção de pausa, de um mês, com adiamento do pagamento da prestação.

Crenças populares podem ‘atrasar’ diagnóstico precoce do câncer de mama

 “Prótese de silicone pode causar câncer?” e “Desodorante aerosol aumenta o risco de desenvolver tumor?” ainda são alguns dos mitos ligados ao câncer de mama, segundo levantamento realizado pelo serviço de mastologia do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), maior centro público de oncologia da América Latina, ligado à Secretaria de Estado da Saúde e à Faculdade de Medicina da USP.
          Os principais questionamentos de pacientes já em tratamento na instituição, além de seus familiares, foram relacionados em consultas médicas ou multiprofissionais e referem-se à alimentação - e aos tipos de alimentos que podem estar relacionados ao tumor – ou hábitos e atitudes, como o uso de lingerie apertada. Grande parte do público também tem dúvidas sobre a relação do câncer com a hereditariedade.  
            Segundo o mastologista José Roberto Filassi, com maior facilidade de acesso à internet, por exemplo, o que poderia ser um facilitador da busca por informações pertinentes passou, também, a propagar diversas inverdades sobre o câncer.
“Existe uma série de informações que circulam sobre o tema e que não estão fundamentadas em estudos científicos. Portanto, não correspondem à realidade. Conversar com seu médico é sempre o melhor caminho para esclarecer todas as dúvidas sobre este assunto”, alerta.
O Brasil responde por mais de 10% de novos casos de tumores por ano, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca). No Icesp, o grupo de mastologia realiza 1,2 mil atendimentos por mês, entre consultas médicas e cirurgias. Quando a prevenção primária não é possível, o diagnóstico precoce é fundamental na busca pela cura e por uma boa qualidade de vida.
Confira na lista abaixo as crenças populares que não passam de mitos:
- O câncer é sempre hereditário
Muitas pessoas ainda acreditam que o principal fator para o surgimento do câncer é o genético, mas apenas 10% dos tumores têm esta correlação. É importante, portanto, estar sempre atento ao próprio corpo: nódulos e feridas que persistem por muito tempo, e não existiam antes, podem indicar algum problema de saúde. Nesse caso, a visita ao médico não deve ser adiada.
- O autoexame substitute a mamografia
O autoexame ou mesmo o exame clínico, feito por um especialista, não são suficientes  para o diagnóstico de câncer. A recomendação é realizar a mamografia regularmente, de acordo com a indicação de seu médico.
- Uso de desodorante aerosol facilita o desenvolvimento de tumores
A axila não tem células mamárias, portanto o uso de qualquer tipo de desodorante não afeta as mamas.
- Prótese de silicone pode dificultar o diagnóstico
Não há consenso científico quanto às limitações dos exames de imagem em pacientes que possuem próteses de silicone nas mamas. Tampouco, há pesquisas que relacionem a cirurgia para aumento dos seios com o aparecimento de tumores. 
- Lingerie apertada aumenta as chances de câncer de mama:
O tipo de sutiã, independente do tecido ou modelo - não favorece o desenvolvimento do câncer de mama.
- A pílula anticoncepcional provoca câncer
 Não existem estudos que permitam a associação entre o uso de pílula anticoncepcional e aumento da incidência de câncer.
- Quando o câncer aparece novamente, a doença não tem mais cura
Cada paciente é único e responde de uma maneira aos diferentes tipos de tratamento disponíveis, por isso não é possível afirmar que todos os casos vão evoluir da mesma maneira.  

Prefeitura inicia implantação de mídia digital para informar e entreter quem aguarda atendimento



A partir de agora, qualquer cidadão que estiver em um espaço da prefeitura poderá acompanhar através de televisores as ações realizadas no município e campanhas educativas. A tecnologia faz parte da modernização e transparência da gestão pública implantada pela prefeita Nice Mistilides em parceria com o Instituto Espaço Saúde e a ELITE – Escola Livre de Teatro de Jales.
 Inicialmente, as Unidades de Saúde estão sendo as primeiras contempladas com o projeto de mídia indoor do Instituto Espaço Saúde. O instituto foi o vencedor do Concurso de Projetos realizado pela Prefeitura e também será responsável por ampliar ações sociais na cidade. Caberá ao município, apenas a cessão do espaço público para a implantação do programa.
 Os monitores exibirão vídeos educativos sobre o trabalho realizado pela Prefeitura, como campanhas que trazem orientações sobre saúde, cotidiano e os serviços oferecidos no setor. Os vídeos não contam com o recurso do áudio, para não interferir no ambiente de trabalho.
 Todo o trabalho será acompanhado e fiscalizado pela Secretaria Municipal de Comunicação Social. “Queremos aproximar o cidadão das atividades públicas e, por isso, consideramos importantes as ações que, mesmo parecendo pequenas, resultam em grandes mudanças. Qualquer pessoa, a partir de agora, ao entrar nos prédios da Prefeitura Jales, poderá ficar ligado a tudo que está acontecendo na administração”, ressaltou o secretário de Comunicação, Bruno Guzzo.
 De acordo com o diretor do Projeto Solidários, Lucas Soler, esse tipo de ação é fundamental para a participação cidadã e toda equipe do projeto é de Jales. “Cabe ressaltar que além das campanhas de Educação e Prevenção nas telas, a ELITE – Escola Livre de Teatro de Jales estará também apresentando peças teatrais com os mesmos temas”, afirmou.
 Segundo a prefeita Nice, a intenção também é minimizar o tempo de espera dos usuários. “A iniciativa tem como objetivo promover melhorias que possam garantir um ambiente mais agradável e confortável para as pessoas que aguardam o atendimento público”, ressaltou.
 Entre outras ações que procuram dar maior transparência às atividades da administração e que já estão disponíveis e em funcionamento é o Portal da Transparência (www.transparencia.jales.sp.gov.br) e a ouvidoria 0800.772.0063.

Biblioteca Municipal comemora o Dia Nacional do Livro com sorteio de obras de autores jalesenses


A prática da leitura é uma tarefa essencial para a construção do conhecimento e um deflagrador do sentimento e opinião crítica do indivíduo. Com esse pensamento e para celebrar o dia Nacional do Livro, no dia 29 de outubro, a Biblioteca Municipal realizará sorteio de livros para seus usuários.
 Os leitores serão presenteados com alguns exemplares do livro “O trem da minha cidade”, do Prof. Rui Rodrigues, e o livro “Casa do Poeta de Jales & Amigos” que é uma coletânea de poemas dos escritores Jalesenses e seus convidados.
 Para participar é só se dirigir à Biblioteca Municipal situada à Rua 8 nº 2260, Centro e preencher seu cupom. O sorteio acontece no dia 29 de outubro.
 A Biblioteca Municipal de Jales conta com um grande número de títulos para todos os gostos, desde romances, aventuras distopias, literatura clássica e mistério, livros didáticos e educacionais, até livros voltados para deficientes visuais. Para fazer o empréstimo de livros, os interessados devem procurar a Biblioteca com o documento de identidade, comprovante de residência e uma foto ¾, para o preenchimento da ficha cadastral. 

Instituto Agronômico estuda feijão resistente ao estresse hídrico

Um dos papeis da ciência é antever demandas. Na ciência agrícola não é diferente. Os pesquisadores precisam estar atentos ao que o produtor rural precisará, no futuro. Este é o caso das pesquisas do Instituto Agronômico (IAC), de Campinas,  com o estresse hídrico no feijoeiro. Os pesquisadores do IAC buscam desenvolver plantas mais resistentes ao déficit hídrico, capazes de se desenvolverem com volume de água até 30% menor que o usual. A expectativa é que os novos materiais estejam no mercado em cinco anos. De acordo com o pesquisador e diretor do Centro de Grãos e Fibras IAC, Alisson Fernando Chiorato, os quatro últimos lançamentos de cultivares de feijão do Instituto já estão sendo utilizados em regiões onde há menor disponibilidade hídrica, a exemplo da cultivar IAC Imperador, que apresenta ciclo precoce ao redor de 75 dias e tem apresentado boa tolerância ao déficit hídrico ocorrido nos anos de 2013 e 2014 nas lavouras paulistas e mineiras.
            Segundo Chiorato, 74 linhagens potencialmente resistentes ao estresse hídrico estão sendo avaliadas no IAC, em Campinas. Para fazer os cruzamentos, o Instituto utilizou materiais de seu próprio banco de germoplasma e também importou outras 250 linhagens do Centro Internacional de Agricultura Tropical (CIAT), localizado em Cali, na Colômbia. “Essa importação foi importante porque o CIAT vem trabalhando há anos no desenvolvimento de cultivares tolerantes ao déficit hídrico, visando à transferência  dessas cultivares aos países africanos”, explica o pesquisador do IAC, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.
            A ideia é que os pesquisadores do IAC repassem essas características de tolerância ao estresse hídrico para as suas cultivares. Segundo Chiorato, não é possível usar no Brasil os materiais colombianos, pois eles não possuem a qualidade de grão exigida pelo mercado brasileiro. “Dessa forma, necessitamos realizar o melhoramento genético, adequando cultivares que apresentam qualidade de grão e tolerância ao déficit hídrico”, afirma. Trabalhos já realizados comprovam que algumas cultivares desenvolvidas pelo IAC mostraram-se mais tolerantes à seca do que alguns genótipos repassados pelo programa do CIAT. O mercado brasileiro aprecia grãos grandes, casca fina e clara, além de caldo espesso.
            Os pesquisadores do IAC esperam que ao usar plantas tolerantes ao estresse hídrico, o produtor rural economize até 30% de água em todo o processo de produção.         Para diminuir a necessidade de água na planta, os pesquisadores do IAC buscam materiais precoces e com boa qualidade de raiz. De acordo com Chiorato, a precocidade é importante, porque estudos do CIAT indicam que a cada dia em que o feijoeiro fica a mais no campo sofrendo com a falta d’água, ocorrem perdas ao redor de 74 kg por hectare, por dia. “Quanto maior o ciclo da planta, mais ela vai sofrer com a falta de água e maior será a perda”, afirma. A qualidade de raiz é outro fator importante, pois amplia a absorção de água nas camadas mais profundas do solo e possibilita que a planta absorva mais nutrientes do solo para repassar ao grão.
A proposta é usar os materiais resistentes ao déficit hídrico em regiões em que o veranico tem sido superior a 30 dias sem chuvas. Esta característica tem ocorrido com maior intensidade nas regiões do Sudeste, Nordeste e do Centro-Oeste brasileiro. “Não estamos desenvolvendo uma planta que não precisa de água, mas sim uma cultivar mais rústica, que crie mecanismos para produzir com menor quantidade de água. Estamos minimizando a sensibilidade das plantas em período de veranicos, em que é comum ficar de 15 a 40 dias sem chuva”, afirma o pesquisador do IAC.
            As quatro últimas cultivares de feijoeiro desenvolvidas pelo Instituto Agronômico já são usadas pelos agricultores brasileiros para tentar diminuir os efeitos dos períodos de pouca chuva. “Os feijões IAC Alvorada, IAC Formoso, IAC Imperador e IAC Milênio já são considerados tolerantes aos estresse hídrico, mas ainda estamos realizando testes para determinar qual é a redução no consumo de água”, diz Chiorato.
O Instituto Agronômico iniciou em 2009 os estudos para desenvolver cultivares de feijão com o perfil de resistência ao estresse hídrico. Em fevereiro de 2013, o Instituto concluiu a construção de um laboratório específico para realizar essas análises, em Campinas. Ao todo, foram investidos cerca de R$ 700 mil na compra de equipamentos, nacionais e importados. Os recursos foram concedidos pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). O IAC montou também uma estufa coberta, com total controle de irrigação.

Memorial Chico Xavier vai impulsionar turismo religioso em MG

por Claudia Sanz
Uberaba, em Minas Gerais, recebe uma média 2.500 visitantes por semana interessados em conhecer o museu e o túmulo do médium espírita Chico Xavier, falecido em 2002. Segundo dados da prefeitura da cidade, o turismo religioso é um dos principais atrativos do município e o segmento promete ganhar um incremento com a finalização das obras do Memorial Chico Xavier, que está sendo erguido no terreno ao lado do Parque Municipal Mata do Carrinho.
A construção do memorial tem participação do Ministério do Turismo, que já investiu mais de R$ 2,9 milhões na primeira e segunda fases do projeto, além da contrapartida da prefeitura, que inicia licitação da terceira fase, para a finalização da obra. A previsão de inauguração é para o segundo semestre de 2015.
“É uma obra importante que tende a aumentar o fluxo de turistas em Uberaba, criando novas oportunidades de negócios para os comerciantes e de empregos para a população local”, afirma o secretário de Programas de Desenvolvimento do Turismo do MTur, Neusvaldo Ferreira Lima. “O segmento de turismo religioso vem crescendo no Brasil e merece toda a atenção do Ministério do Turismo, que desenvolve políticas específicas para estimular o brasileiro a viajar pelo país”, diz.
Segundo informações da prefeitura de Uberaba, mais de 70% do projeto do Memorial já foi executado. O local já conta com a estrutura da galeria, da biblioteca, do café social e do anfiteatro concluídos. Ainda serão realizados os serviços de acabamento interno e o cercamento com grade na parte externa. O valor total da obra é de aproximadamente R$ 4,5 milhões, sendo que, na primeira etapa, o Ministério do Turismo repassou R$ 1,95 milhão. Da segunda etapa, ainda estão sendo repassados os R$ 975 mil conveniados.
Além do interesse pelo legado deixado pelo médium, Uberaba também recebe entre três e cinco mil visitantes por semana, aumentando em períodos de festas tradicionais como, por exemplo, a de Nossa Senhora D'Abadia (padroeira da cidade, em agosto). Nessa ocasião, recebe cerca de 100 mil pessoas, segundo a prefeitura da cidade; já a festa de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, em novembro, atrai 40 mil visitantes.
O prefeito de Uberaba, Paulo Piau, diz que a trajetória de bondade e filantropia do médium deixaram um legado importante para a cidade. Para ele, é natural que o município faça investimentos para receber turistas do Brasil e do exterior, já que Chico Xavier é considerado o mais importante nome do espiritismo no Brasil.
O projeto é do arquiteto Paulo Trajano. O local terá completa infraestrutura para receber os visitantes, como: guarita; estacionamento; conjunto de sanitários e arquibancada; sala reserva; administração; acervo; biblioteca; galeria para exposição; café social; varanda foyer; auditório e espaços externos como praças, passarelas e áreas gramadas.
Brasil
O turismo religioso movimenta mais de 15 milhões de pessoas ao ano pelo país, segundo informações do Ministério do Turismo, que apoia o segmento com o objetivo de gerar renda para as populações locais e contribuir para o desenvolvimento regional. Existem, hoje, mais de 370 municípios brasileiros que desenvolvem atividades turísticas relacionadas ao segmento religioso. Metade delas possui calendário de eventos como é o caso do Círio de Nazaré, em Belém (PA), e a festa da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida, no interior de São Paulo.
O turismo religioso deve ganhar um impulso ainda maior no próximo ano impulsionado por novas construções, como o santuário católico Mãe de Deus (SP) e o Memorial Chico Xavier (MG), ambos ainda em construção.

Moradores atendidos pela ESF do Roque Viola aprovam agendamento de consultas médicas



Pacientes que utilizam os serviços de saúde oferecidos pela Estratégia de Saúde da Família Dr. Shiguero Kitayama, no bairro Roque Viola, aprovaram a continuação do agendamento de consultas médicas proposto pela administração da prefeita Nice Mistilides. A decisão aconteceu em uma audiência pública realizada nesta quarta-feira, 22 de outubro, na Escola Municipal Professor João Arnaldo Andreo Avelhaneda.
 A medida adotada no início de 2013 para acabar com as filas nas Unidades de Saúde causou estranhamento no começo, mas foi aclamada pela população durante o encontro. “Antes era preciso chegar de madrugada para conseguir uma consulta médica no postinho, agora é possível agendar com antecedência sem ter essa preocupação”, afirmou a moradora Judite Jesus da Costa.

Durante a audiência também foram abordados diversos assuntos pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde. Foram discutidas as definições sobre saúde da família e de urgência e emergência; apresentação de dados sobre agendamentos no AME; recomposição do Conselho Gestor de Saúde da Unidade e a formação de grupos de diabetes.

Segundo a secretária de Saúde, Nilva Gomes Rodrigues, mais de seis mil pessoas são atendidas pela Unidade de Saúde do Bairro. “Este é o ESF com o maior número de pessoas atendidas em nossa cidade, acima – inclusive - do que é preconizado. Mesmo com todas as dificuldades, a audiência nos mostrou que eles estão satisfeitos com o agendamento, sem o fim das filas. Nosso próximo passo será a divisão dessas famílias em uma nova ESF já aprovada pelo Governo Federal e que iremos implantar no ano que vem”, ressaltou.

No ano de 2013, 8255 consultas médicas, 4407 exames e 1022 atendimentos em grupo foram realizados pela ESF Dr. Shiguero Kitayama. Os agentes de Saúde fizeram mais de 13.744 visitas domiciliares. Além da secretária de Saúde, conduziram os trabalhos o diretor de divisão da Secretaria de Saúde, Marcos Colombo, a enfermeira da Unidade, Fernanda Colombo e a gerente da Unidade, Gisele Petinari.

Prefeita recepciona estrangeiros que visitam SABESP para treinamento



A prefeita Nice Mistilides deu boas vindas, nesta quinta-feira, 23 de agosto, aos engenheiros técnicos de nove países que visitaram a SABESP – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo, unidade de Jales. Os profissionais estarão no Brasil até o fim do mês para participarem do V Curso Internacional de Boas Práticas Operacionais para Prevenção, Redução e Controle de Perdas em Sistemas de Distribuição de Água.
 A iniciativa é uma parceria entre a Sabesp, Agência Brasileira de Cooperação (órgão do Ministério das relações exteriores) e JICA (Japan International Cooperation Agency) e está propiciando a interação entre pessoas envolvidas no saneamento do Brasil, Cabo Verde, Colômbia, El Salvador, Equador, Honduras, Paraguai, Peru e República Dominicana, num total de 21 profissionais. São nações com elevados índices de perdas de água.
 Estes profissionais serão capacitados em temas como caça a vazamentos, operação de sistemas de abastecimento, escolha de materiais para as tubulações, controle de pressão e medição de consumo. O objetivo é que eles implantem um plano de combate às perdas de água em suas cidades. A Estação de Tratamento de Esgoto de Jales foi um dos locais visitados.
 “É uma honra receber em nossa cidade estes especialistas. Eles só terão a agregar conhecimento diante do exemplo de competência e serviços de qualidade que oferecem os profissionais que trabalham aqui na Companhia da Sabesp em Jales. A Sabesp é uma grande parceira no município. Tenho certeza de que vocês serão multiplicadores e levarão para os seus países um pouco mais do trabalho feito em Jales. Sejam sempre bem-vindos”, comentou a prefeita Nice.
 A convite do superintendente da Sabesp, Antônio Rodrigues da Grela Filho (da Lua) e do gerente da divisão, Gilmar Rodrigues de Jesus, a prefeita também participou de uma confraternização com os estrangeiros no fim do dia na Associação dos Funcionários da Sabesp.