Páginas

sábado, 18 de outubro de 2014

Prefeitura de Jales diz que está providenciado as medidas recomendadas pelo Ministério Público Estadual-MPE Jales

Em resposta ao inquérito civil instaurado pelo Ministério Público do Estado de São Paulo - MPE Jales, em 2 de outubro, para apurar data/corte em escolas municipais, o secretário municipal de Educação Roberto Timpurin Berto, disse que a "Secretaria Municipal de Educação já determinou que as escolas municipais façam adequações em seus regimentos internos e promova ajustes necessários em seus Projetos Políticos Pedagógicos". O Ministério Público deu 30 dias de prazo para que Prefeitura de Jales informasse as medidas adotadas. As respostas foram enviadas ao MPE em 13 de outubro.
Com base numa decisão judicial em 2ª Instância favorável a suspensão da data-corte 30/06 em todo o Estado de São Paulo e 28/02 do município de Atibaia, o Ministério Público Estadual em Jales, a instauração do Inquérito Civil 1.388/2014, recomendou à prefeita municipal Nice Mistilides, a diretora regional Marlene Jacomassi e a diretora da EM "Profª Iraci Pinheiro Candeo", o imediato cumprimento ao acórdão no autos da ação civil pública n. 0013403-72-2012.8.26.0048, permitindo a matrícula de crianças que completarem em qualquer data do ano letivo em curso a idade padrão ou referência ("corte etário") para a série correspondente, nas etapas iniciais di Ensino Fundamental e /ou infantil; e providenciando, caso haja requerimento dos pais ou responsáveis legais interessados, ou iniciativa do dirigente de ensino, reavaliação pedagógica, educacional e individual do aluno, para decisão de eventual ingresso ou transferência (precoce pela "faixa etária" ou "corte etário" padrão) na série ou ano de ensino pretendida.
Ainda em resposta ao Ministério Público, em seu ofício, o secretário da Educação Roberto Timpurin, informa que todas as solicitações serão atendidas conforme recomendação administrativa "permitindo a matrícula de crianças que completarem em qualquer data do ano letivo em curso, nas etapas iniciais do Ensino Fundamental e Infantil".

Interact Club doa brinquedos á Casa da Passagem

Para comemorar o dia das crianças, na quarta-feira, 15 de outubro, o Interact Club de Jales em parceria com o Rotary padrinho, doou brinquedos para a Casa de Passagem, passando a tarde com as crianças, levando diversão e felicidade a todos.

Futuro “Cidadão Linense”

O superintendente da Unidade de Negócio Baixo Tietê e Grande– RT, Antonio Rodrigues da Grela Filho, carinhosamente chamado de Dalua, em sessão solene a ser realizada na sexta-feira, 31 de outubro, às 20 horas, na Sala das Sessões "Dr. Bonifácio Urel" da Câmara Municipal de Lins, receberá o título de "Cidadão Linense" pelos relevantes serviços prestados ao município.
O projeto de Decreto Legislativo concedendo a honraria ao jalesense Antonio Rodrigues da Grela Filho foi apresentado pelo vereador Mário Vieira da Silva (PSDB), e aprovado por unanimidade.
Bacharel em Direito pela turma de 1.984 da Faculdade de Direito – UniToledo de Araçatuba, Dalua ingresso na Sabesp em 1º de maio de 1.978, quando a companhia encampou os serviços de água e esgoto do município de Jales.


Anglo de Jales promove palestras para pais e alunos



No dia 8 de outubro, quarta-feira, foi realizada, na Câmara Municipal de Jales duas palestras promovidas pelo Colégio XV de Abril-Anglo Jales.
No período da manhã, os alunos do 9º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio participaram da palestra "Uma década de oportunidades", com o palestrante da Abril Educação, Ricardo Orsini.
A palestra teve como objetivo, esclarecer aos alunos do Ensino Fundamental e Médio sobre o desejo de "vencer na vida", relacionado com a independência financeira e a realização profissional e pessoal, uma busca constante para muitos, inclusive para os jovens.
No Brasil, 95% dos jovens entre 13 e 17 anos consideram que tudo isso é fundamental e a escolha profissional é um dos pilares mais importantes para se "vencer na vida", na percepção deles.
Na noite de quarta-feira os pais dos alunos do Anglo de Jales também participaram de uma palestra com Ricardo Orsini. O tema discutido foi "O papel dos pais num projeto chamado Educação".
"Ter uma educação de qualidade e poder escolher adequadamente uma profissão é um dos maiores desafios dos indivíduos, as repercussões desta escolha podem alterar significativamente a vida das pessoas. A participação da família junto à escola nunca foi tão importante quanto nos tempos atuais. As razões devem-se ao extraordinário, porém competitivo cenário do mercado de trabalho que aguarda seus filhos", falou o palestrante.

Unidade de Jales do HCB inaugura Capela São Judas Tadeu

O Hospital de Câncer de Barretos – Unidade III – Jales realizará, dia 28 de outubro, a Missa de Inauguração da Capela São Judas Tadeu: considerado o "advogado das causas impossíveis" e dos supremos momentos de angústia. A celebração, presidida pelo bispo Dom Luiz Demétrio Valentini, será aberta a toda população.
De acordo com a gerente de captação de recursos da unidade, Adriana Mariano dos Santos, o intuito é que a Capela São Judas Tadeu tenha uma rotina semelhante à de Barretos.
"A capela é mais um espaço dedicado aos pacientes e seus familiares e a nossa intenção é que sejam realizadas missas todos os dias, às 10h", afirma.
A inauguração terá início às 9 horas e contará com a presença do diretor geral do Hospital de Câncer de Barretos, Henrique Prata.

Prefeita Nice e servidores no lançamento do ÍEGM no TCE-SP

A prefeita Nice Mistilides acompanhada do chefe de gabinete da Secretaria de Fazenda, Adriano Lisboa Domenicis, do diretor de divisão da Secretaria Municipal de Saúde, Claudio Rodrigues Mota e do contador da Secretaria Municipal da Fazenda, André Wilson Neves da Silva participaram do lançamento do Índice de Efetividade da Gestão Municipal – IEGM. O evento ocorreu na quinta-feira, 16, no Tribunal de Contas do Estado, na cidade de São Paulo.
O evento, organizado pela Presidência do TCE- SP com o apoio da Escola Paulista de Contas Públicas, reuniu jurisdicionados da esfera municipal e estadual, e sociedade civil em geral e prefeitos de toda parte do estado. O intuito foi apresentar O IEGM como novo e importante instrumento de controle sobre a Administração Pública municipal.
Segundo a Corte de Contas, O IEGM será um mecanismo eficaz para o direcionamento da fiscalização, meio de consulta permanente para o exercício da cidadania e relevante instrumento de orientação para a eleição de prioridades na gestão dos recursos públicos, permitindo os órgãos de controle externo e a própria sociedade acompanhe, além da conformidade jurídica dos atos administrativos, a efetividade das ações públicas realizadas pelos gestores municipais.
Para a composição do Índice de Efetividade da Gestão Municipal sete indicadores serão alinhados para obter periodicamente os dados: Planejamento, Gestão Fiscal, Saúde-Gestão da Atenção Básica, Educação-Ensino Fundamental, Proteção das Cidades, Sustentabilidade Ambiental e Governança da Tecnologia da Informação.

CDHU sorteou 172 casas em Urânia



Nas fotos, flagrantes do sorteio das casas com os inscritos lotando a quadra da EMEI; a presença do secretário Marco Penido, prefeito Saracuza, primeira-dama Marinete, Donizeti Mussato, presidente da Câmara Municipal, Maria Luiza Barbosa, 72 anos, a primeira a ser sorteada, e por fim, a emoção de ver o seu nome na lista dos sorteados com a casa própria
fotos/marcelosigecazu/urânia/divulgação


 
A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano – (CDHU) sorteou neste domingo, 12 de outubro, 172 moradias para famílias de baixa renda em Urânia (SP).
O evento aconteceu às 12h30, na quadra coberta da EMEIF "Pinguinho de Gente" , e contou com a presença do Secretário de Estado de Habitação, Marcos Penido, do prefeito Airton Saracuza, da primeira-dama e vereadora Marinete Saracuza, do presidente da Câmara Municipal Donizeti Mussato, vereadores e autoridades.
Ao todo, 819 famílias participaram do sorteio, das quais 83% têm renda mensal de até três salários mínimos. O investimento é de R$ 16,7 milhões.
Do total de imóveis oferecidos pela CDHU, 7% foram destinados a pessoas com deficiência, 5% aos idosos e 4% para policiais e agentes penitenciários. Para as pessoas que vivem só foram reservadas três unidades em Urânia. As demais foram sorteadas entre os inscritos que compareceram ao local do sorteio para depositar na urna a senha distribuída no ato da inscrição.
As famílias contempladas são convocadas para o processo de habilitação. Na ocasião, devem comprovar os requisitos exigidos para participar do programa. Para ter direito a uma das casas é preciso ter renda entre um e dez salários mínimos, não possuir imóvel ou financiamento habitacional e não ter sido atendido em outros programas habitacionais de interesse social. Além disso, é preciso ser morador no município há pelo menos três anos ou atestar que o chefe da família trabalha na cidade no mínimo pelo mesmo período.
As casas possuem dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e área construída de 56,67 m². Os imóveis foram projetados seguindo conceitos do Desenho Universal, para atender a pessoas com mobilidade reduzida temporária ou permanente, e serão entregues com piso cerâmico e laje em todos os cômodos, azulejos no banheiro e na cozinha, esquadrias de alumínio, estrutura metálica no telhado e tubulação preparada para receber sistema de aquecimento solar. O residencial terá total infraestrutura, com muro de divisa entre os lotes, muros de arrimo, passarela de acesso a casa, passeio público, pavimentação, drenagem, redes de água, esgoto e elétrica, iluminação pública e paisagismo.
O prazo para quitar o financiamento habitacional da CDHU é de até 25 anos. As prestações receberão subsídios do governo estadual, sendo calculadas de acordo com a faixa de renda de cada família. Assim, aquelas que ganham de um a três salários pagarão o equivalente a 15% do rendimento.

Paralisação de obra de ESF preocupa vereador Tiago Abra

O vereador Tiago Abra (SDD) apresentou na sessão camarária de segunda-feira, 13 de outubro, requerimento à prefeita Nice Mistilides solicitando informações sobre a paralisação das obras de construção das novas unidades do ESF, uma no jardim Novo Mundo e outra no Conjunto Habitacional JACB.
O documento, aprovado por unanimidade, questiona questiona a administração municipal quais os motivos que levaram à paralisação das obras de construção das novas unidades das ESFs e solicita o detalhamento das razões de paralisação de cada uma das unidades.
Também é indagado no requerimento qual é a previsão de retomada destas obras e segundo seu cronograma, quando elas serão finalizadas.
Iluminação pública preocupa – Na mesma sessão camarária, os vereadores Gilberto Alexandre de Moraes, Jesus Martins Batista, Luís Fernando Rosalino, Pérola Maria Fonseca Cardoso e Rivail Rodrigues Júnior requereram junto à prefeita Nice Mistilides, informações sobre as novas responsabilidades do município na manutenção da iluminação pública, a partir de janeiro de 2015.
É de conhecimento público que, a partir de 2015, a Prefeitura Municipal deverá fazer a manutenção da iluminação pública do município e que esta nova atribuição implicará em aquisição de equipamentos e contratação de equipe especializada, gerando, desta forma, novas despesas financeiras à municipalidade,
Desta feita, sendo a Prefeitura Municipal responsável pela manutenção da iluminação pública a partir de 2015, os vereadores questionaram quais serão as novas atribuições que caberão efetivamente ao Município e solicitaram que elas sejam detalhadas.
A administração municipal também deverá responder qual é o valor dos investimentos necessários em equipamentos e o custo mensal do serviço de mão de obra para a Prefeitura Municipal assumir as novas responsabilidades na manutenção da iluminação pública.
O Legislativo indaga, ainda, qual é o valor mensal da arrecadação financeira da Elektro com o fornecimento de energia elétrica no município de Jales.
Distrito Industrial III – Os vereadores querem saber também, através de requerimento aprovado no Legislativo, do Poder Executivo, informações sobre a possível exigência da administração de participação de empresários no custeio de instalação de infraestrutura no Parque Comercial e Industrial III "José Carlos Guisso".
O documento leva em conta que é obrigação da Prefeitura Municipal a instalação e de realização da infraestrutura no Parque Comercial e Industrial III "José Carlos Guisso", porém, a mesma não está completa, faltando além do asfalto, a instalação de rede de energia elétrica em algumas ruas, o que impede a instalação de empresas por não terem acesso à energia elétrica e funcionamento de empresas no local. A falta desses benefícios torna inviável que o empresário edifique um prédio para a instalação de sua empresa, pois o mesmo não terá como operar no novo local e o capital investido ficará imobilizado, sem qualquer retorno que o justifique, o que atingirá a saúde financeira da empresa.
O documento considera ainda que alguns empresários relataram que a administração municipal estaria pressionando para que eles "contribuíssem com a metade do custo da instalação da rede de energia elétrica, sendo que esta é uma obrigação integral do Município, tendo desta forma, cobrado os empresários para que edifiquem e instalem suas empresas nos lotes que lhes foram atribuídos, inclusive com ameaça de perdê-los se não o fizerem".
Desta forma, os vereadores questionam o Executivo Municipal se foi, de fato, solicitado aos empresários do Parque Comercial e Industrial III "José Carlos Guisso" que "contribuam com parte dos custos de instalação da infraestrutura, como a rede de energia elétrica, onde esta ainda não existe e se há alguma ação da Prefeitura visando a retomada de lotes cedidos a empresários nas ruas onde ainda não existe rede de energia elétrica, impedindo, portanto, o funcionamento da empresa, mesmo havendo construção".
O Executivo também deverá responder quando será finalizada a instalação da infraestrutura, além do asfalto, do Parque Comercial e Industrial III "José Carlos Guisso".

Caixa e Sicredi firmam parceria para operações de crédito rural

A Caixa Econômica Federal e o Sicredi, por meio do Banco Cooperativo Sicredi, assinaram um acordo que prevê o direcionamento de recursos financeiros para operações de crédito rural. Os recursos são destinados especialmente para atender à demanda de produtores rurais associados às cooperativas integrantes do Sistema.
Para o vice-presidente de Negócios Emergentes da CAIXA, Fabio Lenza, "a atuação do banco no segmento de agronegócios beneficia os produtores rurais, que têm à sua disposição mais recursos, principalmente nas linhas com taxas de juros mais baixas e adequadas ao incentivo da produção. "Esse acordo fortalece ainda mais a parceria da CAIXA com o segmento, especialmente com as cooperativas", comentou o vice-presidente.
O objetivo do acordo é promover o desenvolvimento econômico e social do segmento, em que o crédito rural é o instrumento indispensável para a obter níveis de produtividade e qualidade compatíveis com a necessidade de maior competitividade no setor.
Os recursos disponibilizados serão direcionados para o crédito rural com o objetivo de atender a pequenos e médios produtores, principalmente no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).
Crédito Rural CAIXA: A Carteira de Crédito Rural da CAIXA ultrapassou o montante de R$ 4,4 bilhões de saldo em operações ativas. Até o final da safra 2014/2015, o banco prevê o volume de mais de R$ 6 bilhões em recursos aplicados em operações de crédito rural destinadas a produtores, cooperativas e agroindústrias.
A CAIXA conta com mais de 1400 agências habilitadas a realizar operações de crédito rural em todas as regiões do país. Os recursos são destinados ao custeio agrícola e pecuário, a operações de investimentos em máquinas e equipamentos, à aquisição de animais e a projetos de infraestrutura rural. Para mais informações, procure a agência mais próxima.

As andanças do Bispo, por D. Demétrio Valentini

Já se passaram tantos anos! Cheguei em Jales em agosto de 1982. Já completei, portanto, 32 anos como "Bispo de Jales". É assim que me identificam. Constato que muita gente não sabe onde fica Jales. Mas sabe que Dom Demétrio é "Bispo de Jales".

Não vou explicar por que estou por aqui há tanto tempo. Como pista para cada um tirar suas conclusões, lembro que na Assembleia da CNBB de 1983, a primeira de que participei, nada menos que quatro bispos vieram me cumprimentar, efusivamente, por ser o Bispo de Jales. Perguntei pela razão deste contentamento. Cada um deles me explicou como tinha recebido a proposta de ser bispo de Jales, mas não tinha aceito!

Eu aceitei!

Agora, com boas razões, penso que está chegando a hora de procurar alguém para me substituir. Espero que o convidado aceite. Depois de trinta anos, acredito que a Diocese de Jales não apresenta nenhum problema especial. O novo bispo poderá com tranquilidade levar em frente a caminhada da Diocese.

Percorrendo a memória, me dei conta de quanto foram intensos os anos vividos em Jales!

No início de 2015 vou completar 75 anos de vida, e 50 de ordenação sacerdotal.

Pensei que seria válido recordar, ao menos, os tempos mais carregados de responsabilidades.

Vou distribuir a história em capítulos, para facilitar a leitura. Vou contar sobretudo minhas andanças, que foram muitas, por causa dos muitos compromissos que tive que assumir, especialmente na década de noventa, e na virada do milênio.

Olhando para eles, nestes dias, até eu me assustei, e me perguntei como foi possível fazer tantas coisas, sem perder a saúde, e continuar vivo, graças a Deus!

Com este relato quero, em primeiro lugar, agradecer a Deus, que me protegeu nessas andanças todas. E pedir que continue protegendo a todos.

O que será?, por Reginaldo Villazón

Vivemos a fase eleitoral reservada à propaganda dos dois candidatos finalistas à Presidência da República. Os candidatos Dilma Rousseff e Aécio Neves representam dois partidos políticos de nomes compatíveis em ideologia: o Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Mas, na prática, o PT tende ao populismo e o PSDB ao neocapitalismo, ou coisas parecidas. Fora disso, são partidos que se parecem no envolvimento com corrupções, nas declarações fantasiosas e nas atitudes soberbas.

A parte engraçada da disputa é que os dois candidatos sabem disso. No primeiro debate deste segundo turno – na noite de terça-feira (14), na TV Bandeirantes – eles utilizaram um farto repertório de acusações. Os ataques foram diretos, as defesas sinuosas. O que mais deveria chamar a atenção do público seria a confrontação dos seus Planos de Governo, mas os debates deram a impressão de que eles não os têm. Na verdade, cada um deles tem – com o nome Plano de Governo – uma cartilha cheia de intenções.

Sem dúvida, os dois candidatos e seus partidos políticos não estão preparados para governar um grande país. O Brasil é quase a metade da América Latina, é quase toda a Europa, é o quinto país mais extenso do mundo. É a sétima economia mundial, superando a França e o Reino Unido. Tem importância relevante na segurança alimentar de boa parte da população do planeta. Tem 200 milhões de habitantes, falando a mesma língua e reverenciando a mesma bandeira, distribuídos em 5.570 municípios organizados administrativamente.

Muitos dos problemas se concentram na esfera federal. Porém, é maior o número de questões que precisam ser decididas, planejadas e realizadas de cima a baixo – dos gabinetes ministeriais até a realidade dos municípios – para atender a população brasileira. Uma questão oportuna é o meio ambiente. Visto de forma simples, ele pode ser resumido em cinco itens: água limpa, esgoto tratado, lixo reciclado, flora e fauna preservadas. Estes itens têm importância relevante aos municípios, tanto nas áreas urbanas como nas rurais.

Hoje, os habitantes de muitas cidades brasileiras sofrem com a escassez de água. É possível que, aos poucos, tenhamos que aprender a economizar água do jeito europeu: lavando a louça da cozinha na bacia, tomando banho de toalha úmida, lavando menos as roupas, dando menos descargas sanitárias. Na Europa, a água é escassa e cara. Lá, tomar banho de brasileiro, só uma vez por semana. No Brasil, por enquanto, a água limpa é abundante e barata. Para isto continuar, será preciso realizar bons investimentos e cuidar do meio ambiente.

Vemos que as reivindicações populares dificilmente serão satisfeitas. Boas intenções, aprovação de leis e liberação de recursos têm alcance limitado. Sem Plano de Governo que defina ações e responsabilidades, prazos e metas, os benefícios só amenizam as carências. Ainda há muito que fazer na construção de um país economicamente forte e socialmente justo. Devemos agir e torcer pelo bem da nação brasileira. Sem acalentar ilusões.

Chico Xavier

Pergunta – A reencarnação é muito lógica, mas por que a população da Terra está aumentando se a maioria das histórias espíritas nos falam de personagens que estão reencarnando no planeta há muitos milênios? Não poderiam ser de outros planetas?
Chico Xavier – Com certeza, entre nós reencarnam espíritos vindos de outros planetas, mas a população da Terra, somando-se os encarnados e os desencarnados, conta-se aos bilhões de espíritos.
O número de encarnados está aumentando em razão da necessidade que todos têm de rever na matéria, o aprendizado obtido no Mundo Espiritual.

Como a Lei da Reencarnação é válida para todos quantos ainda não tenham atingido a condição de espírito puro, o processo de retorno à vida terrena continuará existindo até que nosso planeta, como um todo, atinja a condição que dispense a reencarnação dos espíritos que nele habitam.

Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da  "Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.




sexta-feira, 17 de outubro de 2014

O futuro da educação, por José Renato Nalini

 
Em seus "Ensaios", Montaigne há cinco séculos criticava a fórmula de ensino então adotada. E ela quase não mudou. Aulas prelecionais, alguém falando para dezenas de educandos distintos. Cada qual com um temperamento, uma família, hábitos e idiossincrasias diferentes. Depois estranha-se quando apenas alguns dentre eles deem certo.

O que estamos fazendo com a educação? Transmitindo dados, fazendo com que a criança decore e treine memorização. Sem a menor noção de uso inteligente dessas informações em sua vida. Sem a preocupação de fazê-la feliz.

Por isso é que a educação quase sempre deseduca. No sentido de tornar-se maçante, desinteressante, chata, insossa. O indivíduo não é respeitado. Procura-se moldá-lo de acordo com um padrão que já não vigora.

Quem já não notou que crianças muito bem dotadas não se acostumam com o regime escolar? Hiperativas, irrequietas, mereceriam atenção especial, exatamente porque são potencialmente ilimitadas. Podem atingir os píncaros de um desenvolvimento que a escola não sabe administrar. Ficam e terminam seus cursos os mais limitados, os que não se indignam, os que se curvam e, lamentavelmente, os medíocres.

É óbvio que há exceções. Mas uma educação que priorizasse as individualidades daria muito mais certo. Não seria preciso a reunião de especialistas do mundo inteiro para concluir que o ensino do futuro será uma espécie de monitoramento do jovem, com os professores como tutores e não como os "donos da verdade". É preciso incutir na criança a vontade de ler, de pesquisar, de descobrir ela própria a maravilha do universo. Não doutriná-la e deixá-la despersonalizada, a repetir bobagens que, até o momento, são consideradas como integrantes do processo educacional.

O pior é que o modelo de transmissão do conhecimento por alguém considerado detentor exclusivo do acervo de verdades já detectado pela ciência vai sendo replicado nos demais graus da escolarização convencional. O trágico ocorre nos Cursos de Direito, que são mais numerosos no Brasil do que a soma de todos eles existentes no restante do mundo. De que adianta espalhar bacharéis em ciências jurídicas por este País, se a sensação de impunidade e injustiça é o que mais habita as consciências lúcidas ainda suscetíveis de serem tomadas por indignação? *José Renato Nalini é presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo

Solidão, por Flávio Carvalho

 
Não tenha medo por estar sendo fraco.
Se és forte, não se orgulhe.
Tudo é passageiro, tudo é efêmero, nada é definitivo.
Aprenda a falar menos, o que sai pela boca pode ser perigoso, pode machucar. Lembre-se sempre, o perigoso é o que sai pela boca, não o que entra. Aprenda a ouvir seu coração.
Se você quer aprender a sorrir, esteja sempre preparado para chorar.
Se você fere, esteja sempre preparado para ser ferido. Aprenda a lidar com a dor. Tire dos sofrimentos lições positivas que lhe ajudarão a crescer como ser humano.
Se és um mal filho, aprenda urgente a ser um bom pai, pois a vida segue um perfeito sincronismo, é cíclica, e a estória está sempre repetindo. De mais valor a sua mãe, pois não existe mãe fraca, existe a mãe que erra, mas erra sempre por amor.
A vida é louca, muitas vezes muito triste. Não nos sucumbimos de maneira catastrófica porque somos eternos malucos. Lidamos a vida toda com o pessimismo e o sofrimento, somos na maioria do tempo negativistas. Teimamos sempre em colocar nossas loucuras de fronte a nossa visão.
Questione sempre, mediante qualquer situação difícil ou maravilhosa, O que isso quer me dizer? Qual a lição a ser aprendida?
Por que temos um enorme medo de ser feliz? Por que insistimos em sofrer tanto? Os poetas e os artistas insistem em defender que a vida é bela. Estarão eles sempre errados? Serão eles uns loucos?
Quem quer viver para sempre? Que graça teria uma vivência eterna?
Teremos todos a mesma chance, seremos ricos, seremos pobres, muitas vezes plebeus, e várias como nobres. Quero ser homem, e também mulher, não importa, o lindo é que sempre terei a infância. Quero ser sempre criança, ser sempre inocente.
Jamais se esconda. Jamais se entregue. Acredite sempre no destino. Não se importe para com que os outros dizem. Siga somente o seu caminho. Tenha sempre as rédeas da vida nas suas mãos e, guie-a da melhor maneira possível. Jamais se esqueça que sempre haverá pedras em seu caminho. E por maiores que forem tais pedras, acredite, elas são sempre removíveis.
O universo segue sempre uma lei. O universo é justo. E jamais se esqueça que os olhos da justiça universal estará sempre te olhando.
Não tenha medo de viver. Mesmo quando todas as desgraças caírem sobre você, mesmo que todas as dores e sofrimentos tomar conta de seu ser, jamais desista de viver. Acredite que todas as desgraças, dores e sofrimentos apenas servirão para transforma-lo em um ser melhor e mais forte.
Dizem que "sempre haverá uma luz no fim do túnel", "depois da tempestade vem sempre a abonança" não sabemos jamais quem foram os autores de tais ensinamento, mas é a pura verdade.
Se você se sente sozinho, na mais pura solidão. Se sua solidão é tão forte que você sente um imenso vazio por dentro do seu ser, como se existisse também uma dentro do seu ser. Solidão na mente, no corpo, no espírito. Você não está sozinho. Olhe para o céu. Há um Deus que te ama. Existe um Deus que jamais te abandona. E Ele que é importante. Nada mais importa, o resto não é perfeito. O resto não te ama com tamanha intensidade e sinceridade. Se este Deus te ama, e está com você. O que mais importa? Você não está sozinho. Deixe Ele arrancar esta solidão de dentro do seu ser, pois ela não te pertence. Em nome de Deus se dê outra chance, se ame mais, se perdoe, e pare de se punir. Em nome de Deus você não mais tem solidão, e jamais terá novamente. Lembre que seu filho Predileto, nosso amado Mestre Jesus, também aprendeu esta lição. Quando foi crucificado, no ultimo instante, no ultimo sopro de vida, achou que estava só, que Deus o havia abandonado. Mas antes de subir aos céus, antes do ultimo sopro de vida entendeu que Deus jamais o havia abandonado. Bastou Jesus entender isso, para nos perdoar e pedir ao Pai por nós. E todas as nossas desgraças, dores e sofrimentos, nem de longe podem ser comparadas as dores e sofrimentos de Jesus.
Sendo assim, não existe solidão, o que existe é um sentimento inventado e mal interpretado por nós mesmos.
Em nome de Deus sinta se feliz, vá viver a sua vida sem solidão e, ensine a outros está lição. E não se esqueça jamais de medir as suas palavras e seus atos, que são exteriorizados em nome desta solidão.
Lembre-se sempre que a justiça universal estará sempre a te olhar.
Em nome de Deus seja feliz.

*Flávio Rodrigo Masson Carvalho
equilibriumtc@hotmail.com

Prefeita faz ofício para OAB SP repudiando atitude de Conselheiro em Fórum da Cidadania

Foi protocolado em São Paulo, no dia 10 de outubro de 2014, ofício especial endereçado ao Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional de São Paulo, Marcos da Costa, manifestando o repúdio dos atos do Conselheiro Estadual da Ordem dos Advogados do Brasil, pelo Estado de São Paulo, Carlos Alberto Expedito Brito Neto. O documento foi assinado pela prefeita Nice Mistilides.



MPF em São Paulo realiza audiência pública para debater episiotomia e humanização do nascimento

O Ministério Público Federal em São Paulo realiza na próxima quinta-feira, 23 de outubro, audiência pública para debater a episiotomia – corte feito na região do períneo, realizado por médicos e enfermeiros sob o fundamento de que seria necessário  para facilitar a saída do bebê durante o parto normal. O procedimento pode ser considerado um exemplo de violência obstétrica quando é feito sem consulta prévia à parturiente ou mesmo contra a sua vontade, sendo realizado, em muitos casos, até mesmo, sem anestesia local. Denúncias como essas chegaram ao MPF no curso do inquérito civil público que apura formas de violência relacionadas ao parto e demonstraram a necessidade de levar o tema à discussão com a sociedade.
 A coleta de informações durante o inquérito revelou uma disparidade nos índices de adoção da episiotomia pelas unidades de saúde de São Paulo. Enquanto em alguns dos hospitais consultados o procedimento é realizado em 90% dos partos normais, em outros, esse número fica abaixo dos 10%. Um dos objetivos da audiência pública é buscar compreender os motivos de essas taxas serem tão distintas. Muitos profissionais realizam a intervenção de forma indiscriminada, mas a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que sua adoção não ultrapasse 15% dos partos.
 Outro ponto que será debatido no evento é o fato de muitas gestantes serem privadas do direito de decidir sobre a realização do corte. Segundo a procuradora da República Ana Carolina Previtalli Nascimento, uma das responsáveis pelo inquérito, a episiotomia é o único procedimento cirúrgico no Brasil que vem sendo rotineiramente realizado sem prévia consulta e consentimento da  paciente. A audiência pública também pretende levar às mulheres esclarecimentos sobre a intervenção, trazendo subsídios para que as futuras mamães possam decidir se querem ou não adotar o procedimento. “Muitas gestantes acreditam que o corte é sempre necessário no parto normal e por isso optam pela cesárea, o que, conforme taxas que apuramos, é um grande equívoco”, explica a procuradora Luciana da Costa Pinto, também responsável pelo procedimento.
 PROGRAMAÇÃO. Entre os expositores confirmados estão a professora da Universidade Federal de Campina Grande Melania Maria Ramos de Amorim, a representante da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP) Rossana Pulcineli Francisco, a professora da Faculdade de Saúde Pública da USP Simone Grilo Diniz e o diretor clínico do Hospital Sofia Feldman, João Batista Marinho de Castro Lima. Também haverá participação de entidades públicas, hospitalares e instituições de ensino, além de depoimentos de mulheres.
 A audiência pública será realizada às 13h, no auditório da Procuradoria Regional da República da 3ª Região, em São Paulo. O endereço é Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 2020, Bela Vista. Não é necessária inscrição prévia para participar.
 

Justiça condena ex-prefeito e empresário a ressarcirem valor desviado em compra de ambulância

 Justiça Federal condenou um ex-prefeito do litoral paulista e um empresário a ressarcirem os danos aos cofres públicos após fraude em licitação. A decisão atende a um pedido do Ministério Público Federal. Em 2001, após manipulação no procedimento, uma empresa foi favorecida e venceu o processo licitatório municipal para a compra de uma ambulância. Parte dos recursos, advindos da União mediante convênio com o município, foi desviada com o superfaturamento do veículo.
 O prejuízo ao erário foi de R$ 47,4 mil, em valores da época. Embora os fatos tenham ocorrido há 13 anos, a ação de ressarcimento por improbidade administrativa é imprescritível. Na sentença, a Justiça determinou que ambos devolvam o valor devidamente atualizado e acrescido de 1% de juros ao mês desde a citação.
 O número da ação é 0002190-78.2013.403.6104. O processo tramita em segredo de justiça.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Marília recebe a Orquestra Sinfônica de Jales neste domingo (19)

Após ter se consagrada uma das campeãs da fase estadual do Mapa Cultural Paulista, a Orquestra Sinfônica de Jales irá fazer a sua primeira apresentação como vitoriosos do programa, representando a região de São José do Rio Preto. O evento vai acontecer neste domingo, 19 de outubro, às 20 horas,  no auditório Professor Octávio Lignelli, em Marília (SP).
 Mapa Cultural Paulista é uma das mais importantes políticas culturais do Estado de São Paulo do ponto de vista formativo, informativo e de circulação de artistas do interior do Estado. Criado em 1995, tem o objetivo de fomentar as produções culturais do interior, revelando valores em segmentos que não teriam acesso aos meios de comunicação e com pouca visibilidade no meio cultural.
 A classificação para a fase estadual aconteceu após a Orquestra Sinfônica de Jales vencer a disputa da fase regional que aconteceu no Centro de Convenções Nelson Camargo, em Votuporanga, entre as cidades de Palestina, Votuporanga e Jales. São José do Rio Preto, que estava classificada, não participou. A Orquestra Sinfônica de Jales, regida pelo Maestro Edivaldo de Paula, concorreu na categoria Instrumental e apresentou três canções de cinco minutos cada uma delas.
 “Eu e todos os músicos da Orquestra Sinfônica de Jales estamos emocionados e felizes por iniciarmos nossa trajetória de apresentações representando toda a região de São José Rio Preto após nossa vitória na fase estadual do Mapa Cultural Paulista. Essa conquista não foi fácil, pois durante a trajetória enfrentamos concorrentes de categoria e preparados. Agradeço o grandioso apoio da prefeita Eunice Mistilides Silva, a Nice, que desde que assumiu a administração municipal acreditou no potencial de nossos músicos, apoiou a criação da Orquestra Sinfônica e nos dá toda base necessária em nossas apresentações. Agora vamos dar o nosso melhor para deixar o nosso talento registrado pelas cidades que passarmos”, disse o maestro Edivaldo.

Polícia Federal deflagra segunda parte da operação "Fundo Perdido"

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 16 de outubro, a segunda fase da operação "Fundo Perdido", com o fim de trazer novas provas à investigação de uma quadrilha que atuava fraudando Regimes Próprios de Previdência Social em municípios brasileiros.
A PF cumpre 8 Mandados de Busca e Apreensão em Institutos de Previdência dos municípios paulistas de Guarulhos, Suzano, Osasco, Araras, Fernadópolis, Porto Ferreira, Santa Fé do Sul e Populina. Eles foram expedidos pela 2ª Vara Criminal Federal de São Paulo.
Após a análise do material apreendido na operação "Fundo Perdido", deflagrada em 11/03/2014, a Polícia Federal investiga, nessa segunda fase, o envolvimento de agentes públicos nas fraudes.
Segundo a investigação, a quadrilha havia constituído uma empresa de consultoria financeira, que deveria indicar as melhores opções de investimento aos institutos de previdência, com o fim de complementar as aposentadorias dos servidores municipais por meio de contribuições deles, sem que tivesse que recorrer a recursos públicos. Contudo, a consultoria não só era contratada pelos municípios em razão de fraudes em licitações, como também repassava parte dos ganhos ilícitos que obtinha no mercado financeiro aos gestores dos institutos de previdência, configurando crime de corrupção.
Os principais crimes cometidos pela quadrilha são corrupção, fraude em licitação, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, cujas penas vão de 1 a 12 anos de prisão.

Três lindas loiras: um brinde à Oktoberfest

 Para brindar à Oktoberfest e toda a sua alegria, o Bella da Semana(www.belladasemana.com.br) publica um ensaio que reúne seções de fotos inéditas de três loiras que já passaram pelo site e fizeram esquentar a cerveja de todos os marmanjos.


Na homenagem à festa alemã e blumenauense, teremos imagens inéditas das modelos Ana Quint (no alto), Marcielle Bagetti (centro) e Mily Cunha (abaixo). A primeira beldade tem 26 anos e é natural de Florianópolis (SC). A segunda Marcielle nasceu em São Paulo (SP)  completou 30 anos em agosto e a terceira Mily Cunha, é natural de Armazém (SC) e tem 22 anos .
O que elas têm em comum além dos cabelos loiros e do gosto pela festa tipicamente alemã? Isso os fãs do Bella da Semana poderão ver em mais detalhe nesta sexta-feira, 17 de outubro. Prosit!

OAB Fernandópolis adere à Campanha Saúde da Mulher Advogada



A CAASP realiza em todo o Estado de São Paulo, de 13 de outubro a 12 de dezembro, a Campanha de Saúde da Mulher Advogada 2014. O pacote de procedimentos destinado às advogadas, às estagiárias de Direito e às esposas de advogados segue as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) com base em estatísticas sobre incidência de doenças na população feminina, e contempla consulta ginecológica e exames de Papanicolau, colposcopia, mamografia e densitometria óssea como procedimentos regulares, conforme faixa etária. Caso o médico julgue necessário, a paciente poderá se submeter ainda a exames complementares, como vulvoscopia, ultrassonografia pélvica transvaginal e ginecológica, biópsias e outros.
Para participar é necessário retirar guia no Espaço CAASP da OAB Fernandópolis (Avenida Raul Gonçalves Junior, nº 903). Os preços dos procedimentos são subsidiados pela CAASP em 70%. A consulta, por exemplo, custará apenas R$25,00; o Pananicolaou, R$ 12,00, e a colposcopia, somente R$ 23,00. A mamografia digital, por sua vez, durante a campanha custará R$ 59,50, e um exame de densitometria óssea, R$ 67,00. Entre os exames complementares, os preços para as advogadas estão bem abaixo dos cobrados nas clínicas particulares: uma vulvoscopia é realizada por R$ 23,00; a biópsia de vagina, por R$ 20,00, e a de colo uterino, também por R$ 20,00. Um ultrassonografia pélvica transvaginal custa na campanha da CAASP apenas R$ 37,50; e um exame anátomo-patolológico, R$ 23,50.
“A Caixa de Assistência gere seus recursos de modo a garantir um subsídio significativo às campanhas preventivas de saúde. Dessa forma, e com um intenso trabalho de divulgação, temos garantido uma participação cada vez maior da advocacia”, afirma o presidente da CAASP, Fábio Romeu Canton Filho.
“A ideia que nos leva a realizar campanhas como a da saúde da mulher tem como pano de fundo a medicina preventiva, muito menos custosa e bem mais eficaz do que a curativa, particularmente para as mulheres, pois se sabe que qualquer descuido pode comprometer a qualidade de vida e até levar à morte”, afirma o vice-presidente da entidade, Arnor Gomes da Silva Júnior, diretor que responde pela área de saúde da entidade.
Apoio à Campanha Outubro Rosa
 Durante o mês de outubro, as colaboradoras da OAB Fernandópolis estão utilizando fitas rosa em apoio à Campanha Outubro Rosa que está sendo realizada em todo o Brasil com o objetivo de conscientizar as mulheres sobre a importância da prevenção do câncer de mama.
Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de mama é o segundo tipo mais frequente no mundo, respondendo a 22% dos casos novos a cada ano. Exames preventivos podem diagnosticar a doença antes que ela avance.

Operação Oeste: Justiça Federal recebe nova denúncia do MPF contra ex-delegado-chefe da PF em Marília

A Justiça Federal recebeu mais uma denúncia do Ministério Público Federal em Marília contra o ex-delegado-chefe da Polícia Federal no município Washington da Cunha Menezes. Desta vez, o ex-policial, que já foi condenado em outras ações de autoria do MPF em Marília, vai responder por falsidade ideológica, uso de documento falso e crime contra a Lei das Licitações.
 Em dezembro de 2006, o co-denunciado Gisberto Antonio Biffe, então gerente do Auto Posto Bola Branca, emitiu uma nota fiscal no valor de R$ 7.622,75 sem que houvesse entrega do combustível faturado à Delegacia da Polícia Federal em Marília. Washington Menezes, por sua vez, na condição de delegado-chefe da DPF em Marília, atestou o recebimento do produto, confirmando a “falsa compra” para que o pagamento pudesse ser efetuado.
 No episódio da nota fiscal, portanto, Washington e Gisberto “falsificaram e usaram documento particular que sabiam ser falso”. Com a manobra, o pagamento pelo combustível era feito de forma antecipada à entrega da mercadoria, o que é vedado à Administração Pública – a DPF só poderia efetuar o pagamento depois da entrega do combustível.
 O ex-delegado da PF, portanto, recebeu e encaminhou para pagamento nota fiscal falsa, na qual inseriu declaração enganosa de que havia recebido o combustível faturado, dando causa à prorrogação indevida de contrato de fornecimento, sem autorização legal, com a Rede LK de Postos Ltda., proprietária do Auto Posto Bola Branca – o que caracteriza crime contra a Lei das Licitações. Ficou comprovado ainda que Washington embolsou R$ 500 daquele montante.
 A nova denúncia contra o ex-delegado Washington Menezes, datada de 29 de setembro e assinada pelos procuradores da República Célio Vieira da Silva, Svamer Adriano Cordeiro e Rubens José de Calasans Neto, foi recebida pela Justiça Federal no último dia 6 de outubro. A partir do recebimento, Washington Menezes passa efetivamente à condição de réu em mais uma ação penal. Antonio Biffe também está respondendo judicialmente pelos crimes. O responsável pela ação penal é o juiz da  3ª Vara Federal de Marília,  José Renato Rodrigues.
 OPERAÇÃO OESTE. Washington da Cunha Menezes responde a diversas ações penais e de improbidade administrativa, algumas com sentenças condenatórias já mantidas pelo TRF da 3ª Região, deflagradas em razão da Operação Oeste. A operação teve início em novembro de 2005 e trouxe à tona a ligação de policiais federais, policiais civis, advogados e empresários com quadrilhas que atuavam em diversas práticas criminosas, entre as quais peculato, estelionato, corrupção, violação de sigilo, grampo ilegal e extorsão mediante sequestro.
Washington Menezes foi demitido da PF em dezembro de 2009 “a bem do serviço público” após processo administrativo em que foi considerado culpado por obter vantagens em razão do cargo e por deixar de cumprir suas obrigações funcionais. O processo administrativo que resultou em sua demissão foi aberto em decorrência do caso “Verba de Combustível da PF”, em que Menezes desviou dinheiro público destinado ao pagamento de combustível para viaturas da DPF em Marília.
Ele chegou inclusive a ser preso preventivamente em 2007. Achacava sacoleiros provenientes do Paraguai, exigiu que um empresário pagasse suas despesas de hospedagem em um hotel de Marília e recebeu dinheiro para atrasar oitivas de investigados, além de cometer vários atos de improbidade administrativa. Em 2012, foi condenado a 8 anos de reclusão por envolvimento no episódio que ficou conhecido como “Caso do sumiço das joias”: em 2001, acompanhado de mais três agentes da PF e com base em uma falsa denúncia anônima, o ex-delegado realizou uma diligência de busca e apreensão numa fábrica de joias e se apropriou dos produtos apreendidos – joias em ouro avaliadas em de US$ 600 mil.
 
O número da ação para acompanhamento processual é 0004384-93.2014.4.03.6111. Para consultar a tramitação, acesse: http://www.jfsp.jus.br/foruns-federais/

Santa Casa de Votuporanga é citada em editorial de revista nacional da área de saúde

A Santa Casa de Votuporanga preza pela qualidade de seus serviços, buscando atender com humanização os pacientes do SUS – Sistema Único de Saúde, mesmo diante de um deficit financeiro mensal. O resultado desse trabalho foi destacado no editorial de uma revista nacional, a Diagnóstico – A Revista dos líderes da Saúde do Brasil, com sede em Salvador, na Bahia.
A edição que cita a Instituição é a nº 26, do mês de outubro. O editorial “Os bons exemplos de filantropia” aborda modelos de hospitais de todo o país, apresentando “cases” de sucesso e que podem servir como base para outras entidades. A Santa Casa de Votuporanga aparece ao lado do Hospital de Minas Gerais, da Bahia e da Santa Casa de Marília, também do estado de São Paulo, em um trecho do editorial assinado pelo diretor Executivo e Publisher, Reinaldo Braga.
O provedor da Santa Casa de Votuporanga, Valmir Antônio Dornelas, assim como toda a Diretoria, ficou muito contente com o reconhecimento. “É muito bom saber que o nome de nossa instituição está sendo lido por pessoas de todo o país, apontada como um exemplo de filantropia. Esse trabalho apenas é possível com o envolvimento de nossa comunidade, que contribui financeiramente e ainda, participa da gestão do Hospital, já que Irmandade, Conselho e Diretoria são voluntários, assim como tantas outras pessoas da cidade e da região, que atuam no trabalho voluntário direto ao paciente. Porém, ainda temos muito o que fazer junto à população e a equipe de médicos e funcionários, e certamente, faremos.”
Sobre a revista
A revista Diagnóstico é voltada para gestão em saúde com cobertura nacional, oferecendo atualização diária sobre os principais acontecimentos do setor médico-hospitalar. Notícias, análises e conteúdos multimídia, além de ferramentas de interatividade, mantém empresários, executivos, diretores e médicos informados sobre as novidades em gestão, negócios, tecnologia e carreira.
A publicação é a mais influente do segmento médico-hospitalar do país, com foco em gestão e governança. O público-alvo é CEO’s de grandes hospitais públicos, privados e filantrópicos, clínicas, laboratórios, dirigentes de planos de saúde, fornecedores, médicos, empresários e executivos do setor.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Hospital de Ensino inicia ações contra o ebola

Nesta terça-feira, 14 de outubro, o Hospital de Ensino Santa Casa de Fernandópolis realizou uma reunião para definir os principais pontos de ação e protocolos para lidar com um possível caso de ebola na região.

Além da participação de médicos e enfermeiras quem atuam na Santa Casa, o encontro também recebeu a participação de profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Fernandópolis e da Secretária Lígia Barreto, já que as ações preveem um trabalho em conjunto.
Durante a reunião foram apresentados pelo Diretor Clínico do hospital, Dr. Márcio Cesar Reino Gaggini, o histórico da doença e então discutidas as ações a serem implementadas. Segundo Gaggini, “apesar da probabilidade do vírus chegar à nossa região antes de ser constatado no Brasil ser baixa, devemos estar preparados para enfrenta-lo”.
Apesar do primeiro caso suspeito no país ter sido descartado após a realização de exames, os profissionais da saúde estão em alerta, já que existem moradores da região que participam de missões humanitárias no continente africano.
O Ebola
A primeira vez que o vírus Ebola surgiu foi em 1976, em surtos simultâneos em Nzara, no Sudão, e em Yambuku, na República Democrática do Congo, em uma região situada próximo do Rio Ebola, que dá nome à doença. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o ebola já infectou 7,4 mil pessoas e matou outras 3,4 mil, na África. Em 90% dos casos, as pessoas infectadas morrem.
A doença é provocada pelos vírus do género Ebolavirus, podendo ser contraído tanto de humanos como de animais. Durante a semana o Ministério da Saúde alertou que o ebola não é transmitido pelo ar, o sendo apenas por meio do contato com sangue, secreções ou outros fluídos corporais de pessoas doentes, superfícies e objetos contaminados. 
Os sintomas podem aparecer de dois a 21 dias após a exposição ao vírus e manifestam-se por febre, dores musculares, dores de garganta e dores de cabeça. A estes sintomas sucedem-se náuseas, vómitos e diarreia, a par de insuficiência hepática e renal. Durante esta fase, algumas pessoas começam a ter problemas hemorrágicos.


Administração e Ciências Contábeis encerram o ciclo de Semanas Acadêmicas da Unijales

Daniel Zílio




A semana de 6 a 10 de outubro foi movimentada por alunos, professores e coordenadores dos cursos de Administração e Ciências Contábeis da Unijales, quando foi realizada a I Semana de Estudos Integrados.
Os dois cursos promoveram, nas dependências do Sato Buffet de Jales um ciclo de palestras, minicursos e a festa de confraternização.
Na segunda-feira, dia 6 de outubro, foi realizada a cerimônia de abertura, seguida pela palestra do professor Richard Breyer, que falou sobre “Responsabilidade Socioambiental no novo cenário do mercado”.
Os minicursos foram iniciados na quarta-feira, dia 7 e temas como “Redes Sociais e o marketing”, “Administrando seu diploma”, A informação como força motriz dos negócios”, Finanças da família: De olho na prestação” e “Cruzamento de informação DIRPJ X DCTF- Lucro Presumido” foram discutidos na semana acadêmica.
No dia 9 de outubro, quarta-feira, os minicursos, integraram os alunos nas diversas áreas dos cursos de Administração e Ciências Contábeis e mostraram a relevância e a diversidade dos temas tratados, além de ter divulgado a experiência dos profissionais que se apresentaram.
Na quinta-feira, o palestrante Gustavo Guanabara veio do Rio de Janeiro e fez a palestra “Apresentações Matadoras”. No dia 10, sexta-feira, os alunos e professores participaram do coquetel e confraternização de encerramento da Semana de Estudos Integrados, dos cursos de Administração e Ciências Contábeis, coordenados, respectivamente pelos professores Luciana Aparecida Rocha e Júlio Cesar Siqueira.

Orquestra Sinfônica de Jales adquire novos instrumentos


O Ponto de Cultura da Corporação Musical Municipal de Jales recebeu novos instrumentos musicais. A entrega ocorreu em virtude do convênio firmado com a Prefeitura de Jales e o Ministério da Cultura.
 Foram entregues pelo governo federal 1 Sax Tenor Selmer, 2 Trompetes Bach Prelude, 3 Clarinetes Buffet Grampon e 2 Sax Alto Selmer. Como contrapartida, a entidade adquiriu um Trompete Prelude, 1 Sax Tenor Selmer, 3 Trombones e 1 Bombardino. Também estão sendo licitados 3 Flautas Yamaha e um Flautim.
 Para a prefeita Nice Mistilides, o investimento em novos equipamentos se deve ao mérito dos próprios músicos. “Eles gostam do que fazem e fazem porque gostam. Tudo que estiver ao nosso alcance iremos fazer na certeza de que a nossa orquestra será cada vez mais motivo de orgulho”, completou a prefeita.
 Segundo o maestro Edivaldo de Paula todos os instrumentos serão utilizados na formação musical de novos alunos e também pelos músicos da Orquestra Sinfônica de Jales.

Tricampeão Mundial do Vôlei, Rodrigão estará em Jales no dia 29

O Tricampeão Mundial e Campeão Olímpico, o Rodrigão do Voleibol, estará em Jales para um bate papo descontraído com adolescentes, alunos do município e toda a população. O evento, gratuito, será realizado na quarta-feira, dia 29, na escola estadual Dr. Euplhy Jalles, às 15 horas.
 A visita do atleta é uma parceria  da Secretaria de Esporte, Cultura e Turismo e o SESC de São José do Rio Preto/SP. No encontro, o esportista falará da sua vivência no vôlei, suas conquistas e vitórias ao longo da carreira, irá expor suas medalhas e participará de sessão de autógrafos com o público presente.
 “Vai ser uma honra receber o Rodrigão que tem uma história de vida de prestígio e um extenso currículo para nos contar. Além de proporcionar um momento de lazer, nosso objetivo é despertar o interesse dos jovens para a prática de atividades físicas e esportivas, além de conscientizá-lo sobre a importância do esporte para a educação e inclusão social”, disse chefe de gabinete de Esportes, Cultura e Turismo, Reynaldo de Azevedo.
 O atleta
Rodrigo Santana, mais conhecido no esporte como Rodrigão, é natural de São Paulo. Iniciou sua carreira no vôlei aos 14 anos de idade. Ficou conhecido nacionalmente e internacionalmente devido ao sucesso como jogador da seleção brasileira.
 Entre as principais conquista no vôlei está a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atenas, foi tricampeão Mundial, bicampeão da Copa do Mundo no Japão em 2003 e 2007, octacampeão da Liga Mundial em 2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009, e 2010, e bicampeão da Copa dos Campeões no Japão em 2005 e2009, entre outras conquistas.

Patrícia Jordane ex-affair de Neymar dará entrevistas em países que suas fotos da playboy foram publicadas


Patricia Jordane
, ex-affair do jogador Neymar, esta de malas prontas para viajar e dar entrevista nos países em que suas fotos da revista masculina Playboy foram publicadas países como México, Argentina e Venezula. A modelo que apresenta curvas diferentes da epoca da playboy aceitou convite para dar entrevista em redes de TV’s e revistas que divulgaram seu affair com o

Rotaract Club de Jales - Grandes Lagos participa de evento às crianças









No dia 12 de outubro de 2014, o Rotaract Club de Jales – Grandes Lagos, Distrito 4480 realizou um projeto em conjunto com o Lar Transitório São Francisco de Assis para festejar o Dia das Crianças. Com muita diversão para a criançada do Lar e da comunidade adjacente, destacar-se alguns atrativos como: cama elástica, gincanas e apresentações de dança e música.
Foram servidos doces, cachorros quentes, picolés e sorteados alguns brindes. O Rotary Club Grandes Lagos e o pessoal do Lar Trnasitório São Francisco de Assis que recebeu ps membros dos Rotaract com muito carinho esteve presente ajudando nos preparativos do evento.

MPF denuncia comerciante por contrabando de cigarros

O Ministério Público Federal em Bauru, no interior de São Paulo, denunciou um comerciante pela prática do crime de contrabando. No último dia 11 de setembro, João Alberto Mathias foi preso em flagrante em seu estabelecimento comercial, denominado “Brink World”, no município de Botucatu. O réu tinha em seu poder 723 maços de cigarro de procedência estrangeira sem documentação de entrada regular no território nacional.
 De acordo com os agentes da Polícia Federal que ouviram João Alberto, ele confirmou que havia adquirido os cigarros para vender em sua loja. O comerciante tem antecedentes penais que mostram a reincidência na prática de contrabando.
 A prisão ocorreu em razão da Operação “Banca Legal” desencadeada em Botucatu com o objetivo de identificar as pessoas que abastecem o comercio local, em especial o camelódromo da cidade, com mercadorias irregularmente trazidas de outros países, além de produtos proibidos, como é o caso de medicamentos e cigarros.
 Juliano Alberto Mathias, filho de João, também foi preso em flagrante na mesma operação por manter em sua residência medicamentos de origem estrangeira, bem como diversos formulários de receituário médico em branco e carimbo em nome de médico da cidade.
 O Ministério Público Federal em Bauru, no interior de São Paulo, denunciou um comerciante pela prática do crime de contrabando. No último dia 11 de setembro, João Alberto Mathias foi preso em flagrante em seu estabelecimento comercial, denominado “Brink World”, no município de Botucatu. O réu tinha em seu poder 723 maços de cigarro de procedência estrangeira sem documentação de entrada regular no território nacional.
 De acordo com os agentes da Polícia Federal que ouviram João Alberto, ele confirmou que havia adquirido os cigarros para vender em sua loja. O comerciante tem antecedentes penais que mostram a reincidência na prática de contrabando.
 A prisão ocorreu em razão da Operação “Banca Legal” desencadeada em Botucatu com o objetivo de identificar as pessoas que abastecem o comercio local, em especial o camelódromo da cidade, com mercadorias irregularmente trazidas de outros países, além de produtos proibidos, como é o caso de medicamentos e cigarros.
 Juliano Alberto Mathias, filho de João, também foi preso em flagrante na mesma operação por manter em sua residência medicamentos de origem estrangeira, bem como diversos formulários de receituário médico em branco e carimbo em nome de médico da cidade.
 REGISTRO. A importação de cigarros e de medicamentos só é permitida a pessoas jurídicas que possuam certificação especial. Além disso, é necessário registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de todos os produtos. Os cigarros encontrados com João Alberto Mathias, das marcas “Eight” e “San Marino”, encontram-se em situação irregular no país, sem registro na Anvisa. Em relação aos medicamentos apreendidos com Juliano Alberto Mathias, até o momento foram identificados o produto Pramil e diversos anabolizantes.
 João Alberto Mathias responderá por importação ou exportação de mercadoria proibida, crime previsto no artigo 334/A do Código Penal. A pena prevista varia de dois a cinco anos de reclusão. Juliano Alberto Mathias está sob investigação pelo mesmo crime de seu pai, além de poder  responder pelo depósito dos medicamentos proibidos, crime previsto no artigo 273 do Código Penal, com pena prevista de dez a 15 anos de reclusão.
 O número da ação contra João Alberto é 0001366-04.2014.403.6131. Já o inquérito contra o filho tem o número 0001367-86.2014.403.6131. Para consultar a tramitação dos procedimentos, acesse http://www.jfsp.jus.br/foruns-federais/.. A importação de cigarros e de medicamentos só é permitida a pessoas jurídicas que possuam certificação especial. Além disso, é necessário registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de todos os produtos. Os cigarros encontrados com João Alberto Mathias, das marcas “Eight” e “San Marino”, encontram-se em situação irregular no país, sem registro na Anvisa. Em relação aos medicamentos apreendidos com Juliano Alberto Mathias, até o momento foram identificados o produto Pramil e diversos anabolizantes.
 João Alberto Mathias responderá por importação ou exportação de mercadoria proibida, crime previsto no artigo 334/A do Código Penal. A pena prevista varia de dois a cinco anos de reclusão. Juliano Alberto Mathias está sob investigação pelo mesmo crime de seu pai, além de poder  responder pelo depósito dos medicamentos proibidos, crime previsto no artigo 273 do Código Penal, com pena prevista de dez a 15 anos de reclusão.
 O número da ação contra João Alberto é 0001366-04.2014.403.6131. Já o inquérito contra o filho tem o número 0001367-86.2014.403.6131. Para consultar a tramitação dos procedimentos, acesse http://www.jfsp.jus.br/foruns-federais/.