Páginas

sábado, 4 de outubro de 2014

Simpósio no Hospital de Câncer Unidade III de Jales


Unidades de Saúde preparam dia especial para as mulheres no Outubro Rosa

A Secretaria de Saúde de Jales, através das unidades das ESF’s (Estratégia Saúde da Família), preparou uma programação especial para a campanha Outubro Rosa. No dia 11 de outubro, as unidades de atendimento à saúde em parceria com o Centro Universitário de Jales – Unijales intensificarão seus esforços com ações de prevenção ao câncer.
 As atividades serão realizadas gratuitamente e aberta a toda população feminina, no Núcleo Central de Saúde, das 08h às 13 horas. Haverá exames de Papanicolau para detecção do câncer de colo de útero, solicitação de Mamografia para mulheres da faixa etária entre 50 e 69 anos através do programa “Mulheres de Peito”, como orientação sobre o Auto-Exame da Mama. Os profissionais de saúde também realizarão testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatite B e C, além de oferecer atualização de diversas vacinas e a distribuição de preservativos e gel lubrificante.
 Durante o dia, a equipe de estética da Unijales estará realizando higiene facial e a equipe de Educação Física, aulas de Zumba. Um coffe break será servido às participantes, que poderão também assistir a filmes educativos com temas voltados à saúde e concorrerão a brindes.
 De acordo com a secretária municipal de Saúde, Nilva Gomes Rodrigues, “esta é uma iniciativa que pode salvar vidas. Pode não parecer, mas muitas mulheres trabalham, cuidam dos filhos, da casa e acabam deixando de lado sua saúde, por não ter tempo de se cuidar. É através dessas medidas que conseguimos conscientizar a sociedade na luta e combate contra o câncer”.
 O Núcleo Central de Saúde está localizado na Rua 07, número 2529, no Centro. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones 3632 -75-75 ou 3632-3886.
 Outubro Rosa
O movimento Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades.
Começou nos Estados Unidos onde vários estados tinham ações isoladas referentes ao câncer de mama, ou mamografia, durante o mês de outubro. Posteriormente, com a aprovação do Congresso Americano, outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama.
 A cada ano vem aumentando a adesão ao movimento mundial Outubro Rosa, que visa chamar a atenção, diretamente para a realidade do câncer de mana e a importância do diagnóstico precoce.

Noite de pizzas

No sábado, 4 de outubro, das 20h às 22h, a Associação Espírita "Chico Xavier", sito à rua Goiás n° 4.336, jardim Paulista, em Jales, realiza em sua sede, mais uma já tradicional Noite de Pizzas beneficente, onde você poderá, com a família, deliciar-se com vários tipos de pizzas, preparadas com o maior carinho. Cada convite individual -Self-service custa R$ 17, e pode ser adquirido com dirigentes e ou colaboradores para com a instituição.
No cardápio, os seguintes tipos de pizza:
Caribenha (à base de frango)
Imperador
(à base de queijos, lombo canadense, azeitonas... )
Italiana
(à base de calabresa)
Napolitana
(à base de muçarela e parmesão )
Palmito à Messalina
(à base muçarela/tomate seco)Obs: as pizzas serão iguais somente quando os nomes forem idênticos. A base pode ser a mesma, mas a composição é diferente. Nossas pizzas raramente são repetidas durante o ano.

Mais de 120 mil eleitores de 24 municípios da região vão às urnas neste domingo, 5


Um total de 128.399 eleitores aptos a votar é esperado neste domingo, 5 de outubro nas seções eleitorais instaladas em 24 municípios que pertencem a quatro comarcas da região: Jales, Palmeira d`Oeste, Santa Fé do Sul e Estrela d`Oeste, para votar em cinco candidatos: deputado estadual, deputado federal, governador, senador e presidente. Os portões das escolas abrem às 8 h e fecham às 17 h. O voto é facultativo apenas para analfabetos, maiores de 70 anos e os maiores de 16 e menores de 18 anos.
Os candidatos a deputado estadual que representam ou não os municípios da região mas que pedem votos, vão concorrer a uma das 94 cadeiras à Assembleia Legislativa do Estado. O mesmo acontece com os candidatos a deputado federal que concorrem a uma das 70 vagas por São Paulo à Câmara Federal.
Na hora da votação, o eleitor deve levar o título de eleitor e um documento original de identificação com foto. Se não tiver o título, pode usar o documento original com foto para votar.
O Tribunal Regional Eleitoral recomenda que o eleitor leve a chamada cola eleitoral, com os nomes e números dos candidatos anotados em papel. Caso o eleitor não queira escolher um candidato, pode votar na legenda, ajudando o partido de sua preferência a eleger mais candidatos.
Há também as opções de votos em branco ou nulos. Para votar branco, o eleitor visualiza a mensagem com o campo de votação e aperta branco, confirmando na tecla verde. Para anular o voto, é preciso digitar um número de candidato que não existe, por exemplo: 00000. Após digitar o número, vai aparecer a mensagem de voto nulo e é preciso confirmar, usando a tecla verde.
Os 37.746 eleitores do município de Jales inscritos em 123 seções eleitorais, vão estar distribuídos por 14 locais de votação
O eleitor da região irá escolher neste domingo, apenas um senador das três cadeiras que São Paulo ocupa no Senado Federal, visto que o senador eleito em 2006 terminará seu mandato neste ano.
Os dois senadores eleitos por São Paulo em 2010 terminarão seus mandatos em 2018, ano em que o eleitor terá de eleger dois senadores ao mesmo tempo.
Município Eleitores
Comarca de Jales
Jales 37.746
Aspásia 1.802
Dirce Reis 1.600
Mesópolis 1.693
Paranapuã 3.010
Pontalinda 3.392
Santa Albertina 4.806
Santa Salete 1.557
Urânia 6.665
Vitória Brasil 1.572
Total de eleitores na comarca 63.843
Comarca de Palmeira D´Oeste
Palmeira d`Oeste 7.863
Aparecida d`Oeste 3.971
Marinópolis 1.926
São Francisco 2.608
Total de eleitores na comarca 16.368
Comarca de Santa Fé do Sul
Santa Fé do Sul 24.469
Rubineia 2.742
Nova Canaã Paulista 2.066
Santa Clara d´Oeste 2.112
Santa Rita d´Oeste 2.399
Santana da Ponte Pensa 1.568
Três Fronteiras 4.868
Total de eleitores na comarca 40.224
Pertencem à Comarca de Estrela d´Oeste
Dolcinópolis 2.243
Populina 3.781
Turmalina 1.940
Total de eleitores 7.964
Total geral de eleitores na região 128.399

A revista Veja São Paulo

que circulou sábado passado com a data de 1º de outubro, apontou dois deputados estaduais que pregam ser representantes da região entre os Top 5. Só que, segundo dados apontados pela revista 89% dos eleitores paulista ainda estava indeciso em relação a quem votar para deputado estadual. Após a apuração da votação de amanhã, saber-se-á se realmente os dois estarão entre os cinco mais votados. Se tiveram, ótimo para eles.
E falando
em amanhã, o dia será D para alguns candidatos que apregoam ser representantes da cidade e região. Apesar de uns e outros não admitirem como fato, mas a disputa em Jales é pelo poder político dominante no município e não para uma representação máxima da população junto aos órgãos governamentais. Nessa disputa o alvo tem endereço certo
Não é só
candidatos a deputados que se desejam ter uma boa votação no município. Os seus cabos eleitorais - tidos como coordenadores de campanhas - que são futuros candidatos a prefeitos em Jales também se engalfinham na tentativa de dar uma expressiva votação aos seus candidatos e mostrar que são bons de votos.
E com isso
Jales continua navegando contra a maré e vai se distanciando politicamente das decisões regionais e estaduais. Depois de Roberto Rollemberg e Oswaldinho de Carvalho - se vivo estivesse teria completado nesta quinta-feira, 2 de outubro, 67 anos – o município de Jales não mais elegeu seu deputado estadual. Tentou com João Arnaldo Avelhaneda (PMDB), José Devanir Rodrigues (PMDB), José Carlos Guisso (PSDB), Claudir Aranda (PDT), Luis Especiato (PT) e outros, mas nenhum chegou lá.
E a brincadeira
com o nome Jales continua. Essas eleições são prova disso.
A prefeita
Nice continua no embalo de recapeamento asfáltico das ruas esburacadas – herança da administração anterior com aumento nos últimos 21 meses – que são um tormento para os donos de veículos. As ruas do JACB para a alegria dos contribuintes, estão recebendo a melhoria.
Lá no
botequim da vila, entre um e outro comentário sobre as eleições, algumas das raposas políticas que por lá sempre passam, comentaram que a prefeita Nice irá surpreender dando uma guinada noventa graus em sua administração.
Para outros
o ritmo administrativo será o mesmo sem diálogo e mudanças
Nesses
dias a euforia andou tomando conta dos tucanos jalesenses com o empate técnico com Marina Silva como mostrou a pesquisa DataFolha da possibilidade do candidato Aécio Neves ir para o segundo turno, e o governador Geraldo Alckmin, como também mostram as pesquisas, fazer com que não tenha "o jogo de volta". Bem, quem decide são as urnas.

Handebolistas da E.E Onelia Faggioni Entre os dias 19 a 28 de setembro, aconteceu em São João da Boa Vista a final estadual dos 78º Jogos Escolares do Estado de São Paulo - JEESP na categoria infantil, entre 15 a 17 anos.conquistam 4º lugar na final estadual


Entre os dias 19 a 28 de setembro, aconteceu em São João da Boa Vista a final estadual dos 78º Jogos Escolares do Estado de São Paulo - JEESP na categoria infantil, entre 15 a 17 anos.
O evento reuniu cerca de três mil atletas de mais de 200 municípios pertencentes às 14 regiões administrativas do Estado. A competição organizada pela Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude terminou neste domingo, 28 de setembro, onde foram conhecidos os campeões das modalidades de basquete, futsal, handebol, vôlei, tênis de mesa e xadrez.
A E.E Profª Onélia Faggioni Moreira", localizada no jardim Soraya, representou o município de Jales e a Diretoria de Ensino - Região de Jales na modalidade Handebol. A equipe é treinada pelos professores José Roberto Custódio (Zelo) e Maria Odete Custódio (Marão) cujo trabalho com as atletas daquele escola tem sido reconhecido nos meios esportivos.
"As handebolistas da equipe da E.E. Prof Onélia Faggioni Moreira representando e honrando a cidade de Jales, se destacaram e conquistaram o 4º lugar na competição, além de um convite especial para disputar a Copa São Paulo de Handebol, que acontecerá de 3 a 12 de dezembro em São Roque", enfatizou José Rogério Custódio, o professor Zelo
"As atletas Any Freitas, Laisla Godoy, Leticia Melo, Rebeca Mirele, Evellyn Cotes, Jessica Souza, Liliane Valereto, Alecssandra, Larissa e Kethelyn mostraram que sabem jogar e tem futuro no esporte, vencendo equipes renomadas que possuem atletas integrantes da seleção brasileira de handebol" ressaltou o professor Zelo que juntamente com Marão comandaram brilhantemente a equipe nos JEESP em São João da Boa Vista.

Resultados: Boletins dos Jeesp
1ª fase
20/09
EE Onelia Faggioni Moreira 20 x 25 EE Dolores B. Novaes
Jales                                             Pontal
21/09
EE Onelia Faggioni Moreira 13 x 8 EE Paraíso Cavalcanti
Jales                                              Bebedouro
22/09
EE Onelia Faggioni Moreira 21 x 12 EE Álvaro Fraga
Jales                                                   Jau
Classificou em 2º lugar para 2º fase
2ª Fase
23/09
EE Onelia Faggioni Moreira 19 x 17 EE Maria de L. Vieira
Jales                                                 São Paulo
24/09
EE Onelia Faggioni Moreira 22 x 23 EE Sebastião Villaça
Jales                                            Itapetininga
25/09
EE Onelia Faggioni Moreira 25 x 20 EE Major Miguel Naked
Jales                                São José dos Campos  
 Classificou em 1º lugar para semifinal
Semifinal
26/09
EE Onelia Faggioni Moreira 12 x 15 EE Dolores Novaes
Jales                                               Pontal
Disputa da Medalha de Bronze
27/09
EE Onelia Faggioni Moreira 12 x 17 EE Maria de L. Vieira
Jales                                             São Paulo

Lenços de amor


Educação de Jales e região investem em Programa de Educação Inclusiva



Dezenas de educadores estiveram reunidos em Jales para participarem de Ações de Formações do Programa de Educação Inclusiva (PEI): Direito a Diversidade. A abertura do encontro aconteceu n a sexta-feira, 26 de setembro, na Câmara Municipal e contou com a presença de representantes de 28 municípios.
Jales foi escolhida para ser sede do encontro porque é polo regional de Educação Inclusiva e tem sido referência no tema, desde a Educação Infantil até a EJA – Educação de Jovens e Adultos. Durante o encontro, os presentes tiveram uma palestra com Meire Cavalcante, mestre em Educação e Inclusão pelo Laboratório de Estudos e Pesquisas em Ensino e Diferenças (Leped) da Unicamp.
Os inscritos também tiveram a oportunidade de participarem no sábado, dia 27, na E. M. Elza Pirro Viana, dos cursos de Formação dos Gestores para Direitos Humanos, Libras, Deficiência Intelectual; Formação de mediadores de leitura EJA, Tecnologia Assistiva e Prática Pedagógica aos alunos com NEE na Educação Infantil. Todas as ações têm por objetivo o fortalecimento das formações continuadas dos professores das redes municipais no campo da Educação Inclusiva.
Para a coordenadora do Programa de Educação Inclusiva: Direito a Diversidade do Polo de Jales, Mariângela Nunes Bezerra, é gratificante notar a vontade de aprender dos professores e educadores. "O trabalho com as crianças deve ser feito além das escolas, devemos cuidar também das questões da saúde e da família. Nossa missão depois desse seminário é voltar para nossas unidades escolares e multiplicar todo o trabalho realizado nestes cursos de formação"
Também participaram da abertura do evento, Maria Josefa Facim, representando a Diretoria de Ensino - Região de Jales, secretário municipal de Educação, Roberto Timpurim, Marieta Cesar, coordenadora do Programa Mais Educação.

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Basquete jalesense inicia fase semifinal com vitória

Em pé no sentido horário: Kléber Scarano, Kleiton Scarano, Fábio Galan, Mateus Carneiro, Tiago Dan e Júlio Aldrigue. Agachados: Breno Besteti, Thomaz Freitas, Vilter Moraes, João Vítor, Allan Oliveira, Igor Cardozo e Fernando Manfrin.
A equipe de basquete masculino de Jales que disputa a IV Copa Monte Líbano/Liga Regional de Basquete – Libask entrou em quadra no último domingo, 28 de setembro, nas dependências do Clube Monte Líbano em São José do Rio Preto para disputar a primeira partida da fase semifinal da competição.
O torneio, que iniciou-se em março e tem seus jogos aos domingos, quinzenalmente, contava com doze equipes participantes, sendo que somente as quatro primeiras se classificaram para a disputa da fase semifinal. Jales, que teve a segunda melhor campanha da fase de classificação, tem como adversária nas semifinais a equipe do Pool Help/Rio Preto, equipe terceira colocada da fase inicial. E no primeiro confronto das semifinais, Jales conquistou sua primeira vitória, em um sistema de disputa onde a equipe que conquistar duas vitórias estará nas finais.
A partida começou com um ritmo bastante forte e, assim como no confronto da fase inicial da competição, a equipe adversária impôs um jogo de muita velocidade e defesa bastante forte, aliás, até usando em muitos lances, força desproporcional, o que não estava sendo coibido pela arbitragem. Em contrapartida, em lances muito mais normais atinentes ao jogo, a equipe de Jales era penalizada pela arbitragem, chegando a ter um atleta excluído do jogo, injustamente, com duas faltas técnicas, na metade do primeiro quarto da partida.
Esta situação acabou por causar um descontrole momentâneo da equipe de Jales, resultando em um placar, ao final do primeiro quarto da partida, de 21 a 18 em favor da equipe adversária. Mesmo em desvantagem, o jogo já era favorável à equipe jalesense, pois a equipe chegou a estar dez atrás no placar, mas ao poucos, foi buscar o resultado.
O segundo quarto de jogo começou com a equipe de Jales se impondo mais em quadra, buscando um maior volume de jogo no perímetro do garrafão com seus pivôs. A tática deu certo e a equipe de Jales converteu, no quarto, 19 pontos e, com uma defesa bastante forte, permitiu que o adversário convertesse apenas 12 pontos. Resultado: o primeiro tempo da partida acabou anotando o placar de 37 para Jales, contra 33 do adversário.
Começou, então, o terceiro quarto do jogo e Jales começou a sofrer com as bolas arremessadas de longa distância pelo adversário, que caíam com uma facilidade e aproveitamento absurdos. Em contrapartida, as bolas jalesenses teimavam em não entrar na cesta. Resultado do quarto: Jales converteu 17 pontos e permitiu ao adversário que convertesse 21 pontos, apontando, ao final do terceiro quarto da partida, o placar empatado em 54 pontos.
Mas a equipe de Jales tinha convicção de sua superioridade e conseguiu impô-la no quarto final e decisivo da partida. Os ataques de Jales fluíram e a defesa manteve-se impecável, culminando em um jogo que possibilitou ao adversário converter apenas 13 pontos, contra 24 conquistados pela equipe jalesense. Resultado da partida: vitória inconteste de Jales, pelo placar de 78 a 67.
Na outra partida da semifinal, estão enfrentando-se Monte Líbano e Monte Aprazível. No primeiro confronto, deu Monte Líbano, que venceu pelo placar de 68 a 61.
A próxima partida da semifinal ocorrerá no dia 12 de outubro, onde as equipes voltam a se enfrentar e, em caso de nova vitória, fecham a série melhor de três partidas e eliminam a terceira partida da fase, que está prevista, caso seja necessária, para o dia 19 de outubro.
Pela equipe jalesense jogaram e pontuaram: Igor Cardozo, Breno Besteti (09), Allan Oliveira (03), Kleiton Scarano (17), Mateus Carneiro (13), Fernando Manfrin, Thomaz Freitas, Tiago Dan (08), Vilter Moraes, Fábio Galan (08), Kleber Scarano (20) e Júlio Aldrigue (T).

Casos de Dengue diminuem em Jales, e Saúde faz alerta

O número de casos confirmados de dengue em Jales diminuiu mais de 70% em relação ao ano passado. Os dados foram divulgados pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde que também apontou que nas duas últimas semanas nenhum caso foi confirmado. O boletim mostra que foram confirmados 469 casos na cidade entre janeiro e setembro deste ano, enquanto no mesmo período do ano passado foram registrados 1663 casos da doença. Nenhum óbito foi registrado em decorrência da dengue.
Segundo Vanessa Luzia da Silva Tonholi, da Secretaria Municipal de Saúde, a população precisa ficar alerta, pois devido o período chuvas e as altas temperaturas, o clima é propicio ao desenvolvimento do mosquito Aedes aegypti. "Esse período de chuvas aumenta o número de recipientes que podem se tornar criadouros, como as lajes e calhas. Os cuidados que forem adotados agora irão refletir no ano que vem. Precisamos estar alertas agora para evitar uma nova epidemia", reforçou.
Nos próximos dias, a equipe de Controle de Vetores estará intensificando ações, especialmente nas áreas que apresentaram mais focos do mosquito, fazendo um trabalho de educação para que a população também participe do combate à dengue.
Ciclo de vida – O Aedes aegytpi procura recipientes de preferência de cor escura que estejam com água para colocar seus ovos. Esses ovos são colocados próximos a margem da água e se retirarmos a água antes deles eclodirem, eles podem sobreviver até 450 dias nesse local. Por isso a recomendação de lavar recipientes que ficam com água, utilizando bucha e sabão, apenas dessa maneira é possível eliminar os ovos do mosquito. Bastam alguns milímetros de água para eles eclodirem e, em uma semana, transformarem-se em mosquitos adultos. O ciclo de vida do mosquito é de 35 dias; durante esse período, o número de pessoas que ele pode infectar é ilimitado.

Editais de Proclamas Ademir de Mattis, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.Ademir de Mattis, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.Ademir de Mattis, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

Ademir de Mattis
, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
CLIBAS RODRIGUES CÂMARA e JÉSSICA APARECIDA DE CARVALHO. ELE,
brasileiro, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 01 de março de 1.991, vendedor, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filho de Décio da Câmara e de Iraci Rodrigues da Câmara. ELA, brasileira, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 19 de outubro de 1.992, manicure, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Anselmo Lopes de Carvalho e de Sueli Aparecida Anselmo.
ANDRÉ LUIZ CARVALHO PASCOALIM e PAULA CRISTINA DOS SANTOS. ELE,
brasileiro, natural de Dolcinópolis, deste Estado, nascido aos 14 de outubro de 1.982, servente de pedreiro, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filho de Jair Pascoalim e de Eva de Carvalho Pascoalim. ELA, brasileira, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 24 de novembro de 1.987, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Regina Soares dos Santos.
BRUNO RAFAEL CONDE e MIRIAN MISTILIDES REGATIERI. ELE,
brasileiro, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 10 de abril de 1.987, contador, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filho de Ademir Rafael Conde e de Paulina Pereira Castro Conde. ELA, brasileira, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 18 de junho de 1.987, farmacêutica, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Carlos Alberto Regatieri e de Maria Elisa Mistilides Regatieri.
PAULO CÉSAR BARROS QUEIROZ e ROSIMEIRE DIAS DOS SANTOS. ELE,
brasileiro, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 30 de maio de 1.974, corretor, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filho de Petrucio Barros Queiroz e de Aparecida Pierini Queiroz. ELA, brasileira, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 04 de junho de 1.981, cabeleireira, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de João Dias dos Santos Neto e de Neuza Alves dos Santos.
JOSÉ VENANCIO MATHEUS AGOSTINI e BEATRIZ DA SILVA MIGUEL. ELE,
brasileiro, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 21 de setembro de 1.994, embalador, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filho de José Edenás Agostini e de Sueli Aparecida Matheus. ELA, brasileira, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 17 de fevereiro de 1.993, vendedora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Gilmar Miguel e de Luzia Costa da Silva.
MARCOS CARLOS DA SILVA e CAROLINE FERNANDA LOPES TARANTA SACHETI. ELE,
brasileiro, natural de Estrela da Barra, Estado de Minas Gerais, nascido aos 26 de janeiro de 1.990, auxiliar de expedição, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filho de Maria José da Silva. ELA, brasileira, natural de Aparecida D’Oeste, deste Estado, nascida aos 21 de outubro de 1.993, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Carlos Sacheti e de Jane Lopes Taranta.
ADRIANO APARECIDO DE SOUZA e ELLOÁ SANTOS PIMENTEL. ELE,
brasileiro, natural de Nhandeara, deste Estado, nascido aos 13 de agosto de 1.981, vendedor, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filho de Aparecido de Jesus de Souza e de Sueli Vicente de Souza. ELA, brasileira, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 31 de maio de 1.988, psicóloga, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Osmar da Veiga Pimentel e de Valdelisse Santos Pimentel.
RICARDO CARDOSO BRITO e BRUNA DE LIMA. ELE,
brasileiro, natural de São Paulo, deste Estado, nascido aos 17 de maio de 1.984, representante comercial, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filho de Luiz Carlos de Brito e de Maria de Oliveira Cardoso Brito. ELA, brasileira, natural de São Paulo, deste Estado, nascida aos 15 de fevereiro de 1.985, vendedora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Evair Borges de Lima e de Iara Jeronymo da Silva.
CARLOS ALBERTO PERPÉTUO DE STEFANI e ARMINDA DA CRUZ SANCHES. ELE,
brasileiro, natural de José Bonifácio, deste Estado, nascido aos 01 de julho de 1.966, agente de segurança interna, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filho de Antônio de Stefani e de Aparecida Guimarães de Stefani. ELA, brasileira, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 31 de julho de 1.957, do lar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Francisco Leon Sanches e de Arminda Honorato da Cruz Sanches.
RENAN GALTER BREJÃO e RAFAELA TIOSSE DA SILVA. ELE,
brasileiro, natural de Rio Claro, deste Estado, nascido aos 31 de março de 1.984, analista de sistema, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filho de Diamilton Brejão e de Celia Trevisan Galter Brejão. ELA, brasileira, natural de Santa Albertina, deste Estado, nascida aos 19 de dezembro de 1.985, funcionária pública federal, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Gilmar Ribeiro da Silva e de Jane Cristina Tiosse da Silva.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial

Outubro Rosa

No mês mundial de combate ao câncer de mama Hospital de Câncer de Barretos intensifica suas campanhas de mobilização
O rosa será a cor predominante em Barretos, Fernandópolis, Jales, Campo Grande, Juazeiro e Porto Velho, cidades em que o Hospital de Câncer de Barretos possui uma unidade. A mobilização pretende atingir todas as mulheres de 40 a 69 anos para que venham até as unidades de prevenção e realizem suas mamografias.
Este ano o Hospital está voltando seus olhares também para mulheres portadoras de deficiência, pois a mamografia está disponível para todas, 100% pelo SUS e os aparelhos podem ser adaptados para que essas mulheres façam seus exames na própria cadeira de rodas.
As ações que serão realizadas envolvem desde crianças em idade escolar, que farão um convite para suas mães, concurso de talentos rosa com apresentação de poesia, jogral, desenhos, até a iluminação de pontos estratégicos, com a cor rosa e a parceria com a universidade de Barretos (UNIFEB), que promoverá uma corrida, toda voltada para o diagnóstico precoce do câncer de mama – as camisetas serão rosa.
O objetivo é aumentar o número de mamografia realizada e conscientizar toda a população sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), para o ano de 2014, a estimativa é que mais de 57 mil novos casos de câncer de mama sejam descobertos no Brasil, o que corresponde a 156 casos novos a cada dia. Quando diagnosticado no início, a chance de cura é de até 90%.
Vale ressaltar que além dos Institutos de Prevenção, o Hospital de Câncer também possui as unidades móveis, carretas adaptadas com mamógrafos que percorrem cidades do país realizando a prevenção do câncer de mama.

Trabalho de conclusão de curso de Vinicius Colombo fica em primeiro lugar


Vinicius está concluindo o curso na Funec e receberá o "canudo" no próximo dia 11 de dezembro. O trabalho apresentado foi "Aplicação do Sistema Cerâmico EMAX na reabilitação oral". Foi um caso clínico realizado na própria clínica da Funec. Além de concluir o curso de Odontologia em 2014, Vinicius Colombo também já consta em seu currículo o curso (extensão) de prótese dentária realizado em 2013 e está terminando o curso (extensão) de endodontia, promovidos pela própria Funec.
Em decorrência do interesse e da evolução da Odontologia Estética as cerâmicas odontológicas vêm sendo cada vez mais utilizadas nos consultórios dentários.
Novos sistemas cerâmicos têm sido lançados no mercado, com diferentes composições e métodos de processamento, o que consequentemente modifica sua indicação em determinadas reabilitações orais.
Por este motivo, o objetivo TCC – Trabalho de Conclusão de Curso foi o tratamento estético em um paciente através da confecção de facetas laminadas nos dentes anteriores com a finalidade de devolver à estética.
O paciente BMCR foi convidado a participar de um tratamento estético anterior, tendo em vista que, a queixa principal era a insatisfação com relação à cor dos dentes e a grande quantidade de restaurações de resina nos incisivos centrais e laterais.
Para a melhora da coloração dos dentes foi feito o clareamento dental, através da associação da técnica de clareamento mediato e imediato.
Finalizado o clareamento tanto da arcada superior quanto da inferior foram preparados os dentes incisivos centrais e laterais superiores para instalação de facetas laminadas de porcelana. Os resultados obtidos neste estudo foram submetidos à análise de uma banca examinadora durante a XV Jornada Odontológica da Funec – Santa Fé do Sul durante apresentação dos trabalhos de conclusão de curso. Ao todo foram cerca de quarenta apresentações.
A apresentação de Vinicius Soares Colombo de Lima e de seu colega de turma Rafael Paschoto mereceu a maior nota dentre todas as apresentações: 9,705. A entrega da menção honrosa ocorreu no encerramento da Jornada durante jantar de confraternização.
O orientador do referido TCC foi o professor doutor Luciano Pedrin Carvalho

Munhoz e Mariano participam de especial no “Altas Horas”

O programa Altas Horas especial deste sábado, 04/10, será sobre os Anos 80. Sob o comando de Serginho Groisman, a dupla Munhoz e Mariano juntou-se a Joelma e Chimbinha, Banda Blitz, Simony, Pepeu Gomes, Otto, Thedy Corrêa , Thaeme, da dupla com Thiago, e Latino, para homenagear os hits que marcaram a época.
Ainda em cena, Munhoz e Mariano cantaram "Fuscão Preto" e fizeram referência ao "Camaro Amarelo", música que alçou a dupla ao sucesso. Em conversa com Serginho, Mariano fez uma divertida analogia: "Digamos que o Fuscão Preto é o Camaro Amarelo dos anos 80".
Como entrevistados, Elke Maravilha, Cid Moreira e Luiz Fernando Guimarães. Não perca, o programa vai ao ar amanhã (04), a partir das 23h15.

Doação de sangue ao Hemocentro de Fernandópolis


Os alunos e docentes do Curso Técnico em Enfermagem da Escola Técnica Dr. José Luiz Viana Coutinho ETEC de Jales, estiveram dia 5 de setembro no Hemocentro de Fernandópolis realizando doação de sangue e cadastro de Medula Óssea.
Segundo a coordenadora do Curso Técnico de Enfermagem, Camila M. Buso Weiller Viotto, "este ato solidário e de amor, incentivado por todos os docentes do curso, objetiva sensibilizar cada vez mais nosso público alvo – alunos, para que esses sejam disseminadores desta prática humanizada e saudável; aumentando os estoques de sangue no Hemocentro".

Talento e Solidariedade, por Daniel Zillio







Um show de talentos. Assim foi a noite do dia 24 de setembro, quarta-feira, no Centro do Professorado Paulista – CPP de Jales, em que os estudantes do Colégio XV de Abril-Anglo Jales subiram ao palco para mostrar habilidades na música e nos instrumentos musicais.
Essa é a quarta edição da Noite de Talentos. Desde o início o Colégio Anglo de Jales tem revelado as habilidades artísticas dos alunos. Alguns deles já são destaque, como a dupla João Antônio Marfim Teixeira e Gustavo Rodrigues. Eles tocaram Sanfona e animaram o público presente.
Na noite da quarta-feira houve diferentes tipos de apresentações. Na música, os talentos jovens soltaram a voz em diferentes ritmos, desde o romântico, pop, MPB, sertanejo e músicas internacionais.
A Noite de Talentos tem como objetivo mostrar o talento dos alunos e fazer com que eles participem de algo fora da rotina escolar. Nesta confraternização podemos unir alunos, pais e amigos da escola além de demonstrar à comunidade escolar e aos visitantes os diferentes tipos de habilidades dos alunos do Colégio XV de Abril.
Na mesma semana, no dia 26 de setembro, nas dependências do Anglo de Jales, os alunos do 1º ano do ensino médio, na presença da coordenadora Ana Silvia Cavenagui Doho e da diretora Élida Maria Barison da Silva, receberam os velhinhos do Lar São Vicente de Paulo.
Durante a visita, os alunos desenvolveram diferentes atividades com os idosos, dentre elas, apresentação musical feita pelos alunos e pelos professores, maquiagem nas mulheres, danças e entrega de presentes. Também foi oferecido bolo, salgadinhos e refrigerantes, fazendo com que a alegria dos idosos que estiveram no Anglo de Jales fosse ainda maior.
O projeto teve como objetivo despertar a importância do exercício da cidadania, do amor e do respeito ao próximo, além de promover a fraternidade e a solidariedade.

Outubro Rosa


Confiança, por Reginaldo Villazón

Neste fim-de-semana (dia 05, domingo), os eleitores brasileiros vão às urnas. Quem já decidiu em quem votar, prepare a "cola" para não errar nem perder tempo na hora do voto. Os cargos são cinco: presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual. O eleitor deve contar que o seu voto individual não vai influenciar o resultado final das eleições. Mas ele tem muito valor. Para o eleitor, seu voto é um atributo da sua qualidade como cidadão. Para a nação, seu voto confirma o regime democrático.

A campanha eleitoral tem apresentado muita desigualdade na intenção de votos para os candidatos à presidente da república, ao longo das pesquisas eleitorais. O alinhamento inicial dos três candidatos mais fortes (Dilma, Aécio e Campos) mudou completamente com a saída de Campos e a entrada de Marina, mesmo sem alteração das forças partidárias. As outras pesquisas mostraram grandes oscilações na intenção de votos aos mesmos candidatos. Isto não aconteceria num cenário de boa identidade entre povo e governantes.
Em junho de 2013, massas da população desfilaram em reivindicações nas avenidas de capitais e cidades do interior. As vozes e os cartazes, dirigidos aos governantes, pediam mudanças nas tarifas e na qualidade dos transportes públicos, nos investimentos em educação e saúde, no combate à corrupção. Estes fatos foram exaustivamente mostrados e comentados nos meios de comunicação. Os candidatos a cargos de governo tiveram tempo de se preparar para as eleições de 2014, enfatizando "mudanças" nas suas promessas.
Recentemente (21 a 25 de maio de 2014), ocorreu o contrário de "mudanças" nas eleições do Parlamento Europeu, o importante órgão de legislação e controle orçamentário da União Européia, composta de 28 países. Em resposta à crise socioeconômica, os partidos ultraconservadores conquistaram mais de 100 das 751 cadeiras de deputados. Este retrocesso eleitoral foi sentido como um terremoto e interpretado como uma crise de confiança nos políticos. Foi deste modo que o povo pleiteou mais desenvolvimento e empregos.
É provável que estas eleições de 2014 – na Europa e no Brasil – sejam diferentes apenas nas aparências. O povo europeu optou por uma "volta ao passado" depois de perder a confiança nos políticos. O povo brasileiro ouve as promessas de "mudança", mas está sem saber direito em quem depositar sua confiança. O ditado – "não se ganha confiança com palavras, mas com ações" – mostra o erro dos políticos. Falar que é competente e recitar programa de governo, isto todos fazem e não geram confiança nos eleitores.
O povo brasileiro vai ao primeiro turno de eleições nada decididas. Sabe que os resultados poderão confirmar ou contrariar as pesquisas eleitorais. Que não será possível prever como os vencedores vão exercer os seus cargos. Que todo o acontecido nas campanhas eleitorais será enterrado no passado. Que os impostos serão pagos por todos, mas o progresso vai beneficiar mais uns que outros. Porém, cada cidadão faz parte do todo, mas não é o todo. Por isto, apesar de tudo, vale muito a pena ser um cidadão consciente.

Exposição homenageia São Francisco de Assis

A Galeria de Arte do Templo da Boa Vontade apresenta, deste sábado, dia 4 até 13 de outubro, a exposição "Eternamente, Francisco", uma homenagem a São Francisco de Assis, Patrono da Legião da Boa Vontade (LBV). A mostra faz parte das comemorações do Jubileu de Prata do Templo da Boa Vontade e inclui, em sua programação, apresentações culturais, espetáculos musicais, exposições artísticas e encontros ecumênicos.
Participam da exposição 23 consagrados artistas da capital brasileira que vão reverenciar o Santo tão querido por meio de técnicas, cores e expressões artísticas variadas. Por sinal, ele é o Santo mais retratado, esculpido e modelado por artistas. A mostra propicia uma reflexão sobre a vida de Francisco, exemplo de bondade, humildade, amor e dedicação aos mais necessitados, aos animais e à Natureza.
Mais de 60 obras destacarão o universo de Francisco sob o olhar artístico. Participam da mostra os artistas Neli Indig, Shirley Indig, Angelo, José Vicente, Socorro Mota, Hermínia Metzler, Malu Perlingeiro, Angélica Bittencourt, Gil Marcelino, Marta Jabuonski, Francisco Alves, Toninho de Souza, Odete Godoy, Cassia Arcoverde, Bete Costa, Perpe Brasil, Laura Cabral, Regiane Rocha, Alda Carvalho, Marcia Mazzoni e Ana Maria Azevedo, Luiza de Marilac e Morenu.
A abertura ocorrerá no dia 4 de outubro, às 18 horas, na Galeria de Arte do Templo da Boa Vontade, localizado no SGAS 915, Lotes 75/76 — Brasília/DF. Mais informações pelo tel.: (61) 3114-1070 ou pelo site www.tbv.com.br/25anos.

Lentidão premeditada, por José Renato Nalini


Mais do mesmo tem sido a receita para combater a lentidão do Poder Judiciário. De um lado, os que apregoam a insuficiência de quadros pessoais. Para fazer a Justiça funcionar, é preciso mais juízes. Com a respectiva estrutura de apoio, sem a qual o julgador não fará milagres. De outro, os que pretendem reformas processuais que simplifiquem o trâmite burocratizado e até caótico das ações. Além disso, um sistema recursal que permite dezenas de reapreciação do mesmo tema parece desenhado para que as demandas perenizem.
Existem os defensores da gestão, aspecto negligenciado na atuação do Judiciário, mas que foi encarado pela iniciativa privada para sobreviver no mundo competitivo em que o mercado dita as regras. A criação do CNJ – Conselho Nacional de Justiça – alimentou a esperança de que o sistema de Justiça fosse redesenhado sob uma ótica da eficiência. Princípio incidente sobre a administração pública e inserto na Carta Cidadã dez anos depois de promulgada, exatamente com vistas à disfuncionalidade do Poder Judiciário.
Tudo junto e misturado torna o serviço estatal encarregado de solucionar conflitos a máquina emperrada, burocratizada, anacrônica e disfuncional que decepciona quem dela necessita. A profunda reforma estrutural da Justiça ainda não foi feita. Ela talvez nem necessite de tanta alteração normativa. Precisa focar na consciência de cada integrante desse complexo. Os magistrados, para encontrarem fórmulas de decidir de pronto, sinteticamente, com objetividade e clareza, sem a veleidade de construir peças literárias dignas de figurar em repertórios jurisprudenciais. Também se habilitarem ao uso mais intenso de todas as tecnologias da informação e comunicação já disponíveis. O mesmo vale para os advogados, que continuam a produzir petições prolixas, cuja extensão faz duvidar da certeza do direito. O que é límpido e certo, não precisa se estender em elucubrações desnecessárias.
Mas a sociedade tem de ser educada para aprender a enfrentar diretamente seus problemas, sem chamar a tutela do juiz. A maior parte das ações ora em curso não precisaria estar nos Tribunais, se as pessoas fossem maduras, sensatas e cumpridoras de suas obrigações. Enquanto isso não for feito, a lentidão parecerá resultado de um cálculo cruel: o processo existe para procrastinar o conflito, não para solucioná-lo.
*José Renato Nalini é presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo

Inaugurada academia adaptada para deficientes




Com a presença do chefe de gabinete da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Alexandre Artur Perroni, foi inaugurada na terça-feira, 30 de setembro, a academia adaptada para pessoa com deficiência física.
Conquistada por meio de um convênio firmado entre a Prefeitura de Jales e o Governo do Estado, através da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a academia está localizada na rua 24, em área anexa ao Estádio Municipal "Dr. Roberto Valle Rollemberg" onde também está sendo construída a nova sede da Estratégia de Saúde da Família - ESF Drª Zilda Arns Neumann.
Nesta parceria, a Secretaria entregou os equipamentos de musculação adaptados e a prefeitura forneceu espaço e manutenção à academia que conta com 11 equipamentos totalmente preparados com a proposta de proporcionar a inclusão social com qualidade de vida, valorizando a humanização dos portadores de necessidades especiais. Entre os aparelhos e equipamentos instalados estão máquina tríceps, máquina bíceps, máquina supino vertical, máquina de remada sentado, máquina abdominal, jogo de barras, jogo de barras paralelas, máquina giro de punho, bicicleta de mão e máquina twist que permitirão ao deficiente, fortalecer sua musculatura, sem causar danos físicos.
Alexandre Perroni, que representou a secretária estadual Linamara Rizzo Battistella, falou em discurso que o objetivo da academia "é melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência com o favorecimento da reabilitação física, estimulando à prática de esportes em equipamentos adaptados compatíveis às necessidades físicas e patológicas de cada usuário, além de proporcionar o resgate e estímulo da autoestima promovendo a cidadania."
Na oportunidade, Alexandre anunciou que o Governo do Estado irá disponibilizar a cobertura do local, para proteger os usuários de condições climáticas desfavoráveis.
A prefeita Nice Mistilides, enfatizou a felicidade em estar inaugurando o novo espaço. "É uma alegria entregar essa importante conquista, que será a primeira de muitas outras academias que iremos implantar no município. Nós temos em Jales cerca de 10 mil pessoas com algum tipo de deficiência, que agora podem ter seu espaço totalmente acessível e inclusivo. Estamos investindo em qualidade de vida e construindo um governo para todos, sem distinção".
Alunos da APAE presentes no evento, foram lembrados pela prefeita Nice. "Isso aqui é pra vocês desfrutarem. Nossas obras são voltadas para as pessoas, para as famílias, e esta não é diferente. Vocês merecem esta conquista e agora terão a oportunidade de praticarem exercícios físicos em uma academia especialmente adaptada", destacou.

O Sínodo e a Família, por D. Demétrio Valentini

Neste domingo dia 05, enquanto no Brasil se realizam as eleições, em Roma começa o Sínodo Extraordinário sobre a Família, convocado pelo Papa Francisco.

Nunca um sínodo suscitou tanto interesse como desta vez.

Em primeiro lugar, porque o assunto é urgente, e se reveste de dramaticidade, tal a problemática enfrentada hoje pela família.

Mas a razão do interesse não é só esta. Este Sínodo traz a marca registrada do Papa Francisco. Foi decisão sua, convocar um Sínodo Extraordinário para a Igreja se defrontar, sem rodeios nem evasivas, com a complexa realidade vivida hoje pelas famílias.

Visto na perspectiva mais ampla da conjuntura atual, este Sínodo vem completar a definição do perfil deste pontificado. É o arremate que faltava, para deixar bem desenhado o projeto que este papa acalenta. Ele deseja ver a Igreja se aproximando da sociedade, não para condená-la, mas para se colocar, solidariamente, ao lado da sociedade.

O foco desta solicitude pela família não é em primeiro lugar urgir uma visão teologicamente correta da família. Mas antes, de ir ao encontro das pessoas que se sentem envolvidas pela problemática familiar, na tentativa de lhes oferecer apoio para as opções concretas que precisam assumir.

Neste sentido, dá para transferir para a família de hoje as palavras que Cristo pronunciou a respeito da missão que ele tinha a cumprir neste mundo. "Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por ele".

Por mais complexas que sejam as situações, vividas hoje pelas famílias, sempre é possível encontrar um terreno comum, entre Igreja e Sociedade, entre Pastoral da família e situações familiares problemáticas, e assim promover iniciativas válidas de enfrentamento das dificuldades.

Algumas insistências do Papa Francisco encontram na família a possível concretização.

Ele insiste numa Igreja misericordiosa, portadora do perdão que Deus oferece a todos, gratuitamente,

Ele propõe uma Igreja acolhedora, que não exclua ninguém de participar da comunidade.

Ele sonha com uma Igreja de portas abertas, não só para acolher bem todos que a procuram, mas também para sair e ir ao encontro de quem se encontra mais fragilizado e mais necessitado de apoio.

Pois bem, estas recomendações todas encontram concretude no contexto da realidade vivida hoje pelas famílias.

Sem deixar de apontar os valores ideais, que sempre precisam servir de referência para qualquer abordagem que se faça a respeito da família, sempre é possível promover ações solidárias em benefício das famílias, em especial as que mais necessitam de apoio.

Toda a expectativa suscitada por este sínodo se volta para as possíveis medidas pastorais, que a Igreja poderá assumir e propor em favor das famílias.

Esperamos que estas expectativas se realizem, e não sejam bloqueadas por resistências internas que as inviabilizem.

Vale a pena continuar apostando na família!

Câmara convoca Audiência Pública para demonstração das metas fiscais do segundo quadrimestre de 2014


A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Jales, composta pelo presidente Gilberto Alexandre de Moraes, vice-presidente Claudir Aranda da Silva, 1º secretário Luís Fernando Rosalino e 2º secretário Rivail Rodrigues Junior convocou audiência pública que foi realizada na tarde desta terça-feira, 30 de setembro, para demonstração e avaliação do cumprimento das metas fiscais do 2º quadrimestre de 2014 do município, em cumprimento ao disposto na Lei de Responsabilidade Fiscal.
A audiência foi conduzida pelo contador André Wilson Neves da Silva, da Prefeitura e o consultor da Prefeitura do Município de Jales, João Antônio Dias Rodrigues, da empresa Meta Pública, que abriram a reunião e esclareceram que a Audiência Pública teve como objetivo apresentar os valores que foram executados no segundo quadrimestre de 2014, além do acúmulo desta movimentação, com o intuito de demonstrar o cumprimento das metas fiscais.
Estiveram presentes na audiência pública o presidente da Casa vereador Gilberto Alexandre de Moraes; os vereadores André Ricardo Viotto, Pérola Maria Fonseca Cardoso e Tiago Abra, além de servidores do Poder Legislativo.
Diversos dados técnicos foram demonstrados e avaliados, seguindo as premissas estabelecidas nos anexos de metas fiscais que constam na Lei de Diretrizes Orçamentárias. Os valores apresentados referem-se ao Ente Municipal (administração do município), dentre eles: o resultado orçamentário, receita e despesas empenhadas do 2º Quadrimestre, demonstrativo financeiro, aplicação no ensino, aplicação de recursos do FUNDEB, aplicação na saúde, despesas com pessoal, além de demonstrativos financeiros referentes à Câmara Municipal, Fundação Municipal de Educação, Saúde e Comunicação Dr. Masaru Kitayama e ao Instituto de Previdência Social.

A Esperança e o Terror, por Flávio Rodrigo Masson Carvalho


Fiz um seminário com o Dr. Luís Cláudio Figueiredo, um dos mais renomados psicanalista do Brasil, escritor e professor dos cursos de doutorado em psicanálise da USP e PUC. O tema do seminário foi: "A esperança como princípio na clínica e na ação social".
Tema oportuno e muito importante devido a condição em que vivemos na época atual. O mundo se cobre com um manto de desesperança tão grande, que abala toda nossa estrutura psíquica. Nos contaminamos com esta desesperança e, existe um enorme preconceito contra a esperança, chegando a mesma ser considerada uma utopia.
O Dr. Luís Cláudio, nos fez lembrar do grande pensador russo Anthon Mascarenko, que foi um visionário, que acreditava e lutara por um mundo melhor. Tinha ele a esperança de uma vida melhor, e foi o que ele conseguiu no seu trabalho com crianças na Rússia. Mesmo não possuindo formação em psicanálise, fez uso de métodos psicanalíticos em seu trabalho, e muito do seu trabalho pode e deve ser aproveitado pela psicanálise ou pela psicoterapia em geral.
A esperança é fundamental para tudo, inclusive em qualquer processo psicoterápico, isso que nos alertou Dr. Luís Cláudio, o paciente tem que ter a esperança de cura ou de uma melhora, deve ele ter esperanças no psicoterapeuta e, o analista tem que ter esperanças no seu trabalho, no paciente, etc.
A esperança é fundamental na construção de um mundo melhor. Mesmo tendo a esperança o terror como irmã gêmea. Segundo o grande filósofo Spinoza, em seu livro Ética, disser ser a esperança irmã gêmea do medo, ser uma paixão triste e debilitante.
Muitos são os que defendem ser a esperança um sentimento negativo, que produz enorme malefício, mas para mim estes pensadores são vítimas da desesperança.
Deve-se investir na esperança sempre, a todo custo, como defende Mitchell grande psicanalista norte americano, diz ele ser impossível fazer contato com o "outro" se não pudermos acessar a esperança dele com o mundo.
A pessoa deprimida muda o seu relacionamento com a esperança, ou seja, ela lida com a desesperança, com a tristeza. É necessário que a pessoa deprimida, ou não, aprenda a perdoar, aprenda a ter esperança sempre, que ela não seja vítima do terror que acompanha sempre a esperança e, este mesmo terror somente comprova a importância da mesma. Os que são contra a felicidade, contra um mundo melhor, não querem ver a esperança se proliferar, e promovem o terror a todo custo no intuito de promover a desesperança .
Mister se faz que aprendamos a ter maior gratidão, que promovamos reparações em nossas vidas, e o principal, que aprendamos a perdoar. E se assim fizermos, seremos contaminados por uma grande dose de esperança, que sem dúvida, tornará nossa vida muito melhor.
Toda desesperança ocorre sempre num momento de terror. Temos medo de apostar na esperança, pois acreditamos que se o "milagre" não acontecer, ou seja, se não der certo nossa aposta, uma "desgraça" ocorrerá.
Segundo Winnicot muitos dos sintomas, transtornos emocionais, psicossomáticos, comportamentos delinqüentes apresentados pelos pacientes são promovidos pela desesperança, ou pela falta dela, ou ainda, a esperança na "coisa errada" . Isto muito acontece com aqueles que tentam se curar por conta própria.
Os pais devem sempre apostar nos seus filhos e na esperança, pois as crianças que não recebem as apostas e a esperança dos pais, ou seja, as crianças mal acolhidas, desenvolvem uma pulsão de morte. Foi o que constatou o grande Sandor Ferenczzi, discípulo de Freud, ao estudar as crianças que viviam em orfanato na década de 20. Estas crianças apesar de receberem toda alimentação, medicação, roupas necessárias, não recebia a esperança e a aposta dos pais.
Mais do que termos esperança, temos que renova-la sempre , temos que cria-la , mesmo que através de fantasias, que também têm que ser criadas.
A esperança faz do mundo algo melhor. Tenha sempre esperança, não tenha medo do terror. E tenha sempre este pensamento em sua mente: NÃO FUI, NEM SOU, MAS POSSO VIR A SER.
Flávio Rodrigo Masson Carvalho
equilibriumtc@hotmail.com

Chico Xavier


Pergunta
– Qual a conduta que o jovem espírita deve ter sobre sexo? Chico Xavier – Eu creio que um compromisso sexual deve ser profundamente respeitado. Uma terceira pessoa em qualquer compromisso sexual é uma dificuldade a ser superada, porque, nós não podemos esquecer que a lesão sentimental é talvez mais importante de que uma lesão física, e, alguém que prometer amor a alguém deve se desincumbir desse compromisso com grandeza de pensamento e sem qualquer insegurança. Não compreendo a promiscuidade, e sim a luta para que haja perfeito relacionamento de alma para alma, com o respeito que devemos uns aos outros.
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
"Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.

Leis do Legislativo não sancionadas por Nice, preocupa presidência da Câmara

O presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Jales, vereador Gilberto Alexandre de Moraes (foto), se mostrou preocupado com uma atitude recorrente que vem sendo tomada pela prefeita Nice Mistilides no que se refere à sanção de leis criadas e aprovadas pelo Poder Legislativo.
Segundo consta dos registros no Legislativo, no ano de 2013 foram aprovados doze projetos de lei de sua própria autoria, sendo 11 deles sancionados regularmente pela prefeita e apenas um pelo Legislativo.
Já no ano de 2014, até a sessão ordinária realizada no dia 22 de setembro, o Legislativo havia proposto e aprovado 11 projetos de lei, sendo que, apenas um deles foi sancionado pela prefeita. Os dez restantes: oito projetos de lei e dois projetos de lei complementar, tiveram que ser sancionados pelo Poder Legislativo.
Ressalte-se que o único projeto de lei criado pelo Legislativo e sancionado pela prefeita Nice Mistilides no ano de 2014, refere-se à revisão dos valores dos subsídios, o que representou reajuste nos salários do Chefe do Executivo dos Secretários Municipais e dos vereadores.
O Projeto de Lei nº 130/2014, de autoria do vereador Rivail Rodrigues Junior, ainda aguarda decisão do Poder Executivo, estando dentro do prazo de 15 dias para a sanção, porém, tudo indica que o Executivo poderá não o sancioná-lo.
"Em 2013 e 2014, os vereadores à Câmara de Jales aprovaram ao todo 240 Projetos de Lei de autoria do Poder Executivo. Nesse mesmo período, rejeitamos apenas 3 Projetos de Lei e 2 Projetos de Lei Complementar. A Prefeita não tem porque reclamar dos vereadores, pois estes aprovaram praticamente tudo o que foi enviado pelo Poder Executivo. Não sancionar Leis criadas pelos vereadores é uma afronta da prefeita ao Legislativo, o que evidencia, mais uma vez, a sua falta de disposição ao diálogo", se manifestou o presidente da Casa, vereador Gilberto Alexandre de Moraes.
Tanto o presidente Gilberto Alexandre como os demais vereadores entendem que a atitude da prefeita Nice em não sancionar as leis "como uma falta de respeito ao Legislativo e a disposição da prefeita em continuar agindo de forma unilateral".

Contas da Prefeitura de Jales são desaprovadas pelo TCE

01/10/14 – JALES – O colegiado da Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), reunido durante sessão ordinária às 11h00, emitiu parecer pela desaprovação das contas, relativas ao exercício fiscal de 2012, da Prefeitura de Jales . A matéria teve como relator o Auditor Substituto de Conselheiro Valdenir Antonio Polizeli e as contas foram fiscalizadas pela equipe da Unidade Regional do TCE em Fernandópolis (UR-11).

Dentre os motivos que ensejaram a rejeição das contas em análise, o relator destacou que houve a apresentação de resultados econômico-financeiros deficitários no exercício, na medida em que se apresentaram piores em relação ao exercício de 2011, o que permitiu concluir que as contas caminharam na contramão do desejado equilíbrio fiscal, preconizado pelo artigo 1o, § 1o, da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Segundo relatório de fiscalização do TCE, os demonstrativos da Prefeitura revelam déficit orçamentário que embora moderado, de 3,69% que representa um saldo negativo de R$ 2.930.301,54, acabou por provocar o aumento do déficit financeiro vindo do exercício anterior, de R$ R$ 2.740.849,62 para R$ 5.671.151,26, além da elevação da dívida de curto prazo e da dívida ativa.

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Em Mesópolis, ex-prefeito que pagou horas extras a comissionado terá de devolver R$ 28 mil

Além disso, o ex-prefeito de Mesópolis, Otácio Cianci terá que pagar multa civil de R$ 6 mil. Ação atingiu também o ex-coordenador de saúde, Paulo Sérgio de Lima Olímpio
Ethos Redação
O juiz da 3ª Vara Cível de Jales, José Pedro Geraldo Nóbrega Curitiba, condenou o ex-prefeito de Mesópolis Otácio Cianci e o ex-coordenador de saúde do município Paulo Sérgio de Lima Olímpio por improbidade administrativa a devolverem ao erário R$ R$ 28.039,10, corrigidos monetariamente desde a data em que os valores foram indevidamente pagos e acrescidos de juros legais de 1% ao mês, a partir da citação. e multa civil de R$ 6 mil, também corrigidos.
O Ministério Público de Jales propôs a ação civil pública cumulada com responsabilidade por ato de improbidade, com pedido de liminar, em face Cianci e Olímpio ,qualificados nos autos, ao sustentar que foi apurado pelo Inquérito Civil nº 14.0311.0001245/2013-4/2014-5 que o réu Otavio Cianci, durante seu mandato como prefeito promoveu pagamento de horas extras ao servidor comissionado Paulo Sérgio Olímpio, seu aliado político, sem amparo legal. Aduziu a inicial que, de acordo com as fichas financeiras do referido servidor, no período entre janeiro de 2010 a dezembro de 2012, o funcionário recebeu mensalmente adicional de horas extras equivalente a 40 horas mensais (com exceção do mês de fevereiro de 2010, que recebeu 20 horas mensais) de forma ilegal, uma vez que era ocupante de cargo em comissão, de forma que o Prefeito da época, em conjunto com o servidor beneficiário, incorreu em gravíssimo ato de improbidade porque a gratificação paga não tem
"O fato de ter existido requerimento administrativo de parcelamento dos valores cujo ressarcimento do erário postula o autor, não afasta o interesse de agir, seja porque o ressarcimento ainda não se deu de forma integral, seja porque o ressarcimento do dano ao erário público não é o único pedido formulado na inicial, mas também a aplicação das sanções de suspensão dos direitos políticos, proibição de contratar, pagamento de multa civil e, subsidiariamente, as sanções do artigo 12, inciso III da Lei 8.429/92.Também não houve perda superveniente do interesse de agir pelo parcelamento administrativo do dano causado ao erário, seja porque o ressarcimento não foi integralmente comprovado, seja porque apenas o réu Paulo o requereu, enquanto se trata de obrigação solidária de todos aqueles que concorreram para o ato ilícito, seja porque o ressarcimento dos danos causados ao erário público não é a única sanção cuja aplicação foi postulada na inicial.
A ação é parcialmente procedente, uma vez que, embora reconhecendo que os réus praticaram ato de improbidade administrativa, não imponho todas as sanções postuladas pelo Ministério Público, em atenção aos princípios da razoabilidade e proporcionalidade", explicou o magistrado.
De acordo com Curitiba, os documentos que instruíram a petição inicial, comprovam que o réu Otavio Cianci, durante o exercício de seu mandato de Prefeito no Município de Mesópolis, no período de janeiro de 2010 a dezembro de 2012, autorizou indevidamente o pagamento mensal adicional de horas extras, equivalente a 40 horas extras mensais ao servidor Paulo Sergio Olímpio, o qual havia sido nomeado para o cargo, em comissão, de Coordenador de Saúde Municipal, conforme se observa das Portarias 003/2010 e 386/12.
"Portanto, está comprovada a conduta ímproba do réu Otavio Cianci, que se valeu da função pública de prefeito para autorizar pagamento de horas extras, sem critérios objetivos legais que justificassem tal despesa, em ofensa aos princípios legalidade e moralidade, de forma que sua conduta se enquadra no disposto no artigo 10, caput, da Lei de Improbidade Administrativa, razão pela qual é de rigor a imposição das sanções previstas no 12, inciso III, da Lei Federal nº 8.429/92.De igual forma, não poderia o Senhor Coordenador de Saúde Municipal, Paulo Sergio Olímpio, ignorar a ilegalidade do benefício que recebia, já que o auferia contra expressa disposição do Estatuto dos Servidores Públicos de Mesópolis (art. 139,§ 2° da Lei Municipal de Mesópolis n°001/2000) incorrendo no disposto no artigo 10, caput, da Lei de Improbidade.E não se diga que ausente o dolo. Ora, convém anotar que a responsabilização do requerido dar-se-ia, até mesmo, por ato comissivo eis que seria possível taxar de ímproba sua conduta em razão da omissão dolosa que teria praticado. Nesse sentido, oportunas as ponderações doutrinárias:Assim, uma vez estando incontroversa a utilização de dinheiro público para fins diversos daqueles aos quais destinados, resta suficientemente configurado o ato de improbidade administrativa.A utilização de dinheiro público para fins diversos e sem a devida atenção às normas legais para sua aplicação e destinação infringe o princípio da impessoalidade, este entendido como a "realização de atos sem conotação especial à pessoa do agente, ou aos interesses particulares, de modo a se evidenciar total objetividade e neutralidade na atividade Administrativa". Já o princípio da moralidade, "coloca-se como meta principal o bem público, não se dirigindo a administração à satisfação de interesses particulares" encontra-se igualmente ferido pelos atos do apelado", asseverou o magistrado A aplicação as sanções, com base no artigo 12 da lei 8.429/92, com a obrigação solidária de reparar o dano, causado ao erário de Mesópolis, no valor de R$ 28.039,10, corrigidos monetariamente desde a data em que os valores foram indevidamente pagos e acrescidos de juros legais de 1% ao mês, a partir da citação.Desta forma, considerando, convencendo-me de que o ressarcimento do dano, a imposição de multa civil e a proibição de contratar com o poder público, são sanções suficientes para prevenção e repressão das condutas ímprobas praticadas pelos réus. A multa será revertida aos cofres do município.