Páginas

sábado, 16 de agosto de 2014

Anglo de Jales comemora o Dia dos PaisNa manhã do dia 8 de agosto, nas dependências do colégio, dezenas de pais assistiram, emocionados as apresentações musicais, artísticas, declarações de amor e homenagens feitas pelos alunos do ensino infantil e ensino fundamental do Colégio XV de Abril.Na manhã do dia 8 de agosto, nas dependências do colégio, dezenas de pais assistiram, emocionados as apresentações musicais, artísticas, declarações de amor e homenagens feitas pelos alunos do ensino infantil e ensino fundamental do Colégio XV de Abril.


Na manhã do dia 8 de agosto, nas dependências do colégio, dezenas de pais assistiram, emocionados as apresentações musicais, artísticas, declarações de amor e homenagens feitas pelos alunos do ensino infantil e ensino fundamental do Colégio XV de Abril.
Toda decoração e as apresentações foram criadas pelas professoras e pela coordenadora, que desde o final do primeiro semestre cuidaram dos detalhes para fazer com que este momento fosse de muita emoção e alegria.
No final do evento, cada pai recebeu um presente e uma mensagem de carinho e amor, além de participarem de um delicioso café da manhã oferecido pela escola

Jovens do Interact Club de Jales homenageiam residentes do Lar dos Velhinhos no Dia dos Pais





 No sábado, 9 de agosto, o Interact Club de Jales juntamente com o Rotaract Club de Jales Grandes Lagos – Distrito 4480, visitaram o Lar dos Velhinhos São Vicente de Paula de Jales para festejar com os residentes da instituição o Dia dos Pais.
Isabella Cássia Florêncio Lima, do Interact, enfatizou que "foi uma tarde maravilhosa com violão, conversas com os idosos, jogos de dominó, baralho e a entrega de lembrancinhas com mensagens confeccionadas por nós mesmos".
Além de demonstrar a integração entre os clubs da família rotária, a ação, explicou Isabella Cássia "deixou os associados com vontade de ajudar cada vez mais a instituição e poder ver o sorriso dos vovôs que lá residem".

Editais de Proclamas

Ademir de Mattis
, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
EMILIO SIMISCUKA e ANA FLORIANO BELTRAMINI. ELE,
natural de Santo Antonio da Platina, Estado de Paraná, nascido aos 21 de dezembro de 1.933, aposentado, viúvo, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de João Simiscuka e de Eugenia Ducheviski. ELA, natural de São José do Rio Preto, deste Estado, nascida aos 05 de maio de 1.946, aposentada, viúva, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Tomazino Floriano e de Emilia Floriano.
PAULO CARDOSO DE MORAES e LILIAN MORENO PRADO. ELE,
natural de Novo Horizonte, deste Estado, nascido aos 20 de julho de 1.966, supervisor de produção, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Aristides Cardoso de Moraes e de Francisca Corrêa de Moraes. ELA, natural de São Miguel Paulista, deste Estado, nascida aos 21 de agosto de 1.975, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Jurandir Prado e de Maria Cleuza Moreno Prado.
WESLEI RUIZ DUTRA e LUCIMARA ROQUE DA CRUZ DOS SANTOS. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 26 de maio de 1.982, motorista, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Valdevino Pereira Dutra e de Adelina Ruiz Dutra. ELA, natural de Tatuapé, deste Estado, nascida aos 18 de junho de 1.980, representante comercial, viúva, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Alfene Ferreira Cruz e de Helena Roque da Cruz.
ADÃO JOSÉ DA CONCEIÇÃO e MARIA MARLENE DE JESUS. ELE,
natural de Luzerna, Estado de Santa Catarina, nascido aos 24 de março de 1.973, pastor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Juventino da Conceição e de Iris da Conceição. ELA, natural de Vredinha, Estado de Minas Gerais, nascida aos 20 de maio de 1.970, missionaria, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Sebastião Luiz de Sousa e de Maria Pereira de Jesus.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial

Dias difíceis, por Adelvair David

Sem contradita, nota-se que toda a humanidade sofre periodicamente o açoite de problemas de variada ordem.
Os enfrentamentos são muitos e diversos são os meios da dor, da dificuldade, da privação, da perseguição, da incompreensão, etc., chegarem ao coração humano, porém, sem dúvida os de ordem moral são os que mais fazem sofrer.
Há criaturas neste mundo que se fazem portadores das lágrimas alheias, sendo cruéis, maldosas e incessíveis. Uns por completo desconhecimento das leis morais, leis de Deus, outros apenas pelo prazer de fazer sofrer, já que também sofrem pelo próprio comportamento, faltando-lhes coragem para mudar, então, distribuem amarguras e dores por onde passam.
Porém, afirmou Jesus: "é necessário que venha o escândalo, mas aí daquele por quem o escândalo vier". Não é muito saudável para o espírito veicular males aos seus irmãos, tendo em vista que toda ação tem uma reação contrária, hoje, amanhã ou no futuro, deixando o infrator exposto aos mesmos malefícios que criou para os outros.
Nos chamados "dias difíceis", deve o homem renovar a sua fé em Deus, procurando-o em prece fervorosa e sentida; deve também procurar ajustar a sua conduta aos ensinamentos do divino Senhor e Mestre. Lembrar que a resignação ativa, aquela que se exerce com compreensão sem deixar de fazer a parte que lhe é devida na resolução do seu problema, propicia paz e serenidade, mesmo em meio a tempestades.
No que se refere às dificuldades que chegam através dos corações desavisados e comprometidos com o mal, importante lembrar que tudo passa, procurando atender ao convite de Jesus que ensina que se deve "orar pelos inimigos" de forma a não lhes partilhar do mesmo clima espiritual, não caindo também nas mesmas armadilhas odientas que lhes trouxeram a ruina moral.
Se o teu coração foi portador de enganos, veja a possibilidade de repará-los, vigiando para errar cada vez menos.
EM DIAS DIFÍCEIS O BEM É SEMPRE PROTEÇÃO E LUZ NA CAMINHADA.

Rastelos são produzidos por interno de CR de Birigui e doados ao Hospital de Câncer de Barretos - Jales



O diretor geral do Centro de Ressocialização de Birigui, Carlos Antônio Pasquini Braiani e o interno Sergio Ochi idealizaram o projeto de confecção de rastelos, entregando no dia 8 de agosto no Hospital do Câncer de Barretos – Unidade III Jales 22 rastelos, destinando-os para as unidades de Barretos, Jales e Fernandópolis.
Os ferros doados por Gladson Dantas da Metalúrgica Shekinah de Birigui se transformam em rastelos nas horas de folgas do interno. O projeto, que acontece com a permissão do diretor do presídio, é realizado com amor e atenção.
Durante o mês de fevereiro o interno doou 10 rastelos para o hospital em Barretos totalizando 32 rastelos produzidos em cinco meses. Este simples gesto de amor e fraternidade ajuda salvar a vida de milhares de pacientes oncológicos que realizam o tratamento nas unidades do Hospital de Câncer de Barretos, diminuindo os gastos com materiais necessários para a manutenção das unidades.

TCE quer explicação sobre transferência de iluminação pública para municípios


O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) quer explicações a respeito da Resolução nº 479, emitida pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), na qual caberá aos municípios, a partir de 31 de janeiro de 2015, a responsabilidade em investir, operar e prestar serviços de iluminação pública aos consumidores e usuários de espaços públicos.
O presidente do TCE, Conselheiro Edgard Camargo Rodrigues, durante encontro promovido com representantes de 11 municípios jurisdicionados da Baixada Santista, nesta segunda-feira, 11 de agosto, às 10 horas, no Centro de Convenções de São Vicente, disse que se solidariza com os gestores, compreende a dificuldade em assumir novas tarefas, e afirmou que a Corte de Contas paulista cobrará explicações a respeito da norma.
Ao falar para uma plateia composta por cerca de 300 pessoas - dentre prefeitos, vereadores, secretários e agentes públicos, o presidente do TCE argumentou que, depois da Constituição de 1988, os municípios passaram a ser os principais executores das políticas nacionais de largo alcance social, nas áreas da Educação, Saúde, Meio Ambiente. Participaram do encontro representantes dos municípios de Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Santos e São Vicente.
"Não bastasse isso, o Prefeito tem sido convocado para assumir outras responsabilidades que não de sua atribuição, como o caso da Segurança, competência do Estado, em que as cidades tiveram que implantar Guardas Municipais, e agora na área de iluminação pública, em que as cidades também passarão a se responsabilizar", destacou. "Queremos explicações até por que temos a responsabilidade em orientar os nossos jurisdicionados".
Na prática, a resolução obriga os municípios a receber ativos e a se responsabilizar por projetos de ampliação, manutenção e modernização dos pontos de iluminação pública de suas dependências. Para o Presidente, a ‘nova responsabilidade’ agregará tarefas para as já sobrecarregadas administrações públicas municipais – seja pela operacionalização direta das redes – ou indireta, por meio da contratação de empresas especializadas, incluindo as próprias concessionárias.
"De uma hora para outra, sem que ninguém pedisse, estão transferindo aos Prefeitos a responsabilidade pela iluminação pública", disse o presidente Edgard Camargo, que classificou a norma da ANEEL como uma ‘curiosa intervenção’ do Governo Federal sem sequer ter o amparo da lei, tendo sido tomada através de resolução do órgão.
Edgard Camargo Rodrigues disse que o TCE convocará técnicos, juristas, e autoridades do setor para que tratem o assunto publicamente junto com representantes das Prefeituras e Câmaras Municipais. "Queremos entender esta situação de modo a explicar aos gestores dos municípios que, de certo modo, ainda estão perplexos e sem muita orientação sobre como proceder", afirmou.

Diocese de Jales contexto histórico, por D. Demétrio Valentini

Nestes dias a Diocese de Jales celebra o aniversário de sua instalação. Foi a 15 de agosto de 1960, em pleno século vinte. Já se passaram 54 anos, portanto.
Comparando a fundação da cidade, com a instalação da Diocese, salta aos olhos o curto espaço de tempo. A cidade não tinha ainda vinte anos, e já era erigida em sede de Diocese.
Para entender os fatos, é preciso recuperar o contexto histórico que precedeu e acompanhou a fundação da diocese de Jales.
Em termos mundiais, os anos sessenta podem ser identificados como a década mais otimista dos últimos séculos.
A Europa Ocidental, com a ajuda do "Plano Marschal", estava se recuperando das ruínas da segunda guerra. Parecia que o mundo estava enveredando para o caminho da paz e do desenvolvimento.
Com o lançamento do primeiro satélite tripulado, o "Sputnik" de Yuri Gagarin, em 1958, se acirrou a saudável disputa para ver quem chegaria primeiro na lua! O Presidente Kennedy estabeleceu a meta, que foi cumprida: em 20 de julho de 1969, Neil Armstrong e Edwin Aldrin desceram na lua, lá ficando três horas em solo lunar.
Em termos brasileiros, a criação a Diocese de Jales se deu na euforia dos "cinquenta anos em cinco", e na inauguração de Brasília, a nova capital do país.
Em termos locais, esta região situada no extremo noroeste do Estado de São Paulo, experimentava um surto muito intenso de migrantes, que vinham das regiões próximas a Ribeirão Preto, ou do Nordeste, e se davam conta que poderiam adquirir um pedaço de terra nestas novas paragens.
Foi a constatação desta intensa migração, que levou o Bispo de São José de Rio Preto, Dom Lafayete Libânio, a propor a criação de uma nova diocese, apostando no futuro da região, que estava iniciando com tanto dinamismo.
É isto que explica por que a Diocese de Jales se situa entre as mais antigas do Estado de São Paulo. Dito de outra forma, Jales é mais antiga do que a maioria das dioceses do Estado de São Paulo.
Pouco depois de constituída em Diocese, a região experimentou um surto inverso de migração, desta vez saindo da região. Tanto é que a população na época da instalação da Diocese de Jales, era maior do que é hoje.
Ainda falta uma referência, com certeza a mais importante. É o contexto eclesial, existente na criação da Diocese de Jales. A Igreja estava vivendo um intenso processo de renovação, que teve a sua expressão maior na proposta do Papa João 23, ao convocar um "concílio" para a Igreja toda, que resultou no Concílio Ecumênico Vaticano II.
Ao recordar sua história, a Diocese de Jales faz questão de guardar algumas datas particularmente significativas.
Foi criada no dia 12 de dezembro de 1959, pelo Papa João 23. Doze de dezembro é o dia de Nossa Senhora de Guadalupe, a Padroeira da Igreja da América Latina, o continente que prontamente se abriu ao Concílio e acolheu suas recomendações.
1959 foi o ano do anúncio do Concílio. E o Papa João 23, pode ser identificado como "o Papa do Concílio".
A história nos motiva a sermos coerentes com nossa vocação. É o que procuramos expressar neste domingo, com a 30ª Romaria Diocesana.

Relacionamento entre idosos, por Flávio Rodrigo Masson Carvalho -

Alguns anos atrás dei uma entrevista para uma revista sobre relacionamento entre idosos. Vou reproduzir aqui a entrevista para vocês.
C
omo você enxerga o namoro entre os idosos e entre os jovens e adultos? Qual a diferença?
Namorar, a coisa mais gostosa da vida, não importando a idade, é sempre muito prazeroso e saudável.
O namoro entre jovens é mais visceral, cheio de energia, a paixão é menos controlada, menos juízo, mais atrevimentos, mais experiências e muito mais erros. Os jovens experimentam mais as dores que os namoros provocam, são mais "irresponsáveis" e volúveis, mas conseguem viver esta fase com estrema intensidade. Mas os jovens não se satisfazem facilmente, sempre querendo mais, mais intensidade, mais paixão. Potencializam por demais as conseqüências promovidas pela paixão. Se está tudo bem, amam em demasia, acreditam estar vivendo a maior e mais bela estória de amor eterno. Se as coisas não vão bem, sofrem absurdamente, acreditam ser os maiores sofredores, acreditam que sua dor é a maior de todas, acreditam ser vítimas de uma grande "conspiração" do destino.
Já o namoro entre idosos é mais controlado, mais calmo, devido a longa experiência de vida, já passaram por diversas situações, conseguem controlar mais os impulsos. Mas isso não quer dizer que o namoro entre idosos não seja prazeroso como o namoro entre jovens. Muitas vezes acontece o contrário, os idosos conseguem ter maior prazer no relacionamento que os jovens. Pois há maior controle dos sentimentos, maior qualidade nas carícias. Os idosos conseguem obter prazer nas coisas simples. Entre os idosos impera mais o romantismo.
L
embrando sempre: a idade está na mente, e não no coração.
O idoso está mais propício a ficar sozinho do que os adultos?
O que mais me assusta, no que tange aos jovens, é a quantidade de solitários e o tipo de solidão, ou seja, os jovens mesmo em grupo se sentem solitários, deslocados, pertencentes a outro "mundo". É muito triste ver um jovem sentindo-se sozinho, mesmo estando acompanhado, em grupo. O sentimento de solidão não é incomum entre os jovens, pois no século XXI está muito difícil para o jovem achar o seu caminho, o seu papel perante a sociedade, e esta é cada vez mais composta por idosos. Estamos perdendo a "força jovem", os casais não querem ter muitos filhos, e com o avanço da medicina e a qualidade de vida, os seres humanos estão vivendo cada vez mais, o que aumenta a população de idosos.
Os idosos tendem a ficar mais deprimidos que os jovens quando sentem solidão. Os idosos são mais melancólicos, e por não possuírem mais o vigor, a energia característica da juventude, tendem a sofrer muito mais quando sentem solidão.
No que tange a ficar sozinho, não vejo diferença, pois cada vez mais vemos jovens na solidão, por outro lado abandonamos nossos idosos, como se não fossemos envelhecer também. Mas cada vez mais os idosos estão "organizados", a turma da terceira idade está aprendendo a viver mais e melhor a vida.
Sentir-se só é questão de espírito, a solidão tem que ser observada sobre a ótica do ser humano, não importando se o mesmo é jovem, adulto, idoso ou até mesmo criança, pois cada vez é mais comum, crianças experimentando este triste sentimento, que é o da solidão.
Namorar é um excelente antídoto contra a solidão, pois aquele que namora, sendo jovem ou idoso, não está sozinho, ou seja, tem menos chance de sentir solidão.
O
amor pode ser mais sincero entre os casais de idosos? Pode haver maior cumplicidade entre eles, em relação à cumplicidade existente entre os casais jovens ou adultos?
Em qualquer relacionamento, entre jovens ou idosos, deve prevalecer o amor. E o amor se constrói com sinceridade, cumplicidade e muita paciência.
O amor não distingue idosos de jovens, ele "pega" todos, sem preconceito. Não existe idade para amar, como não existe idade para ser feliz. Devemos buscar o amor e a felicidade com toda a intensidade de nossa alma. Devemos estar sempre abertos e preparados, pois amar é a grande maravilha da vida.
Se você não está amando, não importando se você é jovem ou idoso, namorar é o primeiro passo para construir um grande amor. Então vá beijar na boca e trate de ser muito feliz

Palavras de Chico Xavier

Pergunta
– É possível uma pessoa somar em seus pensamentos uma depressão? Ela a tem em conseqüência do passado ou não?
Chico Xavier
– A depressão pode ter como causa a consciência que tem o espírito de débitos passados sob a forma de culpa. Entretanto, não podemos generalizar a afirmação. De qualquer modo, o cultivo de pensamentos negativos, a persistência em baixo padrão vibratório, colabora para que esse estado aconteça e a força de vontade em elevar o nosso padrão vibratório, o serviço ao próximo, a prática do amor nos auxilia na manutenção de nosso equilíbrio.

Poluição do ar: asfixiando a humanidade, Por Jéssica Ribeiro dos Santos e Ana Bansi,

Os dados são alarmantes: cerca de uma em cada oito mortes que ocorrem no mundo são causadas pela poluição do ar. Apesar de o problema ser silencioso e invisível ao nosso cotidiano, esse dado leva os ambientalistas a apontar o ar poluído como maior fator de risco para a saúde humana no mundo, pois acarreta doenças pulmonares e do coração, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Como agravante da situação, relatórios lançados pela OMS afirmam que o padrão seguro de concentração de poluentes em suspensão no ar é de 20 microgramas por metro cúbico (mg/m³). Em 2014, apenas dez países estão dentro do padrão.
O Brasil apresenta 40 (mg/m³), ou seja, o dobro do que é considerado seguro pela OMS. A maior contribuição para esse índice geralmente concentra-se nas grandes cidades e capitais, onde há maior concentração de indústrias, sem desconsiderar a quantidade de usinas espalhadas por todo o país e o aumento de queimadas em reservas florestais, que, além de contribuírem com a poluição, degradam a fauna e a flora e interferem no habitat de diversos animais.
É importante entender que grande parte das substâncias que poluem o ar, hoje lançados em maior quantidade na atmosfera, tem o homem como principal contribuinte, pois é ele o responsável pelos automóveis, incêndios e indústrias, capazes de gerar esses gases por meio da queima de combustíveis fósseis, como carvão e derivados de petróleo.
Portanto, neste contexto da poluição do ar, as empresas merecem destaque. No mundo, as cem empresas mais poluidoras liberam milhões de toneladas de poluentes na atmosfera. Além de emitir poluentes diretamente, via seus processos produtivos, as empresas e indústrias emitem-nos também indiretamente, ao aumentarem as frotas de caminhões ou trens responsáveis pela entrega de sua mercadoria a destinos cada vez mais distantes.
A internacionalização das empresas e a competição global, bem como o aumento do poder de consumo da população mundial tornam os dados sobre poluição do ar mais alarmantes com o passar dos anos, em decorrência do aumento crescente da capacidade de produção das empresas. Esses fenômenos também contribuíram, no entanto, para o surgimento de uma consciência coletiva dos consumidores com relação à poluição e à complexidade de lidar com a contradição entre aumento do consumo e diminuição da poluição.
Os consumidores, mediante inúmeras opções de consumo – sabendo que, na maioria das vezes, detêm o poder de influenciar a demanda por determinados produtos ou serviços –, começam a solicitar ações ambientalmente corretas das empresas, o que induz a um novo posicionamento empresarial em face dessas questões.
Em resposta a esta situação, para diminuir ou solucionar o problema da poluição do ar, as empresas tomam medidas mais práticas e imediatistas, como agregar filtros que fazem a despoluição das chaminés e lançar projetos ambientais de reflorestamento. Também adotam procedimentos que visam a mudanças e inovações no médio e longo prazo por meio do desenvolvimento de parcerias com institutos tecnológicos, fornecedores, clientes e universidades a fim de pesquisar e desenvolver novos processos produtivos menos poluentes ou até mesmo novos produtos, os chamados de produtos verdes. Além disso, algumas empresas divulgam seus resultados ambientais e sociais positivos por meio de relatórios anuais, mas isso ainda é muito pouco.
Apesar de se observar que o comportamento do consumidor cada vez mais interfere nas relações entre empresa e meio ambiente, somente essa influência não é suficiente para diminuir os níveis de poluição do ar a um índice adequado. É necessário que aconteça intervenção maior dos órgãos reguladores. Sabemos que normas e legislações para garantir um ambiente saudável existem, mas talvez ainda seja insuficiente a forma como a cobrança e a fiscalização são exercidas.
Isso porque, nesse contexto, existem dois principais tipos de organizações: as reativas e as proativas.
As reativas à situação são as que ainda pensam apenas em seus lucros e nos gastos que podem poupar ao não realizar investimentos ambientais que não tragam benefícios imediatos. Para esse tipo de empresa, que acreditamos ser a maioria, é importante a fiscalização, além de incentivos para que procurem novas alternativas de processamento e produção de seus produtos e serviços, utilizem novas tecnologias que possam reduzir o nível de gases poluentes e atentem ao monitoramento das áreas no intuito de evitar incêndios.
As organizações proativas, por sua vez, são aquelas que acreditam na importância de investir em Gestão Ambiental e entendem que tal investimento implica a vinculação das questões ambientas às decisões inerentes à gestão estratégica das empresas, antecipando-se aos problemas ambientais, evitando que eles ocorram.
No papel de cidadãos e consumidores, não podemos, no entanto, simplesmente responsabilizar as empresas pela poluição do ar que respiramos. Acreditamos que a solução desse problema demanda um comprometimento conjunto das partes interessadas: o governo, com o papel de legislar e fiscalizar; as empresas, com o comprometimento em investir na gestão ambiental; e os consumidores, por fim, com a responsabilidade de privilegiar a qualidade e o comportamento ambiental das empresas, e não o preço.
Será que se chegará a um consenso entre essas partes interessadas, de tal modo que se possa transformar o investimento ambiental em lucro, suprindo as necessidades de ambos, empresa e sociedade?
*Jéssica Costa Ribeiro dos Santos: Acadêmica do curso de Administração da UFMS - Campus de Três Lagoas. e-mail: jessicars.costa@gmail.com *Ana Claudia Bansi: Professora do curso de Administração da UFMS - Campus de Três Lagoas. e-mail: ana_bansi@hotmail.com
Se de fato
for real o texto impresso num "santinho" que círcula pela cidade, como plano de trabalho de dois candidatos a deputados pelo Partido da República (PR), o general de Gaulle tem toda a razão de estadista quando disse que "este país não é sério". Será uma aberração e uma ofensa ao eleitor.
Os vereadores
Gilberto Alexandre de Moraes, Jesus Martins Batista, Pérola Maria Fonseca Cardoso, Rivail Rodrigues Júnior e Tiago Abra participaram, na terça-feira, 12 de agosto, de reunião entre membros da diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jales e Aislan de Queiroga Trigo, presidente da OAB local
O presidente
do Sindicato, José Luiz Francisco na ocasião entregou um relatório a OAB relacionando várias infrações que teriam sido cometidas pelo prefeita Nice Mistilides.
O caso portarias
é uma novela cujo fim é imprevisível e dramático se competir à Justiça julgar o episódio final. Dramático por que o funcionário que teve sua portaria cassada pode perdê-la definitivamente e, por outro lado, se a Prefeitura perder terá que reembolsar a todos com juros e correção. E se a Justiça decidir que as portarias são irregulares, como ficarão os pagamentos anteriores? É um enorme risco que corre as duas partes. O entendimento está difícil mas ainda é a melhor solução, desde que, não se vise o campo político como está ocorrendo no momento por partes dos dois lados.
Alias esse
caso das portarias já poderia estar resolvido tão logo a prefeita Nice tomou posse. Ela havia nomeada uma Comissão de Transição para tomar pé da situação antes de assinar o livro de posse. Esse foi um dos muitos casos não levantado pela comissão que estão agora estourando na atual administração. Ou se foi levantado e levado ao conhecimento da alcaide, demorou-se muito para as providências após as explicações devidas.
Quem não legisla
em causa própria? Todos! Qualquer ato feito individualmente ou coletivo demonstra isso. Portanto vamos legislar em causa própria e dos demais moradores da rua São Paulo, no IV Centenário, cuja via os veículos já andam na terra e nos buracos. Claro que dezenas de rua estão ao Deus dará. Recapeamento, tudo indica, será feito a conta gotas.
O deputado
Enio Tatto (PT) apresentou o Projeto de Lei nº 1001, de 2014, na Assembleia Legislativa do Estado, que torna obrigatório o fornecimento gratuito de água filtrada em todo bar, restaurante, lanchonete, hospedaria, hotel ou estabelecimento similar. O projeto considera água potável filtrada aquela que é tratada pela rede pública de abastecimento. No caso de sua falta, deverá ser servida água mineral natural.
Comenta-se
que a presidenta e candidata à reeleição Dilma Rousseff estará em Jales no sábado, 23 de agosto para o lançamento de sua campanha. A Folha enviou um e-mail para assessoria da candidata solicitando confirmação de sua vinda a Jales.Aguardando.

CEI investigará não pagamento de 1/3 de férias aos municipais

A prefeita Nice Mistilides vai enfrentar mais uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) que vai apurar eventuais irregularidades em relação ao não pagamento de 1/3 de férias dos servidores públicos municipais, sob a alegação de impedimento por parte da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O requerimento foi apresentado na sessão ordinária de segunda-feira, 11 de agosto, após Lauro Gonçalves Leite de Figueiredo, o popular Matogrosso, ter protocolado junto à secretaria da Câmara Municipal de Jales, a denúncia.
A "Lei de Responsabilidade Fiscal", delimita os gastos com a folha de pagamentos dos servidores públicos municipais, porém, segundo a denúncia protocalada por Lauro Figueiredo, a prefeita Nice Mistilides teria privilegiado algumas pessoas, em especial aquelas do "primeiro escalão", como secretários e chefes de gabinete, concedendo a estes o 1/3 de férias em eventuais acertos trabalhistas.
Após sua leitura no expediente da sessão camarária, foi solicitado que sejam indicados três vereadores pelas lideranças partidárias para composição da CEI e foram oficiadas sua formação na próxima semana. Após formada a Comissão, os vereadores terão o prazo de 90 dias, prorrogável, se necessário por mais 90 dias para conclusão dos trabalhos.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Edinho pede um campus avançado do Instituto Federal em Rio Preto

 Deputado é também o autor do projeto que propõe a criação da Universidade Federal do Noroeste Paulista
O deputado federal Edinho Araújo (PMDB-SP) protocolou pedido de instalação de um campus avançado do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo em Rio Preto. O IFSP oferece cursos técnicos e de licenciatura, sobretudo nas áreas de Ciências e da Matemática, e educação continuada nas áreas de tecnologias e engenharias.
Por meio do Ofício nº 67/2014, dirigido ao ministro de Estado da Educação Henrique Paim, Edinho argumenta que Rio Preto e região têm potencial e demanda de alunos que justificam a vinda de um campus do Instituto.
“A carência de mão de obra qualificada em diversos setores da indústria, do comércio e dos serviços é hoje uma realidade e precisa ser enfrentada com determinação, para assegurar formação de qualidade para milhares de jovens brasileiros que precisam trabalhar”, explica o deputado.
O deputado também é o autor do projeto de lei que cria a Universidade Federal do Noroeste Paulista e que está tramitando na Comissão de Trabalho, Administração de Serviço Público, devendo passar por  mais três comissões temáticas.
“Estamos solicitando a vinda do Instituto sem prejuízo da luta pela Universidade. As duas metas se complementam. Estamos buscando alternativas para que o nosso jovem estude mais perto de casa”, disse o deputado.

POLO UNIVERSITÁRIO
Rio Preto é um polo universitário que recebe anualmente milhares de estudantes vindos de outros centros, em busca dos cursos de graduação, pós-graduação e tecnológicos oferecidos nas redes pública e privada.
Dados da “Conjuntura Econômica do Município” apontam que a cidade conta com 10 (dez) instituições de ensino superior privadas, que ofertam 132 (cento e trinta e dois) cursos de Graduação e 176 (cento e setenta e seis) de Pós-Graduação, com quase 35 mil alunos.
No segmento público, Rio Preto abriga um campus da Unesp – Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho, com cursos nas áreas de Ciências Biológicas (diurno) e Exatas (Bacharelado em Ciência da Computação,   Engenharia de Alimentos, Física, Química e Matemática, e na área de Humanas Bacharelado em Letras com Habilitação de Tradutor, Licenciatura em Letras e Pedagogia. Também sedia a Famerp – Faculdade de Medicina e Enfermagem – estadualizada e ligada ao Hospital de Base.
“Estamos trabalhando pelo aumento do número de vagas para ensino técnico e superior, gratuitos, numa região que corresponde a cerca de 25% da área do Estado de São Paulo, com 250 cidades e cerca de três milhões de habitantes, estendendo-se desde a área central do Estado até a barranca do rio Paraná, na divisa com o Mato Grosso do Sul, e as margens do Rio Grande, na divisa com o Sul de Minas Gerais”, destacou o deputado.
Cópia do ofício foi encaminhada ao Reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, Eduardo Antonio Modena, com pedido de apoio.  “Estou confiante. Rio Preto é uma das poucas cidades médias do Estado que não possui campus do Instituto”, disse Edinho.

O QUE É O IFSP
O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo – IFSP – é uma autarquia federal de ensino. Fundada em 1909, como Escola de Aprendizes Artífices, é reconhecida pela sociedade paulista por sua excelência no ensino público gratuito de qualidade.
Durante seus 105 anos de história o Instituto recebeu também os nomes de Escola Técnica Federal de São Paulo e Centro Federal de Educação Tecnológica de São Paulo. Com a transformação em Instituto, em dezembro de 2008, passou a ter relevância de universidade, destacando-se pela autonomia.
Com a mudança, o Instituto Federal de São Paulo passou a destinar 50% das vagas para os cursos técnicos e, no mínimo, 20% das vagas para os cursos de licenciatura, sobretudo nas áreas de Ciências e da Matemática. Complementarmente, continuará oferecendo cursos de formação inicial e continuada, tecnologias, engenharias e pós-graduação.
Além dos cursos presenciais, o Instituto Federal de São Paulo oferece os cursos Técnicos em Administração e em Informática para Internet e, a partir de 2012, o superior de Formação de Professores na modalidade de Ensino a Distância (EaD).
O IFSP é organizado em estrutura multicampi e possui aproximadamente 24 mil alunos matriculados nos 38campi e mais 4 mil alunos nos 19 polos de educação a distância distribuídos pelo estado de São Paulo.
Para conhecer os cursos e as unidades avançadas do IFSP consulte: http://www.ifsp.edu.br a
/

Cartórios de todo o Brasil emitirão certidões eletrônicas interestaduais de nascimento, casamento e óbito

Transmissão de certidões eletrônicas entre cartórios, iniciado em 2013 em São Paulo e responsável por 10% das certidões emitidas no Estado, será expandido para todo o Brasil e posteriormente para todos os consulados brasileiros no exterior.* *Certidões eletrônicas de nascimento, casamento e óbito de todo o Brasil* pela internet ou então no cartório mais perto de sua casa ou trabalho.

Neste *sábado (16.08*), em São Paulo, será lançada oficialmente a Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC Nacional), sistema que permitirá ao cidadão *localizar um registro e solicitar certidões sem ter que se deslocar necessariamente ao cartório onde se encontra o registro original* ou utilizar os serviços de despachantes que encarecem a obtenção desses documentos.

O serviço, já disponível em São Paulo desde 2013, e responsável por cerca de *10% das certidões emitidas pelos cartórios* do Estado – *num aumento vertiginoso de mais de 360% em apenas 1 ano e meio* -, foi expandido a todo o País por meio do Provimento nº 38 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e prevê a integração de todos os Estados da federação no prazo máximo de 1 ano. Santa Catarina, Espírito Santo e Acre já aderiram integralmente ao sistema e são os primeiros Estados a estarem totalmente interligados à CRC Nacional, já permitindo a solicitação interestadual de certidões.

Outra novidade instituída pelo Provimento é a expansão do projeto para todos os consulados brasileiros, por meio de parceria a ser firmada com o *Ministério das Relações Exteriores (MRE*), *possibilitando ao cidadão que nasceu no exterior e foi registrado em um consulado brasileiro, solicitar a segunda via de seu registro em qualquer cartório em território nacional.* Além do sistema de emissão de certidões eletrônicas, o projeto também prevê a expansão do projeto de certidões digitais, que são solicitadas pela internet e enviadas diretamente para o e-mail do usuário pelos mais de 8 mil cartórios de Registro Civil distribuídos em todos os municípios brasileiros.

Compõe ainda o projeto de expansão as Unidades Interligadas em maternidades, o sistema de solicitação de papeis para certidões e de fiscalização pelo Poder Judiciário. Outro benefício será permitir ao Poder Judiciário e ao Poder Executivo o fácil acesso à pesquisa de óbitos, visando à extinção de processos ou mesmo de benefícios irregulares pagos pela Previdência Social, além da rápida localização e solicitação de quaisquer outras certidões de registro civil por qualquer ente público.

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

100% das escolas estaduais da região de Jales já têm grêmios estudantis

Agremiações estão presentes em todas as 33 escolas da região; Educação de São Paulo fortalece contato com alunos

Na Semana do Estudante, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo vai fortalecer o contato com os grêmios estudantis presentes nas escolas estaduais e incentivar as unidades a criarem seus próprios grupos de representantes dos 4 milhões de alunos da rede. Hoje, 69% das 5 mil escolas paulistas já contam com agremiações. Na Diretoria Regional de Ensino de Jales, são 33 grêmios, presentes em 100% das unidades.
Atualmente, estão em atividade 3.477 grêmios estudantis formados por alunos da rede. A representatividade dos grêmios em todo o Estado cresceu em quase 100 novos grupos desde o mês de maio deste ano, quando eram 3.380.
Nesta segunda-feira, Dia do Estudante, o secretário da Educação abriu a semana com um encontro com 33 presidentes de grêmios estudantis de unidades da rede da região de São Carlos. O encontro dos gremistas aconteceu na sede da Secretaria da Educação, em São Paulo. Os alunos apresentaram os trabalhos desenvolvidos por eles em suas escolas e conheceram a sede da Pasta, na Praça da República.
"Despertar nos estudantes o espírito de liderança e responsabilidade é um dos papéis dos grêmios estudantis. A proposta da Secretaria é manter um canal de diálogo direto com as agremiações com foco no ensino participativo e incentivar os estudantes para a realização de debates, tribunas e socialização das experiências adquiridas em cada uma das unidades escolares onde atuam", afirma o secretário da Educação, professor Herman Voorwald.
Como criar um grêmio estudantil
A construção de um Grêmio Estudantil é feita em poucos passos. O primeiro é comunicar à direção a proposta. Depois organizar uma comissão para esclarecer aos outros estudantes quais as funções do colegiado, formar um estatuto e convocar uma Assembleia Geral.
A segunda etapa diz respeito à escolha dos representantes. Em 96% das escolas da rede estadual, o processo é feito por meio de eleição, sendo o voto facultativo a opção de 51% das unidades. Nessa etapa a comissão eleitoral é quem responde pela organização, apuração dos votos e a posse da chapa eleita.
Para garantir a renovação dos líderes e chapas, a cada ano novas eleições são convocadas pelos estudantes. O objetivo é que a alternância promova uma maior interação entre a escola, família e comunidade.

Após vereadores apresentarem Requerimento, prefeita Nice regulamenta uso de terreno à AJA

por Jaqueline Zambon
Os vereadores Gilberto Alexandre de Moraes, Jesus Martins Batista, Luís Fernando Rosalino e Pérola Maria Fonseca Cardoso apresentaram na última Sessão Ordinária, realizada na segunda-feira, 11 de agosto, o Requerimento nº 148/2014, que discorre acerca da concessão, pelo Poder Executivo, de espaço público à Associação Jalesense de Aeromodelismo - AJA. O Requerimento foi subscrito pelo vereador Rivail Rodrigues Junior. O documento considera que está sendo utilizada pela Associação Jalesense de Aeromodelismo uma área que se situa na parte dos fundos do Cemitério Nossa Senhora da Paz, sendo o referido espaço pertencente ao Cemitério e local este que deve servir como área de sua expansão futura. Após o encaminhamento do documento ao Poder Executivo, a Secretaria Municipal de Comunicação noticiou, nesta quinta-feira, dia 14, que a Prefeita Eunice Mistilides oficializou o Decreto nº 6.365, "que permite o uso de uma área que se situa na parte dos fundos do Cemitério Nossa Senhora da Paz". Segundo nota emitida pela referida Secretaria "O documento permite que a Associação possa fazer adequações no local de acordo com as necessidades, sem ônus para a municipalidade, para que possam praticar atividades de recreação e lazer, mais especificamente de aeromodelismo e helimodelismo. O pedido de uma área para a prática esportiva é uma antiga reivindicação da Associação que atualmente conta com aproximadamente 35 associados". O Chefe do Poder Legislativo Jalesense, vereador Gilberto Alexandre de Moraes, comemorou a conquista. "É prazeroso ver o nosso trabalho surtindo efeito. Acabamos de solicitar informações acerca da concessão deste terreno ao Executivo e fomos noticiados que a prefeita regulamentou a situação em que se encontrava a AJA, possibilitando à Associação maior segurança e concedendo legalidade para que possa desenvolver suas atividades; pois, da forma que se encontrava, não havia qualquer amparo legal para que a Associação pudesse se utilizar daquele terreno, pertencente à municipalidade. Trabalhar em prol ao interesse da população é um dos nossos deveres e ficamos muito satisfeitos em poder ajudar" – finalizou o vereador.

Assaltante de agência dos Correios denunciado pelo MPF é condenado a 12 anos de prisão no interior de SP

A Justiça Federal condenou o assaltante de uma agência dos Correios denunciado pelo Ministério Público Federal em Jales, no interior de São Paulo, em 2013. Robenilton  Mascarenhas da Silva, conhecido como Robinho, foi sentenciado a 12 anos, dois meses e 23 dias de reclusão, em regime inicial fechado, além do pagamento de multa, pelos crimes de roubo qualificado e sequestro. O réu já se encontra preso preventivamente.
 A agência, localizada no centro de Santa Albertina, cidade a 617 quilômetros da capital paulista, foi assaltada por três homens armados ainda não identificados, que levaram R$ 30 mil do cofre do estabelecimento e R$ 500 de uma cliente que estava no local. Durante o roubo, Robinho permaneceu do lado de fora da agência. Como o veículo que seria usado para a fuga teve um dos pneus estourado, o criminoso abordou um motorista e, após ameaçá-lo com uma arma, o obrigou a conduzir o grupo até a cidade de Birigui, também no interior de São Paulo.
 Vítimas e testemunhas ouvidas durante o processo reconheceram Robinho como autor do crime. Além disso, outras provas juntadas aos autos confirmaram a participação do acusado.
 SENTENÇA. Ele foi condenado pelo crime de roubo com uso de arma de fogo e participação de duas ou mais pessoas, previsto no art. 157, § 2º, incisos I e II, do Código Penal, e por sequestro, tipificado pelo art. 148. A pena foi aumentada, considerando que Robinho já possuía quatro condenações com trânsito em julgado e o fato de uma só ação ter resultado em dois crimes de roubo, conforme o art. 70, também do Código Penal. O réu já interpôs recurso contra essa decisão.
 O número da ação para acompanhamento processual é 0000338-56.2013.403.6124.

Festa do Peão de Barretos reunirá mais de 500 competidores em 8 diferentes campeonatos de rodeio


Festa do Peão de Barretos apresenta, em sua 59ª edição, de 21 a 31 de agosto, uma intensa programação esportiva que reunirá 500 competidores disputando R$ 704 mil reais em premiações. Oito campeonatos de diversas modalidades marcam presença no maior rodeio da América Latina.
As disputas começam já no primeiro dia de evento com o início das competições válidas pela final da Professional Bull Riders – PBR Brasil – que reunirá 45 competidores e distribuirá R$ 300 mil em prêmios entre os dias 21 e 24 de agosto. No mesmo período acontecem as finais da Associação Nacional de Três Tambores – ANTT – com 25 competidoras divididas em 3 categorias: Gold, Silver e Mirim (para crianças até 12 anos) com premiação de R$ 85 mil.
Novidade este ano o campeonato “Novos Talentos” busca resgatar revelações da modalidade de rodeio em cavalo no estilo cutiano, a mais antiga do Brasil. Este torneio contará com jovens entre 20 e 25 anos e acontece de 22 a 24 de agosto. Os cinco melhores se classificarão para o grande sonho dos competidores brasileiros: uma vaga no Barretos International Rodeo, que acontece de 28 a 31 de agosto.
Ainda no primeiro final de semana, o Estádio de Rodeios recebe o Rodeio em Carneiros, com crianças com peso até 25 quilos. Os pequenos participam antes de classificatórias no Rancho do Peãozinho, espaço dedicado ao público infantil.
As competições finais da Liga Nacional de Rodeio – LNR – serão realizadas de 25 a 27 de agosto com 35 competidores e prêmios de R$ 30 mil. Os 10 melhores pontuados fazem a grande final no sábado, dia 30. Também de segunda a quarta-feira acontece no Estádio de Rodeios o Campeonato Barretos com as modalidades Working Penning, Team Penning e Três Tambores e R$ 19 mil para os vencedores. 
A 22ª edição do Barretos International Rodeo começa na quinta-feira, dia 28, com 88 competidores divididos em montarias em touro, cutiano, bareback, sela americana, Três Tambores e Team Penning. O rodeio internacional distribuirá R$ 270 mil, sendo R$ 75 mil para o campeão em touro.
“Além de reunir no mesmo evento os melhores atletas do Brasil e do mundo, trazemos para Barretos também os melhores animais, para garantir um espetáculo surpreendente aos apaixonados pelo rodeio”, declarou Jerônimo Luiz Muzetti, presidentes da Associação Os Independentes, promotora da Festa. 
Mais programação em Barretos
De 21 a 31 de agosto, além do rodeio e das provas cronometradas, o Parque do Peão também recebe diversas atrações musicais, culturais, gastronômicas e infantis. A programação musical será distribuída em cinco diferentes palcos. Os principais nomes da música sertaneja estarão presentes, entre eles, Cristiano Araújo, Luan Santana, Fernando & Sorocaba, Chitãozinho & Xororó, César Menoti & Fabiano, Milionário & José Rico, Daniel, Victor & Léo, Munhoz & Mariano, Thaeme & Thiago, Bruno & Marrone, Rionegro & Solimões, Edson, entre outros. Além disso, a Festa também abre espaço para outros gêneros com shows de Anitta, Latino, Bel Marques, Jammil, Psirico e Jeito Moleque.
Além disso, a Festa ainda traz o tradicional Concurso Queima do Alho – culinária típica –, Concurso do Berrante, Palco Culturando, Palco das Raízes Sertanejas (exclusivo para apresentações culturais), Feira Comercial, Rancho do Peãozinho – com atrações infantis –, monumentos espalhados pelo Parque do Peão, Museu do Peão, área para camping, estrutura de camarotes e área de ranchos para festas particulares.
Mais informações e a programação completa: www.independentes.com.br

Festa do Peão de Barretos promove competição em busca de novos talentos na modalidade cutiano

A Festa do Peão de Barretos apresentou, esta semana, mais uma novidade na sua programação esportiva. Uma competição foi criada para apresentar revelações na modalidade cutiano, a mais antiga do Brasil. A disputa chamada “Novos Talentos” acontece de 22 a 24 de agosto no estádio de rodeios. Jovens de 20 a 25 anos disputarão cinco vagas para o 22º Barretos International Rodeo.
Dez competidores montam na sexta-feira, outros dez no sábado e os cinco melhores pontuados voltam à arena no domingo. Todos os cinco finalistas serão automaticamente classificados para o Barretos International Rodeo.
O cutiano é a modalidade que deu origem ao rodeio brasileiro. O nome vem do próprio arreio usado na modalidade, que se diferencia dos demais por ter a frente lisa e arredondada. Sua origem veio das antigas comitivas que viajavam levando enormes boiadas, nas décadas de 40 e 50, no interior paulista. Seja para domar os animais ou simplesmente para entretenimento, os peões da época duelavam para ver quem se saia melhor sobre os animais.

Santa Casa de Votuporanga inaugura Bazar do Bem e homenageia coordenadora

A Santa Casa de Votuporanga inaugurou na manhã da última terça, dia 12 de agosto, a sede do Bazar do Bem, realizando o sonho de muitas pessoas que se dedicaram para construí-lo. O prédio está localizado no cruzamento da avenida da Saudade com a rua Minas Gerais e se tornou possível por meio da colaboração de parceiros, não gerando custos para a entidade.
O Bazar, que funcionará como uma loja, já está em pleno funcionamento e o atendimento é das 9h às 12h e das 14h às 17h, de segunda a sexta. O projeto é coordenado pela voluntária Daisy Góes Liévana, que foi homenageada dando o nome para o prédio. Durante o expediente, as próprias voluntárias ficarão responsáveis nas vendas dos produtos.
Na inauguração, o provedor da Santa Casa, Valmir Antônio Dornelas, enfatizou a participação dos voluntários nas ações da entidade. “Esse empenho é de grande importância e devemos fortalecer ainda mais esse trabalho que é de suma necessidade para as nossas atividades. Em nome de toda a Diretoria, parabenizo cada um que disponibiliza seu tempo em prol da Instituição e de nossos pacientes”.
Dornelas também citou o quanto o Hospital ganha com a inauguração do Bazar. “Não tivemos nenhum custo com essa obra, que soma em torno de R$ 65 mil, entre materiais de construção, pedreiros e demais etapas. Com certeza estamos tendo um grande ganho, pois toda a renda da venda dos produtos será revertida para o SUS.”
A coordenadora Daisy também ressaltou a contribuição da população na captação de recursos em prol da obra. “Estamos reunidos nesta cerimônia porque a comunidade votuporanguense sempre ajudou e juntos poderemos salvar vidas. Esse Bazar é um sonho que se realiza e está pronto para fazer a diferença, pois tudo o que fazemos pelo próximo retorna para nós.”
O ex-provedor Luiz Fernando Góes Liévana, participou da cerimônia e citou o trabalho de humanização. “Felizmente contamos com pessoas que se doam nessa missão e a dona Daisy é um exemplo para todos nós”. Enquanto o nutricionista João Carlos Bragatto, representando o grupo de Humanização do Hospital, fez a leitura de uma carta assinada pela coordenadora, que abordou o que é o trabalho voluntário.
A obra conta com a contribuição do Conseg (Conselho de Segurança de Votuporanga), Lions Clube Votuporanga, Rotary Clube Votuporanga, Construtora Poloeste, Móveis Planejados Nardini, David Marcenaria, Favorita, HSA, Ciafer e ACV (Associação Comercial de Votuporanga) em nome do comércio em geral.
O Bazar comercializa produtos novos e também usados, que são captados por meio de doações. É possível encontrar toalhas, guardanapos, roupas, produtos de higiene, entre outros itens, há preços populares.

Brotas recebe jornalistas de três estados para mostrar suas belezas e alta gastronomia

A nova estância turística paulista de Brotas (260 km de São Paulo) recebe a partir desta quinta-feira, 14, um grupo de 14 jornalistas dos estados de São Paulo, Paraná e Minas Gerais que irá conhecer as belezas naturais, o turismo de aventura e a alta gastronomia brotense, já que a visita coincide com a realização do 3º Brotas Gourmet. A ação é realizada em parceria entre a Prefeitura Municipal de Brotas, por meio da Secretaria de Turismo, e Aprecesp (Associação das Prefeituras das Cidades Estância do Estado de São Paulo), entidade que reúne todas as 70 estâncias turísticas paulistas.
Uma vasta programação foi elaborada para que os profissionais possam conhecer os principais atrativos da cidade, que inclui rafting, trilhas, cachoeiras, passeios no centro, entre outras atividades de aventura. Os jornalistas também terão a oportunidade de acompanhar a técnica de queima de cerâmica e a produção de cachaça artesanal.
O roteiro começa nesta quinta, 14, quando os profissionais participarão da abertura do 3º Brotas Gourmet. Na sexta, 15, pela manhã, eles farão rafting e, à tarde, irão fazer trilhas e conhecer algumas cachoeiras. No início da noite, vão acompanhar a queima de raku, técnica de queima de cerâmica. A aventura continuará fazendo parte da programação no sábado, 16. Aquaball, Arco e Flecha, Arvorismo, Caiaque, Escalada, Rapel, Stand-up e Tirolesa Aquática são algumas das atividades que serão oferecidas aos repórteres. Ainda no sábado, os jornalistas irão conhecer o CEU (Centro de Estudos do Universo).
No domingo, 17, os profissionais realizarão passeios de quadriciclo e conhecerão a produção de cachaça artesanal, com degustação de queijos e licores. O Parque dos Saltos encerrará a visita. Estarão presentes jornalistas dos veículos Adoro Viagem (Curitiba), O Estado de S. Paulo (São Paulo), Diário do Grande ABC (Santo André), Folha Metropolitana/Metro News (Guarulhos), Imprensa Livre (Litoral Norte), Jornal de Turismo (São Paulo), Viagens & Rotas (São Paulo), Viajar é Simples (São Paulo), Revista Travel 3 (Belo Horizonte), Revista Viagem & Turismo (São Paulo), UOL (São Paulo).
“A vinda desses veículos de comunicação tão importantes dos segmentos de Turismo e Gastronomia trará publicidade positiva ao destino Brotas, divulgando potenciais não tão conhecidos, e, consequentemente, atrairá mais turistas à cidade”, avalia a secretária de Turismo de Brotas, Luciana Pires de Jesus. “Muitos jornalistas se mostraram ansiosos para conhecer Brotas e estão animados com a programação elaborada pela Secretaria de Turismo em parceria com o trade local, devido às diversas opções oferecidas”, ressalta Jessica Aquino, gerente executiva da Agência Facto, empresa que organiza a visita dos jornalistas.
“A mídia espontânea que a cidade terá com a divulgação das reportagens em nível nacional certamente potencializará Brotas no segmento de turismo de aventura e a fortalecerá como destino gastronômico”, ressalta o presidente da Aprecesp e prefeito de Ilhabela, Antonio Colucci.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Prefeitura inicia limpeza de sarjetões para recapeamento


Funcionários da secretaria municipal de Obras, Serviços Públicos e Habitação, deram início na quarta-feira, 13, na limpeza de entulhos que estavam atrapalhando a passagem de veículos e pedestres, em função das construções de sarjetões em diversos bairros.
 A interdição foi necessária devido ao tempo de “maturação” do material utilizado na obras. A medida visa à durabilidade do concreto para resistir ao grande fluxo de carros e caminhões que passam diariamente pelos locais.
 Os sarjetões foram implantados no Conjunto Habitacional José Antônio Caparroz Bogaz – JACB I e II, Vila Pinheiro, Jardim Paulista e Vila Nossa Senhora Aparecida. A principal função dos dispositivos é direcionar e facilitar o escoamento das águas pluviais, evitando poças de água e deterioração do pavimento asfáltico. Eles também obrigam os motoristas a reduzirem a velocidade dos veículos nos cruzamentos, garantindo mais segurança no trânsito.
 Devido aos transtornos causados, a empresa responsável pela execução das obras já havia sido notificada pela prefeitura e retorna no próximo mês para dar início ao recapeamento asfáltico. Diversas ruas estão sendo contempladas com obras de melhorias.

Profissionais do SAMU participam de Congresso Nacional em Brasília


Os profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Jales participaram do IV Congresso Nacional do SAMU 192, realizado no final do mês passado, no Ministério da Saúde, em Brasília. A ação celebrou o sucesso dos serviços nos municípios e comemorou os dez anos de operação e criação do SAMU.
 O Congresso reuniu gestores, profissionais da rede SAMU 192 de todo país e diversas autoridades em saúde do cenário nacional. Da equipe SAMU 192 da regional de Jales participaram a coordenadora Marineusa Neves da Silva, o médico Fernando Henrique Zambom Viola, a enfermeira Viviane Suzel Masson Codinhoto, o técnico em enfermagem Pedro Arthur dos Santos e o condutor João Batista dos Anjos.
 Durante quatro dias foram mais de 80 atividades entre palestras, debates, workshops e cursos, abordando questões relativas ao trabalho. Um dos propósitos do encontro foi a integração das ações na melhoria da assistência no contexto da rede de urgência e emergência, propiciando a troca de experiências e informações entre os profissionais com o intuito de disseminar práticas e procedimentos que possam aprimorar os trabalhos.
 “O SAMU é um projeto de grande abrangência e as experiências que levamos e trocamos participando dessas ações são multiplicadoras de conhecimento. Ficamos contentes em ver que vários assuntos abordados já estão sendo desenvolvido por nossa equipe”, comentou a coordenadora Marineusa.

ACIF e Procon promovem palestra com tema “Lei de fixação de preços nas vitrines”

A Associação Comercial e Industrial de Fernandópolis, em parceria com o Procon - SP, promoveu na manhã de segunda-feira, dia 11, uma palestra com o tema “Lei de fixação de preços nas vitrines das lojas”, ministrada pelo Coordenador do Núcleo Regional do Procon de São José do Rio Preto, Alexandre Abdel Hak Alves Cavalheiro.
Voltado para a classe empresarial, o evento foi realizado na Câmara Municipal de Fernandópolis, e teve como objetivo informar e suprir as dúvidas dos empresários sobre as formas corretas de divulgação de promoções, exposição de valores e serviços.
Estiveram presentes dezenas de empresários que representaram diferentes setores comerciais. “Eventos como este são fundamentais para sanar as dúvidas e garantir a segurança dos nossos clientes”, afirmou Eberti Sabion, sócio-proprietário da Ascont Sistemas.
De acordo superintendente da ACIF, Geraldo Pedro Paschoalini, a Associação cumpriu mais uma vez o papel de prestar assistência aos seus associados. “A ACIF resolveu promover essa palestra junto ao Procon - SP para prevenir problemas futuros aos comerciantes. Todos devem se adequar de acordo com o que rege a Lei de fixação de preços para não sofrerem multas e prejuízos”, destacou Geraldo.
Para os comerciantes que não estiveram presentes, a ACIF comunica que as dúvidas sobre a Lei de fixação de preços e outros assuntos do mesmo cunho, podem ser esclarecidas junto ao setor jurídico da Associação Comercial com a advogada Luciana Toledo, por meio do telefone 3465-3555.

MPF em São José dos Campos move ação contra a Caixa por venda casada a mutuários

Clientes são induzidos à aquisição de produtos e serviços, sem esclarecimentos sobre a finalidade dos itens
 13/08/14 - Assessoria de Comunicação
 O Ministério Público Federal em São José dos Campos ajuizou ação civil pública contra a Caixa Econômica Federal pela prática da chamada venda casada. Segundo relatos de mutuários, o banco tem condicionado a assinatura de contratos de financiamento habitacional à aquisição de outros produtos e serviços, o que é vedado pelo Código de Defesa do Consumidor.
 Declarações dos clientes ao MPF e dezenas de reclamações registradas no Procon de São José dos Campos indicam que a Caixa está condicionando, mediante subterfúgios, financiamentos imobiliários à abertura de conta corrente, contratação de seguros, aquisição de títulos de capitalização e planos de previdência privada, entre outras imposições. Segundo o procurador da República autor da ação, Ricardo Baldani Oquendo, a instituição “prevalece-se da fraqueza ou ignorância do consumidor para impingir-lhe seus produtos e serviços”.
 Os funcionários induzem os clientes às contratações sem esclarecimentos sobre a natureza, as características e a finalidade dos produtos bancários. Em muitos casos, a atuação para a venda casada já começa nas chamadas “empresas facilitadoras” indicadas pela Caixa, que são orientadas a convencer os futuros mutuários de que a aprovação do financiamento é mais garantida caso adquiram outros produtos e abram conta-corrente.
 Há relatos também de má-fé dos empregados do banco ao inserirem propostas de aquisição de produtos bancários na documentação referente ao contrato habitacional. A conduta dificulta aos clientes perceberem o conteúdo dos papéis e os leva a assiná-los inadvertidamente. Tempos depois, constatam que valores estão sendo debitados em suas contas, sem conhecimento de que realmente solicitaram os serviços.
 PEDIDOS. O MPF quer, inicialmente em caráter liminar, que a Justiça Federal proíba a Caixa de continuar impondo condições para a aprovação de financiamento imobiliário e a obrigue a fornecer todas as informações por escrito aos consumidores sobre produtos e serviços oferecidos. Caso a Justiça acolha o pedido, o banco deverá também alertar os clientes sobre a proibição da venda casada e dar-lhes ciência formal sobre seus direitos, logo no início da negociação.
 Ao final do processo, pretende-se que a Caixa seja condenada à devolução dos valores já cobrados indevidamente. Devem ser ressarcidos apenas os mutuários lesados que registraram reclamação nos cinco anos anteriores ao ajuizamento da ação e até um ano após a assinatura do contrato. O MPF pede ainda o pagamento de quantia não inferior a R$ 5 milhões como indenização por danos morais coletivos, a ser revertida ao Fundo de Defesa dos Interesses Difusos e Coletivos.
 O número da ação para acompanhamento processual é 0004232-69.2014.403.6103.
 Para ler a íntegra da ação, clique aqui.

Cavaleiro das Américas chega a São José do Rio Preto nesta quinta-feira, dia 14

A Jornada das Américas está chegando à sua reta final. O aventureiro Filipe Leite saiu de Calgary, no Canadá, em junho de 2012, desde então viaja acompanhado apenas de seus cavalos Bruiser, Dude e Frenchie com destino à Festa do Peão de Barretos. Sua chegada em São José do Rio Preto, há 92 km de Barretos, acontece nesta quinta-feira, dia 14, e será cercada de atrações.
Um almoço com porco no rolete e carneiro será servido no Haras Laguna, da amazona riopretense Keyla Polizello, para imprensa e convidados a partir das 12h. Campeã 10 vezes na arena de Barretos, sendo 6 títulos do Barretos International Rodeo, Keyla declarou que está muito feliz em receber o Cavaleiro das Américas. “A história do Filipe é linda, e esse amor e respeito que ele tem pelos cavalos é emocionante, será um prazer recebê-lo no meu Haras”, declarou.
Para acompanhar o almoço, uma roda de viola será formada pelo cantor Juliano César e as duplas Israel & Rodolfo, Carreiro & Capataz e Fiduma & Jeca. O presidente da Associação Os Independentes, promotora da Festa do Peão de Barretos, Jerônimo Luiz Muzetti, o diretor cultural Ricardo Rocha e o diretor de rodeio, Kiko de Almeida Prado também recepcionarão o Cavaleiro.
Na sexta-feira, dia 15, às 10h, a Associação promoverá uma cavalgada pela avenida Alberto Andaló, a principal da cidade. Com tropas de mulas e comitivas de cavaleiros, a cavalgada deve reunir cerca de 100 animais em uma homenagem à passagem do cavaleiro Filipe por São José do Rio Preto.
Filipe deve permanecer alguns dias na cidade, para descanso de seus animais. Depois, segue viagem rumo a Barretos, onde deve chegar no sábado, dia 23, com grande festa no Estádio de Rodeios. Artistas e comitivas se reunirão na arena para recepcionar o cavaleiro. Outra homenagem será a inauguração de um monumento, no Parque do Peão, criado pelo artista plástico Juvenal Irene que reproduz Filipe e seus três cavalos.  

Rogerio Hamam empossa nova diretoria do Conseas/SP

O secretário estudal de Desenvolvimento
Social,  Rogerio  Hamam, deu posse à nova diretoria do Conselho Estadual de
Assistência  Social  de  São  Paulo (Conseas/SP), nesta terça-feira, em sua
sede. Nicole Hoedemaker, representante da Sociedade Civil na Área Patronal,
suscedeu Salete Dobrev na presidência.
“Rogerio  Hamam  vem  prestigiar esse conselho, formado de forma paritária,
tanto  por  representantes do Poder Público como de Sociedade Civil, que se
unem  para  garantir  o  controle social e auxiliar nas políticas públicas.
Para  isso,  nada  como  contar  com apoio da Secretaria de Desenvolvimento
Social do Estado. Tenho orgulho por ter sido eleita para este mandato, além
de honrada e amparada por essa mesa diretora”, afirmou Nicole.
O secretário estadual parabenizou a nova diretoria do Conseas/SP e reforçou
o  apoio.  “É  uma  alegria dar posse à nova mesa diretora do Conselho, uma
transição  saudável,  focada  no  avanço da política pública de Assistência
Social.  Estou  seguro  na  capacidade  de  quem está assumindo essa grande
tarefa. Boa sorte a todos e contem com meu apoio”, afirmou Hamam.
O  mandato 2014-2015 será representado pela Sociedade Civil até 31/07/2015.
O  processo  de  escolha  foi  realizado  na  reunião de julho pelos atuais
conselheiros.  Na  cerimônia  de  posse,  além  dos  titulares  e suplentes
presentes,  também  prestigiaram  representantes  de  entidades,  como Dora
Silvia  Cunha  Bueno, presidente da Associação Paulista de Fundações (APF).
“Desejo uma boa gestão à mesa diretora e contem com nosso apoio”.
Marcelo  Monello,  do  Conselho  Regional de Contabilidade do Estado de São
Paulo  (CRC/SP),  aproveitou  a  oportunidade  para  falar em melhorias que
precisam  ser  feitas  na  legislação  para  dar  mais dinamismo à política
pública  de  Assistência  Social.  “É  preciso  inovar”,  resumiu.  O CRC é
parceiro  da  Secretaria  de  Desenvolvimento  Social no Programa São Paulo
Amigo do Idoso, com ênfase no Fundo Estadual do Idoso.
A nova diretoria do Conseas/SP é formada por:

· Presidente: Nicole Marianne de Paula Ferraz Hoedemaker - Sociedade
Civil (representante da Área Patronal)
· Vice-presidente: Regina Lúcia dos Santos Gonçalves - Poder Público
(representante da Secretaria da Educação)
· Primeira secretária: Isabel Cristina Carretero Verginio Martin -
Poder Público (representante da Secretaria de Desenvolvimento Social);
· Segunda secretária: Maria Silvia Coviello Boscaino – Sociedade Civil
(representante de Entidade de Assistência Social)

Balanço
Além  da  posse da nova mesa diretora, a reunião do Conseas/SP contou com a
apresentação  da  equipe  do programa São Paulo Solidário. Leila Aquilino e
José Resende Filho fizeram um balanço das ações até então.

De  acordo  com  o  cronograma  apresentado,  538  municípios  paulistas já
realizaram   a  Busca  Ativa,  restando  apenas  107  cidades  das  regiões
metropolitanas  de São Paulo, Campinas e Baixada Santista, além da capital.
Nos  primeiros  97  municípios,  mais  de  200  mil  casa foram visitadas e
responderam  ao  questionário  desenvolvido  com a metodologia do Índice de
Pobreza Multidimensional (elaborado pelo Pnud/ONU). Destas, 18 mil famílias
foram identificadas em situação de extrema pobreza.

Como  ferramenta  de  mobilidade social, foi criado o Compromisso Paulista.
Trata-se  de  um conjunto de ações que atuam além da dimensão da renda para
superação da
pobreza multidimensional. Para isso, a Secretaria de Desenvolvimento Social
investe  R$ 25 milhões que serão usados de acordo com os Planos de Trabalho
aprovados  pelos  respectivos  Conselhos  Municipais  de Assistência Social
(CMAS).  Cerca  de  95%  dos  municípios  beneficiados  da primeira fase já
receberam o recurso.

“Nesta fase, o Programa São Paulo Solidário oferece uma série de serviços e
produtos  voltados à população em extrema pobreza, já identificadas. O foco
é  na  emancipação,  alcançada  a  partir  de  ações  conjuntas de todas as
Secretarias  do Governo Estadual para promover a real mobilidade social das
famílias”, afirmou Leila.



Este ano a cidade entrou no ciclo de palestras de administração e a entrada, um quilo de alimento, foi revertida para a APAE

Nesta terça-feira, 12 de agosto, a cidade de Três Lagoas, no Campus I – UFMS, recebeu o CIPAD – Ciclo de Palestras em Administração, promovido pelo Conselho Regional de Administração de Mato Grosso do Sul. A intenção do projeto é levar conhecimentos da área administrativa para alunos, trabalhadores e interessados.
Além do desenvolvimento de palestras o CRA – MS se preocupa com o bem – estar da sociedade local. Desta forma, os alimentos arrecadados durante o evento foram entregues a APAE de Três Lagoas. “Preocupamos-nos em deixar algo bom para a cidade. O conhecimento intelectual é importante, mas a responsabilidade social é uma missão que fazemos questão de praticar”, explicou o presidente do CRA – MS, Harduin Reichel.
Para o presidente da APAE, Luiz Fausto, parcerias como essas são bem vindas e agradece a todos envolvidos. “Ficamos muito felizes quando soubemos que a entidade que seria ajudada seria a APAE. Todos sabem o quanto é complicado manter nossa estrutura e só conseguimos isso devido a parceiros como o CRA-MS que compreende nossa necessidade. Estamos agradecidos”, finalizou.
A palestra foi ministrada pelo empresário Rodrigo Perez e o tema foi “Inovação e Empreendedorismo”.