Páginas

sábado, 9 de agosto de 2014

Comissão abre processo contra a prefeita Nice


O plenário Câmara Municipal de Jales aprovou por unanimidade na sessão ordinária de segunda-feira, 4 de agosto, a abertura de uma Comissão Processante (CP) para apurar a responsabilidade da prefeita Nice Mistilides(foto) em supostas irregularidades em pagamentos de serviços prestados na Facip.
A denúncia protocolada por Adalberto Mariano dos Santos (Beto Mariano) solicita apuração de eventuais irregularidades praticada pela prefeita Nice Mistilides com relação a supostos pagamentos de serviços prestados pela Comissão Organizadora responsável pela realização da Feira do Verde, Festa do Arroz e Exposição de Animais durante da 44ª Facip - 2014.
Segundo a denúncia, esses pagamentos seriam de responsabilidade da empresa BX Eventos, organizadora e realizadora da 44ª FACIP, e foram feitos pela Prefeitura, bem como houve pagamento aos prestadores de serviços de valores acima dos praticados pelo mercado.
Os vereadores Tiago Abra, presidente, Jesus Martins Batista, vice-presidente e Rivail Rodrigues Junior, relator, foram sorteados como membros da Comissão Processante.
A Comissão, segundo o Regimento Interno da Câmara Municipal tinha cinco dias para notificar a prefeita Nice Mistilides, fato este que já estava sendo providenciado pelo presidente Tiago Abra.
A notificação deve ser feita pessoalmente à prefeita Nice , e se ela se encontrar no Município e, se estiver ausente do município, a notificação será por edital, publicado duas vezes, no órgão oficial, com intervalo de três dias, pelo menos, contado o prazo da primeira publicação.
A notificação deve estar acompanhada de uma cópia da denúncia e dos documentos que instruem os autos do processo. Caso seja comunicada oficialmente, ou mesmo através de publicações, prefeita Nice terá dez dias para apresentar sua defesa por escrito.
Decorrido o prazo de defesa, a Comissão Processante emitirá parecer dentro de cinco dias, opinando pelo prosseguimento ou arquivamento da denúncia, o qual, neste caso, será submetido ao plenário.
Se a Comissão opinar pelo prosseguimento, o presidente designará, desde logo, o início da instrução e determinará os atos, diligências e audiências que se fizerem necessários para o depoimento da denunciada e inquirição das testemunhas.
Segundo o Secretário Municipal de Comunicação, Bruno Guzzo, a prefeita Nice Mistilides só irá se manifestar após ser notificada.
Em relação aos componentes da Comissão nomeada para a realização dos eventos: Feira do Verde, Festa do Arroz e Exposição de Animais na Facip, o secretário disse que todos estão tranquilos e a lisura na prestação de contas será provada.


A Associação de Judô Jalesense (AJJ),  esteve  participando neste sábado , 2 de agosto,  no Ginásio de Esportes do Automóvel Clube de São José do Rio Preto,  com doze atletas de várias classes de idades e categorias de peso, do 54º Campeonato Regional da Classe Aspirante
Neste evento, os classificados entre os três primeiros colocados têm o direito de participar da fase seguinte que é o Campeonato Interestadual, que será realizado no sábado, 23 de agosto em  Presidente Prudente, e desta fase novamente os três primeiros irão disputar a final do Campeonato Paulista de Judô marcado para 11 de outubro em Mauá (Grande São Paulo)
Nessa fase regional, a AJJ classificou 10 atletas para a fase interestadual , sendo: 1º colocados: Natan Gouveia Sakashita, Ediney Marlon Bueno da Cruz, Kimberly Caroline de Oliveira Alves, Lilian Kellen da Silva Santos. 2º colocado: Gabriel Coelho Evaristo, e 3º colocados: Lucas Neto de Souza, Marcelo Modesto Custódio, Vanderlei Cesar Brandão Junior, Vinicius de Oliveira Zeule, Daniel Andre da Silva Cerverizo

Jocelia Cabrini na Fashion Noivas em Rio Preto
















Nos dias 2 e 3 e agosto aconteceu no Villa Rica em São José do Rio Preto, o evento Fashion Noivas. A convite de alguns expositores a cerimonialista jalesense Jocelia Cabrini esteve presente para conhecer as tendências, novidades e firmar novas parcerias visando a solicitação de clientes que atende, não só em Jales e várias regiões, como também em outros estados.. O evento contou com a participação especial do ator global Julio Rocha que desfilou para expositores em trajes de noivo. Também presente a apresentadora Cida Caran que ao lado da cerimonialista Jocelia Cabrini relembrou alguns bons e felizes momentos em que residiu em Jales.

Edinho apela a Dilma e ministros contra praça de pedágio na Ponte Rodoferroviária


O deputado federal Edinho Araújo (PMDB-SP) protocolou nesta quinta-feira, 7 de agosto, em Brasília , uma Indicação à presidente Dilma Rousseff pedindo que o governo federal vete a proposta de instalação de uma praça de pedágio na ponte rodoferroviária sobre o rio Paraná, entre Rubineia (SP) e Aparecida do Taboado (MS).
Cópias da Indicação foram enviadas para o vice-presidente da República, Michel Temer, o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, o ministro das Relações Institucionais, Ricardo Berzoini e o presidente da Comissão de Viação e Transportes, deputado Arnaldo Faria de Sá.
"Estamos lutando em todas as frentes possíveis contra o pedágio na ponte. A cobrança na travessia prejudicará a integração entre São Paulo, Mato Grosso do Sul e o Centro Oeste brasileiro", afirmou Edinho Araújo.
O deputado levou o caso à Comissão de Viação e Transportes da Câmara Federal. Edinho fez um histórico da luta pela ponte e recebeu a garantia dos colegas de que a CVT trabalhará contra a proposta de pedágio. O presidente da Comissão, Arnaldo Faria de Sá, deu um testemunho pessoal em relação à luta de Edinho: "conheço V. Excia como o deputado da ponte rodoferroviária. Aguardamos um ofício para dar apoio a essa luta".
Edinho já havia se reunido com os ministros Ricardo Berzoini e Aloizio Mercadante para expor a preocupação com os prejuízos que um pedágio na ponte causaria aos dois lados da fronteira.
Na Indicação, o deputado faz um histórico da luta pela ponte e mostra o quanto essa obra ajudou na integração rodoferroviária de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso com São Paulo e o Porto de Santos. Mostrou também preocupação com o encarecimento do frete e os prejuízos econômicos caso o pedágio seja implantado.

Maria Nathalia Pinheiro e Geneilson










Durante o Chá da Amiga realizado dia 19 de julho pela Primeira Igreja Batista – PIB Jales, as mulheres presentes foram abençoadas pelo testemunho da preletora Edmelcia Willians. Na seqüência participaram do sorteio de vários presentes doados e patrocinados pelos comerciantes da cidade. Dentre eles esteve a participação da Cerimonialista Jocelia Cabrini e as empresas Vira Festa Adereços e Acessórios, Imagem Impressos Personalizados, que presentearam a sorteada com assessoria para o casamento, adereços e acessórios festivos e banner.
A contemplada Maria Nathalia Pinheiro, veio do Maranhão há quatro anos e reside na cidade de Valentin Gentil, região de Votuporanga. Com o casamento já marcado, exatamente uma semana após o dia do sorteio com o noivo Geneilson naquela localidade, as mulheres da Igreja, outros parceiros como: Desing Cake Silvia Oliveira, Cinira Rodrigues, Lú Fiscarelli fizeram doações para tornar este momento ainda mais inesquecível na vida deste casal. A cerimônia religiosa foi presidida pelos Pastor Antônio e Pastora Isa Bel da PIB de Valentin Gentil. Veja nas fotos alguns momentos deste abençoado dia.
"Tudo o que a sua mão encontrar para fazer, faça-o com todo o seu coração".

Brasil do Restaurante, o ilustre aniversariante de hoje



Neste sábado, 9 de agosto, comemorando mais um aniversário, Brasilio Francisco de Oliveira, o popular Brasil, do Restaurante Avenida. Recebendo os parabéns da esposa Nilce, filhos e neto, demais familiares e amigos. Ao Brasil, nas fotos com a esposa Nilce e o neto Guilherme,os nossos parabéns!

Cristiano Araújo e Bruno & Marrone fazem show exclusivo na Festa do Peão de Barretos


Com o slogan Surpreendente, a Festa do Peão de Barretos, que acontece de 21 a 31 de agosto, inova mais uma vez em sua programação musical. Todos os shows que acontecerão no palco do Estádio de Rodeios serão exclusivos do evento, com novidades que o público verá somente em Barretos. Um deles ocorre no sábado, dia 23, reunindo o Embaixador do Rodeio 2014, Cristiano Araújo e os Embaixadores de 2013, Bruno e Marrone.
Cristiano Araújo (foto) abre a noite com seus grandes sucessos, desde "Seus Efeitos", que o projetou nacionalmente, até seu mais novo hit "Cê que sabe". Antes de finalizar o show, o cantor chama no palco a consagrada dupla Bruno & Marrone para, juntos, conduzirem uma apresentação inédita. Na sequência a dupla apresenta o seu show repleto de clássicos da música sertaneja e também o seu novo sucesso "Vou te amarrar na minha cama", uma regravação da dupla As Marcianas. E para finalizar a noite os três cantores se reúnem no palco para um especial reunindo os maiores sucesso das "músicas de bar" tocadas com viola e sanfona. "Dama de Vermelho", "Boate Azul" e "Paredes Azuis" estão entre as escolhidas para levantar a poeira na arena do Barretão.
Ainda no sábado, acontecem outros grandes shows na Festa como Anitta, Munhoz & Mariano, Fiduma & Jeca, Jamil e Bell Marques. Mais informações e a programação completa estão disponíveis no www.independentes.com.br

Circuito Cultural Paulista apresenta em Jales, Dança por Correio, com o Grupo Zumb.boys


O Circuito Cultural Paulista, realizado pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo em parceria com a Prefeitura Municipal de Jales promove no sábado, 23 de agosto na praça Euplhy Jalles, a partir das 20 horas, o espetáculo de dança "Dança por Correio" com o Grupo Zumb.boys.
Com caráter performático, a apresentação propõe uma quebra do cotidiano. Os dançarinos, vestidos de carteiros, propõem que as pessoas escolham uma carta que determinará o que os bailarinos deverão dançar e a partir desse momento começam a interagir com o espaço, traduzindo com o corpo, o conteúdo descrito na carta. O grupo brinca com o ritmo e invade a cena com suas movimentações, transitando rapidamente de um ponto ao outro.
O Circuito Cultural Paulista é mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, em parceria com as prefeituras envolvidas. A execução é realizada pela organização social de cultura Associação Paulista dos Amigos da Arte (APPA). A curadoria é de Maria Eugênia Menezes (teatro), Alexandra Itacarambi (dança), Dib Carneiro (infantil), Alessandra Brantes (circo) e Pena Schmidt (música). A distribuição de ingressos para os espetáculos do programa é responsabilidade das prefeituras dos municípios participantes.

Editais de Proclamas

Ademir de Mattis
, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
JOÃO ANTONIO ZULIAN e VANILDA SILVESTRE. ELE,
natural de Estrela D’Oeste, deste Estado nascido aos 21 de outubro de 1.948, aposentado, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Primo Augusto Zulian e de Maria Soares Zulian. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 01 de março de 1.949, aposentada, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Silvestre Filho e de Ana Pereira Silvestre.
DIOGO DA SILVA SANTOS e ALINE ALBORELI DE OLIVEIRA. ELE,
natural de Santo André, deste Estado nascido aos 07 de dezembro de 1.988, eletricista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Jovair Ribeiro dos Santos e de Dioneide Maria da Silva Satos. ELA, natural de Santa Fé do Sul, deste Estado, nascida aos 24 de janeiro de 1.992, técnica em enfermagem, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Jorge Ribeiro de Oliveira e de Maria Lúcia Alboreli de Oliveira.
CARLOS EDUARDO BASTON SILVA e THAIS DE BARROS CORREIA VIERI. ELE,
natural de Barretos, deste Estado nascido aos 29 de outubro de 1.980, médico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Sérgio Luiz Fernandes da Silva e de Rita de Cássia Baston Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 12 de outubro de 1.987, dentista, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Alberto Vieri e de Maria Virginia de Barros Correia Vieri.
TAYLSON MOLINA MARTINEZ e ALINE NAIARA BARBARIS FARUTHE. ELE,
natural de Paranapuã, deste Estado nascido aos 30 de abril de 1.990, desenvolvedor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Wilson Donizeth Martinez e de Tereza Conceição Molina Martinez. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 06 de dezembro de 1.990, fotografa, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Edson Domingues Faruthe e de Sônia Aparecida Barbaris.
WASHINGTON ROBERTO APARECIDO DE MORAES e ANA CAROLINA RUI DE SOUZA. ELE,
natural de São Paulo, deste Estado nascido aos 01 de agosto de 1.982, soldador, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Roberto Romeu de Moraes e de Cleide Fiamoncini de Moraes. ELA, natural de Magda, deste Estado, nascida aos 23 de janeiro de 1.988, manicure, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de João Francisco de Souza.
MARCOS FERREIRA GROSSO e GISLAINE NAZARIO DE OLIVEIRA. ELE,
natural de Jales, deste Estado nascido aos 27 de outubro de 1.974, pintor, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Nivaldo Grosso e de Maria Ferreira Grosso. ELA, natural de Fernandópolis, deste Estado, nascida aos 18 de agosto de 1.980, pensionista, viuva, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Sebastião de Lima e de Joana Nazario de Lima.
FABIANO DA SILVA SANTOS e BRUNA VILAS BOAS MOREIRA. ELE,
natural de Cotia, deste Estado nascido aos 22 de novembro de 1.987, motoboy, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Feliciano dos Santos Neto e de Josefa Maria da Silva Filha. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 04 de julho de 1.988, copeira, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Aparecido Oliveira Moreira e de Fátima de Lourdes Vilas Boas Coutinho .
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial

Alunos com deficiência da região de Jales participam de seletiva dos Jogos Escolares

Dia 9, a partir das 9h, a pista de atletismo do Ginásio do Ibirapuera, será palco das seletivas de atletismo dos Jogos Escolares do Estado de São Paulo. Os jogos são requisito básico aos interessados em competir nas Paralimpíadas Escolares 2014 em 10 modalidades.
Na ocasião, participarão 38 alunos dos municípios de Jales, Aparecida D’Oeste, Aspásia, Santa Salete da região de Jales , e Bady Bassitt, Catanduva, Icem Irapuã, José Bonifácio, Pindorama, Santa Adélia, , São José do Rio Preto, Urupês e Votuporanga.
A delegação do Estado de São Paulo será composta pelos melhores competidores com deficiência das modalidades de atletismo, natação, bocha, futebol de 5, futebol de 7, goalball, judô, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado.
Além de descobrir novos talentos para o esporte, o objetivo dos Jogos Escolares é promover, por meio da prática desportiva, a integração e o intercâmbio dos alunos para ampliar as oportunidades de socialização e aquisição de hábitos saudáveis. As inscrições podem ser realizadas por alunos com deficiência física, visual ou intelectual, com faixa etária entre 12 e 17 anos, matriculados em escolas do ensino fundamental e médio de escolas públicas e particulares.
Trata-se de uma iniciativa do governo do Estado de São Paulo destinado aos alunos matriculados em escolas públicas e privados de todo o Estado organizada pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e as secretarias da Educação, de Esporte, Lazer e Juventude, Desenvolvimento Econômico e Ciência e Tecnologia. As competições esportivas voltadas aos estudantes são realizadas anualmente em quatro etapas: rede pública estadual e escolas técnicas estaduais, rede pública municipal, rede particular e escolas técnicas federais, seletivas regionais e seletivas estaduais. Os jogos são requisito básico aos interessados em competir nas Paralimpíadas Escolares 2014.
As Paralimpíadas Escolares buscam revelar novos valores e possíveis atletas para representar o Brasil nas Paralimpíadas de 2016. Para a secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Linamara Rizzo Battistella, as Paralimpíadas Escolares de São Paulo vão deixar um legado importante e difundir o conhecimento necessário para a prática paradesportiva no ambiente escolar.

UPA de Jales é qualificada e receberá R$ 840 mil por ano para manutenção


A Unidade de Pronto Atendimento – UPA Dr. Satoru Yamada, está qualificada pelo Ministério da Saúde. Após a inauguração em julho de 2012, a unidade já havia sido submetida à avaliação técnica federal e foi habilitada em outubro de 2013 para receber R$ 100 mil/mensal para custeio do serviço. Com a aprovação na segunda etapa, o ministério passará a investir ainda mais para a manutenção da UPA.
Com a qualificação da UPA, cuja Portaria nº 1.614, de 31 de Julho de 2014, foi publicada no Diário Oficial da União na última semana, serão repassados ao Fundo Municipal de Saúde de Jales, R$ 70 mil mensais, um total de R$ 840 mil por ano para custeio e manutenção da Unidade de Pronto Atendimento.
A falta de habilitação e qualificação implicava, por exemplo, no recebimento mensal das verbas do governo federal. Com isso, todos os gastos com o funcionamento e o atendimento eram de responsabilidade das prefeituras. "Desde que assumi a presidência do Consirj lutamos incansavelmente, junto ao Ministério da Saúde, para conseguir a habilitação e a qualificação. Para isso, foi necessário que fizéssemos diversas adequações no espaço físico, implantássemos a classificação de risco, contratássemos novos profissionais e cumprimos tudo que foi exigido", contou a prefeita.
Segundo a diretora administrativa, Nadir Mazete, a UPA de Jales vem passando por melhorias constantes. "Recebemos a visita do Ministério da Saúde em fevereiro deste ano com o intuito de avaliar se nossa UPA estava devidamente equipada e com o quadro de pessoal completo e treinado a desenvolver os atendimentos dentro das normas estabelecidas, bem como se havíamos implantado o critério de classificação de risco. Para nossa satisfação fomos agraciados de pronto pela qualificação almejada".
Todo trabalho que levou a UPA de Jales à qualificação, contou com a ajuda dos 16 prefeitos que compõem o consórcio, da direção e funcionários do local e da secretarias municipais de Saúde da região, através do apoio dado pela secretária municipal de Saúde de Jales, Nilva Gomes Rodrigues.

Basquete de Jales assume a vice-liderança da Liga Regional


Após a conquista da medalha de ouro nos 58º Jogos Regionais de Jales, realizados em julho, no domingo, 3 de agosto, a equipe jalesense de basquetebol foi a São José do Rio Preto para disputar a 9ª rodada da Copa Libask/Monte Líbano de Basquetebol Masculino Adulto.
Até então terceira colocada da competição, Jales enfrentaria a equipe de Votuporanga, que ocupava a 8ª colocação da tabela de classificação. Entretanto, a equipe votuporanguense não compareceu ao jogo e a vitória de Jales se deu por W.O..
Como na mesma rodada estavam se enfrentando os, até então, líderes da competição – Monte Líbano e Pool Help Rio Preto –, jogo que terminou com a vitória da equipe do Monte Líbano, este resultado, aliado à vitória da equipe de Jales (que, segundo o regulamento, vence pelo placar de 20 a 0 em caso de ausência da equipe adversária), elevou a equipe de Jales à vice-liderança da competição.
Restando apenas duas rodadas para o término da primeira fase, os classificados do torneio estão praticamente definidos, apontando para os confrontos entre o 1º colocado Monte Líbano contra 4º colocado Monte Aprazível e Jales 2º colocado enfrentando o Pool Help Rio Preto 3º colocado.
Há, também, a disputa pelo título da Série Prata da 5ª à 8ª colocação e, se a competição se encerrasse neste momento, teria os confrontos de Automóvel Clube Rio Preto 5º colocado contra Barretos 8º colocado e Mirassol 6º colocado contra Cedral o 7º colocado.
Participam ainda da competição as equipes do Clube Monte Líbano B, Votuporanga, Promissão e SESC /Café Rio, entretanto as mesmas não tem mais chance de classificação. A conquista do segundo lugar da tabela motivou ainda mais a equipe de Jales e, sem dúvida, o que, sem dúvida, credencia a equipe a superar seus jogos remanescentes e a torna franca favorita à disputa do título da competição.

Postura errada em tarefas domésticas causa lesões na coluna

Cozinhar, varrer, lavar e passar roupas ou carregar compras são afazeres tão triviais que raramente prestamos atenção neles - ou como estão sendo feitos. Essas atividades, porém, são repetitivas e exigem um verdadeiro esforço físico ao abaixar, levantar, carregar, arrastar; movimentos que submetem o corpo a posições desconfortáveis e arriscadas por muito tempo.
A fisioterapeuta *Silvia Canevari Barros, que atende no Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral (ITC – Jundiaí), explica que, se realizadas constantemente e de maneira errada, tarefas domésticas podem causar danos a coluna. "Todo esse esforço pode causar problemas agudos, como desvios posturais, contraturas musculares e hérnias de disco, ou até doenças crônicas, como lombalgias, artroses e cervicalgias", previne.
Ela conta que o problema, muitas vezes, é agravado porque a maior parte da população se automedica. "O remédio mascara a dor, dessa forma, a pessoa continua fazendo errado e a dor acaba virando uma doença mais grave", explica Silvia, membro da Sociedade Brasileira de RPG, da Associação Brasileira de Reabilitação da Coluna e diretora do ITC Vertebral Jundiaí.
Para tratar as dores, o primeiro passo é procurar um médico especializado. "A pessoa precisa ser avaliada para saber se a dor é articular ou muscular, se é contusão ou desvio, etc", explica a fisioterapeuta. "Depois de investigar de onde vem a dor, aí sim podemos indicar o melhor tratamento", conclui.
Silvia chama a atenção para o fato de que, às vezes, o próprio ambiente em que os serviços são feitos pode agravar a situação. Prateleiras muito altas ou muito baixas e profundas, por exemplo, podem lesionar os ombros. Para limpar ou retirar coisas de lugares altos, o mais adequado é utilizar um banquinho ou escada.
Outro problema é que a maioria das pias, bancadas e tanques são muito altos para algumas pessoas e muito baixos para outras, já que as casas são sempre construídas de forma padrão. "Pode parecer desperdício de dinheiro reformar para arrumar esses detalhes, mas custa muito mais caro quando uma doença crônica aparece", previne a fisioterapeuta.
Para executar as tarefas de forma correta, de forma geral, o mais importante é prestar atenção à posição da coluna. "Quando for varrer ou abaixar, é importante deixar as costas mais retas possível. É melhor flexionar os joelhos do que dobrar a coluna para frente", aconselha a especialista.
Outro fator importante para evitar lesões é fazer atividades físicas, pois elas tornam tonificam a musculatura, aumentando o condicionamento físico, o que facilita a execução de esforço físico em casa sem dores. "Mas é uma medida preventiva! Se não tem dor, é preciso fazer para evitar que tenha. Quem já tem, precisa tratar a dor primeiro, se não o exercício pode piorar o quadro clínico do paciente", adverte a fisioterapeuta.
*Silvia Canevari Barros é Fisioterapeuta Responsável pela Unidade ITC Vertebral Jundiaí, pós-graduada em Terapia Manual e Postural pelo Instituto Salgado Saúde Integral e especialista em RPG pelo Método Souchard. Além disso, é membro da Associação Brasileira de Reabilitação da Coluna e Diretora do Instituto Pilates - Unidade Jundiaí.

Alerta às famílias, por D. Demétrio Valentini Este domingo é o Dia dos Pais. A próxima semana é a Semana da Família. Para o mês de outubro o Papa Francisco convocou um Sínodo Extraordinário sobre a Família. Este domingo é o Dia dos Pais. A próxima semana é a Semana da Família. Para o mês de outubro o Papa Francisco convocou um Sínodo Extraordinário sobre a Família.

Este domingo é o Dia dos Pais. A próxima semana é a Semana da Família. Para o mês de outubro o Papa Francisco convocou um Sínodo Extraordinário sobre a Família.
Não há nenhuma dúvida: está soando o alerta geral sobre a Família.
Tida tradicionalmente como reduto inesgotável de reservas morais, que podiam ser invocadas nos momentos de maior crise da sociedade, agora ao contrário, é a família que está fazendo água, e necessita de socorro urgente.
Basta conferir o ambiente tenso que se encontra, por exemplo, na maioria das salas de aula. Tal a soma de problemas trazidos da família pelos alunos, que os professores se vêem doidos. A situação já ultrapassou os limites da normalidade. É imperioso convocar a sociedade, para socorrer a família. E fazer com que ela se torne, de novo, um espaço providencial, seguro e tranquilo, como reduto em que as pessoas aprendem a se relacionar com equilíbrio, assimilando valores indispensáveis, como o respeito mútuo, a solidariedade e a confiança para a partilha de compromissos e para a garantia de segurança e de convívio salutar.
Assim a família voltaria a ser um ambiente favorável ao crescimento das pessoas, levando-as a assumir a própria identidade, sem equívocos e sem receios de enfrentar a realidade.
Se nos perguntamos pela origem desta crise profunda por que passa hoje a família, não há dúvida que boa parte da responsabilidade deve ser colocada na conta de quem se diverte em solapar valores tradicionais, fazendo da família uma caixa de ressonância das suas irreverências, para divertimento dos que carecem de discernimento, e para delírio dos que garantem audiência fácil aos programas de televisão.
Buscando uma explicação sociológica da crise por que passa a família, o Papa Francisco foi encontrar no documento de Aparecida um aspecto que merece nossa atenção.
Descrevendo a situação em que vivemos, Aparecida afirma que estamos, não só numa época de muitas mudanças, mas numa "mudança de época". Portanto, uma crise mais profunda, não episódica.
Constata ele que em momentos assim é mais viável o abandono de valores tradicionais, na ingênua esperança que a nova situação se encarregará de trazer as soluções, como foi capaz de generalizar a crise.
Em todo o caso, mesmo sem levar em conta todos os motivos, o fato é que hoje a família passa por um momento de profunda crise, que tende a se generalizar.
Está na hora de dar-nos conta que estão em jogo os fundamentos éticos de nossa sociedade. E que não dá mais para fazer dos problemas das famílias roteiros fáceis de novelas descomprometidas com a ética e com a moralidade.
Chega de fazer da família um joguete de divertimentos pitorescos e irresponsáveis. Está na hora de assumirmos a defesa da família, assegurando-lhe todo o apoio de que ela necessita para retomar sua nobre vocação de geradora da vida e de educadora das pessoas.

Coluna Folha-Geral: Os vereadores precisam

Os vereadores
precisam, como centenas de municípios já o fizeram, discutir a regulamentação da distribuição de panfletos pela cidade. Até parece que os vereadores não residem no município e não vêem como é feita essa distribuição É um verdadeiro desrespeito para com o contribuinte. A não ser claro que preferem fazer vistas grossas. Ou ficarem de briguinhas com a prefeita.
Estão
detonando pela rede social as falhas legislativas cometidas pelos parlamentares jalesenses durante as sessões camarárias. Se a moda pega, nossos legisladores vão ter que passar por uma reciclagem.
Os "experts"
em política local que gostam de frequentar o botequim da vila, dizem que durante os 18 meses no cargo, Nice Mistilides desempenha dois papéis na administração pública.
Primeiro,
na função de prefeita coordenando as ações políticas administrativas da Prefeitura e, o segundo, agindo como primeira-dama, participando em todos os eventos no Município, principalmente os da área social, não abrindo o devido espaço para a sua assessoria que fica sem visibilidade e recebendo críticas da opinião pública "como incompetentes", o que não é verdade, apenas não conseguem mostrar do que são capazes.
Para eles
,
a prefeita Nice precisa assumir de fato o cargo de prefeita objetivando a busca de melhor desempenho político administrativo e menos visibilidade própria, deixando que cada um faça a sua parte.
Lei municipal
determina que veículos com propaganda volante só podem circular no perímetro central da cidade divulgando propaganda de caráter social (vacinação e outros) e não comercial. Essa norma não tem sido obedecida e o órgão responsável pela fiscalização pelo jeito não está preocupado.
Mais
uma denúncia contra a prefeita Nice foi protocolada e a Câmara autorizou a instalação de uma Comissão Processante já em andamento. Na quinta-feira à tarde, foi a vez do cidadão Lauro Gonçalves Leite de Figueiredo, o popular Matogrosso, protocolar na Câmara, o pedido de uma CPI para apurar o por que a prefeita não pagou 1/3 de férias já determinada pela Justiça, segundo ele. A população já está ficando com os nervos à flor da pele em tanto ouvir falar de CEI, CPI, CP, e os buracos só aumentando nas vias públicas.
O repórter
Osmar Pereira de Rezende, da Assunção AM, conseguiu através de uma campanha que o Hospital de Câncer - Unidade de Jales recebesse em doações mais de uma tonelada de café em pó. Vira e mexe o repórter dá as suas cutucadas em quem merece.
Quatro vereadores
de oposição estão requerendo junto ao executivo municipal quais as providências que serão tomadas para a recuperação do campo de futebol arrasado com a realização da Festa do Motorista e Caminhoneiro no final de julho, construido próximo à Facip na administração petista com recursos oriundos do governo federal.
Na verdade,
o estrago causado naquele próprio da municipalidade que será recuperado com dinheiro suado do contribuinte, os responsáveis deveriam responder criminalmente. Tal qual quando se faz festa na praça Euplhy Jalles. Fazem estragos e depois quem paga? Está na hora de se dar um basta nesse uso de bens públicos sem se pagar as taxas e pelos estragos causados.
Como
a área do Estádio Municipal Dr. Roberto Valle Rollemberg está ficando descaracterizada com a construção em seu interior de prédios público e até se instalou ali uma academia ao ar livre, está na hora da Prefeitura se desfazer daquele "elefante branco". Em Jales não vai aparecer um prefeito de peito para vender aquela área.
A Câmara
de Jales foi oficiada esta semana que a partir de sexta-feira, 1º de agosto, deveria suspender novamente aos trabalhos da Comissão Processante, formada em março, para investigar eventual infração político-administrativa supostamente cometida pela prefeita Nice Mistilides com relação ao não encaminhamento de respostas ao Poder Legislativo a requerimentos de autoria deste Poder dentro do prazo legal, bem como o aumento de despesas com pessoal além do limite legal.
Esta
é a segunda vez que a Comissão Processante é impedida de efetuar seu trabalho. Em 2 de abril foi expedida liminar pelo juiz substituto da 4ª Vara Judicial da Comarca de Jales, Marcelo Bonavolontá, que suspendeu os trabalhos da Comissão Processante com o argumento de que a Câmara não teria respeitado o quorum de 2/3 dos vereadores da Casa para o recebimento da denúncia, sendo necessário, portanto, sete votos.

PALAVRAS DE CHICO XAVIER

Pergunta
– O que é depressão? Como evitá-la?
Chico Xavier
– É a tristeza indevida que se transfigurou em desânimo obscurecendo na criatura o valor do trabalho.
Chegando ao clímax desse desencanto incompreensível diante da vida, muitas vezes a vítima de semelhante infortúnio cai no desequilíbrio das forças mentais, candidatando-se à matrícula num sanatório ou mesmo descendo os degraus do abismo invisível no qual se entrega facilmente às garras da morte prematura.
Trabalhando incessantemente para o Bem geral sem qualquer expectativa de compensação material ou espiritual – de vez que quem auxilia a outros está particularmente auxiliando a si próprio – um ideal nobilitante para a existência é encontrado por todos aqueles que o procuram, identificando-se com as tarefas da vida e com os dispositivos das Leis de Deus.
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
"Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.

Sensação de insegurança, por *José Renato Nalini

Reiterados relatos do crescimento do número de roubos, da preferência dos ladrões pelos celulares, de tiroteios em vias públicas de intenso movimento, são fatores de intensificação na sensação de insegurança que a todos abala. Se o problema é gravíssimo na metrópole, não é insignificante nas pequenas comunidades. Estas são alvo de ações criminosas audaciosas, como explosão em agências bancárias, estouro de caixas eletrônicas e bandidagem explícita como já se enfrentou num passado que todos acreditavam sem retorno.
A questão é complexa e permite múltiplas leituras. Algumas delas ideologizadas. Mas a sensatez permite enxergar algumas veredas a serem exploradas.
O Brasil tem um Estatuto do Desarmamento. Mas os homicídios constatados em regra são praticados com arma de fogo. Por que não funciona a apreensão de armas numa conurbação complexa como a da capital paulista e arredores? A presença mais ativa da polícia militar, em revistas permanentes e contínuas, reduziria o índice dessa delinquência cruenta.
Além disso, é preciso investir em inteligência. A Polícia Militar é um celeiro de vocações que se aperfeiçoam no decorrer do tempo, numa carreira que tem a disciplina, a hierarquia e a formação contínua como diretrizes. Contemplar os talentos e premiá-los com a coordenação de estratégias adotadas e comprovadas em outras partes do mundo civilizado seria estímulo a que se afastasse a tendência ao corporativismo personalista.
Numa Democracia Participativa, os organismos estatais devem trabalhar coordenados e com a efetiva atuação da sociedade civil. Nenhuma delas pode se isolar e levar vida autônoma, desvinculada de suas funções institucionais. Deixar cada corporação à sua própria definição do que deva ser feito é lesivo, aumenta a sensação de descontrole e desgoverno e não atende às expectativas de uma comunidade que, afinal, é quem sustenta o equipamento e tem não só o direito, mas a obrigação de zelar por seu regular funcionamento.
São ponderações que deveriam motivar os responsáveis, hoje pouco prestigiados com a argumentação de que o crescimento da criminalidade é sazonal, resulte de progressos nas tecnologias da informação e da comunicação e de que tudo está sob controle. É outra a sensação da sociedade acuada e aflita por não saber o que lhe reservará o dia de amanhã.
*José Renato Nalini é presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo

Ocupação total , por Reginaldo Villazón

Basta ver e ouvir as notícias do dia. A guerra que envolve israelenses e palestinos é mostrada, narrada e comentada do jeito de sempre. Os israelenses sofrem ataques de mísseis palestinos, mas intercepta a maioria deles. Revidam com artilharia pesada, destroem instalações civis e militares, matam e ferem civis e militares. O secretário geral da ONU condena a guerra e defende a paz. Políticos defendem o cessar-fogo. E nada mais. Nenhuma organização ou nação defende ações concretas para solucionar o conflito.
Por que israelenses e palestinos não se entendem, se agridem e se matam? Do ponto de vista étnico, eles são farinha do mesmo saco. Conforme escrituras sagradas, os israelenses (judeus) descendem de Jacó, neto de Abraão. E os palestinos (árabes) descendem de Ismael, filho do mesmo Abraão. Historiadores concordam que os dois povos tiveram origem comum nas tribos semitas. Suas línguas (hebraico e árabe) são da mesma família. Pesquisas genéticas comprovam que são povos irmãos. Portanto, não existe motivo étnico.
Judeus e palestinos não foram os primeiros habitantes da Palestina, região entre o Mar Mediterrâneo e o Rio Jordão, junto à Jordânia e ao Egito. Desde a antiguidade, a Palestina foi ocupada e abandonada por vários povos. Mas judeus e palestinos estabeleceram laços culturais históricos com a região. Após a Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945), a ONU aprovou uma partilha da Palestina, delimitando 53% para judeus e 47% para palestinos. O Estado de Israel foi instalado à força, contra a vontade dos palestinos, e a guerra começou.
A aprovação da ONU foi infeliz. Como separar o que está misturado, o que não pode ser desunido? Os dois povos se viram privados de áreas importantes, que faziam parte das suas vidas e culturas. Assim, apoiados pelos Estados Unidos, os judeus buscaram expandir sua ocupação. E os palestinos passaram a defender sua permanência onde já estavam. Hoje, a mídia tenta esconder que não há mais guerra. Na prática, toda a Palestina está sob controle dos judeus por terra, ar e mar. As forças armadas palestinas agem como terroristas.
O Estado de Israel não esconde que vai incluir toda a Palestina, em nome da segurança nacional, da necessidade de terras e água para uso humano e agrícola. É possível ver com muita clareza que o conflito armado não foi gerado pelos dois povos. Povos nunca fazem guerra. Políticos e militares fazem as guerras. Neste caso, o conflito armado foi causado pelos políticos norte-americanos e judeus. Na verdade, foi uma guerra norte-americana, patrocinada pelos Estados Unidos. Israel é tal como um estado norte-americano.
O futuro provável da Palestina é transformar-se no Estado de Israel e viver sob conflito interno. Mas dois fatos podem interferir positivamente. A suspensão da ajuda norte-americana (por motivos políticos e econômicos) pode fazer os governantes israelenses agirem com mais prudência e responsabilidade. E a mentalidade mais evoluída das novas gerações (de judeus e palestinos) pode repudiar as intolerâncias e valorizar a convivência democrática de todos no país. As guerras e os conflitos são sempre graves enganos. Não são soluções.

Conhecer a si mesmo: o self o verdadeiro eu, por Flávio Carvalho

Deepak Chopra em seu livro As sete leis espirituais do sucesso, best seller com milhões de cópias vendidas em todo o mundo, nos ensina sete leis para alcançarmos o sucesso espiritual. A primeira destas leis é a Lei de Potencialidade Pura, esta lei nos diz que somos consciência pura. Nós somos seres infinitos e ilimitados, sem limites para a nossa criatividade e felicidade se passarmos a nos conhecer, se conhecermos nosso verdadeiro Eu.
Todos nós temos um auto-poder capaz de modificar nossas vidas, capaz de exteriorizar toda nossa potencialidade, para isto basta que nos conheçamos, que passemos a ter contato com o nosso verdadeiro Eu, que é o nosso espírito, nossa alma. Já o ego reflete apenas nossa auto-imagem, nossa máscara social, um falso poder. O verdadeiro Eu, não teme desafios e não se sente inferior a nada, é capaz de realizar seus sonhos, pois seu poder é ilimitado.
O poder baseado no ego, ou seja, baseado em dinheiro, cargos, títulos desaparece quando essas coisas desaparecem. Já o auto-poder tem características próprias, ele atrai as coisas você deseja e as pessoas que te interessar, pois ele é magnetizador. Todo seu magnetismo é baseado na divindade e nas leis naturais. E essa comunhão com a natureza é capaz de promover uma interação harmoniosa com todos os elementos das forças vitais e lhe dará a sensação de união com todas as coisas vivas.
Aplicação da Lei da
Potencialidade Pura
Fazer silêncio: aprender a fazer silêncio de palavras, de emoções, de sentimentos e pensamentos. Reservar um momento do dia para ficar em silêncio, em meditação pelo menos duas vezes por dia. Com a prática diária você conseguirá.
O filósofo e poeta austríaco Franz Kafka disse certa vez: "Você não precisa sair de seu quarto. Fique sentado diante da mesa e ouça. Não precisa nem ouvir, simplesmente espere. Não precisa nem esperar, aprenda somente a ficar quieto, silencioso, solitário. O mundo se oferecerá espontaneamente à você para ser descoberto. Ele não tem outra escolha senão jogar-se em êxtase a seus pés".
Se comungar com a natureza:
reservar um período do dia para assistir mentalmente a um por do sol, ouvir o ruído do oceano ou de um rio, uma cascata, sentir o perfume de uma flor. No êxtase do silêncio e comungado com a natureza você será capaz de desenvolver toda a sua potencialidade e sua criatividade é ilimitada.
Praticar o Não-Julgamento
: começar o dia prometendo não emitir nenhuma espécie de julgamento. Mas faça essa promessa por apenas um dia. Depois, no outro dia faça novamente a promessa para apenas mais um dia. Pois se você não conseguir cumprir tal promessa no dia, poderá sempre tentar no outro dia. Se você fazer essa promessa para a vida toda, e se não conseguir poderá ficar frustrado. Faça a promessa diariamente.
Doar:
dê presentes todos os dias. Doe sorrisos, bom dia, abraços, agradeça sempre, aprenda a dizer "por favor" e "obrigado", aprenda a ouvir mais. Doe estes presentes principalmente para as pessoas que você não se dá bem, ou está magoado, pois doar estes presentes para quem amamos é no mínimo obrigação. Comece doando dez presentes por dia, para dez pessoas. Lembre-se: não julgar para não ser julgado. Pratique a Lei da Potencialidade Pura e seja feliz.
*Flávio Rodrigo Masson Carvalho
equilibriumtc@hotmail.com

Vende-se padaria

Uma padaria localizada à rua Itacolomi, nº 741, centro, em Pontalinda, região de Jales (SP).Os interessados devem entrar em contato pelo telefone celular 17.99783-4921

Polícia prende trio com 84 kg de cocaína em refinaria de drogas

 A Polícia Civil prendeu na quinta-feira (7) três suspeitos em um laboratório de refino de drogas, em Sapopemba, na zona leste de São Paulo. A ação foi resultado de investigações conduzidas pela Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (DISE) de São Bernardo do Campo. Ao final das apurações, equipes do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra) foram até um imóvel, próximo da Rua Antonio de França e Silva. Logo na garagem, onde iniciaram as buscas, localizaram uma caminhonete com um fundo falso, dentro do qual estavam escondidos 84,6 quilos de cocaína em diversos tijolos.
Próximo do veículo, a polícia encontrou 322 gramas de crack e 100 comprimidos de ecstasy. Dentro da casa, foram apreendidas balanças de precisão e 20 micropontos de LSD. Toda a droga foi periciada pelo Instituto de Criminalística (IC).
O autônomo J.S.S. de 49 anos, o empresário L.R.F.O., de 32, e o analista de sistemas E.A.M.C., de 52, que estavam na residência, foram presos em flagrante. O trio guardava R$ 1.187, notebook, seis celulares e uma máscara antigases e R$ 1.187.
A caminhonete S10 prata, uma moto Yamaha Lander e um Fox preto, parados no estacionamento da casa, também foram apreendidos. O caso foi registrado como posse de drogas sem autorização e associação ao tráfico.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Poupatempo Fernandópolis é entregue à população


O Governo de São Paulo inaugurou nesta sexta-feira (8), o Poupatempo de Fernandópolis, na região administrativa de São José do Rio Preto. O programa é gerenciado pelo Estado por meio da Secretaria de Gestão Pública.
O posto está localizado na Rua Líbero de Almeida, nº 2.705 – Bairro Coester e conta com uma área total de 1.080m², além de 125m² de área de vistoria.
Mais de 100 funcionários estão à disposição do cidadão para prestar serviços como os da Carteira de Identidade, Carteira de Trabalho,  além de todos os atendimentos do novo Detran.SP. Há ainda a possibilidade de consulta a serviços eletrônicos, tais como Nota Fiscal Paulista e Atestado de Antecedentes Criminais. Uma unidade bancária no local facilita no recolhimento das taxas geradas pelo posto.
A Prefeitura de Fernandópolis também está presente com atendimentos ligados às secretarias da Fazenda, Obras, Trânsito, Procon e Assistência Social.
O horário de atendimento será de segunda a sexta, das 8h às 17h, e sábado, das 8h às 12h. A expectativa é que o posto deva atender 288.071 pessoas de 38 municípios.
As cidades beneficiadas são: Aspásia, Auriflama, Dirce Reis, Dolcinópolis, General Salgado, Guarani d’Oeste, Guzolândia, Indiaporã, Jales, Macedônia, Meridiano, Mesópolis, Mira Estrela, Ouroeste, Palmeira d’Oeste, Paranapuã, Parisi, Pedranópolis,
Pontalinda, Populina, Santa Albertina, Santa Salete, São Francisco, São João de Iracema, Turmalina, Urânia, Vitória Brasil, Aparecida D’Oeste, Estrela D’Oeste, Marinópolis, Nova Canaã Paulista, Ribinéia, Santa Clara d’Oeste, Santa Fé do Sul, Santa Rita D’Oeste, Santana da Ponte Pensa e Três Fronteiras.


Plenário do STF vai julgar subtração de um par de chinelos, por Luiz Flávio Gomes



A subtração de um par de chinelos (de R$ 16 reais) vai monopolizar, em breve, a atenção dos onze ministros do STF, que têm milhares de questões de constitucionalidade pendentes. Decidirão qual é o custo (penal) para o pé descalço que subtrai um par de chinelos para subir de grau (na escala social) e se converter em um pé de chinelo.
No dia 5/8/14, a 1ª Turma mandou para o Pleno a discussão desse tema.  Reputado muito relevante. No mundo todo, a esse luxo requintadíssimo pouquíssimas Cortes Supremas se dão (se é que exista alguma outra que faça a mesma coisa). Recentemente outros casos semelhantes foram julgados pelo STF: subtração de 12 camarões (SC), de um galo e uma galinha (MG), de 5 livros, de 2 peças de picanha (MG) etc.
Um homem, em MG, pelo par de chinelos (devolvido), foi condenado a um ano de prisão mais dez dias-multa. Três instâncias precedentes (1ºgrau, TJMG e STJ) fixaram o regime semiaberto para ele (porque já condenado antes por crime grave: outra subtração sem violência). O ministro Roberto Barroso suspendeu, por ora, a execução da pena (aplicando o princípio da insignificância).
O STF, até hoje, não se entendeu sobre a amplitude do referido princípio. Por força do personalismo de origem ibérica, cada ministro é uma Corte em miniatura. Não se entendem. Conflito entre eles é um conflito entre "Cortes". Para quem tem antecedentes, mesmo em crime sem violência, nega-se normalmente a aplicação da insignificância. Miséria para os miseráveis.
Mas se o fato é insignificante, não existe crime (exclusão da tipicidade material, disse o min. Celso de Mello). Como pode alguém, então, ser punido por um "crime" que não é crime? Da seguinte maneira: no julgamento da segunda imputação (que é um nada jurídico-penal) o réu é condenado novamente pelo fato anterior (pelo qual já fora condenado). Duas vezes, então?
Sim, é punido no segundo processo pelo antecedente que possui, ou seja, pelo que é (reincidente), não pelo que faz. Condenado duas vezes pelo mesmo crime (anterior). Direito penal de autor (muito comum no nazismo, cujo espírito ainda não foi enterrado).
A vida dos criminosos ou supostos criminosos pobres, nas Américas, nunca foi fácil. Na colônia o Brasil constituía um imenso campo de concentração (matou e queimou muito mais extermináveis que no nazismo). Os miseráveis eram considerados inferiores (doutrina racista de Spencer etc.). Como tais, uns degenerados naturais.
Os molestadores não violentos também eram tidos como selvagens, inimigos da civilização (Zaffaroni, El enemigo em el Derecho penal). Esse tratamento diferenciado contra os pobres (mesmo não violentos) continua. Nos tribunais, são vítimas do absolutismo estatal. Nas ruas, são trucidados pelo poder de polícia subterrâneo. Porque são homo sacers (extermináveis, impunemente).
E ainda se ensina nas faculdades de direito do Brasil o conto de fadas de que a lei penal é igualitária, que o direito penal se aplica a todos isonomicamente, que ele não distingue entre ricos e pobres, que a Justiça tem venda nos olhos para tratar todos sem distinção, que o juiz é neutro, que existe "igualdade de armas" nos processos, que todos os réus contam com "ampla" defesa, "contraditório real" etc. etc. Direito penal das fantasias.

Detran.SP inaugura nova unidade de trânsito em Fernandópolis

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) inaugurou nesta sexta-feira, 8 de agosto, a nova unidade de trânsito de Fernandópolis, integrada ao Poupatempo. A cerimônia contou com a presença do secretário de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Julio Semeghini, do secretário de Gestão Pública, Waldemir Caputo, e da prefeita de Fernandópolis, Ana Maria Matoso Bim (PSD), entre outras autoridades. O novo posto conta com infraestrutura moderna, funcionários treinados nos serviços de trânsito, atendimento por meio de senha, condições de acessibilidade e computadores para acesso aos serviços online, entre outros benefícios. “Vamos triplicar nossa capacidade de atendimento, que passará de 5 mil serviços por mês para 14 mil. Desde o início da operação, já realizamos mais de 9 mil serviços e a aprovação pelos usuários é de 95%, mostrando que a população já sente a diferença”, destacou Neiva Aparecida Doretto, diretora-presidente do Detran.SP, também presente no evento. Localizada na avenida Líbero de Almeida Silvares, 2.705, Coester, a unidade vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h. NOVOS FUNCIONÁRIOS – Fernandópolis e mais 3 cidades da região receberam 15 novos funcionários aprovados no último concurso do Detran.SP – 6 oficias de trânsito (nível médio) e 9 agentes de trânsito (nível superior). A convocação aconteceu entre fevereiro e julho deste ano. Em todo o Estado, o quadro de funcionários do Departamento recebeu o reforço de 1.200 novos colaboradores (600 de cada cargo). Os aprovados para Fernandópolis e região já estão trabalhando nas unidades do Detran.SP. PROVA NO COMPUTADOR – Na nova unidade do Detran.SP em Fernandópolis, o candidato que for tirar a habilitação não usará mais papel e caneta para fazer o exame teórico, que passa a ser no formato eletrônico, com o resultado sendo conhecido na hora, no fim do teste. No portal do Detran.SP (www.detran.sp.gov.br), o candidato pode estudar pelo simulado de prova teórica. SERVIÇOS ELETRÔNICOS – No portal do Detran.SP, o cidadão também pode realizar 21 serviços de trânsito relacionados à Carteira Nacional de Habilitação (como 2ª via da habilitação e CNH Definitiva), veículos (comunicação de venda e pesquisa de débitos e restrições) e infrações (consulta de multas e solicitação de recurso de penalidade), entre outros. Basta fazer cadastro e criar login e senha, que garantem a segurança dos dados pessoais.
O Detran.SP oferece, ainda, dois aplicativos gratuitos para tablets e smartphones, com quatro funcionalidades: simulado de prova teórica, consulta de multas do próprio veículo e pontos da própria CNH, e consulta de débitos e restrições de outros veículos. Os aplicativos estão disponíveis para as plataformas Android e iOS.

MP tem legitimidade ativa para defender beneficiários do DPVAT, entende Supremo

Por unanimidade dos votos, o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) firmou entendimento de que o Ministério Público tem legitimidade para defender contratantes do seguro obrigatório DPVAT [referente à indenização de vítimas de acidentes de trânsito]. Nesta quinta-feira (7), os ministros concluíram o julgamento do Recurso Extraordinário (RE) 631111 iniciado na sessão plenária de ontem. A matéria constitucional teve repercussão geral reconhecida.
Autor do recurso, o Ministério Público Federal (MPF) questionava decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que entendeu faltar ao MP tal legitimidade tendo em vista que se trata de direitos individuais identificáveis e disponíveis, cuja defesa seria própria da advocacia. Na origem, o caso refere-se a atuação do parquet em ações segundo as quais a indenização paga pela seguradora foi em valor inferior ao determinado por lei.
O ministro Teori Zavascki, relator, proferiu voto na sessão de ontem (6) no sentido de prover o RE, sendo acompanhado por unanimidade na sessão de hoje. Para ele, o MP tem legitimidade nas causas em que há interesse público, como é a hipóteses dos autos. "É importante enfatizar que pela natureza e finalidade desse seguro o seu adequado funcionamento transcende os interesses individuais dos segurados", ressaltou.
O relator citou algumas hipóteses que justificam a constitucionalidade de normas que atribuem ao MP legitimidade para tutelar em juízo direitos individuais homogêneos, o que ocorre nas relações de consumo e nas relações com instituições financeiras. "Ainda que no caso não haja estrita identificação com essas situações, a legitimação ativa do Ministério Público se justifica com base no artigo 127 da Constituição Federal pelo interesse social de que se reveste a tutela do conjunto de segurados que teriam sido lesados pela seguradora", disse.
Por fim, ele observou que a situação tratada nos autos é semelhante à de outros direitos individuais homogêneos, que, apesar da sua natureza – de direitos divisíveis, disponíveis e com titular determinado ou determinável –, o Supremo assentou o interesse social em sua tutela, autorizando a iniciativa do Ministério Público de defendê-los em juízo mediante ação coletiva, com base no artigo 127 da Constituição. É o caso de precedentes relativos a direitos individuais homogêneos sobre mensalidades escolares, contratos vinculados ao sistema financeiro de habitação, contratos de leasing, interesses previdenciários e trabalhadores rurais, aquisição de imóveis em loteamentos irregulares e sobre diferenças de correção monetária enquanto vinculados a fundos de garantia.

Homenagem Dia dos Pais

Pronatec forma as duas primeiras turmas em Jales


Depois de ter buscado pessoalmente o Pronatec em Brasília, a prefeita Eunice Mistilides Silva – Nice teve a oportunidade de participar, na quinta-feira, 07, da formatura das duas primeiras turmas do programa em Jales. A solenidade aconteceu no auditório da ETEC “Dr. José Luiz Viana Coutinho”.
 Trinta alunos dos cursos de Operador de Supermercados e Vendedor receberam os certificados validados pelo Centro Paula Souza, com carga horária de 200 e 160 horas, respectivamente. Os cursos foram ministrados através de uma parceria com o CRAS – o Centro de Referência e Assistência Social.
 Durante a cerimônia, a diretora da ETEC, Luiza Corsini Dejavite, agradeceu o apoio integral oferecido pela prefeitura e saudou os alunos. “É uma alegria imensa realizar a formatura das primeiras turmas do Pronatec com a excelência do ensino oferecido pelo Centro Paula Souza. O tempo foi curto, passou rápido, mas esperamos ter ajudado na vida profissional de vocês. Gostaríamos de dar os parabéns porque vocês persistiram, a luta de vocês quererem estudar já é o primeiro passo para o sucesso profissional", afirmou.
 A prefeita Nice lembrou aos alunos que novas turmas do Pronatec serão formadas em Jales e que o sucesso do programa se deve aos parceiros e aos inscritos. “A vinda do Pronatec além de beneficiar a comunidade de Jales com os cursos, também oferece qualificação profissional para que os cidadãos possam entrar no mercado de trabalho. A partir de agora, inúmeras portas abrirão para vocês. Jales está preparada para receber programas que necessitem de mão de obra técnica”, lembrou.
 Também participaram da formatura a secretária de Desenvolvimento e Promoção Social, Maria José Leite - Zezé, a coordenadora dos cursos, Patrícia Marta, a coordenadora do CRAS, Maria Aparecida Pietrobom, a assistente Social do CRAS, Nilcemara Veroneis e os professores Rafael Calbo e Ricardo Junqueira.
 Após a cerimônia, os presentes puderam participar de um coquetel oferecido pelo programa.

Lucy Montoro de Fernandópolis desenvolve gincana com atendidos

A Unidade de Reabilitação Lucy Montoro de Fernandópolis foi o palco de uma grande gincana entre a equipe de colaboradores e usuários. A competição recreativa finalizou os eventos de comemoração aos dois anos de atividades da instituição.Com a Unidade especialmente decorada, os pacientes foram divididos em três equipes, simbolizando as três cores oficiais da Rede Lucy Montoro: laranja, amarelo e vermelho. Houve disputas em jogos como resta um, dominó, damas e até competições virtuais em vídeo game. 
Uma categoria especial foi a de apresentações livres, em que os atendidos puderam mostrar seus talentos na dança, música e até em piadas. Para cada atividade houve uma pontuação, que no final foi somada para definir a colocação das equipes.
No período da manhã, a gincana também teve a participação dos “doutores” da ONG Palhaços de Plantão, que interagiram durante as competições e intermediaram as apresentações dos talentosos e tiraram muitos risos de todos os pacientes e acompanhantes.
O período da tarde também foi marcado pela felicidade, expressa emotivamente nas palavras de uma das pacientes que teve sua vida transformada pelas ações da Rede Lucy Montoro. “Se não fosse essa equipe, eu não sei o que seria de mim hoje, por isso sou muito grata”, disse Maria Andrea dos Santos, que três vezes por semana sai de Vitória Brasil para ser atendida na Unidade de Fernandópolis.
UNIDADE FERNANDÓPOLIS
A Unidade de Reabilitação Lucy Montoro de Fernandópolis iniciou suas atividades em 15 de junho de 2012, atendendo a 52 municípios da região, com o objetivo de proporcionar o melhor e mais avançado tratamento de reabilitação, por meio de programas específicos, de acordo com as características de cada paciente, aplicados por equipes multidisciplinares. Nestes dois anos mais de 855 pacientes em reabilitação foram atendidos e quase 200 participaram das oficinas terapêuticas.
DOIS ANOS
Em junho, a Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, Dra. Linamara Rizzo Battistella, esteve em Fernandópolis para apresentar a palestra “A importância da Robótica na Reabilitação”, em comemoração ao segundo aniversário da Unidade. Na ocasião, anunciou que o Governo de São Paulo deve mudar a classificação da Unidade para Centro de Reabilitação, a partir do próximo ano.

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Após Festa do Motorista, situação do campo de futebol do “Novo Pontal” preocupa vereadores

Os vereadores Gilberto Alexandre de Moraes, Jesus Martins Batista, Luís Fernando Rosalino e Pérola Maria Fonseca Cardoso querem saber do Executivo quais as providências que pretende tomar em relação a recuperação do campo de futebol "Novo Pontal", que deverá ser feita após o local ter sido utilizado para a realização da 27ª Festa do Motorista e Encontro dos Caminhoneiros.
Realizada nos dias nos dias 25 e 26 de julho de 2014, a 27ª Festa do Motorista e Encontro dos Caminhoneiros contou com dias de chuva, o que deixou o gramado do campo de futebol totalmente encharcado, situação que se agravou por este se situar em região baixa e que exigiu uma drenagem especial para retirada da umidade. Devido ao campo encharcado, associado ao fato de que havia grande concentração de público presente ao evento, este ficou seriamente prejudicado para a realização dos jogos de futebol, conforme considera o documento apresentado pelos vereadores.
No Requerimento nº 136/2014, o Poder Executivo Municipal é questionado se no momento da autorização de uso do campo de futebol do "Novo Pontal" para a realização da 27ª Festa do Motorista e Encontro dos Caminhoneiros, não foi considerada a possibilidade de graves danos que poderiam ser causados ao campo e, em caso positivo, porque, mesmo assim, o local foi liberado para o evento. Os vereadores também questionam quais providências serão tomadas pela Prefeitura Municipal para a recuperação do campo de futebol do "Novo Pontal", o custo previsto para esta recuperação e quem arcará com as despesas da mesma. Por último, foi questionada a origem do recursos que permitiu a construção do referido campo.
O Poder Executivo Municipal tem o prazo de 15 (quinze) dias úteis, após o recebimento do requerimento, para enviar as respostas ao Poder Legislativo.

Vereadores questionam Executivo acerca de utilização de recursos da CIP

Os vereadores Gilberto Alexandre de Moraes, Jesus Martins Batista, Luís Fernando Rosalino, Pérola Maria Fonseca Cardoso e sRivail Rodrigues Júnior apresentaram na Sessão ordinária, realizada na segunda-feira, 4 de agosto, requerimento ao Poder Executivo informações sobre a arrecadação com a Contribuição de Iluminação Pública - CIP e sobre a destinação destes recursos financeiros.
O documento ressalta que foram feitas várias Indicações pelos Edis ao Poder Executivo, sempre a partir de reivindicações da população, pedindo a solução para pontos escuros da iluminação pública ou instalação de iluminação pública em espaços urbanos que ainda não contam com este benefício.
Afirma também que os moradores que esperam por estas soluções referentes à iluminação pública continuam sem respostas e, segundo eles, não se observa uma ação da Prefeitura para minorar estes problemas. Desta feita, foi requerido ao Poder Executivo o levantamento do valor arrecadado pela Contribuição de Iluminação Pública – CIP, nos anos de 2013 e 2014, considerando os seis primeiros meses de ambos, quanto deste total foi pago em iluminação pública, considerado o mesmo período e onde foram empregados os recursos remanescentes relatando todas as ações desenvolvidas e o custo financeiro de cada uma. O Poder Executivo Municipal tem o prazo de 15 (quinze) dias úteis, após o recebimento do requerimento, para enviar as respostas ao Poder Legislativo.