Páginas

sábado, 7 de junho de 2014

Como ser um vencedor, por Flávio Carvalho

Como você lida com as perdas? Você sofre muito quando perde? Você perde mais do que ganha? Como vencer na vida?
Já começamos a perder quando nascemos. Temos apenas duas certezas quando nascemos, a de que vamos envelhecer e um dia morrer. Existem maiores perdas que estas? Como se tornar um vencedor possuindo estas duas certezas já ao nascer? Muitos são os que vencem. Qual a receita? Como não ser sucumbido pelas perdas e ser um vencedor?
Só existe uma receita: acreditar em você mesmo, pois seu potencial é ilimitado.
Muitos aceitam pacificamente as perdas, acreditam serem vitimas do destino, culpam Deus pelas suas perdas e insucessos e dizem: "essa é a vontade de Deus, e tenho que aceitar". Pessoas que pensam assim jamais atingirão o sucesso, perderão mais do que ganharão. Todos possuímos as mesmas chances, a diferença está na crença em nos mesmos, os vencedores acreditam mais neles mesmos do que os perdedores.
Passe a gostar mais de você, acredite mais em você, lembre-se sempre que seu potencial é infinito. E se você pensar em Deus como Pai Criador e, que todos somos seus filhos, que todos somos amados igualmente por Ele, todos somos iguais, então quer dizer que temos as mesmas oportunidades, que todos somos capazes. Você pode se questionar: O Fulano já nasceu rico, pode estudar e, eu sou pobre como posso ter as mesmas chances? Esse que já nasceu abastado, em berço de ouro, que acreditamos ter mais chances que os outros de vencer, procure saber quem é o pai dele, ou o avô ou bisavô, você vai constatar que toda sua fortuna foi conseguida por alguém muito pobre, muito mais pobre que você. Se hoje são abastados é por que alguém muito pobre, e a maioria das vezes sem estudo algum, começou ou fez esta fortuna. Ou seja, alguém acreditou nele mesmo, foi a luta e venceu.

Você também pode questionar: O Beltrano é corrupto, ou é ladrão, ou seja, ganha dinheiro ilicitamente. Você já pensou que ate para fazer sua fortuna ilegalmente a pessoa têm que ser competente, acreditar nela mesma mais do que tudo, e o Brasil está cheio de corruptos e ladrões bem sucedidos. Enfim pra vencer temos que acreditar em nós mesmos.


Perfil do Vencedor

Não derrota os outros, mas os orienta, é solidário;

Age e rege de forma autentica, sem manipulações;

É receptível, confiável;

Não desperdiça energia mantendo as aparências;

Sabe a diferença entre ser e parecer;

Diante das dificuldades, mantém a confiança básica em si mesmo;

Sabe ouvir os outros, avaliar o que dizem e tomar suas próprias decisões;

Reage adequadamente e oportunamente ás situações;

Não faz papel de vitima nem fica apontando culpados;

É capaz de dar e receber afeto;

Gosta tanto do trabalho quanto da diversão;

Vive o presente, respeitando seu passado e planejando seu futuro.

Perfil do Perdedor

Raramente vive no presente. Convive com "fantasmas" do passado e com "alucinações";

Sente pena de si mesmo e põe culpa nos outros;

Pratica "jogos" psicológicos com frequência;

Vive em permanente estado de ansiedade;

Ocupa a mente com irrelevâncias;

Não é espontâneo: representa, finge, manipula e mantêm papéis antigos;

Repete os próprios erros e o de sua família;

Tem dificuldade de dar e receber afeto;

Preocupa-se em atender as expectativas dos outros.


E você? Em qual perfil se encaixa?


*Flávio Rodrigo Masson Carvalho
 
equilibriumtc@hotmail.com






O secretário

municipal de Trânsito, Aldo Sá, que tenta adequar o trânsito da cidade às normas e regras estabelecidas, deve fazer uma visita à esquina da rua 11 com avenida João Amadeu, próximo à linha férrea, para ver o que está escrito no solo asfáltico. O pessoal abusa acreditando que pode tudo. Também, do jeito que a coisa está.

Componentes

da CEI dos Uniformes criaram uma grande expectativa quando de entrevistas à imprensa de poderia haver irregularidades gravíssimas na aquisição dos uniformes escolares. Na sessão ordinária da Câmara Municipal de segunda-feira foi lido o relatório assinado pelo vereador Rivail Rodrigues, em 27 de maio. Fizeram parte ainda da CEI os vereadores Jesus Martins /Batista, presidente e André Ricardo Viotto vice-presidente.

Claro

que uma CEI ou que se diga, não é formada para acusar ou absolver os envolvidos, sim mostrar fatos contundentes que possam dar subsídios para a formalização uma denúncia perante a Justiça ou até uma cassação..

Totalmente chocho,

o relatório não aponta responsabilidades em possíveis irregularidades na aquisição dos uniformes. Na maior parte do relatório consta os depoimentos das testemunhas. Simplesmente pediram o envio do relatório ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Como se diz por aí" eles que se virem".

Vai ficar

por isso mesmo. Vereadores viajam pra baixo e pra cima com dinheiro dos impostos pagos pelos munícipes tentando coletar dados para formalizar uma denúncia ou uma absolvição, e no fim tudo se transforma numa grande pizza.

Antonio

Rodrigues da Grela Filho, o Dalua, segundo se comentou no botequim da vila, pode se lançar ao próximo pleito municipal como postulante à cadeira do Executivo. Ele deve se aposentar logo.

Vocês

lembram quando o ex- presidente Fernando Henrique recebeu da mídia em seu nome a palavra "Viajante" porque só viajava. Pois é, o pessoal que frequenta o botequim da vila já está alcunhando a prefeita de Nice Mistilides "Viajante". Ela mesmo disse que não pára, está em constante movimento reivindicando em prol do município.

A prefeita Nice,

participou na quinta-feira, 5 de maio, do VIII Congresso de Municípios do Noroeste Paulista, promovido pela AMA – Associação dos Municípios da Araraquarense, realizado em Catanduva entre os dias 4 e 6 deste mês. O evento foi destinado a prefeitos, vice-prefeitos, secretários municipais, vereadores e gestores públicos.
 
Rua 1

entre a avenida João Amadeu e rua 14 em determinados dias da semana fica difícil para o trafego de veículos no sentido jardim Pegolo, IV Centenário ou sequencia da rua 1, naquele trecho. Micro-ônibus e Vans que chegam para deixar ou pegar pessoas na Santa Casa, seus motoristas estacionam no meio da rua sem qualquer constrangimento se fila de carros vão se formando. Tem dia que dois veículos de transportes de pacientes ficam em fila dupla, fora quando atravessam a ambulância no meio da rua. O que falta ali é ampliar o estacionamento pois no atual só cabe um veículo e um pedacinho.

Urânia recebe quatro ônibus escolar para transporte de alunos




 
O governador Geraldo Alckmin entregou nesta segunda-feira, 2 de junho, quatro veículos para o transporte escolar ao município de Urânia. Os ônibus são para a renovação da frota do município. Dezenas de alunos serão beneficiados.
O prefeito Airton Saracuza em companhia da primeira-dama e vereadora Marinete Borges Saracuza esteve presente ao evento quando recebeu as chaves dos veículos das mãos do governador Alckmin que irão compor a frota do transporte escolar.
"Nós estamos entregando, hoje, ônibus para o transporte de alunos da região de Jales, todos zero km e com acessibilidade, adaptados com plataforma elevatória para estudantes que têm deficiência", disse o governador.
Às cidades foram distribuídos três modelos diferentes de veículos escolares para atender às necessidades no transporte escolar. Todos os veículos são adaptados especialmente para oferecer conforto e segurança aos estudantes, incluindo alunos com deficiência.
O prefeito Airton Saracuza em conjunto com a Câmara Municipal e toda a assessoria, comemora a conquista , que segundo ele "o município de Urânia disponibiliza dez rotas com dez monitores escolares que transportam aproximadamente 660 alunos das escolas municipais e estaduais - ensino fundamental e médio, residente na zona rural".
Segundo o prefeito Saracuza, essa conquista é muito importante, pois beneficiará muito a área da educação "é quero aqui, agradecer aqueles que sempre apoiou os nossos pedidos e, em especial o nosso governador que tem se mostrado um importante aliado de nosso município, liberando recursos para investimentos em benefício da população uraniense".
O transporte também é oferecido sem qualquer custo aos universitários do município de Urânia que são em torno 350 alunos que frequentam cursos preparatórios e Faculdades de região, tais como a UniJales (29), Funec Santa Fé do Sul (36), Unifev Votuporanga (64), UniCastelo Fernandópolis (31), FEF Fernandópolis (33), ETEC Jales (36), Fatec Jales (3), CEL Jales (60) e Ipê Jales (43) Transporte de 12 alunos APAE Jales , além dos alunos que fazem cursinho preparatório para vestibular em Jales, cursos profissionalizantes e EJA (Ensino Médio).
Para o Aluno utilizar o transporte escolar municipal gratuito em Urânia, após a efetivação da matrícula, deve se dirigir até a EMEIF Pinguinho de Gente, munidos de uma foto 3x4 para efetuar o cadastro e a confecção da carterinha.
 

 

Projeto da Anistia

 
O presidente da Câmara Municipal Gilberto Alexandre de Moraes (DEM) e os vereadores André Ricardo Viotto (PSD), Jesus Martins Batista (DEM), Luís Fernando Rosalino (PT), Sérgio Yoshimi Nishimoto (PTB) e Tiago Abra (SDD) estiveram reunidos na terça-feira, 4 de junho, com membros da diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jales e Região, presidido por.José Luiz Francisco.
A reunião teve como pauta a votação do Projeto de Lei nº 112/2014, de autoria do Poder Executivo, que autoriza o Poder Executivo Municipal a conceder anistia de multas e a cancelar juros moratórios dos débitos tributários e não tributários inscritos em dívida ativa até o exercício de 2013.
"Nos reunimos e conversamos sobre a votação do Projeto. Muitos servidores foram prejudicados e já tínhamos firmado este mesmo acordo também com a prefeita Eunice Mistilides. A administração tem até o dia 24 de junho para cumprir o acordo e se tudo correr bem, a Câmara com certeza votará favorável à aprovação", disse o vereador Gilberto Alexandre de Moraes na ocasião.


Jovens do Rotaract Club – Grandes Lagos proporcionam um dia de alegria para crianças internadas na Santa Casa de Jales


Os jovens do Rotaract Club de Jales – Grandes Lagos, deram um belo exemplo do que é solidariedade. No último domingo, dia 01 de junho, um grupo veio até a Santa Casa de Jales para assistir, juntamente com as crianças internadas na Pediatria, a um filme infantil no telão, no Centro de Estudos do hospital.
As duas crianças presentes ficaram encantadas com o filme e para as mães o momento foi de descanso e descontração. "Decidimos fazer algo para minimizar o sofrimento e a tristeza desses pequenos, causado pela dor e pela enfermidade", explicou Leonardo Rocha da Silva Bravo, representante do grupo.
Para a enfermeira responsável técnica, Ana Lúcia da Silva, a iniciativa promoveu a humanização no atendimento e um dia de alegria para as crianças internadas. "Foi ótimo! A Santa Casa agradece por essa parceria de solidariedade e está de portas abertas para ações como essa".
O Rotaract Club é um programa do Rotary destinado aos jovens de 18 a 30 anos que se dedicam ao voluntariado, projetos comunitários, de capacitação profissional e tem como lema: "Companheirismo através do servir".

HC Unidade III Jales realiza IV encontro de enfermagem






Com o tema " A Enfermagem Regando nossa Paixão", a Comissão de Enfermagem do Hospital de Câncer de Barretos - Unidade III Jales, realizou na quinta-feira, 29 de maio, o IV Encontro de Enfermagem com seus colaboradores da área de enfermagem no anfiteatro do hospital.
Foram realizados durante o evento, palestras sobre Segurança do Paciente proferida pela enfermeira Maria Regina, da Rebraensp, e também sobre Captação de Córneas pelo enfermeiro James da Luz Rol, do serviço de procura de órgãos e tecidos - SPOT, ambos do Hospital de Base de São José do Rio Preto.
Aconteceu também homenagens a todas as equipes de enfermagem e, finalizando o evento, todos os departamentos participaram de apresentações como forma de homenagear os seus colegas de profissão de forma descontraída, com vídeos, encenações, músicas e coreografias

Solidariedade: doação de cabelos traz autoestima para pacientes com câncer

 



 Uma corrente de solidariedade mobilizou as alunas do curso de Estética e Cosmética da UniJales. Na manhã de terça-feira, 3 de junho, as alunas e o professor Wederson do Livramento visitaram o Hospital de Câncer de Jales e entregaram os cabelos arrecadados durante a campanha. A Assistente Social, Mariane Pirani e a responsável pelo setor de captação do Hospital, Perola Maria Fonseca Cardoso receberam as doações. Todo o cabelo doado foi encaminhado para a cabelereira, Noemi Correa Alonso, que em um trabalho voluntário confecciona as perucas em seu salão, e posteriormente entrega aos pacientes do Hospital de Câncer de Jales.
Este tipo de mobilização, a doação de cabelos para confecção de perucas destinadas às pessoas com câncer tem ganhado força a cada dia.
No dia 27 de maio, os alunos e professores realizaram a campanha para arrecadar as mechas de cabelos. A doação foi feita no Laboratório de Estética, na Unijales e os cortes foram feitos por profissionais que trabalharam gratuitamente.
A atividade foi desenvolvida pelo professor Wederson, dentro da disciplina Terapias Capilares. A ideia surgiu do propósito de que a doação de cabelo ao Hospital de Câncer é muito importante para os pacientes que estão passando pelo tratamento de quimioterapia e radioterapia. Tudo para elevar a autoestima.


Algo estranho no ar, por Vitor Sapienza

 
Por mais ingênuo que possa parecer o observador, percebe-se que algo anormal vem ocorrendo nas grandes cidades brasileiras. E isso vai, aos poucos, se estendendo às pequenas comunidades, sinal de que o problema pode ser maior do que imaginamos. E quando isso acontece, fica nítido que não prestamos atenção a pequenos detalhes, pequenos indícios, e o que era pequeno acaba ganhando proporções que certamente trarão dificuldades.
Quando começou a crescer o consumo de bebidas entre os jovens, foram muitos os que diziam que era mais uma conquista da juventude, na busca por mais espaço na sociedade. O resultado está fácil de ser detectado, basta olharmos as conseqüências disso no trânsito, na família, no trabalho. E esse problema, o alcoolismo, atinge cada vez mais os jovens.
Depois dos protestos ocorridos no ano passado, quando o aumento das passagens de ônibus serviu de pretexto para a mobilização, o que vemos agora vai muito além do que se possa imaginar. Ao mínimo descontentamento de alguns, e muitas vezes instigados por interesses escusos, muita gente já não hesita em ocupar ruas e avenidas, parando o trânsito e provocando grandes prejuízos à população.
Fica nítido que todos reivindicam direitos, mas quase sempre deixa-se de lado os deveres. O direito de protestar é livre, assim como o direito de ir e vir dos demais. O que não se compreende é que, usando vários subterfúgios, meia dúzia de pessoas possam paralisar o trânsito de uma cidade, sem que os demais possam manifestar os seus dramas, as suas preocupações, os seus prejuízos.
E o que era comum nas grandes cidades, se estende para as pequenas e até nas regiões mais afastadas. No país da pirataria, o falso sem-terra mistura-se com o falso sem-teto e viram massa de manobra de alguns ainda "sem-poder", mas dispostos a conquistá-lo, custe o que custar. Lutam pelo que dizem ser um direito do homem da terra enquanto escondem o que seria a grande característica do homem do campo: os calos nas mãos.
Falsos caciques, falsos pajés, falsos índios, falsos curumins. A roupagem muitas vezes traz a grife da multinacional. O tambor deu lugar ao equipamento de tecnologia de ponta e o baton substitui a simplicidade do urucum; a demarcação de terras é o pretexto, mas a voz não é a voz do povo da mata. Ela tem sotaque e objetivos escusos que podem ser facilmente traduzidos: extração irregular de minérios, pirataria biológica, extração de espécies da flora e fauna, a pirataria fitoterápica e muitos outros.
Os pequenos indícios estão aí, traduzidos pelos mais variados argumentos onde predominam a desordem e o desrespeito aos demais. Resta saber até quando as tais ONGs continuarão a falar pelos nossos índios, os sem-teto, os sem-terra, os sem-argumentos e os sem-noção irão menosprezar a nossa legislação, a nossa inteligência, a nossa paciência. Nesse emaranhado de dúvidas, não sabemos se a sociedade acordou, ou acredita que ganhou asas e quer ensaiar os primeiros vôos. Resta saber se para o alto ou para o abismo.
*Vitor Sapienza é ex-presidente da Assembleia Legislativa de SP. www.vitorsapienza.com.br     

EDITAIS DE PROCLAMAS

Ademir de Mattis, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
JAILTON CANOBAS SIMÃO e IZABEL OLIVEIRA MORAES DOS SANTOS. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 02 de maio de 1.981, operador de colhedora, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Adair Buck Simão e de Neuza Canobas Simão. ELA, natural de Santa Salete, deste Estado, nascida aos 13 de janeiro de 1.983, manicure, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Bento Moraes dos Santos e de Aparecida de Oliveira Santos.
JOSÉ ALEXANDRE BUSO WEILLER e CLARICE PIMENTEL PAULON. ELE, natural de São Paulo, deste Estado, nascido aos 23 de outubro de 1.985, funcionário público municipal, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Carlos Weiller e de Thereza Emilia Buso Weiller. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 30 de março de 1.987, psicóloga, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Tadeu Calvoso Paulon e de Maria Helena Lorena Pimentel.
RUBENS DE LIMA e NATALIA APARECIDA FERREIRA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 17 de março de 1.979, protético, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Laudelino Antonio de Lima e de Maria Aparecida de Queiroz de Lima. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 20 de novembro de 1.984, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Ezequiel Lino Ferreira e de Rosa Maria Ferreira.
ALEXANDRE FERNANDO PONTÉL e EDNA REGINA DE OLIVEIRA CURTI. ELE, natural de São Paulo, deste Estado, nascido aos 25 de março de 1.979, técnico de informática, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Aparecido Pontél e de Maria Carmem Bassi Pontél. ELA, natural de Fernandópolis, deste Estado, nascida aos 29 de dezembro de 1.976, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Curti e de Tereza Pimentel de Oliveira.
RONIVALDO JOSÉ DE OLIVEIRA e VERIDIANA ULIAN. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 16 de março de 1.982, comerciante, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio José de Oliveira e de Aparecida Donizetti da Silva de Oliveira. ELA, natural de Tupi, deste Estado, nascida aos 24 de dezembro de 1.981, esteticista, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Adão Ulian e de Valderez Maria de Fatima Gasparini Ulian.
ÉLINTON RODRIGO DE OLIVEIRA e HELOÍSE BALERO BOTELHO. ELE, natural de Santa Albertina, deste Estado, nascido aos 28 de julho de 1.986, empresário, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Roberto de Oliveira e de Solange Pondian de Oliveira. ELA, natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascida aos 06 de junho de 1.988, empresária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Wilson Botelho e de Fátima Aparecida Balero Botelho.
FRANCISCO PASSOS FERNANDES e LAZARA MARIA VIANA PEREIRA. ELE, natural de Junqueiro, deste Estado, nascido aos 16 de abril de 1.944, aposentado, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de João Passos e de Eumenia Fernandes Passos. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 15 de setembro de 1.964, secretária, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Sebastião Pereira e de Olávia Viana Pereira.
ZIEL PEREIRA LISBOA e JOICE MAYARA COSTA DOS ANJOS. ELE, natural de Primeira Cruz, Estado de Maranhão, nascido aos 09 de novembro de 1.984, lavrador, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Domingos Santos Lisboa e de Luzia Pereira Lisboa. ELA, natural de São Paulo, deste Estado, nascida aos 05 de maio de 1.991, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Lucio Salustiano dos Anjos e de Fabiana Alves Costa.
GIVANILDO ALVES DA ROCHA e GISLAINE MARCATO. ELE, natural de Taquarana, Estado de Alagoas, nascido aos 20 de fevereiro de 1.977, motorista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Cicero Cezar da Rocha e de Geruza Alves da Rocha. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 13 de maio de 1.969, funcionária pública estadual, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Sebastião Marcato e de Ivanilde Domingues Marcato.
WILLIANS RENAN ZAFFALON e ANA CRISTINA KOGA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 04 de novembro de 1.984, empresário, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Francisco Zaffalon e de Josefa do Carmo Mello Rotundo. ELA, natural de Votuporanga, deste Estado, nascida aos 13 de outubro de 1.980, dentista, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Teooru Koga e de Dulce Hiroko Fedichina Koga.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial


Irregularidades das chuvas e nivel de água dos reservatórios traz apreensão ao campo*, por Fernando Hernandez

 
E os reflexos das chuvas em volumes menores que o esperado na base histórica traz muita apreensão ao campo. Destaca-se também a irregularidade das chuvas e a sua variabilidade mesmo em regiões próximas. Destaca-se também a falta de planejamento adequado em vários níveis e setores quando o assunto é água ou melhor, como reter e usá-la de forma eficiente e sem desperdícios.
Mas o fato concreto é que no noroeste paulista o que se constata é que muitos dos córregos tiveram a sua vazão reduzida e em alguns casos a quase zero durante o dia, e nos últimos dias se acentuou o rebaixamento dos níveis de água dos principais reservatórios da região.
O de Ilha Solteira, por exemplo, mesmo com 42 mm de chuva na bacia perdeu em média 4,7 centímetros nos últimos 30 dias e 4,0 cm diariamente nos últimos três dias e no lado paulista é o no rio São José dos Dourados que se verifica a extensão do problema, com áreas antes cobertas de água, agora totalmente expostas. O cenário é desolador.
No Lago de Três Irmãos foram perdidos nos últimos 30 dias em média 3,6 cm por dia, mesmo tendo recebido 22 mm de chuva e nos últimos três dias, foram 4,6 centímetros diariamente.
A imprensa tem destacado de forma mais ostensiva que a capacidade de geração de energia no Centro-Oeste e Sudeste é da ordem dos 35%, mas da agropecuária, é no campo que reside a nossa maior preocupação e verificamos que irrigantes começam a atingir o volume morto das suas captações e isso preocupa muito. A busca por água a locais mais distantes sem comprometimento do sistema de irrigação depende de uma análise técnica porque altera o padrão de funcionamento do conjunto moto-bomba e exige novos investimentos e o risco de ficar sem água para a irrigação dos cultivos é real.
Também é real que as bacias hidrográficas dos Rios São dos Dourados e do Turvo-Grande são as com as menores áreas de matas remanescentes e fácil constatar o estado de degradação dos nossos córregos, marcado pela presença de uma espécie-problema chamada de Typha Sp, ou simplesmente tabôa, que instalada em áreas saturadas e sem função produtiva apresenta elevadas taxas de evapotranspiração ao longo ano inteiro.
Esta situação de dependência das chuvas exige discussões e ações mais profundas e objetivas sobre a capacidade de retenção de água na bacia hidrográfica. Devemos envidar esforços para segurar a água na bacia, promover a infiltração de água no solo e aumentar o escoamento de base ao invés do superficial. Devemos nos preocupar em combater de forma objetiva e urgente as erosões, o assoreamento e promover a recuperação das nossas nascentes e córregos, com conservação do solo através de terraceamento, recomposição das matas ciliares, desassoreamento e a construção de barramentos.
Não se enganem, devemos começar a produzir água na bacia hidrográfica e são os nossos córregos que dão origem aos nossos rios e por eles devemos começar o nosso trabalho!
De imediato devemos ter fé e rezar para que São Pedro seja também brasileiro e mande muita água para nós no inverno, fora do historicamente previsto, mas devemos aprender a lição que ele nos está ensinando, que precisamos planejar mais e melhor os nossos recursos hídricos, para que tenhamos energia e a produção agrícola. *Fernando Braz Tangerino Hernandez, Engenheiro Agrônomo e Professor Titular da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira (www.agr.feis.unesp.br/irrigacao.php), divulga dicas sobre agricultura irrigada e agroclimatologia semanalmente no Pod Irrigar em http://podcast.unesp.br/podirrigar

Edinho Araújo discute regularização da piscicultura na Agência Nacional de Águas


 O deputado Edinho Araújo (PMDB-SP) participou nesta terça-feira, 3 de junho, de reunião com a diretoria da ANA – Agência Nacional de Águas, em Brasília, sobre a regularização da piscicultura na região. Além da discussão da liberação de outorgas, o deputado discutiu a ampliação da produção de peixe no reservatório da usina de Ilha Solteira.
Na reunião, participaram representando a ANA o diretor-presidente, Vicente Andreu, o coordenador de articulação e comunicação, Antônio Félix Domingues, e o chefe de gabinete, Horácio Figueiredo, além do prefeito de Três Fronteiras, Flavinho, e Cláudio Masocatto,
Os produtores já haviam tomado conhecimento na semana passada de que a produção deverá crescer 31 mil toneladas/ano, durante encontro com a secretária nacional de Planejamento e Ordenamento da Aquicultura, Maria Fernanda Nince, que esteve em Santa Fé do Sul e confirmou os números durante conferência na reunião solicitada pelo deputado Edinho Araújo com a direção da ANA.
A ampliação de mais de 100 hectares de água sob domínio da União é resultado de ação que envolve a Agência Nacional de Águas e o Ministério da Pesca e Aquicultura. Trata-se da chamada "liberação de outorgas de produção" anteriormente concedidas pela ANA, ao MPA, para o cultivo de pescado em 12 Parques Aquícolas do reservatório, que abrange os estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais.
Com a medida, as outorgas de produção serão desvinculadas dos 12 Parques e liberadas para áreas aquícolas demarcadas fora dos parques.
A perspectiva é que a liberação das outorgas de produção crie mais de 1,2 mil empregos diretos e indiretos. As áreas aquícolas são cedidas pelo Ministério da Pesca por meio de licitação. A cessão de uso das águas vigora por 20 anos, podendo ser prorrogada por igual período.
No encontro, representantes da Agência Nacional de Água apresentaram proposta de que em breve haverá estudo técnico para verificar a capacidade produtiva de peixes em reservatórios em todo o País.
"Foi um encontro importante e produtivo com os representantes da ANA. Hoje a produção de peixes em nosso reservatório é uma das mais importantes fontes de renda e geração de emprego", afirmou Edinho Araújo ao final do encontro.

Sabesp e parceiros mostram na praça os danos ao meio ambiente









 
Ao completar 13 anos de realização da Semana do Meio Ambiente, a Sabesp, com os demais parceiros, resolveu inovar, promovendo uma demonstração mais detalhada dos danos provocados pela população. Uma exposição do lixo coletado em um pequeno trecho do Córrego do Tamboril foi realizada na praça João Mariano de Freitas como forma de conscientizar sobre o problema.
O gerente de divisão da Sabesp, Gilmar Rodrigues de Jesus, explicou que realmente é uma quantia muito grande desse lixo que inclui colchões e eletrodomésticos. Isso porque a coleta foi feita no dia 2 de junho, segunda-feira, em menos de dois quilômetros do córrego, em apenas uma das margens, A ideia dos organizadores do evento, como afirmou, foi exatamente esta, de levar para a praça uma pequena amostra do que o descaso pode provocar.
No evento promovido no último dia 5, pela manhã, na praça, foram montados vários estandes com material reciclado do lixo recolhido do córrego, mudas de plantas ornamentais e árvores, além de outros trabalhos desenvolvidos em favor da recuperação do meio ambiente e da qualidade de vida.
Gilmar destacou a importância dos parceiros para a realização das diversas atividades programadas na semana, como a Prefeitura, através das secretarias de Agricultura e Meio Ambiente, Educação e Esportes e Cultura, ONG EcoAção, Coopersol, Diretoria de Ensino, ETEC, Polícia Ambiental e outras entidades.
Na abertura do evento, Gilmar também lembrou que atividades como esta, com a participação de centenas de alunos das escolas municipais, contribuem para a conscientização que começa na infância, quando as crianças acabam transferindo a preocupação ambiental para os adultos. Daí a importância do trabalho educativo, inclusive com a inclusão da questão do meio ambiente na grade curricular, como já vem acontecendo.
A secretária municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Sandra Gigante, disse que o "trabalho realizado no córrego do Tamboril chega a emocionar pela constatação da gravidade do problema nos nossos rios e córregos". A proposta, como explicou, é continuar essa atividade em novos trechos e depois estender para outros córregos do município.
O representante da EcoAção, Edson Edgar Batista, destacou o trabalho pioneiro da Sabesp na defesa do meio ambiente e disse que esse formato de exposição na praça é importante pelo impacto visual que ajuda sensibilizar as pessoas sobre a questão. A EcoAção, como explicou, desenvolve um trabalho importante nos rios da região, com apoio e entidades como a própria Sabesp, Ecocaiaque, Amigos do Rio e Circuito Noroeste de Navegação Aquática.
Como nos anos anteriores, a Semana do Meio Ambiente programou atividades e desenvolvimento de projetos nas escolas, apresentações de teatro, plantio de mudas, soltura de alevinos e passeio ciclístico no encerramento hoje, 7 de junho.

Lei que determina a descrição dos impostos sobre produtos e serviços deve ser regulamentada

A falta de regulamentação da Lei n° 12.741/12, conhecida como a Lei da Transparência Fiscal, prevista para entrar em vigor na próxima terça-feira (10), impede que os empresários do comércio adotem, de forma correta, o que determina o texto. De acordo com essa lei, os impostos embutidos nos preços de mercadorias e de produtos devem estar discriminados na nota ou no cupom fiscal. No entanto, a complexidade do tema, além da falta de regulamentação pelo governo federal estão contribuindo para o seu descumprimento. A lei já foi prorrogada anteriormente, em 2013.
O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Jales, Alexandre Rensi, que integra a nova diretoria da federação, eleita em 22 de maio, disse que as grandes empresas já conseguiram resolver o problema. A maioria das pequenas, no entanto, ainda enfrenta dificuldades, mas terão que cumprir a nova exigência para não correrem o risco de serem multadas.
Rensi lembrou que a federação também conseguiu adiar para 2015 a implantação do e-Social, um sistema on-line de informações trabalhistas que todas as empresas terão que repassar para o Ministério do Trabalho e para a Receita Federal.
Esse adiamento é importante para que os empregadores entrem em contato com seus escritórios de contabilidade para cumprirem mais essa determinação que é bem complexa e pode trazer sérias consequências para quem não obedecer as regras estabelecidas.
Trabalho reconhecido - Rensi acredita que o convite para integrar a diretoria da Fecomércio é um reconhecimento da mesma pelo seu trabalho desenvolvido no sindicato. Entre as ações que estão sendo realizadas ele destaca a construção da nova sede da entidade que espera concluir até o final do seu segundo mandato, contando para isso com o apoio de toda a diretoria e dos comerciantes do município.
Essa representatividade do sindicato na federação é importante porque pode reverter em conquistas como unidades do Sesc ou do Senac, como aconteceu em Votuporanga, beneficiando toda a comunidade. Também ajuda no trabalho do sindicato, na prestação e serviços e na luta permanente para a instalação de novas empresas no município, como afirmou.
Rensi destacou a reeleição de Abram Szajam para a presidência da federação, lembrando que ele vem realizando um bom trabalho, como a construção do prédio próprio da entidade e implantação de novos serviços.

Roger Dib anuncia mudanças na captação de recursos do HC de Jales


 
O gerente administrativo Roger Dib, do Hospital de Câncer de Barretos, Unidade III de Jales recebeu na manhã de segunda-feira, 2 de junho, a gerente de Captação de Recursos, Adriana Mariano, nova integrante da equipe administrativa do hospital e responsável pela captação de recursos através de projetos já instituídos pela Fundação PIO XII, e que já teve a missão no primeiro dia de trabalho de entregar ao governador, Geraldo Alckmin, Votuporanga, solicitação de recursos para aquisição de equipamentos no valor de R$ 900 mil com apoio do deputado estadual, Carlão Pignatari e do deputado federal Rodrigo Garcia.
No evento, o ex-governador José Serra citou em seu discurso a importância da Unidade de Jales para a região e o excelente trabalho prestado pelo hospital aos pacientes.
O diretor do Hospital de Câncer de Barretos, Henrique Prata enxergou na região de São José do Rio Preto, Jales e Araçatuba possibilidades na arrecadação de recursos por meio de doações de grandes empresas através do Pronon já instituído em Barretos e outros grandes centros e reformulou a captação de recursos da Unidade de Jales, convidando Adriana para desempenhar a função junto aos empresários, políticos da região, eventos e leilões.
O Pronon - Programa Nacional de Apoio a Atenção Oncológica, possibilita a captação de recursos com doações de pessoas físicas e jurídicas através da dedução do imposto de renda devido e tem por finalidade captar e canalizar recursos para a prevenção e o combate ao câncer.
Roger enfatizou que os recursos captados com o PRONON na Unidade de Jales serão destinados para o Hospital de Câncer de Barretos que custeia todas as despesas da Unidade de Jales que geram em torno de R$ 2,5 milhões/mês, além de ser uma instituição filantrópica cuja filosofia é atender ao próximo com amor e sem distinção.
Em termos gerais a Fundação Pio XII conta com 50 anos de experiência na área hospitalar e é uma referência mundial no tratamento de câncer, tornando-se grande em seus números e no apoio incondicional da população.
O Hospital de Câncer de Barretos, com filial em Jales é o maior e mais avançado hospital oncológico do país com atendimento 100 % SUS, reúne 260 médicos, 3.500 colaboradores, mantém 13 alojamentos oferecidos gratuitamente a pacientes e acompanhantes com 650 lugares e oferece oito mil refeições diárias a pacientes e acompanhantes. Além de Barretos e Jales, está presente também nas cidades de Porto Velho (RO), Juazeiro (BA), Campo Grande (MS) e Fernandópolis (SP).
Na oportunidade, Roger confirma que a Coordenadora de Captação de Recursos, Pérola Cardoso que trabalharia em conjunto com Adriana Mariano nos projetos já existentes no hospital pediu seu desligamento para trabalhar com a deputada estadual, Ana Perugini e agradece pelos serviços prestados como funcionária nos últimos 4 anos, desejando boa sorte em seu novo caminho.

Alargar os horizontes, por D. Demétrio Valentini

Causou surpresa o compromisso assumido em Jerusalém, entre o Papa Francisco e o Patriarca Bartolomeu, de se encontrarem em Nicéia, no ano de 2025!
Para dois quase octogenários, fazer planos para além de dez anos, seria no mínimo arriscado, se não estivessem falando em nome das instituições que representam. No caso, a Igreja Católica, e a Igreja Ortodoxa.
Marcando encontro na cidade de Nicéia, onde se deu há mil e setecentos anos, o primeiro Concílio Ecumênico, eles explicitaram a dimensão histórica da Igreja, indispensável para dimensionar sua consistência.
A Igreja traz a marca de dois milênios. Ela não é de ontem, nem de anteontem. O componente histórico é imprescindível para avaliar seu estado atual.
A constatação de que a Igreja tem um passado, lhe dá garantia de ter um futuro.
Por mais conturbado que tenha sido o passado, seu valor pode ser recuperado, para ajudar a superar os impasses que o presente coloca.
Ao pensarem no ano de 2025, o Papa e o Patriarca jogaram com a dimensão histórica, e a colocaram a serviço de suas propostas de futuro.
Em 325 se realizou em Nicéia o primeiro concílio ecumênico. Quem sabe em 2025, mil e setecentos anos depois, no mesmo local se poderá selar de vez a plena comunhão eclesial entre Católicos e Ortodoxos, para benefício de toda a cristandade.
Mas, se for necessário esperar mais um pouco, a história ajuda as demoras humanas.
Pela frente temos outra data simbólica. Foi em 1054 que as duas tradições eclesiais romperam oficialmente sua comunicação. Pois bem, se não ficar tudo resolvido em 2025, podemos aguardar o 2054! Quem tem uma longa história, pode se valer de sua trajetória.
Mas além das demoras, existem as urgências. Elas também estiveram presentes no encontro dos dois ilustres personagens. As demoras eclesiais podem até continuar, sem grandes prejuízos. Mas as urgências da paz não podem protelar as soluções.
O Papa Francisco pediu que seja retomado o diálogo entre palestinos e israelenses, e que todos colaborem para fazer cessar a guerra civil na Síria.
Em vista da urgência destas conversações, tomou a decisão pessoal de oferecer o Vaticano como mesa de negociação. A proposta foi aceita, e todos agora aguardam sua efetivação, pois caso demore, ela perde viabilidade. Aqui, a história não aconselha demoras, ao contrário, ela pede urgência.
O grande ganho da visita é este fato novo, da mediação aceita por ambas as partes, sob o patrocínio deste Papa que está se revelando um personagem de grande aceitação mundial. 
Na mesma perspectiva de datas importantes que temos pela frente, vai emergindo o ano de 2017 como particularmente significativo, sobretudo para o contexto religioso.
Em 2017 se completam 500 anos do início da Reforma Protestante. E no Brasil se completam 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida nas águas do Rio Paraíba.
Dois fatos que certamente têm apelos fortes, embora em âmbitos bem diferentes. Caberá à sabedoria pastoral integrar bem as duas referências, e valorizá-las como boa motivação para que sejam dados passos positivos no avanço da causa ecumênica entre as Igrejas Cristãs.

No TJ-SP, prefeito Saracuza pede urgência na construção do prédio do Fórum em Urânia


No dia 29 de maio, o deputado estadual Fernando Capez, acompanhou o prefeito Francisco Airton Saracuza e o chefe de gabinete José Carlos Neves, em audiência com o presidente do Tribunal de Justiça do Estado , desembargador José Renato Nalini.
Na oportunidade, foi reforçado o pedido de urgência na construção do novo prédio do Fórum da Comarca de Urânia, devido ao aumento da demanda judicial dos últimos anos. A comarca de Urânia abrange os municípios de Aspásia e Santa Salete.
De acordo com o prefeito Airton Saracuza, a construção do prédio já foi autorizada pelo Tribunal de Justiça que está aguardo da liberação dos recursos financeiros pelo Governo do Estado para dar início aos trâmites legais para a execução obra. A área já foi doada pela Prefeitura.
Para o prefeito Saracuza, a construção do prédio do Fórum da Comarca de Urânia será muito importante para o município.

PALAVRAS DE CHICO XAVIER

 
Pergunta - Parece que o suicídio é um ato de rompimento do plano de Deus, pelo qual se paga um preço. Assim, de que maneira e com que traumas se reencarnam as pessoas que se matam?
Chico Xavier – O suicídio está ligado ao senso de responsabilidade. Nosso Emmanuel sempre explica que nós somos culpados por aquilo que conhecemos como sendo uma atitude imprópria para nós. Porém nós temos, ainda, povos, que adotam o suicídio como norma de comportamento heróico. Temos comunidades no mundo que consideram o suicídio sob este ponto de vista. Demonstram que não possuem um conhecimento tão exato sobre a responsabilidade de viver, produzir o bem, como nós os cristãos fomos instruídos pelos evangelhos de Nosso Senhor.
Então, vamos dizer que a escola de Jesus, preparando nosso espírito para a construção do mundo melhor, não obstante os conflitos e guerras que temos sofrido, ou que estejamos sofrendo, nós então vemos que para nós o suicídio já adquire dimensões diferentes, porque nós somos chamados para valorizar a vida, a compreender o sofrimento como processo educativo e re-educativo de nossa personalidade.
Então, o suicídio para nós, os cristãos, é algo de ingratidão para com os poderes supremos que regem os nossos destinos. O suicídio, para aqueles que conhecem a importância da vida, impõe um complexo culposo muito grande nas consciências. Então, nós os cristãos, que temos responsabilidades de viver e de compreender a vida, em suicidando, nós demandamos o além com a lesão das estruturas do corpo físico. De forma que, se damos um tiro no crânio, conforme a região que o projétil atravessa, sofremos no além as lesões consequentes. São os espíritos doentes, os espíritos enfermiços que recebem carinho especial dos protetores espirituais.

Inverno por Reginaldo Villazón

No calendário, o inverno terá início no próximo dia 21. Mas as temperaturas caíram desde o mês passado, obrigando as pessoas a tirar os agasalhos e cobertores do armário e entrar no ritmo do inverno. Banho, um por dia, sob água quente, antes de anoitecer. Quem não se dá bem com o frio, reclama e evita sair de casa. Quem se alardeia gostar do frio, também evita sair de casa. Os automóveis e ambientes fechados são valorizados e assim o movimento de gente na cidade só vai voltar a ficar forte, bonito e animado quando o calor voltar.

Nos países e regiões onde o inverno é intenso, as pessoas precisam tomar providências importantes para enfrentar esta estação do ano. Nas casas, os aquecedores devem ser revisados, instalados em lugares seguros e equipados com sistema de segurança. Fogões e aparelhos a lenha, gás ou combustível líquido não poderão ser usados em ambiente totalmente fechado. A compra de mantimentos deve ser planejada, pois não será conveniente sair no frio todos os dias para comprar gêneros de primeira necessidade, como pão e leite.

Na agricultura, o inverno muda a paisagem exibida pelos vegetais. As plantas de inverno, como o trigo, preferem as temperaturas amenas e a claridade dos céus límpidos que acontecem no inverno. Porém, as geadas significam riscos de prejuízos. As hortas cultivadas no inverno, protegidas dos frios rigorosos dentro de estufas plásticas, produzem com abundância e qualidade. Nesta época, as donas-de-casa podem ir às feiras comprar hortaliças e legumes excelentes por preços moderados. O mérito é dos agricultores.O cuidado com a saúde no inverno é assunto de importância para todos. Proteger-se das baixas temperaturas é o mesmo que evitar doenças respiratórias desconfortáveis que, se negligenciadas, podem levar ao pronto socorro. Mas, como enfrentar o desafio da fome? Os nutricionistas informam que a sensação de frio provoca o desejo de ingerir alimentos calóricos acima das necessidades de aquecimento do corpo. Desta forma, o maior consumo de alimentos ricos em gordura, condimentos e açúcar contribui para obesidade e hipertensão.

Mas, nada de pânico. Aproveitar o inverno para saborear pratos saudáveis e deliciosos, próprios do inverno, é uma empreitada encantadora. Basta ver os ingredientes que compõem a sopa de abóbora, famosa no mundo todo: abóbora madura, farinha de trigo, água, cebola, alho, pimenta, salsinha e sal a gosto. Acompanhada de um pão integral e um vinho tinto, aquece e alimenta o corpo e a alma, sem produzir culpa. E a sopa de ervilha? E a moqueca de peixe? Quem escolhe o inverno para abusar de feijoada e cachaça, não sabe o que faz.

O inverno é, também, época de exercer a solidariedade. O frio dói no corpo dos que não possuem um bom lugar de abrigo, não dispõem de agasalhos suficientes, não consomem alimentos nutritivos. Seres humanos e animais, nos centros das cidades e nas periferias, eles dependem da ação de pessoas benfeitoras que lançam o olhar sobre eles e enxergam suas necessidades. Felizmente, a consciência das pessoas tem avançado neste sentido, de ajudar sem julgar, de trabalhar com entusiasmo e responsabilidade em favor dos que passam frio.

Documento entregue a Alckmin e deputados, pede a permanência da Polícia Ambiental

O presidente da Câmara Municipal Gilberto Alexandre de Moraes (DEM) acompanhado do vereador Rivail Rodrigues Junior (PSB) esteve na segunda-feira, 2 de junho, na cerimônia de entrega da última fase da duplicação total da Rodovia Euclides da Cunha, Votuporanga.
Na presença do governador Geraldo Alckmin e dos deputados estaduais Carlão Pignatari (PSDB), Orlando Bolçone (DEM) e Itamar Borges (PMDB), os vereadores Gilberto e Junior Rodrigues, protocolaram ofício solicitando em nome da comunidade jalesense a manutenção do 2º Pelotão da Polícia Militar Ambiental, cuja mudança, de forma inesperada e contrariando a lógica da necessidade de prestação de serviços nesta área, está programada para Votuporanga.
Segundo informações do próprio comando da Política Militar Ambiental, a mudança do Pelotão da Jales para Votuporanga não atende a critérios técnicos e distancia a fiscalização ambiental de uma imensa área de atuação.
"O Pelotão de Jales e sua base operacional em Santa Fé do Sul atende 22 municípios, a maioria deles próximos aos grandes lagos das hidrelétricas, que necessitam de uma vigilância permanente e efetiva. Além disso, estava previsto a incorporação de Suzanápolis à área de atuação do Pelotão de Jales. A mudança acima descrita, se efetivamente implantada, trará prejuízos inestimáveis para a fiscalização ambiental, aos servidores que residem e, por décadas, prestam serviços em Jales, sem falar da perda que tal mudança representa para Jales, o centro regional natural, por sua localização geográfica" – ressalta o documento entregue ao governador Geraldo Alckmin e aos parlamentares.
Na cerimônia estiveram presentes também os vereadores Nivaldo Batista de Oliveira, o Tiquinho (DEM) e Sérgio Yoshimi Nishimoto (PTB).

Palestra de Linamara em Fernandópolis

 
Na próxima quarta-feira, dia 11 de junho, a Secretária dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Dra. Linamara Rizzo Battistella, médica fisiatra e professora da Faculdade de Medicina da USP. Possui Doutorado e Livre Docência em Fisiatria, sendo responsável por Disciplinas na Graduação e Pós Graduação Médica. Diretora do Instituto de Medicina de Reabilitação do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (IMREA) por mais de 20 anos, antes de ser nomeada Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em 2008, estará em Fernandópolis para a realização de uma palestra em comemoração aos dois anos de atividades da Unidade de Reabilitação Lucy Montoro de Fernandópolis.
Com entrada franca, o evento será aberto a todos os públicos e está programado para ter início às 17h no Plaza Eventos,, e terá como tema "A Importância da Robótica na Reabilitação", apontando os principais desafios e os avanços tecnológicos na reabilitação das pessoas com deficiência. Além de ser uma oportunidade única para Fernandópolis e região, por ter como palestrante uma das maiores especialistas do assunto, a nível internacional, o tema escolhido também vai ao encontro da Copa do Mundo, que acontece no dia seguinte à realização da palestra. Isso porque, durante a cerimônia de abertura da competição, o neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis desenvolveu uma estrutura robótica, que possibilitará que uma pessoa paraplégica caminhe e dê o pontapé inicial do torneio, com os movimentos comandados por seu próprio cérebro.

Delcina e Elvis para sempre, juntos


















"A vida é construída de sonhos e concretizada no amor", assim foi o momento vivenciado pelo casal Delcina Fogaça e Elvis Trompeta, na Igreja matriz de Mesópolis, com as bênçãos presididas pelo padre Onivaldo. Os convidados puderam desfrutar do buffet de Dona Filú acompanhada pela equipe de garçons Oswaldo. Os pais da noiva residentes em Mesópolis são: Maria Izabel e Delcides e os pais do noivo residentes em Jales são: Zenilda e Aparecido. O cerimonial religioso e a recepção foi coordenada e assessorada pela cerimonialista Jocelia Cabrini.