Páginas

sábado, 3 de maio de 2014

PF de Jales/SP prende grupo que aplicava golpes em políticos do país













Operação Mala Preta: Três pessoas foram presas entre elas um policial civil do Rio de Janeiro
Policiais federais de Jales/SP prenderam em flagrante delito na manhã desta sexta-feira (02/05) em um flat da cidade de São José do Rio Preto/SP, três pessoas que estavam aplicando golpe que consistia em conseguir milhares de dólares afirmando que eles iriam trocá-los por recursos de sobra de campanhas passadas de deputados e senadores de Brasília.
A investigação federal denominada “Mala Preta”, em alusão à mala utilizada pelos golpistas para levar os recursos financeiros obtidos, teve início no mês de abril quando a PF obteve informações que um grupo estaria fazendo reuniões com políticos e pretensos políticos da região de São José do Rio Preto. Os golpistas diziam que os recursos eram provenientes de “caixa dois” de campanhas passadas e estariam dispostos a trocá-los por dólares a uma cotação bem mais alta que a oficial.
As vítimas que acreditavam nos golpistas conseguiam valores de 50 a 250 mil dólares para serem trocados por reais. Os golpistas trocavam os dólares verdadeiros por reais falsos. Os pacotes eram lacrados com fitas semelhantes às da Casa da Moeda e com cédulas de real verdadeiras nas extremidades dos pacotes e falsas no interior dos mesmos para ludibriar as vítimas.
Na manhã de hoje, policiais federais disfarçados que haviam se hospedado no flat onde o grupo aplicaria um golpe prenderam em flagrante delito duas pessoas. J.M.M., 43 anos, produtor rural de Divinópolis/MG, que se passava por assessor financeiro e político de deputados e senadores de Brasília e A.C.Q.M., de 35 anos, corretora de imóveis de Taquara, Rio de Janeiro, que se passava por secretária do assessor. Ambos estavam no saguão do flat aguardando uma vítima no momento em que foram presos. Eles utilizavam os nomes falsos de Francisco José Tavares e Cristiane Tavares Campos.
O terceiro preso foi F.B.B., 50 anos, investigador da Polícia Civil do Rio de Janeiro, marido de A.C.Q.M. Ele dava cobertura para a dupla do lado de fora do Flat. Os federais encontraram com ele uma mala preta com aproximadamente 300 mil reais entre cédulas verdadeiras e cédulas semelhantes às de cinquenta reais. As cédulas verdadeiras estavam na capa dos pacotes de reais levando a crer que todas as demais eram verdadeiras. Ele estava portando uma pistola Taurus, calibre .40, de propriedade da Polícia Civil do Rio de Janeiro.
Em outro Hotel, na Rodovia Washington Luis em Rio Preto, outra mala com aproximadamente 300 mil reais em cédulas verdadeiras e semelhantes às verdadeiras foi localizada. O veículo pertence a J.M.M. Os presos estavam hospedados naquele local e pretendiam fugir para o Rio de Janeiro e Divinópolis/MG após a concretização do golpe.
Uma agenda contendo diversos nomes também foi encontrada pela PF com os presos. Os nomes ali indicados serão investigados com o objetivo de robustecer as provas coletadas bem como identificar outras possíveis vítimas do grupo. Embora várias vítimas não procurem a polícia em razão da origem dos dólares perdidos, há necessidade da espontaneidade da apresentação e registro dos fatos na unidade da PF. Esta conduta de colaboração com as investigações será considerada no decorrer do inquérito policial.
As fotos dos suspeitos estão sendo divulgadas para que as vítimas possam entrar em contato com a PF em Jales/SP para registrar os fatos caso as reconheça. Os presos serão ouvidos pelo Delegado Federal Cristiano Pádua da Silva, responsável pela investigação e posteriormente serão conduzidos para unidades prisionais da região onde permanecerão à disposição da Justiça

sexta-feira, 2 de maio de 2014

BPP de Urânia emprestrou quase meio milhão ao microempreendedor

O Banco do Povo Paulista (BPP) é o programa de microcrédito produtivo desenvolvido pelo Governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho, em parceria com Prefeituras Municipais, visando promover geração de emprego e renda.
Neste dois anos de atividades do Banco do Povo Paulista - BPP de Urânia, os microempreendedores individuais, já tomaram emprestados junto à unidade local, aproximadamente R$ 500 mil por meio do microcrédito para desenvolvimento de seus pequenos negócios formais ou informais.
Além dos microempreendedores, o BPP também disponibiliza linhas de créditos especiais destinadas a mutuários da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) que desejam reformar ou ampliar o imóvel, a motofretistas que precisam se adequar à nova regulamentação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a taxistas que queiram investir na profissão e produtores rurais. A taxa de juros é a mesma oferecida aos microempreendedores.
A administração municipal juntamente com a Secretaria de Estado do Emprego e Relações do Trabalho tem como meta atingir nos próximos dois anos empréstimos que totalizem R$ 1 milhão aos microempreendedores, produtores rurais, cooperativas e associações de produção uranienses visando fomentar o comercio e o pequeno agricultor local gerando empregos e renda,
Se você é microempreendedor formal ou informal, com sua atividade comercial no município de Urânia e precisa de recursos para investir no seu negócio, procure o Banco do Povo Paulista que oferece empréstimos em condições especiais.
No programa, além da oportunidade de desenvolver seu pequeno negócio – formal ou informal-, o microempreendedor recebe um atendimento especializado, com agentes de crédito capacitados a acompanhar o beneficiado e instruí-lo rumo ao desenvolvimento, tornando seu sonho uma realidade.
Implantado em Urânia, em 12 de fevereiro de 2.012, o Banco do Povo Paulista,foi uma conquistas da atual administração municipal visando melhorias para o pequeno tomador promover investimentos em seus negócios.

Foi publicado no

 
Portal da Transparência do Governo Federal, a última liberação no 22/04/2014 do convênio 767946 da Prefeitura de Jales assinado com o Ministério das Cidades no valor total de R$ 98.200,00 para pavimentação asfáltica e sinalização de trânsito. A liberação do repasse foi de R$ 9.820,00

Na segunda-feira,
5 de maio, segundo notícias veiculadas, a prefeita Nice e o presidente do sindicato representativo dos funcionalismo municipal José Luiz Francisco, vão sentar-se à mesa para tentar um acerto definitivo sobre o reajuste concedido e as portarias revogadas que jogou o astral dos servidores beneficiados, lá em baixo. O mandato da prefeita Nice está chegando à sua metade e é preciso entender que sem preciso e concessões independentemente dos problemas administrativos financeiros, politicamente torna-se um desastre para o governante O poder, como se diz: é transitório.
Para acelerar
a votação, em Plenário, do PL – projeto de Lei 2295/2000, o deputado federal Junji Abe (PSD-SP) apresentou à Mesa Diretora da Câmara o requerimento (9645/2014) de inclusão da proposta na pauta da Ordem do Dia. Com a medida, o parlamentar pretende apressar a análise da proposição. Ele defendeu máxima urgência na entrada em vigor de legislação que fixa a jornada de trabalho em seis horas diárias e 30 horas semanais para profissionais de Enfermagem
Estabelecer
a
jornada de 30 horas semanais para enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem não é privilégio. É uma necessidade para assegurar assistência segura, com melhores resultados aos pacientes, e com menor desgaste físico e emocional para os profissionais", argumentou Junji.
A atual
administração aproxima-se dos 18 meses de mandato e ainda não abriu licitação para publicação dos atos oficiais que seria uma das primeiras medidas a serem tomadas. Como a Comissão de Transição nomeada pela prefeita eleita para tomar pé da situação não analisou o processo, após a posse descobriram que no contrato havia uma cláusula que se a licitação não fosse aberta até o dia 18 de janeiro de 2013, o contrato estaria automaticamente prorrogado. Uma aberração jamais vista.

E a prefeita Nice

 
teve prazo até 17 de julho para abrir a licitação. Não o fez e prorrogou por mais seis meses. E também houve a alegação de que o valor cobrado para a publicação dos atos oficiais era satisfatório. Em janeiro deste ano, a Secretaria Municipal de Comunicação que estaria responsável pela licitação, enviou ofício solicitando orçamento para publicação dos atos oficiais. A licitação se aberta será presencial. Só que, houve falha no preenchimento do ofício de solicitação das devidas informações e está parada. Não vamos dizer aqui que é incompetência porque as pessoas nomeadas não são experientes nessa área que é dificílima de se dirigir.

Diante

 
o atual cenário de baixa atividade econômica, a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) reduziram, nesta segunda-feira (28/4), a estimativa de crescimento das vendas a prazo para 2014 de 4,5% para 3% ao ano, com viés de baixa.

De acordo

com as lideranças das duas entidades, o atual cenário econômico de alta de juros e de aumento do custo de vida das famílias vem limitando a capacidade de consumo dos brasileiros, o que reflete negativamente nas vendas a prazo.

Na avaliação
do presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, todos os indicadores do mercado apontam para um baixo grau de confiança dos empresários. "Os comerciantes já amargaram o pior resultado dos últimos cinco anos com as vendas de páscoa. Não acredito que o desempenho de 2014 ultrapasse um crescimento de 3%", disse.

Políticos
que apoiaram deputados estaduais e federais que tiveram uma boa votação em Jales e região, estão preocupados. Acreditam que será difícil para repetir a votação de 2010 para aqueles que ficaram ausentes da região e pouco produziram em termos de liberação de recursos, principalmente no que se refere à  pavimentação asfáltica que tem a maior reclamação popular 

Risco de crédito do consumidor diminui 1,9% e permanece em trajetória de queda

Os consumidores que buscaram crédito nos últimos 12 meses apresentam uma redução de 1,9% em seu risco de se tornarem inadimplentes no primeiro trimestre de 2014, na comparação com mesmo período de 2013, passando de 99,7 pontos para 97,8, de acordo com o Indicador de Risco de Crédito (IRC) da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na comparação com o trimestre anterior, o indicador recuou 0,6%, de 98,3 pontos para 97,8. Este indicador mostra a probabilidade de risco dos consumidores se tornarem inadimplentes baseado em modelos estatísticos. Ele avalia a probabilidade de risco mediano de uma amostra de indivíduos que buscaram crédito no mercado nos últimos 12 meses e também permite correlação com a taxa de inadimplência.

Palestra em Santa Fé do Sul

A pouco mais de 30 dias da Copa do Mundo, os empresários da região atendida pelo Escritório Regional do Sebrae-SP em Votuporanga têm a oportunidade de se preparar ainda mais para lucrar com um dos maiores eventos esportivos do mundo.
Os empresários poderão participar de uma palestra e de um curso em Santa Fé do Sul, na Prefeitura Municipal As inscrições podem ser feitas pelos telefones (17)3631.6145 (17)3421.8366 ou 0800 570 0800. O curso com o tema "Aprender a empreender", abordará conceitos básicos, como empreendedorismo, mercado e finanças. A atividade terá início no dia 12 de maio e será trabalhado até 17 de maio. Os encontros começam às 18 horas. Já no dia 29, os empresários de toda a região podem participar da palestra "Melhore a relação com seu cliente", a partir das 19 horas



Doutores Datrapalhada





Há sete anos, quatro jovens jalesenses criaram um grupo que foi denominado de Doutores Datrapalhada objetivando propor ações de humanização, levando alegrias as crianças e adultos em tratamento na Santa Casa de Misericórdia e Hospital de Câncer de Barretos - Unidade III Jales, num trabalho totalmente voluntario feito com muito amor e carinho. Eles empregam o arquétipo do palhaço sem terem frequentado uma oficina que lhe dessem essa sua função séria, sincera e respeitosa.
"Esse trabalho para nós é uma missão. Nosso grupo se apresenta voluntariamente levando alegria e procurando aliviar a dor e o sofrimento aos internados e criar o encantamento mesmo nesses hospitais", diz um dos integrantes do grupo.
Sempre que se apresentam, as crianças e até mesmo adultos ficam fascinadas com suas brincadeiras. Na páscoa, os Doutores Datrapalhada distribuíram brindes aos internados nos hospitais.

**O professor aposentado


 
e radialista da Assunção de Jales, Osmar Pereira de Rezende (foto) comemora neste sábado, 3 de maio, mais um aniversário. E com ele, na mesma data, comemora também o outro aniversariante da família, o filho Osmar Pereira de Rezende Júnior. Recebem os parabéns de Sônia, esposa e mãe, da filhas e irmãs Jaqueline e Patrícia, de demais familiares e amigos. Parabéns Osmar.
**Neste domingo, 4 de maio, os parabéns do esposo Antonio Rodrigues da Grela Filho, da filha Giovana, familiares e amigos vão para a odontóloga Claudia Helena Moreira Fiod da Grela pelo aniversário.
** Vilson Hiroshi Tanaka, comemora nesta segunda-feira, 5 de maio seu aniversário. Recebe os parabéns da esposa Elena, das filhas Cristiane e Érica, familiares e amigos vão lhe cumprimentar pela data.
**Na terça-feria, 6 de maio, marcará mais um ano na folhinha da vida, o engenheiro agrônomo aposentado Reinaldo da Costa Vital, residente na cidade Marília.
**Neide Baião Antonio, esposa de Eduardo Antonio (Edu da Banca), festejará em família, na terça-feira, 6 de maio, mais um aniversário.
 
**Realindo Soares da Silva, na foto, com esposa Élida Maria, e a filha Patricia, estará festejando mais um ano de vida na segunda-feira, 5 de maio. Receberá os parabéns de familiares e amigos.

Alunos de Educação Física doam caixas de leite ao Lar dos Velhinhos

Os alunos do curso de Educação Física da Unijales, junto à professora Viviane Kawano Dias, doaram na última terça-feira, dia 29 de abril, mais de 100 caixas de leite, numa ação voluntária para auxiliar o Lar dos Velhinhos de Jales.

Durante a aula da professora, Viviane Kawano Dias, os alunos do 2º ano de Educação Física, participaram da atividade Caça ao Tesouro, na disciplina de Recreação e Lazer.

Amarrados uns aos outros para trabalhar em grupo, diante de pistas e dicas, os alunos percorreram os ambientes da Unidade Central da Unijales em busca do tesouro que era uma ação social.

O grupo vencedor ficou responsável por doar um litro de leite por aluno participante e o grupo perdedor se comprometeu em doar dois litros de leite por aluno participante, uma iniciativa dos próprios universitários. No final da prova, os dois grupos empataram e chegaram ao acordo de que cada um doaria dois litros de leite. Alunos do 1º ano de Licenciatura em Educação Física também doaram caixas de leite.

Uma causa nobre e a prova de que além o espírito competitivo, os alunos do curso de Educação Física da Unijales, carregam consigo a importância da responsabilidade social e o espírito de cidadania.

"Atividades como esta são importantes em razão da causa social, pois contribuem para a formação plena do aluno e não somente acadêmica. Além de permitir uma relação de integração entre alunos, comunidades e instituição", afirmou a professora Viviane Kawano Dias.

Alunos de Educação Física doam caixas de leite ao Lar dos Velhinhos



 
Os alunos do curso de Educação Física da Unijales, junto à professora Viviane Kawano Dias, doaram na última terça-feira, dia 29 de abril, mais de 100 caixas de leite, numa ação voluntária para auxiliar o Lar dos Velhinhos de Jales.
Durante a aula da professora, Viviane Kawano Dias, os alunos do 2º ano de Educação Física, participaram da atividade Caça ao Tesouro, na disciplina de Recreação e Lazer.
Amarrados uns aos outros para trabalhar em grupo, diante de pistas e dicas, os alunos percorreram os ambientes da Unidade Central da Unijales em busca do tesouro que era uma ação social.
O grupo vencedor ficou responsável por doar um litro de leite por aluno participante e o grupo perdedor se comprometeu em doar dois litros de leite por aluno participante, uma iniciativa dos próprios universitários. No final da prova, os dois grupos empataram e chegaram ao acordo de que cada um doaria dois litros de leite. Alunos do 1º ano de Licenciatura em Educação Física também doaram caixas de leite.
Uma causa nobre e a prova de que além o espírito competitivo, os alunos do curso de Educação Física da Unijales, carregam consigo a importância da responsabilidade social e o espírito de cidadania.
"Atividades como esta são importantes em razão da causa social, pois contribuem para a formação plena do aluno e não somente acadêmica. Além de permitir uma relação de integração entre alunos, comunidades e instituição", afirmou a professora Viviane Kawano Dias.


Parabéns a você

A estudante do 2º ano de engenharia civil na Escola de Engenharia de Piracicaba - EEP, Daniele Soares Colombo, comemora nesta segunda-feira, 5 de maio, 19 anos. Seus pais, o radialista Ilson Colombo e a professora Meire Lima e o irmão Vinicius irão abraça-la em clima de festa e alegria. Feliz aniversário

Jales sediará encontro de prefeitos da AMA

O município de Jales sediará, na sexta-feira, 9 de maio, encontro de prefeitos da Associação dos Municípios da Araraquarense – AMA, com o secretário de Estado Planejamento e Desenvolvimento Regional , deputado federal Julio Semeghini.
O encontro está previsto para ter início às 10 horas, no auditório da – Associação Comercial e Industrial - ACIJ Jales, e vai contar com a presença do presidente da entidade, Jurandir Barbosa de Morais, conhecido por Jura, prefeito de Nova Aliança,
Segundo Jura, a AMA pretende promover mensalmente, encontros com secretários de Estado para discutir problemas que afetam os municípios. "O encontro em Jales será de extrema importância para a Associação. Aproveito para agradecer a prefeita Nice e enaltecer seu prestígio junto a nós por ser uma lutadora em prol da população", afirmou.
A prefeita Nice lembrou que os encontros promovidos pela Associação dos Municípios da Araraquarense são sempre produtivos, onde prefeitos e técnicos das prefeituras podem debater relevantes assuntos e esclarecer dúvidas. "É uma verdadeira oportunidade que temos para troca de experiências e apresentar ao secretário Julio Semeghini nossos problemas e ideias que serão ouvidas e levadas a São Paulo para serem estudadas pelo Governo Estadual. Aproveito para reforçar o convite a todos os prefeitos que pertencem à AMA para estarem conosco em Jales no dia 9", disse a prefeita Nice.

Taxa para emissão de carnê de recolhimento de tributo é inconstitucional, reafirma STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) reafirmou seu entendimento contrário à cobrança de taxas para emissão de carnês de recolhimento de tributos. A decisão foi tomada no Recurso Extraordinário (RE) 789218, que teve repercussão geral reconhecida e provimento negado por meio de deliberação no Plenário Virtual da Corte, a fim de reafirmar jurisprudência dominante do Tribunal no sentido da inconstitucionalidade da cobrança.
No recurso, o município de Ouro Preto questiona decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) que entendeu inconstitucional a chamada "taxa de expediente". Alegou o município que é possível a cobrança pois há uma prestação de um serviço público, que consiste na emissão de documentos e guias de interesse do administrado. Alega que a decisão do TJ-MG afronta o artigo 145, inciso II, da Constituição Federal, que autoriza a instituição de taxas pelo poder público pela utilização de serviços públicos.
Para o relator do RE, ministro Dias Toffoli, o tema reclama o reconhecimento da repercussão geral, tendo em vista a necessidade de o STF reiterar ao entes da federação seu entendimento acerca da taxa de expediente. Segundo esse entendimento, a emissão de guia de recolhimento de tributos é de interesse exclusivo da Administração, e constitui um instrumento usado na arrecadação.
"Não se trata de serviço público prestado ou colocado à disposição do contribuinte. Não há, no caso, qualquer contraprestação em favor do administrado, razão pela qual é ilegítima sua cobrança", afirma o relator. 
Em decisão tomada por maioria no Plenário Virtual do STF, foi reconhecida a repercussão geral da matéria e reafirmada a jurisprudência da Corte no sentido da inconstitucionalidade da instituição de taxas por emissão ou remessa de carnês e guias de recolhimento de tributos. (FT/AD)

Semana de Conscientização e Proteção dos Direitos dos Animais é aprovada na Comissão do Meio Ambiente da Alesp

A Comissão do Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) aprovou, em reunião realizada no dia 23 deste mês, o Projeto de Lei n. 772/2013, de autoria do Dep. Fernando Capez, que institui a inclusão, no Calendário Oficial do Estado, da Semana de Conscientização e Proteção dos Direitos dos Animais no Estado de São Paulo, a ser comemorada anualmente na semana que inclui o dia 4 de outubro, data em que se comemora o Dia Internacional do Animal. Agora, o projeto foi encaminhado à Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento e, após, seguirá para votação no plenário da Casa.
Capez tem uma marcante atuação na defesa da causa animal, pois, desde a sua posse na Alesp, em março de 2007, apresentou inúmeras proposituras no sentido de combater os maus-tratos aos animais.
Segundo o artigo 3.º do projeto de lei, durante a referida semana, os Poderes Executivo e Legislativo promoverão eventos, palestras, campanhas e aulas com o objetivo de gerar reflexão, agilização, comemoração e conscientização acerca dos direitos dos animais. O Estado poderá, também, realizar parcerias com a iniciativa privada para promover tais comemorações.
"Desde o início do meu mandato, firmei um compromisso de trabalho para alcançar resultados efetivos na diminuição do índice de maus-tratos aos animais. Entre as inúmeras proposituras, apresentei o PL n. 845/2010, que dispõe sobre penalidades a serem aplicadas à prática de maus-tratos aos animais. Porém, o projeto acabou sendo vetado pelo Governador. Estamos em campanha em todo o Estado para derrubarmos o veto e torná-lo uma lei. Contamos com o apoio de toda a sociedade".

EDITAIS DE PROCLAMAS

Ademir de Mattis, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
HASAEL OLIVEIRA RUSSO e MEIRIELEN DA SILVA LOPES. ELE, natural de São Paulo, deste Estado, nascido aos 26 de novembro de 1.991, autônomo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Claudecir Russo e de Maria da Conceição Oliveira Russo. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 27 de março de 1.995, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Amado Francisco Lopes e de Silvani Aparecida da Silva Lopes.
JOSÉ QUINTINO DOS ANJOS e OLINDA RODRIGUES DA SILVA. ELE, natural de Laranjeiras, Estado de Sergipe, nascido aos 14 de junho de 1.938, aposentado, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Manoel Quinino dos Anjos e de Maria das Graças de Jesus. ELA, natural de José Bonifácio, deste Estado, nascida aos 12 de setembro de 1.955, lavradora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Pedro Rodrigues da Silvai e de Maria de Lourdes Nascimento.
THIAGO AFONSO VIAN RATIU e GLEICE RIBEIRO DOS SANTOS. ELE, natural de Rio de Janeiro, Estado de Rio de Janeiro, nascido aos 04 de fevereiro de 1.984, gerente, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Justino Ratiu e de Sonia Aparecida Alves Vian Ratiu. ELA, natural de Fernandópolis, deste Estado, nascida aos 18 de janeiro de 1.991, enfermeira, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Olezio Luiz dos Santos e de Elvira Candida Ribeiro dos Santos.
DRÁUSIO CÉSAR VOLPATO e ROSA APARECIDA DOS SANTOS MELO. ELE, natural de Nova Esperança, Estado de Paraná, nascido aos 25 de julho de 1.973, pintor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Hélio Volpato e de Audeneia Benedita Bofetti Volpato. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 12 de junho de 1.975, do lar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Abdon Vitor de Melo e de Maria Aparecida dos Santos Melo.
JOSÉ ELZO BORGES DE OLIVEIRA e CAMILA DRIELE DE SÁ CARDOSO. ELE, natural de Carneirinho, Estado de Minas Gerais, nascido aos 16 de maio de 1.985, vendedor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Paulo de Oliveira e de Nely Nunes Borges. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 25 de outubro de 1.990, bancária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Jair Cardoso e de Luzinete Josefa de Sá Cardoso.
WILLIANS SOCORRO NAKANO e CELIA SANTOS DA SILVA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 29 de outubro de 1.980, funcionário público estadual, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Nelson Riyodi Nakano e de Eny Socorro Nakano. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 08 de agosto de 1.990, caixa, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Manoel José da Silva e de Florinda Antonia dos Santos.
LUÍS GUSTAVO DOS SANTOS SOUZA e MAYARA CRISTINA POLIZELI. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 03 de outubro de 1.986, químico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Osmir de Souza e de Roseli dos Santos Souza. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 20 de janeiro de 1.994, técnica de enfermagem, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Ademir Wagner Polizeli e de Luzia Marconato Polizeli.
IDAIR LOPES NETO e FAIRUZI LEALA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 25 de dezembro de 1.985, professor de educação física, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Idair Lopes Junior e de Márcia Borghi Gandur Lopes. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 28 de setembro de 1.980, psicóloga, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Ribhe Leala e de Noirma Aparecida Madalosso Leala.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial


Deputado Carlão Pignatari destina recursos para festa de aniversário de São Francisco

O deputado Carlão Pignatari conquistou, junto à Secretaria do Turismo recursos no valor de R$ 30 mil para o município de São Francisco. A assinatura do termo de Cooperação aconteceu na tarde de quinta-feira, dia 24 de abril, no Palácio dos Bandeirantes, junto com o governador Geraldo Alckmin.
De acordo com o prefeito Maurício Honório de Carvalho, os recursos serão destinados para a infraestrutura das festividades do 56° aniversário da cidade e da 25ª Festa de Peão que acontece do dia 1 a 4 de maio. 
Para o deputado Carlão Pignatari, o município realiza dois grandes eventos no ano. "São Francisco é referência na região também devido a tradicional Mostra da Uva, uma feira que acontece no mês de agosto que atrai muitos visitantes. A semana do aniversário da cidade agora em maio será uma grande festa e com a parceria do governo do Estado, o prefeito poderá contar com recursos para a infraestrutura da festa", disse o deputado.
Carlão ainda participou da posse do Conselho Estadual do Turismo, que congrega 39 das principais entidades relacionadas ao setor de turismo e 15 secretarias de Estado. Os integrantes do órgão reúnem-se mensalmente para discutir as estratégias e ações para consolidar a atividade turística para os nossos municípios.

 
Ficcap de Santa Fé do Sul vai receber verba
O deputado Carlão Pignatari conquistou recursos no valor de R$ 50 mil para a Feira Industrial, Comercial, Cultural e Agropecuária - Ficcap da Estância Turística de Santa Fé do Sul. A assinatura do Termo de Cooperação aconteceu na tarde desta quinta-feira, no Palácio dos Bandeirantes junto com o governador Geraldo Alckmin.
De acordo com o prefeito Armando Rossafa, os recursos serão destinados para a infraestrutura da 41ª Ficcap, que se realizará de 21 a 29 de junho próximo.
A Ficcap é uma festa tradicional da cidade, que atrai milhares de pessoas de toda a região, com rodeio do peão de boiadeiro, shows e eventos para realização de negócios nas áreas industriais, comerciais e do agronegócio.
 
 

Aprecesp oficializa pedido de aceleração na votação de projetos que criam novas estâncias

 
O presidente da Aprecesp, (Associação das Prefeituras das Cidades Estância do Estado de São Paulo), Antônio Luiz Colucci, deputados estaduais e representantes de prefeituras estiveram reunidos na tarde desta terça-feira, 29, com o colégio de líderes da Assembleia Legislativa, para solicitar maior empenho e agilidade na tramitação dos projetos de lei que preveem a elevação dos municípios de Brotas, Guaratinguetá e Olímpia à condição de estâncias turísticas.
Colucci destacou aos deputados que integram o colegiado e ao presidente da Assembleia Legislativa, Samuel Moreira (PSDB), a importância das cidades em sua contribuição para o turismo paulista e o fato de que na condição de estâncias, as prefeituras poderão receber recursos provenientes do Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias) para investimentos no setor turístico. Atualmente o Estado de São Paulo possui 67 estâncias, entre balneárias, climáticas, hidrominerais e turísticas.
O vice-prefeito de Brotas, Leandro Corrêa (PSL), fez um apelo ao presidente da Assembleia para que a propositura seja aprovada antes das eleições. "Creio que se a proposta for votada somente após o pleito eleitoral o processo será prejudicado". O presidente da Câmara de Guaratinguetá, Marcelo Meirelles (PSDB), afirmou aos deputados que a transformação da cidade em estância turística é "um sonho". "Esse é o sentimento dos moradores quando o governador anunciou em praça pública o projeto de lei que irá transformar nossa cidade em estância".
"As cidades estâncias travam uma luta para desenvolver o turismo, uma indústria que cresce a cada ano e que é uma das maiores geradoras de emprego", avalia Antonio Colucci (PPS), que é prefeito de Ilhabela. Para ele, a classificação das três cidades em estância turística "é uma questão de justiça", já que, no seu entendimento, todas possuem condições mais que suficientes para a categorização.
Os deputados Hélio Nishimoto (PSDB), Célia Leão (PSDB) e Edmir Chedid (DEM) também participaram da reunião. Todos eles já se manifestaram favoráveis ao projeto e estão realizando um trabalho de bastidores com os demais deputados para acelerar a votação.

Renda Cidadã vai beneficiar mais famílias em Jales

 
Com o auditório lotado, o Secretário Rogerio Hamam anunciou na terça-feira, 29 de abril, a ampliação das vagas dos
programas estaduais Renda Cidadã e Ação Jovem, ambos coordenados pela Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo. O evento aconteceu na sede da Secretaria na capital paulista.
"O Governo de São Paulo tem se solidarizado com a população de baixa renda e, em especial, a que se encontra em situação de vulnerabilidade social. Por essa razão, não temos medido esforços para ampliar esses programas em benefício dos que mais necessitam desse tipo de auxílio", afirmou o secretário Hamam.
Dos municípios beneficiados, Três Fronteiras, da região de Jales, receberá ampliação nos dois programas. Já os demais municípios beneficiados co a Renda Cidadã são: Aparecida D´Oeste, Jales, Santa Rita D´Oeste, São Francisco. O município de Jales garantiu a inclusão de 100 novas famílias no Programa.
Também participaram da cerimônia de abertura, o chefe de gabinete da Secretaria de Desenvolvimento Social, Carlos Alberto Fachini, e a coordenadora de Desenvolvimento Social, Isabel Cristina Martin.
Renda Cidadã – O Programa Renda Cidadã que está presente em 644 cidades oferece, atualmente, 190 mil vagas. Com o aumento passará a atender ao todo 200 mil famílias paulistas em situação de vulnerabilidade social, cujos rendimentos sejam de até meio salário mínimo por pessoa. Além da transferência de R$ 80,00 mensais, a família beneficiária participa de ações que possibilitam melhoria da qualidade de vida, como cursos de capacitação e palestras socioeducativas.
Ação Jovem – Hoje, o Programa Ação Jovem atende 98 mil pessoas de 15 a 24 anos. Com a ampliação, serão 102 mil beneficiários no Estado de São Paulo. O valor de R$ 80 mensais é uma forma de incentivar o jovem a se manter na escola. O programa estadual também oferece atividades socioeducativas em período alternativo ao escolar, com foco no mercado de trabalho e cidadania.

Saúde: governo faz opção pelos mais pelos mais ricos

*Renato Azevedo

A política de saúde brasileira não tem hoje, incontestavelmente, sem qualquer vínculo com o social. Uma prova de que o governo se distancia a cada dia dos cidadãos mais vulneráveis é a omissão frente aos abusos dos planos de saúde contra pacientes, contra os prestadores de serviços - entre eles, os médicos – e contra o próprio estado de direito.

Reza a Constituição Federal que a saúde é um dever do Estado e um direito de todos. Sendo assim, no caso do sistema suplementar, o mínimo seria esperar que as operadoras ressarcissem aos cofres públicos os valores dos procedimentos realizados por seus clientes no Sistema Único de Saúde. São, apenas em internações, 200 mil ao ano, com um custo que chega a R$ 1 bilhão, sem contar despesas ambulatoriais.

Diz a lei que esse dinheiro deve retornar à saúde pública, mas os planos se negam a pagar e recorrem à Justiça usando toda a sorte de estratagemas para escapar da dívida. A Agência Nacional de Saúde Suplementar, que nessa questão pode ser considerada a voz do governo e do Ministério da Saúde, pouco faz.

As operadoras mercantilistas de Planos de Saúde, com a honrosa exceção das UNIMEDS, obtêm lucros estratosféricos, enquanto a população vê a Saúde Suplementar se transformar num arremedo de assistência. Pesquisa recente do Datafolha, encomendada pela Associação Paulista de Medicina (APM), mostra que, mesmo pagando mensalidades altíssimas, os usuários sofrem para ter acesso a consultas, internações, atendimento em pronto-socorro, autorização de exames, entre outros pontos.

De 2012 para 2013, subiu em 50% o número de pacientes com planos que foram obrigados a recorrer ao SUS em momentos agudos. Isso ocorre porque as empresas só buscam lucro e desprezam o caráter social da saúde. Eles captam mais e mais clientes diariamente, mas não investem na ampliação de suas redes credenciadas. Para piorar, pagam honorários ínfimos aos prestadores de serviços, inviabilizando consultórios, clínicas, hospitais, laboratórios.

Médicos, pacientes e demais profissionais de saúde são vítimas dessa engrenagem. Entretanto, em vez de defendê-los, há alguns parlamentares que parecem compactuar com as operadoras. Em 2013, com o apoio do governo, a medida provisória 619, livrou as empresas de uma cobrança milionária do PIS e Confins. Dias atrás, a Câmara também aprovou a redução de multas para planos que não cumprem suas obrigações legais com os usuários, o que na prática significa incentivar as restrições de cobertura.

Certo mesmo é que tanto na rede pública quanto na suplementar, as pessoas mais vulneráveis estão expostas ao pior. Para o SUS, o governo convoca profissionais formados fora, sem exigir que comprovem capacitação e aptidão para a assistência, o que é um risco à saúde e à vida dos pacientes. Mantém uma política de subfinanciamento do setor público, o que redunda em mau atendimento, filas de meses para consultas e cirurgias, falta de leitos, doentes em macas jogados nos corredores de hospitais, sujos, desequipados, sem medicamentos e com carência de profissionais.

O Brasil já decidiu , em 1988, que quer Saúde para todos, sem distinção de classe social e não apenas para aqueles que tem poder aquisitivo, com exclusão de milhões de assistência médica de qualidade. Não queremos o modelo americano, onde mais de 40 milhões de pessoas não conseguem assistência porque não podem pagar.

Diante de tal quadro, é importante a união de médicos, pacientes, profissionais de saúde e demais forças democráticas para dar um basta em tais absurdos. Um bom começo é replicar as informações, sensibilizar amigos, familiares, parlamentares e quem mais tenha princípio e honradez para perfilar nessa corrente do bem. Quando mais formos, mais cedo impulsionaremos as mudanças necessárias. A boa nova é que as eleições estão aí.

*Renato Azevedo Júnior, ex-presidente e atual diretor do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo

Perda de visão pode ser tumor na hipófise

O Hospital de Transplantes do Estado de São Paulo, unidade da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo administrada em parceria com a SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina), na capital paulista, faz um alerta aos pacientes com perda de visão progressiva, sem diagnóstico oftalmológico definido. A causa pode estar ligada a um tumor na glândula hipófise. O tumor comprime os nervos ópticos, podendo levar à cegueira. 
Somente entre os anos de 2009 a 2014, foram atendidos 322 pacientes com tumores na hipófise no Hospital de Transplantes. Cerca de 70% apresentavam risco de comprometimento da visão. Destes pacientes, 76% já chegaram com alteração da visão estabelecida, sendo que em 17% constatou-se perda irreversível da visão de pelo menos um olho. 
Para o neurocirurgião do Hospital de Transplantes especializado em cirurgia de hipófise, Pedro Paulo Mariani, nestes casos, é importante que o oftalmologista esteja atento à possibilidade da existência desse tipo de tumor nos pacientes. O médico explica que é comum atender pacientes que não encontraram a causa da perda da visão, mesmo depois de passarem por sucessivas avaliações oftalmológicas. 
Em muitos casos, ainda, os pacientes são submetidos a tratamentos para doenças como catarata e glaucoma, sem melhora clínica. "A conscientização dos oftalmologistas para o diagnóstico e o encaminhamento direto a centros de referência especializados é a única forma de evitarmos a perda parcial e até total da visão de muitos pacientes", enfatiza o neurocirurgião do hospital estadual. 
O diagnóstico para detecção do tumor é realizado por meio de exame de ressonância magnética. O tratamento é essencialmente cirúrgico. Trata-se de uma microcirurgia minimamente invasiva pelo nariz com uma microcâmera que alcança a região da hipófise e realiza a ressecção do tumor. 
Em geral, os tumores na hipófise são benignos, mas não podem ser prevenidos. Especialistas explicam que não há características que consigam indicar seu aparecimento como pré-disposição, idade ou antecedentes entre familiares.
O tumor na hipófise acarreta alterações hormonais e sequelas neurológicas que reduzem a qualidade e a expectativa de vida dos pacientes. A principal disfunção neurológica causada pelo tumor é a perda da visão. A reversão da alteração visual depende diretamente do intervalo de tempo entre o início dos sintomas e o tratamento efetivo.

Questão agrária

D. Demétrio Valentini

Já está em pleno andamento Assembleia Geral da CNBB, em Aparecida. Vai durar dez dias, como já é costume consolidado.
Esta é a 52ª assembleia geral. Pelas contas feitas a partir da data de fundação da CNBB, em 1952, seria bem maior o número de assembleias. Acontece que por um bom tempo as reuniões não eram anuais, mas de dois em dois anos. E bem no início, deviam participar só os arcebispos.
Com a chegada do Concílio Ecumênico Vaticano II, em 1962, com os debates em torno da colegialidade episcopal, ficou bem ressaltada a importância dos bispos, que participam, em plenitude, do ministério apostólico, conferido pelo sacramento da ordem. Com isto, ficam relativizados todos e quaisquer outros títulos ou ofícios que podem ser conferidos a determinados bispos. Pois todos eles participam, igualmente, da dignidade e missão episcopal, pelo sacramento, e não por títulos ou encargos não eram anuais, mas de dois em dois anos. E bem no início, deviam participar só os arcebispos
Com a chegada do Concílio Ecumênico Vaticano II, em 1962, com os debates em torno da colegialidade episcopal, ficou bem ressaltada a importância dos bispos, que participam, em plenitude, do ministério apostólico, conferido pelo sacramento da ordem. Com isto, ficam relativizados todos e quaisquer outros títulos ou ofícios que podem ser conferidos a determinados bispos. Pois todos eles participam, igualmente, da dignidade e missão episcopal, pelo sacramento, e não por títulos ou encargos que um bispo possa vir a ter.
A consciência da igual dignidade de todos os bispos ficou muito ressaltada na trajetória da CNBB, especialmente a partir do Concílio. Tanto que por diversas vezes foram eleitos para presidirem a CNBB, não arcebispos, mas simplesmente bispos diocesanos.
Esta postura da CNBB, de apreço e valorização do sacramento da ordem como referência para a distribuição de responsabilidades entre os bispos, chegou ao seu ponto culminante quando em 1987 foi eleito presidente Dom Luciano Mendes de Almeida quando ainda ele era bispo auxiliar de São Paulo. Isto provocou uma reação da Cúria Romana, que determinou a todas as Conferências Episcopais, que colocassem em seus estatutos que "bispo auxiliar" não pode ser eleito presidente da Conferência.
Mas não deixa de ser emblemática esta postura da CNBB. Ela procura afirmar sua identidade em coerência com os princípios teológicos que a fundamentam. E procura planejar suas ações, de acordo com os postulados da missão recebida.
Os dois temas centrais da assembleia deste ano, encontram fundamento na identidade e na missão dos bispos reunidos em assembleia. O tema da paróquia se insere mais diretamente na identidade eclesial, e o tema da questão agrária se insere mais diretamente na missão da Igreja.
Detendo agora o olhar neste tema sempre tão complicado da questão agrária em nosso país, é evidente que seria muito mais cômodo para os bispos, passarem ao lado desta questão, ou desviá-la, em tempo, de suas preocupações. Mas a missão de pastores, leva de novo os bispos do Brasil a se debruçarem sobre este assunto sempre tão complicado, que já mereceu na assembleia de 1980 um documento da CNBB, e que volta agora com novas realidades e novas preocupações dos pastores.
Na verdade, de lá para cá, a realidade agrária mudou muito, e apresenta novos desafios. Serão olhados pelos bispos na perspectiva de sua missão, que os impele a seguir de perto as angústias dos membros de suas comunidades, também os que se defrontam com dificuldades provenientes da estrutura agrária em nosso país.
Para dar-nos conta de sua complexidade, basta conferir a lista de situações, descritas no documento que está sendo debatido nesta assembleia. Ela se propõe ouvir o clamor dos "povos indígenas", o clamor dos "quilombolas" dos "sem terra e assentados", o clamor dos "ribeirinhos e pescadores", dos "produtores familiares", além do clamor das próprias cidades Não é que os bispos se julguem competentes para trazer as soluções dos problemas vividos por estas populações. Mas como pastores do seu povo, julgam, sim, do seu dever chamar a atenção de todos para estas realidades, e urgir sua solução, à luz de critérios éticos e de valores evangélicos.

OAB Fernandópolis entrega Carteira da Ordem para novos advogados

A OAB Fernandópolis realizou na última semana a entrega da Carteira da Ordem a 10 novos bacharéis aprovados nos exames da OAB-SP.
A partir de agora, os advogados Alisson Menezes Pagotto, Bruno Ribeiro de Freitas Rufino, Eleine Caroline Pereira da Silva, Graciely Vieira Garcia, Gabriela Hiromoto de Souza, Héfer Gomes Coelho, José Amilson Alves Machado, Laiani Cristina Mafra, Mara Cristina Medrado Pacheco e Miguel Branicio Guerreiro estão aptos para o exercício da profissão.
De acordo com Marco Aurélio Del Grossi, presidente da OAB Fernandópolis, a solenidade foi muito especial e significativa para a classe. "A entrega de carteiras significa não só o direito de advogar, mas o momento de integração destes novos profissionais com a instituição, assumindo o compromisso de honrar e participar das ações da nossa Ordem e fazer da advocacia o exercício diário da justiça e da democracia", ressaltou Del Grossi.
O conselheiro estadual, Henri Dias, que na ocasião representou o presidente da OAB-SP, Marcos da Costa, em seu discurso destacou a importância do comprometimento e responsabilidade à prática contínua da profissão.
Também participaram da entrega de carteiras o tesoureiro da OAB Fernandópolis, Agostinho Antonio Pagotto, além de familiares e amigos dos novos advogados.
Com a admissão dos novos profissionais, a Subseção de Fernandópolis passa a contar com 461 advogados inscritos.

Refugiados ambientais

Reginaldo Villazón

O fim do mundo é anunciado com frequência. Os otimistas acreditam que o fim do mundo será um tempo de grandes tragédias e sofrimentos, mas que abrirá caminho para uma humanidade madura, responsável e feliz. Eles acreditam que haverá mudanças radicais na natureza do planeta e que multidões de famintos vão migrar das regiões devastadas para regiões promissoras. No Brasil, é bastante comum ouvir dizer que este país receberá de braços abertos milhões de pessoas desesperadas em busca de um lugar seguro para viver.

Apesar das anunciações, parece que as profecias de juízo final e renovação planetária não têm data ou tempo limitado para se realizarem. Mas não devem ser desprezadas ou levadas em brincadeira por isto. O planeta, a natureza, a vida, a humanidade evoluem em ciclos que estão descritos nas ciências. Basta O fim do mundo é anunciado com frequência. Os otimistas acreditam que o fim do mundo será um tempo de grandes tragédias e sofrimentos, mas que abrirá caminho para uma humanidade madura, responsável e feliz. Eles acreditam que haverá mudanças radicais na natureza do planeta e que multidões de famintos vão migrar das regiões devastadas para regiões promissoras. No Brasil, é bastante comum ouvir dizer que este país receberá de braços abertos milhões de pessoas desesperadas em busca de um lugar seguro para viver.

Apesar das anunciações, parece que as profecias de juízo final e renovação planetária não têm data ou tempo limitado para se realizarem. Mas não devem ser desprezadas ou levadas em brincadeira por isto. O planeta, a natureza, a vida, a humanidade evoluem em ciclos que estão descritos nas ciências. Basta observar para ver que o mundo já se encontra num processo rápido de mudanças drásticas. Crises abalam as atividades humanas e mudanças climáticas estão em curso. Pessoas, animais e vegetais já sofrem os efeitos.

O ambiente humano está carregado de energias contrárias que produzem atritos e prejudicam as relações políticas, econômicas e sociais. A desarmonia entre os dirigentes enfraquece a diplomacia e a governabilidade das nações. A instabilidade se manifesta em ondas de protesto, violência civil e conflitos armados. Os acordos de preservação do planeta e adaptação às mudanças climáticas são negligenciados. Apesar das advertências dos cientistas, a humanidade não consegue reagir para antecipar soluções para o futuro.

Um dos fatos alarmantes é o crescimento dos refugiados ambientais no mundo. Segundo a ONU, existem hoje 50 milhões de pessoas forçadas a deixar seus locais de vida por causa de mudanças climáticas e desastres ambientais. Para o ano 2050, estimativas apontam para o número de 250 milhões de seres humanos refugiados ambientais. Caso ocorra elevação do nível dos oceanos, o número vai a 01 bilhão. Acontecem secas prolongadas, trombas d´água, cheias repetidas, frios intensos, temperaturas elevadas, tornados, terremotos.

Desde o terremoto em 2010, que arrasou o Haiti – país próximo de Cuba –, o Brasil tem recebido milhares de haitianos clandestinos, sem concessão de visto na origem. Muitos deles são profissionais qualificados (engenheiros, professores, pedreiros, carpinteiros) que buscam trabalho e moradia para depois trazer suas famílias. Eles entram pela região Norte, depois de uma longa e sofrida viagem. Felizmente, boa parte do povo e governantes brasileiros reagiram de forma positiva, procurando ajudar e regularizar a situação deles no Brasil.

Os refugiados ambientais não existem na legislação internacional. Eles não podem ser considerados refugiados porque não sofrem perseguição política, racial ou religiosa nos países de origem. Legalmente, são clandestinos, ilegais. Podem ser presos e devem ser deportados. Por enquanto, o visto humanitário é a solução possível. Esta é uma parte dos tormentos de um fim de mundo ou fim de ciclo, que já está acontecendo. Mas, como se vê, podem ser evitados, minorados ou resolvidos com responsabilidade e atitudes positivas.

PALAVRAS DE CHICO XAVIER

 
Pergunta – O senhor acha que depois de morrer o senhor vai reencarnar ?
Chico Xavier – Sim, vejo isso como uma necessidade essencial porque quanto mais estudo com os Bons Espíritos os temas naturais da vida, mais compreendo a amplitude da minha ignorância.
E só reencarnando, só no relacionamento com os nossos semelhantes, é que posso continuar aprendendo, de modo que eu não espero nenhuma felicidade, chamada paradisíaca, depois da existência humana, senão essa felicidade maravilhosa de poder continuar vivendo aqui mesmo, entre os amigos terrenos, aprendendo com eles, como estou aprendendo até hoje.
E espero partir deste mundo, quando houver de partir, aprendendo sempre.

Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
"Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.

 

Noite de pizzas

Hoje, sábado, 3 de maio, das 20h às 22h, a Associação Espírita "Chico Xavier", sito à rua Goiás n° 4.336, jardim Paulista, nesta cidade de Jales, realiza em sua sede, mais uma Noite de Pizzas beneficente, onde você poderá, com a família, deliciar-se com vários tipos de pizzas, preparadas com o maior carinho. Cada convite custa R$ 17, e pode ser adquirido com dirigentes e ou colaboradores para com a instituição.
No cardápio os seguintes tipos de pizza: Angolana: frango, muçarela, catupiry, champignon, palmito e bacon. Bufallo Bill: frango, muçarela, tomate seco, e rúcula. Palmito: palmito, muçarela, tomate e orégano. Parisiense: presunto, provolone, palmito, tomate e bacon e San Marino: calabresa, muçarela, tomate, azeitona verde e orégano, vão estar à disposição dos comensais para se servirem a vontade.
Toda a renda auferida com com esse evento, é revertida em prol de famílias assistidas pela Associação Aguardamos você e sua família para participar dessa noite de solidariedade e degustar as deliciosas pizzas do cardápio.

quinta-feira, 1 de maio de 2014

CCTI reabre as portas e recebe visita da prefeita Nice


 
Depois de um período de reestruturação, o CCTI – Centro de Convivência da Terceira Idade reabriu as portas na sexta-feira, 25 de abril, para o tradicional baile da terceira idade. A iniciativa contou com o apoio e a presença da prefeita Eunice Mistilides Silva – Nice e da secretária municipal de Desenvolvimento e Promoção Social, Maria José Leite, a Zezé.
A festa foi animada pela Banda Aquarius e lotou as dependências do novo salão. Para que o espaço voltasse a realizar os bailes, foram necessárias algumas adequações, dentre elas: troca do forro, pintura, revisores de extintores de incêndio, novas portas, duas saídas de emergência, travas anti-pânico e outras, tudo de acordo com as normas exigidas pelo Corpo de Bombeiros.
“Fico feliz de ver a casa cheia e a animação da nossa melhor idade. Promover esse tipo de integração faz parte dos planos da nossa administração. Quero aqui parabenizar o esforço de toda diretoria, em nome do Ezequiel, que venceu mais este desafio e volta a realizar um dos melhores bailes da nossa cidade”, lembrou a prefeita Nice.
 O CCTI abre às portas todas as sextas-feiras, com bailes e bandas voltadas para a melhor idade. O espaço fica localizado na Rua Itapura, 1664, no Jardim São Jorge

Cartório eleitoral abre neste sábado e domingo



 
 
Até 7 de maio, último dia para alistamento eleitoral e transferência de títulos, visando as eleições gerais de outubro, os cartórios funcionarão das 9 às 18 horas, nestes dias 3 e 4, sábado e domingo. Quase 51 mil eleitores procuraram os cartórios eleitorais de todo o Estado nos dois primeiros dias do horário ampliado de atendimento, o que significa um aumento de 26,7% no movimento em relação à semana passada. O alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios para os maiores de 18 anos e facultativos para os analfabetos, jovens entre 16 e 18 anos e maiores de 70. O jovem que completar 16 anos até 5 de outubro – data do primeiro turno - pode votar nas eleições gerais de 2014, desde que solicite seu título até 7 de maio.
Para o alistamento eleitoral (primeiro título), o cidadão deve procurar o cartório eleitoral que atenda seu domicílio e levar documento original de identidade e comprovante de endereço recente. Para os homens com idade entre 18 e 45 anos também é necessário apresentar o comprovante de quitação do serviço militar.
Para transferência, o interessado deve procurar o cartório correspondente ao seu novo domicílio eleitoral, comprovar a identidade e a residência mínima de três meses. Não há mais necessidade de agendamento, o público será atendido pela ordem de chegada até 7 de maio



 

 

APADAF sorteia cesta de chocolates

Os alunos da APADAF (Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos de Fernandópolis) sortearam na última semana uma cesta de chocolates. A sortuda foi Neide Ferreira que levou para a casa mais de 5kg de chocolates, vinho e pelúcia. A rifa fez parte da promoção de páscoa, que teve como objetivo adquirir recursos para a manutenção da entidade. Na ocasião, os alunos e professores também comemoraram a páscoa com bolo de chocolate e brigadeiro. A confraternização faz parte do cronograma anual para interação dos alunos e celebração das datas comemorativas.

Superior no jogo, basquete jalesense derrota equipe do Automóvel Clube


No sentifdo relógio (de pé) – Luiz Félix, Kleiton Scarano, Matheus Broccio, Tiago Dan e Fábio Galan. Agachados: Vitor Hugo, Júlio Aldrigue, Marcus Fachin, Fernando Manfrin, Allan Oliveira e Marcelo Lafolga
 
No domingo, 27 de abril, a equipe de basquete de Jales disputou a 5ª rodada da IV Copa Monte Líbano/Libask, na sede do Clube Monte Líbano, em São José do Rio Preto.
A partida foi amplamente dominada pela equipe de Jales e terminou com um resultado que demonstrou a absoluta superioridade jalesense e um placar um tanto quanto discrepante: 101 a 25.A equipe jalesense entrou em quadra com um só objetivo: vencer. Esperava, para tanto, um confronto equilibrado, pois a equipe adversária dividia a mesma posição na tabela com a equipe jalesense, causada pelo tropeço de Jales ante a equipe de Cedral. Não se imaginava que a vitória seria construída com bastante facilidade.
O Automóvel Clube disputa também um outro campeonato, na Liga Regional de Ribeirão Preto, onde, na mesma data (27/04), enfrentou a equipe de Sertãozinho, vencendo o confronto por 80 a 44. Para o jogo contra Jales, o Clube escalou, então, a equipe da categoria sub-21, a qual sucumbiu à ampla superioridade do combinado jalesense, sem esboçar qualquer reação.
Desde o princípio da partida, Jales conseguiu montar uma sólida defesa e converter a grande maioria de seus ataques, resultando em um placar final no primeiro quarto de 26 a 02 para Jales. O segundo quarto, com a equipe jalesense promovendo ampla rotatividade de atletas, terminou com o placar de 19 a 09 para Jales, finalizando o primeiro tempo da partida em 45 a 11. O terceiro quarto foi ainda mais positivo em favor de Jales: 32 a 06 e o último quarto, novamente com a equipe de Jales promovendo ampla rotatividade de atletas em quadra, anotou o placar de 24 a 08, finalizando, portanto, a partida em favor de Jales com o placar de 101 a 25.
A disputa serviu para a equipe de Jales produzir 76 pontos de diferença no saldo de cestas, quesito de desempate na competição, e impulsionou a equipe jalesense para a próxima partida da competição, que será realizada somente no dia 25 de maio, nas dependências do Clube Monte Líbano, em São José do Rio Preto, contra a equipe de Mirassol.
Para a equipe de Jales, jogaram e pontuaram: Fernando Manfrin (4), Kleiton Scarano (23), Allan Oliveira(3), Júlio Aldrigue(5), Vitor Hugo (25), Luiz Félix (8), Tiago Dan (14), Matheus Broccio (10), Fábio Galan (2), Marcelo Lafolga (4) e Marcus Fachin (3).