Páginas

sábado, 26 de abril de 2014

Igreja Batista da Restauração de São Francisco doa leite para Santa Casa

A Igreja Batista da Restauração de São Francisco, realizou uma ação em prol da Santa Casa de Jales junto aos membros da congregação e arrecadou o total de 178 litros de leite. A entrega da doação foi feita na semana passada pelo pastor Fábio Salvado e também Aparecido Manoel dos Santos. A Santa Casa de Jales está solicitando a colaboração de todos os municípios e que, todo tipo de doação é bem vinda e necessária para a manutenção do bom atendimento aos seus pacientes. Quem quiser pode colaborar também com a doação da Nota Fiscal Paulista para a Santa Casa.


Jantar beneficente

Neste sábado, 26 de abril, das 20 as 22 horas, será realizado Grupo Espírita Beneficente Maria Dolores - Casa de Madô, sito à Rua 19 , nº 768, bairro São Judas Tadeu, em Jales, mais um jantar beneficente em prol a instituição
No cardápio:
Alcatra ao molho de champignon, Arroz Branco, Creme de milho, Escondidinho de Calabresa, Salada refrescante, Musseline de batata doce e mandioca, Salada de abobrinha e farofa de  banana.
Ingressos à venda com os trabalhadores da casa ou pelo fone 17- 3632.5095 (David) ou ainda reserve pelo e-mail: addavid@ig.com.br e retire no local na hora do jantar. Sejam bem vindos a nossa casa e aos nossos corações e, desde já, o muitíssimo obrigado por colaborar conosco.


Casa de Madô



Convite palestra

 
Palestrante: Richard Simonetti, de Bauru-SP
Local: Associação Espírita "Chico Xavier" Rua Goiás, 4336, jardim Paulista - Jales – SP
Dia e hora: 28 de abril (2ª feira) - as 20 horas

Os quatro anos de Augusto


Neste final de semana, os avós Neide e Roberto Carvalho vão estar em Ribeirão Preto para curtir os quatro aninhos festejados neste 27 de abril, do neto Augusto Carvalho. Aproveitam para colocar a conversa em dia com o filho Marcelo e a nora Patricia. Vão com os avós, a neta Lavínia, para cantar os parabéns ao Augusto.

É possível termos um trânsito mais seguro?

Por Fernando Medeiros

Muito se fala sobre acidentes de motos e, a grande maioria das pessoas não tem a menor ideia sobre os fatos que envolvem este assunto. É importante que a sociedade saiba o que é feito e o que se pode fazer, pois acredito que todos nós temos um motociclista na família ou no círculo de amizade e podemos influenciar direta ou indiretamente para que se qualifique e pilote com segurança.

A frota de motos aumentou muito nos últimos 10 anos, e com ela o número de acidentes o que torna ainda mais importante as ações de prevenção e desenvolvimento do segmento de motos no transito.

A partir de maio deste ano, uma ação de qualificação de instrutores de auto escola será promovida pelo governo do Estado de SP em parceria com a Moto Honda. A primeira etapa do projeto começa com instrutores dos Centros Formação de Condutores (CFC) da região de Marília, no interior do Estado de São Paulo.

Uma estrutura itinerante da montadora percorrerá, dentro dos próximos dois anos, outras cinco regiões do Estado, entre elas São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Campinas, Sorocaba e a Região Metropolitana de São Paulo.

É uma medida importante, principalmente pelo fato de levar a qualificação diretamente aos profissionais que orientam pilotos iniciantes.

Experiências anteriores têm mostrado que grandes deslocamentos não são realizados espontaneamente para este tipo de treinamento, sendo assim o fato de levar uma estrutura itinerante é bastante relevante também. Torcemos para que este modelo obtenha sucesso e que atitudes como está se proliferem por todo o país.

Fabricantes, concessionários, sindicatos e associações têm se movimentado no sentido de reduzir o número de acidentes. Algumas ações em curso têm apresentado bons resultados. Um exemplo é o curso de qualificação que atende à Lei Federal 12009/09 do CONTRAN - Conselho Nacional de Trânsito. Conhecido como 30 Horas, o curso é destinado aos pilotos de motocicletas que atuam profissionalmente.

Uma pesquisa realizada pela USP, em parceria com o Hospital das Clínicas e Abraciclo, constatou que os acidentes que acontecem com motociclistas profissionais representam 23% em relação ao total dos registros. Considerando que 50% da frota da cidade onde foi feita a pesquisa é de profissionais, este número mostra que qualificação e experiência são determinantes para segurança na condução de uma motocicleta.

Há também ações promovidas isoladamente por fabricantes com treinamentos teóricos e práticos. A Honda, por exemplo, já realizou 80 mil treinamentos de pilotagem com aulas práticas e teóricas em seus três centros de pilotagem, que além de qualificar cidadãos, são usados também para o aperfeiçoamento de policiais, exército, bombeiros e muitos outros profissionais do serviço público e privado. Concessionários de motocicletas também realizam palestras e treinamentos práticos em todo o Brasil, mas precisamos de ações ainda mais efetivas e abrangentes.

A educação para o trânsito deveria começar ainda na escola. Os exames para a habilitação deveriam ser mais rigorosos, completos e progressivos. Quem está tirando a CNH passa por um período de um ano de experiência, para então receber a habilitação definitiva. No entanto, mesmo neste período ele já pode conduzir qualquer tipo de motocicleta, tenha ela cem ou mil cilindradas. Quem pilota moto sabe que são universos completamente distintos.

Outros fatores de impacto direto no número de acidentes são: ausência de uma política pública de sinalização, falta de faixas exclusivas, medidas de trânsito que considerem a existência da moto, além das vias cheias de buracos. Quase tudo o quê existe hoje, em termos de via pública, foi feito desprezando a existência de motocicletas, principalmente porque são projetos de uma época em que as motos representavam uma parte ínfima da frota de veículos. Hoje a realidade é outra.

Exemplo disto são alguns tipos de tinta utilizados para demarcar as vias. Por serem muito lisas provocam acidentes mesmo quando o motociclista está em baixa velocidade. Tampas de esgoto em ferro também são lisas e igualmente perigosas.

Nas regiões Norte e Nordeste do país, a frota de motos regulamentada tem crescido muito, porém, ainda não são contabilizadas as motos de até 50 cilindradas, as quais muitas vezes protegidas por lei, não são emplacadas. Estas ficam à margem de toda e qualquer lei que regulamenta o universo das duas rodas. Só em 2013, mesmo com uma crise que atingiu o setor de motocicletas, foram importadas mais de 160 mil unidades destes modelos, mas como não são emplacadas, pouco se sabe sobre elas.

Passou da hora do poder público incluir estas motonetas na legalidade, nas exigências da lei e nas estatísticas. Não podemos mais tolerar a ausência de placas nestas motos, usuários sem habilitação e instrução, menores de idade pilotando, ausência de capacetes e itens mínimos de segurança nestes modelos.

É claro que o motociclista é o maior responsável por sua própria segurança, afinal, a vida é dele, mas ninguém está sozinho no trânsito. Pedestres, ciclistas, motociclistas, motoristas devem fazer cada um a sua parte para não se prejudicarem e machucarem os que estão ao seu redor. Todos devem ficar atentos e contribuir, no mínimo, com atenção e cuidado, pois 50% dos acidentes ocorrem por interferência de terceiros e 88% por imprudência. Enfim, todos temos que zelar por um trânsito mais seguro e harmonioso.

EDITAIS DE PROCLAMAS

Ademir de Mattis, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
HAMILTON JOSÉ MOSCATELO e VALQUIRIA DE ASSIS GASPARINO. ELE, natural de Santa Salete, deste Estado, nascido aos 31 de janeiro de 1.978, funcionário público estadual, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Hamilton Moscatelo e de Aparecida Marques Moscatelo. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 18 de janeiro de 1.989, bancária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Aguinaldo Gasparino e de Luciana de Assis Gasparino.
PAULO HENRIQUE LUIZ SECCHI e ANGÉLICA CRISTINA CHICARELLI. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 25 de maio de 1.990, autônomo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de João Secchi e de Cacilda Luisa Pereira Secchi. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 24 de março de 1.992, atendente, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Jair Chicarelli e de Josiane Cristina de Oliveira Chicarelli.
LEANDRO MARTINELLI TEBALDI e VALÉRIA ELVIRA MARQUES. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 27 de julho de 1.983, advogado, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Norberto Aimar da Silva Tebaldi e de Alzira Laudelina Martinelli Tebaldi. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 18 de maio de 1.988, bancária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Valdecir de Andrade Marques e de Valdenir Elvira de Souza Marques.
ROBERTO DELAZARI e VANIA MARIA BRAVO. ELE, natural de Marapuama, deste Estado, nascido aos 22 de julho de 1.955, motorista, viuvo, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Henrique Delazari e de Angélica Vieira Delazari. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 26 de maio de 1.966, técnica de enfermagem, viuva, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Valdomiro Bravo e de Irma Diamantino Bravo.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial

Telespectador sim, otário não!

Por Rafaela Santana dos Santos e
Marçal Rogério Rizzo

A rotina da maioria dos trabalhadores brasileiros é a seguinte: 8 horas de trabalho diários mais um longo e penoso tempo no transporte público e/ou de trânsito caótico. Já nas cidades menores, o tempo de idas e vindas de casa para o local de trabalho é menor.
Agora, no momento que chegamos a nossos lares para aproveitar o parco momento de lazer e distração, mais de 80% dos brasileiros optam pela televisão como meio de entretenimento e informação.
A partir do momento em que se ativou o botão power do controle remoto para ligar a televisão, percebe-se que ali há pontos que questionam a inteligência do ser humano. Dá até pra lembrar um trecho da música Televisão do Titãs que dizia: "É que a televisão / Me deixou burro / Muito burro demais [...]". Indo além, daria até pra questionar: A televisão acha-nos otários?
Mas, quem é a televisão que estamos tratando neste artigo? Quem a patrocina? A televisão nada mais é do que as emissoras quee são patrocinadas pelos poderosos, os responsáveis pela inserção de bilhões de dólares todos os anos para a criação e veiculação das propagandas de seus produtos e serviços nos meios de comunicação de massa.
Descobriram que o marketing é um dos instrumentos fundamentais e decisivos para adquirirem mais consumidores e, portanto mais lucros. Dessa forma, as emissoras de televisão cobram (e caro) para disponibilizar segundos ou, em alguns casos, minutos em suas programações, enquanto nós, os telespectadores, ficamos à mercê dessa negociação.
Ao sabor do jeitinho brasileiro, engolimos longos intervalos comerciais na programação. Um exemplo disso são as propagandas de bancos. Ali aparecem frases de efeito e muita produção, onde o brasileiro parece ser a pessoa mais feliz do mundo, já que o referido banco resolve todos seus problemas. Mas a realidade é essa? Claro que não! Hoje o Brasil convive com altas taxas de juros, letras miúdas nos contratos dos bancos, filas para negociações e outros fatores que convergem para a construção da ideia de que: Banco no Brasil é um mal necessário, é o Leviatã, é quem empresta dinheiro a alto preço.
Há também a divertida propaganda de bebidas alcoólicas em que a conquista da mulher mais linda da festa é efetiva pelo simples fato de estar segurando a cerveja certa. É a propaganda do desodorante que tem efeitos milagrosos, onde o homem feio torna-se galã de novela. É aquele shampoo e condicionador que faz o trânsito da cidade parar só para observar seu lindo e perfeito cabelo. Alguém acredita que a questão da beleza e do sucesso nas relações sociais está ligada a shampoos, desodorantes, hidratantes ou sabonetes? A vida humana pode ser resumida a tal ponto?
Sem falar nas propagandas das redes fast-food com suas comidas fartas em gorduras e açúcares que prometem a disposição de energias para praticar esportes, do chocolate preferido das personagens de desenhos animados e filmes infantis. No frigir do consumismo, é um absurdo!
Sendo assim, há um limite para o marketing? Com certeza! Isso ocorre a partir do momento em que as campanhas publicitárias fogem aos padrões éticos, atentando contra valores sociais e morais, causando inclusive, prejuízos à vida, saúde e segurança do cidadão. Faz-se necessária a intervenção do direito, com a finalidade de regular a publicidade e proteger a dignidade da pessoa humana e a sociedade como um todo. Exemplo brasileiro de intervenção estatal: Restrição de propagandas de cigarros que levou 33% dos brasileiros a deixarem de fumar.
O direito à liberdade de expressão não é ilimitado. Seu exercício não pode ser feito de maneira a violar outros direitos fundamentais. Se comprovadamente for a publicidade enganosa, abusiva, se representar uma ofensa aos costumes e valores sociais, ela dever ser controlada e até mesmo suspensa. Nestes casos, o que está sendo ameaçado são valores de maior peso e importância que a própria liberdade de expressão. 
A propósito, o que está "em jogo" é o respeito à razão do ser humano. O fato que deve ser enfatizado é que não podemos ser tratados como otários!
Rafaela Santana dos Santos: Acadêmica do Curso de Direito da UFMS - Câmpus de Três Lagoas. E-mail: rafa.santana.santos@hotmail.com
Marçal Rogério Rizzo: Economista e Professor do Curso de Administração da UFMS – Câmpus de Três Lagoas. E-mail: marcalprofessor@yahoo.com.br



ACIJ dá barras de ouro na promoção do Dia das Mães

Presidente da ACIJ, Carlinhos Altimari diz que promoções
como esta mostram a força do comércio jalesense
A promoção do comércio jalesense "Seus Amores Valem Ouro", voltada para o Dia das Mães e Dia dos Namorados, que começou no dia primeiro de abril e vai até 14 de junho, deverá ganhar força nos próximos dias, com o fim da Facip e dos eventos relacionados ao aniversário da cidade. A promoção é realizada pela Associação Comercial e Industrial de Jales junto com o Sindicato do Comércio Varejista.
Como este ano a ACIJ está comemorando 50 anos a diretoria resolveu inovar e oferecer prêmios em vales-compra e barras de ouro. Para o Dia das Mães serão três vales-compra no valor de R$ 500,00 cada para os primeiros prêmios e um certificado de barras de ouro no valor de R$ 5 mil para o prêmio especial. O sorteio será no dia 17 de maio, às 10h, na praça João Mariano de Freitas.
No dia 14 de junho, no mesmo local e horário, haverá o sorteio de dois smartphones Galaxy 54 Mini, no encerramento da promoção voltada para o Dia dos namorados.
O presidente da associação, Carlos Roberto Altimari, lembra que depois do Natal esta é a promoção mais importante do comércio, sempre realizada com grande sucesso, pelo envolvimento dos empresários e dos consumidores de Jales e dos municípios vizinhos.
Carlinhos disse que já dá para perceber essa movimentação maior depois das festividades da cidade e dos feriados. A população, como afirmou, sempre procura comemorar o Dia das Mães e o Dia dos Namorados fazendo suas compras no comércio local, onde as opções são muitas, tanto nos preços quanto nos estilos, com produtos para todas as preferências.

Papas e santos

D. Demétrio Valentini

Neste domingo se realiza em Roma a canonização simultânea de dois Papas, João XXIII e João Paulo II.
É evidente que o fato se reveste de excepcionalidade.
Em primeiro lugar, por se tratar de dois papas de forte apelo popular. Tanto que para facilitar o acesso de peregrinos, o corpo de João XXIII já foi trazido para a nave central da Basílica de São Pedro, e se fez uma nova abertura no subsolo para facilitar o fluxo de peregrinos que visitam o túmulo de João Paulo II. 
Acresce a isto o fato da canonização simultânea ter sido decidida pelo Papa Francisco, que por conta própria vem atraindo multidões, interessadas em acompanhar seus ensinamentos, especialmente nas "catequeses" de quarta-feira e nas mensagens de domingo. Por tudo isto se prevê uma multidão enchendo a Praça São Pedro e se espraiando pelas ruas adjacentes, tomando conta de todo o espaço até as margens do Tibre. Sobretudo a Polônia vai se sentir eletrizada pelo evento, e vai esgotar as reservas de passagens e de estadia. Tanto que já não existem mais vagas nos hotéis e nas casas de acolhida de peregrinos em Roma. Quando da pesca milagrosa, Pedro pediu ajuda aos companheiros para arrastar a rede. Agora serão três papas a arrastar a multidão. A decisão de canonizar a ambos, na mesma oportunidade, foi estratégica. Foram dois papas que marcaram profundamente a Igreja. Mas cada qual com seu carisma próprio. A diferença de personalidades poderia facilmente levar a comparações desgastantes, se um fosse canonizado antes do outro. Assim, ficou de bom tamanho a decisão de canonizá-los no mesmo dia. É muito interessante conferir a lista dos papas a partir de 1870, quando a Igreja perdeu os "Estados Pontifícios", ficando reduzida ao minúsculo território do Vaticano. Até parece que na medida em que se diminuiu o espaço institucional da Igreja, foi aumentando sua influência na sociedade.
Foram todos nomes de destaque, a começar por Pio IX, seguido do grande papa Leão XIII, depois Pio X, Bento XV, Pio IX, Pio XII, depois João XXIII, Paulo VI, João Paulo I e João Paulo II, Bento XV, e agora o nosso Papa Francisco. Diante desta lista impressionante de personalidades, alguns propõem que se faça como nos primeiros séculos da Igreja. Cada papa que morria, era acrescentado, simplesmente, à lista dos santos que a Igreja de Roma venerava, dando assim um bom exemplo para as outras dioceses guardarem, elas também, a memória das pessoas que deixavam um bom testemunho de vida.
Outros sugerem que se faça, uma vez por século, a canonização simultânea de todos os papas daquele período. Assim se evitaria uma espécie de discriminação entre eles. De fato, desta vez parece-nos ouvir o questionamento de João XXIII, que em sua simplicidade, perguntaria: "por que só nós dois?" E não haveria dúvida que ele convidaria para a festa do próximo domingo, no mínimo Pio XII e Paulo VI, seus companheiros de longos anos de vivência eclesial.
Seja como for, o acontecimento de domingo envolve toda a Igreja, que se reconhece tanto na multidão da praça como na ladainha dos seus santos.
São João XXIII e São João Paulo II, rogai por nós!

Nesta quinta-feira,

 
24 de abril, o PTB distribuiu pela cidade um tablóide em homenagem aos 73 anos da fundação de Jales, mostrando as conquistas e as realizações da prefeita Nice Mistilides nesses seus 15 meses ou 500 dias frente à administração municipal. O partido de Campos Machado quer mesmo prestigiar petebista apesar de não ser a única mulher eleita pelo partido no Estado.

Pelo que se
viu até o momento a prefeita Nice não se destacou em relação aos seus antecessores. Está tudo na mesma. Só que, os ex-prefeitos eram mais chegados ao diálogo, Contrariados mas ouviam opiniões e até chegavam a acatá-las.

A diretoria
da GM Sisto fechou parceria com a Cerveja Crystal, marca do Grupo Petrópolis, a segunda maior cervejaria do Brasil e a única grande empresa do setor com capital 100% nacional. Com o acordo, a arena de atrações do recinto Dr. Percy W. Semeghini ganha a marca "Arena Crystal" pelos próximos 10 anos.

A parceria
vai fortalecer e valorizar eventos realizados em um dos parques de exposição mais conhecidos e prestigiados da região, e do Brasil. A "Arena Crystal" é administrada pela GM Sisto, empresa vencedora da licitação realizada no início de 2014 pela Prefeitura de Fernandópolis.

A prefeita
Nice Mistilides anunciou na manhã desta sexta-feira, 25 de abril, que os moradores do jardim do Bosque podem comemorar a chegada do recapeamento asfáltico em ruas daquele bairro. A ordem de serviço foi autorizada pela Caixa Econômica Federal e as obras começam em breve.

Ela explicou que
"Infelizmente tivemos problemas com o início das obras que deveriam ter acontecido em outubro de 2013, mas pelo fato de a empresa vencedora da licitação estar sendo investigada pela Operação Fratelli da Polícia Federal, ficamos impedidos de dar início à pavimentação asfáltica no Jardim do Bosque. Estou muito feliz, pois nessa manhã recebi a notícia de que estamos liberados para derramar ‘chão preto’ naquele bairro que tanto necessita. E não para por aí: tenho certeza e fé em Deus que o asfalto que prometi realizar em diversas ruas e avenidas, em todos os bairros de Jales vai ser colocado em prática"

A pontualidade
de pagamentos das micro e pequenas empresas atingiu 95,2% em março/14. Este resultado foi menor que os 95,5% observados em fevereiro/14 e mais baixo também do que a pontualidade de 95,4% verificada em março do ano passado.

Isto significa
que durante o mês de março/14, a cada 1.000 pagamentos realizados, 952 foram quitados à vista ou com atraso máximo de sete dias.

Correligionários
da prefeita Nice estão exultantes com o surgimento de ramagem em algumas árvores podadas na avenida João Amadeu. Essas não sofreram corte drástico dos galhos por isso estão dando o ar da graça. As outras vão longe ainda. Talvez no próximo verão vão estar prontas para a adequação da poda para quadradinha ou redondinha como desejam os paisagistas. Aguardemos.

A prefeita
Nice e o presidente do Sindicato do Funcionários Públicos Municipais de Jales e Região, José Luiz Francisco, não estão se entendendo e voltaram a trocar "gentilezas" no programa Jornal do Povo, da Rádio Assunção nesta sexta-feira.

Quem padece
com isso é o servidor que perdeu com a revogação das portarias que ajudava e muito no salário e o reajuste que ainda não foi concedido na folha de pagamento.

A alcaide
alegou que precisa baixar o índice que já ultrapassou o limite legal de gasto com folha de pagamento do funcionalismo permitido por lei, e que "não fabrico receitas" diante a alegação de queda na receita, e outras coisas mais e que não vai cometer improbidade para atender as exigências.

Por sua vez,
o presidente do Sindicato, José Luiz Francisco chamou a prefeita de "desequilibrada" e que está faltando com o respeito ao funcionalismo.

Quem
esfrega as mãos com esse imbróglio todo é a oposição que já soma um bom número de eleitor e vai cooptando os descontentes com a atual situação política administrativa.

Segundo
o sindicalista, o caminho mesmo do funcionalismo é a greve se o acordado entre as partes não for cumprida.


A impressão

que se tem é que a prefeita quer bater de frente com o funcionalismo e mostrar força e poder. Como dizem as raposas lá no botequim da vila "se ela não ponderar, o caminho é o isolamento político e afastamento de seus eleitores".

Em recente
entrevista Nice disse que quem irá julgar seu governo será o povo nas urnas.


O secretário

municipal de Comunicação Bruno Guzzo estaria de viagem marcada para os Estados Unidos no mês entrante, onde irá participar de um curso já programado antes dele assumir a pasta no atual governo.

Olhares inocentes

Reginaldo Villazón

As guerras existem há muito tempo. Não é possível afirmar com convicção que as guerras fazem parte da natureza humana, que a criatura humana saiu das mãos do Criador com o dom de fazer guerras. Mas elas existem há muito tempo. A primeira guerra, registrada na Bíblia, está escrita no primeiro livro (Gênesis), no capítulo 14. Quatro reis (Quedorlaomer, Anrafel, Arioque e Tidal) guerrearam contra cinco reis (Bera, Birsa, Sinabe, Semeber e Belá), porque estes se rebelaram após 12 anos de servidão. Os quatro venceram os cinco.

Depois da primeira, o mundo não parou de ter guerras. A lista é enorme. Para facilitar o estudo, elas são grupadas de acordo com a época. Por exemplo, guerras da Idade Antiga, da Idade Média, da Idade Moderna e da Idade Contemporânea. Os historiadores têm a preocupação de identificar suas causas (políticas, ideológicas, econômicas, étnicas, religiosas). Eles observam que as causas verdadeiras, assim como as realidades ruins, são encobertas por mentiras. Mas que as guerras contribuíram com o desenvolvimento da humanidade.

As campanhas dos grandes conquistadores exaltaram a sede pelo poder, a ganância por riquezas, a selvageria. Mas, de fato, deixaram rastros positivos. Alexandre, o Grande (356 – 323 a.C.), rei na Macedônia, uma cidade-estado no Norte da Grécia Antiga, subjugou povos e difundiu a cultura grega. Átila, Rei dos Hunos (406 – 453), asiático estabelecido no leste europeu, flagelou populações e difundiu a arte criar e montar cavalos. Gêngis Khan (1162-1227), imperador da Mongólia, dominou nações e fomentou o comércio mundial.

Após a segunda guerra mundial, em 1947, o livro "O diário de Anne Frank" mostrou a guerra vista por uma adolescente. A jovem judia alemã passou dois anos escondida, com sua família, da perseguição nazista no anexo secreto de um prédio de Amsterdam (Holanda). "Em tempos assim fica difícil. Ideais, sonhos e esperanças crescem em nós somente para serem esmagados pela dura realidade. Mas me agarro a eles porque ainda acredito que tudo mudará para melhor, que a crueldade terminará, que a paz e a tranqüilidade voltarão".

Em fevereiro/março deste ano, a fundação humanitária Najda Now International, patrocinada pelo governo da Noruega, realizou em Beirute, capital do Líbano, uma exposição de 166 desenhos e esculturas de barro feitos por crianças refugiadas da guerra civil na Síria. Esta guerra matou mais de 135 mil pessoas e fez cerca de 2,5 milhões de refugiados desde 2011. Os trabalhos das crianças mostram momentos felizes com familiares, lembram parentes mortos na guerra, retratam morte e destruição, expressam o desejo de paz no futuro.

Sob os olhares inocentes dos jovens e crianças, as guerras não possuem causas ou justificativas, finalidades ou vantagens. Não representam a luta entre o bem e o mal, entre mocinhos e bandidos. As guerras são, simplesmente, guerras. Elas causam medo, sofrimento, perdas e frustrações. Elas destroem vidas, famílias e anseios. Enfim, é possível entender que as guerras são fruto da ignorância, da incompetência e da insanidade humana. As tais causas políticas, ideológicas, econômicas, étnicas e religiosas são apenas argumentos.

PALAVRAS DE CHICO XAVIER

Pergunta – O senhor não acha que acreditar na reencarnação, numa vida futura, aqui mesmo na Terra, não seria uma maneira de tornar as pessoas passivas? Não seria a pura e simples aceitação de um destino inevitável, um futuro que não se pode mudar? Em quase todas as religiões não é a promessa da recompensa para os bons que fazem as pessoas lutarem por um destino melhor?

Chico Xavier – Não. Não acredito, porque a pessoa que acredita na reencarnação, com sinceridade, ela trata de aproveitar o tempo e de valorizar a bênção recebida. Por isso mesmo a existência é faceada com espírito de muita responsabilidade por todos aqueles que crêem na reencarnação como um processo evolutivo ou como medida de resgate ou de aprimoramento para o nosso espírito.

Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
"Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.



O que é felicidade?

*Flávio Carvalho

Será que ser feliz é ter muito dinheiro? Ser um ator ou atriz famosa? Ser um político bem sucedido? Ter um bom emprego? Estar bem casado? Ter uma família maravilhosa? Não ter problemas? Seria uma somatória de tudo isso? O que é felicidade? O que é ser feliz?

Felicidade é sentimento que não é possível descrever em palavras. Também não é nada do que foi descrito acima, pois existem muitas pessoas que possuem muito do que foi descrito e são tristes, intensamente tristes. Então o que é ser feliz?

Ser feliz é lidar da melhor maneira possível com os problemas, com as dificuldades que a vida nos impõe. Ser feliz é conseguir sair inteiro de uma forte depressão. Felicidade é se reerguer depois de ter falido. Ser feliz é perder uma eleição e ter animo para se candidatar novamente. Felicidade é arrumar um emprego depois de muito tempo desempregado. Ou seja, felicidade é poder lidar com as dificuldades e tristeza que passamos a maior parte de nossas vidas. Temos mais momentos ruins do que bons. Por isso quem pensa que ser feliz é ter tudo de bom, tudo estar correndo as mil maravilhas sempre, está completamente errado, pois é impossível ter tudo de bom sempre. Feliz é aquele que consegue administrar sofrimentos.

Devemos a todo custo sempre buscar a felicidade. Lutar com todas as forças para ser feliz e, proporcionar felicidade àqueles que amamos, mesmo sabendo ser isto impossível. Mas devemos sempre estar preparados para o pior, para as dificuldades e sofrimentos.

Sofrer e manter o equilíbrio nos fortalece. Vencer dificuldades nos faz valorizar mais os momentos de felicidades, que são poucos. Enfrentar dificuldades a todo instante nos faz valorizar as coisas simples da vida, ou seja, aprendemos que a felicidade pode estar nas coisas singelas da vida, ou pelo menos deveríamos aprender a sermos felizes com as coisas simples da vida.

Viver é estar em dificuldades. Se você esta trabalhando, estudando, têm uma família, ou seja, se você esta vivendo, você esta lidando com dificuldades, problemas, sofrimentos, sentimentos ruins. Mas jamais se esqueça de que você não é uma vítima, não é um coitadinho. Sofremos para que possamos aprender algo. Sofremos para que possamos aprender a verdadeiramente nos amar e, quando isso acontecer, não mais sofreremos.

A felicidade que buscamos a todo instante, se encontra dentro de nós, no nosso íntimo, na nossa alma, no nosso espírito. Ser feliz é acreditar nisso.

Quando entendermos que não precisamos mais aprender com a dor e, que podemos aprender com o amor, seremos felizes para sempre. Mas talvez nossa felicidade não seja neste mundo, pois como disse Jesus: "Há várias moradas na casa de meu Pai". Talvez nossa recompensa, ou seja, a felicidade plena, não seja neste mundo, ou talvez não estejamos prontos ainda para sermos felizes por completo, ou ainda não tenhamos o merecido. Não importa. O importante é continuar tentando ser feliz. Procurar a felicidade que está escondida no nosso interior, mesmo que para isto tenhamos que pagar o mais alto preço que é o de nos amarmos e, o mais difícil nos perdoarmos. E depois de conseguir esta proeza de nos amarmos e de praticarmos o auto-perdão, estaremos prontos para amar a todos e termos o tão esperado encontro com a felicidade e sermos felizes para sempre.

Como disse Fénelon: "Não creia na esterilidade e no endurecimento do coração humano; ele cede, a seu malgrado, ao amor verdadeiro; é um ímã ao qual não pode resistir, e ao contato desse amor, vivifica e fecunda os germes dessa virtude, que esta nos vossos corações em estado latente". *Flávio Rodrigo Masson Carvalho

equilibriumtc@hotmail.com

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Em resposta a ação movida pelo MPF, Justiça ordena que União e SP forneçam medicamento para degeneração macular

A Justiça Federal determinou que a União e o estado de São Paulo forneçam o medicamento Bevacizumabe a todos os pacientes com degeneração macular, pelo tempo necessário, sempre que houver prescrição de médico do SUS. A decisão atende a um pedido do Ministério Público Federal em São Paulo, que, por meio de uma Ação Civil Pública proposta em 2009, buscava  garantir o tratamento gratuito à paciente Ana Lucas Cabral e a todos os demais afetados pela doença.

A degeneração macular é um transtorno ocular que lentamente destrói a visão central, tornando difícil ler e enxergar pequenos detalhes. A doença é mais comum em pessoas acima dos 60 anos, razão pela qual é frequentemente chamada de degeneração macular relacionada à idade (DMRI).

Inicialmente, o MPF havia solicitado o fornecimento do medicamento Ranibizumabe, porém, durante o processo, a Comissão de Incorporação de Tecnologias do Ministério da Saúde optou por recomendar que o Bevacizumabe fosse incorporado ao SUS para o tratamento da patologia, por apresentar os mesmos efeitos com menor impacto financeiro. Segundo a decisão judicial, ambos  fazem parte da única classe de medicamentos que leva à melhora da acuidade visual de pacientes com DMRI, enquanto outros tratamentos indicados não possuem a mesma eficácia.

URGÊNCIA. Durante o processo judicial, a União informou que já está em andamento o procedimento para a incorporação do Bevacizumabe à rede pública de saúde, mas ainda sem previsão para seu efetivo fornecimento. Diante disso, o estado de São Paulo chegou a pedir a extinção da ação, alegando que o medicamento seria disponibilizado futuramente.

A decisão da Justiça, no entanto, considerou que os pacientes acometidos pela degeneração macular usuários do SUS não têm a opção de aguardar pelo interminável  procedimento do Ministério da Saúde para a disponibilização do remédio, muito menos de suportar os custos do tratamento, devendo o Estado suprir tal necessidade. A sentença ressalta ainda a gravidade da doença e a provável perpetuação de sequelas irreversíveis para a vida dos pacientes, especificamente a completa perda da visão.

As pessoas que necessitam do medicamento para DMRI e que não encontrarem o tratamento disponível da rede pública de saúde podem procurar o Ministério Público Federal em Bauru pelo telefone (14) 3235-4300. De acordo com a decisão da Justiça Federal, a União e o estado de São Paulo estão sujeitos à pena diária de R$ 1 mil para cada paciente não contemplado.

O número da ação para acompanhamento processual é 0007404-77.2009.4.03.6108


O Negócio é o Agronegócio

Prof. Dr. Evanivaldo Castro Silva Jr.

Prof.ª Me. Adriana de Souza Colombo

Prof.ª Me. Cristina Tondato

Prof.ª Me. Selma Marques da Silva Fávaro


Que o agronegócio é o setor produtivo brasileiro mais importante do ponto de vista do PIB (Produto Interno Bruto) e que tem salvado consecutivamente, ano após ano, o desempenho da balança comercial no cenário internacional quase todos sabem, porém, que esse setor representa "a prata da casa" no ranking mundial de tecnologia na produção agropecuária nem todos possuem essa visão.Segundo dados do ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) o Brasil ocupa o primeiro lugar no ranking mundial, dados de 2013, na produção mundial de álcool de cana, açúcar, café, soja, tabaco e suco de laranja e segunda posição na produção de carne bovina. Ainda somos o terceiro maior produtor de aves, milho e frutas e quarto em produção de carne suína.

Quanto às exportações ocupamos a primeira posição em todos os itens anteriormente mencionados exceto milho, segundo maior exportador mundial e carne suína, quarta posição
.
Esses dados nos dizem que produzimos cada vez mais e com eficiência crescente, vide aumentos sucessivos e safras recordes de grãos e outros componentes da pauta agropecuária do país. Para se ter uma ideia, na década de 1960 produzíamos 17,2 milhões de toneladas de grãos numa área de 22 milhões de hectares sendo que na safra 2012/13 (dados de 2013, Companhia de Abastecimento - CONAB) produzimos 185 milhões de toneladas em uma área de 54,5 milhões de hectares, ou seja, aumentamos a produção em 975,5% com um aumento na utilização de área de 147,7%. Na pecuária, até 2010, esses números eram de 251% para o aumento da produção contra 39% na área utilizada.

Vale salientar que todo esse avanço conta ainda com outro ponto importante para a visibilidade do agronegócio brasileiro que é a sustentabilidade. Ocupamos a 14ª posição no ranking mundial em emissão de carbono (420 milhões de toneladas) e quase a metade da matriz energética atual do país (47%) é derivada de recursos renováveis 2010, esses números eram de 251% para o aumento da produção contra 39% na área utilizada.
Vale salientar que todo esse avanço conta ainda com outro ponto importante para a visibilidade do agronegócio brasileiro que é a sustentabilidade. Ocupamos a 14ª posição no ranking mundial em emissão de carbono (420 milhões de toneladas) e quase a metade da matriz energética atual do país (47%) é derivada de recursos renováveis como o etanol, hidráulica e biomassa.

Isso sem falar no fato de termos o maior potencial hídrico do planeta (dados do portal Brasil), climatologia favorável, geografia adequada às atividades agropecuárias, 8,5 mil km de litoral, entre outros fatores naturais que nos garantem uma vocação natural à produção de alimentos e derivados do agronegócio.

Todos esses fatos embasados por números nos induzem a concluir que os setores produtivos vão muito bem, obrigado, e que as perspectivas futuras continuam a favor do agronegócio brasileiro apontando para um crescimento de 26,8% para 2021 e o mesmo índicepara 2050, ou seja, nas próximas três décadas teremos um aumento acumulado de 58,7% na produção.

Com tantos pontos positivos uma pergunta que poderia ser feita é: quais são os problemas,
então, do agronegócio brasileiro e como resolve-los, se é que os mesmos existem? Além da melhoria das políticas públicas, sempre demandada nos vários setores da economia, podemos apontar como principais desafios a serem alcançados nos próximos anos os gargalos logísticos do setor, a industrialização como ferramenta de diferenciação e competitividade mundial e a gestão do setor.

Os gargalos logísticos como vias de escoamento da produção traduzida na equivocada utilização dos modais de transporte, infraestrutura aeroportuária deficitária e ineficiente do ponto de vista estratégico, barreiras tarifárias e alfandegárias, fragilidade nas relações comerciais entre os diversos blocos econômicos existentes, entre outros, comprometem sensivelmente a competitividade do Brasil no cenário mundial.

Essas problemáticas devem ser encaradas com uma visão estratégica de longo prazo a qual deve vislumbrar soluções compatíveis com as características continentais do país utilizando como principal ferramenta a tecnologia.

A industrialização exige uma mudança nos paradigmas de comercialização dos produtos agropecuários propondo uma mudança gradativa no foco final das cadeias produtivas na qual o país deve reduzir a comercialização, mais especificamente a exportação, de commodities, aumentando a de produtos industrializados.

Além do quesito exportação, vale ainda mencionar que, segundo o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), a industrialização de produtos agropecuários, mesmo que na forma minimamente processada, adiciona valor aos produtos o que pode garantir a sobrevivência de alguns setores do agronegócio e de produtores da chamada Agricultura Familiar e que certamente reverte ganhos à microeconomia nacional como um todo.
Por fim, mas não menos importante, a gestão do agronegócio ainda carece, e muito, de profissionalização. Presente em todos os elos das cadeias produtivas, os processos de gestão permeiam não somente os sistemas de produção chamados de "dentro da porteira", mas principalmente, os setores de comercialização dos produtos agroindustriais ("fora da porteira").

Ouvimos recorrentemente na mídia termos como "produção sustentável", "produtos orgânicos", "rastreabilidade", "segurança alimentar" entre outros, que são uma realidade cada vez mais presente nos mercados consumidores mais exigentes como o europeu, oriente médio e asiático. Tais terminologias e conceitos são atributos essencialmente gerenciais e administrativos como análise de mercado, comercialização tanto no mercado interno como externos, gestão da qualidade, logística, capacitação de mão de obra, etc.

Obviamente, os conceitos específicos aos diversos segmentos que compõem o agronegócio como o cooperativismo, cuidados fitossanitários, sistemas de produção agropecuário e agroindustrial e mecanização no campo são essenciais ao meio além, é claro, dos sistemas de informação diretamente envolvidos nos processos administrativos elos das cadeias produtivas, os processos de gestão permeiam não somente os sistemas de produção chamados de "dentro da porteira", mas principalmente, os setores de comercialização dos produtos agroindustriais ("fora da porteira").

Ouvimos recorrentemente na mídia termos como "produção sustentável", "produtos orgânicos", "rastreabilidade", "segurança alimentar" entre outros, que são uma realidade cada vez mais presente nos mercados consumidores mais exigentes como o europeu, oriente médio e asiático. Tais terminologias e conceitos são atributos essencialmente gerenciais e administrativos como análise de mercado, comercialização tanto no mercado interno como externos, gestão da qualidade, logística, capacitação de mão de obra, etc.

Obviamente, os conceitos específicos aos diversos segmentos que compõem o agronegócio como o cooperativismo, cuidados fitossanitários, sistemas de produção agropecuário e agroindustrial e mecanização no campo são essenciais ao meio além, é claro, dos sistemas de informação diretamente envolvidos nos processos administrativos Essas considerações são importantes para a realidade da nossa vida cotidiana, pois assim como no Brasil, a cidade de Jales e região estão profundamente intrincadas com a vocação natural ao agronegócio brasileiro. Existem significativos arranjos produtivos locais (APLs) como o frutícola, mais especificamente da produção de uva, pastoril, leiteiro, produção de látex de seringueira, hortifrutigranjeiros, entre outros, que coloca a microrregião numa posição estratégica no noroeste do estado de São Paulo o qual por sua vez desempenha um papel preponderante no cenário nacional.

Em uma palestra recente do ex-ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Dr. Roberto Rodrigues, atual Embaixador Especial da FAO (Food Agriculture Organization) para o Cooperativismo, ministrada na região, foi ressaltado o aumento exponencial da demanda mundial por alimentos baseado nas projeções realizadas pela própria FAO onde, no cenário mais pessimista, a população mundial ultrapassaria os 10 bilhões de seres humanos até 2050.

Na ocasião foi destacado o papel primordial que o Brasil deverá desempenhar como produtor mundial de alimentos o que nos faz concluir, então, que a tríplice tecnologia aplicada ao campo, à infraestrutura logística e à gestão do agronegócio deve traçar o caminho a ser alcançado, e quem sabe, superado para as próximas três décadas.



 

 
 
 

Rafaela Didea: uma gata deliciosa






Estreia nesta segunda-feira, 28 de abril, a terceira parte do ensaio da modelo Rafaela Didea no site Bella da Semana (www.inatad.com.br).


 
Natural de Erechim, no Rio Grande do Sul, a loira de 27 anos é puro romance. Para apimentar a relação, ela aposta em brincadeiras e fantasias, e diz que sempre se entrega quando está apaixonada.

 
As 8 seções inéditas trazem a modelo gaúcha ainda mais à vontade para as câmeras de Walmor de Oliveira.
Janaína º Comunicação e Tradução Email: janaina@belladasemana.com.br www.belladasemana.com.br

Requerimento de Edinho cobra trabalho da Comissão de Esportes


O deputado estadual Edinho Silva protocolou na tarde de hoje, 24 de abril, requerimento questionando sobre as atividades da Comissão Permanente de Assuntos Desportivos da Assembleia Legislativa de São Paulo. Desde o início deste ano, nenhuma reunião ordinária da Comissão foi realizada.No documento, o parlamentar solicitou informações a respeito da data de realização da próxima reunião ordinária, já que a última ocorreu no dia 23 de outubro de 2013. Para Edinho, a Comissão de Esportes desempenha um papel fundamental na análise do desporto no estado, justificando a necessidade de reuniões mais frequentes. “A demora na realização das reuniões prejudica o andamento da análise dos projetos e impede que debates de temas relevantes para o esporte sejam realizados”, argumentou.Edinho chamou a atenção para a realização da Copa do Mundo que acontece no próximo mês de junho, evento de extrema importância para país. O parlamentar lembrou ainda que após a Copa, acontecem as Olimpíadas, no ano de 2016. “Precisamos estar preparados para a realização da Copa e também das Olimpíadas, e as reuniões da Comissão são importantes para discutir os projetos que tramitam na Assembleia e para pautar os eventos no estado de São Paulo", finalizou

Grande dispersão das chuvas no noroeste paulista e irrigação é necessária para a garantia da produção


Depois de um verão com recorde histórico nas temperaturas máximas no noroeste paulista e já com pouco mais de um mês do início do outono a Rede Agrometeorológica do Noroeste Paulista, operada pela Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira registra no mês de abril redução das temperaturas máximas, trazendo um pouco mais de conforto térmico à população.
Em Pereira Barreto, a Estação Bonança teve em abril temperaturas máxima média de 32,2°C e a Santa Adélia 31,5ºC, Itapura registrou média de 31,2°C e em Sud Mennucci, na Estação Santa Adélia Pioneiros teve 32,5°C, enquanto que Ilha Solteira teve temperatura máxima média de 32,4ºC, mas foi Populina que teve temperaturas mais altas, com média de 33,9°C.
Nas temperaturas mínimas os valores não ultrapassaram 22°C, sendo em Itapura a miníma mais baixa (20,9°C) e Ilha Solteira registro a temperatura mais baixa da região noroeste com 21,8°C. A temperatura média da região ficou em 25,9°C, com Ilha Solteira alcançando a maior média com 26,4°C e Itapura com 25,1°C a menor média.
Em relação às chuvas, 5 das estações superaram as quantidades de chuvas dos meses anteriores no mês de março e a Estação Santa Adélia, localizada em Pereira Barreto, atingiu em abril volume de chuva superior aos dos meses de janeiro e fevereiro:

 


 

 

Observou-se ainda que 3 estações (Itapura, Marinópolis e Santa Adélia) já ultrapassaram a quantidade total de chuvas em relação ao mesmo período de 2013, um ponto positivo depois da seca ocorrida no verão de 2014. Na prática persiste a dispersão grande no volume de chuvas que caem sobre a região noroeste paulista e o total variou entre 493 mm em Pereira Barreto - Estação Bonança e Itapura no encontro dos rios Tietê e o Paraná, que registrou 743 mm.

 


 

 

Esta situação de volume de chuvas menor que a média história e também menor que no ano anterior e principalmente a irregularidade das chuvas - tanto no tempo, como nos locais onde elas são registradas - tem obrigado os irrigantes a usarem de forma mais intensa seus equipamentos de irrigação para garantir a safra com elevadas produtividades.
A reposição de água ao solo quando não se dá pelas chuvas é feita pelos sistemas de irrigação que devem aplicar ou repor a água perdida pelo processo de evapotranspiração, que é a perda de água pela evaporação do solo e pela transpiração das plantas e depende das condições climáticas e da fase fenológicas das culturas.
A UNESP Ilha Solteira estima e divulga a cada hora o valor da evapotranspiração de referência (ETo) estimadas a partir das suas estações agrometeorológicas e neste anos de 2014, os valores médios são superiores ao registrados no mesmo período de 2013, como se vê na figura a seguir.

 


 

Esta situação representa uma maior exigência de água pela cultura no ano atual, novamente evidenciando a importância do monitoramento da evapotranspiração e das chuvas, assim como um bom manejo da irrigação com o melhor uso da água evitando desperdícios.
Se por um lado há uma grande dispersão no volume de chuvas registrado no noroeste paulista, em relação à evapotranspiração, a variação é menor, sendo registrada evapotranspiração de referência acumulada em 2014 de 479 milímetros em Sud Mennucci - Estação Santa Adélia Pioneiros até o máximo em Pereira Barreto - Estação Santa Adélia com 518 mm. Na média o noroeste paulista em até o momento uma evapotranspiração de referência média de 4,2 mm/dia.
A UNESP Ilha Solteira faz o monitoramento das variáveis climáticas através da Rede Agrometeorológica do Noroeste Paulista e faz a divulgação com atualização a cada cinco minutos dos dados coletados no Canal CLIMA da UNESP Ilha Solteira a partir de http://clima.feis.unesp.br, possibilitando o manejo da irrigação e ainda a realização de inúmeras pesquisas relacionadas ao clima.

SERVIÇO:
- Informações sobre agricultura irrigada e agroclimatologia no noroeste paulista são publicadas regularmente BLOG da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira em http://irrigacao.blogspot.com
- Números e gráficos das estações agrometeorológicas no noroeste paulista estão em http://clima.feis.unesp.br
- Canal da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira: www.agr.feis.unesp.br/irrigacao.php
- Canal no YouTube: http://www.youtube.com/fernando092
- Canal CLIMA da UNESP Ilha Solteira: http://clima.feis.unesp.br
- Pod IRRIGAR - O Pod Cast da Agricultura Irrigada: http://podcast.unesp.br/podirrigar
- Fan Page no FaceBook: https://www.facebook.com/ahiunespilhasolteira
- Informações também em (018) 3743-1959



PRISÃO POR TRÁFICO DE DROGAS EM MIRASSOL




No dia 24 de abril de 2014, por volta das 17h20, Policiais Militares da cidade de Mirassol, durante patrulhamento de rotina pelo bairro são Bernardo II, recebeu informações de que a autora A.P.N de 25 anos estava realizando o tráfico de entorpecentes pelo local. No momento em que a viatura chegou ao local da denúncia, dois indivíduos saíram correndo, sendo o autor J.C.P. de 23 anos abordado no interior de um dos apartamentos; em um dos bolsos do abordado foram localizados 07 micro-tubos plásticos contendo cocaína e duas porções de maconha. O outro indivíduo, sindicado D.I.S de 14 anos foi abordado no momento em que pulava um dos portões que dá acesso ao local, sendo localizadas em seu bolso 15 pedras de crack embaladas individualmente, a quantia de R$224,00 em notas trocadas.
Após serem realizadas estas abordagens, as guarnições se deslocaram ao apartamento da denunciada A.P.N, onde em contato com ela, esta negou que estava comercializando entorpecente. Em buscas ao seu imóvel foram localizadas em uma bolsa de cor bege, de sua propriedade, 11 pedras de crack embaladas individualmente em plástico na cor preta e a quantia de R$234,00 em notas trocadas.
Diante dos fatos foi dada voz de prisão em flagrante delito por tráfico de entorpecentes aos envolvidos, sendo encaminhados a plantão policial do município onde o foi ratificada a voz de prisão aos infratores maiores de idade.

Campanha do Agasalho supera expectativas e arrecada o dobro dos anos anteriores



 
Milhares de peças arrecadadas mostram, mais uma vez, que a população jalesense é mesmo solidária e contribui ativamente para o sucesso da Campanha do Agasalho promovida pelo Fundo Social de Solidariedade de Jales que realizou um grande arrastão no final da tarde da quinta-feira, dia 24 de abril.
Um mutirão formado por dezenas de colaboradores partiu da frente da SABESP e, dividido em oito grupos, percorreu ruas e avenidas de diversos bairros da cidade. Cobertores, edredons, roupas, calçados e agasalhos foram doados pela população e vão ser distribuídos com a finalidade de aquecer o inverno de famílias em situação de vulnerabilidade social em Jales.
A prefeita Eunice Mistilides Silva – Nice, a presidente do Fundo Social de Solidariedade de Jales, Maria José Leite – Zezé e o gerente de divisão da SABESP, Gilmar Rodrigues de Jesus, participaram da campanha e agradeceram aos colaboradores, fundamentais para o sucesso do arrastão. “Quero agradecer a cada um de vocês que saem de suas casas, percorrem quilômetros pelas ruas e avenidas da cidade e arrecadam milhares e milhares de peças de roupas, agasalhos, calçados e cobertores que vão aquecer famílias carentes nesse inverno. É um ato de amor ao próximo. Que Deus abençoe a todos”, disse a prefeita.
Todas as peças arrecadadas no Arrastão serão lavadas, passadas, organizadas e, posteriormente, distribuídas durante um bazar beneficente cuja data será divulgada oportunamente. “Estamos muito felizes com o resultado do Arrastão e queremos agradecer a todos que participaram direta e indiretamente de nossa Campanha, contribuindo para que nós possamos aquecer o inverno daqueles que não têm condições de comprar roupas, calçados, cobertores e agasalhos. Arrecadamos uma quantidade inacreditável de peças de boa qualidade graças à solidariedade da população jalesense, a quem eu quero agradecer do fundo do coração”.
Além do arrastão, outros pontos de arrecadação também serão espalhados pela cidade assim que o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo enviar o material de arrecadação. O Arrastão contou com a colaboração da Polícia Civil, Polícia Militar, Policia Ambiental, Sabesp – Divisão de Jales, Rotary Club de Jales, Rotary Club Grandes Lagos, Interact, Maçonaria, ONG Ecoação que enviaram representantes para ajudar com no recolhimento de peças nas ruas.

 

Município recebe do Estado máquina semeadora e adubadora


 
A prefeita Nice assinou na manhã de sexta-feira, 25, convênio que o estado destina uma máquina semeadora e adubadora de plantio direto para a secretaria municipal de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Meio Ambiente. O ato no gabinete da prefeita foi presenciado pelo representante da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, Marcelo Casteleti e pela secretária municipal de Agricultura, Sandra de Lima Gigante.
O equipamento semi-usado estava sendo utilizado pela Associação de Produtores de Leite. Com o fechamento da associação, a máquina foi recolhida e encaminhada para o município. Atualmente, um equipamento novo custa em média R$ 30 mil.
“Diante de todo maquinário sucateado que temos é mais um que veio em boa hora. Esse é o primeiro equipamento nesta modalidade que recebemos. Sabemos o quanto vai ser útil para os nossos produtores no plantio convencional e no plantio direto”, lembrou a prefeita Nice.

Ribeirão Rodeo Music começa neste sábado, com show de Jorge & Mateus


Apresentação será em comemoração aos 10 anos do evento; abertura dos portões
será às 20h
Com provas cronometradas e show de uma das principais duplas de música sertaneja do país, o Ribeirão Rodeo Music começa oficialmente neste sábado, dia 26. Em comemoração aos 10 anos de evento, a programação do dia começa às 20h, com o início das competições das provas de Team Penning e Três Tambores, além de uma abertura comemorativa que destacará a cultura sertaneja.
“Nesta abertura, teremos um grande espetáculo, que destacará a tradição do mundo sertanejo e da vida no campo, para toda a família”, conta Matheus Calil, um dos organizadores do Ribeirão Rodeo Music, lembrando que será permitida a entrada de adolescentes de 15 a 18 anos, acompanhados pelos pais ou responsáveis.
Na sequência, será realizado o show de Jorge & Mateus. A dupla é uma das mais badaladas do país e dona de sucessos como “Pode Chorar”, “Amor para Recomeçar”, “Voa Beija Flor” e “Amo Noite e Dia”. Depois, a festa continua no Palco Bailão da Conquista, com Sol Garcia e Beatriz & Gabriel.
Solidariedade
A organização do RRM entregará, durante a cerimônia de abertura, um cheque à Cantinho do Céu. A entidade recebeu doação no valor de R$ 13.350 – valor arrecadado com adesão ao almoço que sucedeu a 10ª Cavalgada e a 6ª Tropeada, ambas realizadas em 13 de abril.
Rodeio e música de qualidade
Após a grande festa da primeira década, a diversão e a paixão pelo esporte rodeio continuam entre 30 de abril e 3 de maio. Na arena, grandes competidores do Brasil disputarão o prêmio de R$ 50 mil na montaria em touro, além de mais R$ 30 mil entre os vencedores do team penning e três tambores.
Já no palco, sucessos de moda de viola, sertanejo raiz e sertanejo universitários estão garantidos por meio de vozes consagradas como Chitãozinho & Xororó e Cristiano Araújo (30/4 – véspera de feriado), Luan Santana (1/5), Guilherme & Santiago e Israel Novaes (2/5) e Jads & Jadson e Gusttavo Lima (3/5).
Acessos
A aquisição de ingressos diários e passaporte para os cinco dias do RRM pode ser feita na bilheteria do evento, ou antecipadamente, no Novo Shopping e na Chapelaria Garcia, e por meio dos sites www.yupingressos.com.br e nettickets.com.br.
Camarotes
Além da pista, o Ribeirão Rodeo Music disponibiliza espaços VIPs para curtir o evento: são os camarotes Brahma, Black Bull, familiares e corporativos.
O Camarote Brahma, uma das vistas privilegiadas para a festa, oferece open bar e open food, beauty center, customização de camisas. O acesso está sendo comercializado por meio do site www.totalacesso.com, no Espaço Ribeirão Rodeo Music, no Novo Shopping, e na loja Ophicina, no Shopping Iguatemi Ribeirão Preto.
O camarote Black Bull comercializará bebidas e alimentos e, para os amantes da boa balada sertaneja e eletrônica, haverá apresentação de DJs no final de cada atração principal do RRM. O acesso está à venda nos sites www.yupingressos.com.br, nettickets.com.br, e na Chapelaria Garcia e no Novo Shopping.
Já os camarotes familiares e empresariais são especialmente projetados para famílias, grupos de amigos ou para marcas dispostas a investir em marketing de relacionamento. A venda é feita por meio do telefone (16) 3610-1632. Mais informações sobre estes espaços podem ser obtidas pelo e-mail contato@violashow.com.br.
Programação
Sábado (26/4): Jorge & Mateus
Quarta-feira (30/4): Cristiano Araújo e Chitãozinho & Xororó
Quinta-feira (1/5): Luan Santana
Sexta-feira (2/5): Israel Novaes e Guilherme & Santiago
Sábado (3/5): Gusttavo Lima e Jads & Jadson
Ribeirão Rodeo Music - 10ª edição
Data: 26 de abril, e de 30 de abril a 3 de maio
Local: Parque Permanente de Exposições de Ribeirão Preto (Av. Orestes Lopes de Camargo, s/n. Jardim Jóquei Clube)
Valores: os ingressos individuais custam R$ 40 (dia 26) e R$ 35 (de 30 de abril a 3 de maio). Passaporte para os cinco dias: R$ 85. Esses valores são válidos apenas com a doação de 1kg de alimento não perecível, que deve ser entregue junto com o ingresso, na entrada do evento. Os preços estão sujeitos à alteração, sem aviso prévio.
Mais informações: www.ribeiraorodeomusic.com.br
Legenda: Público no RRM: evento completa dez anos, com rodeio e apresentação de uma das maiores duplas da música sertaneja atual - Divulgação