Páginas

sábado, 22 de março de 2014

Varizes Pélvicas

Dores no abdômen, próximo ao útero e da bexiga, sensação de peso nas pernas antes da menstruação, cólica forte, incômodos durante e após as relações sexuais- estima-se que 20% das queixas das mulheres em consultas ginecológicas, estão relacionadas a estes sintomas.

Devido a dificuldade no diagnóstico, esse quadro de desconforto pélvico pode prolongar por meses ou anos, escondendo uma disfunção ainda pouco conhecida, mas que trás uma diminuição significativa na qualidade de vida na mulher – as varizes pélvicas.

"As varizes pélvicas são veias dilatadas, como as que ocorrem nas pernas, mas localizadas dentro do abdômen, próximas aos órgãos pélvicos como o útero, os ovários e a bexiga", explica o médico cirurgião vascular do Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG), Dr. Marcio Miyamotto.

O problema é causado principalmente em mulheres com antecedente de duas ou mais gestações. Isso acontece porque durante este período ocorre uma sobrecarga hídrica nas veias ovarianas, provocando lesões nas válvulas e a dilatação de vasos sanguíneos.

A presença das varizes provocam sintomas como dor ou desconforto pélvico – na parte baixa do abdômen, e com sensação de peso. A dor inicia dias antes do período menstrual e passa quando vem a menstruação. E pode também piorar no final do dia ou após longos períodos em pé. "Pela proximidade com a bexiga, as varizes pélvicas podem inclusive acarretar sintomas que podem confundir-se com infecções urinárias", relata o médico.

Diagnóstico e Tratamento – Quando existe a suspeita, exames complementares devem ser realizados para confirmar a presença das varizes pélvicas e também investigar a sua causa. A investigação pode ser realizada através de ultrassonografia, ecodoppler, tomografia computadorizada, ressonância magnética e flebografia.

Após a avaliação completa de cada caso, é definida a sequência lógica de tratamento realizada através de técnicas minimamente invasivas - sem a necessidade de incisões (cortes). O tratamento utiliza técnicas avançadas de cateterismo. "Através de uma simples punção, é possível realizar o tratamento das varizes pélvicas por meio de embolizações e também tratar a causa das varizes com a utilização de stents vasculares", explica o médico.

O período de recuperação da cirurgia é rápido, já que é realizado sem a necessidade de incisões e sob anestesia leve. Os benefícios são visíveis em poucos dias com alívio muito importante dos sintomas na grande maioria dos casos. "Para que tenhamos um resultado adequado é imprescindível uma avaliação completa e acompanhamento com o ginecologista para descartar outras causas possíveis de dor pélvica crônica", orienta o especialista.

Apesar de existirem poucas complicações relacionadas a essa modalidade de tratamento minimamente invasiva, algumas podem ser graves, portanto a mesma deve ser realizada por cirurgiões vasculares e endovasculares devidamente titulados e capacitados.

Cras de Urânia homenageia Grupo da 3ª Idade


No dia 26 de fevereiro o Centro de Referência da Assistência Social – CRAS de Urânia, localizado à avenida Aleixo Pigari nº 644, centro, em parceria com a Prefeitura Municipal e apoio do Fundo Social Municipal de Solidariedade, realizou um trabalho especial com o Grupo da 3ª Idade no Centro Comunitário em comemoração ao dia do Idoso comemorado no dia 27 de fevereiro. O encontro contou com a participação da psicóloga Vânia Soares da Cruz, educador físico Nilson Cesar Vieira e a equipe técnica do CRAS: assistentes social Fabricia R.M. de Oliveira e Rosilene Bogaz Rodrigues de Oliveira, psicóloga Josiani de Cássia Moreira Gimenes e Silvana Kamimura, do administrativo.

Contou ainda com a participação de 41 Idosas e a presença da primeira-dama Marinete Munhoz Borges Saracuza. Foi uma tarde de descontração, onde as idosas participaram de gincanas, dinâmicas de grupo, dançaram e receberam homenagem em comemoração ao seu dia. 

CRAS – O ano de 2013 foi um ano de muito trabalho para a equipe do CRAS de Urânia. Além dos grupos e  trabalho com as famílias dos Programas Bolsa família, Renda Cidadã e Ação Jovem, foram realizados em parceria com a Prefeitura Municipal diversos cursos, tais como :  Cuidador de Idosos, Patwork, derivados do leite, gestante, corte e costura, estética, cabeleireiro ..... E este ano de 2014 não está sendo diferente, estão previstos cursos de Secretária Doméstica, Espaço Cultural (fanfarra, hip hop), Espaço da beleza (maquiagem e estética), Corte e costura, Culinária (módulos salgados e doces), Gestante (pintura em fralda) e Oficina do Artesanato (artesanatos em gerais, macramé, sianinha, pintura).

Assim como nos outros anos, o público será comunicado do início dos cursos através de carro de som e matéria no site e jornal. Horário de Funcionamento: Segunda a sexta-feira das 8h às 16h.


O delegado de polícia Altair Ramos Leon, da Delegacia Seccional de Polícia de Jales, neste sábado, 22 de março, está recebendo os cumprimentos de familiares e amigos por mais um aniversário

Festa para o professor Neto


















No dia 13 de março, o José Lafaiete de Oliveira Gonçalves, o prof° Neto, festejou seus 70 anos e, na rancho da família no bairro Guanabara, em Três Fronteiras. Para tanto, familiares organizaram uma festa para comemorar seu aniversário. Amigos também estiveram presentes para abraçar o prof° Neto.

Fatec Jales oferece minicurso de Marketing Pessoal


 
 Nos dias 8 e 15 de março, a Fatec Jales, em parceria com a Fatec Júnior, ofereceu o minicurso de Marketing Pessoal a alunos da instituição e também à comunidade, o que levou à formação de um grande público, superando as expectativas.  O minicurso abordou plenamente os fatores necessários para a valorização da imagem pessoal e profissional, questões de extrema importância para o mercado de trabalho. Foi ministrado pelo Prof. Me. Edy Carlos Santos Lima, professor e administrador de empresas que atualmente cursa doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional.
Esse é um exemplo de trabalho que a faculdade oferece constantemente à comunidade externa, mostrando seu engajamento em questões sociais.

Parabéns a vocês


Simone Cristina Robeti, na foto com o esposo Rivelino e o filho Lucas, festeja nesse domingo, 23 de março, mais um aniversário

Casos de dengue caem 80% no primeiro bimestre de 2014

O número de casos por dengue teve queda de 80% na comparação do primeiro bimestre deste ano com o mesmo período do ano passado. O Ministério da Saúde registrou 87 mil notificações entre janeiro e fevereiro de 2014, contra 427 mil no mesmo período de 2013. A queda também foi observada em relação às ocorrências graves (84%) e óbitos (95%). Apesar da redução expressiva, o Ministério da Saúde ressalta a importância de manter-se o alerta e a necessidade de dar continuidade das ações preventivas.


Um balanço de casos da dengue foi apresentado nesta terça-feira, 18 de março, em Brasília. Na ocasião, o Ministério da Saúde divulgou também o novo Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) - Mapa da Dengue, realizado em 1.459 municípios – 48% a mais de municípios do que a edição de 2013. O levantamento atual revela que 321 cidades brasileiras estão em situação de risco, 725 em situação de alerta e 413 em situação considerada satisfatória. O percentual de municípios identificados em situação de risco foi de 22% em 2014. No mesmo período de 2013, o índice era de 27%.

Municípios IIP
 
Turmalina 0,3
Santa Clara D’oeste 3,4
Santa Fé do Sul 1,3
Santa Albertina 0,2
Palmeira D’oeste 0,3
Jales 1,0
Dolcinópolis 0,0


Para o ministro Arthur Chioro, apesar da redução nos números da dengue – resultado do esforço conjunto da população e dos governos municipais, estaduais e do Ministério da Saúde – é preciso manter as ações de prevenção. "Nós não podemos baixar a guarda. Não é porque estamos conseguindo, ainda que parcialmente, um excelente resultado em relação à dengue que deixaremos de nos preocupar nos próximos meses ou anos. Portanto, temos que continuar com esse esforço contínuo da sociedade e do poder público para garantir a segurança e saúde da população", ressaltou.

Casos - Todas as regiões do país reduziram o número de casos no primeiro bimestre de 2014. A região Sudeste obteve a maior redução, passou de 232,5 mil notificações em 2013 para 36,9 mil este ano.

Ações – As ações do Ministério da Saúde – realizadas em conjunto com estados e municípios – contribuíram para a redução nos números da dengue. Em novembro de 2013, o Ministério da Saúde dobrou o recurso adicional enviado para incrementar medidas de vigilância, prevenção e controle da doença. Ao todo, foram repassados R$ 363,4 milhões – 110% a mais do que em 2012. Além do repasse de recursos, o Ministério da Saúde tem ampliado o atendimento na Atenção Básica ao paciente com dengue, o que impacta na redução gradativa dos casos graves e óbitos.

Outra ação em expansão para combate à doença é o crescimento dos municípios participantes do Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) - Mapa da Dengue. Entre janeiro e fevereiro de 2014, 1.459 municípios fizeram parte da pesquisa, o que significa um aumento de 48% em relação ao mesmo período de 2013, quando 983 cidades participaram do levantamento.

LIRAa - O levantamento é considerado um instrumento fundamental para orientar as ações de controle da dengue, o que possibilita aos gestores locais de saúde anteciparem as ações de prevenção. O levantamento é promovido em parceria com as secretarias municipais de saúde. Os municípios classificados como de risco apresentam larvas do mosquito em mais de 4% dos imóveis pesquisados. É considerado estado de alerta locais em que os imóveis pesquisados possuem larvas do mosquito entre 1% e 3,9%, sendo índice satisfatório nos locais abaixo de 1% de larvas do Aedes aegypti.

Além de mostrar o local com maior incidência, o mapa da dengue também revela o depósito de água onde foi encontrado o maior número de focos de mosquito. Os criadouros predominantes diferem de acordo com as regiões analisadas.

Além do reforço na orientação à população, o Ministério da Saúde adquiriu 100 toneladas de larvicida, 227 mil litros de adulticida e 10,4 mil kits diagnósticos, que estão sendo enviados aos municípios. Para os profissionais, estão sendo distribuídos guias de classificação de risco e tratamento, além de capacitações por meio da Universidade Aberta do SUS (UnaSUS).

Cuidados - Aos primeiros sintomas da dengue (febre, dor de cabeça, dores nas articulações e no fundo dos olhos), a recomendação do Ministério da Saúde é procurar o serviço de saúde mais próximo e não se automedicar. Quem usa remédio por conta própria pode mascarar sintomas e, com isso, dificultar o diagnóstico.

Para diminuir a proliferação do mosquito, é importante que a população verifique o adequado armazenamento de água, o acondicionamento do lixo e a eliminação de todos os recipientes sem uso que possam acumular água e virar criadouros do mosquito. Além disso, é essencial cobrar o mesmo cuidado do gestor local com os ambientes públicos, como o recolhimento regular de lixo nas vias, a limpeza de terrenos baldios, praças, cemitérios e borracharias.

Experiência profissional no cuidado com a vida




 
Na segunda-feira, 17 de março, os estágios supervisionados dos cursos de Estética e Cosmética e Fisioterapia da Unijales, iniciaram suas atividades com atendimentos ao público.

O curso superior de Tecnologia em Estética e Cosmética oferece diversos serviços voltados a saúde e aos cuidados pessoais, a preços acessíveis, bem como limpeza de pele, peeling de cristal, peeling de diamante, lifting, hidratação e higienização, na área facial e massagem modeladora, drenagem linfática, massagem com aparelhos e massagem relaxante, na área corporal.

Todos os procedimentos são realizados por alunos do último semestre do curso, supervisionados por professores e profissionais.

Para os tratamentos, é cobrado uma taxa simbólica de custo, de manutenção de produtos e materiais, já que o objetivo da atividade é preparar o aluno em diversas habilidades e tratamentos aplicados da área da Estética, que fazem parte do componente curricular específico e obrigatório do curso.

Todos os procedimentos são feitos de segunda, terça, quinta e sábado, das 8h às 15h30.

Já o curso de Fisioterapia, através da Clínica Escola Ivoni Soler, desenvolve um trabalho eficiente junto à comunidade, com atendimentos Neurológicos (adulto e infantil), Ortopédicos, Traumatológicos e Reumatológico (adulto e infantil).

Os tratamentos são feitos de segunda à quinta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h. Na sexta-feira todos os tratamentos são realizados por profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), gratuitamente.

A Unijales continua investindo no ensino e formação de seus profissionais. Todo o conteúdo visto em sala de aula, está sendo colocado em prática na Clínica de Estética e Cosmética e na Clínica Escola Ivoni Soler, de Fisioterapia.

Os interessados em agendar suas avaliações para Estética e Fisioterapia podem entrar em contato através do telefone (17) 3622-1620

Prefeito Cristovão Masson, nascido em Jales, é "Cidadão Mato-grossense"

 
O prefeito de Nova Olímpia, Cristovão (a esquerda na foto)  recebeu em 25 de outubro do ano passado, a mais alta honraria do Estado de Mato Grosso: o título de "Cidadão Mato-grossense".   Natural de Jales (SP), o prefeito de Nova Olímpia nasceu em 6 de abril de 1954, filho de Ângelo Masson e Rosa Prioto Masson. É agropecuarista, casado com Selma Aragoso Masson e pai de Magson e Magda Aragoso Masson e reside em Nova Olímpia há 49 anos.
Eleito para sua primeira gestão de prefeito pelo Partido Progressista-PP, obteve nas urnas 61,13% dos votos válidos nas eleições de 7 de outubro de 2012, o que equivale a 5.750 votos.
A cerimônia de entrega aconteceu no plenário das deliberações "Deputado Renê Barbour" da Assembleia Legislativa do Estado.
Presidida pelo deputado Wagner Ramos (PR), autor da indicação, a cerimônia festiva também agraciou outras personalidades da região, como empresários, políticos e pioneiros.
"Homenagear essas personalidades e o exemplo que vêm dando a todos os mato-grossenses é reverenciar também a visão de futuro, a abnegação e a força de trabalho dos nossos cidadãos, e a relevância dos pequenos, médios e grandes empreendimentos para uma sociedade. São qualidades que, certamente, contribuem de forma significativa para o crescimento de Mato Grosso", disse Wagner Ramos, durante a solenidade.
Ainda segundo Ramos, a prerrogativa para escolha do nome do prefeito de Nova Olímpia começa pelos relevantes serviços prestados ao Estado e pelo reconhecimento notório da população dessa cidade. "É uma justa homenagem reconhecer a dedicação do cidadão Cristovão Masson como empresário e agora como político, que, direta ou indiretamente, contribui com o crescimento econômico e social do Estado", salientou o parlamentar.
"Quero de agradecer a generosa distinção. Saio daqui mais honrado, e ainda mais comprometido com Mato Grosso. É uma honra receber o Título de Cidadão Mato-grossense. Muito obrigado", agradeceu Cristovão.

Acordo entre Unimed, Prefeitura e BX Eventos garante três anos de FACIP

Graças a um acordo firmado na tarde da segunda-feira, entre a UNIMED- Cooperativa de Trabalho Médico, Prefeitura de Jales e BX Eventos, o recinto de exposições Vereador Juvenal Giraldelli está liberado e a 44ª FACIP está confirmadíssima para os dias 10 a 15 de abril. Nos dias 5, 9 e 16 serão realizadas a inauguração da boite Armazém, culto ecumênico e abertura do parque de diversões, respectivamente.

Mais do que isso, o acordo firmado garante a realização da maior e mais tradicional festa de Jales para os anos de 2014, 2015 e 2016, promovida pela empresa de Osvaldo Costa Junior, o Bixiga. "O acordo foi firmado e temos três anos de festa pela frente. Tenho certeza de que, com o apoio de toda a população de Jales e região, que sempre prestigiou nosso evento, a FACIP será um sucesso", garantiu o empresário.
Durante a reunião ficou decidido que em cumprimento ao Termo de Ajuste ao Contrato de Comodato, a Prefeitura se compromete em cumprir algumas solicitações feitas pela Cooperativa de Trabalho Médico – Unimed, para garantir a segurança dos usuários que frequentarem o recinto de exposições.
"A população de Jales e nossos visitantes podem esperar uma grandiosa FACIP esse ano, com shows de primeira grandeza, rodeio de qualidade, praça de alimentação, boite Armazem, grandes expositores da indústria, comércio e agropecuária, e uma infinidade de outras atrações. E já adianto que em 2015 e 2016 também teremos FACIPs que ficarão registradas na história de Jales", disse Bixiga.
A 44ª FACIP terá início no dia 05 de abril com a inauguração da Boite Armazém Itinerante e no dia 9 acontece um culto ecumênico no Recinto de Exposições. A programação artística começa no 10 de abril com o show da dupla Bruno & Marrone e segue com shows de Cristiano Araújo (dia11), Luan Santana (12), Trio Brasil (13), Munhoz & Mariano (14) e Marcos Paulo & Rulian, de portões abertos, no dia 15. NO dia 16 o parque de diversões Vitinho Park abrirá normalmente.

EDITAIS DE PROCLAMAS

Ademir de Mattis, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

MARCOS PESSOPANE DOS SANTOS e ANA FLÁVIA MACHADO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 10 de outubro de 1.986, mecânico de hidraulico, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Damasio João dos Santos e de Ivonete Pessopane dos Santos. ELA, natural de Dolcinópolis, deste Estado, nascida aos 24 de fevereiro de 1.993, cuidadora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Orivaldo Machado e de Ana Maria Sant’Ana.

JEFE RODRIGO SILVA DA MACENA e GISLAINE DA SILVA LEAL. ELE, natural de São Paulo, deste Estado, nascido aos 19 de setembro de 1.979, auxiliar de carga e descarga, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Jurandi Nascimento da Macena e de Maria da Silva da Macena. ELA, natural de Votuporanga, deste Estado, nascida aos 28 de janeiro de 1.975, monitora de transporte escolar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Alvino Leal e de Maria da Paz Silva Leal.

RENAN WILLIAN DE SOUZA e GIANNYNE NEO DE CARVALHO SANTOS. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 10 de outubro de 1.993, estudante, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Jezuel Pires de Souza e de Genersi Coelho Azevedo de Souza. ELA, natural de São José do Rio Preto, deste Estado, nascida aos 13 de março de 1.997, estudante, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Eder Ulisses Rodrigues dos Santos e de Gesilaine Neo de Carvalho dos Santos.

JORGE LUÍS DAS VIRGENS e NATIELE PRISCILA DA SILVA. ELE, natural de São José do Rio Preto, deste Estado, nascido aos 10 de dezembro de 1.992, pintor, solteiro, residente e domiciliado em São José do Rio Preto, filho de Jorge Matos das Virgens e de Andrea Cristiane Veronei das Virgens. ELA, natural de Jales, nascida aos 07 de agosto de 1.996, operadora de caixa, solteira, residente e domiciliada em São José do Rio Preto, filha de Dirceu Bento da Silva e de Adriana Evaristo da Silva. Cópia recebida do Oficial de Registro Civil de Engenheiro Schimidt – SP, onde se processa o casamento.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial


Bolsistas da Frente de Trabalho em Urânia recebem certificados dia 28

Na sexta-feira, 28 de março, as 9 horas, encerrar-se-á o curso de Recepção em Atendimento dos bolsistas que estão inclusos na Frente de Trabalho, realizado pela Secretaria de Relações do Trabalho e Emprego junto com a Secretaria Municipal de Assistência e com o apoio da Prefeitura Municipal de Urânia. Os bolsitas vão receber os certificados.
A partir do mês de maio, estará aberta mais 50 vagas de trabalho com cursos de qualificação profissional.
O Programa Emergencial de Auxílio-Desemprego, que foi criado em 08/06/1999 e também é conhecido como Frente de Trabalho, proporciona qualificação profissional e renda para cidadãos que estão desempregados e em situação de alta vulnerabilidade social. Isso é feito por meio de atividades como limpeza, conservação e manutenção de órgãos públicos estaduais e municipais.
O bolsista da Frente de Trabalho permanece no programa por até nove meses, com jornada de atividades de até seis horas diárias, quatro dias por semana. No quinto dia, ele faz um curso de qualificação profissional ou alfabetização.
A participação no programa não representa vínculo empregatício, já que tem caráter assistencial e de formação profissional.
Os participantes prestam serviços de interesse local (quatro dias da semana – 6h/dia) e frequentam o curso de qualificação profissional, um dia por semana. São 150 horas de capacitação

Programa gera economia de energia elétrica em prédios públicos em Urânia


A Elektro investiu mais de R$ 28 mil em projetos de Eficientização Energética de Prédios Públicos de Urânia. A expectativa da concessionária é que estes prédios passem a economizar 37,28 MWh por ano – quantidade de energia suficiente para abastecer 37 residências por mês durante um ano (famílias com cinco pessoas e com um consumo médio de 155 kWh/mês).
A concessionária realizou obras de melhorias no sistema de iluminação por meio da substituição de lâmpadas, luminárias e reatores em 3 instituições públicas: EMEIF Pinguinho de Gente; EMEIF José Pigari e Centro de Saúde, reduzindo o consumo de energia e proporcionando maior bem-estar aos usuários. Com a conclusão das obras, a Elektro estima que o consumo de energia elétrica nos prédios diminua 15%, em média.
Conforme determinado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a distribuidora investe 0,5% de sua receita operacional líquida em projetos de Eficientização Energética para promover o uso racional de energia elétrica nas comunidades onde atua.

Santa Casa de Jales recebe recursos para cuusteio


 
O deputado estadual Hamilton Pereira visitou a Santa Casa de Jales na sexta-feira, 14 de março, para informar a destinação de emenda parlamentar no valor de R$ 200 mil para custeio.
No hospital, o parlamentar foi recebido pelo provedor, José Pedro Venturini, pela gerente de Serviços Sociais e Captação de Recursos e Projetos, Adriana Mariano dos Santos, administrador hospitalar César Rúbio, Cristiane Fachola, Toninho Cruz, José Luiz Socorro e pela assessora de imprensa, Vívian Curitiba.
Na oportunidade, o deputado parabenizou os funcionários pelo trabalho realizado na entidade. "Pudemos verificar que a Santa Casa de Jales foge à regra das demais, que infelizmente sofreram um sucateamento no Estado de São Paulo", comentou.
Durante a visita o deputado esteve acompanhado do coordenador da Macrorregião Noroeste do PT, Antônio Carlos Nogueira, o Cacaio, o presidente do PT local, Luis Especiato e pelo vice-presidente do PT, Hilton Marques. "Em nome da Santa Casa de Jales e de nossos pacientes, agradeço ao deputado pela destinação do recurso. É importante para nós termos parceiros assim, que se preocupam com a manutenção do hospital", disse Venturini.~
Ultrassom – A Santa Casa de Jales acaba de adquirir um novo e moderno aparelho de ultrassom para atender com excelência e maior rapidez aos pacientes de Jales e região.
O aparelho foi adquirido pelo hospital no valor de R$ 73 mil. A aquisição foi possível graças ao apoio da população que já adquiriu os ingressos para o show beneficente do cantor Daniel que será realizado no dia 23 de outubro em prol da Santa Casa.

O aparelho deverá ser instalado para uso nos próximos dias e estará à disposição dos usuários. "É mais uma grande aquisição do hospital que conta sempre com a ajuda da comunidade para realizações como esta, que trazem tantos benefícios à saúde de todos", comentou o provedor, José Pedro Venturini.
O antigo aparelho de ultrassom também passou por uma reformulação completa, diversas peças foram trocadas e já funcionam em perfeito estado. Lembrando que um novo aparelho de tomografia computadorizada também já foi comprado no valor de R$ 800 mil e em breve estará à disposição dos pacientes.

Corrupção: vergonha nacional

Por Cícero Costa Ferro e  Alisson Maxwell Ferreira de Andrade
 
Hoje em dia, são muitas as pessoas que correlacionam a palavra "corrupção" ao crime, ao roubo de dinheiro público e às falcatruas praticadas por políticos.  Mas, o que é corrupção? Segundo o dicionário Aurélio corrupção é: "ato ou efeito de se corromper, decomposição, devassidão, depravação, suborno".
A corrupção no Brasil existe desde o Império. Corresponde ao uso do poder público para proveito, promoção ou prestígio particular, ou em benefício de um grupo ou classe, de forma que constitua violação da lei ou de padrões de elevada conduta moral. Pesquisas apontam que o custo médio anual da corrupção no Brasil representa de 1,38% a 2,3% do Produto Interno Bruto (PIB), ou seja, gira em torno de R$ R$ 41,5 bilhões a R$ 69,1 bilhões em prejuízo aos cofres públicos. E, entre um grupo de 180 países, o Brasil ocupa a 75ª colocação no ranking da corrupção.
E, se essa prática viola a lei, está mais que comprovado que se trata de um "crime", isso porque quando se apoderam do que não lhes pertence entende-se que este gestor está furtando, usurpando para si vantagens que, com certeza, prejudica o bom funcionamento da máquina pública. Em consequencia, deixaria de ser aplicado os bens e serviços em prol do "bem-estar" da coletividade.
Contudo, o agente público deve ter a responsabilidade de bem desempenhar seu papel diante da sociedade, não se corrompendo e não se deixando corromper. Há quem já defende a ideia do crime de corrupção - quer seja ativa ou passiva - deve ser considerado crime "hediondo", ou seja, crimes mais graves, mais revoltantes, que causam maior aversão à coletividade. O Projeto de Lei nº 6616/2009 aprovado pelo Senado Federal, altera o Código Penal para aumentar a punição para corrupção ativa, tornando este tipo de crime hediondo, de maior gravidade, sendo punido com pena de 4 a 12 anos de reclusão, além de multa. Esta punição também é válida para corrupção passiva. Desta forma, quem sabe contribuiria para que sejam inibidas outras práticas nocivas à sociedade. Atualmente o exemplo clássico é o caso do "mensalão", que envergonhou a política brasileira nos últimos tempos.
A Revista Veja (edição de 24/04/2013) apresentou um levantamento realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que mostra que cerca de 2918 processos penais envolvendo crimes de corrução, lavagem de dinheiro e improbidade administrativa prescreveram nos tribunais brasileiros em 2010 e 2011 antes mesmo de serem julgados e, portanto, não resultaram em punições. Outro dado mostra que cerca de 98,5% das prescrições ocorreram nos tribunais de justiça estaduais do Maranhão e de Roraima. Os demais casos aconteceram em outros setes estados, entre eles, Goiás e São Paulo. Cerca de 75% dos processos envolvendo esse tipo de crime e apresentados à Justiça Estadual não foram julgados e 50% na Justiça Federal.  Apenas 205 condenações definitivas foram dadas no país em 2002, a acusados desses crimes.
Portanto, conclui-se que a corrupção, quer seja ativa ou passiva, se constitui crime, e que deveria ser punido com prisão e perda do cargo público, o agente que porventura seja comprovado seu envolvimento em ato ilícito de corrupção, além da devolução dos valores que deram origem aos prejuízos causados à Administração pública.
Encerra-se com a frase do Barão de Montesquieu (Escritor e filósofo francês): "A corrupção dos governantes quase sempre começa com a corrupção dos seus princípios". 
Cícero Costa Ferro, Acadêmico de Administração Pública da UFAL - Câmpus de Arapiraca. E-mail: cicero.cferro@hotmail.com
Alisson Maxwell Ferreira de Andrade, Professor do Curso de Administração da UFMS – Campus de Três Lagoas. E-mail: alissona@fearp.usp.br
 

E. E. José Nogueira de Souza participa de dois eventos em Vitória Brasil

Dentro da programação de aniversário de fundação da cidade de Vitória Brasil, a E.E. José Nogueira de Souza, participou de eventos envolvendo várias atividades.

No sábado, 15 de março, no período da manhã, foi realizada a Gincana da Matemática, objetivo da gincana de matemática é de assimilar conteúdos de forma lúdica, onde os alunos possam aprender brincando, além da participação dos pais também jogando junto com os filhos . Todas as séries foram envolvidas do ensino fundamental e médio, envolvendo equipe gestão PCNPs, professores, alunos e pais.

No período da tarde, as atividades teve teatro, brincadeiras diversas como dança da laranja, dança da cadeira envolvendo pais, Escola Estadual/Programa Escola da Família/ E. M. Pedro Strabelli e Prefeitura Municipal, CRAS, Conselho Tutelar e Secretarias Municipais, teve como tema: Família, e os alunos que fazem parte do Ação Jovem, com palestras sobre drogas, dengue e bullying, com profissionais da saúde. Para finalizar o evento, distribuição de sorvetes para todos.

No domingo, 16 de março, com saída às 11 horas, aconteceu a tão esperada cavalgada com a participação de mil cavaleiros e amazonas envolvendo varias comitivas de toda a região, saiu defronte ao Auto Posto Modelinho percorrendo a via de acesso e várias ruas da cidade com parada na Praça da Matriz, onde foi feita a premiação aos participantes, com encerramento no Centro Comunitário com um almoço preparado pelas funcionárias municipais Iraci, Ednéia e Noemia, elogiado por todos os participantes.






A E. E. José Nogueira de Souza, juntamente com o Programa Escola da Família esteve presente, prestigiando o evento, que teve como tema a Copa do Mundo. Todos estavam de verde e amarelo.

Dizer adeus

*Flávio Carvalho

Como é difícil dizer adeus!
Dói muito separar de pessoas que você gosta. Deixar para trás amigos, alunos, pessoas que a gente nutre o maior carinho, é mesmo muito difícil.
Vivemos correndo, trabalhando mais do que deveríamos, para podermos consumir mais do que precisamos. Não prestamos a atenção devida à nossos amigos, as pessoas que nos cercam, mas no momento de ir embora, de partir, sentimos a grande dor, e entendemos a força da amizade.
Precisamos se aproximar mais das pessoas, dar mais atenção, valorizar a amizade, celebrar os amigos, festejar mais, simplificar nossas vidas.
O tempo é cruel, não para, não espera, é implacável! Estamos envelhecendo, rapidamente, e não estamos aproveitando as coisas boas desta vida. Estamos ocupados demais pensando em conquistar coisas, ficar ricos, termos poder, e acabamos nos afastando dos amigos e das boas coisas da vida, que são as mais simples, singelas.
E quando partimos, entendemos o quanto dói se afastar daqueles que estimamos.
Quero todos ao meu lado para sempre!
Quero brincar mais, sorrir mais... quero muitos abraços, quero viver cercados de amigos, a todo instante. Mas não dá, a realidade é outra. Tenho que trabalhar, tenho que progredir. E o que é progredir? Ganhar mais dinheiro? Ser promovido? Comprar uma casa? Trocar de carro? Não! Progredir é ser mais feliz!
O que trás felicidade? É possível ser feliz a todo instante?
Difícil responder, mas com certeza posso afirmar, dói muito partir e deixar amigos para trás.
Vou conhecer novas pessoas, terei novos alunos, mas mesmo pensando assim não consigo apaziguar a minha dor.
Ter que partir e ter que se partir! È dividir se em pequenos pedaços. Você leva um pedacinho de cada um que gosta, e deixa vários pedacinhos com aqueles que gostam de você.
Vou partir deixando saudades, e sentindo saudades de muitas pessoas e de muitos momentos vividos com as mesmas.
Chorar alivia um pouco. Pensar nas novas possibilidades, produz um certo acalento. Ter a certeza que tudo dará certo, que estou indo para uma melhor, ajuda a aliviar a dor da saudade. Mas nada que faça, ou pense irá findar tal sentimento promovido pela saudade que já sinto.
Vou partir! Vou para uma nova empreitada que me fará crescer mais como ser humano. Vou conhecer novas pessoas, vou evoluir como profissional. Mas nada disso impede que eu sofra a dor da despedida.
Não sei dizer adeus sem sofrer! Mas quem sabe? Se despedir de quem gosta dói mesmo, dói muito mais que pensava, que queria. Mas tenho que partir. E vou, sofrendo pela despedida, mas vou. Preciso ir!
Mas fico feliz com minha dor, pois se estou sofrendo por me separar de pessoas, é porque pessoas me amam também. Se deixei pessoas tristes com minha partida, sou amado, e se sou amado, tenho que ser feliz. E sou!
Eu vou! Adeus! Mas volto.
Flávio Rodrigo Masson Carvalho
– equilibriumtc@hotmail.com flaviopsicanalise@gmail.com

Um ano de Pontificado

D. Demétrio Valentini

Já foram feitas muitas análises do primeiro ano de pontificado do Papa Francisco. A intenção não é fazer aqui mais uma. Mas simplesmente conferir qual o novo panorama eclesial que resulta deste primeiro ano com o Papa Francisco.

Olhando a partir deste primeiro aniversário, as propostas do Papa Francisco vão se definindo. Ele conseguiu retomar o impulso de renovação da Igreja, levantado pelo Concílio, e agora direcionado por algumas iniciativas renovadoras, ainda claramente muito tímidas.

Uma das atitudes do novo Papa, foi pedir que todos rezassem por ele. Agora, no seu primeiro aniversário de papa, ele volta a insistir na mesma tecla.

Aos poucos vai ficando claro qual o motivo desta insistência. Não é só porque, como todos nós, ele também precisa da graça de Deus para cumprir sua missão. Mas certamente é também porque ele se dá conta do desafio que assumiu, de retomar o processo de renovação da Igreja, com todas as implicações que isto suscita.

Na verdade, são tantas as frentes que se abrem quando se trata de mudar a Igreja, para que ela esteja mais de acordo com o Evangelho de Cristo e próxima ao homem de hoje.

Ninguém se atreve a mudar a Igreja, sem contar com o apoio da própria Igreja!

Por isto, o Papa Francisco, que conseguiu "capitalizar" tanta admiração e tantas adesões, esclareceu logo que a grande reforma precisa ter como sujeito a própria Igreja, como povo de Deus que assume sua missão de viver o Evangelho, e testemunhá-lo para os outros.

Portanto, é uma tarefa de todos.

A "nova evangelização" não se faz por um gesto isolado de alguém, mesmo que seja um papa iluminado e decidido. Não se repete mais a cena de Davi e Golias. Daquela vez, o gigante Golias foi surpreendido pela pedra arremessada pelo jovem Davi. Por sua façanha, Davi foi muito aplaudido pelo povo.

Hoje não se repetem mais tais proezas. Mesmo que surja um outro Davi, hoje os Golias usam capacete. E o que é mais complicado, os Golias mudaram de lado, incorporaram as velhas estruturas eclesiais, que oferecem as mais duras resistências às urgentes reformas de que a Igreja necessita.

Para não se sentir sozinho nesta grande empreitada, o Papa Francisco propõe uma ampla "conversão pastoral".

Esta conversão pastoral tem sua dinâmica mais forte na proposta de uma "Igreja de portas abertas", não só para acolher os que ainda a procuram mas sobretudo para sair ao encontro dos outros, tornando-se uma Igreja mais missionária.

Temos que reconhecer que não é fácil fazer esta "conversão pastoral". Certamente, ela não consistirá em aumentar as atividades pastorais, mas em dar-lhe um espírito diferente, de mais abertura missionária e de proximidade com o povo.

Nestes dias temos pela frente a celebração da Páscoa, a festa anual da renovação da vida. Mas temos também pela frente a "conversão pastoral", para a qual o Papa nos convida com insistência.

FOLHAGERAL:Estamos no outono,

 a estação das "folhas caídas" que, infelizmente, em Jales poucas delas vão estar pelo chão das ruas da cidade.
A Prefeitura
Municipal de Jales não emitiu nota oficial sobre o corte drástico das árvores na avenida João Amadeu. Falou-se apenas que era para melhorar, futuramente (será preciso esperar a nova folhagem das árvores) o paisagem urbana da cidade. O morador com árvore à frente do imóvel não pode fazer uma poda drástica sob pena de incorrer em crime ambiental.
As cidades
grandes, médias e pequenas por todo o Brasil estão em campanha para evitar o corte drástico das árvores. Em Jales, faz-se o contrário. Infelizmente.
 
Na votação
do requerimento protocolado pelo cidadão Lauro Gonçalves Leite de Figueiredo, pedindo apuração de possível infração política administrativa da prefeita Nice Mistilides, três vereadores se absteram em votar.

Os vereadores .

Claudir Aranda da Silva (PDT), Nivaldo Batista Tiquinho de Oliveira (DEM) e Sérgio Yoshimi Nishimoto (PTB) preferiram se esconder atrás da palavra abstenção, ao invés de assumiram a favor ou contra o requerimento. 
Causou
estranheza o vereador Nishimoto aceitar após sorteio, assumir a presidência da Comissão Processante, se não votou. O bom senso seria não aceitar a indicação.
Adivinhem
o que vai acontecer com Nishimoto e André Macetão (relator) na Comissão Processante. O vereador Júnior Rodrigues (vice-presidente) é oposição, mas...
Segundo
consta do site da Secretaria de Estado da Fazenda, foram repassados ao tesouro municipal de Jales, a importância de R$ 4.151.275,87 referente ao IPVA dos meses de janeiro e fevereiro deste ano. Em janeiro foram transferidos para a Prefeitura de Jales R$ 2.796.867,27 e, em fevereiro, a importância de R$ 1.354.4-7,60. Se o município estivesse sem dívidas e com as finanças em dia, esse valor daria para executar alguns milhares metros quadrados de recapeamento asfáltico.
Mesmo assim,
se houvesse vontade política por parte do Executivo, o dinheiro poderia ser usado para recape. O contribuinte que recolhe IPVA ficaria feliz e grato por não ver seu veículo estragando de tanto passar pelos buracos nas vias públicas.
O que
se levou anos para crescer, como as árvores da avenida João Amadeu, em poucas horas drasticamente foi efetuado o corte de seus galhos e suas folhagens.

A prefeita

Nice entrou por um labirinto político desgastante perante a opinião pública, em vista dos últimos acontecimentos e só se recuperará caso aconteça um fato político administrativo relevante. Como disse uma raposa lá no botequim da vila: "só se ela recapear todas as ruas da cidade que estão esburacadas".
Durante a semana
não se viu ou ouviu carro de som convocando a população – como aconteceu na segunda-feira para comparecer à Câmara, quando os vereadores votariam um requerimento pedindo para apurar possível infração cometida pela prefeita – para uma manifestação pública contra o corte drástico dos galhos e folhagem das árvores na avenida João Amadeu, Encheram a rede social de fotos mas não tiveram coragem de convocar a população para protestar contra essa barbárie.
Essa devassa
por mais que queiram dar explicações à população, merecia uma manifestação gigantesca por parte das pessoas que gostam de agitar. Vê-se que esse pessoal só quer o ar condicionado da Câmara Municipal, e nada de sol quente.
Segundo

comentários, o engenheiro Tadeu Calvoso, da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, teria levado uma reprimenda por ter questionado a poda drástica das árvores.

O PSDB
de Jales está mesmo desprestigiado. A deputada estadual Analice Fernandes convidou ex-prefeito Guedes Marques Pereira, de Pontalinda, tido como peemedebista, para coordenar a sua campanha a nível regional. E foi ela quem teria dado a ordem para o PSDB fechar coligação com o PTB em Jales.
Sob o viaduto
Edson Bitencourt na avenida João Amadeu dizem que está sendo construida uma rotatória com direito ao motorista retornar no sentido centro rodovia. Dizem que quem segue no sentido centro rodovia terá que aguardar no PARE, quem estiver saindo da rotatória. Nem o professor Pardal inventaria tanto para uma via de trânsito rápido de veículos.
A cada
dia que passa, a crença no sonho de ver a cidade diferente politicamente, administrada com carinho, funcionários acreditando em dias melhores e o povo feliz, vai se esvaindo. Estamos vivendo outros tempos. Tempos amargos que serão difíceis de se esquecer.
Perguntar não ofende:
Já existe uma data base para continuidade do corte drástico das árvores na cidade?".

Justiça: você conhece?

Renato Nalini

Justiça é um verbete polissêmico. O que significa isso? A polissemia representa uma porção de significados para a mesma palavra. Justiça é virtude, aliás a síntese de todas as virtudes. Justiça é a função atribuída ao Poder Judiciário de resolver os conflitos humanos. Justiça é também o equipamento estatal encarregado de atribuições variadas, desde a polícia, até o sistema carcerário. Todos têm uma noção sobre essa palavra. Só que o encontro mais frequente das pessoas com a Justiça, é exatamente com o seu contrário: é a experiência com a injustiça.

Toda pessoa, num certo momento da vida, se sente injustiçada. Não obteve o que esperava. Não teve seus méritos reconhecidos. Não houve reciprocidade de tratamento. Inventaram calúnias, injúrias ou difamações sobre ela. E há uma série de outras possibilidades de se machucar alguém. Não precisa ser ferimento físico, corporal. Ao contrário, a dor moral talvez seja mais forte. A sensação de ter sido lesado é sempre desconfortável. Reclama compensação. Daí para ingressar em juízo é um átimo.

O processo é a mais civilizada forma de solução de controvérsias. Nem por isso é a mais rápida, nem a mais simples, nem a menos dispendiosa. Ao contrário, um processo demora demais num modelo sofisticado de Judiciário que nós adotamos: cinco ramos de Justiça. Duas justiças chamadas "comuns", uma federal, outra estadual. O que implica em várias discussões sobre competência: quem vai decidir o que? Três justiças especiais: trabalhista, militar e eleitoral.

Além disso, temos 4 instâncias: o juiz decide na sua vara ou comarca, depois há recurso para o Tribunal, em seguida pode haver recurso especial para o Superior Tribunal de Justiça e, finalmente, para o Supremo Tribunal Federal. São quatro graus, com dezenas de possibilidades de reapreciação do mesmo tema, diante de um conjunto recursal bastante complexo.

O mais complicado é que grande parcela das decisões judiciais não chega a enfrentar o mérito. A questão de fundo. Aquele conflito que deu origem à ação. As respostas podem ser processuais, porque o Direito Processual adquiriu autonomia científica e, com isso, muita vez é considerado mais importante do que o próprio direito substancial.

Diante desse quadro, as pessoas precisam aprender a conversar para resolver com autonomia os seus problemas. Judicializar não é a solução. Conciliar sim. Quem consegue dialogar e encarar com vontade de solucionar os seus desentendimentos, vai chegar a um acordo que seja benéfico para todos os envolvidos. Já a entrega da questão para um inevitável ingresso em juízo pode não resolver inteiramente o problema. Vai demorar, vai demandar tempo e recursos financeiros e a resposta nem sempre é aquela que se espera.

O Judiciário há de ser reservado para as grandes questões. Todas aquelas que possam vir a ser resolvidas na mesa de diálogo não precisam ingressar em juízo. Até porque a sociedade é que sustenta o equipamento e se este for trivializado, utilizado para toda e qualquer questiúncula, não haverá República suficientemente provida de dinheiro para manter em funcionamento a máquina cujo crescimento tende ao infinito.

Conciliar é a melhor parada; litigar por qualquer motivo não está com nada!

José Renato Nalini é desembargador e presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

PALAVRAS DE CHICO XAVIER

Pergunta – Existe alguma maneira de uma pessoa desenvolver a sua mediunidade sem precisar freqüentar um Centro ou mesmo aprofundar-se na Doutrina?

Chico Xavier – Nós temos, por exemplo, o Esoterismo em determinadas doutrinas espiritualistas com processos semelhantes aos da Ioga, pelos quais a criatura se aperfeiçoa nas suas faculdades psíquicas e consegue ser, por exemplo, um intérprete do mundo espiritual sem as características do médium espírita-cristão propriamente considerado.
Mas nos moldes em que eu me vi na necessidade de encontrar um socorro para os meus problemas psicológicos e espirituais, não vejo outras entidades no momento capazes de, no ponto de vista popular, trazer para o nosso coração tanto benefício como um Centro Espírita Cristão, orientado com segurança por amigos de Cristo e de Allan Kardec capazes de ponderar as responsabilidades que eles assumem. De modo que eu me sinto uma pessoa feliz com o tratamento da mediunidade na estação em que trabalho e me encontro, mas, cada qual tem o seu próprio caminho.
Eu não desconheço que toda religião tenha os seus processos de apoio para a sublimação de seus adeptos e respeito todas elas.
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade
 da  "Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.



Agenda

Reginaldo Villazón

Levantar-se da cama, calçar os chinelos e dirigir-se ao banheiro são gestos da rotina de todas as manhãs. O dia começa ao mira-se o rosto no espelho, quando a consciência se desperta sobre si mesmo e sobre as tarefas que existem pela frente. Sem grandes reflexões, deseja-se que o dia seja bom e produtivo. Se não houver complicações, ótimo. Se todas as tarefas do dia forem cumpridas, melhor ainda. Assim, não haverá desgastes nem pendências a serem transferidas para outro dia.

Antes de sair de casa, abre-se a agenda. Destacam-se as prioridades e reserva-se espaço para as tarefas imprevistas. Isto é importante. Aquele palestrante de terno e gravata, especialista em "coaching" (treinamento) de administração do tempo, falou que é preciso usar agenda e destacar as prioridades. Ele deu outras dicas. É preciso manter o foco sobre a realização de cada tarefa, não se deixando influenciar por outros assuntos e acontecimentos. É preciso manter todos os materiais de trabalho bem organizados e de fácil acesso.

Antigamente, para justificar a importância do tempo, dizia-se "tempo é dinheiro". Hoje, muitas vezes o tempo vale mais do que dinheiro. O tempo que se consome nos percursos do trânsito e nas esperas das filas só aumenta. Apesar das novas tecnologias, o tempo livre se escasseia. Não dá mais para fazer muita coisa que se fazia antes. Além disso, as conquistas materiais tornaram a vida mais complicada. Até os relacionamentos pessoais são prejudicados. Por tudo isto, a agenda determina um corre-corre diário.

Sabe-se, na vida prática, que o tempo depende da velocidade. Para economizar tempo é preciso ser rápido. Este conceito sobre a medida do tempo é decisivo. Ainda, mais, porque se ouve dizer: "o passado já passou, o futuro não chegou, vive-se o presente". Então, é preciso viver o presente, agindo com velocidade para cumprir a agenda. Porém, o tempo também deve ser considerado na dinâmica das suas fases: passado, presente e futuro. Não é recomendável ser um bom cumpridor das tarefas diárias, sem outras considerações.

O Papa Francisco, ao completar o primeiro ano de pontificado neste mês de março, foi noticiado na imprensa católica italiana como um papa reformista. Com palavras claras, os redatores opinaram que o Papa deve olhar o passado e o futuro da Igreja para sintonizá-la com a realidade social presente. No futebol, o treinador Fernando Diniz surpreendeu ao estrear o jovem Grêmio Osasco Audax na elite do futebol paulista. Valorizando o bom futebol, pouco presente hoje nos campos brasileiros, ganhou respeito e elogios.

O mau exemplo é dado pelos políticos. O dia deles começa e termina em frente ao espelho do banheiro. Suas agendas não têm passado nem futuro. Diariamente, eles cumprem os protocolos e contornam crises que se repetem por vários governos. Se os bons exemplos devem ser seguidos, este mau exemplo deve ser evitado. Conhecimentos e experiências do passado devem inspirar atitudes presentes, assim como tendências e necessidades futuras devem inspirar providências hoje. É assim que se edifica a vida.

O que levou anos para crescer, foi ao chão em poucas horas

A poda drástica como a que ocorreu na avenida João Amadeu pela Prefeitura Municipal nesta semana, foi alvo de críticas. A árvore Oiti a esquerda, na calçada, não pode ser podada pela prefeitura ma sim pelo proprietário ou inquilino.
Se a poda for drástica, o responsável é enquadrado por crime ambiental.



sexta-feira, 21 de março de 2014

Show de Cidadania! Com criatividade agentes federais provam que protesto não precisa de greve

Em todo o país os policiais federais provaram hoje que protesto criativo e inteligente pode ser feito sem greve. Seguindo uma linha já adotada pelos agentes, escrivães e papiloscopistas, há vários meses, mais uma vez a manifestação conseguiu passar o seu recado para a população, sem gerar filas e mostrando o verdadeiro vilão da história: o governo federal.

Agente Federal no Aeroporto de Confins distribui pizzas para a população. (Foto Fernanda Carvalho / O Tempo)
Seguindo a linha de atos públicos, que podem se estender até o final do ano, houve manifestações na maioria dos estados, nas capitais e delegacias do interior. Há cinco anos sem nenhuma recomposição inflacionária dos seus salários, os agentes federais resolveram ampliar a discussão, para debater o antigo modelo de polícia, o controle político das investigações e o excesso de burocracia e falta de eficiência que desmotiva os profissionais.


Em Goiânia, agentes, escrivães e papiloscopistas protestam com vassouras contra a corrupção. (Foto Luisa Gomes / G1 - Globo)
Nesta quinta-feira, 20, quando se comemora o dia universal dos contadores de histórias, os sindicalistas da PF ironizaram os governantes que também contam fábulas para a população, e iniciaram uma agenda de vistorias sindicais para avaliar a segurança aeroportuária no Brasil. Nesta semana vão ser vistoriados os aeroportos das capitais dos estados de Rondônia, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Acre e Rio Grande do Sul.


No Galeão, os policiais protestaram junto ao Elefante Branco, mascote do movimento em todo o país. (Foto Djalma Oliveira / Extra-Globo)
Nas próximas semanas, novos atos públicos já estão em fase de planejamento, quando ocorrerão novas inspeções das condições de trabalho dos policiais federais. Em breve serão divulgados os resultados das vistorias realizadas, e os sindicatos pretendem ampliar as inspeções para outras áreas de fiscalização e investigações especiais da Polícia Federal.
 

quinta-feira, 20 de março de 2014

TCE dá prazo para ex-prefeito de Mesópolis explicar gastos com R$ 45 mil em medicamentos e materiais

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) assinou prazo de 30 dias para que o ex-prefeito de Mesópolis, na região de Jales, Otácio Cianci, além da Prefeitura explique os gastos de R$ 45.926,20.
O Tribunal de Contas do Estado (TCE) assinou prazo de 30 dias para que o ex-prefeito de Mesópolis, na região de Jales, Otácio Cianci, além da Prefeitura explique os gastos de R$ 45.926,20. Os valores foram repassados para a compra de medicamentos, materiais de enfermagem e cirúrgicos para o posto de saúde, no ano passado. A empresa vencedoa da licitação foi a Arnaldo dos Passos de Fernandópolis. Também terá de explicar os gastos de R$ 1,8 mil com a empresa contratada Cirúrgica Olímpio cujo fornecimento assistiu o posto de saúde sobre materiais de enfermagens e medicamentos (site Ethos Redação)


PREFEITA ANA BIM CONTRATA EX-VEREADOR MACETÃO, DE JALES, PARA CARGO DE ALTO ESCALÃO NA PREFEITURA DE FERNANDÓPOLIS


Prefeita Ana Bin e o ex-vereador Macetão 
Uma nova aquisição feita pela prefeita Ana Maria Matoso Bim deixou políticos indignados durante esta quarta-feira em Fernandópolis. A contratação escondida do novo diretor do CMTMO (Centro de Treinamento de Mão de Obras) de Fernandópolis caiu como bomba até na classe aliada da prefeita.
Luiz Henrique Viotto, o Macetão, recém-desligado da Prefeitura de Jales, assumiu cargo há mais de um mês e pode ser um fantasma na folha de pagamento da Prefeitura de Fernandópolis. O político que já foi presidente da Câmara de Jales é atual assessor do deputado Eleuses Paiva.
Segundo a própria base aliada da prefeita declarou que com a contratação de Macetão, Ana Bim passou dos limites já que a cidade precisa de profissionais capacitados em várias áreas e a falta de material humano já está atravancando setores do município.
Na sessão da Câmara de terça-feira o tema foi o atraso na entrega do projeto para abertura da marginal que dará acesso ao Parque Industrial 6, mas por falta de engenheiro a obra não deve sair este ano.
Para alguns, Ana Bim simplesmente coloca a culpa no MP e no Judiciário mencionando que havia sido proibida por eles a efetuar novas contratações, sempre colocando a culpa em alguém sem assumir a própria incompetência.
Faltando funcionários capacitados como engenheiros, nutricionistas, topógrafos, médicos, fisioterapeutas e enfermeiros, Ana Bim resolve contratar agente político de outra cidade para asumir como diretor do CMTMO e com salário satisfatório.
Essa atitude da prefeita mostra que ninguém que participou da sua eleição não tem capacidade para assumir cargos como este preenchido pelo ex-vereador de Jales, que por sinal, fez parte da base aliada da prefeita Eunice Mistilides e chegou a assumir cargo de gerente-administrativo do Consirj, mas deixou o órgão no final do ano passado. Ainda não há confirmação se ele pediu exoneração ou foi demitido.
Macetão sempre pegou carona nos assuntos de Fernandópolis e constantemente frequentava a Prefeitura e viajava com a prefeita Ana Bim. Em setembro de 2013, Macetão esteve na cidade para comemorar a vitória "da chefa" dele no TRE, como havia publicado o RN.
Publicado no site Região Noroeste, de Fernandópolis, nesta quinta-feira, 20 de março - Fo reproduzida do site.