Páginas

sábado, 1 de março de 2014

Justiça Federal determina reparos em escola infantil em Auriflama por construtora de Jales

A Justiça Federal determinou que a construtora Led Ltda. faça os reparos necessários em uma escola do município de Auriflama (SP) para que o prédio entre em funcionamento até o fim deste semestre letivo. A decisão atende a um pedido do Ministério Público Federal em Jales (MPF/SP). A obra, de responsabilidade da empresa, deveria ter sido concluída no início de 2011, mas só foi entregue em março de 2013, com diversos problemas.

Segundo a liminar, a Led tem sete dias para iniciar e 90 dias para concluir os ajustes no prédio da Escola Municipal de Educação Infantil Profª Maria Oliva Fagá Truffa. Se o prazo for descumprido, a construtora terá de pagar multa diária de R$ 1 mil, e a Prefeitura de Auriflama deverá contratar uma terceira empresa para o término dos reparos, sob custeio da Led.

O juiz federal Fabiano Lopes Carraro ordenou também que a administração municipal designe um engenheiro para acompanhar os trabalhos e emitir um relatório semanal sobre o andamento. Caberá ainda ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que financiou parte da construção, o envio de um fiscal para inspecionar a obra quando concluída.

Segundo ofício enviado ao MPF, a Prefeitura de Auriflama informou que, em conjunto com a Led, já está cumprindo a decisão.

Problemas - Em março de 2013, o MPF tomou conhecimento de que o prédio não tinha condições apropriadas para o início das atividades escolares. Os relatos indicavam, por exemplo, problemas na rede elétrica e no sistema de combate e prevenção de incêndios e inundações em quartos que abrigariam bebês, no parquinho e no solário.

Na ação civil pública ajuizada, o procurador da República Gabriel da Rocha solicitou, além dos pedidos deferidos liminarmente pela Justiça, a condenação da Led ao pagamento de um valor não inferior a R$ 100 mil, por danos morais coletivos à sociedade devido ao atraso e à baixa qualidade da construção entregue.

O número da ação é 0000136-45.2014.403.6124.


TRAFICANTE É APREENDIDO COM ARMA EM SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

 
Equipe da Força Tática do 17º Batalhão prendeu um indivíduo por tráfico de drogas na data de ontem, 27 de fevereiro de 2014, por volta das 18h, na Estância Santa Maria, em São José do Rio Preto.

Após denúncia de populares de que na Rua das Aroeiras ocorria o tráfico de drogas, a equipe policial se deslocou para a região alvo da denúncia deparando com W.G.R., autônomo de 28 anos. Ao ser pesquisado seus antecedentes criminais, constou ser procurado pela justiça pelo artigo 158 do Código Penal (crime de Extorsão, cuja pena é de 4 a 10 anos de reclusão). Indagado, acabou confessando a prática ilícita da venda do entorpecente, tendo adquirindo ½ kg de cocaína, e que ainda possuía uma arma de fogo dentro de casa.

Tais informações foram confirmadas durante a vistoria na residência, sendo localizada uma vasilha plástica contendo cocaína, juntamente com apetrechos para preparar a droga para venda, além de R$ 984,00 em dinheiro. Também foram encontrados 10 cartuchos de calibre 38, além do revólver de mesmo calibre.

Conduzido a Central de Flagrantes, foi autuado por tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo.

Aproveitamos a oportunidade de mais uma vez reiterar a população para que denunciem anonimamente criminosos. POLÍCIA MILITAR E COMUNIDADE: "JUNTOS SOMOS FORTE".Relações Públicas do Comando de Policiamento do Interior 5


OAB Fernandópolis promoverá semana do Dia Internacional da Mulher

As advogadas poderão desfrutar de uma semana de cuidados especiais promovida pela OAB Fernandópolis e Comissão da Mulher Advogada em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março.

Nos dias 10,11 e 12 de março, as advogadas participarão de um ensaio fotográfico para a escolha de um pôster gratuito. Na quinta-feira, 13, será realizado o Momento Feminino com desfiles e workshop. A semana comemorativa encerrará na sexta, 14, com um Happy Hour e sorteio de brindes.

Toda a programação será realizada na Casa do Advogado. Para participar as advogadas devem procurar a OAB Fernandópolis para reservar os convites. Informações pelo telefone (17) 3442 3022.



Definidas datas para o Encontro de Noivas 2014

Votuporanga sediará pela terceira vez o Encontro de Noivas, considerado um dos maiores eventos na área de casamentos e recepções sociais da região Noroeste Paulista. A organização divulgou nesta quinta-feira a data de 2 e 3 de agosto para o Encontro de Noivas 2014 que será realizado no Ville Eventos. No ano passado, mais de 3 mil pessoas participaram e conheceram os serviços oferecidos por profissionais de Votuporanga e região. Assim como aconteceu nas últimas edições, quem comparecer à Feira poderá, além de visitar estandes com produtos e serviços nas áreas de festas, assistir a desfiles, shows, sorteio de brindes, degustação, entre outras atrações.
Com entrada gratuita, os visitantes poderão passar por estandes com produtos e serviços nas áreas como adereços para festas, assessoria de eventos, bar, bartender/drinks, bebidas, buffet, cabeleireiro, decoração, doces, vídeo, formas para doces, fotografia, forros em tecidos, iluminação arquitetural, joias, locação de produtos, locação de salão para eventos, moda íntima, móveis, organização de eventos, revista -anuário de noivas, som e iluminação e aluguel de trajes. O coordenador Leandro Melo diz que a expectativa é receber noivos, padrinhos, aniversariantes e formandos. "É um evento voltado para todos os públicos interessados na produção de eventos sociais. Em todas as edições, buscamos reunir os melhores fornecedores em cada área para atender a todos os gostos. É uma ótima oportunidade para pesquisar preços, conhecer os empresários e seus produtos in loco", comenta. Para a terceira edição do Encontro de Noivas, a organização formada pelo Ville Eventos e Filmando Emoções prepara novidades.  

Números - Por ano, no Brasil, são realizados quase 1 milhão de casamentos. Na região de Votuporanga, a  média anual é de 2 mil novos casais. Se somarmos a cidade de Rio Preto, esse número salta para 4.200. Os dados são do último levantamento do IBGE, realizado em 2011. 

Liminar proíbe corte de árvore histórica em Fernandópolis

O juiz Heitor Katsumi Miura, da 2ª Vara Cível de Fernandópolis, deferiu, no último dia 23, pedido de liminar para proibir o corte de uma árvore histórica localizada em escola do município. A decisão foi proferida no Plantão Judiciário. O pleito, formulado por uma associação local contra decisão da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo que determinava o corte da árvore – uma figueira plantada na década de 60 – foi deferido em razão do valor sentimental que ela possui perante a comunidade e impôs multa de R$ 100 mil em caso de descumprimento. Por se tratar de medida cautelar, o interessado deve propor ação principal no prazo de trinta dias, sob pena de cessação da eficácia da medida concedida


TCESP suspende edital de Fernandópolis para implantar sistema de ensino


Fernandópolis – Durante realização da 4ª sessão ordinária do Pleno, nesta quinta-feira, 27 de fevereiro, às 11 horas, os Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) acatou representação, e suspendeu, até ulterior deliberação, o edital da concorrência, do tipo técnica e preço, da Prefeitura de Fernandópolis, que tem por objeto a disponibilização de um sistema de ensino composto por material didático, licença de uso de softwares educacionais, e serviços de cunho pedagógico para alunos e professores da rede de ensino municipal.
O voto, relatado pelo Auditor-Substituto de Conselheiro Antonio Carlos dos Santos, analisou as impugnações e conclui pela possibilidade de ocorrência de violação à legalidade e competitividade desejadas. O relator determinou que a Prefeitura suspenda a realização da sessão pública de recebimento dos envelopes e abstenha-se da adoção de quaisquer medidas corretivas no edital até ulterior deliberação da Corte.

FOLHAGERAL - É vergonhoso


O registro nesta foto foi feito em 21 de janeiro, às 16h13m30s e postado na rede social. Passados 39 dias, as moitas de pé-de-galinha como conhecida esse tipo de grama continuam belas e formosas na calçada da rua 9 próximo à rua 12, local de grande movimento de pedestres.
 
 
 
 
O Poder
Executivo deve enviar projeto de lei pedindo abertura de crédito adicional no valor de R$ 140 mil à Câmara Municipal para fins da realização pela Prefeitura, de Festa do Arroz, a Feira do Verde e Exposição de Gado no Recinto de Exposições "Juvenal Giraldelli" paralelamente à Facip. Segundo justificativas, a administração municipal lançaria mão da primeira parcela de R$ 53.500,00 de três a serem pagas pela empresa BX Eventos vencedora da licitação para explorar o recinto e usar o nome Facip (2014, 2015 e 2016) e injetaria mais R$ 90 mil para realizar os três eventos.
A prefeita Nice
Mistilides abriu licitação para uma empresa promover a Feira Agrícola, Comercial, Industrial e Pecuária e, segundo consta, a empresa vencedora realizará apenas o rodeio e os shows. Quando se pensava que a municipalidade não iria injetar um centavo naquele recinto, lá vem essa bomba.
A expectativa
é de que, caso o projeto vá a apreciação dos vereadores (precisam analisar criteriosamente) e seja aprovado, que não caia também nas costas do contribuinte, o pagamento das taxas de energia elétrica, água, telefone, reforma do recinto, cartaz para festa e outras coisas mais. Mas, pelo jeito, o contribuinte vai ser o pato na história.
Bem que prefeita
poderia empregar esse dinheiro em coisas mais úteis e douradoras para a população (como recapeamento asfáltico ou aumento do funcionalismo). Afinal de contas a quem interessa a realização da Exposição de Gado e a Festa do Arroz que deixaram de ser atrativos há muitos anos na Facip.
Logo após o carnaval, conforme foi noticiado, o deputado federal Rodrigo Garcia (DEM) deve deixar a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia para concorrer a reeleição. Ruim para os vereadores demistas de Jales que perdem no Governo do Estado um aliado e de onde conseguiram a maioria de suas reivindicações. Pode ser que assuma alguém da região de Rio Preto e que tenha um bom relacionamento por aqui. O vice-prefeito Pedro Callado, em entrevista à Rádio Moriah nesta sexta-feira, disse que correligionários pediram que renunciasse ao cargo, mas que isso jamais acontecerá em respeito aos eleitores. Um grupo de peemedebistas pretende lançar um candidato a prefeito em 2.016 que venha a ser a terceira via que faltou nas eleições nos últimos 20 anos. Segundo a Associação Comercial de Santa Fé do Sul, o evento Bloco da Farra que começou nesta sexta-feira, 28 de fevereiro e irá até quarta-feira, 4 de março, chega a injetar R$ 5,5 milhões na economia local durante o Carnaval, com um gasto per capita por turista de R$ 700,00 /(hospedagem, alimentação e gastos extras). São esperadas 60 mil pessoas durante os cinco dias de festa. E nóis, como fica?. A cidade Jales foi uma das 28 do interior paulista esolhidas pelo Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo - Fussesp, para ser do 5° Polo Regional de Construção Civil implantado pela primeira-dama Lu Alckmin na quinta-feira, 20 de fevereiro. O Fussesp banca quase tudo. Na veiculação que faz na mídia anunciando a conquista junto ao Fussesp, a Secretária Municipal de Comunicação, responsável pela divulgação não faz qualquer referência ao Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo - Fussesp, pela implantação do Polo Regional em Jales. Como se a conquista fosse indivisível Segundo os entendidos lá do botequim da vila, a prefeita Nice está administrando a cidade tal qual os prefeitos anteriores a ela, que viviam correndo atrás de deputados e órgãos governamentais implorando liberação de verbas. O que realizaram ou adquiriram com recursos próprios é ínfimo. O que os cofres públicos arrecadam mal está dando para pagar a folha de pagamento que está acima do permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LFR). A única diferença é que os anteriores eram mais abertos ao diálogo, coisa que Nice não é afeita gostando de dar ordens e não ser contrariada. A prefeita Nice envereda-se por um caminho perigoso que pode levá-la ao isolamento político. A Prefeitura
não tem dinheiro para reajuste dos salários dos barnabés, mas para comprar carro sim, disseram. Esqueceram dos mais de R$ 2 milhões de IPVA que caíram nos cofres públicos repassados pelo Estado referente a janeiro.

Terminou nesta sexta-feira, 28 de fevereiro, a Piracema 2013/2014


O Tenente Coronel PM Rogério de Oliveira Xavier, comandante do 4º Batalhão de Polícia Ambiental, que abrange as regiões Norte e Noroeste do Estado de São Paulo, divulgou que nesta sexta-feira, 28 de fevereiro, encerrou-se a Piracema 2013/2014.

Neste período, na regiões de Fernandópolis, Votuporanga, Nhandeara, Jales e Santa Fé do Sul, a Polícia Militar Ambiental percorreu 120.926 Km e navegou 2.068 horas na fiscalização ambiental das margens e rios, respectivamente da Bacia Hidrográfica, fiscalizando 923 embarcações e 31 empresas. Foram lavrados 100 Autos de Infração Ambiental, tendo sido apreendidos 160 petrechos de pesca, dos quais somaram 4.142 metros de redes, além de 10 embarcações com motores de popa utilizados na pesca predatória. Foram apreendidos 358 kg de pescado, dos quais boa parte devolvida ao habitat natural e outros 265 kg, por não possuir condições de retornar à natureza, foram doados às entidades assistenciais de nossa região.

Segundo o Comandante, é importante destacar que no período pós-piracema a pesca também tem regras. No Estado de São Paulo observam-se as normas previstas pela Instrução Normativa IBAMA nº 26/2009, que "permite ao pescador amador pescar, exclusivamente, com linha de mão, caniço simples, caniço com molinete ou carretilha, isca natural ou isca artificial com ou sem garatéia, nas modalidades arremesso e corrico; arbalete ou espingarda de mergulho na pesca subaquática, apenas para a captura de espécies exóticas (introduzidas em águas brasileiras) e alóctones (outras bacias brasileiras), sendo vedado o uso de aparelhos de respiração e iluminação artificial; captura de 10 kg de pescado mais um exemplar por pescador", lembrou ele.

A pesca é proibida nas lagoas marginais; a menos de 200 metros a montante e a jusante de cachoeiras e corredeiras; a menos de 500 metros de saídas de efluentes, IBAMA nº 26/2009, que permite ao pescador amador pescar, exclusivamente, com linha de mão, caniço simples, caniço com molinete ou carretilha, isca natural ou isca artificial com ou sem garatéia, nas modalidades arremesso e corrico; arbalete ou espingarda de mergulho na pesca subaquática, apenas para a captura de espécies exóticas (introduzidas em águas brasileiras) e alóctones (outras bacias brasileiras), sendo vedado o uso de aparelhos de respiração e iluminação artificial; captura de 10 kg de pescado mais um exemplar por pescador.

A pesca é proibida nas lagoas marginais; a menos de 200 metros a montante e a jusante de cachoeiras e corredeiras; a menos de 500 metros de saídas de efluentes, confluências e desembocaduras de rios, lagoas, lagos e reservatórios; a menos de 1.000 metros a montante e a jusante de barragens hidrelétricas; a menos de 1.500 metros a montante e a jusante de mecanismos de transposição de peixes.

As infrações à legislação sujeitarão os infratores á multa e apreensão dos petrechos e pescado.

Para maiores informações, ligue ao Quartel Polícia Militar Ambiental em Fernandópolis (17) 34426477 / 34426234, Votuporanga (17) 34219008, Nhandeara (17) 34721046, Jales (17) 36325075 / 36324660 e Santa Fé do Sul (17) 36312374.

Niver Zé Carlos e Cid

 
Nesta segunda-feira, 3 de março, festejando novas idades, o casal José Carlos Neves, chefe de Gabinete do Poder Executivo de Urânia e  Maria Aparecida Sanches Cardoso Neves (Cid) supervisora de ensino da Diretoria Regional de Ensino de Jales. Familiares, parentes e amigos do casal, vão marcar presença para desejar-lhe os parabéns e muitas felicidades.


E.E Profª Sueli da Silveira, do Arapuã realizou evento "Um dia na Escola do meu Filho"



 
No sábado, 22 de fevereiro, foi marcante para diretores, coordenadores, professores, funcionários e principalmente para pais e alunos da E. E, Profª "Sueli da Silveira Marin", do jardim Arapuã.  Neste dia, todas as escolas públicas do estado, promoveram "Um dia na Escola do meu filho", um dia emocionante marcado pela presença da família na escola e que serviu para que os pais conhecessem a rotina da escola em que seu filho estuda.

Cerca de 400 pessoas entre pais e alunos compareceram a escola. O projeto "Um Dia na Escola do Meu Filho"  de 2014 também debateu o Bullyng com o objetivo de conscientizar à todos para entrar na luta e diminuir essa prática que causa constrangimentos em alunos e em qualquer local da sociedade.

Na ocasião, os responsáveis pelos estudantes tiveram a oportunidade de conhecer melhor a escola, acompanhar o que os alunos estão aprendendo. Os universitários e educadores do programa escola da família realizaram gincanas, sorteios de brindes, brincadeiras lúdicas e apresentações de palestras como "Postura" .

O evento contou com a presença de todos os professores da unidade de ensino, funcionários e da diretora Sonia Munhoz,  da vice-diretora do PEF, Meire Lima, da vice-diretora da escola Cleonice, e das coordenadoras Romes e Fátima, além da mediadora Fabiane. 

Quermesse da AVCC de Fernandópolis reúne mais de 1.000 pessoas 

 
Mais de 1.000 pessoas, entre voluntários e moradores da cidade e da região, prestigiaram a quermesse da AVCC -Associação de Voluntários no Combate ao Câncer de Fernandópolis, realizada no último sábado, 22, no Salão Paroquial da Praça da Aparecida.
Segundo a presidente da AVCC de Fernandópolis, Cândida de Jesus Silva Nogueira, o evento foi um sucesso. "Agradecemos a participação de toda a comunidade, desde aqueles que doaram alimentos e brindes para os bingos e leilões, até àqueles que compareceram ao evento, mas, agradecemos,  principalmente, o apoio dos voluntários que trabalharam na quermesse e contribuíram para o sucesso da quermesse", disse Candinha.
Toda a renda da quermesse será revertida para a manutenção da estrutura física e o atendimento dos pacientes e familiares atendidos pela AVCC.
"A AVCC nunca deixou de dar atendimento domiciliar aos pacientes de câncer e é muito importante esse trabalho conjunto entre a população e a entidade, uma vez que as doações recebidas revertem em benefício da própria população, pois a prioridade é continuar oferecendo um tratamento mais digno ao paciente com câncer", destacou Candinha. 
Para o advogado e voluntário Henri Dias, tesoureiro da AVCC, o papel do voluntariado é a grande razão de existência da entidade e o fator principal para que haja um melhor atendimento aos pacientes. Segundo Henri, "a entidade precisa cada vez mais de novos voluntários e colaboradores. Temos as equipes de visita, do lanche, dos pães e doces e dos bordados e precisamos conquistar mais voluntários e colaboradores para incrementar os trabalhos e melhorar ainda mais o atendimentos dos pacientes", complementa Henri.

Tiquinho conquista verba para melhorias em praça esportiva

O vereador Nivaldo Tiquinho Batista de Oliveira (DEM), anunciou nesta semana a conquista de R$ 100 mil através de emenda parlamentar do deputado estadual Milton Leite Filho (DEM).
O recurso será destinado à obra de melhoria na Praça de Esportes "Vereador José Gatti", localizada na rua Guilherme Soncini, no jardim Aeroporto.
A solicitação do vereador deu-se pelo fato do próprio da municipalidade estar localizado em uma região de grande população, que não dispõe de outras praças esportivas nas imediações.
"Fiquei muito feliz com esta boa notícia. A melhoria na Praça de Esportes "Vereador José Gatti" vai beneficiar não só o Jardim Aeroporto, mas também os bairros Renascer, Talma, Eldorado, São Francisco, dentre outros", disse o vereador após o anúncio da conquista.

Nice se reúne com funcionários responsáveis pela limpeza pública

Na manhã de quarta-feira, 26 de fevereiro, a prefeita Nice Mistilides esteve reunida com os funcionários da empresa responsável pela limpeza pública da cidade. A prefeita foi conferir "in loco" como está sendo feito os serviços na cidade e verificar se a empresa tem cumprido as melhorias propostas por ela aos coletores e varredeiras, feitas no início do mês de janeiro.

Durante o bate-papo com os funcionários, Nice expôs a situação que está o município e pediu a compreensão de todas para que a cidade fique mais limpa nos "quatro cantos". "Sei o quanto se dedicam nas atividades que exercem e conto ainda mais com a compreensão de vocês. Muitas estão limpando lugares que há muitos anos não se via limpeza, como algumas ruas na Vila União e isso mostra o carinho e respeito que vocês e a empresa demonstram pela cidade", lembrou a prefeita.

Nice enfatizou que "muitas inverdades foram ditas de que eu determinei que todos trabalhassem aos sábados o dia todo. Quero dizer que isso é mais uma conversa para tentar desestabilizar meu relacionamento com vocês. Estou à disposição para resolver qualquer reinvidicação. Solicito que montem uma comissão com cinco pessoas e levem, sempre que precisarem, os problemas ao meu gabinete para que possamos resolver juntos com a empresa".

A chefe do poder executivo também lembrou que apesar da empresa ser terceirizada, é compromisso da prefeitura fiscalizar e exigir que seja executado um trabalho da melhor qualidade possível, que garanta qualidade de vida e bem estar à população. "Vamos ficar de olho no trabalho que vem sendo realizado e sempre que necessário, cobrar ações eficazes que garantam a excelência do serviço prestado".

As responsáveis pela coleta de lixo solicitaram que a prefeita Nice peça para a população e os comerciantes colaborarem mais com a limpeza da cidade. "Há muitos lugares que terminamos de limpar, o morador vai lá e despeja todo lixo novamente. Se todos ajudarem, o município vai ficar mais limpo", afirmou uma das funcionárias de varrição de ruas.

Todo bate-papo foi acompanhado pelo encarregado da empresa Luís Pezatti Barradas que disponibilizou café da manhã aos funcionários. Ao término do encontro, a prefeita atendeu individualmente e fez uma oração para dar início aos trabalhos.

Prefeitura de Jales orienta sobre descarte de resíduos no Aterro Sanitário

Desde setembro de 2013 a população de Jales pode descartar resíduos sólidos de restos de construção, galhos de árvores e outros materiais no Aterro Sanitário Municipal, contribuindo para a conservação do meio ambiente.
O Aterro Sanitário Municipal localizado na vicinal Vitório Prandi, s/n Km 01, com
horário de funcionamento das 8 às 17 horas, é o local de destino de todos os resíduos sólidos que não podem ser reciclados ou reaproveitados e o manejo adequado do espaço garante a vida útil por mais 15 anos. Para isso, a Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento Econômico e Trânsito, em parceria com outras duas secretarias, a de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Meio-Ambiente e de Obras, Serviços Públicos e Habitação instalou placas indicativas para facilitar a localização da disposição dos materiais, além de orientar e fiscalizar a população.
"Restos de construção, pneus velhos, garrafas de vidro, galhos de árvores, plásticos e derivados podem ser depositados no Aterro Sanitário pelos moradores de Jales, desde que estes materiais estejam separados, pois serão depositados em seus respectivos lugares", orientou o secretário de Planejamento, Aldo José Nunes de Sá.
É importante lembrar que restos de madeira ou móveis produzidos com esse tipo de material, como sofás, guarda-roupas, estantes, entre outros, devem ser destinados ao novo Almoxarifado da Prefeitura, onde o material é reaproveitado nas obras e serviços executados pelo setor.
O descarte adequado de todos estes materiais contribui para a preservação do meio ambiente, conscientizando a população de que jogar resíduos sólidos e restos de construções às margens de estradas rurais e de córregos prejudica a natureza e pode comprometer a saúde de moradores próximos a esses locais, além de prejudicar os produtores rurais que utilizam as vias para deslocamento e escoamento de suas produções.
 
 

São Francisco realizará leilão de gado em prol da Santa Casa

O município de São Francisco, região de Jales, realiza no sábado, 8 de março, a partir das 19 horas, um sensacional leilão de gado e prendas com renda totalmente revertida em prol a Santa Casa de Jales. O evento será no salão de festas da Igreja Matriz. A população de Jales e região também está convidada a participar e colaborar com a Santa Casa, que é o único hospital geral da cidade e atende a 16 municípios da micro-região. Mais informações com Benedito Belias pelo tel.: (17) 99718-8230 ou José Jorge (17) 99602-6185.

MEC concede nota 4 ao curso de Fonoaudiologia da FEF

O curso de Fonoaudiologia da Fundação Educacional de Fernandópolis) – FEF, obteve conceito quatro na Renovação de Reconhecimento do Curso feita pelo Ministério da Educação –MEC.
Na visita presencial realizada de 9 a 12 de fevereiro, o curso passou por verificação na infraestrutura física, grade curricular, corpo docente, estágios e integração do curso com a comunidade. Em uma escala de 1 a 5, o conceito 4 representa excelência.
De acordo com a coordenadora Janaína Bosso, o resultado alcançado faz parte do empenho de toda a equipe administrativa, pedagógica, docente e discente. "O conceito atribuído pelo MEC é reflexo de um curso atuante na sociedade por meio do trabalho realizado pelos professores, alunos, pela presidência da Instituição e diretores acadêmicos", comentou Janaína.
Segundo o presidente da FEF, Paulo Nascimento, o conceito obtido pelo curso de Fonoaudiologia comprova a qualidade do ensino oferecido pela Instituição. "Nossa missão é sempre investir em infraestrutura de ensino (laboratórios, corpo docente e biblioteca) para que os nossos alunos tenham formação de excelência", destacou.
O diretor acadêmico Ocimar de Castro e a diretora acadêmica adjunta, Maria Lúcia da Cruz, ressaltam a atuação do curso de Fonoaudiologia na comunidade. De acordo com eles, o curso é ativo em ações de prevenção, tratamento e conscientização da sociedade nas áreas de audiologia clínica, educacional e ocupacional; fonoaudiologia clínica, educacional e hospitalar, e em saúde coletiva.

Despertar do cidadão consciente

No artigo "Apocalipse e Genoma do Universo", aqui publicado, procurei, de forma sucinta, analisar com Vocês as diversas teorias a respeito do surgimento da Terra e do Universo, pelo prisma do Apocalipse de Jesus que, libertado do estigma catastrófico recebido pelos séculos, traz boa sorte aos seres humanos.

O despertar do cidadão incorruptível também está associado às profecias. Observemos a ilustrativa palavra do Apóstolo Paulo, na sua Epístola aos Romanos, 13:11 e 12: "E digo isto a vós outros que conheceis o tempo: já é hora de vos despertardes do sono; porque a nossa salvação está, agora, mais perto do que quando no princípio cremos. Vai alta a noite, e vem chegando o dia. Deixemos, pois, as obras das trevas e revistamo-nos das armas da luz".

É urgente demonstrar que Profecia não é forçosamente sinônimo de flagelo, mas a exposição das correlações entre causa e efeito. Ela é somatório daquilo que antes realizamos de bem ou de mal. Torna-se necessário que aprendamos isto para fazer delas elemento para o progresso consciente, que nos transformemos, em pleno juízo, em agentes do nosso futuro, na Terra e no Céu. Não é vão este comentário do escritor francês Joseph Joubert (1754-1824): "Quando de um erro nosso surge uma infelicidade, injuriamos o destino".

Temer o Apocalipse? – A Lei de Causa e Efeito é onisciente, para dar a cada um de acordo com as próprias ações. Nem sempre vemo-la agir de imediato, visto que sua atuação é natural, orgânica. Por isso, raras vezes conseguimos perceber sua mecânica. No momento certo, segundo o Relógio de Deus, todos colhemos o que semeamos. Este aforismo de Vauvenargues (1715-1747) é bem apropriado para esta oportunidade: "A perfeição de um relógio não reside no fato de andar depressa, mas no fato de regular perfeitamente". Portanto, não é contra o Apocalipse que nos devemos precatar; ao contrário, porque ele é, para os que o leem sem ideias preconcebidas, um belo recado divino com dois milênios. Maléficos são, estes sim, os atos humanos, quando desvairados, particulares ou coletivos.

Sons do sulêncio – O amigo José Medrado (foto), conferencista e médium de singular talento, lançou recentemente, em Salvador/BA, a obra "Sons do Silêncio", pelo Espírito Janete.

Na apresentação desse seu primeiro romance mediúnico, Medrado informa-nos que "é um misto de realidade e ficção. O espírito partiu de uma história que realmente aconteceu, mas a descaracterizou um pouco para que os personagens não fossem identificados".

Ao autor, o meu agradecimento pela fraterna dedicatória: "Ao Irmão Paiva Netto, com votos de Paz de José Medrado".José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor. paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com


Pesquisas da Fatec Jales recebem

 
Na sexta-feira, 20 de fevereiro, a Fatec Jales, por intermédio da diretora Prof.ª Dr.ª Andrea P. Silva, esteve presente no 1 Demo Day, em São José do Rio Preto, evento do Centro Paula Souza que ocorreu simultaneamente em todas as regiões administrativas do estado de São Paulo para apresentar e premiar os projetos classificados pelo Desafio Inova Paula Souza de Ideias a Negócios. Três projetos da Fatec Jales foram selecionados, recebendo menção honrosa no evento. Trata-se de propostas criativas e inovadoras, que destacam o potencial do corpo docente e discente da instituição.

Do curso de Tecnologia em Agronegócio, classificaram-se os projetos de "Processamento de Frutas, Legumes e Verduras (FLV) de Pequenos Produtores" e de "Pesquisa Operacional na Solução de Problemas de Gestão na Cadeia de Suprimentos da Cooperativa Agrícola de Jales/SP", nos quais se envolveram os professores Dr. Evanivaldo Castro Silva Júnior, Me. Márcia Donizeth Prete e Me. Vitor Paulo Boldrin, e os alunos Greice Kesia da Silva Pais e Hudson Teubner. De Sistemas para Internet, destacou-se o "NXCOOPER- Sistema Web de Gerenciamento de Cooperativa de Reciclagem", do Prof. Esp. Tiago Ribeiro Carneiro e das ex-alunas da faculdade Evelyn Ketherine Ramos Matos e Taisa Claudia Machado.


Futura médica


A estudante Laiz Lopes Biason, deixou sua família muito feliz ao ser aprovada em três vestibulares para Medicina. nas Faculdades de Catanduva, Marília e na Federal de Dourados (MS). Diante tão excepcional conquista, a sua família, residente em Urânia, a está parabenizando e desejando-lhe muito sucesso.

Ilustre aniversariante


A vereadora a primeira-dama Marinete Munhoz Borges Saracuza, de Urânia, nesta quinta-feira, 27 de fevereiro, apagou mais uma velinha no calendário da vida. A Câmara Municipal de Urânia parabeniza a Vereadora por mais esta data natalícia.

Bianca e Beatriz


Nesta quinta-feira, 27 de fevereiro foi um dia muito especial para Bianca e Beatriz sopraram as velinhas de 15 anos. Adoradas pelos pais Edson Zebiani e Neuzeli Zebiani (moradores no córrego da Anta, município de Urânia), , do irmão Eduardo, dos avós Euclides e Alzira, tios, tias, primos, primas e amigos que comemoraram esta data maravilhosa. A recepção aos familiares e convidados de Bianca e Beatriz foi no Centro Comunitário de Urânia. Recebendo os cumprimentos especiais de sua tia Maria Zebiani (Maria da Prefeitura), Carlos e Denize. Parabéns e muitas Realizações, vocês merecem!

EDITAIS DE PROCLAMAS

Ademir de Mattis, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.

FLÁVIO HENRIQUE DA SILVA e BEATRIZ ALINE BALERO. ELE, natural de Santa Albertina, deste Estado, nascido aos 30 de agosto de 1.991, pintor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Sônia Barbosa da Silva. ELA, natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascida aos 20 de fevereiro de 1.993, vendedora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Jurací de Oliveira Balero e de Elvira Rossi Balero.

VALDIR TRASSI BITENCOURT e SIMONE DA SOLEDADE LACERDA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 16 de junho de 1.968, funcionário público municipal, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Edson José Bitencourt e de Edes Trassi Bitencourt. ELA, natural de Fernandópolis, deste Estado, nascida aos 22 de fevereiro de 1.977, do lar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Valter Pereira Lacerda e de Valdete Lisboa Lacerda.

LEANDRO PEREIRA DA SILVA e CREUSA SILVA ALMEIDA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 03 de novembro de 1.977, funcionário público municipal, viúvo, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Pereira da Silva Filho e de Edenir Aparecida Colombo da Silva. ELA, natural de Capivari, deste Estado, nascida aos 17 de junho de 1.968, do lar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Flávio Silva Almeida e de Lourdes de Toledo Almeida.

ALEXANDRE DA SILVA LIMA e MICHELE IZIDORO DA SILVA. ELE, natural de Itaquera, deste Estado, nascido aos 21 de julho de 1.982, operador de acrílico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Arnaldo dos Santos Lima e de Isaura Maria da Silva Lima. ELA, natural de Campinas, deste Estado, nascida aos 24 de agosto de 1.983, fiscal de caixa, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Izidoro da Silva e de Maria Aparecida dos Santos.

ANTONIO TORO FILHO e DÉBORA MARIA DA SILVA. ELE, natural de Distrito de Mangaratu, deste Estado, nascido aos 20 de janeiro de 1.954, pintor, viúvo, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Toro Mendes e de Odilia Luiz Toro. ELA, natural de Ipiguá, deste Estado, nascida aos 23 de março de 1.960, doméstica, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Dagoberto Flôres da Silva e de Lurdes Talhaferro da Silva.

MARCEL RODRIGO CLARO MESQUITA e ANA CLAUDIA GOUVEIA SANTOS. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 11 de fevereiro de 1.986, ourives, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Adauto Mesquita e de Fátima Suelí Claro Mesquita. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 27 de dezembro de 1.991, auxiliar de vendas, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Clarindo Gonçalves Santos e de Ana Maria Gouveia Santos.

VALDEIR SILVA CAIRES e JOSIANI CASSIA CANDIDO RAINHO. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 09 de abril de 1.983, programador, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Manoel Gino de Caires e de Mariana Balbino da Silva Caires. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 18 de abril de 1.990, secretária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Aparecido Valentim Rainho e de Aparecida Conceição Candido Rainho.

SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.

Ademir de Mattis - Oficial


Ferrovia: se bem administrada, é forte e eficiente

Por Mauro Scarabelli e Sergio Braga

A ferrovia, um dos transportes terrestres mais antigos, mais eficientes para a humanidade e muito importante para o desenvolvimento, foi responsável pelo transporte de passageiros e cargas, em geral fazendo surgirem diversas cidades nas proximidades de suas instalações, no interior de todo o país.

Décadas atrás, quando havia este valor nas ferrovias, os colaboradores ferroviários eram prestigiados e conceituados, tal como o são, atualmente, colaboradores que trabalham em grandes multinacionais. Nesse sentido, os ferroviários incentivavam e motivavam sua próxima geração a seguir carreira.

 Segundo relatos de pessoas que ainda atuam na malha ferroviária, as condições da ferrovia na nossa região, à época em que empresas estatais a administravam, eram de total empenho e seriedade. Além das estações alocadas nas cidades, existiam outras subestações que eram utilizadas também para o deslocamento de passageiros.

As vistorias das linhas férreas e das composições para posteriores manutenções preventivas e corretivas de componentes da linha e das composições eram realizadas in loco, assim como a higienização e poda da vegetação eram feitas constantemente por equipes alojadas nos trechos entre as estações. De acordo com a tecnologia existente da época e fatores intrínsecos de motivação dos colaboradores, garantiam-se operações seguras e eficazes.

Após mudanças governamentais e o fim das estatais que administravam as ferrovias e com o início das concessões, que muitas vezes "maquiam" a verdadeira situação, a eficiência, segurança e confiabilidade foram-se extinguindo. Por outro lado, os padrões das operações diminuíram, exercendo influência no aumento do tempo de escoamento das commodities rurais e produtos industrializados com a baixa velocidade das composições em diversos trechos.

A atual situação da malha ferroviária revolta a sociedade, pois está sendo marcada por acidentes, como o que aconteceu recentemente, próximo à divisa entre os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul: uma composição que transportava combustível descarrilou, podendo causar um desastre ambiental na região. Outro exemplo – fatal – foi em São José do Rio Preto (interior de SP), quando uma composição que transportava grãos descarrilou e atingiu algumas residências próximas à ferrovia fazendo oito vítimas.

Como as linhas férreas, na maioria dos casos, "chegaram primeiro" aos locais onde surgiram as cidades, inspeções e manutenções nas linhas devem ser feitas de forma mais rigorosa. Por outro lado, a população não deve construir edificações dentro da faixa de domínio ferroviário (local autorizado apenas para construções ferroviárias). Essas simples medidas ou uma fiscalização eficiente podem resultar na redução de acidentes e no aumento da eficácia do transporte ferroviário.

Mauro Roberto Scarabelli Junior: Acadêmico do Curso de Administração da UFMS – Câmpus de Três Lagoas. e-mail: maurinho_scarabelli@hotmail.com

Sergio Silva Braga Junior: Professor do Curso de Administração da UNESP – Câmpus de Tupã. e-mail: sergio@tupa.unesp.br



Santana da Ponte Pensa arrecada recursos para a Santa Casa de Jales





 
No domingo, 23 de fevereiro, um grupo de voluntários de Santana da Ponte Pensa, região de Santa Fé do Sul, realizou um almoço beneficente em prol da Santa Casa de Jales com o tema: "Um gesto pela vida". A ação rendeu R$ 8,4 mil que será destinada para colaborar na manutenção dos serviços prestados pelo hospital.
Sob a coordenação de José Reinaldo, o evento teve a participação de 500 pessoas que marcaram presença no Centro Comunitário local, apoiando a iniciativa que contou com o apoio de vários patrocinadores
"O recurso será muito bem vindo a este hospital que atende aos moradores de Santana e de mais 15 municípios da região. Porém, o mais importante é a atitude de fazer algo para ajudar e isso já tem mobilizado muitas cidades. Muito obrigado a toda Comissão Organizadora em nome do prefeito Zeca de Melo, do vice-prefeito, Fernando Tobal e José Reinaldo", disse José Devanir Rodrigues, o Garça, provedor em exercício da Santa Casa.

Itamar Borges diz que DER fará a canalização do novo trevo da rodovia Euplhy Jalles

 
 
O deputado estadual Itamar Borges esteve com o superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem – DER, Clodoaldo Pelissioni para reiterar o pedido de canalização do novo trevo da rodovia Euplhy Jalles até o córrego do Tamboril, em Jales.

A audiência com o DER foi em atendimento ao pedido feito pela empresa Fuga Couros encaminhada ao deputado Itamar através de lideranças do PMDB, em Jales.

Itamar Borges vem fazendo gestões desde novembro para encontrar uma solução ao problema causado por conta da ampliação do trevo da Rodovia Euplhy Jalles situado nas proximidades da empresa. Desta forma, o deputado entregou ao DER a solicitação para a construção da canalização e captação da água do trevo.

O pedido surgiu pelo fato de que a drenagem do local não foi executada de forma adequada e com isso a água da chuva invade a área da indústria causando erosões e prejuízo nas instalações da empresa.

As chuvas que na tarde de sexta-feira, 21 de fevereiro em Jales, inundou o trevo, deixando assustadas pessoas que precisaram passar por aquela via de acesso.

"Além de ser propriedade particular é indiscutível que a empresa Fuga Couros seja muito importante na geração de emprego e renda na cidade", pontuou o deputado.

Em resposta à revindicação do deputado Itamar, o superintendente Pelissioni aprovou a realização das obras que serão iniciadas em breve.

Prefeitos de São Francisco e Vitória Brasil, com apoio de Carlão Pignatari reivindicam verbas para seus municípios

O deputado estadual Carlão Pignatari reivindicou junto ao governo do Estado verbas para a execução de obras de infraestrutura nos municípios de São Francisco e Vitória Brasil. Na terça-feira, 25 de fevereiro, Carlão acompanhou o prefeito Mauricio Honório de Carvalho e a prefeita Ana Lucia Olhier Módulo em audiência com o secretário adjunto da Casa Civil, Rubens Cury, quando apresentaram suas reivindicações.

O prefeito Maurício Carvalho, de São Francisco (ao centro na foto), explicou que dos R$ 450 mil reivindicados, R$ 300 mil serão destinados para reforma e adequação da Praça "Alcides do Amaral Mendonça" e os R$ 150 mil restantes para construção de uma fonte luminosa entre a avenida Oscar Antônio da Costa e rua Rio de Janeiro.

De acordo com o prefeito, a praça está muito deteriorada e necessita, com urgência, de reparos em seu calçamento e na parte de ajardinamento. Por outro lado, a cidade precisa de um atrativo para a população e a fonte luminosa pode alegrar e enfeitar as noites dos moradores de São Francisco.

"As praças são lugares aprazíveis, onde a população de cidades do interior do Estado e, principalmente, da região Noroeste Paulista, que mantém uma antiga tradição, se reúne para conversar e passar momentos agradáveis. Por isso, quero ajudar o prefeito Maurício Carvalho a conquistar os recursos para essas obras", destacou o deputado Carlão Pignatari.

A prefeita Ana Lucia Olhier Módulo, de Vitória Brasil (foto), acompanhada pelo deputado estadual Carlão Pignatari solicitou ao governo do Estado a liberação de R$ 300 mil para a execução de pavimentação asfáltica

Segundo a prefeita Ana Lúcia, o recurso será destinado para pavimentação asfáltica nas ruas do Mini Distrito Industrial. Ela explicou que "na época da estiagem é muita poeira e quando chove as ruas se transformam em um grande lamaçal, prejudicando o tráfego de veículos, principalmente dos caminhões que precisam carregar a produção das indústrias".

"Temos que dotar as ruas, principalmente onde há empresas que geram renda e emprego no município, de boas condições de trafegabilidade, para que haja mais agilidade para descarregar a matéria-prima e carregar os produtos manufaturados. O asfalto é um bem de primeira necessidade", explicou o deputado Carlão Pignatari.

Unijales está com matrículas abertas para a pós-graduação e oferece dois novos cursos



A Unijales está com matrículas abertas para os cursos de Pós-graduação.
Pioneira na educação, com o ensino de qualidade há mais de 40 anos e com foco na capacitação de profissionais que atuam em diversas áreas, a Unijales está oferecendo mais de 30 cursos.
A novidade é na área de Sistemas de Informação, com a Pós-graduação, Lato Sensu, em nível de Especialização em Desenvolvimento de Sistemas para WEB, com carga horária de 450 horas e aulas aos sábados.
As disciplinas que farão parte do curso são: Fundamentos de Interação Humano-Computador e Design de Interação, Análise e Projeto de Sistemas para Web (Engenharia de Software para WEB), Desenvolvimento Web com HTML, CSS e JavaScript, Programação Front-end com jQuery e Ajax, Servidor WEB, Fundamentos da Linguagem Java, Programação Java para Web, Programação para Dispositivos Móveis, Programação Java Avançado, Programação Ruby on Rails, Inteligência na WEB, Segurança de Sistemas para WEB, Fundamentos de Computação em Nuvem, Iniciação a Pesquisa em Informática, Usabilidade e Acessibilidade e Monografia.
Outra novidade da Pós-graduação da Instituição, é o curso da área da saúde, Estética Avançada, que a partir de agora vai funcionar no período noturno.
Além dos novos, a Unijales oferece cursos de Pós-graduação nas áreas da Educação, Gestão e Negócios e Saúde, com professores qualificados, aulas aos sábados com período de 12 e 18 meses. O início das aulas está previsto para a segunda quinzena do mês de março. Para conhecer cada curso de Pós-graduação e ter mais informações, acesse o site www.unijales.edu.br ou pelo telefone (17)3622-1620

A Sociedade e suas instituições

*Flávio Rodrigo Masson Carvalho

A sociedade humana é o meio que a família surge e se desenvolve.
O homem em sua evolução biológica criou um mundo próprio, o mundo dos objetos, dos produtos de sua mão e de seu pensamento.
Sociedade não é só de pessoas, mas também de coisas produzidas pelo trabalho de seres pensantes. O mundo cultural não é criação autônoma do espírito ou da consciência, e sim da produção de bens.
E com a produção de bens surgem os problemas, pois o homem enxerga que o acúmulo de bens está o seu poder, ou seja, quanto mais tiver, maior será o seu poder.
E a culpa é toda nossa, pois valorizamos mais quem tem muito, ou seja, é mais importante ter do que ser. Somos materialistas, não nos importamos com a bondade, a caridade, respeito, a honestidade, importamos sim com o acúmulo de bens.
Mas por outro lado, se não houvesse produção de bens, a sociedade humana seria semelhante à dos animais irracionais, é onde o homem se destaca.
A sociedade é complexa, é constituída de pessoas e coisas, e necessita de ordenação, onde estamos falhando muito. As leis e a ordem já não conseguem mais frear o desordenamento da nossa sociedade, ou seja, estamos perdendo o "rumo".
O homem é consciência e vontade, e ele é o centro de elaboração, de ligação e articulação das relações sociais. E estamos nos relacionando com os outros muito mal, estamos nos maltratando demais. O homem desenvolveu uma enorme habilidade em mal tratar o semelhante.
Os homens não podem produzir sem associar-se, sem criar vínculos.
Quem pensa e age, não é o homem em si, mas o homem real, concreto, o homem não sabe o que é bom ou mau, é a vida social, o relacionamento social, a sociedade que determina.
Um pensamento é muito menos nosso do que imaginamos. O pensamento é um produto social, assim como a linguagem.
A sociedade nos faz pensar, nos induz, ordena nosso inconsciente coletivo. Somos sugestionados a todo instante. A sociedade comanda nossas vidas, e como a sociedade está doente, estamos doentes também.
Perdemos a noção do que é status, que é a posição especifica do indivíduo resultante da totalidade do seu relacionamento no corpo social. Status é constituído pelo exercício de direitos e deveres, ou pelo menos deveria ser, mas status é possuir bens, é ser rico.
Toda vida em sociedade representa um compromisso entre as necessidades do indivíduo e as necessidades do grupo. Mas pouco nos importamos com o coletivo, somos individualistas, e estamos preocupados somente com nosso status, queremos ser aceitos pela sociedade através do acumulo de bens, ou seja, da riqueza material, E seguindo este caminho, nos empobrecemos espiritualmente.
Instituição é o entrelaçamento de práticas sociais articuladas em duradouro complexo de relações, costumes, sentimentos e através do qual se exercem controles sociais e se satisfazem necessidades e desejos das pessoas conviventes.
Precisamos repensar nossas instituições, como a Família e o Estado.
1) A Família: mais antiga que a propriedade e o Estado – não há sociedade sem família.
Caráter de um mecanismo de reprodução biológica – consagrando as relações sexuais: Necessidades fisiológicas, Reprodução, Educação, Papel dos pais, Casamento, Rituais familiares
2) O Estado: a concentração do poder político.
Surgimento da figura do Estado moderno:
a) Criação do exercito permanente, ainda que de mercenários, mas que torna o governo independente da lealdade de seus feudatários.
b) O emprego de novas armas, canhões – armas de fogo que exigiam gastos que implicavam organização da fazenda pública para atender despesas tão vultuosas.
c) Substituição de uma administração de amadores, com controles frouxos, com ausência ou imperfeição de contabilidade por uma administração de funcionários profissionais hierarquicamente organizados (burocracia)
d) A decretação de impostos com caráter geral. Base da formação do patrimônio do Estado.
Como estão estas duas Instituições sociais? Como está a família? Como está o Estado?
Respondendo a esta indagação, você irá responder também como você está.
Pense na Instituição Família, pense na Instituição Estado. Você é fruto da união das duas.                                       
Se não mudarmos a família e o Estado, continuaremos doentes, e doentes serão também nossos herdeiros. Este será nosso legado para as futuras gerações. Uma família doente, e um Estado que não consegue cura La, pelo contrario a faz ficar doente cada vez mais.
Qual seria o remédio para curar esta doença? Muitos acreditam não existir tal medicamento. Mas a resposta está em promovermos uma mudança interior, ou seja, fazermos uma viagem para dentro de nossa alma, e transformar todos os nossos sentimentos, conceitos, valores. Promover uma reforma íntima. E para curar o Estado, depois que fizermos uma reforma íntima, devemos aprender a votar.
Flávio Rodrigo Masson Carvalho, equilibriumtc@hotmail.com e flaviopsicanalise@gmail.com

Audiência pública demonstra metas fiscais do 3º quadrimestre de 2013

 
A Mesa Diretora da Câmara de Jales, composta pelo presidente Gilberto Alexandre de Moraes, vice-presidente Claudir Aranda da Silva, 1º secretário Luís Fernando Rosalino e 2º secretário Rivail Rodrigues Junior convocou audiência pública que se realizou quinta-feira, 27 de fevereiro, para demonstração e avaliação do cumprimento das metas fiscais do 3º quadrimestre de 2013 do município de Jales, em cumprimento ao disposto no parágrafo 4º, do artigo 9º, da Lei Complementar nº 101, de 04 de maio de 2000 - Lei de Responsabilidade Fiscal.
O consultor da Prefeitura de Jales, Gaspar da Costa, auxiliado pelo contador da Prefeitura de Jales, André Wilson Neves da Silva abriu a reunião esclarecendo que a Audiência Pública tem como objetivo apresentar os valores que foram executados no terceiro quadrimestre de 2013, além do acumulo desta movimentação, com o intuito de demonstrar o cumprimento das metas fiscais previstas na Lei de Diretrizes Orçamentárias.
Estiveram presentes na Audiência Pública o presidente da Casa vereador Gilberto Alexandre de Moraes, os vereadores Luís Fernando Rosalino, Pérola Maria Fonseca Cardoso, Rivail Rodrigues Junior e Tiago Abra, o diretor administrativo Marco Antonio Zampieri, além de servidores da Câmara Municipal e representantes da sociedade.
Diversos dados técnicos foram demonstrados e avaliados pelos presentes, seguindo premissas estabelecidas nos anexos de metas fiscais que constam na Lei de Diretrizes Orçamentárias. Os valores apresentados na reunião referem-se ao Ente Municipal (administração do município), entre eles, o resultado orçamentário, receita e despesas empenhadas do 3º Quadrimestre, demonstrativo financeiro, aplicação no ensino, aplicação de recursos do FUNDEB, aplicação na saúde, despesas com pessoal, além de demonstrativos financeiros referentes à Câmara Municipal de Jales, Fundação Municipal de Educação, Saúde e Comunicação Dr. Masaru Kitayma e ao Instituto de Previdência Social.

CEI dos Uniformes Escolares ouviu novas testemunhas

 
 
Os vereadores Jesus Martins Batista (DEM), André Ricardo Viotto (PSD) e Rivail Rodrigues Junior (PSB), respectivamente presidente, vice-presidente e relator da Comissão Especial de Inquérito - CEI dos Uniformes Escolares, se reuniram nesta quinta-feira, 27 de fevereiro, para efetuar novas testemunhas do caso.
Pela manhã foram ouvidas Lúcia Emi Nemoto Nishimoto e Gustavo Belo Pereira, membros do Conselho Municipal de Educação, além da Secretária Municipal de Educação, Simone Vargas Volpon Aranda, ouvida pela segunda vez pela Comissão.
Na semana passada os vereadores Jesus Martins Batista e Rivail Rodrigues Júnior, estiveram na empresa Hebron Distribuidora e Confecções Ltda, de Campo Mourão (PR), que confeccionou os uniformes e ouviram o proprietário da empresa Thiago Victor Sequinel.
A CEI dos uniformes escolares está apurando possíveis irregularidades na licitação e compra dos uniformes escolares para alunos da rede municipal de ensino em 2013, especialmente no que diz respeito à modalidade do certame licitatório; critérios técnicos de classificação do material utilizado; valores pagos; empresas que participaram do certame e da confecção e qualidade do material entregue.
Segundo o presidente da CEI, vereador Jesus Martins Batista "o andamento dos trabalhos da CEI continua e estamos agendando as próximas oitivas. É nosso trabalho realizar a investigação e esperamos conclui-la com êxito".

Expansão urbana chega à zona norte da cidade, e precisará atenção da administração



 
Três regiões da cidade estão estranguladas com o grande número de loteamentos urbanos verificados nos últimos anos. As zonas leste, sul e oeste da cidade já alcançaram o limite do perímetro urbano.
Agora, os investimentos urbanos estão se voltando para a zona norte da cidade, onde estão os bairros Jardim e Cohab Arapuã, Cohab JACB, jardim Alvorada, Cohab Pedro Nogueira e agora o Residencial Nova Jales.
Novos loteamentos já estão sendo preparados naquela região que vai merecer uma maior atenção da administração municipal em termos de investimentos e melhorias.

Além do recapeamento asfáltico a partir da avenida Lourival de Souza até o inicio da vicinal de acesso à Paranapuã (a buraqueira está aumentando), a Prefeitura precisará melhorar a travessia sobre o córrego Ribeirão Lagoa, construindo uma outra pista paralela a atual, ou então, colocar grade de proteção, calçada para passagem de pedestre, iluminação publica, visto que ali está ficando perigoso tanto para o tráfego de veículos com para pedestres.

Bom carnaval!

D. Demétrio Valentini

Chegou o carnaval deste ano. Mais do que nunca, desta vez ele é bem vindo! Que venha o carnaval, e restitua ao povo brasileiro sua identidade, com os valores que a caracterizam.
Queremos de novo sentir a alegria de sermos um povo que vive em paz, que rejeita a violência, e que sabe expressar sua alegria de maneira artística e ao mesmo tempo espontânea.
Até hoje o povo brasileiro fez o carnaval. Chegou a hora do carnaval refazer a fisionomia do povo brasileiro.
Está na hora de exorcizar as cenas de violência que com frequência crescente povoam os noticiários dos meios de comunicação.
É completamente estranho e fora de nossas tradições esportivas o assassinato cruel e impiedoso de torcedores adversários, em ações planejadas e executadas friamente.
É de todo preocupante constatar cenas de vandalismo, que demonstram total irresponsabilidade e clara intenção de desestabilizar o convívio social.
E preciso dar-nos conta do potencial devastador desta violência. Basta conferir o ambiente de muitas escolas. Os professores já não têm ânimo para enfrentar o clima de violência, assimilado pelos adolescentes, que se acham no direito, também eles, de quebrar tudo o que encontram pela frente nas salas de aula.
Se este cenário prosperar, que panorama teremos pela frente?
É preciso retomar os valores que forjaram nossa cultura brasileira.
A prática ensina que, de vez em quando, o computador enguiça, sobretudo quando já está contaminado por vírus que impedem o funcionamento correto dos seus programas.
Então se aconselha a reinicializar o computador. Aí seus dispositivos tomam a embocadura certa, e dá para prosseguir o trabalho.
Pois bem, o Brasil está necessitado de uma "reinicialização" geral! 
Primeiro, é preciso expurgar certos vírus, que se aninharam indevidamente em seu bojo. E reassumir, com convicção e firmeza, os valores que nos caracterizam como povo brasileiro.
O carnaval pode ser uma boa oportunidade. Claro que sempre existem advertências, que ainda são válidas, alertando para os perigos que o carnaval apresenta. Não vamos esquecê-las.
Ao mesmo tempo, neste ano o carnaval se apresenta imbuído de uma clara incumbência: mostrar que o Brasil não perdeu sua identidade. Que ele ainda é o país do carnaval, e o país do futebol também!
Que as escolas de samba caprichem, que todos aplaudam seus desfiles, que o carnaval seja bonito em toda parte, e que a violência seja banida, nestes dias e ao longo de todo este ano!
Bom carnaval para todos!