Páginas

sábado, 30 de novembro de 2013

Parabéns Maria Fernanda



A princesa Maria Fernanda Oliveira Marcondes foi o centro das atenções no na quinta-feira, 28 de novembro, quando completou seus dois aninhos. A festança foi compartilhada com os pais Kézia Renata de Oliveira e Marcos Antonio Marcondes Alves e o irmãozinho João Marcos. Os avós Amarilda e Paulo Antonio Marcondes Alves, dos tios, Drª Bruna Gabriela, Paulo Marcondes Neto, e o filho Paulo Paulo Marcondes, dos tios Rafaela Ferrari e Fernando José Marcondes e presença marcante do esportista e bisavô Nilton Mario Pavan Alves.

Folia de Santo Reis





A Igreja São José Operário realizou na manhã do último domingo (24) o tradicional Encontro Anual de Folia de Reis. O evento realizado no bairro São Judas Tadeu reuniu cerca de 2 mil pessoas.
Marcada pelo colorido das roupas, das fitas, máscaras e bandeiras, e animada por cânticos e encenação dos palhaços, a festa é realizada na última semana de novembro e é um tradicional encontro de grupos em louvação aos Santos Reis e ao nascimento de Jesus Cristo. Além de um público formado por devotos, amigos e familiares dos foliões, a prefeita Nice Mistilides fez questão de prestigiar o evento. "Parabéns a todos os grupos de Folia de Reis que mantêm viva esta importante manifestação cultural e religiosa na nossa cidade", comentou Nice. Também participaram do evento o bispo diocesano D. Demétrio Valentini e o padre Donizete.

6 anos da Mancha Verde Jales







Aconteceu no sábado dia 23 de novembro, a festa de comemoração de seis anos da subsede de Jales da Mancha Verde, com a presença dos ex -jogadores do Palmeiras, o zagueiro Tonhão e o goleiro Cezar. Os associados e convidados, acompanhados de seus familiares, puderam desfrutar na Chácara Santo Reis (Luis Móveis), de um grande evento, com almoço e churrasco, servido pelo Buffet Dona Cinira. O show ficou por conta do grupo de pagode Art Samba e apresentação da Bateria de Arquibancada da Mancha Jales. O evento adentrou noite afora.

Alckmin em Urânia










Na sua passagem por Urânia, na sexta-feira, 22 de novembro, quando foi entregar o trecho da rodovia Euclides da Cunha, ligando Urânia a Jales, o governador Geraldo Alckmin aproveitou para tomar um cafézinho e bater um papo com estudantes e moradores da cidade de Urânia e políticos da região. Além claro, de receber reivindicações de moradores e políticos.

1ª Cãominhada Dog Day é coroada com sucesso de público





A cachorrada fez a festa em um evento só deles na manhã do sábado 23 de novembro, durante a 1ª Cãominhada Dog Day. Donos e cães se reuniram em uma passeata a favor dos direitos dos animais.
O objetivo da caminhada é conscientizar a população sobre os cuidados com os animais, protestar contra o abandono de cães, orientar para as doenças como a leishmaniose, além de proporcionar integração, confraternização, diversão e conhecimento para quem gosta de animais.
A primeira edição da Cãominhada teve saída no cruzamento entre as avenidas Francisco Jalles com a João Amadeu, por volta das 9 horas. O destino do percurso foi a praça João Mariano de Freitas, onde houve desfile de animais com premiação, adoção de animais abandonados, música ao vivo, feira pet, avaliação veterinária e cama elástica para as crianças se divertirem.
Além de proporcionar um sábado de lazer, o evento arrecadou com a inscrição rações que servirão para dar assistência a muitos animais que são abandonados.

NASF conclui “Projeto Escola de Posturas” em escola municipal


O NASF – Núcleo de Apoio à Saúde da Família concluiu no final do mês de novembro o "Projeto Escola de Posturas" direcionado aos alunos da E M Professora Maria Olympia Braga Sobrinho.
O trabalho contou com a participação dos profissionais Dieine Morise e Tiago Dan fisioterapeutas e da educadora física Juliana Toledo. A escola de Posturas teve início no mês de agosto e contou com dez encontros. Durante os três meses de projeto foram trabalhados os temas "Postura física para sentar, dormir e andar" e "Gentileza". Além disso, nas aulas práticas foram aplicados exercícios de pilates e RPG, dinâmicas de grupo e atividades interativas.
No encerramento do "Escola de Posturas", duas redações escritas pelos alunos sobre o que aprenderam durante as aulas do projeto foram selecionadas e lidas perante todo o grupo. As alunas Amanda Scaramuza do Nascimento, de 10 anos e Mariana Fação Bispo, de 11 anos, tiveram seus textos selecionados.

Educação...uma área em falta!

Por Janine Delbone e Marco Lívio Trajano
Ouvimos falar da necessidade de investimento em educação: trata-se de uma promessa política, que surge e ressurge durante cada processo eleitoral. As propostas são sempre as mesmas – melhorar a qualidade no ensino básico é uma delas. Contudo, os mandatos passam e a evolução tem sido mínima. O Brasil continua tendo baixa qualidade na educação e número de escolas insuficiente para atender a todas as crianças em idade escolar. É comum ouvir relatos de professores sobre o excesso de alunos em uma sala e também reclamação de pais sobre ausência de qualidade no ensino.
A revista Educação, com base em dados do Censo Escolar, mostrou que o número de instituições em 2011 é 11% a menos do que em 2001 (o Brasil tinha 218.383 escolas em 2001 e, dez anos depois, contava com 193.047) e essa queda foi protagonizada pelas escolas municipais e estaduais, enquanto o número de federais e privadas aumentou. A única região que teve um aumento total de escolas foi a Sudeste. Será que, se o governo realmente se importasse com o ensino, os dados seriam esses?
A falta de estrutura física é um dos fatores que dificulta o ensino, pois desmotivam os educandos a frequentar a escola. Infelizmente, estudar não tem sido uma paixão das crianças, adolescentes e jovens brasileiros. Salas de aula, laboratórios, áreas para esportes, banheiros e biblioteca são exemplos de algumas coisas que precisam ser melhoradas, para que todos se sintam motivados a estar no ambiente escolar.
Mas, além da estrutura física devemos levar em conta a "estrutura psicológica" dos professores, os responsáveis por transmitir conhecimento: recebem salário baixo, vivem péssimas condições de trabalho, (em tempos de tecnologia, muitos professores tem que usar o mimeógrafo se quiserem compartilhar algum texto com alunos). Vale lembrar que nossos professores, mesmo com seu salário "pequeno", investem em seus alunos comprando livros e até mesmo alimentos para seus alunos.
Todas essas carências na educação refletem na qualidade do ensino, e será que os brasileiros têm se lembrado de cobrar isso dos candidatos a quem confiaram seus sagrados votos? Ou têm se conformado em conviver com um governo que se preocupa em construir ginásios e arenas para a Copa do Mundo e Olimpíadas?
Vemos a todo o momento em jornais e nas redes sociais, notícias de professores sofrendo violência nas escolas e de policiais pelo fato de protestar e reivindicar melhorias para a carreira e para a educação. Realmente, é vergonhoso!
É estranho ver tanta facilidade para aumentar salários de deputados, ministros e tanta dificuldade em melhorar os investimentos destinados para a educação. Dessa maneira, o Brasil será eternamente o país do futuro, e nunca o país do presente. A fama dos brasileiros é deixar tudo para última hora, então quando será que governo vai entender que estamos nos últimos minutos da prorrogação no jogo da educação?
É triste ver famílias aceitando suas crianças voltando para casa sem saber ler, interpretar e resolver problemas matemáticos. Os pais perdem a oportunidade de reivindicar os direitos dos seus filhos se ausentando das reuniões nos colégios. Só seremos um Brasil melhor quando dermos valor ao que realmente merece ter valor, ou seja, a educação. E atenção, senhores políticos, promessas devem ser cumpridas, do contrário não a façam!
Janine Azevedo Delbone
: Acadêmica de Administração da UFMS – Câmpus de Três Lagoas (MS). e-mail: janinedelbone@ig.com.brMarco Lívio Trajano dos Santos: Matemático, professor do curso de Administração e Ciências Contábeis da UFMS – Câmpus de Três Lagoas (MS). e-mails: mltsantos1@hotmail.com; mlsantos@cptl.ufms.br

Provedoria da Santa Casa de Jales pede ao governador Alckmin liberação de recursos



Adriana Mariano, entre o deputado Carlão e Alckmin, faz a entrega do pedido da Santa Casa
O provedor da Santa Casa de Jales, José Pedro Venturini, acompanhado da gerente de captação de recursos da instituição, Adriana Mariano e da assistente da provedoria Cristiane Fachola, estiveram nas cidades de Urânia e Estrela d´Oeste prestigiando a entrega dos trechos duplicados da rodovia Euclides da Cunha ocorrido na sexta-feira, 22 de novembro.
Os representantes da Santa Casa aproveitaram a oportunidade para conversar diretamente com o secretário de Estado do Planejamento, Julio Semeghini e com o governador Geraldo Alckmin.
O interlocutor da conversa foi o deputado estadual Carlão Pignatari que colocou o governador a parte do assunto, tendo Alckmin assinado no ato os pedidos do hospital.
Venturini disse ao governador Alckmin que a Santa Casa de Jales é a única da região sem dívidas com governos ou bancos, mas depende de recursos governamentais para investimento em sua estrutura física, já que o valor repassado pelo SUS mal paga suas despesas.
A diretoria está com projeto em andamento para construir mais três pavimentos e em um deles, será reservado para a instalação de um Centro Obstétrico, objeto da solicitação de recursos ao governador.
Alckmin, por sua vez, sinalizou que vai ajudar a Santa Casa de Jales na liberação de recursos para a construção do Centro Obstétrico e repassará, nos próximos dias, repassará ao hospital o valor de R$ 480 mil referente a uma folha de pagamento do 13º salário dos funcionários.
No final da tarde de terça-feira, 26 de novembro, a gerente de captação de recursos, Adriana Mariano, recebeu do deputado Carlão Pignatari a boa notícia da liberação do recurso pelo governador Alckmin.

Relatório da CEI da 44ª Facip será enviada ao MPE em Jales

A CEI da 44ª Facip - Feira Agrícola, Comercial, Industrial e Pecuária de Jales foi encerrada na sessão ordinária de segunda-feira, 25 de novembro, com a leitura do relatório final do caso.
A 44ª Facip deveria ter sido realizada em abril, fato este que não aconteceu em virtude das pessoas responsáveis pela festa, alegarem à época, que sem a aprovação de um projeto de lei de abertura de um crédito ao orçamento municipal de R$ 2 milhões – rejeitado pelos vereadores – seria inviável a promoção da festa.
Enquanto discutiam junto aos parlamentares a aprovação do projeto, os responsáveis pela Facip, com os shows já contratados, e sem preverem a rejeição do projeto, foram vendendo camarotes, mesas, terrenos, espaços publicitários no recinto da Feira, e comprando espaço na mídia. Com a não realização da Facip, anunciou-se então a devolução dos valores recebidos.
A Comissão foi composta pelos vereadores Gilberto Alexandre de Moraes (DEM) presidente, Sérgio Yoshimi Nishimoto (PTB) vice-presidente e Luís Fernando Rosalino (PT) relator. Durante os trabalhos os membros da CEI ouviram 40 testemunhas.
O relatório final da CEI da 44ª FACIP foi apresentado e lido em plenário e uma cópia de toda a documentação será enviada ao Poder Executivo municipal e ao Ministério Público Estadual em Jales..
Finalidade – A Câmara de Jales, através dos vereadores Gilberto Alexandre de Moraes, Luís Fernando Rosalino, Jesus Martins Batista e Rivail Rodrigues Junior, solicitou na sessão ordinária realizada na noite de 6 de maio, a constituição de uma Comissão Especial de Inquérito, para apurar eventuais irregularidades nas contratações, recebimentos e pagamentos da 44ª FACIP – Feira Agrícola, Comercial, Industrial e Pecuária de Jales.
A CEI após sua instalação teria como prazo final para concluir seus trabalhos em 18 de agosto, sendo prorrogado, conforme norma regimental, através da aprovação em Plenário para o dia 16 de novembro.
A investigação foi realizada acerca dos contratos referentes a grade de shows, bem como os demais contratos eventualmente firmados pela Prefeitura Municipal ou Comissão Organizadora da festa, inclusive pagamentos de multas; da arrecadação, destinação e guarda dos recursos provenientes da venda de mesas, camarotes e permanentes, bem como da sua devolução aos compradores; da origem dos recursos e pagamentos aos funcionários que prestaram serviço de limpeza e manutenção do recinto de exposições "Juvenal Geraldelli", onde seria realizada a 44ª FACIP.

O problema da criminalidade sob outra perspectiva

Por Fernanda Martins Rodrigues e Cláudio Ribeiro
A criminalidade é – e sempre foi – um dos principais problemas da sociedade, mas embora seja tão prejudicial ao contrato social que, segundo Rousseau, nós teríamos firmado para viver em um estado de harmonia, o governo parece estar mais interessado não em erradicá-la, mas em tão somente reprimi-la, com a finalidade de reafirmar o poder soberano.
Projetos de lei para aprimorar o sistema penitenciário estão por todos os lados, mas projetos para impedir que os cidadãos cheguem até lá, nem tanto. Os nossos legisladores não percebem que o verdadeiro problema não é aquela pessoa que já reincidiu em vários delitos e já escolheu a vida criminosa para si, mas, sim, aquele que ainda está iniciando nessa vida desregrada; aquele que ainda não foi totalmente corrompido, que pode se reorientar se obtiver o devido auxílio. Dessa forma, cabe afirmar que os menores infratores são um dos pilares de todo o problema em questão, posto que grande parte dos indivíduos hoje presos começou a delinquir quando ainda eram inimputáveis.
Ato infracional é a denominação dada ao delito cometido por menores de dezoito anos. É regido por uma legislação especial que a maioria desconhece: o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Ele precede o Código Penal e, definitivamente, tem um objetivo mais educativo que repressor, visto que preceitua várias medidas socioeducativas visando à reorientação do menor. O ECA, na verdade, procura fazer aquilo que os pais não fizeram: educar. Mas, afinal, se a referida legislação já cobre as melhores possibilidades de como tratar os menores infratores, por que a criminalidade continua elevada?
A criminalidade continua em alta porque faltam políticas públicas que reforcem o ECA ou que conscientizem as famílias da necessidade de uma educação primária para que as crianças não venham a adentrar o mundo do crime. No momento em que as famílias passarem a educar seus filhos, algumas medidas do ECA não precisarão ser aplicadas. Insistindo na necessidade do ECA, e esse tendo apoio político e social, o sistema penitenciário, pouco a pouco, é que não virá a ser necessário.
Diante do exposto, cabe esclarecer que o que a sociedade precisa não é de redução da maioridade penal ou de foco no aprimoramento do sistema penitenciário; o que a sociedade precisa é de representantes capazes de perceber a real fonte do problema para aplicar soluções não meramente pragmáticas, mas, proficientes. Precisamos de representantes que nos orientem, eduquem e conscientizem para que não seja necessário intervir em nossas vidas. Tem-se, ao final, que talvez o principal problema da criminalidade seja, na verdade, a falta de zelo do Estado, que somente comparece para punir, mas que se furta aos seus deveres de zelar pela construção do ser humano digno e responsável.
Fernanda Martins Castro Rodrigues: Acadêmica de Direito da UFMS - Câmpus de Três Lagoas (MS) – E-mail: fecastro@outlook.com – Cláudio Ribeiro Lopes: Professor do Curso de Direito da UFMS – Câmpus de Três Lagoas (MS). Email: clopes@stetnet.com.br

Fuga Couros promove Semana de Prevenção




No sentido relógio - técnico em segurança Rodrigo Melo, da Fuga Couros , a psicóloga e palestrante Claudia Mora Manfrim, Jefferson Luiz Correia e Ivone Pereira Andreu de Aro, ambos do departamento de pessoal da Fuga Couros.


A dentista Ellen Crepaldi em palestra com a
participação de um dos colaboradores.

Equipe do SAMU, representada por Sérgio Luiz Casteletti Valério e Gláucia Aparecida Henrique Botolozzo, recebendo a placa da SIPAT de Rodrigo Melo, Jeffersosn Luiz Correia e Ivone Pereira Andreu de Aro.

O engenheiro Renan Pimenta da Rocha Morais (em pé),
abordando o tema recursos hídricos e coleta seletiva de lixo.

A Relações Públicas Fernanda Fuga durante palestra
Entre os dias 18 e 22 de novembro, a Fuga Couros promoveu a VII SIPAT - Semana Interna de Prevenção de Acidentes e Doenças do Trabalho, com o tema "Todos juntos pela segurança e saúde no trabalho". Como o próprio nome explica, essa é uma semana de eventos que mobiliza os colaboradores, motivando-os para realizar o trabalho sem riscos de acidentes e doenças ocupacionais durante todo o ano.
A SIPAT é um dos vários eventos anuais da CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - promovido pelos colaboradores da empresa Fuga Couros S.A. na unidade de Jales (SP). Sendo uma exigência da legislação trabalhista vigente, a SIPAT tem como objetivo orientar e conscientizar os funcionários sobre a importância da prevenção de acidentes e doenças no ambiente do trabalho, fazendo com que os colaboradores resgatem valores esquecidos pelo corre-corre do dia a dia, ou seja, não só tenham ideia de segurança, mas que também pratiquem segurança no ambiente de trabalho e até levem esses conhecimento para seus lares.
Na SIPAT, os assuntos relacionados com a saúde e segurança do trabalhador são evidenciados, buscando a efetiva participação dos colaboradores envolvendo diretores, gerentes e líderes, em uma Gestão de Segurança Participativa.
De acordo com Rodrigo Rossi Ferreira de Melo, técnico em segurança da Fuga Couros e coordenador da SIPAT, neste ano, o destaque foi o relacionamento interpessoal, pois este é atualmente um dos focos de maior preocupação e dificuldade nas organizações do mundo moderno. "Com o avanço da tecnologia, mecanização e automação da indústria, deixamos um pouco de lado as relações humanas, por esse motivo procuramos buscar junto à SIPAT um apoio de conhecimentos diversos dos palestrantes presentes nesta semana, que serão aplicados tanto no ambiente laboral como no ambiente familiar", complementa Rodrigo.

Judô jalesense é campeão no 14º Torneio na categoria masculino



O Ginásio Municipal de Esportes "Waldemar Lopes Ferraz" recebeu durante o sábado, 23 de novembro, a participação de 382 judocas de ambos os sexos a partir dos quatro anos, distribuídos por várias categorias do Super Ligeiro 18 kg ao Extra Pesado acima de 100 kg no 14ª Torneio Integração de Judô Jalesense, organizado pela Associação de Judô e Karatê Jalesense com o apoio da Prefeitura Municipal e dos amigos do Judô de Jales.
Presente neste evento, além do representante de Jales, a Associação de Judô de Fernandópolis, Associação de Judô Cerejeira de Votuporanga, Projeto de Judô de Cosmorama, Projeto de Judô de Ponta linda, Centro Universitário de Barretos (Unifeb), as agremiações Associação de Judô e Karatê Matsumi, Clube Monte Líbano, Clube do Palestra, Associação Desportiva de Judô Ateneu Mansor/Emel todas de São José do Rio Preto, Associação de Judô de Araçatuba, Judô Clube de Três Lagoas (MS.
Foram apresentados os mais novos faixas pretas da região promovidos no dia 9 de novembro, e entre eles, o judoca Rogério Lisboa da Silva, de Jales.
"O torneio ficou mesmo interessante e mais emocionante com a participação dos judocas da classe pré-mirim de 4 e 6 anos de idade, onde eles souberam dar o show, mostrando que sabem dar os mesmos golpes que os adultos" enfatizou Luiz Antonio Nunes de Moraes, o Gordo. Ele também disse que "Jales e região tem atletas de destaque que fizeram questão de garantir a presença nesse campeonato que já se tornou tradição. Fico feliz com a quantidade de judocas que se inscreveram e foram recebidos de braços abertos em nossa cidade.
A disputa com mais torcida foi a da judoca Mara Gabriela Silva de Moraes, de 6 anos, por ser a sua primeira participação em uma competição, e ainda ser o xodó da Associação, por ser a filha do Sensei Gordo.
A classificação entre as três primeiras agremiações na contagem geral por pontos foi a seguinte: Feminino
1º colocado
– Unifeb de Barretos: 3 medalhas de ouro, 2 de prata, e 3 de bronze – Total 34 pontos
2º Colocado
– Projeto de Cosmorama: 3 medalhas de ouro, 2 de prata – Total 31 pontos
3º Colocado
– Ass. Desportivo Ateneu Mansor/Emel de Rio Preto: 3 medalhas de ouro – Total 21 pontos
Masculino
1º colocado
- Associação de Judô Jalesense: 8 medalhas de ouro, 7 de prata, e 4 de bronze – Total 103 pontos
2º Colocado
– Ass. Desportivo Ateneu Monsor/Emel: 10 medalhas de ouro, 4 de prata, 1 de bronze – soma total 96 pontos
3º colocado –
Unifeb de Barretos: 9 de ouro, 4 de prata, e l de bronze – Total 86 pontos
Os atletas de Jales que conseguiram medalhas e contribuíram para a classificação de Jales são:
Masculino
: Otavio Gouveia Sakashita, Othon Artur Fuzari Tozzo , Natan Gouveia Sakashita, Edineuy Maylon Bueno da Cruz , Lucas Neto de Souza, Thiago Vieira Rueda, Maik Thairo Veroto, Giovani Martins Tressi, Marcelo Modesto Custódio, Leonardo Takashi Sakashita, Daniel Leandro Ouriguela, Leandro Cardoso Baffoni, Daniel da Silva Cerverizo, Vanderlei Cesar Brandão Jr., Vinicius de Oliveira Zeule, Rena Alves, Hugo Garcia Moraes e Edvaldo da Silva.Feminino: Mara Gabriela Silva de Moraes, Kimberly Caroline de Oliveira Alves e Taiana do Santos

Senac Votuporanga forma alunos em Jales e Urânia por meio do Via Rápida

Neste mês de novembro, 54 alunos de Jales e Urânia dos cursos Básico em rotinas de escritório e Recepção e Atendimento, respectivamente, receberam o certificado de conclusão. Os cursos gratuitos foram ofertados por meio do Via Rápida.
O programa tem o objetivo de capacitar gratuitamente a população que está em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho ou que deseja ter seu próprio negócio.
Além de habilitar e desenvolver os alunos durante as aulas do curso, um diferencial promovido pelo Senac foram as visitas técnicas realizadas em empresas conceituadas da cidade, com objetivo de mostrar na prática o conhecimento que é transmitido em sala de aula.

Retrocesso na Educação Inclusiva: Meta 4 do PNE 2011-2020

Por Larissa Caroline Borges de Araújo e Neide Yokoyama
O Plano Nacional de Educação (PNE) 2011-2020 contempla as metas e diretrizes para os ensinos infantil, básico e superior. A 4ª meta tem tirado o sono de pais, alunos e professores do ensino especial, mais especificamente das APAE’s de todo o Brasil, pois propõe o seguinte: "Universalizar, para a população de 4 a 17 anos, o atendimento escolar aos estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação, preferencialmente, na rede regular de ensino, garantindo o atendimento educacional especializado em classes, escolas ou serviços especializados, públicos ou comunitários, sempre que, em função das condições específicas dos alunos, não for possível sua integração nas classes comuns".
O projeto de autoria do senador José Pimentel, do PT do Ceará, passou da Câmara dos Deputados para o Senado, onde ainda não foi votado. Caso aprovado, serão cortados os repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB) às APAE’s, após 2016, de acordo com a sugestão da Comissão de Assuntos Econômicos. Consequentemente, muitas pessoas com deficiência irão perder toda a estrutura especializada para o ensino de estudantes com necessidades especiais, ou seja, a 4ª meta forçaria o fechamento destas entidades de caráter filantrópico, que dependem totalmente de recursos governamentais. Seria um grande impacto na sociedade, afinal, são mais de 2.500 instituições por todo o País e mais de 8 milhões de pessoas com deficiência mental.
A APAE foi criada no ano de 1954 com a qualificação de entidade "excepcional", a fim de atender pessoas com necessidades especiais, com problemas ou dificuldades na aprendizagem. Às vésperas de completar 60 anos, a instituição é assombrada pela possibilidade de fechar as portas, a partir de 2016.
A ideia principal que norteia a 4ª meta consiste em incluir alunos com algum tipo de deficiência intelectual, ou múltipla, em escolas de ensino regular. Neste sentido, pais e professores alegam que estes alunos não possuem condições de ingressar em escolas de ensino regular porque grande parte delas não possui infraestrutura para recebê-los, apesar da matrícula na escola regular ser um direito fundamental e inalienável de todos. Ainda, acendendo o debate, o texto da 4ª meta atrela a matrícula destes alunos excepcionais ao diagnóstico clínico de suas deficiências, tornando-os reféns dos processos particulares de triagem de cada escola, que optam convenientemente em direcioná-los às escolas especiais, a fim de não terem gastos extras com as adequações necessárias para recebê-los. Nos Centros de Ensino Especial, os professores são qualificados para uma educação diferenciada com as crianças, conforme suas necessidades. Assim, concomitante à discussão sobre a extinção das escolas especiais, a 4ª meta versa sobre a permanência das mesmas. Uma grande confusão!
Desse modo, na contramão da evolução das políticas de educação inclusiva, a 4ª meta daria margem a uma educação exclusiva, incentivando a ocorrência do assédio moral, ao promover um pré-conceito, discriminação e rejeição das pessoas com deficiências especiais nas escolas regulares.
Por outro lado, há uma corrente favorável a 4ª meta, pois há muitas crianças especiais que não frequentam a escola, como os autistas que são recusados por algumas APAE’s e outras escolas especiais, pela carência de profissionais preparados.
Mesmo que exista a lei da inclusão plena, é indispensável que se observe a sua adequação e benefício aos interessados. Há a possibilidade da coexistência do ensino regular com o ensino especial, desde que não se misture educação com políticagem. *Larissa Caroline Borges de Araújo: Acadêmica de Administração da UFMS – Câmpus de Três Lagoas (MS). E-mail: taua_carol@hotmail.com "Neide Yokoyama: Administradora, Professora e Ex-Coordenadora do Curso de Administração da UFMS – Câmpus de Três Lagoas (MS). E-mail: yoko@cptl.ufms.br

Saúde municipal promove mês de mobilização de combate a dengue




Com o objetivo de intensificar a prevenção da dengue, a Prefeitura de Jales, através da Secretaria Municipal de Saúde realizou em novembro, o "Mês de mobilização de combate a dengue".
Todas as unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF) abraçaram a causa e participaram da campanha desenvolvendo atividades, palestras para usuários, pedágios de conscientização, confecção de faixas, além de utilização de outros artifícios como a distribuição de panfletos para promover a prevenção da doença.
A equipe da ESF Dr. Luis Ernesto Sandi Mori, do JACB, promoveu um pedágio no cruzamento da avenida João Amadeu com avenida Alfonso Rossafa Molina. Além da equipe da unidade, coordenada pela fisioterapeuta do NASF, Dieine, alunos do curso técnico de enfermagem da ETEC ajudaram na distribuição de panfletos durante a blitz.
Os agentes comunitários de saúde, enfermeiros e a gerente da ESF Getúlio de Carvalho, participaram de um pedágio no cruzamento da rua 24 com a avenida Alfonso Rossafa Molina. "A equipe da ESF Drª Zilda Arns Newmann, do jardim Novo Mundo promoveu pedágio de conscientização no cruzamento da avenida Francisco Jalles com a rua 24, nas proximidades da Sabesp", contou a coordenadora das ESFs, Gisele Murta.
Para encerrar a campanha, na terça-feira, 26, a secretaria de Saúde promoveu a distribuição de material educativo e panfletos em stands montados nos supermercados da cidade.

Câncer ainda mata mais de meio milhão de brasileiros

Com o objetivo de conscientizar, prevenir a população contra o câncer e diminuir as atuais estatísticas da doença, foi criado pelo Ministério da Saúde (MS) o Dia Nacional de Combate ao Câncer, comemorado em 27 de novembro. Provocador de cerca de oito milhões de mortes no mundo e com estimativa de crescimento, o câncer ainda é uma doença pouco conhecida pelas pessoas. No ano passado, no Brasil, uma média de 519 mil pessoas morreram em virtude da doença e, até o fim deste ano, 500 mil novos casos de câncer serão descobertos no país segundo dados do MS.
E esses números poderiam ser bem menores. De acordo com estimativa do Instituto Nacional de Câncer (Inca), um terço dessas mortes no mundo poderia ter sido evitada com mais prevenção, detecção precoce e acesso aos tratamentos existentes. Os métodos mais usados no Brasil são as cirurgias, quimioterapias e radioterapias, que nem sempre resolvem o problema e causam muitos efeitos colaterais, acompanhados da baixa da qualidade de vida na maioria dos pacientes.
De acordo com o geriatra e nutrólogo Francisco Humberto de Freitas Azevedo, do Instituto de Medicina Biológica, em Brasília, para combater o câncer, além das três práticas oficiais, existem recursos da medicina complementar, ainda pouco conhecidos no Brasil. Existem vários artigos publicados em universidades nos Estados Unidos e na Europa que defendem as práticas complementares no combate ao câncer e ressaltam a sua eficácia.
Esta abordagem complementar abre mais possibilidades aos que já não podem, ou não querem continuar a quimioterapia ou a radioterapia. O médico Francisco Humberto, que tem se dedicado a estes estudos, usa protocolos baseados na eletromedicina para melhorar a imunidade do paciente, visando aumentar o tempo e a qualidade de vida. Para o alcance desses objetivos, o especialista sugere logo no inicio do tratamento uma dieta rica em alimentos alcalinos como frutas, verduras, legumes e grãos, que possuem muitas vitaminas, fibras e minerais. Ele ressalta que a baixa ingestão de açúcares e carnes também são aliados no combate à doença.
Para Francisco, o corpo com PH ácido (abaixo de 7,4) é uma porta aberta para a instalação de vírus e bactérias, o que aumenta as chances de desenvolver várias doenças, inclusive o câncer. "A alimentação alcalina aumenta o PH do corpo, consequentemente melhora o metabolismo, aumenta a eliminação de toxinas e diminui a retenção de líquidos. Isto acontecendo, já terá melhorado a condição geral de saúde do paciente, e tudo fica mais fácil, até mesmo o enfrentamento do câncer ou de outras doenças cronicas.
A linha da medicina biológica e complementar também se baseia na homeopatia. Os medicamentos homeopáticos agem diretamente na raiz do problema, evitando os efeitos colaterais, comuns na medicação alopática. Outra técnica que também auxilia não só no tratamento contra o câncer, mas na prevenção de doenças crônicas é a reposição dos minerais. A ausência de minerais no organismo cria uma pré-disposição a diversas doenças, principalmente depois dos 40 anos de idade. Portanto, todos devem fazer a reposicao dos minerais imporantes no funcionamento do corpo. A prevenção é muito importante para manter a saúde à medida que a idade avança.
"Os minerais e aminoácidos regulam e permitem as trocas metabólicas dentro e fora das células, mantendo o equilíbrio bioquímico do corpo. Quando o corpo está carente de um desses elementos, todo o funcionamento metabólico fica comprometido, dando início às doenças funcionais. A carência vai se acentuando e pode levar a estados patológicos graves", explica o especialista.
O médico alerta ainda que as carências de minerais podem gerar cansaço físico, ansiedade, irritabilidade, nervosismo, estresse, estafa mental, depressão, problemas digestivos, circulatórios, reumatológicos, hormonais, envelhecimento precoce, além de unhas fracas e queda de cabelo.
A Estimulação Magnética (EM) também é outra opção indicada pelo médico. A técnica tem uma aplicação ampla na restauração da saúde e trata várias disfunções. A EM consiste na emissão de campos magnéticos, direcionados para o corpo do paciente na área que necessita de regeneração. A energia magnética trabalha na repolarizacão da membrana celular da área afetada, o que proporciona equilíbrio do corpo, bem estar e regeneração dos tecidos afetados.
Francisco lembra ainda que para manter a saúde é bom evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, o tabagismo, a vida sedentária e a obesidade. "O câncer não se deve somente aos fatores hereditários, pois os hábitos nocivos aumentam as possibilidades de incidência da doença. Portanto, a mudança de hábitos é grande aliada no combate desse mal que assola milhares de pessoas em todo o mundo", finaliza o médico.

D. Demétrio busca apoio de Nice para execução de projeto de drenagem



A prefeita Nice Mistilides (foto) recebeu na tarde desta segunda-feira, 25 de novembro, em seu gabinete, o bispo diocesano Dom Demétrio Valentini para discutir projetos que possam beneficiar a região do Hospital de Câncer de Jales. Dom Demétrio esteve acompanhado dos engenheiros Marcos Pegolo, da Diocese, de Gustavo Ruza, do Hospital de Câncer e do diretor da Central de Rádios, Nilton Navarro.
Durante encontro, o bispo apresentou à Nice projeto de "Drenagem de Micro Bacias do Hospital do Câncer". O estudo foi feito a pedido da diocese ao engenheiro Marcos Pegolo. Segundo o projeto é necessário mais de R$ 1 milhão para resolver os problemas de infraestrutura do local.
De acordo com o bispo, a iniciativa visa resolver os problemas de alagamento e erosão, uma vez que a região tem sofrido bastante, principalmente no período das chuvas. Para isso será necessário fazer a canalização para o escoamento da água da chuva. A obra beneficiaria principalmente o Hospital de Câncer que está em processo de ampliação, pois não existe a canalização para o recolhimento de água em torno do hospital e quando chove o transtorno é freqüente. Com a canalização no local, resolveria em definitivo e se concretizado a obra beneficiária também os bairros vizinhos.
A prefeita agradeceu a diocese e se colocou a disposição para buscar os recursos necessários. "Quando trabalhamos em parceria a população ganha muito mais. Sei o quanto aquela região é importante para a cidade e por isso juntos faremos o possível para resolver este problema antigo", finalizou.

EDITAIS DE PROCLAMAS

Ademir de Mattis
, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
LUÍS FERNANDO ROSSINI e MARIANA CATARINO VIANA
. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 10 de dezembro de 1.981, autônomo, solteiro, residente e domiciliado em nesta Cidade, filho de Amador Rossini e de Ivani Martins Rossini. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 07 de março de 1.993, auxiliar administrativo, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Otavio Aparecido Viana e de Silvia Catarino Viana.
LUCIANO APARECIDO ZAGO e SILVIANE DA SILVA CARVALHO
. ELE, natural de Santa Fé do Sul, deste Estado, nascido aos 12 de abri de 1.981, mecânico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Carlos Aparecido Zago e de Ana Maria Grangieri Zago. ELA, natural de Dirce Reis, deste Estado, nascida aos 27 de junho de 1.987, atendente, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de João Antonio Carvalho e de Clarice da Silva Carvalho.
ALESSANDRO GRACIANO DA SILVA ZANUSSO e JACQUELINE COSTA GASTALHO
. ELE, natural de General Salgado, deste Estado, nascido aos 27 de novembro de 1.974, arrumador de cargas, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Maria Neusa Zanusso. ELA, natural de Rio de Janeiro, Estado de Rio de Janeiro, nascida aos 22 de janeiro de 1.964, do lar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Almiro Gastalho e de Maria Dalva Freitas Costa.
ALEX LINO FERREIRA e LARISSA ELLEN DE OLIVEIRA.
ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 03 de agosto de 1.988, funcionário público municipal, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Ezequiel Lino Ferreira e de Rosa Maria Pinto Ferreira. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 18 de maio de 1.988, enfermeira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Wilson de Oliveira e de Célia Aparecida Francisco de Oliveira.
CARLOS ALBERTO SOUZA DE FREITAS JUNIOR e JULIANE APARECIDA PERES
. ELE, natural de Fernandópolis, deste Estado, nascido aos 30 de março de 1.986, funcionário público municipal, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Carlos Alberto Souza de Freitas e de Sonia Luiz Freitas. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 05 de abril de 1.993, operadora de telemarketing, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Orides Peres e de Lucinda Pereira da Cunha Peres.
REGINALDO JOSÉ DE OLIVEIRA e CARLA ALEXANDRA BIISER LOPES
. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 03 de junho de 1.976, motorista, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio José de Oliveira e de Aparecida Donizetti da Silva de Oliveira. ELA, natural de Urânia, deste Estado, nascida aos 22 de dezembro de 1.977, doméstica, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de João Lopes e de Clevanir Biiser Lopes.
UANDERLEI JOSÉ DAME e DENISE FERNANDA ALVES
. ELE, natural de Iturama, Estado de Minas Gerais, nascido aos 10 de junho de 1.989, farmacêutico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Clesio Dame e de Marina Bernardo Dame. ELA, natural de São José do Rio Preto, deste Estado, nascida aos 30 de setembro de 1.990, professora, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Denilson Rogerio Alves e de Cleonice Zuque Valeretto Alves.
WELLINGTON LIMA ASSUNÇÃO e BIANCA DOS SANTOS GARCIA
. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 22 de maio de 1.993, estudante, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Wilson Souza de Assunção e de Izabel Souza Lima Assunção. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 25 de setembro de 1.996, estudante, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Éber Fabiano Garcia da Silva e de Jocelia Cabrini dos Santos Silva.
ADAILTO PONTES SIQUEIRA SIMÃO JUNIOR e ALICE PADOAN BARBOSA
. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 16 de maio de 1.988, auxiliar de padeiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Adailto Siqueira Simão e de Vera Lúcia Pontes Simão. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 15 de outubro de 1.989, vendedora, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Cândido Oliveira Barbosa e de Célia Maria Padoan Barbosa.
FABIANO HENRIQUE DA SILVA e GISELI GUIMARÃES
. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 04 de abril de 1.985, funcionário público estadual, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Sinesio Pedro da Silva e de Maria Pereira da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 11 de janeiro de 1.985, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Eunice Aparecida Guimarães.
FERNANDO ANTÔNIO DE LIMA e ADRIANA MONTEIRO SANCHES
. ELE, natural de Santa Fé do Sul, deste Estado, nascido aos 23 de novembro de 1.978, Juiz de Direito, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Abmael Manoel de Lima e de Sonia Regina Facincani de Lima. ELA, natural de Piracicaba, deste Estado, nascida aos 26 de maio de 1.984, advogada, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Ademir Gasques Sanches e de Jacinta Monteiro Sanches.
JULIO CÉSAR SIQUEIRA e KARINE ARIELY FELIX DOS SANTOS
. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 25 de junho de 1.982, contador, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Walter Siqueira e de Iracema Bonani Siqueira. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 28 de novembro de 1.988, auxiliar administrativa, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Ananias Jose Felix Filho e de Claudia Cristina Tondato dos Santos.
EDUARDO GOMES DELGADO e KELLY BEATRIZ DO PRADO.
ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 10 de fevereiro de 1.984, enfermeiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Orivaldo Aparecido Delgado Gomes e de Helena Maria Isidro Gomes. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 23 de agosto de 1.981, professora, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Nicanor Alves do Prado e de Neyde Tresso do Prado.
RUBENS DOS SANTOS e VILMA APARECIDA MAGALHÃES
. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 23 de junho de 1.971, pedreiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Gedalva dos Santos. ELA, natural de São Paulo - Capital, nascida aos 07 de agosto de 1.969, faxineira, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Valter Ermindo Magalhães e de Virginia Luzia Magalhães. SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES. Ademir de Mattis - Oficial

Ideações

Adelvair David

Fato interessante acontece nas expectativas que cria a humanidade em torno dos próprios passos.
Geralmente, o homem deseja as mais variadas situações nesta vida, porém, desenvolve pensamento mágico a respeito delas. Planeja, por exemplo, no casamento, as reações das outras pessoas envolvidas; cônjuges, filhos e parentes estão junto com os seus planos de realizações materiais. Estes não passam, muita vez, de peças bem encaixadas nas suas ideações e, com o passar do tempo se diz frustrado argumentando que a vida não lhe sorriu como desejava.
Desejava buscar na profissão o ideal amoedado de grande monta. Calcula meticulosamente os lucros e a sua ascensão para mais tarde perceber-se não tão bem materialmente como desejava. Embora tenha o suficiente, culpa o país ou as pessoas pelo que entende ser a sua limitada condição.
Planeja ter amizades fiéis, dóceis, dedicadas, amigos e irmãos que poderão atender-lhe nas horas difíceis, ou com eles vivenciar bons momentos para o seu deleite. Informa logo não os possuir. Atribui à "sorte" a relativa solidão que lhe marca as horas em determinado período existencial.
O que se pode compreender a princípio é que, não se transfere a ninguém o dever de fazer a outrem feliz; a felicidade se conquista no que se dá e não no que se recebe. Disse o Cristo de Deus: "ama o teu próximo". Falando das questões da profissão, em qualquer posição em que se encontre o homem tem oportunidade de treinar o que veio fazer neste mundo, aprender a servir, afirmou Jesus: "se o desejares". Quanto ao recurso material proveniente do trabalho, é natural e muito justo que se recolha, porém, este é apenas complemento e deve vir após o cumprimento do dever com responsabilidade e amor. É comum prender-se o homem ao que transitório em detrimento do que é eterno, assim invertendo a prioridade existencial. Aconselhou Jesus resolvendo esta questão: "tratai de juntar tesouros no céu". Falava o Senhor do céu que está dentro de cada um. O homem também, para o seu conforto, não juntará amizades como o faz com as coisas. Amizade é sentimento que se constrói no próprio coração. É um campo de atração que se cria em si mesmo com o amor que se oferta aos seus demais, fazendo com que estes tenham vontade de permanecer na sua presença. Dessa forma é possível aceitar a todos como são atraindo-os para o reduto íntimo, convivendo com mais harmonia em todos os aspectos. Propõe o Mestre em análise: "que te importa os outros, segue-me tu".
A criatura humana será sempre responsável pelas suas construções. Deverá ter objetividade e lucidez na lide com os seus desejos, de modo a não fantasiá-los. Compreenderá que é sempre responsável pelas ações que trouxe do ontem e das que empreenderá hoje, edificará para o agora e para o amanhã o bem que não mais lhe faltará.
AS IDEAÇÕES NOBRES IMPULSIONAM O HOMEM PARA O PROGRESSO, CULTIVÁ-LAS É PROPOR A SI MESMO FELICIDADE.

Alunos do curso de Ciências Contábeis são aprovados no exame do Conselho Federal de Contabilidade



Dez alunos da Unijales que estão concluindo o 4º ano de Ciências Contábeis, coordenado pelo professor Júlio Cesar Siqueira, foram aprovados no Exame de Suficiência, promovido pelo Conselho Federal de Contabilidade no dia 29 de setembro.
Fábio Luiz Marques Baião Júnior, Gean Victor Domingues da Cruz, João Donizete Pascui Junior, Jéssica Andreza Vicente Penariol, Ruan Cosme Zigart Gomes, Thays Damasceno de Carvalho, Tiago Pereira Guimarães, Denys Dauto Caire da Silva, Marcos Aparecido Bortolot e Queila Aline Vianna, atingiram mais que 50% dos pontos possíveis da prova, mínimo exigido e tornaram-se os mais novos habilitados ao exercício legal da Contabilidade.
O exame de suficiência, que contempla questões sobre a Contabilidade é aplicado duas vezes por ano, sendo um em cada semestre. No exame realizado no primeiro semestre de 2013, os alunos Denys Dauto Caires da Silva, Marcos Aparecido Bortolot e Queila Aline Vianna já haviam sido aprovados.
Durante o ano letivo, o professor e coordenador Júlio Siqueira, além de ministrar suas aulas que fazem parte da grade curricular, oferece conteúdos específicos para preparar seus alunos para o exame de suficiência.
"Vejo essas aprovações como resultado de muito esforço, de um trabalho sério e comprometido que realizamos desde o início do ano. Na nossa região, dificilmente temos esse número tão significante de aprovados no exame de suficiência", comemorou o coordenador do curso, Júlio Siqueira.
O curso de Ciências Contábeis da Unijales oferece aos seus alunos uma estrutura física de trabalho, corpo docente competente e preocupado em formar cidadãos éticos e capacitados para o mercado de trabalho através do binômio teoria-prática, privilegiando as disciplinas que desenvolvem competências, quanto ao cumprimento das normas internacionais de Contabilidade, Auditoria, Ética e Educação.



Placa de sinalização de trânsito fica encoberta pela folhagem da árvore



A situação das placas de sinalização de trânsito pela cidade está caótica.
Na avenida João Amadeu esquina com a rua 17, centro, placas de sinalização que indica "proibido virar à esquerda" está encoberta pela folhagem da árvore que não é podada regularmente. É uma constante ver motorista, principalmente de caminhão de carga, mesmo com o semáforo, por não ter a visão da placa, entrar a esquerda. Em vários outros locais, as placas também não visíveis aos olhos dos motoristas.

Pelo que se vê e sente, enquanto a prefeita Nice Mistilides, vive o corre-corre em busca de liberação de recursos junto aos governos estadual e federal, sua assessoria não está enxergando o que se passa pela cidade. Fora as árvores que estão encobrindo placas de sinalização de trânsito e sofrem poda à base do machado, o mato também cresce pelas ruas. Na periferia o drama é maior. Como a foto acima, com o mato crescendo na calçada e na sarjeta dando um aspecto lúgubre, já que a casa está abandonada. Prefeita, coloque a sua assessoria para trabalhar e também comece a ver a cidade de perto.

A alegria do Evangelho

D. Demétrio Valentini
Com data de 24 de novembro de 2013, o Papa Francisco acaba de publicar o seu primeiro documento, escrito sob sua responsabilidade, em forma de "Exortação Apostólica", com o sugestivo título: "Evangelii Gaudium" - "A Alegria do Evangelho".
O que logo salta aos olhos é a disposição do Papa, de não perder tempo, e de valorizar o impulso renovador que imprimiu ao seu pontificado desde o início.
Com este documento, ele se propõe retomar, com firmeza e franqueza, as propostas do Concílio Vaticano II, tomando o principal documento conciliar como inspiração e roteiro de suas propostas de agora, sobretudo o capítulo dois da Lúmen Gentium, que descreve a Igreja como Povo de Deus. Assim fazendo, ele não só recomenda colocar em prática o Concílio, mas dá o exemplo de como fazê-lo.
A forma do documento remete ao Sínodo de 2012, sobre a Nova Evangelização e a Transmissão da Fé. Sínodo inaugurado no dia 11 de outubro, quando ao mesmo tempo estava iniciando o Ano da Fé, e se celebrava o jubileu de 50 anos do Concílio.
São todas datas convergentes, importantes para dar-nos conta das reais intenções do Papa. No encerramento do Ano da Fé, ele retoma a caminhada da renovação eclesial, valorizando o esforço já feito, mas propondo claramente "uma nova etapa evangelizadora marcada por esta alegria e indicar caminhos para o percurso da Igreja nos próximos anos".
Portanto, é o seu "programa de governo" que ele está propondo com esta "exortação apostólica", com a clara intenção de retomar a ação evangelizadora da Igreja com a alegria e o entusiasmo de quem experimentou o que significa o encontro pessoal com Jesus Cristo, que ele insiste, desde Aparecida, a apresentar como o início do processo de conversão pessoal, imprescindível para se assumir, com alegria, o compromisso pessoal de cada cristão na sua ação evangelizadora.
Bem do seu estilo de linguagem franca, o Papa Francisco faz um apelo pessoal a cada cristão, de buscar o seu encontro pessoal com Cristo, ou ao menos de se deixar encontrar por ele. Isto está bem de acordo com uma das maiores insistências de suas alocuções, incentivando todos a terem confiança na misericórdia divina, com a certeza de serem bem acolhidos:
"Convido todo o cristão, em qualquer lugar e situação que se encontre, a renovar hoje mesmo o seu encontro pessoal com Jesus Cristo ou, pelo menos, a tomar a decisão de se deixar encontrar por Ele, de o procurar dia a dia sem cessar. Não há motivo para alguém poder pensar que este convite não lhe diz respeito, já que «da alegria trazida pelo Senhor ninguém é excluído». O Senhor não desilude, e quando alguém dá um pequeno passo em direção a Jesus, descobre que Ele já aguardava de braços abertos a sua chegada"
Depois deste convite, impregnado de confiança e de espiritualidade, o Papa usa uma linguagem franca e direta, convidando todos os membros do povo de Deus, a reencontrarem a alegria de se sentirem envolvidos na Boa Nova que Cristo nos trouxe, e que nunca perde o seu vigor.
Uma passagem bonita desta Exortação Apostólica é a que fala da diversidade cultural, em que o Evangelho foi acolhido ao longo dos séculos, e continua sendo hoje também. Isto abre caminho para que a Igreja de Cristo comporte, dentro de si mesma, uma legítima e sadia diversidade, dando espaço para o ecumenismo e o diálogo com outras religiões.
Um documento a ser acolhido como mensagem especial deste Papa que a Providência nos proporcionou, de maneira surpreendente e oportuna.

COMUNICADO IMPORTANTE CONCURSO PÚBLICO

Pretende a Prefeitura Municipal de Mesópolis, em breve, realizar CONCURSO PÚBLICO para diversos cargos, em especial para o cargo de MOTORISTA.
Para tanto, o Município exigirá no certame que os candidatos ao cargo de MOTORISTA possuam determinadas qualificações, em especial as seguintes:
1. Habilitação para dirigir na Categoria "D";
2. Curso de Especialização para Transporte de Emergência, tendo como objetivo estarem os candidatos preparados para conduzir ambulâncias e veículos de emergência com segurança;
3. Curso de Especialização para Transporte Coletivo de Passageiros, tendo como objetivo estarem os candidatos preparados para conduzir ônibus e veículo de passageiros com segurança e atenção; e,
4. Curso de Especialização para Transportes Escolares, tendo como objetivo estarem os candidatos preparados para conduzir crianças e jovens com maior segurança e atenção.
Este comunicado é feito com a devida antecedência para dar oportunidade aos interessados em se prepararem para as exigências que serão feitas na oportunidade do Concurso Público.
Não serão aceitas no Concurso Público inscrições de candidatos que não possuam a habilitação exigida e os cursos de especialização acima referidos, inclusive protocolos.
Publique-se. Afixe-se.
Mesópolis, 29 de novembro de 2013.
LEANDRO AP. POLARINI
PREFEITO MUNICIPAL
Reflexão

"Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim". Chico Xavier

Nota truncada
Na edição passada, a nota inserida nesta coluna onde diz que causou estranheza a ausência de políticos de Jales em Urânia, no sábado 23 de novembro, quando lá esteve o governador Alckmin, saiu truncada, faltando "estiveram presentes os... vereadores Gilbertão, Jesus, Rivail e Tiago Abra
Pode até
ser conversa do botequim da vila, mas a última que se comenta, é que funcionários da Prefeitura, antes do serviço, tiram fotos dos buracos nas vias públicas, e levam ao conhecimento do Gabinete da Prefeita que, dependendo o tamanho e o local onde fica, autoriza a operação "tapa buraco".
A prefeita Nice
reajustou o valor da taxa de iluminação pública paga pelo contribuinte a partir de janeiro de 2.014, fato este que gerou e vai gerar descontentamento se o dinheiro não for aplicado na iluminação pública da cidade. Para tanto, a prefeita deve dar o exemplo e determinar economia de energia nos bens públicos já que a prefeitura é isenta da taxa, e proibir que os refletores do estádio municipal sejam acesos à noite sem que haja atividade esportiva oficial.
O dono de
uma Cooperativa de Mototáxi na cidade, está cuspindo fogo em relação ao cidadão Lauro Gonçalves Leite Figueiredo, o popular "Matogrosso", que teria, segundo empresário, denunciado junto ao Ministério Público Estadual, a cessão por parte da Prefeitura de Jales, de uma Van por três dias para transporte de mototáxistas para provas em Votuporanga, sem o recolhimento das devidas taxas legais para uso do veículo público. O empresário teria sido notificado pelo MPE para esclarecimentos.
Existe uma
restrição em relação aos proprietários de veículos que fazem propaganda volante para vender seu peixe, no quadrilátero central da cidade, a não ser, claro, a divulgação de campanhas oficiais, como vacinação e outras. O pessoal, está abusando, e veículos sem o devido adesivo de autorização colado em lugar visível circulam livremente pela cidade fazendo propaganda com o som ao extremo. Caneta neles fiscais da Prefeitura. Ou fica por isso mesmo, fazem o que bem entenderem?
O Conselho de Ética
e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal de Jales, julgou improcedente a representação protocolada na Secretaria da Casa, contra o vereador Gilberto Alexandre de Moraes (DEM). Os vereadores Tiquinho, Viotto e Rosalino da CEI, usaram do bom senso. Domicílio eleitoral não tem nada a ver com domicílio residencial. Apenas o vereador Gilbertão, adversário ferrenho da prefeita Nice, não pode dar mole. Nesse caso só restou a tal imoralidade.
Entre os
tucanos jalesenses há um sentimento de desâmino já que não há um decisão pra valer, se ficam com o governo municipal ou vão para a oposição. A tucanada fala, esbraveja mas sempre gostou de um muro.
No semáforo
da avenida Francisco Jalles com a rua 4 sentido bairro centro, uma placa de sinalização proíbe que ônibus e caminhão siga em direção ao centro. A obediência à placa não existe e a autoridade de trânsito não deve nem saber que da existência da placa.
O secretário
de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI), Rodrigo Garcia, assinou nesta sexta-feira, 29 de novembro, às 15 horas, um convênio com a Prefeitura Municipal de Jales para a Implantação da Central de Processamento e Industrialização de Resíduos do Arranjo Produtivo Local (APL) da região. Dizem as más línguasque a prefeita de Jales teria assinado o convênio em São Paulo.
As autoridades
constituídas estão demorando para dar uma chacoalhada nesse pessoal que anda com o som de seus veículos em nível insuportável. Caneta neles. A população não é obrigada a aguentar essa aberração.
Na sessão
de segunda-feira, o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal de Jales, apresentou seu relatório que apurou possível infração pelos vereadores Claudir Aranda da Silva (PDT) e Sérgio Yoshimi Nishimoto (PTB) quando membros da Comissão Processante, aplicando-lhes apenas sanção de "advertência pública oral" aprovada pelo plenário por 7 votos a 2.
Claudir e
Nishimoto, membros da CP que apurou possível nepotismo na administração, sofreram uma representação por parte do cidadão Lauro Gonçalves Leite Figueiredo de que teriam cometido uma infração política administrativa ao não conseguirem intimar a prefeita Nice para depor.
Os parlamentares
estão brincando com a inteligência do eleitor.
A Secretaria
Municipal de Saúde vai receber uma van e uma ambulância segundo Departamento Regional de Saúde da Região de Rio Preto (DRS XV). A Van para transporte de pacientes custa R$ 160 mil e a ambulância de R$ 55 mil Emendas de deputados a pedidos de vereadores
Os prefeitos
precisam aproveitar para conquistar o máximo porque 2.014, é ano de eleição e as liberações vão minguar.

PALAVRAS DE CHICO XAVIER

Certa vez, ouvi de um senhor que nos visitava em Pedro Leopoldo:
– Chico, a tal da fofoca é o bafo do Demônio...
Embora, no Espiritismo, não acreditamos na existência do Demônio, eu não pude deixar de concordar com ele.
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
"Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.

Nova revolução

Reginaldo Villazón
O ser humano apresenta muitas contradições. Transita da racionalidade para a irracionalidade com desenvoltura, do prazer para a dor, da alegria para a tristeza. Isto faz que ele seja aquilo que ele é e deseja ser: humano. Sem dúvida, na sua caminhada ao longo dos tempos, as experiências o levam a evoluir de forma impressionante. Talvez – por suas contradições –, seu desenvolvimento não acontece numa linha reta ascendente uniforme. A história humana é cheia de altos e baixos, de períodos estáveis e outros de grandes eventos.
O recém-passado século XX começou no dia 01 de janeiro de 1901 e terminou no dia 31 de dezembro de 2000. É fácil avaliar o tanto de progresso humano havido entre as duas datas. Em um século, o ser humano evoluiu e transformou a vida no planeta como nunca. Descobertas científicas importantes revolucionaram a medicina, permitiram o uso pacífico da energia dos átomos, viabilizaram as explorações espaciais. A humanidade passou a se modificar rapidamente. Mas o ser humano preserva muitas contradições.
Quando se fala sobre o fim do capitalismo e o nascimento de uma nova economia, muita gente duvida com veemência ou se cala na incredulidade, mesmo diante de tantas mudanças nunca ou pouco imaginadas antes. Mas, pensando de forma racional, é difícil imaginar como os valores capitalistas crescentes e ilimitados – lucro, acumulação de riqueza, produção e consumo – podem sobreviver numa economia em que outros valores se avultam, como a sustentabilidade ambiental, a universalidade do bem-estar, a criatividade, a estética.
Recentemente, os meios de comunicação anunciaram a chegada às lojas de uma nova tecnologia, a Impressora 3D. O nome é simples, mas não se trata de uma máquina para imprimir textos em três dimensões. Ela imprime objetos criados no computador. Em outras palavras, ela fabrica objetos diretamente do computador, sem a necessidade de moldes e utilizando materiais diversos. Esta tecnologia simplifica e populariza a atividade econômica que serviu de base para a fundação do capitalismo: a produção industrial.
A impressora 3D foi criada há 15 anos nos Estados Unidos pelos cientistas da indústria aeroespacial e militar. Ela lê as características do objeto no computador e deposita o material de impressão em camadas para produzir o objeto sólido. Assim, as pessoas podem criar e produzir vários objetos, em vez de comprar os fabricados nas indústrias. Os cientistas prevêem que esta tecnologia vai se desenvolver ao ponto permitir a fabricação desde peças simples a microchips de alta tecnologia e implantes médicos sofisticados.
Os economistas apontam para um futuro com menos transporte, estoque e distribuição de mercadorias prontas. Navios vão cruzar os mares transportando matérias-primas. A criação dos produtos nos computadores e a produção deles nas impressoras 3D serão feitas em todo o mundo. A peça de um automóvel fabricado na Europa não precisará ser importada da Europa. Ela será prontamente fabricada no local de utilização.
Reflexões a este respeito podem ajudar as pessoas que desejam aproveitar as oportunidades que o mundo em transição oferece, sem abrirem mão das suas humanidades, mas deixando de lado as contradições que se tornaram perigosas. Não é tempo de desejar o progresso e resistir a ele. Mudanças causam transtornos e inquietações, mas geram muitos benefícios. Uma mudança consciente pode gerar um pequeno gesto de conseqüências relevantes.

Hospital do Câncer suscita solidariedade

por Demétrio Valentini
O Hospital do Câncer de Barretos, com suas diversas unidades, incluindo a Unidade III de Jales, é sem dúvida a obra que mais suscita solidariedade em toda a região, traduzida sobretudo em campanhas de arrecadação de recursos para a manutenção da estrutura e sustentação do atendimento médico-hospitalar.
E´ uma obra benemérita, de renome nacional e mesmo internacional, que aos poucos vai imprimindo a marca da solidariedade em toda a região, que passa a se dar conta da envergadura desta abençoada iniciativa.
Entre as múltiplas formas de colaborar com o Hospital do Câncer estão as "Casas de apoio", que se destinam a acolher e abrigar seja os pacientes como as pessoas que os acompanham. De tal modo que muitas pessoas, que precisam se deter dias ou mesmo semanas para fazerem seu tratamento junto ao Hospital do Câncer, possam encontrar acolhida e abrigo adequado, segundo suas necessidades.
Diversas cidades da região tomaram a iniciativa de abrirem uma "Casa de Apoio" específica para acolherem seus munícipes. Entre outras, dá para citar as casas de apoio de Birigui, Itajá (Goiás), Valparaíso e Araçatuba. Recentemente o local de encontros da Comunidade Rural do Quebra Cabaça também colocou suas dependências à disposição do Hospital do Câncer para lá acolher quem necessita de apoio.
Em vista desta demanda, o Hospital do Câncer decidiu ampliar sua própria "Casa de Apoio", que já existe em suas dependências. Este é um projeto mais amplo, pensado para dar abrigo simultâneo a mais de 50 pessoas.
Em vista da urgência deste projeto, a Diocese de Jales se propôs incentivar a ampliação desta "Casa de apoio" do próprio Hospital do Câncer.
Esta ajuda financeira vem se somar à outra colaboração maior que a Diocese vem mantendo com o programa de atendimento religioso, que já vem sendo feito há mais tempo. Esta atividade religiosa se traduz em visitas diárias ao Hospital do Câncer, que vem sendo feitas, de maneira organizada, em horário combinado com a direção do Hospital.
E´ de destacar que a assistência religiosa proporciona uma missa semanal, sempre às sextas-feiras, às oito horas da manhã, realizada por enquanto nas dependências do próprio Hospital, enquanto se aguarda a conclusão da capela, que já está em construção, e será inaugurada em breve, quando então a frequência das celebrações da Eucaristia poderá ser até diária. Em todo o caso, a consolidação dos serviços prestados aos doentes de câncer contará sempre com a ajuda espiritual, tão importante para os pacientes e para os funcionários, que continuará sendo prestada pelo serviço de atendimento religioso mantido pela Diocese de Jales.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Expo Moto Show de Limeira reunirá motociclistas de todo Brasil



Motociclistas de todo o País já se preparam para um dos últimos e mais tradicionais eventos do setor no Brasil em 2013. A edição desse ano, do Expo Moto Show de Limeira, chega consolidada entre os principais eventos do motociclismo e é hoje uma das maiores festas de moto clubes. A expectativa para esse ano é reunir cerca de 20 mil participantes. O encontro acontece entre os dias 06 e 08 de dezembro, no Horto Florestal de Limeira.
Uma mega estrutura está sendo preparada para os visitantes que devem desembarcar na cidade a partir da próxima semana. Com um espaço bem distribuído, o local receberá uma praça de alimentação coberta, lojas especializadas, exposição de motocicletas, com estandes das marcas: Honda, Kawasaki e Suzuki, área de camping, exposição de artesanato e café da manhã.
Para animar o público, o rok’n roll promete alegrar os participantes durante o final de semana. Ao todo, 11 bandas deverão se apresentar durante o evento, entre elas: AC/DC Cover, Nacontramão, Monalliza (tributo a Tim Maia),Elvis Rock Band, Zé Ramalho Cover e Old Chevy. Além disso, a festa contará com sorteio de brindes e prêmios, atividades culturais, área de camping com estrutura completa, estacionamento, segurança total e muita diversão.
"Esperamos novamente por um grande público para esse ano, o evento de Limeira é um dos mais importantes, temos grupos de motociclistas vindos do Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais já confirmados para o evento. Esperamos contar com público de todo o Estado, em especial das cidades de Piracicaba, Rio Claro, Americana, Limeira, São Carlos, Bauru, Campinas e São Paulo", destacou David de Souza, um dos organizadores da festa.
O evento começa na sexta (06), a partir das 18h. No sábado (13) e no domingo (14) a festa começa às 10h. A entrada para o evento é 1 Kg de alimento não perecível que será vendido no local válido para os três dias de evento e posteriormente será revertido as entidades do município. O evento está sendo organizado pela empresa Reda Eventos que já organiza há 12 anos a Expo Moto de São Pedro e contará com o apoio da Prefeitura Municipal e Moto Clube Limeira. Mais informações 19-99212 4269 ou no site do evento: www.expomotoshow.com

Deputado Carlão Pignatari acompanha piscicultores em audiência na secretaria do Meio Ambiente

O deputado estadual Carlão Pignatari, juntamente com proprietários de criatórios de alevinos e de peixes, o prefeito e o presidente da Câmara do município de Santa Fé do Sul, Armando Rossafa e Alcir Gilberto Zaina, e o prefeito de Três Fronteiras, Flávio de Oliveira, esteve em audiência com o secretário do Meio Ambiente, Bruno Covas, para buscar soluções viáveis para a regularização das licenças para a piscicultura na região dos Grandes Lagos. A audiência aconteceu nesta segunda-feira (dia 25/11).

Participaram do encontro os pi
scicultores Emerson Esteves; Ramon Amaral; Adriano Gonçalves; Rodrigo Amaral; a bióloga Marilza Fernandes; o presidente da Faesp (Federação da Agricultura do Estado de São Paulo), Manoel Brás; o engenheiro da CATI (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral), Fernando Jesus Carmo; e o diretor da Câmara Setorial de Pescado, Martinho Colpani Filho.
Martinho explicou ao secretário Bruno Covas que a falta de licenciamento ambiental para continuar produzindo alevinos e peixes para os frigoríficos de filé de tilápia está preocupando dezenas de produtores na região de Santa Fé do Sul. "Os piscicultores se encontram hoje com dificuldade na regularização de seus empreendimentos, por questões burocráticas. Ressalto que a atividade é conduzida de forma ambientalmente correta, uma vez que a qualidade da água é fator importante para a obtenção de uma boa produtividade", explicou o diretor.
O piscicultor Emerson disse que a nova instrução normativa para se readequar e regularizar a criação de peixes é bastante exigente e que assim fica difícil o trabalho dos piscicultores. "Nós queremos trabalhar na legalidade, pois investimos muito, geramos empregos e renda e precisamos do licenciamento, mas gostaríamos que os órgãos responsáveis pudessem ceder em algumas exigências, pois com o novo decreto fica inviável a regularização", cobrou Emerson Esteves.
A bióloga Marilza Fernandes, coordenadora do programa Peixe Legal, da Prefeitura de Santa Fé, contabilizou que a região gera em torno de mil empregos diretos, nos criatórios e filetadeiras.
Com o apoio do secretário Bruno Covas, o deputado Carlão sugeriu que seja criado um grupo de estudo envolvendo os piscicultores, proprietários de fábrica de ração, frigoríficos de peixes e órgãos responsáveis para que seja discutido o assunto sobre a regularização da piscicultura.
"Não podemos deixar que isso aconteça, pois sabemos que o Estado de São Paulo gera de 30 mil a 40 mil empregos diretos na piscicultura e vamos atuar em conjunto com os piscicultores e órgãos responsáveis para readequar a legislação na tentativa de atender as necessidades, visando o desenvolvimento da atividade", destacou o deputado Carlão.

Detran.SP de Santa Fé do Sul passa a atender com novo padrão a partir de segunda, 2 de dezembro

A unidade do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) de Santa Fé do Sul passa a funcionar a partir de segunda-feira, 2 de dezembro, em novo endereço: Rua Onze, 1.220 - Centro.
Além de nova infraestrutura, o posto contará com orientadores para dar apoio aos usuários, condições de acessibilidade, entre outros benefícios.
No novo local, serão realizados todos os serviços de trânsito relativos a condutores, veículos e infrações, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas.
Atenção
: os serviços serão oferecidos no antigo endereço (Rua Um, 960 – Centro) até esta quinta-feira, 28 de novembro, quando o local será desativado.
Por conta da transferência para o novo local, não haverá atendimento ao público na sexta, 29 de novembro.

Encontro regional debate desenvolvimento sustentável

Nesta sexta-feira, 29 de novembro, às 15 horas, o Escritório Regional do Sebrae-SP em Votuporanga participa do Encontro Regional de "Desenvolvimento Territorial Sustentável" que será realizado em Jales. Na oportunidade, será debatido o contexto das Políticas Públicas de fortalecimento de cadeias produtivas no modelo de Arranjos Produtivos Locais "APL’s" e apresentadas as propostas de criação de APL’s na região do extremo noroeste do Estado de São Paulo.
O Encontro será na Câmara Municipal de Jales e terá a presença do Secretário Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Rodrigo Garcia. Além do deputado licenciado e do Escritório Regional do Sebrae-SP, também participam Organismos Multi Setoriais.
O Arranjo Produtivo Local é um conjunto de fatores econômicos, políticos e sociais, localizados em um mesmo território, que desenvolvem atividades econômicas correlativas e que apresentam vínculos de produção, interação, cooperação e aprendizagem. Ele inclui empresas e demais organizações voltadas à formação e treinamento de recursos humanos, informação, pesquisa, desenvolvimento, engenharia, promoção e financiamento.
"A participação das empresas nesse Arranjo é muito importante, porque as chances de sobrevivência e crescimento são fortalecidas, uma vez que gera importante fonte de vantagens competitivas duradouras", destaca Sérgio Gromik, gerente do Escritório Regional do Sebrae-SP em Votuporanga.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

14ª edição do Torneio Integração de Judô movimentou o final de semana



O Ginásio Municipal de Esportes "Waldemar Lopes Ferraz" recebeu durante o sábado, 23 de novembro, aproximadamente 400 judocas, além de torcedores que prestigiaram a 14ª edição do Torneio Integração de Judô Jalesense, organizado pela Associação de Judô e Karatê Jalesense com o apoio da Prefeitura Municipal.
Representantes de 19 cidades da região participaram de disputas nas categorias feminino e masculino, supervisionadas pela 6ª Delegacia Regional da Federação Paulista de Judô.
Segundo Luiz Antonio Nunes de Moraes, o Gordo, um dos organizadores do Torneio, crianças com idade a partir dos 5 anos tiveram a oportunidade de competir. "Jales e região tem atletas de destaque que fizeram questão de garantir a presença nesse campeonato que já se tornou tradição. Fico feliz com a quantidade de judocas que se inscreveram e foram recebidos de braços abertos em nossa cidade. Quero agradecer a prefeita Nice que apoiou a iniciativa e contribuiu para a propagação de nossa modalidade esportiva no interior de São Paulo".
A prefeita Nice elogiou a organização e a bonita festa do Judô promovida em Jales. "O Judô é uma bonita modalidade esportiva, uma verdadeira arte que ensina o praticante a analisar a realidade que o cerca, desenvolve disciplina e contribui para o equilíbrio, coordenação, flexibilidade, mas acima de tudo, desenvolve valores como honestidade, respeito, solidariedade e humildade. Por todas essas razões apoiamos e colaboramos com atividades esportivas que contribuem com o crescimento e desenvolvimento físico e psíquico da população. Esporte é vida", finalizou a chefe do executivo.
O 14º do Torneio Integração de Judô Jalesense também foi prestigiado pelo secretário de esportes, Cultura e Turismo, Bruno Altimari e pelo chefe de gabinete da pasta, Reynaldo Azevedo.(Douglas Zillio)