Páginas

sábado, 5 de outubro de 2013

Parabéns ao Paulo Marcondes



No sábado, 12 de outubro, Dia da Criança, será um dia especial para o casal Bruna Gabriela Zanrosso e Paulo Marcontes Neto, com a comemoração festiva dos 6 aninhos do filho Paulo Marcondes, nascido no dia 8 de outubro. O churrasco de picanha e carneiro - estará a cargo dos tios Fernando José Marcondes Alves e Rafaela Ferrari - com direito a bolo e muito refrigerante, será na Fazenda Paraíso da Serra, em Mirassol d`Oeste (MT), dos avós Amarilda e Paulo Antonio Marcondes Alves.
Os avós Bruno e Alda Zanrosso, de Nova Monte Verde (MT), vão dar os parabéns ao pequeno Paulo. Toda a família e amigos do aniversariante estarão presentes para cantar o tradicional "Parabéns a você" numa festa que promete ser contagiante e com muita alegria.

Prefeita Nice compra ônibus de R$ 415 mil para transporte de alunos

.



Para ampliar o serviço de transporte oferecido aos estudantes universitários e de ensino técnico que se deslocam diariamente para faculdades da região, a prefeitura de Jales adquiriu um novo ônibus com recursos próprios. Segundo a Secrertária Municipal de Comunicação, o valor do investimento foi de R$ 415 mil. O veículo que é adaptado para deficiente físico, possui ar-condicionado e tem capacidade para 45 lugares.
Segundo a secretária municipal de Educação, Simone Aranda, "os novos veículos irão suprir uma demanda crescente no transporte de alunos e dar mais conforto e comodidade aos estudantes que precisam viajar todos os dias".
A prefeita Nice Mistilides destacou que assumiu durante a campanha um compromisso com a educação. "Além da compra do ônibus, temos investido pesado na educação municipal, a exemplo da capacitação que vem sendo feita com os professores, as salas de aula com ar-condicionado, seguro nos veículos que transportam alunos e até mesmo na compra de uniformes escolares de qualidade", finalizou a prefeita, emendando que o ônibus já começa a fazer o transporte universitário nos próximos dias.

Ações da Defesa Civil Estadual para a Semana Nacional de Redução de Desastres

A Defesa Civil Estadual (CEDEC-SP) inicia preparação para a Semana Nacional de Redução de Desastres, que ocorre entre os dias 7 e 13 de outubro, com o propósito de aumentar o senso de percepção de risco da sociedade. Neste ano, o dia Internacional pela Redução do Risco de Desastres, da Organização das Nações Unidas (ONU) será voltado a pessoas portadoras de necessidades especiais que vivem em áreas sujeitas a desastres e o tema será inserido nas atividades da semana. Em 08/10, está prevista a apresentação, para alunos da Escola Estadual Bairro Fazenda Grande, em Jundiaí, do curso em formato de game "Defesa Civil: A Aventura", desenvolvido em parceria com a Secretaria Estadual de Educação, por meio da Escola Virtual do Estado. O curso vai tratar dos principais temas relacionados a Defesa Civil, como escorregamento, inundação e raios, de maneira interativa. Durante seminário no Centro de Estudos e Pesquisas de Administração Municipal (CEPAM) em 10/10, ocorrerá o lançamento do curso a distância, que visa capacitar agentes de Defesa Civil. Dia 10 de outubro, no Palácio dos Bandeirantes serão assinados convênios com municípios do Estado de São Paulo, havendo um repasse de verbas do governo estadual num valor superior a R$ 4,5 milhões, para realização de obras preventivas e recuperativas de Defesa Civil. Celebrada anualmente desde 2005, na Semana Nacional de Redução de Desastres, órgãos relacionados ao tema se unem para divulgar e incentivar na sociedade, a importância da mudança de cultura, com ações preventivas e preparativas, voltadas especialmente, àqueles que vivem em áreas de risco.
A programação completa das atividades pode ser obtida no site: www.defesacivil.sp.gov.br.

Almoço beneficente no Chico Xavier


Neste domingo, 6 de outubro, das 11h30 às 13 horas acontece na sede da Associação Espírita "Chico Xavier" sito à rua Goiás, 4.336, no jardim Paulista, em Jales, o tradicional almoço beneficente. O cardápio tem como prato principal o delicioso Frango Dourado, uma especialidade da casa, deliciosamente aprovado pelos comensais, acompanhado de macarronada, arroz e salada.
Cada convite custa apenas R$ 15 e você poderá degustar esse delicioso prato com sua família no local ou ir buscar para servir-se em sua casa.
Adquirindo seu convite com os colaboradores da Associação Espírita, você estará colaborando
com uma causa nobre.

Ler e transformar


Situações de leitura em espaços públicos"
Escola "José Teixeira do Amaral" – Escola de Tempo Integral











Por que é importante ler na escola? Muitos alunos só tem acesso ao material escrito na escola e democratizar esse acesso para ampliar a visão de mundo das crianças, é papel da escola. Também é função da escola garantir momentos para que os alunos possam vivenciar diferentes situações de leitura, sem cobrança, mostrando o valor e a importância da leitura e criar e manter os vínculos do aluno com esse mundo da leitura que possibilita a inserção, o acesso a nossa cultura.
Uma vez por mês, alunos, professores e funcionários da escola EE "José Teixeira do Amaral" em parceria com a Prefeitura Municipal de Urânia que transporta os alunos, saem para ler em diversos locais do município, cada turma vai para um local: outras escolas municipais e estaduais, agência bancária, prefeitura, creche, lar dos velhinhos e praças.
Nesse projeto são oferecidas para os alunos oportunidades de trabalhar uma diversidade de situações de leitura como, por exemplo: a leitura de textos memorizados, de histórias conhecidas, textos que circulam na esfera jornalística, poemas, contos, histórias pouco ou nada conhecida pelos alunos, etc.
Ações
Caravana da Leitura
Consiste na distribuição de fichas de leitura, revistas, jornais e livros bem como a leitura desse material no centro comercial da cidade ao público em geral, nas repartições públicas como bancos, prefeitura, creches, e outras escolas do município, incentivando o hábito da leitura e formando leitores de todas as classes sociais, etnias e credos.
Dose de leitura
Destina-se aos Idosos do "Lar São Vicente de Paula" para mostrar para comunidade que leitura não tem idade. O projeto tem como objetivo incentivar o hábito da leitura e a participação dos funcionários da instituição para que tornem-se leitores e continuem desenvolvendo atividades de leitura em suas rotinas com os idosos. Todo mês a escola vai ao Lar levar um pouco de alegria e cultura.

EDITAIS DE PROCLAMAS

Ademir de Mattis
, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
DIORGINIS MICHAEL PINA e SÂMIA TAÍSA DA CRUZ. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 09 de junho de 1.988, encarregado da pintura, solteiro, residente e domiciliado em São José do Rio Preto, filho de Edson Pina e Marcia Cristina de Freitas. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 08 de fevereiro de 1.987, balconista, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Edevaldo Cruz da Silva e de Querobina Gomes da Silva.
LUIZ FELIPE PIETROBOM CHIAPARINI e HELOISA MATOS CECILIANO. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 26 de agosto de 1.991, empresário, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Jair Peres Chiaparini e de Emilena Pietrobom Chiaparini. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 23 de setembro de 1.992, estudante, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Everson Rogério Ceciliano e de Luci Andrea de Matos Ceciliano.
SIDIMAR PEREIRA FERREIRA E ANA CAROLINA MARTINI RIBEIRO. ELE,
natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascido aos 25 de outubro de 1.980, motorista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Marcelino Alves Ferreira e de Benedita Navas Pereira. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 04 de junho de 1.988, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Alfredo José Ribeiro Neto e de Luzia Martini Ribeiro.
ADENILSON NUNES LEAL DE BRITO e MARCIA MARIA ZANARDO. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 18 de dezembro de 1.990, auxiliar de produção, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Benedita Nunes da Conceição. ELA, natural de Urânia, deste Estado, nascida aos 21 de outubro de 1.977, costureira, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Waldomiro Zanardo e de Maria Berti Zanardo.
CAIO FABRICIO MARTINS e NATÁLIA MENDES DA COSTA. ELE
, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 16 de setembro de 1.987, bancário, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Eziquiel Bassi Martins e de Vera Lucia Gentini Martins. ELA, natural de Americana, deste Estado, nascida aos 14 de agosto de 1.987, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Osvaldinei José da Costa e de Regina Celia Mendes da Costa.
ANTONIO ROBERTO COSTA e VANESSA CRISTINA DOS SANTOS SILVA. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 23 de fevereiro de 1.984, auxiliar de depósito, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Costa e de Antônia Amaro Costa. ELA, natural de Sorocaba, deste Estado, nascida aos 22 de outubro de 1.992, vendedora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Ismael da Silva e de Josedalha Corrêa dos Santo Viana.
WHUEIG ANDRADE IZIDORIO e MARILENE DA SILVA. ELE, natural de Goiania, Estado de Goiás, nascido aos 14 de junho de 1.982, cozinheiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de João Izidorio e de Lucia Maria de Andrade. ELA, natural de Cáceres, Estado de Mato Grosso, nascida aos 06 de março de 1.981, cozinheira, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Anaisa Fatina da Silva.
ANDERSON FLÁVIO ORTEGA e RENATA ALVES PEREIRA. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 17 de outubro de 1.983, balconista, solteiro, residente e domiciliada nesta Cidade, filho de Antonio Donizete Ortega e de Sonia Maria da Silva Ortega. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 13 de maio de 1.988, impressor, solteiro, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Helio Frederico Alves Pereira e de Suelí Aparecida Colombo Pereira.
FERNANDO CORREIA DE BRITO JUNIO e VANESSA CRISTINA GOLFE ANDREAZI. ELE,
natural de Barretos, deste Estado, nascido aos 21 de março de 1.985, engenheiro eletricista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Fernando Correia de Brito e de Dirce dos Santos Brito. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 12 de fevereiro de 1.987, autônoma, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Valdecir Golfe Andreazi e de Lucineide Luminati Andreazi.
EDERSON CARDOSO LEÃO e SABRINA DE AMORIM. ELE,
natural de São Bernardo do Campo, nascido aos 21 de outubro de 1.987, professor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Minervino Cardoso Leão e de Neuza Leão. ELA, natural de Juina, Estado de Mato Grosso, nascida aos 24 de outubro de 1.985, projetista, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Carlos Amorim de Iracema Eminia de Souza Amorim.
BRUNO RODRIGUES MANDARINI e PATRÍCIA QUEIROZ MATHIEL. ELE,
natural de Santa Fé do Sul, deste Estado, nascido aos 02 de janeiro de 1.984, odontólogo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Mandarini e de Nilza Rodrigues Mandarini. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 28 de junho de 1.985, funcionária pública estadual, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Roberto Mathiel e de Jussara Borges de Queiroz Mathiel.
WELINGTON RODRIGO DE MORI e CELIA CRISTINA BATISTA ALVES. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 10 de novembro de 1.988, auxiliar de financeiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Francisco Ismael de Mori e de Isabel Rodrigues Bomfim de Mori. ELA, natural de Macedônia, deste Estado, nascida aos 01 de junho de 1.978, operadora de caixa, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Antonio Carlos Alves e de Tereza Batista Alves.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial

Horário de Verão, economia e melhor qualidade de vida

A partir da zero hora do dia 20 de outubro o país começa a conviver com mais uma edição do Horário de Verão. Assim como vem acontecendo há 28 anos, nesse dia, os relógios em dez estados e no Distrito Federal deverão ser adiantados em uma hora. A medida, que já faz parte da cultura do brasileiro, vai durar 119 dias, estendendo-se até a meia noite do dia 16 de fevereiro de 2014, quando os relógios terão que ser atrasados em uma hora.
Criado com objetivo de contribuir para otimização da capacidade de fornecimento do sistema elétrico do país, com o Horário de Verão, a CPFL Energia estima que as sete distribuidoras do Grupo que atuam no estado de São Paulo, sul de Minas Gerais e Norte do Paraná, terão uma redução de 1% na demanda global por energia elétrica no horário de ponta em suas áreas de concessão, além de uma redução no consumo de 102.308 MWh, energia suficiente para atender cidades da CPFL Paulista, como Campinas por 11 dias, Ribeirão Preto por 22 dias, Bauru por 41 dias ou São José do Rio Preto por 37 dias.
Mas o ganho mais importante para o sistema elétrico consiste na diminuição do carregamento de energia nas linhas de transmissão e subestações no período do dia em que se tem o maior consumo: um intervalo de três horas entre o final da tarde e início da noite, que varia de região para região, devido ao escurecer diferenciado.
É nesse momento que o sistema atinge o seu pico de carga, ou seja: todos aumentam o consumo de energia ao mesmo tempo. Nesse período, entra em funcionamento o serviço de iluminação pública nas cidades, são acionados luminosos comerciais e aumenta o consumo de energia elétrica nas residências, pela maior utilização de chuveiros e aparelhos como ar condicionado.
Ao se deslocar o horário oficial em uma hora, dilui-se por um período maior o momento de entrada em funcionamento desses equipamentos, aliviando a carga sobre o sistema. A iluminação pública, por exemplo, começa a funcionar após as 19h, quando se encerram o horário comercial e as atividades industriais, em sua maioria.
Para a população, o ganho pode se refletir em qualidade de vida. Com dias mais quentes, a extensão da tarde convida a passeios e atividades físicas ao ar livre. A mudança no horário também faz com que as pessoas retardem o horário de utilização do chuveiro e da iluminação residencial, equipamentos que apresentam alto consumo de energia. Essas são as principais razões para a adoção do Horário de Verão pelo Brasil, seguindo passos de muitos outros países, principalmente na Europa e na América do Norte.
O brasileiro está, aos poucos, se conscientizando de que a medida, que para alguns pode trazer algum desconforto no que tange à adaptação ao novo horário, é uma solução inteligente para o país. Afinal, a experiência comprova que, além dos benefícios para a economia e para o sistema elétrico como um todo, há ainda a questão da socialização das pessoas e da promoção da prática de atividades ao ar livre, que se configuram também em ganhos à sociedade. Marco Antonio Villela de Abreu, diretor de Operações de Distribuição da CPFL Energia

Sob o signo de Francisco

D. Demétrio Valentini
Foi muito movimentada a semana. Os oito cardeais, membros do agora "conselho permanente" do Papa, se reuniram com ele durante três dias. Em seguida, o Papa Francisco se sentiu na obrigação de visitar Assis, a terra do primeiro Francisco. E precedendo a estes episódios todos, saiu a nova entrevista, desta vez concedida a um ateu professo, diretor do jornal italiano La Repubblica.
Diante deste contexto, parece clara a advertência do Evangelho sobre os "sinais dos tempos". Se somos capazes de pressentir a chuva, como não perceber que em Roma está se armando um tempo, sujeito a relâmpagos e trovoadas, prometendo bem mais que uma chuva passageira.
Pelos sinais emitidos, aos poucos o Papa Francisco, com firmeza e convicção, vai direcionando suas propostas de mudanças, que prometem ser urgentes e amplas.
A começar pela decisão de dar perenidade ao "conselho de consultores". Antes de sua primeira reunião, este "Conselho" foi elevado à categoria de órgão permanente, com a finalidade de assessorar o Papa no governo da Igreja.
Para entender o alcance desta medida, é bom relacioná-la com o tempo de Paulo VI, logo após o Concílio. Eram insistentes as recomendações, no sentido de que o Papa criasse um "conselho de cardeais", para ajudá-lo a implementar as orientações do Concílio. Mas Paulo VI, por sua natural timidez, não criou este "conselho". Agora o Papa Francisco, por clara decisão tomada e publicada nestes dias, criou esta nova instância do governo eclesial, dando-lhe caráter definitivo, com possibilidade de agregar outras incumbências, e com o número dos seus componentes podendo ser adaptado de acordo com as circunstâncias.
Com isto, o Papa Francisco tem agora o instrumento para acionar as iniciativas que ele julgar oportunas.
Algumas delas, de certa maneira, já foram confidenciadas. Entre elas, sua disposição de abrir o diálogo com a modernidade. Era a grande intenção do Concílio Vaticano II. Cinquenta anos depois, esta disposição parece tomar forma concreta. Assim se expressa o Papa, de maneira clara e incisiva, diante de um interlocutor ateu:
"Os padres conciliares sabiam que abrir-se à cultura moderna significava ecumenismo religioso e diálogo com os não-crentes. Desde então foi feito muito pouco nesta direção. Tenho a humildade e a ambição de querer fazê-lo".
Portanto, ele decidiu levar em frente o Concílio, que permanece referência indiscutível para a Igreja em nosso tempo.
Outra grande empreitada do Papa é abrir a Igreja para que ela perceba os problemas da humanidade, e os assuma de maneira solidária. Depois de comentar a situação em que vivem hoje os jovens, sem trabalho e sem futuro, e o abandono em que se encontram as pessoas idosas, ele afirma claramente que este problema precisa ser assumido pela Igreja: "Isto é o problema mais urgente que a Igreja tem pela frente."
Portanto, o Papa quer uma Igreja aberta aos problemas que hoje a humanidade enfrenta.
Esta decisão do Papa leva a outra, agora definida claramente. Diz respeito à Cúria Romana. Reconhecendo seus muitos valores, aponta o problema principal de que ela padece. No dizer do Papa, a Cúria Romana é muito "vaticano-cêntrica"... "vê e cuida dos interesses do Vaticano...e descuida do mundo que nos circunda".
É uma análise pesada que o Papa faz da Cúria Romana. Diante disto, assume uma posição corajosa e firme, dizendo textualmente: "Não compartilho com esta visão, e farei tudo para mudá-la".
Assim, vão ficando claros os propósitos renovadores do Papa Francisco. Ele se mostra muito disposto a levá-los em frente, conforme revelou para o jornalista Eugênio Scalfari: "farei o que for possível para cumprir o mandato que me foi confiado".

Senado aprovou na terça-feira, programa para as Santas Casas



O Senado aprovou na noite de terça-feira, primeiro de outubro, o Projeto de Lei que "Institui o programa de fortalecimento das entidades privadas filantrópicas e das entidades sem fins lucrativos que atuam na área da saúde e participam de forma complementar do Sistema Único de Saúde" – Prosus.
O programa concede às Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas da área da saúde que se enquadrarem nas exigências, uma moratória de 15 anos das dívidas tributárias e previdenciárias, com isenção das mesmas para quem pagar os tributos correntes rigorosamente em dia, durante o mesmo período.
O deputado Itamar Borges, presidente da Frente Parlamentar das Santas Casa, Hospitais e Entidades Filantrópicas da Assembléia Legislativa de São Paulo comemora essa importante conquista do setor. A matéria segue agora para a sanção da presidente Dilma, que terá até 15 dias úteis, a contar da data do recebimento, para se manifestar.
"Seguiremos lutando por mais recursos para a Saúde. E aqui no Estado de São Paulo estamos pleiteando, junto ao Governo do Estado a criação de um Programa de Apoio às Santas Casas, com incentivos fiscais para empresas privadas que apoiarem esses hospitais".

Folhageral

Reflexão
"
Se fiz alguma coisa boa em toda a minha vida, dela me arrependo do fundo do coração".
William Shakespeare

Fora
a deputada Analice Fernandes (PSDB) qual outra figura de expressão no mundo político se fez presente à Expo Show Uva e Mel?
O assentamento
Reunidas, de Promissão, recebeu na terça-feira, 1º de outubro o ministro do Desenvolvimento Agrário Pepe Vargas. Ele veio anunciar o Plano Safra 2013/2014 para o estado e entregar retroescavadeiras do PAC2 a 25 municípios. Em tantos outros municípios para entrega de equipamentos o ministro se fez presente, menos em Jales quando foram entregues 66 retroescavadeira ao municípios. Faltou é prestígio..
A prefeita Nice
Mistilides esteve posando para foto, ali na praça Euplhy Jalles, ao lado de um ônibus adquirido pela municipalidade para o transporte de alunos. Ela deve ter aproveitado o momento e dado uma olhadinha na situação crítica em que está a praça e, provavelmente, já acionou os canais competentes para agilizar recursos para a reforma da dita cuja.
No inicio
da semana, Renato Preto, coordenador da Expo Show Uva e Mel, concedeu entrevistas à emissoras e falou sobre a festa. Agora, se ainda não foi divulgado, o balancete para se saber se houve superávit ou déficit. As apostas são pelo déficit. mas...
Os pedidos
de falência recuaram 2,1% em setembro, em relação a agosto, de acordo com os dados da Boa Vista Serviços, administradora do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. É a segunda queda mensal consecutiva. Entretanto em comparação a setembro de 2012, houve aumento de 12,8%. No acumulado de 2013, observamos queda de 4,8% em comparação ao mesmo período do ano anterior.
Balanço
parcial da Secretaria da Educação do Estado aponta que nos seis primeiros dias de inscrições abertas para o maior concurso da história do magistério paulista já foram registrados cerca de 60 mil inscritos, sendo uma média de 2 mil na região de São José do Rio Preto. Os interessados podem fazer inscrição até o próximo dia 16 de outubro e o processo seletivo está previsto para 17 de novembro. No total, são 59 mil vagas para professores e a prova acontece nos municípios-sede das 91 diretorias de ensino do Estado.
O café,
puro ou com leite, é tradição nas manhãs do brasileiro. Benéfica à saúde das crianças, a bebida pode ser consumida, tanto em casa quanto na escola.
O projeto "Café na Merenda, Saúde na Escola", coordenado pela Associação Brasileira de Indústrias de Café – Abic, uma das instituições privadas integrantes do Conselho Deliberativo da Política do Café – CDPC do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa, buscou se valer de resultados de pesquisas para comprovar os benefícios da inclusão do café no lanche de crianças em Minas Gerais.
O DAEE
emitiu 375 outorgas para uso da água em setembro, totalizando 4.246 autorizações no período de 1º de janeiro a 30 de setembro de 2013. Esse índice representa um crescimento de 8,7% em relação ao mesmo período de 2012, quando foram emitidas 3.905 autorizações. O DAEE iniciou a emissão de outorgas para uso da água em 1992, com a aprovação da lei 7663, que estabeleceu a política estadual de aproveitamento dos recursos hídricos. Desde então, o DAEE já emitiu um total de 76.080 outorgas
O jornal
Diário da Região divulgo no domingo, 22 de setembro, os custos das Câmaras Municipais da região por habitantes. O levantamento divulgado teve como base os orçamentos de cada Câmara e o número de habitantes de cada um dos 35 municípios pesquisados. A média de gastos dos municípios consultados apresentou o valor de R$102,16. A Câmara de Jales ocupou o 3º lugar dentre os municípios que menos gastam para manter suas casas legislativas. Com custo de R$ 38,99 per capita, o l egislativo jalesense ficou atrás apenas de Santa Fé do Sul (R$32,06) e São José do Rio Preto (R$34,09).
Quinze
anos completados. Mais de 325 mil empreendedores beneficiados, 497 cidades atendidas e próximo de atingir R$ 1,2 bilhão emprestado - R$ 129 milhões apenas neste ano. Estes dados resumem a atuação do maior programa de microcrédito estadual do país, o Banco do Povo Paulista (BPP). Ao longo deste período, a rede de agências existente contribuiu diretamente para a realização de sonhos dos microempreendedores de todo o Estado. Doze unidades, em especial, têm destaque nesta história. A agência do Banco do Povo Paulista (BPP) em Santa Fé do Sul ocupa o nono lugar entre os dez primeiros postos entre as agências que mais concederam empréstimos. A agência de Santa Fé do Sul emprestou R$ 10,7 milhões.


PALAVRAS DE CHICO XAVIER

Estamos certos de que nós, os cristãos de qualquer procedência, não podemos esquecer a promessa do Cristo:
– "Estarei convosco até o fim dos séculos."
A violência, o desamor e a inquietude, são estágios humanos, suscitados pelas criaturas humanas, mas a vitória da paz e do amor, entre os homens, pertence a Jesus, o Cristo de Deus.
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
"Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.

Como vender ao Estado

Por Wellington Klebson e Cleber Affonso

Atualmente uma das formas proporcionadas pela empresa para alcançar suas vendas é tornar-se um fornecedor de bens e serviços para o poder público nas esferas municipal, estadual e federal.
Pesquisas realizadas comprovam que, nos dias de hoje, os estados e municípios compram em torno de 120 bilhões de reais por ano das micro e pequenas empresas, às quais são oferecidos muitos benefícios e estímulos, instigando sua participação nas licitações.
Para ganhar uma compra, é preciso vencer a licitação. Mas o que é uma Licitação?
De acordo com a Lei Nº 8.666, de 21 de junho de 1993 – que estabelece normas gerais sobre licitações e contratos administrativos pertinentes a obras, serviços, inclusive de publicidade, compras, alienações e locações no âmbito dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios –, licitação é uma competição entre empresas interessadas em fornecer algum produto ou serviço de que o Estado precisa. A empresa que conseguir apresentar as melhores condições e o melhor preço vence.
Existem seis modalidades diferentes de licitação: concorrência, tomada de preços, convite, concurso, pregão e leilão. O tipo de negociação de produtos ou serviços mais comuns aplicáveis às micro e pequenas empresas é o pregão.
O pregão é usado para compras de bens e serviços, independentemente do valor, considerando alternativa ao convite, tomada de preços e concorrência, sendo mais célere que estas, uma vez que a escolha da proposta se dá antes da análise da documentação.
Para participar de uma licitação, é preciso ficar atento para saber quando vai ocorrer a próxima e se é de interesse da empresa. Existem alguns portais de compras que possibilitam o acompanhamento das licitações e, além de trazer informações, permitem a ampla participação dos interessados. Por meio desses portais diariamente são divulgados os editais em todo o Brasil, sendo de extrema importância ficar atento a eles, a exemplo do www.comprasnet.gov.br, do www.licitacoes-e.com.br e do www.cidadecompras.cnm.org.br.
Vale ressaltar que os documentos necessários para o credenciamento e cadastro da empresa estão disponíveis no site da Receita Federal.
As micro e pequenas empresas possuem muitas vantagens para vender ao Estado, dentre as quais a dispensa de apresentação da certidão negativa de débito para concorrer. Existe também a Licitação Exclusiva, que permitem compras de até 80 mil reais, com participação exclusiva de micro e pequenas empresas e preferência de contratação.
Hoje, deixar de tratar esse assunto como prioridade de algumas empresas é sinônimo de ficar atrás da concorrência; portanto, seja um fornecedor de bens e serviços para o Estado. Sucesso e boas vendas! Wellington Klebson de Melo Oliveira: Acadêmico de Administração Pública da UFAL – Câmpus de Arapiraca (AL): wellington.cefet@hotmail.com Cleber Affonso Angeluci: Professor do Curso de Direito da UFMS–Câmpus de Três Lagoas(MS). cleber.angeluci@ufms.br

Mobilidade urbana: uma questão de acessibilidade

*Linamara Rizzo

A Lei Federal nº 12.587, de janeiro de 2012, que instituiu a Política Nacional de Mobilidade Urbana, tornou obrigatório que as cidades brasileiras com mais de 20 mil habitantes possuam, integrado a seus Planos Diretores, um Plano Municipal de Mobilidade Urbana, sendo maio de 2015 o prazo final para tal adequação, sob pena de não receberem verbas federais para a área, até que atendam à exigência da lei.
Além de buscar eficiência e segurança na circulação urbana, essa norma traz, como primeiro princípio, a acessibilidade universal. Assim, para que as cidades cumpram com os requisitos exigidos pela Política Nacional de Mobilidade Urbana, é necessário que adotem os critérios e normas de acessibilidade como pilares fundamentais de seus planos municipais, conforme as leis 10.048 e 10.098, de 2000, bem como o Decreto Federal 5.296, de 2004.
Cabe aos estados, como já faz o Estado de São Paulo, tornar prioritárias suas políticas inclusivas e aplicá-las transversalmente. O Metrô paulista, com estações 100% acessíveis, o Rodoanel e os ambulifts entregues aos aeroportos sob administração estadual são exemplos marcantes nessa área, bem como, de forma emblemática, a atuação da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo.
Com o aprimoramento de seus Planos Diretores, pela inclusão de Plano de Mobilidade Urbana, lastreado em acessibilidade universal, certamente veremos a otimização de esforços na revisão do desenho urbano, priorização dos equipamentos, mobiliários e veículos acessíveis, redução das barreiras arquitetônicas e urbanísticas, entre outras ações que, além de cumprir a legislação vigente, permitirão o acesso igualitário aos diversos bens, produtos e serviços disponibilizados na sociedade, beneficiando, sem dúvida, toda a população.
Prefeitos, mãos à obra! *Linamara Rizzo Battistella é médica fisiatra, professora da FMUSP e Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência

Decisão

Reginaldo Villazón

Ao abraçar as expressões politicamente corretas, como forma de evitar preconceitos e ofensas contra pessoas e grupos sociais, parecia que a sociedade dava um passo importante na civilidade, nas boas relações humanas em larga escala. A superação da intolerância era bem-vinda ao mundo, onde as diferenças precisavam ser compreendidas e respeitadas. Sim, houve progresso. Mas não suficiente para fazer brilhar a civilidade.
Hoje, os cientistas sociais se interrogam se é real ou aparente um declínio da civilidade, apontado como um problema atual. A resposta depende de observações e interpretações em vários cenários. No entanto, as evidências são extensas. O assunto acende debates. Há países em que as autoridades promovem campanhas de gentileza nos espaços públicos, de cortesia no trânsito, de respeito nas escolas.
Suspeita-se que o declínio da civilidade tem a ver com problemas sociais persistentes. Atitudes não civilizadas seriam resultantes de uma deterioração social que afeta o mundo contemporâneo. É simples entender que a multidão, afetada internamente por situações adversas, passe a se comportar de forma agressiva, conduzida por reações automáticas de autodefesa, multiplicando ações e sentimentos negativos.
No plano governamental, vicejam a falsidade e o cinismo dos políticos, que não cumprem suas obrigações e se resguardam no abrigo de leis criadas por eles mesmos, que fazem discursos vazios e não dialogam com a sociedade. Assuntos importantes, necessários ao bem-estar da população, são anunciados nas campanhas eleitorais, mas não são resolvidos. Os eleitores vão para as ruas, protestam e enfrentam a polícia.
Nas empresas, o companheirismo e a valorização do trabalho estão fora de moda. O clima imposto pelo chamado neocapitalismo é de competição, cobrança e ameaças. Os trabalhadores desenvolvem ansiedade, pânico e dores. O desgaste físico e emocional motiva indiferença nos relacionamentos em casa, no trabalho e na sociedade. Esta é uma condição favorável à ocorrência de atritos e explosões.
As empresas de comunicação, por certo, devem ter liberdade de expressão para cumprir suas finalidades. Mas é fácil constatar que, especialmente os canais de televisão, na busca incessante de níveis mais altos de audiência, veiculam tragédias e escândalos sem o cuidado de adicionar um conteúdo cívico. A banalização destes fatos concorre para a aceitação de que eles são parte do dia-a-dia da cidade e desvaloriza a civilidade.
No Brasil, a civilidade se esgarça. Políticos demagogos se elogiam em propagandas partidárias. Grandes empresas colecionam milhões de infrações contra os consumidores. A polícia prende, tortura, mata e oculta o corpo. Fiscais da vigilância sanitária extorquem dinheiro de comerciantes. Indígenas invadem prédios públicos. Vândalos promovem quebra-quebra em vias públicas. Estudantes agridem professores nas salas de aula.
O cenário é péssimo, mas ainda não chegou ao limite da violência. É inútil pensar que, hoje, políticas de segurança pública e educação cívica podem ser implementadas para resolver a situação. Mudanças estruturais precisam ser feitas na sociedade e no país. A hora é de decisão individual. O mundo oferece opções, caminhos bons e ruins. Prestar atenção nos acontecimentos é importante. Decidir pelo que é bom, é fundamental.

Polícia Militar Ambiental realiza Operação “São Francisco de Assis”





O 4º Batalhão de Polícia Ambiental desenvolveu nos dias 03 e 04 Operação denominada "São Francisco de Assis", em todo norte e noroeste do Estado, abrangendo cidades como São José do Rio Preto, Fernandópolis, Jales, Franca, Barretos, Ribeirão Preto, Ibitinga, entre outras, com vistas à fiscalização de criadores de animais da fauna silvestre mantidos ilegalmente em cativeiro, em todas as suas Companhias Operacionais.
Como diferencial de outras operações já desencadeadas, a fiscalização se dará não só sobre criadores ilegais de aves, mas também daqueles legalizados junto ao órgão ambiental, com vistas a violações, adulterações e falsificações de anilhas de identificação.
A manutenção de animais da fauna silvestre em cativeiro carece de autorização do órgão ambiental e está condicionada ao cadastro, aquisição de senha pessoal e intransferível e formação do plantel, adquiridas inicialmente de um criador comercial ou doadas por outro criador amador. Está aí, na prática, o primeiro ato que gera cobiça nesse ramo, já que embora essa previsão de transferência não possa ter finalidade comercial, na prática sempre envolvem valores, sendo tratado como compra e venda, ou seja, o iniciante compra de outro criador amador algumas aves para iniciar seu plantel.
As aves devem ser mantidas bem cuidadas, em ambientes limpos, providos de água limpa e fresca, à sombra, alimentadas, e com anilhas que as identifiquem, dentre outras exigências.
Essas anilhas são selos públicos, pequenos anéis metálicos de alumínio com números sequenciais e outros códigos que identificam as aves, com respectivo controle no sistema digital. O anilhamento, ou a colocação desse selo identificador nos pés das aves dá-se até aproximadamente o oitavo dia de vida. A partir daí, torna-se impossível.
As adulterações se sofisticaram e somente com utilização de paquímetro e um olho aguçado conseguem visualizar as irregularidades. Pequenos cortes, microscópicos, que possibilitam a abertura da anilha e colocação no tarso de aves adultas, que após, são novamente coladas e dão a impressão de legalidade, só são visualizados se o policial contar com certa experiência. Há ainda a clonagem ou falsificação da anilha. É declarado o nascimento de uma ave e solicitada a anilha no órgão competente. Ao chegar, como não houve o nascimento no cativeiro e sim foi a ave capturada, já não-filhote, é feita outra anilha, com numeração idêntica à original e maior, possível de ser colocada no tarso da ave adulta.
O descumprimento da norma também prevê pena de reclusão de até seis anos, pela falsificação de selo público. Administrativamente, também são lavrados autos de infração ambiental, cujos valores são de R$ 500,00 para animais não ameaçados de extinção, como é o caso do Canário da Terra, do Papa Capim, do Trinca Ferro e do Sabiá, e de R$ 5.000,00 no caso de animais ameaçados de extinção, como é o caso do Azulão, do Bicudo e do Curió.
As aves apreendidas passaram por análise de médicos veterinários que verificaram a possibilidade de reintrodução das aves na natureza, contudo, aquelas que não tiveram condições de soltura foram depositadas em zoológicos ou criadouros conservacionistas.
Foram fiscalizadas 79 propriedades, sendo elaborados 55 autos de infração ambiental totalizando R$ 220.250,00 em multas. Além disso, foram apreendidas 12 armas de fogo, 16 armas brancas, 4030 cartuchos de diversos calibres e apetrechos para recarga (pólvoras, espoletas, etc), 238 pássaros silvestres, 168 gaiolas, 47,5 kg de carne de capivara e 01 tatu galinha abatido com arma de fogo.
Foi registrada ainda uma ocorrência de maus tratos contra animal silvestre.
Para maiores informações o Setor de Comunicação Social está à disposição pelo telefone (17) 3234-3833 ou pelo e-mail: 4bpambp5@policiamilitar.sp.gov.br.
ROGÉRIO DE OLIVEIRA XAVIER
Tenente Coronel PM Comandante

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Iamspe abre credenciamento para contratar serviços de SADT

O Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) abriu credenciamento para contratar interessados em prestar Serviços de Apoio, Diagnóstico e Terapêutico (SADT) no Interior do Estado.
As unidades realizarão exames de imagem nas áreas de radiologia, tomografia, ressonância magnética e ultrassonografia, análises clínicas e anatomia patológica nos municípios de Araçatuba, Araraquara, Assis, Americana, Barretos, Bauru, Campinas, Franca, Marília, Piracicaba, Praia Grande, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Vicente, Sorocaba, Taubaté, Teodoro Sampaio, Bebedouro, Mogi Mirim e Jales.
Os interessados podem se inscrever até o dia 10 de outubro. O edital está disponível no site do Iamspe (www.iamspe.sp.gov.br).
O pedido de credenciamento deve ser enviado para a sede do Instituto, na Avenida Ibirapuera, 981, 5º andar, São Paulo, Capital, aos cuidados da Comissão de Credenciamento. O CEP é 04029-000. Dúvidas podem ser encaminhadas para o e-mail credenciamento@iamspe.sp.gov.br.
O credenciamento de SADT, hospitais, policlínicas e clínicas em várias cidades faz parte do Programa de Modernização do Iamspe (PMI), que prevê um modelo de assistência mais descentralizado e mais próximo do usuário.
Hoje, a rede de atendimento do Iamspe está presente em aproximadamente 200 municípios paulistas, beneficiando 1,3 milhão de usuários.
A expansão da rede inclui o credenciamento de médicos que atendem os servidores estaduais e seus familiares diretamente em seus consultórios e clínicas, com conforto, sem burocracia e sem qualquer custo adicional.
O próprio usuário liga para o especialista e agenda sua consulta. O Iamspe possui hoje aproximadamente 3.000 profissionais credenciados no Estado, sem incluir os médicos dos Centros de Assistência Médico-Ambulatorial (Ceamas) e hospitais credenciados.

Detran.SP seleciona 50 novos examinadores de trânsito para a região de Jales

Inscrições para reforçar quadro de profissionais que aplicam testes de direção veicular acontecem até 1º de novembro. Há vagas também para a Capital

Estão abertas as inscrições para a seleção de 50 novos examinadores de trânsito para Jales e outras nove cidades da região: Fernandópolis, Santa fé do Sul, Urânia, Palmeira d’Oeste, Indiaporã, Estrela d’Oeste, Auriflama, Santa Clara d’Oeste e Ouroeste.
Promovido pelo Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP), por meio de edital público, o processo seletivo reforçará o quadro de examinadores de trânsito que aplicam os testes práticos de direção, com o objetivo de melhorar o atendimento aos candidatos à Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
A remuneração mensal pode chegar a R$ 4 mil, dependendo da categoria de habilitação do profissional. Os interessados podem se candidatar até 1 de novembro. Basta preencher a ficha de inscrição no portal do Detran.SP e entregar a documentação, pessoalmente ou pelos Correios, na Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Jales: Rua Dez, 2.240 - Centro - CEP: 15700-070.
Informações adicionais sobre documentos necessários e o edital completo estão disponíveis no portal www.detran.sp.gov.br, na aba Parceiros, link Cadastro de Examinadores; ou pelo atalho http://migre.me/fNLeZ.
Vagas em outras regiões
– Além de Jales, estão abertas seleções para novos examinadores de trânsito nas regiões de Araraquara (50 vagas, até 11 de outubro), Capital Paulista (100 vagas, até 18 de outubro), Alto Tietê (50 vagas, até 25 de outubro) e região do ABCD (50 vagas, até 25 de outubro).
Em abril deste ano, as cidades de Limeira e Americana ganharam 23 novos examinadores de trânsito, contratados por meio de edital público.
Requisitos para ser examinador de trânsito
– De acordo com a Resolução 358 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), válida em todo o país, para ser examinador de trânsito é preciso preencher uma série de requisitos, como por exemplo ter pelo menos 21 anos de idade, curso superior completo (em qualquer área), estar habilitado há pelo menos dois anos na categoria a ser examinada, não ter sofrido penalidade de suspensão ou cassação da CNH e não ter cometido infração de trânsito gravíssima nos últimos 12 meses.
Além disso, é preciso ter concluído o curso de examinador de trânsito, com credencial expedida pelo Detran.SP. Os cursos de qualificação têm carga horária de 208 horas-aula. A lista de instituições credenciadas está disponível no portal do Detran.SP, no link "Educação para o Trânsito", ou no atalho http://migre.me/eMHg4.
A classificação dos inscritos obedece aos seguintes critérios:
1) Categoria habilitada, na seguinte ordem: AE, AD, AC, AB;
2) Data da 1ª habilitação mais antiga;
3) Data de nascimento mais antiga;

Nova tecnologia reduz medo de exame e incentiva mamografias


O Hospital de Câncer de Barretos como parte do estudo clínico global está utilizando a nova tecnologia SensorySuite, que reduz a sensação de medo e ansiedade de pacientes durante a mamografia, fatores apontados por 25% das mulheres como justificativa para não realizar o procedimento.
Projetado para desviar a atenção do desconforto associado ao exame, a tecnologia oferece técnicas de imersão em realidade virtual que envolvem olfato, visão e audição.
Tudo começa na sala de espera onde a paciente assiste a um vídeo com imagens e sons relaxantes. Neste momento, é possível escolher a experiência a ser vivenciada: fazer mamografia em um jardim, em uma cachoeira ou no mar.
Já na Sala Humanizada de Mamografia, um sistema computadorizado altera instantaneamente o cenário por meio de monitores de alta definição, som surround e difusor de essências. "Estimulamos simultaneamente os sentidos, desfocando a paciente da percepção de ansiedade e desconforto. A ideia é oferecer um ambiente completamente novo", explica a Dra Silvia Prioli Souza Sabino, radiologista mamária do Departamento de Prevenção do Hospital de Câncer de Barretos.
A aceitação do novo modelo é grande, conforme mostra pesquisa realizada durante o primeiro mês de funcionamento do SensorySuite. Das 160 mulheres entrevistadas, o estudo considerou 89% que já haviam realizado mamografia anteriormente como base para comparação. Destas, 85% consideram mais agradável a experiência na Sala Humanizada e 58% menos dolorosa. 93% recomendariam aos amigos e 98% retornariam para realizar novo exame.
A modificação da sala de espera reduziu a ansiedade para 86% das mulheres. Já a média de dor referida durante o exame foi de três, em uma escala de 0 a 10. Não houve interferência no tempo de realização do exame.
O levantamento aponta ainda que uma em cada oito mulheres mencionou haver evitado realizar mamografia por medo e a maioria (52%) escolheu a experiência Jardim para a realização do exame.
O SensorySuite foi desenvolvido pela GE Healthcare e, hoje há três soluções instaladas realizando estudos clínicos no Brasil, Bélgica e Canadá "Estudos realizados pela companhia mostraram que experiências olfativas, visuais e sonoras proporcionam maior relaxamento reduzindo a ansiedade e sensação de dor. Foi por esse motivo que desenvolvemos o SensorySuite, trazendo conforto a paciente durante o exame de mamografia", afirma Rima Alameddine, diretora de Detection & Guidance Solution da GE Healthcare para a América Latina.

Araraquara sedia o XVI Congresso Brasileiro de Direito do Trabalho Rural, promovido pelo TRT da 15ª Região

Estão abertas as inscrições para o XVI Congresso Brasileiro de Direito do Trabalho Rural, que será realizado nos dias 17 e 18 de outubro no Centro Internacional de Convenção "Dr. Nelson Barbieri", no município de Araraquara. Iniciativa do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, sob coordenação da Escola Judicial da Corte, o evento abordará, ao longo dos dois dias, temas relevantes sobre direito rural, contemplando desde aspectos polêmicos até as questões relacionadas à saúde do trabalhador do campo, com destaque para a dignidade do trabalho rural; o aperfeiçoamento das condições de trabalho nos canaviais; a questão da insalubridade no trabalho rural, com as exposições excessivas ao calor e às radiações; a viabilidade de pagamento de salário por produção na área rural; além da negociação coletiva, entre outros.
O evento é voltado para magistrados, servidores, advogados, procuradores, estudantes, estagiários e entusiastas da Justiça do Trabalho que buscam reciclagem e aprimoramento. As inscrições podem ser feitas no hotsite http://portal.trt15.jus.br/congressorural e os valores variam de 90 a 120,00 reais. A primeira edição do Congresso Rural ocorreu em 1993. "Já se foram duas décadas, com eventos a cada dois anos e uma programação instigante que buscou sempre colaborar com a dialética juslaboral brasileira", assinala o presidente do Tribunal, desembargador Flavio Allegretti de Campos Cooper.
Além de Cooper, estão entre os palestrantes desta edição a desembargadora Elaine Machado Vasconcelos, presidente e corregedora do TRT da 10ª Região (DF e Tocantins); Elio Neves, presidente da Federação dos Empregados Rurais Assalariados do Estado de São Paulo (FERAESP); a desembargadora Tereza Aparecida Asta Gemignani, vice-diretora da Escola Judicial do TRT da 15ª Região e membro da Comissão Organizadora do Evento; Paulo Alves Maia, coordenador do Projeto Sobrecarga Térmica da Fundacentro em Campinas; José Manuel Osvaldo Gana Soto, engenheiro químico e de segurança do trabalho; João Batista Martins César, desembargador do TRT da 15ª Região, Francisco José da Costa Alves, professor associado do Departamento de Engenharia de Produção da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar); Cristiano Barreto Zaranza, consultor Jurídico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil; Antonio Galvão Peres, advogado trabalhista, professor adjunto de Direito do Trabalho da FAAP; Manoel Carlos Toledo Filho, desembargador do TRT da 15ª Região, e Davi Furtado Meirelles, desembargador do TRT da 2ª Região, São Paulo. A Comissão Organizadora do evento é presidida pelo diretor da Escola Judicial do TRT15, desembargador Samuel Hugo Lima.

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Lançado o livro “Jales 70 anos – Memórias e Histórias”

por Jaqueline Zambon


Os vereadores Gilberto Alexandre de Moraes, Jesus Martins Batista, Luís Fernando Rosalino, Rivail Rodrigues Junior e Tiago Abra prestigiaram, na noite de segunda-feira, 30 de setembro, o lançamento do livro digital "Jales 70 anos – Memórias e Histórias".
Escrito por jalesenses, o livro retrata fatos da criação e desenvolvimento do município, contados a partir principalmente de trabalhadores e da classe mais humilde da cidade. A publicação conta com treze capítulos, denominados: "A ferrovia chegou a Jales", "Memórias das Escolas Rurais", "Memórias e vivências da vida rural", "Histórias de vida das mulheres de Jales", "Histórias e lembranças da infância", "Os desafios da moradia", "Comércio – encantos e desencantos", "A luta pela vida – as trajetórias da saúde em Jales", "Euphly Jalles – outras memórias", "Recortes da cultura jalesense", "Grilagens e conflitos fundiários como desdobramentos da transformação da terra de trabalho em terra de negócio em Jales/SP", "A incorporação do extremo Noroeste Paulista na expansão da fronteira" e "Planejamento urbano e meio ambiente em Jales – SP".

Os autores, professores Léo Huber, Élida Maria Barison da Silva, Gabriela Araújo Puerto e Aparecida de Jesus Olhier participaram da cerimônia de lançamento e discorreram acerca dos capítulos contidos no livro. Os outros dois autores do livro, professores Sedeval Nardoque e José Carlos Ugeda Junior tiveram ausência justificada por motivos pessoais.
O evento contou com grande público que lotou o Plenário Presidente Tancredo Neves.
O Poder Executivo esteve representado pelo vice-prefeito Pedro Manoel Callado de Moraes, a secretária municipal de educação, Simone Aranda e a chefe de gabinete da pasta, Fabiana Barbosa da Silva de Paula e também pelo secretário municipal de administração Reginaldo Viotta. Grande parte do público foi formada por educadores das redes municipal, estadual e particular de ensino.

Casa de Velório: despedida de luxo

Pétalas de rosas ao longo do caminho, homenagem do marido para sua esposa. Músicas espanholas que marcaram a vida de uma senhora, fotos e vídeos com direito a declarações. Sim, estamos falando mais um serviço diferenciado e cheio de sofisticação em São Paulo, só que desta vez, na hora das homenagens de despedida.
Um velório geralmente é realizado por familiares com apenas coroas de flores e serviços simples, realizados no próprio hospital onde a pessoa veio a óbito, ou nas salas de velório dentro dos cemitérios.
Com a busca cada vez maior pela personalização dos serviços,as pessoas querem algo mais único, mais pessoal e mais memorável. "Nós costumamos dizer que trabalhamos com vidas, e não com a morte. Já que o nosso papel é contar uma história de vida, falar sobre um legado, e não ovacionar a morte", diz Íris Franco, Gestora de Cerimônias do Grupo Memorial.
Na Casa de Velório do Grupo Memorial, empresa do ramo há mais de 30 anos, as homenagens de despedida normalmente são compostas por clipes de fotos passado durante todo o tempo, coroa e buquê de flores como decoração, buffet com garçom, depoimento de familiares presentes, cerimonialista que acompanha desde o começo até o final toda a cerimônia e que pode recitar poemas e textos conforme desejo da família, entre outros e muitos serviços exclusivos que a Casa de Velório oferece.
As homenagens de despedida podem acontecer de 6 até 48 horas em uma ou mais salas da casa, ou até mesmo pode-se fechar a casa inteira, dependendo apenas da vontade dos familiares.
"Queremos oferecer uma nova opção de velório com sofisticação e atendimento diferenciado", diz Iris. "Além disso, há poucos empreendimentos dessa natureza no Brasil e acreditamos que esse tipo de serviço vai ao encontro das necessidades das grandes metrópoles, cada vez mais distantes do contato intimista e aproximado que um momento como esse precisa".
Localizada numa região central e de fácil acesso, a casa traz os mesmos serviços e a sofisticação de espaços como a LesCorts e a Sant Gervasi na Espanha; ou como a Prout Funeral Home em Nova York.
A Casa de Velório do Grupo Memorial possui três salas: Orquídea, Lírio e Tulipa; comporta apenas três velórios por dia para garantir a intimidade das famílias; oferece seguranças; floricultura; lanchonete; espaço para serviço de buffet particular; computadores com acesso à internet; internet wi-fi; estacionamento conveniado; e cerimonialista capacitada para colaborar com qualquer tipo de cerimônia de qualquer religião.

Internautas escolhem “Natal de Paz e Luz” como o tema do Natal deste ano

Com 47,75% dos votos, "Natal de Paz e Luz" foi o escolhido pelos internautas que participaram de uma enquete lançada pela Secretaria Municipal de Comunicação para a escolha do nome do projeto de Decoração Natalina 2013.
A enquete perguntava "Qual deve ser o nome da Decoração Natalina 2013 na cidade de Jales?" e apresentou quatro opções de respostas: Natal de Paz e Luz, Natal Mágico, que obteve 26,13% dos votos, Natal da Gente, com 18,92% e O Natal está no Ar, que registrou 7,21% do total de votos.
Do dia 19 de agosto ao dia 30 de setembro, foi possível escolher uma das opções através dos endereços eletrônicos http://www.enquetes.com.br/popenquete.asp?id=1071950 ou a página no Facebook www.facebook.com/prefeituradejales.
Este ano, diversos eventos estão em fase de elaboração em parceria da municipalidade, através das secretarias de Esportes, Cultura e Turismo; Educação; Planejamento; Comunicação; e, Obras e Serviços Públicos, com a Associação Comercial e Industrial de Jales, Sincomércio e diversas entidades.
Projeto
– A Prefeitura de Jales, com cinco meses de antecedência, começou a planejar e formou grupos de estudos para iniciar a confecção de enfeites e adereços que irão compor o projeto de decoração natalina deste ano, um trabalho que está em andamento e caminha a todo vapor.
Diversas pessoas têm contribuído para o sucesso do projeto, entre eles os membros da Comunidade Terapêutica "Despertar para Cristo", que colaboram com a lavagem e corte das garrafas pet utilizadas na decoração, universitários e coordenadores do Programa Escola da Família na rede municipal de ensino, funcionários da Frente de Trabalho, Associação dos Artesãos, alunos das escolas de Jales que fazem arrecadação de garrafas e muitos voluntários.
Segundo a assessora Ivani Franco, as principais ruas e avenidas comerciais da cidade receberão a decoração de Natal. "Vamos iluminar alguns pontos estratégicos de Jales e deixar o Natal espetacular. Todos estão empenhados em deixar nossa cidade deslumbrante neste final de ano", contou.

Mais de 20 atividades serão realizadas pelo Hospital de Câncer de Barretos no Outubro Rosa 2013



Conhecido internacionalmente por "Outubro Rosa", neste mês todas as mulheres entre 40 a 69 anos de idade são estimuladas a fazer o exame mamográfico para a prevenção do câncer de mama. Em Barretos, o mês cor de rosa já faz parte do Calendário Municipal Oficial da cidade, um grande reconhecimento para o Instituto de Prevenção Ivete Sangalo do Hospital de Câncer de Barretos.
As ações programadas para este ano são tantas que elas iniciaram em setembro. Em parceria com a Escola Dorothóvio do Nacimento no projeto "Crianças como Parceiras" (uma inciativa que aproxima a escola e o Hospital para a disseminação de conhecimentos sobre câncer e sua prevenção), a instituição iniciou sua campanha de divulgação do mês rosa com uma contagem regressiva feita com frases de incentivo a realização de exames feitas pelos alunos do ensino fundamental. Essa ação está sendo divulgada junto com as fotos dos autores das frases e divulgada na Fan Page do Facebook do Hospital de Câncer de Barretos.

Abertura em grande estilo –
O lançamento oficial da campanha Outubro Rosa ocorreu no último domingo, dia 29 de setembro, no North Shopping Barretos. A abertura do Outubro Rosa com a apresentadora Amanda Françozo teve presença de mais de 5 mil pessoas e participação do cantor sertanejo de Barretos, Kadu Velasco, do humorista Tirulipa (filho do cantor e deputado Tiririca). A primeira dama do município e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Andreza Junqueira Franco Marrelli, escolhida como a madrinha do Outubro Rosa 2013, deixou um convite às mulheres barretense: para realizarem sua mamografia no Instituto de Prevenção durante o mês de outubro.

Um mês recheado de atividades
– Durante todos os sábados do mês de outubro, a carreta de prevenção do Hospital de Câncer de Barretos estará estacionada no calçadão central de Barretos. Além de divulgar a campanha, a equipe presente realizará o pré-cadastramento das mulheres interessadas em fazer o exame de mamografia e a carreta também estará aberta para a visitação.
No Instituto Avon, de segunda à sexta, haverá sempre alguma atividade recreativa e educacional para que as mulheres possam entreter-se enquanto esperam para a realização do exame mamográfico. As atividades são bem variadas: sessões de beleza, bingos, degustação de alimentos saudáveis e confecção de artesanatos.


Realização de exames
– Assim como outros dias úteis do ano, o Instituto oferece exames de mamografia anualmente para mulheres a partir dos 40 aos 69 anos de idade. Para a comodidade dos pacientes , é possível agendar o exame por telefone ou dirigindo-se até uma das unidades de prevenção portando o R.G., CPF, cartão SUS e comprovante de residência. O Instituto Ivete Sangalo funciona segunda à sexta, das 08 da manhã até às 16 horas. As pacientes que não puderem realizar o exame nestes horários, podem realizá-los mediante agendamento prévio no período noturno, que ocorre sempre às quartas-feiras. Além da Unidade em Barretos, o Hospital de Câncer de Barretos também conta com outras unidades de prevenção em Campo Grande (MS), Juazeiro (BA), Jales (SP), Fernandópolis (SP), assim como realiza exames preventivos nas unidades móveis mediante ao agendamento com as UBS locais e seguindo o roteiro das carretas de prevenção.

Prefeito de Santa Fé do Sul promove debate para preservar fauna pesqueira e resgatar turismo

O prefeito da Estância Turística de Santa Fé do Sul, Armando Rossafa, está preocupado com a preservação da fauna pesqueira na região Noroeste Paulista. Na sexta-feira,27 de setembro, Aramando Rossafa realizou reunião com técnicos e especialistas, em Santa Fé do Sul, para iniciar um projeto de preservação, que visa resgatar o turismo na região. Trata-se do Movimento Peixe Legal do Noroeste Paulista. O projeto tem total apoio do deputado estadual Carlão Pignatari.
De acordo com o prefeito, que contratou uma especialista, Marilza Fernandes, para coordenar o projeto, o número de turistas caiu acentuadamente nos últimos anos. Segundo ele, está se pescando cada vez menos peixes e quando os pescadores conseguem capturá-los, acabam cometendo atrocidades, pois levam além do permitido, depredando o meio ambiente. Para citar como exemplo, dias atrás, a Polícia Ambiental apreendeu uma equipe de pescadores de São Paulo, que veio passar uns dias na região, que estava levando mais de 100 quilos de tucunarés.
A ideia do movimento lançado pelo prefeito Armando Rossafa é de que haja uma total preservação e conservação das Bacias dos rios São José do Dourados e Turvo/Grande, congregando cidades desde Icém até Castilho, envolvendo todos os municípios ribeirinhos. É nesses rios que os peixes estão buscando alternativas, como uma válvula de escape, para se reproduzirem.
De acordo com Marilza Fernandes, os peixes nativos, como corimbatá, piau, piapara, dourado e pacu, estão em extinção, porque já não conseguem se reproduzir nas águas represadas por causa das hidrelétricas.
"Os peixes esportivos, como tucunaré, porquinho e corvina, é que se transformaram como os naturais hoje. E os pescadores estão retirando em grandes quantidades, que não está havendo tempo hábil para a reprodução. Portanto, será necessário adotar uma nova postura, de se ter mais períodos de defeso (piracema), proibindo-se totalmente a pesca também desses peixes", propôs.
De acordo com Marilza, outra preocupação é com a notícia de que o município de Aparecida do Taboado – MS estaria propenso a lançar esgotos in natura no rio Paranaíba, onde começa o rio Paraná com a junção do rio Grande. "Isto é muito preocupante e teremos que envolver os governadores dos dois Estados para evitar esse desastre ambiental", disse Marilza.
A coordenadora do movimento destacou que é preciso envolver todos os municípios para que haja um equilíbrio ambiental, combate à pesca predatória e se tenha uma convivência harmoniosa com o pescador profissional. Uma próxima reunião será realizada em outubro, com todos os prefeitos da região. O deputado Carlão foi representado, na reunião desta sexta-feira, pelo assessor parlamentar Valter Benedito Pereira.
Opinando sobre o assunto, o deputado Carlão Pignatari ressaltou que a pesca amadora representa uma atividade onde o praticante não depende dela para sobreviver, portanto, "ele precisa estar ciente de que não pode levar um monte de peixe para casa. Precisa sim aproveitar essas oportunidades para relaxar e praticar a pesca esportiva, levando apenas alguns exemplares, para que haja peixes para todo mundo. Assim, muitas pessoas serão atraídas para a nossa região, conhecida como Grandes Lagos, proporcionando a geração de emprego e renda através do turismo".
Para Carlão, "o pescador amador deve respeitar o limite de captura e transporte determinados pela legislação em vigor, que corresponde a 10 quilos mais um exemplar. A situação é muito séria e temos que nos envolver de uma maneira a salvar nossos rios e ter sempre peixes para os pescadores profissionais e também para os amadores, alimentando o turismo e girando nossa economia", finalizou o deputado.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Educação promove “Curso de Atualização” para professores da Educação Infantil




A secretaria municipal de Educação deu início no último sábado, dia 28, ao Curso de Atualização "Práticas e Propostas Educativas no Contexto da Educação Infantil". O evento tem como público-alvo gestores e educadores da educação infantil e educação básica de Jales.
Considerando a necessidade de investir na qualidade da educação infantil, através de implementações e práticas educativas que promovam o desenvolvimento global de cada criança e que respondam às especificidades das crianças e familiares do município de Jales, o curso é realizado com o intuito de cumprir as diretrizes dadas nos Referenciais Curriculares Nacionais, Volume 1, de que as redes de ensino devem prover e promover capacitações e atualizações permanentes e em serviço de seus professores.
Além de propiciar a formação continuada dos professores da rede municipal de ensino, o curso também tem como objetivos subsidiar os professores com informações que os capacitem a compreender o processo de aprendizagem das crianças de 0 a 5 anos e assegurar o cuidar, brincar e educar para o pleno desenvolvimento infantil de todas as crianças da rede municipal de ensino. Tendo como princípio norteador as Diretrizes Curriculares de Educação Infantil e os objetivos gerais apresentados nos Referenciais Curriculares Nacional para a Educação Infantil: Formação Pessoal e Social (Identidade e Autonomia), Conhecimento de Mundo, Movimento, Música, Artes Visuais, Linguagem Oral e Escrita, Natureza e Sociedade e Matemática.
Para ministrar os temas abordados, os organizadores vão contar com a presença do médico, psicoterapeuta corporal Dr. Marcos Davi dos Santos, de São Paulo, que abordará as Necessidades Essenciais e Apego na infância, os demais temas serão desenvolvidos pelos professores Mariângela Nunes Bezerra (SME/Jales), Pedro Kazuo Nagasse (Jales), Carla Junqueira (Jales), Stela (FAMERP) e Heloisa (UNIRP).
A abertura aconteceu na EM Profª Jacira de Carvalho da Silva com a presença da prefeita Eunice Mistilides Silva – Nice, da secretária municipal de Educação, Simone Vargas Volpon Aranda, da supervisora Marisley Berceli Nascimento e da coordenadora do Ensino Fundamental, Marieta Cezar.

PMA de Jales constata maus tratos a galos “índios” em Paranapuã



Na tarde deste domingo, 29 de setembro, por volta das 15:30 horas, Policiais Militares Ambientais pertencentes ao 2º Pelotão de Polícia Militar Ambiental de Jales/SP, visando averiguar informações de maus tratos, diligenciaram ao município de Paranapuã/SP, onde constataram em uma residência na área urbana do município que haviam 22 (vinte e dois) galos "índio" que estavam sofrendo maus tratos, tendo suas esporas serradas e as cristas e barbelas mutiladas e que possivelmente eram submetidos a brigas em rinha que foi encontrada na residência, sendo também localizados vários petrechos utilizados para a prática de tal ilicitude, tais como biqueira de couro e aço, esporas de plástico e aço, arco de serra e medicamentos para tratá-los após as brigas, dentre outros itens que corroboraram com as informações recebidas dos munícipes.
Diante do exposto, por tratar-se de crime ambiental capitulado no artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais, cuja pena é de 03 (três) meses a 01 (um) ano de detenção e multa, foi apresentada a ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Paranapuã/SP, onde foi lavrado boletim de ocorrência a respeito, sendo os galos periciados pela Polícia Técnico Científica de Jales/SP e destinados posteriormente mediante termo próprio.
Administrativamente, foi elaborado um Auto de Infração Ambiental no valor de R$12.000,00 (doze mil reais) pelo ato de "maus tratos" praticado pelo infrator aos respectivos galos.
Polícia Militar Ambiental de Jales/SP encontra-se à disposição 24 horas por dia pelos telefones (17) 3632-4660 e (17) 36325075 e também pelo e-mail 4bpamb2cia2pel@policiamilitar.sp.gov.br.

Municípios formam consórcio para aterro sanitário


                                                Reunião entre Bolçone e os prefeitos
Onze municípios da Região Noroeste formaram um consórcio para construir e explorar um aterro sanitário em sistema de compartilhamento. Orlando Bolçone (PSB) coordenou e orientou os prefeitos neste processo de integração. "É um assunto importante porque envolve a destinação final do lixo desses municípios e é,também, uma questão muito séria para o meio ambiente", disse o deputado.
O consórcio reúne as cidades de Paranapuã, Turmalina, Mira Estrela, Indiaporã, Mesópolis, Ouroeste, Pontalinda, Populina, Santa Albertina,Vitória Brasil e Dolcinópolis. A necessidade de construir e compartilhar um aterro sanitário foi despertada a partir da constatação de que Paranapuã, por exemplo, não tem mais onde jogar seu lixo. O município estava descartando o lixo na cidade de Mesópolis. O problema vem desde o começo do ano.
O prefeito de Paranapuã, Antonio Melhado Neto, pediu ajuda do deputado Bolçone para encontrar uma solução."É um problema que estava afetando nossas cidades e a população. A situação só estava se agravando. Recorremos ao Bolçone porque ele tem conhecimento administrativo, é um grande parceiro dos municípios e sempre está atento às questões ambientais, "afirmou o prefeito.
"Mantive inúmeros contatos com órgãos governamentais que tratam do assunto, em especial com a Cetesb. A conclusão foi que a única forma de resolver o problema seria criar uma associação para gerir o consórcio e, assim, servir aos demais municípios vizinhos que estão prestes a se verem com o mesmo problema de despejo do lixo", disse Bolçone.

domingo, 29 de setembro de 2013

Lar dos Velhinhos de Urânia recebe ambulância






Na quinta-feira, 27 de setembro, o prefeito Francisco Airton Saracuza, acompanhado pela primeira-dama e vereadora Marinete Saracuza, o presidente da Câmara Municipal Donizeti Musatto, do vereador Odair Bezerra Dias ( Fião) e outras lideranças local,  fez a entrega da chave de uma ambulância aorepresentante do Lar dos Velhinhos São Vicente Paulo, de Urânia