Páginas

sábado, 24 de agosto de 2013

Folhageral

Reflexão
"Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocarmos nela, corre por nossa conta." Chico Xavier

Neste ano
de 2013, segundo o Portal da Transparência do Governo Federal, serão repassados R$ 1.362.932,00 para o pagamento de 1.891 Bolsas Famílias (às famílias em condição de pobreza e extrema pobreza). Em 2012 foram repassados R$ 2.288.466,60 para 1.941 famílias cadastradas no Bolsa Família.A lista
nominal de todos os beneficiados com a Bolsa Família no município de Jales como os valores recebidos nos anos anteriores e a receber durante este ano está no Portal da Transparência do governo federal. Se você quer vê-la, basta entrar no site No sábado,
17 de agosto, foi publicado no Diário Oficial, despacho do Conselheiro Dimas Ramalho, do TCE-SP, dando o prazo de 15 dias para a Prefeitura de Jales através dos seus responsáveis, prefeita Nice Mistilides como também o ex-prefeito Humberto Parini se justificarem ao TCE sobre concessão de serviços de transporte coletivo urbano, pelo prazo de dez anos, prorrogável por igual período, a Entre Rios Transportes (até 10/08/2009) e Auto Viação Jauense Ltda (a partir de 11 de agosto de 2009) em vista novas irregularidades apontadas pela SDG na sua manifestação. Conversas
lá no botequim da vila dão conta que os assessores diretos da prefeita Nice não podem dar entrevistas a imprensa local, sem antes passar pelo crivo do Gabinete e qual assunto será tratado..Apesar
da prefeita Nice sofrer constantemente críticas à sua administração e ao modo de governar, venhamos e convenhamos que no campo das relações públicas, a petebista é uma exímia divulgadora da imagem da cidade. Ela participa de todos os eventos, no território jalesense ou fora dele. O cruzamento
da avenida Maria Jalles com a rua das Palmeiras, que está ficando perigoso, recebeu faixas contínuas e de segurança para travessia de pedestre. Como não há sinalização aérea ou térrea avisando o motorista despreparado que deve estacionar à direita, ele continua parando sobre a faixa contínua para virar à sua esquerda.Na avenida
João Amadeu onde a copa das árvores estavam tocando aos fios da rede de alta tensão e o Departamento competente da Prefeitura não foi competente para fazer a poda, nesta quinta-feira, 22 de agosto, ante o perigo de contatos galhos rede, a Elektro fez o corte do galhos à sua maneira. Aliás está mais do que na hora de se podar as demais árvores pela cidade. "Julgo Legais
os atos de admissão em exame, registrando-os, conforme artigo 2º, inciso V, da Lei Complementar Estadual nº 709/93, recomendando à Origem, para que, nos próximos processos seletivos, observe com maior rigor as disposições contidas no artigo 37, incisos II e IX, da Constituição Federal". Sentença do auditor Antonio Carlos do Santos, do TCE-SP, publicada no DOE, desta quarta-feira, 21 de agosto, referente atos de admissão de pessoal – contratação de professores substitutos – efetivados pela Prefeitura Municipal de Jales no exercício de 2008, então prefeito Humberto Parini.O lançamento
da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Comerciários marcou a consolidação de um braço político dos trabalhadores do comércio no Congresso Nacional. Foi assim que o deputado federal Junji Abe (PSD-SP) definiu a criação do colegiado de que ele faz parte. "Quanto mais abrangente a representação institucional dos diferentes segmentos sociais na Casa, melhor amparados ficam os congressistas para tomar decisões, considerando que passam a ter conhecimento aprofundado sobre os diversos temas e situações", apontouO Projeto de Lei
543/2013, de autoria do deputado Edmir Chedid (DEM), amplia a aplicação da Lei Antifumo (Lei 13.541/2009), proibindo também o consumo de cigarros e similares nos estádios de futebol, arenas multiuso esportivas e demais locais de realização de quaisquer eventos esportivos, ainda que totalmente abertos. Pelo andar da carruagem, logo, logo, o fumante não vai poder dar uma pitadinha dentro de sua própria casa.Um tucano
disse que aguardam com ansiedade a convocação pelo presidente Callado de uma reunião para que possam abrir a boca e expor as diretrizes políticas que o partido deve tomar em Jales. Do jeito que vai, 2016 chega e a tucanada vai continuar sem rumo.

ESFs comemoram o Dia dos Pais






Na quinta-feira, 8 de agosto, em clima de muita descontração e alegria, aconteceu uma confraternização para comemorar o Dia dos Pais, na chácara Dois Irmãos, no córrego do Figueirinha.
A equipe do Estratégia de Saúde da Família – ESF Rural foi a grande responsável pelos preparativos. Durante o evento houve uma palestra ministrada pelos membros da equipe com o tema "Saúde do Homem". Foram abordados vários temas, como: autoestima, agrotóxicos e câncer de próstata.
Os convidados tiveram o prestígio de acompanhar o sorteio de vários brindes e a entrega de lembrancinhas para os pais que participaram do evento. O encerramento contou com muitos comes e bebes, música e a participação do sanfoneiro Tião de Leão.
Já no dia 9, o dia de comemoração foi na Unidade de Saúde Dr. Luis Ernesto Sandi Mori, onde foi servido um delicioso café da manhã, também em homenagem ao dia dos pais. Os mimos foram doados pelo comércio local e funcionários da ESF.

Aprovada em Mestrado



Mais uma professora da Unijales se tornou Mestre. Gisele Lauer Murta Gobi (foto), atuante no curso de Enfermagem, foi aprovada no dia 2 de agosto na defesa de sua tese, pelo Instituto de Engenharia e Tecnologia de São José dos Campos, polo UniCastelo.
O título e o tema do trabalho de mestrado defendido "Análise Cicatricial de Úlcera de Pressão utilizando o Óleo de Coco Ozonizado", foram bem aceitos pela banca examinadora composta pelas professoras Dra. Inês k. Andreani (Geneticista e doutora em Agronomia Produção Vegetal pela UEPJMF) e pela Dra. Luciana kfourisiriani (Doutora em Ciências pela USP). O professor Dr. Ricardo Scarparo Navarro foi o orientador do trabalho.
O trabalho da professora Gisele teve como objetivo analisar a evolução cicatricial de úlceras por pressão, utilizando o óleo de coco ozonizado. Foi feito um estudo de casos clínicos, com indivíduos selecionados, a partir do critério de inclusão de pacientes com úlcera por pressão cutânea. Participaram 16 pacientes, divididos em 8 do grupo de controle e 8 do grupo tratado que durante 21 dias receberam os curativos. O resultado da pesquisa e do projeto mostraram que o óleo acelera o processo de cicatrização, contribuindo no tratamento de feridas.

Frente de Trabalho contempla mais de 400 bolsistas na região de Jales



Na tarde de terça-feira, 20 de agosto, prefeitos e moradores de sete cidades da região de Jales participaram da assinatura de contratos da Frente de Trabalho, programa coordenado pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), que promove a geração de emprego e capacitação profissional. O evento ocorreu no Ipê Park Hotel, em Cedral.
Presente, o secretário de Estado do Emprego e Realções do Trabalho, Tadeu Morais, destacou a implantação do programa. "O ponto mais importante da Frente de Trabalho é a qualificação, para que vocês possam sair daqui capacitados, com maiores chances de serem inseridos no mercado de trabalho", pontuou.
As cidades beneficiadas na região de Jales e os respectivos números de bolsas concedidas foram: Aspásia (60), Jales (90), Rubinéia (60), Santa Clara D’Oeste (60), Santana da Ponte Pensa (60), Mesópolis (50) e São Francisco (60)
Durante seis meses, o programa oferece renda e qualificação profissional à população desempregada e em situação de alta vulnerabilidade social. Os bolsistas recebem mensalmente bolsa-auxílio de R$ 210, crédito para a compra de alimentos no valor de R$ 86 e seguro de acidentes pessoais.
Os participantes devem prestar serviços de interesse local (quatro dias da semana – 6h/dia) e, no quinto dia, frequentar o curso de qualificação profissional. São 150 horas de qualificação.
Qualificação e cidades beneficiadas
- Os cursos de capacitação serão determinados entre a instituição executora e o coordenador da Frente de Trabalho no município em até três semanas após a implantação do programa. Os módulos variam conforme a carência de mão de obra local.
Em Aspásia, o convênio foi firmado com a AVAPE (Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência). Nas demais cidades, as entidades responsáveis pelos cursos ainda não foram definidas.
Para participar do programa, é preciso ser maior de 17 anos, estar desempregado há pelo menos um ano, residir no Estado de São Paulo há no mínimo dois anos, não ter familiar participante do programa e não receber qualquer benefício social equivalente.

Inaugurada a nova unidade do Detran em Jales








Foi inaugurada nesta sexta-feira, 23 de agosto, às 11 horas, as novas instalações da unidade de atendimento ao cidadão do Departamento Estadual de Trânsito - Detran , localizada na Rua 10, nº 2240, centro, e abre de 2ª a 6ª feira, das 9h às 17h, sem pausa no horário de almoço.
A prefeita Nice Mistilides em seu discurso, agradeceu a parceria com o Governo do Estado e a secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Regional, através do deputado federal e secretário estadual Julio Semeghini, e enfatizou que uma das primeiras ações ao assumir a Prefeitura de Jales foi ter um olhar diferenciado para as novas instalações da Ciretran. "Este governo foi responsável por toda infraestrutura do novo prédio", e lembrou que a Ciretran de Jales atende oito municípios da região e é responsável por uma população de aproximadamente 70 mil pessoas.
"Estamos muito felizes por saber que aqui são realizados 250 atendimentos por dia e que com essa nova estrutura a população é melhor atendida e acolhida. Tenho orgulho de ser prefeita dessa cidade em um momento tão importante como este".
Totalmente reformada, a Ciretran de Jales, tem atendimento por meio de senha, funcionários treinados, condições de acessibilidade, computador para acesso gratuito aos serviços eletrônicos do Detran e sistema que permite avaliar o serviço prestado, entre outros benefícios.
O evento teve a presença do diretor-presidente do Detran.SP, Daniel Annenberg, da prefeita Nice Mistilides, do deputado estadual Carlão Pignatari, da presidente da Câmara Municipal de Jales, Pérola Fonseca Cardoso, Marcos Toledo, assessor de Semeghini.
"Estamos implantando, gradativamente, em todo o Estado o padrão Poupatempo de atendimento. A população conta agora com mais qualidade e agilidade nos serviços de trânsito", destacou Annenberg.
A nova Ciretran ampliou a capacidade de serviços diários, de 67 para 448. Outra novidade é a prova teórica eletrônica para candidatos à 1ª habilitação. Em vez do caderno de questões e do gabarito em papel, o cidadão faz o exame no computador e recebe o resultado logo ao fim do teste
Nova unidade
– Jales está entre os 18 postos do Detran que funcionam sob o novo padrão. Todas as unidades têm aprovação, por parte dos usuários, acima de 90%. Até 2014, serão aproximadamente 90 novos postos.
Prova eletrônica – A nova Ciretran de Jales oferece a prova teórica eletrônica para 1ª habilitação. Mais segura, a prova eletrônica tem 30 questões, selecionadas de maneira automática e aleatória para cada candidato, que deve respondê-las em 40 minutos.

Nobreza inerte

*Vitor Sapienza
No final dos anos cinquenta, os alunos da rede pública de ensino eram incentivados a participar da "campanha de desarmamento infantil". Os estudantes entregavam pequenas armas de brinquedo, estilingues e gibis, e recebiam em troca livros didáticos e revistas infantis. É evidente que a violência que se combatia naqueles tempos, além de ser infinitamente menor do que a de hoje, tinha outras conotações. Os apelos de consumo eram outros, algo insignificante ao que temos hoje, e a postura da sociedade era totalmente diferente.
Não eram poucos os educadores que condenavam a leitura de gibis, e mesmo assim, era comum vermos alunos trocando essas revistas onde o heroi portava armas de fogo e espadas, e sempre combatia o mal tendo a ética como diretriz. A então combatida violência tinha, sempre, a figura do "mocinho" que punia os vilões e, no final feliz, balançava o coração da "mocinha".
"Bons tempos" nos revelam a nossa visão saudosista. Tempos em que, apesar da violência dessas revistas, comparando ao que temos hoje, chega a ser banal. O tempo mostrou que a leitura dos gibis abriu espaço para o hábito da leitura, algo que, nos dias atuais vai desaparecendo a cada dia. O que se condenava naquele tempo, chega a ser hilário nos dias de hoje. A sociedade se tornou mais permissiva, menos crítica, e adepta da linguagem chula. A postura eclética deu lugar a uma gente que aceita com a mesma naturalidade o palavrão, a falta de conteúdo, a postura grosseira, o desrespeito ao bem comum, aos idosos, à pátria.
Condenava-se também o hábito de colecionar figurinhas e a prática do jogo de bafo-bafo, onde, no pátio das escolas e nas ruas, as crianças se reuniam e disputavam usando a mão em forma de concha, tentando desvirar figurinhas. Hoje, decorridas algumas décadas, para a nossa alegria ou indignação, vemos um grande jornal paulista oferecendo álbuns para que os jovens retomem o hábito de colecionar figurinhas. Volta ao passado, ou oportunidade de negócios? Ambos, talvez!
E nessa volta ao passado, façamos algumas comparações. O que tínhamos como violência é muito diferente do que vemos. O que era proibido para menores de dezoito anos é algo rotineiro, comum no tal horário nobre que a televisão criou. Nobre porque é quando a grande maioria da sociedade já está em casa, manipulada e à mercê da poderosa máquina que forma, deforma, transforma e informa.
Horário nobre. Nobre para quem, cara pálida? Nobre para a máquina bem azeitada do marketing que determina hábitos, unifica costumes, massifica culturas, cria modismos e massacra tradições? Assim, no nosso pobre conceito de nobreza, a cada dia expomos a nossa inércia enquanto nos ajeitamos na poltrona ou no sofá, aceitando passivamente a nossa condição de vítimas da solidão que a televisão nos impinge, na mesma proporção que nos afastamos da boa leitura, da conversa em família, da velha prosa na roda de amigos. É muita nobreza para a nossa triste realidade.
*Vitor Sapienza
é deputado estadual (PPS), ex-presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, economista e agente fiscal de rendas aposentado. Acesse: www.vitorsapienza.com.br

Morador de Jales morre em acidente



Foto,Alex Pelicer/jornal A Cidade/Votuporanga
Aderito Alfredo Barros, de 83 anos, morreu em decorrência de ferimentos sofridos em um acidente no KM 509 da rodovia Euclides da Cunha , próximo a Simonsen, na tarde de terça-feira.
Ele conduzia o Fusca, placas BPY-3955, de Jales, que colidiu na traseira de um Astra, placas DJE-8175, de São Paulo, que estava parado no acostamento com problemas mecânicos.
O motorista do Astra, que estava fora do veículo, já tinha ligado pro DER para pedir ajuda. As causas do acidente ainda são desconhecidas, porém, suspeita-se que a visão de Aderito tenha sido prejudicada pelo sol. Segundo divulgado, ele estava sem cinto de segurança.
O Corpo de Bombeiros e o Samu estiveram no local e precisaram de 30 minutos para estabilizar o idoso. A vitima foi socorrida, em estado gravíssimo, e conduzida à Santa Casa de Votuporanga. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu às 19h20, uma hora depois de dar entrada no hospital. O corpo de Aderito foi enterrado em Jales

Karatecas conquistam medalhas e troféus em Torneio Interestadual

No domingo, 18 de agosto, os karatecas da Associação de Judô e Karatê Jalesense, participaram do 17ª Torneio Interestadual de Karatê na cidade de Tupi Paulista (SP), obtendo 37 medalhas e 6 troféus nas modalidades kumitê (luta) e katá (luta imaginária).
A competição foi disputada no Ginásio Municipal de Esportes "Sebastião Inácio do Amaral", naquela cidade. Aproximadamente 600 atletas, dos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Paraná, representando 22 delegações participaram do evento.
Sensei Edson, destacou que o campeonato contou com a presença de karatecas de nível internacional, incluindo atletas da Seleção Brasileira de Karatê, comprovando que "os nossos atletas têm perfeitas condições de brigar por medalhas em competições de alto nível técnico".
A organização do evento premiou todos os kartatecas medalhs de ouro, em todas as categorias, com um kimono para a prática do karatê. Os medalhistas de prata receberam uma camiseta.
Os karatecas medalha de Ouro: André Luis Cunita (katá), Carlos Eidi Takeda (katá), Carolaine Cristina Santos (2 – kumitê e katá), Diego Pimenta (2 – kumitê e katá), Etyara Mariana Augusto (kumitê), Fernanda Yoshida (kumitê), Gustavo (kumitê), Izenir Lima Gavioli (katá) e Lidiany C. Rissato (kumitê).
Medalhas de Prata: Bruno Takeda Morita (katá), Evandro Toshio Morita (katá), Fernanda Yoshida (katá), Gabriel de Matos (katá), Hudson Felipe Bonfim (kumitê), Leonardo Carmona Ferreira (kumitê), Lidiany C. Rissato (katá), Luis Eduardo Silva (kumitê), Mariany de Matos (kumitê), Nathalia Zana (katá) e Renata dos Anjos (kumitê).
Medalhas de bronze:: Ana Clara de Assis (kumitê), Arthur Ferreira (katá), Etyara Mariana Augusto (katá), Guilherme de Souza Toledo (katá), Guilherme dos Santos (katá), Izenir Lima Gavioli (kumitê), Liara Yumi Souza (2 – kumitê e katá), Matheus Macedo Medeiros (kumitê), Murilo Nunes Cambuy (kumitê), Nayara S. Boldrini (kumitê), Nilton Roberto Assunção Filho (kumitê), Renato dos Anjos Peres (kumitê), Thaysla V. A. Virginio (katá) e Vitor R. de Mori (kumitê). Os troféus foram conquistados por Guilherme, Igor Reis e Nilton e por Bruno Morita, Heitor e Patrick na modalidade katá em equipe.
A competição premiou ainda as oito melhores delegações com troféus e os professores com prêmios, como uma motocicleta Honda 125cc ao professor da delegação campeã, além de notebooks, tablets e câmeras digitais aos professores das outras sete melhores equipes.
Associação de Judô e Karatê Jalesense conquistou para a região o troféu de 3ª melhor delegação do torneio.

Composto de marketing na perspectiva digital

Por Welington Klebson de Melo Oliveira
e Alexandre Farias Albuquerque

O comércio eletrônico (E-commerce) tem crescido ano a ano e contribuído para o aumento das lojas virtuais. De acordo com pesquisa realizada pelo IBOPE Media, no terceiro trimestre de 2012, cerca de 94,2 milhões de pessoas acessaram a internet, e o consumidor brasileiro, por questão de comodidade, preço baixo e escassez de tempo, passou a utilizar mais dos serviços obtidos pelos meios eletrônicos.
No Brasil, existem grandes varejistas que atuam no comércio eletrônico: Shoptime, Submarino, Netshoes, Lojas Americanas, entre outros.
Mas o que seria entendido por Comércio Eletrônico? Para o professor Alberto Luiz Albertin, a resposta parte da ideia de um processo de compra, venda, troca de produtos, serviços e informações pela rede mundial de computadores, a internet. O E-commerce pode ser de três tipos: Business to consumer (B2C), que se refere às vendas virtuais das empresas para os consumidores finais; Business to businnes (B2B), que se refere às transações entre as empresas; Consumer to consumer (C2C), que é a venda eletrônica de bens e serviços por consumidores diretamente a outros consumidores.
O comércio eletrônico demanda uma estrutura diferenciada da utilizada em uma loja tradicional. Não há necessidade da presença física do comprador nem do vendedor, e tem a vantagem de o custo de manutenção ser menor. Não é necessário investir em decoração, vitrines e outros aspectos essenciais a uma loja tradicional. Nas lojas virtuais, a relação ocorre entre um comprador e um computador localizado em qualquer lugar do planeta.
Mas o que fazer para obter sucesso no E-commerce, um ambiente comercial que possui características distintas das formas tradicionais de comércio? No ano de 2012, os pesquisadores Maximiliano Gonetecki de Oliveira e Ana Maria Machado Toaldo (EMA-ANPAD) forneceram dicas de como definir o composto de marketing na perspectiva digital, isto é, que aspectos uma empresa virtual deve observar para definir suas estratégias de produto, preço, praça e promoção (4Ps) para uma gestão de marketing eficaz.
Produto – produtos que demandam grande interação por parte do consumidor são mais difíceis de vender na loja virtual, pois o consumidor precisa ter segurança de que vai receber o que, realmente, comprou. Não deve haver surpresas desagradáveis.
Preço – duas preocupações para o gestor. A primeira é que o comprador tem muita facilidade para comparar preços; a segunda, que o consumidor é muito sensível à segurança no momento do pagamento, pois "o ambiente virtual é sabidamente fragilizado pela grande quantidade de fraudes praticadas".
Praça – como a mudança de uma loja para outra depende apenas de alguns cliques, o website da empresa deve evitar eventuais crashes ou bugs do sistema. Outra preocupação deve ser que o consumidor receba o produto em conformidade com as especificações detalhadas no site da empresa no momento da compra.
Promoção – existem muitas possibilidades a ser exploradas pelos profissionais de marketing para a comunicação digital. É fundamental, entretanto, considerar dois aspectos: a acessibilidade do usuário final e a desconfiança do internauta acerca de promoções, inibindo a adesão por medo de ser fraudado mesmo que a oportunidade seja verdadeira.
Percebe-se que o sentimento de segurança do consumidor é elemento essencial em cada um dos 4Ps descritos e que "direta ou indiretamente podem gerar uma inibição na compra eletrônica". Além do mais, o comércio eletrônico possui características distintas que requerem o desenvolvimento de novos conceitos e profissionais de marketing que possam desenvolver suas atividades nesse novo ambiente.
*Welington Klebson de Melo Oliveira: Acadêmico de Administração da UFAL – Câmpus de Arapiraca – wellington. cefet@hotmail.com
*Alexandre Farias Albuquerque: Administrador e Professor da UFMS – Câmpus de Três Lagoas: afaufms@gmail.com

Municípios região de de Jales recebem recursos para superar a extrema pobreza

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Rogerio Hamam, esteve na manhã de terça-feira, 27 de agosto, em Fernandópolis, para entregar os Cadernos de Orientações do Programa São Paulo Solidário aos prefeitos de Aspásia, Dirce Reis, Marinópolis, Mesópolis, Nova Canaã Paulista, Pontalinda, e Vitória Brasil . O encontro foi na Câmara Municipal de Fernandópolis


O Caderno de Orientações do Programa São Paulo Solidário (na foto sendo entregue  ao prefeito Leandro Polarini, de Mesópolis, pelo secretário Rogério Haman)
traz as providências que as prefeituras deverão tomar para receber o pacote especial de recursos e benefícios direcionados à superação da extrema pobreza. "Essa etapa do Programa, chamada de Compromisso Paulista, tem o objetivo de promover a mobilidade social com ações em educação, qualificação profissional, melhorias na moradia, acesso à água potável e à energia elétrica, entre outros", explicou o secretário Hamam.
Com os planos de trabalho aprovados pelos Conselhos Municipais de Assistência Social, os sete municípios da região de Jales poderão receber o total de R$ 820 mil, para investirem em ações e ativos sociais de superação da pobreza multidimensional.
Recurso - Compromisso paulista
Município
Total (R$)
Aspásia 102.000,00
Dirce Reis 119.000,00
Marinópolis 158.000,00
Mesópolis 110.000,00
Nova Canaã Paulista 101.000,00
Pontalinda 128.000,00
Vitória Brasil 102.000,00
Total 820.000,00
Para o deputado estadual Sebastião Santos, o Governo Estadual tem olhado com maior atenção para o interior do Estado. "A política bem feita traz resultados positivos para a sociedade. O governador Alckmin intensificou as ações no interior, coisa que a gente não via antes. Esse País tem dado condições para aqueles que querem sair do zero e avançar", disse Santos. "Precisamos resgatar a política, porque esta é a mais alta forma de caridade humana", lembrou o juiz e diretor do Fórum de Fernandópolis, Evandro Pelarin.
O São Paulo Solidário foi lançado em 2011. No ano passado, o Programa foi implantado efetivamente em 97 municípios de menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH/ 2000). Duzentos domicílios foram visitados e responderam ao questionário para avaliar as condições de saúde, educação e padrão de vida, segundo o Índice de Pobreza Multidimensional (IPM). Com isso, foi possível saber quem são, onde moram e qual grau de privações sociais vivem as famílias, considerando que a pobreza não pode ser medida apenas pela renda.

Leigos catequistas

D. Demétrio Valentini

Quando o mês de agosto tem cinco domingos, o último deles é dedicado especialmente aos catequistas. Desta vez são quase cinco domingos, pois o mês termina de sábado, no dia 31 de agosto. Na dança entre semanas e meses, desta vez a semana encaixa bem no mês, terminando junto com ele.
Mas independente de quatro ou cinco domingos, os catequistas se sentem contemplados no contexto do mês vocacional. Como de resto se sentem bem à vontade com seus catequizandos, independentemente se a comunidade valoriza, ou não, o seu bonito e importante ministério.
E ainda, há outro detalhe. Sabemos que a grande maioria dos catequistas são mulheres. Se de vez em quando convém usar a linguagem inclusiva, seria muito conveniente falar dos catequistas e, é claro, das catequistas. Mas temos a certeza que elas, as catequistas, não se sentem nem um pouco diminuídas se não enfatizamos sua condição de gênero.
Portanto, mulheres e homens assumem este ministério bonito, de iniciar na fé as crianças, os jovens, e também os adultos. Este ministério é o mais antigo que existe na Igreja. Mesmo quando uma paróquia não chegou ainda a formalizar em sua comunidade os diversos ministérios leigos, a catequese se faz presente.
Podemos dizer que é na catequese que se concretiza, de maneira especial, a assistência do Espírito Santo à Igreja, conforme a promessa feita por Cristo.
Mas se a catequese se realiza mesmo sem o apoio explícito que ela merece, não é que com isto ficamos eximidos de reconhecer sua importância, e de apoiá-la com o mínimo de recursos pedagógicos que devem se colocados à sua disposição.
Dada a importância da catequese na ação de transmitir a fé, assunto que tanto preocupa hoje a Igreja, vale a pena investir em conseguirmos bons roteiros pedagógicos, para as diversas etapas da catequese.
Neste sentido, a Diocese de Jales sente a alegria de ter elaborado, aos poucos, os seus livros de catequese, desde a catequese infantil, até a catequese de adultos, passando pela catequese de Primeira Eucaristia e da Crisma, dentro da série "Viver a Fé Construindo Comunidade".
Nas reflexões em preparação da romaria diocesana deste ano, realizada no domingo passado, foram destacadas as diversas dimensões, vividas pela Igreja Primitiva. Dizem os Atos dos Apóstolos, que os primeiros cristãos eram "assíduos à doutrina dos Apóstolos, na comunhão fraterna, na fração do pão e nas orações".
A primeira dessas dimensões tem uma evidente relação com a catequese: a perseverança na doutrina. Os próprios Apóstolos eram os catequistas das primeiras comunidades.
A Igreja Primitiva podia gozar deste privilégio, de ter convivido com o Mestre, de ter sido agraciada com a abundância do Espírito Santo, e de contar com a presença dos primeiros protagonistas da Igreja nascente, a nova comunhão de amor implantada por Cristo no seio da humanidade, onde ela sempre precisa permanecer como semente de força irresistível, como sal, luz e fermento fazendo germinar os sinais do Reino de Deus.
Mesmo não tendo desta vez um domingo especial para os catequistas, queremos reconhecer a importância de sua missão evangelizadora, com votos de que sejam os primeiros a experimentarem a alegria de viver os valores que eles nos transmitem.
Muito obrigado, mulheres e homens, catequistas de nossas comunidades! Que Deus os recompense pelo testemunho que nos dão e pelo trabalho que realizam!

Prefeitura de Jales e Sabesp firmam convênio para programa “Se Liga na Rede”


A prefeita Nice Mistilides assinou na tarde de quarta-feira, 21 de agosto, convênio com a Sabesp para a adesão ao Programa Se Liga na Rede. Pelo programa, o Governo do Estado subsidia a ligação de esgoto à rede em residências de famílias com renda de até três salários mínimos.
A assinatura que aconteceu no gabinete da prefeita contou com a presença do gerente de divisão da Sabesp de Jales, Gilmar Rodrigues de Jesus.
O objetivo do programa é incentivar as famílias de baixa renda a ligarem seus imóveis à rede de esgoto, aumentando o índice de atendimento do sistema de saneamento existente no Município. A medida já está sendo adotada nos imóveis que já tenham a rede coletora instalada na rua. Oitenta por cento dos recursos serão custeados pelo Governo do Estado e os 20% restantes pela Sabesp.
O Se Liga na Rede tem participação direta com a comunidade. As casas beneficiadas serão visitadas por um agente, que apresentará a iniciativa, explicará os benefícios da ligação de esgoto e verificará se é atendido o critério de renda familiar de até três salários mínimos. Com o Se Liga na Rede, a Sabesp faz todas as instalações internas para o morador. Após a assinatura do Termo de Adesão, o imóvel é fotografado, a obra é agendada e executada.
A ligação à rede coletora de esgotos contribui para a qualidade de vida dos moradores e para a despoluição dos mares, rios e córregos. Quando não existe a destinação correta, o esgoto acaba indevidamente lançado ao meio ambiente.
Jales conta hoje com 100% dos imóveis urbanos abastecidos com água tratada e 100% dos esgotos coletados são tratados. O índice de atendimento com coleta de esgotos é de 98,1%, restando apenas 1,9%, onde estão inclusos: praças, imóveis sem sanitário ou sem condições técnicas para atendimento (abaixo do nível da rua). O programa se liga na rede, visa atender as famílias que não tem sanitários por falta de condições financeiras.

PT mensaleiro, PSDB carteleiro e Joaquim Barbosa “barraqueiro”

*Luiz Flávio Gomes
Joaquim Barbosa começou o mês de agosto com 15% das intenções de voto para a presidência da república. Deve fechar agosto beirando os 20%. Assim que os políticos (do PT, sobretudo), banqueiros, marqueteiros e adjacentes começarem a ir para os presídios (regime fechado ou semiaberto), vai se aproximar dos 30%. Tudo isso se confirmando, sua candidatura se tornará irreversível (o povo manda e se ele pede...). No mínimo, irá à vice-presidência da república. JB conta com o maior prazo de desincompatibilização do país. Pode deixar o cargo de juiz e se filiar a um partido político somente em abril de 2014. Até lá, tem todo tempo do mundo para armar, da sua maneira, outras confusões, firmar sua personalidade assim como seu louvado personalismo. Self-made man com personalismo forte + apoio midiático = ídolo nacional (assim surge um novo Messias, salvador da pátria).
A mídia desancou JB nesta semana: "com seu temperamento instável e agressivo, se tornou um irremediável criador de polêmicas"; "usa palavras inadequadas (como chicana)"; não é um exemplo de serenidade; não mantém o decoro que ele exige dos pares; perde as estribeiras; seu destempero se volta contra ele mesmo e contra seu trabalho (Estadão de 18.08.13, p. A3). Mas ninguém superou uma "amiga" na nossa rede social, que disse: "por meio dos seus frequentes barracos ele não só nos alegra como nos impressiona". Transmite a sensação de comando, de voz imperativa (aqui quem manda sou eu). Atributos que os brasileiros foram treinados a adorar (desde as donatarias em 1532 e o governo geral de Tomé de Souza, em 1549).
Tal como na mitologia grega, das vísceras do mensalão o PT jamais podia imaginar que sairia, contra seus planos de governo eterno, uma víbora de ferocidade incomensurável. O presidenciável Joaquim Barbosa é fruto desse engendramento petista e primo dele é a cartelização do metrô de SP, nos governos do PSDB. União espúria e mancebenta dos donos do capitalismo neoliberal (multinacionais) com os políticos podres locais. Mensalão, cartelização e "barracos", sobretudo os televisivos (que tanto agradam o canhestro homo videns) protagonizam três maneiras vivenciais do circo da vulgaridade que nos dá o enredo do ser humano do século XXI. A esperança única que nos anima é que, se foi o ser humano que se perdeu em tão nefastas vulgaridades, distanciando-se completamente da ética e da emancipação moral, está nas mãos dele mesmo, não de uma força sobrenatural, corrigir tudo, voltando-se para os interesses da "polis", entendida como uma nação decente onde se possa viver sem violência, corrupção e extravagâncias.
*Luiz Flávio Gomes, jurista e coeditor do portal atualidades do direito

Insegurança

Reginaldo Villazón
O medo é uma emoção básica do ser vivo. Experiências científicas atestam que as plantas, quando ameaçadas, sentem medo. Os animais acuados revelam medo claramente. No ser humano, o medo é uma emoção complexa. Pode acometer pessoas por causas passadas e presentes, pode evoluir da ansiedade ao pavor. Individual e coletivamente, o medo hoje está presente nas sociedades de forma relevante.
Sem prejuízos, o medo de coisas naturais – como de animais perigosos, materiais cortantes, produtos explosivos, lugares elevados – atua de modo positivo no trabalho individual de desenvolver habilidades para superar os desafios da vida. O medo dos perigos permite à pessoa avaliar situações de risco e planejar ações seguras de tal forma que o medo inicial se torne uma simples questão de justa preocupação.
No caso da insegurança social, vem acontecendo exatamente o contrário. No curso do tempo, as experiências nada têm contribuído para que o medo ajude a racionalizar ações para evitar os infortúnios e as tragédias nas sociedades mundo afora. O medo gera um estado constante de apreensão, altera comportamentos usuais, dificulta relacionamentos humanos, restringe liberdades, afeta o desenvolvimento geral.
O dia 11 de setembro de 2001 é um marco da insegurança social. Nos Estados Unidos, quatro aviões de passageiros foram seqüestrados por terroristas e destruídos em ataques suicidas. No coração de Nova Iorque, duas torres de escritórios empresariais atingidas desabaram. Os danos materiais somaram bilhões de dólares. Quase três mil pessoas perderam a vida. O país entrou em pânico e numa luta armada no Afeganistão.
Os ataques variados – feitos por fanáticos, maníacos e marginais – são sintomas de sociedades doentes. Os governantes não cumprem seus deveres nos seus países e nas relações internacionais. E não vão resolver os maus efeitos com leis, tratados, tropas de choque e forças bélicas. Igualmente, as sociedades – apáticas com os problemas humanos – não vão eliminar a insegurança e o medo com muros, grades, câmaras e seguros.
Assim, esse medo resultante da insegurança social causa estresse, dificulta o pensamento racional, impede reações positivas. E isso não é tudo. Os estudiosos da sociedade contemporânea apontam para a valorização da individualidade. As pessoas afrouxam seus compromissos com os grupos de familiares, amigos, religiosos e outros em busca da liberdade, da independência e da autodeterminação.
Sem perceber, as pessoas entram no seguinte conflito: "Mais liberdade, menos segurança. Mais segurança, menos liberdade". É simples de entender. Se mais livre para ser ele mesmo, desligado dos laços familiares e afetivos, o indivíduo perde o apoio dos entes familiares e afetivos. Sem dúvida, sente mais o medo de perder o emprego, de ficar doente e de morrer, pois está mais individualizado, mais no isolamento.
A sociedade da insegurança e do medo é esta que habita as casas, anda pelas ruas, acredita no voto como exercício democrático suficiente, aparece nos noticiários policiais, prioriza as liberdades individuais. Porém, tudo é possível e tudo terá solução. A participação política não-partidária é uma necessidade urgente. Assim como a reflexão sobre como agir com sabedoria na condução da vida privada e dos relacionamentos sociais.

PALAVRAS DE CHICO XAVIER

Pergunta
- No início de sua missão mediúnica, o Sr. foi muitas vezes incompreendido e até caluniado. Como faria uma análise disso, já que hoje sua imagem tem uma outra aceitação?
Chico Xavier
- Minha atitude perante a opinião pública foi sempre a mesma, de muito respeito ao pensamento dos outros. Porque nós não podemos esperar que os outros estejam ideando situações e problemas de acordo com nossas convicções mais íntimas.
De modo que não posso dizer que sofri essa ou aquela agressão, porque isso nunca aconteceu em minha vida. Sempre encontrei muita gente boa. Vamos procurar um símbolo: dizem que os índios gostam muito da simbologia por falta de termos adequados para se expressar. Como me sinto uma pessoa bastante inculta, eu gosto muito de recorrer a essas imagens.
Vamos pensar que eu seja uma pedra que foi aproveitada no calçamento de uma avenida. Colocada a pedra no piso da avenida, naturalmente que essa pedra vai se sentir muito honrada de estar ali a serviço dos transeuntes, que essa pedra não poderá se queixar dos martelos que lhe tenham quebrado as arestas. Todos eles foram benfeitores.
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
"Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Eu também quero o fim da Lei de Cotas

por Tadeu Morais, secretário estadual do Emprego e Relações do Trabalho

Recentemente, a secretária estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Linamara Rizzo, produziu um excelente artigo a respeito da Lei de Cotas e de como setores econômicos pretendem flexibilizar a legislação.
A intenção é que as atuais percentagens de 2% a 5% que empresas com mais de 100 funcionários devem destinar às pessoas com deficiência sejam substituídas pela oferta de cursos de qualificação, formas de compensação financeira e, como disse a própria Linamara em seu artigo, "outras mazelas que perpetuam a exclusão".
De minha parte, quero afirmar que também quero o fim da Lei de Cotas. Proponho inclusive um ato público, organizado de forma tripartite – governo, empresários e sociedade civil – para enterrarmos definitivamente essa verdadeira ode ao preconceito.
Sim, a simples existência da Lei de Cotas nos mostra o vexame que somos como povo. Não quero a Lei de Cotas. Quero gente consciente. Que todos os empresários que não são fazem parte de minha linhagem, essa que chamamos de ser humano, também sejam banidos de suas funções e trocados por pessoas de verdade. Quero o término já da Lei de Cotas, desde que venha combinado com o fim sumário de quem não se deu conta, ainda, que vivemos em sociedade, e que dependemos uns dos outros para que tenhamos melhor qualidade de vida.
Quero o fim da Lei de Cotas e o extermínio imediato das pessoas que se consideram obrigadas, impingidas a dar aquilo que, de fato, é de direito de todo cidadão: o direito de sustentar a si próprio e à sua família. O direito básico ao trabalho.
Que os responsáveis pela contratação de pessoal das empresas enxerguem o potencial, não se calem diante das qualidades, ouçam os pedidos dos mais vulneráveis e caminhem rumo a uma sociedade mais justa, que beneficie e inclua a todos.

Feira de Agronegócios Coopercitrus foi marcada por alta tecnologia e preço congelado nos insumos agrícolas

Num período em que o Brasil enfrenta uma alta de preços nos insumos agrícolas e, consequentemente, menos investimento dos produtores rurais, a Coopercitrus promoveu, com sucesso absoluto, a 14ª edição de sua já tradicional feira de agronegócios, a FEACOOP. Esta edição foi marcada por novidades que encantaram os produtores rurais e visitantes com inovações que foram desde um campo de cana-de-açúcar de alta tecnologia até a distribuição de um novo produto da agricultura familiar, o suco de laranja produzido a partir da produção de cooperados da Coperfam (Cooperativa de Produtores Rurais de Agricultura Familiar).
O câmbio influencia diretamente os preços dos insumos, com a desvalorização do real os insumos importados ficam mais caros e ocorre o repasse imediato da desvalorização no preço, especialmente fertilizantes e defensivos. "Durante a FEACOOP, conseguimos comercializar nosso estoque de insumos com a taxa de dólar inferior à atual e apostamos na feira como a grande oportunidade para o agricultor finalizar a compra de insumos a preços competitivos", revela Fernando Degobbi, assessor da diretoria da Cooperativa. Isso explica como a Coopercitrus conseguiu superar a expectativa de faturamento, mesmo num período de instabilidade financeira e insegura dos produtores rurais.
O diretor-presidente da Coopercitrus, Raul Huss de Almeida, explica que os produtores rurais estão mais preocupados este ano, uma vez que apesar do câmbio maior, o que favorece o setor, algumas commodities, como o açúcar, por exemplo, estão com o preço menor, "mas ainda assim eles continuam investindo", comenta.
A 14ª Feacoop aconteceu no período de 06 a 08 de agosto, na EECB (Estação Experimental de Citricultura de Bebedouro), em Bebedouro, SP, e recebeu 9 mil pessoas, entre cooperados e visitantes.
Da semente à máquina colhedora, da ração à vacina, do trator novo à peça de reposição, incluindo assistência técnica e informações de mercado, a FEACOOP levou todos os itens necessários para a agricultura, com condições especiais para os cooperados. A Feira cumpriu sua missão de unir todos os segmentos do Sistema Coopercitrus, com seus profissionais e as empresas fornecedoras, para colocar, à disposição dos cooperados, as melhores ofertas do mercado. Assim, em um mesmo local, os agropecuaristas de diversas regiões, que desenvolvem as mais diversas atividades rurais encontram uma grande variedade de produtos importantes para o desenvolvimento de suas produções.
Campo de Cana
Foi montado especialmente para esta edição da FEACOOP um campo de excelência de produção de cana-de-açúcar. Liderado pela Coopercitrus, esse campo ocupa uma área de 3 hectares e teve a participação de seis empresas parceiras que montaram um pacote diferenciado em irrigação localizada, mudas pré-brotadas AgMusa (que se multiplica na metade do tempo da muda convencional), agricultura de precisão, um protótipo de plantadora de mudas pré-brotadas, tecnologia de fertilizantes e máquinas especialmente desenvolvidas para a cultura da cana.
As equipes técnicas da Coopercitrus e desses quatro parceiros estiveram durante a Feira à disposição de todos para explicar com detalhes os excelentes resultados alcançados com esse campo.
Agricultura familiar em foco
A crise na citricultura, cruel para a maioria dos citricultores, fica mais preocupante ainda para os pequenos produtores que, no círculo vicioso que envolve perda de receita, baixa produtividade, adaptação à tecnologia exigida pela moderna agricultura, dificuldade na venda, ainda assim, decidem permanecer no setor.
Somente a união de forças, com projetos, disposição e principalmente boas ideias seria possível superar as dificuldades. E a boa ideia veio através da Coopercitrus, com a criação da nova cooperativa Coperfam (Cooperativa de Produtores Rurais de Agricultura Familiar).
Na prática, a boa ideia veio da forma mais correta, saudável e saborosa possível, com a criação do suco de laranja natural Coperfam que foi lançado oficialmente na FEACOOP 2013 e conseguiu aprovação total após ser degustado durante os três dias da feira, por milhares de pessoas com os mais diversos paladares. Para a produção de um suco de excelente qualidade e sabor, foi escolhido entre os cooperados da nova cooperativa, o melhor fruto, proveniente da produção do cooperado de Taiuva, SP, cidade vizinha a Bebedouro, Domingos Aparecido Antonino, produtor de laranja no Sítio São Francisco. Dez mil litros de suco foram distribuídos gratuitamente em quatro pontos da feira durante os três dias de evento.

Curso do Fundecitrus capacita citricultor no combate ao cancro cítrico


O Fundo de Defesa da Citricultura – Fundecitrus está com inscrições abertas para o curso gratuito de Controle Estratégico do Cancro Cítrico, que ocorre dia 28 de agosto, a partir das 8h30, na sede da instituição, em Araraquara (SP).
A capacitação é destinada a citricultores, engenheiros agrônomos, administradores de pomares e técnicos agrícolas. "O objetivo é treiná-los para a prevenção, reconhecimento e controle da doença, que apresenta crescimento no estado de São Paulo nos últimos anos", explica o engenheiro agrônomo do Fundecitrus Ivaldo Sala.
As inscrições podem ser feitas pelo telefone 0800 11 21 55, ramal 2, ou pelo site www.fundecitrus.com.br . As vagas são limitadas.
O índice de cancro cítrico nos pomares paulistas subiu nove vezes em quatro anos, de acordo com os levantamentos amostrais realizados pelo Fundecitrus. A doença saltou de 0,14%, em 2009, para 1,39% dos talhões em 2012.

São Paulo adere ao programa ‘Mulher, Viver sem Violência’, do governo federal, nesta 2ª feira

O estado de São Paulo fará parte do programa ‘Mulher, Viver sem Violência’, do governo federal, que tem por objetivo integrar os serviços públicos de atenção às mulheres em situação de violência, proporcionando-lhes atendimento humanizado e completo no acesso à Lei Maria da Penha. A formalização da parceria será feita nesta segunda-feira (26/08), na capital, às 10h30, em ato no Centro Cultural São Paulo.

O termo de adesão será assinado pela ministra Eleonora Menicucci, da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR); pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP); pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT-SP); pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Ivan Sartori; pelo procurador-geral do Ministério Público, Márcio Fernando Elias Rosa; e pela defensora pública-geral de São Paulo, Daniela Cembranelli.

Estarão presentes: a secretária-adjunta de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres, Rosangela Rigo; a coordenadora do Conselho Estadual da Condição Feminina, delegada Rosemary Corrêa; a secretária municipal de Políticas para as Mulheres de São Paulo, Denise Dau, entre outras autoridades.

O ‘Mulher, Viver sem Violência’ conta com investimento de R$ 265 milhões e estabelece ações para a melhoria da coleta de vestígios de crimes sexuais; a transformação da Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180, da SPM em disque-denúncia para acionamento imediato da Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu); a criação de seis centros de referência nas fronteiras secas do Brasil com a Bolívia, a Guiana Inglesa, o Paraguai e o Uruguai; e a construção da Casa da Mulher Brasileira - uma unidade desta em cada capital do país.

Com obra, equipamentos e mobiliário financiados pelo governo federal, cujo orçamento é de R$ 4,3 milhões, o espaço terá a capacidade média de atender até 200 pessoas por dia. A Casa da Mulher Brasileira concentrará os seguintes serviços: delegacia, juizado/vara especializada, ministério público, defensoria pública, abrigamento temporário, atendimento psicossocial, espaço de convivência para a mulher, sala de capacitação e orientação para trabalho, emprego e renda, além de brinquedoteca.

Na cerimônia, a ministra Eleonora Menicucci anunciará o local onde será construída a Casa da Mulher Brasileira na capital paulista, em área cedida pela União. Ao final do evento, as autoridades concederão entrevista à imprensa.

Telecurso TEC divulga datas de processo seletivo

O período de inscrição para o exame da modalidade aberta para os três módulos do Programa Telecurso TEC começa em 23 de setembro. O prazo para se inscrever em uma das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) vai até 11 de outubro. É necessário efetuar o pagamento, em dinheiro, da taxa no valor de R$ 25. As unidades estão relacionadas no comunicado oficial.
O exame presencial será no sábado, 30 de novembro, às 9 horas, na Etec em que o estudante se inscreveu. O gabarito será divulgado no mesmo dia da prova, a partir das 14 horas. O resultado será publicado em 21 de janeiro de 2014 no portal do Centro Paula Souza.
Cursos
O Telecurso TEC oferece três cursos: Administração, Comércio e Secretariado, cada um com carga horária de 800 horas, divididas em três módulos.
Os estudantes que obtêm as notas necessárias recebem a certificação técnica – oferecida de acordo com o término dos módulos, após prova presencial – e o diploma técnico, na conclusão do curso.
Na modalidade aberta, os alunos participam individualmente do curso, acompanhando as atividades propostas nos livros didáticos e nos programas diários de TV, exibidos na Rede Globo, na TV Cultura e no Canal Futura.
Os programas também estão disponíveis no site da Globo. Acesse aqui o link de cada vídeo. Os estudantes contam ainda com um blog para esclarecimento de dúvidas técnicas.
O programa de educação a distância oferece também a modalidade semipresencial, disponível nas Etecs. Esse modelo conta com aulas presenciais e a distância, com o suporte de um professor orientador de aprendizagem e diversos recursos. O ingresso nessa opção se dá por meio do Vestibulinho.
Lançado em 2007, com o objetivo de expandir a oferta de Ensino Profissional, o Telecurso TEC é um programa do Centro Paula Souza que oferece formação técnica e qualificação profissional a distância.
Sobre o Centro Paula Souza – Autarquia do Governo do Estado de São Paulo vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, o Centro Paula Souza administra Faculdades de Tecnologia (Fatecs) e Escolas Técnicas (Etecs) estaduais, além das classes descentralizadas – unidades que funcionam com um ou mais cursos técnicos em parceria com prefeituras ou empresas, sob a supervisão de uma Etec –, em 285 municípios paulistas. As Etecs atendem mais de 226 mil estudantes nos Ensinos Médio, Técnico integrado ao Médio e no Ensino Técnico, para os setores Industrial, Agropecuário e de Serviços. Nas Fatecs, o número de alunos matriculados nos cursos de graduação tecnológica ultrapassa 64 mil.

Comerciários ganham braço político

O lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Comerciários marcou a consolidação de um braço político dos trabalhadores do comércio no Congresso Nacional. Foi assim que o deputado federal Junji Abe (PSD-SP) definiu a criação do colegiado de que ele faz parte. "Quanto mais abrangente a representação institucional dos diferentes segmentos sociais na Casa, melhor amparados ficam os congressistas para tomar decisões, considerando que passam a ter conhecimento aprofundado sobre os diversos temas e situações", apontou.
Constituída na manhã desta quarta-feira (21/08/2013), por iniciativa do deputado federal Roberto Santiago (PSD-SP), que presidirá o grupo, a frente parlamentar deverá funcionar como um fórum permanente de discussões e encaminhamentos das questões que afetam os comerciários. Figuram entre as pautas destacadas pelo segmento a qualificação técnica, a jornada de trabalho e as doenças profissionais.
Cumprimentando Santiago pelo empreendimento, Junji espera que a frente se torne um espaço para discussão e proposição de projetos capazes de contribuir com os avanços do segmento e defender os trabalhadores do comércio em todo País.
Igual expectativa tem o presidente da CNTC – Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio, Levi Fernandes Pinto, que classificou o colegiado como fundamental no processo de negociação das reivindicações da categoria. "A frente permitirá um maior alinhamento das questões prioritárias que hoje afetam os trabalhadores do comércio, além de amplificar a força da nossa voz", definiu.

PT mensaleiro “versus” PSDB do “cabra liso”

*Luiz Flávio Gomes


O PT diz que o mensalão é armação e que Joaquim Barbosa é assombração. O PSDB diz que a investigação da maracutaia na concorrência do metrô de SP é "política". FHC acaba de dizer que o dinheiro da corrupção no metrô de SP não foi usado para comprar congressistas (O Globo de 17.08.13, p. 6). Até parece que isso inocentaria o partido da malandragem que protagonizou com as multinacionais podres como Siemens, Alston etc. O presidente americano Richard Nixon (lembrado por Elio Gaspari), que foi obrigado a renunciar por causa do escândalo Watergate, disse: "Não é o crime que te ferra, é a tentativa de encobri-lo". As desculpas esfarrapadas dadas pelos partidos políticos para encobrirem suas respectivas corrupções as assimilam à figura popular do nosso querido nordeste conhecida como "cabra liso", que é o malandro que tenta justificar todas as suas estrepolias.
Todos os condenados do mensalão são réus confessos (segundo eles, de crimes leves e prescritos). No caso dos cartéis formados em SP e Brasília, a documentação oferecida ao Cade (pela Siemens) é devastadora. Como se explica tudo isso? Por meio da ausência de emancipação moral do homo democraticus, que evoluiu em termos de liberdades formais, mas não está sabendo fazer uso cívico delas, deixando-se levar pela vulgaridade, que é a "livre manifestação da espontaneidade estético-instintiva do eu" (Gomá Lanzón). O processo de socialização do ser humano foi estrangulado. Gomá Lanzón explica: foram perdendo terreno a tradição, a religião, a pátria, o patriotismo, o comunitarismo (tão típico dos nossos índios), a solidariedade, enfim, a paideia (formação) que nos inseria no mundo cósmico. Paralelamente foram ganhando força o subjetivismo extravagante resultante do Romanticismo, a liberdade sem limites, a rebeldia, a espontaneidade, a exaltação da diferença, o nihilismo, a morte de Deus, a secularização, os movimentos contra-culturais (dos anos 60) etc. Renunciamos a todos os tradicionais processos de socialização do "eu" e, no seu lugar, nada colocamos.
Aliás, sim, digo eu, inventamos a televisão e a internet, que constituem os veículos das máximas expressões da espontaneidade e, assim, muitas vezes, também da barbárie, porque não estamos dispostos à autolimitação dos nossos desejos nem das nossas naturais inclinações. Abandonamos a virtude, por falta de uma motivação cívica. Somos guiados pelas nossas inclinações estético-instintivas. Como ser virtuoso num mundo secularizado, ou seja, num mundo não mais guiado pela teologia? Foi com a vulgaridade que engendramos o processo de urbanização, sem nenhuma noção da vida em comum e sem renunciar às nossas pulsações antissociais bárbaras (Gomá Lanzón). Assim construímos nossas ruas, vilas, vilarejos, cidades, estados, países e nações. Sem compreender o contexto cultural (o todo) fica difícil entender as corrupções, os mensalões, as cartelizações e os espetáculos barraqueiros do século XXI. Luiz Flávio Gomes, jurista e coeditor do portal atualidades do direito.

Comunicação lança enquete para a escolha do nome da Decoração Natalina deste ano

A Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Jales lançou nesta semana uma enquete para a escolha do nome da Decoração Natalina 2013. Este ano, diversos eventos estão em fase de elaboração em parceria da municipalidade, através das secretarias de Esportes, Cultura e Turismo; Educação; Planejamento; Comunicação; e, Obras e Serviços Públicos, com a Associação Comercial e Industrial de Jales, Sincomércio e diversas entidades.

A enquete pergunta “Qual deve ser o nome da Decoração Natalina 2013 na cidade de Jales?” e apresenta quatro opções de respostas: NATAL DE PAZ E LUZ; NATAL MÁGICO; NATAL DA GENTE; e, O NATAL ESTÁ NO AR. 

Todos podem participar da enquete que se encerra no dia 30 de setembro, acessando o site da Prefeitura www.jales.sp.gov.br ou a página no Facebook www.facebook.com/prefeituradejales.

Vacinação antirrábica começa nesse sábado, dia 24


O anúncio foi feito pela Secretaria Municipal de Saúde que divulgou o calendário que contém datas, locais e horários em que acontecerá a campanha.
A secretária de Saúde, Nilva Gomes Rodrigues de Souza, alerta a população sobre a importância de prevenir que cães e gatos fiquem doentes e transmitam a "raiva" para o ser humano. "É fundamental que a população fique atenta ao calendário de vacinação e não deixe de imunizar seu animal doméstico. Vacinar os animais é um cuidado que implica melhoria na saúde pública", enfatizou.
Causada por um vírus, a raiva é uma doença considerada grave. Ela se caracteriza por inflamações progressivas, agudas e letais no cérebro, e tem como principal vítima e transmissor, o mamífero.
"A transmissão d araiva acontece do animal infectado para o sadio, através do contato da saliva por mordedura, lambida em feridas abertas, mucosas ou arranhões, e também pela via inalatória. A partir dos três meses de vida, todos os cães e gatos devem ser vacinados", contou a secretária.
A vacinação dos animais domésticos é uma forma indireta de prevenção à raiva humana.

No Ensaio, Tulipa Ruiz fala do encontro com David Byrne e das parcerias do seu novo CD



Nascida em Santos e criada na cidade mineira de São Lourenço, Tulipa Ruiz começou cedo sua relação com a música. Primeiro, por influência de seu pai, Luiz Chagas, guitarrista do histórico grupo Isca de Polícia. Segundo, pela trajetória iniciada na juventude, quando tinha um programa de rádio, vendia discos em uma loja e estudava canto lírico.

No Ensaio deste sábado (24/8), ela conta ao apresentador Fernando Faro o passo a passo da sua carreira, que começou no sul de Minas e, anos depois, caiu no gosto de muita gente dentro e fora do Brasil. O programa vai ao ar às 23h15, na TV Cultura.

Tulipa despertou a paixão pela música em casa, por influência da família. “Quando criança, tive a sorte de ter tido acesso aos discos dos meus pais. A discoteca era o nosso presente, meu e do meu irmão”. A lista de artistas prediletos, que moldaram seu estilo de tocar e cantar, vai de Joyce, Zezé Motta, Joni Mitchell, Baby Consuelo até as turmas da vanguarda paulistana e do Clube da Esquina. “Eram os discos que eu mais gostava”, completa.

Outro nome fundamental na sua estante de referências é o de Gal Costa. “Me encantei com ela desde a primeira ouvida. Ela é maravilhosa, grandiosa, uma grande inspiração e referência atemporal na minha vida”.

O primeiro show oficial de Tulipa foi em 2009 em um festival realizado dentro do Teatro Oficina. A partir de então, ganhou aprovação da crítica, do público e de artistas consagrados dentro e fora do território nacional. Um dos que conferiu de perto sua performance foi o ex-Talking Heads David Byrne. Tulipa conta que o convidou para assistir a uma série de shows que fazia ao lado da também a cantora Tiê em Nova York. “Foi incrível a presença dele, tanto pra gente como para as pessoas que estavam lá. Além disso, é muito legal ter esse reconhecimento”.

A cantora também compartilha no Ensaio algumas das experiências da turnê que fez em países como Japão e Inglaterra. Sobre o primeiro destino, diz que foi especial e muito intenso. “Fomos muito bem recebidos pelo público japonês. Eles são apaixonados por música brasileira”.

Em 2012, Tulipa lançou o álbum Tudo Tanto, sucessor do badalado Efêmera (2010), contando com a participação de músicos como Kassin, Lulu Santos e Criolo. Segundo ela, estes nomes surgiram depois que as canções estavam prontas ou prestes a estar, não antes. “Foram as músicas que chamaram os convidados. Elas tiveram que acontecer para eu pensar no Lulu Santos, por exemplo”. Sobre a presença do amigo Criolo no set list do CD, diz: “Foi fundamental. Ele soube lidar magistralmente com essa víbora [nome da composição assinada por ambos em parceria com Gustavo Ruiz, Luiz Chagas e Caio Lopes] que apareceu e que a gente não soube lidar”.

Além de Víbora, Tulipa canta no palco do Ensaio É, OK, Só Sei Dançar, Like This, Desinibida e Efêmera.

Geraldo Alckmin empossou Tadeu Morais nesta quinta-feira, 22 de agosto


"Ninguém melhor do que um trabalhador e líder sindical para dirigir a Secretaria do Emprego. Pensar em trabalho é pensar em São Paulo". As palavras do governador Geraldo Alckmin marcaram a cerimônia de posse do secretário estadual Tadeu Morais, na tarde desta quinta-feira (22), no mezanino do Palácio dos Bandeirantes. Mais de 300 convidados estiveram presentes. O representante da pasta exerce a função desde o último dia 08, quando o decreto foi publicado no Diário Oficial.
Entre as dezenas de autoridades presentes, estiveram o secretário-chefe da Casa Civil, Edson Aparecido; a secretária de Estado da Justiça, Eloísa Arruda; o antecessor de Morais na pasta e atual presidente do Sindinapi (Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos), Carlos Ortiz; os coordenadores da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT): Antonio Mendonça, de Políticas de Empreendedorismo e diretor-executivo do Banco do Povo Paulista (BPP); Luciano Lourenço, de Políticas de Inserção no Mercado de Trabalho; Pedro Nepomuceno, de Políticas de Emprego e Renda; e Marcos Wolff, de Operações.
Ortiz iniciou os discursos desejando sorte ao novo titular e ressaltando a sequência do trabalho na pasta. O Tadeu (Morais) é um homem de empenho e dedicado. Tenho convicção de que o trabalho terá continuação. Como secretário, pude inaugurar 59 agências do Banco do Povo Paulista, intensificamos o trabalho no Time do Emprego, com aproximadamente 80% dos participantes recolocados no mercado de trabalho, com a Frente de Trabalho e com o serviço de intermediação de mão de obra disponíveis nos Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs).
Por sua vez, Morais agradeceu a confiança depositada em seu trabalho, se disse honrado em assumir a missão e lembrou do seu histórico. "Agradeço o governador Geraldo Alckmin, o qual sempre priorizou o ser humano em sua gestão. Fui carteiro, metalúrgico e dirigente sindical. Hoje, depois de um ano como chefe de gabinete, assumo a pasta", disse. Na sequência, o secretário assumiu o compromisso de "não medir esforços para promover a geração de emprego, renda e qualificação profissional em todo o Estado."
A gestão do ex-secretário Ortiz foi destaca por Alckmin. Os programas da pasta BPP, Time do Emprego, PADEF (Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência), Pró-Egresso e Frente de Trabalho foram citados pelo governador. "Tenho certeza que Tadeu Morais fará uma excelente gestão à frente da Secretaria do Emprego, principalmente trazendo novos projetos para avançarmos mais na questão de emprego no Estado", emendou. "O compromisso com o trabalho está no DNA de São Paulo", encerrou.

Supermercadistas da Noroeste Paulista visitam sede da APAS em São Paulo


O diretor regional da APAS São José do Rio Preto, Renato Martins, promoveu uma visita de associados à sede da entidade, em São Paulo-SP. A caravana, que contou com a participação de mais de 20 empresários, foi promovida nesta quarta-feira (21/08), com o objetivo de trocar experiências e informações com supermercadistas da capital e diretoria da Associação.
Os representantes de supermercados de Votuporanga, São José do Rio Preto, Tanabi, Icém, Ibirá, Olímpia, Fernandópolis, Santa Fé do Sul, José Bonifácio, Colina, Potirendaba e Catanduva conheceram os gestores da Associação e a estrutura da sede, participaram de um almoço e realizaram visitas técnicas monitoradas em importantes supermercados das zonas norte e oeste da capital. Eles também tiveram a oportunidade de participar de um happy hour no tradicional Bar do Juarez, no bairro de Pinheiros.
“A APAS Regional São José do Rio Preto foi a primeira a trazer a Caravana de supermercadistas para a Sede, em junho de 2011. E a repercussão foi fantástica entre os associados. Este ano não foi diferente, eles ficaram encantados com os formatos das lojas da capital”, afirmou Martins.
A caravana contou com o patrocínio de duas empresas parceiras da Associação, a Kodilar Alimentos, com sede em São José do Rio Preto, e a Bebidas Poty, de Potirendaba.
Sobre a APAS – A Associação Paulista de Supermercados representa o setor supermercadista no Estado de São Paulo e busca integrar toda a cadeia de abastecimento. A entidade conta com 1.200 associados, que somam 2.700 lojas.

Sebrae-SP participa de 8º Pit Stop em Fernandópolis

Os motoristas que passarem pelas ruas laterais da praça matriz de Fernandópolis, poderão fazer de graça, a vistoria de 31 itens do veículo, nesta sexta-feira e sábado (23 e 24 de agosto), das 9 às 16 horas.  A ação será promovida dentro do 8º Pit Stop, organizado pelo Núcleo de Reparadores Automotivos (Nura), em parceria com o Sebrae-SP e a Associação Comercial de Fernandópolis.

Em 2012, foram inspecionados 263 veículos e a meta para este ano é realizar 300 vistorias. Os motoristas poderão fazer a verificação veicular e também do índice de poluição, dos faróis, dos pneus e dos parabrisas.

“A participação do Sebrae-SP em mais este evento aberto à comunidade reafirma o compromisso que a entidade possui com todas as cidades atendidas pelo nosso escritório de Votuporanga. Sempre buscamos incentivar os empresários e também chegar próximo daqueles que pretendem ter o próprio negócio”, destacou o gerente do Escritório Regional do Sebrae-SP de Votuporanga, Sérgio Gromik.

O NURA (Núcleo de Reparadores Automotivos) é fruto da união entre empresas do segmento do projeto EMPREENDER iniciado em 2009. Desde a concepção até a autonomia das empresas e assistência da Associação Comercial e Industrial (ACIF), o Sebrae-SP é parceiro e provedor de soluções e transmissão de conhecimento para sustentabilidade e perenidade do Núcleo.

Viscardi Andrade virá a Jales ministrar palestra

por Jaqueline Zambon
O lutador jalesense Viscardi Andrade, destaque nacional em MMA – Artes Marciais Mistas, irá ministrar no dia 30 de agosto, sexta-feira, palestra motivacional aos jovens da rede estadual e particular de ensino de Jales.


A palestra será realizada na Câmara de Jales à partir das 14 horas e o plenário Presidente Tancredo Neves também estará aberto ao público. As conversações para a vinda do atleta se deram através do vereador Tiago Abra, que explicou a escolha do público "Como as escolas municipais têm alunos somente até as quartas séries, nos voltamos para as escolas estaduais e particulares, que atingem mais nosso público alvo. O Viscardi falará sobre sua profissão, os desafios que enfrentou para realizar seu sonho e diversos outros temas de interesse dos jovens".
Durante a visita à sua cidade natal, Viscardi também irá efetuar a entrega das luvas que utilizou em sua estréia no UFC Rio 163, onde derrotou o rival norte-americano Bristol Marunde por nocaute técnico aos 1m36s do primeiro round. As luvas serão leiloadas através de leilão virtual e o montante arrecadado será doado para a Santa Casa de Jales, para custeio.
Viscardi tem 29 anos e desde os 21 mora na capital paulista. Segundo informações de matéria veiculada pelo Globo Esporte, em 2010 Viscardi "foi campeão mundial de jiu-jítsu na faixa-preta, venceu o campeonato paulista de quimono e sem quimono sem levar pontos e ainda saiu vitorioso em sete lutas de MMA no ano. Hoje, tem sua própria academia em São Paulo e é um dos grandes destaques em sua categoria".

Adriano Moraes não participará do Desafio do Bem em Barretos


O tricampeão mundial de montarias em touro Adriano Moraes (foto) se machucou nesta quinta-feira, dia 22, durante um treino para sua apresentação no Desafio do Bem na Festa do Peão de Barretos. O competidor aposentado estava se preparando para montar a égua Fire Woman no domingo, dia 25, em prol do Hospital de Câncer de Barretos.
Adriano sofreu uma queda do cavalo que montava em um sítio na cidade de Barretos e quebrou a perna. Ele passa bem. O tricampeão reforçou que continuará participando da Festa, onde foi nomeado embaixador do Rancho do Peãozinho, espaço que recebe crianças durante o evento.
Com o ocorrido, o Desafio do Bem terá um novo participante: o competidor pentacampeão de Barretos Leandro Baldissera.
58a Festa do Peão de Barretos
A Festa do Peão de Barretos segue até este domingo, dia 25, com a 21a edição do Barretos International Rodeo, shows, apresentações culturais, espaço infantil, entre outras atrações.

VestCasa planeja inaugurar treze unidades no interior, uma delas em Jales

A rede de franquias VestCasa, especializada em produtos de cama, mesa, banho e decoração anuncia a abertura de 13 novas unidades no interior de São Paulo até o final de 2014. A expansão contempla a abertura de lojas nas cidades de Andradina, Araçatuba, Birigui, Catanduva, Dracena, Fernandópolis, Jales, Mirassol, Olímpia, Penápolis, Presidente Epitácio e Santa Fé do Sul.
"Cidades interioranas estão vivendo um momento de grande crescimento econômico e queremos aproveitar essa oportunidade", afirma Ahmad Yassin, sócio-fundador da VestCasa.
Segundo o empresário, o objetivo é atuar em lugares onde grandes magazines não chegam. Cidades pequenas, com aproximadamente 50 mil habitantes, são o foco da marca. "Os custos mais baixos e a mão de obra garantida são dois grandes motivos para investir nessas regiões o que gera uma lucratividade maior", diz Yassin.
Investir em regiões interiorantas é um dos principais motivos do desenvolvimento da marca, que em 2012 cresceu 50% em número de unidades, atingindo 100 lojas franqueadas.
Dando sequência a seu programa de expansão no país, a rede de franquias pretende aumentar em cerca de 60% o alcance da marca e inaugurar 400 lojas até 2015. Atualmente, a rede tem 120 lojas espalhadas por São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.
A VestCasa busca franqueados dispostos a trabalhar no dia a dia da operação. As vantagens de ser um franqueado da marca incluem ter logística e sistema 100% integrado, alta rentabilidade, retorno rápido de investimento, baixo custo de operação, alto giro, negócios ajustados para pequenos bairros e produtos com pouca sazonalidade. "A VestCasa substitui lojas pequenas do segmento por lojas organizadas, ou seja, custo-benefício para investidores e para consumidores", diz Yassin.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Secretário Julio Semeghini inaugura novas instalações da Ciretran de Jales

Nesta sexta-feira, 23 de agosto, com a presença do secretário Estadual de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Julio Semeghini, será ainaugurada as novas instalações da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Jales.
O evento acontece àsa 11 horas, à rua 10, 2.240, centro, e contará com a presença da prefeita Nice Mistilides
e do diretor-presidente do Detran.SP, Daniel Annenberg, entre outras autoridades.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Mantida cassação do prefeito e vice de Itápolis-SP

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negaram, na sessão desta terça-feira, 20 de agosto, recurso apresentado por Júlio César Nigro Mazzo, prefeito reeleito de Itápolis-SP em 2012, e seu vice José Luiz Hawachi contra decisão que multou e cassou os seus registros de candidatura por fazerem propaganda institucional em período proibido pela legislação eleitoral, enaltecendo a imagem do candidato à reeleição, em jornal oficial da prefeitura. Júlio César Mazzo foi eleito prefeito com 56% dos votos válidos.
O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) multou e cassou os registros dos candidatos por entender que Secretaria de Governo, ligada diretamente ao prefeito, publicou e fez distribuir de julho a setembro de 2012, em período vedado pela legislação, edições do jornal oficial do município. Além de notícias de caráter informativo, o TRE paulista considerou que o jornal continha publicidade de obras e serviços da administração de Júlio Nigro Mazzo, promovendo a sua imagem.
De acordo com o TRE, tais publicidades, veiculadas sempre abaixo das informações iniciais no jornal, divulgavam obras e serviços da prefeitura, como nova iluminação pública, compra de máquinas para prefeitura, entre outros, visando enaltecer a administração e a imagem do prefeito, apesar de não citarem seu nome ou fazer referência à candidatura ou eleição.
Entre as condutas vedadas aos agentes públicos pelo artigo 73 da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97) está a que proíbe, nos três meses que antecedem as eleições, a autorização de publicidade institucional dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos federais, estaduais ou municipais, ou das respectivas entidades da Administração Indireta, salvo em caso de grave e urgente necessidade pública, assim reconhecida pela Justiça Eleitoral.
Relator do recurso do prefeito cassado, o ministro Henrique Neves votou pelo seu acolhimento, sustentando que não se poderia imputar ao prefeito a responsabilidade sobre a redação e publicação do jornal oficial da prefeitura que estava a cargo de uma Secretaria de Governo. O relator informou que sequer o responsável pela Secretaria na época estava incluído na ação movida pela coligação Itápolis Pode Mais contra o prefeito e seu vice.
"Para que o agente público venha a ser sancionado [pela conduta vedada], é essencial que tenha ele autorizado a propaganda institucional, sem o que se estaria estabelecendo uma responsabilidade objetiva que decorreria da mera existência da propaganda", disse o ministro em seu voto.
O ministro Henrique Neves informou ainda que, segundo os autos do processo, o jornal oficial de Itápolis sempre foi publicado pela prefeitura, inclusive em anos anteriores, não sendo sua divulgação algo excepcional naqueles meses de 2012. O voto do relator foi acompanhado pela presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia, e pela ministra Luciana Lóssio.
No entanto, o ministro Marco Aurélio divergiu do voto do relator e rejeitou o recurso por entender que a publicidade institucional estava proibida no período em que o jornal oficial da prefeitura foi divulgado. "E é muito sintomático que se deixe para fazer publicidade de atos, de obras e serviços e campanhas neste espaço de tempo e no período crítico de três meses que antecedem as eleições", disse o ministro.
Os ministros Dias Toffoli, Laurita Vaz e Castro Meira também negaram o recurso. (EM/LF)
Processo relacionado: Respe 40871