Páginas

sábado, 22 de junho de 2013

CRAS de Urânia concretiza mais uma etapa com o encerramento do curso de Derivados do Leite


O Centro de Referência de Assistência Social – Cras de Urânia, realizou o curso de "Derivados do Leite". Durante as aulas os alunos participantes aprenderam técnicas de preparo de diversos produtos que tem o leite como matéria prima.
Além das deliciosas receitas realizadas, a professora Agrônoma Suzana Eda Vila Rios, também abordou com propriedade diversos assuntos, tais como: saúde do animal; alimentação; qualidade do leite; perigos físicos, químicos e biológicos; controle integrado de pragas; preparo dos alimentos: compra; armazenamento, pré-preparo, higienização, cocção dos alimentos e resfriamento; produção de derivados do leite; qualidade e quantidade dos ingredientes; importância da pasteurização; medidas de segurança no trabalho, responsabilidade social e ambiental entre outros.
Todos os alunos receberam certificado e o livro "Diga não ao Desperdício" com dicas receitas para uma alimentação saudável. Os alunos demonstraram grande satisfação com a qualidade do curso. No encerramento vários alunos pediram a palavra, dentre eles, um casal muito especial: Nilson Aparecido Toloi e sua esposa Maria Silva Toloi.
"O curso foi excelente, bem apresentado e de fácil compreensão. Amamos aprender a fazer o pão de soro, queijo frescal, torta doce, requeijão cremoso, iogurtes, yakult, mussarela e as demais receitas. Com certeza iremos participar de mais cursos", enfatizou o casal, que fez questão de parabenizar a o CRAS e a professora Suzana pelo comprometimento.
E o trabalho não para, no dia 10 de junho, iniciou-se o curso de pathwork.

7 aninhos, hoje

"Cintia Aparecida Pires deseja um feliz aniversário
 para sua filha Brenda. Mamãe te ama muito!!!!"

Baile da Terceira Idade em Mesópolis

O baile da Terceira Idade realizado em Mesópolis, no domingo, dia 2 de junho, foi um sucesso total. Participaram do evento as cidades de Populina, Dirce Reis, Guarani D’Oeste, Paranapuã e Dolcinopólis totalizando 140 participantes que foram recebidos com muito carinho pela primeira–dama Marinângela Zequine Campos Polarini, pelo prefeito Leandro Polarini, vice-prefeito Aparecido Vieira e sua companheira Patrícia e os membros do Fundo de Solidariedade . Os participantes passaram uma tarde muito descontraída, dançando ao som do conjunto Estrela Guia. Esse evento faz parte de uma parceria entre Fundo Social de solidariedade e o Setor da saúde e serviu para que Mesópolis se preparasse para o próximo baile que será em setembro e este fará parte do Consórcio entre os Municípios.

Crianças e adolescentes se divertiram com “Os pregadores do riso”


Projeto Sócioeducativo Sonho Meu, de Urânia, realizou juntamente com o projeto Semeando Cultura, a Semana Cultural com oficina de Perna de Pau e oficina de Palhaço, fazendo sucesso entre as crianças e adolescentes. Todas as escolas rede estadual e municipal foram convidadas para participarem do evento.
Os Pregadores do Riso, espetáculo Sonho de Palhaço, contou com presença da equipe do Centro de Referência Da Assistência Social, e Secretaria de Assistência Social – Cras de Urânia.
O objetivo da oficina é incentivar e orientar as pessoas com interesse ou somente curiosidade pela arte do palhaço e perna de pau, com o intuito de pregar e difundir estas artes, as oficinas intentam em plantar a paixão pela comédia e descobrir novos palhaços e perna de pau. O projeto Sonho Meu e Prefeitura Municipal agradece o projeto Semeando a Cultura, e fala que está de portas abertas para suas oficinas culturais

Programa Acessa SP em Vitória Brasil

Na segunda-feira, 24 de junho, , às 8h30, Santana da Ponte Pensa e Vitória Brasil, da região de Jales, cidades que ainda não possuíam o programa Acessa São Paulo, estão incluídas na assinatura de autorizo da implantação, a realizar-se durante o evento que anuncia o Plano de Expansão do Programa.
A assinatura acontecerá no Auditório Simon Bolívar, do Memorial da América Latina, na capital.
"Fazer com que o Acessa SP chegasse a todos os municípios do estado sempre esteve entre os principais objetivos que nortearam o programa. Garantir o acesso do cidadão às novas tecnologias da informação implica em avançar socio e culturalmente. Portanto, a assinatura de autorizo da implantação do programa nestas 80 cidades finais é mais um importante passo em direção à inclusão digital para todos os paulistas", destacou o secretário de Gestão Pública, Davi Zaia.

26ª Festa do Motorista

O secretário do Sindicato dos Motoristas da Região de Jales, José Roberto Duarte da Silveira, presidente da Comissão Organizadora da 26ª Festa do Motorista e Encontro dos Caminhoneiros disse que nos próximos dias já deverão ser definidos os shows e demais atrações a serem programados para o evento. A festa está marcada para os dias 26 e 27 de julho e deverá ser realizada na área ao lado do Supermercados Proença que cedeu aquele espaço a pedido da comissão que tem como vice-presidente o diretor das rádios Assunção, Cultura e Regional, Nilton da Silva Navarro, tesoureiro é Roberto Timpurim Berto e o secretário José Carlos Orta.

EDITAIS DE PROCLAMAS

Ademir de Mattis
, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
RODRIGO HENRIQUE DE PAULA FARINELLI e ANDREIA MARA PRETI. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 22 de fevereiro de 1.989, policial militar, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Osmair de Paula Farinelli e de Marlí Soares Maria Farinelli. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 30 de setembro de 1.985, funcionária pública municipal, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Jair Preti e de Benedita Penha Preti.
AMARILDO JOSÉ DE OLIVEIRA e CRISLAINE CARVALHO DE SOUZA. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 25 de julho de 1.977, motorista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Alonso José de Oliveira e de Carmelita de Almeida de Oliveira. ELA, natural de Santa Bárbara D’Oeste, deste Estado, nascida aos 30 de agosto de 1.988, do lar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Lazaro de Souza Filho e de Dirce de Carvalho de Souza.
PAULO HENRIQUE OLIVIERI GARCIA e JAQUELINE FAVA SANTANA DE CARVALHO. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 19 de dezembro de 1.988, auxiliar de crédito, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Júlio Cezar Garcia e de Lidia Olivieri de Oliveira Garcia. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 14 de setembro de 1.990, enfermeira, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Milton Santana de Carvalho e de Rosalice Fava.
VINÍCIUS MENEGOTTO DAS NEVES e JULIANA ALINE DOURADO. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 10 de agosto de 1.985, funcionário público municipal, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Luiz Ferreira das Neves e de Léia Maria Menegotto das Neves. ELA, natural de Limeira, deste Estado, nascida aos 02 de julho de 1.985, pedagoga, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Perpetuo Francisco Dourado e de Lourdes Leon Alves Dourado.
JAMIL EPAMINONDAS e ANA PAULA SARDINHA. ELE,
natural de Fernandópolis, deste Estado, nascido aos 14 de outubro de 1.959, comerciante, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Isaura Epaminondas de Azevedo. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 31 de março de 1.986, comerciante, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Synesio Sardinha e de Olga Calvo Sardinha.
RENAN MARQUESINI LAZARINI e NATALIA MORAES DE SOUZA GENARI. ELE,
natural de Catanduva, deste Estado, nascido aos 30 de dezembro de 1.987, veterinário, solteiro, residente e domiciliado em Fernandópolis, deste Estado, filho de Valter Luiz Lazarini e de Sandra Goreti Marquesini Lazarini. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 15 de dezembro de 1.988, veterinária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Roberto Genari e de Vilma Moraes de Souza. Cópia para ser afixada no Oficial de Registro Civil de Fernandópolis, onde reside o contraente.
HUDSON HENRIQUE MARIANO ARCO e SABRINA KELLI VIANA DA SILVA. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 06 de maio de 1.989, designer, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Clovis Draguela Arco e de Sandra Regina Mariano Arco. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 31 de outubro de 1.987, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Luis Carlos Felisbino da Silva e de Marli Aparecida Viana da Silva.
OLÍCIO BORGES VILELA e SONIA BORGES DA SILVA. ELE,
natural de Cardoso, deste Estado, nascido aos 21 de julho de 1.948, empresário, viuvo, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Sebastião Borges Vilela e de Aparecida Botelho Vilela. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 10 de fevereiro de 1.962, auxiliar de serviços, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Borges da Silva e de Benedicta da Silva.
JOSÉ ROBERTO MORETI e MARY MITSUKO TANIGAWA. ELE,
natural de Fernandópolis, deste Estado, nascido aos 27 de setembro de 1.967, eletricista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Nelson Moreti e de Elisa Cupercini Moreti. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 28 de junho de 1.968, cabeleireira, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Hatiro Tanigawa e de Kazuko Tanigawa.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis
- Oficial

Apresentação de drifting agita Encontro de Trilheiros de Jales

A organização do Encontro de Trilheiros de Jales (SP) chamou a Pro Tork Phyra Show para animar ainda mais a festa, que acontece no Recinto de Exposições "Juvenal Giraldelli", neste sábado e domingo, dias 22 e 23. Serão dois grandes espetáculos da equipe de drifting, um neste sábado, às 20 horas, e outro, amanhã, domingo, às 16 horas.
Cássio Fernandes é o responsável pela apresentação sobre quatro rodas. A bordo de uma BMW 325i, ele mostra toda sua habilidade na execução de manobras, repletas de efeitos especiais. Entre elas, destaque para estouros de pneus, zerinhos e derrapagens laterais.
Esta é a segunda vez que a Pro Tork Phyra Show tráz emoção e adrenalina ao município. Cássio renovou seu repertório e promete muitas novidades ao público. "Estarei de volta após oito anos. Me sinto feliz em retornar e apresentar algo completamente novo. Quem for da região não pode perder", afirma.

Ora por eles

Adelvair David
É notável nas considerações humanas o efeito danoso que tem no seu mundo emocional o que os outros pensam a seu respeito.
Perde-se grande parte do tempo em tentativas de justificar o injustificável, o que foi comentado indevidamente por alguém. Aqueles que se servem sempre da palavra deseducada para maldizer, fofocar, reprochar ou mentir a respeito de outrem, não estão interessados na verdade e, mesmo que ela exista, o objetivo do maledicente é denegrir sem se importar com consequências para a vida da sua vítima.
Analisando este comportamento verificamos que quem assim procede, aquele que patentemente vive a divulgar as suas impressões da vida alheia, seja ela verdade ou não, é alguém terrivelmente doente; é um indigente moral abandonado interiormente à própria sorte, como nunca se interessou em fazer algo que lhe pudesse tornar sua vida mais interessante, mais nobre, sofre dos males da falta do auto amor, do autor respeito, e sentindo-se vitimados pelo conceito ruim que tem de si mesmos, só conseguem enxergar na vida dissabores, seja da sua ou da dos outros, e jamais conseguem ver em si mesmos ou nos outros o lado melhor; não veem os esforços que feitos para ser melhor daquele que acaba de cair.
A piedade deve ser o sentimento que é preciso acionar quando se encontra uma pessoa acostumada a escarnecer, a falar indevidamente dos seus irmãos. Afirmou Jesus: "Ora por aquele que te persegue".
Se, por ventura, o que dizem a teu respeito é verdade, o ideal é aproveitar o momento para a reparação, pedindo perdão a alguém se for necessário ou o caso, ou silenciando para que tudo passe, meditando sobre a possibilidade de não cometer mais o engano, sem se rebelar o alardear, o que daria mais força ainda ao comentário negativo. Para tranquilizar mais o coração é preciso perdoar a boca desvalorizada de quem assim procede. Se for mentira o que falam, o silêncio também propiciará naturalidade e paz para prosseguir como se é, melhorando sempre, realizando e trabalhando, amando e servindo sem se preocupar. Logo a voz maldosa silenciará por falta de combustível moral; o caluniador ou maledicente, será obrigado a sorver cada gota do veneno que espalhou, ficando desacreditado.
Ouçamos a voz do bom pastor, Jesus, ensinando que somente o amor pode redimir as almas e que os sofrimentos físicos ou morais, fazem parte da escalada de ascensão e reparação de quem, ainda imperfeito, necessita prosseguir aprendendo.
Já dizia o bondoso amigo Chico Xavier: contra o mal... SILÊNCIO, TRABALHO E PRECE e acrescentamos ousadamente, CONFIANÇA EM DEUS SEMPRE.

Agricultura anuncia liberação de recursos para o Microbacias II

A secretária de Agricultura e Abastecimento, Mônika Bergamaschi, anunciou nesta terça-feira, 18 de junho, a liberação de recursos no valor de R$ 16,88 milhões para iniciativas de negócio aprovadas na segunda chamada do Projeto Desenvolvimento Rural Sustentável – Microbacias II – Acesso ao Mercado.
"O repasse destes recursos é mais um impulso que damos para o agronegócio, é uma oportunidade de melhorar a renda e a vida das famílias de produtores por meio das associações e cooperativas que foram contempladas", disse a secretária.
O evento realizado no Palácio dos Bandeirantes reuniu cerca de 300 pessoas entre produtores de associações, cooperativas e assentamentos rurais contemplados pelo Projeto Microbacias II.
Os incentivos irão beneficiar 40 projetos, sendo 25 associações e 15 cooperativas de 39 municípios. Os planos de negócios aprovados contemplam diferentes modelos como instalação de packing house, mini usinas para beneficiamento de produtos, logísticas e transporte para cadeias de leite, fruticultura, grãos, olericultura, café, suínos, bovinos entre outros.
A Associação de produtores Rurais de Pontalinda (APRUPO) foi beneficiada com a liberação de R$ 473 mil para o processamento de citros e a compra de um caminhão ¾.
Segundo o deputado Itamar Borges, que é presidente da Comissão de Assuntos Econômicos da Assembleia Legislativa (CAE), e esteve presente ao evento, o programa Microbacias II é uma oportunidade de melhorar a renda e a vida dos produtores rurais que fazem parte dessas associações e cooperativas.
"O projeto é importante para o desenvolvimento rural, aumentando as oportunidades de emprego e renda para pequenos agricultores", lembrou o deputado Itamar Borges.

Ladeira acima e ladeira abaixo

D. Demétrio Valentini
As manifestações de rua, ocorridas nestes dias em muitas cidades do país, se constituem em fato complexo, de difícil interpretação. Também porque é um fato ainda inacabado. Seu significado verdadeiro vai depender dos desdobramentos que suscitar.
Em todo o caso, sua ambigüidade é evidente. Ao lado de pacíficas manifestações, em cima de reivindicações legítimas, abundaram atos de vandalismo, que comprometiam a legitimidade da manifestação.
Para compreender adequadamente o fenômeno, é preciso ter em conta esta ambigüidade, que o contagiou de maneira fatal, e lhe tirou uma referência que poderia ser muito mais positiva.
A falta de clareza dos objetivos que motivavam a manifestação parecia tirar dela a legitimidade que deveria ser inquestionável. Se o povo se coloca na rua, é porque está em jogo uma causa importante.
Mas parecia haver um constrangimento dos próprios manifestantes, que se revelava na indefinição do rumo concreto a seguir e das atitudes a tomar. A rua não dava plena legitimidade à manifestação. Parecia mais uma ladeira do que uma rua. E uma ladeira em que os manifestantes se empurravam, com risco de alguns retrocederem e descambarem ladeira abaixo.
O preço do transporte urbano foi o motivo alegado para as manifestações, que logo tomaram um vulto desproporcional à reivindicação apresentada.
Aí também fica evidente que existem causas que vão muito além daquelas que são explicitados por uma manifestação maciça de rua. Se as manifestações se limitassem a diminuir em alguns centavos o preço da passagem, seu tamanho resultaria bisonho.
Talvez a lição maior, a ser tirada deste fato, que inequivocamente tomou um significado político indiscutível, esteja aí. O povo não se satisfaz com pequenas vantagens que a economia possa lhe dar. E um governo não pode se limitar a garantir o crescimento econômico.
Temos necessidade de horizontes mais amplos. Queremos participar da elaboração de um projeto de país que corresponda aos sonhos de maior igualdade social, de participação nas decisões políticas, e de superação das injustiças históricas que marcaram nossa sociedade brasileira.
"Não só de pão vive o homem!" Estas palavras da Escritura parecem calhar bem a propósito de nosso país, depois desses últimos anos de Brasil com um pouco mais de pão na mesa de todos. Não basta o pão! Se ficarmos só nele, amesquinhamos nossa vocação humana, e deslegitimamos nossas reivindicações políticas.
Não basta o crescimento econômico. Ele certamente faz parte do projeto de país que queremos. Mas existem muitos outros valores a serem contemplados, definidos, e propostos para a consecução prática. Por décadas a CNBB incentivou, através de "semanas sociais" por ela empreendidas, a construirmos juntos um projeto de país "politicamente democrático, socialmente solidário, economicamente justo, ecologicamente sustentável, culturalmente plural, regionalmente diversificado e religiosamente ecumênico".
As manifestações destes dias sinalizam para a necessidade urgente de diálogo. É preciso chamar o povo da ladeira para a praça! E preciso dialogar abertamente, valorizando as instituições, e colocando-as a serviço do povo.
O fato não está ainda concluído. Como tal, está sujeito à usurpação. Resta ver quem vai se apoderar dele politicamente. Sua legitimidade ficará garantida depois de depurado de suas ambigüidades, para ser colocado como sinal positivo de vitalidade democrática, sobretudo dos jovens que tiveram o mérito indiscutível do seu protagonismo.

Delegado Higor Jorge fala sobre segurança nas redes sociais


Na terça-feira, dia 18 de junho, o delegado de polícia Higor Vinicius Nogueira Jorge apresentou a palestra "Redes Sociais e Crimes Cibernéticos" para os alunos da E. E. Domingos Donato Rivelli, em Santana da Ponte Pensa.
Segundo Higor Jorge, as redes sociais, num mundo globalizado, cada vez mais, fazem parte do cotidiano das pessoas, de forma a oferecer uma ferramenta de comunicação nunca vista antes. Porém, o resultado desta utilização depende de como ocorre o seu uso. "Por isso é necessário utilizar a internet e os recursos tecnológicos com ética e segurança", diz ele.
Higor Jorge é presidente da Câmara Municipal de Santana da Ponte Pensa, especialista na investigação de crimes cibernéticos, autor do livro "Crimes Cibernéticos – Ameaças e Procedimentos de Investigação", elaborado em parceria com Emerson Wendt e tem feito palestras sobre esse tema em várias localidades.
O delegado enfatizou que as redes sociais, principalmente o Facebook, Orkut e Twitter, são instrumentos muito utilizados por pessoas com más intenções, que tenham o objetivo de praticar crimes. Nesse contexto, tem sido frequente para os órgãos que realizam a investigação criminal a identificação de autores de crimes cibernéticos praticados nestas plataformas.
Na ocasião o palestrante falou também sobre os principais crimes e atos infracionais realizados por intermédio de computadores e comentou sobre como o usuário de internet pode se proteger.

Campanha do Agasalho 2013 em Mesópolis

Nos dias 14 e 15 de junho, Mesópolis encerrou com chave de ouro a campanha do agasalho. Foi realizada uma distribuição dos agasalhos no dia 14 a noite e 15 pela manhã no Centro Comunitário. Além dos agasalhos a primeira dama Marinangela Zequine Campos Polarini distribui cobertores de casal e solteiro.
Ela aproveita para agradecer os colaboradores: presidenta do Fundo Social de Solidariedade de São Paulo Lú Alckimin, membros do Fundo Social de Solidariedade de Mesópolis, Rádio Mesopolitana, , Escola Municipal – Ensino Fundamental, Creche e Pré-Escola, Escola Estadual, Posto de Saúde, Sucen, Prefeitura Municipal, Policia Militar, Sabesp e CRAS e Órgão Gestor e comunidade em geral ,

No Dia do Desafio, Mesópolis foi melhor e venceu cidade boliviana

Com adesão de 29,64% da população que praticou algum tipo de atividade física, contra apenas 10.96% de praticantes registrados no município de San Javier, que fica localizado na Província de Nuño de Chávez, Departamento de Santa Cruz, República da Bolívia, Mesópolis comemorou a vitória no Dia do Desafio, competição mundial que aconteceu na quarta-feira, 29 de maio.
Criado no Canadá e difundido mundialmente pela The Association For International Sport for All (TAFISA), entidade de promoção do esporte para todos.
No dia 29 de maio, a população mesopolense realizou várias ações comunitárias para fazer com que a comunidade se mexesse. Foi realizada caminhada com os integrantes das escolas, várias atividades no Recanto dos Idosos, setores da Prefeitura e comércio local
O Dia do Desafio é uma campanha de incentivo à prática regular de atividades físicas em benefício da saúde e acontece anualmente por meio de ações comunitárias, promovendo a disputa saudável entre duas cidades de estados ou países diferentes.
No continente americano, este evento é coordenado pelo SESC SP desde 2000, com o apoio das Prefeituras Municipais.

Polícia Civil realiza exposição do Museu das Drogas na 4ª feira

A Polícia Civil de Jales realizará na quarta-feira, 26 de junho, das 9h às 16 horas, no coreto da praça João Mariano de Freitas, a exposição do "Museu das Drogas", em comemoração ao Dia Municipal de Combate ao Uso de Drogas, instituído pela Lei nº 3.234/2007 e que faz parte do calendário de eventos do Município, com a exibição de drogas lícitas e ilícitas, acessórios usados para o consumo de drogas e cartazes. Além disso, policiais civis explicarão aos visitantes os malefícios causados pelas drogas e distribuirão cartilhas e folhetos.
Também será realizado concurso de cartazes, do qual poderão participar alunos matriculados nos 5º e 6º anos das redes municipal e estadual de ensino, cujos vencedores em 1º lugar de cada ano, serão premiados.
O tema do concurso é: "Jales sem drogas e violência". A finalidade é incentivar a discussão e a reflexão sobre as questões das drogas e da violência, principalmente entre crianças e adolescentes, na escola e em casa.
Os eventos contam com o apoio da Prefeitura Municipal, Diretoria de Ensino–Região de Jales e empresas.

CEI da Facip

Os vereadores Gilberto Alexandre de Moraes, Sérgio Nishimoto e Luís Fernando Rosalino, começaram ouvir na semana passada algumas pessoas. A CEI é para apurar eventuais irregularidades nas contratações, recebimentos e pagamentos da 44ª FACIP que não aconteceu.
Tal qual
"Caso Facip", onde são réus os ex-prefeitos Antonio Sanches Cardoso e Humberto Parini já vai para mais de 20 anos em tramitação nos tribunais. Em 13 de novembro de 2.007, Parini protocolou junto ao STF um Agravo de Instrumento que lhe garantiu o segundo mandato pela demora na decisão. Portanto, a ação se vai no STF por 5 anos 7 meses e 8 dias.
Muito forte
Os vereadores já deveriam ter se preocupado com o apitaço que o trem da ALL vem proporcionando e que está deixando as pessoas próximas e não tão próximas à linha férrea irritadas e estressadas. Crianças estão assustadas.
Fora
Quando pensaram que tudo estaria a mil maravilhas em relação à Facip, mais dores de cabeça surgem com a recusa de Devanil Papala Rossafa indicado pelas entidades à chefia da Comissão Organizadora. Alegando problemas familiares e particulares Deva Rossafa declinou o convite.
Agora não
A administração municipal já escorregou demais no tomate ao não realizar a Facip em abril na tentativa de emplacar inovações jamais visto desde a criação da Facip.
Depois
Tanto que, a prefeita Nice deveria, diante manifestações por esse Brasil afora contra o desperdício do dinheiro público e, ouve-se muito que festas em cidades de pequeno e médio porte estão dando prejuízo, ter a humildade e informar a população que 2013 não é um ano bom para se realizar a festa. Nice sairá por cima politicamente.
Se teimar
Em realizar a Facip em setembro como foi noticiado, terá que promover uma excepcional festa com um excepcional lucro. Lucro merreca com nos anos anteriores será desastroso.
Já chegou?
A imprensa noticiou no ano passado que a prefeita Nice teria conseguido junto aos parlamentares recursos de aproximadamente R$ 8 milhões, desses, R$ 1 milhão viria de emenda parlamentar do deputado federal e presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Federal, Marcos Feliciano.
Muita calma
Dentro em pouco deverá haver uma passeata ou manifestação como queira os jalesenses, com saída na praça João Mariano de Freitas até o Portal (?)de entrada da cidade, em solidariedade às demais manifestações que ocorrem pelo país. O jalesense também precisa fazer valer as suas reivindicações exigir mais ação política para que o município sai do marasmo e encontre o seu caminho. Muita calma. Cabeça no lugar.
Extinguir
O Conselho Municipal de Trânsito, responsável pela sinalização do trânsito na cidade, deveria acabar com o estacionamento de carga e descarga sinalizados nas vias públicas. Como se sabe, não há o mínimo respeito por parte de quem faz entrega de mercadorias pela cidade, pois o fazem a qualquer hora do dia e da noite e estacionam os caminhões em qualquer lugar. Se não fiscalizam, não é necessário a sinalização, ou a placa é apenas para fazer de conta que se cumpre as normas?
Maldosos
As pessoas aproveitam todas as ocasiões para fazerem piadinhas, muitas delas com maldade. Como vai haver a manifestação daqui há pouco na cidade, falaram lá no botequim da vila, que a prefeita Nice teria contratado seguranças para proteger a sua residência. Será um absurdo pessoas responsáveis irem à porta da residência da prefeita para gritarem palavras de ordem. Será a maior das aberrações.
Uma passadinha
Sempre é bom a autoridade de trânsito dar uma passadinha nas vias de estacionamento com dias alternados e assim por diante. O abuso do motorista vai à raia do desafio à autoridade. Sabe que a impunidade dá-lhe a tranquilidade de estacionar como bem quiser.

Revoluções

Reginaldo Villazón
É oportuno aos brasileiros lembrar o Maio de 1968 francês. Naquela época, sob a presidência do general Charles De Gaulle, a França era uma sociedade tradicional e sentia ainda as dores da ocupação nazista na Segunda Guerra Mundial. O governo determinava as regras ao povo, a disciplina escolar era rígida, as mulheres eram submissas, a convivência entre as classes e entre os grupos sociais era difícil.
Um movimento de protesto teve início quando estudantes da Universidade de Paris, no campus da pequena cidade de Nanterre, nos arredores de Paris, reivindicaram mudanças no ensino às autoridades universitárias. No dia 02 de maio, as autoridades fecharam as portas dos prédios universitários e ameaçaram expulsar os estudantes líderes. O movimento estudantil engrossou e caminhou rumo a Paris.
A onda de protestos sacudiu Paris. No dia 05, milhares de estudantes entraram em choque com a polícia na Universidade de Paris, no campus da Sorbonne. No dia 10, na Noite das Barricadas, um número maior de estudantes enfrentou a polícia nas ruas. No dia 13, os trabalhadores se uniram aos estudantes. Deflagraram greve geral e saíram juntos em passeata, exigindo reformas educacionais e trabalhistas. No dia 20, a mobilização atingiu o máximo. Milhões de pessoas saíram em passeata nas ruas de Paris.
O movimento, que começou como uma reivindicação estudantil, tornou-se uma revolução social. Os estudantes criaram frases, que foram exibidas em cartazes e repetidas em discursos. "É proibido proibir", "A anarquia sou eu", "Antes de escrever, aprenda a pensar", "O Estado é cada um de nós", "A imaginação toma o poder", "A mercadoria é o ópio do povo", "Abolição da sociedade de classes", "Milionários de todos os países, unam-se, o vento está mudando", "A política passa-se na rua".
O general De Gaulle, que havia se refugiado na Alemanha, com o fim dos protestos voltou à França e continuou na presidência. Mas, no ano seguinte, sua proposta de reformas posta em votação popular foi rejeitada pela maioria dos eleitores. Ele renunciou à presidência do país e se retirou da política. A França, em um mês, havia passado por uma revolução social de transformações profundas.
O Brasil teve o seu ano de 1968. As passeatas estudantis se repetiam para protestar contra a política educacional, contra a forte presença do capitalismo norte-americano no país e contra a ditadura militar. O governo reprimia, o movimento crescia. Em 26 de junho de 1968, na Passeata dos Cem Mil, estudantes, intelectuais, artistas e outras categorias lotaram as avenidas do Rio de Janeiro numa grande marcha pacífica contra a qual as forças militares nada puderam fazer.
Em 1983 e 1984, o movimento pelas Diretas Já realizou comícios e passeatas no país. Exigia o fim da ditadura militar via eleições votadas pelos eleitores. No ano seguinte, a ditadura acabou. Em 1992, os Caras-pintadas, estudantes com o rosto pintado de verde e amarelo, saíram às ruas contra medidas econômicas do governo e a corrupção, em favor da cassação do presidente Collor de Melo. Collor deixou o poder.
Agora, o povo saiu às ruas da cidade de São Paulo para protestar contra o preço das passagens de ônibus. O movimento se alastrou no país, alargou as reivindicações e quer mudanças políticas. Muito importante é que os jovens, que nunca fizeram isto, estão aprendendo a fazer. Eles ficarão fortes e ousados quando virem que as conquistas não são imediatas, mas que eles podem transformar o país.

Brasil: um país com carga tributária crescente

Por Luiz Antônio de Moura
e
Vanessa Cristina Lourenço Casotti Ferreira da Palma
Tributo é um tema amplamente debatido e de extrema importância, pois desperta o interesse de toda a sociedade – haja vista que para ser sujeito passivo, como previsto no art. 126 do CTN (Código Tributário Nacional), não é necessária a capacidade civil das pessoas, como reza o CCB (Código Civil Brasileiro) – dessa forma, qualquer pessoa, física ou jurídica, pode ocupar o polo passivo da relação tributária.
Fazendo um retrospecto histórico, no ano de 1763, a coroa portuguesa conseguiu arrecadar 100 arrobas de ouro através do quinto, espécie de imposto, ou seja, de tudo que a população conseguia de renda, um quinto ou 20% desse montante era destinado à coroa portuguesa.
Em 1788, foi empossado um novo governador em Minas, Visconde de Barbacena, que tinha como objetivo cobrar o quinto atrasado, alegando fraude nos recolhimentos: seria declarada a derrama, movimento de cobrança do quinto em atraso, um dos motivos a fazer eclodir a Inconfidência Mineira, culminando com a morte de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes.
Diante desse levantamento histórico, percebe-se que a tributação no Brasil sempre existiu, mesmo na fase de colônia. Ora, se tal tema já é debatido há tanto tempo, não teria essa discussão já se esgotado? A resposta é negativa. O estudo da tributação sempre trará temas atuais, pois o Estado está sempre adequando o modo de arrecadação, alterando base de cálculo, alíquotas, implementando formas de evitar a evasão fiscal.
Interessante observar que no Brasil colônia, a revolta contra os tributos relacionava-se a uma tributação de 20% da renda, ora, em 2005 no dia de Tiradentes, foi inaugurado o Impostômetro, equipamento para a medição dos impostos arrecadados e diante dos resultados se concluiu que, hoje, o brasileiro contribui com dois quintos ou 40% de seu salário.
Fácil perceber que a carga tributária no Brasil tem traço marcadamente crescente. Em face do exposto, surge a seguinte questão: seria essa exação crescente pautada no princípio do interesse público?
Para enfrentar essa questão é necessário buscar a distinção entre interesse público primário e secundário.
Interesse público primário é a soma dos interesses individuais da população, enquanto que interesse público secundário se trata dos interesses do Estado como pessoa jurídica.
Quando há uma colisão entre interesses, o primário deve prevalecer, por conseguinte, o Brasil deveria estar experimentando uma fase de carga tributária decrescente, uma vez que a população vem se manifestando contrariamente a essa política de carga tributária excessiva.
Com essa sede desenfreada do Estado em arrecadar, a desoneração do contribuinte através de redução de tributos parece ser utopia, mesmo com essa lesão ao interesse público primário.
No entanto, os administradores públicos têm o dever de melhor aplicar os recursos públicos, fazendo cumprir o princípio da eficiência, destarte, oferecer serviços públicos de melhor qualidade. Luiz Antônio de Moura: Acadêmico do Curso de Direito da UFMS – Câmpus de Três Lagoas. e-mail: luiz_moura_eng@hotmail.com Vanessa Cristina Lourenço Casotti Ferreira da Palma: Professora Mestre do Curso de Direito da UFMS – Câmpus de Três Lagoas. e-mail: vanessacasotti@hotmail.com

PALAVRAS DE CHICO XAVIER

Pergunta
- Certa vez você nos disse, transmitindo ao que nos parece, recado de André Luiz, que "a vida é mais importante do que a verdade". Entretanto Jesus afirmou: "conhecereis a verdade e a verdade vos fará livres". Como situar o problema da vida nesse contexto?Chico Xavier - Jesus realmente nos disse: "conhecereis a verdade e a verdade vos fará livres", mas não nos disse quando a conheceremos, porque, na realidade, esse conhecimento tão-somente será adquirido por nós, vivendo a vida que a Divina Providência nos concedeu. Nesse sentido, creio não seja difícil reconhecer que a vida precede o conhecer, porquanto só a experiência nos propicia o conhecimento real.
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
"Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.

Juntos, podemos fazer mais pela Santa Casa de Jales

 Nesta oportunidade, gostaria de pedir mais uma vez o apoio da população de Jales e região para a promoção "Na Santa Casa eu boto fé".
Estamos na reta final desta campanha, o sorteio será no dia 27 de julho e com a necessidade de concluir nossos projetos visando proporcionar o melhor atendimento de saúde aos nossos clientes, venho pedir a colaboração de todos para que comprem, se possível for, blocos fechados contendo 25 cartelas, cada uma com 02 números ao custo de R$125,00.
Assim, além de ajudar a Santa Casa de Jales, cada um concorre com 50 chances de ganhar o Ford KA 0km ou a moto Honda CG Fanks 0km no sorteio que será realizado pela Loteria Federal.
Conforme anunciado, já demos início às obras de reforma e ampliação da Sala de Emergência que terá mais 03 leitos para atendimento, além de uma sala de estabilização que funcionará como uma semi-UTI. As obras devem ser concluídas até o final do mês de julho.
Com os recursos dessa promoção, também já adquirimos 60 cadeiras reclináveis que serão colocadas nos quartos do SUS em breve e vão proporcionar maior conforto aos acompanhantes dos pacientes internados.
Inclusive quero aproveitar também para agradecer a colaboração de todos que doaram os aparelhos de ar condicionado. Graças a campanha "O ar também é nosso", todos os 17 aparelhos já foram instalados nos quartos do SUS (Unidades I e III) e já estão em pleno funcionamento.
Um grande abraço,
José Pedro Venturini, Provedor da Santa Casa de Jales

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Alunos recebem certificado do PROERD

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), da Polícia Militar, realizou na noite dessa terça-feira, 18 de maio, a formatura dos alunos do 5º ano, das turmas A e B, do ensino fundamental da Escola Municipal Professora Maria Olympia Braga Sobrinho.
Foram concedidos certificados aos 52 concluintes do curso que receberam instruções sobre como resistir às drogas, através de atividades lúdicas e educativas, que despertam habilidades e que valorizam a família, a convivência em comunidade e a autoestima.
"A Polícia Militar em parceira com a escola, desenvolveu durante o 1º semestre, atividades em que os alunos tiveram a oportunidade de aprender como as drogas podem tornar as pessoas violentas e infelizes, o que é ruim para todos. Eles também tiveram a oportunidade de aprender a reconhecer os males causados pelo uso de drogas", disse a diretora Eliana.
O Proerd consiste em uma ação conjunta entre Instrutor Proerd – Policial Militar devidamente capacitado, professores, estudantes, pais e comunidade, no sentido dos alunos reconhecerem as pressões e as influências diárias, com isto, prevenindo o uso indevido de drogas e minimizando a violência entre os educandos.
Ao final do Programa os alunos elaboraram redações a respeito dos assuntos drogas e violência, firmando o compromisso de terem uma vida saudável. As redações das alunas Gabriela Bueno Gazola (5º ano A) e Amanda Scaramuza do Nascimento (5º ano B) foram lidas durante a cerimônia e premiadas com medalhas.
Duas apresentações artísticas encerraram a cerimônia de formatura. Os formandos cantaram a música "Pra ser feliz", acompanhados no teclado pela professora de música Gisele Amadeu e, num segundo momento, tocaram na flauta a música "Ode à Alegria" de Beethoven.
O evento contou com a participação da secretária municipal de Educação, Simone Aranda, da coordenadora do ensino fundamental da rede municipal de ensino, Marieta Cezar, supervisora de ensino, Marisley Nascimento, diretora da escola, Eliana Magri de Souza, coordenadora pedagógica, Keli Perfetto, instrutor do Proerd da PM de Jales, Márcio Vilela, 3º Sargento da 2ª Cia de Polícia Militar, Elvis Schiavo, Soldada Rosângela, professores e funcionários da escola, alunos e seus familiares.

Pela primeira vez, STJ homologa anulação de casamento religioso decretada pelo Vaticano

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Felix Fischer, homologou sentença eclesiástica de anulação de casamento religioso, confirmada pelo Supremo Tribunal da Assinatura Apostólica, no Vaticano, com base no que prevê o acordo firmado entre o Brasil e a Santa Sé, relativo ao Estatuto Jurídico da Igreja Católica no Brasil (Decreto 7.107/10).
Este foi o primeiro pedido de homologação de sentença eclesiástica processado nos termos do estatuto.
O decreto estabelece que as decisões eclesiásticas confirmadas pelo órgão superior de controle da Santa Sé são consideradas sentenças estrangeiras, que têm valor legal no Brasil. Com a decisão do STJ, os ex-cônjuges passaram de casados para solteiros, uma vez que a homologação da sentença eclesiástica resultou também na anulação do casamento em termos civis.
Isso porque, segundo o artigo 12 do acordo Brasil-Vaticano, o casamento celebrado em conformidade com as leis canônicas, que também atender às exigências estabelecidas pelo direito brasileiro, produzirá efeitos civis.
Declaração de nulidade
– O Código de Direito Canônico, promulgado em 1983, exige que a declaração de nulidade, para ser válida e dar direito a um novo casamento, seja dada por, pelo menos, dois tribunais diferentes. Então, se o primeiro tribunal aprovou a declaração de nulidade, dentro de 20 dias ele é obrigado a encaminhar todo o processo a um segundo tribunal. Depois do tribunal de segunda instância, cabe ao Vaticano confirmar a sentença.
Inicialmente, o marido pediu a anulação do casamento religioso ao Tribunal Eclesiástico Interdiocesano de Vitória, acusando a mulher de pedofilia. A sentença deferitória foi confirmada pelo Tribunal de Aparecida (SP) e, depois, pelo Vaticano.
Ao homologar a sentença estrangeira, o ministro Felix Fischer considerou que o pedido não ofende a soberania nacional, a ordem pública nem os bons costumes.
O número deste processo não é divulgado em razão de sigilo judicial.

Aplicação no Fundeb desaprova contas municipais de Paranapuã

Durante realização da 14ª sessão ordinária, realizada nesta terçaa-feira, 18 de junho, às 15 horas, os Conselheiros da Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) rejeitaram a prestação de contas, referentes ao exercício de 2011, da Prefeitura de Paranapuã.
Segundo o relator do processo, Conselheiro Renato Martins Costa, as contas municipais se mostraram comprometidas em face da insuficiente aplicação dos recursos do Fundeb. A utilização de verba do Fundeb durante o exercício correspondeu a 96,45%, superando o mínimo de 95%, conforme previsto em lei.
Contudo, o relator considerou que não restou comprovada a aplicação da parcela diferida no 1º trimestre do exercício de 2012 e sequer abertura de conta bancária vinculada, em descumprimento à legislação pertinente.
Os Conselheiros analisaram 72 processos, tendo julgado cinco contratos irregulares e negado três recursos.

Reabertura de Frigorífico gera empregos em Jales. Vagas estão abertas

A B.J Reciclagem Animal Ltda está recrutando interessados em trabalhar com Frigorífico. A diretoria da empresa iniciará as atividades no próximo mês, no complexo industrial, antigo Itarumã, localizado na Rodovia Dr. Euphly Jalles, sentido Jales à Palmeira d’Oeste.
Com a reabertura do frigorífico serão gerados cerca de 150 empregos diretos e segundo a direção da BJ, a empresa está contando com o apoio da nova administração municipal. Atualmente, as vagas disponíveis são: Desossador, Refilador, Lombador, Auxiliar de Linha de Produção e Motorista Entregador.
As pessoas interessadas devem procurar o PAT - Posto de Atendimento ao Trabalhador de Jales , localizado na Rua 6 n. 2163, centro, em Jales, SP. (Próximo a Prefeitura Municipal), munidos de RG., CPF. e Carteira de Trabalho para efetuarem suas inscrições.
Uma equipe de trabalho já foi contratada para fazer a manutenção das máquinas, necessária para o funcionamento dos setores de produção, estocagem, expedição e tratamento de efluentes.

terça-feira, 18 de junho de 2013

Comitê Organizador realiza reunião administrativa do JEESP

Entre os 8 e 18 de agosto Jales será sede pela primeira vez da fase final dos Jogos Escolares do Estado de São Paulo (JEESP), categoria mirim, e nessa terça-feira, dia 18 de junho, aconteceu a reunião administrativa, onde foram convidados representantes de 15 municípios que participarão dos jogos.
Para os dez dias de evento são esperadas mais de 3 mil pessoas entre atletas, comissão técnica e dirigentes, divididos em 15 delegações formadas por atletas de ambos os sexos e idades entre 12 e 14 anos.
Os representantes da secretaria estadual de Esportes, Lazer e Juventude (SELJ), José Antônio de Carvalho e Wilter Guerzoni, o secretário municipal de Esportes, Cultura e Turismo, Bruno Altimari, o chefe de gabinete da pasta, Reynaldo Azevedo e o Gestor Técnico de Desporto Escola, Claudio Roberto, compareceram ao evento. "Teremos disputas nas modalidades Voleibol, Futsal, Tênis de Mesa, Basquetebol, Handebol e Xadrez e Tênis de Mesa para pessoas com necessidades especiais e com toda certeza faremos um grande evento no mês de agosto. Hoje estamos reunidos e definindo detalhes para que tudo saia dentro do planejado e tenhamos a maior festa esportiva do ano aqui em Jales", disse o secretário Bruno.
O JEESP é realizado pelo governo do Estado de São Paulo através da secretaria de Esportes, Lazer e Juventude em parceria com a secretaria Estadual de Educação. A organização é da Prefeitura Municipal através da Secretaria Municipal de Esportes, Cultura e Turismo de Jales, que já está trabalhando a todo vapor e envolvendo todas as secretarias do município, segundo Wilter Guerzoni. "Trabalharemos com crianças, adolescentes e adultos e, para isso, contaremos com o apoio de todos vocês. O nome de Jales estará no centro das atenções e vamos corresponder a todas as expectativas", enfatizou Zé Antônio.
Antes do início da reunião foi servido um café da manhã a todos os participantes e, após discutiram os detalhes dos Jogos Escolares, onde os chefes das delegações fizeram as escolhas dos alojamentos conforme o ranking da competição anterior, depois todos os envolvidos visitaram as Praças Esportivas e as escolas que servirão de alojamento durante o JEESP. O evento foi encerrado com um almoço de confraternização realizado no CPP – Centro do Professorado Paulista.

Alunos de Ciências Contábeis são aprovados no Exame do Conselho Federal de Contabilidade

Três alunos da Unijales que estão cursando o 4º ano de Ciências Contábeis, coordenado pelo professor Júlio Cesar Siqueira, fizeram o Exame de Suficiência, promovido pelo Conselho Federal de Contabilidade e já foram aprovados.
Denys Dauto Caires Silva, Queila Aline Viana e Marcos Aparecido Bortoloti, atingiram mais que 50% dos pontos possíveis da prova, mínimo exigido e tornaram-se os mais novos habilitados ao exercício legal da Contabilidade.
O exame de suficiência, que contempla questões sobre a Contabilidade é aplicado duas vezes por ano, sendo um em cada semestre.
Durante o ano letivo, o professor e coordenador Júlio Siqueira, além de ministrar suas aulas que fazem parte da grade curricular, oferece conteúdos específicos para preparar os alunos para o exame de suficiência.
"Meus alunos ainda não concluíram o curso de Ciências Contábeis e já foram aprovados no exame. Fico muito feliz, pois vejo essas aprovações como resultado de muito esforço e um trabalho sério que já realizamos desde o início deste ano", comemorou o coordenador do curso, Júlio Siqueira.

Prefeita Nice entrega mais 15 casas do Conjunto Habitacional João Colodetti


A prefeita Nice Mistilides entregou na noite dessa segunda-feira, 17 de junho, mais 15 unidades habitacionais construídas no Conjunto Habitacional "João Colodetti". A entrega das chaves foi feita em uma cerimônia realizada no Centro Comunitário do Conjunto Habitacional Dr. Pedro Nogueira.
As residências fazem parte de um grupo de 60 casas que estão sendo construídas através do Programa Minha Casa Minha Vida, do Ministério das Cidades. "entregamos 15 casas no mês de janeiro e agora estamos contemplando nosso povo com outras 15 residências. Essas pessoas não terão que pagar nada por terem seu espaço", contou o diretor de divisão da Secretaria Municipal de Obras, Serviços públicos e Habitação, Aparecido Picolin.
A prefeita Nice falou sobre a importância do sonho da casa própria para as pessoas que não possuem um imóvel para morar e precisam pagar aluguel ou depender da ajuda de familiares para se abrigarem. "É uma alegria muito grande poder entregar essas casas e ver nos olhos de vocês a felicidade estampada. Isto é dignidade. Sei o quanto vocês sonharam com esse momento em poder dizer que possuem a casa própria, que terão um lar que, definitivamente, é de vocês".
Nice enfatizou que vai lutar por recursos que garantam melhorias no Conjunto João Colodetti. "Vamos viabilizar a construção de praças públicas, áreas de lazer, iluminação das ruas e a construção de uma creche. Vamos trazer desenvolvimento para este setor da cidade e garantir melhorias para todos vocês. Nosso povo merece e vai ter uma Jales de um novo tempo".

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Ciclo reúne dirigentes e lideranças da região em Mesópolis


Prefeitos, Vereadores, Secretários Municipais e lideranças políticas de 21 cidades da região, estiveram reunidos na sexta-feira, 14 de junho, às 10h, na Câmara Municipal, em Mesópolis, para participar do 17º encontro do Ciclo de Debates com Agentes Políticos e Dirigentes Municipais, evento organizado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), que tem como objetivo orientar os gestores públicos sobre as práticas da boa administração e prestação de contas.
O evento, que teve como anfitriões o Presidente da Câmara Municipal de Mesópolis, Lauvir de Souza Santos; do Prefeito Municipal, Leandro Aparecido Polarini, contou com a abertura do Diretor da Unidade Regional, Paulo César da Silva Neves, que, em nome do Presidente do TCE, Conselheiro Antonio Roque Citadini, saudou todos os participantes e se colocou à disposição para orientar e prestar informações aos jurisdicionados e à população.
O Diretor Regional disse que a Corte de Contas, ao realizar os encontros nas 19 Unidades Regionais do TCE no Estado, reforça seu caráter pedagógico, ao prestar orientações e tirar dúvidas dos administradores quanto à jurisprudência e legislações pertinentes. Compareceram ao evento 122 participantes, dentre eles 10 (dez) Prefeitos e 7 (sete) Presidentes de Câmaras Municipais.
"Embora o papel principal seja fiscalizar, o TCE tem procurado agir sobretudo com caráter preventivo, prestando orientações como parceiro dos municípios, sem contudo deixar de ser rigoroso na aplicabilidade das leis para a boa destinação dos recursos públicos e a correta prestação de contas, anseio de todos os cidadãos", destacou Paulo César.
Durante o ciclo foram apresentadas palestras que tiveram como tema as áreas de Saúde e Educação), Legislações acerca de Saneamento, Resíduos Sólidos e Mobilidade Urbana, Orientações ao Terceiro Setor e Previdência, e Transparência e Lei de Acesso à Informação.
Fazem parte da jurisdição da Unidade Regional do TCE em Fernandópolis (UR-11) os municípios de Aparecida D’oeste, Aspásia, Dirce Reis, Jales, Marinópolis, Mesópolis, Nova Canaã Paulista, Palmeira D’oeste, Paranapuã, Pontalinda, Populina, Rubinéia, Santa Albertina, Santa Clara D’oeste, Santa Fé do Sul, Santa Rita D’oeste, Santa Salete, Santana da Ponte Pensa, São Francisco, Três Fronteiras e Urânia.