Páginas

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Eliana Calmon diz que magistratura precisa de juízes presentes na sociedade, não de burocratas

A ministra Eliana Calmon (foto), vice-presidenta do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e diretora-geral da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), participou nesta terça-feira, 19 de fevereiro, da abertura do curso "Criação da Disciplina Magistratura – Vocação e Desafios", na sede da escola, em Brasília (DF).
"A sociedade atual necessita de um juiz com novo perfil, o que representa quebrar uma cultura de mais de 200 anos. Cabe ao juiz de hoje não só resolver conflitos que chegam nos processos, mas também fiscalizar e cobrar a realização das politicas públicas. O magistrado passou a ter a necessidade de informações diferenciadas sobre a sociedade. Não queremos burocratas, mas sim um juiz presente na sociedade, de maneira participante" destacou a ministra.
O evento, destinado à capacitação dos professores encarregados de ministrar a nova disciplina, contou com a presença de representantes das 17 faculdades de direito que já aderiram ao projeto da Enfam. Segundo Eliana Calmon, a intenção do curso é fazer com que o conteúdo da disciplina Magistratura – Vocação e Desafios reflita os desejos da sociedade.
"Nós precisamos municiar a juventude que escolhe a magistratura com informações sobre os desafios e as necessidades que envolvem a carreira. Esses conhecimentos farão com que os jovens escolham a partir deles, e não a partir de um emprego público. A magistratura não traz apenas benesses, é preciso ser vocacionado", afirmou a ministra.

Vereadores vão discutir projeto que abre crédito de R$ 2,3 milhões para a Facip

O presidente da Comissão Organizadora da 44ª Feira Agrícola, Comercial, Industrial e Pecuária – Facip de Jales, vice-prefeito Pedro Manoel Callado Moraes (PSDB), juntamente com demais membros: vice-presidente Facip, João Nogueira, o tesoureiro da Comissão, Roberto Timpurim Berto, 1º secretário Adriano Lisboa Domênicis, 2º secretário Renato Luis de Lima Silva e o contador da prefeitura André Wilson Neves da Silva., estiveram reunidos na quarta-feira, 20 de fevereiro, com a presidenta da Mesa Diretora da Câmara Municipal, Pérola Maria Fonseca Cardoso e o vereador Rivail Rodrigues Júnior.
Nesta sexta-feira, 22 de fevereiro, Pedro Callado (foto) e membros da Comisão voltaram a se reunir com os vereadores para explicações sobre o projeto e pdir o apoio dos vereadores à aprovação da lei.
A reunião foi no prédio do legislativo municipal e o presidente da Facip, Pedro Callado, foi apresentar projeto de lei assinado pela prefeita Nice Mistilides, que solicita a abertura de crédito adicional especial no valor de R$ 2.300.000, 00.
Segundo a justificativa da prefeita Nice Mistilides, como a Facip é uma feira tradicional "e o seu objetivo é o de promover o potencial econômico de nossa cidade com o propósito de realizar e atrair investimentos e promove o turismo regional e interestadual, visto que seus atrativos são de largos alcance e de interesse de um amplo e diversificado público".
Nice expõe em sua justificativa que o lucro advindo da realização da Facip 2013 será revertido integralmente em prol das entidades filantrópicas de Jales, mediante autorização da Câmara Municipal e "o referido Crédito Adicional Especial será compensado com a receita produzida pelo próprio evento", afirmou a prefeita.
Falando à imprensa, Pedro Callado disse que a festa vai gerar receita para o município e não despesas, já que a projeção de receita do evento é de mais de R$ 2,3 milhões. O vice-prefeito afirmou que quem vai custear as despesas da Facip é a própria festa e o Projeto objetiva apenas colocar no orçamento municipal aquilo que não estava previsto na ocasião em que foi aprovado. "Não vamos gastar dinheiro de medicamentos, de salário de funcionários, de verbas para operação tapa buracos. A Facip é autofinanciável, por isso eu repito: não vamos gastar um centavo da Prefeitura no evento e isso está demonstrado no referido projeto de lei".
Ele enfatizou ainda que poderá cometer erros em outras áreas, mas não na jurídica. "Nós vamos dar juridicidade e legalidade àquilo que sempre foi feito, mas não obstante isso, não faziam de forma correta, não de má fé, mas não faziam de forma correta, tanto que as Facips anteriores estão sendo questionadas na justiça e a Prefeitura de Jales agora terá que devolver mais de R$ 1 milhão e , ai sim, do dinheiro do ISS, do IPTU e de outras formas de arrecadação. Esses equívocos do passado é que nós estamos corrigindo agora. Acredito que a população espera de um vice-prefeito, que é advogado e foi juiz de direito, que ele cometa o menor número de erros possíveis na área jurídica. Estou indo atrás de pessoas que entendem do assunto, das instituições como o Tribunal de Contas, Ministério Público Federal e Estadual, buscando orientações e, com base nelas, estamos dando esse aspecto legal".
O PL terá que receber parecer da Comissão de Constituição, Justiça, Redação e Legislação Participativa, formada pelo vereador Gilberto Alexandre de Moraes presidente, Sérgio Nishimoto vice-presidente e Luis Fernando Rosalino relator.
O Projeto de Lei entrará na pauta dos trabalhos camarários na sessão ordinária de segunda-feira, 25 de fevereiro. (foto jaqueline zambon/aicmjales)

Não esperavam a prefeita ir morar no bairro

Reflexão
"A reivindicação do Poder importa em reivindicar as responsabilidades".
Rui Barbosa

Não esperavam
Moradores no Jardim Aclimação estão felizes. Para eles, foi uma benção a prefeita Nice Mistilides ir residir no bairro. Uma equipe de limpeza esteve por lá fazendo uma faxina na área, tirando entulhos e ainda uma cerca da antiga Fepasa. Se estava ou não programada a limpeza antes da mudança da prefeita para o bairro, os vizinhos dela não querem nem saber, agradecem.
Geral
A autoridade de trânsito continua com a sua fiscalização na Área Azul para multar veículos sem o devido bilhete. Não se deve privilegiar apenas esse setor. Onde não existe esse tipo de estacionamento, motoristas usam e abusam nas irregularidades quando estacionam seus veículos.
Blitz neles
Os veículos de carga e descarga são os piores. Não respeitam as regras do trânsito. A bem da verdade não se ouve falar que a autoridade de trânsito faz blitz pela cidade (centro e periferia) multando os irresponsáveis. Venhamos e convenhamos, Jales não é representada apenas pelos quarteirões centrais da cidade. Ela é um todo: centro e periferia. Por isso, o respeito para com os demais contribuintes se faz necessário. Não é só para quem fatura, que a fiscalização deve existir.
Novo ninho
De olho em 2016, o ex-prefeito Hilário Pupim, deixou o PTB foi aninhar-se no PSDB onde foi recebido como excelente reforço para a futura campanha.
Órfã
Se depender de sua bancada na Câmara Municipal, a prefeita Nice não vai conseguir aprovar projetos polêmicos. O bloco dos quatro não levará vantagem na disputa. Falta um bom negociador no staff da prefeita.
Enrolou
André Viotto foi infeliz ao ocupar a tribuna da Câmara na sessão ordinária de segunda. Enrolou a língua e acabou soltando um "ignorante" para um vereador.
E eles?!
A Prefeitura foi notificada para devolver ao Ministério do Turismo R$ 636 mil que patrocinaram a Festa dos Caminhoneiros e a Facip, ambas em 2.009, corrigidos podem chegar a R$ 1 milhão. Não apenas a Prefeitura, mas os responsáveis pelas festas deveriam estar enquadrados, afinal o dinheiro ajudou na promoção dos eventos e de seus organizadores.
Em boa hora
Foi repassado em fevereiro pelo governo do Estado aos cofres municipais a importância de R$ 2.522.226,74 referente ao IPVA recolhido no mês passado. No mês de janeiro/2013, o ICMS e IPVA somaram R$ 3.639.439,36 em repasse.
Mais uma
Comentaram lá no botequim da vila que há estudos para manter a Secretaria Municipal de Esportes, incluindo no título Lazer, e criar a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo. Seria para apaziguar o espírito inquieto dos tucanos que clamam por cargos na administração.
Reunião
Os petistas realizam um reunião neste sábado. O assunto só será conhecido quando todos estiverem presentes. O que será que vão tratar?!
Aguarda
O presidente do Diretório Municipal do PSDB, Carlos Roberto Cardozo da Silva, está fazendo lobby para assumir uma secretaria municipal no governo Nice. Ele tem recorrido aos amigos deputados e empresários seus e da administração para tentar conseguir o cargo.
Chame de fora
No PTB ou partidos aliados deve haver um nome com Mestrado ou Doutorado no currículo para ser indicado para a Universidade Aberta do Brasil - Pólo de Jales, em lugar de Nilton Marques, petista e leal ao ex-prefeito Parini. Se não houver entre os aliados, convida-se uma pessoa de fora, que se alinhe às diretrizes da prefeita. Querer mudar uma lei simplesmente para agradar este ou aquele correligionário, torna-se politicamente desagradável.
Lendo tudo
Uma "tropinha de choque" a serviço não sabe-se de quem, fica lendo blogs e sites e, no anonimato, responde às críticas que são feitas à administração municipal jalesense num todo. Em alguns casos, com palavras ofensivas.
Sem fofocas
Lá botequim da vila a última noticia é que os computadores de todos os setores da Prefeitura Municipal de Jales vão acessar apenas a programação oficial. Blogs e sites de fofocas e notícias vão estar bloqueados, menos claro, a Secretaria Municipal de Comunicação.^
Pinga-fogo
Vai entrar na pauta da sessão camarária de segunda-feira o projeto de lei da prefeita Nice que pede abertura de crédito adicional especial para a Facip. Sessão passada esquentou. As próximas...

Prefeito Leandro regulariza Frente de Trabalho


O prefeito Leandro Polarini durante a
audiência com Aparecido Bruzarosco (e)
Na quarta-feira, 20 de fevereiro, o prefeito Leandro Polarini, de Mesópolis, que no dia 28 de fevereiro, vai receber dos familiares, amigos e correligionários, os cumprimentos pelo aniversário, com o seu chefe de gabinete, Paulo Olimpio, esteve em São Paulo, para uma  audiência na Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho, com o objetivo de regularizar a Frente de Trabalho para o Município.
O refeito se encontrou com o Secretário Adjunto da Secretária do Emprego e Relações do Trabalho, Aparecido Bruzarosco, para tratar dos acertos finais da solicitação já feita em data anterior ao órgão.
A viagem trouxe resultados positivos uma vez que ficou a certeza da conquista.
A Frente de Trabalho temporário é realmente uma conquista por se tratar de um recurso excepcional que será utilizado no combate ao desemprego e para atender situações de emergência de interesse da comunidade.

Prefeito de Mesópolis presenteia alunos da Escola Municipal com Kit escolar

Agora mais do que antes, pais, alunos e professores têm motivos de sobra para festejarem.
O motivo é que o prefeito Leandro Polarini, em seu segundo mês de mandato, e a primeira-dama Marinangela Campos Zequini Polarini, surpreenderam a população de Mesópolis na segunda-feria, 18 de fevereiro, aoentregarem um kit completo de material escolar aos alunos da Escola Municipal "Rosimeri Niza Menezes".
O Kit padronizado, contém uma mochila e todo material escolar que sempre fez parte das listas escolares, além de dois uniformes que estão em fase de confecção.
A cerimônia de entrega foi na própria escola e contou com a presença do vice-prefeito Aparecido Vieira, presidente da Câmara Municipal, Lauvir de Souza Santos, dos vereadores, Luiz Carlos Pereira, Denílson Bortolozo, Vânia Braz de Oliveira Domingues, Guilherme Domiciliano Barbosa, do conselheiro tutelar Abimael Arco da Silva, dos pais, direção, coordenação, professores, funcionários e alunos da escola.
Foram beneficiados 256 alunos, sendo 82 da creche; 70 da pré-escola e 100 do ensino fundamental (Ciclo I).
No mesmo dia foi inaugurada na escola, a Sala de Informática com 19 computadores, doados pelo Governo Federal através do Programa Nacional de Tecnologia Educacional – o PROINFO.
O prefeito Leandro Polarini ao fazer uso da palavra, disse que : "enquanto houver recursos quero continuar a doar o Kit Material a todos os alunos necessitados ou não" enfatizando que "o recurso da educação será empregado para melhorar a educação".
Há 16 anos a escola se tornou municipal e só agora Mesópolis está vendo isso acontecer.

Palestra espírita


O Grupo Espírita Beneficente Maria Dolores, em sua sede à rua 19, nº 768, bairro São Judas Tadeu, em Jales, promove neste domingo, dia 24 de fevereiro, as 19h30m, uma palestra espírita com Richard Simonetti Venha desfrutar conosco desta oportunidade de nos confraternizarmos. Será uma honra para nós recebê-lo. Serão todos bem-vindo

Jovens do Interact Club de Jales doam livros e brinquedos às crianças da Casa da Passagem

No sábado, 16 de fevereiro, os jovens do Interact Club de Jales realizaram uma visita à Casa de Passagem.
A diretora de Imagem Pública do Interact Club, Isadora Volpon Berto, explicou que além de muitas brincadeiras típicas de criança -dança da cadeira, pular amarelinha- que serviram para descontrair e entrosar o pessoal "houve um delicioso café da tarde proporcionado pelos interactianos".
Isadora enfatizou ainda que as crianças também receberam brinquedos, roupas e livros doados "mas nem o melhor brinquedo do mundo pode substituir o que os jovens do Interact ofereceram para elas: atenção e carinho".

N sábado, 16, foi realizada na sede do Interact Club de Jales, a entrega da premiação – uma cesta de produtos da Natura no valor de R$ 100,00 – referente às rifas vendidas pelo Interact Club. O sorteio foi realizado no sábado, dia 2, e a vencedora foi Luciana Mechi.

EE Dom Artur Horsthuis, de Jales, é destaque nos vestibulares 2013

A escola "Dom Artur Horsthuis" – conhecida pelo sucesso nas aprovações em vestibulares nas universidades estaduais e federais, comemora este ano o excelente resultado obtido pelos alunos: José André Teodoro : Letras na USP e Letras na UFJF; Letícia Barrientos Fernanda: Física na UNESP e Matemática na UFMS; Aline Cristina Pontes Marques: Matemática na UFMS e Matemática na UNESP; Bruno Gustavo Bigotto: Ciências da Computação na UFMS e Ricardo Gandur Lopes: Odontologia na UNESP em Araçatuba.
Isto atesta um trabalho integrado entre o grupo gestor, docentes e discentes buscando aperfeiçoar o currículo, propondo estratégias eficazes de aprendizagem, inovando o conteúdo, dessa forma, oferecendo ferramentas ao aprendiz, subsidiando seu desempenho no curso escolhido.
De parabéns todos que já brilharam nesta primeira chamada. Com certeza, ainda se terá mais aprovações nas chamadas futuras.

EDITAIS DE PROCLAMAS

Ademir de Mattis
, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
FERNANDO REZENDE PUREZA e GILMARA APARECIDA GISELE MUNIZ MARTINI
, natural de São Paulo – Capital, nascido aos 21 de outubro de 1.979, analista de sistema, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Jose Araken da Pureza e de Maria do Rosario de Rezende Pureza. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 22 de outubro de 1.977, vendedora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Antonio Martini e de Maria de Lourdes Muniz Martini.
ANDRÉ LUIZ TEIXEIRA DE OLIVEIRA e CARLA CRISTIANE DOMINGUES PORTO
, natural de Ribeirão Preto, deste Estado, nascido aos 24 de abril de 1.973, empresário, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Milton de Oliveira e de Lourdes Teixeira. ELA, natural de São Paulo - Capital, nascida aos 07 de março de 1.976, empresária, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Sebastião Porto Filho e de Cleide Nunes Domingues Porto.
EDERSON DE FREITAS GARCIA e ALESSANDRA LEME PEREIRA
, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 20 de agosto de 1.980, pedreiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Manoel Lopes Garcia e de Maria Gracinda de Freitas. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 30 de junho de 1.984, doméstica, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Anides Aparecido Pereira e de Iraci Leme Pereira.
MARCIO MONCO DA SILVA e MICHELLI FRANCISCO FERREIRA
, natural de Alexandrita, deste Estado, nascido aos 05 de julho de 1.974, geração de energia elétrica, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Jose Francisco Nascimento da Silva e de Benedita Monco da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 16 de abril de 1.981, auxiliar administrativo, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Ismaél Lino Ferreira e de Suely Aparecida Francisco Ferreira.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial

Unijales recepciona alunos na volta às aulas

Nessa primeira semana de aula – na segunda-feira, 18 de fevereiro, os acadêmicos da Unijales retornaram às suas atividades, após o período que estiveram de férias.– os veteranos e os ingressantes de 2013, foram recepcionados pelos coordenadores dos cursos de graduação que apresentaram o modelo pedagógico da Instituição, apresentaram o corpo docente e iniciaram os conteúdos programáticos de cada curso. Além disso, o curso de Pedagogia ofereceu uma palestra ministrada pela Pedagoga Élida Maria Barison da Silva, atual gestora do Colégio XV de Abril-Anglo Jales, que falou sobre a formação do professor e a qualidade do ensino. Já os ingressantes do curso de Ciências Contábeis, puderam assistir a uma palestra com a coordenadora Maria Angélica Mistilides Polízio, que abordou o tema excelência pessoal e profissional. O tema também foi discutido através da coordenadora do curso de Letras, Sônia Maria Saura de Godoy.
Para receber os alunos nesse início de ano, o Centro Universitário de Jales passou por reformas e adequações em seu espaço físico, garantindo mais segurança e conforto aos alunos que já estudam na Unijales e aos que estão chegando.
"Há mais de 40 anos oferecemos ensino de qualidade aos nossos alunos e nos preocupamos com o bem estar de cada um. Por esta razão, aproveitamos o período de férias para promover adequações em nossa Unidade Central que devem agradar nossos universitários, professores e funcionários", afirmou a reitora Maria Christina Fuster Soler Bernardo.

Vereadores pedem asfalto para rua próxima ao HC

Os três vereadores também solicitaram que seja feita toda obra de infra-estrutura e asfalto na rua Adelaide Gomes Peres Sant’Ana, que fica na lateral do Hospital.
O HC concentra uma grande movimentação de veículos, pacientes, familiares de pacientes oriundos de dezenas de municípios do Estado de São Paulo e dos Estados vizinhos, além dos moradores das imediações, portanto, tornado tal obra prioritária para adequação das imediações.
"Essa é uma reivindicação antiga dos administradores do Hospital e temos convicção de que o deputado vai se esforçar para que a obra seja executada, pois no primeiro momento ele já demonstrou grande interesse e prometeu muito empenho", comentaram.

Prefeita Ana Lucia reitera pedido de casas populares para Vitória Brasil


A prefeita Ana Lúcia Olhier (PSDB), de Vitória Brasil e o prefeito Armando Rossafa de Santa Fé do Sul, acompanhados pelo deputado estadual Itamar Borges (PMDB) estiveram em audiência com o secretário estadual da Habitação, Sílvio Torres, na capital paulista.
Durante a reunião a prefeita reiterou ao secretário, o pedido de construção de 60 casas para o seu município apresentado em audiência realizada em novembro do ano passado.
O prefeito Armando Rossafa também reiterou ao secretário o pedido de construção, numa primeira etapa, de 300 casas para o município.
O secretário Silvio Torres disse que dará andamento aos pedidos e retomará ao assunto numa visita à região que acontecerá em março.
O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) também participou da reunião.
A prefeita Ana Lúcia solicitou também seja assinado o convênio Cidade Legal para regularizar imóveis no município. Segundo ela, mais da metade dos imóveis de Vitória Brasil encontram-se em situação irregular.
O deputado Itamar Borges agradeceu o empenho do secretário Sílvio Torres e elogiou os programas desenvolvidos na área habitacional pelo Governo.
O prefeito Armando Rossafa solicitou ainda, recursos para recapeamento asfáltico do Conjunto Habitacional Bartolo Rossafa, naquela cidade.
"Trata-se da melhor política habitacional do Brasil e um exemplo para tantos outros países do mundo. Fico muito satisfeito de saber que Vitória Brasil será contemplada com casas populares para atender a população carente do município" concluiu Itamar Borges.

Paróquia terceiriza o estacionamento da Catedral

Em nota divulgada à imprensa, a paróquia Nossa Senhora da Assunção da Catedral de Jales, segundo o padre Edvagner Tomaz da Cruz, após consultar os coordenadores do Conselho Pastoral e os membros da Comissão Administrativa "está colocando em andamento um projeto para que a Praça da Catedral seja explorada como estacionamento, terceirizado para a Empresa Xavante".
"Por um período de vários anos a Praça da Catedral esteve cedida gratuitamente à Casa da Criança. Entidade esta muito importante e de respeito em nossa cidade. A Casa da Criança explorou o espaço como estacionamento sem qualquer benefício para a Paróquia da Catedral", esclarece padre Edvagner
Após aprovado o projeto da Zona Azul em Jales, e querendo colaborar com a municipalidade "pensamos de organizar melhor o estacionamento na praça da Catedral. Pois é notória a falta de vagas para estacionamento no centro da cidade. Jales é centro de região e precisa acolher bem e oferecer espaço às pessoas que vêm até aqui, seja para o trabalho, para o comércio, o turismo etc". explica o padre
"Também achamos que não é justo que todos os que querem estacionar nas ruas do centro paguem a Zona Azul, e alguns, estacionem em nossa praça sem qualquer pagamento", afirmou ele
Segundo a nota assinada pelo padre Edvagner, a praça juntamente com a Catedral é um dos pontos históricos e turísticos da cidade. "E também não é certo o que vem acontecendo ultimamente neste espaço. Algumas pessoas utilizam de modo desrespeitoso, até causando alguns estragos, além de não respeitarem a sinalização ali existente", expõe.
Para tanto, diz ele, acreditamos que existindo um modo de cobrança e de vigilância a todos os que querem estacionar na praça, se evitará estes e outros tipos de problemas.
O montante arrecadado estará à disposição para a manutenção da própria paróquia que continuará colaborando, mais ainda, com projetos sociais alguns já apoiados por nossa paróquia como é de conhecimento público.
"Esperamos com este gesto colaborar acima de tudo com a cidade, organizar o estacionamento na praça e valorizar a bela construção de nossa Catedral. Confiamos no apoio e no entendimento de todos, e nos colocamos à disposição para outras sugestões ou esclarecimentos" encerra a nota.

Urânia apóia a promoção "Na Santa Casa eu boto fé"

Jihan Said, presidente da Câmara Donizeti Mussato,
Coordenador de Saúde José Rubens, prefeito Airton Saracuza e Adriana Mariano
O município de Urânia é mais um da região que apóia a promoção "Na Santa Casa eu boto fé". O prefeito Francisco Airton Saracuza, o coordenador de Saúde José Rubens e o presidente da Câmara Municipal, vereador Donizeti Mussato, receberam na terça-feira, 19 de fevereiro, no Gabinete do Prefeito, as representantes da Provedoria da Santa Casa de Jales, Adriana Mariano e Jihan Said, para reunião sobre a promoção que o hospital lançou no dia 30 de janeiro e também aderiram à venda de bilhetes em prol da entidade.
Os moradores de Urânia interessados em participar e ajudar o hospital, deverão procurar a Prefeitura Municipal, Câmara Municipal ou Secretaria de Saúde do município para comprar seu bilhete por apenas R$ 4,99 e concorrer com dois números a 1 Ford KA, 0 km e uma moto CGFanks, Honda, 0 km.
Toda renda será revertida para compra de 70 cadeiras reclináveis para maior conforto dos acompanhantes de pacientes internados, ampliação e reforma da Sala de Emergência com mais três leitos e estruturação física para implantação da Sala de Estabilização com dois leitos.

Educação convida escola de Jales para expandir novo modelo de tempo integral

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo começou nesta semana a consulta a Escola Estadual Professor Carlos de Arnaldo Silva, de Jales, pré-selecionada para integrar o novo modelo de escola de tempo integral a partir de 2014.
Os conselhos escolares da unidade deverão decidir até 13 de março se vão aderir ao programa.
Iniciado em 2012 em 16 escolas de Ensino Médio, o programa foi ampliado neste ano para outras 53 unidades, inclusive no ciclo II (6º ao 9º ano) do Ensino Fundamental. O novo modelo é implantado mediante adesão, a partir de consulta feita a escolas pré-selecionadas.
Os critérios de seleção incluem os níveis de ensino oferecidos (ciclo II do Fundamental e Médio), não ser a única na cidade, não ser compartilhada com unidades municipais e possuir número mínimo de salas de aula, além de espaço físico adequado para a implantação de instalações específicas.
"O novo modelo de escola de tempo integral foi concebido a partir dos resultados de pesquisas, avaliações e experiências educacionais realizadas no Brasil e em outros países. A ampliação da jornada escolar é uma estratégia fundamental para garantir um salto de qualidade da educação de nossos alunos, de modo a cumprir com um dos principais objetivos estabelecidos pelo governador Geraldo Alckmin, ao criar o programa Educação – Compromisso de São Paulo, que é fazer de nossa rede estadual de ensino um dos melhores sistemas educacionais do mundo", afirma o secretário da Educação do Estado de São Paulo, professor Herman Voorwald.

Vereadores pedem agilidade em obra na rodovia que liga Jales a Santa Albertina

Preocupados com os acidentes que aconteceram nos últimos dias na rodovia Jarbas de Moraes (SP 561), que liga Jales a Santa Albertina, nas proximidades do bairro JACB, os vereadores Claudir Aranda (foto), Tiago Abra e André Macetão, foram até São Paulo se reunir deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) na quarta-feira, dia 20, e reiteraram o pedido para que no local seja construída uma avenida de aproximadamente 1.100 metros.
Sensibilizado e também preocupado, o deputado agendou, já no dia seguinte, uma audiência com o superintendente do DER – Departamento de Estradas de Rodagem, Clodoaldo Pelissioni. O autor do projeto, o edil Claudir Aranda, esteve presente, e pediu agilidade, visto que o local já deixou vítimas fatais.
Diante disso, Pelissioni disse que na próxima semana o DER

Agentes Comunitárias recebem uniformes para Campanha de Combate ao Câncer de Mama

Na quarta-feira, 20 de fevereiro, pela manhã, profissionais da Saúde receberam os uniformes que serão utilizados na Campanha de Prevenção ao Câncer de Mama, realizada através de uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Jales e a Fundação Pio XII, mantenedora do Hospital de Câncer de Barretos.
Aproximadamente 80 camisetas foram entregues para enfermeiros, gerentes e agentes comunitários de Saúde que se reuniram na Praça Dr. Euplhy Jalles. Participaram da entrega as responsáveis pela secretária municipal de Saúde, Nilva Gomes Rodrigues de Souza e Celma Crepaldi, a coordenadora das Unidades Básicas de Saúde, Gisele Lauer Murta e a responsável pelo setor de prevenção ao Câncer do HC, Tânia Silveira Lourenço.
No próximo dia 22 de março, uma unidade móvel do HC de Barretos estará em Jales para atender usuários das Estratégias de Saúde da Família (ESF). Até o dia 27, a carreta estará na ESF do JACB. Entre os dias 28 e 03 de abril, os moradores do jardim Arapuã serão beneficiados pelo serviço. Do dia 4 ao dia 9, a unidade estará no Jardim Novo Mundo; do dia 10 ao dia 17, no Conjunto Habitacional Roque Viola; do dia 18 ao dia 24, no Jardim Paraíso; do dia 6 de maio ao dia 10, no Uni América; do dia 13 ao dia 15, no ESF Rural; do dia 16 ao dia 21, no ESF do Jardim Municipal; do dia 23 ao dia 29 no ESF São Jorge e do dia 3 de junho ao dia 10, o trabalho será encerrado no ESF do Jardim Oiti.
Para a coordenadora das UBSs, a enfermeira Gisele Murta, "essa carreta carrega o que muitas brasileiras sonham: mamografia de graça e perto de suas casas. Esse exame é o principal para a detecção precoce, descoberta do câncer quando ele está bem pequenininho, no estágio inicial".
Cem por cento dos atendimentos no Hospital de Câncer de Barretos são feitos pelo SUS. O dinheiro do governo não é suficiente para atender à demanda que cresce muito, então, o que faz com que todas as pessoas sejam atendidas de graça é a ação de voluntários. As doações complementam o orçamento e não deixam o serviço parar nem perder a qualidade.
O desafio do Hospital de Câncer de Barretosl é seguir o protocolo da Holanda, que, com prevenção, reduziu drasticamente os índices de câncer de mama em estágio avançado no país.
Câncer de Mama
– O serviço de prevenção diagnostica aproximadamente 270 novos casos de câncer de mama ao ano no rastreamento, tratados em sua plenitude na unidade de Barretos do Hospital de Câncer. A instituição segue protocolos internacionais, oferecendo atendimento integral ao paciente, do primeiro exame ao tratamento final, caracterizando uma ação efetiva, com segurança e qualidade no combate a esse tipo de câncer.
O rastreamento mamográfico, em algumas áreas, atinge cerca de 70% da população alvo e o diagnóstico precoce atinge a 80% dos casos de câncer, números comparáveis aos rastreamentos europeus. Somente na região de Barretos, São José do Rio Preto, Araçatuba e Juazeiro (BA) são 133 municípios atendidos, contabilizando o exame preventivo em 200 mil mulheres na faixa dos 40 aos 69 anos.

Sistema respiratório:

da infância a idade adulta
As doenças respiratórias afetam o trato e os órgãos do sistema respiratório, atingindo indivíduos de todas as faixas etárias. No caso de crianças e adolescentes, os problemas podem repercutir posteriormente, na idade adulta.
Segundo a pneumologista pediátrica dra. Marina Buarque de Almeida, diretora da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia (SPPT) e médica da Unidade de Pneumologia Pediátrica no Instituto da Criança – HC – FMUSP, a maioria dos adultos que possuem alguma doença respiratória tiveram as primeiras crises e sintomas na infância.
"As doenças respiratórias, quando ocorrem na infância, podem determinar alterações permanentes na vida adulta e, de acordo com a gravidade e com os tipos de alterações, o paciente poderá adquirir sequelas permanentes e duradouras", afirma a doutora.Ainda na gestação – Os cuidados com a saúde respiratória da criança devem começar já na gestação. Nesta fase, é importante que a mãe tenha um bom seguimento de pré-natal, mantenha sua saúde, não fume e nem se exponha ao tabagismo passivo.
Ao nascimento, é importante incentivar e estimular o aleitamento materno e seguir as orientações do pediatra, que incluem a vacinação de acordo com o calendário vacinal orientado pela Sociedade Brasileira de Pediatria.Alerta – O cigarro é um dos principais inimigos do sistema respiratório. Crianças expostas ao tabagismo desde a gestação podem ter complicações nas vias aéreas e consequente dificuldade ao respirar. Outro fator prejudicial importante é a poluição atmosférica, que contribui com o desenvolvimento de doenças ou pode desencadear crises em pacientes portadores de doença respiratória crônica.
"O período com alto índice de poluição ambiental é aquele em que as chuvas tornam-se raras e a umidade relativa do ar torna-se baixa. Este período é, também, o pico da circulação dos vírus respiratórios, que são agressivos ao sistema respiratório e causam, em indivíduos suscetíveis, danos de maior gravidade".Atenção aos sinais – Tosse frequente, falta de ar, febre persistente ou dores no peito são alguns sinais que podem significar necessidade de avaliação médica, mesmo se aparecem isoladamente.
A falta de fôlego ao praticar atividades físicas, que muitas vezes é aceita como uma consequência do sedentarismo, também deve ser considerada, pois pode se tratar de um sintoma de doenças respiratórias.
"É importante ressaltar que mesmo na presença de doenças respiratórias, a prática esportiva, realizada de acordo com a faixa etária e condições de saúde, traz benefícios aos pacientes", relata dra. Marina.

Nice sofre derrota política no Legislativo

Considerado como de caráter meramente político, o Projeto de Lei Complementar 01/2013, do Poder Executivo foi rejeitado na Câmara Municipal de Jales por seis votos a quatro. A sessão ordinária foi realizada na segunda-feira, 18 de fevereiro com a presença dos dez vereadores.
O vereador Gilberto Alexandre de Moraes (DEM) na sessão do dia 4 de fevereiro, solicitou vista ao PLC para melhor análise. O projeto alterava a redação do artigo 1°, Parágrafo Único, inciso III, da Lei Complementar n° 132 de 29 de junho de 2.006, que exige que a pessoa a ser nomeada como Coordenador da Universidade Aberta do Brasil – Pólo de Jales, tenha em seu currículo o título de Mestre ou Doutor, sem especificação da área.
A Comissão de Constituição, Justiça, Redação e Legislação Participativa, presidida pelo vereador Gilberto Alexandre de Moraes, tendo ainda os vereadores Sérgio Nishimoto (PTB) como vice-presidente e Luis Fernando Rosalino (PT) como relator, emitiu parecer favorável quando ao seu aspecto constitucional e legal.
No Plenário, os vereadores Gilberto Alexandre de Moraes, Nivaldo Batista de Oliveira, Pérola Cardoso, Jesus Martins Batista, Rivail Rodrigues Junior e Luiz Fernando Rosalino votaram pela rejeição do projeto.
Novo projeto nesse sentido não poderá voltar ao Legislativo neste ano de 2.013 para votação.

Idosos de Urânia ganham mais uma Acadêmia ao Ar Livre


O município de Urânia ganhou a 2ª Praça do Idoso – Academia ao Ar Livre – localizada no Conjunto Habitacional Hernandes Pigari, no qual beneficiará todos os idosos do nosso município com o intuito de melhorar o desenvolvimento de força, agilidade, musculatura, reabilitação motora, noção de espaço e equilíbrio conivente com sua idade e aptidão que lhe proporcionará um trabalho físico ideal.
A instalação da praça criou um novo espaço para os idosos uranaienses, com melhorias físicas e psicológicas, proporcionando uma vida mais saudável e aumentou o bem estar da população idosa do nosso município.

A importância da educação no Brasil

Por Giovani Alessandro de Mello e Diego Gilberto Ferber Pineyrua
A desvalorização da educação é o grande equívoco de um país. A educação tem se mostrado cada vez mais necessária e fundamental para o desenvolvimento de um país, em especial, de um país como o Brasil. Podemos observar os baixos salários em razão da falta de qualificação, o aumento crescente de investimentos do governo em políticas de saúde por conta da falta de conhecimento da população em medidas básicas preventivas e a necessidade de ampliação das vagas em presídios, pois sem educação aumenta a marginalidade.
Um país como o Brasil, com tantos recursos e com centros de formação profissional de excelência, deveria mudar o foco de investimentos e priorizar a formação de profissionais em educação, pesquisa e conhecimento, pois é nítida a ida de grandes profissionais para o exterior.
A educação como instrumento de mudança traz benefícios ao próprio país, uma vez que onde há um bom nível de educação, certamente há mais qualidade de vida, como, por exemplo, menores índices de doenças e epidemias.
A educação pode criar cidadãos mais críticos, que votem melhor: esse é um bom exemplo dos benefícios que a educação pode trazer à população, pois, certamente, as vantagens serão inúmeras.
Uma triste realidade da ausência de educação e qualificação no Brasil é a sobra de vagas de emprego nas empresas, por falta de profissionais qualificados, já que está havendo uma grande oferta de postos de trabalho no país – inclusive em concursos públicos (em determinadas regiões, os cargos deixam de ser preenchidos, pois a maioria dos candidatos não possui os requisitos mínimos para concorrerem às vagas.)
Aparentemente o Brasil possui bons planos de acesso – isso em todos os níveis de educação –, mas ainda há muita coisa somente no papel, sem dizer que é apenas o começo de uma longa jornada. Sem dúvidas, nosso país precisará expandir os investimentos em educação, assim estará combatendo a desqualificação profissional e como consequência estará tirando os jovens do caminho da exclusão e da criminalidade. Quantos gênios podem estar no meio da massa à espera da sua chance? O Brasil precisa de pessoas talentosas.
Não há mágica para resolver boa parte dos principais problemas do nosso Brasil. A solução está aí e é bem simples: basta aumentar os investimentos na educação e fornecer o acesso de todos a uma educação de qualidade. Assim, poderemos solucionar aberrações das áreas da saúde, segurança pública, corrupção entre outras. A solução é criar mais escolas, aumentar o nível de profissionalização dos professores, oferecer mais recursos como laboratórios e equipamentos destinados a pesquisa, aumentar o número de vagas nas escolas profissionalizantes, aumentar os programas de acesso aos cursos superiores. Como resultado, certamente o país precisará de menos presídios e menos leitos em hospitais.
Vamos olhar para a nossa história e ver que já erramos muito. Mais que discursos, são necessárias atitudes que visem a mudar os rumos do país, e isso passa pela valorização da educação. Porém, surge a questão: Será que a maioria de nossos políticos está interessada e disposta a realizar tal investida na educação em prol da melhoria de vida da população? Fechamos a reflexão com uma frase de Nelson Mandela: "a educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo".*Giovani Alessandro de Mello: Acadêmico do Curso de Administração da UFMS – Campus de Três Lagoas. E-mail: giovani.rs@gmail.com*Diego Gilberto Ferber Pineyrua: Administrador e Professor Assistente da UFMS – Campus de Três Lagoas. E-mail: dferber15@hotmail.com

A força de uma renúncia

D. Demétrio Valentini

Estamos chegando ao dia e hora marcados para a renúncia de Bento 16. Na quinta-feira desta próxima semana, no dia 28 de fevereiro, às vinte horas de Roma, Bento XVI deixará a cátedra de Pedro, que ficará vacante, até que os cardeais elejam um novo papa.
Mesmo com a insistente divulgação do acontecimento, parece que a notícia ainda estaria esperando confirmação, dada a inusitada situação que dela decorreu. Mas aos poucos a inexorabilidade se impõe: é verdade, Bento XVI decidiu renunciar!
A surpresa maior, porém, não é produzida pelo inusitado da ocorrência. Mas pelas circunstâncias pessoais do Papa, o verdadeiro protagonista deste acontecimento de tantas repercussões.
Ele revelou um grande desprendimento, não se prendendo às vantagens pessoais que o cargo lhe garantia.
Foi sereno, demonstrou pela consciência das repercussões do seu ato, e fez questão de asseverar que agia livremente, depois de obtida a certeza pessoal da conveniência da decisão que tinha amadurecido no confronto de sua consciência com as responsabilidades assumidas ao ser eleito Papa.
Ele demonstrou, sobretudo, muita responsabilidade. Estabeleceu um prazo, conveniente para a Igreja assimilar a nova situação, e ele próprio levar a bom termo todas as decorrências do seu ato.
Dando um prazo de 17 dias, desde o anúncio até a efetivação da renúncia, com a autoridade adquirida com seu gesto, sinalizou o ritmo razoável a ser observado em todas as providências a serem tomadas.
Em síntese, a renúncia do Papa se constituiu num precioso testemunho de coerência pessoal, e um exemplo carregado de ensinamentos prudenciais, tão importantes no momento em que a humanidade vê crescer, exponencialmente, o número de idosos, que precisam descobrir o bom senso, com a sabedoria de perceber o momento oportuno, a hora conveniente, a decisão acertada para sair de campo, e deixar o lugar para que outros o ocupem com mais capacidade e eficiência.
Numa população que prolonga a vida, e que ocupa as vagas, é urgente a escola da renúncia! Ela não está fora de propósito.
Mas diante desta renúncia paradigmática do Papa, vale a pena perguntar-nos quando e como uma renúncia se constitui em decisão acertada, a ser efetivada com determinação.
Ficando no contexto próximo à renúncia do Papa, não é fora de propósito perguntar por que tantas renúncias de bispos produzem tão pouco impacto, quase nenhum efeito.
Fica posta a questão: quando é que uma renúncia é boa?
No exemplo do Papa encontramos logo algumas respostas: a renúncia precisa ser livre, não condicionada por determinações externas, serena, e ser realizada em momento oportuno, tanto para o renunciante como para os outros ligados a ele de alguma forma.
Não seria fora de propósito garantir um espaço maior para um bispo renunciar, deixando-o com a possibilidade de efetivar sua renúncia num contexto mais amplo e mais livre. Não impondo uma data obrigatória de referência, de 75 anos. Poderia se deixar o espaço de cinco anos para que ao longo deles o Bispo faça pessoalmente o discernimento do momento adequado para a sua renúncia.
Sempre lembrando que não é preciso esperar os 75 anos para renunciar. Pois dependendo das circunstâncias, o testemunho do bispo que renuncia publicamente pode ser muito mais eficaz e produzir inesperados frutos, que costumam brotar de ânimos generosos, como mostrou Bento XVI.
Em todo o caso, a renúncia sempre deveria comportar a possibilidade de viver com intensidade o que Jesus afirmou: "Ninguém tira a minha vida, eu a dou livremente".

PALAVRAS DE CHICO XAVIER


Não acreditamos que criaturas humanas e comunidades humanas
 consigam ser felizes sem a idéia de Deus e sem respeito aos semelhantes.
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.

A parte e o todo

Reginaldo Villazón
O Holismo (do grego Holos = todo, inteiro), também chamado Teoria Holística ou Visão Holística, é um pensamento antigo que se moderniza e ganha força. Ele diz respeito às relações entre as partes e o todo. Suas idéias centrais são – "As partes existem onde existe um todo. Não existe um todo sem as partes. As partes são o todo. O todo é maior do que a soma das partes".
O filósofo grego Heráclito de Éfeso (535 a.C. – 475 a.C.) dizia – "A parte é diferente do todo, mas é o mesmo que o todo." Outro filósofo grego, Aristóteles (384 a.C. – 322 a.C.), referia-se ao corpo humano como um organismo total vivo. Imaginá-lo em partes – dizia – era imaginá-lo morto.
Nos Estados Unidos, em 1854, na famosa carta ao presidente do país, o chefe indígena Seattle escreveu – "Somos parte da terra e ela faz parte de nós. Os picos rochosos, os sulcos úmidos nas campinas, o calor do corpo do potro e o homem, todos pertencem à mesma família. A terra não pertence ao homem, o homem pertence à terra. Todas as coisas estão ligadas como o sangue que une uma família. Há uma ligação em tudo".
Em 1971, o físico alemão Werner Karl Eisenberg (1901 – 1976), ganhador do Prêmio Nobel de Física aos 31 anos, publicou o livro "A Parte e o Todo", no qual aponta o impacto das descobertas científicas, de forma holística, nas atividades da sociedade humana. É por isto que hoje o Holismo é aplicado em política, economia, saúde, educação, espiritualidade, ecologia, ética e outras atividades.
O grande problema do Holismo é que ele atribui responsabilidade ao indivíduo pelo que acontece com todos. Em outras palavras, o que acontece na cidade, no estado, no país e no mundo é responsabilidade de cada pessoa. Esta é uma situação que desagrada a maioria das pessoas.
Quando jovens de classe alta cometem crimes, os pais não assumem responsabilidade. Quando detentos que cometeram furtos aprendem a fazer assaltos à mão armada na prisão, as autoridades prisionais lavam as mãos. Quando meninas miseráveis se prostituem por dinheiro miúdo, os políticos ignoram. Quando a violência no trânsito mata inocentes, os motoristas afoitos continuam afoitos. Enfim, é confortável assistir os dramas alheios e pensar – "Eu não tenho nada com isso".
Se o Holismo é uma realidade universal, constatada por filósofos e cientistas, não há como fugir dessa realidade. Até os religiosos que acreditam num Deus que julga cada criatura como parte, fora do todo, terão que acreditar no Deus Holístico. E ninguém terá que carregar um peso enorme – maior do que pode suportar – por pensar e agir com responsabilidade perante a sociedade, o planeta e o universo. Basta que cada um se esforce em se comportar como um bom cidadão.
Não será tão difícil prestar mais atenção às responsabilidades na família, no trabalho, no comércio, no trânsito, no lazer. Cuidar mais da saúde, evitará sobrecarrega do sistema de saúde. Educar melhor os filhos, evitará que eles prejudiquem outras pessoas. Prestigiar os políticos ficha-limpa, evitará desvios do dinheiro público.
É bom saber que cada ação responsável – feita individualmente – está sendo somada a muitas outras ações responsáveis – isoladas na aparência – para dar um resultado total maior do que a soma.

Sovinice ou lucidez

Marta Sousa Costa
www.martasousacosta.com – martafscosta@gmail.com
 

Fui presenteada com um sabonete líquido, francês, daquele tipo que se coloca no banheiro social e as visitas também se regalam, sentindo o perfume que permanece nas mãos, após cada lavagem. Uma delícia. Durou muito o sabonete líquido, cerca de seis meses, imagino, embora o movimento intenso do tal banheiro, localizado no coração da casa. Lá pelas tantas, contudo, acabou a alegria, já que nada dura pra sempre, nem o melhor sabonete. Mas, como a gente se acostuma rápido demais com tudo que é bom e depois tem dificuldade para abdicar dos gostos assumidos, ponderei que bem podia adquirir outro vidro, às minhas custas, e assim fiz.
O final do terceiro vidro _ após outro tempão _ me pegou numa daquelas crises de sovinice ou consciência social, em que a gente acha um absurdo qualquer gasto que extrapole um pouco, e tomei a importante decisão de voltar aos produtos nacionais, líquidos em tons lindos de verde ou laranja, em recipientes plásticos ou de vidro, adquiridos em ótimas lojas, tudo politicamente correto.
Comprei o primeiro frasco do sabonete, o segundo, o terceiro, e me dei conta de que a pretensa economia não correspondia ao tempo em que o produto era consumido, porque a abertura era propositalmente programada para fornecer muito mais líquido do que o necessário. Ao contrário do meu maravilhoso sabonete francês, que fornecia apenas o suficiente, ao se sentir pressionado. E assim, cheia de razão e sem culpa na consciência, voltei ao que me dava prazer.
Mas tornei a pensar no assunto e me conscientizar dos consumistas hábitos nacionais, quando observei o desperdício do shampoo, que me presenteia com quantidade bem maior que a necessária, precisando desperdiçar o excesso, ainda que tente pressioná-lo o menos possível.
E não é só o shampoo: o hidratante corporal também exagera na quantia, mal é colocado em posição vertical, e eu que pensava passá-lo só nos braços, por falta de tempo para fazer o serviço completo, termino me sentindo na obrigação de passá-lo no corpo todo, por essa mania de não desperdiçar, recebida de meu pai.
Ridículo, sei, assunto tão banal nem merecia uma crônica. Mas aí o adoçante preferido se encontra em falta no mercado, experimento outro e, ao primeiro esguicho, brigo com ele, pois a quantidade exagerada, impossível de controlar, estraga o meu café, momento de prazer.
Penso nessa tal sustentabilidade com que todos se dizem preocupados, no dinheiro suado de tantos trabalhadores, deslumbrados com a possibilidade de acesso a bens com que antes nem sonhavam, como todo tipo de cosméticos. Produtos diversos escorrem pelas mãos, desperdiçados, enquanto milhares de frascos plásticos são consumidos sem necessidade, pois as reposições prometidas, por ocasião da primeira compra, estão sempre em falta.
Na Rio+20, ocorrida em junho de 2012, no Rio de Janeiro, milhares de pessoas de diversos países se declararam comprometidas com o desenvolvimento social. E entre os muitos propósitos estabelecidos, consta o item "Dar preferência para a compra de matéria-prima de empresas que também sigam os princípios da responsabilidade ambiental". Pena que essas empresas ainda sejam minoria, no país que se aventurou a sediar evento com pretensões tão significativas, e o consumidor se veja obrigado a fazer seus próprios testes. Pena que a benevolência natural do brasileiro, acostumado a ser passado para trás, propicie o receio de ser sovina ou chato, quando o sujeito deseja apenas não perder a lucidez.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Prefeitura e Unijales selam parceria e beneficiam alunos inscritos em programa de Bolsas de Estudos

A prefeitura de Jales, representada pelo chefe de gabinete da prefeita Eunice Mistilides Silva – Nice, Roberto Timpurim Berto e pelo contador André Wilson Neves da Silva e a Unijales, representada pela reitora Maria Christina Fuster Soler Bernardo e pelo diretor financeiro Alessandro Bassi firmaram uma parceria que vai beneficiar os alunos que se inscreveram para o programa de bolsas de estudo.
A Prefeitura vai atender 100% dos universitários que realizaram a inscrição na Secretaria Municipal de Educação, entre os dias 03 e 31 de janeiro desse ano, atendendo os requisitos da Lei Municipal. "A novidade é que vamos conceder 25% de bolsa de estudos para os alunos da Unijales que se inscreveram no programa de Bolsa de Estudos da Prefeitura e não mais 20%, como era concedido pela administração anterior", contou Timpurim.
Serão beneficiados alunos dos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Educação Física, Estética e Cosmética, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Pedagogia, Serviço Social e Sistemas de Informação. Para ser beneficiado o aluno precisa residir em Jales por mais de seis meses, não possuir diploma de curso superior, depender economicamente de pais, parentes ou tutores e não ter condições financeiras para custear os estudos, prestar serviços comunitários no município ou realizar a doação de uma cesta básica de alimentos, por ano, até o final de cada exercício financeiro.
"A prestação de serviços comunitários será de 30 horas anuais, preferencialmente aos sábados, domingos e feriados ou em qualquer outro dia em que o aluno possa prestá-lo, inclusive no contra turno escolar", enfatizou o chefe de gabinete da Prefeitura.
Para a reitora da Unijales "a parceria é fundamental para ajudar aqueles alunos que querem estudar, são esforçados, mas não tem condições financeiras de arcar com os custos de um curso superior. A Unijales é uma instituição que preza, dentro de nossas possibilidades, pela igualdade de oportunidades, por isso esse programa de Bolsa de Estudos da Prefeitura merece ser elogiado e seguido por outros municípios"

Prefeita Nice pede laudo para confirmar problemas no prédio da UPA

A prefeita Eunice Mistilides Silva – Nice, solicitou da empresa ENGERB – Construções e Incorporações Ltda, providências a serem tomadas em função de problemas encontrados nas instalações físicas da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dr. Satoru Yamada.
De acordo com o coordenador administrativo do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região de Jales – Consirj, Luiz Henrique Viotto, o Macetão, "assim que assumiu a presidência do consórcio, a prefeita Nice determinou que fossem averiguadas todas as falhas na estrutura física do prédio da UPA para que fossem tomadas as devidas providências objetivando solucioná-las".
Segundo a notificação assinada pelo secretário municipal de Obras, Serviços Públicos e Habitação, Oswaldo Polízio Junior, o local apresenta diversas rachaduras, além de ter sofrido interdição dos sanitários públicos na sala de espera dos pacientes. "Temos fotografias que comprovam problemas de umidade na sala de espera, trincas na parede da referida sala, destacamento do prédio do banheiro com o corpo principal do prédio, trincas de mais de 1 centímetro de largura na parede do hall dos banheiros públicos na sala de espera, trincas nas paredes e destacamento da laje do corpo do prédio, trincas em diversas paredes da área externa, além de várias partes da calçada lateral do prédio destacada da parede", listou o engenheiro.
"A direção da Upa notificou verbalmente a empresa responsável pela obra de construção da UPA para que realizasse uma vistoria em conjunto com a Prefeitura Municipal, para poder realizar as obras de adequação. Com o agravamento da situação, que coloca em risco a vida dos usuários, foi necessário notificar por escrito a ENGERB, o que resultou em uma aceleração do processo de verificação, que ocorreu no dia 19, Agora, estamos aguardando a conclusão de um laudo para decidirmos os procedimentos técnicos adequados para realizarmos as reformas", disse Macetão.
È importante ressaltar que o problema estrutural no prédio da UPA é antigo. "Antes mesmo de o prédio ser entregue para a antiga administração municipal, ou seja, antes mesmo de sua inauguração, precisou passar por reformas e adequações em função de rachaduras e trincas apresentadas em suas paredes internas e externas".
A prefeita Nice disse que sabe das dificuldades que precisará enfrentar para solucionar os problemas, "mas não adianta ficar reclamando, temos que arregaçar as mangas e encontrarmos as soluções, principalmente para os problemas emergenciais".

Exames de Mamografia voltam a ser realizados no antigo Pronto Socorro

O coordenador administrativo do Consirj, Luiz Henrique Viotto mostra o
mamógrafo que já está à disposição da população no local onde
funcionava o antigo Pronto Socorro
Desde que assumiu a Prefeitura de Jales, Eunice Mistilides Silva – Nice tem trabalhado incansavelmente na busca por melhorias que garantam benefícios para a população e o setor da saúde tem sido prioridade para a prefeita. Prova disso é que na última semana, após uma paralisação de três meses, exames de mamografia voltaram a ser realizados onde funcionava o antigo Pronto Socorro.
De acordo com o coordenador administrativo do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região de Jales – Consirj, Luiz Henrique Viotto, o Macetão, a prefeita tem dado total apoio para fazer da saúde uma bandeira de sua administração. Segundo Macetão, no prédio do antigo Pronto Socorro será instalado o Centro de Diagnóstico por Imagem do Consirj, que oferecerá, além de Mamografia, exames de ressonância, tomografias e exames laboratoriais.
A diretora de divisão do setor de Saúde, Silvia Maria Alves contou que estão sendo feitas uma média de 15 mamografias por dia. "A administração anterior tentou levar nosso Mamógrafo para o ARE, mas o sistema de energia elétrica daquele prédio não suportou e ficamos três meses com o equipamento parado. Graças à ação da prefeita Nice, voltamos a realizar os exames que podem salvar vidas, caso a doença seja descoberta precocemente".
Segundo a coordenadora, um número maior de consultas poderia ser realizado no local, mas muitas mulheres, optam por fazê-los no AME. "Talvez isso ocorra porque as mulheres ainda não sabem que oferecemos aqui a mesma qualidade, atendimento humanizado e rápido que o Ambulatório Médico de Especialidades oferece". No futuro Centro de Diagnóstico por Imagem do Consirj, o exame de mamografia é realizado gratuitamente, através do Sistema Único de Saúde – SUS e atende mulheres de Jales e de outros 16 municípios da região.
"Estamos implantando o Sistema de Acolhimento e Humanização aos usuários do SUS, de acordo com o Plano Nacional de Humanização de Atendimento do Ministério da Saúde. Espero que com esse retorno das atividades dos exames de mamografia a fila de espera gerada pela paralisação dos serviços causada pela administração passada, possa ser solucionada de vez", finalizou o coordenador administrativo do Consirj, Macetão.
Mais informações sobre Mamografias podem ser obtidas pelo telefone (17) 3622 3030) ou no endereço Avenida Industrial, nº 2551, Jardim Trianon – Jales.

Recém-formado pelo UNIFEB é aprovado em curso de odontologia oncológica do HC de Barretos

Graduado em odontologia no final de 2012, pelo Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (UNIFEB), William Eduardo Pirola (foto), integra o seleto grupo aprovado no curso de especialização Lato Sensu do Programa de Residência na Área de Odontologia Oncológica oferecido pelo Hospital de Câncer de Barretos, através de seu Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP).
O coordenador do curso de Odontologia do UNIFEB – Fabiano de Sant’Ana dos Santos, destaca que o cirurgião dentista William Eduardo Pirola, que está entre os quatro dentistas aprovados, sempre foi dedicado. "Estagiou nas clínicas de odontologia da instituição, na clínica do Hospital de Câncer e também no Centro de Especialidades Odontológicas", afirmou. William Pirola informou que pretende dar continuidade na área de oncologia, "sempre tive interesse pelo diagnóstico desde os primeiros semestres da graduação, mas ver de perto a rotina do clínico desta área, durante o estágio, foi decisivo para minha escolha", afirmou o ex-aluno do UNIFEB. O curso inicia-se em março e tem duração de 2 anos.

Parceria com a Acij traz Sebrae Visita para Jales

O presidente da Acij, Alexandre Rensi, recebeu a visita dos representantes
do Escritório do Sebrae em Votuporanga

A partir do dia 12 de março, equipes do Sebrae estarão visitando as empresas de Jales levando informações e orientação através do programa Sebrae Visita. O objetivo é fazer contato direto com os empresários e orientá-los quanto a questões do dia a dia da pequena empresa, incentivando a melhoria nos resultados dos empreendimentos.
Uma parceria para o desenvolvimento do programa em Jales foi firmada com a Associação Comercial e Industrial, durante visita do novo gerente regional do escritório do Sebrae em Votuporanga, Sérgio Ricardo Gromik, no último dia 20.
Sérgio veio acompanhado dos gestores Luciano Solimar Impastaro e Guilherme Gustavo Lui, quando ficou acertado que na primeira etapa as visitas começarão pelo centro da cidade, incluindo a Avenida Francisco Jalles e seguindo pelas ruas 9 e 11.
O presidente da Acij, Alexandre Rensi, disse que durante o encontro também foi discutida a possibilidade de reativação do PAE – Posto de Atendimento ao Empreendedor. Como depende de uma parceria com o município, o assunto foi levado pelo Sebrae à prefeita Eunice Mistilides que segundo Rensi mostrou bastante interesse em contribuir para que Jales possa contar novamente com este importante serviço.
Rensi aproveitou a visita para também incluir algumas palestras de interesse dos empresários cujos temas e datas deverão ser definidos nos próximos dias. 

Barretense é jurado da Associação Brasileira de Criadores de Zebu

Professor Marcio Martins e o ex-aluno Ricardo
(foto Nivaldo Júnior)
Graduado em zootecnia pelo Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (UNIFEB), Ricardo Rivas é o mais recente jurado efetivo do Colégio de Jurados das Raças Zebuínas da Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ).
Formado em 2011, Ricardo Rivas começa a colher frutos de sua dedicação. Ainda na faculdade, o zootecnista participou de curso da associação para aprender noções e técnicas para julgamento de Zebu. Antes de se efetivar, Ricardo atuou como auxiliar de jurado na ABCZ, tendo acompanhado 15 exposições durante 2012. A Expoinel – Exposição da raça Nelore, realizada em Campo Grande - MS,  ExpoBrahman  - Exposição Internacional da Raça Brahman e  ExpoZebu – Exposição Internacional de Gado Zebu realizada em Uberaba - MG, são as principais já auxiliadas pelo zootecnista barretense.
Ricardo, que faz questão de compartilhar as conquistas com professores do UNIFEB, conta que a Associação tem cerca de 500 jurados atuando no Brasil e também em outros países como México, Colombia, Venezuela e Bolívia. O calendário de exposições vai de março a novembro. Para o professor de zootecnia do UNIFEB – Márcio Martins Ferreira, que acompanha a vida profissional de muitos alunos que passaram pela instituição, o sucesso profissional é um dos retornos da dedicação do aluno em sua rotina acadêmica. “Com menos de 10 anos de existência do curso já conseguimos conquistas mensuráveis. Temos ex-alunos com importante atuação em todo o Brasil”, afirmou.
Além de compor o Colégio de Jurados da ABCZ, Ricardo tem empresa especializada em assessoria e consultoria na área e também está em fase de treinamento para se credenciar, como consultor, da Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores que realiza trabalho na área de melhoramento genético em todo o país (ANCP). Saiba mais sobre o curso de zootecnia do UNIFEB na página: http://www.unifeb.edu.br/.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Vereadores vão discutir projeto que pede crédito de R$ 2,3 milhões para a Facip

Membros da Comissão Organziadora reunidos
 com a presidenta Pérola Cardoso
O presidente da Comissão Organizadora da 44ª Feira Agrícola, Comercial, Industrial e Pecuária – Facip de Jales, vice-prefeito Pedro Manoel Callado Moraes (PSDB), juntamente com demais dirigentes, vice-presidente Facip, João Nogueira, o tesoureiro da Comissão, Roberto Timpurim Berto, 1º secretário Adriano Lisboa Domênicis, 2º secretário Renato Luis de Lima Silva e o contador da prefeitura André Wilson Neves da Silva., estiveram reunidos nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, com a presidenta da Mesa Diretora da Câmara Municipal, Pérola Maria Fonseca Cardoso (PT) e o vereador Rivail Rodrigues Júnior (PSB).
O encontro ocorreu na Sala de Reuniões "Jairo de Mattos Azevedo", no prédio do legislativo municipal.
O presidente da Facip e demais membros da Comissão, foram apresentar projeto de lei assinado pela prefeita Nice Mistilides, que solicita a abertura de crédito adicional no valor de R$ 2.300.000, 00.
A Comissão Organizadora esclareceu à presidenta Pérola Cardoso e ao vereador Júnior Rodrigues, que esse valor será utilizado para a realização da Facip 2013 que será realizada em abril e está com a sua grade de shows contratada, cuja compensação será feita com a receita da Facip.
Segundo a assessoria de imprensa da Câmara Municipal, os vereadores iriam se reunir para analisar o Projeto de Lei quando então tomará as devida providências. O PL terá que receber parecer da Comissão de Constituição, Justiça, Redação e Legislação Participativa, formada pelo vereador Gilberto Alexandre de Moraes (DEM) presidente, Sérgio Nishimoto (PTB) vice-presidente e Luis Fernando Rosalino (PT) relator.
O Projeto de Lei deverá entrar na pauta dos trabalhos camarários na sessão ordinária de segunda-feira, 25 de fevereiro.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Contran rejeita proposta de blitz educativa para motofretista e mototaxista em todo o país

Em reunião realizada nesta quarta-feira (20), em Brasília, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), ligado ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), do Ministério das Cidades, rejeitou a proposta de realizar ações educativas para motofretistas e mototaxistas, em todo o país.
A sugestão havia sido feita pela Associação Nacional dos Detrans (AND), no último dia 5. Pela proposta, cada Detran faria blitze educativas por um período máximo de 12 meses, adaptável à realidade de cada Estado.
"Tínhamos boas expectativas com relação a essa reunião do Contran. Infelizmente, a decisão tomada desconsidera a realidade dos Estados e as dificuldades dos profissionais, com os quais somos solidários. Vamos nos reunir, nos próximos dias, com outros órgãos do Governo do Estado para discutir a situação", disse o diretor-presidente do Detran.SP, Daniel Annenberg.
De acordo com a Resolução 410 do Contran, válida para todo o país, quem utiliza motocicleta para fins profissionais deve adequar o veículo, acrescentando equipamentos como antena corta-pipa, protetor de pernas e motor, faixas refletivas no capacete, entre outros itens. Os condutores também precisam usar colete com faixas refletivas e fazer curso especializado.
Quando a fiscalização punitiva começar, os profissionais que não cumprirem as novas regras estarão sujeitos às penalidades e às medidas administrativas previstas nos artigos 230, 231, 232 e 244 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), entre as quais multa no valor de R$ 191,54, apreensão da motocicleta e até mesmo a suspensão da CNH, dependendo da infração cometida.
Capacitação
– Para incentivar a regularização dos condutores, o Governo do Estado de São Paulo, por meio do Detran.SP, disponibilizou 20 mil vagas gratuitas para os cursos especializados de motofrete e mototáxi, no ano passado. Neste mês, mais 5 mil vagas gratuitas foram oferecidas na rede Sest/Senat. Outras 20 mil devem ser disponibilizadas em breve. No total, mais de 23 mil motofretistas e 5,5 mil mototaxistas realizaram o curso no Estado.
A capacitação para motofrete é oferecida no Estado por 24 unidades do Sest/Senat, 21 Centros de Formação de Condutores (CFCs) e instituições, credenciadas pelo Detran.SP, além das prefeituras de Franca e São Paulo. Para mototaxista, são 11 unidades do Sest/Senat e 18 CFCs e instituições, além da prefeitura de Franca. Os endereços dos estabelecimentos estão disponíveis no portal
www.detran.sp.gov.br , na área de Educação para o Trânsito.O curso tem duração de 30 horas, sendo 25 de aulas teóricas e 5 de atividades práticas. A estrutura curricular abrange temas relacionados à ética, cidadania, segurança, saúde, transporte de cargas e risco sobre duas rodas, entre outros.