Páginas

sábado, 12 de janeiro de 2013

Leia a coluna Folha Geral

Voltará
Provisoriamente quem responde pela Secretaria Municipal de Saúde, é a enfermeira e chefe de gabinete Celma Crepaldi. A nomeação ocorreu porque a atual secretária, Nilva Gomes, está se ausentando para resolver o problema de afastamento do cargo que exercia da secretaria estadual de Saúde. Nilva deve retornar até o fim da próxima semana.
Fim do vicio
Onze dias após a posse, a prefeita Nice está sofrendo duras criticas de seus adversários como conduziu a formação de seu secretariado e o imbroglio ainda não resolvido que é a complementação de todos os cargos de livre nomeação. Dizem que a prefeita está se desgastando politicamente. Nice fez uma escolha pessoal ao anunciar no dia da posse seus assessores e em que ela confia, tentando eliminar o círculo vicioso.
Deles
As críticas mais duras contra a prefeita Nice partem daqueles que tinham parentes na administração pública ocupando cargos de livre nomeação e tiveram que colocá-los à disposição e não foram reaproveitados. Falam até que o time da prefeita pede opinião aos petistas para resolver alguns assuntos internos..
Esperar
A prefeita Nice vai ter que nos próximos 60 dias definitivamente colocar a casa em ordem e apagar todos e qualquer princípio de incêndio que possa vir ocorrer para não dar margem a oposição, que está dizendo que vai aguardar os 100 dias iniciais da administração Nice para depois ver como irá entrar em campo. Geralmente os adversários dão esse prazo para aquele que assumiu, arrumar a casa. A partir daí, com o sem casa em ordem, provavelmente vão colocar o bloco na rua.
Beichinho
Sabe-se que no ninho tucano há uma frustração pela ausência de nomes do partido no secretariado, mesmo tendo, disseram, havido convites. Comentou-se durante a semana que o presidente do PSDB de Jales, Carlos Roberto Cardoso da Silva seria chamado para assumir uma secretária municipal, fato ainda não confirmado.
Acordo
Os cinco cargos de confiança na Câmara Municipal de Jales foram divididos entre o PT e DEM. Os assessores Parlamentar e o de Imprensa ficam o DEM. O PT que fez a presidência da Casa indicou os assessores Jurídico, Especial do Legislativo, e Geral. O PSB pelo jeito não indicou ninguém. Foi para a eleição rachado.
Domínio
No botequim da vila, as raposas concluíram que os seis vereadores que elegeram Pérola Cardoso à presidência, assumiram um pacto (até quanto não se sabe) para dominar a Mesa Diretora da Câmara até 2.016 quando da eleição municipal. Segundo eles, se o pacto não for quebrado, 2.014 Tiquinho será eleito presidente podendo ser reeleito em 2015. Em 2016, ano eleitoral fica aberto para Gilbertão ou o retorno de Pérola. A questão é o total de votos recebidos nas urnas. André Viotto e Claudir de um lado. Do outro lado Tiquinho, Gilbertão e Pérola.
Acomodação
E lá no botequim falou-se também de um possível acordo entre os vereadores que são a maioria absoluta para a criação de cargos no Legislativo para acomodar egressos da administração petista e, um deles que já estaria sendo encaixado é o ex-chefe de Gabinete do Poder Executivo, Léo Huber. Até o suplente Deley (DEM) 676 votos está sendo falado para um cargo.
Contra
Depois de um discurso constrangedor na cerimônia de posse, o PT quer colocar seus representantes em cargos onde venham a influenciar politicamente em oposição a prefeita Nice. Os comentários dão conta que o eleitor já está ficando de orelha em pé com esses diz que me diz sobre acordos no legislativo que já se fala por toda a cidade. Vai dar descrença.
Expectativa
Dos esportistas do município gira em torno do possível convite ao professor José Antonio de Carvalho para assumir a Secretaria Municipal de Esportes, Turismo e Cultura (SMET). Tanto Zé Antonio como Wilter que tanto se disse sobre a sua nomeação, são dignos da confiança dos esportistas, independentemente de cor partidária. Ah, também os dedos dos esportistas estão cruzados pela indicação de José Roberto da Rocha, o "Porquinho" como Chefe de Gabinete da SMECT, que é merecidíssimo.
Alterar
O vereador Luiz Fernando Rosalino (PT) deveria requerer ao Poder Executivo um estudo para corrigir a grosteca sinalização de trânsito referente ao retorno de veículos em uma das aberturas na ilha da avenida João Amadeu entre as ruas 17 e a 19, próximo ao semáforo. A conversão ali está perigosa. Se algo grave acontecer, a prefeitura será a responsável.
Outro tempos
O pessoal do botequim da vila é de opinião que a prefeita Nice não deve se preocupar com a Facip. Deve sim entregar a realização da festa para uma empresa ou terceiros e deixar que eles promovam o espetáculo. O povo não aguenta é ver a Prefeitura injetar dinheiro num imóvel que não pertence mais ao município. Cidades a partir do nível da de Jales passaram ou estão passando a realização desse tipo de festa para a iniciativa privada.
Elefante branco
Como é o caso do Estádio Municipal Dr. Roberto do Valle Rollemberg, um "elefante branco" que se for passar por uma reforma o município gastará muito dinheiro. Dinheiro esse que pode ser usado em outros setores muito mais necessitados. Infelizmente, meia dúzia de pessoas influenciam muito mais por interesse pessoal do que aqueles que visam o coletivo.
Baixa
A primeira baixa na assessoria da prefeita Nice foi a secretaria municipal de Educação, professora Sônia Maria Scatena Frassato. Fala-se também que o professor Roberto Timpurin Berto, analisa sua situação profissional para continuar ou não no Gabinete.

Deputado Itamar Borges recebido em Urânia pelo prefeito Saracuza

O deputado estadual Itamar Borges (PMDB), cumpriu agenda nesta terça-feira, 8 de janeiro, em Urânia, sendo recebido pelo prefeito Airton Saracuza (PP), o vice-prefeito Vicente Christiano Neto (PMDB), secretários municipais, vereadores e correligionários no Gabinete do Executivo Municipal.
Itamar Borges que é presidente da Comissão de Atividades Econômicas na ALESP, conquistou vários benefícios para o município de Urânia, durante a reunião se colocou à disposição do prefeito Saracuza e do vice Christiano Neto para encaminhar todas as ações necessárias em benefício da população uraniense.
"Estou aqui para prestar contas das minhas atividades, fortalecer a relação com Urânia e reafirmar a minha vontade de ser um autêntico representante na defesa dos interesses desta comunidade", frisou.
Por sua vez, o prefeito Saracuza ressaltou que "a presença do deputado Itamar reafirma seu compromisso com o desenvolvimento do nosso município. Ele que sempre esteve ativo na defesa dos projetos para Urânia, e agora mais uma vez aqui está, reafirmando seu compromisso em nos apoiar nas esferas estadual e federal para defender os interesses que irão ajudar no desenvolvimento de nosso município", afirmou.

Professora do Anglo de Jales é aprovada em Mestrado de UFMS

A professora do Colégio XV de Abril-Anglo Jales, Eliana Menossi da Silva Floriano (foto), acaba de ser aprovada no seu mestrado na Fundação Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, na cidade de Três Lagoas.
O projeto teve como tema "O estudo do urbano e das relações campo-cidade no currículo de Geografia do Estado de São Paulo", terá como linha de pesquisa, Dinâmicas Territoriais na cidade e no campo. Eliana será orientada pelo professor Dr. Sedeval Nardoque.
O presente trabalho propõe o desenvolvimento de um estudo da cidade, do urbano, bem como das relações que se estabelecem entre campo-cidade, no âmbito da disciplina de Geografia e seus impactos nas práticas pedagógicas e formação da consciência espacial do aluno.
No Colégio Anglo de Jales a professora desenvolve um excelente trabalho ministrando aulas de Geografia, do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

Aniversário


Mariana Soler Bernardo
, festejando o aniversário hoje, 12 de janeiro. Ela é filha de Maria Christina Fuster Soler Bernardo e Alcebíades Bernardo

Nice participa de cerimônia de posse da nova diretoria da Associação Anti Alcoólica de Jales

A prefeita Nice Mistilides (foto), participou no sábado, 5 de janeiro, da cerimônia de posse da nova diretoria da Associação Anti Alcoólica de Jales (AAA), realizada na sede da entidade.
Foram eleitos e empossados o presidente Aparecido Avéqui, a vice-presidente Maria de Lourdes Souza Silva, o secretário Oliveira Bedette e o tesoureiro José Belmiro Alexandre.
O trabalho da Associação tem como propósito o combate e prevenção ao alcoolismo, minimizando ao máximo os estragos causados a toda a família e amigos de quem sofre desse mal. De acordo com o presidente, Aparecido Avéqui, é importante lembrar que a AAA. não é contra quem fabrica, quem usa ou transporta a bebida alcoólica, mas a favor de quem deixa de beber. "A Associação Anti Alcoólica é um grupo de homens e mulheres de pé, levantando os que caem, porque caídos um dia já foram", sintetizou Aparecido.
Em Jales, a A.A.A. foi fundada em 28 de agosto de 1980. Toda diretoria da casa é composta por ex-alcoólatras que trabalham em equipe, com foco em dar suporte aos que se propõem serem ajudados, apoiando não somente o alcoólatra, mas toda a sua família. "Seguido disto, o trabalho e métodos a serem tomados a partir desta minha 6º presidência é convidar cada vez mais pessoas que possui ou não a doença do álcool, ou que conheça alguém com o problema, para frequentarem as reuniões semanais, além de realizarmos visitas nas residências dos mesmos, quando solicitado pela própria família", explicou Avéqui.
As reuniões do grupo acontecem aos sábados, sempre das 20 às 22 horas, na sede da Associação, instalada na Avenida Francisco Jalles, nº 2838. "Iremos sempre em busca de apoio ao grupo nos órgãos públicos e privados para nos auxiliarem neste trabalho que é de suma importância para toda população, assim como tivemos um grande apoio de várias instituições e pessoas, tais como o Fórum de Jales, a Prefeitura e Câmara Municipal e, em particular, da própria Eunice Mistilides e do Dr. Pedro Callado, antes mesmo de serem eleitos prefeita e vice-prefeito de Jales", finalizou.

Baile da Terceira Idade no CIEVI

Acontece na noite deste sábado, dia 12 de janeiro, o primeiro baile da Terceira Idade de 2013. O evento será realizado na sede do CIEVI – Centro Integrado Esportivo de Valorização do Idoso.
O baile, que tem início às 21h30m e termina às 2h30m, terá animação da banda Estrela 7 Super Som. A entrada para os associados é gratuita e será cobrado ingresso no valor de R$ 5 para os não associados do CIEVI.
De acordo com a servidora do CIEVI, Maria Odete, tradicionalmente, o Baile da Terceira Idade acontece todos os sábados, sempre com a animação de uma banda ou atração diferente para garantir momentos de descontração, entretenimento e lazer ao público que tanto já contribuiu para o crescimento e desenvolvimento do município.
O Centro Integrado Esportivo de Valorização do Idoso foi inaugurado em outubro de 2012 e está instalado na Rua Montana, nº 670, no Jardim Estados Unidos.

Élida Barison é a nova Gestora do Anglo de Jales

A mantenedora do Colégio Anglo de Jales, Maria Christina Fuster
Soler Bernardo (d) recebeu a nova Gestora , Élida Barison
Professora aposentada, Élida Maria Barison da Silva, a dona Élida, como é carinhosamente chamada, é um nome expressivo e referência local e regional em excelência na educação, com anos de experiência como professora na rede pública e particular, diretora e secretária municipal de Educação em Jales por 8 anos.
Formada em Pedagogia, Mestre em História Social pela Universidade Federal de Uberlândia (MG), Élida tem uma intensa relação com o Anglo e com a Unijales, já que foi professora de História até o ano de 2010.
Na vida social, Élida Barison é muito bem relacionada, admirada e respeitada pelo excelente trabalho que desenvolveu até os dias de hoje. Dona Élida é casada com Realindo Soares da Silva e mãe de Patrícia Barison da Silva.
O Colégio Anglo de Jales tinha como Diretora, Maria Aparecida Caselli Iglesias Freitas, que também realizou um trabalho de excelência no tempo em que esteve à frente da diretoria da Escola. Dona Cidinha, assim como é conhecida, deixou o cargo por motivos de saúde.

Aluna da Unijales apresenta TCC inovador e é convidada para o Mestrado da UNESP


Comprovando a excelência do ensino oferecido a população de Jales e região, a Unijales se revela a cada dia nos inúmeros méritos alcançados pelos alunos da Instituição.
Prova disso é a recém-formada em Sistemas de Informação, Rogéria Aliani que no final de 2012 apresentou sua defesa de Trabalho de Conclusão de Curso com o tema "Utilização de dispositivos embarcados Tablets para monitoramento e controle dos Transdutores Inteligentes aplicados na Automação Residencial".
O trabalho consiste na automação de residências através de um sistema capaz de controlar e monitorar transdutores como lâmpadas, sensor de movimento, motor de portão eletrônico, bem como aqueles conectados Às tomadas, utilizando tablets/smartphones, de qualquer lugar em que o usuário esteja com acesso à internet.
Encerrada a defesa, procedeu-se a avaliação e o julgamento feito pelo orientador Professor Dr. Tércio Alberto dos Santos Filho, pelo Professor Dr. Alexandre César Rodrigues da Silva, da UNESP de Ilha Solteira e pelo Professor Mestre Cristiano Pires Martins que aprovaram a aluna com nota 10 e consideraram o trabalho inovador e eficiente.
Além dos elogios e do reconhecimento, a aluna Rogéria foi convidada pelo examinador, o Dr. Alexandre César Rodrigues da Silva a ingressar no mestrado oferecido pela UNESP.
"Esse trabalho é resultado da reconhecida preparação proporcionada pela Unijales, da ajuda fundamental do meu orientador e do meu grande esforço pessoal", afirmou a nova profissional de Sistemas de Informação.

Ficcap comemora 40 anos e grade de shows é anunciada


Em comemoração aos 40 anos da realização da Feira Industrial Comercial Cultural e Agropecuária – Ficcap e há quase 6 meses para o início da festa, o presidente Alcides Fernandes anuncia a tão esperada grade de shows.
A 40º Ficcap acontecerá entre os dias 22 e 30 de junho, que terá este ano dois shows pagos. Serão 7 dias de festa com portões abertos. Segundo o presidente da Festa, "a expectativa é enorme, estamos ansiosos para a realização desta grande festa do interior paulista", disse Alcides.
No sábado (22), Rick e Renner, no domingo (23), Luan Santana que será show pago, quarta-feira (26), Fernando e Sorocaba que também será pago, quinta-feira (27), Marcos Paulo e Rulian, sexta-feira (28), Rio Negro e Solimões e sábado (29), Cristiano Araújo.

Bloco Farra traz mistura de estilos musicais para atrair público em Santa Fé do Sul

Santa Fé do Sul vai receber pelo segundo ano consecutivo a edição do Bloco Farra, Carnaval indoor realizado no Parque de Exposições da Feira Industrial, Comercial, Cultural e Agropecuária (FICCAP). A festa será marcada pela mistura de ritmos musicais como sertanejo, axé e música eletrônica e acontece de 8 a 12 de fevereiro.
A estimativa é de que cerca de seis mil pessoas se divirtam ao som do sertanejo universitário de Jorge & Mateus, Gusttavo Lima e Zé Neto e Cristiano; com o axé do cantor Peixe, Batom na Cueca, Tati Romero e ainda música eletrônica com Projeto Saxen e Projeto Lumiére.
Estrutura
- O evento é formatado nos moldes de micareta com circuito indoor. Os artistas se apresentam no trio elétrico Bordoada, ladeado pelos foliões.

A estrutura foi desenvolvida com um único ambiente onde o público terá acesso a praça de alimentação, bares e as unidades de pronto atendimento médico. A festa acontece numa área com capacidade para abrigar até sete mil pessoas e possui um estacionamento capaz de receber até dez mil carros.
Atrações musicais
Jorge & Mateus – A primeira noite do Bloco Farra (sexta-feira, 8) vai começar ao som dos sucessos de Jorge & Mateus, que pela primeira vez se apresentam no interior do Estado de São Paulo durante o Carnaval e prometem energia positiva e muita animação para embalar o público para os próximos dias da festa.
Peixe
– Quem comanda a segunda noite do Bloco Farra (sábado, 9) é Alexandre Peixe trazendo os clássicos da Bahia para Santa Fé do Sul. Ele, que também é compositor, traz para a festa um repertório pra lá de animado.
Zé Neto & Cristiano
– Os rio-pretenses são a promessa do sertanejo no interior paulista. Os jovens, que estão no início de carreira, acabam de lançar uma nova música de trabalho "Tem que ter pegada". Mesmo no começo, a dupla já gravou hits com grandes nomes do sertanejo. Humberto & Ronaldo fazem participação especial em duas músicas dos garotos: "Pra não te perder" e "Love Louco". A dupla também se apresenta no sábado, dia 9.
Gusttavo Lima
– O cantor se apresentou na primeira edição do Bloco Farra em 2012 e agradou o público. Neste ano, desembarca na festa para levantar os foliões do chão com os sucessos do momento "Gatinha Assanhada", "As mina Pira" e os clássicos "Balada Boa" e "60 segundos". Ele comanda o trio elétrico no domingo, 8, para não deixar o público perder o animo.
Batom na Cueca
– No quarto dia de show (segunda-feira,11) a banda Batom na Cueca, formada pelo vocalista Mamê e os percussionistas Maroca, Adib e Darlan vão fazer farra com os foliões. Os hits da banda são conhecidos pelos axezeiros de plantão, que vão abrir o corredor e se divertir muito antes de se despedir da festa.
Tati Romero
A cantora também retorna ao Bloco Farra para repetir a dose de sucesso e animar o público com o melhor do axé. Ela encerra o ciclo de apresentações na terça-feira, 12, convidando os foliões para o Carnaval de 2014.Ingressos – Os ingressos já estão sendo vendidos nos pontos de vendas autorizados em Jales e pelo site Banca do Ingresso. O passe livre dá direito aos cinco dias de festa, com sistema open bar.

Consumidora de Jales ganha o Fiat Uno 0 km da promoção de Natal da ACIJ

No sorteio realizado pela Associação Comercial e Industrial de Jales na promoção "Acij e você! Natal de emoções pra valer!" Oquesias Cristina da Silva, de Jales, ganhou o Fiat Uno 0 Km
O sorteio, realizado no sábado, 5 de janeiro, na praça João Mariano de Freitas, foi o quinto da série. Além do carro foram sorteados, nas quatro semanas anteriores, outros oito prêmios: duas TVs de 40 polegadas, dois tabletes e quatro vale-compras de R$ 1.000,00 cada.
O presidente da Acij e do Sindicato do Comércio Varejista, Alexandre Rensi, disse que tanto o comércio quanto os consumidores "foram os grandes beneficiados com mais esta promoção, pois nada menos do que 120 mil cupons foram trocados nas lojas o que mostra o interesse da população em participar de eventos como este com o sorteio de nove prêmios, sendo um carro zero quilômetro no final".
Rensi lembrou que essa motivação, tanto do comerciante, adquirindo os cupons para serem distribuídos como brindes para os seus clientes, quanto do consumidor que procura participar, atraído pelos prêmios, é fundamental para o sucesso das promoções realizadas pela Acij.
É com esse resultado positivo que a comissão de promoções da Acij, formada por comerciantes do varejo, já começa a pensar no próximo evento, voltado para o Dia das Mães. Uma reunião está marcada para o início de fevereiro quando deverão ser definidos os prêmios a serem sorteados.
Também é importante destacar a transparência com que são realizados os sorteios, sempre em praça pública, com a presença dos lojistas e dos consumidores, fazendo com que as promoções da Acij ganhem também em credibilidade, como destacou seu presidente.

EDITAIS DE PROCLAMAS

Ademir de Mattis
, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
JOÃO CARLOS DA SILVA e MARILENE FASOLO. ELE,
natural de Araraquara, deste Estado, nascido aos 06 de agosto de 1.954, pedreiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Joaquim Pereira da Silva e de Adaida Ricardo da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 06 de dezembro de 1.958, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Fasolo e de Elza Sangalli Fasolo.
NATANAEL DO AMARAL e ISETE FERREIRA. ELE,
natural de Pereira Barreto, deste Estado, nascido aos 07 de novembro de 1.966, carpinteiro, viúvo, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonia Claudia do Amaral. ELA, natural de Palmeira D´Oeste, deste Estado, nascida ao 1º de setembro de 1.966, do lar, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Manoel Ferreira Sobrinho e de Antonia Ribeiro da Silva.
THIAGO PIRES DE SOUZA DA SILVEIRA e CLÁUDIA MARQUES. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 18 de setembro de 1.987, motorista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Dagoberto Aparecido da Silveira e de Rosana Pires de Souza. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 03 de março de 1.988, vendedora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Claudio Marques e de Luciane Torres Marques.
ELEANDRO DOS SANTOS PEREIRA e DÉBORA POLIANA RODRIGUES GARCIA. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 06 de janeiro de 1.990, servente de pedreiro, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Pedro dos Santos Pereira e de Helena Aparecida Simplício. ELA, natural de São José dos Campos, deste Estado, nascida aos 20 de maio de 1.996, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Osmar Garcia e de Mara Rosane da Silva Garcia.
BRUNO RIBEIRO DE LIMA e TAMIRES DA SILVA GERALDO. ELE
, natural de Joanópolis, deste Estado, nascido aos 10 de julho de 1.991, eletricista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Mauricio Ribeiro de Lima e de Silmara Meirinho Ribeiro de Lima. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 15 de maio de 1.987, vendedora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Divaldo Geraldo e de Maria das Dores da Silva Geraldo.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial

Em Urânia, galhos triturados viram adubação verde

Com o objetivo de atender a diretriz "Lixo Mínimo" do Programa Município Verde/Azul e t
ambém utilizar o material resultante da trituração dos galhos, para distribuir aos produtores rurais que utilizarão para a adubação verde, compostagem e cobertura para segurar por mais tempo a umidade no solo, foi realizado na terça-feira, 8 de janeiro, em Urânia, o treinamento de manejo e manutenção do Triturador de Galhos, recebido da Secretaria de Estado do Meio Ambiente.
O treinamento com duração de 3 horas, foi ministrado por Jorge Ramon Saavedra Martinez, funcionário da Engemac – Engenharia, Indústria e Comercio Ltda, fornecedora do equipamento, com a participação dos funcionários Fabiano Aparecido Soares, José Aurélio S. Nogueira e Santo Pereira.
Segundo explicou Rúbens Shigueki Nishi, do Departamento Municipal de Agronegócios e Meio Ambiente, da Prefeitura de Urânia, o profissional após executar o serviço de poda em árvore, transporta os galhos até o Aterro Sanitário, e ali o Triturador aclopado ao um trator MF 275, manuseado pela equipe da Prefeitura treinada para esse fim, executa a trituração.
Ele explicou que o triturador ajudará muito na redução do volume obtido com as podas, "e, mais importante, vamos transformar esses galhos em adubo verde para nossas áreas públicas e famílias rurais".

Verão e Suor:

saiba como evitar problemas
A época mais quente do ano, o verão, exige cuidados especiais com a pele. O suor se intensifica em razão das altas temperaturas e pode ser um tormento para muita gente.
"O suor serve para manter a temperatura constante do corpo", explica a médica dermatologista Christiana Blattner, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Através do suor, em dias muito quentes, chegamos a eliminar em torno de 20ml de água, especialmente nas regiões do corpo onde há maior quantidade de glândulas, como axilas, mãos e pés.
De um jeito ou de outro, todos vão buscando alternativas para reduzir ou disfarçar o suor. A dermatologista Christiana Blattner, diretora técnica da Dermatolaser, de Campinas/SP, dá algumas dicas:
Desodorante comum ou antitranspirante?
Muita gente ainda se preocupa na hora de escolher o desodorante, com medo de supostos efeitos nocivos dos produtos. A médica Christiana Blattner, porém, afirma que não há motivo para preocupação. "O desodorante antitranspirante tem uma ação exclusivamente mecânica. Ele traz em sua fórmula cloridrato de alumínio, que penetra no poro do pelo, fazendo uma leve obstrução. Desodorantes nunca atuam na produção do suor", explica.
A diferença entre desodorante comum e o antitranspirante é que o primeiro serve somente para diminuir o odor do suor liberado pelas axilas. "O antitranspirante tem essa outra função, de bloquear levemente a saída do suor, sem nenhum prejuízo ao funcionamento do organismo", esclarece a especialista.
Toxina Botulínica
reduzindo a produção de suor
Em casos mais graves, de sudorese excessiva, uma alternativa pode ser a redução da produção do suor com o uso da toxina botulínica. Ela "desliga" o nervo da glândula sudorípara e, neste caso, a produção do suor fica interrompida. "Como o nervo fica íntegro e a glândula de suor também, após certo período ocorre uma religação do nervo na glândula, por isso normalmente, a cada seis meses é recomendada uma nova aplicação", diz a médica. "Apesar de suarmos mais no verão, quem tem sudorese excessiva sofre com o problema o ano todo. Vejo relação direta do problema com o stress, por exemplo, e só o médico poderá avaliar o paciente para chegar ao diagnóstico correto e assim tentar ajudá-lo", completa.
Cuide-se!
Segundo a médica dermatologista Christiana Blattner, o verão é época de maior incidência de algumas doenças de pele, como micose e herpes e prestar atenção a alguns cuidados pode ajudar. "Recomendo secar bem a virilha após o banho e verificar sempre os espaços entre os dedos dos pés, áreas mais propícias ao aparecimento destas doenças. Contra o herpes, a dica é usar sempre o protetor labial", afirma Christiana.
Usar roupas confortáveis, com tecidos mais leves e sapatos mais abertos também contribuem para maior saúde da pele. Da mesma forma, usar diariamente o protetor solar é fundamental. "Quem vai à praia ou piscina e vai ficar mais exposto ao sol deve reforçar a proteção com chapéu e óculos escuros", conclui a médica.

Santa Fé do Sul recebe R$ 360 mil por classificação no Município Verde Azul

A Estância Turística de Santa Fé do Sul recebeu da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo R$ 360 mil por sua classificação em 5º lugar entre os 134 municípios que concorreram ao ranking ambiental do V Encontro Estadual Município Verde Azul.
De acordo com o prefeito Armando Rossafa, "este valor será usado na compra de um Trator Esteira, que representa para o município uma economia de 17 mil reais, pois está máquina será usada no Aterro Sanitário, que antes contava com serviço terceirizado".

Moradores de Conjunto Habitacional assinam

Moradores de Conjunto Habitacional assinam
termo de posse na presença da prefeita Nice

Santa Casa lança campanha no facebook para climatizar todos os quartos da Unidade do SUS

A Santa Casa de Jales acaba de lançar em sua página no facebook a campanha "O ar também é nosso". A promoção tem como objetivo, incentivar a população a contribuir com doações para completar a compra de aparelhos de ar condicionados a serem instalados em todos os quartos da Unidade do SUS do hospital, proporcionando assim, mais conforto para os pacientes internados.
Com o último jantar beneficente realizado pela entidade com este mesmo propósito, foi possível levantar recursos financeiros para a compra de 5 aparelhos, sendo que mais 2 foram doados pelo Pet Shop Coleira de Ouro e Diocese de Jales, faltando portanto, 9 aparelhos de ar condicionado que equivalem a, aproximadamente, R$16 mil.
Para isso, a Santa Casa conta mais uma vez com o apoio da comunidade. Os participantes da campanha que curtirem a FanPage do hospital no facebook e compartilharem a imagem da promoção no modo Público, concorrem ainda a um Pen Drive de 16GB. E não é só isso, na doação por depósito identificado através da Agência: 6731-8 do Banco do Brasil, Conta Corrente: 1336-6 ou comparecendo na Provedoria da Santa Casa, você concorre a um aparelho de Blu-Ray DVD.Todos os valores de doações são bem- vindos, mas para concorrer ao sorteio do Blu-Ray somente doações de no mínimo R$100,00.
O Sorteio será realizado assim que as doações atingirem a meta de R$16.000,00. Mais informações pelo telefone: (17) 3622-5002, (17) 9744-5412 ou pela FanPage da Santa Casa de Jales no facebook. Participe!

Moradores de Conjunto Habitacional assinam termo de posse na presença da prefeita Nice

A prefeita Nice, o vice Pedro Callado, secretaria municipal Lucia Callado,
 vereadores e a contemplada Cintia dos Santos de Araújo
A prefeita Eunice Mistilides Silva recebeu no início da tarde de quinta-feira, 10 de janeiro, os contemplados com as 15 moradias populares construídas no Conjunto Habitacional "João Colodetti". Nice recepcionou os moradores com um café da tarde, na sala de reuniões do gabinete, para a assinatura dos termos de conclusão e posse.
De acordo com o diretor de divisão da Secretaria Municipal de Obras, Serviços Públicos e Habitação, Aparecido Picolin, as 15 moradias são de um grupo de 60 casas que estão sendo construídas e que fazem parte do Programa Minha Casa Minha Vida, do Ministério das Cidades. "Provavelmente, mais 15 casas serão entregues até o início do mês de março e todas as restantes até o final do mês de abril", revelou Picolin.
A prefeita Nice falou sobre a importância de priorizar programas de habitação e garantir o sonho da casa própria a quem ainda não possui um imóvel para morar. "Nossa Prefeitura está de portas abertas para receber todos vocês. Fiz questão de recebê-los aqui para dizer que vamos olhar com muito carinho para o Conjunto Habitacional João Colodetti, estudar a viabilização de praça pública, mais área de lazer para a população local, unidade de saúde e mais iluminação nas ruas do conjunto. Vamos promover melhorias que, com toda certeza, vão agradar a todos".
Para Cintia Juliana dos Santos de Araújo, primeira a assinar o Termo de Conclusão e Entrega da Unidade Habitacional, "isso é uma realização muito grande, é um sonho que se tornou realidade para muitas famílias que finalmente receberam suas casas. A gente percebe que a prefeita Nice chegou com força de vontade, empenhada e que tudo já parece muito diferente, tanto que fomos recebidas aqui no gabinete, com café da tarde e muito carinho para assinar o documento", comentou a contemplada que ocupará junto com seus três filhos, uma das unidades habitacionais.
A reunião para assinatura dos termos reuniu o vice-prefeito, Pedro Callado e a secretária municipal de Desenvolvimento e Promoção Social, Lúcia Callado e os vereadores Tiago Abra e Junior Rodrigues, ambos do PSB e Tiquinho (DEM).

Pais idosos: responsabilidade familiar

Por Vanessa Cristina Lourenço Casotti Ferreira da Palma
e
Ana Paula Almeida da Silva
A vida decorre em rápido lapso temporal, é breve a existência do ser humano, por isso se torna essencial que as fases que o indivíduo atravessa sejam - no mínimo – dignas. Na velhice, em especial (período de grande fragilidade), faz-se mister maior amparo e proteção.
Normas regulamentadoras e garantidoras de direitos ao ser humano mostram-se essenciais para que seja realmente digna esta fase da vida. Logo, os legisladores agiram e, diante da constante busca de maior proteção a esta minoria, deve se destacar a responsabilidade dos filhos e familiares para com os seus idosos – destaque-se que lhes prover as necessidades básicas tornou-se direito - objetivando que a dignidade destas pessoas seja conservada, que a velhice seja mais tranquila e verdadeiramente mais humana.
Nesse contexto, o estudo da responsabilização dos filhos e parentes ganha imenso destaque: a ausência dos filhos na velhice dos pais implica diretamente reparação, com fins de efetivação do amparo aos pais em idade avançada e, assim, respeitando o princípio da dignidade da pessoa humana.
A família é o primeiro ente de proteção dos idosos. A ela cabe assegurar uma gama vasta de direitos, dentre os quais se destaca o direito à vida. Como ressalta a Constituição Federal (CF): a dignidade do idoso deve ser defendida pelos familiares. Como dignidade é inerente à pessoa, o dever dos seus familiares é proporcionar as condições necessárias para que seja efetivada. Neste sentido, não basta sobreviver, é preciso viver. Para que haja uma longevidade sadia e digna, deve-se considerar a importância do convívio familiar e do tratamento oferecido aos idosos neste lar.
Há de se ressaltar ainda que a Constituição Federal reafirma a responsabilização civil dos familiares, em especial dos filhos, no seu artigo 229, onde dita que a estes incide "o dever de ajudar e amparar os pais na velhice, carência ou enfermidade". Deste modo, entende-se que a responsabilidade dos filhos para com os seus pais não se limita à velhice, podendo ser arguida no momento de carência ou mesmo enfermidade
Oportuno é mencionar a responsabilização disposta no código civil brasileiro no âmbito alimentar, determinada nos artigos 1694 a 1699, estes que são utilizados para embasar eventual ação de alimentos pelo idoso em desfavor dos filhos que incorreram em abandono, visando à efetivação de seus direitos e promoção de uma vida digna.
Há de se destacar especialmente o artigo 1696 quanto à reciprocidade na prestação de alimentos entre pais e filhos: "O direito à prestação de alimentos é recíproco entre pais e filhos, e extensivo a todos os ascendentes, recaindo a obrigação nos mais próximos em grau, uns em falta de outros".
Assim, os pais poderão reclamar pensão alimentícia ao filho, desde que este seja maior de idade, além de ter condições financeiras para suportar tal encargo; deve ser comprovada também a necessidade da ajuda dos filhos para a aquisição de alimentos. Porém, não apenas os filhos têm o dever para com os seus pais, mas netos também têm tal responsabilidade, bem como outros familiares, respeitando sempre a proximidade genealógica.
Deste modo, claro está que na Constituição Federal e demais legislações há expressa disposição em relação a responsabilidade familiar, em especial dos filhos, no provimento e efetivação de direitos em prol dos seus pais quando idosos, - período considerado de maior fragilidade do ser humano - se estes dos filhos precisarem.
Além disso, o Código Civil mostra-se como relevante instrumento de proteção aos direitos essenciais aos idosos, utilizando para tanto a matéria referente à responsabilização civil, uma vez que por meio dela poderá o idoso pleitear perante o Estado indenização por danos morais sofridos decorrentes de abandono afetivo. Ademais, se em decorrência do abandono necessitar de auxilio material, financeiro, para prover sua subsistência poderá valer-se da matéria de direito alimentar prevista no mesmo Código.
Por fim, o idoso poderá por meio do Poder Público suscitar ações que visam compensar os danos sofridos, embasadas na legislação exposta e, desse modo, fazer valer seus direitos em prol de uma vida digna e com qualidade.Vanessa Cristina Lourenço Casotti Ferreira da Palma: Professora da UFMS – Campus de Três Lagoas. Ana Paula Almeida da Silva: Acadêmica do curso de Direito da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) – Campus de Três Lagoas.

O credo do povo de Deus

D. Demétrio Valentini
Estamos em pleno Ano da Fé. Ele teve seu início oficial no dia 11 de outubro de 2012, data que celebrava os 50 anos da abertura do Concílio Vaticano II. E tem seu término estabelecido para o domingo de Cristo Rei de 2013, que neste ano vai cair no dia 24 de novembro.
Um ano que promete muitas iniciativas, em vista desta proposta de fazermos dele um "Ano da Fé".
Mas o interessante é que recentemente já tivemos outro "ano da fé" realizado logo depois que terminou o Concílio.
Aquele foi proposto pelo Papa Paulo VI. Tinha como motivação a celebração do martírio de São Pedro e São Paulo em Roma.
O martírio dos dois maiores Apóstolos aconteceu nas proximidades do ano 67 de nossa era. Daí a data daquele "Ano da Fé", colocado entre as festas de São Pedro e São Paulo, entre o 29 de junho de 1967 e 29 de junho de 1968.
Daquele primeiro "Ano da fé" a Igreja recebeu uma herança muito preciosa. Trata-se do "Credo do Povo de Deus", elaborado por Paulo VI, e professado por ele no dia do encerramento do Ano da Fé, em 1968.
Foi louvável o esforço do Papa de colocar dentro de uma seqüência harmoniosa, todas as verdades reveladas por Deus, colocadas para o nosso conhecimento, e propostas para o nosso consentimento. Assim, através de uma profissão clara e detalhada, Paulo VI formulou a crença cristã em Deus Trindade, destacando as verdades ao alcance da Igreja sobre Jesus Cristo e o Espírito Santo. Mas explicitando também as verdades sobre Maria, sobre a Igreja, sobre a nossa realidade de pecadores envolvidos pelas conseqüências do pecado humano, mas chamados à santificação pela ação da graça de Deus revelada em Jesus Cristo, e levada em frente pelo ministério da Igreja.
Este "credo", professado solenemente pelo Papa Paulo VI, ficou conhecido como o "Credo do Povo de Deus". Com este título se retoma a afirmação central do Concílio, que identificou a realidade e a missão da Igreja em termos de "povo de Deus", no contexto da visão bíblica que é sintetizada nas palavras do Profeta Jeremias; "Eu serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo".
Será certamente útil conferir este "Credo do Povo de Deus", na sequência que ele próprio destaca, para percebermos a riqueza de verdades que Deus nos revelou, e o desafio de conhecê-las bem e professá-las de maneira consciente e comprometida.
Em todo o caso, é uma boa proposta iniciarmos o novo ano, guiados pelo "Credo do Povo de Deus".

PALAVRAS DE CHICO XAVIER


O espírito preso ao remorso não consegue avançar...
Enquanto não quitar, com a própria consciência, os seus débitos, não encontrará o caminho que lhe permita livre acesso a novas conquistas.

Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.

Irresponsabilidade no trânsito

Vitor Sapienza
Ainda não foi desta vez que conseguimos comemorar as festas de Natal e Final de Ano sem graves acidentes em nossas estradas. Também não será este ano que teremos motoristas mais compenetrados, dirigindo com responsabilidade, sem colocar em risco a sua vida e a dos demais usuários das ruas e rodovias.
Quem costuma usar as nossas estradas assiste às constantes demonstrações de imperícia, imprudência, abuso, irresponsabilidade e atitudes que beiram a estupidez. E a consequência é o altíssimo número de mortos e feridos em nosso trânsito, considerado um dos mais violentos do mundo.
De fato, sobram motivos para a nossa preocupação: falta consciência, falta responsabilidade e o mais grave, cresce assustadoramente o número de jovens que estão adotando a bebida como máscara para encobrir as suas frustrações. E, mesmo nas pequenas cidades, antes consideradas refúgios tranquilos, a bebida tem sido a principal companheira de homens e mulheres que a cada dia encontram
no vício mais um motivo para mascarar a sua insegurança. E muitas dessas pessoas não hesitam em sair dirigindo veículos, após a ingestão de bebida alcoólica.
Apesar das recentes medidas aumentando o rigor contra os que dirigem sob o efeito do álcool, ainda vai demorar muito para que seja criada a consciência do que devemos e não devemos fazer, quando conduzimos um veículo. As punições severas precisariam vir acompanhadas da obrigação de se indenizar as vítimas, e dependendo da situação do infrator, o confisco do veículo para cobrir custos do acidente provocado; e no caso da incapacidade do autor, a família seria obrigada a participar do ressarcimento financeiro dos danos.
Sei que muitos dirão que essas exigências são exageradas. Pode ser. No entanto, está mais do que provado que a maior dor que o cidadão sente é a dor do bolso. E se essa dor tiver um complemento que é a punição com prisão, certamente em alguns anos teremos revertido esse quadro. Infelizmente, o diálogo nem sempre surte o efeito necessário, e a alternativa é a punição severa.
Até que isso ocorra, somos obrigados a esperar pelo pior, sempre sairmos às ruas, ou algum parente, amigo ou conhecido sair pelas rodovias, sejam elas federais ou estaduais. Afinal, a irresponsabilidade não conhece siglas, nem fronteiras, muito menos idade, sexo, ou religião. Ela pode estar no nosso caminho a qualquer instante e isso é o que nos preocupa.Vitor Sapienza é deputado estadual (PPS), presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia e Informação, ex-presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, economista e agente fiscal de rendas aposentado.

A lei da inércia

Reginaldo Villazón
O italiano Galileu Galilei (1564 – 1642) foi físico, matemático, astrônomo e filósofo. Deu grandes contribuições ao conhecimento humano. Inovou o jeito de fazer ciência por realizar experiências e dar a elas explicações teóricas. É considerado Pai da Ciência Moderna.
Galileu foi o primeiro cientista a observar e explicar a Inércia, uma idéia antiga proposta por filósofos. Ele a descreveu assim: "Um objeto que se move numa superfície plana e lisa prosseguirá na mesma direção e velocidade sempre, a menos que seja perturbado." Ou seja, para pôr um objeto em movimento eterno sobre uma superfície plana e lisa, basta aplicar uma força inicial.
Mais tarde, o cientista inglês Isaac Newton (1642 – 1727) publicou uma obra cheia de matemática, contendo a famosa Lei da Gravidade e três leis físicas sobre movimento dos objetos. A Primeira Lei de Newton ou Lei da Inércia ficou assim: "Todo objeto continua, em seu estado de repouso ou de movimento uniforme em linha reta, a menos que seja forçado a mudar por forças aplicadas nele." De forma simples: é preciso aplicar uma força para pôr um objeto em movimento e outra força para fazê-lo parar.
Na vida prática, tem-se a impressão de que a Lei da Inércia não funciona, pois tudo o que deve se manter em movimento – uma bicicleta, uma moto, um carro, um trem – precisa de um sistema de propulsão ativo o tempo todo. Se não, o objeto diminui o movimento até parar. Porém, isso acontece porque é preciso força para vencer a resistência dos atritos, dos desníveis do terreno, da massa de ar ao redor, da atração da gravidade.
Mas, também na vida prática vemos que a Lei da Inércia funciona. A bicicleta não pára de imediato quando o ciclista deixa de pedalar. A moto, o carro e o trem continuam em movimento por um bom trecho, mesmo com o motor parado. É por isto que existe o freio, para travar as rodas e diminuir o espaço de parada. Sabe-se que os grandes navios, tendo os motores desligados, continuam se deslocando nas águas por quilômetros.
Mais recentemente, os cientistas descobriram que a Inércia não acontece apenas com as coisas materiais, mas também com a energia. Isto explica porque os empreendimentos sociais, postos em ação por energias humanas coletivas, adquirem movimento próprio difícil de ser interrompido ou modificado.
Pois a Lei da Inércia, como sempre, será um grande problema aos prefeitos e vereadores em início de mandato que desejam realizar trabalhos produtivos em favor das suas comunidades. As Prefeituras e as Câmaras Municipais são estruturas sociais que há muito tempo se movimentam com lentidão e fora do rumo das suas finalidades. Daí, suas ineficiência e crises.
Para vencer forças inerciais poderosas, não basta querer. É preciso a ação conjugada de prefeitos e vereadores para aplicação de muita energia através de novos discursos, novas atitudes e muito trabalho. Infelizmente, o comportamento tradicional de grande parte de prefeitos e vereadores recém-empossados indica que a maioria deles não terá forças para exercer suas atribuições de forma melhor que seus antecessores.

Seja bem vindo

Marta Sousa Costa
www.martasousacosta.com
O ano acabou, sem que o mundo acabasse. Novo ano começa, pra chateação de alguns, enjoados desse entra e sai de datas, a obrigação de festejar, alegrar-se. Outros acreditam em virar páginas, arrancar as rasgadas ou mal escritas, recomeçar do zero. A virada do ano mexe com as cabeças e sentimentos, expectativas e esperanças renovadas, todos à espera do seu quinhão de felicidade. Muito poder atribuído ao dia que desperta.
Prefiro imaginar o ano novo como bebê, sem pai nem mãe, entregue aos meus braços. Não vem cheio de promessas, pronto a realizar os sonhos que outros, antes dele, não puderam realizar. Ao contrário do que se acredita, ele é que vem esperançoso do que farei com ele, se saberei valorizá-lo, tratá-lo com seriedade, acrescentar-lhe oportunidades, fazer com que valham a pena os trezentos sessenta e cinco com que sou presenteada, a cada virada.
Olho para esse bebê indefeso e sei que, se não atendê-lo em todas as suas necessidades, eu é que me darei mal. É bem possível que, antes que o ano termine, seja cobrada por tudo que deixei de realizar, enquanto esperava que as coisas acontecessem, sem o meu esforço e participação.
Como acontece com quem insiste em oportunidades inexistentes ou remotas, sem fazer o feijão com arroz, o básico, acreditando que pular etapas é possível. Sonhos mirabolantes nos acalentam, enquanto o dia a dia se esvai, sem que seja aproveitado.
Alguém se queixa da falta de oportunidades no mercado de trabalho, sem perceber que o seu esforço é que não condiz com as necessidades do mercado. Enquanto esse esmorece, outros desbravam caminhos. "Quem sabe, faz a hora, não espera acontecer", diz a canção. Outro fixa o foco em concursos variados, à espera do emprego público que lhe garanta a estabilidade, pesado para o bolso dos pais, que já imaginavam vê-lo independente, a essa altura da vida; ao seu lado, os mais afoitos procuram e descobrem novos nichos no mercado, carente de empreendedores.
A mulher fala no ninho vazio, na solidão dos seus dias, mas não consegue dar o passo além, ser concha acolhedora. E se queixa da família, dos amigos, dos colegas de trabalho, sem perceber que muitos apreciariam o seu interesse, o ouvido atento, a palavra animadora – tudo que não consegue dar, esvaziada de si mesma.
Viver, às vezes, é como dar murros em paredes de cimento. Quando se pensa que a situação engrenou, tudo dá para trás e a ordem é começar do zero. Como o bebê, após o leitinho tomado, olhos quase fechando para dormir, e vem aquele barulhinho de intestino funcionando e o cheirinho denunciador da fralda cheia. Ou a delícia dos pais encontrarem a cama, prontos para o descanso merecido, depois do dia extenuante, e serem chamados à realidade pelo choro aflito da menina, apertando o ouvido que dói. Lá vão eles, às pressas, atrás de ajuda médica, esquecidos de si mesmos.
Mas viver também é gostoso e animador, quando a gente aceita participar do espetáculo, sem nos furtarmos ao que nos cai nas mãos. Responsabilidade que, se nos toca, é porque temos capacidade para enfrentá-la. Seja bem vindo, portanto, o ano de 2013, com suas realizações, alegrias e revezes. E não pense que nos pegará desprevenidos, seja lá o que ele nos apresente. Estamos preparados.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Japonesa fotografa para o Bella da Semana

Ah, o fetiche por mulheres orientais!
O ano começou muito bem no Bella da Semana (www.belladasemana.com.br), que na próxima segunda-feira, dia 14, publica o ensaio da modelo Patrícia Ykko.
As curvas voluptuosas e o olhar sedutor da paulistana de 19 anos são resultado da mistura do pai japonês com a mãe descendente de italianos. Quem diria que uma combinação dessas daria tão certo!
Os olhinhos puxados e a preferência pela culinária japonesa representam o lado oriental, enquanto as curvas avantajadas e a sensualidade à flor da pele vêm do sangue italiano.
Como não poderia ser diferente, Patrícia também mostra um lado bem brasileiro – e safadinho.
Ela adora ficar nua, diz que sexo é uma delícia e já beijou outra mulher ‘de brincadeirinha’.
Que mistura deliciosa!
As fotos são de Sérgio Saraiva.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Amante por 25 anos perde direito na Justiça de receber herança

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) negou o pedido de uma mulher, rotulada como amante por 25 anos que pediu a partilha de bens a esposa.
A ação que originou de Jales, foi assinada pelo desembargador Ribeiro Silva. A sentença de 1ª instância, em ação declaratória de existência de sociedade de fato com partilha de bens, julgou improcedente a ação proposta por L.S. contra o espólio de S.M. No pedido a, amante queira sobre o inventário com a reserva de bens por S.M.
Alegou também que que foi comprovada a existência da união estável com o falecido, bem como o período em que, há prova também de quais bens foram adquiridos pelo esforço comum; que durante a convivência participou no acréscimo do patrimônio comum.
"A união estável entre o homem e a mulher somente é reconhecida como entidade familiar quando se vislumbra a possibilidade de ser essa união estável convertida em casamento, como disciplina o art. 226, § 3o da Constituição Federal. A doutrina deixa claro que a jurisprudência tem se orientado no sentido de negar a proteção e efeitos enquanto a entidade familiar às relações adulterinas e incestuosas, prestigiando os aspectos morais solidificados na sociedadeAssim, pode se afirmar, com segurança, a reprovação das relações concubinárias adulterinas na caracterização da união estável.Todavia, não se pode tirar de toda união sexual extra matrimonial os efeitos de ordem social, econômica e jurídica derivada da união concubinária estável, sob pena de desmoralização do instituto, de concessão de vantagens imorais e indevidas",escreveu o desembargador. (fonte site: ethosonline)

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Jovem perde controle de carro e fica pendurado em barranco

Graziela Rezende
Ao perder o controle da direção na avenida Ernesto Geisel, próximo ao cruzamento com a rua Plutão, em Campo Grande, o condutor de um Celta preto, placa HTA 1343, rodou na pista e bateu o veículo no meio fio, indo parar acima do concreto de canalização do córrego. "Nossa pareceu cena de filme. Ele rodou na pista e ficou pendurado, balançando, com a sensação de que iria cair no córrego. Nós que estávamos descansando, no horário de almoço, corremos para socorrê-lo", diz que se identificou apenas como Cleudomar, 32 anos. Cleudomar e mais dois trabalhadores de uma obra que ocorre em frente ao local do acidente, definidos como os heróis do dia, então correram com uma máquina pá carregadeira. "Nós penduramos um cabo de aço no carro para ele não cair e tiramos o motorista de lá. Por sorte, ele não se feriu", afirma. Já o veículo ficou bem danificado. Todos os vidros quebraram, além das rodas e o eixo que entortou. "O seguro que possuo não cobre este tipo de conserto, mas não me importo. O interessante é que estou vivo, sem ferimentos", disse o motorista de nome Júlio. Os bombeiros foram ao local e interditaram parcialmente a pista. Eles aguardavam a retirada do carro e aproveitaram para orientar a população sobre o cuidado com água na pista e a lama da obra. "Neste pontos a atenção deve ser redobrada e o condutor dirigir em velocidade compatível", disse o sargento da área central.

Deputado Itamar Borges participa dos festejos de aniversário de Dirce Reis

O deputado Itamar Borges participou de desfile cívico em Dirce Reis em comemoração ao aniversário de emancipação da cidade. O evento contou com a presença do prefeito Roberto Visoná, do vice-prefeito Gilberto, do presidente da Câmara Noel e vereadores, além de autoridades da região, como a prefeita de Fernandópolis, Ana Bim, a prefeita de Jales, Nice, o prefeito de São Francisco, Maurício de Carvalho.
Dirce Cavalin, filha do fundador da cidade, Rafael Cavalin também esteve presente na comemoração.
O desfile cívico, que acontece na data em que se comemora o dia de Reis, teve também a encenação do nascimento de Jesus, com a Folia de Reis, que contou com a presença de cavaleiros, grupo que é considerado o maior da região.
O deputado Itamar Borges cumprimentou a população e em especial à família dos fundadores da cidade. "Não poderia deixar aqui de relembrar a memória de Rafael Cavalin que tanto fez por essa cidade. Parabéns a toda a população de Dirce Reis por mais um aniversário!" encerrou o deputado.

Nice encontra dívidas de mais de R$ 4 milhões

Ao assumir o cargo de chefe do poder executivo, a prefeita Eunice Mistilides, em poucos dias de mandato já constatou que o município possui um saldo negativo em contas que ultrapassam R$ 4 milhões. A situação crítica consta em documentos elaborados por servidores públicos e pelo secretário municipal da Fazenda, Braz Baratela. O anúncio foi feito pela própria prefeita em entrevista coletiva com a imprensa na tarde de segunda-feira, 7 de janeiro na sala de reuniões do gabinete. Durante a transmissão de cargo, a outra administração colocou no termo de posse que deixaria em caixa R$ 4 milhões, mas ao tomarmos conhecimento da situação descobrimos que esse dinheiro são verbas engessadas e que já estavam comprometidas. Precisaríamos ter em caixa no mínimo R$ 10 milhões para honrarmos os compromissos", afirmou. Outro fato destacado foi a folha de pagamento do mês de dezembro, dinheiro que o prefeito anterior não deixou para honrar com o funcionalismo no 5º dia útil deste mês. Somente com os servidores, o débito é de aproximadamente, R$ 2.000.000,00 De acordo com a prefeita Nice, "quando conversamos com setor de Finanças descobrimos que só pagaríamos a folha depois do dia 20, mas diante do que havíamos prometido, a nossa prioridade é pagar todos no dia 11 com ajuda de recursos do FPM – o Fundo de Participação dos Municípios e ICMS. São os nossos funcionários que são os nossos parceiros para mantermos o trabalho, não podemos atrasar". Além do funcionalismo, outra preocupação é em relação à previdência do município. "Para nossa surpresa descobrimos que só com o Instituto de Previdência teremos que pagar mais de R$ 1 milhão de dívidas em parcelamento e encargos, isso sem juros e multas". Algumas outras medidas serão necessárias e comunicadas nos próximos dias com a finalidade de manter a regularidade dos serviços públicos em geral, reorganizar o quadro funcional e otimizar os gastos públicos.