Páginas

sábado, 5 de janeiro de 2013

Uma colação de grau especial

*Rosangela Bigulin
1980: foi este o ano que iniciei minhas atividades como docente do Curso de Geografia no Centro Universitário de Jales, na época, FAFICLE – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Jales, a convite do saudoso Professor Orlando Norberto Cavenaghi, na época, Diretor da Instituição. A partir de então, minhas relações profissionais com a professora Ana Maria Ferrari Caparroz Vieira se intensificaram e, em parceria com outros colegas de trabalho, formamos uma equipe que a cada ano se renovava com a saída e entrada de novos integrantes.
Chegamos em 2012: ela como Secretária Geral e eu como Diretora de Graduação da UniJales. Foram trinta e dois anos trabalhando juntas, vencendo desafios, saboreando conquistas, superando derrotas. Dedicada, competente, responsável e, sobretudo, leal à Instituição, trabalhava nos bastidores, incansavelmente. Perfeccionista, nos dava a certeza de que podíamos assinar qualquer documento que por ela tivesse passado, pois estava sempre atenta aos menores detalhes.
Depois de 41 anos dedicados à UniJales, Ana Maria optou por buscar um novo tempo: tempo para acordar à hora que o corpo quiser, tempo para acompanhar o Vieira nas festas, tempo para curtir os filhos, tempo para viajar à hora que desejar, tempo para viver intensamente as vontades que surgirem.
Esta escolha, sabemos, não foi nada fácil. Desligar-se de uma Instituição depois de tantos anos, onde sonhos foram realizados, projetos desenvolvidos e amigos conquistados, requer muita força e uma grande determinação. Mas força e determinação sempre foram atributos que estiveram presentes na vida de Ana Maria, principalmente, quando os problemas se avolumavam e os prazos se esgotavam.
Durante vários anos, foi a responsável pela organização da colação de grau, momento único na vida de milhares de estudantes que por aqui passaram. Cuidava de cada detalhe, desde os documentos na secretaria, até a colocação da última cadeira no local do evento. No transcorrer da solenidade, permanecia nos bastidores, distante dos holofotes, atenta a todo o cerimonial para não deixar que nada pudesse atrapalhar aquele momento tão significativo na vida dos alunos. Lá de cima do palco, nós acompanhávamos toda a sua movimentação, confiantes de que tudo daria certo.
Neste final de 2012, Ana Maria mudou de lugar. Pôde ver, de cima do palco que por tantos anos ajudou a montar, toda a beleza e emoção de uma colação de grau pela qual por muito tempo foi responsável. Só que agora, ela estava sob os holofotes, recebendo a justa homenagem da Reitora Maria Christina Fuster Soler Bernardo, dos diretores, dos coordenadores, professores, funcionários e, sobretudo, dos alunos, pelos quais sempre teve um carinho especial. Despediu-se de todos, usando as seguintes palavras: "Estar aqui é reviver. É lembrar toda a trajetória do trabalho árduo, constante e sólido que culminou em mudanças, decepções, conquistas... É também fazer um balanço da vida: do que foi, do que é e do que poderia ter sido. É sentir que a vida prossegue, que é feita do novo. Estar aqui é saudade".
É com essa saudade Ana Maria, que todos nós do Centro Universitário de Jales nos despedimos de você desejando-lhe novas alegrias e novas conquistas, agradecendo pelos 41 anos dedicados à Instituição, afirmando, com certeza absoluta, que tudo que você realizou nesta empresa educacional, valeu a pena. Sinta-se abraçada por toda a família UniJales. *Rosangela Juliano Bordon Bigulin, Diretora de Graduação da UniJales

Folhageral

Acreditou
Parini e Clóvis Viola deixaram a prefeitura sem cumprir a promessa eleitoral feita em 2008 durante a campanha pela reeleição da construção de dois pontilhões sobre a linha férrea que injetariam na economia jalesense R$ 6 milhões. E o eleitor naquela ocasião, acreditou na promessa.
À administração
Os apupos ouvidos durante o discurso feito pela vereadora Pérola Cardoso, eleita presidenta da Mesa Diretora da Câmara Municipal, não foram dirigidos a ela propriamente, mas sim a exaltação da administração do prefeito Humberto Parini, que não foi das melhores e reprovada nas urnas dada a pífia votação de seus candidatos a prefeito e vice. Quem esteve presente e ouviu pelo rádio, enfatizou que faltou perspicácia à vereadora para mudar o teor do discurso, mesmo em última hora, já que o evento era em honra à prefeita Nice que estava sendo empossada e não ao prefeito Parini, que deixava a administração desgastado políticamente. Deixou a impressão à população que foi usada pelo PT.
Órfãos
Politicamente o PT jalesense pode levar décadas para retornar ao poder. Seu líder maior, o ex-prefeito Parini sai desgastado da administração municipal e aguarda a decisão do ministro Joaquim Barbosa, do STF, sobre o "Caso Facip" que anda pelos tribunais por mais de uma década. Uma decisão desfavorável ainda este ano, Parini ficará fora da política até 2022.
Ausentes
Alguns caciques do PSDB de Jales não estiveram presentes à posse de Nice Mistilides e Pedro Callado, e na transmissão de cargo no paço municipal. Falando em tucano, comentaram lá no botequim da vila que Venturini já avisou que disputa a presidência da Executiva Municipal.
Fora da lista
No dia 1° de janeiro, os grandes jornais diários circularam anúncio da Caixa Econômica Federal com o título "Bem-vindos, prefeitos de São Paulo..." com os nomes dos municípios paulistas e seus prefeitos eleitos e reeleitos, sem constar Jales, Paranapuã e Urânia. Uma nota no fim do anúncio informa que a fonte de dados até 25/12/2012 foi o site do TSE e que "Alguns municípios não foram citados em decorrência da não confirmação do resultado da eleição pelo TSE". Em 18 de dezembro, portanto 13 dias antes da veiculação do anúncio, a prefeita eleita de Jales, Nice Mistilides, os prefeitos reeleitos de Paranapuã, Antonio Melhado Neto e o de Urânia, Francisco Airton Saracuza, sem qualquer pendência judicial, foram diplomados pela Justiça Eleitoral da Comarca.
Difícil
Causou surpresa a decisão do vereador Rivail Rodrigues Jr (PSB) em votar em Pérola Cardoso (PT) e não em seu companheiro de partido Tiago Abra, candidato à presidência da Mesa Diretora da Câmara Municipal. Havia um entendimento, segundo Abra, dos dois vereadores do PSB votarem unidos. O partido do deputado estadual Orlando Bolçone, em Jales, começa dividido. Comentaram que Rivail pode ser chamado para uma conversa com membros da Regional do PSB.
Ser contra
A verdade é que desde a divulgação do resultado das urnas ficou claro que PT, DEM e PSB marchariam unidos na oposição contra a prefeita empossada. Se Nice for bem e radicalizarem na oposição dançam, e se Nice não for bem, faturam. O próprio Gilbertão disse que não se pode prever o futuro na política. Estão entre a faca e a espada.
Fala mal
Sabe aquele chupim que pensa que vai viver eternamente na administração pública, puxando o saco de quem sai e de quem entra?. Pois é, ao perder essa condição, passa viver nas esquinas cercando as pessoas para criticar quem lhe mostrou a porta da rua: está acontecendo em Jales.
Quantos são
A prefeita Nice determinou ao seu secretariado um levantamento pormenorizado dos bens móveis e imóveis do patrimônio municipal. Isto é de praxe.
Grana no cofre
No período de janeiro a novembro de 2012, segundo dados no site da Secretaria Estadual da Fazenda foram repassados para o município de Jales R$ 6.255.167,87. No ano de 2.011, nos 12 meses, o Estado repassou para o município de Jales, a importância de R$ 5.719.060,88. Somente em janeiro do ano passado, os cofres municipais receberam uma injeção de R$ 2.190.791, 13 referente repasse de IPVA pelo Estado. Como o IPVA já está sendo pago neste mês de janeiro, a arrecadação deverá igual ou superior ao mês de janeiro do ano passado, reforçando as finanças municipais, principalmente no que se refere ao pagamento do funcionalismo.
Saudação
Na manhã da última quarta-feira, 2 de janeiro, a prefeita Nice Mistilides e o vice-prefeito Pedro Callado, acompanhados do secretariado abriram oficialmente os trabalhos da administração 2013/2016, recepcionando os funcionários da Prefeitura no Paço Municipal. A prefeita deu boas vindas a todos os funcionários da Prefeitura e ressaltou que o grupo trabalhará unido em prol do desenvolvimento e crescimento da cidade.

Ideias renovadas

Adelvair David

O tempo passa e as ideias correm pela sociedade estimulando uns, atormentando outros e sendo ponto de partida para muitas materializações na realidade de alguns.
O que se espera do ser humano é que, de tempos em tempos, suas ideais estejam oxigenadas por novos subsídios, novos conhecimentos, novos valores, porém, não é o que ocorre na mente de muitos.
A insistência em se permanecer no confortável desconforto das suas ideias faz com que somente tardiamente aconteça a mudança que seria significativa para o crescimento moral, material e espiritual da criatura humana; quando se dá conta, a existência caminha para o seu encerramento no mundo das formas, claro, para prosseguir na esfera espiritual onde tudo é mais real, onde também as consequências aparecem, levando o "ser" ao inevitável confronto com a consciência.
O orgulho constitui grande entrave para quem deseja modificar-se. Muitos se vangloriam de terem estudado sobre muitas coisas e a respeito de diversos assuntos que envolvem a vida material e espiritual; acreditam-se prontos, como dizem, para prosseguirem sem nada temer, completamente obliterados em sua razão. Assevera o Evangelho Segundo o Espiritismo: "Não vos orgulheis do que sabeis, porque esse saber tem limites bem estreitos no mundo em que habitais." A primeira coisa que a presunção esconde é prudência, cuja falta é responsável por grandes derrocadas que seriam perfeitamente evitáveis.
É necessário renovar as ideias; notoriamente percebidas quando a pessoa adquire maturidade e senso moral para julgar melhor suas ações. Geralmente pouco observada no processo de crescimento das ideias, a humildade é ingrediente imprescindível, sem ela, o despreparado acredita-se pronto, o ignorante acredita-se sábio, o detentor de poder mediano acredita-se soberano, o medíocre impõe sem saber o que diz. Necessário considerar também que, embora se deva lutar para o crescimento em todos os sentidos, e isto é nobre - desde que se respeite o semelhante nesta empreitada - a vida conduz cada pessoa quando está pronta a servir onde deve, a desenvolver tarefas onde está preparada e a doar o que porventura já tenha amealhado. Atribuir-se valores que não se possui é arriscar-se andar na direção errada para ter que retornar depois com muitos esforços; restando apenas lamentar o tempo perdido sem que seja possível retroceder aos primeiros tempos. Diz o espírito Emmanuel: "A vida não oferece cópias para revisão".
É tempo de renovar as ideias; o amor ainda é o caminho que abranda o coração dos afoitos, suaviza a mente livrando-a das interferências perniciosas e permite experimentar-se a paz de consciência.Renovemos nossas ideias adotando as do Amorável Senhor, o modo infalível de pensar e agir bem

EDITAIS DE PROCLAMAS

Ademir de Mattis
, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
ÉRITON ROGER ANDRADE e RAQUEL FERREIRA LISBOA. ELE,
natural de Limeira, deste Estado, nascido aos 08 de junho de 1.977, operador de colhedeira de cana, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Benedito de Souza Andrade e de Luzia Fonsêca Andrade. ELA, natural de Jundiaí, deste Estado, nascida aos 12 de janeiro de 1.984, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Julio Ferreira Lisboa Neto e de Valdelis Machado Ferreira Lisboa.
ANDERSON CARLOS RODRIGUES DOS SANTOS e AUDREY VERISSIMO DE SOUZA. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 10 de abril de 1.991, copista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Carlino Rodrigues dos Santos e de Elaine dos Reis Pacheco dos Santos. ELA, natural de São Paulo, deste Estado, nascida aos 05 de agosto de 1.984, secretária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Carlos Alberto de Souza e de Bartira Veríssimo de Souza.
LUÍS HENRIQUE FERNANDES SOARES e FRANCIELI DE PAULA AFONSO FARINELLI. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 12 de novembro de 1.984, vendedor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antônio Soares Primo e de Malvina Fernandes Soares. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 02 de março de 1.987, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Edgar de Paula Farinelli e de Rose Meire Afonso Farinelli.
LISANDRO BEVILACQUA e ALESSANDRA DE SOUZA GIACOMINI. ELE,
natural de São João do Polesine, Estado de Rio Grande do Sul, nascido aos 07 de julho de 1.984, físico médico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Laudacir José Bevilacqua e de Ivone Maria Moro Bevilacqua. ELA, natural de Constantina, Estado de Rio Grande do Sul, nascida aos 06 de fevereiro de 1.986, assistente social, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Milton Antônio Giacomini e de Fabiana de Souza Giacomini.
CARLOS ALEXANDRE FERNANDES DA SILVA e SILVIA CRISTINA RODRIGUES DOS SANTOS. ELE
, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 14 de julho de 1.984, impressor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Sebastião Fernandes da Silva Neto e de Aparecida José Rodrigues da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 28 de janeiro de 1.983, caixa, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Gerson Rodrigues dos Santos e de Dorcides Gaverio dos Santos.
IVAN EDSON DOS SANTOS e LÍGIA TATIANE GOMES DA SILVA. ELE
, natural de Santo André, deste Estado, nascido aos 28 de outubro de 1.976, auxiliar de serviços gerais, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Elpidio dos Santos e de Diná Ricardo dos Santos. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 21 de fevereiro de 1.986, balconista, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Claudionor Pereira da Silva e de Maria Inez Gomes da Silva.
JOÃO GABRIEL RODRIGUES FAZZIO e DAIANE KELI FARIA PENARIOL. ELE
, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 20 de agosto de 1.984, ourives, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Ademir José Fazzio e de Noêmi Rodrigues da Silva. ELA, natural de Fernandópolis, deste Estado, nascida aos 20 de novembro de 1.987, universitária, solteira, residente e domiciliada em Fernandópolis, deste Estado, filha de Olívio Penariol e de Keite Ines Faria. Cópia para ser afixada no Oficial de Registro Civil de Fernandópolis, deste Estado, onde reside a contraente.
CLÉCIO JOSÉ VAZ e MARIA INEZ DE OLIVEIRA. ELE
, natural de Turiúba, deste Estado, nascido aos 20 de setembro de 1.972, montador, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Joel Vaz de Oliveira e de Tereza José de Souza Oliveira. ELA, natural de Santa Albertina, deste Estado, nascida aos 18 de janeiro de 1.969, cuidadora de idoso, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Adelino Machado de Oliveira e de Luzia Barbosa de Oliveira.
JEAN CARLOS BERSELINO e THAÍS COELHO ALONSO. ELE
, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 09 de agosto de 1.994, auxiliar de depósito, solteiro, residente e domiciliado neste Distrito de Jales, filho de Rozemar Berselino e de Lucinéia Penha Berselino. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida ao 1º de julho de 1.993, secretária, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Claudio Alonso e de Rosimeire Aparecida Coelho.
ELISEU LENARDUZZI JÚNIOR e PHAMELA ALEXANDRA DOS SANTOS. ELE
, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 29 de abril de 1.993, almoxarife, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Eliseu Lenarduzzi e de Lucí Momesso Lenarduzzi. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 17 de agosto de 1.993, vendedora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Ricardo Alexandre dos Santos e de Sonia Ferreira de Araujo.
CARLOS WILLIANS PASCHOAL e CAROLINE CASTELETI CHIAPARINI. ELE
, natural de Osasco, deste Estado, nascido aos 23 de abril de 1.984, professor, solteiro, residente e domiciliado em Osasco, deste Estado, filho de Luiz Carlos Paschoal e de Lucilene Felipe Bento Paschoal. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 15 de julho de 1.983, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Igberti Chiaparini e de Zilda Terezinha Casteleti Chiaparini. Cópia para ser afixada no Oficial de Registro Civil de Osasco, deste Estado, onde reside o contraente.
FABRÍCIO BATISTA VERGILATO e THAISA VALÉRIO LOPES. ELE
, natural de Urupês, deste Estado, nascido aos 11 de setembro de 1.979, pintor industrial, solteiro, residente e domiciliado em Três Lagôas, Estado de Mato Grosso do Sul, filho de João Batista Vergilato e de Aparecida Maria Ferreira Vergilato. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 16 de maio de 1.987, advogada, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Adilson Lopes e de Rosa Amélia Valério Lopes. Cópia para ser afixada no Oficial de Registro Civil Três Lagoas, Estado de Mato Grosso do Sul, onde reside o contraente.
MÁRCIO RODRIGO GOMES e VALERIA BORGES DA SILVA. ELE
, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 18 de dezembro de 1.979, motorista, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade de Jales, filha de João Gomes e de Madalena Aparecida da Silva Gomes. ELA, natural de Fernandópolis, deste Estado, nascida aos 12 de julho de 1.978, funcionária pública estadual, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade de Jales, filha de Valdelisio Moreira da Silva e de Cleunice Custódio Borges da Silva.
EDINALDO ROTUNE e ANA PAULA BRITTO DA SILVA. ELE
, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 03 de maio de 1.979, serrador sobre medida, solteiro, residente e domiciliado neste Distrito de Jales, filho de José Rotune e de Nadir Ferreira Rotune. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 24 de dezembro de 1.982, enfermeira, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Britto da Silva e de Maria Molina.
TULIO MARCOS DE LIMA e POLIANA REGINA NUNES RATO. ELE
, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 14 de abril de 1.985, produtor rural, solteiro, residente e domiciliado neste Distrito de Jales, filho de Luís Pinheiro de Lima e de Odete Buso de Lima. ELA, natural de Curitiba, Estado de Paraná, nascida aos 21 de junho de 1.990, solteira, agente comunitária de saúde, residente e domiciliada neste Distrito de Jales, filha de Dina Marilda Nunes Rato.
DORIVAL ANTONIO ROSA DE LIMA e RAFAELA ROCHA PASQUALETO. ELE
, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 24 de dezembro de 1.983, técnico em refrigeração, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade de Jales, filho de Virginia Rosa de Lima. ELA, natural de Pereira Barreto, deste Estado, nascida aos 04 de outubro de 1.993, estudante, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Gilmar Pasqualeto e de Gláucia Aparecida da Rocha.
FÁBIO ENDRICE e VALÉRIA CRISTINA AZEVÊDO MARTINS. ELE
, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 26 de abril de 1.982, funcionário público estadual, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade de Jales, filho de José Luís Endrice e de Sonia Elizabeth Galati Endrice. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 06 de julho de 1.984, funcionária pública estadual, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Aparecido Martins Cipriano e de Maria Azevedo Martins.MARCOS HENRIQUE BUENO e NAYARA SANT´ANA DE OLIVEIRA. ELE, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 29 de abril de 1.989, vendedor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Roberto Marcos Bueno e de Kátia Cristiane Pinha Bueno. ELA, natural de São Bernardo do Campo, deste Estado, nascida aos 22 de novembro de 1.990, atendente, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de João Carlos Sant´Ana de Oliveira e de Roberta Castiglioni de Oliveira.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial

Nice promove mudanças imediatas na saúde e agrada a população

Em menos de 48 horas como prefeita de Jales, Eunice Mistilides Silva promoveu mudanças significativas no setor de saúde que agradaram a população e repercutiram na cidade.
De acordo com a secretária municipal de Saúde, Nilva Gomes Rodrigues de Souza, promover dignidade no atendimento será prioridade para a pasta. "Já orientamos todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) que possuem vigia a acolher o paciente assim que ele chegar à unidade, independente do horário, mesmo sabendo que o atendimento terá início às 7 horas. Também já designamos pessoas que serão responsáveis por acolher nossos pacientes a partir das 6 horas nas unidades do Jardim Novo Mundo, UniAmérica, Jardim Oiti e Jardim Municipal, que ainda não possuem vigias" disse.
Nilva falou ainda sobre os horários de atendimento dos especialistas nas unidades de saúde. Essa semana, o profissional de pediatria realizou atendimento às 07h , 9h30 e 13h. "Cada médico pediatra atende 20 pacientes por dia, porém nossa meta, para muito breve, é promover 100 consultas/dia, tanto nessa especialidade quanto em ginecologia e obstetrícia". A secretária revelou também que a partir da próxima segunda-feira, dia 7, mais um ginecologista estará à disposição da população.
"Nenhuma pessoa que procurar por uma Unidade Básica de Saúde ficará sem atendimento digno e humanizado. Nossa prioridade será garantir essa dignidade através de profissionais qualificados e preparados. Nossos pacientes serão acolhidos assim que chegarem às unidades, independente de horários" ressaltou a secretária.
Na UBS do UniAmérica, localizada na Avenida da Integração, que atende quase 4000 mil pessoas, a técnica de enfermagem Vanessa Cristina Feboli, afirmou que os usuários do serviço de saúde, chegavam ao local e aguardavam à mercê das condições meteorológicas. "Para a população foi maravilhosa essa ação, porque eles ficavam no tempo e quando fazia frio ou chuva, eles se abrigavam debaixo da cobertura da sorveteria ou da casa de rações, ocasionando brigas e discussões por lugares e vagas. Agora, dentro da unidade, eles recebem a senha para o atendimento" disse. Afirmou ainda que "entre a população, houve comentários e elogios para a mudança que a prefeita Nice realizou assim que assumiu o Poder Executivo".
A prefeita Nice Mistilides contou que os espaços físicos das unidades serão adaptados para acolher médicos em três períodos e reafirmou que, como prometido em seu Plano de Governo, o setor de saúde será prioridade em sua administração. "Quero dizer à população que já estou fazendo o possível para viabilizar os compromissos assumidos para o setor de saúde durante nossa campanha. Tanto a Prefeitura quanto a Secretaria Municipal de Saúde estão de portas abertas para receber nosso povo e ouvir críticas e propostas de mudanças. À medida que formos organizando o setor de saúde nossa população poderá sentir uma vida mais saudável", finalizou Nice.

PALAVRAS DE CHICO XAVIER

O meu pai era um homem muito severo; convivi pouco com ele, mas ele me marcou muito... Hoje, compreendo que tive o pai que precisava ter. Se eu tivesse tido moleza, não sei o que teria sido de mim... Não sou adepto da violência, mas aprendi que sem disciplina criança alguma vira gente... Tínhamos muito medo de meu pai. A gente andava miudinho...
Médium que cresce sem dificuldade, sem luta, não se retempera para continuar na tarefa. Neste sentido, devo muito a meu pai. Ele me combatia, mas por outro lado, não me consentia a irresponsabilidade; ele não ia ao Centro, mas queria saber se eu tinha ido... Apenas nos seus últimos tempos é que houve aproximação maior entre nós. Ele não dizia, no entanto eu lia nos olhos dele o seu desejo de se desculpar comigo... Nunca tivemos a conversa que, com certeza, um dia ainda haveremos de ter!..
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.

O julgamento da história

Pérola Maria Fonseca Cardoso
Neste momento de tanto reconhecimento popular, reitero meus agradecimentos à minha família (meus filhos, irmãs, mamãe e ao papai, companheiros de todas as horas durante as campanhas).
Também reafirmo meu agradecimento ao fundamental apoio do meu amigo Deonel Rosa Junior e, em seu nome, todos os amigos, parentes e equipe de apoio que permitiram minha segunda vitória nas urnas, em outubro do ano passado.
Expressei de público durante a semana, nas emissoras de rádio, e volto a fazê-lo na mídia impressa, minha gratidão aos colegas que me confiaram a presidência da Mesa Diretora da Câmara Municipal – meu companheiro de partido Luís Fernando, do PT, Gilberto, Tiquinho e Jesus, do DEM, e Junior Rodrigues do PSB.
Minha gratidão é extensiva aos dirigentes do meu partido, o PT, do DEM e do PSB, que souberam conversar de maneira adulta e chegar ao entendimento levando em consideração o bem comum.
Procurarei conduzir o Legislativo de minha cidade de maneira firme, ao lado dos colegas de Mesa Diretora, colocando sempre em primeiro lugar o que for mais importante para nossa cidade.
Em relação aos quatro primeiros anos de mandato, quero ser justa e destacar o que aprendi com o prefeito Humberto Parini e sua esposa Rosângela, dois petistas de alma e coração, sem os quais eu não estaria na vida pública.
Foi com eles que aprendi a entender a importância da presença do PT como instrumento de transformação do Brasil, primeiro com o presidente Lula e agora com a presidente Dilma, mudando a vida de milhões de brasileiros.
Sinto imenso orgulho em dizer que pude ajudar o prefeito Parini a mudar Jales. Sem fanatismo, antes do PT ganhar eleições em Jales, havia instabilidade política, a cidade estava afundada em dívidas.
Hoje, apesar de todas as dificuldades, o quadro é diferente. Existe ensino superior público e gratuito aos nossos jovens através da Fatec e do polo da UAB.
A rede municipal de educação de Jales é avaliada como uma das melhores do Brasil, tendo sido muito bem conduzida pela professora Élida Barison da Silva.
Funcionários públicos, nos oito anos da administração Parini, receberam reajustes sempre acima da inflação.
Conquistas como a instalação da Unidade de Jales do Hospital de Câncer, com tratamento sem custos a todos, falam por si. Sou testemunha de quanto nosso ex-prefeito lutou para isso.
Nossa cidade, segundo a Fundação Getúlio Vargas, está no ranking das cidades de melhor desenvolvimento humano e social do Brasil.
Por estas razões, acredito que a prefeita empossada Eunice vai encontrar menos dificuldades para governar, contribuindo para que Jales continue crescendo.
Quanto ao ex-prefeito Parini, tenho certeza de que a história lhe fará justiça. Como todos sabem, o tempo é o senhor da razão!

Calendário 2013

D. Demétrio Valentini
A Bíblia nos recomenda contar bem os nossos dias. Os anos também!
Já estamos vivendo mais um, de número 2013. Este número é próprio do calendário cristão, que por motivos práticos acabou sendo adotado universalmente, ao menos para fins de registros oficiais.
Este calendário tem como característica maior a sincronia entre duas formas de contar os anos, seguindo o ciclo lunar, que é próprio do calendário judaico, e seguindo o ciclo solar, que é próprio do calendário romano.
Já foram feitas diversas tentativas de unificar os dois critérios. De tal modo, por exemplo, que o dia primeiro do ano caísse sempre no mesmo dia da semana. E assim as outras efemérides, que teriam as mesmas referências fixas.
Mas estas tentativas foram inúteis, diante do impasse de não mexer na sequência dos dias da semana. Até hoje a contagem dos dias da semana nunca foi interrompida. Ao passo que no ajuste feito pelo Papa Gregório, se passou do domingo dia 04 de outubro de 1580, ao dia 15 de outubro, mas o dia seguinte foi mantida a segunda-feira, sem mexer, portanto, na contagem semanal, que nunca foi interrompida há séculos e séculos.
Os judeus, com razão, se encontram bem mais adiantados do que nós com seu calendário. E os muçulmanos, ao contrário, têm uns quantos anos a menos do que nós. Eles começam sua contagem no ano em que Maomé foi para Meca, quando o nosso calendário já tinha chegado a 622 anos.
Existem outras culturas que não fazem questão de somar a sequência dos anos. Como os chineses, por exemplo. Para eles o calendário é rotativo, cada ano levando um nome, que periodicamente retorna. Enquanto os anos vão passando da mesma maneira!
Seja como for, já nos encontramos dentro de um novo ano. Do ponto de vista das motivações religiosas, ele herdou do ano passado a marca da fé.
Se não podemos mexer nos calendários, é possível, isto sim, preenchê-los bem, com nossas boas motivações. Assim, não só contaremos bem nossos anos, mas os viveremos com intensidade.
Já nos encontramos, portanto, no Ano da Fé. Ao longo deste ano, teremos oportunidade de acolher bem os diversos apelos que o Ano da Fé vem nos apresentando.
Com esta atitude, sabendo-nos tão limitados a ponto de não garantirmos nem o dia seguinte, queremos desde agora confiar nas mãos de Deus todos os dias deste ano de 2013.
O Senhor da história, a quem pertencem o tempo e a eternidade , nos abençoe e nos proteja em cada dia deste novo ano, que queremos colocar por inteiro em suas mãos.

Papai Noel existe

Marta Sousa Costa
Deixei de acreditar em Papai Noel, há muito tempo. E olhe que era bom, quando acreditava, porque isso me dava o direito de pedir o que desejasse, embora tivesse que ouvir a explicação de que a bicicleta desejada podia furar o saco e por essa razão não viria, entre outros contratempos que se devia poupar ao bom velhinho.
Depois que passei a ser a Mamãe Noel, então, mais a convicção se firmou: "Papai Noel não existe" – conformei-me, ao assumir o papel, como fazem os adultos, obrigados pelas circunstâncias.
Mas, neste ano de 2012, descobri que estava enganada: Papai Noel existe! E o melhor é que lê pensamentos; talvez até tenha um radar para descobrir os desejos de quem deixou de manifestá-los em cartinhas, mas não desistiu de desejar.
Após um ano difícil, cheio de altos e baixos na área da saúde (mais baixos que altos), de repente me deu um cansaço de lutar contra a maré e tudo que pedi ao médico foi parar o tratamento (com vários efeitos colaterais), para lembrar a sensação de ser uma pessoa normal e usufruir das festas de final de ano, com a animação antiga. De inhapa, se não fosse pedir demais, gostaria de estender a pausa até o final de fevereiro, para curtir a reunião dos filhos e netos, aproveitar a temporada na fazenda, e por ali o pensamento voou, sem que fosse manifestado, em toda a sua extensão.
Na ocasião – como com louco não se discute – o médico sugeriu uma semana de férias, depois se falaria no assunto. Saí do consultório feliz como menino no último dia do ano letivo; só faltou jogar pro alto os resultados das tomografias e exames de sangue. Férias, liberdade! Adeus, cansaço – pensei. E aproveitei cada minuto da semana presenteada, apesar do pique escasso, pois os efeitos da medicação precisariam de tempo para desaparecer.
Mas, no retorno das férias, a realidade me pegou pelo braço: os exames estavam ótimos, o tratamento parecia estar dando certo; era preciso seguir o cronograma, com alguns reajustes. E quem sou eu pra discutir decisões médicas? Ainda como aquele menino doido pra jogar tudo longe e correr pro campinho de futebol, recolhi as ideias estapafúrdias e me dispus a fazer o tema de casa.
Só que os reajustes na medicação funcionaram, em termos de cansaço e desânimo, e logo me vi programando o Natal, como sempre: comprando presentes, organizando a ceia, bem como a pessoa normal que eu desejava tanto voltar a ser. Imaginei se o cansaço estaria à espreita, esperando para me nocautear, por isso apurei o passo, antes que me jogasse no chão, só para se exibir. E vá que os tais efeitos colaterais sejam como aqueles monstros que se alimentam da fraqueza dos circunstantes? Melhor ignorá-los, pensei, como se faz com gente inconveniente – pelo menos, enquanto for possível.
Assim foi feito e o Natal chegou, trazendo sorrisos de crianças, abraços amigos, encontros felizes, e a alegria por ter conseguido realizá-lo, "como uma pessoa normal". Foi nesse momento que compreendi: Papai Noel existe e, quando quer, pode ser muito bonzinho.
Neste ano, acho que ele quis se redimir, pois, além de captar o desejo no ar, não alegou a fragilidade do saco ou o peso pra carregar.
Mas como, por aí, há muita gente precisada de uma força extra, vou lhe enviar a mensagem de que cuide dos outros, que aqui está tudo bem, obrigada.

Prefeito Leandro, vice e vereadores são empossados em Mesópolis

Numa cerimônia emocionante ocorrida na Câmara Municipal nesta terça-feira, 1° de janeiro, o Leandro Aparecido Polarini (PSDB) foi empossado como prefeito do município de Mesópolis. Também foram empossados o vice-prefeito Aparecido Vieira da Silva e os vereadores Lauvir de Souza Santos, Denilson Manoel Bortolozzo, Elton Aparecido Silva Milani, Luiz Carlos dos Santos Pereira, Guilherme Domiciano Barbosa, Maria Inês Ribeiro, Luiz Olímpio, Vania Braz de Oliveira Domingues e Valdeir Lima de Oliveira.
Leandro Polarini foi candidato único no pleito de 7 de outubro, obtendo nas urnas 100% dos votos (1251) válidos.
O vereador Lauvir de Souza Santos presidiu a cerimônia de posse dos eleitos e foi eleito presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal.

PT faz acordo com o DEM, e elege Pérola, presidenta da Câmara


A vereadora Pérola Maria Fonseca Cardoso (PT), a segunda mais votada no pleito de outubro com 1.349 votos, foi eleita na manhã de terça-feira, 1º de janeiro, presidenta da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Jales.
É a segunda vez na história do legislativo jalesense que uma mulher ocupa o cargo. A primeira mulher a assumir a presidência do Poder Legislativo foi Aracy de Oliveira Murari Cardoso.
Pérola recebeu seis votos dos dez vereadores empossados. Um acordo entre o PT e o DEM favoreceu a candidata petista contra o seu oponente Tiago Abra (PSB). Os vereadores Gilberto Alexandre de Moraes, Jesus Martins Batista e Nivaldo Batista de Oliveira, todos do DEM, o petista Luiz Fernando Rosalino e Rivail Rodrigues Júnior (PSB), elegeram Pérola.
Segundo Tiago Abra, havia um acordo firmado em ata que, se ele fosse candidato, o seu colega de bancada o apoiaria, fato que não aconteceu. Votaram em Tiago, os vereadores Claudir Aranda da Silva (PDT), Sergio Nishimoto (PTB) e André Ricardo Viotto (PSD).
Caso o vereador Junior Rodrigues tivesse votado em Tiago Abra, mesmo assim, a vereadora Pérola seria eleita por ter sido mais votada que o pesebista no pleito de 7 de outubro.
O vereador Nivaldo Batista de Oliveira (DEM) foi eleito vice-presidente, Jesus Martins Batista (DEM), 1º Secretário e Rivail Rodrigues Júnior (PSB) é 2º secretário. Todos tiveram seis votos.
Na primeira sessão ordinária do ano a ser realizada em 4 de fevereiro, os vereadores vão definir os membros da sete Comissões Permanentes com mandato de um ano.
Segundo o Regimento Interno da Câmara, as Comissões Permanentes devem ser eleitas na mesma sessão legislativa em quer for eleita a Mesa da Câmara. Como a sessão do dia 1° de janeiro era especial, ficou para fevereiro. As principais comissões são a de Constituição, Justiça e Redação e a de Orçamento, Finanças e Contabilidade.

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Nice toma posse e não anuncia todo os secretários

Nice Mistilides logo após assumir o cargo de prefeita municipal nesta terça-feira, 1° de janeiro, anunciou oito secretários municipais. Ela não havia definido os nomes dos secretários municipais de Esportes, Cultura e Turismo e o de Obras, Serviços Públicos e Habitação e os respectivos chefes de gabinetes que deverá ocorrer durante a semana.
Veja os demais secretários municipais anunciados:
Procurador Geral do Município:
Isaias Barbosa de Lima Filho, exercendo o cargo por 17 anos foi mantido frente à Procuradoria.
Chefe de Gabinete do Poder Execxutivo
Roberto Timpurim Berto
, professor da rede estadual de ensino,
Secretário Municipal de Administração:
Luciano Ferreira Nunes
, empresário e pastor evangélico
Chefe de Gabinete da Secretaria Municipal de Administração:
João Nogueira
Secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente:
Sandra Gigante
, biológa formada pela UniJales e Meio Ambiente pela UniFev
Chefe de Gabinete da Secretaria Municipal de Meio Ambiente:
não anunciado
Secretário Municipal de Comunicação:
Bruno Guzzo,
bacharel em Comunicação Social pela UNIFEV de Votuporanga, - Habilitação em Jornalismo no ano de 2009. Desde o início da graduação estagiou como assessor de imprensa em orgãos públicos e políticos e no último ano foi aprovado no processo seletivo da TV TEM - afiliada da Rede Globo em Votuporanga. Em 2010, passou a exercer a função de coordenador de rede na Record, em São José do Rio Preto, com produções para jornais locais e nacionais, tais como Hoje em Dia, Fala Brasil e Domingo Espetacular. Um ano e meio depois retornou a TV TEM onde atualmente exerce a função de produtor.
Chefe de Gabinete da Secretaria Municipal de Comunicação:
Douglas Zílio
, publicitário mas jornalista por vocação como auto se define. Secretário Municipal de Promoção e Desenvolvimento Social:
Lúcia Helena Gomes Callado Moraes, esposa do vice-prefeito Pedro Callado
Chefe de Gabinete da Secretaria Municipal de Promoção e Desenvolvimento Social:
não anunciado
Secretário Municipal de Educação:
Sônia Maria Scatena Frassato
, professora da rede estadual de ensino
Chefe de Gabinete da Secretaria Municipal de Educação:
Simone Aranda
Secretário Municipal de Fazenda:
Braz Baratela
, bacharel em Ciências Contábeis
Chefe de Gabinete da Secretaria Municipal de Fazenda:
não anunciado
Secretário Municipal de Planejamento e Trânsito:
Oswaldo Polizio Junior,
arquiteto
Chefe de Gabinete da Secretaria Municipal de Planejamento e Trânsito:
não anunciado
Secretário Municipal de Saúde:
Nilva Gomes Rodrigues de Souza
, Oficial Administrativo na Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo
Chefe de Gabinete da Secretaria Municipal de Saúde:
não anunciado

Discurso de posse de Nice Mistilides
A Deus toda honra e toda glória por este dia.
Cumprimento a todos os presentes, em especial, a população jalesense e as autoridades constituídas neste município.
Hoje é a primeira vez que uma mulher ocupa o cargo maior do Executivo Municipal em Jales.
Me sinto honrada pela escolha soberana da população jalesense e já posso sentir o significado histórico desse momento que hoje se inicia.
Durante toda minha trajetória política contei e conto sempre com as bênçãos de Deus, e caminhando com fé, cheguei até aqui, sem esquecer também do apoio fundamental que tive de toda minha família. E aqui, faço menção ao meu pai, Dr. Antonio Carlos da Silva, que não está em nosso meio, mas que deixou seus exemplos para os filhos.
Agradeço também, ao meu vice-prefeito, Dr. Pedro Callado, pessoa que Deus colocou em meu caminho para realizarmos uma grande mudança em nossa cidade. Agradeço ainda o apoio de toda a sua família.
Para este dia mais que especial, quando uma mulher assume a Prefeitura de Jales, trago comigo a força e a garra da mulher brasileira, que é a maioria em nosso país e em nossa cidade.
Sei que terei um grande desafio pela frente, as dificuldades não serão poucas e que naturalmente haverá resistência, mas com fé em Deus, aquele que capacita os escolhidos e não escolhe os capacitados, certamente teremos sabedoria, discernimento para ouvir com serenidade e grandeza de princípios, todos aqueles que desejam somar na construção de uma Jales de um novo tempo.
Percebo que o sonho que carrego ao longo de minha trajetória política, não é só meu, mas de grande parte da população que quer ver nossa cidade reconduzida aos caminhos do desenvolvimento e do progresso.
Não podemos permitir atitudes focadas em lutas sem causa, interesses pessoais, ações de consequências desconstrutivas, mas olhar para os anseios da população, objetivando devolver a auto- estima do nosso povo, que tem sede de mudanças e clama por soluções ousadas e inovadoras, por novos valores éticos na política, na condução da administração pública pura e sem mancha, e progresso contínuo e irreversível.
Progresso este que se faz com a determinação de desvendar, conhecer, elaborar e edificar, pois o processo de mudança de que somos atores caracteriza esse tempo que se inicia.
Nossa cidade precisa cada vez mais da participação de sua gente e que essa gente esteja preparada para construir e consolidar essa grande Jales que se anuncia. Liderar pessoas significa conquistá-las e, envolve-las de forma que coloquem em seu coração, sua mente, seu espírito, sua criatividade e sua excelência a serviço de um objetivo comum: uma Jales de um novo tempo.
É preciso fazer com que essas pessoas se empenhem ao máximo em uma missão.
Declaro ao meu povo que estou pronta a contribuir, usando tudo aquilo que aprendi ao longo de minha vida, e caso não seja suficiente, terei a humildade e a ousadia de buscar e encontrar aquilo que porventura nos falte.
Espero da oposição que ela seja responsável e que proponha o diálogo, além de poder colaborar com o processo político e o governo como um todo, pois de nada vale os entraves desnecessários, impedindo o desenvolvimento do objetivo comum: uma Jales de um novo tempo.
Que nossa atuação seja pautada pela responsabilidade social e pela sustentabilidade: ética, respeito às pessoas, às instituições, à comunidade e ao meio ambiente. Onde quer que estejamos, sejamos protagonistas na construção de organizações e uma sociedade mais saudável, justa, desenvolvida com foco em saúde, educação, trabalho, qualidade de vida, garantia de oportunidades para todos e promoção da dignidade humana. O alvo deve ser sempre o melhor de cada um.
No mais, é nossa obrigação aguçar os sentidos, a coragem, é aumentar a dedicação, acurar a inteligência e desdobrar as horas e as forças, no intuito único de servir à aspiração geral por uma administração transparente, civilizada e justa. É o que Jales merece e espera.
Reitero aqui meu compromisso de iniciarmos uma nova, desafiante e árdua jornada. É o desafio de uma cidade que quer e deseja crescer. Que Deus nos dê força, sabedoria e amor, pois ainda que tenhamos todo o conhecimento e uma fé capaz de mover montanhas, se não tivermos amor, nada seremos.
Sei do tamanho da minha responsabilidade e quero corresponder dando o melhor de mim, lutando sem parar, fazendo o possível e entregando para Deus, o impossível. Vamos ao trabalho, pois ele é a matéria-prima imprescindível na construção desse nosso sonho chamado esperança.
Agradeço novamente a presença de todos e desejo um 2013 repleto de paz, luz, amor e bênçãos de Deus na vida de cada um de vocês, meus amados.
Deus abençoe a todos. Eu amo o que faço. Eu amo Jales. Eu amo vocês.

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Recebemos e retribuimos votos de Feliz Natal e Ano Novo

Randstad Recursos Humanos, Fonte Leone Bar, deputado estadual Carlão Pignatari, Santa Casa de Votuporanga, Wolney Vilela Gouveia e esposa Luciana Ramos Zafalon (Uberlândia MG), Empório Valente, Spetomix, Janecler Capellete (Aspim Tecnologia), PortoGente, Ricardo Viveiros & Associados, Única Teleserviços (Alex Castro), Zupi Shop, deputado federal Cândido Vacarezza,  Vajra, Equipe Tres Embalagens, Lonas & Lonitas Solda e Costura, Unidarma, Izabel Sadall Agrispino, Razão Humana Consultoriae Assessoria Ltda, Arca Brasil, Cebal Jales, Cliniseg, Dr. Hugo Vinicius Nogueira e família, Flávio Tpobal, BWRT, Carvalhoit Sistemas re Projetos, Diskshop, deputado estadual Fernando Capez, Vialeere Lentes e Óculos, João Carlos del Bianco (Três Lagoas MS), SOS Dental, 1° Ten e vereador eleito Norival Marques de Barros (Cedral-SP), Ead Século 21, Construbem, FMB curso Preparatório, Conasens - Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, deputado federal Mendes Thame, Arth Mariah, Equipe Viola Show, Compra Individual, Blitz Papelaria, Elastix, Sergio Landgraf e família, Barela Seguros, Total na Web, Zé do Pedal.