Páginas

sábado, 1 de dezembro de 2012

FOLHAGERAL

Uniformizada
Lá no botequim da vila esta semana, o assunto era futuro secretariado da prefeita eleita Nice que todos aguardam com ansiedade a divulgação dos nomes, que por sinal são o mais diversos que já "nomearam" para as pastas. Mas um nome muito comentado e que é de agrado não só dos esportistas mas também de outras alas pela sua capacidade, responsabilidade, conhecimento e ética é o de Wilter Guerzoni.
Próximo à posse
Mas vão ter que aguardar para saber quem será quem no futuro secretariado da prefeita eleita Nice. Ela deverá mesmo anunciar seu secretariado no decorrer do mês de dezembro e até mesmo os mais ligados a Nice não sabem que ela irá nomear para sua assessoria. Por isso tudo que se fala por aí não passa de especulação.
Sim e não
O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) cassou na sessão de segunda-feira, 26 de novembro, o mandato dos vereadores Joaquim Antonio Coutinho Ribeiro (PMDB) de Iguape e Adilson Marcos Nicoletti (PPS) de Itapetininga por infidelidade partidária. Na mesma sessão, os juizes do TRE-SP absolveram o vereador Rivelino Rodrigues que deixou o PPS para ingressar no PMDB. Não cometeu infidelidade partidária.
Sem vibração
O PSDB de Jales precisa arregaçar as mangas e ir em busca de recursos para o município. Afinal de contas, a partir de 2.013, a tucanada estará representada no governo municipal com o vice-prefeito Pedro Callado e, espera-se, que não sejam tão apáticos como foram nesses oito anos de PT no governo municipal. O PSDB jalesense, no geral, não se empenhou como devia e precisam parar de pensar só em cargos e colocar a cidade em primeiro lugar.
Pra si
Os tucanos não vão querer que aconteça como o PT que administrou Jales tendo ao seu lado por oito anos o governo federal, e não soube usufruir dessa chance. Por isso, nos próximos dois anos, as forças políticas da coligação que elegeu a petebista Nice prefeita, devem se unir em prol da cidade. E chamar os outros, claro, e olhar os horizontes de Jales.
Apuração
Foi publicado no Diário Oficial do Estado em 23 de novembro, sexta-feira passada, despacho do Conselheiro Dimas Ramalho, do TCE-SP, determinando o envio do processo TC-000027/011/10 para a UR–l de Fernandópolis para que apure o valor pago à OSCIP, no caso a Associação dos Deficientes Físicos da Região de Jales – ADERJ "a título de Taxa de Administração e Despesas de Custos Operacionais, bem como a discriminação dos valores pagos por força de rescisão contratual". O Termo de Parceria assinado entre a Prefeitura de Jales e a ADERJ em 30/12/2009 foi de R$ 4.337.426,80. Clóvis Viola era o prefeito em exercício à época e secretário municipal da Saúde Donisetti Santos de Oliveira.
Fim de mandato
Lá na rua Cinturão Verde, no IV Centenário, uma galeria aos poucos vem afundando e muito, sendo prejudicial e perigosa aos motoristas, motoqueiros e outros afins desavisados. Ao invés da Prefeitura executar o serviço melhorando o tráfego, não, fizeram duas fazias brancas em cada lado da valeta e escreveram "valeta". O povo merece.
Deixa como tá
A Defesa Civil do Estado ( CEDEC) está orientando a todos os prefeitos eleitos que não desestruturem suas Coordenadorias Municipais de Defesa Civil, em razão de questões políticas, pois os atuais agentes foram capacitados ao longo do ano para enfrentar o período mais crítico que se aproxima, em razão da maior incidência de chuvas, não podendo a população ser prejudicada. A previsão é muito chuva para 2.013.
Cortar a fita
Fizeram uma festa com a assinatura do termo de adesão para a construção de Centro Dia do Idoso em Jales no valor R$ 500 mil autorizado pelo Governador Alckmin. Pelos indicativos a festa maior será da prefeita Nice Mistilides cuja construção deverá começar e terminar em seu governo. E não foram os tucanos que conquistaram esse benefício para a 3ª Idade.
Mulher no trânsito
Segundo o ti-ti-ti- que correu entre as pessoas do setor nesta sexta-feira, uma mulher estaria sendo nomeada para a 93ª Ciretran de Jales. É do ninho tucano.
Chegando a hora
Dentro de 30 dias algumas prefeituras da região mudam de comando. Apesar da transição de governo que alguns prefeitos eleitos fazem com os que saem e muita coisa eles ainda não sabem o que vão encontrar.
Com o povo
A Câmara de Jales foi renovada em 70% de seus vereadores, Apenas três que se elegeram em 2008 ficaram. Por isso aguarda-se que esse sangue novo que vai estar no legislativo seja mais audacioso e menos cauteloso. Ouça mais a voz das ruas do que de seus partidos. Muita coisa precisa mudar e Jales precisa de gente de ação.
Na luta
Quem pensa que a futura prefeita Nice está esperando o tempo passar para assumir está muito enganado. Na segunda-feira, viajou para Brasilia e deve ter retornado nesta sexta-feira, onde foi reivindicar junto a deputados e senadores recursos para o município de Jales.
Pouco
Enquanto Jales, isto é, alguns políticos festejam a liberação por parte do governador da construção de um CDI, municípios de menor porte levou muito mais, comparando-se, com apoio de deputados que foram muito bem votados na cidade. É preciso união. Sem medo de exigir para o futuro não ser negro.
Pechincha
Acontece dias 7 e 8 (sexta e sábado) no Centro Pastoral da Catedral - Jales, o Bazar da Pechincha em prol o Lar dos Velhinhos. Das 9 às 19 horas, Compareça e adquire.
 

Jalesense de 26 anos morre em acidente próximo a Santa Salete

Um grave acidente foi registrado na madrugada deste sábado, 01/12, na Rodovia Euclides da Cunha, a SP-320, entre Santa Salete e Jales. O jovem Emílio Rossafa Neto, 26 anos, morreu no local.  O fato aconteceu por volta das 4h, no km 600+100 mts e envolveu dois veículos. Segundo informações da Polícia Rodoviária, a caminhonete Dodge Ram, Preta, conduzida por Neto, vinha sentido Santa Fé-Jales, quando próximo à Santa Salete, colidiu na traseira de um caminhão, vindo perder o controle e capotar.
Com o impacto, Emílio Rossafa Neto, não resistiu aos ferimentos, vindo à óbito no local. Mais uma pessoa estava na caminhonete com Neto, um jovem de 21 anos, que conseguiu escapar apenas com ferimentos leves. Já o motorista do caminhão nada sofreu.
A perícia e a polícia técnica estiveram no local para averiguar as causas do acidente.
O sepultamento de Neto Rossafa dar-se-á logo mais às 17  horas, no cemitério municipal

Anistia de multas e juros pode diminuir a inadimplência de contribuinte com o IPTU


por Douglas Zílio
A Câmara Municipal de Jales aprovou na noite da última segunda-feira, dia 26 de novembro, o Projeto de Lei nº 98, de 08 de novembro de 2012, de autoria do Poder Executivo, que dispões sobre incentivo fiscal aos contribuintes municipais.
O projeto objetiva criar condições para que os devedores de impostos quitem seus débitos, aumentar a receita municipal e reduzir o montante da dívida ativa que chega perto dos R$ 8 milhões.
A concessão de anistia de multas e o cancelamento de juros moratórios dos impostos devidos, de 100%, se dará aos contribuintes que pagarem a conta em uma única parcela, até o dia 21 de dezembro. Para a obtenção dos benefícios, o contribuinte deverá comparecer à Divisão de Tributação da Secretaria Municipal de Fazenda e assinar o Termo de Confissão de Dívida. Porém, nos casos de débitos tributários ou não tributários, objeto de Ação de Execução Fiscal, o contribuinte em débito deverá procurar a Procuradoria Geral do Município e realizar o pagamento prévio das custas processuais e honorários advocatícios da sucumbência, para, posteriormente solicitar o cálculo da dívida com a suspensão dos juros e multas.
Esta é a terceira vez que o prefeito Humberto Parini beneficia os devedores de impostos. Em 2009 ele concedeu a primeira anistia e, em julho de 2011, a segunda. Em sua justificativa, o prefeito afirma que o principal motivo para a concessão do cancelamento de juros e multas é o alto nível de inadimplência dos contribuintes, que, segundo ele, atinge todas as classes sociais. Parini ressaltou que existia um clamor pedindo o benefício, já que em outras cidades, administradores adotaram a mesma medida.
A deliberação ao Projeto de Lei, que exigia a maioria absoluta dos votos para a aprovação, recebeu voto favorável dos vereadores Claudir Aranda, José Roberto Fávaro, Luís Especiato, Luiz Henrique Viotto, Osmar Pereira de Rezende, Pérola Maria Fonseca Cardoso, Rivelino Rodrigues, Salatiel Souza de Oliveira, Sérgio Nishimoto e abstenção de voto da vereadora Aracy de Oliveira Murari Cardozo.

Macetão solicita recursos ao deputado Eleuses Paiva durante viagem a Brasília

Entre os dias 20 e 22 de novembro, o vereador e presidente da Câmara Municipal de Jales, Luiz Henrique Viotto, o Macetão, esteve em Brasília em busca de recursos que possam viabilizar melhorias e benefícios para o município de Jales.
Na ocasião, o vereador visitou o gabinete do deputado federal Eleuses Paiva (PSD), para reiterar pedidos de recursos junto aos órgãos competentes. "Aproveitei para pedir a instalação definitiva de um médico legista em nossa cidade, já que não existe um profissional designado para este fim". Macetão ressaltou que muitas vezes as famílias dos falecidos acabam sendo obrigadas a esperar a liberação dos corpos para poderem dar início a todo o processo funeral, o que gera inúmeros transtornos e constrangimentos aos familiares que já sofrem em função da perda de entes queridos.
Viotto ainda aproveitou sua estadia na capital federal, para reivindicar ao deputado a viabilização de recursos que garantam a aquisição de equipamentos para a instalação de academias de saúde a céu aberto em alguns pontos de Jales. De acordo com o presidente da Câmara, os equipamentos serão instalados na medida em que a verba for liberada pelo Governo Federal e vão contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos usuários, principalmente pelas pessoas atendidas pelas unidades de saúde espalhadas pela cidade.
Macetão, acompanhado pelo deputado Eleuses Paiva, visitou o Ministério da Saúde e o Ministério das Cidades, com o objetivo de verificar a situação em que se encontram os convênios firmados entre o município e os respectivos ministérios, principalmente os que beneficiam a Santa Casa de Jales. "Quis conferir de perto o andamento desses convênios que beneficiarão diretamente a vida de nossos munícipes. Estou terminando meu mandato e quero fazê-lo com a plena consciência de que desenvolvi um bom trabalho em prol da população".
O vereador deixou a audiência otimista em relação à promessa de empenho do deputado Eleuses Paiva quanto ao atendimento das solicitações.

Rodeio de Paranapuã arrecada mais dez toneladas de alimentos para Santa Casa

A população de Paranapuã acaba de dar um belo exemplo do que é solidariedade. Engajados em ajudar a Santa Casa de Jales, toda a comunidade se mobilizou e doou o montante de, aproximadamente, 15 toneladas de alimentos para o hospital. O mutirão aconteceu durante a realização do rodeio do município, nos dias 14, 15, 16, 17 e 18 de novembro.
Este já é o segundo ano consecutivo que a cidade se mobiliza para a realização de um evento em prol da Santa Casa. No final de 2011 a cidade também fez um leilão de gado e arrecadou R$46 mil para o hospital.
"Agradeço a todos que colaboraram de alguma forma para que esta festa fosse realidade, porque sozinho não é possível fazer nada. Fico feliz pelo apoio da população e adianto que nossa meta para o próximo ano é superar a quantidade de alimentos arrecadada", afirmou o presidente da Comissão Organizadora, Nilson Barbosa de Oliveira.
O provedor José Pedro Venturini, esteve com uma equipe da Santa Casa em Paranapuã no dia 23 de novembro para conferir o resultado do trabalho e levar as doações para Jales. Surpreso com a quantidade de alimentos doados, ele agradeceu a Comissão Organizadora do evento, Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores e à população que se empenhou nessa causa.
"Vejo muitos municípios colaborando com a Santa Casa e isso é motivo de grande alegria para mim. Parabéns a todos que contribuíram para o sucesso dessa ação em prol da saúde. Cada doação é de fundamental importância para nós". (por Vivian Curitiba)

Ministério Saúde premia EABs da região

O Ministério da Saúde vai premiar, pela primeira vez, o alto padrão de qualidade das Equipes de Atenção Básica (EAB) que integram a política Saúde Mais Perto de Você que aprimoraram o padrão de qualidade no atendimento à população. Serão beneficiados os seguintes municípios da região: Jales R$ *11.000,0, Mesópolis R$ 6.600,00, Populina R$ 6.600,00, Rubinéia R$ 11.000,00, R$ Santa Clara d’Oeste 11.000,00, R$ Santa Fé do Sul 13.900,00, R$ Santa Rita d’Oeste 6.600,00, R$ São Francisco 11.000,00, R$ Três Fronteiras R$ 2.200,00 e Urânia R$ 6.800,00.
"É a primeira vez que o MS está repassando recursos com base na qualidade do atendimento na Atenção Básica. Agora, passamos a ter um padrão de qualidade nacional", afirma o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.
Também pela primeira vez, o Ministério da Saúde ouviu, pessoalmente, a opinião dos usuários sobre o atendimento prestado por Equipes de Atenção Básica. Em São Paulo, 5.019 usuários participaram da avaliação. Equipes bem avaliadas em indicadores – como atendimento pré-natal, acompanhamento de doentes crônicos, tempo de espera por consulta e adequada atenção à saúde do idoso, entre outros – poderão receber até R$ 11 mil por mês.
Incentivos
– Atualmente, cada equipe recebe do governo federal de R$ 7,1 mil a R$ 10,6 mil por mês, conforme critérios socioeconômicos e demográficos, acrescidos ainda recursos para as equipes com Agentes Comunitários de Saúde e profissionais de Saúde Bucal. Equipes consideradas insatisfatórias, que não cumpriram o mínimo necessário do padrão de qualidade, não receberão recursos. Porém, poderão se inscrever novamente para uma nova avaliação, que acontece em março de 2013.
No mesmo período, será possível ampliar a adesão para 100% das Equipes de Saúde da Família, o que representa um universo de aproximadamente 33 mil equipes. Será possível também a adesão, ao PMAQ, de Equipes de apoio dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF), de Centro de especialidades Odontológicas (CEO) e dos Consultórios na Rua.
As equipes avaliadas são compostas por médico, enfermeiro, técnico ou auxiliar de enfermagem, além de agentes comunitários de saúde. Há equipes que também oferecem assistência odontológica e são formadas por dentistas, auxiliar de consultório dentário e/ou técnico em saúde bucal. *Valor Mensal em R$ (a partir da competência de outubro). fonte: Agência Saúde MS.

Ultramaratonista Neneinha é convidado para participar de corrida em Buenos Aires (ARG)

O ultramaratonista Carlos Pereira de Rezende, professor Neneinha), que em sua categoria representou Jales nas principais ultramaratonas do Brasil como Ultramaratona dos Fuzileiros Navais (RJ) com 203km, Campina Grande do Sul (PR) com 183 km, Santa Maria (RS) com195km e Campinas (SP) com 185km, recebeu convite para participar de uma das provas mais difíceis na modalidade Ultramaratona, que será disputada em Buenos Aires (Arg) que terá 48 horas. A prova é realizada em uma pista de atletismo. Neneinha foi convidado pelo corredor Delino Tomé que é uma lenda do desporto no Rio de Janeiro e no pais.
A Ultramaratona Internacional de Buenos Aires deste ano aconteceu nos últimos dias 9, 10 e 11 de novembro, na pista de atletismo do Parque Sarmiento Dr. Ricardo Balbin, de Buenos Aires.
Neneinha participou no final de semana, dias 24 e 25 de novembro, na Lagoa do Taquaral, em Campinas (SP), da III Ultramaratona 24h Campinas Run, quando percorreu 174 km e 400 mts em 64 voltas. Ele disse que ficou muito feliz com o resultado por superar o feito de 2.010 que foi de 171 km e 675 mts. Corredores de cinco países estiveram participando da prova.
Neneinha disse que no próximo ano, espera contar com o apoio da prefeita Nice e de seu vice Pedro Callado no seu objetivo de competir na Ultramaratona Internacional de Bueno Aires.
O professor Neneinha era o responsável pela Escola de Atletismo junto à Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Turismo (SMECT), cuja equipe de corredores havia participado de inúmeras corridas por várias regiões do estado de São Paulo e honrado o nome de Jales.
Logo após a eleição, Neneinha que foi candidato a vereador pelo DEM, não foi reconduzido ao cargo para continuar com o seu trabalho.

Alunos da Educação Infantil de Santa Fé do Sul arrecadam açúcar para o Hospital do Câncer


A Educação Infantil Municipal encerrará o ano letivo cumprindo o papel social de ajudar o próximo. Por meio do projeto Partilhando Valores para um Mundo Melhor durante todo o ano foram trabalhados com os alunos valores como respeito, amizade, amor, responsabilidade e solidariedade. Com o apoio da Secretaria Municipal de Educação e do Grupo de Voluntários de Combate ao Câncer de Santa Fé do Sul, as escolas fizeram uma campanha para arrecadar açúcar para o Hospital do Câncer de Barretos e Jales.
Para a secretária de Educação Marilza de Almeida Marques, atitudes como esta fortalecem o bom convívio das crianças. "É essencial trabalhar valores com nossos alunos; pois tudo que recebem de significativo nessa faixa etária levarão para a vida toda", disse.
Segundo a diretora geral de Ensino Municipal Infantil, Maria Ângela Brentam Perencini, é na infância que a criança recebe toda uma bagagem de conhecimentos e posteriormente começa interiorizar o que quer ou não quer para si. "Assim, trabalhar valores com os pequenos é contribuir para a formação de cidadãos conscientes e responsáveis com o seu meio", disse Ângela.
O fechamento do projeto Partilhando Valores para um Mundo Melhor acontecerá nos dias 4 e 5 de dezembro durante as festas de encerramento do ano letivo nas creches e as pré-escolas I e II na quadra da Escola Municipal ProfªCirley Volpe Lopes.

Encontro “Família: Um Presente de Deus" emociona famílias em Rio Preto

No domingo 25 de novembro, a Religião de Deus promoveu em sua Igreja Ecumênica em São José do Rio Preto (SP), o emocionante encontro ecumênico Família – Um Presente de Deus. O encontro que teve como tema "Não use drogas. Viver é melhor!" repassou aos participantes a mensagem de coragem para renovar as atitudes, vencer os vícios e ser feliz.
A solenidade iniciou com a poderosa corrente ecumênica de oração em benefício das famílias, fortalecendo os vínculos de amor e respeito entre aqueles que compõem o ambiente familiar. Na sequência contou com a participação da renomada psicóloga Drª. Mara Lucia Madureira, e articulista de vários jornais de Rio Preto, que de forma bem descontraída e dinâmica repassou orientação às famílias sobre a prevenção e superação da dependência química.
"É sempre uma honra participar de ocasiões como esta da Religião de Deus, compartilhando um pouquinho do meu conhecimento, esclarecendo as famílias o que é a questão da dependência química. É muito importante essa iniciativa de vocês, de bom senso em termo de religiosidade e termo social, ajudando as famílias a compreender esta situação. A Legião da Boa Vontade e a Religião de Deus está de parabéns por enfocar uma questão tão presente nas famílias e não ignorar esse problema e sim aborda-lo e trabalhar com clareza". Relatou a Psicóloga.
Durante o encontro o casal Claudio Fernando Costa e Ozaida Gama Costa, foi homenageado pela Religião do Amor Fraterno: "Foi tudo muito bonito, muito emocionante. O testemunho do pregador sobre seu filho vai servir como exemplo para eu orientar meus netos. As orientações da psicóloga Dr. Mara sobre as drogas servirá como uma lição de vida. Foi tudo maravilhoso o que aprendi aqui hoje. Agradeço a Religião de Deus", disse Ozaida. ( por Luzia Ribeiro)

Solenidade em Ribeirão Preto: 5ª CSM entrega diplomas e medalha


Wanderley, Tenente Luiz (JSM Jales), Vitor, Ten Cel Soares,
Ilson, Nelçon, Marcos e João Carlos
Foi realizada na sede da 5ª Circunscrição de Serviço Militar, em Ribeirão Preto, no dia 22 de novembro, uma cerimônia de homenagens e entrega de diplomas aos que se destacaram no ano de 2012 e a entrega da medalha Olavo Bilac aos secretários com mais de 40 anos dedicados ao Serviço Militar.
Na ocasião o Secretário da Junta de Serviço Militar de Jales, Nelçon Mendonça Ferreira, recebeu das mãos do tenente Coronel Nilton Soares Filho, Chefe da 5ª CSM e do 1º Tenente Luiz Fernando Borella de Souza, Delegado da 20ª DEL SM de Jales, o Diploma de "Secretário Padrão 2012", uma honraria aos Secretários de JSM que se destacam pela dedicação, eficiência e excepcional desempenho nas atividades do Serviço Militar.
Este Diploma foi instituído pelo Chefe da 5ª Circunscrição de Serviço Militar, dentro das normas para funcionamento dos órgãos de serviço militar em tempo de paz, em reconhecimento aos bons serviços prestados pelos Secretários e Secretárias de Junta de Serviço Militar que se destacaram no ano de 2012.
Na área da 20ª Delegacia de Serviço Militar de Jales, sob comando do 1º Tenente Luiz, foram diplomados ainda os Secretários das JSM Vitor Sergio Silveira Gonçalves (Aspásia), Marcos Aurélio Marin Roveda (Marinópolis) , João Carlos Tavares (Dirce Reis), Wanderley de Brito Gondim (Guzolândia) , homenageados pela colaboração por mais de 10 anos dedicados ao serviço militar.
No final da cerimônia, em ato solene foi entregue a "Medalha Olavo Bilac", a Ilson Alves Nogueira, o secretário da JSM de Santa Rita D’Oeste, que conta com mais de 40 anos de dedicação ao Serviço Militar. Trata-se de uma honraria criada pela Academia de Assuntos Históricos e cadastrada pelo Exército Brasileiro. A Medalha Olavo Bilac é concedida à autoridades e instituições, cujos trabalhos ou ações merecem especial destaque na difusão da história brasileira, seus heróis e seus feitos.

Aluna da Fatec Jales participa do XXII Congresso Brasileiro de Fruticultura

De 22 a 26 de outubro de 2012, a Fatec Jales esteve presente no XXII Congresso Brasileiro de Fruticultura, em Bento Gonçalves, evento que acontece a cada 2 anos em distintos estados do Brasil.
O Congresso Brasileiro de Fruticultura – CBF é o principal fórum nacional de intercâmbio técnico-científico da fruticultura. Desde sua primeira edição, em 1971, ele conta com a participação de instituições de ensino, pesquisa e extensão, órgãos governamentais, produtores, empresários, fabricantes e comerciantes de máquinas, implementos e insumos agrícolas e demais atores relacionados a essa cadeia produtiva.
Foram apresentados 1552 trabalhos pelos participantes. Destes, 160 foram apresentados na forma oral e o restante em pôsteres. Destaque para o grande número de trabalhos nas áreas de fitotecnia, com 399, e de colheita e pós-colheita, com 328.
A aluna do curso de Tecnologia em Agronegócios, Amanda Rodrigues Senna (foto), sob orientação da Profª. Me. Denise Pinheiro Soncini da Costa apresentaram o artigo em forma de pôster titulado "Aceitabilidade de doce em calda de jambo-vermelho (Eugenia malaccensis)", fruto de pesquisa desenvolvida por elas.
Este congresso teve sua programação focada no tema: "A fruticultura em transformação: na produção, na pesquisa e no consumo de frutas. A modernização no campo, os avanços tecnológicos e os novos hábitos de consumo de frutas". O evento contou com a participação de palestrantes de renome internacional.
A Profa. Denise e a aluna Amanda participaram de visitas técnicas, na Casa da Ovelha, onde processa derivados de leite de ovelha, como iogurte, vários tipos de queijos e doce de leite e na Cooperativa Vinícola Aurora, maior vinícola do Brasil.
Representantes de todos os estados brasileiros e dos países: Colômbia, Uruguai, Azerbaijão, Alemanha, França, Afeganistão, Itália, Bélgica, Estados Unidos, Japão, China, Chile, México estiveram presentes ao evento.

Fuga Couros – Jales realizou 6ª Sipat

Funcionários presentes ao evento
Com o tema "Investir em segurança não é cumprir a legislação, é antes de tudo preservar o ser humano, sem isso não há nada" , a Fuga Couros – Jales, realizou entre os dias 19 à 23 de novembro, a 6ª Semana Interna de Prevenção ao Acidente no Trabalho – SIPAT, com a participação de vários palestrantes que abordaram diferentes assuntos visando prevenir e educar seus funcionários quanto aos acidentes que podem ocorrer dentro da empresa.
A SIPAT é uma semana de atividades voltadas à prevenção de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais e é uma das atividades obrigatórias para todas as Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (CIPA), devendo ser realizada anualmente.
Esse evento tem como principal objetivo orientar e conscientizar os funcionários da empresa sobre a importância da prevenção de acidentes e doenças no ambiente do trabalho, e fazer com que resgatem os valores esquecidos pelo corre-corre do dia-a-dia, ou seja, não só tenham ideia de segurança, mas que também pratiquem a segurança.
Foram convidados para abordar os mais diferentes temas na 6ª SIPAT da Fuga Couros – Jales: Dia 19: coordenador Claudio e o presidente da Leon da Comunidade Catarv em Jales falaram sobre "Drogas" – Dia 20: O especialista em Gestão Ambiental da FEF, Rogério Ribeiro, abordou o assunto: Importância da Conscientização e Certificação Ambiental – Dia 21: a enfermeira Érica Regina S. Barbosa e a agente de saúde Dagilda Célia Santana, da ESF–Jales, falaram sobre a Prevenção da Tuberculose "com coleta de amostras na empresa" – Dia 22: o delegado de polícia de Jales, Carlos Eduardo Monteleone, abordou o tema Trânsito e Dia 23: o cardiologista Misael de Paulo Carvalho, falou sobre Hipertensão, Colesterol e Triglicérides.
Rodrigo, Misael, Fabricio,Jeferson, Ivone e Carol
De acordo com o organizador da 6ª SIPAT da Fuga Couros -– Jales, Rodrigo Melo, muitas empresas vêem este evento como mero cumprimento da legislação, como algo obrigatório, e assim deixam de proporcionar aos funcionários uma oportunidade de crescimento em todos os sentidos: "A SIPAT é a continuidade dos trabalhos voltados para a prevenção de acidentes e doenças ocupacionais, promoção da saúde, aumento da produtividade e da valorização da vida e com ela todos saem ganhando", complementa Melo.
Ao final do evento, o delegado de polícia Carlos Eduardo Monteleone recebeu um Mimo pela sua participação como palestrante da 6ª Sipat da Fuga Couros – Jales.

Dois momentos importantes para os jovens do Interact Club

No sábado. 24 de novembro, jovens do Interact Club de Jales junto com o Rotarct fez uma visita ao Lar dos Velhinhos, onde trocaram experiências, ouviram grandes histórias, viram as artes que alguns fazem, jogaram dominó, enfim se comoveram em conhecer um pouco mais e reencontrar todos os presentes.
Taísa Sanitá Selis, presidenta do Interact CLub de Jales, enfatizou que "a tarde foi maravilhosa e com ela todos puderam dar um pouco do seu amor e do seu carinho aos velhinhos, além de desfrutarem do lanche servido pelas jovens do Interact".

No domingo, 25 de novembro, os jovens do Interact Club de Jales junto com o Rotaract participaram da primeira caminhada contra o câncer infantojuvenil "Passos que salvam".
Com grande disposição ,levando a bandeira, os interactianos mostraram a alegria do club por toda a caminhada e com estes primeiros "passos" deixam o seguinte pensamento:
"Mais importante que a vontade de vencer é a coragem de começar".

Produtores rurais técnicas da agricultura orgânica

O Sebrae-SP em parceria com o Sindicato Rural de Jales, Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente e Cooperativa Agrícola Mista dos Produtores da Região de Jales, realizou no dia 27 de novembro o 1º Encontro de Agricultores na Região de Jales.
O evento direcionado principalmente aos produtores de fruticultura e olericultura abordou, entre outras coisas, o uso da tecnologia para melhoria da produção agrícola, os resultados do projeto AgroSebrae e a troca de experiências entre os participantes.
O encontro se deu na forma de palestras proferidas pelo consultor do IBS – Instituto BioSistemico, Shigueo  Sumie, que apresentou aos produtores como misturar técnicas tradicionais da agricultura com técnicas orgânicas de baixo custo, voltadas especialmente para o combate de pragas. "A produção orgânica é sustentável, além disso, o consumidor hoje busca e valoriza o alimento produzido com menos agrotóxicos, essa passou a ser uma exigência do próprio mercado", explicou Sumie.
A zootecnista e consultora de agronegócios do Sebrae-SP, Viviane Karina Gianlorenço, também apresentou aos participantes os resultados do projeto AgroSebrae com produtores atendidos pelo programa na região. Ela contou que o projeto tem o propósito de fomentar o empreendedorismo rural e melhorar a competitividade dos produtores rurais.
O tripé de sustentação da idéia são as ações e consultorias ligadas à produto, processo e mercado, consultorias tecnologias, de gestão e operacionalização da propriedade rural e orientação de acesso a mercados e apoio à montagem de cadeias  de negócios 

Aniversariante de hoje

Edmilson
, com a família: as filhas Sandy que festejou mais um aninho dia 18 de novembro, Polyana, e a esposa Érica, durante a participação em um evento festivo em nossa cidade, está comemorando no dia de hoje, 1° de dezembro, mais um ano de vida. Familiares e amigos vão marcar presença para dar aquele abraço ao aniversariante. Parabéns Edmilson

EDITAIS DE PROCLAMAS

Ademir de Mattis
, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
CASSIO HENRIQUE LAURO e NATÁLIA PEREIRA DANTAS. ELE,
natural de Santa Bárbara D’Oeste, deste Estado, nascido aos 03 de fevereiro de 1.989, auxiliar administrativo, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Aparecido Lauro e de Maria Luiza da Silva Lauro. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 22 de novembro de 1.989, professora, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Dantas e de Laide Aparecida Pereira Dantas.
LUIZ FERNANDO MANZONI LOURENÇONE e LARISSA HORIKAWA SATTO. ELE,
natural de Loanda, Estado de Paraná, nascido aos 21 de janeiro de 1.982, médico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Antonio Lourençone e de Irene Manzoni Lourençone. ELA, natural de Andradina, deste Estado, nascida aos 15 de abril de 1.983, médica, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Clineu Takeshi Satto e de Neide Hitomi Horikawa Satto.
MOISES ANTONIO ALTOMARE e MARIA IZABEL ALESSIO. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 17 de maio de 1.964, vigilante, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Sidney Altomare. ELA, natural de Pontalinda, deste Estado, nascida aos 15 de fevereiro de 1.957, doméstica, viúva, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Santo Aléssio e de Augusta Pereira Aléssio.
FRANCISCO VALDO DE ALBUQUERQUE e MARIA DE FÁTIMA PÊGOLO. ELE,
natural de Conceição do Piancó, Estado de Paraíba, nascido aos 05 de agosto de 1.950, aposentado, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Abdias Moura de Albuquerque e de Izabel Moura Albuquerque. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 02 de agosto de 1.954, aposentada, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Jacinto Pegolo e de Olga Bellão.
LUÍS EDUARDO DA SILVA NASCIMENTO e MÁRCIA RODRIGUES DE OLIVEIRA. ELE
, natural de Registro, deste Estado, nascido aos 21 de maio de 1.989, promotor de merchandising, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Heleno Martins do Nascimento e de Maria José da Silva Nascimento. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 06 de outubro de 1.986, recepcionista, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Miguel Carvalho de Oliveira e de Neuza Rodrigues da Conceição Oliveira.
CLEITON JOSÉ DA SILVA e FRANCIELI DOS SANTOS CARDOSO. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 06 de outubro de 1.987, eletricista de autos, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Simão da Silva e de Terezinha Batista do Prado Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 12 de junho de 1.990, cabeleireira, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de José Carlos Cardoso e de Fátima dos Santos Alcantara.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial

O trânsito e suas consequências

Por Camila Assis de Souza e Sílvio Paula Ribeiro
Hoje nós desprezamos o transporte coletivo, que, de acordo com alguns especialistas, é mais barato e politicamente correto. Todos nós sonhamos adquirir uma moto ou carro zero, pensando na praticidade que é ter nosso próprio veículo, pois poderíamos ir aonde quiséssemos, num dia de sol ou de chuva, sem depender de carona ou ônibus. Isso seria perfeito se soubéssemos a lidar com essa situação, mas infelizmente não é assim que acontece, pois, com o aumento do fluxo de veículos nas vias urbanas, as pessoas ainda não têm consciência da importância da educação no trânsito e não entendem que a falta de respeito tem como consequência acidentes, muitas vezes fatais.
Segundo um levantamento do Ministério da Saúde, ocorreu um crescimento considerável em relação aos custos com internações de motociclistas, pagas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Em 2011, houve um aumento de 113%, em relação ao ano de 2008, o que, em valores, significa R$ 96 milhões.
O número de mortes também aumentou: chegou a 21% no ano passado, considerando o ano de 2008. A maioria dos mortos são homens e 40% com faixa etária entre 20 e 29 anos, ou seja, jovens que acabaram de adquirir habilitação, ou que, talvez por não terem sido bem instruídos ou por irresponsabilidade mesmo, pensam que podem tudo, sobretudo quando estão alcoolizados. Esses jovens saem provocando acidentes e, como consequência, perdem sua vida ou tiram a vida e saúde de pessoas inocentes.
Como os números só aumentam nas pesquisas, emerge um questionamento: Por que isso acontece com frequência? Observamos que não são apenas os fatores imprudência e irresponsabilidade que tornam nosso trânsito mais perigoso e violento a cada dia; há outro número que influencia muito o alto índice de acidentes e mortes: o aumento da frota de veículos, tanto de motos como de carros. Esse crescimento desordenado decorre das facilidades ofertadas pelas concessionárias de veículos. O fato não aumenta somente a frota, cresce também o alto índice de pessoas que optam pelo financiamento de carro ou moto. Às vezes essas pessoas não fazem um planejamento do orçamento familiar adequado e não conseguem honrar o compromisso financeiro com as financiadoras, de que resulta o crescimento do número de inadimplentes no mercado.
Pelas alegadas economia e praticidade, muitos preferem a motocicleta: gasta menos combustível e permite o pilotar em meio aos carros, "costurando" pela cidade. Transitando de maneira errada, o motoqueiro argumenta que, com essa conduta, chegará mais rápido e ficará pouco tempo preso em grandes congestionamentos e semáforos, esquecendo-se de que pode pôr em risco sua vida, a vida de crianças e pessoas inocentes.
É fundamental que respeitemos uns ao outros quando estamos dirigindo, pois só o fato de estarmos na rua nos confere o risco de presenciar ou vivenciar um acidente. Devemos ser cautelosos e responsáveis para que os números, nas próximas pesquisas, diminuam, pois, se essa porcentagem continuar a crescer, você também poderá estar incluído nas próximas estatísticas referentes a vítimas de acidentes de trânsito.
Para quem pretende comprar um veículo financiado, é importante fazer um orçamento correto: devemos colocar "na ponta do lápis" não só o valor das parcelas, mas também os gastos mensais e anuais, como combustíveis, manutenção, desvalorização, impostos e licenciamento. A outra – e melhor – opção é que você se torne um cidadão politicamente correto, preferindo o transporte coletivo, que é mais barato e muito mais seguro! Camila Assis de Souza: Acadêmica do curso de Direito da UFMS – Campus de Três Lagoas. E-mail: Camila.Assis@sanesul.ms.gov.br Sílvio Paula Ribeiro: Professor Mestre do curso de Ciências Contábeis da UFMS – Campus de Três Lagoas. E-mail: spribeiro@hotmail.com

André e Pedro

D. Demétrio Valentini
No final de novembro o calendário coloca a festa de Santo André, no dia 30.
Santo André é o padroeiro da Igreja Ortodoxa. O interessante é saber por que os ortodoxos insistem tanto em terem Santo André como seu Padroeiro. Através dele, na verdade, querem afirmar uma espécie de "primado", que Roma invoca para si mesma com tanta autoridade e desenvoltura histórica.
Por Santo André, os ortodoxos também advogam o seu "primado", ao menos simbólico. E por quê? Aí entra a caprichosa interpretação que fazem do Evangelho, encontrando em André um motivo para se julgarem mais importantes do que a Igreja Latina. Ao menos num ponto!
Acontece que o Evangelho de João, bem no seu início, narrando como Jesus recrutou seus primeiros discípulos, observa que André era um deles.
Aí vem o lance apreciado pelos ortodoxos, e saboreado como um bom pretexto para reivindicarem uma espécie de "prioridade eclesial" , que seria patrimônio dos ortodoxos, ao escolherem André como seu padroeiro.
Acontece que André, depois de ter sido convidado por Jesus, no dia seguinte, foi falar com seu irmão Pedro, dizendo-lhe: "Encontramos o Messias". E levou Pedro ao encontro do Mestre.
Pronto! Foi André que levou Pedro ao encontro de Jesus! Dando a esta constatação um caráter eclesial, como se pode fazer com todos os episódios do Evangelho, os ortodoxos simplesmente insinuam que sua Igreja tem uma espécie de missão permanente, de indicar para todas as outras o caminho certo para ir ao encontro do Messias verdadeiro.
Certamente não faz mal que os ortodoxos aumentem sua auto estima através do seu importante padroeiro Santo André. Ainda mais no confronto com a Igreja Latina, que invoca São Pedro como padroeiro, e desse fato faz derivar tantas afirmações de sua importância eclesial.
Este episódio todo não deixa, contudo, de intrigar, quando confrontado verdadeiramente com o Evangelho.
Esta disputa para ver quem seria o primeiro, esteve muitas vezes na mira de Cristo, que tanto advertiu os discípulos, para não ficarem discutindo qual deles seria o maior, ou estaria à sua direita.
Ao contrário disto, Jesus insistiu para que os discípulos deixassem estas disputas de lado. "Entre vós não seja assim!", dizia ele quando percebia que seus discípulos ainda discutiam entre si a propósito de inúteis precedências.
Para as Igrejas, a disputa de poder continua sendo uma tentação permanente. Toda organização humana, que as Igrejas também precisam ter, enseja a oportunidade de carreira pelo poder ou de disputa por honrarias. Inclusive, a propósito de viver o Evangelho de Cristo, a instituição eclesial vai descobrindo mecanismos de centralização do poder, que se tornam sofisticados, e profundamente arraigados, a ponto de resistirem a toda tentativa de retorno à simplicidade evangélica. Pois seria tão importante o testemunho de serviço desinteressado, a dar para a sociedade, e a praticar sobretudo nos relacionamentos intra eclesiais.
Certamente, se Santo André falasse,e São Pedro também, diriam ainda hoje para todas as Igrejas: "entre vós não seja assim!".
A bem da verdade, muitos zombariam destas piedosas recomendações de Cristo, como zombam, por exemplo, do famoso "pacto das catacumbas", que no final do Concílio quarenta bispos assinaram, comprometendo-se abandonar toda expressão episcopal de poder e de privilégios, para retornar à simplicidade evangélica que Cristo continua nos ensinando.

PALAVRAS DE CHICO XAVIER

A educação sexual é assunto a ser conduzido seriamente, no futuro, porque, no presente, em nosso âmbito pessoal, ignoramos onde estão os professores para semelhante disciplina.
Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.

Argumentos escolares

*Vitor Sapienza
Nos constantes contatos que mantemos com a população, sejam eles nas visitas ao interior, ou na capital, tanto na Assembléia como nos lares que visitamos, sempre recebemos sugestões, críticas e análises que nem sempre são condizentes com a realidade, mas não deixam de refletir o que pensa o eleitor, o que pensa a nossa sociedade.
Graças a esses encontros nós, parlamentares, conseguimos argumentos e justificativas para os debates em plenário, ou matéria prima para projetos de leis, indicações, ou moções que poderão ajudar ou corrigir falhas da legislação, ou na administração de nosso Estado.
Não é a primeira, nem será a última vez que ouviremos dos pais que não conseguem entender como os filhos saem da escola sem a devida formação, ou sem o preparo que eles, pais, julgam que seria a ideal para enfrentar os desafios da próxima série da vida escolar. A crítica é contra a progressão continuada, sistema em que não é exigido um exame no final do ano, para que o aluno "passe de ano", ou seja, esteja em condições de freqüentar aulas em um estágio mais avançado.
Esses pais, assim como a maioria dos nossos deputados e governantes, fomos educados pelo "sistema antigo". E eu, particularmente acrescento um "graças a Deus". Sim, quero destacar que graças a Ele, nós tivemos uma formação diferente, o que mostra uma formação mais apurada do que é oferecido atualmente aos nossos jovens.
Não é necessário muito esforço compararmos as facilidades disponíveis aos nossos jovens, nem sempre bem aproveitadas. Quem viveu outros tempos sabe das dificuldades que tivemos que enfrentar. Telefone era um luxo, disponíveis a um segmento raríssimo da sociedade, pouquíssimas bibliotecas, dificuldade dos meios de transporte. Devemos reconhecer que tivemos algumas vantagens: liberdade para circular pelas ruas, menos violência, professores motivados, melhor remunerados e norteados por algo que deveria ser uma obrigação, o sacerdócio.
Hoje, apesar das facilidades da Internet, dos computadores, dos tablets, dos telefones celulares, da quantidade de bibliotecas, dos meios disponíveis nas salas de aula, estamos formando jovens que sabem pouco de um muito disponível. O imenso mosaico cultural disponível é pouco aproveitado, e o resultado pode ser visto na hora do ingresso na universidade, nas aberrações registradas nas redações, no baixo nível cultural de jovens alheios às inúmeras à seu dispor, geralmente sem precisar sair de casa.
Por mais que os educadores tentem mostrar os benefícios da tal progressão continuada, confesso que fica difícil aceitar os seus argumentos. O nosso parâmetro é outro. Não podemos abrir mão do principio de que deve prevalecer o mérito do esforço, da dedicação, do talento, do estudo. O processo começa errado no mérito, quando pune o esforço, a dedicação, o empenho, e atinge o auge na conseqüência, ou seja, no andar superior: a tal necessidade de implantação de cotas para o ingresso na universidade, outra aberração caracterizada pelo paternalismo populista.
*Vitor Sapienza é deputado estadual(PPS), www.vitorsapienza.com.br

Clássicos

por Reginaldo Villazón
Quem vai a uma videolocadora num sábado, sem pressa, com vontade de escolher um bom filme, tem que examinar com atenção a prateleira dos Clássicos. Não deve sentir vergonha se preferir um filme antigo, em vez de disputar um lançamento, um filme novo que está na moda. A razão é simples. O que é bom – com o passar do tempo – não fica velho, vira Clássico. Ninguém chama de velhos os filmes "Casablanca" (1942), "Doutor Jivago" (1965), "Os girassóis da Rússia" (1970).
Não é certo comparar o antigo e o novo, no sentido de saber qual deles é melhor. Nada disso. Faz bem à alma ouvir os artistas atuais Marisa Monte, Djavan, Zeca Baleiro. Faz o mesmo bem ouvir Elis Regina, Tim Maia, Luiz Gonzaga, que já se foram. É impossível ouvir, sem emoção, cantores internacionais de alta qualidade, como Ella Fitzgerald, Nat King Cole, Luciano Pavarotti, que deixaram saudade.
Gostar do antigo pode ser saudosismo, mas pode ser mais. Um ferroviário aposentado se emociona diante da estação desativada, na plataforma vazia, ao ver o trem abandonado. Com mais vivacidade, as crianças que têm a oportunidade de conhecer instalações ferroviárias e andar de trem, vibram de maneira incontida. É uma festa ver tudo em tamanho real, fora das miniaturas, das revistas, dos filmes. Sentir o balanço e o barulho do trem, ver a paisagem passar nas janelas.
Numa viagem à Europa, é possível visitar, em Paris, o Museu do Louvre, que possui um grande acervo de obras de autoria de gênios das artes, como Leonardo da Vinci, Michelangelo Buonarroti, Caravaggio, Ticiano, Rembrandt, Francisco de Goya. Na Itália, na Região da Toscana, é possível extasiar-se com os castelos, as casas rurais e os casarios muito antigos, feitos com arquitetura imponente e pedra bruta.
Clássicos também são muitos carros antigos. A paixão por eles afeta muita gente e pode ser saciada com fotos, distintivos, miniaturas e exemplares bem conservados. Quem nunca ouviu falar das marcas Bugatti, Maserati e Alfa Romeo? Os aficionados pelo popular alemão Volkswagen Sedan – "Fusca" no Brasil e "Beetle" (Besouro) em grande parte do mundo – se contam em milhões.
O Fusca (e Beetle) agora volta a ser fabricado. Com motor de 2.0 litros, potência de 200 cavalos, câmbio de 6 marchas e muita tecnologia, vai custar no Brasil uns R$ 80.000,00. Não repetirá o sucesso do carro original. Mas suas linhas mostram o desenho inconfundível do Fusca, concebido pelo talento de Ferdinand Porsche.
Os Clássicos são muitos, materiais e imateriais. Não há como alguém sair da ignorância e formar um patrimônio cultural com atitudes consumistas, buscando obsessivamente o mais novo. Os Clássicos não são coisas antiquadas e complicadas, nem produtos de consumo. São bens importantes que possuem universalidade e atemporalidade, que atravessam fronteiras e preservam intactas as suas qualidades.

Digam o que disserem

Marta Sousa Costa
www.martasousacosta.com
martafscosta@gmail.com
Há um discurso retrógado e cansativo, que imagino seja comum a outras cidades. Um ranço de criticar o passado, em vez de construir o futuro. Mania persistente de diminuir o que outros fizeram, sem valorizar as obras existentes, sinal comprovado do seu trabalho. Insistência em procurar erros, malfeitos, cavoucando em jornais amarelados pelo tempo, atrás de notícias que provem que aquela gente não prestou, era vil e mercenária, só pensava em si e nos seus, embora suas obras aí permaneçam, confirmando o oposto.
E em quanto do que se lê, tanto nos jornais como nos livros publicados, é possível crer? Quanto se esconde nas entrelinhas? Quanto veneno precisa destilar o autor do texto, para se sentir melhor em sua pequenez ou pretensa sabedoria? Qual a isenção e liberdade de pensamento daquele que externa suas ideias, julgando-se dono da verdade? Por outro lado, quantos acontecimentos jamais chegam ao conhecimento do público, para não suscitar melindres ou atrapalhar projetos futuros?
Quando até a história mundial começa a ser reescrita, e o que se soube ontem hoje se descobre que não foi bem assim, é natural colocar ressalvas em muito do que nos querem passar como certo. "Quem conta um conto, aumenta um ponto", aprende-se em criança. Naquele tempo, sentados lado a lado, um passava para o outro, _ em voz baixa, de forma que ninguém mais ouvisse _ uma frase qualquer. E a frase, repetida, passava de boca em boca, até chegar ao final da fila e ser dita em voz alta, despertando risadas, por estar completamente modificada.
Muitas notícias alardeadas hoje parecem repetir a brincadeira infantil. Fatos dos quais participamos ou temos pleno conhecimento ganham novas versões, conforme as paixões, despeitos e desavenças de quem os relata. Cada um tem o seu ponto de vista, a maneira de ver o fato, e a verdade, muitas vezes, vale menos que a versão, dependendo de quem a defende. Ou assume viés de certeza, logo de cara, se combina com a nossa maneira de pensar. "Ele escreve tão bem", falamos, quando o cronista diz tudo que desejávamos ouvir.
A história é contada pelos vencedores; muda, inclusive, conforme quem está no poder. Ou é sonegada ao público, quando a divulgação não atende aos interesses de quem deveria divulgá-la. E a história precisa ser compreendida em seu contexto, na época, no local em que aconteceu, de acordo com a mentalidade das pessoas daquele período; não pode ser julgada por quem não estava lá.
Hoje, porém, com a facilidade de acesso a publicações, ela é contada por qualquer um que se disponha a se manifestar, aproveitando o espaço concedido e muitas vezes usufruindo do anonimato, ou citando fatos sem citar nomes, de forma a não dar a ninguém o direito de se defender, se não quiser enfiar a carapuça. E se defender para quê, se o que importa é o que cada um sabe de si?
Mas, acima das palavras proferidas ou escritas, da história forjada, atendendo a interesses, permanecem as obras, o que de palpável e visível alguém deixou, para o bem dos que vieram depois. E essa é a história que fica.

Eleitores de Mesópolis escolhem novos conselheiros tutelares nesse domingo

Nesse domingo, 2 de dezembro, das 8h às 17h, o municpio de Mesópolis realizará eleições para escolha de conselhos tutelares. Vinte e três candidatos vão disputar as cinco vagas de conselheiros tutelares.
No total estão aptos a votar no pleito de desse domingo em Mesópolis, 1.740 eleitores. As urnas serão colocadas na E.M "Rosimeri Niza Menezes"
. A votação do Conselho Tutelar em Mesópolis será realizada com cédulas de papel Cada eleitor poderá votar em até cinco candidatos. Para participar do pleito, basta levar o título de eleitor e a carteira de identidade.
Os cinco mais votados serão os eleitos. Serão três os suplentes.
A participação de toda a comunidade é importante para a garantia dos direitos da criança e do adolescente. Os eleitos terão um mandato de três anos, vigorando período de 2013 a 2015, com posse no dia 4 de janeiro de 2.013.
O Conselho Tutelar é um órgão permanente e autônomo, não jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente.

Partido concordou com saída de Riva Rodrigues


Será publicado na Diário de Justiça Eletrônico de segunda-feira, 3 de dezembro, o ACÓRDÃO (decisão) do Tribunal Regional Eleitoral - TRE-SP  sobre a PETIÇÃO Nº 2403-27.2011.6.26.0000  da  PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL que pedia a cassação do cargo do vereador Rivelino Rodrigues que deixou o PPS para ingressar no PMDB.
"Relatados e discutidos os autos do processo ACORDAM, os Juízes do Tribunal Regional Eleitoral de
São Paulo, por votação unânime, em julgar improcedente o pedido. O julgamento que aconteceu na sessão plenária do TRE na segunda-feira 26 de noveombro, teve a participação dos Desembargadores Penteado Navarro (Presidente), A. C. Mathias Coltro e Marli Ferreira; dos Juízes Paulo Hamilton, Paulo Galizia e Encinas Manfré. A relatora do processo foi a desembargadora Clarissa Campos Bernardo.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Três são presos por tráfico em Turmalina; dois são de Jales

Durante um patrulhamento pela rua Bahia, em Turmalina (SP) uma guarnição da Polícia Militar deparou com três indivíduos que ao avistarem a viatura, demonstraram certo nervosismo e de imediato foram abordados sendo que, com o M.T foi encontrado em seu bolso da bermuda um invólucro em papel alumínio com uma substância esbranquiçada sugestiva para cocaína (crack) e R$ 13,10 e um celular da marca LG.
No ato da abordagem, M.T dispensou uma embalagem na cor branca em um mangueirão de porcos, que fica ao lado e, com o indivíduo P.E.D.C foi encontrado um cachimbo usado para o consumo de crack e com R.L.F.E.S foi encontrado um celular da marca Nóki.
Uma pesquisa realizada a junto ao CAD I, ficou constatado que os três indivíduos possuíam antecedentes criminais e, devido aos fatos, foi dado voz de prisão aos mesmos por porte de entorpecentes, uma vez que, após serem indagados sobre a droga, todos confirmaram que eram usuários e iriam fazer o uso dela, sendo assim, partes, entorpecente e objetos foram conduzidos a Delegacia de Polícia de Turmalina.
Os fatos foram retransmitidos ao agente Devair Polato, da Polícia Civil, que participou a delegada Eda Leci Honorato, que se deslocou de Fernandópolis para Turmalina para confeccionar o Termo Circunstanciado
Como M.T havia jogado algo em um mangueirão próximo da abordagem, e já estavam em um lugar que não colocaria em risco a integridade física deles e da guarnição, uma vez que, o local da abordagem não dispunha de iluminação adequada e sem segurança, os PMs, retornaram para realizar uma busca minuciosa pelo local, logrando êxito em localizar um invólucro em plástico branco com uma substância esbranquiçada sugestiva para cocaína (crack), pesando 0,006 g.
Pela Delegacia, foi transmitido a delegada que R.L.F.E.S já é conhecido na região por efetuar tráfico de drogas e que já haviam várias denuncias contra ele, sendo a última, de sexta-feira (23) para sábado (24). Segundo informações passadas, um mototaxista de Jales, chegou a Turmalina por volta das 4 horas e entregou algo a R.L.F.E.S que repassou a outros usuários que estavam na praça Matriz e se dispersaram em seguida. M.T e P.E.D.C eram de Jales e não souberam explicar o que estavam fazendo pela cidade, e, que a quantidade da substância poderia ser dividida em aproximadamente em 30 porções e vendida na cidade
Por volta das 8h30min, após a delegada Eda Leci colher a versão de R.L.F.E.S e colocá-lo em uma sala ao lado para colher a sua assinatura no BO/PC, ele conseguiu se livrar das algemas e empreendeu fuga pela janela da sala, momento em que o PM percebeu e saiu em seu encalço, capturando-o a 1,5 km da delegacia, provocando pequenas escoriações nos braços do soldado, sendo conduzido novamente a presença da Delegada de Polícia, autuando-o ainda por lesão corporal dolosa. Os três indiciados foram recolhidos a Cadeia Pública de Guarani D’ Oeste onde ficarizam à disposição da Justiça

domingo, 25 de novembro de 2012

Jales fica em 83ª nos JAIs de Bauru

A cidade Jales participou dos 76° Jogos Abertos do Interior 2012 disputados de 16 /11 a 24/11 em Baurru,  e ficou em 83ª lugar com quatro pontos conquistados na classificação geral da 2ª Divisão que teve a inscrição de mais de 180 cidades. Os pontos foram conquistados pelo 5° lugar na modalidade Ginástica Artística Masculino para participantes na faixa etária de 16 anos.