Páginas

sábado, 11 de agosto de 2012

TRE-SP decidirá sobre os registros das candidaturas de Neuseli e Caju

O Ministério Público Eleitoral – MPE de Jales, pediu junto ao Tribunal Regional Eleitoral - TRE-SP, a cassação do registro da candidatura de Claudio Pereira da Silva, (PT), o popular Caju, ex-prefeito e candidato a prefeito de Paranapuã, por improbidade administrativa e de José Roberto Fávaro (JR) também pelo mesmo motivo.
O pedido de cassação do registro de Neuseli Maria Brito Pires (PTB), candidata a prefeita em Urânia foi feito pela coligação "Para Urânia Continuar Crescendo". Vários candidatos a vereador, entre eles Maruinho Enfermeiro também estão com pedidos de cassação dos registros.
Os pedidos de cassação dos registros das candidaturas foram com base na Lei Complementar 135/2010 (Lei da Ficha Limpa) que torna inelegíveis pessoas condenadas em órgão colegiado (segunda instância) por diversos tipos de crimes comuns e eleitorais nos oito anos anteriores à eleição. O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu decisões baseadas na lei nas eleições de 2010, mas considerou que ela se aplica a todos os casos nas eleições de 2012.

O ex-prefeito Claudio Pereira da Silva (foto)teve o pedido de registro de sua candidatura deferida pela Justiça Eleitoral, mas o Ministério Público Eleitoral recorreu sob o argumento de que o candidato pela coligação " Paranapuã para todos" estaria condenado por improbidade administrativa. Caju deve apelar do recurso do MPE
A candidata Neuseli Pires (foto), cujo registro de sua candidatura foi deferida pela Justiça Eleitoral com opinião favorável do Ministério Público Eleitoral (MPE), teve pedido de impugnação de sua candidatura pela coligação "Para Urânia Continuar Crescendo" que sustentou a inelegibilidade da candidata porque ter renunciado ao seu mandato de vereadora junto a Câmara Municipal de Urânia em decorrência de representação por quebra de decoro parlamentar, incidindo no art. 1º, I, "k", da Lei Complementar nº 64/90 com alteração da Lei Complementar nº 135/10. A candidata apresentou contestação, refutando os argumentos da impugnação, com a juntada de documentos
Na segunda-feira, 6 de agosto, o juiz eleitoral Eduardo Nogueira, determinou o envio dos autos ao TRE-SP.
O MPE pediu também a cassação do pedido de registro da candidatura do vereador José Roberto Fávaro (JR), do PSDB, que disputa a reeleição. Segundo o MPE, o vereador JR estaria inelegível por ter sido condenado pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo com a perda dos direitos políticos por ato de improbidade administrativa.
Ao deferir o registro da candidatura do vereador JR, o juiz eleitoral Eduardo Henrique de Moraes Nogueira, considerou que "embora condenado à suspensão dos direitos políticos por cinco anos, com expresso reconhecimento de prejuízo ao erário, e ressarcimento aos cofres públicos do montante de R$ 39.446,17, o requerente não tem contra si o dolo e o enriquecimento ilícito como causas das sanções que lhe foram aplicadas".
Diante a decisão do juiz eleitoral Eduardo Nogueira, o MPE recorreu ao TRE-SP para impugnar o registro da candidatura de José Roberto Fávaro.
Maurinho Enfermeiro teve o pedido de registro de sua candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral, por não filiação partidária. No mesmo sentido, o MPE opinou pelo indeferimento do registro de sua candidatura.

Futsal feminino da E.E Adelino Bertani, de Mesópolis, disputa hoje, o título

Comandada tecnicamente pelo professor de Educação Física, Manoel Messias Batista, a equipe de futsal feminino da E.E Adelino Bertani, não só está colocando o nome da cidade de Mesópolis no pódio, como está representando honrosamente a escola e a Diretoria de Ensino - Região de Jales, na disputa da Final da Olimpíada Escolar do Estado de São Paulo que se realiza em Itapeva (SP).
No seu intento de conquistar o título estadual na categoria mirim, o professor Messias e sua equipe começou a jornada rumo à final, quando na segunda-feira, 06/08, estreou vencendo a E.E João B. Ribeiro, de Agudos pelo placar de 8 x 0. No dia seguinte, as pupilas de Messias, empataram pelo placar de 3 x 3 com a E.E Maria S. Almeida, de Sete Barras. No dia 08/08, a equipe da E.E Adelino Bertani não tomou conhecimento do adversário, e impôs uma goleada na E.E Gabriel Félix Amaral, de São Carlos, por 9 x 2.
Na quinta-feira, 9 de agosto, a equipe de futsal do técnico Messias, empatou em três gols com a equipe da EE Edda C. S. Marcussi , de São Joaquim da Barra.
Nesta sexta-feira, 10 de agosto, a equipe da E.E Adelino Bertani goleou por 6 x 0 a representante da E.E Camilo F. de Melo, de Mogi das Cruzes, e disputa hoje pela manhã, a final estadual mirim de futsal feminino contra a equipe da E.E. João M. Guimarães, de Mococa.

Handebol feminino da E.E Onélia Faggioni/ Jales, fica entre as 8 melhores do Estado

A final da Olimpíada Escolar do Estado São Paulo, na categoria mirim que teve inicio no dia 2 de agosto na cidade de Itapeva, na região administrativa de Sorocaba, e encerrar-se neste sábado, 11 de agosto, contou com a participação da E.E. Onélia Faggioni Moreira, de Jales que representou honrosamente não só o município de Jales como também a Diretoria de Ensino - Região de Jales, na categoria de handebol na modalidade feminina.
A equipe de handebol da EE Onélia Faggioni na fase inicial estreou no dia 04/08, vencendo a EE Gustavo Kuhlman, de Bebedouro, pelo placar de 14 a 4; no dia 07/08, retornou à quadra e brilhantemente derrotou a EE Domingos Caló, de Ourinhos, por 15 x 02.
Em busca da vaga para a final de handebol, a boa equipe dirigida por José Roberto Custódio, o professor Zelo, foi derrotada pela equipe da EE Prof° Elisiário Martins Mello, de Itapetininga, pelo placar 8 x 5.
Na quinta-feira, 9 de agosto, a jogadoras da "Onélia Faggioni", perderam para a equipe da EE Antonio Comar, de Dobrada, pelo placar de 13 a 12.
Apesar de não chegar entre as semifinalistas para tentar o título estadual, a equipe de handebol feminino da EE Onélia Faggioni Moreira, e o técnico José Roberto Custódio (Zelo), podem se sentir orgulhosos , pois vão estar entre as oito melhores na categoria mirim, de todo o Estado de São Paulo.

Você sabe o que é esperanto?


O Encontro Cultural "Língua para todos" será realizado terça-feira, 14 de agosto, na Casa do Poeta e do Escritor de Jales, as 20 horas, com uma palestra sobre a língua auxiliar internacional neutra esperanto. O evento visa apresentar o esperanto e reunir estudiosos e educadores do município e região para formar um grupo sobre o tema.
A idéia básica do esperanto é sustentar a tolerância e o respeito entre os homens de povos e culturas diversas. Os praticantes de esperanto objetivam por meio do uso e ensino desta língua neutra, promover a livre comunicação e expressão entre países e culturas sem privilegiar a difusão de uma cultura específica, mas sim conceber a existência de todas as culturas.
A palestra será proferida por Aparecida Mandarini R. Menegasso (foto) que é formada em letras com habilitação em francês, pedagogia e é diplomada em esperanto pela Universidade da Hungria. Ela é jalesense e lecionou língua portuguesa e francês por mais de vinte anos. Atualmente reside em São Carlos. Aparecida convida amigos, professores, ex-alunos e a comunidade para este encontro cultural.
Para mais informações sobre esperanto acesse www.lernu.net e/ou www.kurso.com.br.

Fatec Jales forma 5ª Turma em Tecnologia em Agronegócio

No sábado, 4 de agosto, no plenário da Câmara Municipal de Jales, ocorreu a cerimônia de colação de grau da 5ª turma do Curso de Tecnologia em Agronegócio da Facultadade de Tecnologia – Fatec Jales, que teve como Patrono, o Prof. Ms. Edy Carlos Santos de Lima e Paraninfa, a Profa. Especialista Aniele Camila Artilha. A Direção, docentes e funcionários desejam sucesso aos novos Tecnólogos.

SENAR ministra curso gratuito de aperfeiçoamento para tratoristas

Trabalhadores e produtores rurais participaram na última semana do curso de Manutenção e Operação de Tratores Agrícolas realizado pelo Sindicato Rural de Jales, SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), em parceria com a secretaria municipal de Agricultura.
Com carga de 5 dias e 40 horas, os alunos que já atuam no ramo, puderam aperfeiçoar seus conhecimentos, aprender as técnicas de manutenção e operação e ainda se atualizar sobre às novidades em equipamentos, contando com a experiência do instrutor Genival Francisco Ferreira. Segundo ele, apesar da vivência de cada um na área, a maioria ainda precisava aliar prática e técnica para desenvolver com qualidade suas atividades.
"O objetivo é cumprir as exigências do Ministério do Trabalho em relação a NR31 (Norma Regulamentadora), segurança do trabalho e aprender sobre os métodos de manutenção que evitam defeitos futuros nos tratores", explica o instrutor.

EDITAIS DE PROCLAMAS

Ademir de Mattis
, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
RAFAEL RAMOS DOS REIS e FABIANA CRISTINA CAMILO, ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 20 de fevereiro de 1.983, montador de estrutura metálica, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Juvencio Manoel dos Reis e de Aparecida Maria Ramos. ELA, natural de Diadema, deste Estado, nascida aos 10 de fevereiro de 1.978, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Aparecida Cândida Camilo.
OSVALDO DOS SANTOS NERY e LILIAN AMARO COSTA. ELE,
natural de Estrela D’Oeste, deste Estado, nascido aos 19 de setembro de 1.967, lavrador, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Nery e de Apparecida dos Santos Nery. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 09 de julho de 1.978, do lar, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Antonio Costa e de Antônia Amaro Costa.
RODRIGO LOPES SARAIVA e SIMONE TAKESHIGUE. ELE
, natural de Jales, deste Estado, nascido aos 31 de outubro de 1.986, vendedor, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Valdemar Saraiva da Silva e de Sonia Maria Lira Lopes da Silva. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 10 de janeiro de 1.987, estudante, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Osvaldo Seiji Takeshigue e de Satiko Kawamata Takeshigue.
LUIZ GONZAGA MARIANO e MARIA DA GRAÇA SANTANA PENA. ELE
, natural de Marinópolis, deste Estado, nascido aos 04 de setembro de 1.953, pedreiro, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Braz José Mariano e de Benedita Maria de Jesus. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 22 de dezembro de 1.963, doméstica, divorciada, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Lupercio Pena e de Alice Maria Santana Pena.
JOSÉ LEONE DE SÁ e ELAINE CRISTINA SEMENZIM. ELE,
natural de Palmeira D’Oeste, deste Estado, nascido aos 24 de setembro de 1.968, funcionário público estadual, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Manoel José de Sá e Maria Gomes de Jesus. ELA, natural de São Caetano do Sul, deste Estado, nascida aos 05 de abril de 1.977, técnica de enfermagem, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Adair Semenzim e de Eva Aparecida do Prado Semenzim.
LAERTE JOSÉ RODRIGUES e SHULAMITH SANTOS SILVA. ELE
, natural de Urânia, deste Estado, nascido aos 23 de abril de 1.982, motorista, divorciado, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Cassiano José Rodrigues e de Altenisa Maria Rodrigues. ELA, natural de Mineiros, Estado de Goiás, nascida aos 08 de setembro de 1.986, secretária, divorciada, residente e domiciliada em Mineiros, Estado de Goiás, filha de Josquim Pereira da Silva e de Odete dos Santos Silva. Cópia recebida do Oficial de Registro Civil de Mineiros, Estado de Goiás, onde se processa a habilitação.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial

Equipe de Jales faz bonito em Copa de Taekwondo




No domingo, 5 de agosto, foi realizada no Palestra E. C, em São José do Rio Preto, a 12ª Copa Palestra de Taekwondo com a participação de 497 competidores de todas categorias e pesos represetnando e academias e associações de cidades dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná, com mais de 14 horas de competição.
A cidade de Jales esteve representada por Felipe Junqueira (faixa preta 1º Dan), Rafaela Kawata (faixa azul), João Pedro Saad (faixa verde), Bruno Bressan (faixa amarela) e o pequeno Felipe Mateus (faixa verde com ponta azul) de apenas 8 anos. A comissão técnica foi formada pelo Mestre Marcos, pela massoterapeuta Rosana Silva e pelo faixa preta Tiago Silva, que foi convocado para compor a equipe de arbitragem do evento.
Segundo o mestre Marcos, as competições foram duras e acirradas, sendo que Felipe Junqueira e Rafaela Kawata, além de competirem na categoria luta, também competiram na categoria poomse (uma forma de exercício similar ao kata do karate-do) "sagrarando-se campeões absolutos na categoria Poomse, trazendo cada um, medalhas de ouro em sua bagagem".
Na categoria de lutas, depois de várias contendas, a equipe dos " Tigres de Jales" conseguiu uma medalha de prata com Felipe Junqueira, uma medalha de bronze com Rafaela Kawata, uma de bronze com João Saad, sendo que, os atletas Felipe Mateus e Bruno Bressan, participando de sua primeira competição, explicou o Mestre Marcos " conseguiram cada um o 4º lugar, com um honroso destaque para Bruno, que no meio da luta, na semifinal, feriu o pulso, mas mesmo com dores levou a luta até o fim, sem desistir".
"Mais uma vez estes jovens talentos mostraram que prata da casa tem extremo valor, e que basta investir mais nos jovens jalesenses para termos resultados mais significativos", ressaltou Marcos, concluindo que " não só no Taekwondo, mas em qualquer modalidade que queiramos desenvolver na nossa cidade".
Os atletas que estiveram em Rio Preto participando da Copa Palestra com a ajuda dos pais, treinam o Taekwondo olímpico, o Hapkido e o Hangumdo (arte da espada samurai) no salão do Clube do Ipê de Jales.

SUS terá vacina contra catapora a partir de 2013

O Sistema Único de Saúde (SUS) terá vacina contra a catapora a partir de 2013. A parceria firmada no último sábado (4) entre o Ministério da Saúde, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o laboratório privado britânico GlaxoSmithKline (GSK) possibilitará a produção nacional da vacina tetra viral, que vai imunizar as crianças contra quatro doenças - caxumba, rubéola e sarampo, já inseridos na tríplice viral, ofertada no SUS desde 1992 -, e a varicela, conhecida como catapora.
A vacina será disponibilizada no Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde a partir de agosto de 2013. A tetra viral será aplicada em duas doses: a primeira aos 12 meses, e a segunda, aos quatro anos de idade.
O governo federal investirá R$ 127,3 milhões para a compra de 4,5 milhões de doses por ano. Atualmente, a vacina contra catapora não faz parte do calendário básico de imunizações anual do SUS. É disponível em dose separada na rede pública apenas em épocas de surto e campanhas específicas.
Com a inclusão da vacina, o ministério estima uma redução de 80% das hospitalizações por catapora. Por ano, cerca de 11 mil pessoas são internadas pela doença. Com a tetra viral, o SUS passa a ofertar 25 vacinas, 13 delas já disponibilizadas no calendário básico de imunizações

Trabalhadoras rurais de Dirce Reis aprendem técnicas de processamento artesanal de pães

Trabalhadoras rurais do município de Dirce Reis participaram nos dias 1 e 2 de agosto do curso de Processamento Artesanal de Pães. As aulas foram oferecidas gratuitamente pelo SENAR – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, através do Sindicato Rural de Jales.
No curso, as participantes aprenderam a fabricar pães de mandioca, fubá, cenoura, beterraba, pão de doce de côco, pão de cebola, de ervas, entre outras variedades. Além disso, também conheceram técnicas para o processamento,armazenamento, higiene e embalagem do pão.
De acordo com a coordenadora do SENAR, Lidiane Serra, o objetivo da atividade foi desenvolver as aptidões pessoais e sociais dos trabalhadoras rurais, numa perspectiva de melhor qualidade de vida, consciência crítica, inclusão social, responsabilidade socioambiental e de participação na construção da vida na comunidade rural.
Para mais informações sobre outros cursos gratuitos do SENAR ligue (17) 36327077.

Colégio Anglo de Jales oferece o melhor curso preparatório para o ENEM

Nos últimos anos, o ENEM-Exame Nacional do Ensino Médio, vem assumindo um papel cada vez mais central no ingresso às universidades públicas e privadas devido ao fato de estar sendo adotado por várias instituições de ensino superior, como etapa no processo de seleção e eventualmente, como único vetor de seleção. O ENEM também é critério fundamental para obter bolsas do ProUni (Programa Universidade para Todos) e para o FIES (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior).
Pensando nisso, o Colégio XV de Abril-Anglo Jales passa a oferecer, a partir de amanhã, dia 13 de agosto, o curso Pré-ENEM, que tem como objetivo, preparar e qualificar o aluno para o Exame Nacional do Ensino Médio, com aulas de Português, Língua Estrangeira, Matemática, Biologia, Química, Física, História, Geografia, Sociologia e Filosofia.
As aulas oferecidas serão ao vivo, via satélite, iniciando às 19h e terminando às 22h30, no período de três meses, com material didático impresso, tudo para o maior aproveitamento do aluno.
Segundo a coordenadora do Ensino Médio, Márcia Melo, o Curso Pré-ENEM que vai ser oferecido é o primeiro cursinho elaborado efetivamente com base na matriz de referência do ENEM, onde os conteúdos entram como objetos de aprendizagem e são de instrumentos para a formação de conceitos que levarão a solução de situações-problema.
"Os alunos serão preparados para desenvolver a capacidade de mobilizar conhecimentos e experiências que já possuem, articulando-os com novas aprendizagens para então, desenvolverem as competências e habilidades exigidas na prova do ENEM", acrescentou a coordenadora Márcia Melo.

Responsabilidade civil do Estado em casos de omissão

Por Fábio Caettano Campanin de Oliveira e
Vanessa C. L. Casotti Ferreira da Palma
A responsabilidade do Estado passou por um grande processo de evolução ao longo da história. No início, quando o soberano se confundia com a própria ideia de Estado, prevalecia a teoria da irresponsabilidade: o Estado não respondia pelos danos causados aos seus "súditos".
Essa irresponsabilidade foi, todavia, sendo combatida pelo advento de novas teorias. No Brasil, aquela teoria jamais foi admitida e atualmente não se têm dúvidas de que o ordenamento jurídico brasileiro baseia-se na teoria do risco administrativo: o Estado responde por danos causados a terceiros, decorrentes de condutas lícitas, valendo-se, nesse caso, do princípio da isonomia. Afinal, assim como reza o artigo 13 da Declaração dos Direitos do Homem de 1789: "Para manutenção da força pública e para as despesas da administração, é indispensável uma contribuição comum; ela deve ser igualmente repartida entre todos os cidadãos, na medida de seus recursos".
Dessa feita, como, na própria declaração, a contribuição é um dever comum a todos, valendo-se, então, do princípio da isonomia, os encargos sociais também devem ser distribuídos de forma igualitária. Não seria justo que um ou alguns indivíduos arcassem com ônus maior para o beneficio da coletividade. Finalmente, o Estado, para garantir o equilíbrio social, indeniza o prejudicado com recursos do erário.
O ente estatal também responderá quando o dano for provocado por uma conduta ilícita, aqui fundamentada no princípio da legalidade: o Estado tem o dever de prestar um serviço adequado, de modo que, quando falta com o dever de incolumidade na prestação do serviço público, assume o dever de indenizar o particular.
Quanto às condutas comissivas, a doutrina pátria é unânime em dizer que o artigo 37, § 6º, da Constituição Federal consagrou a responsabilidade objetiva. Em outras palavras, basta que se comprove o dano, a ação administrativa e o nexo causal entre o dano e a ação, para que surja o dever de indenizar.
A grande celeuma diz respeito às condutas omissivas ensejadoras de dano ao particular; Neste caso, a doutrina majoritária tem defendido que a responsabilidade estatal é subjetiva, na modalidade da falta do serviço, ou seja: além dos elementos dano, ação administrativa e nexo causal, deve também ser comprovada a falta do serviço (falta em um sentido mais amplo, qual seja, o da não prestação do serviço, prestação tardia ou ineficiente).
Como se sabe, o Brasil ainda tem muito que melhorar para prestar um serviço público adequado. Já somos a oitava economia do mundo, mas será que isso se reflete na prestação de serviço? O governo comemora os números, ultrapassamos o Reino Unido em riquezas, mas será que lá o Estado é tão omisso quanto o daqui? Será mesmo que, respondendo objetivamente pelos danos causados pela sua omissão, irá forçar o Estado brasileiro a prestar um serviço adequado a seus cidadãos? Ou este ganhará, mas não levará, uma vez que a fila de precatórios parece não ter fim.
Assim, responsabilizar o Estado objetivamente pelos danos causados pela omissão estatal seria como responsabilizar a sociedade por algo desconhecido e ao mesmo tempo cotidiano. Sem contar no sem-número de processos que chegariam até o judiciário. A verdade é que o Estado brasileiro tem que atentar para o aperfeiçoamento da prestação do serviço público. Responsabilizá-lo quando falhar é importante para o aperfeiçoamento, entretanto, sob a modalidade objetiva, seria querer exigir algo que não existe.
O Supremo Tribunal Federal, que na sua tradição sempre consagrou a responsabilidade subjetiva, vem paulatinamente admitindo a teoria da responsabilidade objetiva por danos causados pela omissão estatal, sobretudo após a promulgação da Constituição de 1988. Isso ainda está longe, entretanto, de se tornar a regra em seus julgados. Fato é que estamos distantes de chegar a um consenso quanto à aplicação da teoria mais adequada.*Fábio Caettano Campanin de Oliveira: Acadêmico do curso de Direito da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul  (UFMS) – Campus de Três Lagoas. *Vanessa Cristina Lourenço Casotti Ferreira da Palma: Professora do curso de Direito da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul  (UFMS) – Campus de Três Lagoas. E-mail: vanessacasotti@hotmail.com

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Candidata ao Musa do Brasileirão faz fotos sensuais


Estreia nesta sexta-feira, dia 10 de agosto, o ensaio da modelo Franciele Perão no site Bella da Semana (www.belladasemana.com.br).

A modelo de 25 anos foi a mais votada do Concurso Bella mais Bela. Para comemorar a vitória, ela retorna ao site catarinense após 4 anos e, com a ajuda do fotógrafo Walmor de Oliveira, mostra que não venceu a competição à toa.
E não é apenas no Facebook que Franciele faz sucesso. Ela foi finalista do Musa do Brasileirão pelo Figueirense em 2011, está concorrendo ao posto novamente este ano pelo time de Santa Catarina e deixa bem claro: é linda e gostosa, sim, mas a humildade vem em primeiro lugar. Segundo ela, "de nada adianta ter o corpo bonito, o sorriso perfeito, o cabelo mais lindo... Você reflete por fora o que sente por dentro. Humildade, sempre!"

Ela gosta tanto de futebol que até arriscava jogar uma pelada no meio da molecada quando pequena, "mas nunca fui muito boa na prática. Sou muito melhor como torcedora." Além disso, quando ainda morava em Lages (SC), Franciele não perdia tempo – nem partidas do time do coração! "Viajava a Florianópolis de ônibus toda vez que tinha jogo do Figueirense no Scarpelli. Hoje, morando na capital, o acesso é bem mais fácil."

O Concurso
Há 11 anos no ar, o Bella da Semana (www.belladasemana.com.br) organizou um concurso para que os internautas escolhessem a modelo mais bela dentre as que já fotografaram para o site. De abril a junho deste ano, os usuários que curtissem a página do Bella no Facebook poderiam votar na modelo de sua preferência.
O ‘Bella mais Bela´ recebeu votos exclusivamente pelo Facebook e contou com a participação de modelos brasileiras que já fotografaram para o site. Após 50 dias de votação, a modelo escolhida pelos internautas como a mais bela foi a catarinense Franciele Perão, com 18,3% do total de votos.
A loira que nasceu em Lages já fotografou para o site catarinense há 4 anos e desbancou mais de 100 concorrentes do Brasil inteiro. Entre elas a ex-Panicat Juju Salimeni, a atual Panicat Carol Narizinho e a chamada Angelina Jolie brasileira, Veridiana Freitas.
Franciele foi então convidada por Alexandre Peccin, diretor do Bella da Semana, para fazer este novo ensaio fotográfico, além de ter garantido um prêmio em dinheiro no valor de R$ 5 mil.

Vereadores Claudir, de Dolcinópolis e Arlindo, de Populina são cassados por infidelidade partidária

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) decretou, na sessão des ta terça-feira, 7 de julho, a perda do mandato d os vereadoresArlindo da Silva Ramos (PV) de Populina e Claudir Brussolo (PSDB) de Dolcinópolis por infidelidade partidária
Os juízes determinaram, também, a expedição de ofício às respectivas Câmaras Municipais para empossar os suplentes dos vereadores no prazo de 10 dias da publicação da decisão.
Com votação unânime nos julgamentos, a corte paulista entendeu que não houve justa causa para a desfiliação partidária dos mandatários, conforme as hipóteses previstas na Resolução TSE nº 22.610/07.
A Resolução prevê apenas quatro possibilidades para a mudança de partido: em caso de fusão ou incorporação por outro, se houver criação de nova agremiação, mudança substancial ou desvio do programa partidário, ou ainda se ocorrer grave discriminação pessoal do mandatário.
De cada decisão, cabe recurso ao TSE.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Polícia Federal de Jales adere à greve nacional

POLICIAIS FEDERAIS DE JALES (SP) DECIDIRAM PARALISAR SUAS ATIVIDADES POR TEMPO INDETERMINADO EM APOIO À GREVE NACIONAL DA CATEGORIA. OS AGENTES, ESCRIVÃES E PAPILOSCOPISTAS FEDERAIS REIVINDICAM REPOSIÇÕES DE PERDAS SALARIAIS ACUMULADAS EM MAIS DE 6 ANOS E A REESTRUTURAÇÃO DA CARREIRA.
A DECISÃO DA GREVE NACIONAL FOI TOMADA APÓS TRÊS ANOS DE NEGOCIAÇÕES DAS ENTIDADES SINDICAIS COM O GOVERNO, PORÉM, DURANTE TODO ESTE TEMPO, NENHUMA PROPOSTA CONCRETA FOI OFERECIDA, EVIDENCIANDO A ATUAL POLÍTICA DO GOVERNO FEDERAL DE DESVALORIZARAÇÃO E DESMOTIVAÇÃO DOS POLICIAIS FEDERAIS.
UM ESTUDO REALIZADO PELOS ÓRGÃOS SINDICAIS REVELOU QUE NO PERÍODO DE 2002 A 2011, A CARREIRA POLICIAL FEDERAL FOI A MAIS DESVALORIZADA PELO GOVERNO FEDERAL DENTRE OUTRAS 11 CARREIRAS TÍPICAS DE ESTADO. A ANÁLISE LEVOU EM CONTA REPOSIÇÕES INFLACIONÁRIAS E AUMENTOS SALARIAIS.
EM RESPEITO À POPULAÇÃO, OS SERVIÇOS DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO (PASSAPORTE, REGISTRO DE ARMAS E OUTROS) SERÃO MANTIDOS, PORÉM, SOFRERÃO REDUÇÃO DE 70% DO EFETIVO POLICIAL. (fotos/pfdejales/divulação)

terça-feira, 7 de agosto de 2012

SERT anuncia 210 vagas para qualificação na regiãode Jales

A Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) disponibilizará, através do Programa Estadual de Qualificação (PEQ), 9,8 mil vagas em todo o Estado de São Paulo. A ação beneficiará 179 municípios. Em processo avançado de negociação, a parceria entre SERT e Centro Paula Souza deve ser firmada nos próximos dias.
As vagas serão divididas entre o PEQ - que receberá 7,8 mil vagas - e o Programa Pró-Egresso, com 2 mil.
Na região de Jales cinco municípios (relação abaixo) serão beneficiados com 210 vagas, divididas em cinco cursos diferentes.
Os cursos serão ministrados pelo Centro Paula Souza com um investimento previsto de R$ 7,5 milhões. No PEQ, os cursos terão duração média de 100h. Já no Pró-Egresso, serão 260 horas (4 a 5h/dia). Todos os beneficiados pelo programa receberão bolsa-auxílio no valor de R$ 210 e auxílio transporte de R$ 120.
As vagas serão gerenciadas pelas Comissões Municipais de Emprego (CME), que apontarão quais os cursos de capacitação serão executados na cidade, sob os critérios população e renda, para que as implantações dos cursos atendam demanda e vocação local.
Segundo Pedro Nepomuceno, coordenador de Políticas de Emprego e Renda da SERT, "uma das grandes preocupações da Secretaria está em não qualificar por qualificar. O cidadão não pode se inscrever pensando unicamente na bolsa. Deve haver o foco no retorno ao mercado de trabalho. Nossa intenção é qualificar e encaminhar os cadastrados para o mercado de trabalho.".
Município               Curso                                                          Alunos
Dirce Reis               Almoxarife / Estoquista                             30
Jales                        Pintura e TexturizaçãoResidencial          30
Jales                       Corte e Costura                                          30
Santa Fé do Sul    Auxiliar de Departamento Pessoal           30
Santa Fé do Sul    Almoxarife / Estoquista                               30
Três Fronteiras     Assistente administrativo                            30
Urânia                    Almoxarife / Estoquista                                30