Páginas

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Polícia Ambiental de Jales apreende pescado e redes

 Na quinta-feira,5 de abril, por volta das 6 horas da manhã, Policiais Militares Ambientais de Jales, durante patrulhamento embarcado pelo rio São José dos Dourados, proximidades do córrego da laranjeira, município de Marinópolis, depararam-se com dois pescadores amadores que efetuavam a despesca de dez redes de pesca, totalizando 425 metros de comprimento, capturando no total 22 quilos de pescado das espécies piau, curimbatá, corvina, traíra, espada e piranha.
Segundo o 1° tenente pm Renato de Oliveira Montanari, comandante do 2° Pelotão da Políca Amivental de Jales, foram apreendidos o pescado, a embarcação e o motor de popa utilizados pelos pescadores, sendo que administrativamente ambos receberam autuação no valor de R$ 1.440,00 cada um e responderão por crime ambiental descrito no artigo 34 da lei federal nº 9605/98, cuja pena é de 1 a 3 anos de detenção, sendo o pescado apreendido doado ao Lar dos Velhinhos de Jales.

Medicina/Unesp promove campanha pelo Dia Mundial da Voz

Poucos sabem, mas dia 16 de abril é o dia Mundial Da Voz - a nossa ferramenta mais eficiente e importante recebe esta homenagem e mais do que isso: muita atenção e cuidados. No Brasil, a Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, em conjunto com a Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, promove a 14ª Campanha Nacional da Voz. Já em Botucatu, diversos exames serão oferecidos à população no dia 12 de abril, quinta-feira, no Centro de Saúde Escola (CSE), localizado na Vila dos Lavradores.
O aspecto mais desenvolvido nessa campanha é a divulgação e conscientização para o uso correto e prevenção de doenças e problemas relacionados. No entanto, algumas cidades também realizam outras ações ligadas diretamente a suas comunidades. "Botucatu é uma dessas poucas cidades que atendem a população durante essa campanha, oferecendo diagnósticos e encaminhamentos para diversos tratamentos", afirma Regina Helena Garcia Martins, professora do Departamento de Oftalmologia e Otorrinolaringologia da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB).
Dra. Regina é coordenadora regional do projeto de extensão atuante em todas as edições da Campanha Nacional da Voz. No município, cerca de 150 pessoas são atendidas anualmente no CSE por uma equipe de 15 profissionais, entre otorrinolaringologistas, fonoaudiólogos e estudantes de graduação e pós-graduação da FMB.
O principal objetivo do projeto é permitir um diagnóstico precoce de diversas doenças relacionadas aos órgãos ligados ao uso da voz. Martins destaca três diferentes grupos de indivíduos e os problemas encontrados com maior frequência: 1- Fumantes costumam apresentar doenças como leucoplasia, edema de Reinke, pólipo e câncer; 2- Profissionais da voz (professores, cantores, jornalistas): nódulos e disfonia funcional sem lesão; 3 – Crianças: nódulos, disfonias e calos vocais.
Todos os pacientes que fazem exames no Dia Mundial da Voz, em Botucatu, recebem orientação e encaminhamento para tratamento. "As pessoas diagnosticadas foram enviadas aos cuidados do Hospital das Clínicas da FMB e nos casos necessários até passaram por cirurgias para resolver os problemas", ressalta a coordenadora do projeto.
Dicas para manter sua voz saudável As recomendações a seguir constam da cartilha entregue a todos que passarem por exames ou visitarem o Centro Saúde Escola no dia 12 de abril.
• Prefira falar baixo e devagar; quando estiver rouco, fale o mínimo possível;
• Durma bem e descanse o seu corpo<http://www.fmb.unesp.br/noticia_detalhes.php?vID=2092#> ;
• Use roupas que não apertem a região do pescoço e do diafragma. Roupas confortáveis auxiliam a respiração;
• Quando estiver com pigarro, tome mais água do que o habitual e evite pigarrear; • Articule os sons precisamente, isso é muito importante para uma voz boa e clara;
• Se possível, utilize um microfone com amplificador. Ele aumenta a intensidade vocal e diminui o esforço para falar;
• Faça alguns exercícios de aquecimento vocal antes do inicio do trabalho, elevando gradativamente a freqüência da voz em direção aos agudos;

quinta-feira, 5 de abril de 2012

FUNCIONÁRIOS DA EDUCAÇÃO PÚBLICA DE JALES CONQUISTAM O ESTATUTO, PLANO DE CARREIRA E REMUNERAÇÃO

Elida Maria Barison da Silva
Secretária Municipal de Educação
O Parecer do Conselho Nacional de Educação Nº 009/2010 que trata de elaboração de diretrizes nacionais para os Planos de Carreira e Remuneração dos funcionários da Educação Pública parte da análise do papel deste segmento no processo educativo. Todos os espaços da escola são espaços educativos e o processo de aprendizagem também se complementa fora da sala de aula. A educação é um processo coletivo e a interação entre funcionários da educação e estudantes contribui para a formação integral dos alunos. O trabalho dos funcionários é fundamental para que o processo de ensino-aprendizagem se realize.
Uma das marcas da administração municipal, liderada pelo Sr Humberto Parini, Prefeito Municipal, foi considerar os servidores da Secretaria Municipal de Educação enquanto educadores e proporcionar a eles as mesmas oportunidades conquistadas pelos professores. Trata-se de uma nova concepção do trabalho deste servidor visto como integrante e sujeito participante do processo pedagógico que contribuem na construção de cidadania.
Neste sentido os servidores da Educação Básica Pública de Jales tiveram o seu Estatuto, Plano de Carreira e Remuneração aprovado, no dia 02/04, pela Câmara Municipal de Jales. Este documento garante aos funcionários importantes conquistas: horas de trabalho coletivo na jornada de trabalho, possibilitando-lhes refletir sobre questões do cotidiano escolar; formação continuada em serviço com cursos, palestras e estudos que assegure a dimensão humana, essencial na relação educativa ; direito a faltas abonadas; gratificação para função de inspetor de alunos e chefes de secretaria escolar, entre outras.
Trata-se de um instrumento de valorização dos servidores da educação tratados como diferentes dos demais servidores naquilo que é específico da educação desenvolvida nas emeis e escolas, mas que mantêm as mesmas condições em relação a admissão e evolução funcional e outras estabelecidas na Lei dos Funcionários Públicos Municipais de Jales.
Parabéns aos servidores, professores e gestores que conquistaram o Estatuto, Plano de Carreira e Remuneração.
"A educação pública de qualidade passa pelo reconhecimento, profissionalização e valorização de todos os agentes que são parte integrante do processo educativo". Parecer CNE Nº 009/2010

Já está a venda em Jales

Desde o mês de de março, a cerveja Budweiser, marca internacional, presente em mais de 80 países, esta à disposição dos consumidores de Jales e Região. O produto, que compõe o portfólio premium da Ambev, poderá ser encontrado em todos os pontos de vendas da cidade. Para comemorar o lançamento em Jales, foi realizado um encontro entre os representantes dos Pontos de Venda e Consumidores. O Evento foi realizado no dia 2 de abril no Clube dos 40.
"Trata-se de uma marca internacional e estamos otimistas com a chegada e a recepção de Budweiser na região. O mercado consumidor de Jales é muito promissor, tem condições", comentou o gerente da Dibral – Oriovaldo Faile que recepcionou os seus convidados na segunda feira a noite.
A cerveja poderá ser adquirida nos principais pontos de venda da capital e região em embalagens de 350ml (lata) e 343ml (long neck). Mais informações sobre a marca podem ser obtidas pela Fan Page de Budweiser no Facebook (www.facebook.com/BudweiserBrasil)

terça-feira, 3 de abril de 2012

Justiça determina nova devolução de valores no Caso Denacoop

O ex-diretor do Departamento Nacional de Cooperativismo e Associativismo Rural - Denacoop, Marco Antônio Silveira Castanheira, e o espólio do então presidente da Cooperativa Regional de Ensino de Jales – Cooperjales, José Antônio Caparroz (que foi prefeito de Jales e faleceu em 2004), foram condenados a ressarcir os cofres públicos pelo desvio de verbas que deveriam ser utilizadas em cursos de capacitação de professores e funcionários da cooperativa. As irregularidades ocorreram em meados de 1995.
Segundo o Ministério Público Federal (MPF), os réus aplicaram irregularmente recursos federais que foram repassados à Cooperjales através do convênio nº 077/95, firmado com o Denacoop, órgão vinculado ao Ministério da Agricultura. O dinheiro, cerca de R$ 64 mil na época, tinha o objetivo de promover melhorias na qualidade de ensino de uma escola mantida pela cooperativa, porém foi utilizado para beneficiar intermediários, dirigentes de entidades da região e no custeio de obras da instituição.
Na sentença, o juiz federal Jatir Pietroforte Lopes Vargas, titular da 1ª Vara Federal em Jales/SP, afirma que "o convênio em questão, desde sua formação, não visou, realmente, as finalidades previstas na proposta e no instrumento respectivo, senão, isto sim, servir de meio, diga-se de passagem, fraudulento e ilícito, que permitisse o levantamento de recursos destinados ao pagamento de despesas com as instalações materiais da entidade beneficiada".
A ação movida pelo MPF requeria a condenação dos réus pela prática de improbidade administrativa, que prevê, além do ressarcimento integral do dano causado, a suspensão dos direitos políticos, perda da função pública, pagamento de multa e proibição de contratar com o poder público. No entanto, a improbidade prescreveu, sendo possível aplicar apenas a sanção de ressarcimento do dano que é imprescritível, conforme estabelecido na Constituição Federal.
De acordo com a sentença, os réus foram condenados, solidariamente, a devolver aos cofres públicos a quantia atualizada dos valores necessários à garantia do ressarcimento integral do dano. Por meio de uma ação cautelar, movida pelo Ministério Público Federal em Jales, foi determinado, liminarmente, o bloqueio de ativos financeiros até o limite de R$ 190 mil e também a indisponibilidade de bens (móveis e imóveis) em nome dos acusados.
Esta é a terceira decisão judicial determinando o bloqueio de valores no caso Denacoop no último ano. Em alguns casos, a JF determinou devolução de dinheiro aos cofres públicos, como em setembro, quando determinou ( http://www.prsp.mpf.gov.br/sala-de-imprensa/noticias_prsp/19-09-11-2013-justica-federal-condena-ex-deputado-vadao-gomes-a-restituir-r-523-mil-por-201cescandalo-no-denacoop201d ) que o ex-deputado federal Etivaldo Vadão Gomes e mais duas pessoas devolvessem aos cofres públicos R$ 523.439,97. Além dos casos judiciais, um acordo assinado ( http://www.prsp.mpf.gov.br/sala-de-imprensa/noticias_prsp/29-11-11-2013-mpf-em-jales-consegue-restituir-r-1-1-milhao-do-caso-denacoop-aos-cofres-publicos ) entre o MPF e um dos réus do caso Denacoop permitiu recuperar mais R$ 1,1 milhão aos cofres públicos.
"Além de pouco mais de R$ 1 milhão arrecadados mediante o acordo e as duas sentenças judiciais mencionadas, ainda há seis sentenças de devolução de valores a serem executadas, o que pode garantir a restituição de outros R$ 2,6 milhões aos cofres públicos", afirma o procurador da República Thiago Lacerda Nobre, atual responsável pelos casos.

Governo estadual assina 5 convênios com prefeituras da região de Jales

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional, assina, nesta quarta feira, 5 convênios com municípios da região de Jales. O valor total dos convênios para essa região é de R$ 669.851,07 e os recursos serão destinados principalmente à melhoria da infraestrutura urbana.
Confira os municípios da região de Jales, que assinarão os convênios, seus respectivos objetos e valores: Aspásia R$ 120.000,00 para infraestrutura urbana em vias do município, Dolcinópolis R$ 250.000,00 para aquisição de retioescavadeira, Paranapuã R$ 50.000,00 para reforma do Velório Municipal, Paranapuã R$ 149.851,07 para infraestrutura urbana em vias do município e São Francisco R$ 100.000,00 para reforma e ampliação do Centro Comunitário.

Deputado Dado faz indicação de emenda para Santa Casa

O assessor do deputado federal João Dado (PDT), César Fernando Camargo, esteve na Santa Casa nesta terça-feira, 3 de abril, para anunciar a indicação de emenda parlamentar no valor de R$100 mil para o hospital.
Em visita ao hospital, o assessor se reuniu com a diretoria e fez a entrega de um ofício do deputado, registrando seu compromisso com a saúde e com a população de Jales e região.
"Em nome do deputado, venho fazer a entrega oficial da indicação de mais um recurso para a Santa Casa com a certeza de que será investido da melhor forma possível pela direção", disse César Camargo.
Em 2008 o deputado destinou R$100 mil para o hospital para compra de equipamentos. O recurso dará entrada pelo SICONV (Sistema de Convênio do Ministério da Saúde) e terá tramitação durante todo o ano até ser empenhado com previsão de liberação até 2013.
O provedor José Pedro Venturini adiantou que o valor será investido na construção de um Centro de Diagnóstico por Imagem, uma obra de aproximadamente 1.200 m² anexa ao hospital que já totaliza cerca de R$1,7 milhões. "Agradeço ao deputado João Dado que se dispôs a colaborar conosco novamente. Vamos reverter esse valor para a melhoria do atendimento em saúde a nossa população", afirmou.

Professores da rede municipal passarão por capacitação

Nessa quarta-feira, 4 de abril, os professores do 1º ao 5º ano, da E.M "Vicente Santoro", de Valentim Gentil, receberão uma capacitação pedagógica durante o dia todo, do Sistema Maxi de Ensino, de Londrina/PR. A capacitação, que também ocorreu no começo do ano passado, faz parte de um processo de assessoria educacional oferecido pela empresa, que possui contrato com a Prefeitura para o fornecimento de apostilas.
De acordo com o Departamento de Educação e Cultura, durante a capacitação serão trabalhadas a dinâmica e a metodologia do Sistema Maxi, visando tornar mais prático o uso das apostilas, que foram implantadas pela administração do prefeito Adilson Segura.
Os docentes participarão de palestra sobre "Formação Geral – Tema sobre 5 autores" e Formação Específica – Contação de Histórias e Técnicas de Leitura".
Ainda de acordo com o Departamento, Valentim Gentil está utilizando este sistema de ensino, pois o material é bastante rico em conteúdo, possibilitando contato com diversas metodologias que circulam.
Os alunos recebem as apostilas por bimestre, com os conteúdos a serem trabalhados durante o ano.

Mais educação também para o campo

Newton Lima
O Brasil ainda convive com números inaceitáveis para um país de sua importância econômica e projeção internacional: segundo dados do Ministério da Educação, 23,18% da população do campo com mais de 15 anos são analfabetos – três vezes mais do que a porcentagem nas áreas urbanas (7,6%). Além disso, 50,9% dos alunos do meio rural não concluem o Ensino Fundamental. A escolaridade média das pessoas com mais de 15 anos no campo é de cerca de 4,5 anos, enquanto que, nas cidades, ela chega aos 7,8 anos. Tudo isso num país que já é a segunda potência agrícola do planeta – atrás apenas dos Estados Unidos –, com uma produção batendo na casa dos US$ 300 bilhões, exportações de US$ 95 bilhões e que tem cerca de 30 milhões de pessoas trabalhando em atividades agrícolas.
Para reverter esse quadro, a presidenta Dilma Rousseff lançou recentemente o Programa Nacional de Educação no Campo (Pronacampo), que terá investimentos de R$ 1,8 bilhão por ano, totalizando R$ 5,4 bilhões até 2014. O programa vai oferecer apoio técnico e financeiro aos estados e municípios para implementar a educação na área rural, com um conjunto de ações articuladas em quatro eixos: pedagógico; formação de professores; formação profissional e qualificação técnica.
Um dos objetivos imediatos do Pronacampo é estancar o fechamento das escolas na área rural – 13.691 só nos últimos anos. Isso ocorre devido à evasão da população de determinadas áreas, muitas vezes em função da expansão desordenada da fronteira agrícola. Então, escolas de menor porte são extintas e seus alunos transferidos para unidades mais distantes e maiores, muitas vezes na cidade. E muitos jovens são obrigados a percorrer distâncias cada vez mais longas para ter acesso à escola. Manter a escola viva é, então, um passo importante para evitar o êxodo rural e reduzir a pressão demográfica sobre as cidades.
Há quase dez anos iniciamos em São Carlos (SP) um amplo programa de transporte de alunos da zona rural para as escolas da cidade, com investimentos de cerca de R$ 3,8 milhões anuais. Hoje são transportados diariamente 2,5 mil alunos. Na época, também foram abertos cursos de Educação para Jovens e Adultos (EJA) em assentamentos rurais do município. E também trabalhamos para proporcionar formação técnica ao pequeno produtor, criando o Centro Tecnológico da Agricultura Familiar (CTAF) "Alberto Crestana", em parceria com o Governo Federal.
Estávamos no caminho certo. Hoje, o Brasil começa a resgatar uma dívida histórica para com a população do campo, como bem lembrou o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Vem, portanto, em boa hora o programa federal para atender às necessidades daqueles que produzem grande parte da riqueza do país.
(*)Newton Lima é deputado federal (PT-SP), presidente da Comissão de Educação e Cultura da Câmara Federal. Foi prefeito de São Carlos e reitor da UFSCar.
(*)

Aluna da Fatec Jales embarca para os Estados Unidos

A aluna Aniele (segunda no sentido horário), acompanhada de sua mãe (à esquerda) e de outras duas alunas participantes do intercâmbio, à direita, durante o embarque, no Aeroporto Internacional de Guarulhos
Aniele Nakao Okamoto, recém-formada pela Fatec Jales, no curso de Tecnologia em Agronegócio, embarcou para os Estados Unidos, no dia 31 de março, onde fará um curso de "General English" (Inglês Geral), para aprendizagem e aperfeiçoamento do idioma, durante o período de um mês. Outros 124 alunos de Fatecs e Etecs do Estado de São Paulo também embarcaram naquele mesmo dia.
Os bolsistas viajam com todas as despesas pagas – curso, alimentação, acomodação, passagem aérea, traslado, transporte interno nos EUA e Inglaterra e seguro saúde – com exceção dos custos com passaporte e visto, que correm por conta dos participantes.
O Centro Paula Souza, autarquia do Governo do Estado de São Paulo que administra as Fatecs e Etecs em todo o Estado, oferece aos alunos com melhor desempenho durante o curso, este Programa de Intercâmbio Cultural. Outros 125 embarcam no mês de maio.
O Programa de Intercâmbio do Centro Paula Souza é oferecido pelo segundo ano consecutivo. Em 2011, 500 alunos e 100 professores de inglês foram para os EUA.
No ano de 2012, o programa vai oferecer 600 bolsas de estudo de inglês – 550 nos EUA e 50 na Inglaterra. Serão 500 alunos, 50 professores de inglês e 50 das áreas técnica e tecnológica.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

158 municípios recebem selo Município Verde Azul



Prefeito Favaleça, de Santa Fé do Sul, 
 discursa ao receber o prêmio

"Ação local por uma causa global" traz avanços nas políticas ambientais do estado
O certificado de Município Verde Azul garante à administração municipal a prioridade na captação de recursos junto à Secretaria de Estado do Meio Ambiente, por meio do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição – FECOP.
A SMA entregou o Prêmio Franco Montoro, para os 19 municípios melhores colocados em suas bacias hidrográficas.
Veja aqui os premiados
Avaliação
Os municípios recebem uma nota ambiental, que avalia o seu desempenho em dez diretivas que regem o Programa Município Verde Azul. Foram avaliadas ações nas áreas: esgoto tratado, lixo, recuperação da mata ciliar, arborização urbana, educação ambiental, habitação sustentável, uso da água, poluição do ar, estrutura ambiental e conselho de meio ambiente.
Município Verde Azul
Lançado em junho de 2007, o Município Verde Azul tem como principal proposta descentralizar a agenda ambiental paulista, considerando que a base da sociedade está nos municípios. Em 2008, na divulgação do primeiro ranking, 44 municípios alcançaram nota igual ou superior a 80. Em 2009, foram 168. Já, em 2010, 144 municípios receberam a certificação.

Veja aqui o ranking

Prêmio Franco Montoro
Os 19 premiados por UGRHI e município

 
O Município Verde Azul chegou a sua quarta edição fortalecendo o planejamento ambiental e incentivando a participação da sociedade civil na agenda ambiental. Em 2011, 158 municípios receberam o certificado Município Verde Azul. O secretário estadual do Meio Ambiente, Bruno Covas, com o governador Geraldo Alckmin, divulgaram nesta segunda-feira, 2 de abril, em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, o ranking ambiental dos municípios paulistas de 2011.
Municípios da região de Jales que foram certificados (X à frente)
Os avanços na gestão ambiental foram comemorados pelo secretário Bruno Covas. "Em quatro anos de Programa observamos uma organização estrutural no Estado, com a criação de secretarias, diretorias e implantação de conselhos municipais. A partir de 2011, passamos para uma próxima fase com o fortalecimento do planejamento ambiental e do incentivo a participação da sociedade civil na agenda ambiental", afirmou.
Ao todo, 410 projetos de coleta seletiva foram implantados, 109 planos de gestão de resíduos sólidos, 257 programas de educação ambiental e 280 fundos de meio ambiente foram criados. E os avanços não pararam por aí. São 335 municípios com centros de educação ambiental, 261 com ciclovias, 276 com planos de arborização urbana e 361 com viveiros de mudas, e 205 com parcerias ambientais com pessoas físicas e jurídicas. A parceria entre estado e municípios por meio da Operação Corta Fogo resultou, ainda, no treinamento de brigadas anti-fogo em 373 municípios.
Dos 645 municípios do estado que participam do Programa, delas 485 enviaram informações e foram avaliadas pela equipe do Município Verde Azul. Ao todo 158 foram certificados. Significa que mais de 20% das cidades do estado alcançaram médias acima de 80 – em uma avaliação que varia de zero a 100 – e serão reconhecidas pelo exemplo ambiental.
O município de Santa Fé do Sul, no extremo noroeste paulista, foi a campeã paulista entre as cidades. Este é o tricampeonato do município, que também liderou em 2008 e 2009. Em 2010, a cidade de Santa Rosa do Viterbo ficou com a taça.

Classificação Município Nota Certificados
1 SANTA FÉ DO SUL 96,98 X
12 DIRCE REIS 93,25 X
24 SÃO FRANCISCO 91,96 X
61 SANTANA DA PONTE PENSA 86,62 X
92 JALES 84,03 X
95 PONTALINDA 83,96 X
104 SANTA RITA D’OESTE 83,36 X
108 URÂNIA 83,12 X
120 POPULINA 81,99 X
127 TRÊS FRONTEIRAS 81,52 X
136 NOVA CANAÃ PAULISTA 80,96 X
158 SANTA CLARA D’OESTE 80,05 X
176 PARANAPUÃ 75,10
177 PALMEIRA D’OESTE 75,01
185 RUBINÉIA 73,57
198 VITÓRIA BRASIL 71,76
278 ASPÁSIA 57,05
315 MESÓPOLIS 49,67
352 SANTA ALBERTINA 43,52
455 SANTA SALETE 21,41
512 DOLCINÓPOLIS 18,33
517 MARINÓPOLIS 17,72
530 TURMALINA 17,19
532 APARECIDA D’OESTE 17,10

domingo, 1 de abril de 2012

PRE emite parecer pela perda do cargo do vice-prefeito Barcinho Ormaneze


Em parecer assinado na terça-feira, 27 de março, o procurador regional eleitoral Pedro Barbosa Pereira Neto, requereu a procedência do pedido de decretação da perda do cargo de vice-prefeito outorgado a Barcinho Ormaneze, de Vitória Brasil.
Em 31 de agosto do ano passado, o vice-prefeito Barcinho Ormaneze, desfiliou do PSDB sem justa causa aparente, filiando-se, em seguida, ao DEM.
Citado para apresentar sua defesa, Barcinho apresentou sua alegações sustentando que sofreu grave discriminação pessoal no PSDB.
"A grave discriminação pessoal exige, cumulativamente, tratamento distintivo, injusto e que torne impossível a convivência partidária, ou seja: (i) há de ser um tratamento discriminatório, específico contra um ou alguns filiados ou em favor de um ou alguns filiados; (ii) deve ser fundado em razões injustificáveis, sem base jurídica (de vez que as questões políticas refogem ao exame do Judiciário, blindadas pela autonomia partidária constitucional); (iii) devem tornar inviável a permanência no partido", lembrou o procurador regional eleitoral.
Não prospera também, diz o procurador regional eleitoral,  a alegação de que o requerido não era convidado para reuniões partidárias, ante a ausência de documento que demonstrasse, ao menos, qualquer indício de que foi deliberadamente excluído das reuniões partidárias e do evento noticiado na defesa. Fato que poderia ser demonstrado através de convites feitos a outros correligionários ou mesmo com a presença destes nos eventos, ressaltando-se também que as testemunhas nada mencionaram a esse respeito.
"De todo modo, além de não ter sido comprovada a falta de convocação para reuniões partidárias e outros eventos, é certo que tal circunstância por si só não configura causa idônea a ensejar o desligamento justificado do partido, disse o procurador eleitoral", diz ele. 
Segundo a PRE, as testemunhas arroladas pelo vice-prefeito Barcinho Ormaneze nada acrescentaram em seu favor, e que apenas reafirmaram que este poderia não ter legenda na próxima eleição.
Já Marcos Alberto Módulo, testemunha e presidente do PSDB local, asseverou que Barcinho em nenhum momento lhe apresentou qualquer justificativa para sua desfiliação, sendo que foi o presidente do diretório do DEM municipal que lhe pediu para "assinar a ficha de desfiliação do requerido".
Segundo o Procurador Regional Eleitoral, tem-se que no caso dos autos "inexiste prova de segregação injustificável e pessoal que inviabilizasse a permanência do mandatário requerido na agregação partidária, eis que não restou caracterizada a discriminação grave e pessoal, nos termos da jurisprudência e da Resolução TSE 22.610/2007".
"Diante de todo o exposto, esta Procuradoria Regional Eleitoral requer a procedência do pedido de decretação de perda do cargo eletivo outorgado a Barcinho Ormaneze", escreveu o procurador regional eleitoral Pedro Barbosa Pereira Neto

Comissária de bordo fotografa para o Bella da Semana

 Estreia nesta terça-feira, 3 de abril, o ensaio da modelo Ana Karoline no site Bella da Semana (www.belladasemana.com.br). Aos 20 anos de idade, a catarinense de Blumenau estuda para tornar-se comissária de bordo. Com a nova profissão, ela pretende unir trabalho e lazer. "Meu maior sonho é viajar o mundo." Abrir mão das estabilidades e correr atrás dos objetivos profissionais foi o maior desafio de Ana, que agora mora em São José (SC) e não tem medo de arriscar. O ensaio para o Bella da Semana foi o primeiro da carreira de modelo e já é promissor. "No início foi difícil, mas logo consegui me sentir bem à vontade. Adorei o resultado!" Apesar da correria do dia-a-dia e dos planos para o futuro, a bela reserva um tempinho para o coração. Para ela, homens têm que ser bem-humorados e independentes. Entre quatro paredes, nada de mesmice! Apesar de tímida, a bela revela que a melhor decisão para fugir da rotina é explorar a criatividade*.