Páginas

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Recebemos e retribuimos votos de Feliz Natal e Ano Novo

Randstad Recursos Humanos, Fonte Leone Bar, deputado estadual Carlão Pignatari, Santa Casa de Votuporanga, Wolney Vilela Gouveia e esposa Luciana Ramos Zafalon (Uberlândia MG), Empório Valente, Spetomix, Janecler Capellete (Aspim Tecnologia), PortoGente, Ricardo Viveiros & Associados, Única Teleserviços (Alex Castro), Zupi Shop, deputado federal Cândido Vacarezza,  Vajra, Equipe Tres Embalagens, Lonas & Lonitas Solda e Costura, Unidarma, Izabel Sadall Agrispino, Razão Humana Consultoriae Assessoria Ltda, Arca Brasil, Cebal Jales, Cliniseg, Dr. Hugo Vinicius Nogueira e família, Flávio Tpobal, BWRT, Carvalhoit Sistemas re Projetos, Diskshop, deputado estadual Fernando Capez, Vialeere Lentes e Óculos, João Carlos del Bianco (Três Lagoas MS), SOS Dental, 1° Ten e vereador eleito Norival Marques de Barros (Cedral-SP), Ead Século 21, Construbem, FMB curso Preparatório, Conasens - Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, deputado federal Mendes Thame, Arth Mariah, Equipe Viola Show, Compra Individual, Blitz Papelaria, Elastix, Sergio Landgraf e família, Barela Seguros, Total na Web, Zé do Pedal.  

sábado, 29 de dezembro de 2012

Novato pode ser eleito presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Jales

Se mantido o atual quadro para a disputa da presidência da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Jales, o novato Tiago Abra poderá ter a maioria de votos numa composição inesperada. Além dele, são candidatos, pelo menos diziam ser, a petista Pérola Cardoso, o demista Gilbertão e o pedetista Claudir Aranda.
No caso em que pode dar empate entre Gilbertão e Claudir Aranda, já que cada um contaria com três votos, e o demista levar o pleito, Tiago Abra que se lançou candidato no dia 21 de dezembro, pode ter ao seu lado, segundo a turma do botequim da vila, seu colega de bancada Rivail Júnior, Pérola e Luiz Fernando Rosalino, Claudir Aranda, Serginho Nishimoto e André Macetão.
O PT na verdade não contaria com outros votos além dos dois para fazer o presidente do Legislativo, ou, ou numa busca por oposição no legislativo os três demistas optarem pelo voto na petista Claudir Aranda eleito numa coligação com o partido de Nice Mistilides não gostaria de ver na presidência da Casa, caso não haja votos para a sua eleição, um adversário da futura prefeita e, Rivail Rodrigues deve atender as orientações da direção regional do PSB que não quer uma política adversa contra Nice e sair perdendo pontos junto à população.

Chegados de Parini convidam amigos para acompanhá-lo na terça-feira, na descida da escadaria no Paço Municipal após transmissão de cargo

Os correligionários do prefeito Humberto Parini, que nos dias de hoje não são muitos como oito anos atrás, está preparando um evento festivo para acompanhá-lo ao descer a escada que dá acesso do gabinete do Executivo à entrada principal do prédio do Paço Municipal, na terça-feira, 1° de janeiro, logo após a transmissão de cargo para a prefeita Nice Mistilides.
Essa descida de escada não é tanto para mostrar a competência ou popularidade de Parini mas sim lembrar os adversários e inimigos do prefeito petista que ele está deixando a Prefeitura pela porta da frente e não pela porta dos fundos como esperavam em virtude do processo que ficou conhecido como o "Caso Facip" que está no Supremo Tribunal Federal (STF).
Esse processo circula pelos Tribunais de 1ª à última Instância desde 1.998 em que são réus, o prefeito Humberto Parini, o ex-prefeito Antonio Sanches Cardoso, o chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Agricultura e cunhado de Parini, Ronaldo José Alves de Souza, Helio Soares e Jayme Bellão.
Depois de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara Municipal de Jales concluir que houve irregularidades na emissão de notas fiscais, o relatório foi enviado ao Ministério Público Estadual que denunciou os reús e deu o valor à causa em R$ 27.681,12. No dia 1° de junho de 1.998, o processo foi protocolado na 4ª Vara Judicial da Comarca de Jales sob o n°0007308-46.1998.8.26.0297. À época dos fatos Parini era vice-prefeito do então prefeito Antonio Sanches Cardoso e foi presidente da Feira Agrícola, Comercial , Industrial e Pecuária - FACIP de Jales.
Em primeira Instância os réus foram condenados por improbidade administrativa e a devolver a importância de R$ 27.681.12 Também perderam no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Apelaram ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e por fim ao STF protocolando em 13 de novembro de 2.007 o Agravo de Instrumento 692458 e distribuído à 2ª Turma que sorteou o ministro Joaquim Barbosa como relator.
Primeira decisão sobre o AI teve o seguinte despacho: "Embora este agravo se encontre nesta Corte em razão da inadmissão de recurso extraordinário interposto, o Superior Tribunal de Justiça deu provimento ao recurso especial, determinando o retorno dos autos à origem, para que seja proferido novo acórdão. A referida decisão já transitou em julgado. Do exposto, julgo prejudicado o presente recurso. Publique-se. Brasília, 30 de maio de 2011. Ministro Joaquim Barbosa, Relator ".
Devido tantos recursos, Humberto Parini foi eleito em 2004 e reeleito em 2008 e deve deixar o cargo sem que o Agravo de Instrumento 692428 cujo relator é o ministro Joaquim Barbosa, seja julgado definitivamente na Côrte Suprema ainda este ano em virtude de recesso.
Nos primeiro dias de agosto de 2.011 a Justiça Estadual determinou a posse do vice-prefeito Clóvis Viola, mas em recurso ao STF, o prefeito Parini conseguiu dois dias depois se manter no cargo graças despacho favorável do ministro Ricardo Lewandowski.
Em 28 de agosto deste ano, a 2ª Turma composta pelos ministros presidente Ricardo Lewandowski Celso de Mello, Gilmar Mendes, Cezar Peluso, por unanimidade, negou provimento ao agravo regimental, nos termos do voto do Relator Ministro Joaquim Barbosa.
No dia 9 de outubro, o prefeito Parini ingressou como uma Declaração de Embargos (no processo civil, vem a ser um pedido que se faz ao próprio juiz ou tribunal que emitiu a sentença, para que ele esclareça tópicos obscuros ou omissões apresentadas por esta), contra a decisão da 2ª Turma, tendo o relator Joaquim Barbosa dado o seguinte despacho : "Tratando-se de embargos de declaração com pedido de efeito modificativo, abra-se vista à parte embargada. Publique-se. Brasília, 23 de outubro de 2012." No caso ao Ministério Público do Estado de São Paulo, na pessoa do Procurador-Geral de Justiça, ou na de quem as suas vezes fizer.
E assim, 2012 chega ao seu final, mas o "Caso Facip" que já perdura por 13 anos 6 meses continuará em 2013 que, para a turma do botequim da vila vai se estender por algum tempo mais.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Papai Noel existe

Marta Sousa Costa
www.martasousacosta.com
martafscosta@gmail.com
 
Deixei de acreditar em Papai Noel, há muito tempo. E olhe que era bom, quando acreditava, porque isso me dava o direito de pedir o que desejasse, embora tivesse que ouvir a explicação de que a bicicleta desejada podia furar o saco e por essa razão não viria, entre outros contratempos que se devia poupar ao bom velhinho.
Depois que passei a ser a Mamãe Noel, então, mais a convicção se firmou: "Papai Noel não existe" – conformei-me, ao assumir o papel, como fazem os adultos, obrigados pelas circunstâncias.
Mas, neste ano de 2012, descobri que estava enganada: Papai Noel existe! E o melhor é que lê pensamentos; talvez até tenha um radar para descobrir os desejos de quem deixou de manifestá-los em cartinhas, mas não desistiu de desejar.
Após um ano difícil, cheio de altos e baixos na área da saúde (mais baixos que altos), de repente me deu um cansaço de lutar contra a maré e tudo que pedi ao médico foi parar o tratamento (com vários efeitos colaterais), para lembrar a sensação de ser uma pessoa normal e usufruir das festas de final de ano, com a animação antiga. De inhapa, se não fosse pedir demais, gostaria de estender a pausa até o final de fevereiro, para curtir a reunião dos filhos e netos, aproveitar a temporada na fazenda, e por ali o pensamento voou, sem que fosse manifestado, em toda a sua extensão.
Na ocasião – como com louco não se discute – o médico sugeriu uma semana de férias, depois se falaria no assunto. Saí do consultório feliz como menino no último dia do ano letivo; só faltou jogar pro alto os resultados das tomografias e exames de sangue. Férias, liberdade! Adeus, cansaço _ pensei. E aproveitei cada minuto da semana presenteada, apesar do pique escasso, pois os efeitos da medicação precisariam de tempo para desaparecer.
Mas, no retorno das férias, a realidade me pegou pelo braço: os exames estavam ótimos, o tratamento parecia estar dando certo; era preciso seguir o cronograma, com alguns reajustes. E quem sou eu pra discutir decisões médicas? Ainda como aquele menino doido pra jogar tudo longe e correr pro campinho de futebol, recolhi as ideias estapafúrdias e me dispus a fazer o tema de casa.
Só que os reajustes na medicação funcionaram, em termos de cansaço e desânimo, e logo me vi programando o Natal, como sempre: comprando presentes, organizando a ceia, bem como a pessoa normal que eu desejava tanto voltar a ser. Imaginei se o cansaço estaria à espreita, esperando para me nocautear, por isso apurei o passo, antes que me jogasse no chão, só para se exibir. E vá que os tais efeitos colaterais sejam como aqueles monstros que se alimentam da fraqueza dos circunstantes? Melhor ignorá-los, pensei, como se faz com gente inconveniente – pelo menos, enquanto for possível.
Assim foi feito e o Natal chegou, trazendo sorrisos de crianças, abraços amigos, encontros felizes, e a alegria por ter conseguido realizá-lo, "como uma pessoa normal". Foi nesse momento que compreendi: Papai Noel existe e, quando quer, pode ser muito bonzinho.
Neste ano, acho que ele quis se redimir, pois, além de captar o desejo no ar, não alegou a fragilidade do saco ou o peso pra carregar.
Mas como, por aí, há muita gente precisada de uma força extra, vou lhe enviar a mensagem de que cuide dos outros, que aqui está tudo bem, obrigada.

domingo, 23 de dezembro de 2012

Retribuímos votos de Feliz Natal e Próspero Ano Novo:

Fatec Jales, Jornal Momento e Jornal Pólo Paulistano (SP), Comercial F. C. (Ribeirão Preto), Link Portal de Comunicação (SP), Festival de Turismo Cataratas do Iguaçu (PR), Infrapred Equipamentos, Rancho da Traíra (Pesque e Pague), Casa das Películas (SC), Embral Leilões (SP), Geradores Rio Preto, Laboratório de Editoriação Eletrônica (LED), Faculdade de Comunicação Social (UERJ), DrogaLider (SP), Infinity Art (SP), Brickmann & Associados Comunicação (SP), Sistcom (SP), Associação Industrial da Região de Votuporanga (AIRVO), Miguel Reis & Associados Advogados (SP), Deputado Federal Willian Dib, Consultoria, Organização e Metodologia (COM), Conselho sobre Informações Biotecnologia (CIB), Terra Networks, AC Publicidade, Atributo Brasil Comunicação, Produção Gracy Kelly (Mulher Maçã), Grupo Idea, Dearo Alianças Estratégicas, Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp, deputado federal Aelton Freitas (PR-MG), Bella Art Embalagens, Instituto Brasileiro de Museus (IbramMinc), Bendita Comunicação Integrada, Marynilda Cavenaghi, Revesp Representações Ltda, Equipe NB Press Comunicação, Garrido Marketing, Vervi Assessoria e Comunicações, Singular Filmes, Apogeo Investimentos, Garrido Markenting, Sociedade Bíblica do Brasil, Reitor Paulo Antonio Gomes Cardim (Bela Artes), Equipe Oficina Municipal, Estúdio de Comunicação, Instituto Passadori - Educação Corporativa, Juliano Matos (Jales), Moda Trade, Deputado estadual Itamar Borges (PMDB), Porto Seguro Consórcio, A&C Publicidade e Propaganda, BPS Camarotes, Caminhos das Missões, Grupo Radar, ITE Tecnologia, Ferrusi Fundição, Agita Aê, Guia Talento, Lelic Perfumaria (SC), Legião da Boa Vontade (LBV), Sydow Markentig, O´Neill, Dell Arte Soluções Culturais, Fatec Catanduva, Equipe Avesso, Boteco Maria, Conselho Federal de Medicina (CFM), AssessoriadeComunicação Social da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, Frederico A. Ferreira (Assessor de Comunicação Social Procuradoria da República no Estado de S. Paulo), Academia do Palestrante, Grupo Arakaki, Fiscoshoft On Line, Confederação Nacional da Indústria (CNI), Detran (SP), Giro News On Line, deputado federal Junji Abe (Mogi das Cruzes), Margô, Flávia, Carol, Fernando e Jamille ( F&M ProCultura), X Comunicação, Equipe Ferraz Moda, Revista Circuito, Daniel Promoções Artísticas Ltda, Mercancia Brasil, Abrale e Abrasta, HostNews Markenting Digital, Curso FMB, Clinica Psicodinâmica, Odilon Medeiros, XTreme Rally Car, Organizações em dos Direitos e Bens Comuns (ONGs), Candeia Distribuidora, Comunicaçã/FPT Industrial, deputado estadual Alex Manente, HospitaldeCâncer de Barretos (HC), Guia Talento, Galeria Comunicação, E.C.Pinheiros, Suggestiva Comunicação, Graciolli Comunicação, Nasajon Sistemas, Galeria Comunicações, Informa Mídia, FolhaPress - Grupo Folha de São Paulo, Expressa Comunicação, Vilma Alexandrina (Mesópolis)

Obras serão realizadas no conjunto Aspásia III, com 52 unidades


O secretário estadual da Habitação, Silvio Torres, autorizou na terça-feira, 18 de dezembro, o repasse do aporte financeiro de R$ 100 mil para obras de infraestrutura no empreendimento Aspásia III. O acordo foi firmado na sede da pasta, na Capital, em audiência com o prefeito Eliaz Ros Canos.
As novas obras serão realizadas pelo Programa Especial de Melhorias (PEM), que tem como objetivo dotar de infraestrutura conjuntos e núcleos habitacionais, transformando-os em bairros integrados à malha urbana da cidade. Por meio do programa, podem ser executadas obras de pavimentação, guias, sarjetas, galerias de águas pluviais, drenagem, muros de arrimo, construção, reforma de praças e centros comunitários, entre outros serviços.
O conjunto Aspásia III está em andamento e deverá ser entregue até o fim de 2013. O empreendimento está sendo edificado com recursos financeiros da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU). Segundo Eliaz Ros Canos, os novos serviços incorporam a construção de muro de arrimo no empreendimento, que não estava previsto no convênio com a CDHU. O prefeito informou que o município não teria dinheiro para arcar com essa obra, que será realizada agora com a verba da Secretaria de Estado da Habitação.

sábado, 22 de dezembro de 2012

Editorial

Sob nova direção
Eunice Mistilides Silva (PTB) tomará posse na chefia da Prefeitura de Jales em 1° de janeiro de 2013, de acordo com a Constituição Federal, para cumprir a gestão 2013/2016, deixando para trás oito anos de governo do Partido dos Trabalhadores. Pela vontade popular, vai haver uma guinada na direção dos negócios municipais.
Em 2004, Nice concorreu pelo PSDB (sem coligação) e amargou um quarto (e último) lugar com 4.302 votos. Em 2008, mais forte, concorreu pelo PTB (numa coligação de três partidos) e ficou em segundo lugar com 9.992 votos. Em 2012, pelo mesmo PTB (numa coligação de nove partidos) e na companhia do vice, Dr. Pedro Manoel Callado Moraes (PSDB), venceu o pleito com 13.153 votos.
Cientes de que o desenvolvimento é uma necessidade de sobrevivência, os jalesenses almejam dias melhores e se perguntam: "Nice fará um bom governo?" Não existem motivos determinantes, bons ou ruins, para antecipar como será o novo governo. Ótimo é que Jales não tem fatores físicos limitantes ao seu desenvolvimento.
Nice foi eleita pelo povo, não pela coligação de nove partidos: PRB, PDT, PTB, PSL, PSC, PSDC, PRP, PSDB e PSD. Esses partidos, de bases políticas locais limitadas e escassos estudos sócio-econômicos regionais, não podem ajudar muito o novo governo. Mas seus defensores podem dificultar Nice em adotar posturas políticas e administrativas eficientes.
Outra questão é a situação fiscal da prefeitura. Dados oficiais indicam que 3% das prefeituras brasileiras estão em situação excelente e 33% em situação boa. Mas 44% estão em situação difícil e 20% em situação crítica. Uma das causas de desequilíbrio financeiro e endividamento da maioria delas (64%) é a sucessão de gestões fracas. Nice terá que organizar a Prefeitura de Jales para aliviar a situação e tirá-la deste grupo.
As dívidas da Prefeitura – especialmente junto ao espólio Euphly Jalles, IPREM e INSS – devem ser encaradas como um legado que precisa e pode ser extinto. Erraram os prefeitos que não as enfrentaram. Diz o ditado: "É melhor ser pobre do que ser doente". Para Jales, é melhor pagar estas dívidas do que ter um rio que inunda a cidade todos os anos.
No Brasil, os doze moderníssimos estádios de futebol construídos sob as normas da FIFA, que serão usados na Copa do Mundo de 2014, vão rebaixar os tradicionais estádios a sucatas. O público vai perder o gosto de freqüentar estádios antigos. Em Jales, o Estádio Municipal Roberto do Valle Rollemberg está neste rol. Ele ocupa o espaço de duas quadras numa área residencial nobre da cidade, não tem estacionamento, está defasado em arquitetura, conforto, tecnologia e ecologia. Produz despesas à Prefeitura e oferece pouco uso. Impede as ligações da Rua 15 à Rua 24 e da Rua 22 à Avenida Francisco Jalles.
Não compensa prepará-lo ou reformá-lo, com recursos próprios ou do Estado, para sediar com qualidade os Jogos Regionais, como vai acontecer em 2014. Nem para abrigar uma equipe de futebol profissional na quinta divisão do campeonato paulista, com umelenco de trinta pessoas e um gasto mensal de R$ 40.000,00. Compensa, sim, a Prefeitura desfazer-se do estádio e obter uma boa quantia de dinheiro.
Há várias formas de fazer isto. Basta escolher uma bem vantajosa. A Prefeitura poderá usar os recursos no pagamento de dívidas, no equilíbrio das finanças, no melhoramento do trânsito, num abono aos funcionários nas negociações salariais. Numa época mais oportuna, menos difícil, a Prefeitura poderá construir um estádio municipal menor e melhor, numa área apropriada, ótimo para torneios de esporte amador.
Para a prática do futebol pelas equipes amadoras do municpio existem os campos de futebol da Fepasa,do jardim Paraíso e o hoje sendo inaugurado Campo deFutebol "José Gatti", próximo a Facip.
A prefeita Nice deve conduzir a população no rumo do desenvolvimento, pensando no tamanho e na qualidade ideais de novos empreendimentos culturais, desportivos e recreativos destinados a uma comunidade de 50 mil habitantes, sede de comarca e pólo microrregional. Deve refinar sua competência política para estimular e utilizar os esforços do vice-prefeito, dos vereadores, líderes políticos, empresariais e sociais, voltados para o bem-comum.

Jales cai cinco posições no ranking ambiental dos municípios paulistas


Foi divulgado nesta terça-feira, 18 de dezembro, o ranking ambiental dos municípios paulistas de 2012. Os 645 municípios de São Paulo são avaliados pelas ações promovidas na agenda ambiental. Os municípios paulistas desenvolveram atividades e projetos importantes na área ambiental. Todas as ações realizadas, em 2012 foram avaliadas pela equipe do Programa Município Verde Azul e foram reconhecidas pelo Governo do Estado de São Paulo. 134 municípios, dos 371 participantes nesta edição, conseguiram nota superior a 80 e foram reconhecidos como municípios exemplo na área ambiental, certificados pelo Programa.
O certificado de Município Verde Azul garante à administração municipal a prioridade na captação de recursos junto ao Governo do Estado, por meio do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição – FECOP. Em 2011, os 50 mais bem colocados receberam recursos para compra de equipamentos.
Nas ações voltadas ao meio ambiente o município de Jales perdeu cinco posições. Em 2.011 o município jalesense ocupou a 92ª posição no ranking com 84,03 pontos despencando e, em 2012, caiu para a 97ª posição com 83,17 pontos. Outro município da região que perdeu pontos foi Santa Fé do Sul caindo para 1ª posição para a 5ª em todo o estado.
Na lista dos 371 municípios participantes divulgada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA), o de Botucatu foi o primeiro colocado com 97,26 pontos e o de Águas de São Pedro, região de Piracicaba, ficou na 371ª posição 5,36 pontos.
Avaliação
– Os municípios recebem uma nota ambiental, que avalia o seu desempenho em dez diretivas que regem o Programa Município Verde Azul. Foram avaliadas ações nas áreas: esgoto tratado, lixo, recuperação da mata ciliar, arborização urbana, educação ambiental, habitação sustentável, uso da água, poluição do ar, estrutura ambiental e conselho de meio ambiente.
A Secretaria de Estado do Meio Ambiente também manteve a premiação da edição anterior: o Prêmio Franco Montoro, para os 19 municípios melhores colocados em suas bacias hidrográficas. Os interlocutores dos municípios que obtiveram nota acima de 80 também foram homenageados.
Município Verde Azul
Lançado em junho de 2007, o Município Verde Azul tem como principal proposta descentralizar a agenda ambiental paulista, considerando que a base da sociedade está nos municípios.
Em 2008, na divulgação do primeiro ranking, 44 municípios alcançaram nota igual ou superior a 80. Em 2009, foram 168. Já, em 2010, 144 municípios receberam a certificação. Na edição de 2011, 159 cidades foram premiadas. O objetivo do Programa é descentralizar a política ambiental, ganhando eficiência na gestão ambiental e valorizando a base da sociedade.
Ranking dos municípios da região na edição 2012
Class Município Nota
2012 /2011 2011 2012
5           1 Santa Fé do Sul 96,98 94,19
34        95 Pontalinda 83,96 90,32
41       12 Dirce Reis 93,25 89,20
76     136 Nova Canaã Paulista 80,96 85,60
87     278 Aspásia 57,05 84,37
89 61 Santana da Ponte Pensa 86,62 84,15
97 92 Jales 84,03 83,17
99 104 Santa Rita d`Oeste 83,36 83,05
112 127 Três Fronteiras 81,52 81,45
128 108 Urânia 83,12 80,51
171 176 Paranapuã 75,10 71,18
189 158 Santa Clara D´Oeste 80,05 67,31
191 198 Vitória Brasil 71,76 66,27
259 185 Rubineia 73,57 49,73
24 São Francisco 91,96
177 Palmeira d´Oeste 75,01
315 Mesópolis 49,67
352 Santa Albertina 43,52
455 Santa Salete 21,41
512 Dolcinópolis 18,33
517 Marinópolis 17,72
532 Aparecida D´Oeste 17,10

Prefeitos, vices, vereadores e vereadores suplentes eleitos são diplomados pela Justiça Eleitoral




A solenidade de diplomação dos eleitos e reeleitos no pleito de 7 de outubro na comarca de Jales durou 45 minutos. O Plenário Tancredo Neves esteve totalmente tomado por familiares, correligionários e convidados que vieram acompanhar o solenidade de diplomação dos eleitos.
Presidida pelo juiz Eduardo Henrique de Moraes Nogueira, da 152ª ZonaEleitoral, a cerimônia não teve as delongas como em anos anterioes. Ele convidou para a Mesa, o presidente da Câmara Municipal, Luiz Henrique Macetão Viotto, o então prefeito em exercício Clóvis Viola, o bispo diocesano D. Demétrio a Valentini a quem coube fazer a saudação aos diplomandos e o promotor de justiça eleitoral Rodrigo Pereira Reis.
Em poucas palavras, o juiz Eduardo Nogueira saudou os diplomandos e o público presente e explicou como seria a cerimônia de diplomação.
Em seguida D. Demétrio fez a saudação aos 10 prefeitos, 10 vice, 100 vereadores e 27 vereadores suplentes de suas respectivas coligações, presentes à diplomação.
Prefeito e vice diplomados:
Aspásia:
José Eduardo de Assunção (DEM) e Edes Prete (PTB)
Dirce Reis:
Roberto Carlos Visoná (PMDB) e Aleixo Gilberto da Silva (PSC)
Jales:
Nice Mistilides (PTB) e Pedro Callado (PSDB)
Mesópolis:
Leandro Aparecido Polarini (PSDB) e Aparecido Vieira da Silva (PSB)
Paranapuã:
Antonio Melhado Neto (PSB) e Helio Yukio Shimazu (PSDB)
Pontalinda:
Elvis Alves de Souza (PTB) e Nereide Gatto da Silva (PSDB)
Santa Albertina:
Vanderci Novelli (PMDB) e Aparecido Cerezo Zago (PMDB)
Santa Salete:
Ivalderis Molina (PSDB) e Fabricio Ferreira (DEM)
Urânia:
Airton Francisco Saracuza (PP) e Vicente Christiano Neto (PMDB)
Vitória Brasil:
Ana Lúcia Olhier Módulo (PSDB) e João Oscar de Carvalho (PSDB)A diplomação é um ato formal e solene, previsto no art. 215, do Código Eleitoral, que marca o processo eleitoral presidido pelo Tribunal Superior Eleitoral, o TSE. Prefeitos, vice-prefeitos e vereadores diplomados assumem suas funções a partir de 1º de janeiro quando será realizada a cerimônia de posse.

Bruna Martins é a Gata Regional


No dia 20 de novembro, aconteceu na sede da Pantaton em Jales, o encerramento do Concurso Gata Regional 2012. A vencedora foi Bruna Martins da Silva, representando o Recreativo Sport Clube. A segunda colocada foi Renata Fabiane Souza Leite, do Clube Atlético Uraniense. Luciana Cangussu Vicentini, que representou o Auriflama FC, ficou em terceiro.
O concurso cuja votação foi feita pela internet.. Participaram oito candidatas representando equipes de futebol amador de Jales e região. Mais de vinte mil acessos foram computados.
Segundo Lécio Batista, o evento obteve um grande sucesso e a participação dos votantes surpreendeu as expectativas.
"Quero destacar e agradecer aos patrocinadores do concurso, que acreditaram na nossa proposta, obtendo um excelente retorno midiático. Estamos satisfeitos com o resultado obtido o que certamente deverá se repetir no ano vindouro", concluiu Lecinho.

POLÍCIA AMBIENTAL DE FERNANDÓPOLIS APREENDE 30 ARMAS DE FOGO

Nessa quinta-feira, 20, após cerca de três meses de criterioso trabalho de coleta, tabulação e cruzamento de dados desencadeados pela Seção Operacional da 2ª Companhia de Polícia Ambiental de Fernandópolis, oriundos principalmente de denúncias feitas pela população, que propiciaram a produção de amplo conhecimento sobre a ação de grupos de caçadores que agem nesta vasta região, com o fim de identificar autores, "modus operandi", locais onde acondicionam petrechos e armazenam a caça abatida (subproduto da fauna silvestre), foram protocolizados junto ao Poder Judiciário das comarcas de Estrela D’Oeste e Jales os pedidos da expedição dos Mandados de Busca e Apreensão, que foram acolhidos e deferidos, totalizando 24 locais a serem submetidos à fiscalização ambiental, especificamente nos municípios de Mesópolis, Populina, Estrela D’Oeste e Jales.
A Operação Policial Militar Ambiental denominada "CAMPO LIMPO" contou com a participação de 65 Policiais Militares Ambientais, distribuídos em 22 viaturas operacionais.
No curso da operação foram apreendidas 30 armas de fogo, entre espingardas, revólveres, carabinas, garruchas e canhõezinhos, 04 espingardas de pressão, cerca de 540 munições (cartuchos intactos e deflagrados), 17,250 Kg de carne de animais silvestres, 11 aves silvestres, couro de animal silvestre, 22 galos índios destinados à rinhas, 1.800 metros de redes de pesca, além de diversos petrechos utilizados na prática de crimes ambientais, tais como armadilhas, fisgas, tarrafas, redes de caça, materiais para recarga de cartuchos (chumbo, pólvora, socadores etc), entre outros. Além das apreensões, foram lavrados 08 Autos de Infração Ambiental, redundando em R$ 14.625,00 em multas arbitradas.

Macetão é premiado em duas categorias no “Prêmio de Boas Práticas

·
por Douglas Zílio

A Câmara Municipal de São Paulo promoveu na sexta-feira, dia 14 de dezembro, a entrega do Prêmio de Boas Práticas Legislativas, realizado pela Escola do Parlamento da Câmara, em parceria com a União dos Vereadores do Estado de São Paulo (UVESP) e a Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP (EACH-USP). O vereador jalesense, Luiz Henrique Viotto, o Macetão, prestigiou a cerimônia e foi premiado em duas categorias.
Criado há dois anos, O prêmio tem como objetivo valorizar as Câmaras Municipais e divulgar as boas realizações de vereadores paulistas. "Na década de 50, havia muitos prêmios voltados para a iniciativa privada. Depois, nos anos 80 e 90, os prêmios se voltaram para a gestão do Poder Executivo. Refletimos que não era possível não haver boas práticas também no poder legislativo. A premiação objetiva a melhoria da prática legislativa por meio desse incentivo", afirmou o presidente da Escola do Parlamento, Roberto Eduardo Lamari.
Os cerca de 50 vereadores participantes se inscreveram nas categorias "Gestão Legislativa" ou "Excelência no Processo Legislativo", e tiveram seus materiais avaliados pelos professores do curso de Gestão Pública da EACH-USP. Segundo o coordenador do curso de Especialização em Gestão de Políticas Públicas da EACH/USP, Fernando de Souza Coelho, "no Brasil temos muitos prêmios no Executivo, mas poucos no Legislativo. Mas nós sabemos que, por todo o nosso país, temos boas práticas no Legislativo e o objetivo desse prêmio é reconhecer esse trabalho".
Compuseram a mesa os vereadores José Police Neto (PSD), Floriano Pesaro (PSDB), o diretor de eventos da UVESP, Luís Mário Machado, o professor da EACH-USP, Fernando Coelho e o também professor da USP, José Jorge Boueri.
Na categoria Excelência no Processo Legislativo, além de Macetão, foram premiados Rosaldo Proença Perera, de Paranapanema e a Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Paulo. Já na categoria Gestão Legislativa, receberam o prêmio os vereadores, Antônio Floriano Pereira Pesaro, de São Paulo, Joaquim Soares da Silva, de Penápolis, Luiz Henrique Viotto, de Jales e Luiz Antonio Moraes, de Porto Ferreira.
"Temos uma preocupação em mostrar para a sociedade que existem bons políticos que realmente prestam serviços à população. A ideia é fazer com que a comunidade entenda melhor quais são as leis que podem realmente beneficiar sua população e a sua sociedade", enfatizou o diretor da UVESP, Luis Mário Machado dos Santos.
Para o vereador Macetão, único premiado nas duas categorias, "receber uma avaliação como essa, da Escola do Parlamento da Câmara Municipal de São Paulo, nos honra e é sempre importante para incentivar o nosso trabalho como vereador. Esse reconhecimento nos motiva a dar continuidade a esse trabalho pautado em estudos, conteúdo, qualidade e metas que possam beneficiar, única e exclusivamente, a população".
Na categoria Gestão Legislativa, Macetão venceu com o Ato n°10, de 19 de outubro de 2012, que regulamentou no âmbito da Câmara Municipal de Jales, a contratação de obras, produtos e serviços com dispensa de licitação na forma do artigo 24, incisos I e II, da Lei nº 8.666/1993 – Lei das Licitações. Na categoria Excelência no Processo Legislativo, o Projeto de Lei nº 11/2011, que dispõe sobre a política "antibullying" nas instituições de ensino municipal foi inscrito pelo vereador jalesense e venceu o Prêmio de Boas Práticas Legislativas da Câmara de São Paulo.
Macetão aproveitou a oportunidade para agradecer "a Deus, que está sempre ao meu lado, à minha família que sempre me apoiou em todas as decisões, compreendendo os momentos de ausência e também a doação aos meus eleitores". O vereador também se lembrou de agradecer toda sua equipe de trabalho, aos membros do PSD, na figura do deputado federal Dr. Eleuses Paiva e o nosso presidente do partido, Gilberto Kassab. "Aproveito a proximidade do final de ano para desejar a todos, em especial, à população jalesense, um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de luz e bênçãos".

Funcionários da Santa Casa comemoram 2012 com festa de confraternização


A equipe de colaboradores da Santa Casa de Jales reservou um momento especial para comemorar o ano de 2012. A festa aconteceu na noite do dia 07 de dezembro, no Clube do Banespinha, com direito a um delicioso jantar, na companhia de familiares e ao som da Banda VIP, que animou o evento.
Organizado pelo Clube dos Funcionários, do presidente Antônio Carlos de Souza Ferraz, o Biscoito, (técnico de Enfermagem) a festa foi um momento de descontração entre colegas e de alegria pela conclusão de mais um ano de trabalho e muitas conquistas para a Santa Casa.
Na oportunidade, o provedor do hospital, José Pedro Venturini e o administrador, Carlos Henrique Merighe, agradeceram a parceria e o empenho de todos que colaboraram para o desenvolvimento de uma Santa Casa cada vez melhor. "Todos estão de parabéns pelo excelente trabalho ao longo deste ano. Conto com vocês também em 2013 para que nosso hospital melhore ainda mais, sendo exemplo de bom atendimento em saúde para toda região", disse o provedor.

Formaturas marcam o final de ano no Anglo de Jales

Uma noite de alegria e de festa. Assim foi a formatura das turmas da Pré-Escola e do 5º ano do Ensino Fundamental I do Colégio XV de Abril-Anglo Jales, no último dia 14 de dezembro.
O clima de emoção tomou conta do Centro Cultural Dr. Edílio Ridolfo, que serviu de cenário para a noite festiva.
As crianças receberam seus certificados na presença da diretora da Escola, Maria Aparecida Caselli Iglesias Freitas, da mantenedora, Maria Christina Fuster Soler Bernardo, da coordenadora, Daisy Romagnoli, dos professores, funcionários e convidados.
A grande noite iniciada pelo Hino Nacional e pelo Hino de Jales, também contou com apresentações musicais, com todos os formandos vestidos a caráter, juramento, discursos emocionados, tudo com a beleza de um cenário que teve como tema "Planeta Terra". O palco se transformou literalmente no fundo do mar.
No dia 12 de dezembro foi a vez da festa de formatura do 3º ano do Ensino Médio, organizada pelos alunos e pela coordenadora Marcia Mello.
O Styllo Festas foi o local escolhido para a entrega dos diplomas de conclusão de curso e do delicioso jantar servido aos amigos e familiares dos formandos. Após a solenidade, o local se transformou em uma verdadeira boate, e com muita música boa, os formandos de 2012 aproveitaram a festa até a madrugada do outro dia.

Sensei Edson realiza cerimônia de encerramento do ano aos karatecas da região

Na quinta-feira, 13 de dezembro, o professor de karatê da Associação de Judô e Karatê Jalesense, Sensei Edson Rezende, realizou uma cerimônia para comemorar o encerramento do ano de 2012 para seus alunos de Jales, Estrela D’Oeste, Urânia e Santa Salete.
A cerimônia foi realizada no Centro Comunitário da cidade de Estrela D’Oeste e contou com a participação de grande parte dos alunos do Sensei Edson juntamente com seus familiares, além de representantes das prefeituras de Estrela D’Oeste e Santa Salete. O professor aproveitou a ocasião para realizar a entrega de faixas e certificados aos alunos aprovados no Exame de Graduação de Faixas, e ainda homenageou com troféus individuais os karatecas da região que se destacaram neste ano de 2012.
Os karatecas de Jales que receberam homenagem foram: Bruno Takeda Morita, como maior medalhista, Luis Eduardo Fernandes Silva, como destaque do ano e Éder Yoshizaki Takeda, como karateca do ano.
Sensei Edson reservou ainda um troféu especial ao atleta do ano Diego Pimenta, que além das dezenas de medalhas conquistadas em campeonatos regionais e interestaduais, conquistou neste ano de 2012 uma medalha de bronze no Campeonato Sulamericano realizado no mês de junho em Lima no Peru.
Na cerimônia os karatecas ainda realizaram apresentações de katá, bunkai (significado dos movimentos do katá) e técnicas de defesa pessoal.
O professor agradeceu novamente a confiança depositada pelos pais dos alunos, além de agradecer o apoio que vem conseguindo das prefeituras dos quatro municípios em que ministra aulas, apoio este que permitiu a participação de seus atletas em campeonatos em nível regional, estadual, nacional e internacional.

Nova lei seca, de autoria de Edinho Araújo, já está em vigor

A boa notícia de fim de ano é que a nova Lei Seca, sancionada pela presidente Dilma Rousseff, será aplicada a tempo das festas, férias e o carnaval. Infelizmente, estes períodos festivos acabam manchados, ano após ano, por acidentes graves, a maioria causada por abusos e imprudência dos motoristas, como excesso de velocidade e embriaguez ao volante.
Como autor do substitutivo aprovado na Câmara e no Senado, que reuniu propostas de 24 projetos de lei que alteravam o Código Nacional de Trânsito, o deputado federal Edinho Araújo (PMDB-SP) está otimista com as novas regras da Lei Seca, que elevam o valor das multas e criam novos meios de prova da embriaguez (ou uso de substâncias psicoativas) pelo motorista.
"Tive a honra de relatar a nova Lei Seca na Câmara Federal. Reuni 24 projetos que tramitavam na Câmara num substitutivo, priorizando a criação de novos meios de prova, além do bafômetro, e também mexemos no bolso dos infratores, dobrando o valor atual das multas. Agora a comprovação da embriaguez poderá ocorrer por teste de alcoolemia, exame clínico, perícia, vídeo, prova testemunhal, ou outros meios de prova admitidos em direito", destacou o deputado da região.
Também se garante o direito à contraprova, podendo o condutor realizar o teste do bafômetro para sua própria defesa.
O valor da multa para quem for pego dirigindo alcoolizado passa dos atuais R$ 957,70 para R$ 1.915,40, e dobra caso o motorista tenha cometido essa mesma infração nos 12 meses anteriores.
A nova Lei Seca chega num momento em que os acidentes de trânsito tornaram-se um flagelo. Em 2010, o número oficial de mortes no trânsito cresceu 14% em relação a 2009. Foram 42.844 mortes, 117 por dia, quase cinco por hora. Os feridos somam mais de meio milhão de pessoas no mesmo período.
A violência no trânsito é também a principal causa de mortes de crianças de 1 a 14 anos. No ano passado, 11.277 jovens entre 21 e 29 anos morreram vítimas do trânsito violento.
Segundo o deputado, o novo texto põe fim a um vazio legal e representa a esperança de baixar esses números que tanto impressionam. Os governos e os agentes de trânsito têm, agora, as ferramentas necessárias para agir.
O Governo Federal acaba de lançar a Operação Integrada de Enfretamento à Violência no Trânsito para o período 2012/ 2013, com ampla campanha educativa e o governo de São Paulo está definindo regras para intensificar as blitze contra motoristas infratores.
"Regras rígidas para punir infratores e educação para o trânsito. Aí residem nossas esperanças de um trânsito menos violento", destacou o deputado Edinho Araújo.

Diocese de Jales - Mensagem de Natal -2012

"Não tenhais medo, eu vos anuncio uma grande alegria: nasceu o Salvador, que é o Cristo Senhor" (Lc 2, 10).
A todos os diocesanos,
Feliz Natal!
Neste ano, a festa de Natal vem acompanhada de gratidão e de confiança.
A gratidão tem o seu motivo na intensa recordação do Concílio, feita durante todo o ano, recordando sua abertura 50 anos atrás.
A confiança nos é garantida pela proposta da Igreja, nos convocando para o Ano da Fé, que já está em andamento, e se prolongará até o Domingo de Cristo Rei.
À luz da fé, podemos situar melhor alguns acontecimentos que nos preocupam. A começar pelo aumento da violência em nossa sociedade, trazendo insegurança a todos, e mostrando quanto precisamos recorrer a valores imprescindíveis que a fé continua nos apontando, como o respeito a toda pessoa humana, a justiça, a honestidade, a tolerância e prática do amor fraterno.
Entre as causas de tanta violência, a sociedade brasileira é chamada a se dar conta da gravidade da propagação da droga, que precisa ser enfrentada com firmeza e determinação, tanto da parte do Estado como da sociedade e de todas as organizações comunitárias.
No mundo aumentam os sintomas de uma crise que não é só de ordem econômica, mas é mais ampla, e aponta para a necessidade de mudanças mais profundas em nosso relacionamento com a própria natureza.
Os jovens são os primeiros a experimentarem as consequências negativas da crise. Por isto, tanto mais foi acertada a decisão da Igreja no Brasil de propor a juventude como tema da próxima Campanha da Fraternidade.
Entre os fatos que fortalecem nossa confiança, está o encontro mundial da juventude com o Papa, a se realizar no Rio de Janeiro no próximo mês de julho. Com a juventude, somos chamados neste ano a renovar nossa fé, para encontrar nela a motivação e a força para enfrentar todas as dificuldades da vida.
Desejo a todos um Natal feliz, e um abençoado ano de 2013.
Com minha bênção,
D. Demétrio Valentini
Bispo Diocesano de Jales

Fabiano, campeão regional de kart


Depois de disputar onze etapas da Temporada Regional de Kart Jales, no domingo, 16 de dezembro, no Kartódromo Elpídio Nory, de Penápolis, o jalesense Luis Fabiano Tonholi sagrou-se campeão na categoria adulta. Ele somou 294 pontos com cinco 1° lugar, dois 2° lugar, três terceira colocação, uma 8ª colocação e um 9° lugar. As cidades que sediaram as etapas foram: Turmalina, Aspásia, Jales, São Francisco, Suzanápolis, Santa Salete, São Francisco, Jales, Populina e Penápolis.

A mensagem da manjedoura

Adelvair David
Eram tempos difíceis aqueles. O homem se debatia, amargurado por uma fé insatisfatória; a crença em Deus à base de sacrifícios não sustentava os anseios dos corações que não compreendiam o seu criador.
O tempo era propício, o cenário da galileia se transformou em mais digno ambiente para o propósito dos céus.
O Pai Supremo não apresentava como solução o Embaixador Celeste com poderes para ferir ou destruir, não haveria castigos, punições, represálias nem qualquer hostilidade, Ele traria o tesouro mais valioso que o mundo já viu, a Boa Nova. Ninguém dela estaria preterido, esquecido, todos os de boa vontade poderiam se fartar até a saciedade.
O ódio de um contra o outro já não encontraria mais significação porque Ele ensinaria a dar a outra face; o perdão das ofensas se tornaria a maior honra que alguém poderia alcançar, desfazendo o mal no seu nascedouro, sem lhe perpetuar as consequências ruins.
A estrebaria se iluminou, luz inexprimível se fez, e Ele nasceu. O Excelso amigo da humanidade, na manjedoura trouxe a lição da humildade, a mais alta conquista que alguém pode almejar, a de ser humilde.
Os homens bons perceberam a Sua presença e vieram alguns de todos os lados verem o menino, o salvador que traria a mensagem de esperança aos homens.
Com Ele, por aqui, gradativamente se extinguiria a carnificina nos circos romanos, os leprosos não seriam mais esquecidos no vale da imundície, para se tornarem os irmãos necessitados do amor verdadeiro de do amparo fraternal.
Assim a lição da manjedoura é a de que possamos nos estender as mãos de generosidade, os sorrisos de simpatia e as palavras de motivação em profunda simplicidade de coração.
Com Ele, necessário nascer novamente para os sentimentos nobres do amor e da compaixão, de maneira a viver como Ele ensinou, renovando-nos e auxiliando na renovação da humanidade.
NATAL! É LIÇÃO DE RENASCIMENTO PARA OS ESPLENDORES DE NOVOS DIAS.

Fé cristã e cultura ocidental

D. Demétrio Valentini
Estamos chegando ao Natal deste ano de 2012. Foi um ano que nos apontou com insistência o Concílio Vaticano II.
A lembrança deste Concílio trouxe para a ordem do dia a história dos outros concílios, já realizados pela Igreja. Sobretudo os primeiros quatro, de Nicéia, de Constantinopla, de Éfeso e de Calcedônia.
Não é o caso aqui de tecer considerações sobre o conteúdo destes quatro primeiros concílios, que definiram o credo cristão, e formataram a configuração histórica da Igreja.
O que mais desperta a atenção é a brusca mudança de atitude do Império Romano diante da nova religião, que estava surgindo sem quase nenhuma estrutura social de apoio.
Até o ano de 313, quando foi publicado o "Edito de Milão" , garantindo liberdade de culto para todas as religiões, a religião cristã era considerada como uma seita, e como tal, ilegal, coibida e perseguida pelo poder público.
Poucos anos depois, em 325, a fé cristã já não era mais perseguida. Ao contrário, tinha caído na benevolência do Imperador Constantino, que por conta própria teve a iniciativa de convocar o Concílio de Nicéia, e de presidi-lo na frente de todos os bispos.
Olhada sob o ângulo político, a repentina mudança de postura diante da nova religião configurava uma estratégia por parte do Império. A nova religião já não era vista como inimiga da ordem imperial, mas como aliada. Melhor ainda, serviria de instrumento para a unificação do Império Romano, que já começava a mostrar suas primeiras fraturas. sobretudo em sua parte ocidental, longe da nova capital, Constantinopla.
A partir daí verificou-se um fenômeno surpreendente. Em poucos séculos, a frágil "seita" cristã, tinha se tornado a religião assumida na prática pelos habitantes do antigo império romano. Isto permitiu que ela fosse se estruturando, com seu aparato oficial de Igreja, ocupando o espaço que o poder civil lhe assegurava, e inclusive lhe confiava.
Este fato, amplo e complexo em suas circunstâncias históricas, permite, em todo o caso, entender um longo trajeto da história do Ocidente, onde a religião cristã passou a ser a única existente.
Este período histórico já se esgotou. A cultura ocidental já há muito tempo vem reivindicando sua plena autonomia diante da religião, em especial a cristã.
Neste contexto se entendem algumas reações extremadas, que demonstram insegurança diante de um fenômeno que ainda não esgotou seu dinamismo.
As circunstâncias histórias proporcionaram para a fé cristã tempos de perseguição, e tempos de bonança. Podem mudar as circunstâncias. Mas a vitalidade cristã é endógena, não depende de circunstâncias externas. Com ventos favoráveis ou contrários, a fé cristã é portadora de uma mensagem eficaz, que não se impõe pela força externa, mas por sua própria consistência interna.
Se a cultura predominante quiser, por exemplo, esvaziar o Natal do seu significado religioso, e reduzi-lo a mera festividade civil, a fé cristã continuará seu dinamismo.
Mesmo que o homem de hoje queira rejeitar a religião, ele não se exclui dos destinatários da mensagem cristã, que propõe amar toda pessoa humana, independente do seu posicionamento religioso.
Esta a originalidade de Jesus de Nazaré, nascido em Belém, em pleno império romano, conforme relatam os Evangelhos.

Boa Idade

No ultimo dia 14 de dezembro, as atenções foram voltadas para a festa de comemoração de encerramento do curso de Informática para a Boa Idade, que foi ministrado pelo aluno do curso de Sistemas de Informação da Unijales, José Paulo Codinhoto. O projeto foi desenvolvido através da iniciativa da Unijales Junior-Empresa Junior.
A confraternização foi marcada pela entrega dos certificados para os 10 alunos com idade superior a 40 anos, que gratuitamente fizeram o curso de Informática Básica, além de um delicioso café da manhã que foi oferecido aos concluintes.
Estiveram presentes o professor do curso de Sistemas de Informação, Vitor Paulo Boldrin, o professor do curso de Informática, José Paulo Codinhoto e Alessandro Bassi que representou a reitora Maria Christina Fuster Soler Bernardo.

Professores Mediadores da DE - Região de Jales participam de capacitação

Estiveram participando de capacitação organizado pelo pro-rede-Creas de Jales , nos dias 13,14,18 e 19 de dezembro no centro do idoso – Ciev .
Os temas abordados foram: Família e usuário de substancia psicoativa,Redução de danos, Crianças e adolescentes vitimas de violência, As medidas especificas de proteção a criança e ao adolescente em situação de vulnerabilidade e risco e Atribuições e competências da família , sociedade e do poder publico.
Participaram os seguintes professores: Luis Carlos Felisbino – da E.E Baptista Dolci (Dolcinopolis), Andreia Encide da E.E Jose dos Santos (Aspásia), Gisele Carolina Parreira Duarte da E.E Professor Akió Satoru (Urânia) Lucilene Moreira Costa da E.E D. Artur Horsthuis (Jales), Fabiana Scapin Tomaz da E.E Juvenal Giraldeli (Jales), Mercedes Fernandes Capela da E.E Francisco Molina Molina (Santa Salete), Clarice Isabel Conejo Galego da E.E DR Euplhy Jalles (Jales).
Os temas abordados foram de grande importância para o cotidiano do trabalho dos mediadores cuja atribuição e o trabalho com conflito e proteção escolar.

Formandos do COC Jales

A 10ª turma do 3º ano do ensino médio 2012 do COC – Unidade Castilho dos Santos, de Jales, vem compartilhando a trajetória educacional desde o ensino fundamental, marca que registrada ser especial os professores e funcionários, aos familiares e amigos e foi motivo de muita alegria na solenidade que encerrou com chave de ouro esta etapa de outras de sucesso que estão iniciando na vida dos formandos. No dia 14 de dezembro, foi realizada a festa de formatura da turma.A comissão de formatura formada por: Amanda Reinaldo, Tatiani Amadeu e Daniel Rodrigues agradecem ao patrono José Antonio Barbieri e aos paraninfos Jussara Tresso, Nilton Romero e Reginaldo Reinaldes. Todo o cerimonial de formatura ficou por conta de Jocélia Cabrini

EDITAIS DE PROCLAMAS

Ademir de Mattis
, Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Jales, Estado de São Paulo. FAZ SABER que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro.
JOÃO BATISTA DE ALMEIDA ROCHA e MILIANE DE FÁTIMA BUSO MENDONÇA. ELE,
natural de Brumado, Estado da Bahia, nascido aos 07 de novembro de 1.988, técnico em refrigeração, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Raimundo Lima Rocha e de Celina Rita de Almeida Rocha. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 17 de maio de 1.985, comerciante, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Wilson Teixeira Mendonça e de Vera Lúcia Buso Mendonça.
EDER TIAGO DA COSTA FIGO e JAQUELINE DE OLIVEIRA PINHO. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 15 de abril de 1.984, mecânico, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de João Luiz da Costa Figo e de Edira Maria Rodrigues da Costa Figo. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 14 de abril de 1.987, técnica em enfermagem, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Isaque Moreira Pinho e de Aparecida de Oliveira Pinho.
ORLEANS CESAR PEREIRA OLIVEIRA DA SILVA e CAROLINE DA SILVA CAVALCANTE. ELE,
natural de São José do Rio Preto, deste Estado, nascido aos 07 de dezembro de 1.989, destilador, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de Odair de Oliveira da Silva e de Laine Anastácio Pereira. ELA, natural de Santo André, deste Estado, nascida aos 19 de dezembro de 1.990, recepcionista, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Lúcio Mauro Cavalcante e de Adriana Paulino da Silva Cavalcante.
REGINALDO DE SOUZA e ANDRÉIA BELOTI JAMARIQUELI. ELE,
natural de Jales, deste Estado, nascido aos 25 de julho de 1.983, operador de máquinas, solteiro, residente e domiciliado nesta Cidade, filho de José Paulo de Souza e de Marlene de Souza. ELA, natural de Jales, deste Estado, nascida aos 18 de outubro de 1.990, garçonete, solteira, residente e domiciliada nesta Cidade, filha de Santo Jamariqueli e de Ivanir Beloti Machado.
SE ALGUÉM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO OPONHA-O NA FORMA DA LEI. LAVRO OS PRESENTES PARA SEREM AFIXADOS NO REGISTRO CIVIL E PUBLICADOS NA FOLHA NOROESTE, NESTA CIDADE DE JALES.
Ademir de Mattis - Oficial

Grupo das Acácias doam fraldas e enxovais para Santa Casa

A Santa Casa de Jales recebeu no dia 11 de dezembro uma doação de fraldas e enxovais para bebês feita pelo Grupo das Acácias (foto), pertencente a Loja Maçônica Coronel Baltazar.
A doação foi resultado de um chá beneficente realizado pelo grupo no dia 21 de outubro, ocasião em que foi arrecadado o valor de R$ 1000,00 que foram investidos na compra de enxovais para bebês, que atualmente é uma necessidade das famílias carentes que dão à luz na maternidade do hospital pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
O grupo também doou brinquedos para a brinquedoteca "Dona Landa", que ficarão à disposição das crianças internadas na Pediatria. "Fizemos esse trabalho pensando nas necessidades apresentadas pela assistente social. É gratificante podermos ajudar essas famílias que tanto necessitam desse suporte", disse a presidente do grupo, Rita de Cássia Vialle.
A Santa Casa de Jales, representada pela assistente social, Maria Angélica Pereira, agradeceu as doações e o empenho das Acácias em colaborar com as famílias carentes atendidas pelo hospital. O grupo, representado por 70 mulheres, é referência em solidariedade na cidade, e realiza há quase 15 anos, trabalhos de assistência social para diversas entidades de Jales.

Colaboradores da Santa Casa fazem curso para garantir atendimento humanizado aos pacientes

Pensando na satisfação total de seus pacientes, a Santa Casa de Jales está oferecendo aos seus colaboradores um curso voltado ao treinamento da equipe para capacitação com o objetivo de melhor atender aos seus clientes e pacientes.
O curso ministrado pela especialista Fernanda Pozzer Fuga (foto) teve início na quarta-feira, dia 12, com o tema "Consciência Profissional". Com duração de 8 horas, as palestras são divididas em dois dias abordando questões relacionadas à comunicação e humanização dos atendimentos, visando a total satisfação dos pacientes. "Nossa expectativa é desenvolver o aperfeiçoamento do funcionário, permitindo que o profissional reflita sobre a função que desempenha, fazendo uma auto-análise na busca por pontos que podem ser melhorados", explicou ela.
A princípio, todos os colaboradores irão participar do curso que será divido em turmas separadas por departamentos e posteriormente, está sendo estudada a possibilidade de que as palestras sejam estendidas também aos médicos do corpo clínico.
Para o provedor do hospital, José Pedro Venturini, a iniciativa é de grande importância, já que o foco é o atendimento com excelência ao paciente da Santa Casa. "Nossa busca é sempre pela melhora no atendimento, por isso, todo esforço de nossa equipe é muito válido. Minha expectativa é que a partir de agora, possamos prestar este serviço à saúde com melhorias significativas no sentido de humanização", concluiu.

Com o secretário

Reunido com o novo secretário de Segurança Pública, Dr. Fernando Grella Vieira, o deputado Itamar Borges (foto) solicitou a conclusão do processo que já está em fase adiantada e com parecer favorável para a criação do Deinter de Araçatuba.
O parlamentar solicitou também o aumento do efetivo da Policia Militar no município de Santa Fé do Sul e a reinstalação da unidade do Instituto de Criminalística e da unidade do Instituto Médico Legal do município de Santa Fé do Sul.
Tanto a criação do Deinter de Araçatuba como o aumento do efetivo da Polícia Militar, IML e IC em Santa Fé do Sul vem sendo trabalhado pelo deputado Itamar Borges desde o início do seu mandato. As três demandas estão em fase adiantada de tratativas com pareceres favoráveis para contemplar as cidades e região. "Trabalhar pela melhoria da segurança é um dos compromissos de meu mandato" disse Itamar.

FOLHAGERAL


O caminhão guincho no aguardo para levar o trailler da praça João Mariano de Freitas. Esse episódio levou os "raposas" lado botequim da vila refletirem se a futura prefeita vai tomar medidas enérgicas contra iniciativas com esta que causou indignação.


Articulando

O PSB de Orlando Bolçone, em Jales, está colocando as manguinhas de fora e diz que vai fazer oposição à futura prefeita. O PSB apoiou Flá e fez dois vereadores. E-mail à redação do jornal enviado por Juliano de Matos, dá conta que o partido irá apoiar o DEM à presidência do legislativo com os dois vereadores do PSB, Júnior Rodrigues e Tiago Abra se unindo a Gilbertão e Tiquinho para compor a chapa para a Mesa Diretora.
Antecipando

Ao que parece, politicamente o secretário do PSB, Juliano Matos está atravessando os fatos e tentando antecipá-los e jogar o PSB numa oposição ferrenha contra a futura prefeita.
Errou

Juliano diz que o vereador Tiago Abra colocou-se à disposição para uma eventual disputa à presidência da Câmara Municipal de Jales no caso da impossibilidade de um dos componentes da chapa ficar inviabilizado por algum motivo.
Sou candidato

Em nota divulgada nesta sexta-feira, 21 de dezembro, o vereador eleito Tiago Abra, diz que: "Após conversas com o PSB em nível regional, me candidato a presidência da Câmara Municipal de Jales. Devido ao vertiginoso crescimento do PSB não só em Jales, mas em todo país, acredito que é a hora de começarmos a trilhar nosso rumo no município. Criar uma identidade própria. Depois de eleito, me reuni com o deputado estadual Orlando Bolçone, uma pessoa séria e competente, e que demonstra grande interesse no crescimento da cidade e do PSB em Jales. Sendo assim, acredito que o início da caminhada está dado. Sendo assim, acredito que Jales necessita de um modo novo de fazer política. Ouvindo todos os lados e, mais do que isso, agrupar o maior número de políticos a favor da cidade. Jales precisa de união para crescer. E, se depender de mim, a partir de agora negociarei com todos os grupos políticos, pois nosso município precisa estar sempre em primeiro lugar".
Ausência

Várias outras diplomações estavam marcadas para terça-feira no estado de São Paulo, mas notou-se a não presença de deputados estaduais na diplomação dos eleitos na Zona Eleitoral de Jales.
Até tapa-buraco

A conversa lá no botequim vila durante a semana foi sobre as inaugurações que o Executivo Municipal vem proporcionando. Disseram que até troca de lâmpada queimada em poste na via pública é motivo de festa e inauguração.
Não tô nem aí

A Secretaria Municipal de Planejamento e Trânsito está esperando algo de grave acontecer na passagem na ilha do trecho da avenida João Amadeu entre as ruas 17 e 19 para depois tomar as providências. O motorista não está respeitando a sinalização e invadindo as pistas mesmo com semáforo aberto. A Prefeitura colocou ali uma placa (para agradar comerciante) de retorno e agora não sabe como fazer para retirá-la. Vai sobrar para a futura prefeita resolver.
De parabéns
Os políticos apesar de gostarem de fazer discurso e o público presente à cerimônia de diplomação na terça-feira, elogiaram a conduta do juiz eleitoral Eduardo Henrique de Moraes Nogueira em promover uma solenidade simples e rápida.

PALAVRAS DE CHICO XAVIER

Às vezes, nos será possível auxiliar alguém apenas com o silêncio; há pessoas que, em nos procurando, estão procurando apenas quem se mostre disposto a ouvi-las. Falando aos nossos ouvidos, é como se estivessem falando aos ouvidos de Deus!...

Esta coluna tem o patrocínio e responsabilidade da
Associação Espírita "Chico Xavier" de Jales.

Gracias a la vida

Marta Sousa Costa
www.martasousacosta.com

"A que vamos brindar?" – pergunta o amigo, quando unimos os copos, para o brinde tradicional. Após tantos brindes, erguidos ao longo da vida entre amigos de tempos que já não se conta, falta originalidade.
"A nós", responde alguém, e isso já diria tudo, mas o primeiro decreta: "À liberdade" – e o inusitado brinde, a esta altura da vida de cada um, une copos e pensamentos, no desejo de que se possa construí-la.
Estamos no Bar Liberdade, em Pelotas, reduto de choro, samba e seresta, que nesta noite recebe o grupo Camerata Novitango, para apresentação de tangos, valsas e milongas portenhas.
A música tem a capacidade de transportar para além do cotidiano, com suas dificuldades e emergências. Os arranjos do multi-instrumentista Possidônio Tavares ao bandoneon, com Laira Campos ao piano e Renan Leme ao violino, junto à interpretação da cantora Ângela Pachon, proporcionam momentos de encantamento muito além da imaginação. Abrem as portas da alma, carente de paz. O silencio é total, atentos os amantes da música à voz interior, que traz lembranças adormecidas.
Aprendi a dançar (mais ou menos) com meu pai, ao som de tangos, transmitidos pela rádio do Uruguai, a única que se alcançava, no interior de Piratini. Amante dos tangos, que decerto lhe proporcionavam lembranças de noitadas e companheirismo da juventude passada no país vizinho, costumava cantá-los, com voz emocionada e forte. Dessa forma, inúmeros tangos passaram a fazer parte também da nossa história, trazendo muitas recordações alegres e algumas tristes.
Ao final de sua vida – após a morte de mamãe, que lhe pregou a peça de morrer primeiro, sendo onze anos mais moça – ele às vezes umedecia os olhos, ouvindo os tangos que não se cansava de pedir para tocar, como "Cuesta Abajo" e outros, que ficaram gravados na nossa memória. Pena que não tivemos a sabedoria de avivar suas lembranças, pois ficou repetindo os mesmos "causos", embora muitas histórias interessantes ele devesse ter para contar.
Mas, como estamos próximos ao Natal e ao final do ano, o grupo Camerata Novitango decide que é hora de agradecer e nos presenteia com "Gracias a la vida", de Mercedes Sosa, para encerrar com chave de ouro esta noite especial.
"Gracias a la vida que me ha dado tanto", canta em espanhol Angela Pachon. E cada um, imagino, faz um retrocesso do ano que se apressa para acabar. Penso nele, o ano que finda, como velho cansado de nunca agradar. Tem razão, o ano velho, em reclamar da ingratidão e do desejo de novidade da gente em geral. Estamos sempre na expectativa de um grande acontecimento, um momento especial, uma virada na situação. E, enquanto nos projetamos para o futuro, o perigo é deixar de viver o presente, com as oportunidades e momentos especiais que se perdem, se não soubermos enxergá-los.
Assim, "graças à vida que me deu tanto": graças pelas coisas boas e pelas ruins, se nos fortaleceram; graças pelo amor, pela amizade, por cada minuto vivido intensamente. Graças pelo abraço apertado, pelo olho no olho, pelo chão firme sob os pés, pela confiança construída.
Graças pela liberdade de cada um buscar o seu caminho.

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Lixo na rua



Quando não existe fiscalização competente a rua vira depósito de lixo. São dias e dias com o entulho jogado na rua XV de Novembro, entre as ruas São Paulo e São Pedro na vila São José e agora está virando depósito de lixo caseiro. Nesta segunda-feira foi solicitado uma providência. As fotos foram feitas às 11h03m desta terça-feira, 18 de dezembro. Espera-se que as providências sejam tomadas no tocante ao recolhimento do entulho e do lixo, claro.

MPF pede a prisão preventiva de oito médicos em Jales

O Ministério Público Federal em Jales pediu a prisão preventiva de cinco médicos acusados de cobrar por cirurgias, principalmente cesarianas, que seriam feitas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, os acusados realizaram procedimentos de esterilização feminina (laqueadura de trompas) sem observância de parâmetros legais, o que é crime. A prisão preventiva tem o objetivo de impedir que os médicos pratiquem novos crimes e, ao mesmo tempo, garantir segurança à população que necessita de atendimento médico.
Recentemente, em outra ação envolvendo o mesmo tipo de denúncia, a Justiça Federal negou o pedido de prisão preventiva feito pelo MPF contra um médico. "Alguns dias depois do afastamento, uma criança morreu na Santa Casa, durante o plantão desse médico. Mesmo de plantão, ele estaria, segundo documentos de nossa investigação, ausente da Santa Casa, não atendeu ao chamado de urgência e a criança morreu", lamentou o procurador da República Thiago Lacerda Nobre, autor da denúncia.
O MPF pediu a prisão dos médicos D.M.A.; L.G.M.V.; E.A.T.; V.C.T.; M.L.; V.B.M.; V.C.N.; e D.R.A.J. Alguns deles já são réus em outras ações por crimes semelhantes. "Se a Justiça Federal entender que não é o caso de prisão preventiva, outras medidas devem ser tomadas diante da gravidade dos fatos", aponta o procurador. Entre as soluções possíveis, ele aponta o afastamento dos médicos de suas funções clínicas. "Mantê-los trabalhando poderá ensejar a prática de novos delitos similares, o que pode por em risco a vida e a saúde de diversos pacientes que vierem a ser atendidos por esses profissionais".
RECOMENDAÇÃO
– Através de recomendação feita ao Ministério da Saúde, Nobre já conseguiu o afastamento dos médicos E.A.T.; V.C.T.; e D.M.A. Desde o dia 25 de outubro, segundo informou o Ministério da Saúde, uma informação inserida no sistema Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde impede o cadastramento dos três em qualquer estabelecimento de saúde que preste serviço ao SUS. Essa proibição impede o faturamento de procedimentos ambulatoriais ou hospitalares a esses médicos.
Para o MPF, o atendimento realizado à população deverá melhorar, visto que os médicos afastados deverão ser substituídos por outros profissionais da área. A recomendação é um instituto previsto na Lei Complementar 75/93 e que dá poder ao MPF de diretamente, sem intermédio da justiça Federal, recomendar a "melhoria dos serviços públicos e de relevância pública, bem como ao respeito, aos interesses, direitos e bens cuja defesa lhe cabe promover, fixando prazo razoável para a adoção das providências cabíveis".
COMPETÊNCIA FEDERAL
– No início do ano, quando apresentou a primeira denúncia contra médicos que cobravam por procedimentos que seriam realizados pelo SUS, o MPF enfrentou dificuldades com a Justiça Federal, que entendia que o caso deveria ser analisado pela Justiça Estadual. O caso chegou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), que confirmou a competência da Justiça Federal para julgar casos que envolvam crimes praticados por médicos contra o SUS.
CRIMES
– Os oito médicos denunciados pelo MPF eram credenciados junto ao SUS e pressionavam seus pacientes a pagar por procedimentos médicos cobertos pelo sistema único, inclusive cesarianas. Além de exigir o pagamento dos pacientes, o que configura crime de concussão, alguns médicos cobravam também do SUS pelo mesmo procedimento, utilizando-se de guias ideologicamente falsas.
"Para assegurar a obtenção dos valores exigidos das gestantes, segundo consta das investigações, alguns médicos faziam ameaças e chegavam a prolongar a gestação, na esperança de que a gestante ou sua família providenciasse o dinheiro", revbelou o procurador. Segundo as investigações, os médicos cobravam entre R$ 1 mil e R$ 1,5 mil por cada cirurgia.
Nobre lembrou que o SUS incentiva as gestantes a realizarem o parto normal, por ser a modalidade mais segura tanto para a mãe quanto para o bebê. "A incidência de morte materna associada à cesariana é 3,5 vezes maior do que no método natural", ressaltou o procurador. "Mas ignorando o bem estar das pacientes e seus filhos, os médicos quase nunca realizavam parto normal, optando sempre por cesariana, já que faziam uso desta para obter as vantagens ilícitas anteriormente mencionadas".
Além de cobrar por cesarianas, alguns médicos recusavam-se a realizar o procedimento sem o pagamento mesmo quando ela era necessária. "É uma política desumana, que ocasionou a morte de pelo menos dois bebês", lamentou o procurador.
A situação é ainda mais grave porque envolve pacientes humildes, de pouca instrução, e que estavam submetidas a uma situação desesperadora. "Essa conduta abjeta adotada por alguns médicos vem ocorrendo há anos e em diversos dos locais onde atuam. É impossível mensurar por completo o dano que causaram aos pacientes e à sociedade", diz um trecho a ação.
Após investigação do Ministério Público Federal e também da Polícia Federal, a responsabilidade de alguns profissionais foi apurada. Sete dos oito médicos já haviam sido também indiciados pela Polícia Federal.
Todos os médicos foram denunciados por concussão. Alguns médicos também foram denunciados por estelionato qualificado, falsidade ideológica, pela realização de laqueadura de trompas sem observância das prescrições legais e aborto sem o consentimento da gestante.
A denúncia do Ministério Público Federal representa o primeiro ato do processo criminal e, sendo aceita, pode transformar os investigados em réus pela prática dos crimes. A justiça Federal deve apreciar a denúncia nos próximos dias.
ABORTO
- O médico V.C.T. também é acusado de aborto sem consentimento da gestante. Segundo documentos que instruem a ação, ele acompanhou a gestante em todo o pré-natal, mas omitiu-se durante o parto. A ação revela que a paciente começou a sentir dores fortes no dia 26 de junho de 2012, quando procurou o Pronto Socorro de Jales, onde ficou até o dia 28. Depois disso, retornou em busca de atendimento no dia 1º de julho, quando foi encaminhada à Santa Casa de Misericórdia de Jales, já em trabalho de parto.
Internada às 13 horas, a paciente aguardou pela presença do médico até às 18 horas, quando uma ultrassonografia confirmou que o bebê já estava morto. O médico só compareceu à Santa Casa após a morte do bebê. Segundo depoimento de testemunhas e documentos, o bebê estava vivo quando a gestante chegou ao hospital, fato confirmado por meio de atendimento prestado por uma enfermeira. O médico, omitindo-se do seu dever legal de prestar os devidos cuidados à gestante e seu nascituro, acabou incorrendo na prática do abordo sem consentimento da gestante, conforme aponta a ação.
Outros dois médicos também são processados pela prática do crime de aborto. Caso a denúncia por esse crime seja aceita, deverá ocorrer um Júri Popular Federal, onde sete jurados escolhidos dentre cidadãos locais decidirão sobre os crimes.